Scielo RSS <![CDATA[Psicologia: Reflexão e Crítica]]> http://www.scielo.br/rss.php?pid=0102-797220150003&lang=es vol. 28 num. 3 lang. es <![CDATA[SciELO Logo]]> http://www.scielo.br/img/en/fbpelogp.gif http://www.scielo.br <![CDATA[Need for Cognition Scale (NCS-18): Effect of Negative Items in its Factorial Structure]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-79722015000300425&lng=es&nrm=iso&tlng=es Este estudo objetivou testar a dimensionalidade da Escala de Necessidade de Cognição (NCS-18), controlando o efeito dos itens negativos. Participaram 215 estudantes universitários de João Pessoa (PB), com média de idade de 20 anos (DP = 3,79), os quais responderam a NCS-18 e questões demográficas. Testaram-se três modelos: M1 (modelo unifatorial convencional), M2 (modelo bifatorial, com itens positivos e negativos saturando em fatores separados) e M3 (modelo unifatorial, sendo controlado o efeito de itens negativos). Os resultados mostraram que os modelos M2 e M3 apresentaram melhores indicadores de ajuste quando comparados ao M1; porém, o M3 foi também superior ao M2. Concluiu-se, portanto, que a NCS-18 é mais bem representada por meio de uma estrutura unifatorial, especialmente quando é controlado o efeito de itens negativos.<hr/>This study aimed at testing the dimensionality of the Need for Cognition Scale (NCS-18), controlling the effect of negative items. Participants were 215 undergraduate students from João Pessoa (PB) with mean age of 20 years (SD = 3.79). They answered the NCS-18 and demographic questions. Three models were tested: M1 (conventional one-factor model), M2 (two-factor, with positive and negative items loading in separate factors), and M3 (one-factor model, controlling for the effect of negative items). Results showed that M2 and M3 models had better fit indexes compared to M1. Nevertheless, M3 also had better fit indexes than M2. In conclusion, evidence that the NCS-18 is more adequately represented by one-factor model was observed, especially when the effect of negative items is controlled. <![CDATA[Intrinsic Motivation Inventory: Psychometric Properties in the Context of First Language and Mathematics Learning]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-79722015000300434&lng=es&nrm=iso&tlng=es Intrinsic Motivation Inventory (IMI) is a multidimensional measurement grounded on the Self-Determination Theory (SDT) used in assessing the subjective experiences of participants when developing an activity. The aim of this study is to analyze the characteristics of IMI among Portuguese students, testing four organizational models (unidimensional, multidimensional, hierarchical and bi-factor). A total of 3685 students from the 5th to the 12th grades (50.4% boys) participated in the study (M = 13.67, SD = 2.26). Two versions of IMI were used (First Language and Mathematics) with twenty-one items distributed over five subscales: Enjoyment, Perceived Competence, Pressure/Tension, Perceived Choice and Value/Utility. The confirmatory factor analysis corroborated the multidimensionality of intrinsic motivation, and that the bi-factor model presented the best fit indexes. This model showed the existence of one general factor, resulting from the contribution of all individual dimensions and the particularities of most of them. Furthermore, results also highlighted satisfactory reliability scores both through Cronbach's alpha scores and Composite reliability scores. These results indicate that this scale is appropriate to evaluate the underlying constructs of the theoretical model of SDT and allows for the calculation of a global measure of intrinsic motivation, as well as specific measures for their predictors.<hr/>O Inventário de Motivação Intrínseca (IMI) é um instrumento utilizado na avaliação subjetiva da experiência vivida pelos sujeitos durante a realização de uma atividade, e está fundamentado, teoricamente, na Teoria da Autodeterminação (SDT). Este trabalho teve como objetivo estudar as propriedades psicométricas do IMI em estudantes portugueses, testando quatro modelos de organização (unidimensional, multidimensional, hierárquico e bifatorial). Participaram no estudo 3685 alunos (50,4% rapazes) do 5º ao 12º ano de escolaridade (M = 13,67, DP = 2,26). Foram utilizadas duas versões do IMI (língua materna e matemática), constituídas por 21 itens, distribuídos por 5 subescalas: Prazer, Perceção de Competência, Pressão/Tensão, Escolha Percebida e Valor/Utilidade. A análise fatorial confirmatória atestou a multimensionalidade da motivação intrínseca e o modelo bifatorial apresentou os melhores índices de ajustamento. Este modelo evidenciou a existência de um fator geral, resultante do contributo de todas as dimensões e a especificidade da maioria das dimensões. Os resultados permitiram igualmente constatar valores muito aceitáveis para a fidelidade, tanto através do Alfa de Cronbach, como pelo cálculo da Fiabilidade Compósita. Estes resultados indicam que esta escala é apropriada para avaliar os constructos teóricos subjacentes à SDT, permitindo obter uma medida global de motivação intrínseca e, em paralelo, medidas específicas para os seus preditores. <![CDATA[Alternative Versions of the Logical Memory Subtest of the WMS-R: Performance Analyses of a Healthy Sample from the City of São Paulo]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-79722015000300444&lng=es&nrm=iso&tlng=es O teste Memória Lógica da Wechsler Memory Scale - Revised (WMS-R) é amplamente utilizado na prática clínica como instrumento de avaliação da memória verbal. O objetivo deste estudo foi analisar as propriedades psicométricas iniciais de versões alternativas das histórias traduzidas e livremente adaptadas da WMS-R empregadas no Brasil: três histórias equiparáveis à história Ana Soares e três à de Roberto Mota. A amostra foi constituída de 655 universitários, com idades entre 18 e 35 anos. Foi solicitada a recordação livre imediata e tardia (após 30 min) de cada história, original e alternativas. A análise de equivalência entre a recordação imediata e tardia das histórias alternativas e originais mostrou que cinco histórias foram memorizadas de forma equiparável às histórias originais se aplicadas individualmente. A recordação de três pares dessas histórias alternativas também foi equivalente à recordação do par original. Uma análise utilizando a Teoria de Resposta ao Item apontou os itens com melhor índice discriminativo. Assim, propõe-se histórias alternativas às do WMS-R que poderão ser usadas em estudos de normatização.<hr/>The Logical Memory test of the Wechsler Memory Scale - Revised (WMS-R) is widely used in clinical practice as a tool for verbal memory assessment. The aim of this study was to examine the initial psychometric properties of alternative versions of the stories translated and freely adapted from WMS -R used in Brazil: three stories comparable to Ana Soares' and three to Roberto Mota's stories. The sample consisted of 655 adults aged between 18 and 35 years. Immediate and delayed free recall of each original and alternative story was requested. The analysis of equivalence between the recall of alternative and original stories showed that five stories proved equivalent to the original stories, if applied individually. Recall of three pairs of these alternative stories was also equivalent to that of the original pair. An analysis using Item Response Theory (IRT) showed the items with best discriminative index. Therefore, the alternative stories proposed here can be used in normalization studies. <![CDATA[Preliminary Analysis of the Portuguese Version of the Child Anxiety Life Interference Scale]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-79722015000300454&lng=es&nrm=iso&tlng=es Anxiety disorders are highly prevalent among school-aged children. These disorders become chronic in a substantial proportion of youths and cause significant interference with daily functioning. The purpose of the current investigation was to examine the psychometric properties of the Portuguese version of the Child Anxiety Life Interference Scale - Parent and Child versions (CALIS-P and CALIS-C). The sample consisted of 132 children between the ages of 7 and 12 with a main diagnosis of anxiety disorder and their parents. A factor analysis of the CALIS-P yielded three factors that agreed with the hypothesised subscales of At Home, Outside Home and Parent Life interference. For the CALIS-C, a factor analysis yielded two factors corresponding to Close Relationships and Performance interference that did not match the subscales of the original version. The internal consistency of the various CALIS subscales was good. Finally, evidence was found for both convergent and divergent validity. The CALIS scores were also significantly correlated with another measure of interference. The results provide initial support that the Portuguese version of the CALIS is a reliable and valid measure for the assessment of the impact of anxiety on child and family functioning.<hr/>As perturbações de ansiedade são altamente prevalentes entre crianças em idade escolar. Estas perturbações tendem a seguir um curso crónico e interferem significativamente no funcionamento diário dos jovens. O objetivo principal deste estudo foi examinar as propriedades psicométricas da versão Portuguesa da Escala de Interferência da Ansiedade na Vida da Criança - versões para Pais e Crianças (CALIS-P e CALIS-C). Participaram 132 crianças, com idades entre os 7 e 12 anos, com diagnóstico principal de ansiedade, e seus respetivos pais. A análise fatorial da CALIS-P revelou três fatores que coincidem com as subescalas hipotetizadas: Interferência Em Casa, Fora de Casa e na Vida da Família. Para a CALIS-C, a análise fatorial revelou dois fatores que dizem respeito à Interferência nas Relações Próximas e no Desempenho, que não correspondem às subescalas da versão original. Os estudos psicométricos mostraram uma boa consistência interna para as várias subescalas da CALIS e boas qualidades na validade convergente e divergente. Foi observada ainda uma correlação significativa entre os resultados da CALIS e outra medida de interferência. Estes resultados sugerem que a versão portuguesa da CALIS é uma medida confiável e válida para a avaliação do impacto da ansiedade na criança e no funcionamento familiar. <![CDATA[Development and Validation of the Beliefs about Mental Illness Scale]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-79722015000300463&lng=es&nrm=iso&tlng=es Este artigo tem por objetivo desenvolver e validar a Escala de Crenças sobre a Doença Mental (ECDM), elaborada para avaliar as crenças subjacentes à natureza da doença mental. No Estudo 1 foram elaborados os itens da ECDM com base em 60 entrevistas com profissionais da saúde mental, familiares de doentes mentais hospitalizados e grupos focais de estudantes de Psicologia. O Estudo 2 foi realizado com 491 estudantes universitários, com média de idade de 23 anos (DP = 6), e teve por objetivo testar a validade fatorial e consistência interna da medida. O Estudo 3 foi realizado com 254 estudantes, com idade média de 25 anos (DP = 8), e buscou replicar o estudo anterior por meio de uma abordagem confirmatória. Ao longo de três estudos a ECDM demonstrou uma estrutura fatorial estável, constituída por seis fatores (psíquico, socioeconômico, biológico, uso de drogas, religioso e contingencial) com boa consistência interna. A versão final da escala ficou composta por 30 itens.<hr/>The aim of this study is to develop and validate a new instrument, the Beliefs about Mental Illness Scale (BAMIS). This scale was designed to evaluate the beliefs underlying the nature of mental illness. In Study 1, items were developed based on 60 interviews with mental health professionals, relatives of mental inpatients, and focus groups with psychology students. Study 2 was conducted with 491 college students, at the mean age of 23 years (SD = 6.00), and aimed to test the validity and internal consistency of the scale. Study 3 was performed with 254 students at the mean age of 25 years (SD = 8.00) and aimed to replicate the previous study using a confirmatory approach. Across three studies, the BAMIS demonstrated a stable factor structure, consisting of six factors (psychological, socioeconomic, biological, drug use, religious and contingency), all with high internal consistency coefficients. The final version of the scale was composed of thirty items. <![CDATA[Working Memory Training does not Improve Intelligence: Evidence from Brazilian Children]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-79722015000300474&lng=es&nrm=iso&tlng=es Recent investigations applying working memory training have indicated that it is possible to train intelligence. This work aimed to verify the effectiveness of a cognitive training program aimed at increasing children's intelligence. Fifty-three Brazilian children, enrolled in the sixth year of elementary school (M=11.17 years, SD=.37), were selected from a larger original group. This selected sample was randomly assigned into the experimental group/EG (n=27) and the control group/CG (n=26). All children were evaluated by cognitive measures in the pre-test and post-test phase. Three working memory tasks encompassed the cognitive training program. The cognitive training was administered to the EG twice a week for eight weeks. The post-test assessment was administered two weeks following the conclusion of the training program. The statistical analysis indicated no significant differences between EG and CG after training for cognitive measurements. These results demonstrate partial support of the selective literature that indicates the difficulty of achieving significant intellectual changes through specific intervention programs.<hr/>Investigações recentes utilizando a memória de trabalho tem mostrado que é possível treinar a inteligência. Este trabalho teve como objetivo verificar a efetividade de um programa de treinamento de memória de trabalho para melhorar a inteligência de crianças. Participaram do estudo cinquenta e três crianças brasileiras do sexto ano do ensino fundamental (M= 11,17 anos, DP= 0,37), as quais foram aleatoriamente designadas para compor o grupo experimental/GE (n=27) e o grupo controle/GC (n = 26). No pré-teste e no pós-teste, as crianças foram avaliadas com medidas cognitivas e de desempenho escolar. Para o programa de treinamento foram utilizadas três tarefas de memória de trabalho. O treinamento cognitivo foi administrado ao GE duas vezes por semana por oito semanas. O pós-teste foi realizado duas semanas após o final do treinamento. Não foram encontradas diferenças significativas entre o grupo de treinamento e controle no pós-teste para nenhuma das medidas cognitivas e de desempenho escolar. Os resultados encontrados encontram suporte parcial na literatura e apontam para dificuldade de se encontrar mudanças intelectuais genuínas com programas de intervenção de curta duração. <![CDATA[Illness Perception, Knowledge and Self-Care about Cervical Cancer]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-79722015000300483&lng=es&nrm=iso&tlng=es Prevention plays a central role in early detection of cervical cancer. Common Sense Model proposes that the nature and organization of illness representations can guide actions related to health and how self-care is exercised. The aim of this study was to describe and compare illness perception, knowledge and self-care in women with and without cancer precursor lesions. Participants were 92 women (aged 18-59) from primary care unity divided into two groups: women with and without premalignant lesion. Measures for illness perception, knowledge and self-care were used. There was no statistically significant difference (t test e chi-square test) between groups in the variables analyzed. Despite the risk for cervical cancer, women with precursor lesions do not adjust their illness perceptions, knowledge and self-care to the situation. These data show the need to warn women against the cervical cancer risks, because their distorted perceptions and lack of knowledge about the disease may hamper the screening and control of cervical cancer.<hr/>A prevenção tem papel central na detecção precoce do câncer do colo do útero. O Modelo do Senso Comum propõe que a natureza e a organização das representações da doença podem orientar ações relacionadas à saúde e ao modo como o autocuidado é exercido. Este estudo buscou caracterizar e comparar a percepção da doença, o conhecimento e o autocuidado em mulheres com e sem lesões precursoras de câncer do colo do útero. Participaram 92 usuárias de uma Unidade Básica de Saúde (18-59 anos), dividas em dois grupos pareados por idade e escolaridade: com e sem lesões precursoras do colo do útero. Foram utilizados instrumentos de avaliação da percepção da doença, conhecimento sobre o câncer do colo do útero e autocuidado. Não houve diferenças estatisticamente significativas (teste t e qui-quadrado) entre os grupos quanto às variáveis investigadas. Apesar de estarem em risco para o câncer do colo do útero, as mulheres com lesões precursoras não ajustaram sua percepção da doença, conhecimento e autocuidado à situação. Esse dado alerta para a necessidade de sensibilizar as mulheres sobre o risco da doença, já que percepções errôneas e o desconhecimento sobre a doença podem dificultar o seu amplo rastreio e controle. <![CDATA[Stimulus Equivalence and Jealousy: Effect of Pre-Experimental History]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-79722015000300490&lng=es&nrm=iso&tlng=es A formação de classes de estímulos equivalentes tem sido usada como modelo experimental para investigar uma série de fenômenos comportamentais, tais como o desenvolvimento de comportamento simbólico e a transferência de funções que os eventos ambientais adquirem por meio de relações condicionais. O objetivo deste estudo consistiu em analisar o efeito de estímulos com alto grau afetivo pré-experimentalmente constituído, na formação de classes de equivalência estabelecidas em contexto experimental, quando as relações emergentes podem se caracterizar por um conflito na escolha dos estímulos. Participaram 17 estudantes universitários que foram submetidos ao procedimento de escolha de acordo com modelo e aos testes das relações emergentes, para formar quatro classes de equivalência com quatro estímulos cada. Verificou-se que 10 dos 17 participantes formaram as classes equivalentes e observou-se correlação positiva entre o desempenho no Teste de Equivalência e o escore na Escala de Ciúme Romântico, sugerindo que a história pré-experimental referente ao envolvimento afetivo interferiu no desempenho dos participantes. O efeito de interferência provavelmente é devido ao conflito entre contingências: uma que controla o responder diante de relações condicionais pré-experimentalmente estabelecidas, envolvendo estímulos com alto valor afetivo, e outra estabelecida no contexto experimental.<hr/>The formation of stimulus equivalence classes has been used as an experimental model to investigate a series of behavioral phenomena, such as the development of symbolic behavior and transfer of functions that environmental events acquire through conditional relations. The aim of this study was to analyze the effect of stimuli with high pre-experimentally constituted affective grade in the formation of equivalence classes established in an experimental context, when the emergent relations can be characterized by a conflict in choosing stimuli. Participants were 17 college students exposed to matching to sample procedure and the tests of emergent relations to form four equivalence classes with four stimuli each. The results showed that 10 out of 17 participants formed equivalence classes, and positive correlation was observed between the performance on the Equivalence Test and the score on the Romantic Jealousy Scale, suggesting that the pre-experimental history related to emotional involvement interfered with participants' performance. The interference effect is probably due to the conflict between contingencies: one that controls responses to pre-experimentally established conditional relations involving stimuli with high emotional value, and another one, established in the experimental setting. <![CDATA[Effects of a Reading Teaching Program on the Speech Intelligibility of Children Using Cochlear Implant]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-79722015000300500&lng=es&nrm=iso&tlng=es Considerando a reabilitação da fala de crianças com deficiência auditiva e usuárias de implante coclear e evidências da possibilidade de transferência de controle de estímulos da leitura para a nomeação, este estudo teve como objetivo avaliar os efeitos de um programa de ensino de leitura de palavras simples sobre a qualidade da fala de duas crianças em testes de leitura de palavras e nomeação de figuras. O procedimento consistiu no ensino de relações condicionais baseadas em seleção de palavras impressas e de composição após a palavra ditada. A nomeação de figuras foi avaliada em um delineamento de linhas de base múltipla. Os resultados mostram melhora na qualidade da fala, se comparados à linha de base, tanto frente a palavras quanto frente a figuras. Futuros estudos, com maior número de participantes e outros delineamentos devem verificar benefícios de programas de ensino ao processo de reabilitação dessa população.<hr/>Considering the speech rehabilitation in children with hearing impairment and cochlear implant and the evidence of possible stimuli control transference of reading to naming, the objective of the present study was to evaluate the effects of a teaching program for reading simple words on the speech intelligibility of two children in tests of reading words and naming pictures. The procedure consisted of teaching conditional relations based on a selection of printed words and word composition after word dictation. Picture naming was assessed in a multibaseline design. Data showed improvement in the quality of responses when compared to baseline, both in front of words and pictures. Future studies with higher number of participants and other experimental designs may verify the benefits of teaching programs to the rehabilitation process of this population. <![CDATA[Age Categorization and Identification in a Community-Dwelling Sample of Brazilian Elderly]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-79722015000300511&lng=es&nrm=iso&tlng=es Indicadores de atitudes etárias representados por categorização e identificação etária e suas relações com variáveis sociodemográficas e de saúde física e emocional foram investigados entre idosos residentes na comunidade. A amostra foi composta por 302 idosos participantes do Estudo FIBRA - Fragilidade em Idosos Brasileiros (Pólo Universidade Estadual de Campinas [Unicamp]; M = 72,3 anos; DP = 5,76; 64,6% mulheres), com escolaridade média de 3,32 anos (DP = 2,61) e renda de um a três salários mínimos (53,7%). A existência e atribuição de idade para início da velhice foram tomadas como indicadoras de categorização etária e o autorrelato de sentir-se idoso indicou identificação etária. Embora a maior parte dos idosos tenha atribuído uma idade para esse início (M = 62,3 anos; DP = 14,66), a maioria (60,3%) não se identificou como pertencente a essa categoria etária. Escolaridade, fragilidade e satisfação com a vida revelaram ser importantes preditores dessas atitudes em relação à velhice.<hr/>This study investigated age categorization and identification among elderly living in the community and their relationship with sociodemographic variables and physical and emotional health. The sample consisted of 302 elderly participants in the FIBRA study - Fragilidade em Idosos Brasileiros (Polo Universidade Estadual de Campinas [Unicamp]; M = 72.3 years old, SD = 5.76; 64.6% women), with average education of 3.32 years (SD = 2.61) and income from one to three minimum wages (53.7%). The belief of existence and age attributed to the onset of old age were taken as indicators of age categorization and the self-report of feeling like an elderly person was taken as age identification. Although most elderly have assigned an age for the onset of old age (M = 62.3 anos; SD =14.66), most (60.3%) are not identified as belonging to this age category. Education, frailty and life satisfaction were found to be important predictors of these attitudes towards old age. <![CDATA[Influence of Chronotype and Measure Time on Visual Contrast Sentitivity]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-79722015000300522&lng=es&nrm=iso&tlng=es Este estudo teve como objetivo avaliar a curva de sensibilidade ao contraste para estímulos de grades senoidais verticais de frequências espaciais de 0,2; 0,6; 1; 3,1; 6,1; 8,8; 13,2 e 15,6 ciclos por grau de ângulo visual; em um ritmo de 24 horas de adultos saudáveis de diferentes cronotipos. Participaram desta pesquisa 18 voluntários do sexo masculino com idade de 19 a 31 anos (M=23,8; DP=3,29). Os participantes foram divididos em grupos de acordo com o cronotipo: Matutino (n=5), Intermediário (n=9) e Moderadamente vespertino (n=4). Utilizaram-se como instrumentos medidas neuropsicológicas e o software Metropsis para avaliar a Função de Sensibilidade ao Contraste (FSC). As medidas da FSC foram realizadas com o método psicofísico da escolha forçada entre duas alternativas espaciais. Os resultados apresentaram alterações nas dimensões relacionadas ao processamento cognitivo e na FSC de sujeitos Matutinos [F (14; 76303) = 38,92; p&lt;0,05], Intermediários [F(14; 505) = 2,79; p&lt;0,05] e Moderadamente vespertinos [F(14; 279) = 2,75; p&lt;0,05] de acordo com os horários de medida. Concluiu-se que a sensibilidade ao contraste é um aspecto importante para o estudo da percepção visual circadiana, sugerindo que os mecanismos sensórios que processam o contraste visual estão diretamente relacionados à hora e o padrão do cronotipo.<hr/>This study aimed to evaluate the contrast sensitivity curve for the stimuli of vertical sinusoidal grids with spatial frequencies of .2; .6; 1; 3.1; 6.1; 8.8; 13.2 and 15.6 cycles per degree of visual angle, in a 24- hour rhythm of healthy adults of different chronotypes. This study had 18 participants aged 19 to 31 years (M=23.8; SD=3.29) divided into groups according to the chronotype: Morningness (n=5), Intermediate (n=9) and Moderate Eveningness (n=4). Neuropsychological measures and the Metropsis software were used to evaluate the Contrast Sensitivity Function (CSF). CSF measurements were performed by the psychophysical method of forced choice between two spatial alternatives. Results showed significant changes in the dimensions related to cognitive processing and CSF for morning subjects [F (14; 76303) = 38.92; p &lt; .05], Intermediate subjects [F (14, 505) = 2.79; p&lt; .05] and moderately evening subjects [F (14, 279) = 2.75; p&lt; .05] in accordance with the measured time. The study concluded that contrast sensitivity is an important aspect to the study of circadian visual perception, suggesting that the sensorial mechanisms which process visual contrast are directly related to the time and pattern of people's chronotypes. <![CDATA[Control by Rules: Effects of Questions, Formal Properties of Rules and Reinforcement Schedules]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-79722015000300532&lng=es&nrm=iso&tlng=es Com o objetivo de investigar os efeitos de variáveis sobre o seguimento de regras, 24 estudantes universitários foram expostos a um procedimento de escolha de acordo com o modelo. A tarefa era apontar para os estímulos de comparação em sequência. Na Fase 1, a sequência correta era estabelecida por reforço diferencial em esquema de reforço contínuo. Nas Fases 2 e 3, as contingências de reforço eram mantidas inalteradas, enquanto as regras discrepantes de tais contingências (sugestão e ordem) eram manipuladas. Nas Condições 1 e 2, nas Fases 2 e 3, eram apresentadas a sugestão e a ordem, respectivamente. Nas Condições 3 e 4, era o inverso. Apenas na Fase 1 das Condições 1 e 3 eram feitas perguntas acerca do comportamento que produz reforço. 100% dos participantes não seguiram a sugestão e 60% não seguiram a ordem. Os resultados sugerem que a história do comportamento alternativo ao especificado pela regra, justificativas e perguntas são variáveis que podem interferir no comportamento de seguir regras discrepantes das contingências de reforço. Os resultados têm implicações para o esclarecimento das funções das contingências de reforço e de regras na explicação do comportamento.<hr/>Aiming the investigation of the effects of some variables on rule following, 24 college students were submitted to a matching-to-sample procedure, with the task of pointing to the comparison stimuli in sequence. In Phase 1 the correct sequence was established by differential reinforcement in continuous reinforcement schedule. In Phases 2 and 3 the reinforcement contingencies were kept unchanged, and meanwhile rules (suggestion and mand) discrepant of the contingencies were manipulated. In Conditions 1 and 2, Phases 2 and 3 suggestion and mand were presented in this sequence. In Conditions 3 and 4 the presentation order was reversed. Questions concerning why the behavior was reinforced were presented only in Phase 1 of Conditions 1 and 3. Hundred percent participants did not follow the suggestion, 60% did not follow the mand. Results indicate that the history of alternative behavior to the specified by the rule, justifications, and questions may interfere with the discrepant-to-the-contingencies rule-following, and implications for the comprehension of the functions of the reinforcement contingencies and rules in the explanation of behavior. <![CDATA[Executive Function Associated to Symptoms of Attention Deficit Hyperactivity Disorder and Paediatric Bipolar Disorder]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-79722015000300544&lng=es&nrm=iso&tlng=es Very little is known about the differences of the neurocognitive functioning of Attention Deficit Hyperactivity Disorder (ADHD) and Paediatric Bipolar Disorder (PBD), since current studies do not agree on a differentiation of Executive Function (EF) between the two disorders. The aim of this study was to determine the EF deficits associated with symptomatology of ADHD and the PBD phenotype. Participants were 76 children/adolescents aged 6-17 years and their parents, submitted to a diagnostic interview and a tool for assessing EF, Behaviour Rating Inventory of Executive Function. Structural Equation Modeling was used to examine associations between symptoms of ADHD and the PBD phenotype, and the EF. A model for parents and a model for children/adolescents were performed. The model indexes showed a satisfactory fit. ADHD was found to be associated with deficits in all areas of EF, especially when the predominant symptom is inattention. The presence of symptoms of PBD phenotype was associated only with difficulties in finding new strategies to solve problems and inhibiting new behaviour. The article concluded that the presence of ADHD symptoms is associated with cognitive deficits different from those that may occur with PBD symptoms. It is advisable that professionals consider patients' neurocognitive profiles in order to achieve an appropriate differential diagnosis.<hr/>Ainda é pouco o que se sabe do funcionamento do Transtorno de Déficit de Atenção/Hiperatividade (TDAH) e do Transtorno Bipolar Pediátrico (TBP), já que atualmente os investigadores não concordam quanto a uma diferenciação da Função Executiva (FE) nos dois transtornos. O objetivo deste estudo é determinar os déficits da FE associados às sintomatologias de TDAH e do fenótipo do TBP. Foram avaliados 76 crianças/adolescentes com idades entre 6-17 anos e seus pais, com uma entrevista diagnóstica e um instrumento para avaliação da FE, Behaviour Rating Inventory of Executive Function. Modelos de equações estruturais foram usados para examinar associações entre a sintomatologia de TDAH e do fenótipo de TBP, e a FE. Foi realizado um modelo para pais e outro para crianças/adolescentes. Os índices do modelo indicaram um ajuste satisfatório. Foi encontrado que o TDAH está associado a deficiências em todas as áreas da FE, sobretudo se a sintomatologia predominante é a desatenção. A presença de sintomatologia do fenótipo de TBP somente apresentou associação a dificuldades na busca de novas estratégias na solução de problemas e na inibição de novas condutas. Conclui-se que a presença de sintomatologia de TDAH está associada a deficiências cognitivas diferentes das que podem estar presentes no TBP. É recomendável que os profissionais considerem o perfil neurocognitivo de seus pacientes para alcançarem um diagnóstico diferencial adequado. <![CDATA[Explanatory Mechanisms of False Memories in DRM Paradigm]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-79722015000300554&lng=es&nrm=iso&tlng=es Neste artigo apresenta-se uma revisão da literatura sobre as principais teorias e mecanismos explicativos da ocorrência de falsas memórias no paradigma Deese-Roediger-McDermott (DRM). São também apresentados dados de artigos empíricos que suportam cada uma das teorias, e discutidas as suas implicações para a compreensão deste fenômeno. Historicamente, as primeiras explicações teóricas centravam-se no conceito de associação para explicar as intrusões em tarefas de memória. Mais tarde, o conceito de ativação assumiu grande relevância para explicar a ocorrência de memórias falsas no paradigma DRM. Contudo, o conceito de ativação revelou-se insuficiente para explicar alguns resultados descritos por vários autores. Assim, junto com os mecanismos de ativação, as duas grandes teorias explicativas (teoria de ativação e monitoramento e teoria do traço difuso) consideram a existência de mecanismos de monitoramento ou controle. Os mecanismos de monitoramento permitem explicar a diminuição ou o desaparecimento das memórias falsas em algumas condições experimentais. Apesar de serem diferentes, as visões de ambas as teorias não são inconciliáveis e talvez sejam necessárias para a integral compreensão das falsas memórias no paradigma DRM. Assim, propõe-se a adoção de uma abordagem teórica que integre contributos das duas teorias.<hr/>This literature review explores the major theories and explanatory mechanisms in the occurrence of false memories in the Deese-Roediger-McDermott paradigm (DRM). This study presents data from empirical studies that support each of the theories and discusses their implications for understanding false memories. Historically, the first theories explaining false memories focused on the concept of association in order to explain intrusions in memory tasks. Later on, the concept of activation received greater importance in explaining false memories in the DRM paradigm. However, activation by itself is insufficient to explain all the results described by several authors. Therefore, the two current major theories that explain false memories in the DRM paradigm (activation monitoring theory and fuzzy trace theory) consider the existence of monitoring or control mechanisms, together with activation mechanisms. These monitoring mechanisms, which operate in opposite direction to activation mechanisms, explain the decrease or disappearance of false memories under certain circumstances. Although different, activation monitoring and fuzzy trace theories have reconcilable perspectives and may be both necessary for a comprehensive understanding of false memories in the DRM paradigm. Thus, we propose the adoption of a theoretical approach that integrates contributionsfrom both theories. <![CDATA[Intellectual Outcome After Cancer Treatment: A Study with Children]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-79722015000300565&lng=es&nrm=iso&tlng=es Na atualidade cresce a preocupação com a neurotoxicidade do tratamento antineoplásico e o neurodesenvolvimento. O objetivo deste estudo foi comparar o impacto da modalidade de tratamento sobre a capacidade intelectiva de 22 sobreviventes de Tumores de Fossa Posterior e Leucemia Linfóide Aguda com idades entre seis e 14 anos. Participantes com astrocitoma foram submetidos à cirurgia; aqueles com meduloblastoma à cirurgia, à quimioterapia sistêmica e à radioterapia de crânio e neuroeixo (54Gy) e; aqueles com LLA à quimioterapia sistêmica e intratecal. Apenas os participantes com astrocitoma obtiveram desempenho dentro do esperado. Observou-se contrastes estatisticamente significativos entre os grupos, notadamente entre as crianças com meduloblastoma e as demais nos escores não verbais. Sugere-se que a combinação cirurgia, quimioterapia sistêmica e radioterapia potencializou as sequelas cognitivas, e reforça-se a hipótese de que a radioterapia acarreta danos à substância branca. A quimioterapia intratecal associada à sistêmica promoveu impactos significativos sobre o funcionamento executivo.<hr/>Concerns about the neurotoxicity of antineoplastic treatment and neurodevelopment are increasing nowadays. The aim of this study was to compare the impact of treatment modality on intellectual functioning of 22 survivors of Posterior Fossa Tumors and Acute Lymphoblastic Leukemia aged from six to 14 years. The astrocytoma group underwent surgery; the medulloblastoma group underwent surgery, systemic chemotherapy, and cranial and neuraxis radiation (54Gy); the LLA group underwent systemic and intrathecal chemotherapy. Only the astrocytoma group obtained average performance. Significant contrasts were obtained between groups, especially among the medulloblastoma group and others in non-verbal scores. Results suggest that the combination of surgery, radiotherapy and systemic chemotherapy increase the cognitive sequelae and enhance the hypothesis that radiation damages white matter. The association between intrathecal and systemic chemotherapy leads to significant impact on executive functioning. <![CDATA[Self-Regulation of Motivation: Beliefs and Strategies of Students between 7th to 9th Grade]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-79722015000300574&lng=es&nrm=iso&tlng=es A motivação é um tema essencial quando se reflete sobre a aprendizagem e o sucesso escolar. A autorregulação da motivação na aprendizagem (AMA) é identificada como um aspeto fundamental das competências de autorregulação da aprendizagem. O processo de AMA inclui o metaconhecimento sobre a motivação e as estratégias de regulação da motivação. Neste estudo, a Escala de Autorregulação da Motivação na Aprendizagem (EAMA) foi aplicada a 316 estudantes entre o 7º e o 9º ano de Escolaridade. Os resultados obtidos indicam que as expectativas de autoeficácia, o valor da tarefa e as metas de realização são bons preditores do uso de estratégias de AMA. Foram encontradas diferenças entre os géneros e o ano escolar na utilização de estratégias e nas crenças motivacionais.<hr/>Motivation is a key element regarding learning and school success. Self-regulation of motivation (SRM) is identified as a fundamental aspect of self-regulated learning. The SRM process includes metamotivational knowledge and regulation of motivation strategies. In this study, the Self-Regulation of Motivation in Learning Scale (SRMS) was applied to 316 students from 7th to 9th grades. Results demonstrate that self-efficacy expectations, task value, and achievement goals are good predictors for the use of SRM strategies. Gender and grade differences were found in the use of strategies and motivational beliefs. <![CDATA[Effects of Experimental Stories and Social Justifications on Rule Following Behavior]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-79722015000300583&lng=es&nrm=iso&tlng=es Este estudo avaliou o efeito de justificativas sobre o comportamento de seguir regras, quando foi construída uma história de reforço para não seguir regra. Dez crianças foram expostas a um procedimento de escolha segundo o modelo, cuja tarefa era tocar um de dois estímulos de comparação na presença de um estímulo contextual. Nas Condições I e II, as Fases 1, 2 e 4 eram iniciadas com a apresentação de instruções discrepantes das contingências programadas, cujo comportamento de segui-las produzia perda de fichas. Na Fase 3 era apresentada uma instrução correspondente com uma justificativa para seguir a instrução que produzia perda de fichas. A Condição I diferia da Condição II apenas com relação ao tipo de justificativa apresentada na Fase 3. Na Condição I era apresentada uma justificativa para ajudar crianças carentes e na Condição II uma justificativa que envolvia a aprovação do experimentador. O comportamento de nove dos 10 participantes ficou sob o controle da história de reforço para o não seguir instrução e das consequências imediatas produzidas pelo comportamento de não seguir instruções; o comportamento de um participante ficou sob o controle da justificativa para seguir a instrução correspondente.<hr/>The effect of justifications on rule-following behavior after a history of reinforcement for not following rules was evaluated. Ten children were submitted to a matching to sample procedure such as the task was to touch one of two comparison stimuli in the presence of a contextual stimulus. In Conditions 1 and 2, the Phases 1, 2, and 4 begun with the presentation of an instruction that was discrepant to the contingencies; following the rule lead to the loss of tokens. In Phase 3 it was presented an instruction corresponding to the contingencies, with a justification for following the instruction that lead to the loss of tokens. The difference of Conditions 1 and 2 was only regarding to the justification presented in Phase 3. The justification presented in Condition 1 was "to help poor children" and in Condition 2 a justification regarding experimenter's approval. The behavior of 9 out of 10 participants was under control of the experimental history of reinforcement for not following instructions and of the immediate consequences produced by the behavior of not following instructions; the behavior of one participant was under control of the justification for following the corresponding instruction. <![CDATA[The Role of Visual Attention Span and Phonemic Awareness in Learning to Read]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-79722015000300593&lng=es&nrm=iso&tlng=es Este estudo objetivou verificar as relações entre amplitude visuoatencional (AVA), consciência fonêmica (CF) e desempenho em leitura em uma amostra de 48 alunos de 1º, 3º e 5º anos do ensino fundamental de uma escola pública de São Paulo. As crianças foram avaliadas em três sessões em tarefas de leitura de palavras isoladas, AVA, CF, inteligência não verbal, memória fonológica e limiar de identificação de letras. Os resultados indicam que a AVA e a CF se relacionam com a leitura desde o 1º até o 5º ano e que essas relações são mais fortes no 1º ano, mas continuam tendo um papel relevante no 3º ano e no 5º ano, principalmente na leitura de pseudopalavras e palavras irregulares.<hr/>This study aimed to verify the relationship between visual attention span (VAS), phonemic awareness (PA) and reading performance in a sample of 48 students from the 1st, 3rd and 5th grade from a public elementary school in Sao Paulo. Children were assessed in three sessions through a battery of tasks, which included single word reading, VAS, PA, nonverbal intelligence, phonological memory and letter identification threshold. Results showed that the VAS and PA correlated with performance in reading from 1st to 5th grade, and they play a more important role at 1st grade, but remain relevant in 3rd and 5th grade, especially in the reading of nonwords and irregular words. <![CDATA[Analyzing the Stimulus Control Acquisition in Simple Discrimination Tasks through Eye Movement]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-79722015000300603&lng=es&nrm=iso&tlng=es In order to investigate whether simultaneous or successive presentation of stimuli is related to the duration of eye fixation (i.e., the time spent gazing a specific stimulus), this study described the eye movements of young adults in simultaneous and successive simple discrimination tasks. Using 12 landscape scenes as visual stimuli, three participants were exposed to a simple discrimination training with simultaneously presented stimuli (Si Procedure) and then to a second simple discrimination training with successively presented stimuli (Su Procedure). Another three participants were exposed to the Procedure in the opposite order. In both cases, the learning criterion was that at least 90% of the responses should be correct in one block. Eye movements were recorded during the whole experiment. Participants achieved the learning criteria in both procedures. Beyond that, eye fixation time in the Su Procedure was higher than in the Si Procedure, regardless of the training sequence. Taken together with previous results in different experiments, our findings suggest that the duration of eye fixation plays a central role in the establishment of different stimulus control topographies.<hr/>Com o objetivo de investigar se a apresentação simultânea ou sucessiva de estímulos estaria relacionada com a duração da fixação do olhar (i.e., o tempo gasto fixando um estímulo específico), este estudo descreveu os movimentos dos olhos de adultos em tarefas de discriminação simples simultâneas e sucessivas. Utilizando 12 cenas de paisagens como estímulos visuais, três participantes foram expostos a um treino de discriminação simples com estímulos apresentados simultaneamente (Procedimento Si) e, em seguida, a um segundo treino de discriminação simples com estímulos apresentados sucessivamente (Procedimento Su). Outros três participantes foram expostos ao Procedimento em ordem inversa. Em ambos os casos, uma concentração mínima de 90% das respostas ao estímulo correto, em um mesmo bloco, definia a aquisição da discriminação. Os movimentos dos olhos foram registrados durante todo o experimento. Participantes atingiram os critérios de aquisição da discriminação em ambos os procedimentos. Além disso, o tempo de fixação do olhar no Procedimento Su foi maior do que no Procedimento Si, independentemente da sequência de treino. Considerados em conjunto com resultados prévios em diferentes experimentos, nossos dados sugerem que a duração da fixação do olhar exerce um papel central no estabelecimento de diferentes topografias de controle de estímulos. <![CDATA[Invented Spelling Training Programs: Comparing Knowledge-Transmission Model and the Constructivist Model of Learning]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-79722015000300613&lng=es&nrm=iso&tlng=es O objectivo deste estudo é comparar programas de intervenção de escritas inventadas de natureza construtivista ou transmissiva. Participaram nesta investigação 78 crianças de idade pré-escolar, cujas escritas não representavam ainda os sons, tendo sido distribuídas por cinco grupos, quatro experimentais e um de controlo, equivalentes quanto à idade, inteligência, número de letras conhecidas e consciência fonológica. Entre o pré e o pós teste, as crianças dos grupos experimentais participaram num programa de intervenção de escritas inventadas de natureza construtivista ou transmissiva, manipulando-se ainda variáveis relacionadas com as características das palavras de treino e o tipo de instruções. Só se verificou uma evolução significativa da qualidade das escritas inventadas nas crianças que participaram nos programas de intervenção de natureza construtivista.<hr/>The aim of this study was to compare two intervention programs of invented spelling, a constructivist and a knowledge-transmission one. Participants were 78 pre-school children, whose invented spelling did not represent any sounds, distributed into five groups, four experimental and a control one with equivalent age, intelligence, number of known letters and phonological awareness. Between the pre-and post-test, children from experimental groups participated in an intervention program of invented spelling (constructivist or knowledge transmission), and there were manipulated variables related to the characteristics of the training words and the type of instructions. There has been significant evolution in the quality of invented spelling only in children who participated in the constructivist intervention programs. <![CDATA[Investigative Interviewing of Children and Adolescents: A Developmental Perspective]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-79722015000300623&lng=es&nrm=iso&tlng=es Conhecer as diferentes etapas do desenvolvimento humano é uma competência essencial para o entrevistador em contexto policial e forense. É imprescindível adaptar a entrevista em função da avaliação das competências da testemunha. Este artigo caracteriza as etapas do desenvolvimento humano ao longo da infância e adolescência, destacando o desenvolvimento da memória e outras competências relevantes para a entrevista de testemunhas. Analisou-se ainda a adequabilidade de várias metodologias utilizadas para este fim, salientando algumas diretrizes fundamentais para a condução de uma boa entrevista. Por fim, focou-se na Entrevista Cognitiva Melhorada enquanto técnica promissora para entrevistar crianças e adolescentes. Pretende-se não apenas rever de forma crítica a literatura existente, mas também construir um guia para os profissionais desta área.<hr/>Knowing the different developmental stages is an essential skill for the forensic or police interviewer. It is crucial to adapt the interview according to the witness developmental assessment. This article describes the stages of human development throughout childhood and adolescence, with particular emphasis on the development of memory and other skills involved in the interview process. The appropriateness of several methodologies used for interviewing child witnesses is discussed, as well as some fundamental guidelines for conducting a good interview. Lastly, the article focuses on the Enhanced Cognitive Interview as a promising technique for interviewing children and adolescents. The aim of this study is not only to critically review the existing studies, but also to write a guide for professionals in this area. <![CDATA[Age and Sex Effect on the Self-Concept of Preschool Children]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-79722015000300632&lng=es&nrm=iso&tlng=es Poucas são as investigações sobre o autoconceito realizadas com crianças de idade pré-escolar. Neste estudo procuramos contribuir para uma melhor compreensão do desenvolvimento normativo do autoconceito, no período pré-escolar, nomeadamente, através da análise dos efeitos que o sexo e a idade têm no mesmo. Tratando-se de um estudo longitudinal, a amostra foi composta por 83 crianças portuguesas, avaliadas no seu autoconceito aos quatro e aos cinco anos de idade, através da Pictorial Scale of Perceived Competence and Social Acceptance for Young Children - PSPCSA. As crianças apresentaram resultados muito elevados em todos os domínios do autoconceito, em ambas as idades Os dados parecem indicar que os elevados valores do autoconceito começam a declinar já no fim do período pré-escolar, pelo menos em alguns domínios, sugerindo, dessa forma, um desenvolvimento diferenciado do autoconceito, consoante os diferentes domínios avaliados. Finalmente, parecem existir diferenças no autoconceito relacionadas com o sexo das crianças, favorecendo os rapazes. Os nossos resultados contribuem para uma melhor compreensão do processo de desenvolvimento do autoconceito.<hr/>There are few investigations on the self-concept of preschool children. The aim of this study is to contribute to a better understanding of the normative development of self-concept in preschool children, particularly by analyzing the effects of gender and age. In a longitudinal study, our sample consisted of 83 Portuguese children, and data were collected at four and five years old. Self-concept was measured by the Pictorial Scale of Perceived Competence and Social Acceptance for Young Children - PSPCSA. Children presented very high results in all areas of self-concept at both ages. Data seem to indicate that self-concept starts to decline towards the end of the preschool period, at least in some areas. Results suggest a differentiated process of self-development, according to the different domains assessed. Finally, there seem to be differences in self-concept related to the children's gender, favoring boys. Our results contribute to a better understanding of the developmental process of self-concept.