Scielo RSS <![CDATA[Sociedade e Estado]]> http://www.scielo.br/rss.php?pid=0102-699220160002&lang=en vol. 31 num. 2 lang. en <![CDATA[SciELO Logo]]> http://www.scielo.br/img/en/fbpelogp.gif http://www.scielo.br <![CDATA[Editorial]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-69922016000200295&lng=en&nrm=iso&tlng=en <![CDATA[Desigualdades de gênero no ensino superior e no mercado de trabalho no Brasil: uma análise de idade, período e coorte]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-69922016000200301&lng=en&nrm=iso&tlng=en Resumo O artigo analisa o acesso diferencial de homens e mulheres ao ensino superior e a entrada no mercado de trabalho dos diplomados no Brasil entre 1981 e 2006. Tendo em vista que esses indivíduos nasceram entre 1918 e 1981, porque tinham entre 25 e 64 anos quando foram entrevistados, as análises levam em conta não apenas o período que se inicia em 1981, mas também o efeito das coortes de nascimento que se iniciam em 1918. Para verificar os efeitos de período, coorte e idade utilizo modelos que permitem distinguir estes três efeitos temporais. O principal objetivo é analisar em que medida os ciclos de desenvolvimento e expansão econômica (até a segunda metade da década de 1970) e de estagnação e crise nas décadas de 1980 e 1990 são concomitantes às tendências populacionais de acesso à universidade e de entrada no mercado de trabalhos dos indivíduos com formação universitária. O artigo conclui que há efeitos de coorte e de período bem como diminuição das desigualdades de gênero.<hr/>Abstract This paper studies trends in men's and women's entry into college and into the labor market for those with college diplomas between 1981 and 2006 in Brazil. Taking into account that these individuals were born between 1918 and 1981, since they were between 25 and 64 years old when interviewed, the analysis are also about the effects of birth cohort that were born since 1918. In order to verify the effects of period, cohort and age I use models that allow to untangle this three temporal effects. The main objective, however, is to analyze if the cycles of development and economic expansion (until the end of the 1970's) and the period of stagnation and crisis during the 1980's and 1990's relate to populational trends of entry into university and into the labor market for those with university degrees. The paper shows evidence of cohort and period effect and also of decline in gender inequality. <![CDATA[Resistência sindical a mudanças nos marcos regulatórios das relações de trabalho no Brasil e em países selecionados]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-69922016000200325&lng=en&nrm=iso&tlng=en Resumo O artigo analisa episódios da história recente da luta sindical em defesa de determinados marcos regulatórios das relações de trabalho no Brasil, na Suécia, na Alemanha e nos Estados Unidos. Considera-se que, a despeito do impacto das oscilações da economia e do mercado de trabalho sobre a capacidade de ação concertada dos trabalhadores em defesa de seus interesses, alguns direitos são mais susceptíveis que outros, conforme o país. A constatação de que essa variação ocorre mesmo em ambientes econômicos parecidos, e submetidos a uma mesma tendência geral, permite formular a hipótese de que fatores situados além da esfera econômica também pesam na definição de certas agendas, na intensidade das preferências expressas pelos atores sociais e, por conseguinte, na persistência de certos direitos. Situada na fronteira entre a história e a sociologia, a abordagem aqui processada tem como ponto de partida as análises de Richard Locke e Kathlen Thelen (1998), que sugerem que o impacto das pressões por mudanças nos marcos regulatórios das relações de trabalho pode afetar não apenas os interesses dos atores, mas também o universo simbólico dentro do qual estes constituem suas identidades. As fontes que serviram de base para as análises referentes ao Brasil são pesquisas realizadas pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese) e documentos produzidos pela Central Única dos Trabalhadores (CUT), central sindical majoritária no período analisado. Os demais casos foram analisados com base em fontes bibliográficas. Ao analisar momentos específicos que marcaram o conflito trabalhista em diferentes países em plena era neoliberal, verificou-se que o peso da tradição, associado ao projeto fundador do sindicalismo em cada situação analisada, contribui para prevalência de certas agendas e determina a intensidade da resistência dentro de cada cenário nacional.<hr/>Abstract This paper analyses episodes in the recent history of the Trade Unions' struggle in defense of specific rules governing labor relations in Brazil, Sweden, Germany and USA. It is accepted that, in spite of the impact of swings in economy and labour market on the ability of workers' concerted action in defense of their interests, some rights are more susceptible than others, depending on the country. This variation occurs even in similar economic environments, and is subject to the same general trends. The hypothesis is that reasons other than economic are relevant in the definition of certain agendas, in the intensity of preferences expressed by social actors and, consequently, in the persistence of specific rights. Lying at the threshold of history and sociology, the present approach has as its starting point the analysis of Richard Locke and Kathleen Thelen (1998). They suggest that the impact of pressures for change in labour relations can affect not only the interests of the actors, but also the symbolic universe within which workers form their identities. The research about Brazil is based on documents produced by the Inter-Union Department of Statistics and Socioeconomic Studies (Dieese) and by the Workers' Unitary Central (CUT), a large union which was pivotal during the analyzed period. The analyses of the remaining cases were based on bibliographic sources. Findings from analyzing specific moments of the labor conflict in different countries in the neoliberal era are that the force of tradition, associated with the baseline project of unionism in every context, contributed to the prevalence of some agendas and determined the intensity of resistance within each national setting. <![CDATA[Tendências do setor postal no cenário internacional: liberalização, regulação do mercado e reestruturação organizacional]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-69922016000200349&lng=en&nrm=iso&tlng=en Resumo O objetivo deste artigo é analisar as tendências do sistema postal no cenário internacional com foco nos mecanismos de regulação do mercado e nos processos de reestruturação dos modelos organizacionais dos operadores públicos rumo à corporatização e privatização, evidenciando os impactos sobre a esfera do trabalho. O artigo foi realizado por meio de uma pesquisa documental e bibliográfica e dados secundários da União Postal Universal. Foram compilados e analisados relatórios produzidos por organismos multilaterais e blocos regionais. Dentre as principais conclusões, verifica-se a liberalização dos mercados postais como tendência predominante associada a processos graduais de concentração de mercado e consequente formação de oligopólios, sobretudo por grupos transnacionais. A liberalização postal tem sido acompanhada de processos de reestruturação organizacional e privatização dos operadores estatais sob a justificativa da modernização gerencial. Além disso, constatam-se processos de reestruturação operacional e, concomitantemente, precarização do trabalho e crescente redução dos postos de trabalho no setor.<hr/>Abstract The aim of this article is to analyze the trends of the postal system on the international scene with a focus on market regulation mechanisms and the restructuring of the organizational models of public operators towards corporatization and privatization, showing the impact on the sphere of work. The article was developed through a documentary and bibliographic research and secondary data of the Universal Postal Union. For this, were compiled and analyzed reports produced by multilateral organizations and regional blocks. Among the main findings, there is the liberalization of postal markets as the predominant tendency associated with gradual processes of market concentration and consequent formation of oligopolies, mainly by transnational groups. The postal liberalization has been accompanied by organizational restructuring and privatization of state-owned operators proceedings under the justification of administrative modernization. Furthermore, there are increasing operational restructuring and concomitant job precariousness and increase reduction of jobs in the sector. <![CDATA[Personalidade e protesto político na América Latina: bases psicossociais da contestação]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-69922016000200373&lng=en&nrm=iso&tlng=en Resumo Investigações recentes têm identificado cenário ambíguo de redução no envolvimento dos cidadãos em modalidades tradicionais e elevações consideráveis em formas contestatórias de mobilização. As interpretações acerca das consequências desse fenômeno são diversas, algumas apontando para os perigos da desmobilização tradicional e da apatia; outras enxergando na contestação impulso para o aprofundamento democrático. Quanto às possíveis causas, podemos encontrar clara divisão em duas perspectivas dominantes: de um lado, há pesquisadores que enfatizam fatores de ordem estrutural ou macro, tais como o nível de desenvolvimento econômico nacional e o grau de abertura do sistema político; de outro, encontramos autores que apontam para a relevância de atributos individuais, como sentimentos, atitudes e valores. Nessa segunda perspectiva analítica, todavia, um aspecto relevante continua pouco explorado: a personalidade individual. Os recentes avanços nos estudos em psicologia social sobre esse tema têm revelado que os indivíduos se distinguem em termos de traços psicológicos marcantes que se refletem em comportamentos mais inovadores ou conservadores, extrovertidos ou tímidos, responsáveis ou inconsequentes, dentre outros. Apesar da plausível relação entre esses tipos de personalidades e padrões de comportamentos políticos, poucos são os estudos que até o presente momento focalizam esse condicionante do engajamento dos cidadãos em diferentes formas de ativismo político. O presente trabalho apresenta resultados de pesquisa que procurou testar no plano empírico algumas hipóteses acerca desse relacionamento, focalizando especificamente o protesto político entre o público latino-americano. A base empírica para os testes é composta pelos dados produzidos pelo Latin American Public Project (Lapop), em sua onda de 2010, para um conjunto de 17 países. Com base em modelos estatísticos multivariados, foi possível identificar que alguns dos componentes da personalidade estão associados de maneira consistente ao ativismo contestatório na região analisada.<hr/>Abstract Recent investigations have identified an ambiguous scenario of reduction in citizen involvement in traditional forms and considerable increases in contesting forms of mobilization. The interpretations of the consequences of this phenomenon are diverse, some pointing to the dangers of traditional demobilization and apathy and seeing the other defense boost for democratic deepening. For possible causes, we find clear division into two dominant perspectives. On one side we have researchers who emphasize the structural or macro factors such as the level of national economic development and the degree of openness of the political system. On the other, we found authors pointing to the importance of individual attributes, such as feelings, attitudes and values. In this second analytical perspective, however, a relevant aspect remains largely unexplored: the individual personality. Recent advances in studies in social psychology on this topic have revealed that individuals differ in terms of striking psychological traits that are reflected in more innovative or conservative, outgoing or shy, or inconsequential responsible, among other behaviors. Despite the plausible relationship between these personality types and patterns of political behavior, few studies have been developed on this conditionant of citizen engagement in different forms of political activism. This paper presents results of research that sought to test empirically some hypotheses about this relationship, specifically focusing on political protest among the Latin American public. The empirical basis for the tests consists of the data produced by the Latin American Public Project ( LAPOP ), in its 2010 wave, for a set of 17 countries. Through multivariate statistical models, we found that some of the components of personality are associated consistently contesting the way activism in the region analyzed. <![CDATA[Capital cultural, conhecimento e dominação social: as pistas e os problemas levantados pela dominação financeira contemporânea]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-69922016000200403&lng=en&nrm=iso&tlng=en Resumo O mundo das finanças costuma ser visto como a esfera mais racional da sociedade, na qual só funcionam e são admitidas considerações práticas de ordem econômica. O intuito deste artigo é de, a partir de alterações recentes da economia brasileira, mostrar como esse espaço está, ele também, baseado num conjunto de pressupostos culturais. Mudando esses pressupostos, muda também o conjunto de possibilidades abertas para a ação e a reflexão econômica, com consequências importantes também na esfera política, a ponto de podermos afirmar a existência de um novo modo de dominação. O material empírico para o desenvolvimento dessa hipótese vem prioritariamente das transformações do campo das finanças no Brasil recente e a tentativa de demonstração apresenta algumas nuances dos sistemas classificatórios que regem o campo do poder da contemporaneidade nacional. As transformações, e as ações dos atores que nelas estão implicados, desvelam também um sistema classificatório robusto, surgido fundamentalmente com a redemocratização do Brasil, cuja pregnância espero conseguir demonstrar no texto.<hr/>Abstract The financial realm is normally see as the perfect reasonable world. There we just have practical concerns. This article aims to show how that kind of "automatic" assumption is problematic, because finance too is based on a set of cultural foundations. Changing this foundations, we can see and explore a new set of actions and thoughts about economics and the economy. From that perspective we can talk about a new "type of domination" for the situation seen in Brazil's Lula's time. The materials for my hypothesis came just from the transformations in Brazilian financial realm in that times and my attempt to prove the assumption show some nuances of the classificatory systems that sustain this new order. Particularly, the "high clergy/low clergy and homework" way of talk about Brazilian cultural and social hierarchies. <![CDATA[Metropolização, homicídios e segurança pública na área metropolitana de Brasília: o município de Águas Lindas de Goiás]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-69922016000200433&lng=en&nrm=iso&tlng=en Resumo Neste artigo se discute o quadro metropolitano dos homicídios em 2010 em um município do Entorno de Brasília, Águas Lindas de Goiás (GO). As externalidades negativas da metropolização de Brasília, em interface com a estrutura e organização da segurança pública e a fragilidade das ações da assistência social no município, esclarecem a dinâmica dos homicídios e os fatores estruturais que influenciam para a sua ocorrência. A pesquisa baseia-se em dados socioeconômicos secundários e em entrevistas realizadas junto aos atores da segurança pública e da assistência social. Os resultados apontam para a segregação socioespacial e a exclusão social no processo de urbanização do município, o alto grau de interação econômica e social deste último com o Distrito Federal, isto é, a polarização que o Distrito Federal exerce na oferta ao mercado de trabalho e de serviços básicos de educação e saúde. Neste quadro, e em face da alta taxa de homicídios no município, o artigo indica a necessidade de políticas cooperadas entre os diferentes entes da Federação envolvidos (União, estados, Distrito Federal e municípios) na área econômica e social e das políticas de segurança pública.<hr/>Abstract This work brings out the metropolitan context of homicides in Brasília, in 2010, specifically the town of Aguas Lindas de Goias. The paper highlights some features of the Brasilia metropolitan area, that interfaces with the structure and organization of public security, the deficit of health care activities in the municipality and also the dynamics of homicides. The research work was carried out on secondary socioeconomic data and semi-structured interviews with the actors involved with development of public safety and welfare programmes and policies. The results indicate to the socio-spatial segregation and social exclusion as the core features of the process of metropolization of the Brasilia. The high level of economic dependence and social interaction, between Aguas Lindas de Goias and Brasilia, is demonstrated throughout the offering of vacancies within the Brasilia's labor market and basic health services. In this context, and considering the high rate of homicides in the town, the paper indicates the need for cooperative policies between the different level of government involved (federal, state and municipalities) in economic and social sectors and public safety policies. <![CDATA[Women's movements and the State in Portugal: a State feminism approach]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-69922016000200459&lng=en&nrm=iso&tlng=en Abstract This paper aims to contribute towards a better understanding of the dynamics of women's movements and their relations with institutions, political parties and the official mechanisms used to promote gender equality. It is the outcome of the first study on State feminism in Portugal. Our research was carried out using a case study which focused on the main gender equality official mechanism and its networks, which required a qualitative approach. We concluded that currently, while the Portuguese State is confronted with its persistent inability to implement gender equality policies, the present situation of Portuguese women's movements is that of redefining and adjusting to the major challenge of reinvention and resignification within a very difficult external environment.<hr/>Resumo Este artigo pretende contribuir para uma melhor compreensão das dinâmicas dos movimentos de mulheres e de suas relações com as instituições, partidos políticos e mecanismos oficiais que promovem a igualdade de gênero. Resulta do primeiro estudo acerca do feminismo de Estado em Portugal. A pesquisa assentou num estudo de caso centrado no principal mecanismo oficial para a igualdade e as suas redes, com a mobilização de uma abordagem qualitativa. Concluímos que, na atualidade, enquanto o Estado português está confrontado com a sua persistente incapacidade para implementar as políticas de igualdade de gênero, a situação presente dos movimentos de mulheres portugueses é de redefinição e acomodação aos principais desafios de reinvenção e ressignificação num contexto externo muito difícil. <![CDATA[O desenvolvimento humano em contextos específicos: as propostas dos Relatórios de Desenvolvimento Humano do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento e os desafios postos pelos estudos sobre a América Latina]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-69922016000200487&lng=en&nrm=iso&tlng=en Resumo Como todos os anos desde 1990, os Relatórios de Desenvolvimento Humano (RDHs), encomendados pelas Nações Unidas, buscam inserir na agenda pública um conjunto de ações que envolvam lideranças políticas, governantes, intelectuais, técnicos e organizações da sociedade civil. O objetivo deste artigo é verificar, a partir de algumas pesquisas feitas na América Latina e divulgadas através dos Anais do XXIX Congresso Associação Latino-Americana de Sociologia (Alas), que ocorreu na cidade de Santiago do Chile, em 2013, se, na atualidade, há indicação de que está havendo, de fato, a sedimentação de processos de desenvolvimento humano capazes de indicar que estejam ocorrendo melhorias duradouras para as populações que vivem em situação de pobreza. Ainda que não haja qualquer diálogo direto entre os relatórios e as pesquisas examinadas, pode-se afirmar que elas têm sido produzidas em virtude de um interesse crescente, nas ciências sociais, em compreender se estão ou não em andamento processos de combate à privação e à impotência a que os mais pobres estão submetidos em várias partes do mundo.<hr/>Abstract As every year since 1990, the Human Development Reports (HDRs), commissioned by the United Nations, seek to enter, in the public agenda, a set of actions which involve political leaders, rulers, intellectuals, technicians and civil society organizations. The aim of this paper is to verify, based on some research done in Latin America and disseminated through the proceedings of XXIX Alas Congress that took place in 2013, if, at present, there is indication that it is happening, in fact, the sedimentation of human development processes capable of showing that lasting improvements for people living in poverty are occurring. Although there is no direct dialogue between the reports and surveys examined, it can be stated that they have been produced under a growing interest, in the Social Sciences, to understand whether processes to combat deprivation and powerlessness to which the poorest are submitted in various parts of the world are or not underway. <![CDATA[Os usos discursivos da ciência e da tecnologia nas disputas políticas ambientais]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-69922016000200517&lng=en&nrm=iso&tlng=en Resumo O ensaio problematiza a articulação entre a sociologia ambiental e os estudos sociais em ciência, tecnologia e sociedade relativamente às injunções entre o campo científico e o campo político-social, a propósito do embate público sobre a construção social dos problemas ambientais. O ensaio é consequência de investigação teórica de autores convencionalmente separados em subcampos da sociologia ambiental (Beck, Hannigan, Yarley) e da sociologia e estudos de ciência e tecnologia (Jasanoff, Knorr-Cetina, Collins), em um esforço de síntese de uma nova problematização que reúna aspectos epistemológicos e político-culturais referentes a mecanismos estruturadores tanto do campo científico quanto do campo político-cultural, entendidos mais como inter-relacionados, de maneira a conformar o que se denomina provisoriamente de arena epistêmico-política.<hr/>Abstract The essay discusses the linkage between environmental sociology and social studies in science, technology and society in relation to injunctions between the scientific field and the social-political field, with regard to public struggle on the social construction of environmental problems. The essay is the result of theoretical research of authors conventionally divided into subfields of environmental sociology (Beck, Hannigan, Yarley) and sociology and studies of science and technology (Jasanoff, Knorr-Cetina, Collins), in an effort to synthesis of a new problematic which satisfies epistemological and political and cultural aspects related to structuring mechanisms both the scientific field as the political-cultural field, understood more as interrelated in order to conform what is provisionally called epistemic-political arena. <![CDATA[Justiça, política penal e tolerância zero]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-69922016000200541&lng=en&nrm=iso&tlng=en Resumo O ensaio problematiza a articulação entre a sociologia ambiental e os estudos sociais em ciência, tecnologia e sociedade relativamente às injunções entre o campo científico e o campo político-social, a propósito do embate público sobre a construção social dos problemas ambientais. O ensaio é consequência de investigação teórica de autores convencionalmente separados em subcampos da sociologia ambiental (Beck, Hannigan, Yarley) e da sociologia e estudos de ciência e tecnologia (Jasanoff, Knorr-Cetina, Collins), em um esforço de síntese de uma nova problematização que reúna aspectos epistemológicos e político-culturais referentes a mecanismos estruturadores tanto do campo científico quanto do campo político-cultural, entendidos mais como inter-relacionados, de maneira a conformar o que se denomina provisoriamente de arena epistêmico-política.<hr/>Abstract The essay discusses the linkage between environmental sociology and social studies in science, technology and society in relation to injunctions between the scientific field and the social-political field, with regard to public struggle on the social construction of environmental problems. The essay is the result of theoretical research of authors conventionally divided into subfields of environmental sociology (Beck, Hannigan, Yarley) and sociology and studies of science and technology (Jasanoff, Knorr-Cetina, Collins), in an effort to synthesis of a new problematic which satisfies epistemological and political and cultural aspects related to structuring mechanisms both the scientific field as the political-cultural field, understood more as interrelated in order to conform what is provisionally called epistemic-political arena. <![CDATA[O passado, o presente, o futuro e uma nova categoria social: o servidor público aposentado]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-69922016000200547&lng=en&nrm=iso&tlng=en Resumo O ensaio problematiza a articulação entre a sociologia ambiental e os estudos sociais em ciência, tecnologia e sociedade relativamente às injunções entre o campo científico e o campo político-social, a propósito do embate público sobre a construção social dos problemas ambientais. O ensaio é consequência de investigação teórica de autores convencionalmente separados em subcampos da sociologia ambiental (Beck, Hannigan, Yarley) e da sociologia e estudos de ciência e tecnologia (Jasanoff, Knorr-Cetina, Collins), em um esforço de síntese de uma nova problematização que reúna aspectos epistemológicos e político-culturais referentes a mecanismos estruturadores tanto do campo científico quanto do campo político-cultural, entendidos mais como inter-relacionados, de maneira a conformar o que se denomina provisoriamente de arena epistêmico-política.<hr/>Abstract The essay discusses the linkage between environmental sociology and social studies in science, technology and society in relation to injunctions between the scientific field and the social-political field, with regard to public struggle on the social construction of environmental problems. The essay is the result of theoretical research of authors conventionally divided into subfields of environmental sociology (Beck, Hannigan, Yarley) and sociology and studies of science and technology (Jasanoff, Knorr-Cetina, Collins), in an effort to synthesis of a new problematic which satisfies epistemological and political and cultural aspects related to structuring mechanisms both the scientific field as the political-cultural field, understood more as interrelated in order to conform what is provisionally called epistemic-political arena.