Scielo RSS <![CDATA[Revista Brasileira de Ortopedia]]> http://www.scielo.br/rss.php?pid=0102-361620180002&lang=pt vol. 53 num. 2 lang. pt <![CDATA[SciELO Logo]]> http://www.scielo.br/img/en/fbpelogp.gif http://www.scielo.br <![CDATA[Estudo transversal sobre o tratamento das fraturas supracondilianas do úmero na infância dos tipos Gartland II e III: opinião do ortopedista brasileiro]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-36162018000200129&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt ABSTRACT Objective: This study is aimed at determining, through a cross-sectional study, the preferred therapeutic method in Brazil considering the approach to Gartland type II and III supracondylar humerus fractures during childhood. Methods: The research project was approved by the Research Ethics Committee of Plataforma Brasil and the material was collected during the 46th Brazilian Orthopedics and Traumatology Congress. A questionnaire was developed to analyze two clinical scenarios about Gartland type II and III fractures. Results: The sample consisted of 301 questionnaires obtained from 5500 participants of the Congress who met the inclusion and non-inclusion criteria. In case 1, the following was observed: 140 (46.5%) of physicians opted for closed reduction with immobilization and 116 (38.5%) selected closed reduction and osteosynthesis, of whom 82 (70.7%) preferred two crossed Kirschner wires. In case 2, 294 (97.7%) considered that the treatment is urgent, and 225 (74.8%) of the interviewed orthopedists answered that they perform osteosynthesis with two crossed Kirschner wires. Conclusions: The opinion of orthopedic surgeons in Brazil varies for Gartland type II fractures. Type III fractures have a uniform conduct and they are treated urgently (97.7%). When osteosynthesis is necessary, it was observed that 82 (70.7%) and 225 (74.8%) of the interviewed surgeons opted for fixation with two crossed Kirschner wires.<hr/>RESUMO Objetivo: Este trabalho teve como objetivo determinar, num estudo transversal, qual é o método terapêutico preferencial usado no Brasil quando são abordadas as fraturas supracondilianas do úmero na infância dos tipos II e III da classificação de Gartland. Métodos: O projeto de pesquisa foi aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa da Plataforma Brasil e o material foi coletado durante o 46° Congresso Brasileiro de Ortopedia e Traumatologia. Elaboramos um questionário para averiguar a conduta nas duas situações clínicas de fraturas do tipo Gartland II e III. Resultados: A amostra constou de 301 questionários obtidos de 5.500 participantes do Congresso que contemplaram os critérios de inclusão e não inclusão. Para o caso 1 observamos que 140 (46,5%) médicos optam pela redução incruenta e imobilização e 116 (38,5%), pela redução incruenta e osteossíntese, dos quais 82 (70,7%) preferem a osteossíntese com dois fios de Kirschner cruzados. Para o caso 2, 294 (97,7%) entrevistados consideram que essas lesões devam ser abordadas na urgência, na qual 225 (74,8%) fazem a osteossíntese com dois fios de Kirschner cruzados. Conclusões: A opinião do ortopedista no Brasil varia para as fraturas do tipo II. Para as do tipo III, observamos que existe uma conduta uniforme, pois essas são tratadas na urgência (97,7%). Quando é necessária a osteossíntese, observamos que 82 (70,7%) e 225 (74,8%) dos entrevistados optam pela fixação com dois fios de Kirschner cruzados. <![CDATA[Avaliação das fraturas diafisárias do úmero tratadas cirurgicamente e comparação entre os métodos de fixação cirúrgica]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-36162018000200136&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt ABSTRACT Objective: The objective of this study is to analyze the surgical results of humeral shaft fracture treatment and describe its epidemiology. Methods: Retrospective study that identified all patients treated with surgical fixation of humeral shaft fractures between December of 2014 and June of 2016 in a trauma reference center. All medical records were reviewed in search of epidemiological data referent to the trauma and post-operative results, including radiographic healing of the fracture and related complications. Results: Fifty-one patients were included, mostly male (78.4%), with an average age of 35.02 years. The most common trauma mechanism was a traffic accident (56.9%) followed by same-level falls (17.6%). No statistically significant difference was found between healing time comparing surgical fixation techniques, including open reduction and internal fixation, minimally invasive technique, intramedullary nailing, and external fixation. Conclusion: Although each technique has inherent advantages and disadvantages, all fixation methods proved to be adequate options for the surgical treatment of humeral shaft fractures with high rates of healing and low rates of post-operative complications.<hr/>RESUMO Objetivo: Descrever o perfil dos pacientes com fraturas diafisárias do úmero, bem como analisar os resultados das diferentes modalidades cirúrgicas. Método: Estudo retrospectivo baseado na identificação de todos os casos de fraturas diafisárias de úmero submetidas a tratamento cirúrgico entre dezembro de 2014 e junho de 2016 em um serviço de referência em trauma, bem como na análise dos respectivos prontuários, e que buscou dados epidemiológicos referentes ao trauma e resultados pós-operatórios, inclusive tempo de consolidação e complicações relacionadas. Resultados: Foram incluídos 51 pacientes, dos quais a maioria do sexo masculino (78,4%), com média de 35,02 anos. O mecanismo de trauma mais prevalente foram acidentes de trânsito (56,9%), seguidos de quedas de mesmo nível (17,6%). Não foi encontrada diferença significante entre o tempo de consolidação dos diferentes métodos, inclusive redução aberta e fixação interna com placa e parafusos, técnica minimamente invasiva com placa em ponte, haste intramedular e fixação externa. Conclusões: Todos os métodos cirúrgicos avaliados mostraram-se adequadas opções para o tratamento cirúrgico das fraturas da diáfise do úmero, ainda que tenham vantagens e desvantagens inerentes a cada técnica, com altas taxas de consolidação e poucas complicações relatadas. <![CDATA[Avaliação de utilidade e acurácia de aplicativo móvel no planejamento de artroplastias totais do joelho]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-36162018000200142&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt ABSTRACT Objective: To evaluate the usefulness of an application when planning total knee arthroplasties (TKA), besides the accuracy when measuring the anatomical-mechanical femoral angle (AMFA), comparing, also, the time spent during planning a TKA manually and by using the application. Methods: An interdisciplinary team involving health and computer science areas established activities in order to develop the application. After development, 24 physicians underwent an application usability test. Each one planned a primary total knee arthroplasty (TKA) initially, in a conventional manner and then by using the application. Data concerning AMFA measurement and time spent during planning were collected, in both manners. The Mann-Whitney and Wilcoxon tests were used to evaluate statistical significance related to angle and time. Results: Users considered it important checking AMFA and drawing the bone cut lines orthogonal to the mechanical axis, when planning TKAs. They also assessed that the application could be useful for training surgeons and for specialists. There was no statistically significant difference between the AMFA, as measured by the application and by the conventional manner. The planning time was shorter when the application was used (39% of the time spent manually). Conclusions: The application has proved to be useful in planning TKAs and has revealed accuracy when measuring the AMFA when it was compared to the manual form of preoperative planning. The application was able to reduce planning time by more than half and it demonstrated reliability in measuring the AMFA.<hr/>RESUMO Objetivo: Avaliar a utilidade de aplicativo no planejamento de artroplastias totais do joelho (ATJ), além da acurácia em relação à aferição do ângulo anatômico-mecânico femoral (AAMF), e comparar o tempo dispendido no planejamento de ATJ através da forma manual e do aplicativo. Métodos: Uma equipe interdisciplinar das áreas de saúde e ciências da computação estabeleceu um fluxo de atividades, a fim de desenvolver um aplicativo. Após desenvolvido, 24 médicos participaram de um teste de utilidade desse. Cada usuário planejou uma cirurgia de ATJ, inicialmente, de forma convencional e, posteriormente, através do aplicativo. Foram coletados dados de aferição do AAMF e do tempo dispendido durante o planejamento entre as duas formas. Os testes de Mann-Whitney e Wilcoxon foram usados para avaliar a significância estatística entre os resultados de medição de ângulo e tempo. Resultados: Os usuários julgaram importantes a aferição do AAMF e o traçado de linhas de corte ósseo ortogonais aos eixos mecânicos, no âmbito do planejamento de ATJ. Também avaliaram que o aplicativo poderia ser útil para cirurgiões em formação e especialistas. Não houve diferença estatisticamente significante entre o AAMF aferido através do aplicativo e da forma convencional. O tempo de planejamento foi menor quando o aplicativo foi usado (39% do tempo gasto pela forma manual). Conclusões: O aplicativo evidenciou-se útil no contexto de planejamento de ATJ, mostrou-se acurado quanto à medição do AAMF. Foi capaz de diminuir em mais da metade o tempo de planejamento, mostrou-se, mesmo assim, confiável quanto à medição do AAMF. <![CDATA[Artroplastia de joelho com implante constrito e rotatório: uma opção para casos complexos primários e de revisão]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-36162018000200151&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt ABSTRACT Objective: To present the indications, technical aspects, and initial results of the first cases using Endo-Model™ implants in Brazil. Methods: A prospective study was conducted. It included nine patients submitted to a total knee arthroplasty, of which six were primary and three were revisions, using exclusively the Endo-Model™ implant. These patients were followed for an average of 12 months and evaluated with functional scores, such as the Knee injury and Osteoarthritis Outcome Score (KOOS), Knee Society Score (KSS), and visual analog pain scale (VAS). Results: There were statistically significant improvements in all scores evaluated in every patient. Only one complication occurred postoperatively (apraxia of the peroneal nerve) and did not require surgery revision. Conclusion: The use of a rotating-hinge implant for knee arthroplasty is a new option for complex cases with severe instability in Brazil; the initial results are satisfactory.<hr/>RESUMO Objetivo: Apresentar as indicações, os aspectos técnicos e os resultados iniciais dos primeiros casos do uso do implante constrito Endo-Model® no Brasil. Métodos: Foi conduzido um estudo prospectivo que incluiu nove pacientes submetidos a artroplastia total de joelho, seis primárias e três revisões, exclusivamente com o implante Endo-Model®. Esses pacientes foram acompanhados por uma média de 12 meses e avaliados com os escores funcionais do Knee Injury and Osteoarthritis Outcome Score (KOOS), Knee Society Score (KSS) e escala visual analógica de dor (EVA). Resultados: Todos os escores avaliados apresentaram melhorias estatisticamente significantes em todos os pacientes. Somente uma complicação pós-operatória foi observada (apraxia do nervo fibular), sem necessidade de revisão da cirurgia. Conclusão: O uso de implante em dobradiça rotatória em artroplastia de joelho é uma nova opção para casos complexos com instabilidade grave no Brasil, com resultados iniciais satisfatórios. <![CDATA[Análise comparativa da força do quadríceps e dos isquiotibiais na osteoartrite do joelho antes e após a artroplastia total do joelho: um estudo transversal]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-36162018000200158&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt ABSTRACT Objective: Compare the maximal isokinetic muscle strength of knee extensor and flexor muscles between patients with knee osteoarthritis and patients submitted to total knee arthroplasty. Methods: Volunteers were divided into five groups (n = 20): Control; Ahlbäck I and II; Ahlbäck IV; six months after total knee arthroplasty; 12 months after total knee arthroplasty. An isokinetic knee strength evaluation was conducted for the quadriceps and hamstrings at 60°/s. Results: Significant differences in the peak torque of the quadriceps and hamstrings were found among the groups (p &lt; 0.001). The Ahlbäck IV, six-month, and 12-month postoperative groups demonstrated lower values when compared to the Control and Ahlbäck I and II groups. When percentage values were compared to the Control group, mean differences ranged from 7% to 41%. Conclusion: Patients with healthy knees or early stage osteoarthritis have higher quadriceps and hamstrings strengths than those with a more advanced stage of the disease, even after knee replacement. These findings suggest that the traditional rehabilitation programs do not recover strength to levels observed in individuals without knee osteoarthritis.<hr/>RESUMO Objetivo: Comparar a força muscular isocinética máxima dos músculos extensores e flexores do joelho entre pacientes com osteoartrite do joelho e pacientes submetidos à artroplastia total do joelho. Métodos: Os voluntários foram divididos em cinco grupos (n = 20): Controle, Ahlbäck I e II; Ahlbäck IV; seis meses após artroplastia total do joelho; 12 meses após artroplastia total do joelho. O teste de força voluntária isocinética máxima foi feito para mensuração da força do quadríceps e isquiotibiais a 60/s. Resultados: Foram achadas diferenças significativas entre o pico de torque do quadríceps e dos isquiotibiais (p &lt; 0,001). Os grupos Ahlbäck IV, seis meses e 12 meses após cirurgia mostraram valores mais baixos quando comparados com os grupos controle e Ahlbäck I e II. Quando os valores percentuais foram comparados com o grupo Controle, as diferenças médias variaram de 7% a 41%. Conclusão: Os pacientes com joelhos saudáveis ou osteoartrite em estágio inicial apresentaram maior força no quadríceps e nos isquiotibiais do que pacientes em estágio mais avançado da doença, mesmo após a ATJ. Esses achados sugerem que os programas tradicionais de reabilitação não recuperam a força nos níveis observados em indivíduos sem osteoartrite do joelho. <![CDATA[O uso do manguito pneumático em pacientes submetidos a artroplastia total do joelho com ou sem calcificação da artéria poplítea]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-36162018000200165&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt ABSTRACT Objective: Identify the clinical and surgical complications associated with the use of a tourniquet in total knee arthroplasty in patients with or without calcification of the popliteal artery. Methods: The study was performed retrospectively, analyzing 58 patients with calcification of the popliteal artery and 57 patients as a control group. Results: The case group patients were significantly older than patients in the control group; however, this had no impact on the clinical outcome in the analyzed period.There were no complications during surgery in the groups studied, as there were no statistically significant differences between the incidence of local or systemic intercurrences in the analyzed period. Conclusion: This study found low rates of complications in patients undergoing total knee arthroplasties with use of a tourniquet, with or without calcification of the popliteal artery.<hr/>RESUMO Objetivo: Identificar as complicações clínicas e cirúrgicas associadas ao uso de torniquete na artroplastia total de joelho em pacientes com ou sem calcificação da artéria poplítea. Métodos: O estudo foi feito de modo retrospectivo, analisou 64 pacientes com calcificação da artéria poplítea e 57 pacientes como grupo controle. Resultados: Os pacientes do grupo de casos eram significativamente mais velhos do que os pacientes do grupo controle. Entretanto, tal fato não teve repercussão quanto ao desfecho clínico no período analisado. Não houve complicações durante o ato cirúrgico nos grupos estudados, bem como não houve diferenças estatisticamente significantes entre a incidência de intercorrências locais ou sistêmicas no período analisado. Conclusão: O presente estudo observou baixos índices de complicações em pacientes submetidos a artroplastia total do joelho com uso de torniquete com ou sem calcificação da artéria poplítea. <![CDATA[Fratura do terço médio da clavícula em atletas -Devemos operar?]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-36162018000200171&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt ABSTRACT Objective: To assess the results of the treatment of fractures of the middle third of the clavicle with a pre-contoured plate in athletes. Methods: The authors performed 26 osteosyntheseis in 25 patients with fractures of the middle third of the clavicle. The fractures were classified according to Robinson as 16 type B1 and ten type B2. The mean age was 37 years, ranging from 15 to 63 years, 20 patients were male and five were female, and all play sports in an amateur or professional manner. All patients were operated on in the acute phase of fracture within five days after trauma. Patients were treated with open reduction and internal fixation using pre-contoured plates. The technique and the implant used were the same, but the time of immobilization and rehabilitation protocol were individualized for each patient according to physical activity. Mean follow-up was 16.8 months (6-48 months), with return to sport activities in 45.6 days. Results: Functional assessment was performed using the University of California at Los Angeles (UCLA) score. The results averaged 34.07 of 35 points. No cases presented nonunion. Only one complication was observed (thrombosis of the subclavian vein with good response to conservative treatment); two patients required implant removal. Conclusion: The surgical treatment of clavicle fractures in athletes presented satisfactory functional outcome and early return sport.<hr/>RESUMO Objetivo: Avaliar os resultados do tratamento de fraturas do terço médio da clavícula com placas pré-contornadas em atletas. Métodos: Os autores fizeram 26 osteossínteses em 25 pacientes com fratura do terço médio da clavícula. As fraturas foram classificadas de acordo com Robinson como tipo 2B1 (16) e tipo 2B2 (dez). A média de idade foi de 37,6 anos, entre 15 e 63; 20 pacientes eram do sexo masculino e cinco do feminino, todos praticantes de alguma atividade esportiva de forma amadora ou profissional. Todos os pacientes foram tratados com redução aberta e fixação interna com placas pré-contornadas na fase aguda da fratura, dentro de, no máximo, cinco dias após o trauma. A técnica usada e o implante foram os mesmos para todos os pacientes, mas o tempo de imobilização e o protocolo de reabilitação foram individualizados para cada paciente, de acordo com a atividade física. A média do seguimento foi de 16,8 meses (6-48), com liberação para atividade esportiva com média de 45,6 dias. Resultados: A avaliação funcional foi feita através do escore da Universidade da Califórnia em Los Angeles (UCLA). Os resultados tiveram como mediana 34,07 de 35 pontos. Nenhum caso apresentou pseudartrose. Apenas uma complicação (trombose da veia subclávia com boa resposta ao tratamento conservador) foi observada; dois pacientes necessitaram remoção do implante. Conclusão: O tratamento cirúrgico das fraturas da clavícula em atletas apresentou resultado funcional satisfatório e retorno precoce ao esporte. <![CDATA[Operação de Bristow-Latarjet modificada no tratamento na luxação glenoumeral anterior traumática recidivante]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-36162018000200176&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt ABSTRACT Objective: Retrospective case-control study of authors experience in the modified Bristow-Latarjet procedure for treatment of recurrent traumatic anterior glenohumeral dislocation with glenoid bone injury. Methods: Sample with 102 recurrent glenohumeral dislocation cases submitted to modified Bristow-Latarjet procedure. Indications included situations of recurrent traumatic anterior glenohumeral instability with more than two dislocation episodes and with glenoid bone attritional or fragmentary injuries, without possibility of reconstruction. Mean follow-up time was 5.33 ± 2.74 years (minimum 1; range 1-13). Results: The mean Walch-Duplay Score at the last evaluation was 91.23 ± 11.46 (range 15-100). The functional score of patients with glenoid bone loss greater than 20% did not show a significant difference in comparison with patients with glenoid bone loss lower than 20% (90 vs. 92, respectively). The functional score also did not show a significant difference between sports practice categories and between recreational and competitive practice, being excellent (greater than 90) in every category. There were no dislocation recurrences and the only complications were a case of persistent instability and a screw revision. Mild glenohumeral osteoarthrosis imaging signs were identified in 7.84% of the patients; however, their functional scores were not significantly different in comparison to other patients. Conclusion: The modified Bristow-Latarjet procedure is a very effective procedure with few complications in the medium-term, showing very satisfactory functional outcomes in the treatment of recurrent traumatic anterior glenohumeral dislocation associated with glenoid bone injury.<hr/>RESUMO Objetivo: Estudo retrospectivo sobre a experiência dos autores na operação de Bristow-Latarjet modificada como tratamento da luxação glenoumeral anterior traumática recidivante com lesão óssea glenoidea. Métodos: Amostra com 102 casos de luxações glenoumerais submetidos à cirurgia de Bristow-Latarjet modificada. As indicações foram situações de instabilidade glenoumeral anterior traumática recidivante com número de episódios de luxações superior a dois e com lesão óssea da glenoide erosiva ou fragmentária, sem possibilidade de reconstrução. O tempo de seguimento médio foi de 5,33 ± 2,74 anos (mínimo 1; intervalo 1-13). Resultados: O escore de Walch-Duplay médio na última avaliação foi de 91,23 ± 11,46 (intervalo 15-100). O escore funcional dos pacientes com lesão óssea da glenoide superior a 20% não demonstrou diferença significativa em comparação com aqueles com lesão óssea da glenoide inferior a 20% (90 vs. 92, respetivamente). O escore funcional também não demonstrou diferença significativa entre as categorias de prática desportiva e entre a prática recreativa ou de competição, foi excelente (superior a 90) em todas as categorias. Não se verificou qualquer recidiva das luxações e as únicas complicações observadas foram um caso de instabilidade persistente e uma revisão de um parafuso. Foram identificados sinais imagiológicos de osteoartrose glenoumeral ligeira em 7,84% dos pacientes; no entanto, o escore funcional desses pacientes não demonstrou diferença significativa em comparação com o dos demais. Conclusão: A cirurgia de Bristow-Latarjet modificada descrita é uma intervenção muito eficaz e com reduzidas complicações em médio prazo, apresenta resultados funcionais muito satisfatórios no tratamento da instabilidade glenoumeral anterior recidivante associada a lesões ósseas da glenoide. <![CDATA[Reconstrução da membrana interóssea do antebraço no tratamento da instabilidade da articulação da radioulnar distal]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-36162018000200184&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt ABSTRACT Objectives: To measure the quality of life and clinical outcomes of patients treated with interosseous membrane (IOM) ligament reconstruction of the forearm, using the brachioradialis (BR), and describe a new surgical technique for the treatment of joint instability of the distal radioulnar joint (DRUJ). Methods: From January 2013 to September 2016, 24 patients with longitudinal injury of the distal radioulnar joint DRUJ were submitted to surgical treatment with a reconstruction procedure of the distal portion of the interosseous membrane or distal oblique band (DOB). The clinical-functional and radiographic parameters were analyzed and complications and time of return to work were described. Results: The follow-up time was 20 months (6-36). The ROM averaged 167.92° (93.29% of the normal side). VAS was 2/10 (1-6). DASH was 5.63/100 (1-18). The time to return to work was 7.37 months (3-12). As to complications, one patient had an unstable DRUJ, and was submitted to a new reconstruction by the Brian-Adams technique months. Currently, he has evolved with improved function, and has returned to his professional activities. Three other patients developed problems around the transverse K-wire and were treated with its removal, all of whom are doing well. Conclusion: The new approach presented in this study is safe and effective in the treatment of longitudinal instability of the DRUJ, since it has low rate of complications, as well as satisfactory radiographic, clinical, and functional results. It allows return to social and professional activities, and increases the quality of life of these patients.<hr/>RESUMO Objetivos: Mensurar a qualidade de vida e os resultados clínico-funcionais dos pacientes submetidos à reconstrução ligamentar de membrana interóssea (MIO) do antebraço com o uso do braquioestilorradial (BR) e descrever uma nova técnica cirúrgica. Método: De janeiro de 2013 a setembro de 2016, 24 pacientes com lesão longitudinal da articulação radioulnar distal (ARUD) foram submetidos ao tratamento cirúrgico de reconstrução da porção distal da membrana interóssea ou distal oblique band (DOB). Foram analisados os parâmetros clínico-funcionais e radiográficos e descritos as complicações e o tempo de retorno ao trabalho. Resultados: O tempo de seguimento foi de 20 meses [6-36]. A ADM foi em média 167,92° (93,29% do lado normal). A VAS foi 2/10 [1-6]. O DASH foi de 5,63/100 [1-18]. O tempo de retorno ao trabalho foi de 7,37 meses [3-12]. Quanto às complicações, um paciente evoluiu com instabilidade da ARUD e foi submetido a nova reconstrução pela técnica de Brian-Adams. Evoluiu com melhoria funcional e retornou às atividades profissionais. Outros três pacientes evoluíram com problemas ao redor do fio de Kirschner transverso à ARUD e foram tratados com a remoção desse, todos evoluíram bem. Conclusão: A nova abordagem apresentada neste estudo demonstrou-se segura e eficaz no tratamento da instabilidade longitudinal da ARUD, já que apresentou baixa taxa de complicações, bem como resultados radiográficos, clínicos e funcionais satisfatórios, o que melhorou a qualidade de vida desses pacientes. <![CDATA[Tumores benignos que afetam o nervo mediano. Relato das estratégias cirúrgicas e diagnósticas na série de casos]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-36162018000200192&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt ABSTRACT Objective: The aim of this study was to describe the strategies adopted in this institution to diagnose and treat patients with benign tumors affecting the median nerve. Methods: A retrospective chart review study of all patients operated on between 2010 and 2015. Histology, symptoms, complementary exams, surgical techniques performed, and demographic characteristics were analyzed. Results: Fifty-four patients were included in the study. There were three neurofibromas, six schwannomas, 15 lipofibromatous hamartomas, three hemangiomas, 12 lipomas, one benign fibrohistiocytoma, and 14 synovial cysts. Complete tumoral resection was performed in 32 cases, partial resection in five, segmented nerve resection in one, nerve decompression in eight, and amputation for macrodactyly in eight. Conclusions: The most important recommendations on treating benign tumors of the median nerve are related to the clinical symptoms, tumoral growth, and tumoral nature. The surgical approach resulted in good function for 60% of the patients. However, lipofibromatous hamartomas, hemangiomas, and neurofibromas were associated with preoperative functional deficit. It may be inferred that the diagnosis and treatment of these tumors should be performed earlier.<hr/>RESUMO Objetivo: Descrever as estratégias adotadas nesta instituição para o diagnóstico e tratamento de pacientes com tumores benignos que afetam o nervo mediano. Métodos: Um estudo de revisão retrospectivo foi feito com todos os pacientes operados entre 2010 e 2015. Foram analisados histologia, sintomas, exames complementares, técnicas cirúrgicas aplicadas e características demográficas. Resultados: O estudo incluiu 54 pacientes. Observaram-se três casos de neurofibromas, seis schwannomas, 15 hamartomas lipofibromatosos, três hemangiomas, 12 lipomas, um fibro-histiocitoma benigno e 14 cistos sinoviais. Em 33 casos, foi feita ressecção tumoral completa; em cinco, ressecção parcial; em um, ressecção segmentar de nervo; em oito, descompressão de nervo; e em oito, amputação de macrodactilia. Conclusões: As recomendações mais importantes no que diz respeito ao tratamento de tumores benignos do nervo mediano estão relacionadas aos sintomas clínicos, ao crescimento tumoral e à natureza tumoral. A abordagem cirúrgica levou a bons resultados funcionais em 60% dos pacientes. No entanto, hamartomas lipofibromatosos, hemangiomas e neurofibromas foram associados ao déficit funcional pré-operatório. Pode-se inferir que o diagnóstico e o tratamento desses tumores devem ser feitos de forma precoce. <![CDATA[Estudo retrospectivo para avaliação do tratamento de lesões da polpa digital com retalho homodigital]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-36162018000200200&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt ABSTRACT Objective: To assess the homodigital flap surgical procedure, as well as the function of the finger, pain, sensation, esthetics, and patient satisfaction. Method: Retrospective analysis of records and questionnaires of patients who underwent this surgical technique between the months of May 2013 and October 2016. Eight were included in the study, with an average follow-up period of 23 months. Patients with digital pulp lesions of the thumbs and those who did not perform rehabilitation were excluded. All underwent the two-point discrimination test, the Semmes-Weinstein test, and range of motion evaluation. The age varied from 22 to 59 years (average of 32.9), six (75%) being male patients. Results: Three patients (37.5%) had involvement of the right hand and five of the left (62.5%). Regarding the etiology, seven suffered injury and one a chemical burn. The average distance obtained from the two-point discrimination test was 7.3 mm. All patients who underwent the Semmes-Weinstein test obtained response to the purple filament. The average sum of the range of motion of the affected digit was 98.9%. The flap area was on average 294.4 mm2. The return to work averaged seven weeks. A positive Tinel sign was found in the donating area and two reported intolerance to cold. Partial or total necrosis of the flap was not observed. Conclusion: The homodigital flap technique presented satisfactory esthetics and functional results regarding feasibility, sensation, and digital mobility in pulp lesions.<hr/>RESUMO Objetivo: Avaliar o procedimento cirúrgico de retalho homodigital, bem como a função do quirodáctilo, a dor, a sensibilidade, a estética e a satisfação do paciente. Método: Análise retrospectiva de prontuários e questionários de pacientes submetidos a essa técnica entre maio de 2013 e outubro de 2016. Oito pacientes foram incluídos no estudo, com uma média de seguimento de 23 meses. Foram excluídos os pacientes com lesões de polpa digital em polegares e os que não fizeram reabilitação. Todos os pacientes fizeram os testes de discriminação entre dois pontos, Semmes-Weinstein, e avaliação do arco de movimento. A idade variou entre 22 e 59 anos (média de 32,9), seis (75%) eram do sexo masculino. Resultados: Três pacientes (37,5%) tiveram acometimento da mão direita e cinco (62,5%), da esquerda. Com relação à etiologia, sete sofreram lesão traumática e um sofreu queimadura química. A distância média obtida no teste de discriminação entre dois pontos foi de 7,3 mm. Todos os pacientes submetidos ao teste Semmes-Weinstein obtiveram resposta ao filamento de cor roxa. A média da somatória do arco de movimento do dígito acometido foi de 98,9%. A área do retalho foi em média de 294,4 mm2. O retorno ao trabalho foi em torno de sete semanas. Um apresentou sinal de Tinel positivo na área doadora e dois referiram intolerância ao frio. Não se observou necrose parcial ou total do retalho. Conclusão: A técnica do retalho homodigital apresentou resultados estéticos e funcionais satisfatórios quanto à viabilidade, sensibilidade e mobilidade digital em lesões da polpa. <![CDATA[Correlações clínicas, funcionais e imagiológicas após artroplastia da articulação metacarpofalangiana com implante de silicone na mão reumatoide]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-36162018000200208&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt ABSTRACT Objective: Evaluation of rheumatoid hand-associated metacarpophalangeal joint silicone arthroplasty most often relies on functional scores alone. This study aimed to understand the correlation between perceived and observed function, strength, and alignment. Methods: Cross-sectional study including all 11 women (15 hands) submitted to second to fifth metacarpophalangeal joint arthroplasty due to rheumatoid arthritis involvement for a time period of seven years. Measurements relied on the Michigan Hand Outcomes Questionnaire, Lafayette Purdue Pegboard, pinch and grip strength, and analysis of a lateral “OK-sign” X-ray view. Correlation analysis used Spearman's coefficient, assuming statistical significance for p-values &lt; 0.05. Results: Objective function was strongly correlated with all other variables (p &lt; 0.05), while perceived function failed to correlate with articular alignment in both measurements (p = 0.240 and p = 0.354). Strength and alignment were also strongly correlated (p &lt; 0.05). Conclusions: Most measurements strongly correlate with each other, with emphasis on objective dexterity measurement.<hr/>RESUMO Objetivo: Na maioria das vezes, a avaliação da artroplastia da articulação metacarpofalangeana com implante de silicone é feita apenas por meio de escores funcionais. Este estudo teve como objetivo compreender a correlação entre função, força e alinhamento percebidos e observados. Métodos: Este estudo transversal incluiu todas as 11 mulheres (15 mãos) submetidas à artroplastia metacarpofalangeana no segundo ao quinto dedo devido a artrite reumatoide em um período de sete anos. As medições basearam-se no Michigan Hand Outcomes Questionnaire, no Lafayette Purdue Pegboard e nas forças de pinça e preensão, além da análise de radiografia da mão em leque. O coeficiente de Spearman foi usado para avaliar a correlação; valores de p &lt; 0,05 foram considerados estatisticamente significantes. Resultados: A função objetiva foi fortemente correlacionada a todas as outras variáveis (p &lt; 0,05). Por outro lado, a função percebida não foi correlacionada ao alinhamento articular em ambas as medições (p = 0,240 e p = 0,354). A força e o alinhamento também estiveram fortemente correlacionados (p &lt; 0,05). Conclusões: A maioria das medições se correlacionou fortemente entre si, com ênfase na medição objetiva da destreza. <![CDATA[O uso da osteotomia das três colunas no tratamento de deformidades rígidas da coluna vertebral do adulto]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-36162018000200213&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt ABSTRACT Objective: To analyze and characterize data about clinical outcome and complication rates in three-column osteotomies (3 CO) for treatment of rigid adult spine deformity (ASD). Methods: Baseline and postoperative clinical outcomes, considering the Oswestry Disability Index (ODI) and Scoliosis Research Society-22 (SRS-22) questionnaires, radiographic parameters, and demographic data of patients who underwent 3 CO procedure for fixed ASD treatment were collected. Surgical characteristics and reports of perioperative complications were recorded, as well as those that occurred at a minimum follow-up of 12 months. Results: Ten patients underwent 3 CO and had a minimum follow-up of 12 months (mean 24 months). The patients showed significantly improved health-related quality of life scores (ODI, SRS-22 total, function/activity, pain, and appearance). They also presented a significant improvement in all radiographic parameters considered in the study. Taking into account the surgical procedure, the operative time was significantly higher in patients with staged procedure than in patients with single-stage surgery (p = 0.003), with similar estimated blood loss and complication incidence. There were ten complications in six patients (60%), with a mean of 1.0 complication per patient. Conclusions: Despite of the high complication rates, 3 CO was an effective technique, considering clinical and radiographic outcomes, to treat complex cases of rigid ASD in a sample of patients operated in a Brazilian spine center, with a minimum follow-up of 12 months.<hr/>RESUMO Objetivo: Analisar e descrever dados sobre o resultado clínico e as taxas de complicações em pacientes submetidos a osteotomia das três colunas (O3 C) para o tratamento de deformidade da coluna vertebral no adulto (DCVA) rígida em um mesmo serviço no Brasil. Métodos: Foram coletados dados clínicos, considerando os questionários Oswestry Disability Index (ODI) e Scoliosis Research Society-22 (SRS-22), e radiográficos pré- e pós-operatórios, além de dados demográficos, de pacientes submetidos a O3 C para tratamento de DCVA rígidas. Também foram coletados dados sobre o procedimento cirúrgico e complicações perioperatórias e no seguimento dos pacientes, com tempo mínimo de 12 meses. Resultados: O estudo incluiu dez pacientes com mínimo de 12 meses de seguimento (média de 24 meses). Houve melhoria significante nos indicadores de qualidade de vida (ODI, SRS-22 Total, Função/Atividade, Dor e Aparência). Houve melhoria significante de todos os parâmetros radiográficos analisados. Considerando o procedimento cirúrgico, o tempo de cirurgia foi significativamente maior nos pacientes com cirurgia estagiada do que naqueles com apenas um tempo cirúrgico (p = 0,003), foram similares o sangramento estimado e a incidência de complicações entre tais pacientes. Dez complicações foram observadas em seis (60%) pacientes, com média de uma complicação por paciente Conclusões: Apesar da elevada taxa de complicações, demonstrou-se que a O3 C é uma técnica bem-sucedida considerando o resultado clínico e radiográfico no tratamento de casos complexos de DCVA rígida em uma amostra de pacientes operados em um serviço de saúde brasileiro, com mínimo de 12 meses de seguimento <![CDATA[Tradução e adaptação cultural para a língua portuguesa do instrumento de avaliação para artroplastias de quadril e joelho <em>Forgotten Joint Score</em>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-36162018000200221&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt ABSTRACT Objective: To translate and adapt culturally to Brazilian Portuguese the Forgotten Joint Score (FJS) patient-reported outcome questionnaire. Methods: Forty-five patients in the postoperative period (3-12 months) of total knee and hip arthroplasty were asked to answer the Br FJS questionnaire, translated into Portuguese based on the guidelines of the International Society for Pharmacoeconomics and Outcomes Research (ISPOR). Results: Twenty-three patients completed the questionnaire correctly, suggesting changes when pertinent. In the first round of answers, it was observed that 20% had difficulty in understanding the expression “joint awareness.” In further harmonization of the questionnaire, it was decided to change the term “awareness” for “remember.” After this change no difficulty was observed in understanding for more than 85% of patients. Conclusion: The FJS questionnaire was translated and culturally adapted to Brazilian Portuguese. Additional studies are underway to compare the reproducibility and validity of the Brazilian translation to other questionnaires already established for the same outcome.<hr/>RESUMO Objetivo: Traduzir para a língua portuguesa e adaptar culturalmente para o Brasil o questionário autoavaliativo Forgotten Joint Score (FJS) para mensuração de desfecho clínico em artroplastia total de joelho e quadril. Métodos: O processo de tradução seguiu as diretrizes da International Society for Pharmacoeconomics and Outcomes Research (ISPOR). Quarenta e cinco pacientes em pós-operatório (3-12 meses) de artroplastia total de joelho e quadril foram selecionados para responder ao Forgotten Joint Score traduzido para o português (Br-FJS) para a validação cultural do questionário. Resultados: Responderam o questionário de maneira correta e sugeriram mudanças quando acharam pertinentes 23 pacientes. No primeiro ciclo de respostas, observou-se que 20% dos pacientes apresentaram dificuldade de compreensão da expressão “consciência articular”. Em nova harmonização do questionário, optou-se pela mudança da expressão “consciência” para a expressão “lembrar”. Após a mudança, mais de 85% dos pacientes não apresentaram dificuldades de compreensão. Conclusão: O questionário FJS foi traduzido e adaptado culturalmente para o português do Brasil. Estudos adicionais estão em andamento para comparar a reprodutibilidade e validade da tradução brasileira a outros questionários já estabelecidos para o mesmo desfecho. <![CDATA[Luxações congênitas altas da anca no adulto - Artroplastia e resultados funcionais]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-36162018000200226&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt ABSTRACT Objective: Retrospective case-control study on the authors' experience regarding arthroplasty in high congenital dislocations of the hip in adults. Methods: Sample with 11 high congenital hip dislocations (Hartofilakidis type C) that occurred in seven patients, who were submitted to hip arthroplasty by the same surgeon and with the same surgical technique. Mean follow-up period was 4.32 ± 2.67 years (minimum one year) and all patients were evaluated by the same examiner. Results: All the arthroplasties had cementless fixation, with application of screwed acetabular cups, conical femoral stems, and a metal-polyethylene articular pars. In every patient, shortening femoral osteotomies were performed at subtrochanteric or supracondylar locations. The mean Harris Hip Score at the last evaluation was 88.55 ± 4.50 (range 81-94). The mean time with high dislocation of the hip (42.91 ± 14.59 years, range 19-68) showed a significant inverse correlation with Harris Hip Score (r = 0.80; p = 0.003). All patients reported important relief of pain complaints and are capable of ambulation without any external support. In the unilateral dislocations, leg length discrepancies were fully corrected; in the bilateral cases, isometric limbs were achieved in all patients. All osteotomies consolidated, with a mean interval of 3.27 ± 0.47 months. There were complications in 18.18% of the sample: one iatrogenic intraoperative fracture of the greater trochanter and a transitory sciatic neurapraxia. Conclusion: Despite being a demanding surgery with a reportedly high complication rate, total hip arthroplasty in high congenital dislocations, when properly indicated and technically correctly performed, allows an improvement in function and quality of life.<hr/>RESUMO Objetivo: Estudo retrospectivo sobre a experiência dos autores no uso de artroplastias para o tratamento de luxações congênitas altas da anca. Métodos: Amostra com 11 luxações congênitas altas da anca (Hartofilakidis tipo C) verificadas em sete pacientes, que foram submetidos a artroplastia da anca pelo mesmo cirurgião com a mesma técnica cirúrgica. O tempo de seguimento médio foi de 4,32 ± 2,67 anos (mínimo um ano) e todos os pacientes foram avaliados pelo mesmo médico. Resultados: Todas as próteses tiveram fixação não cimentada, usaram-se cúpulas acetabulares aparafusadas, hastes femorais cônicas e par articular metal-polietileno. Em todos os pacientes foram efetuadas osteotomias de encurtamento femoral no nível subtrocantérico ou supracondiliano. O Harris Hip Score médio no momento da última avaliação clínica foi de 88,55 ± 4,50 (intervalo 81-94). O tempo de duração da luxação alta da anca (42,91 ± 14,59 anos, intervalo 19-68) demonstrou uma correlação inversa significativa com o Harris Hip Score (r = 0,80; p = 0,003). Todos os pacientes relataram alívio importante das queixas álgicas e todos são capazes de deambular sem qualquer apoio exterior. Nas luxações unilaterais, conseguiu-se correção completa da dismetria e nas bilaterais, membros isométricos em todos os pacientes. Todas as osteotomias consolidaram em tempo médio de 3,27 ± 0,47 meses. Verificaram-se complicações em 18,18% da amostra: uma fratura iatrogênica intraoperatória do grande trocânter e uma neuropráxia transitória do ciático. Conclusão: Apesar de ser uma cirurgia exigente e com elevado índice de complicações relatado, a artroplastia da anca na luxação congênita alta, quando devidamente indicada e tecnicamente bem executada, permite melhorar a funcionalidade e qualidade de vida dos pacientes. <![CDATA[Uso de drenos de sucção fechada após artroplastia total de quadril primária: um estudo prospectivo, randomizado e controlado]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-36162018000200236&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt ABSTRACT Objective: This study aimed to investigate drain use in a controlled population of patients with hip osteoarthritis undergoing primary total hip arthroplasty. Methods: This prospective controlled trial evaluated 93 patients randomized into two groups: a group that received drains and a group that did not. The patients who were randomized to the drain group used a 3.2 mm drain placed under the fascia that was kept in place for 24 h. Postoperative evaluations were performed after 24 h and then three, six, and 12 weeks after total hip arthroplasty. The primary outcome was perioperative blood loss in both groups 24 h after total hip arthroplasty. The other parameters that were evaluated included mid-thigh circumference, the rate of blood transfusion, hematocrit, inflammatory serum levels, and the Harris Hip Score. Results: The clinical and laboratory data revealed no differences between the study groups with respect to blood loss and need for blood transfusion, duration of hospital stay, reoperation rate, complications, inflammatory serum markers, and the Harris Hip Score. Patients without closed suction drainage reported higher pain levels after 24 h (VAS score 1 vs. 2, p &lt; 0.01). Conclusion: Similar clinical and laboratory outcomes were found in both cohorts.<hr/>RESUMO Objetivo: Investigar o uso de drenos em uma população controlada de pacientes com osteoartrose do quadril submetidos a artroplastia total de quadril primária. Métodos: Este estudo prospectivo controlado avaliou 93 pacientes randomizados em dois grupos: um grupo no qual se usaram drenos e um grupo no qual não se usaram drenos. Os pacientes randomizados para o grupo com drenos usaram dreno de 3,2 mm, colocado sob a fáscia e mantido por 24 horas. As avaliações pós-operatórias foram feitas após 24 horas e três, seis e 12 semanas após a artroplastia total de quadril. O desfecho primário foi perda sanguínea perioperatória em ambos os grupos 24 horas após a artroplastia total de quadril. Os demais parâmetros avaliados foram circunferência do meio da coxa, taxa de transfusão de sangue, hematócrito, níveis séricos inflamatórios e Harris Hip Score. Resultados: Os dados clínicos e laboratoriais não indicaram diferenças entre os grupos de estudo quanto à perda de sangue e necessidade de transfusão de sangue, tempo de internação hospitalar, taxa de reoperação, complicações, marcadores séricos inflamatórios e Harris Hip Score. Os pacientes que não usaram drenos de sucção fechada relataram maiores níveis de dor após 24 horas (EVA 1 vs. 2, p &lt; 0,01). Conclusão: Encontramos resultados clínicos e laboratoriais semelhantes em ambas as coortes. <![CDATA[Síndrome compartimental aguda não traumática em atleta de futebol tratada por fasciotomia descompressiva segmentar: relato de caso]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-36162018000200244&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt ABSTRACT Acute compartment syndrome in athletes is a rare orthopedic emergency associated with strenuous exercise. It is often diagnosed late and can lead to severe complications and high morbidity. This report describes the case of a young soccer player with acute compartment syndrome with no history of trauma, diagnosed and treated 24 h after the onset of symptoms, through minimally invasive decompressive fasciotomy, with good postoperative evolution.<hr/>RESUMO A síndrome de compartimento aguda não traumática em atletas é uma emergência ortopédica rara associada ao exercício físico extenuante. Apresenta diagnóstico difícil, frequentemente tardio, pode levar a complicações graves e alta morbidade. Os autores relatam o caso de uma atleta de futebol juvenil com uma síndrome compartimental aguda sem história de trauma, diagnosticada e tratada 24 horas após início dos sintomas, através de fasciotomia descompressiva minimamente invasiva, com boa evolução pós-operatória. <![CDATA[Luxação bilateral dos joelhos com lesão bilateral da artéria poplítea]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-36162018000200248&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt ABSTRACT Tibiofemoral unilateral knee dislocations are uncommon, making bilateral dislocations even rarer injuries. Knee dislocation is considered one of the most serious injuries that can affect this joint. Associated complications such as popliteal artery injury are responsible for the important morbidity in these patients. The authors report the case of a 52-year-old man with a traumatic bilateral knee dislocation with associated bilateral popliteal arterial injury. His clinical presentation along with radiographic and angiographic findings are described. Surgical and non-surgical treatment and functional outcomes are also reported.<hr/>RESUMO As luxações unilaterais tibiofemurais do joelho são incomuns, o que torna as luxações bilaterais ainda mais raras. A luxação do joelho é considerada um dos ferimentos mais graves nessa articulação. As complicações associadas, tais como a lesão da artéria poplítea, são responsáveis pela importante morbidade observada nesses pacientes. Os autores relatam o caso de um homem de 52 anos com luxação traumática bilateral do joelho associada a lesão bilateral da artéria políptea. O estudo descreve a apresentação clínica e os achados radiográficos e angiográficos. Os tratamentos cirúrgico e não cirúrgico e os resultados funcionais também são relatados. <![CDATA[Lipoma arborescens do cotovelo: um caso com características de tumor de alto grau]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-36162018000200252&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt ABSTRACT Lipoma arborescens (LA) is an uncommon non-neoplastic disorder that may affect almost any joint, mainly the knee. LA is very rare in the elbow, and there are only a few cases reported in the literature. This study aimed to describe a case of LA in the elbow, presenting with features of a high-grade tumor. The authors report the case of a 51-years-old male who presented to this institution with pain and swelling on the left elbow. The patient had a seven-year history of investigation, with inconclusive diagnosis. Magnetic resonance imaging (MRI) showed an expansive mass with local aggressiveness. Due to these characteristics, it was not possible to discard soft tissue sarcoma at the differential diagnosis. After biopsy and a multidisciplinary team meeting, the authors opted for surgical resection. The final anatomopathological result confirmed the diagnosis of LA. Despite not being a true neoplasm, LA can cause many symptoms and functional impairment of the affected joint. It is important to keep this diagnosis in mind when any expansive mass surrounding a joint is observed.<hr/>RESUMO O lipoma arborescens (LA) é uma doença não neoplásica incomum que pode afetar quase todas as articulações, principalmente o joelho. O LA é muito raro no cotovelo e há apenas alguns casos relatados na literatura. O objetivo deste estudo é descrever um caso de LA no cotovelo que apresentava características de tumor de alto grau. Os autores relatam o caso de um homem de 51 anos que se apresentou à instituição com dor e inchaço no cotovelo esquerdo. O paciente tinha sete anos de história de investigação com diagnóstico inconclusivo. As características da ressonância magnética (RM) mostraram uma massa expansiva com agressividade local. Devido a essas características, não foi possível descartar sarcoma de tecido mole no diagnóstico diferencial. Após a biópsia e uma reunião de equipe multidisciplinar, optou-se pela ressecção cirúrgica. O resultado anatomopatológico final confirmou o diagnóstico de LA. Mesmo que não seja uma neoplasia verdadeira, o LA pode causar muitos sintomas com comprometimento funcional da articulação afetada. É importante ter em mente esse diagnóstico quando qualquer massa expansiva em torno de uma articulação for observada. <![CDATA[Cisto ósseo aneurismático do retropé: relato de dois casos]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-36162018000200257&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt ABSTRACT Osseous tumors of the hindfoot are not usual in the literature, the diagnosis in these cases is difficult and can often go unnoticed. Besides that, surgery and reconstruction are complicated due to the complexity of the local anatomy, which makes these lesions even more challenging for the orthopedic oncological professionals. On the following article two cases of aneurysmal bone cyst of the hindfoot are reported, as well as the alternatives and peculiarities in conducting these cases according to the oncological principles. When the subject are hindfoot tumor lesions, the early diagnosis is extremely important, as well as the proper staging and the management of the case by the orthopedic oncological professional according to oncological principles.<hr/>RESUMO Os tumores do retropé são raros na literatura, o diagnóstico é difícil e muitas vezes é feito pelo profissional menos experiente. Acrescente-se a isso o fato de o tratamento cirúrgico e a reconstrução serem complicados pela intrincada anatomia local. Essas lesões são desafiadoras para o ortopedista oncológico. Relatamos dois casos de cisto ósseo aneurismático do retropé e nossas opções e particularidades na condução deles de acordo com os princípios oncológicos. Nas lesões tumorais do retropé é importante a suspeita diagnóstica precoce, bem como o estadiamento adequado e a condução do caso de acordo com os princípios oncológicos, preferencialmente pelo ortopedista oncológico.