Scielo RSS <![CDATA[Psicologia: Reflexão e Crítica]]> http://www.scielo.br/rss.php?pid=0102-797220030002&lang=en vol. 16 num. 2 lang. en <![CDATA[SciELO Logo]]> http://www.scielo.br/img/en/fbpelogp.gif http://www.scielo.br http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-79722003000200001&lng=en&nrm=iso&tlng=en <![CDATA[<b>Normative dimensions of the indivivualism and collectivism</b>: <b>is the dichotomy personal vs. social sufficient?</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-79722003000200002&lng=en&nrm=iso&tlng=en Previamente tem sido sugerida a relação do individualismo e coletivismo com os valores humanos. Não obstante, são escassas as pesquisas que visam comprová-la empiricamente. O presente estudo objetivou conhecer os valores humanos que melhor descrevem as dimensões destes construtos (individualismo vertical, individualismo horizontal, protoindividualismo, individualismo expressivo, coletivismo vertical e coletivismo horizontal). Participaram 304 pessoas, membros da população geral e estudantes do ensino médio e universitário. A maioria foi do sexo feminino (62,5%), com idade média de 29 anos. Estes responderam a Escala Multi-Fatorial de Individualismo e Coletivismo e o Questionário dos Valores Básicos, além de perguntas sócio-demográficas. Verificou-se que o individualismo pode ser melhor caracterizado pelos valores pessoais, enquanto que o coletivismo expressa uma ênfase nos valores sociais. No que se refere às dimensões do individualismo e coletivismo, estas foram correlacionadas de modo diferenciado com certos valores básicos, permitindo identificar um tipo específico de orientação social. Estes resultados foram discutidos com base na literatura da Psicologia Social Trans-Cultural, evidenciando-se sua importância para compreender o individualismo e coletivismo.<hr/>The relationship between individualism/collectivism constructs with human values has been previously suggested. However, the studies that try to empirically valiate this relationship are scarce. Thus, this study aimed to identify the human values that best describe the dimensions of these constructs (vertical individualism, horizontal individualism, prothoindividualism, expressive individualism, vertical collectivism and horizontal collectivism). Three hundred and four subjects, members of the general population, as well as high school and undergraduate students, took part in the study. Most of them were female (62.5%), with a mean age of 29 years old. They answered the Mult-Factorial Individualism and Collectivism Scale, and the Basic Values Questionnaire, a part from sociodemographic questions. The results indicated that individualism may be best characterized by personal values, while the collectivism expresses an emphasis on social values. Regarding specific dimensions of individualism and collectivism, they were differently correlated with certain basic values, allowing to identify specific types of this specific social orientation. These results were discussed based on Cross-Cultural Social Psychology literature, showing their importance for understanding the individualism and collectivism constructs. <![CDATA[<b>Personnel selection</b>: <b>preliminary considerations regarding the radical behaviorist perspective</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-79722003000200003&lng=en&nrm=iso&tlng=en O objetivo do processo de seleção de pessoal é identificar candidatos que melhor se enquadram no perfil de determinado cargo. A prática comum de classificar candidatos por características pessoais consideradas necessárias para um bom desempenho no cargo, usualmente valoriza causas internas, mais do que ambientais, como determinantes do comportamento. Este artigo discute alguns aspectos que dificultam a implementação de processos de seleção com base em uma abordagem behaviorista radical e critica o uso de testes e categorias no processo de seleção. Sugere uma definição mais clara e objetiva das habilidades e comportamentos relevantes para um cargo, assim como a identificação das condições necessárias para que tais habilidades/comportamentos ocorram. É sugerida a necessidade de um modelo behaviorista para o processo de seleção de pessoal. Tal modelo incluiria técnicas que possibilitam a observação direta do comportamento em situações análogas, análises funcionais e, possivelmente, o treinamento mínimo das habilidades requeridas antes que a seleção final ocorra.<hr/>The goal of the Personnel Selection process is to identify the applicant that best meets the requirements for a specific job. The common practice of classifying job applicants, by personal characteristics considered necessary for successful performance at a specific job position, typically emphasizes internal, rather than environmental, causes of behavior. The current article discusses some aspects related to the difficulty of implementing selection processes based on a radical behaviorist approach and also criticizes the use of psychological tests and categories in the process of personnel selection. It also suggests the need for of clear and objective definitions of behaviors and skills that are relevant for each job position, as well as the identification of the necessary conditions for the occurrence of these behaviors and skills. The need for a behaviorist model of personnel selection is thus suggested. Such a model would include techniques that allow for the observation of the relevant behaviors in analog situations, functional analyses, and possibly, minimal training of some of the required skills, before the final decision is made. <![CDATA[<b>Metaphysical and epistemological assumptions in the research</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-79722003000200004&lng=en&nrm=iso&tlng=en Trata-se de uma reflexão sobre os pressupostos metafísicos e epistemológicos subjacentes à pesquisa em psicologia. O trabalho está dividido em três partes. Na primeira parte discute a importância da filosofia para a investigação social em geral, dando ênfase à pesquisa em psicologia. Na segunda parte, o cerne do artigo, reflete-se sobre três pontos específicos: primeiro, qual a especificidade do objeto que queremos investigar? Qual seu estatuto metafísico (ontológico)?; em segundo lugar, quais as implicações (pressupostos) presentes nessa mesma prática investigativa? O que está implícito, o que carregamos conosco, ao fazermos pesquisa?; finalmente, uma reflexão sobre a linguagem e a realidade a que essa linguagem se refere. Na terceira parte, a intenção é escolher algumas técnicas de pesquisa, determinados instrumentais empregados nas atividades de investigação e deixar-se surpreender sobre seus pressupostos tácitos e suas implicações. O artigo conclui com algumas considerações sobre a ética na pesquisa.<hr/>The paper presents a reflection on the metaphysical and epistemological assumptions of psychological research. It is divided into three parts. Firstly, it discusses the importance of philosophy for social research in general, emphasising research in psychology. Secondly, the main part of the article, a reflection is made on three specific points: what is the specificity of the object one is supposed to investigate and what is its metaphysical status?; what are the assumptions present in this specific investigative practice and what is implicated, what is carried along, in doing research; finally, a reflection is conducted on the language and the reality this language supposes. Then, it analyses the assumptions underlying the research object and practice. Finally, some research techniques are discussed, pointing to their advantages and shortcomings, having in mind the assumptions implicit in these instruments. The article ends with some considerations on ethics in research. <![CDATA[<b>Gender and schooling differences in stress symptoms in young adults</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-79722003000200005&lng=en&nrm=iso&tlng=en Este estudo pesquisou sintomas de stress em adultos jovens, relacionando-os com o sexo e ano escolar em curso. Investigou também o tipo e a freqüência de sintomas. Participaram 295 estudantes de 15 a 28 anos, sendo 150 mulheres e 145 homens, que cursavam o primeiro e terceiro anos do ensino médio, curso pré-vestibular e primeiro e quarto anos de ensino superior. A avaliação do stress foi realizada através do Inventário de Sintomas de Stress de Lipp. Os resultados acusaram correlação significativa entre sexo e nível de stress (p<0,0001) sendo que as mulheres apresentaram maior nível de stress em todos os grupos avaliados. Maior índice de stress surgiu em estudantes do curso Pré-Vestibular, seguidos do terceiro ano do ensino médio. A sintomatologia apresentada foi predominantemente psicológica e os sintomas mais prevalentes foram sensibilidade emotiva excessiva, para as mulheres e, para os homens, pensamento recorrente.<hr/>Gender differences in stress symptoms have been a topic of recent interest. This study investigated stress symptoms in young adults in relation to sex and school year. One hundred and fifty female and 145 male students, age 15 to 28, were the participants. They were recruited from freshman and senior high school classes, preparatory school for college, and the first and fourth year of a college in São Paulo. The Lipp Stress Symptom Inventory was used to evaluate self perceived stress. Results indicated a high correlation between gender and level of stress (p<0,0001). Women compared to men had more symptoms. Students in the preparatoy school class had the highest incidence of stress, followed by high school seniors. Students had a higher number of psychological symptoms and the most frequently mentioned were excessive emotional sensitivity for the female participants, and recurrent thoughts for the male students. <![CDATA[<b>Study of motivational stages in alcohol dependent adult subjects</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-79722003000200006&lng=en&nrm=iso&tlng=en Esta pesquisa tem por objetivo identificar a configuração dos estágios motivacionais em alcoolistas internados em unidades especializadas e verificar se há uma correlação entre estes estágios e o grau de dependência avaliado. A amostra foi composta por 120 alcoolistas, do sexo masculino com nível de dependência entre moderado e grave. Os instrumentos utilizados foram: Short-form Alcohol Dependence Data (SADD) para identificar a gravidade da dependência alcóolica e a University of Rhode Island Change Assessment Questionnaire (URICA) para avaliar os estágios motivacionais. Os resultados demonstraram uma correlação positiva e de intensidade baixa (r s= 0,197; p=0,031) entre a gravidade da dependência e o estágio de Manutenção, bem como uma preponderância de escores neste estágio. Discute-se a importância da aplicação das escalas utilizadas para um melhor delineamento das técnicas a serem adotadas durante o processo terapêutico.<hr/>The general aim of this work was to trace the motivational stages of interned clients in specialized units, based on Prochaska and Diclemente's Transtheorical Model. This work also examines if there is a correlation between the motivation stages of this group of alcohol-addicted patients and their level of drug dependence. The sample was composed of 120 alcoholics male patients, with dependence levels between moderate and critical. The instruments used were: Short-form Alcohol Dependence Data to identify the dependence level and the University of Rhode Island Change Assessment Questionnaire to evaluate the motivational stages. The results show positive and low-intensity correlation (r s= 0,197; p=0,031) between the level of drug dependence and the Maintenance stage. It is still under discussion the importance of the scales used in order discussion, in order to judge and choose better techniques to be adopted during the therapeutic process. <![CDATA[<b>Visual processing of form in the aged</b>: <b>threshold contrast curves to angular and spatial frequency</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-79722003000200007&lng=en&nrm=iso&tlng=en O objetivo deste trabalho foi mensurar curvas de sensibilidade ao contraste para freqüências angulares e senoidais em idosos. Foram estimados limiares de contraste para um grupo de jovens com idade entre 20-26 anos e um grupo de idosos com idade entre 60-67 anos. Todos os sujeitos apresentavam acuidade visual normal e se encontravam livres de doenças oculares identificáveis. As freqüências angulares e senoidais estimadas com o método psicofísico da escolha forçada foram: 2, 4, 8, 16, 24, 32, 48, 64 e 96 ciclos/360º e 0.5, 1, 2, 3, 4, 6 e 9 cpg, respectivamente. Os resultados mostraram declínio na sensibilidade ao contraste nos idosos nas freqüências angulares e senoidais médias e altas comparados aos jovens. Encontramos, ainda, que a sensibilidade ao contraste dos idosos nas freqüências angulares baixas é melhor do que a dos jovens. Estes resultados são consistentes com alterações na sensibilidade ao contraste relacionados ao processo de envelhecimento.<hr/>The aim of this work was to measure contrast sensitivity curves for angular and spatial frequencies in the aged. We measured the contrast thresholds from young adults (20-26 years-old) and aged (60-67 years-old). All the participants had good visual acuity and were free from significant ocular pathology. The angular and spatial frequencies measured with a forced-choice psychophysic method were 2, 4, 8, 16, 24, 32, 48, 64 and 96 cycle/360º and 0.5, 1, 2, 3, 4, 6 and 9 cpd, respectively. The results showed a loss in contrast sensitivity for the aged at high and medium angular and spatial frequencies compared to the younger group. We still found that the contrast sensitivity of the aged group at low angular frequency is better than the younger group. These results are consistent with age-related changes in contrast sensitivity function. <![CDATA[<b>Emotional intelligence</b>: <b>a validity study of emotional perception ability</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-79722003000200008&lng=en&nrm=iso&tlng=en Investigou-se a validade e as propriedades psicométricas de uma escala para mensuração da capacidade de perceber emoções em expressões faciais, músicas, quadros e relatos pessoais (histórias), que se supõem ligada à inteligência emocional. Essa variável foi correlacionada com traços de personalidade (16PF), inteligência (BPR-5), e com o desempenho dos participantes numa tarefa de Psicodiagnóstico. Foram participantes 76 alunos do 5º ano do curso de Psicologia, com idades entre 21 e 50 anos, estagiários na disciplina de Psicodiagnóstico, além de 8 professores supervisores da mesma disciplina. Os protocolos foram pontuados por 3 métodos: concordância com o consenso, concordância com especialistas e concordância com a pessoa-alvo. Discutiu-se alguns problemas metodológicos relacionados a esses critérios de pontuação. Obtiveram-se correlações estatisticamente significativas com o traço de praticidade, com o estilo de resposta administração da imagem, e com raciocínio espacial; somente a subescala faces apresentou correlação estatisticamente significativa com o desempenho no estágio em Psicodiagnóstico.<hr/>This work investigated the validity and psychometric properties of an emotional perception scale in four types of stimuli: faces, music, designs and self-reports (stories), which is supposed to be related to emotional intelligence. These variables were correlated with personality traits (16PF), intelligence (BPR-5), and academic achievement in psychodiagnostic discipline. Participants were 76 undergraduates psychology students, aged between 21-50 years old and 8 lecturers who were supervising these students. The protocols of emotion perception were scored according to 3 methods: agreement with consensus, agreement with experts and agreement with the target. Although we have adopted the agreement with consensus to verify the correlations with other criteria some methodological problems of this scoring method for an intelligence test were discussed. Significant correlations of emotional perception with spatial reasoning and with achievement in psychodiagnosis course were obtained, but in the latter only with faces subtest. <![CDATA[<b>Incompleteness as a virtue</b>: <b>interaction of babies at day care</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-79722003000200009&lng=en&nrm=iso&tlng=en Neste artigo, mostramos algumas características dos processos interativos de crianças fundamentalmente no 1º ano de vida, através do estudo de alguns episódios de interação, recortados através do registro em vídeo, durante pesquisa em uma creche universitária, com crianças (7 a 14 meses) brincando livremente. Num primeiro momento, mostramos a importância da definição de um conceito de interação que consiga captar e traduzir as características das interações ocorridas nessa faixa de idade. Também, mostramos a importância dos procedimentos metodológicos, usados para recortar o material empírico, na definição desse conceito de interação. Nessa faixa etária, os episódios de interação encontrados são bastante rápidos e desordenados e estas características são resultantes, em grande parte, do desajeitamento motor dos bebês. Esta incompletude motora, por sua vez, pode ser um elemento capaz de prolongar um episódio de interação entre crianças pequenas e/ou mesmo propiciar o surgimento de novos episódios de interação.<hr/>Some characteristics of young infant's interactive processes are presented through the study of some interactive episodes of 7 to 14 months old babies, video-recorded at a University Day Care Center. The importance of defining a concept of interaction able to capture and reveal the special features of the interactions observed at this early age is first stressed. The relevance of some methodological procedures used to frame the empirical material, is then presented. At this early age, the interactive episodes observed are short-lived and disorganized. Those characteristics result, mainly, from the babies' still uncoordinated motricity. Thus, we suggest that this awkwardness, due to the baby's incomplete motor development, may prolong the interactive episode between young infants and/or even favour the emergence of new interactive episodes. <![CDATA[<b>Spatials analysis</b>: <b>concept, method and applicability</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-79722003000200010&lng=en&nrm=iso&tlng=en A proposta deste artigo foi introduzir um novo tipo de análise - a análise espacial. Baseada em conceitos matemáticos inseridos na análise fatorial, esta análise permite avaliar espacialmente o objeto de estudo. Utilizando os conceitos de dimensão e base vetorial, pôde-se representar e avaliar espacialmente o esquema masculino que compõem o Inventário dos Esquemas de Gênero do Autoconceito (IEGA). Por ser uma estrutura tridimensional, este esquema foi representado graficamente. Análises algébricas podem ser realizadas para estruturas espaciais superiores a três dimensões. A análise espacial permite integrar as dimensões que constituem o objeto de estudo, formando uma estrutura unitária; avaliar o objeto de estudo a partir de novas variáveis - as variáveis espaciais e avaliar uma estrutura hierárquica. Para uma avaliação mais completa do objeto, a análise espacial deve ser realizada conjuntamente com as análises parcial e total.<hr/>The purpose of this article was to introduce a new analysis - the spatial analysis. Based on mathematical concepts inserted in factor analysis, this kind of analysis spatially represents and evaluates a study subject. Using the dimension and vector base concepts, the masculine scheme that composes the Self Concept Gender Schemas Inventory (IEGA) was spatially represented and evaluated. Because this scheme is tridimensional, it could be graphically represented. Above three dimensions, only the algebric analysis could be done. The spatial analysis allows to integrate all dimensions that perform a study subject in a whole; evaluate a study subject from the new perspective - the spatial variables and evaluate a hierarchical structure. For the full evaluation of the subject, the spatial analysis should be carried out with another analysis, such as total and partial analysis. <![CDATA[<b>Peers' judgment about children with interactive difficulties after an extended intervention model</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-79722003000200011&lng=en&nrm=iso&tlng=en A literatura sobre competência social tem demonstrado que a rejeição pelos pares na infância é um fator de influência no desenvolvimento de comportamentos anti-sociais. O presente estudo objetivou verificar a efetividade de um programa ampliado de atendimento, envolvendo pais, professores e pares de crianças com dificuldades de interação. A intervenção foi realizada em uma escola pública da periferia de Osasco-SP, que funcionava como sucursal da clínica-escola do IPUSP. Participaram 38 crianças da segunda série, pertencentes a três grupos: a) 13 ao grupo de atendimento psicológico; b) 12 ao grupo controle e c) 13 ao grupo de validação. Seu status sociométrico foi mensurado a partir de entrevistas com as respectivas turmas em três momentos: antes, durante e após a intervenção. As crianças que participaram do programa de intervenção revelaram um aumento significativo da competência social quando comparadas ao grupo controle e alcançaram status sociométrico semelhante ao do grupo de validação.<hr/>The literature on social competence has demonstrated that rejection by peers during childhood is a factor of influence in the development of antisocial behaviors. The present study aimed to measure the effectiveness of an extended clinical intervention model, involving parents, teachers and peers of children with interaction difficulties. The intervention was developed at a public school at Osasco-SP suburb, which was a IPUSP psychological center's branch. The subjects were 38 second-grade children, belonging to three groups: a) 13 to the psychological assistance group; b) 12 to the control group and c) 13 to the social validation group. Their sociometric status was measured by interviews with respective classes in three different moments: before, during and after intervention. Children attending the intervention program had a significant increase of social competence compared to those belonging to the control group and they also reached a similar sociometric status sociometric in comparison to the validation group. <![CDATA[<b>Patients' profile at a geriatric outpatient service in Federal District, Brazil</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-79722003000200012&lng=en&nrm=iso&tlng=en Há uma atenção crescente de clínicos e pesquisadores ao estudo do envelhecimento. É essencial um maior conhecimento sobre a população idosa, tendo em vista a melhoria de sua saúde, a capacitação de profissionais, e o planejamento de políticas públicas. Discute-se características sócio-demográficas e a pontuação na GDS de pacientes atendidos no Ambulatório de Geriatria do Hospital Universitário de Brasília (HUB). A amostra inclui 303 pacientes, com 71 anos (média), mulheres (67,3%), até quatro anos de escolaridade (74,4%), casadas (49,8%) ou viúvas (30,4%). Enquanto 42,9% vêm sós ao Ambulatório, 37,1% são acompanhados pelos filhos. Embora a maioria dos idosos (63,3%) não apresente indício de depressão pela GDS, 36,7% deles têm algum índice de depressão. Informação acerca desses e de outros tópicos contribui para o planejamento de estratégias de assistência e para o aprimoramento de modelos de avaliação clínica nos serviços públicos de saúde.<hr/>There is a growing attention of clinicians and researchers to the study of aging and the elderly. It is essential a better understanding of this population in order to allow an improve in their health, a better training of professionals, and an adequate planning of public health policies. The study presents sociodemographic characteristics and scores on the Geriatric Depression Scale of patients seen at the Geriatric Outpatient Unit, Brasilia University Hospital, Federal District. The sample includes 303 patients, with mean age of 71 years, women (67.3%), up to four years of education (74.4%), married (49.8%)or widowed (30.4%). Patients come to the Clinic by themselves (42.9%)or with their children (37.1%). Although most patients (63.3%) do not present signs of depression, 36.7% of them present some index of depression. Information on these topics may help planing alternative health treatment strategies, and also improve clinical assessment for this population. <![CDATA[<b>Language acquisition</b>: <b>explanations of the social interaction perspective</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-79722003000200013&lng=en&nrm=iso&tlng=en Os estudos sobre a influência dos fatores sociais na aquisição da linguagem tiveram grande impulso com as críticas às considerações de Chomsky de que havia uma "pobreza dos estímulos" e, portanto, a criança não poderia adquirir a linguagem a partir do meio social. Autores da perspectiva da Interação Social no estudo da linguagem desafiam a posição chomskiana, e evidenciam a importância da interação social para a aquisição da linguagem, especialmente as relações da criança com a mãe. Essas relações representam um sistema dinâmico, segundo o qual ambos contribuem com suas experiências e conhecimentos para o curso da interação. A linguagem é entendida, nesta perspectiva, enquanto comunicação, e portanto é anterior ao surgimento das palavras. Neste trabalho, pretende-se apresentar as explicações desta perspectiva teórica sobre o processo de aquisição da linguagem infantil. Serão discutidos os efeitos da fala materna (motherese) e sua influência na aquisição da linguagem por parte da criança, assim como os diferentes estilos de input lingüístico, considerando também a importância das características da criança na interação.<hr/>The studies on the influence of social factors on language acquisition were largely influenced by the criticism made to Chomsky's ideas. Researchers following the social interaction perspective disagree with Chomsky and stress the influence of input on language acquisition. This perspective recognises the role of social interaction between adult and child, especially the mother, in the development of infant language. The relationship is characterised by a bidirectional model in which both parts contribute to the course of interaction. In this perspective, language is considered communication, and so initiate before the emission of words. The aim of this paper is to present the explanations of Social Interaction perspective regarding children's language acquisition. Maternal speech styles (motherese) and their influence on child's language, and different input styles are discussed, considering the child's characteristics. <![CDATA[<b>Short-term visuo-spatial memory</b>: <b>the effect of the articulatory suppression and an arithmetic task</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-79722003000200014&lng=en&nrm=iso&tlng=en Foram realizados dois experimentos para avaliar a natureza da informação armazenada pelo sistema de memória visuo-espacial a curto prazo. No primeiro experimento, uma tarefa de localização espacial foi realizada simultaneamente com tarefas intervenientes de supressão articulatória e de subtração aritmética. A tarefa de supressão articulatória afeta de forma negativa a recordação das letras, mas não a dos padrões visuais. Apesar disso, a recordação das letras se mantém superior à recordação dos padrões visuais. Este resultado sugere que o armazenamento dos padrões visuais não utiliza o laço fonológico, e que a tarefa de supressão articulatória, embora iniba o uso do laço fonológico, pode não inibir o acesso à informação semântica. No segundo experimento estabelecemos o efeito da similaridade visual sobre a capacidade de recordação da posição espacial. Os resultados confirmam o uso de códigos visuais e sugerem que a capacidade de armazenamento de estímulos visuais é limitada, mas não se restringe ao efeito de recência.<hr/>We investigated the nature of the information stored in visuo-spatial short-term memory in two experiments. In the first experiment, a spatial localization task was performed simultaneously with articulatory suppression and arithmetical subtraction tasks. The articulatory suppression has a negative effect on the performance with letters, but not with visual patterns. Despite that, the recall of the letters is better than the recall of the visual patterns. This result suggests that the storage of the visual patterns does not use the phonological loop, and that the articulatory suppression, even if it inhibits the use of the phonological loop, cannot inhibit the access to the semantic information. In the second experiment we established the effect of the visual similarity on the capacity of memory for the spatial position. The results confirm the use of visual codes and suggest that the storage capacity of the visual stimuli is limited, but not restricted to the recency items. <![CDATA[<b>The applied dimension in behavior analysis</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-79722003000200015&lng=en&nrm=iso&tlng=en O presente estudo teve como objetivo examinar a lógica do uso do termo "aplicada" na Análise do Comportamento a partir de elementos identificados na literatura desta área e na linguagem cotidiana. As concepções de aplicação encontradas foram categorizadas em três grupos: a) aplicação enquanto prestação de serviço que leva a discussão para o continuum prestação de serviço X pesquisa, assemelhando-se à forma como o termo "aplicada" é utilizado na linguagem cotidiana, b) aplicação enquanto uma forma de pesquisa que revela uma revisão do conceito de aplicação na linguagem cotidiana e sua estensão para atividades científicas, direcionando a discussão para o continuum pesquisa básica x pesquisa aplicada e c) aplicação enquanto atividade simultânea de pesquisa e prestação de serviço que sinaliza o caráter complementar destas atividades. Portanto, existem tradições coexistentes na Análise do Comportamento que apoiam diferentes usos do termo "aplicada".<hr/>The present study aimed to exam the logic of the term "applied" in Behavior Analysis, as found in the literature in this area and in everyday language. The conceptions of application were categorized in three groups: a) application as service rendering, leading the discussion to the continuum service rendering x research, which is similar to everyday language use, b) application as a research mode, a revision of the concept of application in everyday language and its extension to scientific activities, turning the discussion to the continuum basic X applied research and c) application as simultaneous activities of research and service rendering which indicates the complementary character of these activities. Therefore, there are coexistent traditions in Behavior Analysis that support different uses of the term "applied". <![CDATA[<b>Children's stories</b>: <b>asthmatic children's narratives in play</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-79722003000200016&lng=en&nrm=iso&tlng=en Este estudo examinou como crianças com asma constroem significados sobre sua doença e informações que recebem a este respeito. Levou-se a efeito três estudos de caso com crianças participantes de um Programa de Educação em Asma, utilizando uma abordagem cultural que usa as narrativas como um meio de buscar significações. Foram realizadas observações no ambiente hospitalar e entrevistas com mães. Usou-se as narrativas do brincar, já que este permite ampliar o estudo da subjetividade infantil. A análise das narrativas fundamentaram-se no modelo estrutural de Todorov e os resultados evidenciaram que as narrativas no brincar apresentam uma estrutura peculiar, explicada pelas particularidades psíquicas destas crianças. Elementos da cultura estiveram presentes nas narrativas, permitindo a análise de como a criança negocia seus significados pessoais e familiares com os significados da cultura médico-hospitalar. Discutiu-se as implicações do tipo de abordagem educacional que informa as crianças a respeito de sua doença.<hr/>This study examined how asthmatic children construct meanings about asthma and the information given to them. A case-study design was used with three subjects involved in a Program of Asthma. A cultural approach which assumes the use of narratives was used to search for children's meanings. Observations in the hospital and interviews with the children's mothers were carried out. Narratives of play were examined to investigate children's subjectivity. These narratives were analysed using Todorov' s structural model. Results showed structural alterations in narratives generated in play which may be explained by asthmatic children's psychological particularities. Culture features were strongly present allowing for the analysis of how children negotiate their personal and familiar meanings with the meanings of the medical culture in which they are embedded. The educational approach which informs children about their diseases is discussed. <![CDATA[<b>Spatial arrangement in a day care center</b>: <b>spaces for peer interaction, laying alone, socially directing behavior and observing others</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-79722003000200017&lng=en&nrm=iso&tlng=en Objetivando comparar a preferência de ocupação por áreas espaciais durante a ocorrência de interação criança-criança, atividade individual, espectador e comportamento socialmente dirigido, analisou-se a distribuição espacial de crianças de 2-3 anos da creche universitária do Campus-USP-Ribeirão Preto(SP). Foram analisados os vídeos coletados em estudo anterior, por 3 câmeras automáticas de videoteipe em 3 fases, todas com pelo menos uma zona circunscrita (ZC): FI-estantes com superfície de apoio delimitando uma ZC e duas áreas sem circunscrição (5 sessões); FII-2 ZCs, com e sem superfície de apoio (5 sessões); FIII-3 ZCs, duas da fase anterior e uma cabana (4 sessões). A análise por minuto das localizações infantis evidenciou que espectador ocorreu preferencialmente na área ao redor do adulto (diferença significativa nas Fases I e II) e as demais categorias ocorreram preferencialmente na ZC com apoio, havendo redução significativa de interações na área do adulto na FIII.<hr/>The preferential use of spatial areas by 2- to 3-year-old children from a Brazilian university day care center was compared for 4 classes of behavior: peer interaction, isolated activity, spectator and socially directed behavior. Videos from a preceding study using three automatic video cameras in three phases (Ph), each of them with at least one circumscribed zone (ZC), were analyzed: PhI-shelves with surface of support delimiting one CZ and two areas without circumscription (5 sessions); PhII-2 CZs, one with and another without surface of support (5 sessions); PhIII-3 CZs, two of the preceding phase and a cardboard doll house (4 sessions). The minute by minute analysis of the children positions showed the preferential occurrence of spectators in the area around the adult (significant difference among areas in Phases I and II); the other three behaviors occurred mainly in the CZ with support, and there was a significant decrease in peer interactions in the area around the adult in PhIII. <![CDATA[<b>The karate-do psychopedagogic ideas and spirituality according to Gichin Funakoshi's work</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-79722003000200018&lng=en&nrm=iso&tlng=en O karate é uma forma de luta com origens remotas, pouco conhecidas e marcado desenvolvimento na ilha de Okinawa do arquipélago japonês. Outrora praticado às escondidas, no século XX Gichin Funakoshi tornou-o público e o difundiu. Partiu de Funakoshi a denominação karate-do, "o caminho das mãos vazias", que dá um caráter doutrinário à arte que deveria servir, mais do que como mera forma de luta, ao desenvolvimento da personalidade. Procura-se fazer um resgate teórico das idéias psicopedagógicas e da espiritualidade próprias do karate sob a luz dos paradigmas culturais de maior influência no pensamento de Funakoshi. Observa-se claramente a influência e complementaridade entre confucionismo e zen-budismo além da herança prática do bushidô que permitem compreender o pensamento de Funakoshi acerca da espiritualidade e transmissão do conhecimento.<hr/>Karate is a fight practice whose beginnings are unknown, but which developed highly in Okinawa, an island of the Nipponic archipelago. In early times, karate used to be a secret practice. It became a public practice in the twentieth-century, by the practice of Gichin Funakoshi, who named it karate-do, or 'the way of empty hands". In doing so, he gave a doctrinal character to the art of karate, so that it could serve to develop a sense of personality and not just a way of fighting. In this study, we present a theoretical survey of the psychopedagogical ideas and spirituality of karate through the perspective of the cultural paradigms contained in Funakoshi's thought. The influence and complement of Confucian philosophy and Zen-Buddhism, in addition to the practice influenced by bushido, was made evident. This allows us to understand Funakoshi's thought regarding psychopedagogical ideas and spirituality. <![CDATA[<b>On the frequentist and probabilistic debate</b>: <b>"dumb-luck" turns out to be a plausible explanation</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-79722003000200019&lng=en&nrm=iso&tlng=en Um debate entre Kahneman e colaboradores por um lado, e Gigerenzer e colaboradores e Cosmides e colaboradores por outro, tem ocorrido na área de raciocínio sobre probabilidades condicionais. Kahneman e Tversky propuseram que as pessoas tipicamente representam informações em termos de exemplos individuais, e, então, elas fazem julgamentos usando processos de raciocínio que se baseiam em tais exemplos. Cosmides e colaboradores, entretanto, propuseram que as pessoas tipicamente representam informações sobre freqüências populacionais. Uma série de problemas metodológicos nas comparações entre problemas freqüentistas e probabilistas levantadas por Gingerenzer e Hoffrage e por Cosmides e Tooby é discutida. Finalmente, discutimos uma possível estratégia, denominada por O'Brien, Roazzi e Dias de teoria Sorte de Tolo. Este artigo assegura que os problemas de formato freqüentista permitem a existência de uma estratégia de adivinhação que não existe nos problemas de formato probabilista, e levanta a possibilidade de que toda a literatura nesta área tem falsamente assumido que as respostas corretas se originam de apropriadas linhas de raciocínio, enquanto que respostas incorretas não, o que indica, de certa forma, que nem respostas corretas nem incorretas têm se originado de linhas de raciocínio Bayesiano.<hr/>A debate between Kahneman and Tversky and their associates, on the one hand, and Gigerenzer and his associates and Cosmides and her associates, on the other hand, has been fought in the area of reasoning about conditional probabilities. Kahneman and Tversky proposed that people typically represent information in terms of individual exemplars, and thus people make judgments using reasoning processes that are based on such individual exemplars. Cosmides and Gigerenzer and their associates, however, proposed that people typically represent information about population frequencies. A series of confounds in the comparisons between frequentist and probabilist problems by Gigerenzer and Hoffrage, and by Cosmides and Tooby are discussed.. Finally, we discuss a possible strategy, labeled by O'Brien, Roazzi and Dias as "the dumb-luck theory". This proposal holds that frequentist-formatted problems made available a successful guessing strategy that was not available on the probabilist-formatted problems, and the proposal opens the possibility that the entire research literature in this area has falsely assumed that correct answers stem from appropriate lines of reasoning, whereas incorrect answers do not, indicating in such a way that neither the correct nor the incorrect answers have stemmed from Bayesian lines of reasoning at all. <![CDATA[<b>Social cognition and attachment theory</b>: <b>some approximations</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-79722003000200020&lng=en&nrm=iso&tlng=en Esse artigo discute a possibilidade de articulação de conceitos da teoria do apego e da teoria da cognição social. Conceitos-chave de ambas as teorias são apresentados, procurando-se analisar algumas das suas interfaces. Ao assumirmos uma perspectiva epistemológica complexa, não linear, domínios teóricos tradicionalmente considerados antagônicos, como a teorização sobre o pensamento e aquelas sobre sentimentos têm se entrelaçado para a abordagem teórica e clínica de problemáticas recentes. Concluímos que essa articulação poderia criar um campo conceitual novo, o qual demanda pesquisas e uma teorização aprofundada, possuindo implicações para a compreensão do desenvolvimento infantil, para o âmbito da clínica psicológica e para o campo da construção do conhecimento.<hr/>This paper discusses the possible approximation of concepts of attachment theory and social cognition. Key-concepts of both theories are presented, aiming to analyse their interfaces. That approximation could create a new conceptual field, which demands research and theoretical construction, and has implications to the understanding of child development, for both clinical psychology and the construction of knowledge. <![CDATA[<b>Adolescents with Diabetes mellitus type 1</b>: <b>daily</b><b> routine and coping</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-79722003000200021&lng=en&nrm=iso&tlng=en Diabetes mellitus Tipo 1 é uma doença crônica com incidência de 2/1000 adolescentes, que podem ter seu cotidiano alterado. Visando a descrever e analisar como esses adolescentes organizam suas atividades diárias e enfrentam a condição de apresentarem uma doença crônica, foram entrevistados 15 adolescentes que freqüentavam programas de saúde pública para portadores de diabetes em Vitória, ES, que responderam também ao Mapeamento de Atividades Cotidianas-MAC. Este questionário foi aplicado também em 224 estudantes de escolas públicas sem diabetes. Foram feitas análises quantitativas do MAC e análise de conteúdo das entrevistas. Os dados revelaram que os adolescentes, em geral, relataram fazer mais atividades dirigidas para si e que são realizadas dentro de casa, como assistir televisão. Os adolescentes com diabetes indicaram algumas dificuldades com a doença, como faltas à escola para ir a consultas médicas, mas não consideraram ter seu cotidiano modificado, não havendo diferenças significativas entre os dois grupos.<hr/>Diabetes mellitus Type 1 is a chronic disease that rates 2/1000 adolescents that may have their daily life changed. In order to describe and analyse how these adolescents organize their daily activities and how they face the fact of having a chronic disease, 15 teenagers who lived in Vitoria, ES, and used to enroll in public health programs for diabetic were interviewed. They also answered the MAC, which stands for "Daily Activities Map". Two hundred twenty four students from public schools, who weren't diabetic bearers, filled this form. Quantitative analyses of MAC and content analyse of interviews were done. Results of the forms showed that adolescents, in general, do more activities aiming themselves, and they've done it at home, like watching TV. Diabetic adolescents reported that they have some problems like going to doctor's appointment and miss the school classes, but they don't consider having their daily life modified. Results also pointed that there is no expressive differences between the two groups.