Scielo RSS <![CDATA[Estudos Avançados]]> http://www.scielo.br/rss.php?pid=0103-401420170002&lang=es vol. 31 num. 90 lang. es <![CDATA[SciELO Logo]]> http://www.scielo.br/img/en/fbpelogp.gif http://www.scielo.br <![CDATA[Editorial]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-40142017000200003&lng=es&nrm=iso&tlng=es <![CDATA[Inovação em transformação]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-40142017000200007&lng=es&nrm=iso&tlng=es RESUMO Inovação é a criação de novas realidades. A partir desse conceito singelo, o artigo elabora sobre a concepção da ideia de inovação enquanto resultado e respectivo processo, ilustrando a sua abrangência e a complexidade de efetivamente criar novas realidades. Mostra que a ideia de inovação não é fruto do século XX, como frequentemente suposto, mas remonta à Antiguidade. Analisa a transformação histórica da valoração da inovação, cuja inflexão de heresia condenável a aspiração generalizada se deu ao longo do século XIX. Finalmente, expõe sete projeções para a inovação no futuro previsível.<hr/>ABSTRACT Innovation is the creation of new realities. Building upon this simple concept, the article discusses the idea of innovation, presented as both a result and a process, and highlights its comprehensiveness and the complexity of effectively creating new realities. It shows that the idea of innovation did not appear for the first time in the 20th century, as it is often assumed, but dates back to Antiquity. The article analyzes the historical transformation of innovation’s value, which changed from a reprehensible heresy to a desirable feature during the 19th century. Finally, seven innovation trends are projected for the foreseeable future. <![CDATA[Hélice Tríplice: inovação e empreendedorismo universidade-indústria-governo]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-40142017000200023&lng=es&nrm=iso&tlng=es RESUMO A Hélice Tríplice tornou-se um modelo reconhecido internacionalmente, que está no âmago da disciplina emergente de estudos de inovação, e um guia de políticas e práticas nos âmbitos local, regional, nacional e multinacional. As interações universidade-indústria-governo, que formam uma “hélice tríplice” de inovação e empreendedorismo, são a chave para o crescimento econômico e o desenvolvimento social baseados no conhecimento. O artigo apresenta a origem do modelo, seu conceito, dinâmica, fontes e rotas alternativas.<hr/>ABSTRACT The Triple Helix has developed into an internationally recognized model that is at the heart of the emerging discipline of innovation studies, and a guide to policy and practice at the local, regional, national and multinational levels. University-industry-government interactions, forming a “triple helix” for innovation and entrepreneurship, are the key to knowledge-based economic growth and social development. The article discusses the model’s origin, concept, dynamics, sources, and alternate routes. <![CDATA[Políticas de inovação em nova chave]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-40142017000200049&lng=es&nrm=iso&tlng=es RESUMO A crise que corrói o Brasil dificulta a retomada do crescimento e a elevação do patamar de competitividade da economia. A situação se torna mais grave quando confrontada com o avanço tecnológico que toma corpo nos países avançados e em desenvolvimento e que prenunciam mudanças profundas nas economias e na organização da sociedade. É urgente que o Brasil tenha condições básicas para não se distanciar ainda mais desse novo ciclo tecnológico. Este artigo, com base na experiência internacional, defende que, paradoxalmente, nos momentos de crise é que os países e empresas mais precisam aumentar seu investimento em inovação. Mais ainda, sugere que o Estado precisa se articular com a iniciativa privada, de modo a formar uma coalização entre empresas, universidades e governo, para enfrentar os desafios tecnológicos que sacodem as economias pelo mundo afora. Essas novas tendências, ainda inacessíveis à maior parte dos países emergentes, apontam para a formação de uma nova economia, articulada em torno de três grandes pilares: digitalização, integração e automação. É urgente a definição de estratégias de longa duração para que o país recupere protagonismo internacional e se destaque por sua inteligência e capacidade de fazer CT&amp;I de alta qualidade.<hr/>ABSTRACT The current Brazilian crisis undermines the country’s economic recovery and its efforts to increase competitiveness. When confronted with technologies that are bringing about deep changes in the economy and in the organization of societies, the Brazilian situation seems to be even more disadvantageous. Brazil must urgently reduce the gap between its own technological capabilities and that of advanced countries. This article draws upon international experience and argues that, precisely in moments of crisis, countries and companies need to increase investment in innovation. Moreover, it suggests that the State must articulate with the private sector to form a coalition between enterprises, universities and government to face the technological challenges that are shaking economies around the world. These new trends, still inaccessible to most emerging countries, point to the formation of a new economy, based on three main pillars: digitization, integration and automation. Brazil must urgently define long-term strategies that push the country forward to regain international prominence and stand out for its intelligence and high quality science, technology and innovation. <![CDATA[A inovação, o desenvolvimento e o papel da Universidade]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-40142017000200075&lng=es&nrm=iso&tlng=es RESUMO O artigo aborda a temática da relação entre a inovação, o desenvolvimento e o papel da Universidade no contexto da sociedade do conhecimento. Nesse sentido, se desenvolve uma reflexão sobre a inovação enquanto derivada de pesquisa, conceito e tipologia, bem como uma análise das implicações de potenciais inovações disruptivas na área de educação superior, chegando à emergência da terceira missão e o papel esperado da Universidade na sociedade atual, sob essa perspectiva da terceira missão, onde a Universidade passa a ter um papel protagonista no processo de desenvolvimento econômico e social, tendo a inovação e os ambientes de inovação como fundamento. Finalmente, como reflexão final, busca-se identificar o papel dos ambientes e ecossistemas de inovação com o processo de desenvolvimento da sociedade e os desafios da Universidade nesse processo.<hr/>ABSTRACT This article addresses the relationship between innovation, development and the role of universities in the knowledge society. Thus, the article looks at innovation as a phenomenon resulting from research, concept and typology. It also analyzes the implications of potentially disruptive innovations in higher education. Furthermore, it addresses the emergence of the third mission and the expected role of universities in today’s society, from the perspective of the aforementioned third mission, as universities take on a leading role in economic and social development, with innovation and innovation environments as their foundations. Lastly, we seek to identify the role of innovation environments and ecosystems in the process of development of societies and the challenges Universities face in this process. <![CDATA[Interação academia-indústria. Relato da experiência da Vale]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-40142017000200089&lng=es&nrm=iso&tlng=es RESUMO Abordamos aqui a nucleação de um modelo de inovação aberta na Vale (uma das maiores mineradoras do mundo) apresentando o contexto histórico em que se deu esse processo. Discutimos algumas das questões que possivelmente haviam até então dificultado a implantação de uma estrutura de pesquisa e desenvolvimento focando o longo prazo pela indústria no Brasil. Destacamos algumas das dificuldades encontradas ao longo do processo, bem como algumas das razões que levaram ao sucesso da iniciativa.<hr/>ABSTRACT We discuss how Vale (one of the world’s largest diversified mining companies) implemented an organizational structure that enabled an open innovation model. We describe the historical perspective in which this process took place. In addition, we present some of the potential causes underlying the slow advance of Brazilian industry in undertaking long-term research and development agendas. Lastly, we list some of the obstacles encountered in this process, as well as some of the potential reasons that might have contributed to the success of the initiative. <![CDATA[P&D <em>versus</em> inovação]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-40142017000200103&lng=es&nrm=iso&tlng=es RESUMO Abordamos aqui a nucleação de um modelo de inovação aberta na Vale (uma das maiores mineradoras do mundo) apresentando o contexto histórico em que se deu esse processo. Discutimos algumas das questões que possivelmente haviam até então dificultado a implantação de uma estrutura de pesquisa e desenvolvimento focando o longo prazo pela indústria no Brasil. Destacamos algumas das dificuldades encontradas ao longo do processo, bem como algumas das razões que levaram ao sucesso da iniciativa.<hr/>ABSTRACT We discuss how Vale (one of the world’s largest diversified mining companies) implemented an organizational structure that enabled an open innovation model. We describe the historical perspective in which this process took place. In addition, we present some of the potential causes underlying the slow advance of Brazilian industry in undertaking long-term research and development agendas. Lastly, we list some of the obstacles encountered in this process, as well as some of the potential reasons that might have contributed to the success of the initiative. <![CDATA[Inovação tecnológica para a sustentabilidade: aprendizados de sucessos e fracassos]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-40142017000200107&lng=es&nrm=iso&tlng=es RESUMO O estudo analisa casos de empresas multinacionais em diferentes setores: bens de consumo, sucroenergético, químico, e transportes. A principal contribuição da pesquisa é focada na discussão em como diferentes instrumentos de políticas públicas e ambientes institucionais direcionam projetos de ecoinovação em empresas, contribuindo para o desenvolvimento de uma economia de baixo carbono.<hr/>ABSTRACT This study analyzes cases of multinationals companies in different sectors: consumer goods, energy and sugarcane, chemical and transportation. Its main contribution is focused on how different public policy instruments and institutional environments are driving eco-innovation projects in companies, contributing to the development of a low-carbon economy. <![CDATA[Práticas intraempreendedoras na gestão pública: um estudo de caso na Embrapa]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-40142017000200127&lng=es&nrm=iso&tlng=es RESUMO O fenômeno do intraempreendedorismo tem chamado a atenção de pesquisadores e estudiosos ao redor do mundo, especialmente nas últimas duas décadas. A maior parte desses estudos é realizada em empresas do setor privado, devido à intrínseca natureza competitiva do seu ambiente. No setor público, todavia, os estudos sobre o intraempreendedorismo ainda encontram-se escassos ou em fases muito incipientes. Tal ambiente público, contudo, necessita, de maneira premente, de uma estratégia intraempreendedora que estimule a aceitação de riscos, responsabilidades e desafios, eliminando o excesso de formalismo. Portanto, o objetivo deste artigo é estudar as práticas intraempreendedoras utilizadas em uma instituição federal de pesquisa, bem como as principais barreiras para se ter uma visão intraempreendedora nessa organização. Para alcançar tal objetivo, foi realizada uma pesquisa aplicada, exploratória e descritiva, com abordagem qualitativa e auxílio de um estudo de caso. Como resultados, foi possível verificar que as principais práticas utilizadas na organização estão ligadas a maior autonomia dos funcionários, recompensas financeiras e não pecuniárias, permanência limitada nos cargos e a tolerância a erros. Além disso, foram apresentadas as dificuldades nesse processo, sendo o excesso de burocracia e o apego às normas e regulamentos os principais entraves ao intraempreendedorismo.<hr/>ABSTRACT Intrapreneurship has attracted the attention of researchers and scholars around the world, especially in the last two decades. Most of these studies are conducted in private companies because of the intrinsic competitive nature of their environment. In the public sector, however, studies on intrapreneurship are still scarce or at very early stages. The public environment, however, urgently needs an intrapreneurial strategy that encourages the acceptance of risks, responsibilities and challenges, eliminating the excess of formalism. Therefore, the focus of this article is to study the intrapreneurial practices of a federal research institution, as well as the main barriers to having an intrapreneurial management in this organization. To achieve this goal, an applied, exploratory and descriptive research was carried out, with a qualitative approach and a case study. As a result, it was possible to verify that the main practices used in the organization are linked to greater employee autonomy, financial and non-pecuniary rewards, limited time in one position and tolerance to errors. In addition, the difficulties in this process are presented, with red tape and adherence to norms and regulations being the main obstacles to intrapreneurship. <![CDATA[Radar da Inovação – O que os governos precisam enxergar]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-40142017000200143&lng=es&nrm=iso&tlng=es RESUMO Os governos, tal como muitas das grandes organizações, ainda funcionam dentro de uma modelagem desenvolvida há mais de cem anos, que tem como marcas centrais a hierarquia, a centralização e a especialização. Essa engrenagem que permitiu avanços notáveis na produtividade do trabalho manual ao longo do século XX, vai progressivamente perdendo sua efetividade ao se defrontar com uma economia globalizada e sofisticada, centrada no conhecimento e no uso criativo de novas tecnologias e materiais e com uma sociedade articulada em rede, plural e reivindicativa. Neste texto, buscamos detalhar os principais pontos de estrangulamento que impedem o setor público de dar respostas efetivas para problemas complexos e apontar as mudanças necessárias para que a inovação seja captada pelos radares dos governos, direcionados para uma sociedade que não existe mais.<hr/>ABSTRACT Governments, like many other large organizations, still work within a framework developed over a hundred years ago, with hierarchy, centralization, and expertise as its main features. This arrangement, which that has enabled remarkable advances in the productivity of manual labor throughout the twentieth century, progressively loses its effectiveness when confronted with a globalized and sophisticated economy, centered on knowledge, creativity, and the use of revolutionary technologies and materials in a plural, demanding and networked society. In this paper, we try to detail the main bottlenecks that prevent the public sector from giving effective answers to complex problems, and point out the changes needed for innovation to be captured by government “radars”, currently aimed at a society that no longer exists. <![CDATA[Sob os olhares de Janus, o foco é no conhecimento]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-40142017000200159&lng=es&nrm=iso&tlng=es RESUMO Os governos, tal como muitas das grandes organizações, ainda funcionam dentro de uma modelagem desenvolvida há mais de cem anos, que tem como marcas centrais a hierarquia, a centralização e a especialização. Essa engrenagem que permitiu avanços notáveis na produtividade do trabalho manual ao longo do século XX, vai progressivamente perdendo sua efetividade ao se defrontar com uma economia globalizada e sofisticada, centrada no conhecimento e no uso criativo de novas tecnologias e materiais e com uma sociedade articulada em rede, plural e reivindicativa. Neste texto, buscamos detalhar os principais pontos de estrangulamento que impedem o setor público de dar respostas efetivas para problemas complexos e apontar as mudanças necessárias para que a inovação seja captada pelos radares dos governos, direcionados para uma sociedade que não existe mais.<hr/>ABSTRACT Governments, like many other large organizations, still work within a framework developed over a hundred years ago, with hierarchy, centralization, and expertise as its main features. This arrangement, which that has enabled remarkable advances in the productivity of manual labor throughout the twentieth century, progressively loses its effectiveness when confronted with a globalized and sophisticated economy, centered on knowledge, creativity, and the use of revolutionary technologies and materials in a plural, demanding and networked society. In this paper, we try to detail the main bottlenecks that prevent the public sector from giving effective answers to complex problems, and point out the changes needed for innovation to be captured by government “radars”, currently aimed at a society that no longer exists. <![CDATA[A poesia de Manuel Bandeira: a crítica de Mário de Andrade e Sérgio Buarque de Holanda]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-40142017000200167&lng=es&nrm=iso&tlng=es RESUMO A poesia de Manuel Bandeira, um dos mais profícuos poetas brasileiros do século XX, interessou tanto à crítica literária de Mário de Andrade quanto à de Sérgio Buarque de Holanda. O objetivo deste artigo é analisar os critérios que sustentam as críticas de Mário de Andrade e Sérgio Buarque à poesia de Manuel Bandeira, tendo como ponto de partida a afirmação da trajetória artística sincera do poeta. No caso de Mário de Andrade, tal conceito parece retomar as reflexões sobre a técnica da poesia desenvolvidas sistematicamente em “O artista e o artesão”; no caso de Sérgio Buarque, parece figurar como um dos combustíveis para a revolução contra a “cordialidade” brasileira, conforme definida em Raízes do Brasil.<hr/>ABSTRACT The poetry of Manuel Bandeira, one of the most prolific Brazilian poets of the twentieth century, drew the attention of the literary criticism of both Mário de Andrade and Sérgio Buarque de Holanda. The aim of this article is to analyze the criteria that support the critical approaches of Andrade and Holanda to the poetry of Manuel Bandeira, using as a starting point the poet’s sincere artistic trajectory. In the case of Mário de Andrade, this concept seems to reconsider the reflections on the technique of poetry developed systematically in “O artista e o artesão”. In the case of Sérgio Buarque, the concept seems to figure as one of the fuels of the revolution against Brazilian “cordiality”, as defined in Roots of Brazil. <![CDATA[Aspectos da marginália de Mário de Andrade na poesia do romantismo brasileiro]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-40142017000200183&lng=es&nrm=iso&tlng=es RESUMO A marginália de Mário de Andrade nos títulos de poesia do romantismo brasileiro traça a encruzilhada de projetos: o Dicionário musical, Zoofonia, Na pancada do ganzá, Gramatiquinha da fala brasileira, O sequestro da dona ausente. O propósito aqui é articular a notícia que a marginália traz daqueles projetos à concepção psicológica de poesia que autoriza o autor de Macunaíma a assumir o lirismo romântico como expressão autêntica, mesmo que problemática, da matéria brasileira.<hr/>ABSTRACT Mário de Andrade’s marginalia on Brazilian Romantic poetry represent some of his key projects: Dicionário musical, Zoofonia, Na pancada do ganzá, Gramatiquinha da fala brasileira, O sequestro da dona ausente. The purpose here is to articulate his marginal notes, informative as they are about such projects, with his psychological conception of poetry, which allows him to embrace Romantic lyricism as an authentic expression, even if problematic, of the Brazilian matter. <![CDATA[Os “Poemas da Negra”, uma leitura a contrapelo da “poesia do senhor do engenho”]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-40142017000200199&lng=es&nrm=iso&tlng=es RESUMO O presente artigo dedica-se a uma leitura dos doze “Poemas da Negra” de Mário de Andrade, escritos em 1928 e publicados em 1930 na obra Remate de males. A análise e a interpretação do conjunto amoroso nascem dos estudos do manuscrito Preto no acervo do escritor (Grillo, 2010), salvaguardado no Instituto de Estudos Brasileiros (IEB-USP), e seguem indicações de Gilda de Melo e Souza (2005). A estudiosa aponta para que se faça uma leitura dos poemas a contrapelo do que ela denomina “poesia do senhor do engenho”. De fato, em um dos mais belos versos amorosos de Mário de Andrade, o poeta desenvolve na poesia modernista uma nova dicção a respeito da negra, na medida em que o eu lírico a eleva a um plano cósmico, igualando o eu poético e a musa de azeviche.<hr/>ABSTRAR This article is dedicated to a reading of the twelve “Poemas da Negra” by Mário de Andrade, written in 1928 and published in 1930 in the book Remate de males. The analysis and interpretation of the love collection derive from studies of the manuscript Preto in the writer’s collection (Grillo, 2010), safeguarded in the Institute of Brazilian Studies (IEB-USP), and follow indications of Gilda de Melo e Souza (2005). This scholar points out that the poems should be read against what she calls the “poetry of the plantation master”. Indeed, in one of Mário de Andrade’s most beautiful love verses, the poet develops a new Modernist diction about the black woman, insofar as the lyrical self elevates her to a cosmic plane, equating the poetic self and the black muse. <![CDATA[A lição dos mestres: os parnasianos na biblioteca de Mário de Andrade]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-40142017000200215&lng=es&nrm=iso&tlng=es RESUMO Em 1921, Mário de Andrade publica, no Jornal do Comércio, em São Paulo, “Mestres do passado”, série de artigos dedicada à análise dos principais parnasianos brasileiros, estudo aprofundado, longo, análise minuciosa que firma um leitor aplicado, capaz de discorrer sobre características dos poemas, de tecer comparações entre autores, pronto para apontar desajustes. A marginália desse leitor em Francisca Júlia, Raimundo Corrêa, Alberto de Oliveira, Olavo Bilac e Vicente de Carvalho vale, em certos aspectos, como o prototexto desse conjunto de artigos, importante contribuição do leitor crítico.<hr/>ABSTRACT In 1921, Mário de Andrade publishes, in São Paulo’s Jornal do Comércio, “Mestres do passado”, a series of articles analyzing the leading Brazilian Parnassians, a deep, long, detailed analysis that establishes a zealous reader capable of describing a poem’s characteristics, weaving comparisons between authors, ready to point out mismatches. The marginalia of this reader in Francisca Júlia, Raimundo Corrêa, Alberto de Oliveira, Olavo Bilac and Vicente de Carvalho is, in certain aspects, a prototext of this group of articles, an important contribution of the critical reader. <![CDATA[Músicas, músicos e crítica musical francesa em Mário de Andrade]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-40142017000200231&lng=es&nrm=iso&tlng=es RESUMO Este trabalho apresenta a forte relação de Mário de Andrade com dois campos intrínsecos em sua produção: a musicologia e as referências à cultura francesa que desde cedo permearam sua trajetória intelectual. Analisamos aqui algumas crônicas reunidas em Música, doce música nas quais se evidenciam a visão e a postura singular do escritor brasileiro ante a música, músicos e críticos musicais franceses com os quais trava um diálogo de igual para igual.<hr/>ABSTRACT This work presents Mário de Andrade’s strong relationship with two fields intrinsic in his production: musicology and the French culture that permeated his intellectual trajectory from the very beginning. We analyze here some chronicles included in Música, doce música (Music, sweet music), which reveal the Brazilian writer’s vision and particular position towards French music, musicians and musical critics with whom he establishes a dialogue on equal terms. <![CDATA[Mário de Andrade e Richard Wagner na aurora do modernismo paulista]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-40142017000200253&lng=es&nrm=iso&tlng=es RESUMO O início da carreira intelectual de Mário de Andrade é marcado por aproximações com o compositor alemão Richard Wagner de diversas maneiras. No presente artigo, apresento três modos pelos quais os autores se encontram: o primeiro é a leitura que Mário faz da obra de Wagner; o segundo, parte da importância do compositor e seu projeto estético na história da música; o terceiro traz o caso da apresentação realizada por Oswald de Andrade que utiliza termos da ópera Parsifal. A partir desses, propõe-se uma leitura do pensamento musical de Mário de Andrade que pode ser utilizada de amparo para a compreensão do seu pensamento estético.<hr/>ABSTRACT The beginning of Mário de Andrade’s intellectual career is marked by his many approximations to the German composer Richard Wagner. In this article, I would like to present three excerpts that show how these two authors meet: the first is Mário’s reading of Wagner’s work; the second concerns the importance of this composer and his aesthetic project in the history of music; the third relays the case of a presentation by Oswald de Andrade that makes a comparison to the opera Parsifal. From these excerpts, I would like to propose a reading of Mário de Andrade’s musical thought that may be used as a basis to understand his aesthetic thinking. <![CDATA[Caipira: cultura, resistência e enraizamento]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-40142017000200267&lng=es&nrm=iso&tlng=es RESUMO O presente artigo trata do surgimento da música caipira como uma expressão da cultura popular brasileira e como essa música, desde o momento em que foi gravada em disco e divulgada pelo rádio, ajudou no processo de reenraizamento dos migrantes caipiras na Grande São Paulo.<hr/>ABSTRACT This article deals with the emergence of Brazilian country folk (caipira) music as an expression of the country’s popular culture and how this music, from the moment it was recorded and broadcast on radio, helped in the process of re-rooting the country’s migrants in the city of São Paulo. <![CDATA[Um paradoxo entre o existir e o resistir: a moda de viola através dos tempos]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-40142017000200283&lng=es&nrm=iso&tlng=es RESUMO A moda de viola é considerada um dos gêneros mais tradicionais da música caipira, se aproximando enquanto gênero narrativo das antigas lendas medievais e dos romances de cavalaria ibéricos renascentistas, sendo ainda afluente da cultura moura. Suas temáticas são reveladoras de uma funcionalidade social que, ao transmitirem valores pedagógicos, morais e expressarem poética e musicalmente determinados contextos sociais, servem como ferramenta de denúncia e crítica a processos de exclusão e opressão social. Este artigo traz uma breve descrição de seus primeiros registros coletados por folcloristas no início do século XX, dos dilemas decorrentes de sua inserção no registro fonográfico a partir de 1929 e das contradições acerca da perpetuação do gênero através dos tempos, focalizando principalmente sua potencialidade no campo dos estudos sobre identidade.<hr/>ABSTRACT The moda-de-viola [folk guitar songs] is considered one of the most traditional genres of country music, a narrative genre approaching the old medieval legends and romances of the Iberian Renaissance when it was still an affluent of Moorish culture. Its themes reveal a social functionality that, by conveying pedagogical and moral values, and by expressing poetically and musically certain specific social contexts, serves as a tool to denounce and criticize processes of exclusion and social oppression. This article presents a brief description of the first records collected by folklorists in the early twentieth century, of the dilemmas arising from its insertion in the phonographic record from 1929 onward, and of the contradictions in the perpetuation of this genre over time, focusing mainly on its potentiality in the field of identity studies. <![CDATA[O fandango de chilenas e suas transformações no tempo]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-40142017000200307&lng=es&nrm=iso&tlng=es RESUMO O fandango de chilenas é um dos três tipos de fandangos que classificamos como “fandangos caipiras”. Esses foram ignorados pela maioria dos principais folcloristas brasileiros. Como consequência disso, não houve, além do trabalho de Rossini Tavares de Lima (1954) sobre os fandangos de chilenas, pesquisas relevantes do ponto de vista social ou musical sobre essas manifestações. Mostramos aqui a principal causa dessa lacuna bibliográfica e apresentamos uma breve descrição tanto do fandango de chilenas quanto das transformações que ocorreram com o passar do tempo, desde a última vez em que se falou dele com pertinência, a década de 1950.<hr/>ABSTRACT The fandango de chilenas [fandango with spurs] is one of the three types of fandangos that we classify as “caipira” fandangos and which were ignored by most leading Brazilian folklorists. As a consequence, no relevant social or musical research on these manifestations has been done, other than the work of Rossini Tavares de Lima (1954) on fandangos de chilenas. We will show here the main cause of this bibliographical gap, as well as a brief description of fandango de chilenas and the transformations that have occurred over time, since it was last mentioned pertinently in the 1950s. <![CDATA[A gravadora Chantecler e a música regional do Brasil]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-40142017000200323&lng=es&nrm=iso&tlng=es RESUMO Este texto busca apresentar a trajetória da gravadora paulistana Chantecler que, desde sua criação, em 1958, teve um papel fundamental na produção de discos de artistas ligados à música regional brasileira, especialmente à música sertaneja. Até os anos 1990, tais gêneros musicais tendiam a ser menosprezados pelas gravadoras internacionais instaladas no país. O texto busca ainda refletir acerca do processo de estratificação do consumo de música popular que se verifica no país a partir dos anos 1960 e, nesse contexto, do papel que passa a ser ocupado pelas gravadoras nacionais diante das grandes empresas internacionais (majors) instaladas no país. Desse modo, o texto busca contextualizar a atuação da Chantecler dentro do cenário mais amplo da indústria fonográfica do Brasil.<hr/>ABSTRACT abstract – The article recovers the history of the Brazilian record label Chantecler, founded in 1958 and based in São Paulo, which played a crucial role in the production of Brazilian regional music, especially Brazilian sertaneja music. Until the 1990s, regional music genres were mostly disregarded by major international record companies operating in Brazil. From that perspective, this work discusses the stratification of popular music consumption in Brazil after the 1960s, noting the role of domestic vis-à-vis international record labels, and thus contextualizes the presence of Chantecler in the broader scenario of the national record industry. <![CDATA[Mediação não é conciliação. Sobre um legado da obra de Antonio Candido]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-40142017000200341&lng=es&nrm=iso&tlng=es RESUMO Este texto busca apresentar a trajetória da gravadora paulistana Chantecler que, desde sua criação, em 1958, teve um papel fundamental na produção de discos de artistas ligados à música regional brasileira, especialmente à música sertaneja. Até os anos 1990, tais gêneros musicais tendiam a ser menosprezados pelas gravadoras internacionais instaladas no país. O texto busca ainda refletir acerca do processo de estratificação do consumo de música popular que se verifica no país a partir dos anos 1960 e, nesse contexto, do papel que passa a ser ocupado pelas gravadoras nacionais diante das grandes empresas internacionais (majors) instaladas no país. Desse modo, o texto busca contextualizar a atuação da Chantecler dentro do cenário mais amplo da indústria fonográfica do Brasil.<hr/>ABSTRACT abstract – The article recovers the history of the Brazilian record label Chantecler, founded in 1958 and based in São Paulo, which played a crucial role in the production of Brazilian regional music, especially Brazilian sertaneja music. Until the 1990s, regional music genres were mostly disregarded by major international record companies operating in Brazil. From that perspective, this work discusses the stratification of popular music consumption in Brazil after the 1960s, noting the role of domestic vis-à-vis international record labels, and thus contextualizes the presence of Chantecler in the broader scenario of the national record industry. <![CDATA[Antonio Candido e a Academia Brasileira de Letras]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-40142017000200349&lng=es&nrm=iso&tlng=es RESUMO Este texto busca apresentar a trajetória da gravadora paulistana Chantecler que, desde sua criação, em 1958, teve um papel fundamental na produção de discos de artistas ligados à música regional brasileira, especialmente à música sertaneja. Até os anos 1990, tais gêneros musicais tendiam a ser menosprezados pelas gravadoras internacionais instaladas no país. O texto busca ainda refletir acerca do processo de estratificação do consumo de música popular que se verifica no país a partir dos anos 1960 e, nesse contexto, do papel que passa a ser ocupado pelas gravadoras nacionais diante das grandes empresas internacionais (majors) instaladas no país. Desse modo, o texto busca contextualizar a atuação da Chantecler dentro do cenário mais amplo da indústria fonográfica do Brasil.<hr/>ABSTRACT abstract – The article recovers the history of the Brazilian record label Chantecler, founded in 1958 and based in São Paulo, which played a crucial role in the production of Brazilian regional music, especially Brazilian sertaneja music. Until the 1990s, regional music genres were mostly disregarded by major international record companies operating in Brazil. From that perspective, this work discusses the stratification of popular music consumption in Brazil after the 1960s, noting the role of domestic vis-à-vis international record labels, and thus contextualizes the presence of Chantecler in the broader scenario of the national record industry. <![CDATA[Revistas ilustradas: fonte para revisão sobre o preconceito e imaginário social na imigração japonesa]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-40142017000200359&lng=es&nrm=iso&tlng=es RESUMO Este texto busca apresentar a trajetória da gravadora paulistana Chantecler que, desde sua criação, em 1958, teve um papel fundamental na produção de discos de artistas ligados à música regional brasileira, especialmente à música sertaneja. Até os anos 1990, tais gêneros musicais tendiam a ser menosprezados pelas gravadoras internacionais instaladas no país. O texto busca ainda refletir acerca do processo de estratificação do consumo de música popular que se verifica no país a partir dos anos 1960 e, nesse contexto, do papel que passa a ser ocupado pelas gravadoras nacionais diante das grandes empresas internacionais (majors) instaladas no país. Desse modo, o texto busca contextualizar a atuação da Chantecler dentro do cenário mais amplo da indústria fonográfica do Brasil.<hr/>ABSTRACT abstract – The article recovers the history of the Brazilian record label Chantecler, founded in 1958 and based in São Paulo, which played a crucial role in the production of Brazilian regional music, especially Brazilian sertaneja music. Until the 1990s, regional music genres were mostly disregarded by major international record companies operating in Brazil. From that perspective, this work discusses the stratification of popular music consumption in Brazil after the 1960s, noting the role of domestic vis-à-vis international record labels, and thus contextualizes the presence of Chantecler in the broader scenario of the national record industry. <![CDATA[Heresias do marxismo brasileiro: a agonia de Caio Prado Júnior]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-40142017000200367&lng=es&nrm=iso&tlng=es RESUMO Este texto busca apresentar a trajetória da gravadora paulistana Chantecler que, desde sua criação, em 1958, teve um papel fundamental na produção de discos de artistas ligados à música regional brasileira, especialmente à música sertaneja. Até os anos 1990, tais gêneros musicais tendiam a ser menosprezados pelas gravadoras internacionais instaladas no país. O texto busca ainda refletir acerca do processo de estratificação do consumo de música popular que se verifica no país a partir dos anos 1960 e, nesse contexto, do papel que passa a ser ocupado pelas gravadoras nacionais diante das grandes empresas internacionais (majors) instaladas no país. Desse modo, o texto busca contextualizar a atuação da Chantecler dentro do cenário mais amplo da indústria fonográfica do Brasil.<hr/>ABSTRACT abstract – The article recovers the history of the Brazilian record label Chantecler, founded in 1958 and based in São Paulo, which played a crucial role in the production of Brazilian regional music, especially Brazilian sertaneja music. Until the 1990s, regional music genres were mostly disregarded by major international record companies operating in Brazil. From that perspective, this work discusses the stratification of popular music consumption in Brazil after the 1960s, noting the role of domestic vis-à-vis international record labels, and thus contextualizes the presence of Chantecler in the broader scenario of the national record industry. <![CDATA[Rio de Janeiro. Explorações sobre uma cidade porosa]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-40142017000200377&lng=es&nrm=iso&tlng=es RESUMO Este texto busca apresentar a trajetória da gravadora paulistana Chantecler que, desde sua criação, em 1958, teve um papel fundamental na produção de discos de artistas ligados à música regional brasileira, especialmente à música sertaneja. Até os anos 1990, tais gêneros musicais tendiam a ser menosprezados pelas gravadoras internacionais instaladas no país. O texto busca ainda refletir acerca do processo de estratificação do consumo de música popular que se verifica no país a partir dos anos 1960 e, nesse contexto, do papel que passa a ser ocupado pelas gravadoras nacionais diante das grandes empresas internacionais (majors) instaladas no país. Desse modo, o texto busca contextualizar a atuação da Chantecler dentro do cenário mais amplo da indústria fonográfica do Brasil.<hr/>ABSTRACT abstract – The article recovers the history of the Brazilian record label Chantecler, founded in 1958 and based in São Paulo, which played a crucial role in the production of Brazilian regional music, especially Brazilian sertaneja music. Until the 1990s, regional music genres were mostly disregarded by major international record companies operating in Brazil. From that perspective, this work discusses the stratification of popular music consumption in Brazil after the 1960s, noting the role of domestic vis-à-vis international record labels, and thus contextualizes the presence of Chantecler in the broader scenario of the national record industry.