Scielo RSS <![CDATA[Psicologia: Reflexão e Crítica]]> http://www.scielo.br/rss.php?pid=0102-797220030003&lang=en vol. 16 num. 3 lang. en <![CDATA[SciELO Logo]]> http://www.scielo.br/img/en/fbpelogp.gif http://www.scielo.br <![CDATA[<b>Editorial</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-79722003000300001&lng=en&nrm=iso&tlng=en <![CDATA[<b>Self-concept and learning disabilities of writing</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-79722003000300002&lng=en&nrm=iso&tlng=en O autoconceito vem sendo considerado na literatura como um constructo multidimensional e um dos aspectos afetivo-emocionais relacionados às dificuldades de aprendizagem. Considerando a importância desse constructo, o objetivo deste estudo foi verificar se haveria diferenças significativas entre níveis de dificuldade de aprendizagem na escrita e o autoconceito geral, escolar, social, familiar e pessoal de crianças do ensino fundamental. Utilizou-se uma escala para avaliar a dificuldade de aprendizagem na escrita e outra para avaliação do autoconceito. A amostra foi composta por 277 estudantes, de ambos os sexos, com idade entre 9 e 10 anos, da 3ª série do ensino fundamental. Os resultados evidenciaram que a dificuldade de aprendizagem na escrita está significativamente relacionada com o autoconceito geral e com o escolar, verificando-se que conforme aumenta o nível de dificuldade de aprendizagem na escrita diminui o autoconceito.<hr/>The self-concept as the individual's perception of himself has been considered in the literature as a multidimensional construct and as one of the most influential emotional aspect in learning disabilities. So, the aim of this study was to verify if there were significant differences between the levels of learning disabilities related to writing and general, school, social, family and personal self-concepts. Two scales were used, the first assessing the level of learning disabilities of writing and the other assessing self-concept. The sample was composed by 277 9-10 years old students, of both genders, from the third grade of elementary school. The results showed that the learning disabilities of writing are significantly related with general self-concept and with school self-concept, suggesting that the increase of learning disabilities levels means decrease of general and school self-concepts. <![CDATA[<b>Social representations: affective impregnation and structural approach</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-79722003000300003&lng=en&nrm=iso&tlng=en A "Abordagem Estrutural" das representações sociais define uma representação social como uma organização, que é atravessada por diferentes dimensões e não como um conjunto de eventos e processos puramente cognitivos. No estado atual da teoria, propomos o princípio que a dimensão afetiva observa uma relação "não-aleatória" com o núcleo central. Dois estudos anteriores são brevemente descritos, assim como os resultados acerca de três representações, ("menino de rua", "estudos superiores"e "família"), com o intuito de apresentar uma perspectiva de estudo que parece indicar que as relações entre elementos "semânticos" e "afetivamente carregados" não são aleatórias. Os dados corroboram a tese de que o Núcleo Central das representações organiza igualmente a distribuição das cargas afetivas no conjunto da representação social. As pesquisas, aqui apresentadas, correspondem a uma primeira aproximação exploratória das relações existentes entre a estrutura e a impregnação afetiva dos elementos de uma representação.<hr/>The "Structural Approach" of social representations defines a social representation as an organization which comprises different dimensions and not as a group of purely cognitive events and processes. In the present state of theory, we propose the principle that the affective dimension maintains a random relationship with the Central Core. Two previous studies are briefly described as well as the results concerning three representations ("street children", "higher education" and "family") in order to present a perspective that seems to indicate that the relationships between "semantic" and "affectively charged" elements are random. The data seem to confirm the principle that the Central Core of social representations equally organizes the distribution of the affective charges on the social representation as a whole. The studies presented here correspond to a first exploratory approach of the relationships between the structure of a representation and the affective impregnation of representation elements. <![CDATA[<b>Social representations, human rights involvement and political ideology in university students of João Pessoa</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-79722003000300004&lng=en&nrm=iso&tlng=en Este artigo analisa as representações sociais que estudantes universitários têm do envolvimento nos Direitos Humanos e a relação dessas representações com o posicionamento político dos estudantes. Um estudo realizado com 400 universitários da cidade de João Pessoa revela que a representação do envolvimento nos Direitos Humanos é analisável em 4 dimensões: pessoal-abstrato, pessoal-concreto, governamental-abstrato e governamental-concreto. De um modo geral, os estudantes consideram que o seu envolvimento concreto nos Direitos Humanos é superior ao do governo brasileiro, mas julgam, na ordem abstrata (o que deveria ser), que a aplicação desses Direitos é de responsabilidade do governo. Verifica-se também uma relação positiva entre o ativismo político dos estudantes e o envolvimento com os Direitos Humanos. Finalmente, no que concerne aos partidos políticos, constata-se que a simpatia pelo PMDB relaciona-se positivamente com a crença de que o governo brasileiro se preocupa realmente com os Direitos Humanos, enquanto a simpatia pelo PT relaciona-se negativamente com essa crença.<hr/>This paper analyses the university students' social representations of human rights involvement and the relationship of these representations with the students' political positioning. A study carried out with 400 students of João Pessoa shows that the representation of human rights involvement can be analyzed from 4 dimensions: personal-abstract, personal-concrete, governmental-abstract and governmental-concrete. On the whole, students regard their real involvement in Human Rights is superior to the Brazilian government involvement. However, in the abstract order of how it should be, they consider that enforcing the rights is government responsibility. It is also shown that there is a positive relationship between students' political activism and Human Rights involvement. Finally, as far as political parties are concerned, it is observed that political sympathy with PMDB correlates positively with the belief that the Brazilian government is really concerned with Human Rights, whereas political sympathy with PT has negative correlation with that belief. <![CDATA[<b>The transcultural aspect of vocational maturity in Donald Super Theory</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-79722003000300005&lng=en&nrm=iso&tlng=en Donald Super engajou-se a sistematizar uma teoria geral da escolha e do desenvolvimento vocacional estruturada no modelo tradicional, no de fatores sócioeconômicos e ambientais, no de abordagens desenvolvimentistas, e no fenomenológico. O presente trabalho objetiva apresentar o conceito de maturidade vocacional e sua generalização no plano transcultural. Com este propósito, explorou-se, mais especificamente, o terceiro modelo teórico, aquele do cumprimento, por parte do indivíduo, de etapas ordenadas e previsíveis durante toda sua vida, visto que a noção de maturidade vocacional se revela através da passagem de um processo de desenvolvimento. Através de dados colhidos por diversos inventários de maturidade, apresentou-se os dados relativos a sua generalização. Concluiu-se que o modelo teórico explicativo da maturidade vocacional parece ser aplicável a diversas populações que possuem elementos culturais comparáveis aos americanos. Algumas exceções ou cuidados na interpretação de dados se aplicam. Novos estudos devem ser realizados a fim de melhorar as qualidades psicométricas das medidas de maturidade vocacional em alguns outros países e, também, as adaptações de tais instrumentos levando-se em conta a diferenças sócio-econômicas e culturais.<hr/>Donald Super conceptualized a general theory of developmental vocational and career choice based on four models: 1) the traditional, 2) the developmental, 3) the economic, social and environmental, and 4) the phenomenological. Considering that vocational maturity can be revealed by the constant process of interaction between individuals and their environment, this present work aims to explore the concept of vocational maturity within the transcultural field (the third model). Data were collected through several maturity inventories and results show that Super's theoretical model of vocational maturity can be generalized to several cultures, in particular to the ones that can be comparable to the American society, although some careful data examination is always needed. Finally, we suggest the need of new studies aiming to improve the psychometric properties of vocational measures in some countries, trying to pinpoint cultural and social differences when they appear. <![CDATA[<b>Bioethics and health psychology</b>: <b>reflecting upon life and death questions</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-79722003000300006&lng=en&nrm=iso&tlng=en O presente trabalho focaliza os fatores impulsionadores do surgimento da Bioética, destacando: a) a revolução científica e tecnológica, e b) a revolução social dos anos 1960. Descreve o desenvolvimento histórico da Bioética desde sua definição inicial como ciência da sobrevivência humana até seu estágio atual - o da Bioética Global, e suas fronteiras com os vários campos do saber. A psicologia da saúde integra esse contexto multidisciplinar principalmente por sua reflexão sobre temas desafiadores da Bioética, entre os quais são aqui discutidos aqueles decorrentes da medicina intensiva (eutanásia e distanásia) e aqueles derivados da medicina substitutiva (transplantes). Questões básicas como definição de morte, consentimento livre e informado são analisadas como ainda polêmicas e controvertidas. Conclui-se com as indagações sobre as quimeras da ciência para triunfar sobre a doença e os problemas da ordem canibal que se espera diminuam na medida em que as terapêuticas etiológicas e fisiológicas progridam<hr/>The present work focus on factors that contributed to the emerging field of Bioethic. Among, those, we point out: a) technological and scientific revolution; b) social revolution of the 60's. It describes the historical development of Bioethic, from its former definition as a science of human survival to its current stage - Global Bioethic and its boundaries with different fields of knowledge. Health Psychology takes part in this multidisciplinary context, mainly due to its reflection upon challenging themes that involve Bioethics; among these themes, we discuss here those brought about by intensive medicine (euthanasia and disthanasia) and the ones that are a consequence of substitutive medicine (transplants). Basic questions, such as death definition, free and informed consent, are analysed as still polemic and controversial. The article is concluded raising questions upon the chimeras of science to triumph over diseases and the problems brought about by the cannibal order, that are expected to diminish as a consequence of the progress of etiological and physiological therapeutics. <![CDATA[<b>Approaching transdisciplinarity</b>: <b>some historical lines, foundations and applied principles to team work</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-79722003000300007&lng=en&nrm=iso&tlng=en O objetivo deste artigo é o de apresentar algumas aproximações conceituais e práticas sobre o tema da transdisciplinaridade. Em um primeiro momento, as aproximações realizadas serão alternadas pela exposição teórica dos temas relacionados à transdisciplinaridade e por algumas ilustrações práticas dos conceitos. O conceito de disciplina e suas derivações - multidisciplinaridade, pluridisciplinaridade, interdisciplinaridade e transdisciplinaridade - serão examinados em suas diferenças e conseqüências para o estabelecimento de relações entre diferentes disciplinas. Em seguida, serão apresentadas algumas origens históricas e alguns fundamentos da transdisciplinaridade. Na etapa final do trabalho, serão examinados os princípios práticos do trabalho de equipe em uma situação de transdisciplinaridade. Tais princípios estão organizados a partir do trabalho em equipe, da geração de novos dispositivos, da familiarização dos profissionais com cada área diferente da sua, da legibilidade e compartilhamento dos discursos e da tomada de decisão horizontal.<hr/>This article aims at presenting some conceptual and practical approaches on transdisciplinarity. At first, all the made approaches will be presented in an alterned way with the theorical presentation of themes related to transdisciplinarity. Some practical illustrations of those concepts will be presented as well. The concept of disciplinarity and its derivations - multidisciplinarity, pluridisciplinarity and transdisciplinarity - are examined in their differences, as well as in their consequences for establishing a relationship between different areas. Following that, some historical origins and foundations of transdisciplinarity will be presented. In the last part of this paper, the practical principles of team work in a case of transdisciplinarity will be discussed. Those principles are organized from the work carried out by the team work, the generation of new devices to foster familiarising of professionals from different areas, the readability and sharing of discourses, as well as horizontal decision making. <![CDATA[<b>Metalinguistic awareness and literacy</b>: <b>a study carried out among first elementary grade children</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-79722003000300008&lng=en&nrm=iso&tlng=en A pesquisa teve como objetivo investigar a influência da consciência fonológica, lexical e sintática, sobre a aquisição da linguagem escrita. Esperava-se que as crianças com níveis mais elevados de consciência metalingüística apresentassem desempenho superior na aprendizagem da leitura e escrita. Participaram da pesquisa 65 alunos da 1ª série do ensino fundamental de uma escola pública de São Paulo. Os instrumentos utilizados para avaliar os níveis de consciência metalingüística foram aplicados no início do ano escolar. As provas utilizadas para avaliar os níveis de leitura e escrita foram aplicadas no início e final do ano letivo. A análise estatística mostrou correlações positivas significativas entre os níveis iniciais de consciência fonológica e sintática e o desempenho final das crianças em leitura e escrita. A consciência lexical mostrou-se correlacionada apenas com o resultado final em leitura. Tais resultados sugerem a importância de se favorecer o desenvolvimento da consciência metalingüística nas séries escolares iniciais.<hr/>This research aimed to investigate the influence of phonological, lexical and syntactic awareness in written language acquisition. The main hypothesis underlying the research was that metalinguistic abilities could facilitate written language acquisition. Subjects were 65 first-grade students at a public school in São Paulo, Brazil. The materials used to measure levels of metalinguistic awareness were applied at the beginning of the school year. Reading and writing assessment tests were applied both at the beginning and the end of the school year so as to evaluate acquisition levels. Statistical analysis showed positive and significant correlation between initial levels of phonological and syntactic awareness and final performance in reading and writing evaluation. Lexical awareness was significantly correlated solely with final level of reading. These results suggest the importance of performing pedagogical activities in early school life in order to develop metalinguistic awareness. <![CDATA[<b>Children with Down syndrome and their family interactions</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-79722003000300009&lng=en&nrm=iso&tlng=en Crianças com deficiência exercem um impacto profundo sobre o funcionamento da família que necessita ser melhor investigado. Este estudo tem como objetivos a) descrever alguns aspectos do desenvolvimento e da vida familiar de crianças com síndrome de Down, segundo o relato dos genitores e b) identificar os padrões de interação familiar, destacando os subsistemas genitores-criança. Seis famílias, consistindo de pai, mãe e uma criança pré-escolar com síndrome de Down, foram selecionadas. As mães responderam um questionário e participaram de entrevistas semi-estruturadas com os pais, separadamente. Dezoito sessões de observação do comportamento foram conduzidas na residência das famílias, totalizando 171 minutos de gravação em vídeo de atividades livres. Os resultados mostraram que as atividades foram desenvolvidas predominantemente de forma "conjunta" e que as interações familiares foram caracterizadas pela "sincronia", "supervisão", "liderança" e "amistosidade". Os dados sugerem que, para compreender o funcionamento de famílias de crianças com síndrome de Down, faz-se necessário focalizar o papel do pai.<hr/>Disabled children exert strong impact on the families' dynamic that need to be better investigated. This study aims to a) describe some aspects of the Down syndrome children's development and family life according to parents and b) identify the patterns of family interaction, emphasising the parent-child subsystems. Six families consisting of father, mother and preschool child with Down syndrome were selected: to participate in this study. A questionnaire was answered by mothers and semi-structured interviews by mothers and fathers, separately. Eighteen behaviour observations were conducted in the families' residence consisting of 171 minutes of video recording of free home activity sessions. The results show that the activities were carried out by family members with predominance of the "joint participation". The family interactions were developed in a "synchronised" way, with "supervision", "leadership", and "friendship". Our data suggest the need of focusing on the role of the father in order to better understand the functioning of Down syndrome children's families. <![CDATA[<b>Ecological insertion in community</b>: <b>a methodological proposal for studying families under risk situation</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-79722003000300010&lng=en&nrm=iso&tlng=en Este artigo visa a descrever uma metodologia para pesquisas com famílias em ambiente natural: a Inserção Ecológica. Esta metodologia está fundamentada na Teoria dos Sistemas Ecológicos, que propõe o estudo do desenvolvimento humano através de um modelo científico envolvendo a interação de quatro núcleos: o processo, a pessoa, o contexto e o tempo, denominado modelo bioecológico. De acordo com esta teoria, o modelo bioecológico se constitui em um referencial teórico-metodológico apropriado para a realização de pesquisas sobre o desenvolvimento-no-contexto. Este artigo descreve a operacionalização deste modelo em uma pesquisa qualitativa sobre resiliência e vulnerabilidade em famílias em situação de risco. A inserção ecológica envolveu o acompanhamento longitudinal de três famílias pobres, que vivem em uma comunidade violenta, e incluiu observações, conversas informais e entrevistas. A operacionalização do modelo bioecológico nesta pesquisa proporcionou a realização de um estudo com validade ecológica, pois permitiu incluir vários níveis de análise.<hr/>The aim of this paper is to describe a methodology for research with families in natural environment: Ecological Insertion. This methodology is based on Ecological Systems Theory, that proposes that development must be studied through a scientific model that involves interaction among four nucleus: process, person, context and time, denominated bioecological model. For this theory, the bioecological model become an appropriate theoretical-methodologial approach for research on development-in-context. This paper describes an operacionalization of this model in a qualitative research about resilience and vulnerability in families under risk situation. The ecological insertion involved the study accompaniment of three poor families who live in a violent community and included observations, informal chats and interviews. The operacionalization of the bioecological model in this research promoted the accomplishment of a study with ecological validity, apart from allowing to include various levels of analysis. <![CDATA[<b>Narrative</b>: <b>problems and promises of an alternative paradigm</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-79722003000300011&lng=en&nrm=iso&tlng=en O aumento de interesse no estudo da narrativa e seu contexto social sugere a emergência de outro caminho ao paradigma pós-positivista e um melhor refinamento da metodologia interpretativa nas ciências humanas. O problema do entendimento dos padrões dinâmicos do comportamento humano parece estar mais próximo de uma solução através dos estudos da narrativa do que até mesmo de abordagens bem conhecidas, como a utilização do modelo de regras e papéis. Nesse artigo, abordaremos algumas das qualidades que fizeram do estudo da narrativa uma abordagem produtiva. Procuramos definir a noção de narrativa e diferenciá-la de outros padrões de discurso, tendo como base estudos sócio-psicolingüísticos, filosóficos e literários. Procuramos também identificar algumas dificuldades teóricas e possíveis riscos dos quais os estudiosos da narrativa deveriam estar conscientes. Finalmente, esboçamos uma compreensão da narrativa que objetiva levar em conta sua condição particular de um discurso contextualizado e seu caráter aberto e transitório.<hr/>The increasing interest in the study of narrative and its social contexts suggests the emergence of another strand to the post-positivist paradigm and a further refinement of interpretive methodology in the human sciences. The problem of accounting for the dynamic patterns of human behavior seems to be nearer to a solution through studies of narrative even than through such well-known approaches as the use of the role-rule model or script theory. In this paper we will look at some of the qualities that have made the study of narrative such a productive approach. In doing so, we shall define the notion of narrative and differentiate it from other patterns of discourse, drawing on socio- and psycholinguistics as well as on literary and philosophical studies. A second concern will be to identify some theoretical difficulties and possible dangers of which, we believe, students of narrative should be aware. Finally, we will outline an understanding of narrative that aims to take into account its particular discursive embeddedness and its transitory character. <![CDATA[<b>Metatextual development in children</b>: <b>theoretical and methodological overview, and research findings</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-79722003000300012&lng=en&nrm=iso&tlng=en O presente artigo versa sobre o desenvolvimento da consciência matetatextual em crianças a partir de uma ampla revisão comentada e crítica da literatura na área. Especial ênfase é dada a questões de natureza conceitual e metodológica, inserindo-se a consciência metatextual no âmbito da consciência metalingüística como um todo. Reflexões metodológicas são conduzidas a partir de inúmeros estudos realizados com crianças, colocando-se em destaque aqueles que versam sobre a consciência metatextual relativa à estrutura de textos de diferentes gêneros. Além de questões conceituais e metodológicas, o artigo procura integrar um conjunto de resultados de pesquisas, fornecendo indicadores de como se caracteriza a emergência e o desenvolvimento desta habilidade em crianças de 5 a 9 anos de idade.<hr/>This paper focuses on the development of metatextual consciouness in children. A critical review of the literature is presented with special emphasis on conceptual and methodological issues, and problems that are associated with the study of this topic. A large number of empirical studies is discussed, especially those that aim to explore children's consciouness of the internal characteristics of texts of different genres, i.e., their structure and overall organization. The data gathered together in the literature are integrated providing grounds for the attempt to characterize the emergence and development of metatextual consciouness in children aged 5 to 9 years old. <![CDATA[<b>The grasp of consciousness analysed through the concept of division</b>: <b>a case study</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-79722003000300013&lng=en&nrm=iso&tlng=en Objetivou-se ilustrar a tomada de consciência através do conceito de divisão. Uma criança do sexo masculino, com 6 anos e 4 meses, cursando alfabetização em escola particular de Recife, foi entrevistada e solicitada a representar um problema. Realizou-se uma análise qualitativa, observando-se 5 momentos de tomada de consciência: 1) ausência de consciência da totalidade dos elementos; 2) consideração da totalidade dos elementos, sem tomada de consciência do resto; 3) surgimento de conflito cognitivo como possibilitador da tomada de consciência das relações entre os termos; 4) resolução do conflito a partir de um esquema cognitivo já existente - ausência de tomada de consciência do resto; 5) representação do termo resto, sem tomada de consciência da relação deste com os demais. Os resultados mostraram a construção de graus diferenciados de tomada de consciência da divisão, propiciados pelas intervenções do examinador e pela presença de referentes no enunciado, sem o alcance da conceituação.<hr/>This study aimed to illustrate the grasp of consciousness through the concept of division. A male child, aged 6 years and 4 months, learning the basics of the language at a private school in Recife, was interviewed and requested to represent a problem. A qualitative analysis was carried out observing 5 moments of grasp of consciousness: 1) the absence of consciousness of the totality of all the elements; 2) the consideration of the totality of all elements, without being conscious of the others; 3) the appearance of cognitive conflict as a means to enable the consciousness of the relationship between the terms; 4) resolution of the conflict by a pre-existing cognitive scheme - the absence of consciousness of the rest; 5) the representation of the term rest, without the consciousness of its relationship with the others. The results showed the building of different degrees of grasp of consciousness of division, enabled by the examiner's interventions and by the presence of referents in this statement, beyond the reach of the grasp of consciousness. <![CDATA[<b>To have and to be</b>: <b>social representations of adolescence among adolescentes of urban and rural insertion</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-79722003000300014&lng=en&nrm=iso&tlng=en Fundamentando-se na Teoria das Representações Sociais este trabalho analisa como adolescentes de diferentes inserções sociais representam a adolescência e dão sentido ao período em que vivem. Participaram desse estudo 360 adolescentes entre as idades de 14 e 23 anos: 180 (90 do sexo feminino e 90 do sexo masculino) residentes em região urbana, estudantes de escola particular, localizada em bairro considerado de classe média alta e alta, e 180 (90 do sexo feminino e 90 do sexo masculino) residentes em uma região rural e que estudam em escola agrotécnica pública. Os resultados indicaram que a adolescência para os dois grupos está ancorada na percepção tradicional da adolescência como fase universal e transitória. Ocorre, entretanto, uma diferenciação de acordo com os elementos culturais presentes nos grupos. Dessa forma, verificamos formas diferentes de vivenciar a adolescência, corroborando assim, a tendência mais recente que propõe a adolescência como uma condição construída historicamente.<hr/>Based on the Theory of Social Representation the present work analyses how adolescents from different social background represent and understand adolescence. Three hundred and sixty adolescents from 14 to 23 years old participated in this research: 180 (90 female and 90 male) live in an urban area and study in a private school located in a high-middle class and high class neighborhood, and 180 (90 female and 90 male) live in a rural area and attend an agrotechnical public school.The results pointed out that both groups are anchored on a traditional perception of adolescence as a universal and transitory period. There is, however, a differentiation according to cultural elements present in both groups. Therefore, we observe different forms of experiencing adolescence which confirms the most recent tendency to see adolescence as a historically constructed condition. <![CDATA[<b>Faith and ideology in the psychological understanding of the person</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-79722003000300015&lng=en&nrm=iso&tlng=en Estudo teórico que visa discutir fé e ideologia como dimensões psicológicas da pessoa influenciando sua ação. Segue os caminhos de uma reflexão fenomenológica sobre a experiência. Fé e ideologia aparecem como dimensões complementares e não opostas. A fé diz respeito à ligação com os fins visados mas não ainda experimentados, e a ideologia diz respeito à visão de mundo conseqüente a essa ligação com os fins. São examinados diversos âmbitos da experiência de processo: o individual, o de grupo, o social, o ecológico e o universal. Fé e ideologia manifestam-se em todos os âmbitos. A fé se torna religiosa, implicita ou explicitamente, quando se faz experiência da indagação pelo significado último. Daí se segue também uma ideologia abrangente. Ambas terão influência sobre todos os demais âmbitos da experiência. A psicologia não pode desconsiderar os estados da fé e da ideologia se quiser ser um conhecimento do humano.<hr/>This is a theoretical study that intends to discuss faith and ideology as the person's psychological dimensions influencing his/her action. It follows the roads of a phenomenological reflection about the experience. Faith and ideology appear as complementary, not opposite, dimensions. Faith concerns the connection with the intended, but not still experienced, ends. Ideology concerns the vision of the world subsequent to that connection with the ends. Several domains of the process experience are examined: the individual, the group, the social, the ecological and the spiritual. Both faith and ideology are evident in all these domains. Faith becomes explicitly or implicitly religious in the context of the experience of the inquiry concerning the ultimate meaning. Then it is also follows an including ideology. Both will have an influence on all the other domains of the experience. Psychology cannot ignore the states of faith and ideology for understanding the human. <![CDATA[<b>Experiences of loss and mourning among school-children aged 13 to 18</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-79722003000300016&lng=en&nrm=iso&tlng=en O estudo examina experiências de perda e luto de 25 escolares de 13 a 18 anos sobreviventes de perdas de entes queridos por morte. Como método foi utilizada a entrevista semi-estruturada. Através da análise de conteúdo foram construídas cinco grandes categorias: circunstâncias das perdas, reações às perdas, o adolescente enlutado e a família, o adolescente enlutado e a escola, o adolescente enlutado e expressão emocional. As perdas resultantes de homicídio, suicídio e AIDS, foram as mais difíceis de serem expressas e compartilhadas, pois além de se constituírem em situações problemáticas e mobilizadoras de fortes conteúdos emocionais, são crivadas de juízos de valor e objeto de estigmas socialmente construídos. Para muitos pesquisados, a família e a escola foram percebidos como ineficazes em termos de fonte de suporte para suas necessidades resultantes do luto.<hr/>This study examines the experiences of loss and mourning among 25 school-children aged 13 to 18 who suffered expressive losses through death. Methodology was based on a semi-structured interview. Five categories emerged from content analysis: circumstances of loss, reactions to loss, the mourning adolescent and family, the mourning adolescent and school, the mourning adolescent and his/her emotional expression. Adolescents showed greater difficulty in expressing and sharing losses which were a result of homicide, suicide and AIDS. Not only are such losses a consequence of problematic situations triggering strong emotional contents, they are also worsened by the fact that they are often the object of prejudice and socially constructed. Many interviewed subjects consider family and school ineffective as a source of support for their needs resulting from mourning.