Scielo RSS <![CDATA[Psicologia: Reflexão e Crítica]]> http://www.scielo.br/rss.php?pid=0102-797220070003&lang=en vol. 20 num. 3 lang. en <![CDATA[SciELO Logo]]> http://www.scielo.br/img/en/fbpelogp.gif http://www.scielo.br <![CDATA[<B>Os 20 anos de um Programa de excelência e seu periódico</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-79722007000300001&lng=en&nrm=iso&tlng=en <![CDATA[<B>Maternal depression and father-mother-baby triadic interaction</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-79722007000300002&lng=en&nrm=iso&tlng=en O presente estudo examinou as eventuais diferenças na interação triádica (pai-mãe-bebê) e diádica (mãe-bebê, pai-bebê e mãe-pai) em famílias com e sem depressão materna, com bebês de um ano de idade, durante uma sessão de interação livre. Participaram do estudo 19 famílias, das quais 9 de mães deprimidas e 10 de mães não-deprimidas. Foram investigados os padrões de interação triádico e diádico através de um protocolo envolvendo diversas categorias. Contrariando a hipótese do estudo, não houve diferenças estatisticamente significantes nas interações triádicas entre as famílias com e sem depressão materna. Já nas interações diádicas, dentro de cada grupo de famílias, apareceram diferenças estatisticamente significantes no grupo sem depressão materna. Nas famílias com depressão materna, apenas a categoria estimulação cognitiva obteve significantemente maior incidência, indicando que, embora deprimidas, as mães conseguiam prover uma estimulação adequada para seus bebês. No conjunto, os dados sugerem que a depressão materna pode acarretar mudanças, ainda que sutis, no padrão familiar.<hr/>This study examined the eventual differences in triadic (father-mother-baby) and dyadic (mother-baby, father-baby and father-mother) interaction in families with and without maternal depression, with one-year old babies, during a free-play session. Nineteen families participated in the study, 9 with maternal depression and 10 without. The triadic and the dyadic patterns of interaction were examined using a protocol with several categories. Contradicting the hypothesis of the study, there were no significant differences in the interactions among families with and without maternal depression. But when analyzing the dyadic interactions, in each group of families, there were some significant differences only in the group without maternal depression. In families with maternal depression, only the cognitive stimulation category was significantly more intense, indicating that despite the depression, the mother could provide adequate stimulation for their babies. On the whole, the results suggest that maternal depression may cause changes, even subtle, in the family pattern of interaction. <![CDATA[<B>The free time usage by teenagers of lower class populations</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-79722007000300003&lng=en&nrm=iso&tlng=en O artigo apresenta os resultados de um estudo cujo objetivo foi analisar o uso do tempo livre por adolescentes de classe popular. A análise da forma como os adolescentes gerenciam seu tempo livre poderá fornecer dados para intervenção psicoeducativa e promoção do desenvolvimento e da saúde desta população. Foram 159 adolescentes que responderam ao instrumento, sendo 85 do sexo feminino e 75 do masculino. Com os dados coletados foi possível caracterizar o uso do tempo livre e traçar comparativos entre as diferentes faixas etárias e gênero. Evidenciou-se, através da pesquisa, a predominância de atividades não estruturadas, como assistir à televisão e ir para a rua, bem como a dificuldade de acesso ao lazer e a atividades culturais e esportivas por parte desses adolescentes, o que pode se configurar, pela literatura pesquisada, como um indicativo de vulnerabilidade com relação a situações de risco.<hr/>The article presents the results of a research that analyzes free time usage by lower class teenagers. The analysis on how teenagers manage their free time can supply data for the development of psychoeducative intervention and the promotion of this population's health. There were 159 teenagers who answered the instrument, in which 85 were females and 75 were males. The data collected made it possible to characterize free time usage and to trace comparisons between different age groups and genders. The results show that non-organized activities predominate, such as watching television and being on the streets, as well as the difficulty to access leisure and cultural and sport activities by these teenagers, what may become, according to the literature researched, an indicative of vulnerability with regard to risk situations. <![CDATA[<B>Maternal responsiveness</B>: <B>biological aspects and cultural variations</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-79722007000300004&lng=en&nrm=iso&tlng=en Este artigo tem como objetivo discutir criticamente alguns aspectos biológicos e variações culturais relativos ao conceito de responsividade materna. Está subdividido em duas partes. A primeira delas trata da responsividade e seus aspectos biológicos e variações culturais. A segunda apresenta duas grandes tendências de pesquisa sobre responsividade materna e variações culturais. As considerações finais sistematizam os argumentos críticos apresentados e destacam que as iniciativas de investigar este tema devem estar pautadas pelo reconhecimento de que a responsividade materna é uma das características das interações adulto-criança que tem origens e influências múltiplas. Nesse sentido, a sua compreensão deve estar incluída em um sistema amplo de referência que envolva, por exemplo, variáveis biológicas, contextuais, da história da díade e culturais.<hr/>The purpose of this article was to critically discuss some biological aspects and cultural variations in maternal responsiveness. It consists of two parts. The first discusses responsiveness and its biological aspects and cultural variations. The second part presents two major research tendencies in the investigations of cultural variations in maternal responsiveness. Our conclusion presents a brief of the critical arguments and highlights the need to recognize that maternal responsiveness is one of the adult-child interaction characteristics that has multiple origins and influences, from which any investigation in this theme must be based on. As a consequence, those initiatives should be included in a wide reference system that involves, for example, biological, contextual, dyads previous history, and cultural variables. <![CDATA[<B>Client's profile of university's Psychology clinics from Porto Alegre's metropolitan region</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-79722007000300005&lng=en&nrm=iso&tlng=en São diversos os estudos sobre a caracterização da clientela de clínicas-escola de Psicologia no Brasil. Todavia, há escassez de pesquisas desta natureza no Rio Grande do Sul. Este trabalho se propõe a realizar uma pesquisa de levantamento das características sociodemográficas e clínicas da população que buscou atendimento em 2004 nas dez clínicas-escola da Região Metropolitana de Porto Alegre. É possível reconhecer a similaridade dos achados com a grande maioria dos estudos, permitindo-se a inferência de um perfil típico do paciente que busca atendimento em clínicas-escola no Brasil: crianças, do sexo masculino, encaminhadas por escolas devido a dificuldades de aprendizagem ou comportamento e mulheres jovens, que buscam atendimento espontaneamente devido a conflitos relativos ao comportamento afetivo. Também se destaca a dificuldade em pesquisar sobre o tema em função da ausência de registros padronizados, adequados e bem preenchidos pelas clínicas-escola.<hr/>Although many studies about Psychology School-Clinics have been conducted in Brazil, there are few in Rio Grande do Sul. So that, this paper is a survey's research about sociodemographic and clinical characteristics of people who reached out for psychological service in 2004 at 10 Psychology School-Clinics in metropolitan area of Porto Alegre. The results showed similarity between most of other studies that had been previously conducted in Brazil and the present one, allowing the inference of two typical profiles in Psychology School-Clinics in Brazil: children, male, referred by schools because of learning or behavior problems and young women, who sought, on their own initiative, psychological consultation due to affective problems. It is also important to mention how difficult it is to research about this topic, because there's no standardized, adequate and well-filled out inpatient registration in Psychology School-Clinics. <![CDATA[<B>Validity of the Portuguese Version of the Toronto Alexithymia Scale-TAS in a Sample of Inpatients</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-79722007000300006&lng=en&nrm=iso&tlng=en Foram estudadas propriedades psicométricas da versão em português da Toronto Alexithymia Scale-TAS, em uma amostra de 294 pacientes internados em hospital geral por diversas patologias. Os resultados mostraram boa consistência interna (a = 0,72), e precisão de teste e reteste (r = 0,72). Análise fatorial sugeriu que um modelo de três dimensões pode ser mais adequado para esta população. Os itens do primeiro fator estão associados à habilidade para identificar os sentimentos e distingui-los de sensações corporais. Os itens do segundo fator relacionam-se a um estilo concreto de pensamento. Os itens do terceiro fator relacionam-se à habilidade de expressão de afetos e fantasias (daydreaming). Conclui-se que a alexitimia, conforme avaliada pela versão em português da TAS, é multidimensional não sendo bem representada por um escore global de severidade.<hr/>Psychometric properties of the Portuguese version of the Toronto Alexithymia Scale -TAS were studied in a sample of 294 inpatients with different pathologies, assisted at a general hospital. Results showed good internal consistency (a = 0,72) and test-retest reliability (r= 0,72). For this population the data were best represented by a three-factor structure. The items on the first factor are associated with the ability to identify one's feelings and to distinguish them from bodily sensations. The items on the second subscale relate to a concrete style of thinking. The items on the third subscale pertain to daydreaming and imagination. In conclusion, alexithymia, as measured by the Portuguese version of the TAS, is multidimensional and not well-represented by a global severity score. <![CDATA[<B>Cross-cultural adaptation of self-esteem scale for adolescents</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-79722007000300007&lng=en&nrm=iso&tlng=en O artigo propõe a padronização da escala de auto-estima de Rosenberg (1956/1989) para adolescentes residentes de um bairro urbano do Rio de Janeiro (São Gonçalo), através do estudo de adaptação transcultural (Herdman, Fox-Rushby & Badia, 1998). A amostra foi composta por 266 adolescentes escolares das 7ª/8ª séries do Ensino Fundamental e 1º/2º anos do Ensino Médio da rede pública e particular do referido município. As seguintes equivalências foram avaliadas: conceitual e de itens, semântica (significado referencial e geral), de mensuração (confiabilidade teste-reteste, consistência interna, análise fatorial e validade de construto), operacional e funcional. Foram encontrados bons resultados para equivalência semântica, o alfa de Cronbach foi de 0.68, Kappa predominantemente moderado e regular, e a análise fatorial proposta é de duas estruturas fatoriais (baixa e alta auto-estima). Na validade de construto, a escala correlacionou-se significativa e positivamente com apoio social, e inversamente com vitimização de violência psicológica, violência ocorrida entre pais e entre os irmãos. Os resultados indicam a aplicabilidade da escala na população de referência, sugerindo a necessidade do desenvolvimento de outros trabalhos em amostras distintas.<hr/>The article proposes a cross-cultural adaptation (Herdman, Fox-Rushby & Badia, 1998) of "Rosenberg Self-Esteem Scale" for adolescents who live in an urban neighborhood of Rio de Janeiro (São Gonçalo). The sample was composed of 266 adolescents, students of the 7th/ 8th grade of Elementary School and of the 1st/2nd grade of High School, of public and private schools of São Gonçalo/RJ. The following equivalences were evaluated: conceptual and itens equivalences, semantic equivalence (referential and general meaning), measurement equivalence (test-retest reliability, internal consistency, factorial analysis and construct validity) and operational and functional equivalences. Good results were obtained for semantics equivalence, alpha of Cronbach was of 0.68, the Kappa was moderate and regular, and the factorial analysis proposed two structures of factors (low and high self-esteem). Construct validity showed significant positive correlation with social support and negative correlation with psychological abuse, violence between parents and brothers. The results indicate the applicability of the scale in a reference population, suggesting the necessity to develop others studies in distinct samples. <![CDATA[<B>Scale for evaluation of motivation to learn for elementary school students (SML)</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-79722007000300008&lng=en&nrm=iso&tlng=en Este estudo descreve os passos relativos à construção de uma escala para avaliar a motivação para aprender de alunos brasileiros do ensino fundamental e apresenta a análise preliminar de suas propriedades psicométricas. Participaram das duas etapas, 771 estudantes de 2ª a 8ª séries do ensino fundamental de escolas públicas de Campinas, SP. O alpha de Cronbach foi de 0,80, indicando uma boa consistência interna do instrumento. Pela análise fatorial exploratória, obteve-se uma escala de dois fatores: motivação intrínseca (MI) e motivação extrínseca (ME) que explicaram, respectivamente, 17,68% e 12,71% da variância total. Discute-se a necessidade de se aprofundar estudos sobre a viabilidade de utilização da escala para diagnóstico, intervenção e prevenção de problemas motivacionais no contexto escolar.<hr/>This study describes the steps of constructing a motivation to learn scale for elementary school students and presents a preliminary analysis of its psychometric properties. It was carried out in two stages, employing 771 students from 2nd to 8th grade of elementary school level of public schools of Campinas, SP. The alpha of Cronbach was 0,80 indicating a good internal consistency of the scale. The exploratory factorial analysis identified two factors: intrinsic motivation (IM) and extrinsic motivation (EM) explaining respectively 17,68% and 12,71% of the total variance. Data is discussed in terms of the need of deepening our knowledge regarding the viability of using the scale for diagnosis, intervention and prevention of motivational problems in the school context. <![CDATA[<B>What we bring to life and what life brings to us</B>: <B>an analysis of the ethiological equation proposed by Freud according to neurosciences</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-79722007000300009&lng=en&nrm=iso&tlng=en O presente trabalho tem como objetivo discutir aspectos teóricos, clínicos e experimentais acerca da interação entre variáveis inatas e aprendidas com relação à origem e desenvolvimento de distúrbios emocionais. Apresenta-se inicialmente a equação etiológica proposta por Freud acerca das neuroses na virada do século XX e sua relação com a teoria da sedução. Apresentam-se também algumas evidências clínicas e experimentais que dão suporte à noção de equação etiológica. Estas evidências demonstram a importância de determinantes genéticos que regulam a atividade serotonérgica assim como a influência de eventos traumáticos que ocorrem dentro e fora do período crítico. A influência do ambiente, como por exemplo, o apoio social, pode também aliviar a expressão destes distúrbios emocionais. O trabalho busca também modelar matematicamente a equação etiológica através de uma regressão logística incorporando todos estes parâmetros.<hr/>The aim of this paper is to discuss theoretical issues as well as clinical and experimental evidences regarding the nature versus nurture debate of the origins and development of emotional disturbances. The etiological equation as proposed by Freud at the turn of the 20th century is presented. Clinical and experimental evidences, which support the notion of the etiological equation, are also presented. These evidences indicate the importance of the genetic makeup that regulates serotonergic activity as well as traumatic experiences that occur inside or outside the critical period. Environmental interactions, such as social support, can also relieve the expression of emotional dysfunction. A mathematical model of the etiological equation is presented through a logistic regression in which all these parameters are incorporated. <![CDATA[<B>Becoming father and mother in a late adoption process</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-79722007000300010&lng=en&nrm=iso&tlng=en Assistimos surgir no Brasil uma nova cultura de adoção que busca famílias para crianças e não crianças para famílias. Essa proposta comporta um novo projeto de família, de maternidade e paternidade, atribuindo novos sentidos ao ser pai e mãe, distinto do tradicional modelo associado à consangüinidade. A adoção tardia insere-se nesse novo contexto. Para compreender os processos de construção de maternidade e paternidade nessas circunstâncias, é importante investigar as significações produzidas pelo casal ao tornar-se pai/mãe. Este artigo foca a produção discursiva de um casal durante entrevistas domiciliares, realizadas no decorrer do processo de adoção tardia de duas irmãs (4 e 5 anos). São apresentados os sentidos produzidos na conversação, em resposta à pergunta sobre como era ser pai ou ser mãe naquele momento. A análise aponta especificidades do tornar-se pai/mãe por adoção tardia, a difícil e frágil construção de vínculos e a necessidade de acompanhamentos pós-adotivos.<hr/>A new culture of adoption emerges in Brazil, which searches a family for a child, instead of a child for a family. This proposal holds new family, maternity and paternity projects. In it, new meanings are attributed to being father and mother, distinct from the traditional consanguinity model. Late adoptions are clearly inserted in this context. To understand the processes of building adoptive motherhood and fatherhood in those circumstances, it is important to investigate the meanings produced while becoming father/mother. This paper focuses on the discursive production of a couple when interviewed at home, during the late adoption process of two sisters (4 and 5y.o.). The meanings produced in the conversation are presented, on answering the question on how it was to be father or mother at that moment. The analysis points towards the specificities of becoming father/mother during late adoption, the difficult and fragile construction of bonds and the need for post-adoptive support. <![CDATA[<B>The structure of social representation of death in the interface with the religiosities of healthcare professionals groups</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-79722007000300011&lng=en&nrm=iso&tlng=en O estudo objetivou acessar a estrutura da representação social da morte em equipes multiprofissionais de saúde na interface com a religiosidade, no que esta interfere nas significações atribuídas à morte por esta população em específico. Utilizou-se um instrumento com questões abertas e fechadas sobre a morte e o morrer, bem como sobre a vivência religiosa singular dos participantes. Protocolos escritos foram capturados em uma amostra de 80 profissionais (49 médicos, 13 psicólogas, 18 enfermeiras) pertencentes a 10 equipes multiprofissionais de saúde. Estes foram analisados através de Análise de Conteúdo e de Análise de Estrutura de Similaridade (SSA) e interpretados pela Teoria das Representações Sociais. Os dados revelaram uma interferência expressiva das crenças religiosas na estruturação da representação da Morte.<hr/>The study aims to investigate the structure of social representation of death in a Healthcare professional group establishing an interface with religiosity and how the latter interferes in the meaning attributed to death by this specific population. Open and closed questions on death or the act of dying, and on the singular religious experience of the participants were applied. Written protocols were collected from a sample of 80 professionals (49 physicians, 13 psychologists, and 18 nurses), which were analyzed according to content analysis and non-metric multidimensional analysis, SSA (Similarity Structure Analysis), and interpreted according to the theory of Social Representations, revealing a significant interference of religious believes in the structure of death representation. <![CDATA[<B>Single-parenthood, poverty and resilience</B>: <B>the professional's beliefs and the possibilities of family life</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-79722007000300012&lng=en&nrm=iso&tlng=en O presente artigo apresenta um estudo comparativo entre as crenças de agentes comunitários de saúde sobre possibilidades de resiliência em famílias monoparentais e de baixa renda e as estratégias de enfrentamento das adversidades que emergem nas histórias de vida destas famílias. Tomou-se como base a noção de resiliência aplicada à Psicologia, que se refere aos processos que explicam a superação de adversidades. Foram entrevistados quatro agentes comunitários de saúde e quatro famílias monoparentais. As estratégias metodológicas foram: entrevistas semi-estruturadas, histórias de vida, entrevista reflexiva e a análise dos dados através da grounded-theory. Os resultados revelaram crenças pessimistas dos agentes comunitários sobre o funcionamento das famílias pobres, em contraposição aos fatores indicativos de resiliência constatados nas histórias de vida destas famílias. Os resultados sinalizam para a necessidade de transformar e adequar as percepções dos agentes sociais acerca de grupos que vivem situação de pobreza.<hr/>This article presents a comparative study on the health community agent's beliefs about the possibilities of resilience in low-income single-parent families and the coping strategies of these families in adverse situations that emerge from their life stories. The notion of resilience as applied in Psychology was taken as reference, which refers to the processes that explains how people overcome adversities. Four health agents and four single parent families were interviewed. The methodological strategies to guide the data analysis were: open interviews, life stories, reflexive interviews and grounded-theory. The results showed that the community agents hold pessimist beliefs about the poor families functioning in opposition to the elements that indicate resilience in these families' life stories. The results point to the need of transforming and adjusting the social agent's perceptions on groups who live in poverty. <![CDATA[<B>Argumentation and development of reflective thinking</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-79722007000300013&lng=en&nrm=iso&tlng=en O objetivo central do presente artigo é oferecer uma perspectiva a partir da qual as relações entre argumentação e reflexão podem ser investigadas. O argumento central proposto é que os mesmos mecanismos semiótico-dialógicos que constituem a argumentação (justificação de pontos de vista, consideração de objeções e reação a elementos contrários) são igualmente efetivos em deslocar o pensamento do indivíduo para um plano reflexivo (metacognitivo). A produção destas ações discursivas reorienta o pensamento do indivíduo do objeto sobre o qual argumenta para o exame das bases e limites de suas próprias concepções sobre aquele objeto. Tal reorientação institui o pensamento do próprio indivíduo como objeto de reflexão. Na segunda parte do artigo, uma análise de fragmentos de argumentação produzida por crianças em sala de aula ilustra a forma como a perspective proposta pode ser utilizada na investigação do desenvolvimento de processos auto-regulados de reflexão.<hr/>The main goal of this article is to offer a perspective from which the relations between argumentation and reflection can be investigated. The main argument proposed is that the same semiotic-dialogic mechanism that constitutes argumentation (supporting a view with reasons, considering objections and responding to opposition) has a built-in capacity to place the arguer's thinking in a metacognitive framework. Together, they are effective in orienting the thinking a person does towards examining the bases and limits of his/her own thoughts. They do so by introducing into the person's psychological field a new object for reflection the arguer's own thoughts. At the second section of the article, the analysis of some fragments of children's argumentation produced in classroom illustrates how the framework proposed can be used in investigating the development of self-regulated reflection. <![CDATA[<B>Text comprehension in children</B>: <B>comparing different classes of inferences by using on-line methodology</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-79722007000300014&lng=en&nrm=iso&tlng=en A partir de uma metodologia on-line, examinou-se a compreensão de textos em crianças de 7 e 9 anos em relação a diferentes tipos de inferências estabelecidas durante a leitura de uma história: inferências causais, de estado e de previsão. A metodologia on-line consiste na leitura interrompida do texto, sendo feitas perguntas inferenciais sobre cada passagem lida e sobre o que o leitor acha que virá a seguir (previsão). Verificou-se que as inferências de previsão envolvem informações extratextuais e requerem a formulação de hipóteses sobre a continuidade da narrativa; gerando, nas crianças, certa dificuldade em prever eventos que estão por acontecer. Conclui-se que a capacidade de estabelecer inferências durante a leitura de um texto varia em função da natureza da informação inferencial solicitada, e que esta capacidade se desenvolve com a idade. Dicute-se o caráter inovador da metodologia on-line de investigação e sua relevância para a pesquisa na área.<hr/>This study, by means of using an on-line methodology, examined 7 and 9-year-old children's text comprehension in relation to different types of inferences constructed during a story reading task: causal inferences, state inferences and inferences of prediction (what happens next in the story). The on-line methodology consists of making inferential questions to the child during text comprehension immediately after the subject has read a passage. Due to the fact that inferences of prediction involve extratextual information and require to raise hypothesis about the continuity of the narrative, children had difficulties in predicting events that had not occurred yet in the story. It was concluded that the ability to make inferences during text comprehension varies according to the type of inferential question presented and that this ability develops with age. The inovative aspect of the on-line methodology and its relevance to the research on text comprehension are discussed. <![CDATA[<B>Psychological service for employees</B>: <B>a phenomenological survey</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-79722007000300015&lng=en&nrm=iso&tlng=en Com o objetivo de compreender os desafios e potencialidades de um Serviço de Plantão Psicológico voltado aos funcionários de um Hospital Geral, foram entrevistados seis funcionários que vivenciaram esta modalidade de atendimento durante a fase de implantação. As entrevistas foram não-diretivas, e fez-se uma pergunta disparadora para estimular os depoimentos. Por meio de uma metodologia qualitativa, analisaram-se os depoimentos fenomenologicamente, partindo-se da divisão do texto em unidades de significado, possibilitando a construção de uma compreensão psicológica acerca das vivências. Para cada depoimento foi elaborada uma síntese específica dos elementos do vivido. Esse material serviu para compor uma Síntese Geral que incluiu elementos comuns a todas as sínteses específicas. A riqueza dos depoimentos possibilitou algumas incursões para aprofundar os limites e as possibilidades encontradas na prática desta modalidade no contexto hospitalar.<hr/>With the objective of understanding the challenges and potentials of a Psychological Service for employees in a General Hospital, six employees were interviewed whoexperiencedthis service during the implantation phase. The interviews were non-directive, and a starter question was made to stimulate the statements. Through a qualitative methodology, the statements were phenomenologically analyzed: starting of by breaking the text in units of meaning, to enablethe construction of a psychological understanding concerning the living experiences. For each statement a specific synthesis of the elements was elaborated. That material served to compose a General Synthesis that included elements common to all of the specific synthesis. The wealth of the statements enabledsome incursions to deepen the limits and the possibilities found in the practice of this modality in the hospital context. <![CDATA[<B>Emotional intelligence and reasoning tests</B>: <B>a correlacional study</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-79722007000300016&lng=en&nrm=iso&tlng=en O presente estudo propôs-se a investigar a validade convergente do Mayer, Salovey e Caruso Emotional Intelligence Test - MSCEIT, um instrumento de avaliação da Inteligência Emocional, por meio da correlação com as Baterias de Provas de Raciocínio - BPR-5, de inteligência fluida e cristalizada. A amostra consistiu de 191 universitários, com idades variando entre 17 e 60 anos, provenientes dos cursos de Pedagogia, Educação Física, Administração, Ciências contábeis e Sistemas de Informação de uma instituição particular do interior do estado de São Paulo. Os instrumentos utilizados foram aplicados em duas sessões coletivas em grupos separados por seus cursos. A correlação geral entre MSCEIT e BPR-5 foi baixa e significativa (r=0,18; p<0,05) indicando certa convergência de construtos. No entanto, essa correlação aumentou (r=0,28; p<0,01) quando suprimidas as provas de Raciocínio mecânico e espacial (BPR-5), pelo fato de avaliarem outras habilidades além da inteligência fluida e cristalizada.<hr/>This paper intended to study the convergent validity as detailed by Mayer, Salovey and Caruso Emotional Intelligence Test - MSCEIT, as a tool to assess Emotional Intelligence by relating them to the Baterias de Provas de Raciocínio (Series of Reasoning Tests) - BPR-5, regarding fluid and crystallized intelligence. The sample consisted of 191 grad students, between 17 and 60 years old, with majors in the areas of Pedagogy, PE, BA, Accounting and Information Systems, from a privately funded university from the state of Sao Paulo. The instruments were applied in two collective sessions in groups classified by their majors. The general correlation between MSCEIT and BPR-5 was low and significant (r=0,18; p<0,05), showing a little convergence of constructs. However, this correlation was increased (r=0,28; p<0,01), when discarding the Spatial and Mechanical reasoning tests (BPR-5), for they also assess other skills besides Crystallized and Fluid Intelligence. <![CDATA[<B>Psychosocial values and social dominance orientation</B>: <B>a study about prejudice</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-79722007000300017&lng=en&nrm=iso&tlng=en O objetivo central do presente estudo foi analisar as relações existentes entre o preconceito, através da orientação à dominância social, e os valores psicossociais, a partir de quatro sistemas, o religioso, o materialista, o pós-materialista e o hedonista. Participaram deste estudo 205 estudantes universitários do curso de psicologia da cidade de João Pessoa - PB. Estes responderam à escala de orientação à dominância social, ao questionário de valores psicossociais e a um conjunto de questões sócio-demográficas. Os resultados indicaram relações parciais entre estas variáveis, sendo a orientação à dominância social diretamente associada aos valores materialistas e contrariamente associada aos valores pós-materialistas. As considerações apresentam o preconceito como resultado das construções ideológicas amplamente compartilhadas pelos grupos sociais.<hr/>The aim of this study was to analyze the relationships among prejudice and psychosocial values, by means of the orientation of social dominance, from four systems, the religious, the materialist, the post-materialist and, the hedonist. For this particular study, 205 undergraduate Psychology students were chosen from the city of João Pessoa - PB. They answered the social dominance orientation scale, psychosocial value questionnaire, and a set of social-demographic questions. The results presented partial relations among these variables, the social dominance orientation was directly associated with the materialist values and inversely associated with the post-materialistic values. The considerations present prejudice as the consequence of ideological constructions amply shared by social groups. <![CDATA[<B>There are no sex differences on <I>g</I> factor and specific abilities in children from two Brazilian capitals</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-79722007000300018&lng=en&nrm=iso&tlng=en O presente trabalho pretendeu examinar diferenças relacionadas ao sexo no fator g (inteligência geral) e em habilidades específicas em crianças de duas cidades brasileiras: Belo Horizonte e Porto Alegre. No caso da amostra mineira (n=1,316), a idade compreendeu entre 5 e 11 anos de idade examinada através de uma bateria de testes a qual incluiu instrumentos de inteligência (Raven, Escala Verbal WISC III, R-2, DFH), de avaliação psicomotora (Bender) e de desempenho escolar (TDE). No caso da amostra gaúcha (n=779), a idade compreendeu entre 5 e 11 anos, utilizando-se o teste Raven - Escala Colorida. A análise individual dos testes aponta que a maioria das diferenças nas habilidades específicas não é estatisticamente significativa. Na utilização do Método dos Vetores Correlacionados, uma análise mais sofisticada da inteligência geral, observa-se inexistência de diferenças de sexo. Tais resultados corroboram os registros internacionais sobre inexistência de diferenças cognitivas relacionadas ao sexo em crianças e adolescentes.<hr/>This paper intended to verify sex differences on the g factor (general intelligence) and specific abilities from a sample of children from two Brazilian cities: Belo Horizonte (BH) and Porto Alegre (PA). The sample from BH (n=1.316) aged 5 to 11 years was examined with a battery of intelligence (CPM, Verbal Scale of WISC-III, R-2), psychomotor (Bender) and school achievement tests. The sample from PA (n=779) aged 5 to 11 years was examined with Matrices Progressives Raven. The analysis from these tests shows that the majority of sex differences on specific abilities are not statistically significant. The use of Method Correlated Vectors, which is a most sophisticated method of analyzing general intelligence (g factor), indicates that there are no sex differences. These results support the international records about non-existence of cognitive difference relate to sex in childhood and adolescence. <![CDATA[<B>"DRL" software for experiment control of temporal judgment research</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-79722007000300019&lng=en&nrm=iso&tlng=en Um programa de computador, o "DRL", foi desenvolvido para controle e coleta de dados em experimentos envolvendo processos temporais associados à atenção e memória. Apresenta-se um breve relato do programa, como configurá-lo para diferentes tipos de experimentos e como acessar os resultados gravados em arquivos.<hr/>"DRL" is a software that was developed for controlling and collecting data for experiments involving temporal judgment related to attention and memory. This paper presents its applications, how to configure it for different experiments and how to access the recorded data. <![CDATA[<B>Psychometrics properties ofthe Brazilian version of sternberg's triangular love scale</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-79722007000300020&lng=en&nrm=iso&tlng=en A Escala Triangular do Amor de Sternberg (ETAS) possui 45 itens relacionados à intimidade, paixão e decisão/compromisso. O objetivo deste estudo foi investigar algumas propriedades psicométricas da ETAS no Brasil. A versão brasileira da ETAS, o Teste da Identificação Familiar (FIT) e um questionário sobre o relacionamento foram respondidos por 361 estudantes de três universidades. A análise fatorial da ETAS apontou para uma estrutura com três fatores e elevada consistência interna. Buscando aperfeiçoar o instrumento, o número de itens da escala foi reduzido. A nova análise fatorial indicou que as propriedades psicométricas originais foram mantidas. Foram encontradas correlações positivas entre as medidas de amor e o nível de satisfação com o relacionamento. Os resultados indicam que a versão brasileira da ETAS possui propriedades psicométricas adequadas e satisfatórias.<hr/>The Sternberg's Triangular Love Scale (STLS) has 45 items related to intimacy, passion, and decision/commitment. The objective of this study was to investigate some psychometric properties of the STLS in Brazil. The Brazilian version of STLS, the Test of Family Identification (FIT) and a measure of satisfaction in the relationship were completed by 361 students from three universities. The factorial analysis of STLS showed a structure with 3 factors and elevated internal consistency. Seeking to improve the instrument, the number of items of the scale was reduced. The new factorial analysis indicated that the original psychometric properties were maintained. Positive correlations were found between the measurements of love and the level of satisfaction with the relationship. The results indicate that the Brazilian version of ETAS possesses adequate and satisfactory psychometric properties http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-79722007000300021&lng=en&nrm=iso&tlng=en