Scielo RSS <![CDATA[Revista de Economia e Sociologia Rural]]> http://www.scielo.br/rss.php?pid=0103-200320180004&lang= vol. 56 num. 4 lang. <![CDATA[SciELO Logo]]> http://www.scielo.br/img/en/fbpelogp.gif http://www.scielo.br <![CDATA[Impacto das Variações no Crédito Rural e no Investimento em Pesquisa Agrícola na Produtividade da Agricultura Brasileira Contemporânea]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-20032018000400551&lng=&nrm=iso&tlng= Resumo: A queda da produtividade das principais lavouras pode estar relacionada à redução dos investimentos em pesquisa. Ainda, o crédito rural subsidiado pode ser necessário para um aumento da produtividade, uma vez que esse é um fator essencial para a produção e para a modernização setorial. Percebendo a relevância desses dois pontos, este trabalho utiliza um modelo DSGE com economia fechada, sem governo e com dois setores. Os resultados apontam que o baixo investimento em pesquisa levou à baixa produtividade do setor agrícola até 2011, que se recuperou em 2012 e 2013. Por outro lado, o crédito rural subsidiado apresentou resultado nulo até 2009 e, em 2010 e 2011, o resultado foi positivo, mas tornou-se negativo em 2012 e 2013. Entre as duas políticas propostas, o subsídio ao crédito rural apresentou melhor resultado do que a pesquisa agrícola, pois o desempenho do produto foi superior no primeiro caso.<hr/>Abstract: The fall in productivity of the main crops may be related to the reduction of investments in research. Moreover, subsidized rural credit may be necessary for an increase in productivity, since this is a key factor for production and sectoral modernization. Realizing the relevance of these two points, this work uses a DSGE model with closed-economy, no government, and two-sector. The results indicate that low investment in research led to low productivity of the agricultural sector until 2011, which recovered in 2012 and 2013. On the other hand, subsidized rural credit presented zero results until 2009, and in 2010 and 2011, the result was positive, but became negative in 2012 and 2013. Among the two policies proposed, the rural credit subsidy presented better results than agricultural research, because the performance of the product was higher in the first case. <![CDATA[A Convencionalização na Produção de Sementes na Agricultura Orgânica Brasileira]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-20032018000400565&lng=&nrm=iso&tlng= Resumo: O crescimento da produção orgânica em muitos países está associado à adoção, pelos produtores, de práticas, tecnologias e formas de organização e comercialização encontradas na agricultura convencional. Isso levou a um debate internacional sobre a teoria da convencionalização da agricultura orgânica. Entretanto, o uso na agricultura orgânica de sementes e materiais de propagação contendo agroquímicos não tem sido suficientemente mencionado e estudado como parte deste processo. Diante disso, este artigo analisa a utilização de sementes convencionais como expressão da convencionalização de uma parcela da agricultura orgânica. Para tanto, apresenta uma caracterização do debate sobre convencionalização e da regulamentação brasileira sobre produção de sementes orgânicas; além disso, descreve e analisa iniciativas de empresas, agências governamentais e de organizações do terceiro setor visando a produção de sementes orgânicas para o mercado formal. A metodologia da pesquisa inclui a consulta a artigos científicos, análise de documentos e realização de entrevistas. Os resultados apontam para a complexidade e contradições da convencionalização na produção de sementes na agricultura orgânica e para a importância das organizações da agricultura familiar identificadas com o movimento agroecológico e dos agricultores vinculados aos movimentos “pioneiros” da agricultura ecológica na criação de novos canais de abastecimento de sementes orgânicas.<hr/>Abstract: The growth of organic production in many countries is associated with the adoption, by farmers, of practices, technologies and organizational and commercial categories present in conventional agriculture. This has led to an international debate on the theory of the conventionalization of organic agriculture. However, the use in organic agriculture of seeds and propagating material containing agrochemicals is not enough mentioned and studied as part of this process. Therefore, this article analyzes the use of conventional seeds as an expression of the conventionalization of a portion of organic agriculture. For that, it presents a characterization of the debate on conventionalization and the Brazilian regulation on organic seed production; in addition, it describes and analyzes initiatives of private companies, government agencies and third sector organizations aiming the production of organic seeds for the formal market. The methodology includes checking scientific articles, document analysis and interviews. The results of the research demonstrate the complexity and contradictions of the use of conventional seeds in organic agriculture and the importance of family farm organizations identified with the agroecological movement and farmers associated to the “pioneering” movements of organic farming in the creation of new supply channels for organic seeds. <![CDATA[Determinantes das Exportações de Castanha de Caju da Guiné-Bissau (1986-2011): uma análise sob a ótica do modelo de gravidade de Bergstrand]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-20032018000400583&lng=&nrm=iso&tlng= Resumo: Este trabalho analisa os determinantes das exportações de castanha de caju da Guiné-Bissau para a Índia no período de 1986-2011, utilizando o modelo de gravidade de Bergstrand (1985). Os resultados reportados do modelo de dados em painel (MQO-pooled) sugerem, por um lado, que o fluxo de exportações de castanha de caju é negativamente relacionado com o custo de transporte e, por outro, positivamente relacionado com a taxa de câmbio e rendas brutas e per capita, o que é consistente com os pressupostos teóricos dos modelos gravitacionais e com os estudos seminais da literatura econômica com a aplicação desses modelos.<hr/>Abstract: This study analyzes the determinants of cashew nuts exports from Guinea-Bissau to India (1986-2011), by using the Bergstrand’s (1985)gravity model. The reported results of the panel data model (OLS-pooled) suggest, on the one hand, that the flow of cashew nuts exports is negatively related to the transport cost and, on the other hand, positively related to the exchange rate and gross incomes and per capita incomes, which is consistent with the theoretical assumptions of gravity models and the seminal studies of the economic literature with application of these models. <![CDATA[Capital Social e Ações Conjuntas: um estudo de caso no Arranjo Produtivo de vinhos de altitude catarinense]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-20032018000400605&lng=&nrm=iso&tlng= Resumo: o objetivo deste trabalho é analisar as relações entre o capital social dos agentes e as ações conjuntas desenvolvidas no Arranjo Produtivo Local de vinhos de altitude catarinense. Esta pesquisa classifica-se como descritiva de caráter exploratório, utilizando-se de dados em abordagem quali e quantitativa, com aplicação de questionários estruturados como instrumento de coleta e técnica de pesquisa de campo usando da entrevista. Os resultados apontam para um bom nível de capital social, com destaque para o ótimo nível de confiança, traduzindo-se em ações conjuntas na rede de agentes. Isso tem gerado um bom nível de envolvimento e efetividade de ações conjuntas, a se destacar a organização de eventos, participação conjunta em feiras e eventos, campanha de marketing, desenvolvimento de produtos e processos e capacitação de recursos humanos. Há um pequeno grupo de agentes que apresenta um capital social forte e um ambiente propício para o aumento desse capital em toda a rede. Porém, a avaliação de reciprocidade e densidade apresenta um terço das possibilidades desta rede, ocasionado principalmente pela distância geográfica de muitos agentes que compõem o APL.<hr/>Abstract: The goal of this study is to analyze the relations between the agents’ social capital and joint actions developed by the cluster of wine produced at the high altitudes of Santa Catarina State (Brazil). This descriptive and exploratory study uses data from qualitative and quantitative approaches, gathering information from the structured questionnaire and this data gathering was conducted through field research using a interview. The results show a good social capital, highlighting the great level of confidence, which reflects on the joint actions done by the agents. As a result, it has created a nice level of involvement and effectiveness of joint actions, highlighting events organization, joint participation at fairs and events, marketing campaigns, development of products and processes and human resources improvement. There is a small group of agents who show a strong social capital and a proper environment to expand this capital throughout the network. However, the evaluation concerning reciprocity and density represents only one third of the possibilities of this group, and it happens especially because of the geographical distance between the agents who are part of the cluster. <![CDATA[Implicações Sociais, Econômicas e Ambientais de Uma Iniciativa de Manejo Florestal Comunitário em Assentamento na Amazônia Oriental]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-20032018000400623&lng=&nrm=iso&tlng= Resumo: Este estudo buscou analisar as conexões entre a participação em manejo florestal comunitário (MFC) e as variáveis mobilidade, renda e desmatamento. O trabalho foi conduzido na região da rodovia Transamazônica, no Projeto de Desenvolvimento Sustentável (PDS) Virola-Jatobá, em Anapu (PA), onde o MFC tem sido, desde 2006, uma das principais propostas do governo para conter o desmatamento, coibir a rotatividade ocupacional dos lotes e melhorar a renda. A análise de uma iniciativa de manejo florestal através de acordo empresa-comunidade indica que recursos derivados da venda de madeira não foram suficientes para conter a mobilidade espacial, reduzir o desmatamento e garantir a manutenção de meios de vida locais. Observações diretas em pesquisa-ação, de cunho antropológico, indicam que o MFC só será bem-sucedido se resultar de ação coletiva minimamente congregando os diversos e divergentes segmentos sociais do PDS. Identificou-se a resiliência de determinadas normas sociais locais em torno do cultivo da roça, como instituição camponesa, com potencial de gerar ação coletiva, inclusive para o manejo florestal. Considerando-se a diversidade de atores e a complexidade de contextos, conclui-se que o ajuste dessas normas sociais locais articulando a produção agrícola com o manejo florestal é condição essencial para a efetividade do MFC e de uma reforma agrária ambientalmente diferenciada.<hr/>Abstract: This study aimed to understand the connections among participation in community forest management (CFM), plot turnover, household income and deforestation. The empirical research was carried out in an environmentally focused land reform settlement near the Transamazon highway, the Virola-Jatobá Sustainable Development Project (PDS) in the municipality of Anapu, Pará state, Brazil. In this settlement, CFM has been for over a decade a major governmental instrument to curb deforestation, avoid land turnover and improve income. Our analysis of a community-company agreement for forest management shows that resources derived from the sale of timber were unable to reduce spatial mobility, control deforestation and provide sustainable livelihoods. Direct observation in anthropological action research shows that CFM will only succeed if resulting from collective action assembling the diverse and divergent social groups in the PDS. We also identified that specific social norms related to swidden, slash-and-burn fields have the potential to generate collective action, even towards forest management. Considering the local diversity of actors and complexity of contexts, we conclude that the adjustment of social norms connecting swidden fields to forest management is a critical condition for the effectiveness of CFM and the environmental land reform modality. <![CDATA[Extrativismo e Produção de Alimentos como Estratégia de Reprodução de Agricultores Familiares do Assentamento Seringal, Amazônia Meridional]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-20032018000400645&lng=&nrm=iso&tlng= Resumo: A soberania alimentar do agricultor familiar está relacionada à transformação do agroecossistema, articulando a geração de trabalho e renda e sua capacidade de autoprodução de alimentos. Assim, este trabalho tem por objetivo investigar a produção de alimentos destinado ao autoconsumo e o extrativismo de látex realizados por agricultores familiares do assentamento de reforma agrária Seringal, no município matogrossense de Vila Bela da Santíssima Trindade, pertencente à Amazônia Meridional. Foram investigados agricultores familiares vinculados à Associação de Produtores de Látex (Aprolatex), através de entrevistas. Foi utilizado formulário semiestruturado abordando questões socioeconômicas e de produção. A heveicultura é a principal atividade agrícola exercida na unidade produtiva, correspondendo a até 65% da renda anual agrícola. O complemento da renda ocorre pela criação de pequenos animais, produção de leite e agricultura. As principais culturas produzidas são: mandioca, pepino, milho, abacaxi, batata doce e melancia, utilizados na alimentação familiar. A motivação para a produção para autoconsumo ocorre pela redução de despesas com compra de alimentos e a disponibilidades destes em quantidade e qualidade, garantindo a “segurança alimentar” dessas famílias. Os resultados demonstram a importância da produção de alimentos como estratégia para a permanência das famílias no campo e a necessidade de políticas públicas voltadas para a atividade extrativista.<hr/>Abstract: The food sovereignty of the family farmer is related to the transformation of the agroecossystem, articulating the generation of work and income and its capacity of self-production of food. Thus, this work investigates the production of food destined for self-consumption and latex extraction carried out by family farmers of the Seringal agrarian reform settlement, in Vila Bela da Santíssima Trindade, southern Amazonia. We investigated family farmers linked to the Association of Latex Producers (Aprolatex), through interviews. A semi-structured form was used addressing socioeconomic and production issues. Heveculture is the main agricultural activity in the production unit, accounting for up to 65% of annual agricultural income. The income supplement comes from the creation of small animals, milk production and agriculture. The main crops produced are cassava, cucumber, corn, pineapple, sweet potato and watermelon, which are also used in family food. The motivation for production for self consumption is the reduction of expenses with food purchases and their availability in quantity and quality, guaranteeing the “food security” of these families. The results demonstrate the importance of food production as a strategy for the permanence of families in the field and the need for public policies focused on extractive activity. <![CDATA[A Influência da Taxa de Câmbio e Renda Mundial Sobre as Exportações Brasileiras de Soja (2000-2015)]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-20032018000400663&lng=&nrm=iso&tlng= Resumo: Este trabalho propõe-se a testar a possível existência de uma relação de longo prazo entre as variáveis taxa de câmbio e renda mundial sobre o desempenho das exportações brasileiras de soja. Para este fim, estima-se um modelo econométrico capaz de descrever o nível de sensibilidade (elasticidade) das variáveis explicativas entre janeiro de 2000 e dezembro de 2015. A estratégia empírica adotada foi o uso dos métodos de séries temporais, teste de raiz unitária, teste de cointegração de Johansen, modelo vetorial autorregressivo (VAR) mais completo, denominado modelo vetor de correção de erros (VECM), a função impulso-resposta e a decomposição dos erros de previsão da variância. Os resultados demonstraram que apenas a variável renda mundial mostrou-se relevante para explicar as oscilações ocorridas ao longo do tempo na variável dependente exportação de soja, revelando a importância da conjuntura internacional para as vendas brasileiras da commodity. A variável taxa de câmbio apresentou sinal contrário à teoria econômica; contudo, registrou um coeficiente significativo. Na análise de curto prazo, observou-se que existe certa defasagem de tempo para que os desequilíbrios ocorridos no curto prazo sejam corrigidos no longo prazo.<hr/>Abstract: This paper proposes to test the possible existence of a long-term relationship between the exchange rate and world income variables on the performance of Brazilian soybean exports. For this purpose, an econometric model capable of describing the level of sensitivity (elasticity) of the explanatory variables between January 2000 and December 2015 is estimated. The empirical strategy adopted was the use of time series methods, unit root test, Johansen cointegration test, autoregressive vector model (VAR), called error correction vector model (VECM), impulse-response function and the decomposition of variance prediction errors. The results showed that only the global income variable was relevant to explain the oscillations that occurred over time in the dependent soybean export variable, revealing the importance of the international scenario for the Brazilian sales of the commodity. The variable exchange rate showed a sign contrary to economic theory; however, it registered a significant coefficient. In the short-term analysis, it was observed that there is a certain time lag for short-term imbalances to be corrected in the long run. <![CDATA[Responsabilidade Social nas Agroindústrias Canavieiras no Brasil]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-20032018000400681&lng=&nrm=iso&tlng= Resumo: O objetivo desta pesquisa é identificar qual das dimensões econômica, ambiental ou social exerce maior influência no comportamento socialmente responsável das agroindústrias canavieiras no Brasil. Para isso, foi realizado um levantamento teórico a fim de identificar a origem, evolução e conceituação da Responsabilidade Social, além de caracterizar e apresentar a relação das agroindústrias canavieiras com o tema de pesquisa. Este trabalho adotou como procedimento metodológico as pesquisas de natureza explicativa e quantitativa. Como instrumento de pesquisa aplicou-se um questionário, elaborado a partir do embasamento teórico e das orientações disponibilizadas pela Global Reporting Initiative, sendo aplicado a um universo de 184 agroindústrias canavieiras (individuais ou grupo de empresas), obtendo retorno de 128 questionários. Para a validação das hipóteses, foi utilizada a modelagem de equações estruturais, aplicada por meio do SmartPLS. Os resultados demonstraram que existe influência positiva das dimensões econômica, ambiental e social no CSR. Quando comparadas as três dimensões, devido ao fato de que a atividade sucroalcooleira é bastante sensível às questões ambientais, além das regulamentações que orientam os processos industriais, estatisticamente a dimensão ambiental mostrou-se não significante. Por outro lado, a dimensão social, por questões históricas, características da atividade e administrativa, mostrou maior poder de influência no CSR.<hr/>Abstract: The objective of this research is to identify which of the economic, environmental or social dimensions exerts greater influence on the socially responsible behavior of the sugarcane agroindustry in Brazil. In order to do that, a theoretical survey was carried out to identify the origin, evolution and conceptualization of Social Responsibility, besides characterizing and presenting the relationship of the sugarcane agroindustry with the research theme. This research adopted as methodological procedure explanatory and quantitative research. As a research instrument, a questionnaire was applied, based on the theoretical basis and guidelines provided by the Global Reporting Initiative, applied to a universe of 184 sugarcane agroindustry (individual or group of companies), obtaining a return of 128 questionnaires. In order to attest the hypothesis, the structural equation modeling, applied through the SmartPLS, was used. The results demonstrate there is a positive influence of the economic, environmental and social dimensions in the CSR. When comparing the three dimensions, due to the fact that sugar-alcohol activity is very sensitive to environmental issues, in addition to the regulations that guide industrial processes, statistically the environmental dimension was not significant. On the other hand, the social dimension, due to historical, activity and administrative characteristics, exerts major influence in CSR. <![CDATA[A Configuração das Lógicas Institucionais do Campo da Cachaça de Alambique em Minas Gerais]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-20032018000400701&lng=&nrm=iso&tlng= Resumo: O campo organizacional da cachaça de alambique em Minas Gerais é constituído por diferentes atores e estruturas sociais. Esta configuração passou por diversas transformações desde o período colonial, marcado pela fabricação e pelo consumo marginalizados, até a atualidade, quando a bebida se consolidou como símbolo da cultura nacional. Em certos segmentos, a cachaça figura, inclusive, como um produto de alta distinção social e ampla inserção no mercado externo. Nessa direção, este trabalho teve como objetivo descrever a configuração das lógicas institucionais que constituem esse campo organizacional. Inicialmente, procuramos resgatar o contexto sócio histórico da bebida por meio de fontes documentais e entrevistas com atores que representam organizações do campo. Em seguida, delineamos as quatro principais lógicas que servem de referência para os produtores de cachaça de alambique, a saber: tradição, mercado, Estado e a lógica técnico-científica. Descrevemos os principais aspectos constitutivos destas lógicas, destacando seus pressupostos e orientações em relação a práticas e à dimensão simbólica. Nessa direção, foi possível evidenciar como a dinâmica institucional, especialmente a partir da emergência da lógica técnico-científica, orientou mudanças na configuração normativa da produção e do consumo de cachaça.<hr/>Abstract: The organizational field of alembic cachaça in Minas Gerais is composed by different actors and social structures. This configuration underwent several transformations from the colonial period, marked by marginalized manufacturing and consumption, until nowadays, when the beverage has been consolidated as a symbol of the national culture. In certain segments, cachaça is included as a product of high social distinction and wide insertion in the international market. In this direction, this work aimed to describe the configuration of the institutional logics that constitute this organizational field. Initially, we sought to recover the socio-historical context of the drink through documentary sources and interviews with actors representing the organizations of the field. Next, we outlined four main logics that serve as reference for producers of alembic cachaça, namely: tradition, market, state and a technical-scientific logic. We described the main constituent elements of these logics, highlighting their assumptions and orientations in relation to symbolic and practice dimensions. Thus, it was possible to show how the institutional dynamics, especially from the emergence of technical-scientific logic, guided changes in the normative configuration of cachaça production and consumption. <![CDATA[Monitoring and Evaluation of the Agricultural and Rural Renewal Program in Algeria: case of the Ouarsenis area]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-20032018000400719&lng=&nrm=iso&tlng= Abstract: In Algeria, agriculture continues to suffer from short-term strategies and is unsuitable for the needs of populations and rural areas. This study examines the evaluation of the Agricultural and Rural Program (ARRP) initiated in Algeria for the period (2009-2014). This work was carried in the Ouarsenis area located in the north-west of the country. It is based on regular monitoring on the ground of the rate of achievement of the targets foreseen. We concentrated our efforts on the projects financed by the main intervention funds of this program. The results achieved are far from the targets for the economic component, a situation mainly expressed by the low income of the rural population and the number of jobs created. However, an improvement in the living conditions of the population was recorded in the social component. Concerning the environmental aspect, the results are considered acceptable for the restoration of the forest patrimony and low for the protection of the soil. We believe that this policy rests on foundations that have not really been translated into the field in the continuity of previous approaches and lack of governance with poorly managed material, financial and human resources.<hr/>Resumen: En Argelia, la agricultura sigue sufriendo de estrategias a corto plazo y no es adecuada para las necesidades de las poblaciones y las zonas rurales. Este estudio examina la evaluación del Programa de Renovación Agrícola y Rural (Prar) iniciado en Argelia para el período (2009-2014). Este trabajo se realizó en el área de Ouarsenis ubicada en el Noroeste del país, se basa en el monitoreo regular sobre la base de la tasa de logro de los objetivos previstos. Hemos concentrado nuestros esfuerzos en los proyectos financiados por las principales herramientas de intervención de este programa, a saber, el Fondo Nacional de Desarrollo de la Inversión Agrícola (FNDIA) y el Fondo de Desarrollo Rural y Valorización de la Tierra por Concesión (FDRVTC). Los resultados obtenidos están lejos de los objetivos para el componente económico, una situación expresada principalmente por los bajos ingresos de la población rural y la cantidad de empleos creados. Sin embargo, se registró una mejora en las condiciones de vida de la población para el componente social. En cuanto al aspecto ambiental, los resultados se consideran aceptables para la restauración del patrimonio forestal y bajos para la protección del suelo. Creemos que esta política se basa en fundaciones que no han sido realmente traducidas en el terreno en la continuidad de los enfoques anteriores y una falta de gobernabilidad con recursos materiales, financieros y humanos mal gestionados.