Scielo RSS <![CDATA[Psicologia: Reflexão e Crítica]]> http://www.scielo.br/rss.php?pid=0102-797220150006&lang=en vol. 28 num. lang. en <![CDATA[SciELO Logo]]> http://www.scielo.br/img/en/fbpelogp.gif http://www.scielo.br <![CDATA[Editorial]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-79722015000600001&lng=en&nrm=iso&tlng=en <![CDATA[Historical Notes on Psychology in Brazil: The Creation, Growth and Sustenance of Postgraduate Education]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-79722015000600002&lng=en&nrm=iso&tlng=en AbstractThis article presents a brief overview of the history of psychology in Brazil. It highlights how the Brazilian Association of Research and Postgraduate Studies in Psychology (ANPEPP - Associação Nacional de Pesquisa e Pós-graduação em Psicologia) has fulfilled its mission of fostering discussion on scientific policy and stimulating interchange among researchers. First, it provides a retrospect of ANPEPP meetings, considering both: 1) the thematic working groups, which have served to bring together researchers, and to inspire the emergence of thematic associations and journals; 2) the discussion forums, which have contributed in the critical review of scientific policy, and the mission of postgraduate studies. Second, it focuses on the history of psychology in Brazil, from colonial times to the recent national commitment to postgraduate studies. The paper argues that the plans and strategies led by national funding agencies have been successful and that their results are evidenced by the role played by Brazil in the international arena, both in scientific production and the training of its researchers. By sustaining current policies, it seems certain that, even with the oscillations in the national economy, postgraduate education will grow steadily in its advance of the psychological sciences; and will be working towards a better quality of life, social justice and ecological sustainability.<hr/>ResumoO artigo apresenta breve resenha da história da psicologia no Brasil para ressaltar como a ANPEPP - Associação Nacional de Pesquisa e Pós-graduação em Psicologia tem respondido à missão de fomentar o debate em políticas científicas e estimular o intercâmbio entre pesquisadores. O artigo traz um retrospecto das reuniões da ANPEPP, destacando ambos: 1) os grupos de trabalho temáticos, os quais têm servido para agregar pesquisadores e inspirar o surgimento de associações temáticas e revistas; 2) os fóruns de discussão, os quais têm contribuído para a revisão crítica de políticas científicas e da missão da pós-graduação. A seguir, a atenção se volta à história da psicologia no Brasil, dos tempos coloniais aos recentes planos nacionais para a pós-graduação. A ideia é ressaltar a inserção da pós-graduação na cultura universitária brasileira. Argumenta que os planos e estratégias oriundas das agências de fomento têm obtido bons resultados, evidenciados pelo papel que o Brasil ocupa no cenário internacional, em produção científica e formação de pesquisadores. Mantendo essas políticas, é certo que apesar de oscilações na economia nacional, a pós-graduação está caminhando em passos firmes para o avanço da ciência psicológica e trabalhando em favor da qualidade de vida, da justiça social e da sustentabilidade. <![CDATA[ANPEPP: Symposia, Research, and Postgraduate Studies from 1988 to 2014]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-79722015000600014&lng=en&nrm=iso&tlng=en AbstractThis article briefly describes (a) how ANPEPP was started and its first few years of activities, (b) the planning, implementation, evaluation, and recommendations by participants in the first symposium that led to future symposia format, and (c) ANPEPP's evolving activities from 1988 to 2014, taking one of its working groups (grupos de trabalho [GTs]) as an example. The analysis suggests that ANPEPP is playing a vital role in promoting fruitful interactions among researchers, contributing to a broad research agenda, and building a rich database of psychological knowledge in Brazil.<hr/>ResumoEste artigo descreve brevemente (a) os inícios da ANPEPP e seus primeiros anos de atividades, (b) o planejamento, implementação, avaliação e recomendações dos participantes do seu primeiro simpósio que traçaram o formato dos simpósios futuros, e (c) o desenvolvimento das atividades da ANPEPP de 1988 a 2014, tomando como exemplo, o percurso de um grupo de trabalho (GT). A análise sugere que a ANPEPP está desempenhando um papel vital na promoção de interações frutuosas entre pesquisadores de psicologia, e construindo uma rica base de dados sobre o conhecimento desenvolvido pela pesquisa em psicologia no Brasil. <![CDATA[ANPEPP Conference: A View from an International Visitor]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-79722015000600019&lng=en&nrm=iso&tlng=en AbstractThis paper provides an overview from the perspective of an invited international guest to the 15th Symposium of ANPEPP, held in Bento Gonçalves, Brazil, in May, 2014. ANPEPP, the acronym for "Associação Nacional de Pesquisa e Pós-Graduação em Psicologia," or the "Brazilian National Association for Research and Postgraduate Studies in Psychology" in English, is comprised of psychology faculty at postgraduate programs throughout Brazil. The theme of internationalization is especially relevant for Brazil, where there has been rapid development in science and technology output, affording it a new, emerging international role. The paper discusses the multiple connotations of internationalization, the goals for internationalization from different perspectives, and the impact of internationalization on psychological research and publishing in Brazil. It also addresses the opportunities and challenges of internationalization in Brazil and elsewhere. In addition, the author shares her experiences in the ANPEPP forum-plenary sessions and business meetings. Of particular note as a first-time attendee is the evaluation process for postgraduate education, conducted by CAPES, the Brazilian Federal Agency for Improvement of Higher Education. In closing, the author asks what psychology, as a discipline, can learn from ANPEPP's and Brazil's approach to developing and evaluating academic disciplines, and expresses appreciation for the opportunity to participate in what she characterizes as a unique convocation.<hr/>ResumoO artigo traz uma visão global da perspectiva de um convidado international ao VX Simpósio da ANPEPP, realizado em Bento Gonçalves, Brasil, em maio de 2014. ANPEPP é a sigla para "Associação Nacional de Pesquisa e Pós-Graduação em Psicologia", ou "The Brazilian National Associqation for Research and Postgraduate Studies in Psychology" em inglês, é constituída por professores de psicologia nos programas de pós-graduação de todo o Brasil. O tema da internacionalização é especialmente relevante para o Brasil, onde tem ocorrido rápido crescimento em ciência e tecnologia, conferindo-lhe um novo e emergente papel. O artigo discute as conotações múltiplas, os objetivos em suas várias perspectivas, e seu impacto na pesquisa e nas publicações brasileiras. Trata, ainda, das oportunidades e desafios da internacionalização no Brasil e em outros países. Ademais, a autora compartilhou suas experiências nos fóruns e nas reuniões administrativas ocorridas no evento. De particular interesse para quem participa do Simpósio ANPEPP pela primeira vez, foi a sistemática de avaliação da pós-graduação conduzida pela CAPES, a agência brasileira responsável pelo aperfeiçoamento do ensino superior. Concluindo, a autora pergunta o que a psicologia, como ciência, pode aprender com a ANPEPP e com o sistema brasileiro para o desenvolvimento e a avaliação das pós-graduações, e apresenta sua apreciação pela oportunidade de participar do que caracteriza como uma única e singular convocação. <![CDATA[The Psychology Postgraduate System in Brazil: Current Characteristics and Challenges for the Area]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-79722015000600023&lng=en&nrm=iso&tlng=en AbstractThis text is a characterization of the Psychology Postgraduate System in Brazil, presenting indicators of its growth in recent years, of its current geographical distribution, of its research lines, and of the grades awarded in the last Triennial evaluation of 2013. This characterization underlies a set of reflections regarding the challenges for the area from the guidelines established by the National Postgraduate System Plan (PNPG) 2011-2020. These challenges include: internationalization, interdisciplinarity, the link with basic education, the reduction of regional disparities, and the differentiation between academic and professional qualification. The text also focuses on the continuous and necessary improvements in the evaluation process conducted by the Coordination for the Improvement of Higher Education Personnel (CAPES). These reflections seek to provide a basis for the management of the Psychology Postgraduate System in Brazil in the coming years.<hr/>ResumoO presente texto faz uma caracterização do sistema de Pós-Graduação em Psicologia no Brasil, oferecendo indicadores do seu crescimento nos últimos anos, da distribuição geográfica vigente, dos fenômenos tomados como objetos de investigação nas suas linhas de pesquisa e das notas atribuídas na última avaliação trienal de 2013. Tal caracterização embasa um conjunto de reflexões sobre os desafios para a Área a partir de diretrizes fixadas pelo Programa Nacional de Pós-Graduação (PNPG) 2011-2020, tais como: internacionalização, interdisciplinaridade, vínculo com a educação básica, redução das assimetrias regionais, diferenciação entre a formação acadêmica e profissional. Focaliza-se, também, os aprimoramentos contínuos e necessários do processo de avaliação conduzido pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior Capes. Tais reflexões buscam embasar a gestão da Área nos próximos anos. <![CDATA[Perspectives and Challenges Regarding Brazilian Policies for Research and Postgraduate Studies in Psychology]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-79722015000600034&lng=en&nrm=iso&tlng=en AbstractThe National Association of Research and Postgraduate Studies in Psychology (ANPEPP) promotes exchange among researchers to develop and consolidate lines of research, through the discussion of action strategies and decisions that impact Brazilian scientific policy. Themes such as postgraduate research training, national production and the internationalization of knowledge have been the focus of ANPEPP's biennial research and scientific exchange symposia, in forums on Ethics in Research, Scientific Policies and Internationalization. The Scientific Policy Committee (Comissão de Políticas Científicas - CPC) is responsible for each symposium, providing and discussing issues for future goals and plans. Themes identified by the CPC in recent biennia (2010/2012 and 2012/2014) relate to official documents on educational policies (National Education Plan - 2010-2020; National Postgraduate Plan - 2010/2020) and their impact on Brazilian postgraduate programs and the production of research in psychology. Recent themes include: encouraging models of scientific production; clarity of the profile of the researcher; and better conditions for the training of scientists for research, technology and innovation. Fulfillment of these actions is essential for the VI National Postgraduate Plan (VI PNPG in Portuguese) goals to take effect and change the research climate of the country. It will do so through improved monitoring of postgraduate programs, adjustment of training curricula for researchers, and internationalization activities. Formulation, development and evaluation of these policies could herald better prospects for a fair and qualitative growth in Brazilian psychology.<hr/>ResumoA ANPEPP promove intercâmbio entre pesquisadores para desenvolver, consolidar linhas de pesquisa com discussão de estratégias de ação e decisões que impactam as políticas científicas na área. Temas como a formação de recursos humanos para a pesquisa, a produção nacional e a internacionalização do conhecimento têm sido foco de simpósios bienais brasileiros de pesquisa e intercâmbio científico. Esses temas são debatidos nos chamados Fóruns sobre Ética na Pesquisa, Políticas Científicas e Internacionalização. A Comissão de Políticas Científica(CPC) tem a responsabilidade de, a cada simpósio, trazer informações sobre problemas e questões para discussão, com um caráter propositivo e, também, apontar e planejar o futuro da área. Os temas identificados pela CPC nos últimos biênios (2010/2012 e 2012/2014) relacionam-se aos documentos oficiais sobre as políticas educacionais (Plano Nacional de Educação - 2010/2020 e Plano Nacional de Pós-Graduação - 2010/2020) e seus impactos nos programas brasileiros de pós-graduação e na produção da pesquisa em Psicologia, tais como o incentivo a modelos de produção científica, clareza do perfil do pesquisador e melhores condições para a formação de recursos humanos para a ciência, tecnologia e inovação. É imprescindível o cumprimento das ações propostas para que as metas expressas no VI PNPG possam ser efetivadas e mudem as condições de pesquisa do país, por avaliação e acompanhamento dos programas de Pós-Graduação, por iniciativas de flexibilização dos currículos de formação dos pesquisadores, e por atividades de internacionalização. A participação dos programas e dos pesquisadores na formulação, desenvolvimento e avaliação dessas políticas pode anunciar melhores perspectivas para um crescimento equitativo e qualitativo da produção científica em Psicologia no país. <![CDATA[Ethical Standards of Scientific Research Involving Human Subjects in Brazil: Perspectives Concerning Psychology]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-79722015000600040&lng=en&nrm=iso&tlng=en AbstractBrazilian associations for research in human, social and applied social sciences have long sought ethical aspects regulation compatible with the epistemological, theoretical and methodological specificities of these sciences. Consequently, the Brazilian regulatory system (Research Ethics Committees/CEPs of the National Research Ethics Commission/CONEP) is currently undergoing an important review process. This article presents the positions taken by the National Association of Research and Postgraduate Studies in Psychology - ANPEPP. The article: (1) highlights the origins of the current ethics review model, based on biomedical research; (2) summarizes criticisms recurrent to this model; (3) identifies the directions required for the improvement of the system; and (4) lists the challenges to be overcome in the current process of creating specific regulations for the human and social sciences. The considerations presented highlight two crucial points that challenge the construction of a specific resolution for research ethics in the human and social sciences: (1) the clear characterization of what is meant by 'research in the human and social sciences' - and that would, therefore, have its ethical review regulated from the perspective of the specific resolution for the human and social sciences; and (2) the definition of parameters from which different risk levels in studies can be identified.<hr/>ResumoAssociações brasileiras de pesquisas em ciências humanas, sociais e sociais aplicadas há muito reivindicam uma regulamentação de aspectos éticos que atenda às especificidades epistemológicas, teóricas e metodológicas dessas ciências. Em consequência, o sistema brasileiro de regulamentação (Comitês de Ética em Pesquisa/CEP da Comissão Nacional de Ética em Pesquisa/CONEP) passa atualmente por importante processo de revisão. O presente artigo apresenta posições defendidas pela Associação Nacional de Pesquisa e Pós-Graduação em Psicologia - ANPEPP. Em síntese, o artigo: (1) situa origens do atual modelo de revisão ética, baseado na pesquisa biomédica; (2) sumaria críticas recorrentes a esse modelo, (3) aponta direções necessárias ao aprimoramento do sistema e (4) elenca desafios a serem superados no atual processo de criação de regulamentação específica para as ciências humanas e sociais. As considerações apresentadas ressaltam dois pontos cruciais que desafiam o trabalho de construção de resolução específica para ética em pesquisa nas ciências humanas e sociais: (1) a caracterização clara do que se entende por 'pesquisa em ciências humanas e sociais' - e que, portanto, passaria a ter sua revisão ética regulada pela ótica da resolução específica para ciências humanas e sociais; (2) a definição de parâmetros a partir dos quais se possa identificar diferentes níveis de risco em pesquisas. <![CDATA[Internationalization: Towards New Horizons]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-79722015000600049&lng=en&nrm=iso&tlng=en AbstractThis article aims to examine the internationalization actions of Brazilian Postgraduate Programs. Data were used from the Coordination for the Improvement of Higher Education Personnel (CAPES) and the Ministry of Education (MEC), which perform an evaluation of postgraduate courses every three years. Recently, the period was changed to four years. The data reported in the Indicators Booklet of productions of each program, selected according to 8 criteria, allowed the grouping of activities. The comments made on the Evaluation Form were then examined. This showed that internationalization actions are varied and are overwhelmingly present in the Brazilian programs (n= 49). It was verified that the evaluation valorizes production in international publications, often to the detriment of the various actions that effectively contribute to internationalization. It was concluded that, despite publication in international media being a relevant indicator, it does not definitively indicate participation in international knowledge production. The demand, on behalf of students and researchers, for the qualification that is provided in the country would be the most accurate indicator of internationalization. No courses, in the period examined, accommodated non-Portuguese speakers. Despite the efforts already made toward effective internationalization, there remains the important and urgent step: to make the National Postgraduate System a reference point in the international community.<hr/>ResumoEste artigo teve como objetivo examinar as ações de internacionalização dos Programas de Pós-graduação brasileiros. Utilizou dados da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), Ministério da Educação (MEC), que trienalmente realiza a Avaliação dos cursos. Recentemente, a avaliação passou a ser quadrienal. Valeu-se dos dados declarados no Caderno de Indicadores de produções de cada Programa, que, selecionados de acordo com 8 critérios, permitiram o agrupamento das atividades. Em seguida, examinou os comentários realizados pela Ficha de Avaliação. Mostrou que ações de internacionalização são variadas e estão maciçamente presentes nos Programas brasileiros (n=49). Observou que a Avaliação privilegia a produção em publicações estrangeiras, quase sempre em detrimento das diversas ações que contribuem efetivamente para a internacionalização. Concluiu que, apesar da publicação em veículos internacionais ser um indicador relevante, não aponta em definitivo para a participação na produção internacional de conhecimento. A procura, por parte de alunos e pesquisadores, pela formação que é dada no país seria o indicador mais preciso de internacionalização. Nenhum curso, no período examinado, ofertava cursos que pudessem ser acompanhados por não falantes do português. Apesar dos esforços já realizados em direção a uma efetiva internacionalização, resta o importante e urgente passo: tornar a pós-graduação nacional um ponto de referência na comunidade internacional. <![CDATA[The Brazilian Psychology Postgraduate System and the Internationalization Process: Critical Aspects, Evaluation Indicators and Challenges for Consolidation]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-79722015000600057&lng=en&nrm=iso&tlng=en AbstractThe paper discusses aspects of internationalization policies pertaining to research and postgraduate training programs in Brazilian psychology. Indicators from eight areas of knowledge, used by CAPES (Coordination for the Improvement of Higher Education) to assess the level of internationalization of the postgraduate programs, are presented to support the arguments. The authors contend that: a) internationalization is not a theme limited to the strict framework of science and technology, requiring knowledge of cultural, educational, economic and political aspects; b) different axioms and rules apply to different areas of knowledge; c) collaboration with researchers from different centers can be more beneficial than focusing only on publishing in foreign periodicals; d) coordination and collaboration between researchers does not require alignment of national research agenda to the standards of foreign research centers. Indeed, internationalization is recognized and is rapidly developing in academic institutions and support agencies. In this process, challenges are presented to postgraduate programs: a) to ensure that communication extrapolates the limit of the Portuguese language and is in the language appropriate to the context of the student/researcher; b) to reduce bureaucratic obstacles that hinder cooperation in Brazilian universities; c) to support arrangements and policies that facilitate joint funding proposals with other countries that benefit Brazilian science and technology.<hr/>ResumoO texto discute aspectos em políticas de internacionalização da pesquisa e da formação pós-graduada no atual contexto da Psicologia no Brasil. Indicadores de oito áreas de conhecimento para aferir o nível de internacionalização dos programas de pós-graduação, utilizados no processo avaliativo conduzido pela Capes, são apresentados para embasar esta análise. Os autores argumentam que: a) internacionalização não é tema limitado ao âmbito estrito da ciência e da tecnologia, exigindo considerar aspectos culturais, educacionais, econômicos e políticos; b) diferentes axiomas e regras são aplicáveis a diferentes áreas do conhecimento; c) colaboração com pesquisadores de diferentes centros pode ser mais eficiente do que privilegiar apenas submissão pontual de textos a periódicos estrangeiros; d) articulação e colaboração entre pesquisadores não obriga o alinhamento de agendas de pesquisa nacionais ao que é privilegiado em centros de pesquisa no exterior. Com efeito, a internacionalização é reconhecida e está em franco desenvolvimento nas instituições acadêmicas e nas agências de fomento. Em tal processo, desafios se apresentam aos Programas de Pós-Graduação: a) assegurar que a comunicação extrapole o limite da língua portuguesa e se componha com o idioma local pertinente ao cenário internacional com o qual o estudante / pesquisador irá se relacionar; b) reduzir entraves burocráticos que dificultam a cooperação nas universidades brasileiras; c) contribuir para que agências de fomento à pesquisa estabeleçam acordos que resultem em editais conjuntos com outros países, assegurando condições de acesso a concorrências viáveis e garantidores de benefícios à ciência e à tecnologia brasileiras. <![CDATA[Pathways to Internationalize Brazilian Journals of Psychology]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-79722015000600066&lng=en&nrm=iso&tlng=en AbstractThe science of psychology has been developing in the country of Brazil over the last 50 years. Nonetheless, most of the science in this field is published only in Brazilian journals. Overall, Brazil has yet to share its science with the international community. The potential to internationalize the science generated by Brazilian psychologists exists, though. One way would be to scale up the publication of Brazilian psychologists in international journals. Another way would be to internationalize the existing Brazilian journals. With regard to the latter possibility, a metric analysis of scientometrics databases suggests that the reasons for the low impact of articles published in Brazilian journals are manifold, but the low performance is mainly explained by the scarce employment of the lingua franca-English language-in the articles. This article discusses the role that SciELO, a Brazilian scientific publisher, has played in indexing and assisting the best Brazilian psychology journals in raising their horizons, in terms of internationalizing their output, while at the same time serving as an instrument of promotion for national studies of psychology within the country of Brazil.<hr/>ResumoA Psicologia no Brasil é uma área científica cujo desenvolvimento remonta aos últimos 50 anos. A maior parte do conhecimento produzido por seus cientistas é publicada em periódicos nacionais. Por conseguinte, tal condição tem imposto barreiras na disseminação deste conhecimento para comunidades internacionais. O potencial para internacionalização da ciência produzida por pesquisadores brasileiros da psicologia encontra dois desafios: um seria levar suas publicações a revistas internacionais; o outro seria internacionalizar as revistas brasileiras de psicologia em geral restritas às fronteiras nacionais. Sobre o segundo desafio, a análise da base de dados da cientometria mostra que as razões para o baixo impacto dos artigos publicados em periódicos nacionais são múltiplas, mas é explicada principalmente pelo escasso número de artigos em língua inglesa. Discute-se o papel que o SciELO, um Publisher científico brasileiro, na ampliação dos horizontes dos melhores periódicos brasileiros, promovendo maior inserção internacional, e na sua afirmação como um importante instrumento nacional para estudos de psicologia. <![CDATA[Psychological Research Collaboration and Visibility in Iberoamerica]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-79722015000600072&lng=en&nrm=iso&tlng=en AbstractThe phenomenon of collaboration is an increasing trend in many fields of science, including that of psychology. In Iberoamerican psychology, collaboration occurs on a local and international level. The aim of the study was to evaluate the levels of collaboration in Iberoamerica, using as a baseline the level of worldwide collaboration in psychology in 2012. We collected data from the Scopus database and analyzed it by cluster distribution. Analysis of the sample found within-country collaboration prominent among Iberoamerican psychologists. Findings indicated that in Iberoamerica there is significantly less global collaboration than in other regions, although Iberoamerican scientists are receptive to the idea and acknowledge its potential.<hr/>ResumoO fenômeno da colaboração é uma tendência em crescimento em muitos campos da ciência, incluindo a psicologia. Na psicologia ibero-americana a colaboração vem ocorrendo em nível regional e internacional. O objetivo deste estudo foi avaliar níveis de colaboração em Ibero-América, usando como linha de base o nível de colaboração mundial em psicologia nos anos de 2012. Os dados foram coletados da base Scopus e analisado pela distribuição de dados segundo seu grau de agrupamento (cluster). A análise mostrou que a colaboração entre ibero-americanos é maior dentro dos respectivos países e menor em nível global. Mesmo assim, destaque-se que cientistas ibero-americanos são receptivos a ideia de internacionalização e reconheçam seu potencial. <![CDATA[An Analysis of the Status of Journals and Research in Psychology from Latin America]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-79722015000600082&lng=en&nrm=iso&tlng=en AbstractLittle is known about the breadth and depth of scholarly publishing within the field of psychology and its related disciplines originating from Latin American authors. To better define the subject area, we underwent a data analysis to examine the trends (e.g., status, quantity, and quality of publications) of scholarly publications emanating from Latin America origin (i.e., the location of the primary author). Our findings suggest that there has been a swift and steady increase in the quantity of scholarly publications published by Latin American authors. This increase is marked as 880% between 2001 and 2013, with a slight increase in the number of International as opposed to Regional publications. This study reveals that scholarly publications originating from Latin America are on the rise, with anticipated future growth.<hr/>ResumoPouco se sabe sobre a amplitude e a profundidade da publicação acadêmica no campo da psicologia e de suas disciplinas afins, provenientes de autores latino-americanos. Para melhor definir as variações entre as subarea, realizamos uma análise para examinar as tendências (por exemplo, status, quantidade e qualidade) de publicações acadêmicas produzidas na América Latina, tomando como referência o primeiro autor. Os resultados sugerem que houve um aumento rápido e constante na quantidade de publicações acadêmicas produzidas por autores latino-americanos. A prondução aumentou 880% entre 2001 e 2013, com tendência para aumento na publicação internacional. Os dados indicaram que as publicações acadêmicas originárias da América Latina estão em ascensão e com boas perspectivas para o futuro. <![CDATA[Psychosocial Intervention: A Journal's Journey Towards Greater Scientific Quality, Visibility and Internationalization]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-79722015000600094&lng=en&nrm=iso&tlng=en AbstractThis paper describes the journey that the journal Psychosocial Intervention began in 2011, with the aim of increasing its scientific quality and broadening its reach. Founded in 1992, Psychosocial Intervention began a new phase in 2011, with the advent of a new Editor-in-Chief, editorial team, and editorial policy. At that point, strategic decisions were made in the areas of editorial and review practices, language, and dissemination of the journal, which resulted in a publication of higher quality and broader reach. The description of the journey undertaken by Psychosocial Intervention is presented with the hope that this experience may be useful to scholars, scientific organizations, and institutions in the area of psychology that share similar objectives of upgrading the scientific quality of their publications, and broadening their reach.<hr/>ResumoO presente artigo descreverá o percurso que a revista Psychosocial Intervention iniciou em 2011 com o objetivo de aumentar sua qualidade científica, sua visibilidade e sua internacionalização. Embora a revista Psychosocial Intervention tenha sido fundada em 1992, em 2011 a revista iniciou uma nova fase quando um novo redator-chefe foi nomeado, e uma nova equipe e política editoriais foram estabelecidas. O percurso da revista em direção a esses objetivos será descrito através da explicação de um conjunto de decisões estratégicas que foram tomadas nas áreas de práticas e critérios editoriais (qualidade científica), linguagem (manuscritos em Inglês e traduções para o Espanhol), visibilidade e disseminação da revista (sites de revistas e acesso via internet), e base de dados internacionais. A descrição do percurso realizado pela Psychosocial Interventioné feito com a esperança de que sua experiência possa ser útil para acadêmicos, organizações científicas ou instituições na área da psicologia que também compartilham os objetivos de reforçar a qualidade científica de suas publicações e aumentar sua visibilidade e internacionalização. <![CDATA[A Summary Evaluation of the Top-Five Brazilian Psychology Journals by Native English-Language Scholars]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-79722015000600099&lng=en&nrm=iso&tlng=en AbstractIn the current century, English is the language for the research and dissemination of scientific findings. But for many scholars, English is a foreign language. This is especially true among the emerging and developing nations (EDNs), such as the BRICS nations, encompassing Brazil, Russia, India, China, and South Africa. The present study conducted a survey examining the translational integrity and overall impression of translated summary materials (abstracts and titles) from the five highest ranking (SCImago Journal Rank) Brazilian journals in the field of psychology. Analysis proceeded with two models. In the first model, translated summary materials from 12 randomly-selected articles from four of the five journals were evaluated by a panel of three native English-language scholars. Findings indicated an inverse relationship between the overall impression of the materials and their: abstract errors, r(34) = -0.61, p &lt; .001; and total errors, r(34) = -0.62, p &lt; .001; suggesting a direct relationship between the translational integrity of these EDN materials and the overall impression they leave with native English-language scholars. A second model added 3 additional articles from the fifth journal (English-language only) to the materials described. The findings from this second model suggested that for EDN journals, an investment in language resources may substantially improve the impression they leave with native English-language scholars, and thus promote wider dissemination of their findings.<hr/>ResumoNo século atual, o inglês tem sido a língua usada preferencialmente para pesquisa e a divulgação científica. Mas para muitos pesquisadores, o inglês é uma língua estrangeira. Essa constatação é muito verdadeira, especialmente, para nações emergentes e em desenvolvimento, (EDNs - Emerging and Developing Nations) tais como as nações do BRICS, abrangendo Brasil, Rússia, Índia, China, e África do Sul. O presente estudo é um levantamento da integridade translacional e a compreensão geral de sumários (resumos e títulos) das revistas brasileiras que ocupam os cinco primeiros lugares da classificação do SCImago Journal Rank, no campo da psicologia. A análise foi organizada em dois modelos. No primeiro, três professores de língua nativa inglesa avaliaram a tradução dos sumários de 12 artigos escolhidos aleatoriamente de quatro das cinco revistas. Os achados indicaram uma relação inversa entre a impressão geral e seus respectivos: erros no resumo r(34) = -0.61, p &lt; .001; e erros totais r(34) = -0.62, p &lt; .001; sugerindo uma relação direta entre a integridade translacional e a impressão geral que os artigos deixaram em professores de língua nativa inglesa. Um segundo modelo acrescentou 3 artigos de uma quinta revista, toda ela escrita em língua inglesa, aos materiais descritos. Os achados deste segundo modelo sugeriram que para as revistas EDNs, um investimento em recursos de linguagem poderão aumentar, substancialmente, a impressão que elas estão deixando em professores de língua nativa inglesa, e incrementar a divulgação dos seus achados.