Scielo RSS <![CDATA[Trabalhos em Linguística Aplicada]]> http://www.scielo.br/rss.php?pid=0103-181320160001&lang=pt vol. 55 num. 1 lang. pt <![CDATA[SciELO Logo]]> http://www.scielo.br/img/en/fbpelogp.gif http://www.scielo.br <![CDATA[Apresentação]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-18132016000100001&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt <![CDATA[POR CAUSA DA REDONDILHA: AGÊNCIA E AUTORIA EM UM GÊNERO POÉTICO]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-18132016000100009&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt RESUMO A escrita de poemas sempre teve um lugar na escola, principalmente com alunos e professores selecionados em concursos e festividades. Dessa forma, criou-se a representação de poema como excepcionalidade carregada de certa emoção. Nesse "contrato", ao trazer textos de variadas épocas e subgêneros, encontrava-se resistência, porque o enunciado apresentado aos alunos não se assemelhava às imagens já estabelecidas (MICHELETTI, 2000). Estudos recentes, no entanto, apontam a leitura e produção de poemas em novas chaves (NOGUEIRA, 2008; COSSOM, 2006), o que nos levou, neste artigo, à análise dessas propostas de mudança de lugar discursivo para o aluno e para o professor no momento da produção e circulação dos poemas rompendo com o modo de representação tradicional. Ao propor a elaboração de um poema, cujo tema era "a infância em redondilhas", estabeleceu-se como objetivo a agência (BAZERMAN, 2006) em todas as etapas da escrita, posicionando o professor como um editor-orientador do poeta-aluno. A aplicação foi feita durante o primeiro e segundo semestres de 2008, 2009 e 2010 no 5º período de Língua Portuguesa - Estilística, em Letras - Tradutor e Intérprete. As estratégias adotadas foram as da sequência didática (SCHNEWULY, DOLZ, 2004). As interações aconteceram em sala de aula e, posteriormente, de acordo com o ritmo e necessidade de cada um, por e-mail para facilitar o registro das diversas etapas e o desenvolvimento de uma reflexão sobre o fazer autoral, as dificuldades e as soluções na busca da "obra prima" (JOLIBERT, 1994). O que se configurou, em cada um dos grupos, foram diferentes soluções, que ratificam a emergência de estratégias para cada atividade de escrita, promovendo, para o professor, novos lugares. Busca-se assim, na análise dessa aplicação, compreender como esses novos papéis contribuem para o aprendizado autoral dentro da concepção de poema como gênero poético (BARBOSA, 2001, PADILHA, 2011).<hr/>ABSTRACT The writing of poems has always had a place in school, mainly with students and teachers selected for competitions and festivities. In this context, the poem is a representation of specialness carried of emotions, and any other kind of poem, of varied periods and subgenres, would be reject, because the conception of the students differs from the one present in the text in front of them (MICHELETTI, 2000). Recent studies, however, indicate new possibilities for reading and production of poems at school (NOGUEIRA, 2008; COSSOM, 2006), which led us, in this article, to the analysis of these changes, new and different discursive positions, for the student and the teacher in the process of production and circulation of poems. In proposing the elaboration of a poem, whose theme was "childhood in redondilhas," it was stablished as an objective, the concept of "agency" (BAZERMAN, 2006) at all stages of writing, positioning the teacher as an editor-advisor for a poet-student. The activities were applied during the first and second semesters of 2008, 2009 and 2010 in the fifth period of Stylistics, in Translator and Interpreter Undergraduation Course. The strategies adopted were those of Didactic Sequence (SCHNEWULY, DOLZ, 2004). The interactions took place in the classroom and, subsequently, in accordance with the timing and needs of the student, by email, that also facilitated the registration of the various stages and the development of a reflection on the production, the difficulties and the solutions in the pursuit of "masterpiece" (JOLIBERT, 1994). Each group obtained different solutions that confirm the emergence of strategies for each activity of writing, promoting, to the professor, new places. The analysis of these activities is a way of understanding how these roles contribute to the learning of the authorship within the conception of poem as poetic genre (BARBOSA, 2001, PADILHA, 2011). <![CDATA[RECEITA PARA SE TORNAR UM "TRANSEXUAL VERDADEIRO": DISCURSO, INTERAÇÃO E (DES)IDENTIFICAÇÃO NO PROCESSO TRANSEXUALIZADOR]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-18132016000100033&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt RESUMO Com base em uma abordagem foucaultiana à análise do discurso e uma análise interacional de inspiração goffmaniana, este artigo investiga as micro-dinâmicas pelas quais sistemas de conhecimento que patologizam a transexualidade como uma enfermidade mental são incorporados nas ações de profissionais de saúde e usuários/as transexuais do Sistema Único de Saúde. A partir de um trabalho de campo etnográfico de 13 meses, investiga-se um dos serviços de referência no Processo Transexualizador no SUS. O artigo discute como esses discursos biomédicos disponibilizam recursos semióticos para a identificação de "transexuais verdadeiros", solidificando um modelo metapragmático de identidade. A análise focaliza trajetórias de socialização (WORTHAM, 2006) durante as quais uma usuária nova da clínica paulatinamente aprendeu a entextualizar (SILVERSTEIN E URBAN, 1996) o modelo do "transexual verdadeiro", tornando-se, assim, um corpo dócil (FOUCAULT, 1975/2011) para os propósitos do Processo Transexualizador. Esse aprendizado se deu intertextualmente pela organização sequencial de turnos-de-fala e, sobretudo, no par pergunta-resposta através dos quais a psicóloga oferece a sua interlocutora os itens semióticos para a construção de uma performance que satisfaça as demandas diagnósticas do cuidado em saúde trans-específico.<hr/>ABSTRACT Grounded in a Foucauldian genealogical approach to discourse analysis and in Goffmanian-inspired interactional analysis, this paper investigates how knowledge systems that pathologize transsexuality as a mental disorder get gradually embodied in consultations at a Brazilian gender identity clinic. The research draws upon 13-month ethnographic fieldwork at one of the Brazilian gender clinics. It analyses how biomedical discourses make available semiotic resources for the identification of "true transsexuals", solidifying, thus, a metapragmatic model of identity. The analyses focus on socialization trajectories (WORTHAM, 2006) during which a new transsexual client of the clinic gradually learned how to entextualize (SILVERSTEIN AND URBAN, 1996) the identity model of "true transsexual" and, thus, gradually became a docile body for the purposes of the clinic. This learning dynamics took place in the sequential organization of turns-at-talk and, above all, in the question-answer adjacency pair in which a psychologist offered her interlocutor semiotic items for the construction of a performance that fulfills the requirements of the Brazilian trans-specific healthcare program. <![CDATA[SAÍMOS DO CINEMA DE ALMA LAVADA: MULTILETRAMENTOS E TRABALHO INTERDISCIPLINAR NA PRODUÇÃO DE CURTAS DE ACESSIBILIDADE MIDIÁTICA]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-18132016000100077&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt RESUMO Poucas têm sido as oportunidades que o professor de educação básica tem tido para trabalhar em conjunto com seus pares de forma interdisciplinar, produzir conhecimento (e não apenas reproduzi-lo) e usar tecnologias de informação e comunicação. Esse tipo de trabalho só é possível em comunidades de prática. O objetivo deste trabalho é discutir como um projeto coletivo, com um fim específico, pode mobilizar professores que precisam trabalhar em pares, desenvolver seus multiletramentos e construir identidades. Apresentamos, para a análise de dados deste artigo, resultados obtidos com o Projeto Curta Capilé, desenvolvido no ano de 2014 pela Secretaria Municipal de Educação de São Leopoldo - RS, que envolveu 24 professores de diferentes áreas de onze escolas da rede municipal. Esse projeto visava qualificar professores para o uso de tecnologias e para o trabalho interdisciplinar, de modo que produzissem curtas-metragens , usando tecnologias que promovem a acessibilidade midiática. Os resultados apontam para várias reflexões sobre o caráter social da aprendizagem e sobre o modo como ela pode ser significativa tanto para professores quanto para alunos. Com o engajamento mútuo de todos os participantes, os curtas-metragens, quando desenvolvidos no espaço escolar para um fim pedagógico, tornam-se uma ferramenta didática importante para desenvolver habilidades e competências, tanto de alunos quanto de docentes. Por meio dos multiletramentos, foi possível a abordagem sobre inclusão: todos os telespectadores do cinema foram convidados a conhecer a audiodescrição, a legenda e a língua de sinais como recursos de acessibilidade midiática que incluem pessoas com deficiência auditiva e visual. O trabalho permitiu, ainda, a aproximação dos professores envolvidos na proposta, os quais tiveram de se organizar e trabalhar em grupos. Além disso, promoveu a melhora da autoestima dos alunos, que também tiveram de vencer as barreiras com a tecnologia, usar diferentes linguagens e ferramentas tecnológicas, o que levou à constituição de novas identidades.<hr/>ABSTRACT Teachers of early education have few opportunities to work together with their peers in an interdisciplinary way to create knowledge (not just reproducing it) and to use information and communication technologies. This type of work is only possible in communities of practice. The objective of this study is to discuss as a cooperative project with a specific purpose, can mobilize teachers who need to work in pairs, to develop their multiliteracies and build identities. To the data analyses of this study we showed the results gathered with the Project "Curta Capilé", developed in 2014 by the educational town office of São Leopoldo-RS Education, which involved 24 teachers from different areas of eleven public schools. This project aimed to train teachers in the use of technologies and interdisciplinary work, so that they could produce short movies that would use technologies that promote media accessibility. The results suggest a number of considerations on the social nature of learning and how this can be important for both teachers and students. With the commitment of all participants, short movies, when developed in the school as an assignment, become an important learning tool to develop skills and competencies of both students and teachers. Through multiliteracies, the method of inclusion was feasible: all movie spectators were invited to see how the audio description, subtitles and sign language as media accessibility resources include people with hearing and visual impairment. This work also allowed the close contact of the teachers involved in the proposal, who had to planned and work in groups. Furthermore, it promotes self-esteem improvement of students that also had to overcome technology barriers and use different types of languages, and technological tools leading to the formation of new identities. <![CDATA[O USO DE MATERIAIS BASEADOS EM FILMES PARA UM CURSO DE INGLÊS NO BRASIL]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-18132016000100101&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt ABSTRACT Advances in technology and accessibility to films motivated the research and writing of this paper. Its main goal was to design a set of criteria to develop film-based materials that can be used to improve the experience of learning English on an adult conversation course in Brazil. Given that the purpose of this adult course is to enhance participants' speaking skills, an investigation was conducted into the theories related to the teaching of speaking. A literature review suggests why films should be used through an investigation into the advantages they offer. Principles related to language learning, material development, and current studies on the use of film provide insights on how films might be used. Drawing on these principles, a set of criteria was created as a resourceful guide for material development. Finally, I suggest there should be further study on how films are being used in class and a possible research study on the effectiveness of film-based materials.<hr/>RESUMO Avanços em tecnologia e acessibilidade à filmes motivaram a pesquisa e a composição desse artigo. O objetivo principal foi desenvolver um conjunto de critérios para criação de materiais baseados em filmes com o fim de aperfeiçoar a aprendizagem de inglês em um curso de conversação no Brasil. Dado que o propósito deste curso para adultos é aprimorar as habilidades de fala dos alunos, uma investigação foi conduzida sobre o ensino da fala. A discussão da literatura sugere porque filmes devem ser usados através de uma investigação sobre as vantagens que eles oferecem. Princípios relacionados à aprendizagem de línguas, desenvolvimento de material didático, e estudos atuais sobre o uso de filmes proporcionaram maior conhecimento sobre como filmes podem ser usados. A partir desses princípios, critérios foram criados para guiar o desenvolvimento de materiais didáticos. Finalmente, eu sugiro futuros estudos sobre como filmes estão sendo usados em sala de aula e uma possível pesquisa sobre a eficácia de materiais didáticos baseados em filmes. <![CDATA[O IMPACTO DA INSTRUÇÃO MULTIMODAL NA AQUISIÇÃO DE VOCABULÁRIO]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-18132016000100129&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt ABSTRACT The use of inadequate and outdated practices, such as memorizing lists of decontextualized words and the excessive use of translation when teaching vocabulary, represent a prevailing problem in English language teaching. This study aims to determine whether the use of multimodality significantly improves vocabulary acquisition among school students. To determine how the use of multimodality affects vocabulary acquisition, this study was conducted in four groups, 8th, 9th, 10th and 11th graders, from two semi-public schools. The action research intervention was divided into five sessions, in which thirty words were taught in total, dividing them into six words per lesson. To measure the progress, students were given a pre-test before the intervention, and a post-test after being exposed to multimodal input. In addition, a learning style test (VARK) was administered to help them adapt to the material and activities to be applied. The results showed that there is statistically significance between the pre-test and post-test, so it is accepted the research hypothesis Does the use of multimodality in the classroom improve the acquisition of vocabulary in 8th, 9th, 10th and 11th graders from semi-public schools?<hr/>RESUMO O uso de práticas inadequadas e desatualizadas, tais como a memorização de listas de palavras descontextualizadas e o uso desmedido da tradução de conteúdos no ensino de vocabulário, representam um problema importante. Neste estudo se pretende demonstrar que o uso da multimodalidade melhora significativamente a aquisição de vocabulário nos estudantes. Para determinar como o uso da multimodalidade afeta a aquisição de vocabulário, este estudo foi realizado em quatro grupos de dois estabelecimentos educacionais particulares subvencionados pertencentes a 8º ano básico, 1º, 2º e 3º do ensino secundário. A intervenção foi dividida em cinco seções, nas quais se apresentaram trinta palavras em total, dividindo-as em seis por curso. Para medir o avanço, foi aplicado aos estudantes um pré teste antes das intervenções, e um pós teste depois de ter sido expostos ao tratamento multimodal. Ademais, foi aplicado um teste de estilos de aprendizagem chamado VARK, para adequar o material e aas atividades que se realizariam. Os resultados obtidos projetaram que existe significância estatística entre o pré teste e o pós teste, razão pela qual se aceita a hipótese de investigação O uso de modalidade na sala de aula melhora a aquisição de vocabulário em estudantes de 8º ano básico, 1º, 2º e 3º do ensino secundário pertencentes a colégios particulares subvencionados. <![CDATA[ANÁLISE DE PREVISIBILIDADE DE ITENS EM PROVAS DE COMPREENSÃO DE CERTIFICAÇÃO LINGUÍSTICA. IT PARA A FAIXA DE COMPETÊNCIA DE AUTONOMIA]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-18132016000100155&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt RIASSUNTO Nell'articolo introduciamo un valore percentuale (indice di predittività) adottabile nell'ambito dei processi di validazione di un test di competenza (proficiency test). L'indice ci informa sul grado di predittività di item di prove di comprensione esterni al testo oggetto di comprensione (i test di riordino sono esclusi). L'analisi si conduce somministrando gli item a un campione rappresentativo, senza fornire però i testi di ascolto/lettura corrispondenti. Al campione vien detto di provare a rispondere affidandosi alla logica e all'intuito. Orientativamente, abbiamo stabilito che un valore superiore a 50 indichi margini di predittività significativi e costringa, di conseguenza, l'item writer a ragionare sulla/e possibile/i causa/e che facilitano la risposta immediata. Nel saggio, il calcolo dell'indice di predittività viene applicato a 8 prove di comprensione, quattro di livello B1 e quattro di livello B2, tratte dalla certificazione di italiano per stranieri .IT, dell'Università di Studi Roma Tre (Roma), per un totale di 49 item. Le conclusioni cui giungiamo è che l'indice, secondo i parametri espressi, spieghi fenomeni di forte predittività, ascrivibili a diversi fattori (ovvietà delle risposte, facilità a rispondere sulla base di preconoscenze specifiche, correlazioni tra item, implausibilità dei distrattori). In due casi si sono evidenziati item con predittività significativa pur se con un indice appena al di sotto della soglia convenzionalmente definita; in un'altra circostanza, invece, un item presenta un'innegabile predittività pur con un indice piuttosto basso (è un caso specifico di predittività regressiva).<hr/>RESUMO Introduzimos o artigo com o valor percentual (índice di previsibilidade) adotado no âmbito dos processos de validação de um teste de competência linguística (proficiency test). O índice, em especial, nos informa o grau de previsibilidade das respostas a quesitos de provas de compreensão com itens externos ao texto de leitura (estão excluídos os testes de reorganização textual). A análise é conduzida aplicando os itens em um grupo representativo, sem fornecer, entretanto, os testes auditivo e de leitura correspondentes. Pede-se ao grupo para tentar responder confiando na lógica e na intuição. Estabelecemos, como orientação, que um valor superior a 50 indique margens de previsibilidade significativas e obrigue, consequentemente, que o item writer raciocine sobre a/s possível/eis causa/s que facilitam a resposta imediata. No artigo, o cálculo do índice de previsibilidade é aplicado a 8 provas de compreensão, quatro de nível B1 e quatro de nível B2, extraídas de uma certificação linguística de italiano para estrangeiros, .IT, da Universidade Roma Tre (Roma), com um total de 49 itens. Concluímos que o índice, segundo os parâmetros expressos, explica fenômenos de forte previsibilidade, atribuídos a diversos fatores (obviedade das respostas, facilidade para responder a partir de base de pré-conhecimento específico, correlações entre itens, implausibilidade dos distratores). Em dois casos evidenciaram-se itens com previsibilidade significativa, embora com um índice um pouco abaixo do limite convencionalmente definido; em outra circunstância, ao contrário, um item apresenta uma inegável previsibilidade, embora com um índice mais baixo (é um caso específico de previsibilidade regressiva). <![CDATA[PROFESSORES DE LÍNGUAS E PROGRAMAS DO LIVRO DIDÁTICO]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-18132016000100185&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt RESUMO Neste artigo, visamos pontuar contextos sócio históricos de manutenção e gestão do livro didático para o ensino/aprendizagem de línguas no país, trazendo para discussão como a história desse instrumento foi traçada de modo a compreender quais os papéis distribuídos, as posições, privilégios e exclusões promovidas para a circulação e uso do instrumento de trabalho do professor. Lançamo-nos à tarefa de abordar aspectos históricos do livro didático, das políticas de gestão e envio desse material às escolas brasileiras e o papel e perspectivas do professor diante deles. Ao mobilizarmos tais aspectos, salientamos que as políticas que gerenciam o livro didático, ao longo dos anos, são permeadas por práticas autoritárias, de regulação, de interesses políticos, ideológicos, sociais e econômicos, que contribuem para o enfraquecimento da autonomia do professor.<hr/>ABSTRACT This article reports a study aimed at investigating historical contexts of management of textbooks for teaching/learning languages in Brazil. We discuss how the history of this instrument is being drawn in order to understand which distributed roles, positions, privileges and exclusions promoted to the circulation and use of the teacher's working tool. We have the task of addressing historical aspects of the textbook, management policies and sending this material to Brazilian schools and the role and perspectives of the teacher in front of them. To mobilize these aspects, we emphasize that the policies governing the textbook, over the years, are permeated by authoritarian practices, regulatory, political, ideological, social and economic, that contribute to the weakening of teacher autonomy. <![CDATA[A PRÁTICA DA CITAÇÃO NA UNIVERSIDADE AS REFERÊNCIAS À INFORMAÇÃO CIENTÍFICA EM TRABALHOS ACADÊMICOS]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-18132016000100199&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt RESUMO Os estudos sobre a citação como objeto do letramento acadêmico ou universitário ainda são raros na linguística aplicada brasileira; no entanto, a prática da citação é um objeto privilegiado para compreendermos a complexidade do acesso às referências teóricas e à escrita de pesquisa na Universidade. Este trabalho tem como pressupostos centrais o letramento informacional, em sua abordagem inclusiva (SILVA, 2008), e o letramento ecológico, em sua abordagem sociodiscursiva (BARTON, 1998; IVANIC, 1998; KLEIMAN, 1995). A partir desse pressuposto, portanto, o evento de letramento mediado pela escrita de pesquisa e pelo uso da citação na universidade deve ser percebido como uma prática discursiva (COMPAGNON, 1996; BOCH &amp; GROSSMANN, 2001 e 2002) e, nessa perspectiva, a investigação sobre os modos de referência ao discurso teórico, incluindo a citação de fontes, permite trazer à tona os problemas de acesso à informação e ao discurso teórico e, ao mesmo tempo, de acesso ao letramento universitário em diferentes países e contextos socioculturais. A pesquisa analisou 30 (trinta) trabalhos acadêmicos de final de curso de duas universidades brasileiras - a Universidade do Estado da Bahia (UNEB) e a Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP) - e de uma universidade portuguesa, a Universidade do Porto (UP). No total de trabalhos pesquisados, identificamos 699 (seiscentos e noventa e nove) referências ao discurso teórico, incluindo a citação, sendo 249 nos trabalhos dos estudantes da UNEB, 195 nos trabalhos dos estudantes da UNICAMP e 255 nos trabalhos dos estudantes da UP. Após a análise qualitativa dos dados, constatamos que, tal como apontam os pesquisadores franceses Françoise Boch e Francis Grossmann, estudantes de ambos os países utilizam com mais frequência o recurso da citação autônoma, ou seja, a inserção literal de partes do discurso teórico de referência enquanto as reformulações e evocações são menos valorizadas no conjunto dos trabalhos. Os dados sugerem, portanto, que essa tendência se deve mais ao estágio de iniciação à escrita de pesquisa do que a fatores ligados aos contextos socioculturais ou de nacionalidade.<hr/>ABSTRACT Studies on quotation as object of academic or university literacy are still rare in the field of applied linguistics in Brazil. However, quotation practices are a privileged object of study to help us understand the complexity of access to theoretical references and to research writing at university levels. This work adopts as central assumptions information literacy in its inclusive approach (SILVA, 2008) and ecological literacy in its socio-discursive approach (BARTON, 1998; IVANIC, 1998; KLEIMAN, 1995). Based on such assumptions, the literacy event mediated by research writing and by the use of quotation in university environments should be seen as a discursive practice (COMPAGNON, 1996; BOCH &amp; GROSSMANN, 2001 and 2002). From this perspective, the research on modes of referencing, including source quotation, allows to shed light into problems regarding access to information and to theoretical discourse, as well as access to university literacy in different countries and sociocultural contexts. This work analyzed thirty (30) academic end-of-course papers from two Brazilian universities - the State University of Bahia (UNEB) and the State University of Campinas (Unicamp) - and from one Portuguese university - the University of Porto (UP). Out of the total papers analyzed, we identified six hundred ninety-nine (699) references to theoretical discourse, including quotations; of that total, 249 belonged to UNEB students, 195 to Unicamp students and 255 to UP students. After the quantitative analysis we noticed that - just as observed by French researchers Françoise Boch and Francis Grossmann- students from both countries tend to use more often autonomous quotations, that is, the literal insertion of parts of theoretical discourse references, rather than reformulations and evocations. Data suggest that such trend appears to be linked to the fact that students are at initial stages of research writing practices and not to sociocultural context or nationality related factors.