Scielo RSS <![CDATA[Revista Brasileira de Ortopedia]]> http://www.scielo.br/rss.php?pid=0102-361620170003&lang=pt vol. 52 num. 3 lang. pt <![CDATA[SciELO Logo]]> http://www.scielo.br/img/en/fbpelogp.gif http://www.scielo.br <![CDATA[RBO atinge níveis de qualidade internacional]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-36162017000300241&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt <![CDATA[Instrumentação personalizada na artroplastia total do joelho. Devemos adotá-la?]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-36162017000300242&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt ABSTRACT Total knee arthroplasty (TKA) is a surgical procedure of paramount relevance that restores a substantial degree of function in arthritic knees. Increased consideration has been given to the influence of limb alignment on longevity after TKA, as errors in component placement can be associated with inferior function and compromised long-term performance. Consequently, numerous studies comparing patient-specific instrumentation (PSI) to standard instruments (SI) have been published. Patient-specific approaches use preoperative imaging to create specific materials for each patient's anatomy and were designed to achieve a higher rate of success in TKA, causing the entire procedure to be more efficient and cost-effective. However, it is not clear to what degree these studies support the potential advantages of PSI. Thus, the present study aimed to review the current evidence comparing PSI to SI, concerning alignment, cost-effectiveness, and postoperative functional evaluation.<hr/>RESUMO A artroplastia total do joelho (ATJ) é um procedimento cirúrgico de fundamental relevância que restaura boa parte da função de joelhos artríticos. Maior atenção tem sido dada à influência do alinhamento do membro na longevidade após a ATJ, uma vez que erros no posicionamento dos componentes podem estar associados a uma menor função e comprometimento do desempenho em longo prazo. Consequentemente, vários estudos compararam a instrumentação personalizada para cada paciente (IPP) com a instrumentação padrão (IP). As abordagens personalizadas usam imagens pré-operatórias para criar materiais específicos para a anatomia de cada paciente e foram projetados para atingir uma maior taxa de sucesso na ATJ e tornar todo o processo mais eficiente e rentável. No entanto, não está claro até que ponto tais estudos respaldam as vantagens potenciais da IPP. Assim, o presente estudo teve como objetivo avaliar as evidências atuais e comparar IPP e IP com respeito ao alinhamento, à relação custo-benefício e à avaliação funcional pós-operatória. <![CDATA[Importância da avaliação pré-clínica do desgaste em projetos de implantes de quadril usando máquinas simuladoras]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-36162017000300251&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt ABSTRACT Total hip arthroplasty (THA) is a surgical procedure that involves the replacement of the damaged joint of the hip by an artificial device. Despite the recognized clinical success of hip implants, wear of the articulating surfaces remains as one of the critical issues influencing performance. Common material combinations used in hip designs comprise metal-on-polymer (MoP), ceramic-on-polymer (CoP), metal-on-metal (MoM), and ceramic-on-ceramic (CoC). However, when the design of the hip implant is concerned besides the materials used, several parameters can influence its wear performance. In this scenario, where the safety and efficacy for the patient are the main issues, it is fundamental to evaluate and predict the wear rate of the hip implant design before its use in THA. This is one of the issues that should be taken into account in the preclinical evaluation step of the product, in which simulated laboratory tests are necessary. However, it is fundamental that the applied motions and loads can reproduce the wear mechanisms physiologically observed in the patient. To replicate the in vivo angular displacements and loadings, special machines known as joint simulators are employed. This article focuses on the main characteristics related to the wear simulation of hip implants using mechanical simulators, giving information to surgeons, researchers, regulatory bodies, etc., about the importance of preclinical wear evaluation. A critical analysis is performed on the differences in the principles of operation of simulators and their effects on the final results, and about future trends in wear simulation.<hr/>RESUMO A artroplastia total do quadril (ATQ) é um procedimento cirúrgico que envolve a substituição da articulação danificada por um dispositivo artificial. Apesar do reconhecido sucesso clínico dos implantes de quadril, o desgaste das superfícies articulares ainda é uma das questões críticas que influenciam o seu desempenho. As combinações mais comuns de materiais usadas nas próteses incluem metal-polímero (M-P), cerâmica-polímero (C-P), metal-metal (M-M) e cerâmica-cerâmica (C-C). No entanto, em relação ao projeto do implante de quadril, além dos materiais usados, vários parâmetros podem influenciar o seu desgaste. Nesse cenário, no qual a segurança e eficácia para o paciente são as principais questões, é fundamental avaliar e prever a taxa de desgaste do modelo de implante de quadril antes de seu uso em ATQ. Essa é uma das questões que devem ser levadas em conta na etapa de avaliação pré-clínica do produto, na qual testes de simulação em laboratórios são necessários. No entanto, é fundamental que os movimentos e as cargas aplicados possam reproduzir os mecanismos de desgaste fisiologicamente observados no paciente. Máquinas especiais, conhecidas como simuladores de articulação, são usadas para reproduzir os deslocamentos angulares e as cargas in vivo. Este artigo enfoca as principais características relacionadas à simulação de desgaste de implantes de quadril por meio de simuladores mecânicos, fornece informações a cirurgiões, pesquisadores e órgãos reguladores, dentre outros, sobre a importância da avaliação pré-clínica do desgaste. Foi feita análise crítica sobre as diferenças nos princípios de funcionamento dos simuladores e seus efeitos nos resultados finais, bem como sobre as tendências futuras na simulação de desgaste. <![CDATA[Estudo epidemiológico das fraturas e lesões do anel pélvico]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-36162017000300260&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt ABSTRACT OBJECTIVE: This study evaluated the pelvic ring fractures and injuries in patients admitted to and treated at this ward between August, 2012 and January, 2014. METHODS: 66 patients were submitted to treatment protocols according to their age, gender, skin color, injury mechanism, location of the trauma, classification of their injuries, emergency intervention, associated injuries, injured side of the body, treatment, and mortality. The most relevant data were classified according to statistic procedures, such as Goodman's association test. Measures were compared with Student's t-test and analysis of variance associated with Tukey's multiple comparison test. RESULTS: The mean age was 47 years; white race and male gender were most common. Car or truck accident was the most common cause of injuries, which occurred mainly in urban sites. Type A injuries were the most frequent. 16.6% of the cases were submitted to emergency surgery. 42.4% displayed associated injuries. The right side of the body was the most commonly affected side. Non-invasive treatment was most commonly used. Death was the outcome in 3% of the cases, associated to high-energy trauma. CONCLUSIONS: Pelvic ring fractures and injuries are more often verified among males. In general and among younger individuals, traffic accidents are the most common cause of the injury, while among the elderly, ordinary falls are the most commonly verified cause. The majority of those injuries are suffered in urban areas. Type A fractures are more frequent. The majority of cases do not require emergency intervention nor do they feature associated injuries. Non-invasive treatment is most common and death outcomes are associated to high-energy traumas with severe injuries.<hr/>RESUMO OBJETIVO: Estudo das fraturas/lesões do anel pélvico atendidas e tratadas neste serviço de agosto de 2012 a janeiro de 2014. MÉTODOS: Elaborou-se um protocolo para os 66 pacientes, consideraram-se os dados: idade, sexo, cor, mecanismo da lesão, local do trauma, classificação das lesões, intervenção de urgência, lesões associadas, lado acometido, tratamento e óbito. Para os dados de maior interesse foram usados os procedimentos estatísticos que envolveram o teste de associação de Goodman e as técnicas de comparações de medidas por meio do teste t de Student e da análise de variância complementada com as comparações múltiplas de Tukey. RESULTADOS: A idade média foi de 47 anos; pacientes do sexo masculino e brancos foram mais frequentes. A causa mais comum das lesões foi acidente carro/caminhão e a zona urbana foi o local onde elas mais ocorreram. Fraturas tipo A foram as mais frequentes. Em 16,6% dos pacientes, foi necessária cirurgia de urgência e 42,4% apresentaram lesão associada. O lado direito foi mais acometido. O tratamento incruento foi o mais usado e o óbito ocorreu em 3%, em casos de trauma de alta energia. CONCLUSÕES: As fraturas/lesões do anel pélvico são mais frequentes no sexo masculino. De modo geral e em jovens, o acidente de trânsito é o mecanismo mais frequente, já em idosos é queda banal. A maioria das lesões ocorre na zona urbana. Fraturas do tipo A são as mais frequentes. A maioria não necessita de intervenção de urgência e não apresenta lesões associadas. O tratamento incruento é o mais usado e os óbitos estão associados a trauma de alta energia com graves lesões associadas <![CDATA[Estudo retrospectivo de haste intramedular estável elástica de titânio em fraturas deslocadas do terço médio da clavícula]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-36162017000300270&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt ABSTRACT OBJECTIVE: The aim of this study is to analyze the functional outcome following titanium elastic stable intra-medullary nailing (ESIN) for displaced mid-shaft clavicular fractures (DMCF). METHODS: A retrospective study of 60 patients between March 2009 and March 2015 was conducted. Patients were selected based on the inclusion criteria. Six patients were lost during follow up. Out of the remaining 54 patients, there were 39 males and 15 females. The mean age was 30.6 years. The functional outcome was analyzed using the Constant score, rate of bone union, complication, and earliest time of return to work. RESULTS: All fractures united well, with an average time of 7.5 weeks. Follow-up period ranged between 12 months and 18 months (average, 14 months). 24 out of 54 patients had closed nailing, while 30 had minimal open reduction. The average size of ESIN was 2 mm (range, 1.5-3 mm). The average Constant score was 97.8 (range, 95-99). There were no major complications, but minor complications occurred, viz. skin irritation in 15 patients, temporary paresthesia in five patients, and three patients who developed superficial infections. One case had implant migration and perforation at the lateral cortex, and one case had delayed union. There were few implant-related problems, as the authors used a standard protocol to remove it after radiological union. All patients returned to work within 10 weeks of the post-operative period. CONCLUSION: ESIN is a safe, minimally invasive, engenders rapid healing with good cosmesis, and provides an excellent functional outcome in terms of patient satisfaction, with fewer complications.<hr/>RESUMO OBJETIVO: Analisar o desfecho funcional após o uso de haste intramedular estável elástica de titânio (HIEET) em fraturas deslocadas do terço médio da clavícula (FDMC). MÉTODOS: Fez-se um estudo retrospectivo de 60 pacientes, selecionados com base nos critérios de inclusão, entre março de 2009 e março de 2015. Houve perda de seguimento de seis. Dos 54 restantes, 39 eram homens e 15 mulheres. A média de idade foi de 30,6 anos. O desfecho funcional foi analisado pela escala de Constant, taxa de união óssea, taxa de complicação e pelo tempo de retorno ao trabalho. RESULTADOS: Todas as fraturas apresentaram boa união, em uma média de 7,5 semanas. O período de acompanhamento variou entre 12 e 18 meses (média: 14). Em 24 dos 54 pacientes usou-se redução fechada com hastes intramedulares; nos outros 30, foi usada a redução aberta com fixação mínima. O tamanho médio da HIEET foi de 2 mm (variação: 1,5-3 mm). A média da escala de Constant foi de 97,8 (variação: 95-99). Nenhum paciente apresentou complicações de grande porte, mas algumas complicações de pequeno porte foram observadas, a saber: irritação da pele em 15, parestesia temporária em cinco e infecções superficiais em três. Observou-se um caso de migração do implante e perfuração no córtex lateral; um caso teve união atrasada. A taxa de problemas relacionados ao implante foi baixa, uma vez que os autores usaram um protocolo padrão para removê-lo após a união radiológica. Todos os pacientes retornaram ao trabalho em até dez semanas após a cirurgia. CONCLUSÃO: A HIEET é um método seguro, minimamente invasivo, que gera cicatrização rápida com boa cosmesis e proporciona um excelente resultado funcional em termos de satisfação do paciente, com menos complicações. <![CDATA[Aplicação do PRWE na fratura da extremidade distal do rádio: comparação e correlação com desfechos consagrados]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-36162017000300278&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt ABSTRACT OBJECTIVE: The study aimed to evaluate the correlation between the PRWE score with other measurements that are already widely used. METHODS: This was a prospective, cross-sectional, single-center study. Sixty-eight consecutive patients underwent surgical treatment for distal radius fractures (internal fixation by locked volar plate or transarticular external fixation). They were evaluated independently by PRWE, DASH, VAS range of motion, strength, and radiographic criteria, in one year of follow up. The Mann-Whitney test was used to compare continuous variables and the Spearman correlation to correlate the outcomes of interest. RESULTS: PRWE correlated significantly with DASH (p &lt; 0.001) and VAS (p &lt; 0.001). There were no significant correlations with other outcome measures. CONCLUSION: PRWE presents significant moderate correlation only with DASH and VAS. Range of motion, strength, and radiographic criteria do not interfere in the PRWE outcome.<hr/>RESUMO OBJETIVO: Este estudo teve como objetivo avaliar a correlação entre o escore PRWE com outras medidas já amplamente usadas. MÉTODOS: Estudo transversal prospectivo, de centro único; 68 pacientes consecutivos foram submetidos a tratamento cirúrgico para fratura da extremidade distal do rádio (fixação interna com placa volar bloqueada ou fixação externa transarticular). Foram avaliados, de forma independente, por meio da Patient-Rated Wrist Evaluation (PRWE), do Disabilities of the Arm, Shoulder and Hand (DASH), da escala visual analógica (EVA), da amplitude de movimento, da força e dos critérios radiográficos, no seguimento de um ano. Usaram-se o teste de Mann-Whitney para comparação de variáveis contínuas e a correlação de Spearman para os desfechos de interesse. RESULTADOS: PRWE correlacionou-se significativamente com DASH (p &lt; 0,001) e EVA (p &lt; 0,001). Não houve correlação significativa com as demais medidas de desfecho. CONCLUSÃO: PRWE apresenta correlação significativa moderada apenas com DASH e EVA. As medidas de amplitude de movimento, força e os critérios radiográficos não se correlacionam com PRWE. <![CDATA[Avaliação de crianças com suspeita de maus-tratos físicos: um estudo de 500 casos]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-36162017000300284&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt ABSTRACT OBJECTIVE: This study evaluated the epidemiological profile of patients with suspected physical abuse, especially regarding the occurrence of fractures, treated in a referral hospital. METHODS: The authors reviewed all reports of suspected abuse against children and adolescents (AACA) in this hospital from January 2005 to December 2015. They were assessed and separated by month and year. The characteristics of the victims of physical abuse with occurrence of fractures were studied. The features of the fractures were evaluated in those patients with available radiographs. RESULTS: Of the 3125 notifications, 500 were classified as physical injuries; of these, 63 had fractures. An annual progressive increase in notifications was observed. As for age group, 50 patients (80.6%) were up to three years old and 36 (58%) up to one year. Most were male (60%) and the likely aggressors were mother alone and both parents (27.5% each). In 30 patients with available images, fractures of long bones (femur, tibia, and humerus) predominated (71%), as well as a single fracture line (74%), diaphyseal location (73%), and a transverse line (57%). There were two deaths in fracture cases (3%). CONCLUSION: All orthopedists should be alert to suspected AACA in children with trauma below the age of three, even without classic signs of abuse.<hr/>RESUMO OBJETIVO: Este estudo tem objetivo de avaliar o perfil epidemiológico de pacientes atendidos em hospital de referência com suspeita de maus-tratos físicos, em especial quanto à ocorrência de fraturas. MÉTODOS: Todas as notificações de suspeita de maus-tratos contra crianças e adolescentes (MTCAA) feitas entre janeiro de 2005 e dezembro de 2015 foram avaliadas e separadas por mês e ano. Dentre as vítimas de maus-tratos físicos, várias características dos pacientes que apresentavam fraturas foram avaliadas. Quando as radiografias estavam disponíveis, analisaram-se as características das fraturas. RESULTADOS: De 3.125 notificações, 500 foram classificadas como lesões físicas e dentre essas 63 apresentavam fraturas. Observou-se um aumento progressivo anual das notificações. Quanto à idade, 50 pacientes (80,6%) tinham até 3 anos e 36 (58%) até 1 ano. A maioria era do gênero masculino (60%) e o provável agressor era a mãe isoladamente e ambos os pais (27,5% cada). Em 30 pacientes com imagens disponíveis, predominaram as fraturas de ossos longos (fêmur, tíbia e úmero, 71%), únicas (74%), diafisárias (73%) e transversas (57%). Ocorreram dois de óbitos nos casos de fraturas (3%). CONCLUSÃO: Todos os ortopedistas devem estar alertas para suspeita de MTCAA em crianças com traumas abaixo de 3 anos, mesmo sem sinais clássicos de maus-tratos. <![CDATA[Lesões do cabo longo do bíceps: tenotomia <em>versus</em> tenodese]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-36162017000300291&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt ABSTRACT Disorders of the long head of biceps tendon are common in clinical practice. Their causes could be degenerative, inflammatory, instability (subluxation or luxation) or traumatic. They are generally associated to other diseases of the shoulder, mainly rotator cuff injuries. Currently, there is controversy in the literature regarding the indications for surgical treatment and the choice of the best technique for each case, due to the possibility of esthetic deformity, loss of muscle strength, and residual pain. The objective of this study was to identify the indications for surgical treatment, the best surgical technique, and the advantages and disadvantages of each technique described in the orthopedic literature for the treatment of long head of biceps tendon injuries. A revision of the orthopedic medical literature on the following databases: Biblioteca Regional de Medicina (BIREME), Medline, PubMed, Cochrane Library and Google Scholar, comprising articles published in the period from 1991 to 2015.<hr/>RESUMO As lesões da cabeça longa do tendão bicipital (CLB) são comuns na prática clínica e podem ter causas degenerativas, inflamatórias, instabilidades (subluxação ou luxação) ou traumáticas. Geralmente, elas estão associadas a outras doenças do ombro, principalmente a lesões do manguito rotador. Atualmente, existem controvérsias quanto às indicações dos tratamentos cirúrgicos e à escolha da melhor técnica para cada caso, devido à possibilidade de deformidade estética, perda da força muscular e dor residual. O objetivo deste estudo foi identificar as indicações do tratamento cirúrgico, a melhor técnica cirúrgica e as vantagens e desvantagens de cada técnica descritas na literatura médica ortopédica no tratamento das lesões da CLB. Foi realizada revisão da literatura médica ortopédica disponível na base de dados da Biblioteca Regional de Medicina (BIREME), Medline, PubMed, Cochrane Library e Google Scholar, incluindo artigos publicados no período de 1991 a 2015. <![CDATA[Artroplastia reversa do ombro: avaliação dos resultados clínicos e da qualidade de vida]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-36162017000300298&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt ABSTRACT OBJECTIVE: To evaluate the clinical and radiological results and the impact on quality of life of the reverse shoulder arthroplasty. METHODS: Retrospective case series evaluating 13 patients undergoing reverse shoulder arthroplasty with at least two years of clinical follow-up. Clinical evaluation was performed before and after surgery with the ASES and VAS scales and hand-mouth, hand-neck, and hand-head functional tests. Quality of life was measured with the SF-12 questionnaire. The rate of complications and radiographic postoperative findings were recorded. RESULTS: The patients improved from 23.1 ± 15 to 82.7 ± 15 according to ASES scale (p &lt; 0.001). The physical component of the SF-12 increased from 31.7 ± 6.9 to 47.1 ± 8.6 (p &lt; 0.001), while the emotional increased from 48 ± 12.3 to 55.5 ± 7.5 (p = 0.061). The pain reduced from 7.9 to 1 according to the VAS (p = 0.002). The performance on the hand-mouth, hand-neck, and hand-head functional tests showed significant improvement (p = 0.039, p &lt; 0.001 and p &lt; 0.001, respectively). Complications occurred in 15% of patients and notching, in 31%. CONCLUSION: Reverse shoulder arthroplasty led to a significant clinical improvement according to the ASES and VAS scales. The quality of life has improved according to the physical aspect of the SF-12, and showed a trend of improvement in the emotional aspect. The complication rate was 15%, and notching occurred in 31%.<hr/>RESUMO OBJETIVO: Avaliar os resultados clínicos e radiológicos e o impacto na qualidade de vida da artroplastia reversa do ombro. MÉTODOS: Série de casos retrospectiva que avaliou 13 pacientes submetidos à artroplastia reversa do ombro com seguimento clínico mínimo de dois anos. Foi feita avaliação clínica antes e após a cirurgia com as escalas da American Shoulder and Elbow Surgeons (ASES) e escala visual analógica (EVA) e as manobras funcionais mão-boca, mão-nuca e mão-cabeça. A qualidade de vida foi aferida com o questionário 12-Item Short-Form Health Survey (SF-12). Registramos o índice de complicações e o aspecto radiográfico pós-operatório. RESULTADOS: Os pacientes evoluíram de 23,1 ± 15 para 82,7 ± 15 pela escala da ASES (p &lt; 0,001). O componente físico do SF-12 passou de 31,7 ± 6,9 para 47,1 ± 8,6 (p &lt; 0,001) enquanto o emocional de 48 ± 12,3 para 55,5 ± 7,5 (p = 0,061). A dor regrediu de 7,9 para 1 de acordo com a EVA (p = 0,002). As manobras funcionais mão-boca, mão-nuca e mão-cabeça apresentaram melhorias significativas (p = 0,039, p &lt; 0,001 e p &lt; 0,001, respectivamente). Complicações ocorreram em 15% dos pacientes e notching, em 31%. CONCLUSÃO: Os pacientes submetidos à artroplastia reversa do ombro tiveram melhoria significativa de acordo com as escalas da ASES e EVA. A qualidade de vida melhorou significativamente de acordo com o aspecto físico do SF-12 e demonstrou tendência de melhoria no aspecto emocional. O índice de complicações foi de 15% e notching ocorreu em 31%. <![CDATA[Técnica de reparo <em>in situ</em> das lesões parciais da superfície articular do tendão do supraespinal]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-36162017000300303&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt ABSTRACT OBJECTIVE: To demonstrate the in situ repair technique of high-degree partial-thickness articular surface lesions of the supraspinatus tendon (SS). The procedure consists of the arthroscopic surgical repair of these lesions, without the need to complete the lesion, as occurs in traditional classical technique. A small incision is made in the longitudinal direction of the intact bursal fibers and where bone fixation anchors are introduced, which makes the procedure easier. These anchors are transferred to the tendon and thus enable the repair of the lesion. METHODS: 48 shoulders were operated in the period 2010-2015. The minimum follow-up was 12 months and maximum 60 months. Ages ranged from 38 years to 75 years (mean 54 years). They were indicated for the repair of high-degree symptomatic lesions and at least 30% intact superior bursal fibers of good quality. RESULTS: Patients were evaluated according to the UCLA criteria, the results were: 69% excellent, 17% good, 7% fair, and 7% poor. Fair results occurred in three patients with associated symptoms of polyarthralgia who remained with residual pain. Three patients developed postoperative joint stiffness (7%). CONCLUSION: The procedure under study is safe and easy to reproduce. It shows high rates of positive results (86%). The opening made in the bursal side of the SS tendon allowed the arthroscope to remain in the subacromial space, making it easier to perform surgery.<hr/>RESUMO OBJETIVO: Demonstrar a técnica de reparo in situ das lesões de espessura parcial da superfície articular de alto grau do tendão do supraespinal (SE). O procedimento consiste no reparo cirúrgico dessas lesões por via artroscópica, sem a necessidade de completar a lesão, como ocorre na técnica clássica tradicional. É feita uma pequena incisão longitudinal no sentido das fibras intactas bursais, por onde são introduzidas as âncoras de fixação óssea, o que torna mais fácil o procedimento. Essas âncoras são transferidas para o tendão e assim se faz o reparo da lesão. MÉTODOS: Foram operados 48 ombros de 2010 a 2015. O seguimento mínimo foi de 12 meses e o máximo de 60. A idade variou de 38 anos a 75 (média de 54). Foram indicadas para o reparo as lesões sintomáticas de alto grau que apresentassem pelo menos 30% da fibras superiores bursais intactas e de boa qualidade. RESULTADOS: Os pacientes foram avaliados segundo os critérios da Universidade da Califórnia em Los Angeles (UCLA), obtiveram-se resultados excelentes em 69%, bons em 17%, razoáveis em 7% e ruins em 7%. Os resultados razoáveis ocorreram em três pacientes que apresentavam sintomas associados de poliartralgia e permaneceram com dor residual. Três pacientes desenvolveram rigidez articular no pós-operatório (7%). CONCLUSÃO: O procedimento em estudo é seguro e de fácil reprodutibilidade e apresenta altos índices de resultados positivos (86%). A abertura feita no lado bursal do tendão do SE permitiu a manutenção do artroscópio no espaço subacromial e tornou mais fácil a cirurgia. <![CDATA[Correlação da flexão do cotovelo com a flexão da mão e do punho após neurotização dos fascículos do nervo ulnar para ramo motor do bíceps]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-36162017000300309&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt ABSTRACT OBJECTIVE: Gain in elbow flexion in patients with brachial plexus injury is extremely important. The transfer of a fascicle from the ulnar nerve to the motor branch of the musculocutaneous nerve (Oberlin surgery) is a treatment option. However, in some patients, gain in elbow flexion is associated with wrist and finger flexion. This study aimed to assess the frequency of this association and the functional behavior of the limb. METHODS: Case-control study of 18 patients who underwent the Oberlin surgery. Group 1 included patients without disassociation of range of elbow flexion and that of the fingers and wrist; Group 2 included patients in whom this disassociation was present. In the functional evaluation, the Sollerman and DASH tests were used. RESULTS: It was observed that 38.89% of the patients did not present disassociation of elbow flexion with flexion of the wrist and fingers. Despite the existence of a favorable difference in the group with disassociation of the movement, when the Sollerman protocol was applied to the comparison between both groups, this difference was not statistically significant. With the DASH test, however, there was a statistically significant difference in favor of the group of patients who managed to disassociate the movement. CONCLUSION: The association of elbow flexion with flexion of the wrist and fingers, in the group studied, was shown to be a frequent event, which influenced the functional result of the affected limb.<hr/>RESUMO OBJETIVO: O ganho da flexão do cotovelo em pacientes com lesão no plexo braquial é de suma importância. A cirurgia de transferência de fascículo do nervo ulnar para ramo motor do nervo musculocutâneo (cirurgia de Oberlin) é uma opção de tratamento. Contudo, o ganho da flexão do cotovelo, em alguns pacientes, vem associado à flexão do punho e dos dedos. O objetivo deste trabalho é avaliar a frequência dessa associação e o comprometimento funcional do membro. MÉTODOS: Estudo tipo caso-controle de 18 pacientes submetidos à cirurgia de Oberlin. No Grupo 1 foram incluídos os pacientes que não apresentavam dissociação do ganho da flexão do cotovelo com a dos dedos e do punho; no Grupo 2, os pacientes em que havia dissociação. Os testes de Sollerman e Disabilities of the Arm, Shoulder and Hand (Dash) foram usados na avaliação funcional. RESULTADOS: Observou-se que 38,89% dos pacientes não dissociavam flexão de cotovelo de flexão de punho e dos dedos. Apesar de existir uma diferença favorável ao grupo que dissociava o movimento quando aplicado o protocolo de Sollerman na comparação entre os pacientes dos dois grupos, essa não se mostrou estatisticamente significante. Já no teste Dash, observou-se diferença estatisticamente significante, favorável ao grupo de pacientes que consegue dissociar o movimento. CONCLUSÃO: A associação da flexão do cotovelo com a flexão de punho e dos dedos no grupo estudado mostrou ser um evento frequente, teve influência no resultado funcional do membro acometido. <![CDATA[Liberação percutânea do cotovelo de golfista sob anestesia local: um estudo prospectivo]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-36162017000300315&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt ABSTRACT OBJECTIVES: To evaluate the results of percutaneous golfer's elbow release under local anesthesia. METHODS: From December 2010 to December 2013, 34 elbows in 34 patients (10 males and 24 females) that presented golfer's elbow for over one year were recruited from the outpatient department. All patients were operated under local anesthesia and were followed-up for 12 months. The functional outcome was evaluated through the Mayo Elbow Performance Index (MEPI). RESULTS: Pain relief was achieved on average eight weeks after surgery. The results were excellent in 88.23% (30/34) cases and good in 11.76% (4/34) cases. Neither wound-related complications nor ulnar nerve complications were observed. On subjective evaluations, 88.23% (30/34) patients reported full satisfaction and 11.76% (4/34) patients reported partial satisfaction with the results of treatment. CONCLUSION: Percutaneous golfer's elbow release under local anesthesia is a minimally invasive procedure that can be performed in an outpatient setting. This procedure is easy, quick, and economical, presenting a low complication rate with good results.<hr/>RESUMO OBJETIVO: Avaliar os resultados da liberação percutânea do cotovelo de golfista sob anestesia local. MÉTODOS: Entre dezembro de 2010 e dezembro de 2013, 34 cotovelos em 34 pacientes (10 homens e 24 mulheres) que apresentavam cotovelo de golfista havia mais de um ano foram recrutados do ambulatório. Todos os pacientes foram operados sob anestesia local e foram acompanhados por 12 meses. O resultado funcional foi avaliado pelo Mayo Elbow Performance Index (MEPI). RESULTADOS: O alívio da dor foi alcançado em média oito semanas após a cirurgia. Os resultados foram excelentes em 88,23% (30/34) dos casos e bons em 11,76% (4/34) dos casos. Não se observaram complicações relacionadas à ferida nem complicações do nervo ulnar. Em avaliações subjetivas, 88,23% (30/34) dos pacientes relataram satisfação total e 11,76% (4/34) dos pacientes relataram satisfação parcial com os resultados do tratamento. CONCLUSÃO: A liberação percutânea do cotovelo de golfista sob anestesia local é um procedimento minimamente invasivo que pode ser feito em ambulatório. Esse procedimento é fácil, rápido e econômico, apresenta um baixo índice de complicações e bons resultados. <![CDATA[Avaliação comparativa dos resultados de três técnicas na reconstrução do ligamento cruzado anterior com seguimento mínimo de dois anos]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-36162017000300319&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt ABSTRACT OBJECTIVE: To compare the clinical results of the reconstruction of the anterior cruciate ligament by transtibial, transportal, and outside-in techniques. METHODS: This was a retrospective study on 90 patients (ACL reconstruction with autologous flexor tendons) operated between August 2009 and June 2012, by the medial transportal (30), transtibial (30), and “outside-in” (30) techniques. The following parameters were assessed: objective and subjective IKDC, Lysholm, KT1000, Lachman test, Pivot-Shift and anterior drawer test. RESULTS: On physical examination, the Lachman test and Pivot-Shift indicated a slight superiority of the outside-in technique, but without statistical significance (p = 0.132 and p = 0.186 respectively). The anterior drawer, KT1000, subjective IKDC, Lysholm, and objective IKDC tests showed similar results in the groups studied. A higher number of complications were observed in the medial transportal technique (p = 0.033). CONCLUSION: There were no statistically significant differences in the clinical results of patients undergoing reconstruction of the anterior cruciate ligament by transtibial, medial transportal, and outside-in techniques.<hr/>RESUMO OBJETIVO: Comparar os resultados clínicos objetivos e subjetivos da reconstrução do ligamento cruzado anterior (LCA) pelas técnicas transtibial, transportal e “de fora para dentro”. MÉTODOS: Estudo retrospectivo de 90 pacientes operados entre agosto de 2009 e junho de 2012, para reconstrução do LCA pelas técnicas transportal medial (30), transtibial (30) e “de fora para dentro” (30). Os pacientes foram avaliados por meio do International Knee Documentation Committee (IKDC) objetivo e subjetivo, escore Lysholm e testes KT1000, de Lachman, Pivot-Shift e gaveta anterior. RESULTADOS: Em relação ao exame físico, nos testes de Lachman e Pivot-Shift encontrou-se uma discreta superioridade da técnica “de fora para dentro”, porém sem significância estatística (p = 0,132 e p = 0,186 respectivamente). Gaveta anterior, KT1000, IKDC subjetivo, Lysholm e IKDC objetivo apresentaram resultados semelhantes nos grupos avaliados. Um maior número de complicações foi relatado na técnica transportal (p = 0,033). CONCLUSÃO: Resultados clínicos objetivos e subjetivos sem significância estatística na comparação das três técnicas de reconstrução do LCA. <![CDATA[Subcondroplastia no tratamento de lesões medulares ósseas no joelho - Experiência inicial]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-36162017000300325&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt ABSTRACT OBJECTIVE: To evaluate the use of subchondroplasty in the treatment of bone marrow lesions in an initial series of five cases. METHODS: The study included patients aged between 40 and 75 years old, with pain in the knee for at least six months, associated with high-signal MRI lesion on T2 sequences, on the tibia or femur. Patients were assessed using the visual analog pain scale and the KOOS score, one week before surgery and one, three, six, 12, and 24 weeks after the procedure. Subchondroplasty was performed with a technique developed for filling the area of the bone marrow lesion with a calcium phosphate bone substitute. RESULTS: The filling was performed on the medial femoral condyle in four patients and medial tibial plateau in one case. The assessment by the KOOS score presented a preoperative average of 38.44 points and 62.7, 58.08, 57.92, 63.34, and 71.26 points with one, three, six, 12, and 24 weeks after surgery, respectively. In the evaluation by the VAS, the average was 7.8 points preoperatively and 2.8, 3, 2.8, 1.8, and 0.6 points over the same periods. All patients were able to ambulate without additional support, on the first day after the procedure. One patient had a minimal graft dislocation to the soft tissue, with local pain, which resolved completely after a week. CONCLUSION: The subchondroplasty technique provided significant improvements in the parameters of pain and functional capacity in the short-term assessment.<hr/>RESUMO OBJETIVO: Avaliar o uso da técnica de subcondroplastia no tratamento das lesões medulares ósseas em série inicial de cinco casos. MÉTODOS: O estudo incluiu pacientes entre 40 e 75 anos, com dor em joelho com pelo menos seis meses de duração, associada à ressonância magnética com lesão hipercaptante em ponderação de T2 na tíbia ou no fêmur. Os pacientes foram avaliados segundo a escala visual analógica de dor (EVA) e pelo Knee Injury and Osteoarthritis Outcome Score (KOOS), uma semana antes da cirurgia e uma, três, seis, 12 e 24 semanas após. A subcondroplastia foi feita com técnica desenvolvida para o preenchimento, guiado por radioscopia, da área de lesão óssea medular, com o uso de substituto ósseo em pasta à base de fosfato de cálcio. RESULTADOS: O preenchimento foi feito com sucesso em todos os casos, quatro no côndilo femoral medial e um no planalto tibial medial. A avaliação pelo KOOS apresentou uma média pré-operatória de 38,44 pontos e 62,7, 58,08, 57,92, 63,34 e 71,26 pontos com uma, três, seis, 12 e 24 semanas após a cirurgia, respectivamente. Na avaliação pela EVA, a média foi de 7,8 pontos no pré-operatório e 2,8, 3, 2,8, 1,8 e 0,6 pontos nos mesmos períodos. Todos os pacientes conseguiram deambular, sem apoio adicional, já no primeiro dia após o procedimento. Um paciente apresentou mínimo extravasamento de enxerto para partes moles, causou dor local que se resolveu completamente após uma semana. CONCLUSÃO: A técnica de subcondroplastia desenvolvida proporcionou melhorias significativas nos parâmetros de dor e capacidade funcional na avaliação de curto prazo. <![CDATA[Arcada de Struthers: estudo anatômico e implicações clínicas]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-36162017000300331&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt ABSTRACT OBJECTIVE: To determine the frequency and features of the arcade of Struthers, and to assess its clinical implication in ulnar nerve compression. METHOD: Forty arms from 26 cadaver specimens were dissected in the Anatomy Laboratory of this institution. The extension of the arcade, distance from the medial epicondyle, and relation with ulnar nerve were recorded. RESULTS: The arcade of Struthers was identified in 40 dissected arms (100%). In 29 (72.5%) the ulnar nerve was covered by a muscular arcade, in nine (22.5%) by an aponeurotic arcade, and in two (5%) the arcade was beneath the ulnar nerve. The extension of the arcade ranged from 3.0 to 7.5 cm, and the distance from the medial epicondyle ranged from 2.5 to 7.0 cm. CONCLUSION: The arcade of Struthers is a musculoaponeurotic canal that represents an important site of entrapment or compression of the ulnar nerve. The arcade, the intermuscular septum, and the internal brachial ligament should be released in patients submitted to ulnar nerve anterior transposition surgery.<hr/>RESUMO OBJETIVO: Determinar a frequência e as características anatômicas da arcada de Struthers e avaliar sua implicação clínica na neuropatia compressiva do nervo ulnar. MÉTODO: Para este trabalho foram dissecados 40 membros de 26 cadáveres, pertencentes à disciplina de anatomia da instituição. A extensão da arcada, a distância da margem inferior da arcada ao epicôndilo medial do úmero e sua relação com o nervo ulnar foram registradas. RESULTADOS: A arcada de Struthers foi identificada nos 40 membros dissecados (100%), Em dois membros (5%), o nervo ulnar passava anteriormente à arcada. Em 29 (72,5%), uma porção variável do músculo tríceps cobria o nervo ulnar. Em nove membros (22,5%), o nervo estava coberto pela expansão aponeurótica do tríceps. A extensão da arcada variou de 3,0 a 7,5 cm e a distância da margem inferior da arcada ao epicôndilo medial variou de 2,5 a 7,0 cm. CONCLUSÃO: A arcada de Struthers é um canal musculoaponeurótico que representa importante local (potencial) de compressão do nervo ulnar. A arcada, o septo intermuscular medial e o ligamento braquial interno devem ser seccionados nos procedimentos cirúrgicos de transposição anterior do nervo ulnar no cotovelo. <![CDATA[Osteoma osteoide - Tratamento com radioablação guiada por tomografia computadorizada: uma série de casos]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-36162017000300337&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt ABSTRACT The osteoid osteoma is a benign primary bone tumor that affects mainly males in the second and third decades of life. Radiographic findings show a radiolucent nidus surrounded by reactive sclerotic bone, particularly in the long bones of the lower extremity. Clinically, it presents persistent pain, which is worse at night and improves with salicylates. It can be a self-limiting injury, with an average duration of three years, but because of pain intensity and intolerance to prolonged use of nonsteroidal anti-inflammatories, surgical treatment is an option. The diagnosis is suspected according to the history and radiographic findings, and the confirmation is made by histological analysis. The traditional surgical treatment is the complete excision of the nidus, but some disadvantages have been described, such as difficulties in localizing the lesion and risk of fracture during the procedure, hospital stay for pain control, and unfavorable esthetic outcome. The authors report a series of cases treated with thermal radiofrequency ablation guided by computed tomography in this service. It is a safe and an effective percutaneous method that aims to cure, minimizing the trauma and morbidity when compared with the conventional block-resection method.<hr/>RESUMO O osteoma osteoide é um tumor ósseo primário benigno que acomete mais o sexo masculino na segunda e terceira décadas da vida. Radiograficamente, caracteriza-se por um nicho radiolucente cercado por osso esclerótico reativo, principalmente em ossos longos da extremidade inferior. Clinicamente, apresenta uma dor persistente de longa duração, com pioria noturna e melhoria com salicilatos. Embora possa ser uma lesão autolimitada, com duração média de três anos, a ressecção da lesão é uma opção de tratamento devido à intensidade da dor e intolerância ao uso prolongado de anti-inflamatórios não hormonais. Sua suspeita diagnóstica baseia-se principalmente na história clínica e nos achados radiográficos, a confirmação é feita pelo estudo anatomopatológico. O tratamento cirúrgico clássico é a excisão cirúrgica completa do nicho, porém são descritas desvantagens como a dificuldade para a localização intraoperatória da lesão, risco de fratura durante o procedimento, tempo de internação hospitalar para controle álgico e resultado estético desfavorável. Relatamos uma série de casos tratados com termoablação por radiofrequência guiada por tomografia computadorizada em nosso serviço. Trata-se de um método percutâneo seguro e eficaz que tem como objetivo a cura, minimiza o trauma e a morbidade do procedimento, quando comparado com o método convencional de ressecção em bloco. <![CDATA[Características anatomorradiológicas na escoliose idiopática do adolescente com indicação cirúrgica]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-36162017000300344&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt ABSTRACT OBJECTIVE: This study aims to analyze the anatomical and radiological characteristics of adolescent idiopathic scoliosis patients with surgical indication. METHODS: Retrospective, descriptive study of 100 medical records pertaining to patients included in the group of scoliosis with surgical indication from the years 2008 to 2015. Descriptive statistics were used for statistical analysis. RESULTS: 28 patients met the inclusion and exclusion criteria, and were selected for the study. The average age was 15.4 (SD ± 1.2 years); in the selected sample, the female/male ratio was 6:1; the kyphosis measured in degrees by Cobb angle between T5-T12 had an average 32.10 (SD ± 13.37); according to the Lenke classification, the most prevalent type was type 2, representing 28.6% of cases. CONCLUSION: The mean patient age in the present study was 15.4 (SD ± 1.2 years); the most prevalent type was type 2 in the Lenke classification. There is a need for new anatomical and radiological studies to elucidate the morphological characteristics common in adolescent idiopathic scoliosis patients.<hr/>RESUMO OBJETIVO: Avaliar as características anatomorradiológicas em pacientes com escoliose idiopática do adolescente com indicação cirúrgica. MÉTODOS: Estudo descritivo retrospectivo de 100 prontuários de pacientes do grupo de escoliose com indicação cirúrgica de 2008 a 2015. A análise usada foi a estatística descritiva. RESULTADOS: Preencheram os critérios de inclusão e exclusão 28 pacientes e foram selecionados para o estudo. A média foi de 15,4 ± 1,2 anos DP; na amostra selecionada, a proporção menina:menino foi de 6:1; a cifose foi medida em graus pelo ângulo de Cobb entre T5-T12 e teve como média 32,10° ± 13,37° DP; segundo a classificação de Lenke, o mais prevalente foi o tipo 2, observado em 28,6% dos casos. CONCLUSÃO: A idade média dos pacientes no presente estudo foi de 15,4 anos; o mais prevalente foi o tipo 2 da classificação de Lenke. Novos trabalhos anatomorradiológicos são necessários para elucidar características morfológicas comuns nos pacientes com escoliose idiopática do adolescente. <![CDATA[O etanol pode ser usado como adjuvante na curetagem ampla a fim de reduzir a taxa de reincidência de cisto ósseo aneurismático?]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-36162017000300349&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt ABSTRACT OBJECTIVE: The best treatment of aneurysmal bone cyst (ABC) is still unclear. This study aimed to evaluate the usefulness of extended curettage and ethanol as an adjuvant to reduce local recurrence of ABCs. METHODS: Retrospectively, 68 cases treated for primary and secondary ABCs caused by benign tumors from 2003 to 2013 were enrolled to a follow-up visit between one to ten years after the surgery. The treatment protocol was en-bloc resection, biopsy and curettage, extended curettage consisted of curettage, high-speed burring, ethanol 96%, and electrocauterization (combined four-step alcohol-using approach) followed by defect filling, consecutively. RESULTS: Among 36 patients with primary ABCs (16 male, 20 female, mean age of 16 years, range 3-46 years), 29 cases were treated with the combined four-step alcohol-using approach, four patients with resection, and three with biopsy and curettage. Thirty-two cases had secondary ABCs on benign lesions (17 male, 15 female). The recurrence rate was 5.88 in all primary and secondary ABC cases; two recurrences among 29 patients with primary ABCs (6.9%) and one recurrence among the 22 cases with secondary ABCs (4.5%). CONCLUSIONS: It could be suggested that the combined four-step alcohol-using approach may result in a very low recurrence rate of primary and secondary ABC lesions.<hr/>RESUMO OBJETIVO: Ainda não se sabe qual o melhor tratamento para cistos ósseos aneurismáticos (COA). Este estudo teve como objetivo avaliar a utilidade da curetagem estendida e do etanol como adjuvante para reduzir a reincidência local de COAs. MÉTODOS: Retrospectivamente, 68 casos que receberam tratamento para COAs primários e secundários causados por tumores benignos entre 2003 e 2013 foram chamados para uma consulta de seguimento, em um intervalo entre um e dez anos após a cirurgia. O protocolo de tratamento foi ressecção em bloco, biópsia e curetagem; a curetagem estendida consistiu em curetagem, broqueamento em alta velocidade, etanol 96% e eletrocauterização (abordagem combinada em quatro etapas com álcool), seguida do preenchimento do defeito, de forma consecutiva. RESULTADOS: Entre os 36 pacientes com COAs primárias (16 do sexo masculino, 20 do feminino, média de 16 anos, intervalo 3-46), 29 casos foram tratados com a abordagem combinada em quatro etapas com álcool, quatro pacientes com ressecção e três com biópsia e curetagem; 32 casos apresentavam COAs secundárias em lesões benignas (17 do sexo masculino, 15 do feminino). A taxa de reincidência foi de 5,88 em todos os casos de COAs primárias e secundárias; duas reincidências foram observadas entre 29 pacientes com COAs primária (6,9%) e uma reincidência entre os 22 casos (4,5%) de COAs secundária. CONCLUSÃO: Sugere-se que a abordagem combinada em quatro etapas com álcool pode resultar em uma taxa de reincidência muito baixa em lesões COAs primárias e secundárias. <![CDATA[Reconstrução do tendão distal do bíceps com enxerto do tríceps: nota técnica]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-36162017000300354&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt ABSTRACT Rupture of the distal biceps brachii tendon typically occur in a contraction against resistance with the elbow in 90° of flexion. Chronic ruptures are uncommon and are complicated by tendon and muscle retraction and poor quality. Some reconstruction techniques have been described in the literature, with variations on the surgical exposures, type of graft (allo or autograft), graft donor site, and type of attachment to the radial tuberosity. The authors report the case of a patient presented a rupture of the distal biceps brachii tendon that took place five weeks earlier and, therefore, underwent reconstruction using autograft from the central strip of triceps tendon through double incision and fixation with anchors to the radial tuberosity. The use of the triceps brachii as autograft for reconstruction of chronic ruptures of the distal biceps had not yet been described in the literature. The authors have chosen to use it due to its biomechanical characteristics that qualify it as suitable for this procedure and because this is easier for collection, using the same operating field at the same joint, minimizing the negative effects of the donor area. After six months postoperatively, the patient has full movement arc and restoration of 96% of the flexion strength and 90% of the supination strength when compared with the contralateral limb. This procedure appears to be a good option for cases of chronic distal biceps rupture in older patients who have functional demand of supination.<hr/>RESUMO Rupturas do tendão distal do bíceps braquial ocorrem tipicamente com uma contração contrarresistência com o cotovelo em 90° de flexão. Rupturas crônicas são lesões incomuns e são complicadas pela retração e pobre qualidade tendínea e muscular. Algumas técnicas de reconstrução têm sido descritas na literatura, com variações na via de acesso, no tipo de enxerto (alo ou autoenxertos), na área doadora do enxerto e no tipo de fixação à tuberosidade radial. Descrevemos o caso de um paciente que apresentava ruptura do tendão distal do bíceps braquial havia cinco semanas, foi submetido à reconstrução com autoenxerto da tira central do tendão tricipital através de dupla incisão e fixação com âncoras à tuberosidade radial. O uso do tríceps braquial como autoenxerto para reconstrução de rupturas crônicas do bíceps distal ainda não havia sido descrito na literatura. Os autores optaram por ele devido às características biomecânicas que o credenciam como adequado para esse procedimento e à facilidade de coleta com o mesmo campo cirúrgico na mesma articulação, que minimizam os efeitos negativos da área doadora. Após seis meses de pós-operatório, o paciente apresenta arco de movimento completo e restauração de 96% da força de flexão e 90% da força de supinação quando comparado com o membro contralateral. A técnica descrita parece ser uma boa opção para casos de ruptura crônica do bíceps distal para pacientes mais velhos e que apresentam demanda funcional de supinação. <![CDATA[Perfuração tardia da artéria ilíaca externa após cirurgia de revisão acetabular: uma solução simples para uma complicação rara]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-36162017000300359&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt ABSTRACT Vascular lesions, although quite rare, are one of the most devastating complications in the context of a hip prosthesis. Therefore, the correct diagnosis is crucial to prevent irreversible damage to the patient. The authors present the case of a 70-year-old Caucasian woman with an ischemic lower limb as consequence of a late perforation of external iliac artery due to an acetabular screw. The issue was resolved by simply cutting part of the screw, avoiding other surgical options that would be much more aggressive for the patient. Careful clinical evaluation allowed for a correct diagnosis and a timely creative treatment, preventing further consequences to the patient.<hr/>RESUMO As lesões vasculares, embora muito raras, são uma das complicações mais devastadoras no contexto de uma prótese do quadril, pelo que o seu diagnóstico correto é fundamental para evitar danos irreversíveis ao paciente. Apresentamos o caso de uma mulher branca de 70 anos com um membro inferior isquêmico causado por uma perfuração tardia da artéria ilíaca externa devido a um parafuso acetabular. O problema foi resolvido simplesmente com o corte parte do parafuso, o que evitou outras opções cirúrgicas que poderiam ser muito mais agressivas para o paciente. A avaliação clínica cuidadosa permitiu um diagnóstico correto e um tratamento criativo a tempo de prevenir outras consequências para o paciente. <![CDATA[Fratura simultânea bilateral do colo do fêmur após queda doméstica em uma paciente idosa: relato de um caso raro]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-36162017000300363&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt ABSTRACT Simultaneous bilateral neck femur fracture is a rare entity that has been associated with underlying bone disease, various metabolic diseases, high-energy trauma, and seizure disorders. Its occurrence following minimal trauma is very rare. This article presents the case of a 66-year-old female who sustained bilateral intracapsular fracture neck femur following a slip and fall at home. Single-stage bilateral cemented total hip replacement was done using a direct lateral approach with alternate right and left lateral positions. The authors report a satisfactory outcome, with Harris hip score of 98 at one year, which persisted until her last follow-up at 30 months.<hr/>RESUMO A fratura simultânea bilateral do colo do fêmur é uma entidade rara que tem sido associada a doenças ósseas, diversas doenças metabólicas, traumas de alta energia e distúrbios convulsivos. Sua ocorrência após trauma mínimo é muito rara. Este artigo apresenta o caso de uma mulher de 66 anos que sofreu fratura intracapsular bilateral do colo do fêmur após um deslize e queda em casa. Uma artroplastia total do quadril, bilateral e cimentada foi feita em um único momento, com o uso de uma abordagem lateral direta, em que se alternaram as posições lateral direita e esquerda. Os autores relatam um resultado satisfatório, com Harris Hip Score de 98 após um ano, que persistiu até o último seguimento, aos 30 meses. <![CDATA[Transformação sarcomatosa de tumor lipomatoso fibro-histiocítico hemossiderótico: relato de caso]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-36162017000300366&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt ABSTRACT Hemosiderotic fibrohistiocytic lipomatous tumors are rare neoplasms that were first described in 2000. Initially considered a benign lipotamous lesion of the soft tissues, nowadays they are considered to be a locally aggressive tumor. They occur mainly in the foot and ankle of women in their fifth and sixth decades, although they may be found in any place in the lower limbs and, more rarely, in other parts of the body. Histologically, hemosiderotic fibrohistiocytic lipomatous tumors consist of a mixture of mature adipose tissue, fusiform cell fascicles, macrophages that often contain cytoplasmic hemosiderin, mononuclear inflammatory infiltrate, and stroma that may be focally myxoid. Local recurrence is observed in nearly one-third of all cases. There is no consensus in the literature whether this tumor is a part of a spectrum that comprises pleomorphic hyalinizing angiectatic tumors and myxoinflammatory fibroblastic malignant tumors, or if it is an independent entity. The authors report a case of a neoplasia after a diagnosis of a hemosiderotic fibrohistiocytic lipomatous tumor in a 38-year-old woman, with two recurrences and later sarcomatous transformation. An immunohistochemical study indicated myofibroblastic differentiation of a malignant neoplasm. To the best of the authors’ knowledge, there are only few reported cases of malignant transformation in hemosiderotic fibrohistiocytic lipomatous tumors.<hr/>RESUMO Os tumores lipomatosos fibro-histiocíticos hemossideróticos são neoplasias raras que foram descritas pela primeira vez em 2000. Inicialmente considerada uma lesão lipomatosa benigna dos tecidos moles, atualmente é considerado um tumor localmente agressivo. Essas lesões ocorrem principalmente no pé e no tornozelo das mulheres na quinta e sexta décadas de vida, embora possam ser encontrados em qualquer lugar nos membros inferiores e, mais raramente, em outras partes do corpo. Histologicamente, tumores lipomatosos fibro-histiocíticos hemossideróticos são formados por uma combinação de tecido adiposo maduro, fascículos de células fusiformes, macrófagos que contêm frequentemente hemossiderina citoplasmática, infiltrado inflamatório mononuclear e estroma, que pode ser focalmente mixoide. Há recidiva local em quase um terço dos casos. Não existe consenso na literatura se esse tumor faz parte de um espectro que envolve os tumores angiectásicos hialinizantes pleomórficos e os tumores fibroblásticos mixoinflamatórios malignos ou se configura uma entidade independente. Relatamos um caso de uma neoplasia com diagnóstico inicial de tumor lipomatoso fibro-histiocítico hemossiderótico em uma mulher de 38 anos, com duas recorrências e posterior transformação sarcomatosa. O estudo imuno-histoquímico indicou diferenciação miofibroblástica da neoplasia maligna. Encontramos apenas poucos casos relatados de transformação maligna de tumor lipomatoso fibro-histiocítico hemossiderótico.