Scielo RSS <![CDATA[Psicologia & Sociedade]]> http://www.scielo.br/rss.php?pid=0102-718220040001&lang=en vol. 16 num. 1 lang. en <![CDATA[SciELO Logo]]> http://www.scielo.br/img/en/fbpelogp.gif http://www.scielo.br <![CDATA[<B>Editorial</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-71822004000100001&lng=en&nrm=iso&tlng=en <![CDATA[<B>Editorial do número especial</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-71822004000100002&lng=en&nrm=iso&tlng=en <![CDATA[<B>Knowledge production, merchantilist practices and new ways of subjectivation</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-71822004000100003&lng=en&nrm=iso&tlng=en Os rumos atuais das mudanças da educação superior no Brasil são preocupantes, na medida em que os dispositivos instituídos em meio à cultura avaliativa privilegiam ligações funcionais e pragmáticas dos trabalhadores com seu processo de trabalho. Trazem a produtividade, a competência, a autonomia, a competitividade como palavras de ordem no mercado de saberes, gerando isolamento, fragmentação e tédio no cotidiano das práticas acadêmicas. Neste texto, coloca-se em análise os discursos e ações dos diversos segmentos implicados com o processo de mudança, assim como nossas estratégias de organização. Apresenta-se um panorama geral das políticas neoliberais que fundamentam as reformas propostas para o ensino superior, os modos de subjetivação que vêm ganhando corpo nas relações entre docentes-pesquisadores, os efeitos produzidos pela adoção de um modelo de avaliação do trabalho realizado e, finalmente, algumas reflexões que buscam interseções entre os diferentes tempos percorridos.<hr/>The current directions of changes of college education in Brazil are preoccupying, as the devices established in an evaluative culture privilege functional and pragmatic connections of the workers with their work process. These devices bring productivity, competence, autonomy, competitiveness as words of order in knowledge area, producing isolation, fragmentation and tedium in the quotidian of academic practices. In this text, we put in analysis the speeches and actions of several segments implicated with the changing process, as well as our organization strategies. It is presented a general view of the neoliberal politics which grounds the reforms proposed for college education, the ways of subjectivation which are being formed in the relations between professors-researchers, the effects produced by the adoption of a model to evaluate the work done and, finally, some reflections that search intersections among the past different times. <![CDATA[<B>Evaluation in an inclusive perspective</B>: <B>building together with teachers</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-71822004000100004&lng=en&nrm=iso&tlng=en Para que a diversidade possa se fazer presente, a base da educação de alunos com necessidade educativas especiais (n.e.e.) precisa se construir numa abordagem de apoio colaborativo. Neste relato buscamos evidenciar o processo de repensar a avaliação educacional de um aluno da segunda série. A partir do trabalho com a professora e a pedagoga, definimos aspectos a serem avaliados e um projeto educativo para o aluno a ser trabalhado na sala de aula. O estudo deste caso desencadeou uma atitude de mudança quanto à avaliação nos profissionais das séries iniciais, trazendo à tona inúmeras questões sobre o processo de avaliação naquela escola. Os dados nos mostraram a processualidade do trabalho e como é difícil passar de uma avaliação diagnóstica por especialistas para uma avaliação pedagógica das condições de ensino-aprendizagem.<hr/>In order to make diversity present, the basis of education for students with special educational necessities needs to be built in an approach of collaborative support. In this text we search to evidence the process of rethinking the educational evaluation of a second grade student. From a work with the teacher and the pedagogue, we defined the aspects to be evaluated and an educative project for the student, to be worked in the classroom. The study of this case sets off an attitute of change towards evaluation in the initial grades, bringing into the open several issues on the evaluation process of that school. Data show us the work processuality and how it is difficult to go from a specialist's diagnostic evaluation to a pedagogic evaluation of the teach-learning conditions. <![CDATA[<B>Thinking</B>: <B>what is it destined for? Differenent times of a reflection upon the announced death of educators</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-71822004000100005&lng=en&nrm=iso&tlng=en O artigo problematiza os atuais critérios de avaliação da Pós-Graduação, cuja ênfase na publicação de artigos em revistas indexadas, tem levado à desvalorização do educador. Ao não valorizar outras atividades como ensino, orientação, organização de eventos, participação em debates, trabalhos de extensão, participação em bancas, assessorias etc., e ao não considerar relevante as publicações que se dirigem a um público mais amplo, ou mesmo as publicações de livros, tende a definir de maneira bastante limitada o que seja produtividade acadêmica.<hr/>The article questions the current Post-Graduation evaluation criteria, which emphasizes article publications and indexed magazines. It has led to a depreciation of the educator. When not valuing other activities such as teaching, orientation, organization of events, participation in debates, extension works, participation in examining boards etc, and when not considering important the publications towards a larger public, or even book publications, Post-Graduation evaluation tends to define, in a limited way, what is academic productivity. <![CDATA[<B>Researcher facing post-graduation evaluation</B>: <B>under discussion, new ways of subjectivation</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-71822004000100006&lng=en&nrm=iso&tlng=en Pensar o atual Modelo CAPES de Avaliação da Pós-Graduação (PG), no Brasil, traz à visibilidade reflexiva alguns componentes do mecanismo que acabou por produzir esse dispositivo de subjetivação do pesquisador, desde sua criação na década de setenta, passando pelos processos de globalização da economia e de expansão das telecomunicações até a criação da OMC na década de noventa, seguida de um acirramento das estratégias de competição e de individualização. Das linhas que nos chegam com efeitos diversos, configurando um complexo contexto da PG brasileira, trago, para discutir, três desdobramentos - indicadores de produtividade do pesquisador; indicadores de qualidade definidos pelos QUALIS das áreas; e a ressuscitada taxa de bancada do CNPq -, tal como os consigo delinear neste momento, buscando dar-lhes um contorno de cena em curso, na perspectiva do pesquisador. Produzidas historicamente, essas cenas perspectivadas podem sugerir um processo crescente de estraçalhamento do pesquisador em diferentes níveis: (a) no interior do Programa, pela contínua exigência para atingir os índices de qualidade esperados; (b) na sua própria área de conhecimento, em especial quando atuante em dois Programas de PG, precisando atender a dois QUALIS; (c) no interior do grupo de pesquisa, pelas assimetrias que vão se formando nas relações, em vista do tratamento diferenciado a bolsistas CNPq. Se a avaliação é condição necessária para o crescimento da excelência na Pesquisa e na formação Pós-Graduada, não é, contudo, condição suficiente: cabe criar condições de possibilidade na instância micropolítica para, com base em avaliações coletivas de conjunto, propor estratégias de intervenção que trabalhem no engendramento de novos agenciamentos, na contracorrente do pensamento homogêneo, individualizante e de competição excludente. Tais movimentos, ao adquirirem força de potência, podem provocar a emergência, na instância macropolítica, de modelos de avaliação mais contemporâneos, perspectivando questões científico-políticas na dimensão do seu compromisso com uma ética-estética.<hr/>Thinking the current CAPES model of Post-Graduation evaluation, in Brazil, brings into a reflexive visibility some components of the mechanism that ended producing this subjectvation device of the researcher, since its creation in the seventies, through the process of globalization of the economy and expansion of telecommunications until the creation of the World Trade Organization in the nineties, followed by a stimulation of competition and individualization strategies. From the lines that come to us with several effects, configuring a complex context of Brazilian Post-Graduation, I bring three issues to be discussed - indicators of the researcher's productivity; quality indicators defined by the QUALIS of their areas; and the ressuscitated fee for CNPq board -, as I am able to trace at this moment, trying to give them an outline of the scene in course, in the researcher's perspective. Historically produced, these scenes, in perspective, may suggest an increasing process of shattering to the researcher in different levels: (a) inside the Post-Graduation Program, by the continuous requirement to reach the expected quality rates; (b) in the researcher's own knowledge area, specially when working in two Post-Graduation Programs, needing to attend to two QUALIS; (c) inside research groups, by asymmetries that are formed in the relations due to differentiated treatment towards CNPq scholarship holders (National Council of Scientific and Technological Development). If evaluation is a necessary condition to increase research and Post-Graduation education excellence, it is not, however, the only condition: it is needed to create conditions to possibilities in micropolitics instances to propose, based on collective evaluations, intervention strategies that work linking and producing new connections, in the countercurrent of the homogeneous, individualizing thinking and excluding competition. Such movements, when acquiring strength and power, may provoke the emergence, in macropolitic instance, of more contemporaries evaluation models, setting under perspective scienfific-politics issues in the dimension of its commitment with an ethic-aesthetic. <![CDATA[<B>Tension or opposition between science and politics in the postgraduate? A false problem?</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-71822004000100007&lng=en&nrm=iso&tlng=en Resistindo, denunciando, cansando, algumas vezes indignando-nos, a maioria do tempo estamos vivendo os extertores da universidade pública brasileira, em especial na área conhecida como Ciências Humanas e Sociais. Dentro do ideário neoliberal de Estado mínimo os recursos e financiamentos que têm sido alocados na educação superior pública e laica, em nosso país são, a cada ano, mais irrisórios. Interessa que, numa mesma universidade pública, os vários centros, institutos e departamentos se degladiem ferozmente entre si pelas verbas repassadas em migalhas e vindas como esmolas. As equipes, os professores e alunos competem uns com os outros pelos, cada vez mais, escassos financiamentos. São estas observações que trago neste texto como notas introdutórias sobre a questão da universidade brasileira hoje, em especial, no que se refere ao sucateamento que vem sofrendo a chamada área de "humanidades", nos cursos de pós-graduação.<hr/>Resisting, denouncing, tiring, sometimes becoming indignant, most of the time we are living the final moments of Brazilian public Universities, specially in the area known as Social and Human Sciences. In the neoliberal ideal of minimum State, the resources and financings that have been allocated in public college-education in our country are, each year, more insignificant. It interests that, in a same public university, the several centers, institutes and departments ferociously struggle among themselves for the amount of money repassed in crumbs and coming as almses. The teams, the professors, the students compete against each other for the rare financings. These are the comments I bring in this text as introductory notes on the issue of Brazilian Universities today, specially concerned with devastation that, the so called "humanity" area has been suffering in Post-Graduation courses. <![CDATA[<B>To research and to intervene</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-71822004000100008&lng=en&nrm=iso&tlng=en O texto busca, a partir de conceitos teóricos da Biologia do Conhecer, discutir a pesquisa-intervenção como uma ação que cria possibilidades de interconexão entre a pesquisa e a extensão no viver universitário. A condição de observador-dependente, produzido a partir de uma rede de conversações que constitui o domínio explicativo científico é tomada para compreender as possibilidades de exercício da função de autoria, bem como as implicações éticas decorrentes. Postula-se que a pesquisa-intervenção possa - ela mesma - constituir-se como inovação ao propor perspectivas metodológicas de ação capazes de sustentar trabalhos de intervenção para além da pesquisa propriamente dita.<hr/>This text discusses intervention-research as an action that creates possibilities of interconnections between research and extension in universitarian daily life from the basic theoretical concepts of Biology of Knowledge. Produced from a network of conversations which constitutes the explanatory scientific domain, the condition of dependent-observer is taken in order to understand the possibilities of exercising authorial function, as well as the resultant ethical implications. It's postulated that intervention-research methodology can constitute itself as an inovation when proposing methodological perspectives of action capable of sustaining interventions that sustain themselves beyond the research in itself. <![CDATA[<B>Some episthemological and ethical questions in psychology</B>: <B>avaliation under discussion</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-71822004000100009&lng=en&nrm=iso&tlng=en Este trabalho pretende fazer uma reflexão sobre alguns dilemas epistemológicos e éticos que encontramos na produção do conhecimento psicológico frente à racionalidade hegemônica que institui um modelo de produção, de aplicação e de avaliação do conhecimento para a educação e para os programas de Pós-graduação, sobretudo da Psicologia. Para entendermos a condição presente da Psicologia, recorremos ao seu passado, buscando os indícios da sua história de luta e resistência, os registros de permanência e de rupturas, para que possamos pensar prospectivamente sobre nossa condição e nosso devir. No esforço de sistematizar alguns pontos do debate, vamos abordar inicialmente as especificidades da produção do conhecimento da Psicologia; logo em seguida, enfatizaremos a crise da racionalidade hegemônica e a emergência de um novo paradigma na ciência, e finalizaremos com a discussão sobre a avaliação.<hr/>This study reflects upon some episthemological and ethical dilemma we find in the psychological knowledge production facing the hegemonic rationality that establishes a model of production, application and evaluation of knowledge to education and to Post-Graduation programmes, above all in Psychology. In order to understand the present condition of Psychology, we revisited its past, searching for indication of its struggle and resistence history, searching marks of permanence and ruptures, so we could think prospectively about our condition and our becoming. In the effort to systematize some points of the discussion, we initially approach the specificities of Psychology knowledge production; then, we emphasize the hegemonic rationality crisis and the emergence of a new pradigm in science, and we conclude with the discussion on evaluation. <![CDATA[<B>From evaluation of education to education of evaluation</B>: <B>the educator´s role in the universitary evaluation process</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-71822004000100010&lng=en&nrm=iso&tlng=en Ete artigo aborda o debate sobre o modelo de avaliação adotado pela CAPES para os programas de pós-graduação nas universidades brasileiras, propondo a seguinte reflexão: que ensino e que pesquisa acontecem (e especialmente deixam de acontecer) enquanto tentamos nos "ajustar" ao modelo de avaliação vigente, caracterizado pelo viés empresarial? Essa linha de pensamento compreende três momentos: o primeiro é dirigido à análise da universidade em tempos neoliberais; o segundo, trata de pressupostos subjacentes ao modelo de avaliação da pós-graduação e o terceiro busca mapear o lugar do educador nesse processo, apontando como campo de possibilidade a avaliação pensada e conduzida principalmente pela ótica de educadores e educadoras e não pela ótica da tecnocracia (papel que freqüentemente temos sido chamados a assumir).<hr/>This article approaches the debate about the evaluation model adopted by CAPES for Post-Graduation programs in Brazilian universities, proposing the following reflection: what teaching and research are happening (and specially are not happening) while we try to "adjust" ourselves to the current evaluation model, characterized by enterprising bias? This line of thinking contains three moments: the first one goes towards an analysis of universities in neoliberal times, the second one deals with subjacent presuppositions to Post-Graduation evaluation model and the third one seeks to trace the educator's role in this process, pointing as a field of possibility an evaluation thought and led mainly through the view of educators and not through the view of technocracy (a role that we have often been called to assume). <![CDATA[<B>Creator activity, knowledge production and researcher's training</B>: <B>some reflections</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-71822004000100011&lng=en&nrm=iso&tlng=en Criatividade é um desses temas que sempre esteve em voga, com maior visibilidade em alguns momentos históricos. Vivemos hoje um desses momentos, pois a demanda da sociedade capitalística, no que se refere ao mercado de trabalho, incide sobre sujeitos criativos, polivalentes, capazes de trabalhar em equipe e com iniciativa. Super sujeitos, na verdade, distantes em muito das condições sociais e educativas em que a maioria da população brasileira se encontra e que poderiam forjá-los. Criar é, portanto, palavra da moda, mas cuja presença e origem remonta a tempos difíceis de precisar, posto que caracteriza o ser humano e todas as suas produções, incluindo-se aí a produção de conhecimentos. Independente de como se objetiva, a atividade criadora funda-se em um olhar que rompe com o imediato e episódico. A constituição desse olhar, por sua vez, decorre de um processo, de intervenções deliberadas que objetivem romper com a explosão de imagens e mensagens desconexas que caracterizam a realidade atual, destituindo-a de sentidos voltados à crítica e sua transformação. Justifica-se, portanto, a necessidade de reflexões constantes e pesquisas sobre o tema, posto que a formação de educadores é condição para que novos olhares sejam forjados.<hr/>Creativity is one of those topics that has always been in vogue, with larger visibility in some historical moments. We live today one of these moments, for the demand of the capitalistic society, regarding the work market, falls upon creative and pluralistics subjects who are able to work as a team and with initiative. "Super subjects", in fact, distant from the social and educational conditions in which most of Brazilian people are placed and that could forge them. Creating is, therefore, a fashion word, but its presence and origin take us back to difficult times to precise, even because it characterizes the human being and all his productions, including knowledge productions. Independently of its goals, a creator activity is based on a view that breaks up the immediate. The constitution of this view happens from a process, from deliberated interventions which intend to stop the explosion of disconnected images and messages that characterizes the present reality, displacing it from meanings related to criticism and its change. Is is justified, therefore, the necessity of constant reflections and researchs about this topic, even though educators training is a condition for new views to be forged. <![CDATA[<B>The ethical challenge of writing</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-71822004000100012&lng=en&nrm=iso&tlng=en Na maioria das vezes a escrita "científica" deixa poucos rastros das inúmeras implicações que a teceu. As dúvidas, os impasses, as noites mal dormidas, as páginas em branco na tela do computador ficam para trás compondo uma memória que se quer esquecida ou uma ferida que se quer cicatrizada ou uma espécie de diário de "erros" superados. Essa escrita é "do que"? Essa escrita é "como"? Essa escrita é "para quê"? Pode-se, podemos, posso fazer uma escrita "higiênica", uma escrita neutra e distante acerca de alguma coisa. A razão no estilo cartesiano assegura métodos de pesquisa e, por conseguinte, também de escrita assépticos e tristes. São todos aqueles textos que nossos olhos percorrem por obrigação e que pouco depois esquecemos. São textos que não nos provocam, ou agradam ou desagradam, ou nos trazem alguma idéia ou nos deixam alguma indagação. Neste texto trazemos para análise algumas dessas questões.<hr/>Most of times "scientific" writing leaves few tracks of the many implications that wove it. The doubts, the impasses, the nights badly slept, the blank pages on the computer screen are left behind composing a memory that wants itself forgotten, or a wound that wants itself healed, or a sort of "overcame erros" diary. What is this writing about? How is this writing? What is this writing for? It can be done, we can do, I can do an "hygienic" writing, a neutral and distant writing concerning something. Reason in the cartesian style assures methods of research and, therefore, also of aseptic and sad writing. They are all those texts our eyes go through for obligation and shortly afterwards we forget. They are texts that do not provoke or please or displease or bring us any idea or leave us any doubts. In this text we bring to analysis some of these issues. <![CDATA[<B>Sexual and reproductive rights</B>: <B>some considerations to assist the thinking about the role of psychology and its theorethical production about adolescence</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-71822004000100013&lng=en&nrm=iso&tlng=en O objetivo deste texto é discutir questões que dizem respeito à saúde sexual e reprodutiva dos adolescentes, considerando-se dois eixos fundamentais: a noção de direitos sexuais e reprodutivos fundamentada no que as grandes conferências promovidas pela ONU na década de 90 do século passado preconizam e o discurso médico-científico como dispositivo que oscila entre as estratégias de governo das populações (governamentalidade) e a incitação do sujeito para se ocupar de si mesmo (tecnologias/governo de si). A noção de biopoder, segundo Foucault, mostra-se promissora nesta discussão que inclui o olhar sobre os dispositivos que constituem o sujeito em sua dupla dimensão: sujeito a alguém ou a algo e atado à sua identidade pela consciência e autoconhecimento.<hr/>The objective of this text is to discuss some issues regarding adolescents' sexual and reproductive health, considering two fundamental axes: the notion of sexual and reproductive rights based on what the great conferences promoted by United Nations on the nineties of last century praised and the medical-scientific speech as device which oscillates between government strategies of the populations ("governmentability") and the subject's incitation to be occupied with himself (technologies/self-goverment). The notion of "biopower", according to Foucault, seems to be promising in this discussion which includes the view on the devices that constitute the subject in his double dimension: subjected to someone or to something and tied to his identity through conscience and self-knowledge.