Scielo RSS <![CDATA[Archives of Clinical Psychiatry (São Paulo)]]> http://www.scielo.br/rss.php?pid=0101-608320030006&lang=pt vol. 30 num. 6 lang. pt <![CDATA[SciELO Logo]]> http://www.scielo.br/img/en/fbpelogp.gif http://www.scielo.br <![CDATA[<b>Dr. Paul Janssen </b> <b>(1926-2003)</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-60832003000600001&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt <![CDATA[<b>Análise patogenética dos distúrbios cognitivos em esquizofrênicos confusionais (Kleist) por meio da prova de Rorschach</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-60832003000600002&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Os autores discorrem a respeito das características das formas esquizofrênicas denominadas por Kleist como grupo confusional, diferenciando-o do grupo paranóide. Apresentam quatro casos que, segundo a sistematização feita por Aníbal Silveira, foram considerados inicialmente as formas do grupo confusional: embotamento incoerente, esquizofrenia paralógica, fantasiofrenia e esquizofasia. A partir de uma perspectiva cognitivo-sistêmica, apoiada em conceitos da neuropsicologia, apresentam a análise dos processos cognitivos de cada quadro clínico, estudados por meio do psicodiagnóstico de Rorschach, enfatizando as alterações relacionadas aos diversos sistemas psíquicos, característicos a cada caso. Os autores têm como objetivo evidenciar a contribuição que o exame psíquico efetuado pelo exame de Rorschach pode trazer para o estudo experimental dos processos mentais e suas diversas formas de comprometimento.<hr/>The authors talk about the characteristics of the schizophrenic forms called by Kleist as the confusional group, differentiating it from the paranoid group. They present four cases that, according to the systematization made by Aníbal Silveira, were considered initially as the forms of the confusional group of schizophrenia: Incoherent, Paralogical, Phantasiophrenia and Schizophasia. From a cognitive-systemic perspective, supported by concepts of the neuro-psychology, an analysis of the cognitive processes of each patient was presented and studied through the psychodiagnostic of Rorschach, emphasizing the alterations related to the different psychic systems, characteristic of each case. Their goal is to make evident that the psychic examination through the Rorschach test can contribute for the experimental study of the mental processes and its different forms of implications. <![CDATA[<b>Triexifenidila</b>: <b>caracterização de seu consumo abusivo por um grupo de usuários na cidade de São Paulo</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-60832003000600003&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt O abuso de drogas anticolinérgicas na indução de estados mentais alterados, como alucinações e delírios, é amplamente conhecido. Entre essas, a triexifenidila (TEF) (Artane®) parece ser a mais abusada. No Brasil, seu consumo já foi observado entre pacientes psicóticos, estudantes de 1º e 2º graus da rede pública, meninos de rua e usuários de crack. Diante da carência de relatos brasileiros que retratassem o consumo inadequado da triexifenidila, esse estudo foi conduzido para caracterizar a população usuária e as razões subjacentes ao seu abuso. Utilizando-se de metodologia qualitativa e amostra intencional selecionada por critérios (21 usuários e 16 ex-usuários), observou-se a predominância de homens solteiros, poliusuários e sem vínculos empregatícios, que relataram o abuso da droga na obtenção, principalmente, de alucinações e delírios. A TEF, consumida em associação a álcool, outras drogas lícitas (BZD) e ilícitas, interfere nas funções cognitivas, como memória, atenção e aprendizado, prejudicando os usuários no desempenho de muitas de suas atividades cotidianas. Por ser relatada como medicamento de fácil acesso, baixo custo e com efeitos drásticos na vida do usuário, os resultados apontam para a necessidade de medidas mais efetivas em sua liberação, além da necessidade de adoção de medidas preventivas para que seu abuso seja evitado.<hr/>The abuse of anticholinergic drugs to induce mental alterations as hallucinations and delirium is widely known. Trihexyphenidyl (Artane®), among these drugs, seems to be the most abused. In Brazil, its use has been already observed among psychotic patients, first and second grade students, street children and crack-cocaine addicts. Faced to the lack of Brazilian reports describing such inadequate use of trihexyphenidyl, this study was conducted to characterize recreacional use as well as reasons that justify the misuse. Adopting qualitative methodology and a Purposeful Sampling achieved by a Criterion Sampling (21 users and 16 ex-users), it was observed predominance of single poliusers men, without employment bonds, who abused of trihexyphenidyl in the attainment of mental alterations, mainly hallucinations and deliriums. Trihexyphenidyl is consumed in association with alcohol, other licit drugs (BDZ) and illicit drugs, impairing cognitive functions as memory, attention and learning, intervening with some activities of users' daily life. Reported as an easy access medicine, with low-cost and resulting in drastic effects in the life of the user, these results pointed to the necessity of more effective measures in its release, beyond the necessity of adoption of prevention measures to avoid its abuse. <![CDATA[<b><i>Ginkgo biloba</i></b><b> e memória</b>: <b>mito</b><b> ou realidade?</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-60832003000600004&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt O uso dos extratos de Ginkgo biloba para tratamento e prevenção de afecções relacionadas ao envelhecimento e, particularmente, de transtornos da memória baseia-se em práticas médicas ancestrais e estende-se largamente nos dias de hoje. Contudo, a literatura médica carece de estudos sistemáticos sobre a eficácia de seus princípios ativos no tratamento das demências e da doença de Alzheimer. Em virtude do uso muitas vezes indiscriminado desses produtos, além da falta de um controle adequado sobre sua produção e comercialização, a prescrição da Ginkgo biloba nos transtornos de memória foi questionada nos últimos anos pelos seguidores da boa prática clínica. O presente estudo revê criticamente a literatura médica relevante ao emprego dessas substâncias na doença de Alzheimer e outros transtornos da memória, bem como os subsídios científicos para os supostos efeitos neuroprotetores da Ginkgo biloba.<hr/>Ginkgo biloba extracts are largely prescribed in many countries for the treatment of ageing and memory-related problems, and have long been used in China as a traditional medicine for various disorders of health. However, there is still controversy on the alleged efficacy of Ginkgo biloba for the treatment of dementia and Alzheimer's disease. There is a paucity of clinical studies conducted with methodological adequacy. Preliminary clinical trials have rejected the benefits of Ginkgo biloba on moderate and severe dementia. However, more recent and current studies focus on its putative neuro-protective effects, being more beneficial in mild cognitive impairment and in early stages of Alzheimer's disease. The present review addresses the potential benefits of Ginkgo biloba in memory disorders and dementia, in the light of the neurobiological bases of its protective effect. <![CDATA[<b>Relação entre tabagismo e transtornos psiquiátricos</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-60832003000600005&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Este artigo apresenta uma revisão não sistemática da literatura sobre a relação entre tabagismo e doenças mentais, destacando algumas perspectivas recentes sobre o assunto. Buscou-se identificar e descrever as hipóteses levantadas por estudiosos nas últimas décadas acerca da natureza da associação entre o tabagismo e as perturbações psiquiátricas como depressão maior, esquizofrenia e transtornos de ansiedade. Discutem-se, também, as reflexões sobre as abordagens utilizadas nas pesquisas, bem como as possíveis contribuições desse conhecimento para os programas de intervenção e assistência a pacientes psiquiátricos fumantes.<hr/>This paper presents a non systematic literature review on the relationship between smoking behavior and psychiatric disorders, pointing out the new perspectives on the matter. The aim was to identify and describe the hypotheses on the nature of the association between smoking and major depression, schizophrenia and anxiety disorders, in the last decades. The different research approaches, as well as the possible contributions of this knowledge to intervention programs to assist smokers psychiatric patients are discussed. <![CDATA[<b>Os antipsicóticos de nova geração e suas meta-análises</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-60832003000600006&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Este artigo apresenta uma revisão não sistemática da literatura sobre a relação entre tabagismo e doenças mentais, destacando algumas perspectivas recentes sobre o assunto. Buscou-se identificar e descrever as hipóteses levantadas por estudiosos nas últimas décadas acerca da natureza da associação entre o tabagismo e as perturbações psiquiátricas como depressão maior, esquizofrenia e transtornos de ansiedade. Discutem-se, também, as reflexões sobre as abordagens utilizadas nas pesquisas, bem como as possíveis contribuições desse conhecimento para os programas de intervenção e assistência a pacientes psiquiátricos fumantes.<hr/>This paper presents a non systematic literature review on the relationship between smoking behavior and psychiatric disorders, pointing out the new perspectives on the matter. The aim was to identify and describe the hypotheses on the nature of the association between smoking and major depression, schizophrenia and anxiety disorders, in the last decades. The different research approaches, as well as the possible contributions of this knowledge to intervention programs to assist smokers psychiatric patients are discussed.