Scielo RSS <![CDATA[Revista Brasileira de Geofísica]]> http://www.scielo.br/rss.php?pid=0102-261X20110002&lang=es vol. 29 num. 2 lang. es <![CDATA[SciELO Logo]]> http://www.scielo.br/img/en/fbpelogp.gif http://www.scielo.br <![CDATA[<b>Caracterização oceanográfica e do transporte de sedimentos em suspensão no estuário do Rio Mampituba, SC</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-261X2011000200001&lng=es&nrm=iso&tlng=es O Rio Mampituba drena uma área de 1.200 km², nasce na Serra Geral e desemboca no Oceano Atlântico junto à cidade de Torres, após percorrer cerca de 62 quilômetros. Apresenta vazão média de 18,6 m³.s-1, profundidade média de 4 m e está sob regime de micromarés. Em 17 de maio de 2008 foi realizada uma campanha durante dois ciclos de maré (25 horas), quando foram registrados dados de correntes, salinidade e concentração de sedimentos em suspensão. Durante a campanha o nível de água no estuário do Rio Mampituba mostrou tendência de diminuição e a altura da maré foi de 0,4 m, apresentando assimetria com predominância de enchente. O padrão de correntes no estuário foi bidirecional, com velocidade média de vazante de 0,33 e enchente de 0,13 m.s-1. A estratificação no estuário acompanhou a subida da maré, com um avanço da cunha salina até aproximadamente 5 km estuário adentro. O transporte de sal total no estuário foi de 1,11 kg.m-1.s-1 no sentido estuário afora. A componente da descarga fluvial foi responsável por 98% do transporte de sal para fora do estuário, enquanto o transporte estuário adentro teve participação de 51% da circulação gravitacional, 26% da correlação da maré e 19% do bombeamento da maré. O transporte de sedimentos em suspensão foi devido principalmente à circulação gravitacional, representando 83% do transporte total. A hidrodinâmica do estuário do Rio Mampituba responde como umestuário altamente estratificado dominado pelo rio.<hr/>The Mampituba River drains a watershed with 1,200 km² in area, having its springs in the Serra Geral and debouching to the Atlantic Ocean at city of Torres, after running a 62 km long course. It has a mean discharge of 18.6 m³.s-1, a mean depth around 4 m and is under a microtidal regime. An oceanographic campaign was carried out at May 17th, 2008, when water level, currents, salinity and suspended sediment concentration were recorded during two tidal cycles(25 hours). The water level presented a decreasing trend during the campaign, and the mean tidal range was 0.4 m, with flood dominated asymmetry. The current pattern was bi-directional with mean ebb and flood velocity of 0.33 and 0.13 m.s-1, respectively. The estuarine stratification followed the tide, with the salt wedge intrusion extending 5 km up-estuary. The total salt transport was 1.11 kg.m-1.s-1 out to the estuary. The fluvial discharge component accounted for 98% of the seaward transport, whereas the landward transport had 51% due to the gravitational circulation, 26% due to tidal correlation and 19% due to tidal pumping. The suspended sediments transport was mainly due to the gravitational circulation, which accounted for 83% of the total transport. The Mampituba River estuary hydrodynamics responds mainly to the river, presenting a highly stratified behavior. <![CDATA[<b>Estudo geofísico de vazamento controlado de álcool combustível em escala laboratorial</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-261X2011000200002&lng=es&nrm=iso&tlng=es O etanol é utilizado de forma extensiva como combustível para veículos automotores no Brasil, devido tanto a características como ao clima favorável ao cultivo de cana-de-açúcar em uma cadeia produtiva bastante desenvolvida quanto à eficiência energética e ao teor quase inexistente de poluentes emitidos emsua combustão. A ampla rede de distribuição para atendimento ao consumidor final representa um risco constante de vazamentos e contaminação de rios, solo e água subterrânea. Este trabalho discute os resultados do monitoramento geofísico num experimento em escala de laboratório, resultante do vazamento controlado de etanol em sedimentos parcialmente saturados em água. A extensa aplicação de métodos elétricos em estudos ambientais e alterações significativas em termos de resistividade elétrica, provocada no ambiente geológico pela presença de compostos exógenos, justifica a seleção do método. Houve um aumento dos valores no início do experimento até o máximo em torno de 52h, seguido por queda acentuada até 342h e sucedido por crescimento lento e constante dos valores até 2.742h, quando comparados a valores prévios sem adição de etanol. Os dados sugerem uma relação temporal entre variações de resistividade elétrica e o comportamento geoquímico do etanolno ambiente geológico.<hr/>The ethanol is used an extensive form as fuel for vehicles in Brazil, due so much to characteristics as favorable climate for sugar cane cultivation alliance with a productive chain quite developed, as the energy efficiency and almost non-existent tenor of pollutant emitted in your combustion. The wide distribution net for attendance to the final consumer represents a constant risk of leaks and contamination of rivers, soil and groundwater. This paper discusses the results of the geophysical monitoring in laboratory scale experiment, resultant of the controlled leak of ethanol in sediments partially saturated in water. The extensive application of electrical methods in environmental studies and significant alterations of electric resistivity caused in the geological environment due the presence of exogenous compositions they justify the selection of this method. There was an increase of the values in the beginning of the experiment to the maximum around 52h, followed for fall accentuated up to 342h and happened by slow and constant growth of the values up to 2,742h, when compared to previous values without ethanol addition. The data suggest a temporary relationship among variations of electric resistivity to the geochemistry behavior of the ethanol in geological environment. <![CDATA[<b>Plasma bubble zonal drift characteristics observed by airglow images over Brazilian tropical region</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-261X2011000200003&lng=es&nrm=iso&tlng=es Using airglow images observed at São João do Cariri (7.4ºS, 36.5ºW; dip angle: -11ºS) from September 2000 to April 2007, plasma bubblezonal drifts for ninety-seven geomagnetically quiet nights (Dst index higher than -30 nT) were calculated. The plasma bubble eastward averaged drifts presented an increase from 18:00 to 22:00 local time (LT), and followed by a deceleration. The plasma bubbles observed during high solar activity were faster after 22:00 LT. Eastward drifts observed during the summer, after 21:00 LT, were higher than drifts observed during the equinox months. Few nights had plasma bubble eastward drifts higher than 100 m/s and almost all bubbles disappeared after 02:00 LT. Averaged zonal drifts observed between -9.5 and -5.5ºS were almost constant, primarily,around 23:00 LT.<hr/>Usando imagens de aeroluminescência coletadas em São João do Cariri (7,4ºS, 36,5ºW; latitude de dipolo magnético: -11ºS) no período de setembro de 2000 a abril de 2007, foi possível calcular a deriva zonal de bolhas de plasma em noventa e sete noites geomagneticamente calmas (índice Dst maior que -30 nT). As derivas zonais médias das bolhas de plasma aumentaram das 18:00 até as 22:00 horas locais (HL) e desaceleraram em seguida. As bolhas de plasma observadas durante a atividade solar alta foram mais rápidas após as 22:00 HL. As derivas zonais de bolhas de plasma no verão, depois das 21:00 HL, foram maiores que nos meses de equinócio. Poucas noites apresentaram bolhas de plasma com derivas superiores a 100 m/s e quase todas as bolhas desapareceram depois das 02:00 HL.As derivas médias zonais observadas entre -9,5 e -5,5ºS foram praticamente constantes, principalmente, por volta das 23:00 HL. <![CDATA[<b>Utilização efetiva da informação <em>a</em> <i>priori</i> na inversão da forma de sinal sísmico</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-261X2011000200004&lng=es&nrm=iso&tlng=es Neste artigo considera-se uma abordagem geral sobre a utilização da informação a priori na decomposição do sinal sísmico observado, essencial à solução de problemas inversos da sísmica. Através disto é possível propor um algoritmo efetivo, com potencial para reduzir consideravelmente o volume da informação a priori , necessária durante a preparação dos dados para a solução do problema de inversão da forma do sinal, e, também, no processamento de dados reais. O algoritmo está baseado na análise de componentes multivalorados e permite determinar a quantidade e estrutura da informação a priori , necessária para a solução do problema de decomposição. O algoritmo é realizado em duas etapas. Na primeira, através da construção da solução do problema e utilizando uma informação pseudo a priori , é garantida a unicidade e estabilidade da solução. Na segunda etapa, determina-se a quantidade mínima de informação disponível a priori permitindo, assim, obter a solução verdadeira do problema.<hr/>There is considered a general approach to using a priori information in the problems of decomposition of seismic signals, which are essential in the solution of the inverse seismic problems. We propose an effective algorithm, which substantially allowed to reduce the volume of a priori information needed in the real data processing, and during the preparation of data for the solution of inverse dynamic seismic problems. The algorithm is based on the analysis of multivalued components, which determine the volume and structure of a priori information needed to solve the decomposition problem. The algorithm is realized in two steps. In the first stage we define the solution using pseudo a priori information, ensuring stability and uniqueness of the solution. In the second step we define a minimum quantity of available a priori information, which allows to obtain the exact solution of the problem. <![CDATA[<b>Estudo comparativo da confiabilidade de estimativas de irradiação solar para o sudeste brasileiro obtidas a partir de dados de satélite e por interpolação/extrapolação de dados de superfície</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-261X2011000200005&lng=es&nrm=iso&tlng=es O aproveitamento da energia solar vem se tornando viável economicamente e, atualmente, é a que vem apresentando maior crescimento mundial. O conhecimento da disponibilidade de energia solar na superfície é um fator essencial para incentivar novos investimentos em sistemas de geração de energiasolar. Em locais onde não existem sistemas de medida, estimativas da incidência de radiação solar podem ser realizadas por interpolação/extrapolação de medidas realizadas em estações vizinhas ou através de modelos numéricos de transferência radiativa. Ambas são formas aproximadas de estimativa, e seus empregos dependem da quantificação de suas incertezas. Neste trabalho, dados de radiação solar coletados em 18 plataformas de coleta de dados (PCDs), situadas no sudeste do Brasil, foram empregados na geração de extrapolações e interpolações considerando diferentes distâncias das PCDs. Os desvios apresentados por estas estimativas crescem com a distância, e são comparáveis com os desvios do modelo satelital de transferência radiativa BRASIL-SR apenas para distâncias inferiores a 60 km. Os métodos de interpolação/extrapolação apresentaram desvios dentro do intervalo limitado pelos desvios RMSE (root mean square errors) máximo e mínimo observados com o uso do modelo. Dessa forma, pode-se concluir que o uso de modelos físicos de transferência radiativa alimentados por dados de satélites representam a melhor solução para a estimativa da disponibilidade de energia solar em locais distantes das estações radiométricas.<hr/>The exploitation of solar energy is becoming cost-effective, and currently is the renewable source showing the higher growth worldwide. The knowledgeof solar energy resources is essential to boost new investments in solar systems for electricity generation. The estimation of site-specific solar irradiation, where ground data are not available, can be accomplished by two approaches: interpolation/extrapolation of surface measurements acquired at neighboring stations or by radiative transfer models based on satellite images. The choice between these two approaches depends on the evaluation of their uncertainties. In this study employed solar radiation data collected by 18 automatic weather stations (AWS) located in the Brazilian southeast region to extrapolate and interpolate solar irradiation at different distances from the AWS. Statistical analysis of the deviations as a function of the distance from the closest measurement site have shown that the root mean square errors (RMSE) increase as the interpolation/extrapolation distances increases. It was found that the greater the distance between AWS's and the reference site, the higher the deviations. Comparing the extrapolation/interpolation RMSE with the RMSE observed for estimates provided by the BRASIL-SR model, it was found that only for distances less than 60 km, the methods of interpolation and extrapolation showed deviations within the range achieved by using the satellite model. Thus, it is possible to conclude that the use of satellite data and radiative transfer models represent the best solution for the assessment of solar energy further from ground radiation measurement sites. <![CDATA[<b>Amplitudes e padrões de polarização de pulsos em meios anisotrópicos</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-261X2011000200006&lng=es&nrm=iso&tlng=es Extrair informações litológicas da subsuperfície através de dados sísmicos constitui-se num grande desafio à prospecção sísmica, pois a hipótese de estratificações formadas por camadas isotrópicas se mostra insuficiente para representar o comportamento do campo elástico em levantamentos com grandes afastamentos entre fonte e receptor, geofones multicomponentes, medidas de VSP tridimensional, entre outros. Sob este panorama, a prospecção sísmica passa a considerar modelos anisotrópicos de subsuperfície para, por exemplo, caracterizar reservatórios. O objetivo deste texto é apresentar um formalismo para modelar o espalhamento de pulsos a partir de ondas planas incidentes em interfaces planas horizontais que separam meios anisotrópicos. Este espalhamento é obtido primeiramente, através da formulação explícita dos campos de deformação e tração como função das matrizes propagadoras, de polarização e de impedância do meio. Em seguidaeste formalismo é usado para a obtenção das matrizes dos coeficientes de reflexão e transmissão através de uma interface plana horizontal para posteriormente, ser generalizado para o espalhamento através de múltiplas camadas. Finalmente, inserem-se ao campo da onda incidente as amplitudes de um pulso analítico para calcular o espalhamento do pulso através de estratificações.<hr/>Extracting subsurface lithological information from seismic data has become a great challenge to seismic exploration, as the hypotheses of stratification made by isotropic layers has been insufficient to represent the behavior of elastic field in surveys with great offset between source and receiver, multicomponent geophones, three-dimensional Vertical Seismic Profile (VSP) measures and so forth. Due to this reason, a more realistic model of subsurface is demanded. As a result, the seismic prospecting starts to consider the anisotropic models of subsurface to characterize reservoirs, for example. This paper aims at showing formalism to model the scattering of pulses from incident plane waves in horizontal plain interfaces which separate anisotropic media. This scattering is obtained primarily through the explicit formulation of traction and deformation fields as a function of propagator, polarization and impedance matrices of media. After that, this formalism is used to obtain the reflection and transmission coefficients matrices through a horizontal plain interface to be, subsequently generalized to a scattering through multiple layers. Finally, the amplitude of an analytical pulse is inserted in the incident wave to calculate the scattering of the pulse through stratifications. <![CDATA[<b>Modelagens direta e inversa de dados mCSEM 3D</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-261X2011000200007&lng=es&nrm=iso&tlng=es Marine Controlled Source Electromagnetic - mCSEM é um método geofísico eletromagnético que nos últimos dez anos vem sendo usado na prospecção de hidrocarbonetos com bastante êxito. Este método consiste em um dipolo elétrico horizontal (DEH) localizado um pouco acima do assoalho marinho, operando em baixa frequência (0,1-1,0 Hz) e receptores regularmente distribuídos no fundo do mar que captam os campos eletromagnéticos provenientes da difusão de energia gerada pelo dipolo transmissor. Neste trabalho vamos apresentar o problema direto do método mCSEM 3D, propondo soluções numéricas, através do método dos elementos finitos tridimensionais, para modelos geoelétricos mCSEM 3D. Para fins de análise de coerência, os resultados obtidos são comparados com soluções disponíveis na literatura. Em seguida, apresentaremos a inversão de um de seus modelos segundo uma proposta de metodologia de inversão juntamente com a proposta de solução direta para o mCSEM 3D, acima mencionada, realizando assim a inversão de um modelo geoelétrico do mCSEM 3D para duas frequências.<hr/>Marine Controlled Source Electromagnetic - mCSEM is a new geophysical technology which has been successfully applied to hydrocarbon exploration in the last ten years. This method consists of a horizontal electric dipole (HED) moving just above the sea floor, operating at low frequencies (0.1-1.0 Hz). The fixed receivers distributed regularly on the sea floor capture the electromagnetic fields related with the diffusion of energy generated by the dipole transmitter, the sea water and the sediments, including the petroleum reservoir. In this work we present a finite element algorithm for 3D mCSEM modeling. The performance of the algorithmis illustrated by means of some selected examples in literature. In this work we propose also an algorithm for inversion of three-dimensional mCSEM synthetic datafor two frequencies. Results that illustrate the effectiveness of the proposed algorithm are also discussed. <![CDATA[<b>Contribuição de uma seção gravimétrica transversal ao estudo da estruturação litosférica na porção setentrional da Província Borborema, NE do Brasil</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-261X2011000200008&lng=es&nrm=iso&tlng=es Este trabalho apresenta um modelo gravimétrico 2,5D gerado a partir de 315 novas estações gravimétricas levantadas ao longo de uma seção transversal NW-SE com 750 km de extensão na porção setentrional da Província Borborema, NE do Brasil. A modelagem gravimétrica foi aplicada separadamente nas componentes regional e residual do campo gravitacional. A modelagem 2,5D das anomalias regionais revelou que a profundidade da interface crosta-manto varia de 28 a 32 km, considerando uma densidade média de 2,8 g/cm³ para a crosta continental e de 3,3 g/cm³ para o manto litosférico. As anomalias residuais de alta frequência foram interpretadas a partir do contraste de densidade da crosta superior, com uma espessura não superior a 10 km, e uma ampla associação litológica, com densidades variando de 2,55 a 2,9 g/cm³. A configuração geotectônica litosférica atual da Província Borborema é claramente resultado da ruptura dos continentes Sul-Americano e Africano no Mesozoico, na qual boa parte dos vestígios das estruturas tectônicas de grandes profundidades formadas durante a orogênese Brasiliana/Pan-Africana foi mascarada pelo último episódio tectônico responsável pela fragmentação do Gondwana Ocidental.<hr/>This paper presents a 2.5D gravimetric model generated from 315 new gravity stations obtained along a NW-SE 750 km geophysical transect in the northeastern portion of the Borborema Province, NE Brazil. The regional and residual components of the gravity field were modeled separately. Modeling of the regional anomalies revealed a crustal thickness variation from 28 to 32 km, considering the average densities of about 2.8 g/cm³ for the continental crust and 3.3 g/cm³ for lithospheric mantle. High frequency residual anomalies were interpreted on the density contrasts between a 10 km thick upper crust and a broad assembly of supracrustal covers and basement units, which show density values between 2.55 to 2.9 g/cm³. The current configuration of the Borborema Province lithosphere is clearly the result of the Mesozoic South American - African breakup of West Gondwana, which overprinted the Brasiliano-Pan African orogenic structures. <![CDATA[<b>Características físicas dos sistemas convectivos de mesoescala que afetaram o Rio Grande do Sul no período de 2004 a 2008</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-261X2011000200009&lng=es&nrm=iso&tlng=es Neste trabalho, utilizando a técnica ForTrACC (Forecasting and Tracking of Active Cloud Clusters ), foram estudadas, para o período de 2004 a 2008,as características físicas sazonais dos Sistemas Convectivos de Mesoescala (SCM) cuja gênese e manutenção ocorreram ao sul de 20ºS, no qual apresentaram ciclo devida de no mínimo 6 h, tiveram nascimento espontâneo e dissipação normal e afetaram o Estado do Rio Grande do Sul-RS (SCM). Foram utilizadas as imagens brutas do satélite GOES (Geostationary Operational Environmental Satellite ) do canal 4, com resolução espacial no seu ponto subsatélite de 4 km × 4 km e resolução temporal de 1/2 hora, do período de 01/01/2004 a 31/12/2008. Essas imagens foram fornecidas pela Divisão de Satélites e Sistemas Ambientais do Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (DSA/CPTEC/INPE) e serviram como base de dados para a utilização da técnica ForTrACC. Os resultados mostraram que dos SCM: i) a maioria ocorreu nos trimestres mais quentes do ano e apresentou tempo de vida entre 6 e 12 h;ii) aqueles com maior tempo de vida cobriram áreas maiores; iii) os maiores e mais longos foram observados em JAS (jul, ago, set) devido à maior ocorrência de frentes frias neste trimestre o que favorece a maior atividade convectiva; iv) apresentaram as 3 fases do ciclo de vida distribuídas ao longo do dia; v) tiveram seus nascimentos dentro e em torno da grade que cobre o RS, com iniciação preferencial sobre o continente; e vi) apresentaram trajetória média preferencial de oeste para leste.<hr/>In this work, using ForTrACC method (Forecasting and Tracking of Active Cloud Clusters), were studied, from 2004 to 2008, the seasonal physicsfeatures of the Mesoscale Convective Systems (MCS), whose genesis and maintenance happened southward of 20ºS, with life cycle longer than 6 hours, with spontaneous initiation and normal dissipation and that reached the Rio Grande do Sul (RS) State (MCS). Channel 4 Geostationary Operational Environmental Satellite (GOES) images from 2004/01/01 to 2008/12/31, with 4 km × 4 km spatial resolution in the subsatellite point and 1/2 hour temporal resolution were used. These images were provided by DSA/CPTEC/INPE (Divisão de Satélites e Sistemas Ambientais do Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais ) and were the data basis to the ForTrACC method. The results showed that from MCS: i) the majority occurred in the warmest quarter and showed lifetime between 6 and 12 h; ii) those with higher lifetime covered larger areas; iii) the largest and most long were observed in JAS (Jul, Aug, Sept) due to higher occurrence of cold fronts in this quarter that favors greater convective activity; iv) presented the three phases of the life cycle distributed throughout the day; v) had their initiation inside and around the grid that covers RS, with preferential initiation over the continent; and vi) presented mean preferential trajectory from west to east. <![CDATA[<b>Seismic ray tomography using <i>L</i><sub>1</sub> integral norm</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-261X2011000200010&lng=es&nrm=iso&tlng=es Seismic ray tomography methods are usually associated with substantial computer processing time. The reason for this is that at each step of the iterative inversion process defined by the tomographic method the two-point ray tracing problem must be solved for each source-receiver pair. In order to resolve this, an Euclidean norm (L2 vector norm), commonly used in error functions which are to be minimized in inversion procedures, is substituted by an L1 integral norm, which enables the estimation of model parameters by minimizing the area between observed and calculated traveltime curves that are interpolated (or adjusted) to the data points. Relatively simple mathematical developments and numerical experiments with two-dimensional compressional seismic wave velocity field models showthat L1 integral norm saves an enormous amount of processing time with no significant loss of accuracy. Occasionally, parameters of the model can be better estimated using L1 integral norm than the L2 vector norm that is traditionally utilized in seismic inversion tomography.<hr/>O alto consumo de tempo em processamento computacional é um problema que, geralmente, está associado aos métodos de tomografia sísmica. Isto ocorre porque, em cada passo do processo iterativo de inversão definido pelo método tomográfico, o problema da conexão de dois pontos, pela curva da trajetória do raio sísmico, deve ser resolvido para cada par fonte-receptor. A fim de reduzir a gravidade deste tipo de problema, a norma Euclideana (norma L2de vetor), comumente empregada nas funções de erro a ser minimizado no processo de inversão, é substituída por uma norma L1 de função. Essa mudança permite estimar parâmetros do modelo através da minimização da área entre curvas de tempos observados e calculados que são interpoladas (ou ajustadas) aos pontos referentes aos dados. Desenvolvimentos matemáticos e experimentos numéricos relativamente simples, com modelos bidimensionais de campos de velocidade sísmica de ondas compressionais, mostram que a norma L1 de função permite poupar uma enorme quantidade de tempo de processamento sem uma importante perda de precisão. Às vezes, os parâmetros do modelo são estimados de modo mais acurado usando-se a norma L1 da integral em lugar da norma L2 de vetor, tradicionalmente usada na inversão tomográfica. <![CDATA[<b>Distribuição de K, eU e eTh e avaliação da dose anual de radiação na região do Granito Serra do Carambeí - PR</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-261X2011000200011&lng=es&nrm=iso&tlng=es O presente estudo foi desenvolvido numa área de 14 km de comprimento orientada na direção NNE, por 7,3 km de largura, abrangendo a totalidade do Granito Serra do Carambeí e unidades limítrofes. Localizado à margem norte da represa de Alagados, Estado do Paraná, este granito é portador de concentrações relativamente elevadas de K, eU e eTh, conhecidas desde a década de 1970 por meio de levantamentos gamaespectrométricos aéreo e terrestre. Ensaios radioquímicos recentes efetuados em 61 amostras de materiais geológicos como rochas (17 amostras) e materiais do manto de alteração e de depósitos aluviais (44 amostras), confirmaram o caráter radioanômalo desse granito, principalmente em tório e urânio. Os teores de K, eU e eTh obtidos na gamaespectrometria e nos ensaios radioquímicos, convertidos em dose anual de radiação (DAR), permitiram avaliar a intensidade de radiação natural, cujos níveis, relativamente elevados em determinadas regiões da área de estudo, podem oferecer riscos às populações locais. A análise e interpretação dos dados e a elaboração de mapas de contorno de K, eU e eTh possibilitaram ainda entender o comportamento e a mobilidade desses radionuclídeos nos diversos compartimentos ambientais da área.<hr/>This study was conducted in an area of 14 km in length oriented in the NNE direction by 7.3 km wide, covering the totality of the Serra do CarambeíGranite and adjacent units. Located in the northern region of the Alagados dam, Paraná State, this granite contains relatively high concentrations of K, eU and eTh, known since the 1970s through airborne and terrestrial gamma-ray spectrometry surveys. Recent radiochemical tests conducted on 61 samples of geological materials such as rocks (17 samples) and material of the weathering mantle and alluvial deposits (44 samples), confirmed the occurrence of radioactive anomalies in this granite, especially in thorium and uranium. The contents of K, eU and eTh obtained in gamma-ray spectrometry survey and radiochemical tests, converted to annual radiation dose (ARD), allowed to evaluate the intensity of natural radiation, whose levels relatively high in certain regions of the study area, can offer hazard to the local populations. The analysis and interpretation of data, as well the preparation of contour maps of K, eU and eTh were fundamental to understand the behavior and mobility of radionuclides in different environmental compartments of the area. <![CDATA[<b>Aplicação do método de Polarização Induzida em área de disposição de resíduos sólidos no município de Caçapava do Sul - RS</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-261X2011000200012&lng=es&nrm=iso&tlng=es A geofísica é um método eficaz para investigação de áreas impactadas pelos mais diversos tipos de contaminantes, principalmente em locais de disposição de resíduos sólidos domiciliares e também utilizada na caracterização de contrastes de propriedades físicas em presença de substâncias poluentes. Este trabalho utilizou o método de Polarização Induzida numa área de disposição de resíduos sólidos desativada, localizada no município de Caçapava do Sul - RS. O aterro está assentado sobre rochas metamórficas fraturadas, pertencentes ao Complexo Metamórfico Vacacaí (Neoproterozóico). Foram realizadas 8 linhas de caminhamento elétrico, com espaçamento de 5 m entre eletrodos e 10 níveis de investigação, além de 83 medidas de direção e sentido de fraturas. O resultado geofísico permite caracterizar a camada de resíduos por baixos valores de cargabilidade. Anomalias verticais abaixo da camada de resíduos são interpretadas como zonas de fratura com possível acúmulo de chorume, caracterizadas por baixos valores de cargabilidade.<hr/>The geophysics is an effective method for investigation of contaminated areas for the most several types of pollutants, mainly in areas of disposition of residues solid, used in the characterization of contrasts of physical properties in the presence of pollutant substances. This work applies the Polarization Induced method in waste landfill, located in Caçapava do Sul city (RS). The landfill this seated on fractured metamorphic rocks, belonging to the Vacacaí Metamorphic Complex (Neoproterozoic). Were accomplished 8 lines of electric profiling, with spacing of 5 m between electrodes and 10 investigation levels. Were also accomplished 83 measures of strike and dip fractures. The geophysical result allows characterize the layer of residues for low chargeability values. Vertical anomalies below the layer of residues are interpreted as fracture zones with possible leachate accumulation, characterized by low chargeability values. <![CDATA[<b>Potencial de transporte sedimentar pelas correntes de fundo na região do Canal de Vema (Atlântico Sul)</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-261X2011000200013&lng=es&nrm=iso&tlng=es O Canal de Vema é uma importante via de passagem das águas de fundo da Bacia da Argentina para a Bacia do Brasil. A morfologia do canal causa o confinamento e a intensificação das correntes de fundo que têm papel fundamental na ressuspensão, transporte e controle da deposição de sedimentos e consequentemente na formação de depósitos em profundidades abissais. O objetivo deste trabalho é avaliar o potencial de ressuspensão e transporte de sedimentos pelas correntes locais através de estimativas do estresse cisalhante junto ao fundo para identificar condições de formação de depósitos contorníticos na região do Canal de Vema. Foram utilizados dados de (i) velocidade e direção das correntes provenientes da base de dados do World Ocean Circulation Experiment (WOCE) e de fundeios realizados pelo Woods Hole Oceanographic Institute (WHOI); (ii) características hidrográficas da região obtidas a partir da base de dados World Ocean Database 2005; e (iii) características granulométricas e perfis nefelométricos descritos na literatura. As estimativas do estresse cisalhante indicam que as correntes no canal são capazes de suspender e transportar silte médio com densidade similar à do quartzo durante até 87% do tempo. Essa capacidade de ressuspensão de sedimentos também foi observada nos perfis nefelométricos e nas concentrações de MPS total obtidas de amostras de água filtradas. O alargamento do canal a jusante leva à redução da capacidade de transporte das correntes. Esses resultados sugerem que um depósito de deriva ainda pode estar em construção a jusante da boca do canal onde um leque contornítico vem sendo construído desde o final do Oligoceno.<hr/>Vema Channel is an important passageway to the flow of bottom water between the Argentine and the Brazil basins. The channel morphology causes confinement and intensification of bottom currents that affect the ocean floor through sediment resuspension, transport and deposition, consequently playing a fundamental role in the formation of deep ocean deposits. The main goal of this paper is to evaluate the potential for sediment suspension and transport by the local currents through estimates of nearbed shear stresses as well as to assess whether the present dynamic conditions are conducive to the buildup of contouritic deposits in the Vema channel area. The available datasets include (i) current velocity and direction from the World Ocean Circulation Experiment (WOCE) and from moorings deployed by the Woods Hole Oceanographic Institute (WHOI); (ii) hydrographic parameters from the World Ocean Database 2005; and (iii) the description of bottom sediment characteristics and nephelometric profiles available in publications such as research reports and scientific articles. Calculated shear stresses indicate that local currents would be able to erode and transport medium silt with density similar to that of quartz during up to 87% of the deployment duration, a finding that is reinforced by the nephelometric profiles and by suspended particulate matter concentrations documented by filtered water samples. Channel enlargement downstream leads to loss of transport capacity along the channel. These results suggest that a modern drift deposit may still be under construction downstream the channel mouth wherea contourite fan has intermittently been built since the late Oligocene. <![CDATA[<b>Abstracts of Theses and Dissertations</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-261X2011000200014&lng=es&nrm=iso&tlng=es O Canal de Vema é uma importante via de passagem das águas de fundo da Bacia da Argentina para a Bacia do Brasil. A morfologia do canal causa o confinamento e a intensificação das correntes de fundo que têm papel fundamental na ressuspensão, transporte e controle da deposição de sedimentos e consequentemente na formação de depósitos em profundidades abissais. O objetivo deste trabalho é avaliar o potencial de ressuspensão e transporte de sedimentos pelas correntes locais através de estimativas do estresse cisalhante junto ao fundo para identificar condições de formação de depósitos contorníticos na região do Canal de Vema. Foram utilizados dados de (i) velocidade e direção das correntes provenientes da base de dados do World Ocean Circulation Experiment (WOCE) e de fundeios realizados pelo Woods Hole Oceanographic Institute (WHOI); (ii) características hidrográficas da região obtidas a partir da base de dados World Ocean Database 2005; e (iii) características granulométricas e perfis nefelométricos descritos na literatura. As estimativas do estresse cisalhante indicam que as correntes no canal são capazes de suspender e transportar silte médio com densidade similar à do quartzo durante até 87% do tempo. Essa capacidade de ressuspensão de sedimentos também foi observada nos perfis nefelométricos e nas concentrações de MPS total obtidas de amostras de água filtradas. O alargamento do canal a jusante leva à redução da capacidade de transporte das correntes. Esses resultados sugerem que um depósito de deriva ainda pode estar em construção a jusante da boca do canal onde um leque contornítico vem sendo construído desde o final do Oligoceno.<hr/>Vema Channel is an important passageway to the flow of bottom water between the Argentine and the Brazil basins. The channel morphology causes confinement and intensification of bottom currents that affect the ocean floor through sediment resuspension, transport and deposition, consequently playing a fundamental role in the formation of deep ocean deposits. The main goal of this paper is to evaluate the potential for sediment suspension and transport by the local currents through estimates of nearbed shear stresses as well as to assess whether the present dynamic conditions are conducive to the buildup of contouritic deposits in the Vema channel area. The available datasets include (i) current velocity and direction from the World Ocean Circulation Experiment (WOCE) and from moorings deployed by the Woods Hole Oceanographic Institute (WHOI); (ii) hydrographic parameters from the World Ocean Database 2005; and (iii) the description of bottom sediment characteristics and nephelometric profiles available in publications such as research reports and scientific articles. Calculated shear stresses indicate that local currents would be able to erode and transport medium silt with density similar to that of quartz during up to 87% of the deployment duration, a finding that is reinforced by the nephelometric profiles and by suspended particulate matter concentrations documented by filtered water samples. Channel enlargement downstream leads to loss of transport capacity along the channel. These results suggest that a modern drift deposit may still be under construction downstream the channel mouth wherea contourite fan has intermittently been built since the late Oligocene.