Scielo RSS <![CDATA[Psicologia: Reflexão e Crítica]]> http://www.scielo.br/rss.php?pid=0102-797219970001&lang=en vol. 10 num. 1 lang. en <![CDATA[SciELO Logo]]> http://www.scielo.br/img/en/fbpelogp.gif http://www.scielo.br <![CDATA[<strong>Apresentação</strong>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-79721997000100001&lng=en&nrm=iso&tlng=en <![CDATA[<strong>Psicologia Reflexão e Crítica</strong>: <strong>volume 10</strong>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-79721997000100002&lng=en&nrm=iso&tlng=en <![CDATA[<font size="3"><b>Theoretical and methodological reflexions on community psychology</b></font>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-79721997000100003&lng=en&nrm=iso&tlng=en Este texto pretende analisar o caminho percorrido pelos psicólogos comunitários desde a emergência da "crise" da Psicologia Social. Naquele momento, a crítica incidia sobre o psicólogo social experimental empírico-analítico, em contraste com o psicólogo comunitário, atento às metodologias qualitativas. Se o primeiro estava convicto do objeto de sua disciplina, o segundo, sensível aos aspectos sociais, históricos, antropológicos e políticos do contexto, não tem clareza quanto a seu objeto de estudo. Dos pressupostos teóricos e metodológicos imbuídos nestas práticas sugerir-se-á um retorno a questões psicológicas, enriquecidas com os referenciais das ciências sociais, numa tentativa de melhor precisar o "olhar" do psicólogo.<hr/>This paper purpose is to analyse the trends in community psychology since the end of the Social Psychology "crisis". At this moment, the empirical-analytical experimental social psychologist was under criticism, in contrast to the community psychologist who employs qualitative methodologies. If the latter was convinced of his discipline’s object, the former, sensitive to the social, historical, anthropological and political aspects of the context, does not have a clear object to study. An analysis the theoretical and methodological foundations of actual practices, suggest the need to return to psychological questions, enriched by the social sciences contributions, in an attempt to define more precisely psychologist’s actions. <![CDATA[<font size="3"><strong><em>Capta</em> <em>versus</em> <i>data</i></strong></font>: <strong>method and evidence in communicology</strong>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-79721997000100004&lng=en&nrm=iso&tlng=en Metodologia é uma preocupação básica com os tipos de evidência, estruturas de análise e regras de julgamento para validade. Este artigo compara os métodos de pesquisa da fenomenologia e do positivismo. Pesquisa qualitativa é um foco no uso objetivo das lógicas normativas de mensuração na experiência empírica. A evidência de amostra analisada é tomada dos dados de discurso relatados por A. R. Luria no seu livro Cognitive Development publicado originalmente em russo em 1974. A aplicação da Teoria da Comunicação (fenomenologia) é contrastada com a teoria da informação (positivismo). Após, a evidência de Luria é analisada por suas lógicas internas (dedução, indução, abdução e adução). É realizada uma comparação externa entre os resultados de Luria e um instrumento diagnóstico comum para medir o desenvolvimento da linguagem em crianças.<hr/>Methodology is a basic concern with types of evidence, structures of analysis, and rules of judgment for validity. This article compares the research methods of phenomenology and positivism. Qualitative research is a focus on the objective use of normative logics of measurement in empirical experience. The sample evidence analyzed is taken from discourse data reported by A. R. Luria in his book Cognitive Development originally published in russian in 1974. The application of Communication Theory (phenomenology) is contrasted with that of information theory (positivism). Then, the Luria evidence is analyzed for its internal logics (deduction, induction, abduction, adduction). An external comparison is made between the Luria findings and a common diagnostic instrument for measuring language development in children. <![CDATA[<font size="3"><strong>Kohlberg and the "Just Community"</strong></font>: <strong>developing ethical sense and citizenship in the schools</strong>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-79721997000100005&lng=en&nrm=iso&tlng=en Este trabalho descreve a técnica de educação moral intitulada "comunidade justa", proposta por Kohlberg e seus colaboradores da Universidade de Harvard, e que tem fundamento na teoria de julgamento moral do mesmo autor. Partindo da técnica anteriormente proposta, de discussão de dilemas hipotéticos em grupo, resume as observações feitas em programa do tipo "comunidade justa", realizado em cidade do meio-oeste americano e apresenta uma análise estatística em que se verifica o aumento dos escores de maturidade moral de alunos participantes do programa. Discute-se também a aplicação desses programas para o contexto brasileiro.<hr/>This article describes the "just community" technique for moral education, proposed by Kohlberg and his collaborators at Harvard University, which is based on this author's theory of moral judgment. Starting from the older technique of hypothetical moral dilemma discussions, the article goes on to summarize observations made in a "just community" program run in a midwest school, and presents a statistical analysis which reveals significant gains in moral maturity scores of the participants. The application of such programs to the Brazilian context is also discussed. <![CDATA[<font size="3"><strong>Solutions of addition and substraction word problems by mental calculation</strong></font>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-79721997000100006&lng=en&nrm=iso&tlng=en Cálculo mental como tipo de raciocínio tem recebido pouca atenção no currículo escolar, entretanto sua investigação tem-se mostrado relevante para a compreensão de processos cognitivos específicos e aplicação em educação matemática. As estratégias nele utilizadas tomam a forma do que Vergnaud (1985) denominou de teoremas em ação, com a compreensão implícita de propriedades lógico-matemáticas. Estratégias de cálculo mental usadas por crianças de 1ª a 4ª série de escolas públicas e particulares (N = 160) para solucionar problemas simples de adição e subtração foram investigadas. Os resultados confirmam evidências do emprego de estratégias múltiplas de cálculo não ensinadas pela escola, ficando evidenciadas as características holisticas, flexíveis e ativas do cálculo mental. Além de contribuir para a melhor compreensão da construção inicial do conhecimento matemático, os resultados deste estudo podem ter aplicações educacionais.<hr/>Mental Calculation receives no special attention in school curricula and it has been often reduced to rote memorization. Nevertheless its study has shown relevance to the comprehension of specific cognitive processes with direct implications for mathematical education. Strategies used take form of theorems in action (Vergnaud, 1985). This study investigated the strategies of mental calculation used by a sample of 160 elementary school children from first to fourth grade in public and private schools. The results confirmed the use of multiple strategies in addition and subtraction problems. The holistic, flexible and active nature of mental calculation was also evident. This study contributed to a better understanding of children’s construction of mathematical knowledge. The results are also discussed with respect to educational applications. <![CDATA[<font size="3"><strong>Conflict categories in the daily life of adolescents from Minas Gerais</strong></font>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-79721997000100007&lng=en&nrm=iso&tlng=en Este estudo analisou os temas predominantes em 428 dilemas - pessoais e vicários - vivenciados por 221 adolescentes, dos dois sexos, com idade média de 16,4 anos. Identificaram-se 8 categorias temáticas, através de uma análise de conteúdo. Entre os dilemas vividos pessoalmente, os mais frequentes foram aqueles relacionados ao estudo e ao trabalho (30%), à busca de independência e questionamento da autoridade paterna e materna (25%), ao envolvimento em conflitos familiares, entre eles, desentendimentos conjugais e separação dos pais (11%), e à preocupação com escolha amorosa (10%). Na experiência vicária, destacaram-se temas morais (19%), especialmente dilemas sobre gravidez não-desejada e aborto; busca de autonomia associada ao questionamento da autoridade dos pais (17%); conflitos familiares e desentendimento entre os pais (17%) e decisões sobre escolhas amorosas (14%) Conclui-se que os dilemas cotidianos desses adolescentes não se revestem de grande dramaticidade, não corroborando a tese da adolescência como período de inevitável turbulência.<hr/>This study analyzed the predominant themes in 428 personal and vicarious dilemmas, experienced by 221 adolescents of both sexes (mean age: 16.4 years). Content analyzes identified eight thematic categories. Among the personally experienced dilemmas, the more frequent categories were those related with study and work (30%), search for independence and questioning of paternal and maternal authority (25%), involvements in family conflicts - including parent’s marital problems (11%), and choice of boyfriends/girlfriends (10%). Moral issues - especially undesirable pregnancy and abortion - caused more empathy in the vicarious experience (19%), followed by search for self-government along with questioning of parental authority (17%); family conflicts and misunderstandings between parents (17%); and choice of boyfriends/girlfriends (14%). It was concluded that the daily dilemmas of these adolescents did not support the idea of adolescence as an age of great disturbance. <![CDATA[<font size="3"><strong>Serendipity and psychoanalytical research situation in the context of psychoanalytical presentation of patients</strong></font>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-79721997000100008&lng=en&nrm=iso&tlng=en O autor distingue e confronta a escuta clínica psicanalítica e a escuta cotidiana social. Toma, como modelo, a noção de "azimute" e a expressão "em todos os azimutes" para ilustrar que, em psicanálise, a observação clínica do pesquisador psicanalítico se realiza a partir de uma escuta eqüiflutuante, em todos os azimutes, isto é, em todos os sentidos e em todas as direções. Recorre, também, à noção freudiana de "Nachträglichkeit", traduzida pelos psicanalistas franceses por "après-coup" e pelos psicanalistas lusófonos brasileiros por "só-depois" (Magno, 1983) e "no relance", (Caon, 1996). Em consonância com o método - psicanalítico de observação, o autor resgata inequivocamente uma noção do termo inglês "serendipity", serendipidade, apresentada insuficientemente em alguns manuais de metodologia da pesquisa psicológica. (Bachrach, 1974, p. 5-6 e 8-14; McGuigan, 1976, p. 56) O autor propõe a serendipidade como atitude e dispositivo fundamentais para a sltuação psicanalítica de pesquisa e reafirma a cientificidade do método psicanalítico.<hr/>The author characterizes and opposes psychoanalytic clinical listening and everyday socia listening. He takes, as a model, the notion of "azimuth" and the expression "in every azimuth" in order to illustrate that, in the field of psychoanalysis, the clinical observation of the researcher is carried out through an evenly suspended listening, "in every azimuth", i. e., in every means and in every direction. The author also utilizes the Freudian notion of "Nachträglichkeit", translated by French psychoanalysts by "aprèscoup" and by Brazilian as "só-depois" (Magno, 1983) and "no relance" (Caon, 1996). In accordance to the psychoanalytic method of observation, the author rescues unequivocally a notion from the word "serendipity", presented timidly in several handbooks of methodology of psychological research. (Bachrach, 1974, p.5-6 e 8-14 and McGuigan, 1976, p. 56) The author proposes "serendipity" as a fundamental attitude and device for the psychoanalytic research situation and reaffirms the scientificity of the psychoanalytic method <![CDATA[<font size="3"><strong>Phonological awareness and written language among preschool children</strong></font>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-79721997000100009&lng=en&nrm=iso&tlng=en Esta pesquisa tem por objetivo estudar a relação entre consciência fonológica e aquisição da linguagem escrita, a partir de uma perspectiva psicogenética. Um grupo de 55 pré-escolares de 4 a 6 anos foi analisado através da aplicação individual de um instrumento elaborado pelas pesquisadoras. Os resultados mostraram uma correlação positiva bastante significativa entre os níveis de consciência fonológica e de aquisição da linguagem escrita, sobretudo no que se refere às crianças de 5 e 6 anos. Esses níveis mostraram-se correlacionados positivamente à idade e independentes do sexo dos sujeitos. Alguns níveis de consciência fonológica parecem preceder a aquisição da linguagem escrita, o que sugere a importância da realização de atividades pedagógicas voltadas para o desenvolvimento dessa capacidade em pré-escolares.<hr/>This research aimed to study the relationship between phonological awareness and written language acquisition through a psychogenetic perspective. Participants were 55 preschool children of both sexes, between 4 and 6 years old. They were assessed with an instrument developed by the researcher. The results showed a positive and significant correlation between phonological awareness and literacy levels, especially for 5 and 6 years-old children. These levels were correlated positively with age and independent of the sex of the subjects. The results also pointed to the existence of different levels of phonological awareness, involving different degrees of complexity, which suggests the importance of pedagogic activities that aim to develop phonological awareness in preschool children. <![CDATA[<font size="3"><strong>Body, consciousness and psychology</strong></font>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-79721997000100010&lng=en&nrm=iso&tlng=en Vários sistemas teóricos em ciências humanas não dissociam a característica biológica das características particularmente humanas. Um filósofo fenomenólogo ao examinar os fenômenos da consciência (Merleau-Ponty), um psicólogo marxista ao considerar os determinantes sociais da consciência humana (Luria) ou um epistemólogo cognitivista ao examinar o desenvolvimento da inteligência (Piaget) não só não desprezam os determinantes biológicos do psiquismo, mas, ainda, consideram que para se ter acesso a estes fenômenos chamados de ordem superior é preciso que se leve em conta o organismo nos seus componentes biológicos.<hr/>Human science does not necessarily dissociate biological and specific human characteristics. Several theoretical systems vere reviewed: the phenomena of consciousness examined by phenomenologist Merleau-Ponty; the social determinants of human consciousness examined by the Marxist neuropsychologist Luria; the development of intellingence examined by cognitive epistemologist Piaget. These authors did not discard the biological determinants of the consciousness and considered that access to higher order phenomena is possible only involving the biological components of the organism. <![CDATA[<font size="3"><strong>Beliefs and values of adolecents about family, marriage, divorce, and vital projects</strong></font>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-79721997000100011&lng=en&nrm=iso&tlng=en Este é um estudo descritivo, resultado de um projeto piloto, que avalia e compara o que pensam os adolescentes de famílias originais e reconstituídas em relação à "família", ao "casamento" e à "separação" e quais são os seus "projetos de vida". A amostra foi de 60 adolescentes, 30 de famílias reconstituídas (FR) e 30 de originais (FO), de ambos os sexos, entre 12 e 17 anos. Utilizou-se um instrumento de 12 "Frases Incompletas" que os jovens completaram com a primeira idéia que lhes ocorreu. Analisou-se o conteúdo destas respostas, elaborando-se categorias por temas afins. Posteriormente, aplicou-se o teste estatístico qui-quadrado considerando-se as variáveis grupo (FO e FR) e sexo. Das variáveis estudadas, observou-se uma tendência dos adolescentes de FO considerarem suas famílias mais "unidas e companheiras" que os de FR (x2=8.43, p=0,07). Encontrou-se, também, diferença significativa em relação ao que os adolescentes esperam do casamento; os filhos de FO esperam mais felicidade e os de FR, mais amor (x2=13.38, p=0,003). Comparando-se sexos, houve diferença significativa com relação ao casamento e à separação. As meninas acreditam que as pessoas se casam porque se amam (97%) e que se separam porque deixam de se amar (56,25%), enquanto que os meninos atribuem causas mais diversificadas para o casamento e pensam que a separação ocorre porque os casais não se acertam. Não houve diferença significativa com relação aos projetos de vida. Apesar das mudanças estruturais da família, nota-se que alguns valores, crenças e projetos de vida parecem ficar imunes, estabelecendo-se, independentemente, dessas transformações.<hr/>This is a descriptive study, which evaluates and compares what adolescents from intact families and remarried families think about "family", "marriage" and "divorce", and what are their "life projects"are. The participants were 60 adolescents, 30 from intact families (IF) and 30 from remarried families (RF), of both sexes, ages 12 to 17, was used. An instrument composed of 12 incomplete sentences, which the teenagers were asked to fill out with the first idea that came to their minds, was employed. The content of these responses was analyzed and categories were established. Chi-square was used to examine the variables group (IF and RF) and sex. The results showed that IF adolescents tended to consider their families as more "united" than the RM adolescents. A significant difference was also found regarding the adolescents’ expectations about marriage. IF adolescents expected more happiness and RF adolescents expected more love. There was a significant gender difference related to marriafe and divorce. Girls believed that people get married because they love each other (97%) and divorce because they cease loving each other (56.25%), while the boys gave several other reasons for marriage, and believed that divorce happens because couples do not get along anymore. There was no significant differences regarding their life projects. <![CDATA[<font size="3"><strong>Activity analysis</strong></font>: <strong>knowledge elicitation</strong>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-79721997000100012&lng=en&nrm=iso&tlng=en Considerando-se o atual estágio de desenvolvimento de sistemas especialistas e de sistemas baseados no conhecimento, em que a extração de conhecimentos é, às vezes, vista como uma referência técnica à concepção desses sistemas, proporciona-se neste trabalho um conjunto de reflexões que dão uma melhor claridade psicológica ao assunto. No artigo, mostra-se como é visto o problema de extração de conhecimentos pela Ergonomia e Inteligência Artificial; como a extração pode ser obtida por diferentes objetivos e, finalmente, analisa-se o domínio da construção de um sistema de ajuda para decisão. Privilegiamos este último objetivo, próprio da Ergonomia Cognitiva, porque somos conduzidos a tomar o quadro teórico da Psicologia, que enfatiza uma multiplicidade de níveis de regulação da atividade e de formas de conhecimentos tratados pelo operador, antes de abordar as questões metodológicas de acesso a esses conhecimentos.<hr/>The extraction of knowledge is sometimes seen as a technical reference to the conception of the specialist systems and of systems based on knowledge. The present paper intends to present some reflections designed to provide greater psychological insights to this problem. In this work, I try to show how the problem knowledge extration is understood by Ergonomic and by Artificial Intelligence, how knowledge can be obtained throught different objectives, and finally, I analyze the domain of construction of a help system for decision making. The latter objective is emphasized because of its relation to Cognitive Ergonomics which in turn stresses multiple levels of activity regulation. These levels and kinds of knowledge with which the operator deals must be understood before we can approach the methodological questions converning the acess to knowledges itself. <![CDATA[<font size="3"><strong>Community development</strong></font>: <strong>an experience of partnership</strong>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-79721997000100013&lng=en&nrm=iso&tlng=en O presente artigo descreve espaços de ação em que psicólogos comunitários e assistentes sociais tiveram uma experiência de trabalho em desenvolvimento comunitário, dentro de uma comunidade carente, em Porto Alegre, Brasil. O trabalho realizado em parceria com lideranças comunitárias teve como objetivos: incentivar a participação comunitária no planejamento das ações, determinar prioridades, definir e aplicar recursos da comunidade. A partir do enfoque da Psicologia Social Comunitária (Freitas, 1996) foi possível a aproximação do agente externo, sem a perda da noção de cidadania (direitos e responsabilidades da comunidade) e fundamentalmente o respeito às diferenças entre visão acadêmica e a realidade da população da comunidade em questão. Acredita-se que experiências como essa podem ser aplicadas com sucesso em outros âmbitos, se o psicólogo aborda a comunidade com uma visão ampla e realística do trabalho que ele pode e deve fazer.<hr/>The present paper describes actions which community psychologists and social workers undertook when acting as consultants for community development in a very poor neighborhood in Porto Alegre, Brazil. The work addressed questions regarding community participation in planning actions, determining priorities, defining and using common resources. Postulates of Social Community Psychology (Freitas, 1996) were employed to approach external agents without loss of basic community rights and responsibilities) and with respect for the differences between academics and life reality of the community. We believe that actions like those can be undertaken with sucess in other settings, if the psychologist approaches the community with a broad and realistic view of the work that could and should be done. <![CDATA[<strong>Mente e prática social</strong>: <strong>uma antologia de Sylvia Scribner</strong>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-79721997000100014&lng=en&nrm=iso&tlng=en O presente artigo descreve espaços de ação em que psicólogos comunitários e assistentes sociais tiveram uma experiência de trabalho em desenvolvimento comunitário, dentro de uma comunidade carente, em Porto Alegre, Brasil. O trabalho realizado em parceria com lideranças comunitárias teve como objetivos: incentivar a participação comunitária no planejamento das ações, determinar prioridades, definir e aplicar recursos da comunidade. A partir do enfoque da Psicologia Social Comunitária (Freitas, 1996) foi possível a aproximação do agente externo, sem a perda da noção de cidadania (direitos e responsabilidades da comunidade) e fundamentalmente o respeito às diferenças entre visão acadêmica e a realidade da população da comunidade em questão. Acredita-se que experiências como essa podem ser aplicadas com sucesso em outros âmbitos, se o psicólogo aborda a comunidade com uma visão ampla e realística do trabalho que ele pode e deve fazer.<hr/>The present paper describes actions which community psychologists and social workers undertook when acting as consultants for community development in a very poor neighborhood in Porto Alegre, Brazil. The work addressed questions regarding community participation in planning actions, determining priorities, defining and using common resources. Postulates of Social Community Psychology (Freitas, 1996) were employed to approach external agents without loss of basic community rights and responsibilities) and with respect for the differences between academics and life reality of the community. We believe that actions like those can be undertaken with sucess in other settings, if the psychologist approaches the community with a broad and realistic view of the work that could and should be done.