Scielo RSS <![CDATA[Educação em Revista]]> http://www.scielo.br/rss.php?pid=0102-469820090002&lang=en vol. 25 num. 2 lang. en <![CDATA[SciELO Logo]]> http://www.scielo.br/img/en/fbpelogp.gif http://www.scielo.br http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-46982009000200001&lng=en&nrm=iso&tlng=en <![CDATA[<b>Disciplinary processes and teacher work in the primary school of Minas Gerais/Brazil (1869-1890)</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-46982009000200002&lng=en&nrm=iso&tlng=en O presente artigo analisa 23 processos disciplinares contra professores e professoras das escolas públicas primárias durante a segunda metade do século XIX. A instauração desses processos e as suas consequências serviram como ações disciplinares e disciplinadoras por parte do Governo Mineiro e, para tanto, este contava com uma série de regulamentos que prescreviam práticas de inspeção e códigos disciplinares de ordem moral e/ou pedagógica. A cargo dos membros que faziam parte da Comissão do Conselho Diretor do Governo Mineiro ficava a responsabilidade por averiguar e punir aqueles professores e professoras que cometiam infrações como, por exemplo, negócios estranhos ao magistério, desempenho insatisfatório do trabalho docente e práticas que, segundo a legislação, não condiziam com a moral exigida ao cargo. Quando comprovado o descumprimento da lei, o docente ficava sujeito a suspensão, remoção ou demissão do magistério.<hr/>This article analyzes 23 disciplinary processes and its results which were used as disciplinary actions of the teacher´s work by the Government of Minas Gerais/Brazil in the primary school during the second half of the nineteenth century. Although some of those strategies were just attempts, the Government proposed many laws intending to control the teacher´s work in the whole province/state. The Director Council members had the function of investigating and punishing the male and female teachers who had done some labors that were different from the teacher´s work, they had an unsatisfactory performance of teaching and had some moral behaviors that were not suitable for the office. Through a disciplinary process, the Government had the criterion and large legislation that punished the teacher with a temporary stoppage without payment, with a cast out from his/her space or with the definitive loss of his/her permission to teach in primary schools. <![CDATA[<b>Black people population and civilization</b>: <b>analysis since the establishment of school obligation in Minas Gerais state/ Brazil (1830-1850)</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-46982009000200003&lng=en&nrm=iso&tlng=en Este artigo analisa o processo de estabelecimento da obrigatoriedade escolar como elemento de mediação entre o perfil racial da população e a ideia de civilização que orientou o processo de construção da educação em Minas Gerais. No século XIX, havia predomínio absoluto dos negros na população mineira e isso pode ser tomado como referência para que a ideia de obrigatoriedade escolar assumisse a condição de instrumento de normatização e controle de certos aspectos deste segmento populacional. Para tratar dessas questões, utilizamos como referência a documentação censitária que, nos anos de 1830, processou a contagem da população de Minas Gerais, Relatórios de Presidente de Província, memórias e relatos de viagem de indivíduos que travaram contanto com a sociedade mineira na primeira metade do século XIX.<hr/>This article analyzes the process of the school obligation establishment as an element of mediation between the racial profile of the population and the idea of civilization that oriented the process of educational construction in Minas Gerais State. In the nineteenth century, it was an expressive predominance of the black population in Minas Gerais. This fact can be taken as a reference for the idea that school obligation had become a condition to guide the regulation and to control certain aspects of that part of the population. In order to carry this analysis through, we used as reference a census documentation that, in 1831, counted the population of all districts of Minas Gerais, Reports of Provincial Presidents, narration of voyage and memories of the people that was in contact with the population of Minas Gerais in the nineteenth century. <![CDATA[<b>Facets of schooling democratization</b>: <b>an exigent school</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-46982009000200004&lng=en&nrm=iso&tlng=en Este estudo, realizado em uma escola portuguesa, identifica uma constelação de orientações, práticas e experiências em que a performatividade e a diversidade parecem ser temas polarizadores dos sentidos de testemunhos de professores e alunos. Procurando interpretar os processos relatados, sugere-se que a edificação de uma escola exigente, segundo os referentes salientados pelos atores no caso estudado, é suscetível de representar uma negociação em presença e uma resposta encontrada, no quadro da performatividade exigida e das condições de diversidade dos públicos acolhidos, face ao processo de democratização da educação vivido naquele contexto. Nas diversas dimensões apreendidas, aquela construção identitária (uma escola exigente) testemunha ângulos particulares de facetas atuais do processo de democratização da instituição escolar vivido ao longo das últimas três décadas. A pesquisa constitui-se como o estudo de um caso, que decorreu entre 2003 e 2005, e procurou recolher uma ampla gama de informações de proveniência diversa: dados estatísticos, documentos internos à escola, entrevistas semiestruturadas e notas de observação não-participante.<hr/>This study, developed in a Portuguese school, identifies several guidelines, practices and experiences in which performance and diversity seem to be polarizing topics of the meanings of teachers and students' testimonies. Trying to interpret the reported processes, it is suggested that the edification of an exigent school? according to the referents underscored by the actors of the case under study ? seems to represent a negotiation in presence and an answer found by that school, taking into account the capacity of performance required and the conditions of diversity of the public attended by the school, in face of the scholar institution democratization, as it has occurred in that context. On the dimensions approached, that identity construction (an exigent school) testifies some particular angles of current facets of the Portuguese democratization of the scholar institution processes lived during the last thirty years. <![CDATA[<b>Perfil del profesor y de la clase universitaria en Cuba</b>: <b>resultados de un estudio de caso</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-46982009000200005&lng=en&nrm=iso&tlng=en En el presente artículo se traza el perfil del profesor y de la clase universitaria a partir de los documentos de política educativa del Ministerio de Educación Superior de Cuba/MES-Cuba y, a la par, se coteja con los resultados de un estudio de caso realizado en tres carreras del Centro Universitario de Sancti Spiritus, en el cruce de los años lectivos 2005-2006 y 2006-2007. El estudio focaliza el trabajo en la sala de aula, mediante la observación de 165 clases, lo cual se complementa con encuestas aplicadas a estudiantes y profesores. La discusión de los datos hace aflorar las incongruencias existentes entre la realidad de lo que acontece en el aula y el trazado de la política -incluido el perfil del profesorado-, y permite a los autores importantes consideraciones sobre la clase y la necesidad de operar un salto cualitativo en este privilegiado espacio institucional -tantas veces descuidado-, en el que se concretan las políticas, las prácticas pedagógicas y la formación de los egresados.<hr/>No presente artigo, traça-se o perfil do professor e da classe universitária com base nos documentos da política educativa do Ministério da Educação Superior de Cuba/MES-Cuba e, ainda, cotejam-se esses dados com os resultados de um estudo de caso realizado em três carreiras do Centro Universitário de Sancti Spiritus, nos anos letivos 2005-2006 e 2006-2007. O estudo focaliza o trabalho em sala de aula, por meio da observação de 165 classes, e se complementa com sondagens aplicadas a estudantes e professores. A discussão dos dados faz aflorarem as incongruências existentes entre a realidad do que acontece na aula e as propostas da política -incluindo o perfil do professorado-, e permite aos autores importantes consideraçõs sobre a classe e a necesidade de dar um salto qualitativo nesse privilegiado espaço institucional - tantas vezes desasistido-, no qual se concretizam as políticas, as práticas pedagógicas e a formação dos egressos. <![CDATA[<b>Intergerational partnership and teacher education</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-46982009000200006&lng=en&nrm=iso&tlng=en O artigo focaliza o potencial formativo da parceria intergeracional na formação docente -inicial e continuada -, tendo por pressuposto a existência de uma cultura profissional específica do magistério (JULIA, 2001), o papel dos professores como produtores de saberes sobre o ensino (SHULMAN, 1986; TARDIF; LESSARD; LAHAYE, 1991), bem como a importância da escola como eixo para a formação docente (NÓVOA, 1999; AZANHA, 2000). São apresentados dados sobre um trabalho formativo que, desde 2006, vem sendo desenvolvido na cidade de Rio Claro, reunindo estudantes do curso de Pedagogia da UNESP e professores dos anos iniciais do ensino fundamental. De acordo com a proposta, futuros professores e professores em exercício atuam como parceiros, em uma relação de colaboração nas atividades docentes. Além da formação profissional dos sujeitos envolvidos, o investimento nessas parcerias tem em vista o desenvolvimento de uma dimensão mais colaborativa no seio da cultura do magistério.<hr/>The paper focuses on the formative potential of the intergenerational partnership on teacher education - initial and continuous - presupposing the existence of a professional culture peculiar to teachers (JULIA, 2001), the teachers' role as producers of knowledge about the teaching itself (SHULMAN, 1986; TARDIF, LESSARD E LAHAYE, 1991), and the significance of schools as an axis for teachers education (NÓVOA, 1999; AZANHA, 2000). Information about a formative project, in progress since 2006 in Rio Claro/ Brazil, is presented. The project puts UNESP´s Pedagogy students and primary teachers together. According to the purpose, current and coming teachers are partners that collaborate on teaching. Besides the professional education of the subjects involved, the investment on this partnership aims at developing a more collaborative dimension on teachers'culture. <![CDATA[<b>The ontological reduction of Man to machine in Marx</b>: <b>subsidies for contemporary debate</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-46982009000200007&lng=en&nrm=iso&tlng=en Este artigo pretende ser mais um elemento de debate sobre as contribuições de Marx para a compreensão e a crítica da sociedade atual, caracterizada, em termos econômicos, pelo avanço do neoliberalismo e da acumulação flexível da produção. Partindo desse pressuposto, pretende-se verificar, na obra O Capital, o movimento histórico de desqualificação dos trabalhadores no desenvolvimento das forças produtivas no capitalismo, nas suas fases da cooperação, manufatura e maquinaria e grande indústria. Esses elementos históricos são compreendidos aqui pelo conceito de redução ontológica, ou seja, a redução do homem, do trabalho e da sociedade em mera determinação econômica. Tal redução elimina ideologicamente os elementos da realidade como condição de desenvolvimento do capital, elementos estes que são os que lhe deram origem e o sustentam.<hr/>This essay intends to be one more element of a debate about Marx's contributions for the understanding and critic of the current society, which is characterized in economic terms by the progress of neoliberalism and the flexible accumulation of production.About this initial presupposition, the text intends to verify the book "The Capital" the historical movement of workers' disqualification in the development of the productive forces in the capitalism: in its phases of cooperation, manufactures and machinery and big industry. These historicall elements are understood here by the concept of ontological reduction, that means the men, human work, as well as the whole society reduction only to economic determination. This reduction eliminates ideologically the elements of reality as a capital development condition. Those elements are the capital origin and its support. <![CDATA[<b>Indians and afro-brazilians histories and culture in mathematics lessons</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-46982009000200008&lng=en&nrm=iso&tlng=en Inicialmente, é evidenciada a necessidade de implementação da Lei 11.645/08, que torna obrigatória a abordagem escolar das histórias e das culturas negras e indígenas. Em seguida, defende-se que: ressaltar tais culturas e histórias não implica vê-las fechadas em si mesmas; não é necessário estabelecer oposição frontal entre brancos, negros e índios; importa evidenciar o silenciado, os mecanismos de dominação e de exploração entre os grupos humanos e dissolver nossas certezas para que, ao descobrirmos outros significados, desconstruamos nossas percepções e categorizações, tornando-nos mais capazes de abordar tais histórias e culturas. Restringindo a discussão para a área de Educação Matemática, esses tópicos são, então, discutidos a partir dos referenciais da Etnomatemática, da História Cultural e dos Estudos do Imaginário. Finalmente, nesse contexto, é apresentado um breve estudo do maracatu para sugerir aos professores algumas possibilidades de ação.<hr/>Initially the necessity of implementation of the Law 11,645/08 is evidenced, which determines the approach of histories and the black and Indians cultures in the basic schools. After that, the arguments are presented: these histories and cultures are not close in itself; it is not necessary to establish a frontal opposition among white, black and Indians ; it matters to evidence the silenced one, the mechanisms of domination and exploration in human groups and, when discovering other meanings, we are becoming capable for approaching such histories and cultures. Shortening the discussion on the mathematical area, these arguments are discussed based on the use of Ethnomatematics, Cultural History and the Imaginary Studies. Finally, in this context, is presented a short study of Maracatu in order to suggest some possibilities of action to the teachers. <![CDATA[<b>The senses of sensitivity and their fruition in the educatiing phenomenon</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-46982009000200009&lng=en&nrm=iso&tlng=en Apresento a Sensibilidade como estado de dis-posição dos sensos perceptivos (afeccionais e noéticos) em que corpo e espírito coexistem para a compreensão dos Sentidos do existir. Sensibilidade que se constitui desde os fulcros da Corporeidade, da Intuição, da Afetividade, do Mitopoético e da Razão-Sentido. Explicito o educar como ação teórico-vivencial que implica a fruição da Sensibilidade; como um rito vivo de iniciação aos saberes e sentires, aos Sentidos humanos. Por fim, propugno uma Pedagogia do encantamento que implica o jorrar do pathos criante, do ad-mirante, do espírito altaneiro; que envida laços de simpatia e de empatia; que conduz a fruição dos Sentidos pregnantes e anímicos.<hr/>I present Sensitiveness as a state of opening perceptive senses (affectionate and noetic) taking into consideration that body and spirit co-exist to become senses of existing. I understand Education as a living theoretical action that implicates in the fruition of sensitiveness as an alive rite of initiation to all kinds of knowledge and feelings, to human senses. Finally, I propose an Enchantment Pedagogy which implies on the outpouring of creative pathos from the admirer and from the haughty spirit, that provokes a relation of empathy and sympathy towards the fruition of pregnant and animic senses. <![CDATA[<b>Evaluation of the learning as loving act</b>: <b>what does the teacher do?</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-46982009000200010&lng=en&nrm=iso&tlng=en O estudo faz uma análise de concepções de professores da 3ª série do ensino fundamental II da cidade do Ribeirão/PE sobre avaliação da aprendizagem. A pesquisa, de caráter qualitativo, utilizou a entrevista semiestruturada como metodologia de coleta de dados. A análise desses dados, fundamentada nos princípios da avaliação como ato amoroso de mediação entre ensino e aprendizagem defendida por Luckesi, leva a concluir que, apesar da identificação de alguns elementos na ação pedagógica desses professores que representavam acolhimento, integração e inclusão, a significação de avaliação como momento pontual, classificatório e seletivo ainda é bastante evidente. Dessa forma, acredita-se que o caminho para uma real mudança nas concepções e, consequentemente, na ação pedagógica dos docentes está numa formação, tanto inicial quanto continuada, coerente com essa proposta pedagógica.<hr/>The study makes an analysis of teachers' conceptions of the 3rd series of the fundamental teaching II of the city of Ribeirão/PE about evaluation of the learning. The research, of qualitative approach, used as collection methodology the semi-structured interview. The analysis of the data, based in the principles of the evaluation as loving act of mediation between teaching and learning protected by Luckesi, makes possible to us the conclusion of that in spite of the identification of some elements in those teachers' pedagogic action that represented reception, integration and inclusion, the evaluation significance as punctual, classificatory and selective moment is still quite evident. In that way we believe that the way to a real change in the conceptions, and consequently in those teachers' pedagogic action, is in a formation as much initial as continuous coherent with that pedagogic proposal. <![CDATA[<b>Investigating one's own practice</b>: <b>mobilization and incorporation of professional knowledges in Mathematics</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-46982009000200011&lng=en&nrm=iso&tlng=en O presente trabalho refere-se a uma investigação da própria prática, num contexto de aulas de Matemática, com utilização de tarefas exploratório-investigativas. A pesquisa foi realizada com alunos da 1ª série do ensino médio de uma escola pública estadual, em São Bernardo do Campo/SP, em 2005. Teve-se como objetivo analisar os saberes mobilizados e apropriados pela professora-pesquisadora. Discute-se, inicialmente, essa modalidade de pesquisa e a pertinência do uso das tarefas exploratório-investigativas. A análise centra-se em episódios (audiogravados) que focalizaram a mediação/intervenção da professora-pesquisadora, em contextos de trabalho dos alunos. Destaca-se a importância do outro - os alunos, os pares e os colegas pesquisadores -, que provoca estranhamentos e questionamentos e desencadeia processos reflexivos. Finalmente, analisam-se os conflitos vividos pela justaposição de papeis de professora e de pesquisadora no contexto da sala de aula.<hr/>This paper refers to an investigation of a teacher's own practice, in mathematics classes, with the use of exploratory-investigative tasks. The research was carried out with high-school first graders at a public state school in São Bernardo do Campo, São Paulo, in 2005. It is aimed at analyzing knowledges revolved and incorporated by the teacher-researcher. Initially, the text brings a discussion about this research mode and the relevance of using exploratory-investigative tasks. The analysis is centered on (audio-recorded) episodes which focused on the teacher-researcher's mediation/intervention while students were working. Special attention was given to the importance of others (students, pairs and research mates), which causes some reactions of surprise and questioning, besides leading to reflexive processes. At last, it brings an analysis of the conflicts aroused by the contiguity of the teacher's and researcher's roles in a classroom environment. <![CDATA[<b>Nature and space as scopes for aesthetic experience</b>: <b>new understanding of the relationship human being - environment</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-46982009000200012&lng=en&nrm=iso&tlng=en A percepção que o ser humano tem da natureza e do espaço habitado é marcada pela imaginação, pela afetividade, pela memória e pela sensibilidade estética. O significado da experiência estética está presente tanto nas construções do lugar habitado quanto na contemplação dos ambientes preservados. No presente ensaio, propomos um caminho reflexivo que evidencia essa necessidade estética do humano, focando-a nas categorias natureza e espaços do cotidiano como âmbitos de vivência. Tecemos considerações sobre os possíveis significados da teoria estética para a educação ambiental. Para tanto, partimos do resgate de referenciais teóricos da fenomenologia e do campo da filosofia estética, que incluem Merleau-Ponty, Bachelard, Dufrenne e Quintás.<hr/>Human being's perception of nature and of the inhabited space is marked by imagination, affectivity, memory and aesthetic sensibility. The meaning of aesthetic experience is present in the buildings of the inhabited place as well as in the sight of preserved environments. In the present paper we propose a reflective way that makes evident this aesthetic need of mankind, focusing it in the categories of natural and daily spaces as scopes of life experience. We consider the possible meanings of aesthetic theory for environmental education. Thus we start at the recovery of theoretical references of phenomenology and of aesthetic philosophy that include Merleau-Ponty, Bachelard, Dufrenne, and Quintás. <![CDATA[<b>Quiet and silent</b>: <b>the movement activities with children in childhood education</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-46982009000200013&lng=en&nrm=iso&tlng=en Este artigo discute as atividades de Movimento nas rotinas diárias de professoras de Educação Infantil, sob a perspectiva da teoria Histórico-Cultural de Vigotski, cuja concepção de desenvolvimento infantil prioriza a cultura e a atividade mediada de professores, como determinantes nas aprendizagens e no desenvolvimento infantis. As atividades de Movimento vão além do desenvolvimento motor, relacionando-se com resolução de problemas, questionamentos, criatividade, memória, atenção, abstração, etc. As professoras da creche investigada têm experiência de trabalho com as crianças, mas falta-lhes o conhecimento de como trabalhar atividades educativas com Movimento e, portanto, priorizam a manutenção das crianças em situação de Não-Movimento. Tais práticas de manter as crianças quietas e caladas revelam as concepções de criança e movimento das professoras, indicando a urgência de reformulação dos processos e cursos de formação inicial e continuada de professoras de Educação Infantil.<hr/>This article discusses the movement activities in everyday routines of the Basic Education teachers, under the perspective of Vigotski´s' Historical-Cultural Theory, whose conception about childish development has a focus on the culture and teachers' mediated activities, as a determination for the childish learning and development. The Movement activities transcend the motor development. It is related to problems resolution, questions, creativity, memory, attention, abstraction, and so on. The Basic Education teachers investigated have experience on working with children, but they don't have knowledge about how to work with movement activities in the educational perspective and thus, they keep the children in a situation of non-movement. Those practices about how to maintain the children quiet and silent show the teachers' conceptions about child and movement, indicating the urgency of a reformulation on the initial and continual processes and courses of the Basic Education teachers. <![CDATA[<b>O uso público da palavra</b>: <b>sobre a atuação dos intelectuais brasileiros nos séculos XIX e XX</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-46982009000200014&lng=en&nrm=iso&tlng=en Este artigo discute as atividades de Movimento nas rotinas diárias de professoras de Educação Infantil, sob a perspectiva da teoria Histórico-Cultural de Vigotski, cuja concepção de desenvolvimento infantil prioriza a cultura e a atividade mediada de professores, como determinantes nas aprendizagens e no desenvolvimento infantis. As atividades de Movimento vão além do desenvolvimento motor, relacionando-se com resolução de problemas, questionamentos, criatividade, memória, atenção, abstração, etc. As professoras da creche investigada têm experiência de trabalho com as crianças, mas falta-lhes o conhecimento de como trabalhar atividades educativas com Movimento e, portanto, priorizam a manutenção das crianças em situação de Não-Movimento. Tais práticas de manter as crianças quietas e caladas revelam as concepções de criança e movimento das professoras, indicando a urgência de reformulação dos processos e cursos de formação inicial e continuada de professoras de Educação Infantil.<hr/>This article discusses the movement activities in everyday routines of the Basic Education teachers, under the perspective of Vigotski´s' Historical-Cultural Theory, whose conception about childish development has a focus on the culture and teachers' mediated activities, as a determination for the childish learning and development. The Movement activities transcend the motor development. It is related to problems resolution, questions, creativity, memory, attention, abstraction, and so on. The Basic Education teachers investigated have experience on working with children, but they don't have knowledge about how to work with movement activities in the educational perspective and thus, they keep the children in a situation of non-movement. Those practices about how to maintain the children quiet and silent show the teachers' conceptions about child and movement, indicating the urgency of a reformulation on the initial and continual processes and courses of the Basic Education teachers. <![CDATA[<b>Formação de professores para a Educação Básica</b>: <b>dez anos da LDB</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-46982009000200015&lng=en&nrm=iso&tlng=en Este artigo discute as atividades de Movimento nas rotinas diárias de professoras de Educação Infantil, sob a perspectiva da teoria Histórico-Cultural de Vigotski, cuja concepção de desenvolvimento infantil prioriza a cultura e a atividade mediada de professores, como determinantes nas aprendizagens e no desenvolvimento infantis. As atividades de Movimento vão além do desenvolvimento motor, relacionando-se com resolução de problemas, questionamentos, criatividade, memória, atenção, abstração, etc. As professoras da creche investigada têm experiência de trabalho com as crianças, mas falta-lhes o conhecimento de como trabalhar atividades educativas com Movimento e, portanto, priorizam a manutenção das crianças em situação de Não-Movimento. Tais práticas de manter as crianças quietas e caladas revelam as concepções de criança e movimento das professoras, indicando a urgência de reformulação dos processos e cursos de formação inicial e continuada de professoras de Educação Infantil.<hr/>This article discusses the movement activities in everyday routines of the Basic Education teachers, under the perspective of Vigotski´s' Historical-Cultural Theory, whose conception about childish development has a focus on the culture and teachers' mediated activities, as a determination for the childish learning and development. The Movement activities transcend the motor development. It is related to problems resolution, questions, creativity, memory, attention, abstraction, and so on. The Basic Education teachers investigated have experience on working with children, but they don't have knowledge about how to work with movement activities in the educational perspective and thus, they keep the children in a situation of non-movement. Those practices about how to maintain the children quiet and silent show the teachers' conceptions about child and movement, indicating the urgency of a reformulation on the initial and continual processes and courses of the Basic Education teachers.