Scielo RSS <![CDATA[Fisioterapia em Movimento]]> http://www.scielo.br/rss.php?pid=0103-515020130004&lang=pt vol. 26 num. 4 lang. pt <![CDATA[SciELO Logo]]> http://www.scielo.br/img/en/fbpelogp.gif http://www.scielo.br http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-51502013000400001&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt <![CDATA[<b>Gerador de alta frequência como recurso para tratamento de úlceras por pressão</b>: <b>estudo piloto</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-51502013000400002&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt INTRODUÇÃO: Após a descoberta da existência de campos elétricos em lesões de tecidos, começou-se a empregar a aplicação externa de correntes elétricas na cicatrização de feridas. Baseados nesses conceitos, estudos mostram que a estimulação elétrica por alta frequência (HF - high frequency) é concebida como uma opção útil no processo cicatricial. Apesar dessa afirmativa, não há consenso entre os pesquisadores para sua utilização no tratamento de afecções da pele, sendo utilizada empiricamente no tratamento de feridas crônicas. OBJETIVO: Investigar o uso do gerador de alta frequência sobre a dor, cicatrização e área de superfície de úlceras de pressão (UP). MATERIAIS E MÉTODOS: Estudo piloto de ensaio clínico controlado realizado na Unidade de Tratamento Intensivo do Hospital de Clínicas do Paraná em oito indivíduos (49,6 ± 15,9 anos de idade), com diagnóstico clínico de UP grau II e III, classificados pela National Pressure Ulcer Advisory Panel (NPUAP). Indivíduos foram divididos em dois grupos: controle (n = 2) e alta frequência (n = 6), com aplicação diária durante dez dias. Avaliou-se dor (por meio da Escala Visual Analógica - EVA), processo de cicatrização da úlcera (por meio do Pressure Ulcer Scale for Healing - PUSH Tool e do Pressure Score Status Tool - PSST) e a área de superfície da úlcera (planimetria e ImageJ). RESULTADOS: Houve efeito significativo intragrupo (pré e pós-intervenção) na utilização do gerador de alta frequência no processo de cicatrização (PUSH Tool de 8,6 ± 5,8 para 5,1 ± 5,5, p = 0,04 e PSST de 31,3 ± 5,6 para 18 ± 6,5, p = 0,02) e área de superfície da úlcera (planimetria de 690,3 ± 622,6 para 470 ± 642,4, p = 0,02 e ImageJ de 786,5 ± 690,9 para 537,0 ± 719,3, p = 0,02). Também houve diferença significativa entre os grupos controle e grupo alta frequência em todas as variáveis do estudo (p = 0,04). CONCLUSÕES: A utilização do gerador de alta frequência causou melhora na cicatrização de pacientes com UP. Contudo, são necessários mais estudos com maior número de indivíduos para corroborar tais resultados. Nesse contexto, esta pesquisa agrega valor à procura de alternativas de tratamento para UP.<hr/>INTRODUCTION: Following the discovery of the presence of electric fields in tissue injury, started to employ the external application of electric currents in wound healing. Based on these concepts, studies show that high-frequency (HF) electrical stimulation is designed as a useful option in the healing process. Despite this statement, there is no consensus among researchers for its use in the treatment of skin disorders and is used empirically in the treatment of chronic wounds. OBJECTIVE: To explore the application of high frequency generator in the treatment of pain, scarring and surface areas of pressure ulcers (PU). MATERIALS AND METHODS: Controlled clinical trial pilot study carried out in the Intensive Care Unit of Hospital de Clínicas of Paraná. Sample of 8 subjects (age of 49.6 ± 15.9) diagnosed with II and III level degree of UP, following the National Pressure Ulcer Advisory Panel (NPUAP) classification. Subjects were split between groups: control (n = 2) and high frequency daily treatment (n = 10) in a period of 10 days. We assessed pain (by visual analog scale - VAS), the ulcer healing process (Pressure Ulcer Scale for Healing - PUSH Toll and the Pressure Score Status Tool - PSST) and ulcer surface area (planimetry and ImageJ). RESULTS: A significant effect within group (before and after intervention) of high frequency generator treatment on the process of healing (PUSH Tool before: 8.6 ± 5.8; after: 5.1 ± 5.5; p = 0.04 and PSST before: 31.3 ± 5.6; after: 18 ± 6.5; p = 0.02), and on ulcer surface area (planimetry before: 690.3±622.6; after: 470 ± 642.4; p= 0.02 and ImageJ before: 786.5 ± 690; after: 537.0 ± 719.3; p = 0.02). Also, we found a significant difference between group (control and high frequency), p = 0.04. CONCLUSIONS: The treatment of high frequency generator caused improvement in healing UP patients. Although, we need more studies with larger number of subjects in order to confirm the findings. Regarding the UP treatment domain, this study adds in the searching for alternative interventions. <![CDATA[<b>Auditoria em fisioterapia no Sistema Único de Saúde</b>: <b>proposta de um protocolo específico</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-51502013000400003&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt INTRODUÇÃO: A auditoria no Sistema Único de Saúde (SUS) zela pela eficácia, eficiência e efetividade dos serviços que integram o sistema. Nos serviços de fisioterapia, as auditorias têm sido desempenhadas por profissionais sem os conhecimentos técnicos da área e inexistem protocolos de auditoria em fisioterapia específicos para o SUS, o que tem representado um entrave para a especificidade e qualidade das auditorias fisioterapêuticas realizadas. OBJETIVO: Este estudo teve como objetivo propor um modelo de protocolo específico de auditoria fisioterapêutica para os serviços públicos de fisioterapia. MATERIAIS E MÉTODOS: O presente trabalho trata-se de uma pesquisa exploratória por meio do levantamento de artigos publicados nas bases de dados LILACS, SciELO e portal Latin Science, além de documentos eletrônicos do Ministério da Saúde, Coffito e Associação Portuguesa de Fisioterapeutas, entre outros, entre 1991 a 2012. Respeitando as informações colhidas, o protocolo construído contempla uma auditoria sistemática e global sobre os mais variados aspectos dos serviços de fisioterapia em suas dimensões normativas, estruturais, processuais, bem como de resultados. RESULTADOS: Espera-se que o protocolo construído possa contribuir para aumentar a eficiência e acurácia da auditoria em fisioterapia no SUS, de modo que isso se traduza em melhorias na qualidade dos serviços prestados aos usuários.<hr/>INTRODUCTION: The audit in the SUS, watches over for the effective, efficiency and effectiveness of the services that system integrate. In the physiotherapy services, the audit have been performed by professionals without the technician knowledge in the field and inexist specific protocols of audit in physiotherapy to the SUS, has represented important obstacle to the specificity of physiotherapy audit carried through. OBJECTIVE: This study it had as objective to propose a model of specific protocol of Physiotherapy Audit. MATERIALS AND METHODS: The present work this was an exploratory research, surveyed published in the databases LILACS, SciELO and Latin Science portal, and electronic documents of the Coffito, Health of Ministry and Portuguese Association of Physiotherapy between the years of 1991 to 2011. Respecting the information provided in articles and documents selected, the protocol constructed search to contemplate a broad and systematic audit on the most varied aspects of the physiotherapy services, in their normative dimensions, structural, procedural and results. RESULTS: It is expects that the constructed protocol can contribute to increase the efficiency an accuracy of the physiotherapy audit in SUS, so this is translated the improvement quality of services provided to the users. <![CDATA[<b>Análise dos valores de composição corporal em homens com diferentes níveis de lesão medular</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-51502013000400004&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt INTRODUÇÃO: A proporção entre massa corporal magra e de gordura é um preditor de doenças metabólicas. Assim, quantificar variáveis de composição corporal, iniciando uma análise de valores de referência de acordo com o nível da lesão medular (LM), tornou-se importante para o planejamento e monitoramento de atividades físicas. OBJETIVOS: 1) Determinar valores de referências de somatório de dobras cutâneas (ΣDC) e percentual de gordura em diferentes níveis de LM. 2) Detectar diferenças de composição corporal entre níveis de LM. 3) Correlacionar ΣDC com tempo de lesão e índice de massa corpórea (IMC). MATERIAIS E MÉTODOS: Setenta e quatro pacientes homens com LM, de 18 a 52 anos, foram divididos em tetraplegia (TT - C4 a C8), paraplegia alta (PPa - T1 a T6) e paraplegia baixa (PPb - T7 a L3). A composição corporal foi avaliada pelas dobras cutâneas. RESULTADOS: Não houve diferença significativa entre TT, PPa e PPb para as variáveis tempo de lesão, estatura, massa corporal total, ΣDC, percentual de gordura, massa corporal magra e IMC. Apenas a idade diferenciou entre os grupos TT e PPb (P < 0,05). A variável ΣDC não se correlacionou com o nível de lesão (rho = -0,08; IC95%: -0,537 a 0,420) ou com tempo de lesão (rho = 0,18; IC95%: -0,050 a 0,393). Não houve diferença significativa entre lesão completa e incompleta para todas as variáveis antropométricas. O ΣDC correlacionou-se positivamente com o IMC (rho = 0,68; IC95%: 0,539 a 0,739). CONSIDERAÇÕES FINAIS: TT, PPa e PPb não apresentaram diferenças significativas nos valores de composição corporal. O IMC apresentou boa correlação com ΣDC entre os grupos.<hr/>INTRODUCTION: Políticas públicas de promoção de saúde contribuem para encorajar o envelhecimento ativo, com independência, e tem efeitos positivos na qualidade de vida da população idosa. OBJETIVO: Avaliar os efeitos de um programa de treinamento fisioterapia de baixa intensidade, realizado em grupo, sobre a qualidade de vida de mulheres da comunidade. MATERIAIS E MÉTODOS: Realizou-se estudo clinico randomi zado. Dezessete mulheres (67,8 ± 4,9 anos de idade) que completaram 12 semanas de treinamento, a dez mulheres (68,9 ± 5,7 anos de idade) que foram incluídas no grupo controle, responderam a versão abreviada do Questionário de Qualidade de Vida da Organização Mundial de Saúde - WHOQOL-bref. O Grupo Exercício realizou treinamento de flexibilidade, resistência e equilíbrio. Análises intragrupo e intergrupo foram feitas por meio dos testes não paramétricos Wilcoxon e Mann-Whitney U, respectivamente. Foi utilizado um nível de significância de 5%. Ainda, foi determinado o Índice de Mudança Confiável segundo o Método JT. RESULTADOS: O grupo treinamento apresentou uma melhora significativa para o domínio psicológico (p = 0,047) e o grupo controle apresentou uma piora significativa para o escore geral (p = 0,01) e os domínios físico (p = 0,01) e psicológico (p = 0,008). Para o grupo de exercícios, no domínio social, duas participantes apresentaram mudança positiva confiável (MPC) e no domínio ambiente, duas participantes. Para o escore geral e domínio físico, três participantes apresentaram MPC. Para o domínio psicológico quatro participantes apresentaram MPC e uma mudança negativa confiável. CONCLUSÃO: Um programa de fisioterapia em grupo pode contribuir para manter a qualidade de vida e melhorar especialmente aspectos psicológicos de mulheres idosas da comunidade. <![CDATA[<b>Causas e consequências de quedas de idosos em domicílio</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-51502013000400005&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt INTRODUÇÃO: As quedas são frequentes nos idosos e, como eles permanecem a maior parte do tempo em domicílio, este que deveria ser um lugar seguro, torna-se muitas vezes um ambiente de maior risco. OBJETIVOS: Identificar as causas e consequências de quedas de idosos em domicílio por gênero e faixa etária e verificar quais estruturas corporais são mais acometidas. MATERIAIS E MÉTODOS: A amostra constituiu-se de 389 idosos residentes no município de Chapecó, sendo 191 mulheres (49,10%) e 198 homens (50,89%). Para a coleta dos dados utilizou-se um questionário adaptado de Lojudice (14) e o Miniexame do Estado Mental (13). RESULTADOS: Foi identificada uma média de 1,6 quedas ao ano (DP ± 0,97). Uma média de 1,57 (DP ± 1,02) para homens e 1,63 (DP ± 0,91) nas mulheres. No entanto, por faixa etária, são os idosos com mais de 80 anos aqueles que mais sofreram quedas, em uma média de 2,16 (DP ± 1,34) por ano. O local de mais ocorrências de quedas foi o banheiro (24,94%), seguido da cozinha (18,25%). A maioria relatou ter sofrido algum tipo de lesão (92,03%), sendo as mais comuns as escoriações (46,52%) e as fraturas (29,05%), e a região corporal com mais episódios foi o tornozelo (19,79%) e o joelho (18,25%). CONCLUSÃO: Conclui-se que a ocorrência de quedas dentro do domicílio constitui-se em um problema de saúde pública, seja pelo número de lesões e impacto que gera na saúde do idoso ou pela necessidade de se pensar estratégias para prevenir esse evento em domicílio e no seu entorno.<hr/>INTRODUCTION: The falls are frequent on the old and, as they stay the great part of the time at the household, this would should be a safe place, become many times an environment of the great risk. OBJECTIVE: Identify the causes and consequence of falls in elderly at home old by gender and stage of ages. MATERIALS AND METHODS: The example constitute of 389 old in residence at the city of Chapecó, been 191 women, (49.10%) and 198 men (50.89%). For the collection of the data we did utilize an adapted questionnaire of Lojudice (14) and the mini exam mental (13). RESULTS: Was identify an average of 1.6 falls to the year (DP ± 0.97). An average of 1.57 (DP ± 1.02) for men and 1.63 (DP ± 0.91) for women. However, in the stages of ages, are the over of 80 years old that more did suffer falls, a average of 2.16 (DP ± 1.34) by year. The place of more occurrences of falls was in the bathroom (24.94%) follow of kitchen (18.25%). The majority related have suffered any type of injury (92.03%) been the most common, the hurts (46.52%), follow of fractures (29.05%) and the part bodily with more episode was on the ankle (19.79%) and knee (18.25%). CONCLUSION: Conclude that the occurrence of falls inside from the household constitute in a problem of public health, be in the number of injury and impact that reflect on the olds's health or in the necessity of either think strategies for warn this event in the household and its around. <![CDATA[<b>A interface entre bioética e fisioterapia nos artigos brasileiros indexados</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-51502013000400006&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt INTRODUÇÃO: Apesar de ainda muito incipiente a aproximação entre fisioterapia e bioética no Brasil, tem sido crescente a preocupação com o seu desenvolvimento devido à variedade de conflitos éticos que podem envolver os fisioterapeutas. O objetivo deste artigo foi fazer um estudo sobre as temáticas e a fundamentação teórica dos artigos indexados que pretendiam discutir a interface entre fisioterapia e bioética. MATERIAIS E MÉTODOS: Trata-se de estudo de análise de conteúdo pelo método de Bardin em todos os artigos publicados em revistas indexadas, encontrados nas fontes BIREME e SciELO entre 2000 e 2011, utilizando os descritores: fisioterapia e bioética e seus derivados. RESULTADOS: Confirmou-se o nível primário do desenvolvimento da reflexão bioética em fisioterapia, mostrando deficiências conceituais, distanciamento das teorias mais modernas e dos modelos desenvolvidos no Brasil e falta de consideração dos contextos socioculturais e econômicos como elementos que influenciam a geração de conflitos. CONSIDERAÇÕES FINAIS: Apontou-se a necessidade de desenvolver projetos de capacitação em bioética para professores e pesquisadores da área de fisioterapia, com vistas ao desenvolvimento de conteúdos nos programas de graduação e pós-graduação.<hr/>INTRODUCTION: Although still incipient rapprochement between Physical Therapy and Bioethics in Brazil has been growing concern about its development due to the variety of ethical conflicts that may involve physiotherapists. This paper was a study on the themes and the theoretical foundation of the articles indexed wishing to discuss the interface between Physical Therapy and Bioethics. MATERIALS AND METHODS: This study was conducted by content analysis method Bardin in all papers published in refereed journals, found in the sources BIREME and SciELO between 2000 and 2011 using the keywords: physiotherapy and bioethics and its derivatives. RESULTS: We confirmed the primary level of development of bioethical reflection in physical therapy, showing conceptual deficiencies, distance of more modern theories and models developed in Brazil and lack of consideration of sociocultural and economic factors as influencing the generation of conflict. FINAL THOUGHTS: It was pointed out the need to develop training projects in bioethics for teachers and researchers in the field of physical therapy in order to develop content in undergraduate programs and graduate. <![CDATA[<b>Eletroestimulação neuromuscular, exercícios contrarresistência, força muscular, dor e função motora em pacientes com osteoartrite primária de joelho</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-51502013000400007&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt INTRODUÇÃO: A osteoartrite (OA) do joelho é um processo degenerativo e os sintomas são dor mecânica e períodos de dor inflamatória, rigidez articular e fraqueza muscular. Ela não tem cura. O objetivo do tratamento é aliviar os sinais e sintomas e, quando possível, retardar sua evolução. O fortalecimento muscular é indicado como tratamento da OA. OBJETIVO: Comparar a eficácia da eletroestimulação neuromuscular (EENM) e de exercícios contrarresistência (ECR) no ganho de força extensora de joelho, na diminuição da dor e na recuperação da função motora em pacientes com OA primária do joelho. MATERIAIS E MÉTODOS: Participaram da pesquisa 23 pacientes com diagnóstico de OA primária do joelho, segundo os critérios clínicos e radiológicos do American College of Rheumatology. Eles foram alocados aleatoriamente para um grupo de ECR (n = 9), um grupo de EENM (n = 8) e um grupo controle (n = 6), e foram submetidos aos procedimentos característicos de seu grupo três vezes por semana até completar 24 sessões. Foram avaliadas de forma cega a força extensora de joelho, a dor e a função motora. Foi utilizado o teste MANOVA 3 x 2 com medidas repetidas para P < 0,05. RESULTADOS: Foi encontrada diferença significativa (P < 0.05) somente nas comparações intragrupos para força extensora de joelho no grupo EENM e para dor nos grupos EENM e ECR. CONCLUSÃO: O fortalecimento da musculatura extensora de joelho pode auxiliar na diminuição da dor de pacientes com OA. A EENM, quando aplicada de acordo com o protocolo utilizado neste estudo, pode ser uma terapia interessante para o tratamento da OA do joelho.<hr/>INTRODUCTION: Knee osteoarthritis (OA) is a degenerative and the symptoms are mechanical pain and periods of inflammatory pain, joint stiffness and muscle weakness. OA has no cure and treatment serves to relieve the signs and symptoms and, when they can, slow its progression. Muscle strengthening is indicated as the treatment. OBJECTIVE: To compare the effectiveness of NMES and resistance exercise in knee extensor strength gain, pain reduction and recovery of motor function in patients diagnosed with primary osteoarthritis of the knee. MATERIALS AND METHODS: Participated 23 patients with primary knee osteoarthritis, according to the clinical and radiological criteria of the American College of Rheumatology. Patients were randomly assigned to a group of resistance exercise (ECR n = 9), a group of neuromuscular electrical stimulation (NMES n = 8) and a control group (n = 6). They underwent characteristic procedures of their group three times per week until 24 sessions. The knee extensor strength pain and function were evaluated. Statistical analyses used was a 3 x 2 MANOVA with repeated measures, P < 0.05. RESULTS: Significant difference (P < 0.05) was found only in intragroup comparisons for knee extensor strength only in the group NMES and for pain on the NMES and ECR groups. CONCLUSION: The strengthening of the knee extensor muscles can help to reduce pain in patients with OA. NMES when applied for 24 sessions, three times a week, according to the protocol used in this study can be an interesting therapy for the improvement of clinical symptoms of knee OA. <![CDATA[<b>Intervenção da fisioterapia na síndrome de colisão do ombro</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-51502013000400008&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt INTRODUÇÃO: Os problemas do ombro são responsáveis por cerca de 10% de todos os encaminhamentos para os fisioterapeutas, sendo a síndrome de colisão do ombro o diagnóstico mais comum entre as patologias do ombro, representando 44 a 65%. Contudo, a efectividade da fisioterapia nesta patologia continua a ser um tema em discussão. OBJECTIVO: Determinar a efectividade da fisioterapia no tratamento de pacientes com síndrome de colisão do ombro. METODOLOGIA: Pesquisa computadorizada nas bases de dados PubMed/Medline, B-on, SciELO e PEDro para identificar estudos randomizados controlados que avaliam várias intervenções de fisioterapia na síndrome de colisão do ombro. RESULTADOS: Nesta revisão foram incluídos dez estudos envolvendo 823 pacientes, com classificação metodológica de média aritmética 7.1 na escala de PEDro. Dos estudos incluídos nesta revisão, nove avaliaram a fisioterapia com a aplicação de técnicas manuais e exercícios terapêuticos, enquanto que três têm em conta a aplicação de agentes físicos. CONCLUSÕES: A evidência consultada nesta revisão sistemática sugere que a fisioterapia desempenha um papel fundamental no tratamento da síndrome de colisão do ombro, nomeadamente através da utilização de terapia manual e dos exercícios terapêuticos. O uso dos agentes físicos também apresenta algumas melhorias. Da pesquisa efectuada, sugere-se a relevância de novas investigações sobre o tratamento de fisioterapia com efeitos a longo prazo.<hr/>INTRODUCTION: The shoulder problems are responsible for about 10% of all referrals to physiotherapists, being the subacromial impingement syndrome the most common diagnosis of pathologies of the shoulder, accounting for 44-65%. However, the effectiveness of physiotherapy in this disease remains a topic of discussion. OBJECTIVE: To determine the effectiveness of physiotherapy treatment in patients with subacromial impingement syndrome (SIS). Methodology: Research on computerized databases on PubMed/Medline, B-on, SciELO and PEDro to identify randomized controlled trials that evaluates various physiotherapy interventions in SIS. RESULTS: This review included ten studies involving 823 patients, with arithmetic mean methodology classification of 7.1 on the PEDro scale. From the studies included in this review, nine evaluated the physiotherapy with manual techniques and therapeutic exercises application and three take into account applying physical agents. CONCLUSIONS: The evidence found in this systematic review suggest that physiotherapy plays a fundamental role in the treatment of SIS, namely through the use of manual therapy and therapeutic exercises. The use of physical agents shows some improvements. From the research carried, we suggest the relevance of new research about physiotherapy treatments with long-term effects. <![CDATA[<b>Força muscular isocinética dos extensores do joelho em indivíduos com doença de Parkinson</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-51502013000400009&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt INTRODUÇÃO: Apesar do tremor, bradicinesia e rigidez serem os sintomas motores clássicos da doença de Parkinson (DP), a fraqueza muscular também tem sido apontada como um dos mais importantes sintomas motores associados a essa doença, porém, essa condição ainda é pouco estudada e os resultados são inconsistentes. OBJETIVOS: O presente estudo teve o propósito de comparar a força muscular do quadríceps entre indivíduos portadores de DP e indivíduos neurologicamente saudáveis pareados por idade e gênero. Foi comparada também a força muscular do membro mais acometido e menos acometido pela doença. MATERIAIS E MÉTODOS: Participaram deste estudo 26 voluntários, 13 do grupo Parkinson (GP: 64,08 ± 6,87 anos; 73,82 ± 13,03 Kg; 1,66 ± 0,07m;) e 13 do grupo controle (GC: 62,73 ± 6,42 anos; 79,46 ± 11,40 kg; 1,71 ± 0,07 m). Foi mensurado o pico de torque (PT) dos extensores do joelho por meio da dinamometria isocinética, na velocidade de 90º.s-1. Foi utilizado o teste t para comparar as médias intra e entre os grupos (p < 0,05). RESULTADOS: O PT absoluto foi significativamente menor no GP (119,29 ± 40,06 N.m) quando comparado ao GC (145,15 ± 20,05 N.m). Entre os indivíduos com DP, foram encontrados valores significativamente inferiores de força muscular do membro mais acometido quando comparado com o menos acometido (119,29± 40,06 N.m vs. 128,86 ± 35,56 N.m; p < 0,05). CONCLUSÃO: Com base nos resultados, conclui-se que portadores da DP apresentam reduzido PT isocinético dos extensores do joelho, sendo esses achados exacerbados no membro mais acometido pela doença.<hr/>INTRODUCTION: Despite the tremor, bradykinesia and rigidity are the classic motor symptoms of Parkinson's disease (PD), muscle weakness has also been pointed out as an important motor symptom associated to this disease, however this condition is still poorly studied and results are inconsistent. OBJECTIVES: This study aimed to compare quadriceps muscle strength between individuals with PD and neurologically healthy individuals matched for age and gender. We also compared muscle strength in the limb more and less affected by the disease. MATERIALS AND METHODS: This study had the participation of 26 volunteers: 13 from the Parkinson Group (64.08 ± 6.87 years, 73.82 ± 13.03 kg, 1.66 ± 0.07 m;) and 13 from the control group (62.73 ± 6.42 years, 79.46 ± 11.40 kg, 1.71 ± 0.07 m). Peak Torque (PT) was measured in knee extensors using an isokinetic dynamometer at a velocity of 90º.s -1. Student's t-test was used to compare average values intraand inter-groups (p < 0.05). RESULTS: Absolute PT was significantly lower in the Parkinson group (119.29 ± 40.06) when compared to the control group (145.15 ± 20.05 Nm). Among individuals with PD, we found significantly lower values of muscle strength in the more affected limb when compared to the less affected limb (119.29 ± 40.06 N.m vs 128.86 ± 35.56 N.m, P < 0.05). CONCLUSION: Based on the results, we concluded that patients with PD showed a decreased isokinetic PT in knee extensors, and these findings are exacerbated in the limb more affected by the disease. <![CDATA[<b>Prática habitual de atividade física afeta o equilíbrio de idosas?</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-51502013000400010&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt INTRODUÇÃO: Os sistemas responsáveis pela manutenção do controle postural naturalmente entram em declínio com o avanço da idade, o que pode comprometer a capacidade de manter a postura nos limites de estabilidade, influenciando no equilíbrio das estruturas corporais e, consequentemente, aumentando os riscos de quedas. OBJETIVO: Verificar o impacto da prática habitual de atividade física sobre os parâmetros estabilográficos, equilíbrio estático e dinâmico de idosos fisicamente independentes. MATERIAIS E MÉTODOS: Trata-se de um estudo transversal e descritivo. A amostra foi composta de 77 mulheres com idade entre 60 a 75 anos estratificadas em cinco grupos de acordo com a prática de atividade física classificada pelo International Physical Activity Questionnaire (IPAQ). Foi utilizada a plataforma de força para avaliação estabilográfica, Teste de Apoio Unipodal (TAU) - equilíbrio estático, e o Timed Up and Go (TUG) - equilíbrio dinâmico. RESULTADOS: Foram observadas diferenças estatisticamente significantes em todos os parâmetros estabilométricos analisados exceto na velocidade de oscilação no eixo X. Por outro lado, os resultados referentes aos testes funcionais não apresentaram diferenças significativas entre os grupos, entretanto, para o TUG verificou-se uma tendência à boa mobilidade funcional com o aumento da prática habitual de atividade física. CONCLUSÃO: A prática habitual de atividade física mais elevada representa melhora na estabilidade corporal quantificada pela estabilometria, fato este não demonstrado nos testes neuromotores.<hr/>INTRODUCTION: The systems responsible for maintenance of postural control naturally went into decline with advancing age, which may compromise the ability to maintain posture in the limits of stability, influencing the balance of body structures and consequent increase risks of fall. OBJECTIVE: To assess the impact of the practice of physical activity on stabilographic parameters, static and dynamic balance of elderly physically independent. MATERIALS AND METHODS: This is a cross-sectional and descriptive. The sample consisted of 77 women aged 60 to 75 years stratified into five groups according to physical activity classified by the international physical Activity Questionnaire (IPAQ). Force platform was used for evaluations stabilographic, tes, one foot (TAU) - static balance, and the timed up and go (TUG) - dynamic balance. RESULTS: Statistically significant differences were observed in all analyzed parameters except in the speed of oscillation in the "X" axis. The another hand, the results for functional tests showed no significant differences among the groups, but for the TUG it was verified a trend to good functional mobility with increasing practice of physical activity. CONCLUSIONS: The practice of physical activity is higher improvement in stability measure by stabilometry body, a fact not shown in neuromotor tests. <![CDATA[<b>Avaliação de diferentes parâmetros para interpretar a necessidade de descanso em ergonomia</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-51502013000400011&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt INTRODUÇÃO: A Escala de Necessidade de Descanso (Enede) tem sido amplamente utilizada na ergonomia. No entanto, não há ponto de corte validado na literatura que permita identificar de forma consensual altos níveis de necessidade de descanso. OBJETIVO: Comparar a utilização de diferentes parâmetros matemáticos para interpretação dos dados da Enede, sendo eles tercil, quartil e média, assim como pontos de corte já sugeridos pela literatura, no sentido de investigar o comportamento desses parâmetros na identificação de altos níveis de necessidade de descanso. MATERIAIS E MÉTODOS: Participaram do estudo 679 trabalhadores, sendo 192 trabalhadores da indústria, 128 profissionais de enfermagem e 359 operadores de teleatendimento. A coleta de dados foi realizada pela aplicação de questionários. RESULTADOS: A distribuição dos resultados variou consideravelmente entre os grupos. As separatrizes definidas com base na distribuição dos dados (tercil e quartil) apresentaram valores semelhantes a alguns pontos de corte descritos na literatura. Os diferentes pontos de corte propostos pela literatura não identificaram quantidades similares de trabalhadores com altos níveis de necessidade de descanso. A distribuição não normal de duas das populações mostrou que a média pode não ser um parâmetro adequado. DISCUSSÃO E CONCLUSÕES: Os diferentes parâmetros matemáticos utilizados para identificar altos níveis de necessidade de descanso não conduziram a resultados equivalentes, sugerindo cautela na sua seleção. Até que estudos com maiores populações estejam disponíveis, a utilização da própria distribuição dos dados de um grupo é mais recomendada que a utilização de pontos fixos para identificar altos níveis de necessidade de descanso.<hr/>INTRODUCTION: The Need for Recovery Scale (NFR) has been widely used in Ergonomic studies. However, there is no consensual cutoff point in the literature to identify high levels of need for recovery. OBJECTIVE: To compare the results from different mathematical parameters used to interpret the levels of need for recovery, among them, tertile, quartile and mean, as well as the cutoff values already suggested in the available literature in order to investigate how these parameters will identify high levels of need for recovery. MATERIALS AND METHODS: A total sample of 679 workers participated in this study. Of this total, N = 192 were industrial workers, N = 128 nursing professionals and N = 359 call-center operators. Data collection was performed by means of questionnaires. RESULTS: The data distribution varied widely between groups. The cutoff points determined considering data distribution (tertile and quartile) presented similar values to few of cutoff points proposed by the literature. Divergent number of workers with high levels of need for recovery was identified using the different values of cutoff points proposed by the literature. The non-normal distribution of two worker groups indicated that the mean may not be an adequate parameter for all populations. DISCUSSION AND CONCLUSIONS: The mathematical parameters used to identify high levels of need for recovery led to different results, suggesting caution when selecting a method of evaluation. Inasmuch results from larger studies are not available, the use of the own data distribution parameters for each group is recommended instead of cutoff points already available in the literature. <![CDATA[<b>Benefícios da modificação do estilo de vida na síndrome metabólica</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-51502013000400012&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt INTRODUÇÃO: Os principais fatores de risco para as doenças cardiovasculares hipertensivas e isquêmicas da síndrome metabólica (SM) podem ser favoravelmente modificados pelo estilo de vida (EV). OBJETIVO: Avaliar o efeito de um programa de modificação do estilo de vida sobre os fatores de risco cardiovascular de voluntários com síndrome metabólica (SM). MATERIAIS E MÉTODOS: Ensaio clínico em que oito voluntários (cinco mulheres) com diagnóstico de SM foram submetidos, ao longo de três meses, à intervenção nutricional quinzenal e a um programa de exercício físico, realizado em esteira rolante com intensidade de 65% a 75% da frequência cardíaca máxima, com duração de 30 minutos, três vezes por semana. Após o programa os dados foram comparados pelo teste t de Student. RESULTADOS: Houve redução significativa da pressão arterial sistólica (-7,5%), triglicerídeos (-6,7%) e lipoproteínas de alta densidade (-8%). Além disso, o índice de trabalho cardíaco avaliado em repouso reduziu significativamente (-11%), ao passo que o condicionamento físico expresso pelo trabalho muscular e consumo de oxigênio aumentaram significativamente (29% e 24%, respectivamente). CONCLUSÃO: Até o momento, esses resultados indicam que a mudança nos hábitos alimentares associados à prática regular de exercício físico pode reduzir beneficamente as concentrações de triglicerídeos, bem como a PAS e o DP. Além disso, devido à relevância dos resultados obtidos ao final do programa, acredita-se que a continuidade das atividades propostas neste estudo possa beneficiar outros indivíduos com SM.<hr/>INTRODUCTION: The main risk factors for hypertensive and ischemic cardiovascular disease of the metabolic syndrome (MS) can be favorably change by the life style (LS). OBJECTIVE: Evaluate the effect of a lifestyle modification program (LMP) on cardiovascular risk factors of the Metabolic Syndrome (MS). MATERIALS AND METHODS: In this clinical trial, 08 volunteers (05 women) with MS underwent a biweekly nutritional intervention and a physical exercise program, using a treadmill, at 65-75 % of maximum heart rate, during 30 minutes, three times a week. After tree mouths on LPM the data were compared using Student's t-test. RESULTS: There was a dramatic reduction in systolic blood pressure (-7.5%), triglycerides (-6.7%) and high density lipoprotein (-8%). Moreover, there was a reduction in resting double product (-11%) and an increase in physical conditioning expressed by the workload in watts (29%), as well as in the oxygen consumption (24%). CONCLUSION: Until this moment, these results indicate that food habits change, associated to frequently physical exercise can reduce the triglycerides concentration as well as SBD and DP. Besides, since the relevance of the results obtained at the end of the program, we believe that the continuity of the activities proposed by this study can benefit other individuals with MS. <![CDATA[<b>Capacidade funcional como preditor de qualidade de vida na insuficiência cardíaca</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-51502013000400013&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt INTRODUÇÃO: A insuficiência cardíaca (IC) prejudica a qualidade de vida (QV), enquanto a reabilitação cardiopulmonar e metabólica (RCPM) de pacientes com a síndrome proporciona melhora da capacidade funcional (CF) e da qualidade de vida. OBJETIVOS: Determinar a relação dos domínios da QV com a CF de pacientes com IC, assim como propor pontos de corte dos domínios da QV por meio da CF. MATERIAIS E MÉTODOS: Avaliou-se 57 pacientes com IC, classe funcional II e III, sendo 37 ingressantes (GI) no programa de RCPM e 20 participantes (GP) com mais de três meses de programa. A QV foi avaliada pelo questionário de Minnesota por meio dos domínios físicos, emocionais e dimensões gerais. A CF foi determinada por meio do teste de caminhada de seis minutos (TC6'), tendo pontos de corte definidos conforme proposto na literatura. Utilizou-se teste t de Student, correlação de Pearson e análise da curva ROC para responder aos objetivos da pesquisa, considerando significância de 5%. RESULTADOS: Participantes da RCPM apresentaram melhores escores da QV quando comparados aos ingressantes. Correlações significativas foram observadas entre o domínio emocional e TC6' para ambos os grupos. Verificou-se pontos de corte significativos dos domínios da QV advindos da CF, com destaque ao domínio emocional (sensibilidade/especificidade) para ambos os grupos. CONCLUSÃO: Os portadores de IC com mais de três meses de RCPM apresentaram melhor QV e capacidade funcional do que os iniciantes. O domínio emocional do questionário de Minnesota se mostrou um bom preditor de ponto de corte da capacidade funcional.<hr/>INTRODUCTION: Heart failure (HF) affects the quality of life (QoL), while metabolic and cardiopulmonary rehabilitation program (MCRP) of patients with the syndrome provides improved functional capacity (FC) and QoL. Objectives: To determine the relationship of the QoL domains with CF in patients with HF and propose cutoff points of the QoL domains by CF. MATERIALS AND METHODS: We evaluated 57 patients with HF functional, class II and III, with 37 beginners (GI) in MCRP and 20 participants (GP) with more than three-month program. QoL was evaluated by the Minnesota through the physical, emotional, and general dimension domains. The CF was determined by testing the six-minute walk (6MWT), with cutoffs defined as proposed in the literature. We used the Student t test, Pearson correlation and ROC curve analysis to answer the research objectives, considering a 5% significance. RESULTS: Participants of RCPM showed better QoL scores when compared to beginners. Significant correlations were observed between the Emotional Domain and 6MWT for both groups. There were significant cutoffs of domains of QoL arising from CF, highlighting the emotional domain (sensitivity/ specificity) for both groups. CONCLUSION: Patients with HF with more than three months MCRP showed better QoL and functional capacity than beginners. The emotional domain of Minnesota questionnaire proved to be a good predictor of cutoff point of functional capacity. <![CDATA[<b>Atividade eletromiográfica dos extensores de tronco durante manuseio pelo Método Neuroevolutivo Bobath</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-51502013000400014&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt INTRODUÇÃO: Paralisia cerebral é um distúrbio caracterizado por alterações no desenvolvimento da atividade, do movimento e da postura. O Conceito Neuroevolutivo Bobath é um método utilizado na reabilitação neuropediátrica, fundamentando-se na facilitação da aquisição de habilidades sensório-motoras de acordo com a sequência de desenvolvimento neuropsicomotor normal. OBJETIVO: Verificar atividade eletromiográfica de músculos envolvidos no controle cervical nos planos frontal, sagital e transverso, mediante manuseio em pontos-chave de controle, objetivando transferência de peso e estabilização corporal. MATERIAIS E MÉTODOS: Trata-se de uma avaliação quantitativa em um estudo de caso, no qual uma paciente de sete anos de idade, com diagnóstico clínico de paralisia cerebral e síndrome de West, foi submetida à análise eletromiográfica da musculatura envolvida no controle cervical, mediante manuseio em pontos-chave de controle. O registo ocorreu durante o manuseio utilizando postura de decúbito ventral sobre cunha e postura de decúbito lateral sobre o solo. RESULTADOS: O sinal eletromiográfico dos extensores e flexores na região cervical intensificou-se mediante manuseio para transferência de peso em ponto-chave de quadril em ambas as posturas. Embora o sinal de base tenha sido ampliado durante a transferência de peso para o quadril, o registro eletromiográfico nos segmentos musculares avaliados foi superior no decúbito lateral. CONCLUSÕES: Verificou-se que a transferência de peso para o quadril induziu facilitação do controle cervical e que o decúbito lateral de forma repetida e sustentada, mediante correto manuseio, alinhamento e transferência de peso, facilitou de forma mais pronunciada a atividade muscular na região cervical e de tronco superior do que o manuseio em decúbito ventral sobre a cunha.<hr/>INTRODUCTION: Cerebral palsy is a disorder characterized by an abnormal activity, movement and posture development. The Bobath concept is one of the most used methods for the neuropediatric rehabilitation and is based on the acquisition of sensorimotor skills according to the normal sequence of the psychomotor development. OBJECTIVE: In this study, we explore the relationship between electromyographic signal (EMG) in muscles involved in the cervical control in the frontal, sagittal and transversal planes and facilitation techniques using key points of control, which is part of the Bobath approach. MATERIALS AND METHODS: The methodology was quantitative applied in a case study of one child, seven years old, with Cerebral palsy and West syndrome diagnosis. The surface EMG activity of muscle groups involved in the cervical control (extensors, flexors and lateral flexors) was collected under therapeutic handling using key points of control in ventral decubitus on the wedge and in lateral decubitus along 5 seconds. RESULTS: The EMG signal from extensors and flexors muscles was augmented under therapeutic handling for weight bearing using the hip joint as key point of control in both decubitus. Although the EMG basal signal in the ventral position had been intensified during the weight bearing, the EMG activity was higher when the handling was performed using the lateral position. CONCLUSION: We concluded that the therapeutic handling for weigh bearing using the hip joint as key point of control induced the facilitation of cervical control. The use of the lateral position as well as the repetition of this position in a maintained way, since the correct alignment position is observed, should be able to induce higher facilitation of cervical control than weigh bearing in ventral position on the wedge. <![CDATA[<b>Sintomas musculoesqueléticos em motoristas de ônibus</b>: <b>prevalência e fatores associados</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-51502013000400015&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt INTRODUÇÃO: Os profissionais do transporte coletivo realizam atividades laborais que envolvem grande número de fatores de risco para acometimentos musculoesqueléticos, e o conhecimento desses riscos é fundamental para que esses trabalhadores possam gozar de boa qualidade de vida. OBJETIVOS: Verificar a prevalência dos sintomas musculoesqueléticos em motoristas de ônibus urbano e investigar fatores associados. MATERIAIS E MÉTODOS: Realizou-se um estudo transversal com 55 motoristas de uma empresa de uma cidade do estado de São Paulo, com a utilização de questionário muldimensional composto de variáveis demográficas, ocupacionais e hábitos de vida, assim como o Índice de Capacidade para o Trabalho e o Questionário Nórdico de Sintomas Osteomusculares. RESULTADOS: Realizaram-se análises descritiva, bivariada e multivariada por regressão logística binária. Verificou-se que 65,7% dos trabalhadores relataram algum tipo de sintoma osteomuscular nos últimos 12 meses, localizados, principalmente, na região lombar (17,0%), ombros e joelhos (13,3%). Observou-se associação entre os sintomas e o baixo nível de escolaridade, a alta demanda psicológica, o sedentarismo e o baixo nível de capacidade para o trabalho. CONCLUSÕES: A prevalência de sintomas osteomusculares nos motoristas é alta, necessitando de ações de promoção à saúde.<hr/>INTRODUCTION: Mass transit workers labour activities involving large number of risk factors for musculoskeletal and performing different, knowledge of them is essential in order to have a good quality of life of these workers. Objectives: To check the prevalence of musculoskeletal symptoms in urban bus drivers and investigate factors associated with. MATERIALS AND METHODS: A cross-sectional study, with 55 drivers of a company of a city in the State of São Paulo, with the use of multidimensional questionnaire composed of demographic variables, occupational and lifestyle habits, as well as the index of ability to work, the Job Content Questionnaire and the Nordic Musculoskeletal Symptoms Questionnaire. RESULTS: Descriptive analysis was performed, multivariate and bivariate by binary logistic regression. It was found that 65.7 workers reported some form of musculoskeletal symptoms in the last twelve months, located above the lumbar region (17.0), and shoulders and knees (13.3). There was association between symptoms and the low level of education, the high demand, the sedentary and the low level of ability to work. CONCLUSION: The prevalence of musculoskeletal symptoms in drivers is high, requiring health promotion actions. <![CDATA[<b>Avaliação da qualidade de vida e do tratamento fisioterapêutico em pacientes com cervicalgia crônica</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-51502013000400016&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt INTRODUÇÃO: Para analisar a efetividade do tratamento fisioterapêutico no paciente com dor crônica cervical, este trabalho teve como objetivo avaliar antes e após o tratamento fisioterapêutico: a qualidade de vida com o instrumento WHOQOL-100 e a melhora na amplitude de movimento usando um goniômetro. MATERIAIS E MÉTODOS: Participaram deste estudo 15 pacientes (10 mulheres e 5 homens). O nível de significância adotado foi de p < 0,05. RESULTADOS: Foi verificada melhora significativa após o tratamento fisioterapêutico no domínio I - físico (p = 0,0117); domínio II - psicológico (p = 0,004); domínio III - nível de independência (p = 0,0006); domínio IV - relações sociais (p < 0,0001); e no domínio V - ambiente (p = 0,0019); e também na amplitude articular dos movimentos de flexão cervical (p < 0,0001), extensão cervical (p = 0,0004), inclinação lateral á direita (p < 0,0001) inclinação lateral à esquerda (p < 0,0001), rotação lateral à direita (p < 0,0001) e rotação lateral à esquerda (p < 0,0001). DISCUSSÃO: Andersen et al. (17) relataram que exercícios de alongamento melhoram de forma significativa a amplitude de movimento articular em mulheres com cervicalgia crônica. Chiu et al. (20) observaram melhora na dor crônica cervical e na limitação articular após seis semanas de tratamento com TENS e exercícios. CONCLUSÃO: O presente estudo conclui que a intervenção fisioterapêutica composta de exercícios de alongamento, técnicas de relaxamento, massagens e eletroterapia foram benéficos para melhorar a qualidade de vida e a flexibilidade nos pacientes com cervicalgia crônica.<hr/>INTRODUCTION: In order to analyze the effectiveness of the physiotherapeutic treatment in patients with chronic neck pain, this work had as a goal to evaluate the period before and after the physiotherapeutic treatment: quality of life as a WHOQOL-100 tool and the improvement of the range of motion (ROM), using a goniometer. MATERIALS AND METHODS: 15 patients were members of this study (10 women and 5 men). RESULTS: Level of significance adopted was p < 0.05. It was observed significant improvement after physical therapy in the domain I - physical (p = 0.0117), in domain II - psychological (p = 0.004), the domain III - level of independence (p = 0.0006), domain IV - social relationships (p < 0.0001) and domain V - environment (p = 0.0019) and also in joint range of motion of cervical flexion (p< 0.0001), cervical extension (p = 0.0004), right head tilt (p < 0.0001), left head tilt (p < 0.0001) right lateral rotation (p < 0.0001) and left lateral rotation (p < 0.0001). DISCUSSION: Andersen et al. (17) reported that stretching exercises significantly improve the range of motion in women with chronic neck pain. Chiu et al. (20) observed improvement in chronic cervical pain and joint limitation after six weeks of treatment with TENS and exercise. CONCLUSIONS: This study concludes that the physioterapeutic intervention composed by stretching exercises, relaxation techniques, massage and electrotherapy were of positive effects for improving the quality of life and flexibility in patients with chronic neck pain. <![CDATA[<b>Correlação entre três instrumentos de avaliação para risco de quedas em idosos</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-51502013000400017&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt INTRODUÇÃO: Métodos clínicos e laboratoriais estão sendo cada vez mais desenvolvidos para avaliar os diferentes aspectos do equilíbrio postural e estabelecer parâmetros para identificação de idosos com maior risco de quedas. OBJETIVOS: Analisar a correlação entre três testes utilizados para avaliar o risco de quedas em idosos. MATERIAIS E MÉTODOS: Tratou-se de um estudo analítico transversal realizado com 49 idosos comunitários, hígidos, com diferentes níveis de condicionamento físico. Foram utilizados dois testes clínicos, o Timed Up and Go (TUG) e o QuickScreen Clinical Fall Risck Assessment (QuickScreen), e um laboratorial, o Biodex Balance System - Modo Fall Risck (BBS-FR). A correlação dos dados foi realizada por meio da aplicação do coeficiente de correlação de Spearman, com nível de significância de 5% (p < 0,05). RESULTADOS: Verificou-se correlação positiva e moderada entre o QuickScreen e o BBS-FR (r = 0,35; p = 0,01) e entre o QuickScreen e o TUG (r = 0,32; p = 0,02). Não houve correlação significativa entre o BBS-FR e o TUG (r = 0,10; p = 0,47). CONCLUSÃO: Os testes analisados são complementares, tendo em vista que não se correlacionaram fortemente e mostraram-se com particularidades e limitações distintas. Entretanto, sugerimos a utilização do instrumento QuickScreen no ambiente clínico, já que este foi o que melhor se correlacionou com o dispositivo laboratorial, o BBS-FR, e o que mais identificou idosos ativos com risco de quedas. Dessa forma, o QuickScreen avaliou o risco de quedas de forma mais ampla, uma vez que engloba questões não abordadas pelos dois outros testes estudados.<hr/>INTRODUCTION: Clinical and laboratory methods are increasingly being developed to assess different aspects of body balance and establish parameters for identification of elderly at risk of falls. Objectives: To analyze the correlation between the three tests used to assess the risk of falls in the elderly. MATERIALS AND METHODS: This was a crosssectional study, conducted with 49 community-dwelling elderly, healthy controls, with different levels of fitness. We used two clinical tests, the Timed Up and Go (TUG) and QuickScreen clinical assessment fall risk (QuickScreen), and one laboratory, the Biodex Balance System -Mode Fall Risk (BBS-FR). The correlation of the data was performed by using the Spearmam's rank correlation coefficient, with a significance level of 5% (p < 0.5). RESULTS: There were moderate positive correlations between QuickScreen and BBS-FR (r = 0.35; p = 0.01) and between QuickScreen and TUG (r = 0.32; p = 0.02). There was no significant correlation between BBS-FR and TUG (r = -0.10; p = 0.47). CONCLUSION: The analyzed tests are complementary, given that not correlated strongly and showed up with specific and distinct limitations. However, we suggest the use of the instrument QuickScreen in the clinical setting, as this was what was best correlated with the laboratory device, the BBS-FR, and identified that more active seniors at risk of falling. Thus, QuickScreen assessed the risk of falls more broadly, as encompassing issues not addressed by the other two tests studied. <![CDATA[<b>Relevância clínica em não fi brose cística bronquiectasia seguida em uma prática real</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-51502013000400018&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt INTRODUCTION: Bronchiectasis is a chronic disorder characterized by permanent dilation of the bronchi and bronchioles accompanied by inflammatory changes in the walls of these structures and adjacent lung parenchyma. OBJECTIVE: The aim of the present study was to perform a clinical and functional characterization of adult patients with non-cystic fibrosis bronchiectasis. METHODS: A clinical, descriptive, retrospective, case-series study was carried out involving 232 patients with non-cystic fibrosis bronchiectasis treated at a lung ambulatory between 2004 and 2012. RESULTS: The sample consisted of 232 patients (134 females; mean age: 52.9 years ± 17.7; body mass index: 23.5 kg/m² ± 4.4). The predominant symptoms were cough (91.4%), expectoration (85.8%) and dyspnea (76.3%). The majority of cases were of a non-tuberculosis etiology (64.7%). Regarding lung function, the obstructive breathing pattern was predominant (43.5%). The most common comorbidities were of a cardiovascular origin (51.0%). CONCLUSIONS: Adult patients with non-cystic fibrosis bronchiectasis (mainly post-infection or post-tuberculosis in origin) are characterized by a low educational level, excessive cough, sputum, dyspnea, muscle fatigue, an obstructive breathing pattern with frequent hypoxemia and multiple comorbidities, mainly of a cardiovascular origin. However, our patients have a low index of exacerbations and hospitalizations that can be assigned to a clinical protocol for monitoring.<hr/>INTRODUÇÃO: Bronquiectasia é uma doença crônica caracterizada pela dilatação permanente dos brônquios e bronquíolos acompanhada por alterações inflamatórias nas paredes dessas estruturas e parênquima pulmonar adjacente. OBJETIVO: O objetivo do presente estudo é realizar uma caracterização clínica e funcional de pacientes adultos com bronquiectasias e fibrose não cística. Métodos: Um estudo clínico descritivo e retrospectivo foi realizado com pacientes com bronquiectasias e fibrose não cística atendidos em um ambulatório de pulmão entre 2004 e 2012. RESULTADOS: A amostra foi composta por 232 pacientes (134 mulheres, idade média: 52,9 anos ± 17,7, índice de massa corporal: 23,5 ± 4,4 kg/m2). Os sintomas predominantes foram tosse (91,4%), expectoração (85,8%) e dispneia (76,3%). A maioria dos casos foi de etiologia não tuberculosa (64,7%). Em relação à função pulmonar, o padrão de respiração obstrutiva foi predominante (43,5%). As comorbidades mais comuns foram de origem cardiovascular (51,0%). CONCLUSÕES: pacientes adultos com bronquiectasias de fibrose não cística (principalmente pós-infecção ou pós-tuberculose de origem) são caracterizados por um baixo nível de escolaridade, tosse excessiva, expectoração, dispneia, fadiga muscular, um padrão de respiração obstrutiva com hipoxemia frequente e múltiplas comorbidades, essencialmente de origem cardiovascular. No entanto, nossos pacientes têm um baixo índice de exacerbações e hospitalizações que podem ser atribuídos a um protocolo clínico para o acompanhamento. <![CDATA[<b>Treino locomotor com suporte parcial de peso corporal na reabilitação da lesão medular</b>: <b>revisão da literatura</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-51502013000400019&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt INTRODUÇÃO: O treino locomotor com suporte de peso corporal (TLSP) é utilizado há aproximadamente 20 anos no campo da reabilitação em pacientes que sofrem de patologias neurológicas. O TLSP favorece melhoras osteomusculares, cardiovasculares e psicológicas, pois desenvolve ao máximo o potencial residual do organismo, proporcionando a reintegração na convivência familiar, profissional e social. OBJETIVO: Identificar as principais modalidades de TLSP e seus parâmetros de avaliação com a finalidade de contribuir com o estabelecimento de evidências confiáveis para as práticas reabilitativas de pessoas com lesão medular. MATERIAIS E MÉTODOS: Foram analisados artigos originais, publicados entre 2000 e 2011, que envolvessem treino de marcha após a lesão medular, com ou sem suporte parcial de peso corporal, e tecnologias na assistência do treino, como biofeedback e estimulação elétrica funcional, entre outras. RESULTADOS: A maioria dos participantes dos estudos era do sexo masculino; os níveis de lesão variavam de C3 a L3; ASIA teve pontuações de A a D; os tempos de lesão variaram entre 0,3 meses a 33 anos. Também se verificou que não há consenso em relação ao protocolo de TLSP. CONCLUSÃO: O treino locomotor com suporte de peso corporal mostra-se viável na reabilitação de pacientes que sofrem de uma patologia neurológica como a lesão medular. Independentemente do protocolo de treino utilizado, os benefícios referentes ao aumento da força muscular, manutenção ou aumento da densidade óssea, diminuição da frequência cardíaca e aumento do condicionamento físico estão presentes<hr/>INTRODUCTION: The locomotor training with bodyweight support (LTBWS) has been used for approximately twenty years in the field of rehabilitation in patients who suffer from neurological pathologies. The LTBWS favors these improvements muscle, cardiovascular and osteo-psychological, because maximum residual potential develops the body, providing reintegration into the familial, social and professional. OBJECTIVE: Identify the main methods of assessment and their parameters LTBWS with the purpose of contributing to the establishment of reliable evidence for the rehabilitation practice of people with spinal cord. MATERIALS AND METHODS: Original articles were analyzed, published between 2000 and 2011, involving gait training after spinal cord, with or without partial body weight support, and training assistance technologies such as functional electrical stimulation and biofeedback among others. RESULTS: The majority of the participants of the studies was male; injury levels ranged from C3 to L3, ASIA had scores from A to D; injury times ranged from 0.3 months 33 years. Also it was noted that there is no consensus regarding LTBWS Protocol. CONCLUSION: The locomotor training with bodyweight support shows up, viable in the rehabilitation of patients who suffer from a neurological pathology such as the spinal cord, regardless of training protocol used the benefits relating to increases in muscular strength, maintaining or increasing bone density, decreased heart rate, increase in physical conditioning are present. <![CDATA[<b>Tratamento fisioterapêutico para epicondilite lateral</b>: <b>uma revisão sistemática</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-51502013000400020&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt INTRODUÇÃO: Embora o tratamento conservador ainda seja a melhor conduta inicial para a epicondilite lateral do cotovelo, há pouca evidência científica de que o tratamento fisioterapêutico altere o curso natural da doença e seja efetiva no tratamento dessa patologia. OBJETIVO: Avaliar a efetividade e a segurança das diversas intervenções fisioterapêuticas utilizadas no tratamento conservador da epicondilite lateral. MATERIAIS E MÉTODOS: Foram incluídos apenas ensaios clínicos aleatorizados e quase aleatorizados que utilizaram pelo menos uma modalidade fisioterapêutica como uma das intervenções. Foi realizada uma busca nas bases de dados eletrônicos MEDLINE; Embase; LILACS e SciELO até dezembro de 2010. Não houve restrição do período de publicação dos artigos. Com o objetivo de aumentar a sensibilidade e a precisão, a estratégia de busca utilizada foi adaptada para cada base de dados. Foi utilizada a pontuação da escala PEDro para avaliação da qualidade metodológica dos ensaios clínicos aleatorizados. RESULTADOS: 26 artigos foram incluídos na revisão sistemática e a avaliação da maioria desses artigos apresentou qualidade metodológica satisfatória (6,4 pontos). Em relação aos aspectos mensurados, todos os artigos avaliaram a dor, 18 (69%) examinaram a força de preensão e 11 (42%) a função dos pacientes. Quanto à duração do acompanhamento dos pacientes apenas nove (35%) artigos realizaram acompanhamento a longo prazo. CONCLUSÃO: A melhor opção para o tratamento da epicondilite lateral parece ser a combinação de modalidades terapêuticas, o que condiz com a realidade clínica do fisioterapeuta. Porém, mais ensaios clínicos com boa qualidade metodológica são necessários para determinar a efetividade da maioria das modalidades terapêuticas encontradas.<hr/>INTRODUCTION: Although conservative treatment is still the best initial management for lateral epicondylitis, there is little scientific evidence that physical therapy change the natural history of disease and is effective for treating this condition. Objective: evaluate the effectiveness and safety of different physical therapy interventions used in the conservative treatment of lateral epicondylitis. MATERIALS AND METHODS: We included only randomized controlled trials and quasi-randomized studies that used at least one modality of physical therapy as an intervention. We performed a search of electronic databases MEDLINE, Embase, LILACS and SciELO by December 2010. There was no restriction of the period and publication of articles aiming to increase the sensitivity and accuracy; the search strategy used was adapted for each database. We used the score of the PEDro scale for assessing the methodological quality of randomized controlled trials. RESULTS: 26 articles were included in the systematic review, and the evaluation of most of these articles had satisfactory methodological quality (6.4 points). Regarding the aspects measured, all articles evaluated pain, 18 (69%) examined the grip strength and 11 (42%) examined the patient's function. The duration of follow-up, only nine (35%) articles made long-term monitoring. CONCLUSION: The best option for the treatment of lateral epicondylitis seems to be a combination of therapeutic modalities, which agrees with clinical reality of the physiotherapists. However, more clinical trials with good methodological quality are needed to determine the effectiveness of most therapeutic modalities found.