Scielo RSS <![CDATA[Estudos de Psicologia (Campinas)]]> http://www.scielo.br/rss.php?pid=0103-166X20130004&lang=pt vol. 30 num. 4 lang. pt <![CDATA[SciELO Logo]]> http://www.scielo.br/img/en/fbpelogp.gif http://www.scielo.br <![CDATA[<b>Emprego da Teoria de Resposta do Item para medida de mudança no Children's Analogical Thinking Modifiability Test</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-166X2013000400001&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Dynamic testing, with an intermediate phase of assistance, measures changes between pretest and post-test assuming a common metric between them. To test this assumption we applied the Item Response Theory in the responses of 69 children to dynamic cognitive testing Children's Analogical Thinking Modifiability Test adapted, with 12 items, totaling 828 responses, with the purpose of verifying if the original scale yields the same results as the equalized scale obtained by Item Response Theory in terms of "changes quantifying". We followed the steps: 1) anchorage of the pre and post-test items through a cognitive analysis, finding 3 common items; 2) estimation of the items' difficulty level parameter and comparison of those; 3) equalization of the items and estimation of "thetas"; 4) comparison of the scales. The Children's Analogical Thinking Modifiability Test metric was similar to that estimated by the TRI, but it is necessary to differentiate the pre and post-test items' difficulty, adjusting it to samples with high and low performance.<hr/>Provas assistidas, com fase intermediária de ensino, medem mudanças entre pré-teste e pós-teste pressupondo uma métrica comum entre eles. Para testar este pressuposto, aplicou-se a Teoria de Resposta ao Item nas respostas de 69 crianças à prova cognitiva assistida Children's Analogical Thinking Modifiability Test adaptada, com 12 itens, totalizando 828 respostas, para verificar se a escala original produzia os mesmos resultados em termos de quantificação de mudança que a escala equalizada obtida via Teoria de Resposta ao Item. Seguiram-se os passos: 1) ancoragem dos itens de pré e pós-teste, por uma análise cognitiva, encontrando-se três itens em comum; 2) estimação do parâmetro de dificuldade dos itens e comparação destes; 3) equalização dos itens e estimação dos "thetas"; 4) comparação das escalas. A métrica do Children's Analogical Thinking Modifiability Test foi semelhante à estimada pela Teoria de Resposta ao Item, mas é preciso diferenciar a dificuldade dos itens de pré e pós-teste, adequando-o a amostras com alto e baixo desempenho. <![CDATA[<b>Avaliação da resiliência em adultos e idosos</b>: <b>revisão de instrumentos</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-166X2013000400002&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Este estudo revisa sistematicamente na literatura os instrumentos utilizados para a avaliação da resiliência em adultos e idosos. A pesquisa foi realizada em: MedLine, PsycINFO, Scopus, SciELO, Interscience databases, envolvendo os termos resilience, psychological, scales e validation studies. Foram incluídos estudos de avaliação da resiliência em indivíduos acima de 18 anos. A busca resultou em 59 estudos, sendo que apenas 16 preencheram os critérios de elegibilidade. Foram considerados 13 instrumentos validados para avaliação de resiliência. O total de 8 689 indivíduos foi incluído nos 16 estudos, e a idade variou de 12 a 97 anos. Os testes apresentam principalmente estudos de precisão e são compostos por poucos itens. Poucos estudos de validade preditiva foram encontrados. Algumas pesquisas incluídas são específicas para populações indígenas, mulheres, veteranos de guerra e esquizofrênicos. São poucos os instrumentos disponíveis para avaliação da resiliência em adultos e idosos, sobretudo para uso em estudos nacionais.<hr/>This study is a systematic review of the literature for the main instruments used in the assessment of resilience in adults and the elderly. A search was performed in: the MedLine (accessed via PubMed), PsycINFO, Scopus, SciELO, and InterScience databases. The search used the following terms: Resilience, Psychological, Scales, and Validation Studies. All the validation studies of instruments involving the evaluation of psychological resilience in individuals over 18 years were included. The search yielded 59 studies, however, only 16 studies met the eligibility criteria for the analysis. Thirteen instruments were considered valid for the assessment of resilience. A total of 8,689 subjects, between 12 to 97 years of age, were included in the 16 studies. The instruments contained few items. Few studies of predictive validity were found. Some of the tests were specific for indigenous populations, women, war veterans and schizophrenics. There are few instruments available for the assessment of resilience in adults and elderly people, especially for use in national studies. <![CDATA[<b>Percepção de risco de campos elétricos e magnéticos</b>: <b>efeitos do estresse e outros aspectos psicológicos</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-166X2013000400003&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt The present study aimed to investigate the perception of risk in the Brazilian population related to electric and magnetic fields. Six hundred adults were recruited from the surrounding communities. Three hundred of them lived in large cities and an equal number lived in small towns. A short questionnaire was constructed to assess risk perception, trust in government to control risk exposure, level of comfort with exposure to extra-low-frequency electromagnetic fields, measures perceived as necessary to reduce emotional discomfort, and trust in the regulatory agencies. The Lipp Inventory of Stress Symptoms for Adults was applied to assess stress levels. Findings indicate that the majority of the participants in this study did not trust the Government to provide protective measures from exposure to electric and magnetic fields, did not trust the regulatory agencies, felt that there is no adequate risk control and thought about it frequently, and some felt that line installations were being performed in excess and that this should be stopped. Results endorse the need for risk education and indicate that risk perception and feelings should be considered before starting new line installations. Risk communication should incorporate knowledge regarding social cognition since a large proportion of the people were concerned about electric and magnetic fields. Lack of communication can lead to a rejection of necessary transmission line installation, and to unnecessary or exaggerated fear.<hr/>O estudo teve como objetivo investigar a percepção de risco relacionada a campos eletromagnéticos de baixa frequência na população brasileira. Participaram seiscentos adultos, sendo metade constituída por habitantes de cidades grandes e a outra metade por habitantes de cidades pequenas. Um breve questionário foi utilizado para avaliar: (1) percepção de risco associada aos campos eletromagnéticos; (2) confiança no governo para proteger o povo do risco de exposição; (3) nível de conforto emocional frente à exposição às linhas de transmissão elétrica; (4) medidas percebidas como capazes de reduzir desconforto emocional; e (5) confiança nas concessionárias. Adicionalmente, foi aplicado o Inventário de Sintomas de Stress de Lipp, com o intuito de identificar o nível de estresse dos respondentes. Os dados indicaram que a maioria dos participantes (51,59%) deste estudo não confia que o governo tome as medidas necessárias para controlar os riscos; 28,05% não confiam nas concessionárias quanto ao controle de exposição excessiva; 33,0% sentem que não há um controle adequado do risco; e 17,00% pensam que a instalação de linhas de transmissão é excessiva, devendo-se parar com sua colocação. Os dados mostram a necessidade de se implementar um programa de educação quanto aos riscos reais, que leve em consideração o modo de pensar e sentir do povo brasileiro, antes de se instalar novas linhas de transmissão. A falta de comunicação pode levar o povo a rejeitar a instalação de linhas de transmissão necessárias e criar um medo desproporcional quanto a este assunto. <![CDATA[<b>Cuidado e desenvolvimento em crianças escolares de Salvador</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-166X2013000400004&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Analisou-se a relação entre família, escola, serviços de saúde e comunidade, enfocando o cuidado e o desenvolvimento infantil em um bairro de baixa renda de Salvador, Bahia. Entende-se cuidado como atenção de qualidade oferecida por adultos e como construção de projetos de pessoa em práticas cotidianas marcadas por relações de poder. Realizou-se observação participante e entrevistas com moradores do bairro e com profissionais de saúde e educação, a partir das quais foi selecionado um caso típico. Identificou-se , por um lado, diferenças na maneira com que os profissionais falam sobre crianças com desempenho escolar insatisfatório e, por outro lado, a família e os espaços de parentesco, nos quais opera uma forma diferente de pensar a educação e onde as crianças encontram um olhar ampliado sobre suas possibilidades. Destaca-se a importância de que os estudos contemplem os diferentes contextos que integram o cotidiano infantil e que a perspectiva da família e parentes seja valorizada.<hr/>The relationship between family, school and health services was analyzed considering the development and care of children living in a low income neighborhood. We understand care as quality attention provided by adults and also as the day-to-day practical construction of personal projects, a process marked by power relations. We conducted participant observation and interviews with residents in the neighborhood studied and with health professionals and education workers. From among these a representative case was selected. The analysis identified differences in the way professionals talk about children with low school performance. By contrast in family and kinship spaces a different way of thinking about education operates, in that children encounter an expanded view of themselves and of their potential. We stress as a vital necessity that studies include all the different day-to-day contexts that comprise children's experiences and emphasize that professionals and workers take into consideration and attribute value to the perspective of the family and relatives. <![CDATA[<b>Estudo do estresse de pais de pacientes com  fissura labiopalatina em processo cirúrgico</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-166X2013000400005&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Family with children affected by genetic factors or teratogenics involving functional, aesthetic and psychological sequels such as cleft lip and palate are vulnerable to several stress levels and need corrective and rehabilitation interventions. This study aimed to investigate the stress levels of fathers and mothers before and after surgical intervention in children with cleft lip and palate. The participants were 14 parents of children diagnosed with Cleft Incisive Transforamen Unilateral and Bilateral Incisive Transforamen of both genders, 21-53 participants of the surgical intervention program at the Hospital de Reabilitação de Anomalias Craniofaciais, Universidade de São Paulo in the city of Bauru, State of São Paulo. The results have allowed us to conclude that the people responsible for patients, patients and parents of the patients with cleft palatal lip, in surgical situation, present higher levels of stress in the period of pre-surgery, with modified quality in the autonomic aspects of the organism, besides bodily significantly unsatisfactory reactions.<hr/>Famílias com filhos afetados por fatores genéticos ou teratogênicos envolvendo sequelas estruturais, funcionais, estéticas e psicológicas, como nas fissuras labiopalatinas, são vulneráveis a diferentes graus estressores. Este estudo teve por objetivo investigar o nível de estresse de pais e mães antes e após a intervenção cirúrgica de filhos com fissura labiopalatina. Participaram 14 pais de crianças com Fissura Transforame Incisivo Uni e Bilateral, de ambos os sexos, na faixa etária de 21 a 53 anos, integrantes do programa de intervenção cirúrgica do Hospital de Reabilitação de Anomalias Craniofaciais da Universidade de São Paulo. Foram utilizados os instrumentos: 1) de Identificação; 2) Questionário de Ansiedade; 3) Questionário da Imagem Corporal; e 4) Reconhecimento dos sinais de estresse. Os resultados permitiram concluir que os sujeitos, pais e responsáveis dos pacientes com fissura labiopalatina, em situação cirúrgica, mostraram níveis mais elevados de estresse no período de pré-cirurgia, com qualidade alterada dos aspectos autonômicos do organismo, além de reações corporais significativamente insatisfatórias. <![CDATA[<b>Corpo, estresse e enfermagem</b>: <b>etnografia em Centro de Tratamento Intensivo e Centro Cirúrgico</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-166X2013000400006&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt This text seeks to reflect on the concepts of stress among nurses that work in the Surgical and Intensive Care Centers of a teaching hospital in the State of Paraíba. Qualitative ethnographic research allowed us to perceive that when talking about stress, these professionals mentioned their bodies and bodily manifestations. The research undertaken allowed us to understand the intimate relationships between the body, stress and nursing.<hr/>Este texto busca refletir sobre as concepções de stress dos(as) enfermeiros(as) que atuam no Centro Cirúrgico e no Centro de Terapia Intensiva de um hospital-escola localizado no estado da Paraíba. Uma pesquisa qualitativa, de cunho etnográfico, permitiu perceber que, ao falar sobre estresse, esses(as) profissionais evocavam seus corpos e manifestações corporais. A pesquisa empreendida possibilitou compreender as íntimas relações entre corpo, estresse e enfermagem. <![CDATA[<b>Comunicação em pediatria</b>: <b>revisão sistemática de literatura</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-166X2013000400007&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt A qualidade da comunicação em Pediatria influencia diretamente o sucesso do tratamento, ao promover níveis satisfatórios de adesão, retenção de informações e acolhimento a demandas biopsicossociais. Constituiu objetivo deste trabalho realizar uma revisão sistemática da literatura referente à comunicação em pediatria publicada entre 2000 e 2010. Foram selecionados trabalhos incluídos nas bases de dados PubMed/MedLine, Bireme/BVS e ScienceDirect, Portal de Periódicos da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior e SciELO. Os 61 trabalhos selecionados indicam prevalência de delineamentos descritivos e técnicas de análise qualitativas e quantitativas, em detrimento de estudos experimentais e uso de técnicas mistas para análise de dados. A literatura indica a importância da inclusão do paciente pediátrico no processo de comunicação e do acolhimento a demandas psicossociais, destacando que programas para melhoria da comunicação têm obtido bons resultados. Destaca-se a importância de estudos sistemáticos que possibilitem compreender os fatores envolvidos na comunicação em pediatria e a inserção de programas psicossociais eficientes.<hr/>The quality of Pediatric communication directly influences the treatment success, by promoting satisfactory adherence levels, information retention, and the inclusion of biopsychosocial demands. The main aim of this study was to perform a systematic literature review concerning pediatric communication, with papers published between 2000 and 2010. The selected studies were included in the following databases: PubMed/MedLine, Bireme/BVS and ScienceDirect, Capes Papers Online site, and SciELO. The 61 selected papers indicate the prevalence of descriptive designs and qualitative or quantitative analysis techniques, over experimental studies and the use of mixed data analysis techniques. The literature indicated the need to include the pediatric patient in the communication process and to consider psychosocial demands, highlighting the good results achieved by programs related to better communication patterns. The need is highlighted for systematic studies that can comprehend the factors involved in pediatric communication, and the inclusion of efficient psychosocial programs. <![CDATA[<b>Disfunção temporomandibular na visão de profissionais e acadêmicos de odontologia</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-166X2013000400008&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Este artigo apresenta os resultados de uma pesquisa qualitativa aplicada a alunos e profissionais de Odontologia que trabalham com pessoas que sofrem de disfunção temporomandibular. Objetivou-se investigar a forma como os profissionais e acadêmicos de Odontologia percebem seus pacientes acometidos por essa disfunção, seus sentimentos diante do sofrimento dos mesmos e a importância de uma abordagem multidisciplinar, pontuando quais os tratamentos utilizados. Vale ressaltar que, na problemática da disfunção temporomandibular, estão envolvidos vários fatores, dentre eles o emocional, citado pela maioria dos entrevistados. Os dados obtidos em relação ao conhecimento dos profissionais e alunos quanto ao atendimento do paciente com disfunção temporomandibular foi considerado adequado; entretanto, mostraram inadequações importantes, como o fato de os profissionais não investigarem melhor o histórico de vida do paciente em seu aspecto psicossocial.<hr/>This paper presents the results of an applied qualitative study with dental students and professionals who work with people suffering from temporomandibular disorder. The aim was to investigate the way that dental practitioners and students perceive patients affected by this disorder, how they feel faced with the patients' suffering, and the importance they assign to a multidisciplinary approach, highlighting the treatments used. It is noteworthy that various factors are involved in the temporomandibular disorder framework, including emotional factors, as cited by the majority of the respondents. The data obtained indicated that the knowledge of the professionals and students related to caring for people with temporomandibular disorders was appropriate, however, important inadequacies were highlighted, such as the fact that professionals do not investigate the life history of the person in their psychosocial context. <![CDATA[<b>Fatores intervenientes à prática do <i>mountain</i> <i>bike</i> junto à natureza</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-166X2013000400009&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Este estudo objetivou analisar fatores motivacionais ligados à adesão e permanência na modalidade mountain bike de um grupo de 29 praticantes, entre amadores e profissionais, com média de idade de 30 anos (considerou-se o desvio-padrão com significância <0,05%). A partir da aplicação de entrevista semiestruturada e da técnica de análise do discurso dos dados coletados, foi possível constatar que os fatores motivacionais que mais influenciam na adesão e permanência pelos praticantes no mountain bike são de natureza intrínseca; além da busca pelo risco, da aventura e de fortes emoções, inclui-se a possibilidade da integração saúde e natureza.<hr/>The aim of this study was to investigate the motivational factors related to adherence and permanence in mountain biking. The subjects were 29 amateur and professional practitioners with a mean age of 30 years. The data analysis considered the standard deviation, with a significance level <0.05%. Using the semi-structured interview technique to collect the data, with discourse analysis, it was possible to affirm that the motivational factors that influence adherence and permanence in mountain biking practitioners are intrinsic factors. These factors go beyond the search for risk, adventure and thrills, including the possibility of integrating health and nature. <![CDATA[<b>Tentando desfazer preconceitos em uma educação emancipatória</b>: <b>o grupo dos remanescentes</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-166X2013000400010&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt The Remnant Group was one of working parties of the project "Phoenix: Challenge in the rebirth of subjective citizenship". The group consisted of young people who integrated a government educational institution, current called assistant philanthropic institution, in which they could not be members after their 18th birthday. Consequently, they had to return to the streets. Participating research was the methodology employed and interventions with these young people aimed at re-signifying their experiences which had been shaken by self-aggressive identifications. Debates tried to de-mystify biases linked to their social condition of poverty. The young people repeated in their activities the danger labels that society imposed upon them. The mediation of the dangerous social class concepts, accusation category and the internalization of social violence was undertaken. They became aware of the necessity of protecting themselves from society and the State apparatus. In our dialogues it was agreed that the manifestation of detailed intimate feelings was not allowed. Different procedures were used and the repeated themes consisted of social violence in its most diverse nuances. The most important difficulty comprised the management of the intensity of the consolidation of social stigmas internalized by the young people to whom were attributed the connotations of dangerousness and evilness.<hr/>O Grupo dos Remanescentes foi uma das frentes de atuação do projeto "Phenix: a ousadia do renascimento da subjetividade cidadã". Era composto por adolescentes que participaram de uma instituição educacional pública, hoje instituição assistencial filantrópica, na qual os adolescentes não poderiam continuar depois que completassem dezoito anos - estavam, portanto, na rua, antes de ingressarem no nosso projeto. A metodologia utilizada foi a da pesquisa participante e as intervenções junto a esses adolescentes tinham como objetivo a ressignificação de vivências atravessadas por identificações autoagressivas. As reflexões buscavam a desmistificação de preconceitos vinculados à sua condição social de pobreza. Em suas práticas, os jovens reiteravam o rótulo de periculosidade que a sociedade lhes impõe. Trabalhou-se com a mediação dos conceitos de classe perigosa, categoria de acusação e internalização da violência social. Foram alertados sobre o quanto legitimavam a necessidade de vigilância da sociedade e do Estado. Nos diálogos, foi mantido o acordo de não permitir a exposição de suas intimidades. Foram utilizados diferentes procedimentos e a temática reiterada era a da violência social em suas diversificadas nuanças. A maior dificuldade foi lidar com a intensidade de cristalização dos estigmas sociais internalizados por esses adolescentes, afetados pelas conotações de periculosidade e malignidade. <![CDATA[<b>A organização do trabalho na era digital</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-166X2013000400011&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Atualmente a organização do trabalho se dá sob certas condições sociais, econômicas e culturais influenciadas pelo excesso de informações e tecnologias próprios da era digital. Para discutir tal situação, o presente artigo, uma revisão crítica, buscou conteúdos em livros e artigos que foram selecionados em razão de apresentarem relação entre organização do trabalho-contemporaneidade e transformações do trabalho/trabalhadores-era digital. A partir disto, objetiva-se discutir algumas características da organização do trabalho na era digital, visivelmente marcadas por aspectos antagônicos e complementares. O trabalho é problematizado em meio a essas características de complexidade, cuja dinâmica engloba, ao mesmo tempo, condições de liberdade e de subserviência. Assim, analisar as mudanças que ocorrem na organização do trabalho a partir dos impactos da era digital pode ser significativo para ampliar a reflexão sobre fatos e acontecimentos que vêm modificando o comportamento de trabalhadores e, em uma instância ampliada, da sociedade na qual ele se insere.<hr/>Currently the organization of work occurs under certain social, economic and cultural conditions influenced by the excess of information and technologies of the digital age. To discuss this situation, the present article, a critical review, searched contents in books and articles that were selected due to the existence of a relationship between the organization of work-contemporaneity and transformations of the work/workers-digital era. From this, the aim is to discuss some characteristics of the organization of work in the digital age, which is visibly marked by antagonistic and complementary aspects. Work is problematized in the middle of these characteristics of complexity, which simultaneously includes conditions of freedom and subservience in the dynamic. Therefore, to analyze the changes that occur in the organization of work from the impacts of the digital era may be significant to broaden the debate on facts and events that change the behavior of the worker and, in an extended way, the society where he/she is inserted. <![CDATA[<b>Aspectos psicológicos e reabilitação profissional</b>: <b>revisão de literatura</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-166X2013000400012&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt As doenças ocupacionais podem gerar prejuízos para a saúde mental dos trabalhadores, o que resulta em incapacidade laboral. A partir dos programas de reabilitação profissional, esses trabalhadores podem voltar a exercer uma atividade laborativa. Este artigo tem como objetivo realizar um levantamento bibliográfico a respeito da reabilitação profissional e dos aspectos psicológicos relacionados. Realizou-se rastreamento nas bases de dados nacionais e internacionais, o que resultou em um total de 70 artigos, posteriormente organizados nas categorias conceitos e políticas de reabilitação profissional, aspectos psicológicos em reabilitação profissional e processos de intervenção em reabilitação profissional. Estudos no campo da reabilitação profissional envolvendo aspectos da saúde mental são recentes, e observou-se um aumento nas publicações a partir da década de 2000. Aponta-se a necessidade da realização de estudos nessa área, a fim de ampliar a produção sobre os aspectos da saúde mental em reabilitação profissional.<hr/>Occupational diseases may cause damage to workers' mental health resulting in the incapacity to work. Through vocational rehabilitation programs these workers can be helped to return to work. This article is a literature review of studies related to vocational rehabilitation of workers suffering from psychological damage. Data were collected from national and international databases, resulting in a total of 70 articles that were organized into the following categories: concepts and policies of vocational rehabilitation, psychological aspects of vocational rehabilitation, and interventions in vocational rehabilitation. Studies in the field of vocational rehabilitation that involve aspects of mental health are recent, with an increase in publications since the 2000s. New studies within this field of knowledge are needed, aiming to increase the production related to mental health aspects in vocational rehabilitation. <![CDATA[<b>Sintomas de depressão e de ansiedade em pacientes com Síndrome Metabólica</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-166X2013000400013&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Depressive symptoms have been associated to the Metabolic Syndrome. Nevertheless, only a few studies have evaluated anxiety and depression concomitantly. The objective of the research was to evaluate the intensity of depressive and anxiety symptoms in patients with Metabolic Syndrome and their relation to demographic variables. A unicenter, transversal study was carried out. A social demographic questionnaire was used. Depressive symptoms were measured with Beck Depression Inventory and anxiety symptoms were measured with Hamilton Anxiety Scale Rate. A total of 103 ambulatory patients, 60 of them men, with mean age 55.4 years (±7,6) with a diagnosis of Metabolic Syndrome were included in the study. Anxiety symptoms of very severe intensity were present in 51.5% (n=53) while severe depressive symptoms in only 5.8% (n=6). Anxiety and depressive symptoms were significantly associated. In this sample, anxiety predominated in relation to the depressive symptoms. The anxiety symptoms were more intense in women and that had low level of education.<hr/>Os sintomas depressivos têm sido associados à Síndrome Metabólica. No entanto, poucos estudos avaliam simultaneamente ansiedade e depressão nessa população. A pesquisa teve por objetivo avaliar a intensidade de sintomas depressivos e de ansiedade em pacientes com Síndrome Metabólica, correlacionando-a com variáveis sociodemográficas. Configurou um estudo transversal e unicêntrico. Utilizou-se questionário sociodemográfico, Inventário de Depressão de Beck e Escala de Ansiedade de Hamilton. Participaram 103 pacientes ambulatoriais que apresentaram critérios médicos para a Síndrome Metabólica, selecionados consecutivamente. A idade média foi de 55,37 anos (±7,62), sendo 60 homens. Os sintomas de ansiedade de gravíssima intensidade estiveram presentes em 51,5% pacientes (n=53), enquanto os sintomas depressivos graves estiveram presentes em 5,8% (n=6). Houve correlação positiva e expressiva entre as escalas de depressão e de ansiedade. Concluiu-se que, nesta amostra, os sintomas ansiosos de intensidade grave foram predominantes em relação aos sintomas depressivos, sobretudo entre as mulheres e entre indivíduos com baixa escolaridade. <![CDATA[<b>Produções discursivas sobre o trabalho em equipe no contexto da reforma psiquiátrica</b>: <b>um estudo com trabalhadores de Centros de Atenção Psicossocial</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-166X2013000400014&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt O artigo objetiva analisar as produções discursivas de trabalhadores de Centros de Atenção Psicossocial sobre o processo de atuação em equipe. Adota-se como abordagem teórico-metodológica a Psicologia Social Discursiva, uma abordagem construcionista no contexto da Psicologia Social. A opção por centrar os estudos nos trabalhadores em saúde mental deve-se ao fato de que, no Brasil, esses profissionais foram os precursores do movimento de Reforma Psiquiátrica. A pesquisa, de natureza qualitativa, contemplou 14 entrevistas semiestruturadas com profissionais de dois Centros de Atenção Psicossocial da cidade de Recife (PE). Delimitação de lugares, diluição de saberes e necessidade de formação profissional foram sentenças recorrentes durante as entrevistas. As falas aqui analisadas revelam equipes que se encontram permeadas por conflitos, tensões e possibilidades de construção de suas práticas profissionais. Tais falas apontam para a necessidade de dar visibilidade e fomentar discussões sobre as referidas práticas.<hr/>This article aims to analyze the discursive productions of workers from the Psychosocial Care Centers about the process of team work. Adopts as theoretical approach the Discursive Social Psychology, a constructionist approach within the social psychology. The decision to focus our studies on professionals in mental health due to the fact that, in Brazil, these workers were the precursors of the Psychiatric Reform movement. Our research, qualitative, included 14 semi-structured survey with professionals from the Psychosocial Care Centers in the city of Recife (Pernambuco). Delimitation of seats, dilution of knowledge and need for training, these sentences were recurrent during the interviews. The reports reviewed here show teams that are permeated by conflicts, tensions and possibilities of construction of their professional practices. Such statements show the need of visualization and discussion of those practices. <![CDATA[<b>Apoio social a pacientes coronarianos</b>: <b>efeitos de intervenção comportamental com um familiar</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-166X2013000400015&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt O estudo teve por objetivo aplicar um procedimento de intervenção comportamental em cuidadores de pacientes coronarianos e verificar seus efeitos mediante a percepção do paciente sobre a disponibilidade e satisfação com o apoio social antes (Linha de Base), imediatamente (Momento 2) e três meses após intervenção específica (Momento 3). Uma entrevista semiestruturada e uma escala validada para avaliar o suporte social foram utilizados em três pacientes com diagnóstico de angina instável. As intervenções com os três cuidadores consistiram de quatro sessões semanais, em que técnicas de reforçamento diferencial e automonitoramento foram as principais estratégias comportamentais utilizadas. Os resultados mostraram que, após a intervenção, houve um aumento dos escores dessa variável para os três pacientes (p≤0,05), se comparados à linha de base. Os resultados indicaram a possibilidade de aplicação de técnicas comportamentais para melhorar o apoio social de cuidadores a pacientes coronarianos.<hr/>This study aimed to apply a behavioral intervention procedure for the caregivers of coronary heart disease patients, and to verify its effects through the patient's perception regarding the availability and satisfaction with the social support received before (baseline), immediately after, and three months after the specific intervention. A semi-structured interview and a validated scale to evaluate social support were used with three patients with unstable angina. The interventions with the three caregivers consisted of four weekly sessions in which differential reinforcement and self-monitoring techniques were the primary behavioral strategies used. The results evidenced an increase in the scores for this variable for all three patients after the intervention, compared to the baseline (p≤0.05). The results verified the possibility of applying behavioral techniques to improve caregiver social support for coronary patients. <![CDATA[<b>A relação mãe-criança durante o atendimento odontológico</b>: <b>contribuições da análise do comportamento</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-166X2013000400016&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt O presente artigo visou analisar a interação entre mães e crianças durante o atendimento odontológico. Participaram cinco pacientes (idade entre 2 e 7 anos) com seus acompanhantes. Os atendimentos foram filmados e observadores registraram os comportamentos infantis e maternos. Dentre os dados quantitativos, houve maior índice de não colaboração associado ao menor índice de interação materna. A análise qualitativa dos dados, feita pela análise funcional, indicou que as mães podem exercer função de estímulos antecedentes e consequentes para o comportamento infantil no atendimento odontológico e podem exercer função de variável histórica pela modelagem de comportamentos de autocontrole e de seguir regras. Analisando as contingências, é possível prever e controlar o comportamento. Pais podem ser instruídos e treinados para agirem de forma mais adequada durante o atendimento odontológico, em benefício da saúde de seu filho.<hr/>This article intended to analyze the interaction between mother's and children's behaviors during dental care. The subjects were 5 dental patients (aged between 2 and 7 years) with their mothers. Dental sessions were videotaped, observers recorded child's and dentist's behavior. Quantitative analysis showed the higher rates of non-cooperation associated to the least interactive mother. Qualitative analysis, through functional analysis, indicated that the mothers might play a role as antecedents and as consequences for children's behavior in dental care; also, they can exert the function of historical variable by training self-controlled and rule-following behavior. Analyzing the contingencies, it is possible to predict and control behavior. Parents can be instructed and trained to conduct themselves more properly for the benefit of their child's health. <![CDATA[<b>Juventude e projetos vitais na sociedade contemporânea</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-166X2013000400017&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt O presente artigo visou analisar a interação entre mães e crianças durante o atendimento odontológico. Participaram cinco pacientes (idade entre 2 e 7 anos) com seus acompanhantes. Os atendimentos foram filmados e observadores registraram os comportamentos infantis e maternos. Dentre os dados quantitativos, houve maior índice de não colaboração associado ao menor índice de interação materna. A análise qualitativa dos dados, feita pela análise funcional, indicou que as mães podem exercer função de estímulos antecedentes e consequentes para o comportamento infantil no atendimento odontológico e podem exercer função de variável histórica pela modelagem de comportamentos de autocontrole e de seguir regras. Analisando as contingências, é possível prever e controlar o comportamento. Pais podem ser instruídos e treinados para agirem de forma mais adequada durante o atendimento odontológico, em benefício da saúde de seu filho.<hr/>This article intended to analyze the interaction between mother's and children's behaviors during dental care. The subjects were 5 dental patients (aged between 2 and 7 years) with their mothers. Dental sessions were videotaped, observers recorded child's and dentist's behavior. Quantitative analysis showed the higher rates of non-cooperation associated to the least interactive mother. Qualitative analysis, through functional analysis, indicated that the mothers might play a role as antecedents and as consequences for children's behavior in dental care; also, they can exert the function of historical variable by training self-controlled and rule-following behavior. Analyzing the contingencies, it is possible to predict and control behavior. Parents can be instructed and trained to conduct themselves more properly for the benefit of their child's health.