Scielo RSS <![CDATA[Revista Brasileira de História]]> http://www.scielo.br/rss.php?pid=0102-018820060002&lang=pt vol. 26 num. 52 lang. pt <![CDATA[SciELO Logo]]> http://www.scielo.br/img/en/fbpelogp.gif http://www.scielo.br <link>http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-01882006000200001&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt</link> <description/> </item> <item> <title><![CDATA[<B>Introdução</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-01882006000200002&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt <![CDATA[<B>Escravos daqui, dali e de mais além</B>: <B>o tráfico interno de cativos em Constituição (Piracicaba), 1861-1880</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-01882006000200003&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Estudamos as características do tráfico interno de cativos registrado entre 1861 e 1880 em Constituição (Piracicaba), cidade paulista que, naquele período, vivenciou o impacto da expansão da cafeicultura em direção ao Oeste da província. Com base nas escrituras referentes a transações envolvendo escravos, analisamos o comportamento no tempo de um conjunto de variáveis demográficas e econômicas (sexo, idade, origem, preço) das pessoas transacionadas. Consideramos, também, os informes sobre o local de residência dos demais envolvidos, mapeando os atributos dos tráficos inter e intraprovincial, levando em conta, igualmente, os efeitos da legislação atinente à questão servil. Nossa análise compara os períodos 1861-1869, 1870-1873 e 1874-1880.<hr/>We study the internal slave trade characteristics in Constituição (Piracicaba) in the period 1861-1880, when the province of São Paulo was under the impact of the coffee culture expansion from the Paraíba Valley to the West. Using the registers of the transactions of slaves, we analyze some demographic (sex, age, origin) and economic (price) variables of the commercialized people. We consider, also, the information about the local of residence of the other people involved in the transactions, mapping the attributes of the inter- and intra-provincial trades. Finally, we analyze some effects of slave legislation. Our analysis compares the periods 1861-1869, 1870-1873, and 1874-1880. <![CDATA[<B>As muitas faces do compadrio de escravos</B>: <B>o caso da Freguesia de São José dos Pinhais (PR), na passagem do século XVIII para o XIX</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-01882006000200004&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt O cruzamento de registros paroquiais (batismo, casamento e óbito) com censos domiciliares e com a genealogia de uma família senhorial permite aprofundar discussões tradicionais na historiografia, acerca das alianças de parentesco ritual efetuadas por escravos. Este artigo sugere que as relações de compadrio dos cativos de São José dos Pinhais (PR) eram mecanismo de manutenção e de ampliação de uma comunidade de negros e pardos, e mesmo de brancos pobres. No entanto, o predomínio de pequenos proprietários de escravos tornou o compadrio estratégico também na busca de proteção social, por parte dos escravos, e instrumento de controle senhorial. Tais características acabaram por reforçar o componente de dominação/submissão e ajudaram a debilitar o caráter igualitário que o parentesco espiritual tridentino também pressupunha, contribuindo para a reprodução da hierarquia social.<hr/>Through crossing parochial records (baptisms, marriages and deaths) with census data (Listas Nominativas de Habitantes) and a genealogy of a master family, this article aim to deepen traditional historiographical discussions about slave's ritual kinship alliances. The article suggest that slave's compadrio relations in São José dos Pinhais (PR) was a mechanism of maintenance and enlargement of a community of negroes, pardos and white poors. However, in this area where predominated owners with few slaves, compadrio was useful to social protection and also an instrument of master control. These characteristics reinforced the mark of domination-submission, and helped to debilitate the equalitarian character also presupposed by Catholic ritual kinship, thus contributing to reproduction of social hierarchy. <![CDATA[<B>Escravos do Atlântico equatorial</B>: <B>tráfico negreiro para o Estado do Maranhão e Pará (século XVII e início do século XVIII)</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-01882006000200005&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Este artigo analisa as características peculiares do tráfico negreiro para a Amazônia (Estado do Maranhão) do século XVII e início do século XVIII. Para isso destaca três elementos que permitem entender a organização e o estabelecimento de uma rota escrava para o Estado do Maranhão: as epidemias, a delicada situação da Fazenda real e os problemas decorrentes do uso de trabalhadores indígenas.<hr/>This article analyses the specific features of the slave trade to the Amazon region (State of Maranhão) in the seventeenth and beginning of the eighteenth centuries. In order to understand the organization and establishment of slave trade routes to the State of Maranhão, it stresses the role played by three key elements: the epidemics of smallpox, the delicate financial situation of the royal Treasury and the extensive use of Indian labour force in the region. <![CDATA[<B>Esperanças e desventuras de escravos e libertos em Vitória e seus arredores ao final do século XIX</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-01882006000200006&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Neste trabalho examinamos 43 registros de cartas de liberdade, referentes às alforrias de 52 escravos da Freguesia de São João de Cariacica, Termo de Victória, Província do Espírito Santo, no período entre 1872 e 1887. A escolha desse período se deu pelo fato de estarmos nos propondo a examinar o período final da escravidão, mais especificamente a partir da promulgação da Lei do Ventre Livre, em 28 de setembro de 1871, até a abolição, em 1888. Apesar de se tratar de uma pequena amostra, foi possível uma análise comparativa do perfil desses libertos com outras pesquisas mais amplas sobre alforrias no Brasil. Tivemos uma idéia mais precisa a respeito dos significados da liberdade para escravos e libertos a partir da análise de dois inquéritos policiais nos quais as esperanças e desventuras em relação à liberdade puderam ser claramente percebidas.<hr/>In this work we examine 43 registers of freedom letters, referring to the releases of 52 slaves of the Freguesia de São João de Cariacica, Termo de Victória, Province of Espírito Santo, in the period between 1872 and 1887. This period was chosen because we are interested in examining the last period of the slavery, more specifically from the promulgation of the Lei do Ventre Livre, in September 28th 1871, until the abolition, in 1888. A comparative analysis between the profile of these former-slaves and the results of other researches was possible, although we worked with a small sample. We obtained a clear idea regarding the meanings of freedom among slaves and former-slaves from the analysis of two police inquests in which the hopes and frustrations in relation to the freedom could have been perceived clearly. <![CDATA[<B>Cartas de alforria</B>: <B>"para não ter o desgosto de ficar em cativeiro"</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-01882006000200007&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Este artigo trata de alforrias no alto sertão da Bahia, tendo por referência cartas de liberdade, inventários e processos criminais das Comarcas de Rio de Contas e Caetité, antigas vilas e cidades da região. Estabelece quadros comparativos com algumas regiões do Brasil e apresenta os tipos de cartas encaminhadas para a Justiça, durante o século XIX.<hr/>This article treats of enfranchisements in the hinterland of Bahia and has for reference 'letters of freedom', inventories and criminal processes of the Districts of Rio de Contas and Caetité, old towns and cities of the area. It compares the region with some areas of Brazil and presents the types of those 'letters' directed to the Justice, during the 19th century. <![CDATA[<B>A morte do senhor e o destino das famílias escravas nas partilhas</B>: <B>Campinas, século XIX</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-01882006000200008&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Este artigo tem como objetivo enfatizar a importância do estudo das partilhas dos inventários na avaliação do impacto da morte dos senhores sobre os núcleos familiares dos seus cativos. Essa questão é de grande relevância para o estudo do parentesco escravo, uma vez que a freqüência nas separações de casais ou filhos está diretamente ligada à relevância dos altos índices de casamentos identificados pela historiografia. Além disso, o artigo chama a atenção para a importância de uma metodologia de entrecruzamento de vários tipos de fontes para um mesmo grupo de cativos, tanto para o mapeamento dos grupos de parentesco, quanto para a apreensão dos destinos deles na divisão dos bens dos seus proprietários.<hr/>This article has as objective to emphasize the importance of the inventory apportionments study in the evaluation of impact of the masters' death on the nuclear family of their captives. This question is of great importance for the study of the slave kinship, once that the frequency, in which the separation of couples or children has occurred, is directly connected to the importance of the high rates of marriages identified by historiography. Besides, the article points out the importance of a crossover methodology of several kinds of sources for the same group of captives, not only for the mapping of the kinship groups, but also for the apprehension of their fates in division of their owners' properties. <![CDATA[<B>A África carioca em lentes européias</B>: <B>corpos, sinais e expressões</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-01882006000200009&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt A proposta deste artigo é examinar as maneiras pelas quais alguns viajantes europeus que estiveram no Rio de Janeiro durante a primeira metade do século XIX diferenciaram os africanos na experiência da escravidão, tratando de um viés temático específico: os registros produzidos pela literatura de viagem oitocentista a respeito de suas belezas físicas, sinais corporais e expressões de cantos e danças. A convergência temática e valorativa desses relatos permite-nos observar a reiteração de certas tópicas que cristalizaram os significados mais comuns atribuídos pelos olhares estrangeiros aos africanismos com que depararam na cidade que continha, à época, a maior população escrava das Américas.<hr/>The proposal of this article is to investigate the ways some European travellers, who have came to the city of Rio de Janeiro during the first half of the 19th century, registered Africans in the slavery experience. Foreigners who visited Brazilian Court until 1850 faced the biggest African slave population of the Americas, and the set of their literature, which describes such cultural and social counterpose, reveals conceptual reiterations of a whole lot of physical and behavioural characteristics given to Africans in captivity. <![CDATA[<B>Escravos sem senhores: escravidão, trabalho e poder no mundo romano</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-01882006000200010&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt O artigo aborda a escravidão no Império Romano, discutindo as fronteiras entre liberdade e escravidão em seus aspectos públicos e privados. Central para a discussão é a noção de trajetória escrava, que coloca os alforriados numa espécie de limbo social, uma zona de indeterminação que contamina a sociedade escravista romana como um todo.<hr/>This paper analyses the social and cultural influence of slavery in the Roman Empire. It investigates the frontiers between liberty and slavery in their public and private dimensions. It focuses on the concept of a trajectory of slave lives to set the freed slave in its proper dimension, something between slavery and liberty, a social condition that creates a zone of indetermination that affects society as a whole. <![CDATA[<B>Narrativas fundadoras do feminismo: poderes e conflitos (1970-1978)</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-01882006000200011&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt A forma como foram definidas as datas do ressurgimento do feminismo de 'Segunda Onda', na década de 1970, no Brasil, reflete interpretações oriundas de diferentes lugares. A narrativa de 'origem' desse feminismo foi resultado de disputas de poder entre diversos grupos feministas e entre estes e os diversos personagens envolvidos na luta contra a ditadura militar, instalada no país entre 1964 e 1985. As dicotomias entre 'lutas gerais e lutas específicas', de um lado, e entre 'verdadeiramente feministas e não-feministas', de outro, presentes nessas disputas, falam de poderes e de conflitos.<hr/>The way the 'Second Wave' feminism re-emergence was defined in the seventies, in Brazil, reflects interpretations that come from different places. The narrative of 'origin' of this feminism was result of contests of power among diverse feminists groups and among these and the diverse characters involved in the fight against the military dictatorship, present in the country between 1964 and 1985. The dichotomy between "general fights versus specific fights", in one side, and "true feminists versus not-feminists" in the other side, present in these contests, talks about powers and conflicts. I intend to discuss, in this article, the invention of these origins and their contests for power. <![CDATA[<B>O Compadre Governador</B>: <B>redes de compadrio em Vila Rica de fins do século XVIII</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-01882006000200012&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Analisamos neste artigo as relações políticas e sociais formalizadas no sacramento de batismo entre os membros da elite vilarriquenha, no período de 1777-1789. Para tanto, escolhemos os registros de batismo da paróquia de Nossa Senhora do Pilar do Ouro Preto e de suas capelas filiais, como testemunhos do estabelecimento e renovação dos laços de compadrio.<hr/>We analyze in this study the political and social hierarchic relations, recognized in the baptism sacrament established by Vila Rica de Ouro Preto (Minas Gerais, Brazil) society partners from 1770-1789. To do this we chose the baptism certificates of the Our Lady of Pilar Church and their branch Chapels as testimony of the godparentage relations established and renovated at the baptisms. <![CDATA[<B>Joly, Fábio Duarte. Tácito e a metáfora da escravidão</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-01882006000200013&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Analisamos neste artigo as relações políticas e sociais formalizadas no sacramento de batismo entre os membros da elite vilarriquenha, no período de 1777-1789. Para tanto, escolhemos os registros de batismo da paróquia de Nossa Senhora do Pilar do Ouro Preto e de suas capelas filiais, como testemunhos do estabelecimento e renovação dos laços de compadrio.<hr/>We analyze in this study the political and social hierarchic relations, recognized in the baptism sacrament established by Vila Rica de Ouro Preto (Minas Gerais, Brazil) society partners from 1770-1789. To do this we chose the baptism certificates of the Our Lady of Pilar Church and their branch Chapels as testimony of the godparentage relations established and renovated at the baptisms. <![CDATA[<B>Sandra Lauderdale Graham. Um outro olhar sobre a escravidão e o gênero no Brasil</B>: <B>Caetana diz não: história de mulheres da sociedade escravista brasileira</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-01882006000200014&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Analisamos neste artigo as relações políticas e sociais formalizadas no sacramento de batismo entre os membros da elite vilarriquenha, no período de 1777-1789. Para tanto, escolhemos os registros de batismo da paróquia de Nossa Senhora do Pilar do Ouro Preto e de suas capelas filiais, como testemunhos do estabelecimento e renovação dos laços de compadrio.<hr/>We analyze in this study the political and social hierarchic relations, recognized in the baptism sacrament established by Vila Rica de Ouro Preto (Minas Gerais, Brazil) society partners from 1770-1789. To do this we chose the baptism certificates of the Our Lady of Pilar Church and their branch Chapels as testimony of the godparentage relations established and renovated at the baptisms.