Scielo RSS <![CDATA[Sociedade e Estado]]> http://www.scielo.br/rss.php?pid=0102-699220170002&lang=en vol. 32 num. 2 lang. en <![CDATA[SciELO Logo]]> http://www.scielo.br/img/en/fbpelogp.gif http://www.scielo.br <![CDATA[Editorial]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-69922017000200285&lng=en&nrm=iso&tlng=en <![CDATA[Guerra fiscal na federação brasileira: a contribuição das abordagens da sociologia econômica]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-69922017000200291&lng=en&nrm=iso&tlng=en RESUMO Alguns temas de natureza econômica adquiriram um protagonismo também em áreas como as ciências sociais, particularmente a ciência política e a sociologia econômica. Objetivamos com este estudo ressaltar o papel da sociologia econômica para articular algumas fontes analíticas para temas recorrentemente presentes nas agendas governamentais, utilizando-nos, neste sentido, como cerne de nosso estudo, o fenômeno da guerra fiscal. Portanto, objetivamos discorrer sobre a guerra fiscal não como fenômeno autônomo, pertencente à esfera econômica, mas como produto de interações sociológicas e políticas por parte dos atores sociais, tais como os governadores de estado. Para tanto, utilizamos uma bibliografia de fonte secundária situada em disciplinas como a economia, a sociologia econômica e a ciência política.<hr/>Abstract Some themes of an economic nature have also become prominent in areas such as the social sciences, particularly political science, and economic sociology. The objective of this study is to emphasize the role of economic sociology in articulating some analytical sources for themes recurrently present in government agendas, using the phenomenon of fiscal war as the core of our study. Therefore, we aim in this work to discuss fiscal war not as an autonomous phenomenon, belonging to the economic sphere, but as a product of sociological and political interactions on the part of social actors, such as state governors. We use a secondary source bibliography, located in disciplines such as economics, economic sociology, and political science. <![CDATA[Desenvolvimento e meio ambiente no semiárido: contradições do modelo de conservação das Reservas Particulares do Patrimônio Natural (RPPNs) na Caatinga]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-69922017000200313&lng=en&nrm=iso&tlng=en Resumo A pesquisa sociológica tem se interessado crescentemente pelas formas discursivas e práticas pelas quais a chamada “questão ambiental” passa a influenciar escolhas políticas e figurações sociais. Analisou-se o modelo de conservação empreendido pela criação destas unidades de conservação em propriedades rurais privadas. As dinâmicas sociais analisadas envolveram proprietários, populações rurais do entorno e representantes de órgãos públicos, tratados neste trabalho em termos dos processos combinados de mudança ambiental, políticas conservacionistas e marginalização de grupos sociais no quadro da abordagem da ecologia política. A pesquisa de campo, realizada através de roteiro de observação e roteiro de entrevistas com as comunidades do entorno e os responsáveis pelas Reservas Particulares do Patrimônio Natural (RPPNs), revelou as contradições deste modelo de política conservacionista. Estas contradições são potencializadas no semiárido: de um lado constatam-se políticas que absorvem o meio ambiente como elemento exclusivamente de conservação; de outro, políticas que incorporam a questão ambiental como um elemento a mais na política de desenvolvimento e, além dessas, há ainda as políticas de caráter compensatório.<hr/>Abstract Sociological research has become increasingly interested in the discursive forms and practices by which the so-called "environmental issue" is to influence policy choices and social figurations. It was analyzed the model of conservation undertaken by the creation of these protected areas on private farms. The social dynamics analyzed involved landowners, surrounding rural communities and the representatives of public agencies, addressed in this work in terms of the combined processes of environmental change, conservation policies and marginalization of social groups within the approach of political ecology. The field research, through observations skills and some questions with the comunities, revealed contradictions of this conservationist policy model. These contradictions are enhanced in the semiarid region. On the one hand there are policies which devise the environment as an element of only conservation, on the other hand there are policies that incorporate the environmental issue as one more element in development policy, and there are thus, the compensatory policies. <![CDATA[Mudanças urbanas e fragilidades da política de memória (A destruição do Monumento ao Trabalhador em Goiânia)]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-69922017000200345&lng=en&nrm=iso&tlng=en Resumo O artigo trata da supressão da memória em formações urbanas contemporâneas, através de pesquisa sobre a destruição do Monumento ao Trabalhador, ocorrida em Goiânia entre 1969 e 1986. O explícito teor socialista impregnado ao monumento desde a sua origem atraiu ações visando ao seu desaparecimento material e à sua eliminação na memória dos goianienses. Em 1969, ativistas do Comando de Caça aos Comunistas (CCC) derramam piche fervido nos dois painéis que compunham a obra, cujas imagens evocavam as “Lutas dos trabalhadores” e o “Mundo do Trabalho”. Ausência de defesa do monumento e intervenções urbanísticas no espaço da praça em que ele se localizava concluíram a tarefa do CCC. Orientamos a pesquisa desse percurso com as noções de esquecimento institucional ou obrigatório (Paul Ricœur) e de legitimação política segundo o poder de fixação de versões que se opera no plano simbólico (Pierre Bourdieu). A análise vale-se da operacionalização de três categorias: repressão política, insensibilidade tecnocrática e omissão quanto à memória e à simbologia das lutas dos trabalhadores.<hr/>Abstract The article deals with the suppression of memory in contemporary urban formations, through research on the destruction of the Monumento ao Trabalhador (Workers Monument) in Goiânia (state of Goiás, Brazil) between 1969 and1986. The socialist explicit content impregnated in the monument since its origin draw attention that resulted in its material disappearance along with its disposal in the memory of the people of Goiânia. In 1969, the Comando de Caça aos Comunistas - CCC (Communist Fighter Command) - pour boiled petroleum pitch in two panels of the monument whose images evoked the struggles of workers and the world of work. The absent defense of the monument and urban interventions in the square of the space in which it was located brought to an end the CCC task. We guided the research route with the notion of institutional or compulsory forgetting, by Paul Ricœur, and also the notion of political legitimacy according to the holding power versions that operate on the symbolic level (Pierre Bourdieu). The analysis was based on threefold categories: political repression, technocratic insensitivity and omission concerned to the memory and symbolism of workers' struggles. <![CDATA[Fragmentación, asistencialismo e individualización de la responsabilidad: perspectivas territoriales concernientes a las percepciones ciudadanas de las políticas públicas en el contexto chileno de producción neoliberal]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-69922017000200371&lng=en&nrm=iso&tlng=en Resumen Este artículo se propone analizar la percepción y valoración que los ciudadanos manifiestan sobre la implementación de políticas públicas y el desempeño de la institucionalidad pública en Chile. Para ello hemos reducido nuestro universo de búsqueda a entrevistar a sujetos en condiciones de vulnerabilidad social, es decir, directos ‘beneficiarios’ de las políticas sociales orientadas a la superación de la pobreza y la vulnerabilidad social. El trabajo fue implementado haciendo uso de metodologías cualitativas y ha sido desarrollado en la Comuna de Osorno de La Región de Los Lagos, Chile. Desde una perspectiva global este artículo busca poner en tensión el carácter fragmentador de las políticas públicas en relación con la internalización de la lógica asistencialista y el principio neoliberal de la responsabilidad individual.<hr/>Abstract The aim of this paper is to analyze the citizen perceptions and the valorization of the implementation of public policies and the performance of the public institutionalization in Chile. For this purpose, we have narrowed down the search universe by interviewing subjects under vulnerable social conditions who are direct ‘beneficiaries’ of public policies designed to overcoming poverty and social vulnerability. This study followed the qualitative method and it was conducted in Osorno city located in the Lakes District, Chile. As an overview, this article seeks to discuss the fragmentary nature of the public policies in regard to the internalization of the assistential logic and the neoliberal principle of the individual responsibility. <![CDATA[Desprovincializar o desenvolvimento: enunciação subalterna e resistência nas bordas da acumulação capitalista na Amazônia]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-69922017000200389&lng=en&nrm=iso&tlng=en Resumo Para refletir sobre a continuidade dos processos de subalternização e expropriação de populações tradicionais e camponesas, o artigo se valerá de abordagens aglutinadas no paradigma modernidade-colonialidade. Tentar-se-á conectar a problemática teórica assim construída com o conhecimento empírico de lideranças indígenas sobre as modificações territoriais ocorridas na Região Amazônica durante os anos 2000, num movimento que permitirá questionar certos aspectos da realidade social, bem como fazer girar a espiral que conecta abstração conceitual e realidade concreta. Com esse intuito, a análise aqui empreendida lança mão de dois trabalhos de campo conduzidos em distintos espaços amazônicos; o primeiro levado a cabo na região oeste do Pará, que desde a última década tem sido o cenário de intensos conflitos entre as frentes de expansão econômica e as populações tradicionais; o segundo realizado na TI Raposa Serra do Sol, que representa um caso paradigmático, no qual estiveram em xeque o digladio entre racionalidades e modos diferentes de uso, significação e apropriação dos territórios.<hr/>Abstract To reflect on the continuity of subordination processes and expropriation of the traditional populations the article will be anchored in the approaches the paradigm modernity-coloniality. It will try to connect the theoretical problem thus constructed with the empirical knowledge of territorial changes occurred in the Amazon region, a move that will submit to question certain aspects of social reality and to turn the spiral connecting conceptual abstraction and reality. To do it the analysis undertaken here makes use of two field studies conducted in different Amazonian spaces; the first carried out in the western region of Pará, which over the last decade has been the locus of intense conflict between the fronts of economic expansion and traditional populations. The second held in the Raposa Serra do Sol, which is a paradigmatic case whereupon the judgment put in opposition rationalities different and modes of use, significance and appropriation of territory. <![CDATA[Gilberto Freyre e o tempo-espaço brasileiro: uma crítica ao cronótopo da modernidade]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-69922017000200411&lng=en&nrm=iso&tlng=en Resumo O artigo revisita uma das teses que permeiam de ponta a ponta a obra de Gilberto Freyre, a saber, a sociedade brasileira, fruto de formação sui generis, lograva atenuar, quando não resistir, com insuspeita criatividade, às investidas de padrões mentais, comportamentais, estéticos e institucionais estranhos às suas tradições, os quais vinham se insinuando sobre ela de maneira cada vez mais sistemática a partir do século XIX. Importa-me sobremaneira que essa hipótese lhe servisse para avançar outra de suas ideias-força, qual seja, a de que nossa formação social representava uma modalidade tão diversa quanto bem-sucedida da modernidade. O artigo almeja revisitar tal programa intelectual com o propósito de compreender como esse intérprete mobiliza, ao longo de sua vasta obra, as categorias tempo e espaço, e quais usos, conotações e sentidos emprestados a tais noções mais se sobressaem em seus esforços de interpretação da experiência moderna no Brasil. Por fim, pretendo sondar potenciais contribuições de Freyre para o discurso sociológico da modernidade.<hr/>Abstract This article revisits one of the main thesis that crisscrosses Gilberto Freyre’s celebrated work, namely, that Brazilian society, itself the outcome of a unique historical formation, succeeded in softening, sometimes even resisting with a great deal of creativity, a set of mental, behavioral, aesthetic as well as institutional standards that imposed themselves from the 19th century onwards. While paying due attention to the connotations of time and space found in the work of Freyre I am especially interested in analyzing how he envisages contemporary Brazil as a successful modern experience of its own rather than an imperfect or distorted version of Western modernity. Last but not least, I will probe into the potential contributions of Freyre’s formulations to the sociological discourse of modernity. <![CDATA[Teatro do Oprimido e projeto emancipatório: mutações, fragilidades e combates]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-69922017000200439&lng=en&nrm=iso&tlng=en Resumo Este artigo explora a hipótese de que a multiplicação acelerada do Teatro do Oprimido (TO), criado por Augusto Boal no início dos anos 1970, tem sofrido apropriações que põem em causa o seu projeto emancipatório. Baseia-se numa investigação participativa iniciada há quatro anos, no contexto das ações e mobilizações coletivas - manifestações, greves, protestos - contra as políticas de austeridade impostas pelo governo português e mandatadas pelas instâncias europeias, em resposta à crise económica e financeira. Os dados empíricos, depoimentos em entrevistas e debates, foram analisados em torno de um conjunto de categorias que enunciam e discutem as mutações, as fragilidades e os combates do TO na atualidade. A análise evidencia a necessidade de uma reinvenção e reapropriação da metodologia, em particular em períodos de crise como os que hoje atravessamos.<hr/>Abstract This paper explores the hypothesis that the accelerated multiplication of The Theatre of the Oppressed, founded by Augusto Boal in the early 70s, has suffered appropriations which have questioned its emancipatory project. This is based on a participative/collaborative project, started four years ago, in the context of collective actions and mobilizations - demonstrations, strikes, protests - against austerity measures imposed by the Portuguese government and mandated by European authorities in response to the economic and financial crisis. The empiric data, testimonies from interviews and debates, has been analyzed around a set of categories aimed to discuss the mutations, weaknesses and battles of TO today. The analysis highlights the need of reinvention and re-appropriation of methodology, particularly in times of crisis, such as the ones we are currently experiencing. <![CDATA[Acumulação social da violência e sujeição criminal em Alagoas]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-69922017000200465&lng=en&nrm=iso&tlng=en Resumo Ao se utilizar dos conceitos de acumulação social da violência e sujeição criminal, o presente texto visa construir uma reflexão acerca das transformações em torno do fenômeno da violência no estado de Alagoas. A partir da compilação de matérias jornalísticas, documentos oficiais e entrevistas com os agentes do sistema de justiça criminal estadual, buscou-se situar historicamente o problema da violência na região. Argumento que ao longo dos últimos 50 anos, dos tradicionais crimes de mando à “institucionalização” dos grupos de extermínio, e destes para o fenômeno da multiplicação desenfreada dos crimes de homicídio no estado, assistiu-se ao acúmulo de formas e práticas de violência diferentes que sedimentaram a constituição de diferentes tipos ditos perigosos. Na contramão das análises que insistem em interpretar a violência de hoje exclusivamente como contiguidade do passado, considero que a explosão de homicídios no estado é um acontecimento peculiar e relativamente recente.<hr/>Abstract Using the concepts of social accumulation of violence and criminal subjection this text aims to build a reflection about the transformations around the phenomenon of violence in the state of Alagoas. From the compilation of journalists’ materials, official documents and interviews with agents of the state criminal justice system historically sought to situate the problem of violence in the region. Argue that over the last fifty years, the traditional crimes type killer rent to the “institutionalization” of extermination groups and from these to the phenomenon of proliferation of crimes of murder in the state, saw the accumulation of different violence forms and practices sedimented the creation of different dangerous types. Contrary to the analyzes that insist on interpreting the violence today exclusively as contiguity of past, argue that the explosion of homicides in the state is a peculiar event and relatively recent. <![CDATA[A força dos dispositivos]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-69922017000200487&lng=en&nrm=iso&tlng=en Resumo As ciências sociais podem se beneficiar de uma atenção particular ao lugar que ocupam os dispositivos na vida social. O interesse de uma tal perspectiva reflete-se nas pesquisas que, desde o final dos anos 1970, recorreram a essa noção. Mas a leitura desses trabalhos mostra igualmente, além da grande variedade de definições e objetivos associados ao conceito de dispositivo, certas dificuldades encontradas pelo caminho. Ela estimula um esforço de clarificação e renovação, tanto no plano conceitual como metodológico, contribuição procurada por este trabalho. Na primeira parte do artigo, apresentaremos os resultados de um levantamento conceitual sobre a noção de dispositivo. Na segunda parte, desenvolveremos uma série de proposições que visam elaborar uma abordagem “processual” dos dispositivos. Retomamos diversas pesquisas que conduzimos nessa perspectiva em torno de dispositivos de reparação: estudo do trabalho doutrinal de juristas em torno do processo penal, práticas dos advogados na audiência de um processo, reações de vítimas de uma catástrofe sanitária face a um fundo de indenização, transformações históricas de dispositivos de reparação de erros médicos desde o início do século XX.<hr/>Abstract Social sciences have much to gain by paying particular attention to the place that dispositifs occupy in social life. The utility of such a perspective is evident from an examination of the research that has made use of this notion since the end of the 1970s. Yet in addition to the wide variety of definitions and objectives relating to the concept of dispositif, a reading of these works also reveals some of the difficulties that have been encountered along the way. An effort to clarify and renew the discussion on both conceptual and methodological levels is thus worthwhile, and this article is a contribution to this end. The first section sets out a conceptual inquiry into the notion of dispositif. The second puts forward a series of propositions designed to develop a “processual” approach to dispositifs. Finally, we return to several studies that we have conducted from this perspective relating to the dispositifs of redress, looking at the doctrinal work of jurists involved in a criminal trial, the practices of lawyers in the courtroom, the reactions of victims of a disaster to a compensation fund, and the historical transformations of dispositifs of redress for medical accidents since the beginning of the nineteenth century. This enables us to specify the approach we propose and to suggest new avenues for the future. <![CDATA[Engajamento cívico e internet. Notas de pesquisa, a partir de uma tipologia]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-69922017000200521&lng=en&nrm=iso&tlng=en Resumo O uso da internet como meio de participação política - também conhecido como participação política eletrônica - representa um tema de interesse sociológico crescente, ainda que a literatura destaque a escassez de pesquisas empíricas sobre o assunto. Este artigo apresenta uma pesquisa desenvolvida a partir de uma coleta de dados por questionário (uma amostragem de 389 entrevistados), tendo como principal objetivo obter um mapa da participação e da cultura política no Pampa (mais especificamente, o município de São Borja, na fronteira oeste do estado do Rio Grande do Sul). O artigo analisa a relação entre tipos de usuário da internet - uma tipologia de participação política eletrônica - e as formas mais tradicionais de civismo: um índice construído a partir de indicadores de participação e envolvimento em associações cívicas. A análise demonstra que não é por causa do ativismo político nas redes sociais e demais meios digitais que uma pessoa está disposta a se engajar efetivamente em organizações da sociedade civil.<hr/>Abstract The use of internet as a medium for political participation, also known as electronic political participation, represents a sociological issue of growing interest, though a review of literature shows scarce empirical researches about this subject. This paper presents a research developed from a survey data collection (sample of 389 individuals) having as a main goal to map the political culture and participation in the Pampa (more specifically, the city of São Borja, west frontier of Rio Grande do Sul). The paper analyzes the relation between a typology of internet users (an electronic political participation typology) and civic practices: a civicness index derived from indicators of participation and involvement in civic associations. The analysis demonstrates that political engagement in social networks or other digital media is not the reason why people engage effectively in civil society organizations. <![CDATA[Hegemonia e estratégia socialista]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-69922017000200535&lng=en&nrm=iso&tlng=en Resumo O uso da internet como meio de participação política - também conhecido como participação política eletrônica - representa um tema de interesse sociológico crescente, ainda que a literatura destaque a escassez de pesquisas empíricas sobre o assunto. Este artigo apresenta uma pesquisa desenvolvida a partir de uma coleta de dados por questionário (uma amostragem de 389 entrevistados), tendo como principal objetivo obter um mapa da participação e da cultura política no Pampa (mais especificamente, o município de São Borja, na fronteira oeste do estado do Rio Grande do Sul). O artigo analisa a relação entre tipos de usuário da internet - uma tipologia de participação política eletrônica - e as formas mais tradicionais de civismo: um índice construído a partir de indicadores de participação e envolvimento em associações cívicas. A análise demonstra que não é por causa do ativismo político nas redes sociais e demais meios digitais que uma pessoa está disposta a se engajar efetivamente em organizações da sociedade civil.<hr/>Abstract The use of internet as a medium for political participation, also known as electronic political participation, represents a sociological issue of growing interest, though a review of literature shows scarce empirical researches about this subject. This paper presents a research developed from a survey data collection (sample of 389 individuals) having as a main goal to map the political culture and participation in the Pampa (more specifically, the city of São Borja, west frontier of Rio Grande do Sul). The paper analyzes the relation between a typology of internet users (an electronic political participation typology) and civic practices: a civicness index derived from indicators of participation and involvement in civic associations. The analysis demonstrates that political engagement in social networks or other digital media is not the reason why people engage effectively in civil society organizations. <![CDATA[Crise, uma condição intrínseca à modernidade: realidades e horizontes da sociedade contemporânea]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-69922017000200541&lng=en&nrm=iso&tlng=en Resumo O uso da internet como meio de participação política - também conhecido como participação política eletrônica - representa um tema de interesse sociológico crescente, ainda que a literatura destaque a escassez de pesquisas empíricas sobre o assunto. Este artigo apresenta uma pesquisa desenvolvida a partir de uma coleta de dados por questionário (uma amostragem de 389 entrevistados), tendo como principal objetivo obter um mapa da participação e da cultura política no Pampa (mais especificamente, o município de São Borja, na fronteira oeste do estado do Rio Grande do Sul). O artigo analisa a relação entre tipos de usuário da internet - uma tipologia de participação política eletrônica - e as formas mais tradicionais de civismo: um índice construído a partir de indicadores de participação e envolvimento em associações cívicas. A análise demonstra que não é por causa do ativismo político nas redes sociais e demais meios digitais que uma pessoa está disposta a se engajar efetivamente em organizações da sociedade civil.<hr/>Abstract The use of internet as a medium for political participation, also known as electronic political participation, represents a sociological issue of growing interest, though a review of literature shows scarce empirical researches about this subject. This paper presents a research developed from a survey data collection (sample of 389 individuals) having as a main goal to map the political culture and participation in the Pampa (more specifically, the city of São Borja, west frontier of Rio Grande do Sul). The paper analyzes the relation between a typology of internet users (an electronic political participation typology) and civic practices: a civicness index derived from indicators of participation and involvement in civic associations. The analysis demonstrates that political engagement in social networks or other digital media is not the reason why people engage effectively in civil society organizations.