Scielo RSS <![CDATA[Tempo Social]]> http://www.scielo.br/rss.php?pid=0103-207020000002&lang= vol. 12 num. 2 lang. <![CDATA[SciELO Logo]]> http://www.scielo.br/img/en/fbpelogp.gif http://www.scielo.br <![CDATA[<b>Homenagem José Carlos Bruni</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-20702000000200001&lng=&nrm=iso&tlng= <![CDATA[<b>Narrativa e história</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-20702000000200002&lng=&nrm=iso&tlng= O texto trata da questão da especificidade da narrativa histórica cuja atenção está voltada para os esquecimentos na história. Problema enfrentado pelas Ciências Sociais e pela História, quando se trata da construção dos acontecimentos como ausências, isto é, construções desaparecidas produzidas pelos silêncios, não-ditos, recalques. Essas construções constituemse em cenas organizadoras da história e a possibilidade de sua simbolização, a escrita da história, passa também pela possibilidade da imaginação, na medida em que essas construções, além de desaparecidas, são também desconhecidas o que implica a discussão das relações entre o simbólico e o imaginário e entre a história e a ficção.<hr/>The text deals with the question of the specificity of historical narrative focusing on events that are forgotten. This is a problem faced by the Social Sciences and by History, when dealing with the construction of events as absences, that is, constructions that have disappeared, produced by silences, the unsaid and repression. These constructions are scenes that organize history.The possibility of their symbolization -the writing of history- also involves the possibility of imagination, in the sense that these constructions, besides disappearing, are also unknown. This implies the discussion of the relationship between the symbolic and the imaginary and between history and fiction. <![CDATA[<b><i>Blow Up </i></b><b>imagens e miragens</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-20702000000200003&lng=&nrm=iso&tlng= Este artigo analisa o filme Blow Up de Michelangelo Antonioni, buscando compreender como o seu discurso visual questiona a relação entre real e imaginário. Por trás de um crime do qual nada sabemos e nada saberemos, a busca efetuada pelo fotógrafo levanta e problematiza as relações entre as imagens e as coisas, sejam elas fotografias ou filmes, propondo significados para seus fundamentos e perspectivas que muito os afastam das interpretações que as colocam como reproduções ou representações de um real pressuposto como íntegro e preexistente.<hr/>This article analyses Blow Up, Michelangelo Antonioni´s film, so as to understand how its visual discourse questions the relationship between the real and the imaginary. Behind a crime we know nothing about and will never know, the search carried out by the photographer reveals and questions the relationships between the images and the things whether photographs or films. He proposes meanings for their foundations and points of view, that set them apart from interpretations that see them as reproductions or representations of a a real presupposed as being whole and pre-existent. <![CDATA[<b>Glosa especulação bastarda ao redor da água</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-20702000000200004&lng=&nrm=iso&tlng= Debruço-me sobre um artigo anteriormente publicado em Tempo social, de autoria de José Carlos Bruni, na tentativa de "compreender a água enquanto água" e as implicações de tal empresa.<hr/>I dwell upon an article previously published in Tempo Social, by José Carlos Bruni, in the hope of "understanding water as water" and the implications of such an edeavour. <![CDATA[<b>Bruni</b>: <b>o sentido da docência formadora</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-20702000000200005&lng=&nrm=iso&tlng= A autora faz um retrato intelectual de José Carlos Bruni, destacando seu perfil acadêmico humanista e sua interpretação do pensamento de Augusto Comte, na qual Bruni reconstrói a problemática da ordem e do autoritarismo na modernidade.<hr/>The author draws an intellectual profile of Jose Carlos Bruni stressing his humanistic academic achievement and his interpretation of Augusto Comte's thought in which Bruni reconstructs the question of order and authoritarianism in modernity. <![CDATA[<b>Tendências do pensamento brasileiro</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-20702000000200006&lng=&nrm=iso&tlng= Ao longo da história do Brasil, intérpretes brasileiros e estrangeiros interrogam continuamente a sociedade nacional, construindo e reconstruindoproblemas históricos e teóricos. Apesar da diversidade das análises, é possível ordená-las segundo orientações, linhagens ou "famílias" de intelectuais delineando, assim, temas e perspectivas de futuro que se revelam recorrentes na história das interpretações sobre cultura, sociedade, economia e política no Brasil. Finalmente, considerado de uma perspectiva ampla, o diversificado conjunto de interpretações pode ser visto como uma complexa narrativa ficcional que combina a busca de esclarecimento e a criação de significados.<hr/>All along Brazilian history, Brazilian and foreign interpreters have questioned national society, building and rebuilding historical and theoretical issues. In spite of the diversity of the analyses, it is possible to rank them according to their points of view, their intellectual or family lineage, thus profiling themes and future perspectives that are recurrent in the history of the interpretations of culture, society, economy and politics in Brazil. Finally, from a wide point of view, the diversified group of interpretations can be seen as a complex fictional narrative that combines the search for clarity and the construction of meanings. <![CDATA[<b>A impossível simbolização "daquilo que foi"</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-20702000000200007&lng=&nrm=iso&tlng= O autor aborda a cena artística francesa após a II Guerra Mundial a partir de uma idéia básica: por várias ordens de razões, foi impossível à cultura francesa realizar o "trabalho de luto" das vítimas do nazismo. Orientado por essa hipótese, o autor examina obras que tematizam a vida, a morte, a violência, a memória e o esquecimento. Impossibilitada de condensar a memória do horror no ritual e no monumento, a arte, após Auschwitz, pode apenas formular questões, tais como a da reversibilidade dos papéis do artista e do espectador e a da necessidade histórica de uma memória viva depois da violência escandalosa, assimbólica, inominável.<hr/>The author looks at the French artistic scene after the 2nd World War, from a basic standpoint: due to a series of reasons, it was impossible for the French culture to carry out the "work of mourning" for the victims of Nazism. Based on this hypothesis, this paper analyses works that deal with life, death, violence, memory and oblivion. Because of the impossibility to condense the memory of the horror into rituals or monuments, art after Auschwitz can only formulate issues, such as the reversibility of the roles of the artist and the spectator and the historical necessity of a live memory after the scandalous, asymbolic, unnamable violence. <![CDATA[<b>Racionalidade e tragédia cultural no pensamento de Max Weber</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-20702000000200008&lng=&nrm=iso&tlng= O texto constitui-se numa série de argumentações a favor da tese de que há uma estreita relação entre racionalidade e tragédia no pensamento weberiano. Tal relação só pode ser desvendada numa modernidade que se apresenta hegemonizada por um "racionalismo de domínio do mundo". Procurarei evidenciá-la relacionando o caráter trágico da cultura ao método racionalista, às racionalizações modernas e à responsabilidade ética.<hr/>The text argues that there is a close relationship between rationality and tragedy in Weberian thought. Such a relationship can only be understood in the context of modernity which is ruled by a "world domination rationalism". I will try to make this relationship evident by relating the tragic character of culture to the rationalistic method, to modern rationalizations and, finally, to ethical responsibility. <![CDATA[<b>Édipo foucaultiano</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-20702000000200009&lng=&nrm=iso&tlng= Neste artigo, o autor pretende recuperar os elementos teórico-conceituais fundamentais à análise genealógica baseando-se na Segunda Conferência de A verdade e as formas jurídicas de Foucault, identificando principalmente uma concepção pragmática de discurso, vinculada de modo fundamental à concepção genealógica de poder, com seus desdobramentos na questão do estado e do governo, bem como na temática do indivíduo.<hr/>In this text the author tries to recover the theoretical-conceptual elements fundamental to the genealogical analysis, based on Foucault's Second Conference of "The Truth and the Juridical Forms", especially identifying a pragmatic concept of discourse, linked in a fundamental way to the genealogical concept of power, with its unfoldings regarding the issue of state and government, as well as that of the individual. <![CDATA[<b>A revolução da biotecnologia</b>: <b>questões da sociabilidade</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-20702000000200010&lng=&nrm=iso&tlng= O autor procura levantar uma série de questões relacionadas ao avanço acelerado da biotecnologia e aos paradigmas que fundamentam tal avanço, como o determinismo genético. É demonstrado que as ciências biológicas sentem-se tão confortáveis com seus últimos desenvolvimentos que pressupõem amplos esquemas interpretativos para todos os campos da existência, principalmente para as ciências do comportamento e da cultura. É problematizada a ambivalência da questão da genética na relação entre as ciências sociais e a biologia.<hr/>The author discusses a series of questions related to the speedy development of biotechnology and the paradigms on which they are based, such as genetic determinism. In this article, it is argued that the biological sciences feel so comfortable with regard to their latest developments, that they presuppose a large array of interpretative schemes for all fields of life, mainly the behavioural sciences and culture. The ambivalence of the question of genetics in the relationship between the social sciences and biology is discussed. <![CDATA[<b>Um rio são muitos</b>: <b>de aventura e antropologia Rio São Francisco</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-20702000000200011&lng=&nrm=iso&tlng= Este artigo tenta trazer a noção de aventura de volta ao campo da antropologia por meio da análise de cinco narrativas sobre o Rio São Francisco - Burton, Pierson, Cavalcanti, Cappio e Tarsia (e companhia). Tenta-se entender como a mimesis e a sedução ligam esses atores ao rio e ao leitor, de tal maneira que, ao mesmo tempo em que os autores constroem-se nas narrativas, eles - narradores e rio - hermeneuticamente jogam suas redes sobre o leitor.<hr/>This article tries to bring back the notion of adventure to the anthropological field, through the analyses of five narratives about the São Francisco river - Burton, Pierson, Cavalcanti, Cappio and Tarsia (& partners) The article seeks to understand how mimesis and seduction join these actors to the river and to the reader, in such a way that, at the same time the authors construct themselves in the narrative, hermeneuticly they - storytellers and river - cast their nets over the reader. <![CDATA[<b>De Berlim a Brusque, de São Paulo a Nashville</b>: <b>a sociologia de Emílio Willems entre fronteiras</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-20702000000200012&lng=&nrm=iso&tlng= O artigo examina a repercussão da vivência de Emílio Willems, como imigrante, na perspectiva conceitual e temática que imprimiu ao seu trabalho intelectual. A marginalidade peculiar aos que transitam entre credos, culturas e valores distintos foi a experiência humana que norteou o pesquisador de origem alemã, para quem mudança cultural, conflito de valores e racionalização de ambigüidades tornaram-se assuntos privilegiados. Distante da nostalgia do outro e do longínquo, comum aos visitantes estrangeiros, a obra de Willems deixa ecoar a aventura improvisada de sua saída de Berlim e chegada ao Brasil em 1931.<hr/>This paper examines the repercussion of Emilio Willems' life as an immigrant on the conceptual and thematic perspective given to his intellectual work. Being an outsider, a feature inherent to those who move between different creeds, cultures and values, was the human experience that directed this researcher of German origin. He focused on cultural change, conflict of values and the rationalization of ambiguities. Differently from the work of other foreign visitors, Willems' does not present a nostalgia for the `other' or for the `one far away', and it echoes the improvised character of the adventure of his journey from Berlin to Brazil in 1931. <![CDATA[<b>O processo de modernização da universidade</b>: <b>casos USP e UFRJ</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-20702000000200013&lng=&nrm=iso&tlng= O artigo trata do processo de modernização da universidade e da conseqüente transformação do perfil da intelligentzia universitária, tomando como base dois estudos de caso: a Universidade de São Paulo (USP) e a Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). O período enfocado pela pesquisa compreende as décadas de 70, 80 e 90, com ênfase nas transformações ocorridas nas universidades investigadas a partir da Reforma de 1968. O estudo é centrado na Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP e no Instituto de Filosofia e Ciências Sociais da UFRJ, com enfoque na área de ciências humanas. Estas unidades universitárias são analisadas à luz das novas políticas de modernização para a universidade, que as inserem na lógica burocratizadora e racionalizadora do capital, o que tem levado à sua diluição enquanto locus de resistência crítica, política e cultural.<hr/>The article deals with the modernization process of the university and the consequent transformation of the profile of the university intelligentsia based on two case studies: the University of São Paulo (USP) and the Federal University of Rio de Janeiro (UFRJ). The study covers the `70s, `80s and `90s, thereby emphasizing the changes that took place in the respective universities, after the 1968 Reform. The analysis focuses on the Faculty of Philosophy, Letters and Human Sciences of USP and on the Institute of Philosophy and Social Sciences of UFRJ, highlighting the human sciences area. Since the 1968 Reform, these university units have been inserted in the bureaucratic and rationalizing logic of the capital, which has led to their dilution as privileged loci for critical, political and cultural resistance. <![CDATA[<b>Público, privado e o indivíduo no novo capitalismo</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-20702000000200014&lng=&nrm=iso&tlng= O presente texto procura discutir algumas das manifestações que caracterizam o indivíduo na sociedade brasileira contemporânea, tomando-se como ponto de partida as concepções de vida pública e vida privada. Partindo-se de duas fontes de referência principais, elabora-se a hipótese de que existem, atualmente, duas importantes representações do indivíduo, cujos reflexos se dão a conhecer pela maneira como estão se estruturando hoje o trabalho, as organizações empresariais, a política e a economia. De um lado, baseando-se nas análises de Alain Ehrenberg, há um indivíduo conquistador, tipificado pela busca da excelência, da competitividade e da concorrência, à semelhança do universo business. Por outro lado, de acordo com as proposições de Robert Castel, há um indivíduo desfiliado, representado pelo grande número de pessoas que estão privadas de um lugar de reconhecimento social e econômico.<hr/>This paper discusses some of the expressions that characterize the individual in contemporary Brazilian society, based on the conceptions of public and private life. The hypothesis, founded on two main reference sources, is that there are two important representations of the individual, and these are made known by the way that work, business enterprises, politics and the economy are structured. On the one hand, based on Alain Ehrenberg´s analysis, there is the conquering individual, typified by the search for excellence, competitiveness and trade rivalry, similar to business universe. On the other hand, according to Robert Castel, there is the unaffiliated individual, represented by the great number of people who lack social and economical acknowledgment. <![CDATA[<b>Organizações privadas sem fins lucrativos</b>: <b>a participação do mercado no terceiro setor</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-20702000000200015&lng=&nrm=iso&tlng= O objetivo desse ensaio é analisar a participação da empresa privada no 3o setor. Resultado de pesquisa realizada em quatro dentre as sete instituições gaúchas associadas ao GIFE, que é a entidade que reúne as iniciativas empresariais de maior destaque no campo social no Brasil, esse artigo revela a substituição, nessas instituições, da lógica da caridade pela do investimento social. O que faz com que o ato de doar assuma conotações estratégicas, priorizando ações e projetos que por suas características sejam interpretados como capazes de aportar uma contribuição mais efetiva ao enfrentamento da questão social. Paralelamente, evidencia-se, também, a preferência das instituições gaúchas, mantidas pelo capital privado e associadas ao GIFE, por ações de caráter preventivo, tais como aquelas que visam evitar a marginalização de crianças e adolescentes, em situação de risco social. Entre tais ações pode-se apontar as escolas de iniciação profissional.<hr/>This study analizes the participation of private business in the Third Sector. It is based on research carried out in four of the seven `gaucho' institutions, affiliated to GIFE, an institution that congregates outstanding business initiatives in the social field in Brazil. The article reveals the move from the `logic of charity' to that of social investment. Thus, the act of giving gains strategic connotations setting a priority on actions and projects that, due to their features, may be interpreted as being capable of contributing more effectively towards the solution of social problems. At the same time, the `gaucho' private business institutions associated to GIFE show a clear preference for preventive actions such as those that aim at keeping children and adolescents from becoming outcasts. Schools providing professional traineeship are among such initiatives. <![CDATA[<b>O particular e o universal mediados pela tradição</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-20702000000200016&lng=&nrm=iso&tlng= O texto resenha Leituras brasileiras: itinerários no pensamento social e na literatura, de Mariza Veloso e Angélica Madeira (São Paulo, Paz e Terra, 1999).<hr/>This text is a review of Leituras brasileiras: itinerários no pensamento social e na literatura by Mariza Veloso & Angélica Madeira (São Paulo, Paz e Terra, 1999).