Scielo RSS <![CDATA[Revista Brasileira de Meteorologia]]> http://www.scielo.br/rss.php?pid=0102-778620140004&lang=es vol. 29 num. 4 lang. es <![CDATA[SciELO Logo]]> http://www.scielo.br/img/en/fbpelogp.gif http://www.scielo.br <![CDATA[<b>Estimation of soil heat flux in a neotropical Wetland region using remote sensing techniques</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-77862014000400001&lng=es&nrm=iso&tlng=es The direct estimation of the soil heat flux (G) by remote sensing data is not possible. For this, several models have been proposed empirically from the relation of G measures and biophysical parameters of various types of coverage or not vegetated in different places on earth. Thus, the objective of this study was to evaluate the relation between G/Rn ratio and biophysical variables obtained by satellite sensors and evaluate the parameterization of different models to estimate G spatially in three sites with different soil cover types. The net radiation (Rn) and G were measured directly in two pastures at Miranda Farm and Experimental Farm and and Monodominant Forest of Cambará. Rn, G, and G/Rn ratio and MODIS products, such as albedo (α), surface temperature (LST), vegetation index (NDVI) and leaf area index (LAI) varied seasonally at all sites and inter-sites. The sites were different from each other by presenting different relation between measures of Rn, G and G/Rn ratio and biophysical parameters. Among the original models, the model proposed by Bastiaanssen (1995) showed the best performance with r = 0.76, d = 0.95, MAE = 5.70 W m-2 and RMSE = 33.68 W m-2. As the reparameterized models, correlation coefficients had no significant change, but the coefficient Willmott (d) increased and the MAE and RMSE had a small decrease.<hr/>A estimativa do fluxo de calor no solo (G) diretamente por dados de sensores remotos não é possível. Para isso, diversos modelos foram proposto relacionando empiricamente medidas de G e parâmetros biofísicos de diversos tipos de cobertura vegetada, ou não, em diferentes locais do planeta. Sendo assim, o objetivo deste trabalho foi avaliar a relação entre G/Rn e variáveis biofísicas obtidas por sensores orbitais e avaliar a parametrização de diferentes modelos de estimativa de G espacialmente em três sítios experimentais com distintos tipos coberturas do solo. O saldo de radiação (Rn) e G foram medidos diretamente em duas áreas de pastagens na Fazenda Miranda e na Fazenda Experimental e em uma Floresta Monodominante de Cambará. Rn, G, razão G/Rn e os produtos MODIS, tais como albedo (α), temperatura da superfície (LST), índice de vegetação da diferença normalizada (NDVI) e índice de área foliar (LAI) variaram sazonalmente em todos os sítios experimentais e entre os sítios experimentais. Os sítios experimentais mostraram-se diferentes entre si por apresentar distintas relações entre as medidas de Rn, G e a razão G/Rn e os parâmetros biofísicos. Dentre os modelos originais, o modelo proposto por Bastiaanssen (1995) apresentou o melhor desempenho com r = 0,76, d = 0,95, MAE = 5,70 W m-2 e RMSE = 33,68 W m-2. Quanto aos modelos reparametrizados, os coeficientes de correlação se mantiveram, mas o coeficiente de Willmott (d) aumentou e o MAE e RMSE tiveram uma pequena diminuição. <![CDATA[<b>Rainfall and deforestation in the municipality of Colíder, southern Amazon</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-77862014000400002&lng=es&nrm=iso&tlng=es Deforestation may have effects on the hydrological cycle, directly reflecting in the rainfall rates. Therefore, studies pointing out evidence of climate changes caused by deforestation are extremely important, because they help understanding the way how these changes are related to forms of using and occupying the territory, as well as to the way how information obtained can to be useful for mitigating their effects. In this context, this paper aimed to analyze rainfall variations occurring in the municipality of Colíder, Mato Grosso, southern Amazon,Brazil, within a temporal scale of 28 years (daily data), correlating them to the regional and local deforestation patterns by determining Spearman's ρ coefficient. Annual rainfall presented a large variation, with a minimum of 1,296 mm in 1987 and a maximum of 2,492.8 mm in 1990. The rainy season was concentrated between October and April, and the driest period was within June and August. Spearman's coefficient pointed out negative correlations between regional and local deforestation and local rainfall, showing that the larger the deforested area, the lower the rainfall rate observed.<hr/>A destruição das florestas pode ter efeitos no ciclo hidrológico, refletindo diretamente nas taxas de precipitação. Desta maneira, estudos que apontem indícios de alterações climáticas ocasionadas pelo desmatamento são extremamente importantes, pois facilitam a compreensão de como estas mudanças estão relacionadas às formas de uso e ocupação do território e de que modo as informações obtidas serão úteis na mitigação dessas mudanças. Neste contexto, o objetivo deste artigo foi analisar as variações pluviométricas ocorridas no município de Colíder (MT), sul da Amazônia, em uma escala temporal de 28 anos (dados diários), correlacionando-as aos padrões regionais e locais de desmatamento por meio da determinação do coeficiente ρ de Spearman. A precipitação anual apresentou grande variação, com mínima de 1.296 mm em 1987, e máxima de 2.492,8 mm em 1990. O período chuvoso concentrou-se entre outubro e abril, e o período mais seco foi entre junho e agosto. O coeficiente de Spearman apontou correlações negativas entre o desmatamento regional e local com a precipitação local, evidenciando que quanto maior for a área desmatada, menor será a taxa pluviométrica observada. <![CDATA[<b>Global solar radiation estimation from insolation data for Macapá city (AP)</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-77862014000400003&lng=es&nrm=iso&tlng=es O presente trabalho tem por objetivo aplicar a análise de regressão para estimar a radiação solar global em função da insolação na cidade de Macapá (AP), sendo esta abordagem uma alternativa às estações meteorológicas sem registros de radiação solar global. Utilizou-se dados diários para os doze meses do ano, no período 2006-2012, de radiação solar global observadas na Plataforma de Coleta de Dados (PCD) do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE) (0,04°N; 51,08°W; 16,0 m) e de insolação provenientes da estação convencional do Instituto Nacional de Meteorologia (INMET) (0,05°S; 51,12°W; 14,5 m). A estimativa da radiação solar global a partir da insolação foi realizada utilizando-se as equações de regressão linear simples e o modelo de Angström-Prescott. Os coeficientes de correlação de Pearson (r) mensais analisados revelaram-se satisfatórios (0,76; 0,82), e os maiores valores mensais dos coeficientes angulares "b" da equação Angström-Prescott foram observados entre os meses chuvosos (verão) (b = 0,45; 0,44), o que indicou que a radiação solar global difusa é maior nesse período do ano, do que nos meses menos chuvosos, provavelmente devido à nebulosidade e aerossóis presentes na atmosfera. Portanto, como é alta a relação entre os elementos meteorológicos estudados, pode-se utilizar os dados de radiação global estimados a partir dos registros de insolação para Macapá (AP).<hr/>The aim of this study was to applied the regression analysis results in order to estimate the solar global radiation as a function of the insolation at Macapa City (AP), this being an alternative to the weather stations that has no records of the global solar radiation. Daily data for the twelve months of the year were used, in the period 2006-2012, of radiation observed in Data Collection Platform (PCD) of the Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE) and insolation from the conventional station of the Instituto Nacional de Meteorologia (INMET) from Brazil. The estimation of global solar radiation with insolation was performed using simple linear regression equations and the Angström-Prescott model. The monthly Pearson correlation coefficients (r) analyzed proved satisfactory (0.76 and 0.82); the highest monthly values of the coefficients "b" of the Angström-Prescott equation were found in the rainy season (summer) (b = 0.45; 0.44), indicating that the diffuse solar radiation is higher at this time of year than during the driest months, probably due to aerosols and clouds in the atmosphere. Therefore, with the high ratio between this meteorological elements studied, the global radiation estimated from the insolation can be used for Macapá (AP). <![CDATA[<b>Leaf development in two olive cultivars estimated by two models</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-77862014000400004&lng=es&nrm=iso&tlng=es Os modelos de simulação são ferramentas utilizadas na área de agrometeorologia para quantificar o desenvolvimento de culturas agrícolas e florestais. O trabalho teve como objetivo comparar os modelos do Filocrono (linear) e de Wang e Engel (não linear) para estimar o desenvolvimento foliar, através do aparecimento de folhas, nas cultivares de oliveira 'Arbequina' e 'MGS ASC315' durante a fase de muda. O experimento foi instalado no campo experimental da Empresa Agropecuária de Minas Gerais (EPAMIG), Maria da Fé (MG), sob o delineamento inteiramente casualizado e organizado em arranjo fatorial, sendo duas cultivares e nove épocas de transplantio com 15 repetições em cada tratamento. Os coeficientes dos modelos foram estimados pelos dados obtidos nas três primeiras épocas de transplantio e as demais épocas foram utilizadas para avaliar o desempenho dos modelos. As respostas dos modelos foram divergentes para os dois modelos. O modelo de Wang e Engel foi mais eficiente para a cultivar 'Arbequina', com raiz do quadrado médio do erro (RQME) de 3,41 folhas, enquanto a cultivar 'MGS ASC315' teve a RQME de 6,58 folhas. O modelo do Filocrono se mostrou mais eficiente para a cultivar 'MG ASC315' com RQME de 2,98 folhas, inferior ao da cultivar 'Arbequina', com RQME de 7,49 folhas.<hr/>Simulation models are tools used in the Agrometeorology to quantify the development of agricultural and forest crops. The aim of this work was to evaluate and compare the Phyllochron (linear) and the Wang and Engel (non-linear) models for estimating the leaf development, by leaf appearance, in two olive cultivars during the seedling phase. A field experiment was carried out in the Agricultural Company of Minas Gerais (EPAMIG), Maria da Fé (MG). The experimental design was completely randomized in a factorial arrangement, with two cultivars, nine planting dates and 15 repetitions in each treatment. The three first planting dates were used to estimate the models coefficients and other planting dates were used as independent data to evaluate the models. The response was different for the two cultivars. The Wang and Engel model estimations performed better for 'Arbequina', with a Root Mean Square Error (RMSE) of 3.41 leaves while the Phyllochron model better estimated for 'MGS ASC315'with RMSE of 2.98 leaves, below the one obtained for the 'Arbequina' cultivar with a RMSE of 7.49 leaves. <![CDATA[<b>Agrometeorological data correction using statistical methods</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-77862014000400005&lng=es&nrm=iso&tlng=es A análise de dados climáticos fornece suporte para a previsão de fenômenos, para a avaliação de dados históricos e para a tomada de decisões, em especial na área agrícola. Garantir a sua qualidade é fundamental. O processo de coleta dos dados, através das estações meteorológicas, pode apresentar problemas, onde inconsistências podem ocorrer. Este artigo apresenta uma abordagem para solução do problema, utilizando técnicas estatísticas e geoestatísticas, na identificação de dados inconsistentes e na estimativa de dados a serem corrigidos ou preenchidos. A implementação destas técnicas, em um banco de dados espacial, apresentou-se como um facilitador na identificação e no preenchimento de dados. Para avaliação destas técnicas foram utilizados dados de temperatura coletadas por estações meteorológicas localizadas no Estado do Paraná. Como resultado, as técnicas de identificação de erros mostraram-se adequadas na consistência de erros básicos e históricos. A validação espacial apresentou baixo desempenho por superestimar a quantidade de dados incorretos. As técnicas utilizadas na estimativa dos dados, Krigagem, Inverso da Distância e Regressão Linear, apresentaram desempenho semelhantes com relação à análise dos erros.<hr/>Climatic data values have become very important to predict climate phenomena or to evaluate historical data which give support for decision makers, especially in agriculture. To ensure the quality of these data is crucial. In the process of collecting data at meteorological stations, some errors may occur and data inconsistencies be generated. This paper presents an approach that uses statistical and geostatistical techniques to identify incorrect and suspicious data and estimate new values to fill gaps and errors. In this research, a spatial database was used to implement these techniques (statistical and geostatistical) and to test and evaluate the climatic data. To evaluate these techniques temperature data set provided by meteorological stations located in Paraná State, were used. As a result, these techniques have proved to be suitable to identify basic errors and historical errors. The spatial validation showed a poor performance by overestimating the amount of incorrect data. Kriging, Inverse of Distance Weighting and Linear Regression estimation techniques showed similar performance in the present error analysis. <![CDATA[<b>Climate data imputation using the singular value decomposition</b>: <b>an empirical comparison</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-77862014000400006&lng=es&nrm=iso&tlng=es Um problema comum em dados climáticos é a informação ausente. Recentemente, foram desenvolvidos quatro métodos de imputação que têm como base a decomposição por valores singulares de uma matriz (DVS). O objetivo deste artigo é avaliar os novos desenvolvimentos fazendo uma comparação por meio de um estudo de simulação baseado em duas matrizes completas de dados reais. Uma matriz corresponde à precipitação histórica de Piracicaba/SP - Brasil, enquanto a outra matriz corresponde às características meteorológicas multivariadas na mesma cidade desde o ano 1997 até 2012. No estudo foram feitas retiradas aleatórias de diferentes porcentagens com posterior imputação, comparando as metodologias através de três critérios: a raiz quadrada normalizada do erro quadrático médio, a estatística de similaridade de Procrustes e o coeficiente de correlação não paramétrico de Spearman. Concluiu-se que a DVS deve ser utilizada unicamente quando sejam analisadas matrizes multivariadas e, no caso de matrizes de precipitação, a imputação pela média mensal supera o desempenho de métodos baseados na DVS.<hr/>A common problem in climate data is missing information. Recently, four methods have been developed which are based in the singular value decomposition of a matrix (SVD). The aim of this paper is to evaluate these new developments making a comparison by means of a simulation study based on two complete matrices of real data. One corresponds to the historical precipitation of Piracicaba / SP - Brazil and the other matrix corresponds to multivariate meteorological characteristics in the same city from year 1997 to 2012. In the study, values were deleted randomly at different percentages with subsequent imputation, comparing the methodologies by three criteria: the normalized root mean squared error, the similarity statistic of Procrustes and the Spearman correlation coefficient. It was concluded that the SVD should be used only when multivariate matrices are analyzed and when matrices of precipitation are used, the monthly mean overcome the performance of other methods based on the SVD. <![CDATA[<b>Use of remote sensing to retrieve surface albedo and land surface temperature in Londrina (Paraná)</b>: <b>a contribuition to urban heat island studies</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-77862014000400007&lng=es&nrm=iso&tlng=es Este trabalho avaliou o albedo (αs) e a temperatura de superfície continental (Tsup) provenientes de sensoriamento remoto, e a temperatura do ar (Tar) medida in situ no intuito de caracterizar a Ilha de Calor Urbana (ICU) na cidade de Londrina (Paraná). Foram utilizados dados de αs e Tsup obtidos do sensor MODIS, e medições in situ de Tar realizadas entre junho e agosto de 2011 por sensores meteorológicos instalados em 13 locais na cidade. Os dados de αs e Tsup foram utilizados para calcular um índice de urbanização (IU) na região e posteriormente comparado com Tar. A análise dos dados de αs e Tsup foi consistente com as medições in situ, evidenciando sua aplicabilidade na avaliação espaço-temporal de fenômenos acoplados continente-atmosfera, tais como a ICU. A mancha urbana da cidade de Londrina apresentou valores de IU compreendido entre 18 e 20, bem maiores que as áreas mais vegetadas (14 - 16). Nesse sentido, o IU demonstrou-se ser uma metodologia útil para representar a evolução espaço-temporal de áreas urbanas, o que pode propiciar uma avaliação detalhada do impacto da mudança de cobertura de solo no clima local e regional. Além disso, os resultados indicam que dados obtidos via satélite podem auxiliar grandemente na quantificação da ICU, quando dados in situ estiverem indisponíveis.<hr/>This study retrieved surface albedo (αs ) and land surface temperature Tsur using remote sensing data in order to provide information for studies of Urban Heat Island (UHI) in the city of Londrina (Paraná). We have used αs and Tsur data from the MODIS sensor, and in situ measurements of near-surface air temperature (Tair) acquired between June and August 2011 at 13 sites across the city area. The albedo and surface temperature data were used to calculate an urbanization index (UI), and further compared with Tair. In general, the data analysis of αs and Tsur was consistent with the in situ measurements, showing its applicability in the assessment of the spatial-temporal features of UHI. The urban area of Londrina showed UI values between 18 and 20, whilst vegetated areas had values between 14 and 16. The values are consistent with other studies, representing a useful methodology to assess the spatial-temporal evolution of urban areas. The index can also provide detailed information to assess the impact of land cover change on local and regional climate. Moreover, the results indicate that satellite data can greatly assist in the quantification of UHI when in situ air temperature data are unavailable. <![CDATA[<b>Impact of GNSS radio occultation profiles on the quality of the CPTEC/INPE weather forecasts</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-77862014000400008&lng=es&nrm=iso&tlng=es Estudos sobre a sensibilidade dos modelos de previsão numérica de tempo a erros nas condições iniciais têm evidenciado a contribuição da assimilação de dados na melhoria do desempenho dos mesmos em descrever o estado futuro da atmosfera. Entre outras fontes de dados, a assimilação de perfis atmosféricos obtidos por rádio ocultação Global Navigation Satellite System (GNSS) tem-se destacado como uma ferramenta adicional na redução das deficiências do sistema de coleta de dados meteorológicos. Com o intuito de explorar os benefícios dessa fonte adicional de dados na previsão numérica de tempo gerada pelo modelo de circulação geral atmosférico do CPTEC/INPE, foram realizados experimentos assimilando perfis atmosféricos de altura geopotencial e umidade obtidos por rádio ocultação GNSS, utilizando dados da constelação Constellation Observing System for Meteorology Ionosphere & Climate (COSMIC), para os meses de janeiro e julho de 2009. Os resultados mostraram que o impacto é significativamente positivo durante o verão em todas as variáveis de estado, com ganhos expressivos na extensão das previsões válidas (coeficiente de correlação de anomalia acima de 60%), os quais foram em alguns casos superiores a 48 horas. Esse impacto foi ainda maior sobre a América do Sul com resultados positivos mesmo durante o inverno.<hr/>Studies about the sensibility of numerical weather prediction (NWP) model to uncertainty in the initial conditions have revealed the actual contribution of the data assimilation on the description of future atmosphere state. Among other data sources, the atmospheric profiles obtained by radio occultation Global Navigation Satellite System (GNSS) have become an additional tool in the reduction of the meteorological data base deficiencies. In order to explore the benefits of that additional data source in the NWP generated by the CPTEC/INPE general circulation model, some experiments were carried out by assimilating geopotencial height and humidity atmospheric profiles obtained by Constellation Observing System for Meteorology Ionosphere & Climate (COSMIC) constellation data. The period of these experiments were the months of January and July of 2009. The results show that this data assimilation exhibits a significant positive impact during the summer on all the state variables. Results also show a positive improvement during the summer for all state variables, with expressive improvements in the valid forecasts time range (anomaly correlation above 60%), which were in some cases greater than 48 hours. This impact was still greater over South America with positive results even during the winter. <![CDATA[<b>IPCC-AR4 coupled models and the meridional gradient of sea surface temperature in the Tropical Atlantic</b>: <b>relationship with the precipitation over the norther northeast of Brazil</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-77862014000400009&lng=es&nrm=iso&tlng=es Este artigo mostra como três modelos acoplados do Intergovernmental on Panel Climate Change - (IPCC-AR4), o FGOALS1.0G - LASG do Institute of Atmospheric Physics of China, o GISSER da National Aeronautics Space Admnistration (NASA) e o GFDL_CM2 da National Oceanic and Atmospheric Administration (NOAA), simularam a variabilidade do gradiente meridional de Temperatura da Superfície do Mar (TSM), entre os meses de fevereiro a maio, no Atlântico Tropical (1901-1999). A precipitação durante a estação chuvosa (fevereiro a maio) no setor norte do Nordeste do Brasil (NEB) foi também analisada pelos três modelos e comparada com as observações. Os modelos GISSER e FGOALS1.0G mostraram melhor desempenho na simulação do sinal do gradiente meridional de TSM no Atlântico Tropical para o período de 1901 a 1999. Destaca-se que os modelos apresentaram um melhor desempenho na simulação da tendência decadal, conseguindo explicar entre 50% a 80% da variabilidade do gradiente, com a TSM do setor sul sendo melhor simulada.<hr/>This article shows how three coupled models of the Intergovernmental Panel on Climate Change-Fourth Assessment Report (IPCC-AR4), the FGOALS1.0G - LASG of the Institute of Atmospheric Physics of China, the GISSER of the National Aeronautics and Space Administration (NASA) and the GFDL_CM2 of the National Oceanic and Atmospheric Administration (NOAA) have simulated the meridional gradient variability of the Sea Surface Temperature (SST) in the tropical Atlantic during February to May months for the period from 1901 to 1999. The precipitation during the rainy season (February-May) in the northern sector of Northeast Brazil (NEB) was also analyzed by those three models and compared with observations. The GISSER and FGOALS1.0G models showed better performance at signal simulation of signal of the meridional SST gradient over the tropical Atlantic for the period 1901-1999. It is noteworthy that the coupled models have performed better in simulating the decadal trend, explaining 50% to 80% of gradient variability, being the southern sector SST better simulated. <![CDATA[<b>Influence of the configuration parameters of the CALMET model on the simulation of the atmospheric circulation in the metropolitan region of Rio de Janeiro</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-77862014000400010&lng=es&nrm=iso&tlng=es O objetivo desse estudo é a analise dos efeitos dos parâmetros de configuração do modelo CALMET sobre a simulação da circulação atmosférica em superfície nas Bacias Aéreas I e III da Região Metropolitana do Rio de Janeiro (RMRJ). O estudo foi realizado para um período em que a RMRJ estava sob a atuação de um sistema de alta pressão, que não influenciou significativamente as circulações locais na região. A análise conjunta dos resultados indica que a melhor configuração para simulações do campo de vento na RMRJ com o sistema combinado de modelagem MM5/CALMET é obtida utilizando o valor de 10 km para o parâmetro TERRAD e Raio de Influência entre 7 e 10 km.<hr/>The aim of this study is to analyze the effects of configuration parameters of the CALMET model on the simulation of atmospheric circulation over the surface at Air basins I and III on the Metropolitan Region of Rio de Janeiro (RMRJ). The study was conducted in a period when the RMRJ was under a high-pressure acting system, which not strongly influenced the local circulation over the region. The joint analysis of all results show that the best configuration for wind field simulations at the RMRJ, with the combined MM5/CALMET modeling is obtained using the value of 10 km for the TERRAD parameter and between 7 and 10 km for the influence radius. <![CDATA[<b>Effects of the wind stress increase in the Southern Hemisphere climate from SPEEDO coupled model</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-77862014000400011&lng=es&nrm=iso&tlng=es Estudos têm sugerido uma intensificação e um deslocamento do máximo da tensão de cisalhamento do vento (TCV) para latitudes mais altas no Oceano Austral, em função de um aumento na magnitude do vento em latitudes extratropicais no Hemisfério Sul. Diante do exposto, o objetivo do trabalho é investigar o comportamento anômalo das circulações oceânica e atmosférica devido ao aumento da TCV em 50% na região equatorial e extratropical do Hemisfério Sul. Pretende-se, especificamente, analisar as alterações no gradiente inter-hemisférico de anomalias de TSM e na Oscilação Antártica. Para tal fim, utiliza-se um modelo climático acoplado de complexidade intermediária (SPEEDO). Os resultados demonstram que a intensificação da TCV na região equatorial, ocasiona uma diminuição da temperatura da superfície do mar na região tropical, devido ao aumento da ressurgência, favorecendo a mudanças no gradiente inter-hemisférico de anomalias de TSM e uma intensificação da precipitação no nordeste brasileiro. Por outro lado, a intensificação da TCV na região extratropical do Hemisfério Sul induz a um aumento da temperatura da superfície do mar e do ar em médias e altas latitudes do Hemisfério Sul, além de uma redução na espessura do gelo marinho Antártico, favorecendo ao enfraquecimento da fase positiva da Oscilação Antártica.<hr/>Studies have suggested intensification and shift of the wind stress maximum towards the south in the Southern Ocean due to wind intensification in extratropical latitudes in the Southern Hemisphere. Considering these evidences, the objective of this study is to investigate the impacts in atmospheric and oceanic circulation due to the increasing wind stress by 50% in the equatorial region and in the extratropical Southern Hemisphere region. Specifically, changes in the Atlantic Dipole and Antarctic Oscillation are analyzed. For this purpose, a coupled climate model of intermediate complexity (SPEEDO) is employed. The results show that the wind stress intensification in the equatorial region causes a decrease in sea surface temperature in the tropical region, due to increased upwelling. This causes changes in Atlantic Dipole and enhanced precipitation over Brazilian northeast. Moreover, the wind stress intensification in the extratropical Southern Hemisphere region induces an increase in sea surface temperature and air temperature in high latitudes of the Southern Hemisphere, and a reduction in the Antarctic sea ice thickness, favoring a weakening of positive Antarctic Oscillation phase. <![CDATA[<b>The extended geometric exponential distribution applied for modeling rainfall data</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-77862014000400012&lng=es&nrm=iso&tlng=es Neste trabalho propõem-se o uso da distribuição Exponencial Geométrica Estendida (EGE) como um modelo alternativo às distribuições comumente utilizadas tais como Gama, Weibull, Lognormal, entre outras, para a modelagem de dados de precipitação pluvial. Pouco explorada na literatura, a distribuição EGE tem se mostrado eficiente em diversos campos de pesquisa como biologia, demografia, confiabilidade de produtos eletrônicos e pode ser aplicada para analisar fenômenos meteorológicos. Proposta por Adamidis e colaboradores em 2005, uma de suas particularidades é que sua função de risco pode ser crescente ou decrescente. Outra característica importante é a facilidade em se obter diferentes níveis de probabilidade, sem a necessidade de recorrer a métodos numéricos. Testou-se o ajustamento da distribuição EGE para a estimação da precipitação pluvial total mensal de Presidente Prudente-SP. Os resultados mostraram que houve um bom ajuste do modelo para os dados ao serem comparados com outros modelos como Gama, Weibull e Lognormal, de acordo com o critério de informação de Akaike, o teste Kolmogorov-Smirnov e o teste Qui-quadrado ao nivel de 5% de significância. A partir do ajustamento da distribuição EGE aos dados, os estimadores dos parâmetros da distribuição foram obtidos através do método de máxima verossimilhança permitindo assim a estimação da precipitação pluvial total mensal para diferentes níveis de probabilidade.<hr/>In this paper we propose to use the Extended Geometric Exponential distribution (EGE) as an alternative model to the commonly used distributions such as Gamma, Weibull, Lognormal among others, for modeling rainfall data. The distribution EGE has been little explored in the literature although it can be applied in many research fields such as biology, demography, and reliability of electronic products and can also be applied to analyze meteorological phenomenon. The EGE distribution has been proposed by Adamidis and collaborators in 2005 and one of its peculiarities is that the hazard function can be increasing or decreasing. Another important characteristic is the easiness to obtain different probability levels which do not demand numerical approaches. Several distributions such as Gamma, Weibull and Lognormal were used to fit the rainfall data measured at Presidente Prudente city. The results showed EGE being the best fit for the data according to the Akaike information criterion, the Kolmogorov-Smirnov test and the Chi-square test. The estimators of the EGE distribution parameters were obtained by the maximum likelihood approach and thus allowing the estimation of monthly rainfall for different probability levels. <![CDATA[<b>Application of Fuzzy method in the classification of the South Atlantic convergence zone in the Amazon region</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-77862014000400013&lng=es&nrm=iso&tlng=es A Zona de Convergência do Atlântico Sul (ZCAS) influencia a variabilidade da precipitação no sul da bacia Amazônica. Nesse sentido, foi aplicado o Método da Lógica Fuzzy de modo a ter um mecanismo de alerta para as chuvas acima da média climatológica devido à ZCAS (classificada como oceânica, costeira ou Amazônica) sobre o Sul da Amazônia, nos meses de novembro a março no período 1999 a 2010. Um algoritmo objetivo na identificação da ocorrência de ZCAS foi esquematizado e a classificação em termos linguísticos permitiu categorizar em diferentes tipos. Durante os períodos de ZCAS, a possibilidade de ocorrer chuvas fortes diárias (> 20mm) é mais de duas vezes maior do que a climatologia. ZCAS Amazônicas e costeiras produzem aproximadamente 71,4% da precipitação, referentes aos meses de janeiro a março representando 64% dos episódios atuantes no Sul da Amazônia.<hr/>The South Atlantic Convergence Zone (SACZ) influences the variability of precipitation in South Amazon Basin. In this sense, we applied the Fuzzy Logical Method in order to have a mechanism of warning for the precipitation above the climatological average due to the SACZ (classified as oceanic, coastal or Amazon) over the Southern Amazon region, during the months from November to March in the period from 1999 to 2010. An objective algorithm to identify the occurrence of SACZ is designed and the classification in linguistic terms allows categorizing the SACZ in different types. During the periods of SACZ, the possibility of daily heavy rains (> 20 mm) is twice greater than the climatology. Amazonian and coastal SACZ produce nearly 71.4% of the precipitation during the months from January to March, representing 64% of the active events in Southern Amazon.