Scielo RSS <![CDATA[Sociedade e Estado]]> http://www.scielo.br/rss.php?pid=0102-699220170001&lang=es vol. 32 num. 1 lang. es <![CDATA[SciELO Logo]]> http://www.scielo.br/img/en/fbpelogp.gif http://www.scielo.br <![CDATA[Editorial]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-69922017000100007&lng=es&nrm=iso&tlng=es <![CDATA[O movimento sindical na Argentina e no Brasil (2002-2014)]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-69922017000100013&lng=es&nrm=iso&tlng=es Resumo O artigo analisa e compara a ação do sindicalismo na Argentina e no Brasil no período 2002-2014. Na primeira seção, apresentamos em grandes linhas os efeitos econômicos, institucionais e políticos do neoliberalismo dos anos 1990 sobre a ação sindical. Na segunda seção, argumentamos, em primeiro lugar, que, no período 2002-2014, o movimento sindical se fortaleceu como ator institucional e representante dos interesses dos trabalhadores na negociação perante o Estado e as empresas. Em segundo lugar, sugerimos que a articulação com o sindicalismo foi importante tanto para o governo do Partido dos Trabalhadores (PT) no Brasil quanto para o kirchnerismo na Argentina, embora por motivos diferentes. Em terceiro lugar, mostramos que, em razão do novo contexto político, econômico e social, mudanças significativas ocorreram nos alinhamentos entre correntes sindicais e em sua relação com os respectivos sistemas políticos. Na conclusão, sugerimos algumas perspectivas para o futuro do sindicalismo nos dois países, chamando a atenção, dentre outras coisas, para os riscos de aprofundamento da oligarquização e burocratização dos dois movimentos.<hr/>Abstract The article analyses and compares the labor movement action in Argentina and Brazil in the 2002-2014 period. In the first section we depict the economic, institutional, and political effects of the 1990s neoliberalism on the movement's action. In the second section we argue, first, that in the 2002-2014 period the labor movement was strengthened as an institutional actor and as representative of workers in bargaining its interests with the State and employers. Secondly, we suggest that the support of unionism was important for the governments of both the Workers Party (PT) in Brazil and the Kirchnerism in Argentina, albeit for different reasons. Thirdly, we show that in a new economic, social, and political context, important changes have taken place in the political alignments between union factions and in their relationship with their respective political systems. In the conclusion, we suggest perspectives for the future of the labor movement in the two countries, calling attention, among other things, to the risk of deeper oligarchyzation and bureaucratization of the two movements. <![CDATA[Ni rara, ni extraordinaria: política y corporalidad en Eva Perón]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-69922017000100039&lng=es&nrm=iso&tlng=es Resumen Este ensayo analiza imágenes indiciales y representaciones icónicas de Eva Perón a partir de un enfoque que combina las nociones de corporalidad y afectividad con las teorías de la imagen fotográfica propuestas por WJT Mitchell, Roland Barthes y Susan Sontag. La tesis principal de este trabajo propone revisar los mitos sobre la figura de Eva Perón a partir de un análisis de su corporalidad y su relación con el imaginario pre-peronista en torno a la mujer, la política, la belleza y el consumo.<hr/>Abstract This essay analyzes images and representations of Eva Perón combining theories of corporeality and affection with theories of the photo-image proposed by WJT Mitchell, Roland Barthes and Susan Sontag. It aims to revise the myths related to Eva Perón and her physical and emotional representations, from the perspective of an analysis of her corporeality and her relation with the pre-peronist imagery around women, politics, beauty and consumerism. <![CDATA[Estado, política e evolução social: uma tendência para este século XXI]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-69922017000100061&lng=es&nrm=iso&tlng=es Resumo Defenderei o argumento de que, desde a última década do século XX, se está assistindo a uma reafirmação de um Estado forte, compensatório e regulatório, diretivo em relação à evolução social. Nesse sentido, passa para o primeiro plano a política - tanto em termos de afirmação das instituições políticas quanto no que se refere à participação cidadã - como o elemento fundamental para a realização de transformações em todos os âmbitos da sociedade. Contratendências conservadoras na política, redivivas diante da atual crise socioeconômica, defensoras de políticas de austeridade como forma de resolver-se tal crise, e depois de um longo tempo de influência das posições neoliberais, podemos perceber a consolidação de uma cultura democrática ou de uma mentalidade coletiva afirmadora desse Estado diretivo em relação à evolução social, realizador de políticas de integração social e regulador no que tange à dinâmica econômica. É uma realidade muito importante para nossas democracias, pois leva ao reforço de uma cultura pública defensora de direitos sociais, à afirmação de uma política que, contraposta ao laissez-faire, assume o papel de centro diretivo da sociedade, de espaço de reivindicações por justiça e de exercício efetivo da cidadania, por parte de um número sempre crescente de indivíduos, grupos culturais e movimentos sociais os mais diversos. Trata-se, por isso, de uma perspectiva muito otimista no que diz respeito ao reforço da democracia política, que coloca o Estado como instituição básica para a constituição de uma sociedade democrática contemporânea.<hr/>Abstract I will defend the argument that since the last decade of XX century it is possible to perceive a reaffirmation of a strong, compensatory, and regulatory State, which is directive concerning social evolution. In this sense, politics turns to foreground, both in terms of affirmation of the public institutions and referring to citizen participation, as the core to the performing of transformations in all sides of the society. Against conservative tendencies in the politics, assumed again with the current social and economic crisis, and after a long time of influence of the neoliberal theory advocating for politics of austerity, we can perceive a consolidation of a democratic culture or collective mentality that affirms this directive State concerning social evolution, realizing politics of social integration and regulating economic dynamic. It is a very important reality to our democracies, because it conducts to the reinforcement of a public culture of defense of the social rights, to the affirmation of a politics that, opposed to neoliberalism, assumes the vocation of directive center of society, space of claims for justice and effective exercise of citizenship, by an always growing number of individuals, cultural groups and social movements. It is an optimistic perspective to reinforce of the political democracy that puts the State as the basic institution to the constitution of a contemporary democratic society. <![CDATA[Individualização da incerteza: direito condicionado e ativação da proteção social]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-69922017000100089&lng=es&nrm=iso&tlng=es Resumo O artigo problematiza os componentes políticos de recentes reformas dos sistemas de proteção social, com atenção especial nas políticas de ativação para o trabalho. Em geral, os argumentos oferecidos por governos para sua adoção são de ordem econômica, porém eles não estão dissociados de inspirações ideológicas e, ademais, apresentam claras consequências políticas. ­Faz-se uma reflexão sobre a possibilidade de convivência da democracia com (des)proteção social de setores tais como desempregados crônicos, população em situação de pobreza beneficiária de assistência e o crescente contingente de pessoas inseridas em um mercado de trabalho flexibilizado que oferece mais precariedade do que proteção. Nesse contexto, ocorrem a (re)individualização dos riscos e das incertezas, a erosão do status social resultante do questionamento à titularidade de direito e da adoção do direito condicionado. O artigo analisa as consequências deste processo para a cidadania, entendida como pertencimento em bases igualitárias a uma comunidade política.<hr/>Abstract The article discusses the political components of recent reforms of social protection systems, with particular emphasis on activation policies to work. The arguments offered by governments for adoption are economic, but they are not divorced from ideological inspirations and they have clear political consequences. The article presents a reflection about the possibility of coexistence of democracy and lack of social protection for chronically unemployed, poor people receiving assistance and the growing number of persons engaged in a flexible labor market that offers precarious protection. In this context there are processes of individualization of risks and uncertainties, the erosion of social status resulting from questioning the ownership of law and the adoption of the right conditioning. The article analyzes the consequences to the citizenship, understood as belonging to a political community egalitarian basis. <![CDATA[Trabalhadores digitais: as novas ocupações no trabalho informacional]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-69922017000100115&lng=es&nrm=iso&tlng=es Resumo Este artigo traz uma análise dos trabalhadores da indústria de informática, bem como do trabalho que realizam, o qual denominamos aqui de "trabalho digital". São os trabalhadores de criação ou gestão de tecnologias informacionais, que desenvolvem softwares, aplicativos, jogos computacionais, criam e administram páginas web, analistas de sistemas, gerentes de projetos, consultores de TI, especialistas em bancos de dados, entre outros. O trabalho nesse setor é flexível em sua origem e intelectual por excelência, e integra o debate sobre trabalho imaterial e criativo. Realizamos pesquisa junto a empresas e trabalhadores do setor, buscando recuperar a percepção dos profissionais sobre a diversidade dos vínculos contratuais, as condições de trabalho, suas motivações para a escolha da profissão e seu caráter considerado "criativo" e inovador.<hr/>Abstract This article analyzes the work and the workers in the computer industry, that we call the digital work. Are creative workers who develop software, applicative, computer games, create and manage web pages, systems analysts, project managers, IT consultants, experts in databases, and others. The work in this sector is flexible in its origin and intellectual par excellence and integrates the discussion of immaterial labor and creative work. The research consisted of visits to companies and interviews with workers recovering the perception of workers concerning the diversity of labor contracts, working conditions, their motivations for choosing the profession and about the character considered "creative" and innovative. <![CDATA[A hierarquização simbólica do Brasil na Copa do Mundo]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-69922017000100145&lng=es&nrm=iso&tlng=es Resumo A pertinência de se sediar a Copa do Mundo, tornou-se, para o Brasil, um tema controverso entre 2013 e 2014, focando-se os debates em dois elementos de disputa: os impactos econômicos e sociais do evento. Um terceiro elemento, contudo, também fora mobilizado, mas pareceu bem menos contestado. Argumentava-se que sediar a Copa do Mundo se justificaria pela promoção da imagem do Brasil no exterior. Esta proposta surge justamente em uma situação de economia globalizada, na qual países em todo o mundo disputam a atração de um capital flexível e desnacionalizado. Nesse sentido, as identidades são articuladas como marca no intuito de se produzir o espaço simbolicamente como mais atraente a esse capital, o que se nota, em especial, na promoção turística. Este artigo busca compreender a relação entre a formação das marcas-lugar empreendida pelos órgãos de turismo nacionais, e a promoção da imagem do país no contexto da Copa do Mundo. Será demonstrado, no caso brasileiro, que a pluralidade de agentes interessados na representação do Brasil leva à hierarquização dessas representações, hierarquização que se dá, contudo, não a partir do Estado-nação, mas de empresas globais envolvidas com o megaevento.<hr/>Abstract The pertinence of hosting the Football World Cup in Brazil has been a warm issue between 2013 and 2014. The debates were centered on two issues: the economic and the social impacts of the event. A third issue was also important, however, much less discussed: for its defenders hosting the games was justified by to opportunity to promote the country image abroad. Image promotion become a central issue in a moment in which countries of the whole world dispute the attraction of a flexible and denationalized capital. In this sense, identities are articulated as brand in order to produce symbolically the space as more attractive to the capital, something to be clearly noticed in the touristic promotion. This paper aims to understand the relationship between place branding and the promotion of country image in the World Cup context. It will be shown that, in the case of Brazil, there are several agents with interests on representing Brazil, what leads to a hierarchy of representation. This hierarchy is not given, however, by the nation-state, but by the global companies involved with the mega-event. <![CDATA[A função do dinheiro: uma análise das estratégias dos mediadores em um sistema de crédito cooperativo]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-69922017000100171&lng=es&nrm=iso&tlng=es Resumo Este estudo tem por objetivo compreender como as transações financeiras afetam as relações sociais entre agricultores e dirigentes de cooperativas de crédito que operam recursos disponibilizados por programas governamentais. O problema de pesquisa buscou compreender as estratégias destes dirigentes, denominados mediadores, para articulação do universo simbólico dos agricultores com as expectativas da política pública e do circuito no qual circula o dinheiro oriundo do crédito. Para compreender esta questão foi realizada uma pesquisa empírica em um Sistema de Crédito Cooperativo denominado Cresol. O aporte teórico que orientou a análise das informações articulou os conceitos de frames (McAdam, McCarthy &amp; Zald, 1999) e de "negociação da intimidade" (Zelizer, 2005). A conclusão é que os mediadores operam uma estratégia de transformação da confiança e da amizade (intimidade) em vínculo institucional. Sua ação adquire um viés instrumental na medida em que converte transações econômicas em intimidade, transferências financeiras em ampliação e fortalecimento da relação social e identidade do sistema.<hr/>Abstract This study aims to understand how financial transactions affect social relationships between farmers and directors of credit unions operating resources provided by government programs. The problem of research sought to understand the strategies of these leaders, called mediators, to articulate the symbolic universe of farmers, with the expectations of public policy and the circuit where the money flows. To understand this issue an empirical research was carried out in a Cooperative Credit System called Cresol. The theoretical framework that guided the analysis of the information articulated the concepts of frames (McAdam, McCarthy and Zald, 1999) and "negotiation of intimacy" (Zelizer, 2005). The conclusion is that the mediators operate its strategy of making trust and friendship (intimacy) on institutional affiliation. Its action acquires an instrumental bias in that converts economic transactions in intimacy, financial transfers in expanding and strengthening social relations and identity system. <![CDATA[O dilema do enquadramento interpretativo: o caso das interações entre o movimento dos direitos animais e a grande mídia]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-69922017000100189&lng=es&nrm=iso&tlng=es Resumo Ativistas de movimentos sociais enfrentam um dilema em suas atividades de enquadramento interpretativo. De acordo com parte da literatura, imperativos morais são obstáculos para o imperativo estratégico e tal dilema tem origem na tensão entre esses dois polos. Este trabalho tem dois objetivos: (1) questionar e propor alternativas para essa caracterização dicotômica do dilema do enquadramento interpretativo; e (2) compreender os processos que geram diferentes respostas a esse dilema. Para isso, foram entrevistadas lideranças de quatro organizações de direitos animais em Porto Alegre; uma liderança de uma organização de direitos animais de São Paulo; e ativistas e jornalistas envolvidos na produção de notícias e artigos selecionados para análise em profundidade. Os resultados apontam que imperativos estratégicos e morais se complementam e são gerados por teorias nativas sobre como a transformação social ocorre e são moldados por pressões interativas, gerando as diferentes respostas ao dilema do enquadramento.<hr/>Abstract Social movement activists face a dilemma in their framing activities. According to part of the literature, moral imperatives are constraints to strategic imperatives and this dilemma emerges from the tension between these poles. This paper has two objectives: (1) to question and to propose alternatives to the dichotomous characterization of the framing dilemma; (2) and to comprehend the processes that generate different solutions for this dilemma. To achieve these goals, we interviewed: leaders of four animal rights organizations of Porto Alegre; a leader of one organization of São Paulo; and activists and journalists involved in the production of news reports and articles selected for deeper analysis. Our data shows that moral and strategic imperatives are complementary and are generated by folk theories on social transformation and by interactive pressures, generating different solutions for the framing dilemma. <![CDATA[Riqueza e <em>status</em> entre mulheres negras no Brasil]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-69922017000100217&lng=es&nrm=iso&tlng=es Resumo Este artigo estuda a participação das mulheres negras no grupo dos ricos no Brasil. São definidos como ricos aqueles que integram o conjunto de 1% com maiores rendimentos advindos do trabalho principal. Através de modelos logísticos, estima-se em que medida a escolaridade, incluindo a segmentação por áreas de formação superior, contribui para as desvantagens desse grupo de mulheres quanto à participação entre os ricos. Estima-se também a contribuição relativa da remuneração discriminatória dos níveis educacionais. O estudo aborda também como a condição racial afeta a condição de status das mulheres negras ricas, sendo o conceito de status operacionalizado a partir das dinâmicas conjugais. O que se observa é que mulheres negras ricas, além de tenderem a não contar com um cônjuge, experimentam maiores probabilidades de estarem unidas a cônjuges não ricos, em comparação com as mulheres brancas. Isso indica que a condição racial deprecia suas possibilidades de conversão da afluência econômica em status social. A análise da dinâmica matrimonial é realizada com base em modelos logísticos multinominais. Os dados são provenientes do Censo Demográfico de 2010.<hr/>Abstract This paper approaches the relative absence of black women amongst the top-incomes in Brazil. The top-incomes are defined as the 1% of people with higher earnings from their main job. We apply logistic regressions to address in what extent educational levels explain the black women's disadvantages on the probabilities of being rich. Through simulations based on the same logistic models, we address the contribution of discrimination for these disadvantages. This paper also addresses how race affects the social status of rich black women, considering matrimonial dynamics as a plausible indicator for status formation. The hypothesis is that rich black women have difficulties to match rich partners, for discrimination in some extent prevents their economic affluence to work as a source of social status. We apply multinomial logistics regression to address the matrimonial dynamics. The data is from the 2010 Brazilian Census. <![CDATA[Trente ans après <em>La distinction</em>: um guia sobre a posteridade da obra de Bourdieu]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-69922017000100247&lng=es&nrm=iso&tlng=es Resumo Este artigo estuda a participação das mulheres negras no grupo dos ricos no Brasil. São definidos como ricos aqueles que integram o conjunto de 1% com maiores rendimentos advindos do trabalho principal. Através de modelos logísticos, estima-se em que medida a escolaridade, incluindo a segmentação por áreas de formação superior, contribui para as desvantagens desse grupo de mulheres quanto à participação entre os ricos. Estima-se também a contribuição relativa da remuneração discriminatória dos níveis educacionais. O estudo aborda também como a condição racial afeta a condição de status das mulheres negras ricas, sendo o conceito de status operacionalizado a partir das dinâmicas conjugais. O que se observa é que mulheres negras ricas, além de tenderem a não contar com um cônjuge, experimentam maiores probabilidades de estarem unidas a cônjuges não ricos, em comparação com as mulheres brancas. Isso indica que a condição racial deprecia suas possibilidades de conversão da afluência econômica em status social. A análise da dinâmica matrimonial é realizada com base em modelos logísticos multinominais. Os dados são provenientes do Censo Demográfico de 2010.<hr/>Abstract This paper approaches the relative absence of black women amongst the top-incomes in Brazil. The top-incomes are defined as the 1% of people with higher earnings from their main job. We apply logistic regressions to address in what extent educational levels explain the black women's disadvantages on the probabilities of being rich. Through simulations based on the same logistic models, we address the contribution of discrimination for these disadvantages. This paper also addresses how race affects the social status of rich black women, considering matrimonial dynamics as a plausible indicator for status formation. The hypothesis is that rich black women have difficulties to match rich partners, for discrimination in some extent prevents their economic affluence to work as a source of social status. We apply multinomial logistics regression to address the matrimonial dynamics. The data is from the 2010 Brazilian Census. <![CDATA[E a tragédia continua]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-69922017000100253&lng=es&nrm=iso&tlng=es Resumo Este artigo estuda a participação das mulheres negras no grupo dos ricos no Brasil. São definidos como ricos aqueles que integram o conjunto de 1% com maiores rendimentos advindos do trabalho principal. Através de modelos logísticos, estima-se em que medida a escolaridade, incluindo a segmentação por áreas de formação superior, contribui para as desvantagens desse grupo de mulheres quanto à participação entre os ricos. Estima-se também a contribuição relativa da remuneração discriminatória dos níveis educacionais. O estudo aborda também como a condição racial afeta a condição de status das mulheres negras ricas, sendo o conceito de status operacionalizado a partir das dinâmicas conjugais. O que se observa é que mulheres negras ricas, além de tenderem a não contar com um cônjuge, experimentam maiores probabilidades de estarem unidas a cônjuges não ricos, em comparação com as mulheres brancas. Isso indica que a condição racial deprecia suas possibilidades de conversão da afluência econômica em status social. A análise da dinâmica matrimonial é realizada com base em modelos logísticos multinominais. Os dados são provenientes do Censo Demográfico de 2010.<hr/>Abstract This paper approaches the relative absence of black women amongst the top-incomes in Brazil. The top-incomes are defined as the 1% of people with higher earnings from their main job. We apply logistic regressions to address in what extent educational levels explain the black women's disadvantages on the probabilities of being rich. Through simulations based on the same logistic models, we address the contribution of discrimination for these disadvantages. This paper also addresses how race affects the social status of rich black women, considering matrimonial dynamics as a plausible indicator for status formation. The hypothesis is that rich black women have difficulties to match rich partners, for discrimination in some extent prevents their economic affluence to work as a source of social status. We apply multinomial logistics regression to address the matrimonial dynamics. The data is from the 2010 Brazilian Census.