Scielo RSS <![CDATA[Estudos de Psicologia (Campinas)]]> http://www.scielo.br/rss.php?pid=0103-166X20140003&lang=pt vol. 31 num. 3 lang. pt <![CDATA[SciELO Logo]]> http://www.scielo.br/img/en/fbpelogp.gif http://www.scielo.br <![CDATA[<b>Evidências de validade da Escala de Avaliação do Relacionamento</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-166X2014000300001&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Este estudo, de caráter exploratório e confirmatório, buscou evidências de validade para a Escala de Avaliação do Relacionamento de Hendrick. No primeiro estudo, participaram 201 pessoas de ambos os sexos que coabitavam com seus parceiros na cidade de João Pessoa, Paraíba. A análise fatorial exploratória para componentes principais dos escores da escala extraiu solução inicial com um fator responsável pela explicação de 61% da variância total e com coeficiente alfa de 0,89. No segundo estudo, participaram 538 pessoas envolvidas em diversos tipos de relacionamentos amorosos da cidade de Porto Alegre, Rio Grande do Sul. Uma análise fatorial confirmatória (GFI = 0,97, razão CMIN/DF = 3,62) indicou a adequação do modelo. Análises das relações dessa escala com outras medidas de satisfação no relacionamento revelaram correlações estatísticas significativas que variaram de moderadas altas a fortes. Esses resultados evidenciaram a validade fatorial, convergente e consistência interna para escores oriundos de diferentes culturas.<hr/>This exploratory and confirmatory study sought evidence for the validity of the Relationship Assessment Scale of Hendrick. A total of 201 people of both sexes that lived with their partners in the city of João Pessoa, Paraíba, participated in the first study. The exploratory factor analysis for the principal components of the scale scores extracted an initial solution with one factor responsible for explaining 61% of the total variance and a coefficient alpha of 0.89. A total of 538 people involved in different types of affective relationships from Porto Alegre, Rio Grande do Sul, participated in the second study. The confirmatory factor analysis (GFI = 0.97, CMIN/DF ratio = 3.62) indicated the appropriateness of the model. Analysis of the correlations of this scale with other measures of relationship satisfaction revealed statistically significant correlations, which ranged from high-moderate to high. These findings showed factorial validity, convergent and internal consistency for scores from different cultures. <![CDATA[<b>Rorschach e sofrimento psíquico grave</b>: <b>funcionamento psíquico nas primeiras crises psicóticas</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-166X2014000300002&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Trata-se de um estudo sobre a estrutura e a dinâmica de personalidade de pessoas em primeira crise do tipo psicótica, questionando criticamente as práticas tradicionais da intervenção precoce. Dez clientes atendidos na esfera individual e familiar pelo Grupo de Intervenção Precoce nas Primeiras Crises do Tipo Psicótico foram submetidos ao método de Rorschach no Sistema Compreensivo. Dados foram comparados com estatísticas descritivas de pacientes esquizofrênicos e adultos não pacientes; a análise enfocou os índices de transtorno do pensamento, traços depressivos, inabilidade social e um grupo de variáveis de relevância específica da população estudada. Resultados indicam que pessoas em primeiras crises do tipo psicótico não possuem traços significativos de transtorno de pensamento. Têm percepções acuradas e incomuns da realidade, sobrecarga afetiva e diminuídas habilidades sociais e dispõem de recursos cognitivos e afetivos para enfrentamento a serem aprimorados. A intervenção precoce nas psicoses pode embasar suas práticas nas características específicas dessa população.<hr/>This is a study about structure and dynamics of the personality of 10 clients in first psychotic-like crises, critically questioning traditional practices in early intervention. Ten clients under individual and family treatment in Grupo de Intervenção Precoce nas Primeiras Crises do Tipo Psicótico were assessed with the Rorschach Inkblot Method in Comprehensive System. Data were compared with international descriptive statistics of schizophrenic inpatients and nonpatient adults, analysis focused the following indexes: Perceptive-thinking, depression, coping and a group of specifically relevant variables for the studied population. Results indicate that individuals in first psychotic-like crises do not have moderate signs of thinking disorder, but accurate and unusual perceptions; affective overload; and diminished social abilities. Such individuals have cognitive and affective resources to be improved. Early intervention in psychosis may adapt practices on the specific characteristics of this population. <![CDATA[<b>Personalidade</b>: <b>estudo comparativo entre dois instrumentos de avaliação</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-166X2014000300003&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Com o objetivo de verificar convergências entre dois modelos de avaliação da personalidade, a Escala Fatorial de Socialização e o Inventário Fatorial de Personalidade foram aplicados em 71 participantes (43 femininos/28 masculinos) com idades entre 18 e 31 anos (M = 21,11 anos, DP = 4,28), escolaridade correspondente ao Ensino Médio (n = 28) e Ensino Superior (n = 43). Os resultados demonstraram que o fator 1 da Escala Fatorial de Socialização, Amabilidade, correlacionou-se significativamente e de forma positiva com oito necessidades avaliadas pelo Inventário Fatorial de Personalidade (Assistência, Intracepção, Afago, Deferência, Afiliação, Ordem, Persistência e Mudança). Os demais fatores (Pró-Sociabilidade e Confiança) não se relacionaram significativamente com nenhuma das necessidades avaliadas pelo Inventário Fatorial de Personalidade. Diferenças significativas devido ao sexo foram encontradas em relação às necessidades de intracepção, deferência e autonomia no Inventário Fatorial de Personalidade e amabilidade na Escala Fatorial de Socialização, e nenhuma diferença foi encontrada em relação à idade. Estudos que avaliem os demais fatores do Modelo dos Cinco Grandes Fatores de Personalidade são recomendados, assim como maior amplitude etária da amostra.<hr/>With the aim to verify convergence between two models of personality assessment, the Agreeableness Scale and the Factor Personality Inventory were applied in 71 participants (43 female/28 male) aged between 18 and 31 years (M = 21.11 years, SD = 4.28), with high school (n = 28) and university grade (n = 43). The first factor of the Agreeableness Scale, cordiality, correlated significantly and positively with eight needs assessed by Factor Personality Inventory (Assistance, Intraception, Cuddling, Deference, Affiliation, Order, Permanence and Change). Other factors (pro-sociability and trust in people) did not correlate significantly with any of the needs assessed by the Factor Personality Inventory. Significant differences due to gender were found in relation to the needs intraception, deference and autonomy in the Factor Personality Inventory and cordiality in Agreeableness Scale, and in relation to age of participants differences no were found. Studies evaluating the remaining factors of the Big Five Personality Model are recommended, as well as greater age range of the sample. <![CDATA[<b>A ilusão da máscara côncava observada monocularmente em uma caixa</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-166X2014000300004&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Under monocular conditions, 40 students observed the reverse of polychrome and monochrome masks and judged them to be concave, convex or flat. The mask was presented upright and illuminated from above, below, right and left and in the upside down position illuminated from below. The magnitude of the perceived depth or relief was estimated using a retractable tape measure. Regardless of color, lighting and orientation, the majority of responses indicated that the hollow masks were perceived to be convex. No significant differences were observed between the depth or convexity of the metric magnitudes and scalar magnitudes of the concave masks in relation to variations in the light source direction, color, and position. The illusory depth, seeing the concave mask as convex, is a robust phenomenon that suggests the predominant role of higher-order processes over the low-order processes in visual face perception.<hr/>Em condição de observação monocular, 40 estudantes universitários julgaram como côncavo, plano ou convexo os reversos de uma máscara monocromada e de uma policromada, iluminados por cima, por baixo, pela direita e pela esquerda, na posição vertical, e na posição invertida com iluminação por baixo. A magnitude da profundidade percebida foi estimada por meio de uma trena retrátil. Independentemente da cor, da iluminação e da orientação das máscaras, a maioria das respostas indicou que os reversos das máscaras foram percebidos como convexos. Não foram observadas diferenças significativas entre as magnitudes escalares e métricas de profundidade ou relevo das máscaras côncavas em relação às variações da direção da fonte de iluminação, cor e posição. A máscara côncava percebida ilusoriamente como convexa é um fenômeno robusto que sugere atuação predominante de processos de alta ordem sobre os processos de baixa ordem na percepção visual de faces. <![CDATA[<b>Relação entre <i>bullying</i> e sintomas depressivos em estudantes do ensino fundamental</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-166X2014000300005&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Considerável atenção da ciência vem sendo dada ao impacto negativo do bullying, contudo poucos estudos investigaram especificamente as consequências do bullying de acordo com os tipos de envolvimento (alvo, autor, alvo/autor). O presente estudo examinou a relação entre tipos de bullying e sintomas depressivos. Responderam a um questionário brasileiro sobre violência escolar (Escala de Violência Escolar - Versão Estudantes) 348 estudantes - 53,4% do sexo feminino - do 6º ao 9º ano, em média com 13,3 anos (DP = 1,3). Segundo regressão logística não linear, os alunos alvos e autores de bullying apresentaram 5 vezes mais chance de ter sintomas depressivos do que os outros estudantes. Sexo, idade, ter sido reprovado, ser exclusivamente vítima não foram variáveis significativas para predizer depressão quando consideradas conjuntamente. Esses resultados são similares a pesquisas internacionais que apontaram o fato de alvos/autores (simultaneamente) de bullying terem mais problemas emocionais do que alvos e autores. Enfatizam, também, a necessidade de pesquisas futuras considerarem a especificidade dos estudantes que são alvos/autores.<hr/>Considerable attention has been given by science to the negative impact of bullying, however, few studies have specifically investigated bullying consequences according to the type of bullying involvement (victim, bully, bully/victim). The present study examined the relationship between the type of bullying involvement and depressive symptoms. A group of 348 students, 53.4% female, from 6-9thgrade, with a mean age of 13.3 years (SD = 1.3) answered a Brazilian School Violence Scale (Escala de Violência Escolar - Versão Estudantes). Utilizing a logistic non-linear regression analysis, bully/victim students displayed a 5 times greater chance of having depressive symptoms than the other students. Gender, age, school failure, and being exclusively a victim were not significant variables for predicting depression when considered together. These results are similar to international studies, which also indicate that bullies/victims have more emotional problems than victims and bullies per se. These findings emphasize the need to further investigate the specificity of students who are bullies/victims. <![CDATA[<b>Desempenho operatório de crianças com queixas de desatenção e hiperatividade em jogos eletrônicos baseados em provas Piagetianas</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-166X2014000300006&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Realizou-se uma avaliação operatória em contexto virtual de 16 crianças entre sete e 10 anos com queixas de desatenção e hiperatividade por meio dos jogos eletrônicos "Zona Trash 3" e "Protocolos", construídos a partir de provas Piagetianas clássicas. Solicitou-se às pedagogas de uma escola pública que indicassem crianças com indícios de dificuldades de atenção e/ou hiperatividade. Os professores das crianças indicadas responderam à Escala de Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade, e foram incluídas como participantes da pesquisa apenas as crianças que obtiveram os maiores escores na referida escala. Quase a totalidade dos participantes conseguiu chegar ao final dos dois jogos. Observou-se maior dificuldade no jogo "Protocolos", que avalia a lógica combinatória e que, em geral, exige maior paciência e concentração dos participantes. Dessa maneira, os jogos de regras eletrônicos "Protocolos" e "Zona Trash 3" apresentam-se como bons instrumentos para a avaliação das noções operatórias de lógica combinatória e raciocínio espacial em crianças que apresentam indícios de transtorno de déficit de atenção e hiperatividade.<hr/>An operative evaluation was conducted in the virtual context of 16 children between seven and 10 years with inattention and hyperactivity symptoms by means of the electronic games "Trash Zone 3" and "Protocols", constructed from classic Piagetian tasks. Educators of a public school were asked to indicate children with signs of attention difficulties and/or hyperactivity. The teachers of these children responded to the Attention Deficit Disorder with Hyperactivity Scale and only the children who obtained the highest scores in this scale were included as participants in this study. Almost all participants made it to the final in the two games. This was more difficult in the "Protocols" game, which evaluates the combinational logic and, in general, requires more patience and concentration from participants. Thus, the electronic games of rules "Protocols" and "Trash Zone 3" were good instruments for the assessment of operative notions of combinational logic and spatial reasoning in children who exhibit signs of Attention Deficit Disorder with Hyperactivity. <![CDATA[<b>O sentido da maternidade e da infertilidade</b>: <b>um discurso singular</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-166X2014000300007&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt A infertilidade é definida como ausência da concepção após 12 meses de atividade sexual sem uso de contraceptivos. Sua prevalência na população varia entre os diferentes países: entre um mínimo de 5% e um máximo de 30% de todos os casais. As técnicas empregadas para o tratamento da infertilidade são conhecidas como "reprodução assistida". A realização do presente trabalho teve como objetivo principal investigar, nas mulheres entrevistadas, os aspectos inconscientes do desejo singular pela maternidade e a dificuldade do feminino em lidar com a impossibilidade de gerar um filho. A amostra foi composta por 200 mulheres que estavam sendo submetidas a tratamentos de reprodução humana assistida. Foram realizadas quatro entrevistas com cada participante, e os aspectos inconscientes foram analisados a partir de cada um dos discursos, que foram analisados e interpretados numa visão biopsicossocial, com ênfase, entretanto, no pensamento psicanalítico. A análise dos discursos foi realizada através da confrontação dos dados e supostos teóricos; a pesquisa segue, dessa maneira, uma metodologia quali-quantitativa.<hr/>In the literature infertility is defined as the absence of conception after 12 months of sexual activity without contraceptive use. Its prevalence in the population varies among different countries, from a minimum of 5% to a maximum of 30% of all couples. Considering the physical and psychic suffering of women who undergo reproduction treatments, the main aim of this study was to investigate the unconscious aspects of the singular desire for maternity and the difficulty in coping with the impossibility of creating a child. There was a subversion of the body, where "Another" body appears in enigmatic form in their statements. It is here that the desire is installed. Individual interviews were carried out, from which the manifest unconscious aspects contained within the statements of these women were studied and analyzed from a biopsychosocial perspective, attributing greater relevance to the contributions of psychoanalysis. <![CDATA[<b>Aconselhamento em saúde</b>: <b>fatores terapêuticos em grupo de apoio psicológico para transtornos alimentares</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-166X2014000300008&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Este estudo teve como objetivo identificar fatores terapêuticos em um grupo de apoio para pacientes com transtornos alimentares (anorexia e bulimia). O grupo de apoio psicológico é parte da estratégia de assistência oferecida por um serviço especializado em saúde. Duas sessões, com um total de 10 participantes, foram audiogravadas e transcritas na íntegra. A análise de conteúdo temática evidenciou que, ao reconhecerem na experiência alheia aspectos semelhantes aos seus próprios problemas, os participantes puderam se identificar uns com os outros e construir um espaço homogeneizado pela normalização das dificuldades. Além disso, os participantes mencionaram que o grupo promove esperança, conforto e bem-estar a partir do compartilhamento de experiências vitais. Desse modo, universalidade e instilação de esperança foram os principais fatores terapêuticos de apoio ativados nas sessões grupais, contribuindo para potencializar processos de mudança em uma perspectiva ampliada de saúde.<hr/>This study aimed to identify therapeutic factors in a support group for patients with eating disorders (anorexia and bulimia). Psychological support groups compose part of the strategy of assistance offered by a specialized health service. Two group sessions with 10 participants were audio recorded and transcribed in full. Thematic content analysis showed that, the participants recognized similar aspects of their own problems in the experience of others, and could identify with each other and construct a space homogenized by standardization of the difficulties. In addition, the participants mentioned that the group promotes hope, comfort and well-being through the sharing of life experiences. Thus, universality and instillation of hope were the main therapeutic factors activated in the group sessions, helping to improve the process of change in a broad perspective of health. <![CDATA[<b>A prática grupal e o discurso sobre a ética em documentos oficiais</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-166X2014000300009&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Os profissionais envolvidos na prática grupal enfrentam desafios éticos característicos do contexto grupal. Buscando contribuir para a reflexão sobre o discurso ético nas práticas grupais, esse artigo tem por objetivo compreender de que forma as normatizações éticas de organizações voltadas à prática grupal descrevem e propõem a ética em grupo. Metodologicamente, realizamos uma análise crítica dos principais temas presentes nos documentos da American Group Psychotherapy Association, International Association for Group Psychotherapy and Group Processes e Association of Specialists in Group Work. A análise identificou: a) princípios de bioética principialista em todos os documentos; b) diferentes descrições de grupo, coordenador e participante; e c) ênfase ética no terapeuta como profissional, mais do que na prática grupal. A análise realizada sugere que os documentos buscam contribuir com a institucionalização da profissão e respondem a uma demanda social por responsabilização pela prática profissional.<hr/>Professionals involved with group work face ethical challenges specific to the group context. Seeking to contribute to an ethical discourse in group work, this article aims to understand how the ethical norms of group work organizations define group ethics. Methodologically, we conducted a critical analysis of the major themes found in ethical documents of the American Group Psychotherapy Association, the International Association for Group Psychotherapy and Group Processes, and the Association of Specialists in Group Work. The analysis identified: a) principles of bioethics principlism in all documents, b) different descriptions of group work, the group leader and the participant, and c) an emphasis on ethics for the therapist as a professional, rather than for group work. The analysis suggests that the documents seek to contribute to the institutionalization of the profession and meet a social demand for accountability of the professional practice. <![CDATA[<b>Representação social da psicologia e do psicólogo na sala de espera de uma clínica-escola</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-166X2014000300010&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Este artigo aborda questões referentes à representação social da Psicologia e do psicólogo, especificamente, em relação aos usuários que se encontravam na sala de espera da clínica-escola do Centro Universitário Franciscano, Rio Grande do Sul, Brasil. Para a coleta de dados, foram utilizados como instrumento questionários que objetivam o conhecimento de opiniões, crenças, sentimentos, interesses e expectativas. Os questionários foram submetidos à análise de conteúdo. Os resultados apontam que há dificuldades em se estabelecerem diferenças entre a Psicologia e o psicólogo, descrevendo ambos como tendo uma função assistencialista, que ajuda e entende os problemas de ordem psicológica. Além disso, foi demonstrado o reconhecimento do trabalho realizado pelos estagiários de Psicologia, o que o evidencia como uma verdadeira prática de ensino-aprendizagem.<hr/>This article is a result of a qualitative study the approach of which deals with issues that refer to the social representation of Psychology and the psychologist, specifically related to the users who were encountered in the waiting room of the teaching-clinic of the Centro Universitário Franciscano, Rio Grande do Sul, Brazil. A questionnaire was used for data collection, with the aim of investigating the opinions, beliefs, feelings, interests, and expectations of these subjects. The responses were analyzed using content analysis as the framework. The results showed that there were difficulties in establishing differences between Psychology and the psychologist, as they are both described as having a care function to help and understand psychological issues. Furthermore, recognition of the work of Psychology trainees was highlighted, emphasizing this practice as a true teaching-learning practice. <![CDATA[<b>Alimentação, cuidado em saúde e parentesco durante o primeiro ano de vida</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-166X2014000300011&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt This paper reports a study of how babies are fed during their first year of life as practiced by families living in a low-income neighborhood of Salvador, Bahia, Brazil and served by the state's Family Health Program. Two families were followed up over a year using the Bick method for the observation of mother-infant relationships. The results showed that although the families appreciated the recommendations of health professionals regarding the need to practice exclusive breastfeeding until the child reached six months, in practice during their first few weeks of life the babies were started on complementary food in addition to breast milk. The mothers made decisions regarding feeding the babies taking into consideration the following: The opinions of a selection of relatives; food availability; ideas about what is suitable for the developing baby; and finally, their observations of the child's responses. The results show that food is part of the mutually imbricated processes of the social construction of the person and the constitution of kinship ties. The conclusion reflects on the implications of these findings for health practices.<hr/>Realizou-se um estudo sobre a alimentação durante o primeiro ano de vida em famílias que moram em um bairro de baixa renda em Salvador atendido pelo Programa de Saúde da Família. Participaram duas famílias que foram acompanhadas ao longo de um ano. Os dados foram coletados utilizando o método Bick de observação da relação mãe-bebê. A análise dos relatos das visitas teve como referência a técnica de análise de conteúdo. Os resultados evidenciam que, embora as famílias valorizem as prescrições de profissionais de saúde sobre a prática do aleitamento materno exclusivo até os seis meses, desde as primeiras semanas os bebês recebem alimentos em forma complementar ao leite materno. As decisões sobre a alimentação são tomadas pelas mães, considerando: opiniões de vários parentes, disponibilidade de alimentos, idéias sobre o que é adequado para o desenvolvimento do bebê, assim como a observação das respostas da criança. Mostra-se que a alimentação faz parte do processo de construção social da pessoa e dos laços de parentesco. Finalmente são tecidas reflexões sobre as implicações destes resultados para as práticas de saúde. <![CDATA[<b>A morte inscrita no tempo</b>: <b>breves apontamentos sobre a morte e o morrer no Ocidente</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-166X2014000300012&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt This literature review deals with death and the changes in its concept and meanings over time, aiming to relate this to the different social organizations and issues that involve individuality and human finitude. It intends to arouse the reflection about this theme respected by all of us, and related to our own contingency. In this sense, the article provides several perspectives through different authors' voices, seeking to understand how we arrived at this contemporary stage where death must be forgotten at any cost. It is a forbidden subject even inevitably being part of our daily lives, and its guardians must increasingly insure the non-participation and non-involvement of the people. Therefore, understanding the past stages of death, from its proximity to its banishment from the social life, is a necessary condition to analyzing our own end, and the end of our own individuality.<hr/>Esta revisão de literatura trata da morte e das transformações em seu conteúdo e significado ao longo dos tempos, e tem como objetivo relacioná-la às diferentes organizações sociais e às questões que envolvem a individualidade e a finitude humanas. Incita à reflexão acerca de um tema tão caro a todos nós, qual seja, a nossa própria contingência. Nesse sentido, traz perspectivas na voz de diferentes autores, buscando compreender como chegamos à condição contemporânea em que a morte deve ser olvidada a qualquer preço. É assunto interdito, mesmo que inevitavelmente presente na vida cotidiana, cuja blindagem deve assegurar, cada vez mais, a não participação dos indivíduos, o não envolvimento. Destarte, compreender os caminhos percorridos pela morte, da proximidade ao seu banimento da vida social, é condição necessária à análise de nosso próprio fim, de nossa própria individualidade.