Scielo RSS <![CDATA[Revista Brasileira de Ortopedia]]> http://www.scielo.br/rss.php?pid=0102-361620170002&lang=pt vol. 52 num. 2 lang. pt <![CDATA[SciELO Logo]]> http://www.scielo.br/img/en/fbpelogp.gif http://www.scielo.br <![CDATA[A SBOT será responsável pela formação básica da ortopedia]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-36162017000200123&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt <![CDATA[O uso de proteínas morfogenéticas ósseas (BMP) e pseudoartroses, uma revisão de literatura]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-36162017000200124&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt ABSTRACT Bone morphogenetic proteins (BMP) are multi-functional growth factors to promote bone healing with the proposal of less morbidity compared to the usual methods of bone graft harvest. Pseudoarthrosis occur when the fusion attempt fails, a solid fusion is not achieved, or there is motion across the segment leading to it, and it can be clinically symptomatic as pain, deformity, neurocompression, or hardware failure. BMPs are used at spinal fusion as a tool for the treatment of degenerative, traumatic, neoplastic and infectious conditions of the spine. This review shows that the use of BMPS is effective and secure when compared with iliac crest bone graft (ICGB); however, depending of the location of usage (cervical spine, lumbar spine or sacrum) and the medical status of the patient (presence of comorbidities, tobacco usage), it is more likely to exhibit complications. Therefore, the use of these proteins must be an informed decision of patient and physician preferences.<hr/>RESUMO Proteínas morfogenéticas do osso (Bone morphogenetic proteins [BMP]) são fatores de crescimento multifuncionais que promovem cicatrização óssea, propõem menos comorbidades comparada com os métodos usuais de colheita de enxerto ósseo. Pseudoartroses ocorrem quando a tentativa de fusão óssea falha, uma fusão sólida não é atingida ou quando há movimentação do segmento que leva à pseudoartrose, que pode ser clinicamente sintomática com dor, deformidade, neurocompressão ou falha na colocação de material de síntese. As BMPs são usadas em fusão colunar como ferramenta para o tratamento de trauma degenerativo, condições neoplásicas e infecciosas da coluna. A presente revisão da literatura mostra que o uso de BMPs é efetivo e seguro quando comparado com enxerto ósseo ilíaco. No entanto, a depender do local de uso (coluna cervical ou lombar ou sacro) e do estado médico do paciente (presença de comorbidades, tabagismo), é mais propício o aparecimento de complicações. Portanto, o uso dessas proteínas deve ser efetivado após uma decisão conjunta de preferências médicas e do paciente. <![CDATA[Transformação maligna na osteomielite crônica]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-36162017000200141&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt ABSTRACT INTRODUCTION: Carcinomatous degeneration is a rare and late complication developing decades after the diagnosis of chronic osteomyelitis. OBJECTIVES: To present the results from a retrospective study of six cases of squamous cell carcinoma arising from chronic osteomyelitis. METHODS: Six cases of chronic osteomyelitis related to cutaneous squamous cell carcinoma were identified. The cause and characteristics of the osteomyelitis were analyzed, as well as time up to malignancy, the suspicion signs for malignancy, the localization and histological type of the cancer, and the type and result of the treatment. RESULTS: The mean time between osteomyelitis onset and the diagnosis of malignant degeneration was 49.17 years (range: 32-65). The carcinoma resulted from tibia osteomyelitis in five cases and from femur osteomyelitis in one. The pathological examination indicated cutaneous squamous cell carcinoma in all cases. All the patients were staged as N0M0, except for one, whose lomboaortic lymph nodes were affected. The treatment consisted of amputation proximal to the tumor in all patients. No patient presented signs of local recurrence and only one had carcinoma metastasis. CONCLUSION: Early diagnosis and proximal amputation are essential for prognosis and final results in carcinomatous degeneration secondary to chronic osteomyelitis.<hr/>RESUMO INTRODUÇÃO: Degeneração carcinomatosa é uma complicação rara e tardia que se desenvolve décadas após o diagnóstico de osteomielite crônica. OBJETIVOS: Apresentar os resultados de um estudo retrospectivo de seis casos de carcinoma espino-celular em um contexto de osteomielite crônica. MÉTODOS: Identificamos seis casos de carcinoma espino-celular relacionados à osteomielite crônica. A causa e as características da osteomielite foram analisadas, bem como o tempo decorrido até transformação maligna, os sinais de suspeita de malignização, a localização e o tipo histológico do câncer e o tipo e os resultados do tratamento. RESULTADOS: O tempo médio entre a causa da osteomielite e o diagnóstico da transformação maligna foi de 49,17 anos (intervalo: 32 a 65). O câncer teve origem em osteomielites da tíbia em cinco casos e em uma osteomielite do fêmur em um caso. A análise histológica demonstrou carcinoma espinocelular cutâneo em todos os casos. Todos os pacientes foram estadiados como N0M0, com exceção de um que apresentava atingimento dos gânglios linfáticos lomboaórticos. O tratamento foi a amputação proximal ao tumor em todos os pacientes. Nenhum dos pacientes apresentou sinais de recidiva local e apenas um desenvolveu metastização do carcinoma espinocelular. CONCLUSÃO: O diagnóstico precoce e a amputação proximal ao tumor são fundamentais para o prognóstico e os resultados finais na transformação maligna secundária a osteomielite crônica. <![CDATA[Lesão do bíceps distal aguda: reparo por via única e fixação por âncora de sutura]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-36162017000200148&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt ABSTRACT OBJECTIVE: Clinical and functional assessment of the surgical treatment for acute injury of the distal insertion of the biceps brachial performed with a surgical technique using a single incision in proximal forearm and fixation with suture anchors in the radial tuberosity. METHODS: This study reviewed the medical records of patients who underwent surgical treatment of distal biceps injury during the period between January 2008 and July 2014. In a mean follow-up of 12 months, 22 patients with complete and acute injury, diagnosed through physical examination and imaging studies, were functionally assessed in the postoperative period regarding the range of motion (degrees of flexion-extension and pronation-supination), the presence of pain (VAS), the Andrews Carson-score, and the Mayo Elbow Performance Score (MEPS). RESULTS: During the postoperative follow-up assessment, no patient reported pain by VAS scale; all were satisfied with the esthetic appearance of the surgery. The range of articular movement remained unchanged at 95.4% of patients, with the loss of 8° of supination in one patient. No changes in muscle strength were observed. The results of the Andrews-Carson score were good in 4.6% and excellent in 95.4% of cases; the MEPS presented 100% of excellent results. The rate of complications was 27.2%, similar to the literature. CONCLUSION: Surgical repair of acute injury of the distal biceps trough a single incision in the proximal forearm and fixation with two suture anchors in the radial tuberosity is an effective and safe therapeutic option, allowing early motion and good functional results.<hr/>RESUMO OBJETIVO: Avaliação clínica e funcional do tratamento cirúrgico da lesão aguda da inserção distal do bíceps braquial pela técnica cirúrgica por via de acesso única no antebraço proximal e fixação com âncoras de sutura na tuberosidade radial. MÉTODO: Estudo feito por meio da revisão dos prontuários de pacientes submetidos a tratamento cirúrgico de lesão da inserção distal do bíceps braquial entre janeiro de 2008 e julho de 2014. Em um seguimento médio de 12 meses, 22 pacientes com lesão completa e aguda, diagnosticados por exame físico e exames de imagem, foram avaliados funcionalmente no pós-operatório por meio da mensuração da amplitude de movimentos (graus de flexoextensão e pronossupinação), pela presença de dor (EVA) e pelas escores de Andrews-Carson e Mayo Elbow Performance Score (MEPS). RESULTADOS: Durante a avaliação dos pacientes no seguimento pós-operatório, nenhum paciente referia dor pela escala EVA e todos estavam satisfeitos com a aparência estética da cirurgia. A amplitude de movimento articular encontrava-se inalterada em 95,4% dos pacientes, com a perda de 8o de supinação em um paciente. Os resultados segundo o escore de Andrews-Carson foram bons em 4,6% e excelentes em 95,4% dos casos; no MEPS, observaram-se 100% de resultados excelentes. A taxa de complicações foi de 27,2%, valor semelhante aos dados da literatura. CONCLUSÃO: O tratamento cirúrgico das lesões agudas do bíceps distal por via única com fixação com o uso de duas âncoras de sutura mostrou-se uma opção terapêutica segura e eficaz, permitiu movimentação precoce e bons resultados clínicos e funcionais. <![CDATA[Desarticulação da anca - Análise de uma série e revisão da literatura]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-36162017000200154&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt ABSTRACT OBJECTIVE: To present a retrospective study of 16 patients submitted to hip disarticulation. METHODS: During the period of 16 years, 16 patients who underwent hip disarticulation were identified. All of them were studied based on clinical records regarding the gender, age at surgery, disarticulation cause, postoperative complications, mortality rates and functional status after hip disarticulation. RESULTS: Hip disarticulation was performed electively in most cases and urgently in only three cases. The indications had the following origins: infection (n = 6), tumor (n = 6), trauma (n = 3), and ischemia (n = 2). The mean post-surgery survival was 200.5 days. The survival rates were 6875% after six months, 5625% after one year, and 50% after three years. The mortality rates were higher in disarticulations with traumatic (66.7%) and tumoral (60%) causes. Regarding the eight patients who survived, half of them ambulate with crutches and without prosthesis, 25% walk with limb prosthesis, and 25% are bedridden. Complications and mortality were higher in the cases of urgent surgery, and in those with traumatic and tumoral causes. CONCLUSION: Hip disarticulation is a major ablative surgery with obvious implications for limb functionality, as well as high rates of complications and mortality. However, when performed at the correct time and with proper indication, this procedure can be life-saving and can ensure the return to the home environment with a certain degree of quality of life.<hr/>RESUMO OBJETIVO: Apresentar um estudo retrospectivo em 16 pacientes submetidos a desarticulação da anca. MÉTODOS: Foram identificados 16 pacientes submetidos a desarticulação da anca ao longo de 16 anos. Todos foram estudados por meio dos registos clínicos quanto a sexo, idade na cirurgia, causa da desarticulação, complicações no pós-operatório, índices de mortalidade e grau de funcionalidade após a desarticulação da anca. RESULTADOS: A desarticulação da anca foi feita eletivamente na maioria das situações e apenas de forma urgente em três casos. As indicações tiveram as seguintes origens: infecção (n = 6), tumor (n = 5), traumatismo (n = 3) e isquemia (n = 2). O tempo médio global de sobrevivência pós-cirurgia foi de 200,5 dias. Os índices de sobrevivência foram de 68,75% após seis meses, 56,25% após um ano e de 50% após três anos. Os índices de mortalidade foram mais elevados nas desarticulações de causa traumática (66,7%) e de causa tumoral (60%). Em relação aos oito pacientes que permanecem vivos, metade faz marcha com apoio de muletas canadenses e sem prótese, 25% fazem marcha com membro protético e 25% encontram-se acamados. As taxas de complicações e mortalidade foram mais elevadas nas desarticulações urgentes e nas efetuadas em consequência de traumatismos e tumores. CONCLUSÃO: A desarticulação da anca é uma cirurgia altamente mutilante, com implicações óbvias na funcionalidade do membro e taxas elevadas de complicações e mortalidade. No entanto, quando efetuado em um momento adequado e com indicação correta, esse procedimento pode salvar a vida do paciente e garantir o seu regresso ao domicílio com alguma qualidade de vida. <![CDATA[Os pacientes emagrecem após artroplastia total de joelho?]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-36162017000200159&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt ABSTRACT OBJECTIVE: Several studies show that patients undergoing total knee arthroplasty (TKA) tend to maintain or gain weight after the procedure, which would result in increased wear of the prosthesis and new surgical interventions in a smaller period of time in comparison with patients with adequate body mass index (BMI). The aim of this study was to investigate the effect of TKA surgery on these patients' BMI. METHODS: Initially the records were analyzed, chosen at random from 91 patients undergoing TKA during the period from August 2011 to July 2013. Patients were stratified by BMI as normal weight (BMI between 20 and 25), overweight (BMI between 25 and 30), and obesity (BMI &gt; 30). They were re-evaluated in a minimum period of 18 months. RESULTS: The mean age of the sample population was 68.1 years; 69.1 for men and 67.2 for women. The mean preoperative BMI was 27.24 kg/m2. Among the study participants, in the preoperative period, 17 patients had normal weight, 65 were overweight, and nine were obese. Postoperative analysis showed weight loss in 41 patients (46%), and weight gain in 50 patients (54%). The mean postoperative BMI was 27.16 kg/m2, in general, experiencing a slight decline in the mean BMI of 0.08 kg/m2. CONCLUSION: Patients who underwent TKA did not achieve significant reduction in BMI after surgery.<hr/>RESUMO OBJETIVO: Diversos estudos demonstram que pacientes submetidos à artroplastia total do joelho (ATJ) tendem a manter ou a ganhar peso corporal após o procedimento, o que acarretaria aumento no desgaste da prótese e novas intervenções cirúrgicas em um tempo inferior àqueles que se mantém em índice de massa corporal (IMC) adequado. O objetivo deste estudo foi investigar o efeito da cirurgia de ATJ no IMC desses pacientes. MÉTODOS: Inicialmente foram analisados os prontuários, escolhidos ao acaso, de 91 pacientes submetidos à ATJ de agosto de 2011 a julho de 2013. Os pacientes foram estratificados pelo IMC como peso normal (IMC entre 20-25), sobrepeso (IMC entre 25-30) e obesidade (IMC &gt; 30) e reavaliados em 18 meses no mínimo. RESULTADOS: A média de idade da população amostral foi de 68,1 anos, 69,1 para homens e 67,2 para mulheres. O IMC médio pré-operatório foi de 27,24 kg/m2. Entre os participantes do estudo, no período pré-operatório, 17 pacientes apresentavam peso normal; 65, sobrepeso e nove, obesidade. A análise pós-operatória demonstrou diminuição no peso em 41 pacientes (46%) e ganho ponderal em 50 (54%). O IMC médio pós-operatório foi de 27,16 kg/m2, de forma geral, ocorreu uma ligeira queda do IMC médio em 0,08 kg/m2. CONCLUSÃO: Os pacientes submetidos à ATJ não obtiveram redução significativa do IMC após o procedimento cirúrgico. <![CDATA[Avaliação dos resultados funcionais após reparo artroscópico do manguito rotador com a técnica equivalente transóssea <strong><em>(suture bridge)</em></strong>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-36162017000200164&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt ABSTRACT OBJECTIVE: To evaluate the results of arthroscopic treatment of large and extensive rotator cuff injuries (RCI) that involved the supra and infraspinatus muscles using the suture bridge (SB) technique. METHODS: Between July 2010 and November 2014, 37 patients with RCI who were treated with SB technique were evaluated. The study included all patients with a minimum follow-up of 12 months who underwent primary surgery of the shoulder. Twenty-four patients were male and 13 were female. The mean age was 60 years (45-75). The dominant side was affected in 32 cases. The most common cause of injury was trauma (18 cases). The mean preoperative motion was 123°, 58°, T11. Through magnetic resonance imaging, 36 fatty degenerations were classified according to Goutallier. Patients underwent rotator cuff repair with SB technique, which consists of using a medial row anchor with two Corkscrew(r) fibertape(r) or fiberwire(r) at the articular margin, associated with lateral fixation without stitch using PushLocks(r) or SwiveLocks(r). RESULTS: The mean age was 60 years and mean fatty degeneration was 2.6. The mean range of motion (following the AAOS) in the postoperative evaluation was 148° of forward elevation, 55° in lateral rotation and medial rotation in T9. Using the criteria of the University of California at Los Angeles (UCLA), 35 (94%) patients had excellent and good results; one (2.7%), fair; and one (2.7%), poor. CONCLUSION: Arthroscopic repair of a large and extensive RCI using SB technique had good and excellent results in 94% of the patients.<hr/>RESUMO OBJETIVO: Avaliar o resultado do tratamento artroscópico das lesões do manguito rotador (LMR) grandes e extensas dos tendões dos músculos supraespinal e infraespinal por meio da técnica suture bridge (SB). MÉTODOS: Entre 2010 e 2014, 37 pacientes com LMR submetidos a esse tratamento foram avaliados. Todos tinham seguimento mínimo pós-operatório de 12 meses e foram submetidos a cirurgia primária: 24 eram do sexo masculino e 13 do feminino. A média foi de 60 anos (45 a 75). O lado dominante foi acometido em 32 casos. Entre as lesões, 18 foram decorrentes de trauma. O movimento pré-operatório foi de 123°, 58°, T11. Por meio da ressonância magnética foi classificada a degeneração gordurosa de 36 pacientes de acordo com Goutallier. Os pacientes foram submetidos a reparo do manguito pela técnica de SB, com o uso de uma fileira medial de duas âncoras Corkscrew(r) com fibertape(r) ou fiberwire(r) na margem articular, associadas à fixação lateral sem nós com o uso de PushLocks(r) ou SwiveLocks(r). RESULTADOS: A média de idade foi de 60 anos e a degeneração gordurosa média foi de 2,6, de acordo com Goutallier. A amplitude média dos movimentos (pela American Academy of Orthopaedic Surgeons [AAOS]) pós-operatória foi de 148°, 55°, T9. Pelos critérios da University of California at Los Angeles (UCLA), 35 (94%) pacientes tiveram resultados excelentes e bons; um (2,7%) paciente apresentou resultado regular e um (2,7%), ruim. CONCLUSÃO: O reparo artroscópico da LMR grande e extensa pela técnica de SB trouxe resultados bons e excelentes em 94% dos pacientes operados. <![CDATA[Variações anatômicas do músculo pronador redondo e sua importância nas síndromes compressivas]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-36162017000200169&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt ABSTRACT OBJECTIVE: To assess the anatomical variations of the pronator teres muscle (PTM) and its implication in the compression of the median nerve, which passes through the humeral and ulnar heads of the PTM. METHODS: For the present study, 100 upper limbs from human cadavers from the anatomy laboratory were dissected. Forty-six specimens were male and four, female, whose aged ranged from 28 to 77 years; 27 were white and 23, non-white. A pilot study consisting of six hands from three fresh cadaver dissections was conducted to familiarize the authors with the local anatomy; these were not included in the present study. RESULTS: The humeral and ulnar heads of PTM were present in 86 limbs. In 72 out of the 86 limbs, the median nerve was positioned between the two heads of the PTM; in 11, it passed through the muscle belly of ulnar head of the PTM, and in three, posteriorly to both heads of the PTM. When both heads were present, the median nerve was not observed as passing through the muscle belly of the humeral head of PTM. In 14 out of the 100 dissected limbs, the ulnar head of the PTM was not observed; in this situation, the median nerve was positioned posteriorly to the humeral head in 11 limbs, and passed through the humeral head in three. In 17 limbs, the ulnar head of PTM was little developed, with a fibrous band originating from the ulnar coronoid process, associated with a distal muscle component near the union with the humeral head. In four limbs, the ulnar head of the MPR was represented by a fibrous band. In both limbs of one cadaver, a fibrous band was observed between the supinator muscle and the humeral head of the PTM, passing over median nerve. CONCLUSION: The results suggest that these anatomical variations in relationship median nerve and PTM are potential factors for median nerve compression, as they narrow the space through which the median nerve passes.<hr/>RESUMO OBJETIVO: Analisar as variações anatômicas do músculo pronador redondo (MPR) e suas implicações na compressão do nervo mediano, que passa entre as cabeças umeral e ulnar do MPR. MÉTODO: Foram dissecados 100 membros superiores de cadáveres adultos pertencentes ao laboratório de anatomia; 46 cadáveres eram do sexo masculino e quatro do feminino. A idade variou entre 28 e 77 anos; 27 eram da etnia branca e 23, não branca. Um estudo piloto que incluiu três cadáveres frescos foi feito, para familiarização dos autores com a anatomia regional. Esses não foram incluídos no estudo. RESULTADOS: Em 86 membros, observou-se a presença das cabeças umeral e ulnar do MPR. Em 72 dos 86 membros, o nervo mediano estava posicionado entre as cabeças umeral e ulnar do MPR; em 11, esse encontrava-se através da massa muscular da cabeça ulnar do MPR e em três, o nervo mediano estava posicionado posteriormente às duas cabeças do MPR. Nos casos em que as duas cabeças do músculo estavam presentes, não se observou o nervo mediano passando através da massa muscular da cabeça umeral do MPR. Em 14 dos 100 membros dissecados, a cabeça ulnar do MPR não estava presente. Nessa situação, o nervo mediano posicionava-se posteriormente à cabeça umeral em 11 membros e através da cabeça umeral em três membros. Em 17 membros, a cabeça ulnar estava muito pouco desenvolvida, com conformação fibrosa em sua origem no processo coronoide da ulna, associada a um componente muscular distal, próximo a sua união com a cabeça umeral. Em quatro membros, a cabeça ulnar do MPR estava representada apenas por uma banda fibrosa. Nos dois membros de um cadáver, observou-se uma expansão fibrosa que saía do músculo supinador para a cabeça umeral do MPR, passando como uma cinta sobre o nervo mediano. CONCLUSÕES: Esses resultados sugerem que as variações anatômicas na relação nervo mediano e MPR representam fatores potenciais para compressão nervosa, por estreitar o espaço no qual passa o nervo mediano. <![CDATA[Avaliação dos níveis séricos da proteína C-reativa após artroplastia total do joelho]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-36162017000200176&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt ABSTRACT OBJECTIVE: To evaluate the behavior of C-reactive protein (CRP) levels in the first three weeks after total knee arthroplasty (TKA) and define the factors related to its variation. METHODS: We evaluated the CRP values in 103 patients undergoing primary TKA. Serum CRP was measured on the day before surgery, and on the third and twenty-first days after the procedure. RESULTS: PCR showed sudden increase on the third day after surgery, reaching the mean value of 111.9 mg/L, median 75.9 mg/L. Only one-third of the patients returned to normal levels in the third week. In the immediate postoperative period, CRP was not correlated with body mass index (BMI), age, gender, blood transfusion, or complications. CONCLUSION: Serum CRP remains high in the third week after TKA in most patients, and this change is primarily related to surgical trauma.<hr/>RESUMO OBJETIVO: Avaliar o comportamento da proteína C-reativa (PCR) sérica nas três primeiras semanas após artroplastia total do joelho (ATJ) e definir os fatores relacionados a sua variação. MÉTODOS: Foram avaliados os valores da PCR em 103 pacientes submetidos à ATJ primária. A PCR sérica foi dosada na véspera da cirurgia, no terceiro e no 21° dia após o procedimento. RESULTADOS: A PCR apresentou elevação súbita no terceiro dia após a cirurgia, atingiu o valor médio de 111,9 mg/L, com mediana de 75,9 mg/L. Somente um terço dos pacientes apresentou normalização na terceira semana. No pós-operatório imediato, não foi encontrada correlação da PCR com índice de massa corporal (IMC), idade, gênero, hemotransfusão ou complicações dos pacientes. CONCLUSÃO: A PCR sérica permanece elevada na terceira semana após ATJ na maioria dos pacientes e essa alteração está relacionada essencialmente ao trauma cirúrgico. <![CDATA[Resultado funcional após reparo artroscópico da tríplice instabilidade do ombro]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-36162017000200182&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt ABSTRACT OBJECTIVE: To evaluate the functional outcomes of patients submitted to arthroscopic repair of triple labral lesion. METHODS: This was an analytical retrospective study of patients who underwent arthroscopic treatment of triple labral lesion from March 2005 to December 2014. Patients with at least one year of postoperative follow-up were included. A total of nine patients were evaluated. The mean age was 32.3 years and the dominant side was affected in five patients. Patients were functionally assessed regarding the range of motion (ROM) in elevation, external rotation with the arm close to the body the arm in abduction of 90°, and internal rotation, and by the Carter-Rowe score. The degree of satisfaction was assessed at the end of the follow-up period. RESULTS: Three patients had less than five episodes of instability, four patients had between five and ten episodes, and two patients had more than ten episodes. Seven patients had positive O'Brien test for SLAP lesions and positive apprehension test in abduction and external rotation, and only one patient had apprehension in adduction and internal rotation. Three patients persisted with positive O'Brien test and one with apprehension in abduction and external rotation at the end of follow-up. The range of motion was complete in all cases. The median Carter-Rowe score increased from 40 preoperatively to 90 (p = 0.008). CONCLUSION: The arthroscopic repair of triple labral lesions allows for the restoration of the stability of the glenohumeral joint, achieving excellent functional results.<hr/>RESUMO OBJETIVO: Avaliar os resultados funcionais dos pacientes submetidos a reparo artroscópico da tríplice lesão labral do ombro. MÉTODOS: Estudo analítico retrospectivo de pacientes com tríplice lesão labral do ombro, submetidos a tratamento artroscópico de março de 2005 a dezembro de 2014. Foram incluídos pacientes com pelo menos um ano de seguimento pós-operatório. Nove pacientes foram avaliados. A média foi de 32,3 anos e o lado dominante foi afetado em cinco pacientes. Os pacientes foram avaliados funcionalmente por meio da amplitude de movimento em elevação, rotação externa com o braço junto ao corpo e com o braço em abdução de 90°, rotação interna e por meio do escore de Carter-Rowe. O grau de satisfação foi avaliado no fim do seguimento. RESULTADOS: Três pacientes tiveram menos de cinco episódios de instabilidade, quatro entre cinco e dez e dois mais de dez. Sete pacientes tiveram teste de O'Brien positivo para lesão do lábio superior de anterior para posterior (Slap, do inglês superior labrum anterior to posterior lesion) e apreensão em abdução e rotação externa positiva; apenas um apresentou apreensão em adução e rotação interna. Três pacientes persistiram com teste de O'Brien positivo e um com apreensão em abdução e rotação externa no fim do seguimento. A amplitude de movimento esteve completa em todos os casos na última avaliação. A média do escore de Carter-Rowe aumentou de 40 no pré-operatório para 90 (p = 0,008) . CONCLUSÃO: O reparo artroscópico da tríplice lesão labral permite restaurar a estabilidade da articulação glenoumeral e alcança excelentes resultados funcionais. <![CDATA[Osteotomias posteriores de três colunas para tratamento de cifose dorsal rígida - Série de casos]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-36162017000200189&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt ABSTRACT OBJECTIVE: To evaluate the results and complications of a series of patients who underwent three-column osteotomy using the posterior approach for correction of complex cases of rigid dorsal kyphotic deformity. METHODS: Review of clinical records and images of 15 consecutive cases of pedicle subtraction osteotomies, bone-disk-bone osteotomies, or vertebral column resection, recording the etiology, type and level of osteotomy, extension of fixation, complications, and pre- and post-surgical measurements of the sagittal curves and pelvic parameters. RESULTS: Six pedicle subtraction osteotomies were performed, one of which in two adjacent vertebrae, as well as two bone-disk-bone osteotomies and seven vertebral column resection, two of which were performed in two adjacent vertebrae. The mean correction was 39.3° for the angular kyphosis and 33.9° for dorsal kyphosis. The corrections were similar regardless of the kind of osteotomy, the operated spinal segment, or the approach in one or two levels, but this may be a sample effect. Eight complications were observed in six patients (40% of cases): two medical complications, five early and one late surgical complication (over 90 days after surgery). There were three reoperations within less than one year from the initial surgery and one case of persistent paraparesis. Clinical complications were resolved without sequelae. There was no significant loss of correction during the segment, except in two cases of major mechanical failure due to a junctional segment fracture. CONCLUSION: Despite being complex and aggressive procedures, prone to various complications, osteotomies with resection of the three columns are highly effective in the correction of rigid kyphotic deformities and safe enough to justify its use in selected cases.<hr/>RESUMO OBJETIVO: Avaliar os resultados e as complicações de uma série de pacientes submetidos a osteotomias das três colunas por abordagem posterior para correção de casos complexos de deformidade cifótica dorsal rígida. MÉTODOS: Revisão dos prontuários e das imagens de 15 casos consecutivos de osteotomias de subtração pedicular, osteotomias osso-disco-osso ou vertebrectomias posteriores totais, com registro das etiologias, tipo e nível de osteotomia, extensão da fixação, complicações e medidas pré- e pós-cirúrgicas das curvas sagitais e dos parâmetros pélvicos. RESULTADOS: Foram feitas seis osteotomias de subtração pedicular, uma em duas vértebras adjacentes e duas osso-disco-osso e sete vertebrectomias posteriores totais, duas em duas vértebras adjacentes. As médias de correção foram de 39,3° para a cifose angular e 33,9° para a cifose dorsal total. As correções foram semelhantes, independentemente do tipo de osteotomia usado, do segmento espinhal operado ou da abordagem em um ou dois níveis, mas isso pode ser efeito da amostra. Ocorreram oito complicações em seis pacientes (40% dos casos), duas clínicas, cinco cirúgicas precoces e uma cirúrgica tardia (mais de 90 dias após a cirurgia). Houve três reoperações com menos de um ano da cirurgia inicial e um caso de paraparesia mantida. As complicações clínicas foram resolvidas sem sequelas maiores. Não houve perda de correção significativa durante o segmento, exceto em dois casos de falha mecânica maior por fratura de segmento juncional. CONCLUSÃO: Embora sejam procedimentos complexos, agressivos e sujeitos a complicações, as osteotomias com ressecção das três colunas são altamente eficazes na correção das deformidades cifóticas rígidas e seguras o bastante para justificar seu uso em casos selecionados. <![CDATA[Previsibilidade da amplitude de movimento após artroplastia total do joelho com prótese medial pivot]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-36162017000200197&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt ABSTRACT OBJECTIVE: To assess whether there the final range of motion (ROM) results achieved by patients undergoing total knee arthroplasty (TKA) with prosthesis using Medial Pivot design are predictable. METHODS: Between January and August of 2014, 155 patients with primary osteoarthritis of knee who underwent TKA using the prosthesis ADVANCE(r) Medial Pivot were prospectively assessed. All ROM measures were made and recorded before, during, and after surgery. All patients were clinically assessed preoperatively and postoperatively (15, 45 days, three months, six months, one year, and annually thereafter after surgery); their functional status was assessed using the WOMAC questionnaire. RESULTS: Significant differences (p &lt; 0.001) were observed between the means and medians of ROM in the preoperative when compared with those during the perioperative; the perioperative values, when compared with those after six months postoperative, were also different (p &lt; 0.001). No significant differences were found between the means and medians ROM between the intraoperative period and at the 45-day assessment (ns) and between the means and medians ROM between the preoperative period and at the six-month evaluation (ns) . CONCLUSION: The final ROM achieved by patients that underwent TKA with medial pivot prosthesis can be predicted. The perioperative ROM correlates with that at 45 days after surgery. The final ROM is correlated with that of the pre-operative period.<hr/>RESUMO OBJETIVO: Avaliar se há previsibilidade da amplitude de movimentos alcançada por pacientes submetidos a artroplastia total do joelho com prótese que usa desenho medial pivot. MÉTODOS: Entre janeiro e agosto de 2014 foi feita avaliação prospectiva de 155 pacientes com osteoartrose primária do joelho submetidos a artroplastia total do joelho com o uso da prótese Advance(r) Medial Pivot. Todas as medidas da amplitude de movimentos foram feitas antes, durante e após a cirurgia. Todos os pacientes foram avaliados clinicamente no pré- e pós-operatório (15, 45 dias, três meses, seis meses, um ano e depois anualmente após a cirurgia) para a análise de seu estado funcional. O questionário Western Ontario and McMaster Universities Osteoarthritis Index (Womac) foi usado. RESULTADOS: Diferenças significativas (p &lt; 0,001) foram relatadas entre as médias e medianas da amplitude de movimentos no pré-operatório em comparação com as medidas obtidas no período intraoperatório. As medidas do pré-operatório também se mostraram diferentes quando comparadas com aquelas após seis meses de pós-operatório (p &lt; 0,001). Não foram encontradas diferenças significativas entre as médias e medianas da amplitude de movimento na comparação do intraoperatório e as medidas feitas aos 45 dias (ns) e entre as médias e medianas das medidas pré-operatórias e aquelas observadas aos seis meses (ns). CONCLUSÃO: Há previsibilidade da amplitude de movimentos obtida por pacientes submetidos a artroplastia total do joelho com prótese medial pivot. A amplitude aos 45 dias é semelhante àquela observada nas medidas intraoperatórias. A amplitude final está relacionada à amplitude pré-operatória. <![CDATA[Reconstrução do ligamento cruzado posterior em dupla banda com tendões flexores autólogos: resultados com seguimento mínimo de dois anos]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-36162017000200203&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt ABSTRACT OBJECTIVE: To present the outcomes of posterior cruciate ligament (PCL) double-bundle reconstruction using autologous hamstring tendons, with a minimum follow-up of two years. METHODS: Evaluation of 16 cases of PCL injury that underwent double-bundle reconstruction with autogenous hamstring tendons, between 2011 and 2013. The final sample consisted of 16 patients, 15 men and one woman, with a mean age of 31 years (21-49). The predominant mechanism was motorcycle accident in half of the cases. There was a mean interval of 15 months between the time of lesion and the surgery (three to 52 months). Five lesions were isolated and 11, associated. Clinical evaluation, application of validated scores, and measurements with use of the KT-1000 were performed. RESULTS: The analysis showed a mean preoperative Lysholm score of 50 points (28-87), progressing to 94 points (85-100) postoperatively. The IKDC score also demonstrated improvement. In the preoperative evaluation, four and 12 patients were respectively classified as C (abnormal) and D (very unusual), and in the postoperative evaluation six as A (normal) and ten as B (close to normal). In the post-operative evaluation by KT1000 arthrometer, 13 patients showed difference between 0-2 mm and 3 between 3 and 5 mm, when compared with the contralateral side. CONCLUSION: Autologous hamstring tendons are a viable option in double-bundle reconstruction of the PCL, with good clinical results in a minimum follow-up of two years.<hr/>RESUMO OBJETIVO: Apresentar os resultados de uma série de casos de reconstrução do ligamento cruzado posterior (LCP) em dupla banda com o uso dos tendões flexores autólogos, com seguimento mínimo de dois anos. MÉTODO: Avaliação de 16 casos de lesão do LCP submetidos a reconstrução em dupla banda com tendões flexores autólogos entre 2011 e 2013. A amostra final foi composta por 16 pacientes, 15 homens e uma mulher, com média de 31 anos (21-49). O mecanismo predominante foi acidente motociclístico em metade dos casos. Houve um intervalo médio de 15 meses entre a lesão e a cirurgia (três a 52 meses). Cinco lesões eram isoladas e 11, associadas. Foram feitas avaliação clínica, aplicação de escores validados e mensuração com uso do artrômetro KT-1000. RESULTADOS: A avaliação pela escala de Lysholm pré-operatória teve média de 55 pontos (28-87), evoluiu para uma média pós-operatória de 94 pontos (85-100). O IKDC também demonstrou melhoria. Na avaliação pré-operatória, quatro e 12 pacientes foram respectivamente classificados como C (anormal) e D (muito anormal); na avaliação pós-operatória, seis foram classificados como A (normal) e dez como B (próximo ao normal). Na avaliação pós-operatória pelo artrômetro KT1000, 13 pacientes apresentaram diferença entre 0-2 mm e três, entre 3-5 mm, na comparação com o lado contralateral. CONCLUSÃO: O uso dos tendões flexores autólogos é uma opção viável na reconstrução do LCP em dupla banda, apresenta bons resultados clínicos em seguimento mínimo de dois anos. <![CDATA[Osteoma osteóide da clavícula distal]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-36162017000200210&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt ABSTRACT The osteoid osteoma is a bone tumor that accounts for 10% of benign tumors. It was described in 1935 by Jaffe, as a tumor that affects the young adult population, with a predominance of males. This study aims to present a case of late diagnosis of a patient with osteoid osteoma of the distal clavicle region. Female patient, 44 years old, non-professional volleyball player, reported pain in the anterior and superior region of the shoulder girdle, specifically in the acromioclavicular joint, which worsened at night and had been treated for nine months as tendinitis of the rotator cuff and acromioclavicular joint arthritis. After confirming the diagnosis, the patient underwent open surgery with resection of the distal clavicle. At two years of follow-up, the patient presents without local pain. In the radiographic evaluation, coracoclavicular distance is preserved and there are no signs of recurrence. Tumors of the shoulder girdle are rare and are often diagnosed late. A high degree of suspicion for the diagnosis of tumors of the shoulder girdle is needed in order to avoid late diagnosis.<hr/>RESUMO O osteoma osteóide é um tumor ósseo que corresponde a 10% dos tumores benignos. Foi descrito em 1935 por Jaffe, como um tumor que acomete a população adulta jovem, com predominância no sexo masculino. O objetivo do trabalho é apresentar um caso de diagnóstico tardio de uma paciente com osteoma osteóide da região da clavícula distal e relatar seu tratamento. Paciente de 44 anos, jogadora de vôlei não profissional, com dores na região anterior e superior da cintura escapular, mais especificamente na articulação acromioclavicular, as quais pioravam a noite e que era tratada havia nove meses como uma tendinite do manguito rotador e artrite da articulação acromioclavicular. Após confirmação diagnóstica, a paciente foi submetida ao tratamento cirúrgico aberto com ressecção da clavícula distal. Atualmente a paciente encontra-se com dois anos de evolução sem dor local. Na avaliação radiográfica, a distância coracoclavicular encontra-se preservada e não há sinais de recidiva. Tumores ósseos da cintura escapular são raros e frequentemente são diagnosticados tardiamente. Deve-se ter um alto grau de suspeição para o diagnóstico de neoplasias da cintura escapular, a fim de evitar o diagnóstico tardio. <![CDATA[Fratura luxação intratorácica do úmero - Relato de caso e revisão da literatura]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-36162017000200215&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt ABSTRACT Shoulder fracture-dislocations are uncommon. Those associated with intrathoracic dislocation are very rare conditions, resulting from high-energy trauma; usually, the affected limb is in an abduction position. In Brazil, there is only one report of a teenager with displacement of the epiphysis into the chest cavity; the present is the first adult patient report of intrathoracic dislocation of the humerus. The authors present the case of a patient female, aged 56 years, who was hit by motorcycle and thrown approximately 5 meters away. She was rescued on site with thoracic, pelvic, and right upper limb trauma. Her chest was drained due to pneumothorax and multiple fractures of ribs; she was diagnosed with fracture-dislocation in four parts, with intrathoracic dislocation of the humeral head. Displaced forearm bones fracture was also diagnosed; the olecranon, scaphoid, and ischiopubic fractures were not displaced. The patient underwent a joint procedure with a cardiothoracic surgery team to remove the humeral head through thoracotomy and chest drainage; subsequently, a partial arthroplasty of the humerus was performed, with graft from the humeral head and fixation of forearm fractures. Conservative treatment was chosen for the other fractures. After three months, all fractures were healed with gradual functional improvement. The patient remained in physiotherapy and orthopedic monitoring, having been discharged from the thoracic surgery; in a severe depressive episode, the patient committed suicide after 11 months of the trauma.<hr/>RESUMO As fraturas luxações do ombro são incomuns; aquelas associadas com deslocamento intratorácico são condições muito raras e decorrentes de traumas de alta energia, nos quais o membro acometido geralmente está numa posição de abdução. No Brasil, existe apenas o relato de um adolescente com deslocamento da epífise para o interior da caixa torácica. Esse é o primeiro relato de paciente adulto com luxação intratoracica de umero. Os autores apresentam um caso de paciente feminina de 56 anos, atropelada por motocicleta e arremessada em torno de cinco metros de distância. Foi socorrida no local com trauma torácico, pélvico e do membro superior direito. Teve o tórax drenado devido a pneumotórax e múltiplas fraturas de arcos costais e recebeu o diagnóstico de fratura luxação em quatro partes com deslocamento intratorácico da cabeça umeral. Foram diagnosticadas fratura de ossos do antebraço desviada e fraturas do olécrano, do escafoide e dos ramos isquiopúbicos sem desvios. A paciente foi submetida a procedimento cirúrgico conjunto com uma equipe de cirurgia cardiotorácica para retirada da cabeça umeral por meio de toracotomia e drenagem torácica; posteriormente, uma artroplastia parcial do úmero foi feita, com enxertia proveniente da cabeça umeral, além de fixação das fraturas do antebraço. Nas demais fraturas, optou-se por tratamento conservador. Após três meses, todas as fraturas apresentavam-se consolidadas com melhoria gradual das funções. A paciente permaneceu em acompanhamento fisioterápico e ortopédico e recebeu alta da cirurgia torácica. Dentro de um quadro depressivo grave, cometeu suicídio 11 meses após o trauma. <![CDATA[Ressalto de escápula. Ressecção artroscópica de osteocondroma subescapular da região superomedial. Relato de caso e revisão da literatura]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-36162017000200220&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt ABSTRACT Snapping scapula syndrome has several etiologies, including subscapular osteochondroma. When this tumor needs to be removed, this can be done arthroscopically, a procedure that has restricted indications. The authors present a case of a patient with superomedial subscapular osteochondroma who underwent a scapulothoracic arthroscopy for its removal.<hr/>RESUMO A escápula em ressalto é uma síndrome com diversas etiologias, entre elas o osteocondroma subescapular. Quando esse tumor necessita ser retirado, é possível fazê-lo por via artroscópica, um procedimento que apresenta indicações restritas. Os autores apresentam neste artigo o caso de uma paciente com osteocondroma da região superomedial da face ventral da escápula, submetida a procedimento cirúrgico por artroscopia escápulotorácica para sua retirada. <![CDATA[Schwannoma gigante de nervo ulnar: relato de caso]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-36162017000200224&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt ABSTRACT Schwannomas are the most common benign neoplasms of the peripheral nerves in the upper limbs. Although many are asymptomatic, they can produce a mass effect, thus impinging against soft tissues or interfering with joint function. The authors present a case report and a review of a giant Schwannoma in the ulnar nerve.<hr/>RESUMO Os schwannomas são os tumores benignos mais comuns dos nervos periféricos nos membros superiores. Embora muitos sejam assintomáticos, podem produzir um efeito de massa e assim comprimir os tecidos moles adjacentes ou interferir na função articular. Os autores apresentam um relato de caso e uma revisão de um caso de schwannoma gigante no nervo cubital. <![CDATA[Hemartrose subtalar, um diagnóstico raro]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-36162017000200228&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt ABSTRACT Type B hemophilia usually affects patients with a family history of this disease and has a typical clinical picture. However, in the present case it appeared in a patient outside the typical age with no family history of hematologic malignancies and with an unusual clinical picture.<hr/>RESUMO A hemofilia do tipo B afeta normalmente pacientes com história familiar positiva para a doença e se apresenta com quadro clínico típico. No presente caso, no entanto, o diagnóstico se deu em um paciente fora da idade típica, sem histórico familiar de doenças hematológicas e quadro clínico diferente do habitual. <![CDATA[Migração extra-articular e transcutânea de parafuso de interferência de <strong><em>poly L,D-lactide</em></strong> após reconstrução do tendão poplíteo]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-36162017000200233&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt ABSTRACT Knee ligament reconstructions are commonly performed orthopedic procedures. Graft fixation is generally performed with metallic or absorbable interference screws. In a recent study, only ten reports of screw migration were retrieved; of these, only one was not related to the anterior cruciate ligament, and the majority was related to the use of poly-l-lactic acid (PLLA) screws. Only one case retrieved in the literature reported screw migration in reconstructions of the posterolateral corner, and that was to the intra-articular region. In the present article, the authors report a case of extra-articular and transcutaneous migration of a poly-l/D-lactide (PDLLA) interference screw following popliteal tendon reconstruction. Besides being the first case of popliteal tendon migration with extra-articular screw migration, no reports of PDLLA screw migration were retrieved in the literature.<hr/>RESUMO As reconstruções ligamentares do joelho são procedimentos ortopédicos frequentes. As fixações dos enxertos são mais comumente feitas com parafusos de interferência, metálicos ou absorvíveis. Em estudo recente, somente dez relatos sobre migração de parafusos foram encontrados; somente um deles não estava relacionado ao ligamento cruzado anterior (LCA) e a maioria estava relacionada a parafusos de poly-L-lactic acid (PLLA). Apenas um caso da literatura reportou migração de parafuso em reconstruções do canto posterolateral, essa para a região intra-articular. Neste artigo, os autores relatam um caso de migração extra-articular e transcutânea de um parafuso de interferência de poly L,D-lactide (PDLLA) após a reconstrução do tendão poplíteo. Além de ser o primeiro caso de reconstrução do tendão do poplíteo com migração extra-articular do parafuso, não foram encontrados na literatura relatos de migração de parafusos de PDLLA. <![CDATA[Tumor de Pindborg em fêmur distal]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-36162017000200238&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt ABSTRACT To describe a case of possible diagnosis of Pindborg tumor on the distal femur. A 32-years-old female patient, a native of Bolivia, resident in Brazil, arrived to this service for tumor research in the right femur. After biopsies and resection of the lesion, the case was referred to analysis and consultancy in the United States. In a report of review by the Pathology Laboratory, it was characterized the histological appearance and immunohistochemical profile were characteristic of Pindborg tumor. Currently, the patient is being followed-up at the Orthopedics and Traumatology Department of this institution, and presents a good evolution. This study presents the case of a patient with a rare tumor that was investigated for an extensive period and through many tests. Pindborg tumor was suggested as a diagnostic hypothesis due to the characteristics and behavior of the neoplastic lesion. Although this lesion is more commonly observed in odontology, the neoplasia was compatible with the diagnosis. Therefore, despite the fact that this tumor has benign characteristics, long-term monitoring is necessary, given the high rate of tumor recurrence.<hr/>RESUMO Descrever um caso de possível diagnóstico tumor de Pindborg em fêmur distal. A paciente de 32 anos, natural da Bolívia, residente no Brasil, veio a esse serviço para investigação de massa tumoral em fêmur direito. Após feitura de biópsias e ressecção da lesão, o caso foi encaminhado para análise e consultoria nos Estados Unidos. Em laudo de revisão do Laboratório de Patologia, foi caracterizado que o aspecto histológico e o perfil imuno-histoquímico eram característicos de tumor de Pindborg. Atualmente, a paciente é acompanhada no Serviço de Ortopedia e Traumatologia da nossa instituição e apresenta boa evolução. O relato descreve o caso de uma paciente com uma neoplasia rara que foi investigada por muito tempo e com auxílio de muitos exames. O tumor de Pindborg foi sugerido com hipótese diagnóstica devido às características e ao comportamento neoplásico da lesão. A despeito de ser uma lesão mais comumente observada no âmbito odontológico, a neoplasia da paciente mostrou-se compatível com o diagnóstico. Assim, mesmo se tratando de um tumor com características benignas, há a necessidade de acompanhamento por longo tempo, haja vista o alto grau de recorrência do tumor.