Scielo RSS <![CDATA[Revista Brasileira de Terapia Intensiva]]> http://www.scielo.br/rss.php?pid=0103-507X20170002&lang=pt vol. 29 num. 2 lang. pt <![CDATA[SciELO Logo]]> http://www.scielo.br/img/en/fbpelogp.gif http://www.scielo.br <![CDATA[O que todo intensivista deveria saber sobre a passagem de plantão na unidade de terapia intensiva]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-507X2017000200121&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt <![CDATA[Lactato é O alvo para ressuscitação precoce na sepse]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-507X2017000200124&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt <![CDATA[Pequenos passos além da análise comparativa]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-507X2017000200128&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt <![CDATA[<em>Checklist</em> da prona segura: construção e implementação de uma ferramenta para realização da manobra de prona]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-507X2017000200131&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt RESUMO Objetivo: Construir e implementar um instrumento (checklist) para melhoria do cuidado na manobra prona. Métodos: Estudo aplicativo, qualitativo e descritivo. O instrumento foi desenvolvido a partir de ampla revisão da literatura, para construção de um protocolo de atendimento assistencial, utilizando as principais bases eletrônicas (MEDLINE, LILACS e Cochrane). Resultados: Descrevemos a construção de uma ferramenta de segurança do paciente com suas inúmeras modificações e adaptações, a partir das observações da equipe multidisciplinar com seu uso na prática diária. Conclusão: A aplicação do checklist na manobra de prona acrescentou confiabilidade e segurança ao procedimento. O entendimento da importância da ferramenta na segurança do paciente, por parte da equipe, e sua capacitação são necessários para seu sucesso.<hr/>ABSTRACT Objective: To construct and implement an instrument (checklist) to improve safety when performing the prone maneuver. Methods: This was an applied, qualitative and descriptive study. The instrument was developed based on a broad review of the literature pertaining to the construction of a care protocol using the main electronic databases (MEDLINE, LILACS and Cochrane). Results: We describe the construction of a patient safety tool with numerous modifications and adaptations based on the observations of the multidisciplinary team regarding its use in daily practice. Conclusion: The use of the checklist when performing the prone maneuver increased the safety and reliability of the procedure. The team's understanding of the tool's importance to patient safety and training in its use are necessary for its success. <![CDATA[Plano de análise estatística para o <em>Alveolar Recruitment for Acute Respiratory Distress Syndrome Trial</em> (ART). Ensaio controlado randomizado]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-507X2017000200142&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt RESUMO Fundamentação: O estudo Alveolar Recruitment for Acute Respiratory Distress Syndrome Trial (ART) é um ensaio clínico internacional, multicêntrico, randomizado, pragmático e controlado com ocultação da alocação que envolve 120 unidades de terapia intensiva no Brasil, Argentina, Colômbia, Espanha, Itália, Polônia, Portugal, Malásia e Uruguai, com o objetivo primário de determinar se o recrutamento alveolar gradual máximo associado com titulação da pressão positiva expiratória final, ajustada segundo a complacência estática do sistema respiratório (estratégia ART), é capaz de aumentar, quando comparada aos resultados do tratamento convencional (estratégia ARDSNet), a sobrevivência em 28 dias de pacientes com síndrome do desconforto respiratório agudo. Objetivo: Descrever o processo de gerenciamento dos dados e o plano de análise estatística em um ensaio clínico internacional. Métodos: O plano de análise estatística foi delineado pelo comitê executivo e revisado pelo comitê diretivo do ART. Foi oferecida uma visão geral do delineamento do estudo, com foco especial na descrição de desfechos primário (sobrevivência aos 28 dias) e secundários. Foram descritos o processo de gerenciamento dos dados, o comitê de monitoramento de dados, a análise interina e o cálculo do tamanho da amostra. Também foram registrados o plano de análise estatística para os desfechos primário e secundários, e os subgrupos de análise pré-especificados. Detalhes para apresentação dos resultados, inclusive modelos de tabelas para as características basais, adesão ao protocolo e efeito nos desfechos clínicos, foram fornecidos. Conclusão: Em acordo com as melhores práticas em ensaios clínicos, submetemos nossos planos de análise estatística e de gerenciamento de dados para publicação antes do fechamento da base de dados e início das análises. Antecipamos que este documento deve prevenir viés em análises e incrementar a utilidade dos resultados a serem relatados. Registro do estudo: Número no registro ClinicalTrials.gov NCT01374022.<hr/>ABSTRACT Background: The Alveolar Recruitment for Acute Respiratory Distress Syndrome Trial (ART) is an international multicenter randomized pragmatic controlled trial with allocation concealment involving 120 intensive care units in Brazil, Argentina, Colombia, Italy, Poland, Portugal, Malaysia, Spain, and Uruguay. The primary objective of ART is to determine whether maximum stepwise alveolar recruitment associated with PEEP titration, adjusted according to the static compliance of the respiratory system (ART strategy), is able to increase 28-day survival in patients with acute respiratory distress syndrome compared to conventional treatment (ARDSNet strategy). Objective: To describe the data management process and statistical analysis plan. Methods: The statistical analysis plan was designed by the trial executive committee and reviewed and approved by the trial steering committee. We provide an overview of the trial design with a special focus on describing the primary (28-day survival) and secondary outcomes. We describe our data management process, data monitoring committee, interim analyses, and sample size calculation. We describe our planned statistical analyses for primary and secondary outcomes as well as pre-specified subgroup analyses. We also provide details for presenting results, including mock tables for baseline characteristics, adherence to the protocol and effect on clinical outcomes. Conclusion: According to best trial practice, we report our statistical analysis plan and data management plan prior to locking the database and beginning analyses. We anticipate that this document will prevent analysis bias and enhance the utility of the reported results. Trial registration: ClinicalTrials.gov number, NCT01374022. <![CDATA[Fatores potencialmente associados à decisão de admissão à unidade de terapia intensiva em um país em desenvolvimento: um levantamento de médicos brasileiros]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-507X2017000200154&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt RESUMO Objetivo: Avaliar os fatores potencialmente associados à decisão de admitir um paciente à unidade de terapia intensiva no Brasil. Métodos: Foi realizado um levantamento eletrônico de médicos brasileiros atuantes em unidades de terapia intensiva. Catorze variáveis consideradas potencialmente associadas à decisão de admitir um paciente à unidade de terapia intensiva foram pontuadas como importante (de 1 a 5) pelos participantes e, mais tarde, agrupadas como fatores "relacionados ao paciente", "relacionados à escassez" e "relacionados à administração". O ambiente de trabalho e as características do médico foram avaliados quanto à sua correlação com as pontuações dos fatores. Resultados: Durante o período do estudo, 125 médicos preencheram o formulário. Os escores dos fatores relacionados ao paciente foram pontuados, em termos de seu potencial para afetar as decisões, em um nível mais alto do que os fatores relacionados à escassez ou à administração, com média (mais ou menos o desvio padrão), respectivamente, de 3,42 ± 0,7, 2,75 ± 0,7 e 2,87 ± 0,7 (p &lt; 0,001). O prognóstico da doença de base do paciente foi classificado em 64,5% pelos médicos como afetando sempre ou frequentemente as decisões, seguido por prognóstico da doença aguda (57%), número de leitos disponíveis na unidade de terapia intensiva (56%) e vontade dos pacientes (53%). Após o ajuste de fatores de confusão, o recebimento de treinamento específico em triagem para terapia intensiva se associou com escores mais elevados dos fatores relacionados ao paciente e à escassez, enquanto o fato de trabalhar em uma unidade de terapia intensiva pública (em oposição a trabalhar em uma unidade de terapia intensiva privada) se associou com gradações mais elevadas para fatores relacionados à escassez. Conclusões: Os fatores relacionados ao paciente foram classificados como tendo potencial de afetar as decisões de admissão à unidade de terapia intensiva mais frequentemente do que fatores relacionados à escassez ou à administração. As características do médico e do ambiente de trabalho se associaram com classificações diferenciais dos fatores.<hr/>ABSTRACT Objective: To evaluate the factors potentially associated with the decision of admission to the intensive care unit in Brazil. Methods: An electronic survey of Brazilian physicians working in intensive care units. Fourteen variables that were potentially associated with the decision of admission to the intensive care unit were rated as important (from 1 to 5) by the respondents and were later grouped as "patient-related," "scarcity-related" and "administrative-related" factors. The workplace and physician characteristics were evaluated for correlation with the factor ratings. Results: During the study period, 125 physicians completed the survey. The scores on patient-related factors were rated higher on their potential to affect decisions than scarcity-related or administrative-related factors, with a mean ± SD of 3.42 ± 0.7, 2.75 ± 0.7 and 2.87 ± 0.7, respectively (p &lt; 0.001). The patient's underlying illness prognosis was rated by 64.5% of the physicians as always or frequently affecting decisions, followed by acute illness prognosis (57%), number of intensive care unit beds available (56%) and patient's wishes (53%). After controlling for confounders, receiving specific training on intensive care unit triage was associated with higher ratings of the patient-related factors and scarcity-related factors, while working in a public intensive care unit (as opposed to a private intensive care unit) was associated with higher ratings of the scarcity-related factors. Conclusions: Patient-related factors were more frequently rated as potentially affecting intensive care unit admission decisions than scarcity-related or administrative-related factors. Physician and workplace characteristics were associated with different factor ratings. <![CDATA[Alterações ventilatórias durante o uso de trocadores de calor e umidade em pacientes submetidos à ventilação mecânica com pressão de suporte e ajustes nos parâmetros ventilatórios para compensar estas possíveis alterações: estudo de intervenção autocontrolado em humanos]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-507X2017000200163&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt RESUMO Objetivo: Avaliar as possíveis alterações do volume corrente, volume-minuto e frequência respiratória causadas pela utilização de trocadores de calor e umidade em pacientes submetidos à ventilação mecânica na modalidade pressão de suporte, e quantificar a variação da pressão de suporte necessária para compensar o efeito causado pelo trocador de calor e umidade. Métodos: Os pacientes sob ventilação mecânica invasiva na modalidade pressão de suporte foram avaliados utilizando umidificadores aquecidos e trocadores de calor e umidade. Caso o volume encontrado com uso de trocadores de calor e umidade fosse menor que o achado com o umidificador aquecido, iniciava-se o aumento da pressão de suporte, perante o uso de trocadores de calor e umidade, até ser encontrado um valor de pressão de suporte que possibilitasse ao paciente gerar um valor próximo do volume corrente inicial com umidificador aquecido. A análise foi realizada por meio do teste t pareado, e os valores de incremento foram expressos em porcentagem de aumento necessário. Resultados: Foram avaliados 26 pacientes. O uso de trocadores de calor e umidade aumentou a frequência respiratória, e reduziu o volume corrente e o volume-minuto, quando comparados com o uso do umidificador aquecido. Com o uso de trocadores de calor e umidade, os pacientes precisaram de um incremento de 38,13% na pressão de suporte para manter os volumes prévios. Conclusão: O trocador de calor e umidade alterou os parâmetros de volume corrente, volume-minuto e frequência respiratória, sendo necessário um aumento da pressão de suporte para compensar estas alterações.<hr/>ABSTRACT Objective: To evaluate the possible changes in tidal volume, minute volume and respiratory rate caused by the use of a heat and moisture exchanger in patients receiving pressure support mechanical ventilation and to quantify the variation in pressure support required to compensate for the effect caused by the heat and moisture exchanger. Methods: Patients under invasive mechanical ventilation in pressure support mode were evaluated using heated humidifiers and heat and moisture exchangers. If the volume found using the heat and moisture exchangers was lower than that found with the heated humidifier, an increase in pressure support was initiated during the use of the heat and moisture exchanger until a pressure support value was obtained that enabled the patient to generate a value close to the initial tidal volume obtained with the heated humidifier. The analysis was performed by means of the paired t test, and incremental values were expressed as percentages of increase required. Results: A total of 26 patients were evaluated. The use of heat and moisture exchangers increased the respiratory rate and reduced the tidal and minute volumes compared with the use of the heated humidifier. Patients required a 38.13% increase in pressure support to maintain previous volumes when using the heat and moisture exchanger. Conclusion: The heat and moisture exchanger changed the tidal and minute volumes and respiratory rate parameters. Pressure support was increased to compensate for these changes. <![CDATA[Dimensionamento de pessoal de enfermagem referente à promoção do autocuidado em unidade de terapia semi-intensiva pediátrica]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-507X2017000200171&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt RESUMO Objetivos: Calcular e comparar o dimensionamento de pessoal no que diz respeito à promoção do autocuidado em unidade de terapia semi-intensiva pediátrica. Métodos: Estudo prospectivo, do qual participaram 31 crianças e seus respectivos cuidadores. Os participantes foram avaliados em dois momentos (primeira e segunda internação) quanto à carga de trabalho de enfermagem, por meio do Nursing Activities Score. A primeira internação correspondeu à promoção do autocuidado. O dimensionamento de pessoal foi calculado segundo as horas do Nursing Activities Score e a resolução do Conselho Federal de Enfermagem (COFEN) 527/16, nas duas internações, e estes dados foram posteriormente comparados. Resultados: A carga de trabalho de enfermagem na primeira internação (14,6 horas) foi maior em comparação à segunda (9,9 horas) (p &lt; 0,001). O dimensionamento de pessoal segundo as horas, de acordo com o Nursing Activities Score, foi de 26 e 18 profissionais, e de 15 profissionais, conforme a resolução do COFEN 527/16. Conclusão: O quantitativo de profissionais referente à promoção do autocuidado em unidade de terapia semi-intensiva pediátrica, segundo as horas do Nursing Activities Score, foi superior ao recomendado pela legislação existente, demonstrando a necessidade de se reconsiderar o dimensionamento de pessoal neste perfil assistencial.<hr/>ABSTRACT Objectives: To calculate and compare the nursing staff size associated with self-care promotion at a pediatric semi-intensive care unit. Methods: This was a prospective study in which 31 children and their caregivers participated. The nursing workload associated with each participant was evaluated at two different times (first and second hospital stays) using the Nursing Activities Score instrument. The first hospital stay corresponded to self-care promotion. Staff size was calculated according to the nursing hours recommended by the Nursing Activities Score instrument and by Conselho Federal de Enfermagem (COFEN) resolution no. 527/16, in the two hospital stays, and the results were compared. Results: The nursing workload in the first hospital stay (14.6 hours) was higher than the nursing workload in the second stay (9.9 hours) (p &lt; 0.001). The Nursing Activities Score revealed that according to the nursing hours, the nursing staff size corresponded to 26 and 18 professionals in the first and second hospital stays, respectively, and to 15 professionals according to COFEN resolution no. 527/16. Conclusion: The number of personnel responsible for promoting self-care in pediatric semi-intensive care units, according to the nursing hours suggested by the Nursing Activities Score, was higher than that recommended by the existing legislation. This demonstrates the necessity of reconsidering staff size for this healthcare profile. <![CDATA[Reintubação de pacientes submetidos à cirurgia cardíaca: uma análise retrospectiva]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-507X2017000200180&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt RESUMO Objetivo: Analisar pacientes em pós-operatório de cirurgia cardíaca que necessitaram de reintubação endotraqueal, e identificar os fatores associados com óbito e seu relacionamento com escores de severidade. Métodos: Análise retrospectiva de informações referentes a 1.640 pacientes em pós-operatório de cirurgia cardíaca no período entre 2007 e 2015. Resultados: A taxa de reintubação foi de 7,26%. Dentre os pacientes reintubados, 36 (30,3%) foram submetidos à cirurgia de revascularização miocárdica, 27 (22,7%) à substituição valvar, 25 (21,0%) à correção de um aneurisma e oito (6,7%) a um transplante cardíaco. Dentre os pacientes com comorbidades, 54 (51,9%) eram hipertensos, 22 (21,2%) diabéticos e 10 (9,6%) tinham doença pulmonar. Dentre os pacientes que tiveram complicações, 61 (52,6%) tiveram pneumonia, 50 (42,4%) desenvolveram insuficiência renal e 49 (51,0%) tiveram uma forma moderada de distúrbio transitório da troca gasosa. Foi realizada ventilação não invasiva em 53 (44,5%) pacientes. A taxa de óbitos foi de 40,3%, e a mortalidade foi mais elevada no grupo que não recebeu ventilação não invasiva antes da reintubação (53,5%). Dentre os pacientes reintubados que morreram, os valores do SOFA e do APACHE II foram, respectivamente, de 7,9 ± 3,0 e 16,9 ± 4,5. A maior parte dos pacientes reintubados (47,5%) pertencia ao grupo de risco mais elevado (EuroSCORE &gt; 6 pontos). Conclusão: A taxa de reintubação foi elevada e se relacionou com o SOFA e o APACHE II mais graves. A mortalidade foi mais elevada no grupo que não recebeu ventilação não invasiva antes da reintubação.<hr/>ABSTRACT Objectives: To analyze patients after cardiac surgery that needed endotracheal reintubation and identify factors associated with death and its relation with the severity scores. Methods: Retrospective analysis of information of 1,640 patients in the postoperative period of cardiac surgery between 2007 and 2015. Results: The reintubation rate was 7.26%. Of those who were reintubated, 36 (30.3%) underwent coronary artery bypass surgery, 27 (22.7%) underwent valve replacement, 25 (21.0%) underwent correction of an aneurysm, and 8 (6.7%) underwent a heart transplant. Among those with comorbidities, 54 (51.9%) were hypertensive, 22 (21.2%) were diabetic, and 10 (9.6%) had lung diseases. Among those who had complications, 61 (52.6%) had pneumonia, 50 (42.4%) developed renal failure, and 49 (51.0%) had a moderate form of the transient disturbance of gas exchange. Noninvasive ventilation was performed in 53 (44.5%) patients. The death rate was 40.3%, and mortality was higher in the group that did not receive noninvasive ventilation before reintubation (53.5%). Within the reintubated patients who died, the SOFA and APACHE II values were 7.9 ± 3.0 and 16.9 ± 4.5, respectively. Most of the reintubated patients (47.5%) belonged to the high-risk group, EuroSCORE (&gt; 6 points). Conclusion: The reintubation rate was high, and it was related to worse SOFA, APACHE II and EuroSCORE scores. Mortality was higher in the group that did not receive noninvasive ventilation before reintubation. <![CDATA[Relação da satisfação dos familiares com os cuidados prestados em unidades de terapia intensiva: desfechos de qualidade em hospitais sauditas acreditados]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-507X2017000200188&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt RESUMO Objetivo: Identificar os níveis de satisfação dos familiares de pacientes internados em unidades de terapia intensiva. Métodos: Este foi um estudo analítico transversal. As unidades gerais de terapia intensiva oferecem uma variedade de serviços a pacientes clínicos e cirúrgicos. Para as finalidades deste estudo, um entrevistador treinado fez contato com familiares dos pacientes, antes ou após o horário de visita. Resultados: O estudo incluiu 208 participantes, sendo 119 (57,2%) do sexo masculino. Dentre os pacientes, 73 (35,1%) se encontravam em um hospital particular e 135 (64,9%) em um hospital público na cidade de Al Madinah Al-Munawarah. Todos os participantes eram membros da família ou amigos de pacientes admitidos às unidades de terapia intensiva dos hospitais. As respostas de ambos os grupos proporcionaram escores baixos nos índices de satisfação. Observou-se, porém, um escore relativamente elevado nas respostas às questões 2, 6 e 10, concernentes, respectivamente, aos cuidados proporcionados pela equipe do hospital a seus pacientes, à atitude de cortesia dos membros da equipe das unidades de terapia intensiva para com os pacientes, e à satisfação dos pacientes com os cuidados médicos proporcionados. O escore foi muito baixo para o item 11, relacionado à possibilidade de melhorias nos cuidados médicos que os pacientes recebiam. Em geral foi relatada uma satisfação maior com os serviços oferecidos pelas unidades de terapia intensiva dos hospitais públicos, em comparação com a satisfação com os cuidados oferecidos pelas unidades de terapia intensiva dos hospitais privados. Conclusão: Em geral, foi obtido um escore baixo nos índices de satisfação, recomendando-se a realização de outros estudos para avaliar a situação atual, e melhorar a satisfação e a qualidade dos serviços fornecidos pelas unidades de terapia intensiva.<hr/>ABSTRACT Objectives: This study aims to identify the satisfaction levels of the family members of patients in intensive care units. Methods: This is a cross-sectional analytical study. General intensive care units offer a variety of services to clinical and surgical patients. For the purpose of this study, a trained interviewer communicated with the families of patients, either before or after visiting hours. Results: The study included 208 participants: 119 (57.2%) males and 89 (42.8%) females. Seventy-three (35.1%) of the patients attended a private hospital, and 135 (64.9%) attended a public hospital in the city of Al Madinah Al- Munawarah. All of the participants were either family members or friends of patients admitted to the intensive care units at the hospitals. The responses of both groups yielded low scores on the satisfaction index. However, a relatively high score was noted in response to questions 2, 6, and 10, which concerned the care that was extended by the hospital staff to their patients, the courteous attitude of intensive care unit staff members towards patients, and patients' satisfaction with the medical care provided, respectively. A very low score was obtained for item 11, which was related to the possibility for improvements to the medical care that the patients received. Overall, greater satisfaction with the services offered by the public intensive care units was reported compared to the satisfaction with the services offered by the private intensive care units. Conclusion: An overall low score on the satisfaction index was obtained, and further studies are recommended to assess the current situation and improve the satisfaction and quality of care provided by intensive care units. <![CDATA[Infecções da pele e de tecidos moles na unidade de terapia intensiva: estudo retrospectivo em um centro terciário]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-507X2017000200195&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt RESUMO Objetivo: Descrever o prognóstico, os fatores de risco e a etiologia das infecções da pele e dos tecidos moles na unidade de terapia intensiva. Métodos: Estudo retrospectivo de uma coorte de 1.123 pacientes graves admitidos a uma unidade de terapia intensiva com o diagnóstico de infecção grave de pele ou tecidos moles. Resultados: Foram selecionados 30 pacientes, sendo 20 (66,7%) com fasceíte necrotizante, predominantemente da região perineal; 8 (26,7%) com abscesso cutâneo; e 2 (6,6%) com celulite. A maioria dos pacientes tinha fatores de risco, como imunossupressão e lesões cutâneas. O microrganismo isolado predominante foi Escherichia coli. Pacientes com fasceíte necrotizante na admissão à unidade de terapia intensiva apresentaram mortalidade significativamente maior (55%; p = 0,035), assim como aqueles com maior índice de severidade, choque séptico, parada cardiorrespiratória e leucocitose. Organismos resistentes à antibioticoterapia foram comuns, mesmo na ausência de fatores de risco. Quando presente, o fator de risco mais comum foi o uso prévio de antibiótico. Conclusão: Foram identificados fatores de risco e microrganismos diferentes dos classicamente descritos na literatura, além de elevada mortalidade da fasceíte necrotizante e presença de microrganismos multirresistentes na ausência de fatores de risco. Dada a aparente evolução etiológica das infecções da pele e tecidos moles, a identificação de novos fatores de risco e etiologia pode contribuir para uma terapêutica antimicrobiana mais adequada.<hr/>ABSTRACT Objective: To identify factors that may influence outcomes in patients with severe skin and soft tissue infections in the intensive care unit. Methods: A retrospective observational study was conducted in a cohort of 1,123 critically ill patients admitted to an intensive care unit with a primary or secondary diagnosis of severe skin and soft tissues infection between January 2006 and December 2014. Results: Thirty patients were included, 20 (66.7%) of whom were diagnosed with necrotizing fasciitis; in these patients, perineal area involvement was most commonly identified. Abscess was diagnosed in 8 (26.7%) patients, most commonly involving the cervical area. Risk factors such as immunosuppression and previous surgical trauma were commonly observed in this population. The most commonly isolated microorganism was Escherichia coli. Multidrug resistant microorganisms were commonly detected, even in the absence of traditional risk factors; among these patients, previous use of antibiotics was the most common risk factor for drug resistance. The rate of mortality was significantly higher in patients with necrotizing fasciitis (55%, p = 0.035) and associated with disease severity, presence of septic shock, cardiac arrest and leucocytosis. Conclusion: Different risk factors and etiologies of severe skin and soft tissue infections were identified. Necrotizing fasciitis and drug-resistant bacteria were significant predictors of mortality, even in the absence of traditional risk factors. Obtaining a better understanding of trends in the risk factors and microorganisms associated with severe skin infections may help in the determination of prompt treatment and antibiotic choices. <![CDATA[Prevalência da falência de múltiplos órgãos na unidade de terapia intensiva pediátrica: comparação dos escores <em>Pediatric Risk of Mortality III</em> e <em>Pediatric Logistic Organ Dysfunction</em> para predição de mortalidade]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-507X2017000200206&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt RESUMO Objetivo: Avaliar a frequência de falência de múltiplos órgãos primária e o papel da sepse como agente causal em pacientes pediátricos críticos; e calcular e avaliar a precisão dos escores Pediatric Risk of Mortality III (PRISM III) e Pediatric Logistic Organ Dysfunction (PELOD) para predizer os desfechos de crianças em estado crítico. Métodos: Estudo retrospectivo, que avaliou dados de pacientes admitidos entre janeiro a dezembro de 2011 na unidade de terapia intensiva pediátrica do Children's Hospital da Cairo University. Resultados: Dentre os 237 pacientes estudo, 72% tiveram falência de múltiplos órgãos e 45% sepse com falência de múltiplos órgãos. A taxa de mortalidade em pacientes com falência de múltiplos órgãos foi de 73%. Os fatores independentes de risco para óbito foram ventilação mecânica e falência neurológica (OR: 36 e 3,3, respectivamente). O PRISM III foi mais preciso para prever óbito, com qui quadrado no teste de Hosmer-Lemeshow de 7,3 (df = 8; p = 0,5). A área sob a curva foi de 0,723 para o PRISM III e de 0,78 para o PELOD. Conclusão: A falência de múltiplos órgãos esteve associada à elevada mortalidade. A sepse foi sua principal causa. Pneumonia, diarreia e infecções do sistema nervoso central foram as principais causas de sepse. O PRISM III teve melhor calibração do que o PELOD para prognóstico dos pacientes, apesar da elevada frequência da síndrome de falência de múltiplos órgãos.<hr/>ABSTRACT Objectives: To assess the frequency of primary multiple organ failure and the role of sepsis as a causative agent in critically ill pediatric patients; and calculate and evaluate the accuracy of the Pediatric Risk of Mortality III (PRISM III) and Pediatric Logistic Organ Dysfunction (PELOD) scores to predict the outcomes of critically ill children. Methods: Retrospective study, which evaluated data from patients admitted from January to December 2011 in the pediatric intensive care unit of the Children's Hospital of the University of Cairo. Results: Out of 237 patients in the study, 72% had multiple organ dysfunctions, and 45% had sepsis with multiple organ dysfunctions. The mortality rate in patients with multiple organ dysfunction was 73%. Independent risk factors for death were mechanical ventilation and neurological failure [OR: 36 and 3.3, respectively]. The PRISM III score was more accurate than the PELOD score in predicting death, with a Hosmer-Lemeshow X2 (Chi-square value) of 7.3 (df = 8, p = 0.5). The area under the curve was 0.723 for PRISM III and 0.78 for PELOD. Conclusion: A multiple organ dysfunctions was associated with high mortality. Sepsis was the major cause. Pneumonia, diarrhea and central nervous system infections were the major causes of sepsis. PRISM III had a better calibration than the PELOD for prognosis of the patients, despite the high frequency of the multiple organ dysfunction syndrome. <![CDATA[Avaliação dos índices de desmame com base na atividade do diafragma em pacientes submetidos à ventilação mecânica após cirurgia cardiovascular. Um estudo piloto]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-507X2017000200213&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt RESUMO Objetivo: Avaliar a viabilidade do uso de índices derivados do sinal de eletromiografia de superfície para predizer desfechos do processo de desmame em pacientes mecanicamente ventilados após cirurgia cardíaca. Métodos: Foram incluídos dez pacientes em pós-operatório de cirurgia cardiovascular que não cumpriram os critérios para extubação precoce. Os sinais da eletromiografia de superfície foram registrados, assim como as variáveis ventilatórias durante o processo de desmame, sendo o momento do procedimento determinado pela equipe médica, segundo sua experiência. Avaliaram-se diversos índices da atividade dos músculos respiratórios obtidos a partir da eletromiografia de superfície com uso de técnicas de processamento lineares e não lineares. Compararam-se dois grupos: pacientes com e sem sucesso no desmame. Resultados: Os índices obtidos permitiram estimar a atividade diafragmática de cada paciente, demonstrando uma correlação entre atividade elevada e falha do teste de desmame. Conclusão: A eletromiografia de superfície está se tornando um procedimento promissor para avaliar as condições de pacientes ventilados mecanicamente, mesmo em condições complexas, como as que envolvem aqueles após cirurgia cardiovascular.<hr/>ABSTRACT Objective: The aim of this pilot study was to evaluate the feasibility of surface electromyographic signal derived indexes for the prediction of weaning outcomes among mechanically ventilated subjects after cardiac surgery. Methods: A sample of 10 postsurgical adult subjects who received cardiovascular surgery that did not meet the criteria for early extubation were included. Surface electromyographic signals from diaphragm and ventilatory variables were recorded during the weaning process, with the moment determined by the medical staff according to their expertise. Several indexes of respiratory muscle expenditure from surface electromyography using linear and non-linear processing techniques were evaluated. Two groups were compared: successfully and unsuccessfully weaned patients. Results: The obtained indexes allow estimation of the diaphragm activity of each subject, showing a correlation between high expenditure and weaning test failure. Conclusion: Surface electromyography is becoming a promising procedure for assessing the state of mechanically ventilated patients, even in complex situations such as those that involve a patient after cardiovascular surgery. <![CDATA[Novos conceitos em cuidados paliativos na unidade de terapia intensiva]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-507X2017000200222&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt RESUMO Alguns dos pacientes admitidos em uma unidade de terapia intensiva podem enfrentar condições de doença terminal, que geralmente levam à morte. O conhecimento sobre cuidados paliativos é recomendado para os profissionais de saúde encarregados do cuidado destes pacientes. Em muitas situações, os pacientes devem ser avaliados diariamente, já que a introdução de novos tratamentos pode ou não ser benéfica para eles. As discussões entre os membros da equipe de saúde, relacionadas ao prognóstico e aos objetivos do tratamento, devem ser avaliadas cuidadosamente em cooperação com os pacientes e seus familiares. A adoção na unidade de terapia intensiva de protocolos relacionados a pacientes em final da vida é fundamental. É importante ter uma equipe multidisciplinar para determinar se é necessário deixar de iniciar ou mesmo retirar tratamentos avançados. Além disto, pacientes e familiares devem ser informados de que os cuidados paliativos envolvem o melhor tratamento possível para aquela situação específica, assim como respeitar suas vontades e considerar as bases sociais e espirituais dos mesmos. Assim, o objetivo desta revisão foi apresentar os cuidados paliativos como uma opção razoável para dar suporte à equipe da unidade de terapia intensiva na assistência a pacientes com doença terminal. São apresentadas atualizações com relação a dieta, ventilação mecânica e diálise nestes pacientes. Ainda, discutiremos o programa, comum nos Estados Unidos, conhecido como filosofia hospice, como alternativa ao ambiente da unidade de terapia intensiva/hospital.<hr/>ABSTRACT Some patients admitted to an intensive care unit may face a terminal illness situation, which usually leads to death. Knowledge of palliative care is strongly recommended for the health care providers who are taking care of these patients. In many situations, the patients should be evaluated daily as the introduction of further treatments may not be beneficial to them. The discussions among health team members that are related to prognosis and the goals of care should be carefully evaluated in collaboration with the patients and their families. The adoption of protocols related to end-of-life patients in the intensive care unit is fundamental. A multidisciplinary team is important for determining whether the withdrawal or withholding of advanced care is required. In addition, patients and families should be informed that palliative care involves the best possible care for that specific situation, as well as respect for their wishes and the consideration of social and spiritual backgrounds. Thus, the aim of this review is to present palliative care as a reasonable option to support the intensive care unit team in assisting terminally ill patients. Updates regarding diet, mechanical ventilation, and dialysis in these patients will be presented. Additionally, the hospice-model philosophy as an alternative to the intensive care unit/hospital environment will be discussed. <![CDATA[O uso de níveis altos de PEEP previne a lesão pulmonar induzida pelo ventilador?]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-507X2017000200231&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt RESUMO A distensão excessiva e o recrutamento alveolar pelo volume corrente foram defendidos como os principais mecanismos físicos responsáveis pela lesão pulmonar induzida pelo ventilador. A limitação do volume corrente demonstrou benefícios quanto à sobrevivência em pacientes com síndrome da angústia respiratória aguda e é reconhecida como a pedra fundamental da ventilação protetora. Em contraste, o uso de elevados níveis de pressão positiva expiratória final em estudos clínicos gerou resultados conflitantes e ainda é um assunto controvertido. Nesta revisão, discutimos os benefícios e as limitações da abordagem de pulmão aberto, e debatemos alguns recentes estudos experimentais e clínicos, referentes ao uso de níveis baixos e moderados de pressão positiva expiratória final. Também distinguimos o estiramento dinâmico (volume corrente) do estático (pressão expiratória final positiva e pressão média nas vias aéreas) e discutimos seus papéis na indução da lesão pulmonar induzida pela ventilação. As estratégias com elevada pressão positiva expiratória final claramente diminuem a hipoxemia refratária em pacientes com síndrome da angústia respiratória aguda, porém também aumentam o estiramento estático, que, por sua vez, pode ser lesiva aos pacientes, especialmente para aqueles com nível mais baixo de recrutabilidade pulmonar. Em pacientes com insuficiência respiratória grave, recomenda-se a titulação da pressão positiva expiratória final contra a gravidade da hipoxemia, ou sua aplicação de uma forma decrescente após manobra de recrutamento. Caso sejam observadas elevadas pressões de platô, driving pressure ou pressão média nas vias aéreas, a posição prona ou ventilação ultraprotetora podem ser indicadas para melhora da oxigenação, sem estresse adicional e estiramento dos pulmões.<hr/>ABSTRACT Overdistention and intratidal alveolar recruitment have been advocated as the main physical mechanisms responsible for ventilator-induced lung injury. Limiting tidal volume has a demonstrated survival benefit in patients with acute respiratory distress syndrome and is recognized as the cornerstone of protective ventilation. In contrast, the use of high positive end-expiratory pressure levels in clinical trials has yielded conflicting results and remains controversial. In the present review, we will discuss the benefits and limitations of the open lung approach and will discuss some recent experimental and clinical trials on the use of high versus low/moderate positive end-expiratory pressure levels. We will also distinguish dynamic (tidal volume) from static strain (positive end-expiratory pressure and mean airway pressure) and will discuss their roles in inducing ventilator-induced lung injury. High positive end-expiratory pressure strategies clearly decrease refractory hypoxemia in patients with acute respiratory distress syndrome, but they also increase static strain, which in turn may harm patients, especially those with lower levels of lung recruitability. In patients with severe respiratory failure, titrating positive end-expiratory pressure against the severity of hypoxemia, or providing it in a decremental fashion after a recruitment maneuver, is recommended. If high plateau, driving or mean airway pressures are observed, prone positioning or ultraprotective ventilation may be indicated to improve oxygenation without additional stress and strain in the lung. <![CDATA[Recentes avanços na avaliação da microcirculação à beira do leito em pacientes graves]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-507X2017000200238&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt RESUMO Parâmetros relacionados à macrocirculação, como pressão arterial média, pressão venosa central, débito cardíaco e saturação venosa mista e central de oxigênio, são comumente utilizados na avaliação hemodinâmica de pacientes graves. No entanto, diversos estudos demonstram que existe dissociação entre estes parâmetros e o estado da microcirculação neste grupo de pacientes. Técnicas que permitem a visualização direta da microcirculação não estão completamente difundidas e nem incorporadas ao manejo clínico dos pacientes em choque. Entre as inúmeras técnicas desenvolvidas para avaliação da microcirculação encontram-se: avaliação clínica (por exemplo: índice de perfusão periférica e gradiente de temperatura); fluxometria por laser Doppler; eletrodos de avaliação de oxigênio tecidual; videomicroscopia (imagem espectral por polarização ortogonal, análise em campo escuro de fluxo lateral, ou iluminação incidental em campo escuro); e espectroscopia no infravermelho próximo. A monitorização e a otimização da perfusão tecidual por meio da visualização direta e da avaliação da microcirculação pode, em um futuro próximo, tornar-se uma meta a ser atingida na ressuscitação hemodinâmica dos pacientes graves.<hr/>ABSTRACT Parameters related to macrocirculation, such as the mean arterial pressure, central venous pressure, cardiac output, mixed venous saturation and central oxygen saturation, are commonly used in the hemodynamic assessment of critically ill patients. However, several studies have shown that there is a dissociation between these parameters and the state of microcirculation in this group of patients. Techniques that allow direct viewing of the microcirculation are not completely disseminated, nor are they incorporated into the clinical management of patients in shock. The numerous techniques developed for microcirculation assessment include clinical assessment (e.g., peripheral perfusion index and temperature gradient), laser Doppler flowmetry, tissue oxygen assessment electrodes, videomicroscopy (orthogonal polarization spectral imaging, sidestream dark field imaging or incident dark field illumination) and near infrared spectroscopy. In the near future, the monitoring and optimization of tissue perfusion by direct viewing and microcirculation assessment may become a goal to be achieved in the hemodynamic resuscitation of critically ill patients. <![CDATA[Estimulação cognitiva e terapia ocupacional para prevenção de <em>delirium</em>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-507X2017000200248&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt RESUMO O delirium é uma condição importante em pacientes críticos, com impactos em longo prazo em termos de mortalidade, condição cognitiva e funcional, e qualidade de vida. Apesar do progresso ocorrido nos anos recentes em seu diagnóstico, prevenção e tratamento, seu impacto continua relevante, de forma que é necessário explorar novas estratégias de prevenção e tratamento. Dentre as estratégias preventivas não farmacológicas, relatos recentes sugerem o papel da terapia ocupacional por meio de uma série de intervenções que podem ter impacto no desenvolvimento do delirium. O objetivo desta revisão é avaliar os estudos que discutem o papel da terapia ocupacional na prevenção do delirium em populações de pacientes críticos, além de sugerir perspectivas para pesquisas nesta área.<hr/>ABSTRACT Delirium is a relevant condition in critically ill patients with long-term impacts on mortality, cognitive and functional status and quality of life. Despite the progress in its diagnosis, prevention and management during the last years, its impact persists being relevant, so new preventive and therapeutic strategies need to be explored. Among non-pharmacologic preventive strategies, recent reports suggest a role for occupational therapy through a series of interventions that may impact the development of delirium. The aim of this review is to evaluate the studies evaluating the role of occupational therapy in the prevention of delirium in critically ill patient populations, and suggests perspectives to future research in this area. <![CDATA[Potencial aplicação clínica da eletromiografia de superfície como indicador de recuperação neuromuscular durante testes de desmame após envenenamento por organofosforados]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-507X2017000200253&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt RESUMO Este estudo teve como objetivo explorar a utilidade da avaliação da atividade muscular respiratória em pacientes em uso de ventilação mecânica após envenenamento agudo por organofosforados, para fornecer informações complementares para determinação do melhor momento para suspensão do suporte ventilatório. Foi registrada eletromiografia de superfície em músculos respiratórios (diafragma, intercostais externos e esternocleidomastóideos) em um homem jovem afetado por autoenvenenamento com quantidade desconhecida de paration, para determinar o nível de atividade muscular no decurso de diversas tentativas de desmame da ventilação mecânica. A distribuição de energia de cada frequência de sinal de eletromiografia de superfície; a sincronização entre máquina, paciente e músculos; a atividade da enzima acetilcolinesterase; o trabalho respiratório e os índices de respiração rápida e superficial foram calculados em cada uma das tentativas de desmame. O trabalho respiratório e o índice de respiração rápida e superficial não se correlacionaram com a falha ou o sucesso da tentativa de desmame. O diafragma aumentou gradualmente seu envolvimento com a ventilação, tendo alcançado resposta máxima, que se correlacionou com o sucesso do desmame e a atividade máxima da enzima acetilcolinesterase. Por outro lado, a atividade de músculos respiratórios acessórios mostrou tendência oposta.<hr/>ABSTRACT This study aimed to explore the usefulness of measuring respiratory muscle activity in mechanically ventilated patients suffering from acute organophosphate poisoning, with a view towards providing complementary information to determine the best time to suspend ventilatory support. Surface electromyography in respiratory muscles (diaphragm, external intercostal and sternocleidomastoid muscles) was recorded in a young man affected by self-poisoning with an unknown amount of parathion to determine the muscle activity level during several weaning attempts from mechanical ventilation. The energy distribution of each surface electromyography signal frequency, the synchronization between machine and patient and between muscles, acetylcholinesterase enzyme activity, and work of breathing and rapid shallow breathing indices were calculated in each weaning attempt. The work of breathing and rapid shallow breathing indices were not correlated with the failure/success of the weaning attempt. The diaphragm gradually increased its engagement with ventilation, achieving a maximal response that correlated with successful weaning and maximal acetylcholinesterase enzyme activity; in contrast, the activity of accessory respiratory muscles showed an opposite trend. <![CDATA[Seguimento de hematoma epidural intracraniano com ultrassonografia bidimensional]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-507X2017000200259&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt RESUMO Este estudo teve como objetivo explorar a utilidade da avaliação da atividade muscular respiratória em pacientes em uso de ventilação mecânica após envenenamento agudo por organofosforados, para fornecer informações complementares para determinação do melhor momento para suspensão do suporte ventilatório. Foi registrada eletromiografia de superfície em músculos respiratórios (diafragma, intercostais externos e esternocleidomastóideos) em um homem jovem afetado por autoenvenenamento com quantidade desconhecida de paration, para determinar o nível de atividade muscular no decurso de diversas tentativas de desmame da ventilação mecânica. A distribuição de energia de cada frequência de sinal de eletromiografia de superfície; a sincronização entre máquina, paciente e músculos; a atividade da enzima acetilcolinesterase; o trabalho respiratório e os índices de respiração rápida e superficial foram calculados em cada uma das tentativas de desmame. O trabalho respiratório e o índice de respiração rápida e superficial não se correlacionaram com a falha ou o sucesso da tentativa de desmame. O diafragma aumentou gradualmente seu envolvimento com a ventilação, tendo alcançado resposta máxima, que se correlacionou com o sucesso do desmame e a atividade máxima da enzima acetilcolinesterase. Por outro lado, a atividade de músculos respiratórios acessórios mostrou tendência oposta.<hr/>ABSTRACT This study aimed to explore the usefulness of measuring respiratory muscle activity in mechanically ventilated patients suffering from acute organophosphate poisoning, with a view towards providing complementary information to determine the best time to suspend ventilatory support. Surface electromyography in respiratory muscles (diaphragm, external intercostal and sternocleidomastoid muscles) was recorded in a young man affected by self-poisoning with an unknown amount of parathion to determine the muscle activity level during several weaning attempts from mechanical ventilation. The energy distribution of each surface electromyography signal frequency, the synchronization between machine and patient and between muscles, acetylcholinesterase enzyme activity, and work of breathing and rapid shallow breathing indices were calculated in each weaning attempt. The work of breathing and rapid shallow breathing indices were not correlated with the failure/success of the weaning attempt. The diaphragm gradually increased its engagement with ventilation, achieving a maximal response that correlated with successful weaning and maximal acetylcholinesterase enzyme activity; in contrast, the activity of accessory respiratory muscles showed an opposite trend. <![CDATA[Sepse: os <em>critérios</em> do Sr. Machado]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-507X2017000200261&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt RESUMO Este estudo teve como objetivo explorar a utilidade da avaliação da atividade muscular respiratória em pacientes em uso de ventilação mecânica após envenenamento agudo por organofosforados, para fornecer informações complementares para determinação do melhor momento para suspensão do suporte ventilatório. Foi registrada eletromiografia de superfície em músculos respiratórios (diafragma, intercostais externos e esternocleidomastóideos) em um homem jovem afetado por autoenvenenamento com quantidade desconhecida de paration, para determinar o nível de atividade muscular no decurso de diversas tentativas de desmame da ventilação mecânica. A distribuição de energia de cada frequência de sinal de eletromiografia de superfície; a sincronização entre máquina, paciente e músculos; a atividade da enzima acetilcolinesterase; o trabalho respiratório e os índices de respiração rápida e superficial foram calculados em cada uma das tentativas de desmame. O trabalho respiratório e o índice de respiração rápida e superficial não se correlacionaram com a falha ou o sucesso da tentativa de desmame. O diafragma aumentou gradualmente seu envolvimento com a ventilação, tendo alcançado resposta máxima, que se correlacionou com o sucesso do desmame e a atividade máxima da enzima acetilcolinesterase. Por outro lado, a atividade de músculos respiratórios acessórios mostrou tendência oposta.<hr/>ABSTRACT This study aimed to explore the usefulness of measuring respiratory muscle activity in mechanically ventilated patients suffering from acute organophosphate poisoning, with a view towards providing complementary information to determine the best time to suspend ventilatory support. Surface electromyography in respiratory muscles (diaphragm, external intercostal and sternocleidomastoid muscles) was recorded in a young man affected by self-poisoning with an unknown amount of parathion to determine the muscle activity level during several weaning attempts from mechanical ventilation. The energy distribution of each surface electromyography signal frequency, the synchronization between machine and patient and between muscles, acetylcholinesterase enzyme activity, and work of breathing and rapid shallow breathing indices were calculated in each weaning attempt. The work of breathing and rapid shallow breathing indices were not correlated with the failure/success of the weaning attempt. The diaphragm gradually increased its engagement with ventilation, achieving a maximal response that correlated with successful weaning and maximal acetylcholinesterase enzyme activity; in contrast, the activity of accessory respiratory muscles showed an opposite trend.