Scielo RSS <![CDATA[Archives of Clinical Psychiatry (São Paulo)]]> http://www.scielo.br/rss.php?pid=0101-608320130006&lang=pt vol. 40 num. 6 lang. pt <![CDATA[SciELO Logo]]> http://www.scielo.br/img/en/fbpelogp.gif http://www.scielo.br <![CDATA[<b>Transtorno de estresse pós-traumático em vítimas de acidentes rodoviários graves</b>: <b>análise de fatores preditores</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-60832013000600001&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt CONTEXTO: Os acidentes rodoviários são acontecimentos potencialmente traumáticos que podem originar transtornos psicológicos, designadamente transtorno de estresse pós-traumático (TEPT). Os estudos são controversos quanto ao poder preditivo da dissociação peritraumática e os sintomas de transtorno de estresse agudo (TEA) para predizer TEPT, mas referem que as mulheres reportam mais sintomas de transtorno pós-exposição traumática. OBJETIVO: Analisar o contributo da dissociação peritraumática, dos sintomas de TEA e do gênero para predizer TEPT quatro meses após o acidente. MÉTODO: Cento e vinte e quatro homens e mulheres, vítimas de acidentes graves, avaliados no hospital (t1) e reavaliados quatro meses depois (t2). RESULTADOS: Entre os participantes, 64,5% apresentam TEA (t1) e 58,9%, TEPT (t2). Os sintomas de dissociação peritraumática e TEA correlacionam-se positivamente com os sintomas de TEPT. As mulheres reportam mais dissociação peritraumática, TEA e TEPT. A dissociação peritraumática, o TEA e o gênero (feminino) explicam 26,8% da variância de TEPT, sendo o contributo do gênero marginalmente significativo. CONCLUSÕES: O número de vítimas com sintomas de TEPT após acidente grave é elevado e os sintomas peritraumáticos são preditores de TEPT, sugerindo a necessidade de considerar os sintomas iniciais na prevenção de transtorno posterior.<hr/>BACKGROUND: Motor vehicle accidents (MVA) are traumatic experiences that are related to psychological disorders as posttraumatic stress disorder (PTSD). Peritraumatic dissociation and acute stress disorder (ASD) have been studied as predictors of PTSD. Studies have also found that women report more psychological symptoms after traumatic experiences than do men. OBJECTIVE: Analyze the explanatory contribution of peritraumatic dissociative experiences, ASD symptoms and gender toward the subsequent development of PTSD. METHOD: One hundred twenty-four male and female victims of serious MVA were evaluated at the hospital (t1) and four months after the MVA (t2). Participants completed a peritraumatic dissociative experiences questionnaire (PDEQ) (t1), a questionnaire used to evaluate ASD (SASRQ) (t1) and a traumatic event scale (RTES) used to evaluate PTSD (t2). RESULTS: Of the studied population, 64.5% report ASD (t1) and 58.9% report PTSD (t2). Peritraumatic dissociation and ASD symptoms are positively correlated with PTSD symptoms. Females report more peritraumatic dissociation, ASD and PTSD than do males. Peritraumatic dissociation, ASD and gender (female) explain 26.8% of the observed variance in PTSD symptoms (t2), with gender contributing only marginally to the model. DISCUSSION: A high rate of MVA victims report PTSD, and peritraumatic responses predict the subsequent development of PTSD, suggesting the need to consider these predictors in methods for the prevention of psychopathology. <![CDATA[<b>Medida da aliança parental</b>: <b>validação portuguesa e construção de uma versão reduzida</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-60832013000600002&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt OBJETIVO: A Medida de Aliança Parental (PAM) avalia a qualidade da relação interparental na prestação de cuidados da criança. O presente artigo apresenta a validação de uma versão portuguesa da medida, bem como examina as qualidades psicométricas de uma versão reduzida com 6 itens do instrumento (PAM-R). MÉTODO: A amostra foi constituída por 182 pais (63% mães), dos quais 72 preencheram um instrumento de avaliação dos problemas de ajustamento psicológico das crianças. RESULTADOS: As análises fatoriais confirmatórias não corroboraram a estrutura dos dois modelos testados. No entanto, excelentes valores foram encontrados nos índices de adequação do modelo da PAM-R. Não foram encontrados erros de especificação no modelo unidimensional testado, o que suporta a validade fatorial da versão reduzida da PAM. A PAM-R apresentou excelentes valores de consistência interna e uma correlação negativa e significativa com a medida de problemas de ajustamento das crianças. CONCLUSÕES: PAM-R emerge como uma medida que possibilita a avaliação do impacto das dimensões familiares no funcionamento e desenvolvimento psicológico das crianças, em contextos de prestação de cuidados de saúde primários.<hr/>OBJECTIVE: The Parenting Alliance Measure (PAM) assesses the quality interparental relationship in childbearing. The present study aims to validate the Portuguese version of this measure and also develop and examine the psychometric properties of a 6-items short-version of PAM (PAM-R). METHOD: The sample was composed by 182 parents (63% mothers), 72 of them filled in a questionnaire regarding psychological adjustment problems of their children. RESULTS: Confirmatory Factorial Analyses did not support the structure of the PAM's two tested models. However, PAM-R showed excellent fit. Specification errors were not found in the tested unidimensional model that supports the factorial validity of the short-version of PAM. The PAM-R showed excellent values of internal consistency and a significant and negative correlation between PAM-R and children's behavior problems was found. DISCUSSION: PAM-R emerges as a measure that enables the assessment of the effects of the family dimensions on children's psychological development and adjustment in primary health care settings. <![CDATA[<b>Comportamento suicida no transtorno afetivo bipolar e características sociodemográficas, clínicas e neuroanatômicas associadas</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-60832013000600003&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt CONTEXTO: Pacientes com transtorno bipolar possuem risco maior de suicídio, quando comparados com a população geral e com outros transtornos psiquiátricos. Este artigo tem como objetivo revisar os aspectos sociodemográficos, clínicos e neuroanatômicos associados ao comportamento suicida em pacientes com transtorno bipolar com história de tentativa de suicídio. MÉTODOS: Revisão não sistemática da literatura, por meio dos indexadores eletrônicos: PsycoInfo, Lilacs,Medline e PubMed, utilizando-se as palavras-chave: "attempt suicide", "suicidal behavior", "suicide", "bipolar disorder", "suicide risk factor", "neuroimaging" e "suicide neurobiology". RESULTADOS: Diversas características sociodemográficas e clínicas têm sido associadas às tentativas de suicídio em pacientes bipolares, porém os resultados são ainda conflitantes. Em relação aos achados de neuroimagem, os dados também são escassos e inconsistentes. Destes, a hiperintensidade periventricular em substância branca e as alterações na estrutura e função do córtex pré-frontal são os mais descritos. CONCLUSÕES: Considerando que o suicídio é uma causa potencialmente evitável de morte, a compreensão dos correlatos clínicos e neurobiológicos do comportamento suicida pode ser útil na prevenção desse comportamento. Sendo assim, estudos que avaliem melhor os fatores de risco para o comportamento suicida nessa população são necessários.<hr/>BACKGROUND: Bipolar patients have a higher risk of suicide when compared with the general population and other psychiatric disorders. The aim of this article is to review the social-demographic, clinical and neuroanatomical aspects of suicidal behavior in bipolar patients. METHODS A non-systematic review of literature through PsycoInfo, Lilacs, Medline and PubMed eletronic databases was conducted, using the keywords: "suicide attempt", "suicidal behavior", "suicide" "bipolar disorder", "suicide risk factor," "neuroimaging", and "suicide neurobiology." RESULTS: Several clinical and sociodemographics characteristics have been associated with suicide attempts in bipolar patients, but results are conflicting. Regarding to neuroimaging, the data are rare, and the results are inconsistent, with reports of white matter hyperintensities and changes in structure and function of the prefrontal cortex. DISCUSSION: Given that suicide is a potentially preventable cause of death, the understanding of neurobiological and clinical correlates of suicidal behavior can be useful in reducing rates of attempt suicide in bipolar patients. <![CDATA[<b>Neuroimagem e mediunidade</b>: <b>uma promissora linha de pesquisa</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-60832013000600004&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt A relação mente-corpo tem despertado perguntas e debates desde os tempos das milenares tradições religiosas e dos antigos gregos até a neurociência contemporânea e, apesar de essas questões ainda não terem sido decisivamente respondidas, atualmente intervenções terapêuticas são orientadas por suposições a esse respeito. As investigações sobre os correlatos neurais da consciência e expressões mentais progrediram ao longo dos últimos 15 anos por meio do desenvolvimento de métodos de imagiologia funcional do cérebro. Essa abordagem pode abrir novas perspectivas para investigação da expressão de consciências supostamente espirituais com importantes implicações éticas, sociais e filosóficas. Propomos uma promissora nova linha de pesquisa em neurociências e discussão de algumas questões pertinentes à efetiva utilização da neuroimagem como potencial método de investigação da mediunidade para avançar a compreensão consensual a respeito da consciência, da suposta comunicação espiritual e suas relações com o cérebro. Destacamos certos aprendizados e desafios metodológicos adquiridos em nossa pesquisa neurofuncional sobre mediunidade a serem considerados em novos estudos nesse campo para formulação de hipóteses a respeito de tais fenômenos e discutimos orientações úteis para estudos de neuroimagem envolvendo experiências espirituais em geral.<hr/>The mind-body relationship has prompted debate from the times of millennial religious traditions and the ancient Greeks through to contemporary neuroscience, and although these questions have yet to be decisively answered, therapeutic interventions today are guided by assumptions made in this respect. Research on the neural correlates of consciousness and mental expressions has made progress over the last 15 years by developing functional brain imaging methods. This approach may open up new perspectives for studies of the expression of presumed instances of spiritual consciousness, which would have major ethical, social and philosophical implications. We pose a promising new line of research in the neurosciences and discuss certain issues pertaining to the effective use of neuroimaging to investigate mediumship and advance the consensus comprehension of consciousness, alleged spiritual communication and its relations with the brain. We highlight methodological challenges and lessons gleaned from our neurofunctional study of mediumship to be considered for further research in this field when formulating hypotheses to address these phenomena, and discuss useful guidelines for neuroimaging studies of spiritual experiences in general. <![CDATA[<b>Pesquisa em mediunidade e relação mente-cérebro</b>: <b>revisão das evidências</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-60832013000600005&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt CONTEXTO: Mediunidade, uma experiência humana disseminada pelas diversas sociedades ao longo da história, pode ser definida como uma experiência em que um indivíduo (chamado de médium) alega estar em comunicação com, ou sob influência de, uma personalidade falecida ou outro ser não material. Desde o século 19 há uma substancial mas negligenciada tradição de investigações científicas sobre mediunidade e suas implicações para a natureza da mente. OBJETIVO: Discutir a importância histórica e atual da mediunidade para o problema mente-cérebro, focando em estudos que investigam as origens e as fontes das comunicações mediúnicas. MÉTODOS: O artigo inicia-se com uma breve discussão filosófica sobre o que seria evidência para identidade pessoal e sua persistência além do cérebro, então apresenta e analisa as evidências proporcionadas por estudos em mediunidade, incluindo uma análise mais detalhada de dois médiuns muito produtivos: Leonora Piper e Chico Xavier. RESULTADOS: Estudos bem controlados, antigos e recentes, sugerem que médiuns podem exibir habilidades e conhecimentos compatíveis com personalidades falecidas e improváveis de terem sido obtidos por meios ordinários. CONCLUSÕES: O uso de métodos de pesquisa contemporâneos em experiências mediúnicas pode proporcionar a necessária ampliação e diversificação da base empírica para o avanço de nosso entendimento do problema mente-cérebro.<hr/>BACKGROUND: Mediumship, an experience widespread throughout human history, can be defined as an experience in which an individual (the so-called medium) purports to be in communication with, or under the control of, a deceased personality or other non-material being. Since the 19th Century there is a substantial, but neglected tradition of scientific research about mediumship and its implications for the nature of mind. OBJECTIVE: To discuss the historical and current importance of mediumship to the mind-brain problem, focusing on studies investigating the origins, the sources of mediumistic communications. METHODS This paper starts discussing what would be evidence for personal identity and its persistence beyond the brain, then empirical evidence provided by studies on mediumship are presented and analyzed, including a more detailed analysis of two very productive mediums: Mrs. Leonora Piper and Chico Xavier. RESULTS: Old and recent well controlled studies suggest that mediums can exhibit skills and knowledge unlikely to have been acquired by ordinary means and compatible with deceased personalities. DISCUSSION: Applying contemporary research methods to mediumistic experiences may provide a badly needed broadening and diversification of the empirical basis needed to advance our understanding of the mind-body problem. <![CDATA[<b>Homeopatia na fissura por cocaína-crack</b>: <b>estudo randomizado, duplo-cego e placebo controlado (Estudo COCACRACK)</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-60832013000600006&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt CONTEXTO: Mediunidade, uma experiência humana disseminada pelas diversas sociedades ao longo da história, pode ser definida como uma experiência em que um indivíduo (chamado de médium) alega estar em comunicação com, ou sob influência de, uma personalidade falecida ou outro ser não material. Desde o século 19 há uma substancial mas negligenciada tradição de investigações científicas sobre mediunidade e suas implicações para a natureza da mente. OBJETIVO: Discutir a importância histórica e atual da mediunidade para o problema mente-cérebro, focando em estudos que investigam as origens e as fontes das comunicações mediúnicas. MÉTODOS: O artigo inicia-se com uma breve discussão filosófica sobre o que seria evidência para identidade pessoal e sua persistência além do cérebro, então apresenta e analisa as evidências proporcionadas por estudos em mediunidade, incluindo uma análise mais detalhada de dois médiuns muito produtivos: Leonora Piper e Chico Xavier. RESULTADOS: Estudos bem controlados, antigos e recentes, sugerem que médiuns podem exibir habilidades e conhecimentos compatíveis com personalidades falecidas e improváveis de terem sido obtidos por meios ordinários. CONCLUSÕES: O uso de métodos de pesquisa contemporâneos em experiências mediúnicas pode proporcionar a necessária ampliação e diversificação da base empírica para o avanço de nosso entendimento do problema mente-cérebro.<hr/>BACKGROUND: Mediumship, an experience widespread throughout human history, can be defined as an experience in which an individual (the so-called medium) purports to be in communication with, or under the control of, a deceased personality or other non-material being. Since the 19th Century there is a substantial, but neglected tradition of scientific research about mediumship and its implications for the nature of mind. OBJECTIVE: To discuss the historical and current importance of mediumship to the mind-brain problem, focusing on studies investigating the origins, the sources of mediumistic communications. METHODS This paper starts discussing what would be evidence for personal identity and its persistence beyond the brain, then empirical evidence provided by studies on mediumship are presented and analyzed, including a more detailed analysis of two very productive mediums: Mrs. Leonora Piper and Chico Xavier. RESULTS: Old and recent well controlled studies suggest that mediums can exhibit skills and knowledge unlikely to have been acquired by ordinary means and compatible with deceased personalities. DISCUSSION: Applying contemporary research methods to mediumistic experiences may provide a badly needed broadening and diversification of the empirical basis needed to advance our understanding of the mind-body problem. <![CDATA[<b>Intervenção para períodos críticos</b>: <b>transferência de cuidados: uma nova intervenção psicossocial para indivíduos com transtornos mentais graves na América Latina</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-60832013000600007&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt CONTEXTO: Mediunidade, uma experiência humana disseminada pelas diversas sociedades ao longo da história, pode ser definida como uma experiência em que um indivíduo (chamado de médium) alega estar em comunicação com, ou sob influência de, uma personalidade falecida ou outro ser não material. Desde o século 19 há uma substancial mas negligenciada tradição de investigações científicas sobre mediunidade e suas implicações para a natureza da mente. OBJETIVO: Discutir a importância histórica e atual da mediunidade para o problema mente-cérebro, focando em estudos que investigam as origens e as fontes das comunicações mediúnicas. MÉTODOS: O artigo inicia-se com uma breve discussão filosófica sobre o que seria evidência para identidade pessoal e sua persistência além do cérebro, então apresenta e analisa as evidências proporcionadas por estudos em mediunidade, incluindo uma análise mais detalhada de dois médiuns muito produtivos: Leonora Piper e Chico Xavier. RESULTADOS: Estudos bem controlados, antigos e recentes, sugerem que médiuns podem exibir habilidades e conhecimentos compatíveis com personalidades falecidas e improváveis de terem sido obtidos por meios ordinários. CONCLUSÕES: O uso de métodos de pesquisa contemporâneos em experiências mediúnicas pode proporcionar a necessária ampliação e diversificação da base empírica para o avanço de nosso entendimento do problema mente-cérebro.<hr/>BACKGROUND: Mediumship, an experience widespread throughout human history, can be defined as an experience in which an individual (the so-called medium) purports to be in communication with, or under the control of, a deceased personality or other non-material being. Since the 19th Century there is a substantial, but neglected tradition of scientific research about mediumship and its implications for the nature of mind. OBJECTIVE: To discuss the historical and current importance of mediumship to the mind-brain problem, focusing on studies investigating the origins, the sources of mediumistic communications. METHODS This paper starts discussing what would be evidence for personal identity and its persistence beyond the brain, then empirical evidence provided by studies on mediumship are presented and analyzed, including a more detailed analysis of two very productive mediums: Mrs. Leonora Piper and Chico Xavier. RESULTS: Old and recent well controlled studies suggest that mediums can exhibit skills and knowledge unlikely to have been acquired by ordinary means and compatible with deceased personalities. DISCUSSION: Applying contemporary research methods to mediumistic experiences may provide a badly needed broadening and diversification of the empirical basis needed to advance our understanding of the mind-body problem.