Scielo RSS <![CDATA[História (São Paulo)]]> http://www.scielo.br/rss.php?pid=0101-907420140002&lang=pt vol. 33 num. 2 lang. pt <![CDATA[SciELO Logo]]> http://www.scielo.br/img/en/fbpelogp.gif http://www.scielo.br <![CDATA[Apresentação]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-90742014000200001&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt <![CDATA[Sob o signo do Acordos de Oslo: perspectivas diversas sobre o conflito israelo-palestino]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-90742014000200003&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Este artigo está dividido em duas partes: 1ª) discorre sobre a relevância dos Acordos de Oslo para o processo de paz entre israelenses e palestinos nos anos 1990; 2ª) aborda brevemente um conjunto de estudos históricos, sociológicos e políticos que versam sobre as relações entre Israel e Palestina em diferentes níveis, incluindo-se o papel da diplomacia brasileira neste domínio.<hr/>This article is divided into two parts: 1) discusses the relevance of the Oslo Accords to the peace process between Israelis and Palestinians in the 1990s; 2) briefly discusses a set of historical, sociological and political studies that deal with the relationship between Israel and Palestine at different levels, including the role of Brazilian diplomacy in the Middles East. <![CDATA[A geopolítica e o conflito Palestino-Israelense: dos Acordos de Oslo à Primavera Árabe]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-90742014000200014&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt O artigo procura interpretar a continuidade do conflito no Oriente Médio, tendo o intervalo entre as Conferências de Oslo e Camp David como referência. Questiona sobre os motivos que levaram a OLP e Israel a realizar uma drástica revisão de suas doutrinas e, mesmo assim, não terem conseguido fechar um acordo em 2000, apesar da relativa estabilidade política. A análise é tecida em duas etapas. Na primeira, apresenta um histórico diplomático das negociações intermediadas pela Noruega entre palestinos e israelenses. Na segunda, detalha as doutrinas e as estratégias políticas que guiaram as ações dos dois protagonistas desde a década de 1940 e como estes interagiram com o contexto internacional. Argumenta que os acordos de Oslo foram motivados pelo fim da Guerra Fria e as consequências regionais da primeira Guerra do Golfo de 1990. As revisões doutrinárias realizadas por Arafat e Rabin, no entanto, perderam fôlego no final da década de 1990, quando o sistema político regional sofreu uma crise de deslegitimação causada pela permanente crise social. Ausentes do cenário político, o pan-arabismo e a esquerda marxista propiciaram o fortalecimento do fundamentalismo islâmico, passando este a assumir o papel de força aglutinadora de oposição no mundo árabe. Em Israel, uma tendência similar ocorreu com a hegemonia dos partidos ultraconservadores, inimigos declarados dos acordos de Oslo. Palestinos e israelenses mergulham num intervalo de extrema violência, a "segunda Intifada", uma reedição das lutas existenciais da década de 1940. Todavia, as mudanças estruturais na vida política, originadas pela "primavera árabe", abrem hoje uma nova janela que favorece o pleito dos moderados palestinos e das forças progressistas no mundo Árabe. Conclui-se indagando se a esquerda israelense terá ambição e força suficientes para retomar a iniciativa política e negociar um fim pacífico para o conflito.<hr/>This article analyzes the continuity of the Middle East conflict, having the period between the Oslo Agreement and the Camp David Summit as a reference. It inquires about the reasons that led the PLO and Israel to perform a drastic revision of its doctrines and even then, they were unable to close a deal in 2000, despite the relative political stability. The analysis was made in two steps. The first presents a history of diplomatic talks intermediated by Norway between Palestinians and Israelis. The second details the doctrines and political strategies that guided the actions of the two protagonists since the 1940s, and how they interacted with the international context. It argues that the Oslo accords were motivated by the end of the Cold War and the regional consequences of the first Gulf War of 1990. The doctrinal revisions made by Arafat and Rabin, however, lost the momentum in the late 1990s, when the regional political system suffered a crisis of legitimacy caused by a permanent social crisis. Absent from the political scene, the pan-Arabism and the Marxist left favored the strengthening of Islamic fundamentalism, becoming the main unifying opposition force in the Arab world. In Israel, a similar trend occurred with the hegemony of ultraconservative parties, declared enemies of the Oslo accords. Palestinians and Israelis plunged into a period of extreme violence, "Second Insurgency", a reissue of the existential struggles of the 1940s. However, the structural changes in the political life, caused by the "Arab Spring" now open a new window that favors the election of Palestinian moderates and progressive forces in the Arab world. It concludes asking whether the Israeli left have ambition and enough strength to regain the political initiative and negotiate a peaceful end to the conflict. <![CDATA["As vezes, somos todos palestinos": O uso político da Questão Palestina por líderes árabes na segunda metade do século XX]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-90742014000200037&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt O presente artigo discute o processo de transformação da chamada "Questão Palestina" em elemento de destaque do discurso político de líderes árabes em três países: Egito, Líbia e Líbano, a partir da segunda metade do século XX, e ressalta como a busca por liderança regional e visibilidade internacional durante o período da Guerra Fria convertia o tema dos conflitos entre Israel e Palestina em princípio norteador da agenda política retórica dos países árabes. A partir desses três cenários específicos, no artigo pretende-se analisar a permanência do conflito entre palestinos e israelenses como o principal fator de instabilidade no Oriente Médio, considerando-se o uso político que cada país atribuía a este problema geopolítico.<hr/>This article discusses the transformation process of the so called "the Palestine Question" in a major element of the political discourse of Arab leaders in three countries: Egypt, Libya and Lebanon, from the second half of the twentieth century, emphasizing how the quest for regional leadership and international visibility during the Cold War converted the subject of the conflicts between Israel and Palestine in guiding principle of the rhetoric political agenda in the Arab countries. Based on these three specific scenarios, this paper analyzes the permanence of the conflict between Palestinians and Israelis as the main factor for the instability in the Middle East, considering the political use that each country attributed to this geopolitical problem. <![CDATA[Geopolítica e cultura: a trajetória de Israel]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-90742014000200057&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Neste artigo enfatizaremos uma dimensão pouco tratada na análise social, a importância da geopolítica na constituição de padrões culturais. Argumentamos que, no caso do judaísmo, a interação entre cultura e geopolítica foi determinante na composição e transformações de uma chave interpretativa que passou a ser utilizada por quase dois milênios na autocompreensão da experiência histórica das comunidades judias. Esta interpretação da história judaica, porém, sofre profundas transformações com a chegada dos tempos modernos e, mais recentemente, com a criação do Estado de Israel.<hr/>In this article, we focus on an aspect that social scientists rarely take into consideration: the importance of geopolitics on establishing cultural patterns. We argue that in the case of Judaism the interaction between culture and geopolitics was fundamental for the constitution and transformation of an interpretative key that has been used for almost two millenniums seeking self-understanding of the Judaic communities' historical experience. This interpretation of the Judaic history, however, undergoes profound changes with the arrival of modern time, and more recently with the foundation of the State of Israel. <![CDATA[Israel: a crise próxima]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-90742014000200072&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Apesar de êxitos indisputáveis, o Estado de Israel enfrenta problemas estruturais decorrentes do conflito com o mundo árabe. O texto analisa cinco vulnerabilidades subestimadas: (1) demografia: o crescimento dos ultraortodoxos e dos árabes israelenses, ambos antissionistas, que arrisca tornar minoria os judeus sionistas; (2) estratégia: novas formas de resistência usadas pelos árabes, tanto militares, como os mísseis, quanto pacíficas, como a resistência não violenta, estão progressivamente se tornando contraproducentes à ocupação israelense de territórios inimigos; (3) regional: a Primavera Árabe, apesar dos fracassos, é uma etapa na democratização e modernização das sociedades árabes que acabará erodindo a vantagem qualitativa-educacional israelense; (4) internacional: Israel depende, militar e economicamente, do apoio ocidental, mas, movidos por seus próprios desenvolvimentos demográficos e culturais, os europeus se mostram cada vez mais indiferentes ou hostis a Israel; e até nos EUA, último reduto de simpatia pró-israelense, a identificação com o Estado judaico pode se tornar mais frágil; (5) mundo judaico: devido à orientação cada vez mais particularista de Israel, há, em vez de legitimação recíproca, ameaça de alienação entre as diásporas judaicas e Israel. O artigo conclui que, a termo, as custas políticas, militares e socioculturais que a beligerância permanente impõe a Israel podem constituir um risco existencial para este país. Eventualmente, os dilemas podem se tornar perigosos para sua sobrevivência como Estado judaico.<hr/>Despite undeniable successes, the State of Israel faces structural problems caused by its conflict with the Arab world. This text analyzes five underestimated vulnerabilities: (1) demography: growth of ultra-Orthodox Jews and Israeli Arabs, both anti-Zionist, that threatens to turn Zionist Jews into a minority; (2) strategy: new forms of Arab resistance, both military, such as missiles, as well as peaceful, such as nonviolent resistance, are gradually making Israeli enemy territory occupation counterproductive; (3) regional: the Arab Spring is, despite setbacks, a step in the democratization and modernization of Arab societies which will eventually undermine Israel's qualitative-educational advantage; (4) international: Israel is militarily and economically dependent on the Western support, however, driven by the impact of their own demographic and cultural evolution, Europeans are becoming even more indifferent or hostile towards Israel; and even in the US, Israel's last reserve of sympathy, the identification with the Israeli state may become more fragile; (5) Jewish world: due to the increasingly particularistic orientation of Israel, there is, instead of mutual legitimization, a growing risk of alienation between the Jewish diasporas and Israel. The article concludes that the political, military and sociocultural costs imposed on Israel by its permanent belligerency may constitute an existential risk. These dilemmas may one day threat its survival as a Jewish State. <![CDATA[Entre a Nakba e a Shoá: catástrofes e narrativas nacionais]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-90742014000200104&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt O pós-guerra traz mudanças importantes nas práticas discursivas de dois nacionalismos concorrentes e concomitantes: o movimento sionista e o movimento nacional palestino. Se desde o início do século XX os dois grupos disputavam o mesmo território sob lógicas de pertencimento difusas e complexas, referências às suas tragédias coletivas passam a ser centrais em seus respectivos discursos nacionais a partir dos anos 1940. Aqui, tanto a Shoá quanto a Nakba passam a constituir tentativas constantes de reafirmar justeza e legitimidade de suas demandas políticas. Neste artigo discutimos a centralidade dos usos políticos da Nakba e da Shoá por palestinos e sionistas em cenários de confronto ideológico, nacional e territorial.<hr/>The post-war period brought important changes in the discursive practices of the two competing and overlapping nationalisms - the Zionist movement and the Palestine national movement. If since the beginning of the twentieth century, the two groups fought for the same territory based on complex and diffuse logic, from the 40's on, references to their collective tragedies became central to their respective national discourses. Here, both the Shoah as the Nakba come to constitute constant attempts to justify correctness and legitimacy of their political demands. In this article, we discuss the centrality of the two uses of the politics of Nakba and Shoah by Palestinians and Zionists in scenarios of ideological, national and territorial confrontation. <![CDATA[O conflito Israelo-Palestino visto pelo cinema local]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-90742014000200122&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Há uma efervescente literatura tratando da temática dos conflitos entre Israel e os palestinos, assim como com os países árabes. Durante muito tempo, a filmografia a este respeito se resumia a poucos diretores, como o israelense Amos Gitai. Na última década, porém, uma série de obras audiovisuais feitas por cineastas locais sobre essas questões tem ganhado as telas do mundo e abocanhado inúmeros prêmios. O intuito neste artigo é justamente apresentar e analisar algumas destas obras, começando por breve reflexão sobre a importância de filmes de ficção e documentários para tratar da História do tempo presente do Oriente Médio. A Noiva Síria, Lemon Tree, Laila's Birthday, Paradise Now, 5 Broken Cameras e The Gatekeepers, três obras israelenses e três palestinas, são então as selecionadas para, a partir delas, tratar de representações e interpretações feitas sobre o estágio do conflito entre israelenses e palestinos na última década, bem como suas relações com o Oriente Médio, de maneira geral.<hr/>There is an effervescent literature dealing with the themes of conflicts between Israel and the Palestinians as well as the Arab countries. For a long time the filmography about this came down to a few directors, like the Israeli Amos Gitai. In the last decade, however, a series of fiction films and documentaries made by local filmmakers on these issues has gained the screens of the world and won numerous awards. The purpose of this article is precisely to present and analyze some of these works, beginning with brief reflection on the importance of audiovisual works to reflect on the history of this time in the Middle East. "The Syrian Bride", "Lemon Tree", "Laila 's Birthday", "Paradise Now", "5 Broken Cameras" and "The Gatekeepers", three Israeli works and three Palestinian works, are then selected to deal with representations and interpretations made about the stage of the conflict between Israelis and Palestinians over the last decade, as well as its relations with the Middle East in general . <![CDATA[O lugar de Israel e da Palestina na política externa brasileira: antissemitismo, voto majoritário ou promotor de paz?]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-90742014000200150&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt O objetivo deste trabalho é analisar o desenvolvimento das relações entre Brasil e Israel, a partir de uma perspectiva histórica, retomando pontos de convergência e divergência no relacionamento bilateral à luz de novas interpretações e dados. A hipótese que sustenta este artigo é a de que as contradições entre Brasil e Israel, em vez de serem vistas como uma rejeição às aspirações israelenses ou alguma incompatibilidade ideológica, devem ser compreendidas a partir de elementos externos às relações israelo-brasileiras: (1) o grau de proximidade, de alinhamento ou de confronto com os Estados Unidos; (2) a visão universalista, visando inserção ampla no mundo; (3) o viés majoritário das políticas multilaterais do Brasil. Tais forças condicionaram, em alguma medida, as preferências do Brasil com relação ao Oriente Médio, em geral, e a Israel, em particular.<hr/>The aim of this paper is to analyze the development of relations between Brazil and Israel, from a historical perspective, resuming points of convergence and divergence in the bilateral relationship in the light of new data and interpretations. The assumption that sustains this article is that, the contradictions between Brazil and Israel, rather than being seen as a rejection of Israeli aspirations or some ideological incompatibility must be understood from the outside elements: (1) The degree of proximity, alignment or confrontation with the United States; (2) Brazilian universalist foreign policy orientation; and (3) the majoritarian bias of Brazilian multilateral diplomacy. Such forces conditioned, to some extent, Brazil's preferences towards the Middle East, in general, and Israel, in particular. <![CDATA[A política externa do governo Lula com relação ao conflito Israel-Palestina]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-90742014000200189&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt A política externa brasileira durante os dois mandatos do presidente Luiz Inácio Lula da Silva caracterizou-se pelo protagonismo internacional. Ainda que a América do Sul tenha sido sua prioridade, o exercício da diplomacia denominada "ativa e altiva" ultrapassou o nível regional, e foram empreendidas muitas ações em nível global. Neste artigo objetivamos tratar do envolvimento da diplomacia brasileira na mediação do conflito Israel-Palestina. Consideramos que esse envolvimento configura uma importante inflexão na política externa brasileira, já que pela primeira vez o Brasil participou de negociações diplomáticas fora do âmbito das Nações Unidas que abrangem um tema de segurança internacional sobre um conflito que não se localiza em seu entorno regional.<hr/>The Brazilian foreign policy during the two terms of President Luiz Inacio Lula da Silva was characterized by its international leadership. Although South America was its priority, the exercise of diplomacy called "active and proud" exceeded the regional level, undertaking many actions globally. This article aims to address the involvement of Brazilian diplomacy in mediating the Israeli-Palestinian conflict. We believe that this involvement constitutes an important shift for the Brazilian foreign policy, because for the first time Brazil has participated in diplomatic negotiations outside the United Nations framework, involving an issue of international security, and about a conflict that takes place outside its regional environment. <![CDATA[Pode haver racismo na esquerda? Um estudo de caso]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-90742014000200217&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Neste artigo, busco discutir o fenômeno do antissemitismo no grande campo da esquerda no Brasil. Tomarei como caso o artigo intitulado "Os Donos do Sistema", do publicista argentino Manuel Freytas, reproduzido em diversos blogs e sítios eletrônicos identificados com a esquerda. Por meio deste caso busco sugerir que o antissemitismo de Freytas não é "novo" e que o fato de ele aparecer "na" esquerda não deve significar que seja um fenômeno "da" esquerda.<hr/>This paper discusses the phenomenon of anti-Semitism in the Brazilian left wing politic field. It studies the article entitled "The owners of the system" (Os Donos do Sistema), by Manuel Freytas, published in blogs and sites identified with the left as a case of anti-Semitism. By studying this case it's suggested that anti-Semitism of Freytas is not "new" and the fact that it appears "on" the left should not mean that it is a phenomenon "of" left. <![CDATA[O Estado Novo português e a reforma do Estado colonial em Angola: o comportamento político das elites brancas (1961-1962)]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-90742014000200250&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Este artigo coloca em perspectiva a problemática das relações políticas e institucionais entre diferentes níveis de governação da administração colonial portuguesa e entre esta e os estratos superiores da comunidade branca de Angola. Para o efeito, definimos um triângulo analítico constituído por: a) Estado central, representado pelo Ministério do Ultramar; b) Estado colonial, representado pelo Governo Geral de Angola; c) as elites brancas de Angola, representadas pelas respectivas associações económicas. A análise incide fundamentalmente no biénio 1961/1962, que coincidiu com o início da guerra de independência de Angola e com a subsequente experiência de reformismo colonial promovida por Adriano Moreira.<hr/>This article puts into perspective the issue of political and institutional relationships between different levels of governance in the Portuguese colonial administration and between this and the upper layers of the white community in Angola. For this purpose, we define an analytical triangle consisting of: a) the Portuguese central government, represented by the Ministry of Overseas; b) the Colonial State, represented by the General Government of Angola; c) the white elites, represented by their economic associations. The analysis focuses primarily on the 1961/1962 biennium, which coincides with the beginning of the Angolan independence war and with the political experience of colonial reformism promoted by Adriano Moreira. <![CDATA[A construção do Estado republicano e a "crise de trabalho" na Assembleia Nacional Constituinte (1911)]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-90742014000200273&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt A denominada "crise de trabalho", resultante do conjunto complexo de transformações económicas e comerciais em curso nos finais do séc. XIX, constituiu um aspecto estruturante da realidade portuguesa desde os anos 80. Esta circunstância, uma determinante na conjuntura nacional, influenciou largamente a propaganda do Partido Republicano Português. Uma vez implantado o regime republicano, a construção do novo estado, discutido no contexto da Assembleia Nacional Constituinte, confrontava-se com as características de uma realidade social complexa, tanto no espaço urbano como rural, dominada pela "crise de trabalho", pelas reivindicações laborais acompanhadas pelo surto grevista, cujas consequências políticas e económicas conflituavam com a imagem de tranquilidade interna desejada no contexto, difícil, do reconhecimento externo do novo regime.<hr/>The so-called "job crisis" resulting from a complex set of business and economic transformations taking place in the late nineteenth century, formed a structural aspect of the Portuguese reality since the 80s. This circumstance, decisive in the Portuguese national situation, influenced largely the Portuguese Republican Party propaganda. Once deployed the republican regime, the construction of the new state, discussed in the context of the National Constituent Assembly, was confronted with the characteristics of a complex social reality, both in rural and urban areas, dominated by the "job crisis", by the labor claims accompanied by the strike outbreak whose political and economic consequences conflicted with the inner image of tranquility desired in the challenging context, of the new regime's external recognition. <![CDATA[Retrato de mulheres migrantes: o perfil socioeconômico e as trajetórias das imigrantes madeirenses no Estado de São Paulo, 1886-1899]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-90742014000200288&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Durante décadas, nos estudos sobre os deslocamentos humanos, a narrativa histórica esteve baseada na mobilidade do homem, com o papel e o eventual protagonismo das mulheres sendo pouco considerados. Em muitas oportunidades, a historiografia que trata dos fluxos migratórios dos portugueses para o Brasil não escapou a tal realidade. Considerado esse contexto historiográfico, este artigo pretende ser uma contribuição ao conhecimento da presença das imigrantes portuguesas provenientes do arquipélago da Madeira no Estado de São Paulo no final do século XIX. Como a ser demonstrado, as madeirenses foram parte significativa dos fluxos em termos numéricos, diferentemente da realidade portuguesa continental nesse quesito, e contribuíram ativamente para o fenômeno. Para tanto, em um primeiro momento apresentaremos os dados quantitativos recolhidos durante as pesquisas de doutorado relativos à participação das mulheres madeirenses no fluxo migratório em direção a São Paulo entre 1886 e 1899 para, em seguida, apresentarmos algumas histórias de vidas.<hr/>For decades in the studies about human displacement, the historical narrative was based on the mobility of the man, with the roles and the eventual protagonism of women being rarely considered. In many opportunities, historiography, which deals with migratory flows of the Portuguese people to Brazil, did not escape such reality. Given this historiographical context, this article aims to be a contribution to the knowledge of the presence of female Portuguese immigrants from Madeira in the state of São Paulo in the late nineteenth century. We will demonstrate that, the Madeiran women were a significant portion of the flows, considering numerical terms, unlike continental Portuguese reality, in this regard, and actively contributed to the phenomenon. For this purpose, we will present the quantitative data collected during our PhD research concerning the participation of women in the Madeiran migration towards São Paulo between 1886 and 1899 and retrace some Madeiran life trajectories. <![CDATA[Rumores e política no Rio de Janeiro e em Minas Gerais no final do Primeiro Reinado]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-90742014000200307&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt O artigo analisa como os rumores de recolonização do Brasil pelos portugueses disseminados na cidade do Rio de Janeiro e os rumores de que os liberais pretendiam escravizar os pardos, que se espalharam na província de Minas Gerais, influenciaram a formação da opinião pública e contribuíram para o fim do Primeiro Reinado. A conclusão principal é que os rumores em questão mostraram a importância das relações étnicas e raciais na política, incluíram negros e pardos em um sentimento do que significava ser brasileiro e uniram grupos divergentes em prol da Abdicação e contra os chamados ultrajes impostos pelos portugueses.<hr/>The paper examines how rumors about the recolonization from Brazil by the Portuguese kingdom, in the Rio de Janeiro, and rumors about liberals that intended to slave the browns, which spread in the province of Minas Gerais influenced the formation of public opinion and contributed to the end of the First Empire. The main conclusion is that the rumors in question showed the importance of ethnic and racial relations in politics, included blacks and browns in a feeling of what it meant to be Brazilian and divergent groups joined the Abdication in favor and against the so-called outrages imposed by the Portuguese. <![CDATA[Federalismo e centralismo nas origens da Colômbia contemporânea]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-90742014000200330&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt En este trabajo se analizan los orígenes del federalismo en Colombia, así como su fracaso durante la etapa de la llamada "República Boba". El modelo político norteamericano impactó extraordinariamente a las élites oligárquicas de Hispanoamérica en vísperas de la independencia y, tan pronto pudieron, lo aplicaron sin ningún análisis previo sobre su viabilidad. El resultado fue un sonoro fracaso y la multiplicación de conflictos entre élites regionales, que favorecieron la reconquista temporal española de sus colonias.<hr/>Neste trabalho se analisam as origens do federalismo na Colômbia, assim como o seu fracasso durante o período chamado "República Boba". O modelo político norte-americano impactou extraordinariamente as elites oligárquicas da América espanhola nas vésperas da independência e, logo que puderam, o aplicaram sem nenhuma análise prévia sobre sua viabilidade. O resultado foi um grande fracasso e a multiplicação de conflitos entre elites regionais, que favoreceram a reconquista temporal espanhola de suas colônias.<hr/>In this work we analyze the origins of federalism in Colombia, as well as its failure during the period of the called "Boba Republic". The North American political model had a great impact on the oligarchic elites of Hispanic America. The North American political model dramatically impacted the oligarchic elites of Spanish America on the eve of independence, and as soon as they could applied it without any previous analysis about its viability. The result was a major failure and the multiplication of conflicts among regional elites, conflict s which helped the temporary Spanish regaining of this colonies. <![CDATA[Visões de dentro. A insurreição cubana através do Diario de la Marina e Bohemia (1956-1958)]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-90742014000200346&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt El artículo reflexiona sobre el papel el papel desempeñado por la prensa cubana durante la insurrección de finales de los años cincuenta. Para ello nos hemos centrado en el análisis de dos publicaciones específicas: Diario de la Marina y Bohemia. Su diferente periodicidad y línea editorial permiten obtener una visión global del funcionamiento mediático de la isla durante el levantamiento que finalmente derrocaría a Batista y daría paso a la Revolución Cubana.<hr/>O artigo reflete sobre o papel desempenhado pelos jornais cubanos durante a insurreição no final dos anos cinquenta. Para isso, nos centramos na análise de duas publicações específicas: Diario de la Marina e Bohemia. Suas distintas periodicidades e linhas editoriais permitem obter uma visão geral do funcionamento da mídia cubana durante a revolta que derrubou Batista e iniciou a Revolução Cubana.<hr/>The article reflects on the role played by Cuban press during the uprising in the late fifties. For this purpose, we focused on the analysis of two specific publications: Diario de la Marina and Bohemia. Their distinct periodicity and editorial line allow an overview of the functioning of the Cuban media during the rebellion that overthrew Batista and started the Cuban Revolution. <![CDATA[Vale a pena ver de novo - organização e acesso a arquivos televisivos na França, Grã-Bretanha e no Brasil]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-90742014000200380&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Este artigo informa sobre o arquivamento de audiovisuais televisivos e o acesso público a eles na França, Grã-Bretanha e no Brasil. Sua comparação e reflexão permitem levantar problemas e soluções gerados tanto no âmbito da preservação de importante patrimônio cultural e histórico quanto no desenvolvimento da pesquisa histórica sobre a TV e os seus produtos, bem como a consolidação da cidadania em termos de acesso à informação e sua interpretação.<hr/>This article presents information about the television audiovisual archiving and the public access to them in France, Great Britain and Brazil. Their comparison and reflection allow us to raise questions and find answers generated both for the preservation of important cultural and historical heritage, as well for the consolidation of citizenship in terms of access to information and its interpretation. <![CDATA[Os primórdios da informatização no Brasil: o "período paulista" visto pela ótica da imprensa]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-90742014000200408&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt A informática constitui a principal revolução tecnológica das últimas décadas, e seus efeitos podem ser sentidos em praticamente todas as áreas do conhecimento humano. A despeito desta presença maciça na sociedade, a historiografia tem dado apenas seus primeiros passos quanto à consolidação da informática como um campo de pesquisas importante, vinculado à história das ciências. O objetivo deste artigo é contribuir na discussão sobre a história da informática no Brasil, a partir da análise das primeiras importações de computadores que ocorreram no final da década de 1950. Em razão da escassez de fontes sobre o tema, utilizamos arquivos de periódicos de grande circulação visando a um mapeamento preciso das primeiras instalações de computadores, bem como aos fenômenos sociais desencadeados por estas máquinas.<hr/>Informatics is the major technological revolution of recent decades and its effects can be felt in almost every area of human knowledge. Despite this massive presence in society, Brazilian historiography has only given its first steps towards the consolidation of informatics as an important field of research, linked to the history of science. The purpose of this article is to contribute to the discussion on the history of computing in Brazil by analyzing the first imports of computers that have occurred in the late 1950s. Due to the shortage of sources on the subject we used files of journals of mass circulation aiming an accurate mapping of the first computers installations, as well as social phenomena triggered by these machines. <![CDATA[No rastro de Fawcett: a guinada de João de Minas rumo à literatura popular de aventura nos anos 1930]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-90742014000200423&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt O objetivo deste artigo é analisar a guinada rumo à literatura popular de massa feita pelo escritor João de Minas. No Brasil dos Anos 30, o mercado editorial foi marcado pela difusão da literatura popular de massa nos gêneros aventura, sentimental e policial, a partir de coleções lançadas pelas maiores editoras. Neste contexto, João de Minas estabeleceu o projeto de fundar o romance popular no País, que começou com a composição do romance de aventuras Horrores e Mistérios dos Sertões Desconhecidos. Publicado em 1934, as três partes da história mostram a virada do escritor rumo ao estilo ligado à ficção popular de massa.<hr/>The aim of this paper is to analyze the shift towards popular literature made by the writer João de Minas. In Brazil, in the 1930s, the publishing market was marked by the diffusion of popular literature in the adventure, sentimental and police genres through collections launched by major publishers. In this context, John Mines established the project of founding the popular novel in the country, which began with the composition of the adventure novel "Horrores e Mistérios dos Sertões Desconhecidos"(Horrors and Mysteries of the Unknown Backwoods). Published in 1934, the three parts of the story show the changes of the writer towards the style connected to mass popular fiction style. <![CDATA[Lina Cavalieri, musa da Belle Époque: representações da feminilidade em cartões-postais]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-90742014000200445&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt O ensaio analisa as representações da cantora de ópera Lina Cavalieri (1874-1944) transmitidas por intermédio de cartões-postais fotográficos produzidos nos tempos da Belle Époque, em contraposição com sua trajetória nos palcos. Observa-se que seus retratos evidenciam estereótipos de fragilidade e dependência feminina vigentes no período, apesar de produzidos ao longo de uma trajetória que os negava em determinados aspectos. Contudo, e paradoxalmente, também estabelecem diálogo com tendências favoráveis a uma nova ética sexual e à ampliação dos espaços de atuação e de afirmação feminina na cena pública.<hr/>The essay analyzes representations of opera singer Lina Cavalieri (1874-1944) that were disseminated by photographic postcards created at the time of the Belle Epoque, which are compared with her career on the stage. Was observed that her portraits had been associated with stereotypes of fragility and female dependence, although them were produced during her time at the stage, when tended to occasionally disprove those stereotypes. But them also had establish dialogue with some favorable trends as a new sexual ethics, as well as the expansion of feminine workspaces, and self-affirmation in the public space. <![CDATA[Derrisão e ironia cínica no humor contemporâneo: os limites entre o politicamente incorreto e o incorretamente político]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-90742014000200470&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Nesse artigo discutem-se as transformações no humor gráfico contemporâneo a partir da segunda metade do século XX, com ênfase nos recursos subjetivos e ideológicos acionados na atualidade para garantir sua expansão e consolidação em diferentes plataformas midiáticas. A partir de uma abordagem hermenêutica assinala-se o atual recurso a uma racionalidade cínica fomentadora de um caráter derrisório que despreza a alteridade como elemento fulcral para a sociedade contemporânea. Finalmente, propõe-se uma reflexão sobre o caráter ideológico presente no humor derrisório gestado a partir dessa associação com a razão cínica, e defendemos a premissa de que essa combinação incide de forma contundente na reiteração e legitimação de práticas de poder excludentes.<hr/>In this article we discuss the transformations in contemporary graphic humor from the second half of the twentieth century, with emphasis on the subjective and ideological resources triggered contemporaneously to ensure its expansion and consolidation in different media platforms. Through a hermeneutic approach it marks the current resource to a cynical rationality fomenting of a derisive character who despises alterity as a key element for the contemporary society. Finally, it proposes a reflection on the ideological character in the this derisive Humor gestated from this association with the cynical reason and defends the premise that this combination incisively focuses on reiterating and legitimating practices of exclusionary power. <![CDATA[Historiofotia, tropologia e história: além das noções de imagem nos escritos de Hayden White]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-90742014000200489&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt "Historiofotia" foi o termo cunhado por Hayden White para designar a representação da história por meio de imagens visuais. Atualmente o termo é apropriado pelos historiadores para compreender como filmes produzem interpretações do passado. Para fins teóricos e metodológicos da prática histórica, deve-se identificar a gênese do conceito nos escritos de Hayden White. O visual parece ter sido questão menor na obra de White, ainda que jamais ausente, e o conceito de historiofotia faz parte de uma linhagem de noções alternativas, tais quais "aural", "espectral", "fantasmagoria", os quais aparecerem em distintos momentos nos seus escritos. O objetivo deste texto é evidenciar quais são as noções de "imagem" apresentadas por White em suas duas linhagens principais: a da imagem verbal, relacionada com a tropologia e as figuras de linguagem, e a da imagem não verbal, da qual fazem parte os termos mencionados acima. Nossa hipótese é que o esforço teórico de White na montagem de sua teoria dos tropos para explicar a construção do passado no texto histórico encontrou um limite nas imagens visuais. Para transpor este limite propomos uma problematização da historiofotia como uma ferramenta para compreensão dos usos públicos visuais das figurações do passado na cultura histórica das sociedades industriais e pós-industriais.<hr/>"Historiophoty" was the term coined by Hayden White to describe the representation of history in visual images. Currently the term is used by historians to understand how films produce interpretations of the past. For theoretical and methodological purposes of historical practice it should identify the genesis of the concept in the writings of Hayden White. The visual seems to have been a minor issue in the work of White, though it was never absent and the concept of historiophoty is of a lineage of alternative concepts, such as "aural", "spectral", "phantasmagoria", which appear at different times in his writings. The aim of this paper is to show that the notions of "image" presented by White in his two major lineages: the verbal image, related to tropology and figures of speech and the nonverbal image, which is composed by the terms mentioned above. Our assumption is that White's theoretical effort in assembling his theory of tropes to explain the construction of the past in the historical text encountered a limit in visual images. To overcome this limit we propose a questioning of historiophoty as a tool for understanding the public use of visual figurations of the past in the historical culture of the industrial and post-industrial societies. <![CDATA[O trabalho dos índios numa "terra muito destituída de escravos": políticas indigenistas e políticas indígenas na antiga Capitania de Porto Seguro (1763-1808)]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-90742014000200514&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Este artigo analisa a presença e a dinâmica do trabalho indígena na antiga Capitania de Porto Seguro, entre os anos de 1763 e 1808. Apresenta o projeto de colonização reformista elaborado para a referida região, com destaque para o papel dos índios enquanto mão de obra fundamental para alavancar os empreendimentos coloniais. A partir do diálogo com várias correspondências realizadas entre autoridades régias, com relatos de cronistas e viajantes e com outros documentos administrativos, demonstra como o surto econômico experimentado no atual extremo sul da Bahia no fim do período colonial se estruturou em um campo de forças que colocava em embate as políticas indigenistas e as políticas indígenas.<hr/>This article analyzes the presence and the dynamics of indigenous labor in the former Captaincy of Porto Seguro, between the years 1763 and 1808. It presents the design of reformist colonization prepared for that region, highlighting the role of the Indians as the fundamental labor force that leverage the colonial enterprises. Through a dialogue with various correspondences between royal authorities with reports of travelers and chroniclers, and other administrative documents, it demonstrates how the current economic boom, experienced in southern Bahia in the late colonial period was structured in a force field, which put in conflict the indigenous policies and indigenous policies. <![CDATA[Abastecendo plantations: A inserção do charque fabricado em Pelotas (RS) no comércio atlântico das carnes e a sua concorrência com os produtores platinos (século XIX)]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-90742014000200540&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt O charque (carne-seca) constituiu alimento fundamental na dieta dos escravos das plantations açucareiras e cafeeiras e das populações pobres das cidades litorâneas do Brasil. O artigo analisa a inserção do charque fabricado em Pelotas (Rio Grande do Sul) no mercado atlântico, assim como a concorrência com os produtores uruguaios e argentinos e como as guerras travadas na região da fronteira sul afetaram o comércio da mercadoria. Durante a segunda metade do século XIX, a carne-seca rio-grandense foi perdendo espaço no comércio atlântico para o produto platino, mais saboroso e de preço mais acessível. Na busca de novos mercados consumidores para além do Brasil e de Cuba, tanto os rio-grandenses quanto os produtores do Rio da Prata não conseguiram penetrar no mercado britânico, em que o paladar era mais exigente e se associava o charque à comida de escravos. Com o tempo, os argentinos conseguiram modernizar sua indústria com remessa de carne congelada para a Europa, ao passo que os rio-grandenses sucumbiram diante dessa nova concorrência e das exigências dos consumidores, não resistindo à derradeira crise que afetou o setor na década de 1880.<hr/>The charqui (dried beef) is a very important food in the diet of slaves of sugarcane and coffee plantations and also of the poor people from the coastal cities of Brazil. The article analyzes the insertion of dried meat made from Pelotas (Rio Grande do Sul) in the atlantic market as well as competition with the Uruguayans and Argentines producers and how the wars fought in the southern border region affected the trade of goods. During the second half of the nineteenth century, the dried beef produced in the province of Rio Grande was losing part of its market in the Atlantic trade for the product manufactured in the Uruguay and Argentina, which was tastier and more affordable than platino product. In search of new consumer markets beyond Brazil and Cuba, both producers of province of Rio Grande and of Rio da Prata could not penetrate the British market, whose taste was more demanding and associated with the jerky food of slaves. Over time, the Argentines managed to modernize its industry by sending frozen meat to Europe, while the Rio Grande succumbed before this new competition and consumer demands meat, not resisting the ultimate crisis that affected the industry in the 1880s. <![CDATA[Quando a consciência histórica é a consciência organizativa: formação política e ensino de História no MST]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-90742014000200567&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Neste artigo propõe-se analisar a relação entre consciência histórica e consciência organizativa no Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), considerando-se o lugar ocupado pelo estudo da história na formação de quadros políticos num período de consolidação do movimento social. Ao longo dos anos, meios de comunicação e materiais didáticos do MST se tornaram instrumentos de difusão de representações políticas, o que permite entender como o movimento social deu sentido ao passado e ao ensino de História na organização dos sem-terra. Trata-se de uma abordagem sobre representações que delinearam funções preliminares da consciência histórica e do ensino de História na mobilização dos trabalhadores rurais sem-terra.<hr/>This article aims to analyze the relationship between historical consciousness and organizational consciousness of the Landless Rural Workers Movement (MST), considering the role played by the study of history to form political cadres in a period that the social movement was being consolidated. Over the years, MST media and course books became tools to spread political representations, which allow us to understand how the social movement provided meaning to the past as well as to history teaching within the organization. This is an approach about representations that designed the primary functions of historical consciousness and history teaching in the rural landless workers mobilization. <![CDATA[CARRASCO, Olga Muñoz. (Org.). Perú y la Guerra Civil Española. La voz de los intelectuales. Madrid: Calambur Editorial, 2013, 559 p.]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-90742014000200582&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Neste artigo propõe-se analisar a relação entre consciência histórica e consciência organizativa no Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), considerando-se o lugar ocupado pelo estudo da história na formação de quadros políticos num período de consolidação do movimento social. Ao longo dos anos, meios de comunicação e materiais didáticos do MST se tornaram instrumentos de difusão de representações políticas, o que permite entender como o movimento social deu sentido ao passado e ao ensino de História na organização dos sem-terra. Trata-se de uma abordagem sobre representações que delinearam funções preliminares da consciência histórica e do ensino de História na mobilização dos trabalhadores rurais sem-terra.<hr/>This article aims to analyze the relationship between historical consciousness and organizational consciousness of the Landless Rural Workers Movement (MST), considering the role played by the study of history to form political cadres in a period that the social movement was being consolidated. Over the years, MST media and course books became tools to spread political representations, which allow us to understand how the social movement provided meaning to the past as well as to history teaching within the organization. This is an approach about representations that designed the primary functions of historical consciousness and history teaching in the rural landless workers mobilization.