Scielo RSS <![CDATA[Fisioterapia em Movimento]]> http://www.scielo.br/rss.php?pid=0103-515020150001&lang=pt vol. 28 num. 1 lang. pt <![CDATA[SciELO Logo]]> http://www.scielo.br/img/en/fbpelogp.gif http://www.scielo.br <![CDATA[Editorial]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-51502015000100001&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt <![CDATA[Repetibilidade e comparação de testes clínicos para crianças diparéticas e com desenvolvimento típico]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-51502015000100013&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Objective The aims of this study were to evaluate the reliability of three range of motion tests (Straight Leg Raise, Modified Thomas, and Duncan-Ely) using photographic measurements in children with spastic diplegic cerebral palsy (SD) and with typical development (TD). Methods A cross-sectional test-retest design was applied to compare muscle-tendon unit shortening tests between groups. Results The tests showed reliability that ranged from good to excellent (ICC &gt; 0.8), except for the Thomas Test for the bi-articular hip flexor muscle-tendon unit of the TD group (ICC = 0.7). Differences between groups were found in all tests (p &lt; 0.05), except when the range of motion of the bi-articular hip flexor muscles was assessed using the Thomas test (p &gt; 0.05). Conclusion Children with SD presents a smaller range of motion than the TD group. However, the Thomas Test for the bi-articular hip flexor muscles was unable to determine differences between children with spastic diplegic cerebral palsy from that with typical development. <hr/> Objetivo O objetivo do estudo foi avaliar a repetibilidade de três testes de amplitude de movimento (Elevação da perna reta, Thomas Modificado e Duncan-Ely) usando medidas realizadas por fotografia em crianças com paralisia cerebral do tipo diparesia espástica (SD) e com desenvolvimento típico (TD). Métodos O estudo teve design transversal do tipo teste-reteste para comparar o comprimento musculotendíneo entre os grupos. Resultados Os testes mostraram repetibilidade de boa a excelente (ICC &gt; 0,8), com exceção do teste de Thomas para os flexores biarticulares do quadril para o grupo TD (ICC = 0,7). Diferenças entre os grupos foram encontradas em todos os testes (p &lt; 0,05), à exceção da amplitude de movimento dos flexores biarticulares do quadril ao se utilizar o teste de Thomas (p &gt; 0,05). Crianças com SD apresentam menores amplitudes de movimento que as crianças do grupo TD. Entretanto, o teste de Thomas para os flexores biarticulares do quadril não foi capaz de determinar diferenças entre as crianças com diparesia espástica e as crianças com desenvolvimento típico. <![CDATA[Efeito da crioterapia na temperatura do tornozelo de atletas: pacote de gelo e crioimersão]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-51502015000100023&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Introduction Cryotherapy is often used for rehabilitation of injured athletes. Objective To compare the effectiveness of ice pack (IP) and cold water immersion (CWI) on lowering the ankle skin surface temperature in athletes. Materials and methods Thirteen athletes (seven women and six men), age 19.53 (± 2.9) years. IP and CWI were applied on the anterior talofibular ligament (ATFL) of the dominant leg for 30 minutes. The skin surface temperature was measured with an infrared digital thermometer prior to the application and during cryotherapy (10, 15, 20, 25 and 30 minutes) and up to two hours of rewarming. During rewarming, the athletes remained at rest and the temperature was measured every 1 minute until 10 minutes, every 5 minutes for up to an hour and every 15 minutes until 2 hours. Results The two types of cold application were effective in lowering the skin surface temperature after the 30-minute procedure. Significant differences were observed among the following temperatures: pre-application (IP = 29.8 ± 2.4 °C and CWI = 27.5 ± 3 °C – P &lt; 0.05); after 30 minutes (IP = 5 ± 2.4 °C and CWI = 7.8 ± 3 °C – P &lt; 0.01). For rewarming, after 25 minutes (IP = 20.8 ± 3.3 °C and CWI = 18.2 ± 2.7 °C – P &lt; 0.04); after 45 minutes (IP = 24.5 ± 2.3 °C and IP = 22.1 ± 3.5 °C – P &lt; 0.05); after 75 minutes (IP = 26.4 ± 2.2 °C and CWI = 24 ± 2.7 °C – P &lt; 0.02). Conclusion After the 30-minute application, both IP and CWI produced the appropriate temperature; however the application of CWI produced the lowest temperature during rewarming. <hr/> Introdução A crioterapia é frequentemente utilizado para reabilitação de atletas lesionados. Objetivo Objetivou-se comparar a eficácia da aplicação do pacote de gelo convencional (PG) em relação à crioimersão (CI) na diminuição da temperatura superficial da pele do tornozelo de atletas. Materiais e métodos A amostra foi composta por 13 atletas (sete do gênero feminino e seis do masculino), idade de 19,53 (± 2,9) anos. O PG e a CI foram aplicados sobre o ligamento talofibular anterior do tornozelo dominante, por 30 minutos. A temperatura superficial da pele foi verificada pré-aplicação e durante a crioterapia (10, 15, 20, 25 e 30 minutos) e até duas horas de reaquecimento, com termômetro digital infravermelho. Para as coletas no período de reaquecimento, os atletas permaneceram em repouso, com temperatura verificada a cada 1 minuto, até 10 minutos, a cada 5 minutos, até uma hora, e a cada 15 minutos, até duas horas. Resultados As duas formas de aplicação de crioterapia apresentaram efetividade para a redução da temperatura superficial da pele, após os 30 minutos de procedimento. Na comparação entre os grupos, houve diferença significativa nas temperaturas: pré-aplicação (PG = 29,8 ± 2,4 °C e CI = 27,5 ± 3 °C – P &lt; 0,05); e ao fim de 30 minutos (PG = 5 ± 2,4 °C e CI = 7,8 ± 3 °C – P &lt; 0,01). Para o reaquecimento, encontrou-se: após 15 minutos (PG = 20,8 ± 3,3 °C e CI = 18,2 ± 2,7 °C – P &lt; 0,04); após 45 minutos (PG = 24,5 ± 2,3 °C e CI = 22,1 ± 3,5°C – P &lt; 0,05); após 75 minutos (PG = 26,4 ± 2,2 °C e CI = 24 ± 2,7 °C – P &lt; 0,02). Conclusão Concluiu-se que, ao final dos 30 minutos de aplicação, PG e CI alcançaram a temperatura adequada para os benefícios da crioterapia, porém a crioimersão obteve menor temperatura no período de reaquecimento. <![CDATA[Comparação de três protocolos na mensuração das pressões respiratórias máximas]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-51502015000100031&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Introduction To avoid the selection of submaximal efforts during the assessment of maximal inspiratory and expiratory pressures (MIP and MEP), some reproducibility criteria have been suggested. Criteria that stand out are those proposed by the American Thoracic Society (ATS) and European Respiratory Society (ERS) and by the Brazilian Thoracic Association (BTA). However, no studies were found that compared these criteria or assessed the combination of both protocols. Objectives To assess the pressure values selected and the number of maneuvers required to achieve maximum performance using the reproducibility criteria proposed by the ATS/ERS, the BTA and the present study. Materials and method 113 healthy subjects (43.04 ± 16.94 years) from both genders were assessed according to the criteria proposed by the ATS/ERS, BTA and the present study. Descriptive statistics were used for analysis, followed by ANOVA for repeated measures and post hoc LSD or by Friedman test and post hoc Wilcoxon, according to the data distribution. Results The criterion proposed by the present study resulted in a significantly higher number of maneuvers (MIP and MEP – median and 25%-75% interquartile range: 5[5-6], 4[3-5] and 3[3-4] for the present study criterion, BTA and ATS/ERS, respectively; p &lt; 0.01) and higher pressure values (MIP – mean and 95% confidence interval: 103[91.43-103.72], 100[97.19-108.83] and 97.6[94.06-105.95]; MEP: median and 25%-75% interquartile range: 124.2[101.4-165.9], 123.3[95.4-153.8] and 118.4[95.5-152.7]; p &lt; 0.05). Conclusion The proposed criterion resulted in the selection of pressure values closer to the individual’s maximal capacity. This new criterion should be considered in future studies concerning MIP and MEP measurements. <hr/> Introdução Para evitar a seleção de esforços submáximos durante as medidas das pressões inspiratórias e expiratórias máximas (PImáx e PEmáx), alguns critérios de reprodutibilidade têm sido sugeridos, destacando-se os propostos pela ATS/ERS e pela SBPT. Entretanto, não foram encontrados na literatura estudos que confrontem esses dois critérios, ou que investiguem a combinação de ambos. Objetivos Avaliar os valores pressóricos selecionados e o número de manobras necessárias para se alcançar a capacidade máxima por meio do emprego dos critérios de reprodutibilidade propostos pela ATS/ERS, pela SBPT e pelo presente estudo. Materiais e métodos Foram avaliados 113 indivíduos saudáveis (43,04 ± 16,94 anos), de ambos os sexos, considerando-se os critérios de reprodutibilidade propostos pela ATS/ERS, pela SBPT e pelo presente estudo. Análise estatística realizada com estatística descritiva, seguida do teste ANOVA para medidas repetidas (post hoc LSD) ou do teste de Friedman (post hoc Wilcoxon), segundo a normalidade dos dados. Resultados O critério proposto resultou em um número de manobras significativamente maior (PImáx e PEmáx – mediana e intervalo interquartílico 25%-75%: 5[5-6], 4[3-5] e 3[3-4] para este estudo, SBPT e ATS/ERS, respectivamente; p &lt; 0,01) e na seleção de valores pressóricos mais elevados (PImáx – média e intervalo de confiança 95%: 103[91,43-103,72], 100[97,19-108,83] e 97,6[94,06-105,95]; PEmáx – mediana e intervalo interquartílico 25%-75%: 124,2[101,4-165,9], 123,3[95,4-153,8] e 118,4[95,5-152,7] para este estudo, SBPT e ATS/ERS, respectivamente; p &lt; 0,05). Conclusão O critério proposto resultou em valores pressóricos mais próximos da real capacidade máxima dos sujeitos avaliados. Este novo critério deve ser considerado em estudos futuros relacionados às medidas de PImáx e PEmáx. <![CDATA[Respostas cardiovasculares agudas a uma sessão de drenagem linfática manual]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-51502015000100041&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Introduction Manual Lymphatic Drainage (MLD) creates pressure differentials to promote the movement of lymph and interstitial fluid, for their relocation into the bloodstream and can thus act on the variables responsible for determining blood pressure (BP). Objective To investigate the behavior of hemodynamic parameters, such as BP and Heart Rate (HR) during and immediately after a session of MLD. Materials and methods 23 healthy young volunteers with a mean age of 22 ± 2.97 years (18-29), underwent a session of MLD and evaluation of systolic BP, diastolic BP and HR after 10 minutes of initial rest, at the end of the implementation of the protocol in SP, PP and after 15 minutes of final rest. Results No changes were found in systolic BP or diastolic BP before, during and immediately after the MLD session (p = 0.57, p = 0.20, respectively). There was increased heart rate after the final 15 minute rest when compared to the HR after MLD in SP (72 ± 1.9 vs. 76 ± 1.9, p = 0.002), however, without clinical relevance. Conclusion During a session of MLD with healthy young women, no significant hemodynamic changes occurred, demonstrating that this technique is safe from the cardiovascular point of view. <hr/> Introdução A Drenagem Linfática Manual (DLM) tem por objetivo criar diferenciais de pressão para promover o deslocamento da linfa e do fluido intersticial, objetivando a sua recolocação na corrente sanguínea, podendo, dessa forma, atuar nas variáveis responsáveis pela determinação da pressão arterial (PA). Objetivo Investigar o comportamento das variáveis hemodinâmicas, como PA e Frequência Cardíaca (FC), durante e imediatamente após uma sessão de DLM. Materiais e métodos 23 voluntárias jovens e saudáveis com idade média de 22 ± 2,97 anos (18-29), foram submetidas a uma sessão de DLM e avaliação da PA Sistólica, da PA Diastólica e da FC após 10 minutos de repouso inicial, no fim da realização do protocolo em DD, em DV e após 15 minutos de repouso final. Resultados Não foram encontradas alterações na PA Sistólica e na PA Diastólica antes, durante e imediatamente após a sessão de DLM (p = 0,57; p = 0,20, respectivamente); por outro lado, verificou-se aumento da FC após o repouso final de 15 minutos, quando comparado com a FC após a DLM em DD (72 ± 1,9 vs. 76 ± 1,9; p = 0,002), porém sem relevância clínica. Conclusão Durante uma sessão de DLM em mulheres jovens saudáveis, não ocorrem alterações hemodinâmicas importantes, demonstrando que essa técnica é segura do ponto de vista cardiovascular. <![CDATA[Associação entre composição corporal, desempenho muscular e autonomia funcional na terceira idade]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-51502015000100049&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Introduction Decrease in muscle mass and increase in body fat are important changes that occur with aging. Strength decline and worse resistance to fatigue can lead to a decreased functional autonomy of the elderly. Objective The present study aimed to verify the existence of a relationship between body composition, muscle strength, lower limbs fatigue and functional autonomy in active elderly women. Materials and methods The sample consisted of 29 elderly women with a mean age of 68.2 (± 7.3) years. Body composition was analyzed by total and segmental bioelectrical impedance. Muscle fatigue was assessed using electromyography, through the analysis of median frequency and root mean square during a 60-second sustained isometric knee extension contraction, at 50% of the maximum voluntary isometric contraction. Functional autonomy was assessed by using the Latin American Development Group for Maturity (GDLAM) protocol. Results There were significant correlations between height and strength (r = 0.49), age and lean body mass (r = -0.42), body fat percentage (BF%) and GDLAM tests (r = 0.39-0.41). The lean body mass was positively correlated with strength (r = 0.55), but not with resistance to fatigue. Conclusion The lean body mass of the analyzed sample was found to be associated with the performance on the maximum strength test, but not with the performance on the resistance to fatigue test. This shows that these two parameters (strength and fatigue) are independent of one another. Elderly women with higher BF% showed worse performance on the GDLAM tests. This evidences that individuals with high adiposity levels tend to have a more limited functional autonomy. <hr/> Introdução A diminuição da massa muscular e o aumento da gordura corporal são alterações marcantes do envelhecimento. O declínio de força e de resistência à fadiga pode levar o idoso à diminuição da autonomia funcional. Objetivo O presente estudo teve como objetivo verificar a existência de relação entre composição corporal, força muscular, fadiga de membros inferiores e autonomia funcional em idosas ativas. Materiais e métodos A amostra foi constituída de 29 idosas com idade média de 68,2 (± 7,3) anos. Foram analisadas a composição corporal pela bioimpedância total e segmentar e a fadiga muscular por meio da eletromiografia, pelos valores de frequência mediana e da raiz quadrática média, em um teste de um minuto a 50% da contração voluntária máxima. A autonomia funcional foi avaliada pelo protocolo do Grupo de Desenvolvimento Latino-Americano para a Maturidade (GDLAM). Resultados Foram observadas correlações significativas entre estatura e força (r = 0,49), idade e massa magra (r = -0,42), percentual de gordura (%G) e testes do GDLAM (r de 0,39 a 0,41). A massa magra se correlacionou positivamente com a força (r = 0,55), mas não com o resultado do teste de resistência à fadiga. Conclusão A massa magra das idosas avaliadas está associada ao desempenho no teste de força máxima, mas não no de resistência à fadiga, mostrando que esses dois parâmetros (força e fadiga) se comportam de maneira independente. As idosas com maior %G tiveram um pior desempenho no GDLAM, mostrando que indivíduos idosos com maiores níveis de adiposidade corporal apresentam mais limitações relacionadas à autonomia funcional. <![CDATA[O teste da ponta do pé prediz capacidade funcional na insuficiência venosa?]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-51502015000100061&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Introduction Individuals with chronic venous insufficiency (CVI) have muscle pump dysfunction and reduced functionality. However, studies are inconsistent in proving whether a particular test can assess muscle functional capacity. Therefore, the aim of this study was to evaluate whether the heel-rise test (HRT) is able to explain functional capacity in patients with CVI. Materials and methods Subjects with CVI aged between 20 and 59 years old were selected for this study. All participants were classified by means of the Clinical Anatomy Etiology Pathophysiology Classification of Chronic Venous Disease (CEAP). The HRT and the shuttle walk test (SWT) were performed. Descriptive statistics, Spearman correlation, linear models and regression variance analysis (one-way ANOVA) were used for data analysis. Significance was set at alpha ≤ 5%. Results 79 subjects were included in the study (38.79 ± 1.34 years). The HRT was able to explain functional capacity only in individuals aged between 50-59 years (R2 = 0.60, p = 0.0001). The heel-rise test was not sensitive to detect differences between the CEAP classes analyzed (p &gt; 0.05). Conclusion The HRT was able to explain functional capacity in individuals aged between 50-59 years, and it can be applied in clinical practice for the functional evaluation of patients with CVI with mild severity in this age range. <hr/> Introdução Indivíduos com insuficiência venosa crônica (IVC) podem apresentar disfunção da bomba muscular e redução de sua funcionalidade. Porém, estudos são inconsistentes em afirmar se um teste específico muscular pode avaliar a capacidade funcional. Sendo assim, o objetivo do presente estudo é avaliar se o teste da ponta do pé (TPP) é capaz de predizer a capacidade funcional em indivíduos com IVC. Materiais e métodos Foram selecionados para o estudo indivíduos com IVC com idade entre 20 e 59 anos. Os participantes foram classificados por meio da CEAP (Clinical Etiology Anatomy Pathophysiology Classification of Chronic Venous Desease). Foram realizados o TPP e o teste do deslocamento bidirecional progressivo (TDBP). Estatísticas descritivas, correlação de Spearman, modelos de regressão linear e análise de variância (ANOVA one-way) foram utilizados para a análise dos dados. Para significância estatística, foi usado alfa de 5%. Resultados Foram incluídos 79 indivíduos (38,79 ± 1,34 anos) no estudo. O TPP foi capaz de predizer a capacidade funcional somente em indivíduos de 50 a 59 anos (R2 = 0,60; p = 0,0001). O TPP não foi sensível em detectar diferenças entre as classes CEAP analisadas (p &gt; 0,05). Conclusão O TPP foi capaz de explicar a capacidade funcional em indivíduos de 50 a 59 anos, podendo ser aplicado na prática clínica de forma válida para a avaliação funcional de pacientes com IVC de gravidade leve nessa faixa etária. <![CDATA[Implementação de ações fisioterapêuticas na prevenção de complicações do diabetes na Estratégia de Saúde da Família]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-51502015000100069&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Introduction In the Family Health Strategy (FHS), the treatment of Diabetes Mellitus (DM) includes education and lifestyle change strategies. Physiotherapists have a key role in this health setting. Objectives To implement actions of evaluation and guidelines for patients with type 2 DM who attend a Family Health Strategy (FHS), regarding diabetic foot and the practice of regular physical exercise in the control and prevention of the complications of Diabetes Mellitus. Methods 17 individuals from an FHS were evaluated, with the following procedures: clinical and anthropometric parameters, inspection, a questionnaire on diabetic neuropathy, tests of vibratory and tactile sensitivity, muscle function, range of motion, functional analysis, questions about exercise practice and guidance regarding controlling blood glucose and foot care. Results Deformities, dry skin, calluses, dehydration, ulceration, cracking and brittle nails were found. Peripheral neuropathy was not observed; tactile sensitivity was altered in the heel region and the vibratory sense was absent in 5% of individuals. A decrease in functionality of ankle movements was verified. Of the participants, 76% were sedentary, 24% knew about the benefits of practicing regular exercise, 25% had undergone a medical evaluation prior to performing physical exercise and, of these, 25% were supervised by a qualified professional. Discussion The implementation of physiotherapy actions in diabetics from an FHS was important for highlighting the presence of risk factors for diabetic complications. Conclusions Individuals attending the FHS need more information and programs for the prevention of diabetic complications. <hr/> Introdução Na Estratégia da Saúde da Família (ESF) o tratamento do Diabetes Mellitus (DM) inclui estratégias de educação e modificação do estilo de vida. Os fisioterapeutas vêm desenvolvendo papel fundamental nesse novo cenário de saúde. Objetivos Implementar ações de avaliação e orientações para pacientes com DM tipo 2, quanto ao pé diabético e à prática regular de exercícios físicos no controle e na prevenção de complicações do DM, os quais frequentam uma Estratégia de Saúde da Família (ESF). Métodos Foram avaliados 17 indivíduos de uma ESF, com os seguintes procedimentos: verificação de parâmetros clínicos e antropométricos, inspeção, questionário sobre neuropatia diabética, teste da sensibilidade tátil e vibratória, função muscular, amplitude de movimento, análise funcional, questionamentos sobre realização de exercícios, orientações sobre sua prática no controle glicêmico e orientações quanto aos cuidados com os pés. Resultados Foram encontradas deformidades, pele ressecada, calos, desidratação, ulceração, rachaduras e unhas quebradiças. A investigação sobre neuropatia periférica não indicou sua presença; a sensibilidade tátil estava alterada principalmente na região do calcanhar e a sensibilidade vibratória estava ausente em 5% dos indivíduos. Verificou-se diminuição na funcionalidade em movimentos de tornozelo. Dos participantes, 76% eram sedentários e 24% conheciam os benefícios da prática regular de exercícios físicos; 25% dos indivíduos passaram por avaliação médica antes de realizar exercício físico, que era supervisionado por profissional habilitado em 25% dos casos. Discussão A implementação de ações fisioterapêuticas nos diabéticos de uma EFS foi importante para destacar a presença de fatores de risco para complicações do diabetes. Conclusões Os indivíduos da ESF necessitam de mais informações e programas para a prevenção de complicações do DM e apresentam alterações predisponentes a amputações e outras complicações. <![CDATA[Conhecer para cuidar: caracterização de pessoas com lesão medular atendidas em um centro de reabilitação]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-51502015000100077&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Introduction Spinal cord injury (SCI) results in motor, sensory and autonomic dysfunction. The symptoms observed in patients with spinal cord injury will depend on the area affected by the injury. Nursing care is essential for better patient outcomes. Objective The aim of this study was to characterize patients with spinal cord injury treated at a state referral rehabilitation center for SCI. Methods We performed a quantitative cross-sectional descriptive study of 109 patients between the years 2000 and 2009. Results We found a predominance of spinal cord injury in men aged up to 30 years (48.5%). The main causes of spinal cord injuries were traffic accidents. The thoracic region was the most frequently affected site (39.7%), followed by the cervical region (25.6%). Most of the study subjects had been rated as ASIA A, according to the American Spinal Cord Injury Association scale. Discussion These findings corroborate previous studies observing that traffic accidents are the leading causes of spinal cord injury and that people affected by it usually do not seek proper care. Receiving early intervention services and counseling is essential for a better outcome and for achieving an improvement in the quality of life of these patients. Conclusion Despite the increasing incidence of spinal cord injuries nowadays, there is still a lack of data on the subject. The greatest limitation of this study is the incompleteness of medical records, which hindered the access to information. <hr/> Introdução O trauma raquimedular consiste numa agressão à medula espinhal que gera sequelas motoras, sensitivas e autônomas. Os sintomas observados nos pacientes com lesão medular dependem da área lesionada. O cuidado em saúde de enfermagem é essencial para a reabilitação dessas pessoas. Objetivo Caracterizar as pessoas com lesão medular atendidas em um centro de reabilitação de referência estadual. Metodologia Estudo descritivo, quantitativo e transversal de 109 prontuários atendidos entre os anos de 2000 a 2009. Resultados Observou-se a predominância de lesão medular em homens com até 30 anos (48,7%), sendo que os acidentes automobilísticos foram as causas mais frequentes. A região mais acometida é a torácica (39,7%,), seguida pela cervical (25,6%,). A maioria dos indivíduos do estudo apresentava classificação A, de acordo com a escala da American Spinal Cord Injury Association. Discussão A literatura confirma o achado da pesquisa, mostrando que os acidentes de moto e carro são as causas mais frequentes de traumas na coluna e que muitas pessoas, após sofrerem lesão medular, não procuram acompanhamento adequado. As orientações e as intervenções precoces são imprescindíveis para a melhora da qualidade de vida desses pacientes. Conclusão Apesar do aumento da ocorrência de lesão medular na atualidade, observa-se uma escassez de dados sobre o assunto. A maior limitação do estudo são as avaliações incompletas nos prontuários, dificultando o acesso às informações. <![CDATA[Crianças pré-termo saudáveis: coordenação motora global e intervenção precoce]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-51502015000100085&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Introduction Studies recommend a participation by preterm children (PT) in Early Intervention Programs (EIP), as the coordination dysfunctions appear to occur more frequently in premature school children. Objectives Describe the global motor coordination (MC) in PT children that participate in an EIP; verify the difference in MC between the sexes and correlate the coordination results of PT children and those with gestation age (GA) and the birth weight (BW); and compare the results of MC between PT children and full-term children (FT). Materials and methods 57 children (5-6 years old) – 20 PT that participate in EIP, and 37 FT. For the analysis of MC, it was used the Körperkoordination für Kinder (KTK) – Test of Body Coordination for Children. To the comparisons, it was used independent-samples T-test and the Mann-Whitney test (α = 0.05), and the Pearson correlation to verify the influence of GA and BW in the coordinated results. Results 80% of the PT children presented normal MC; the girls demonstrated a better performance on the tasks balance beam and lateral jumps and with regard to the MC corresponding to the sum of the gross scores on the tasks; the GA and BW did not influence MC; and, there was no difference between MC in PT and FT children. Conclusion The PT children presented, in their majority, satisfactory levels of MC, and the girls presented better results. In addition, the GA and BW did not interfere in the MC results. Lastly, there was no difference in the coordination performance between PT and FT children. <hr/> Introdução Estudos indicam a participação de crianças pré-termo (PT) em programas de intervenção precoce (PIP), visto que as desordens coordenativas parecem ocorrer com mais frequência em escolares prematuros. Objetivos Descrever a coordenação motora (CM) global de crianças PT que participaram de um PIP; verificar a diferença da CM entre os sexos e correlacionar os resultados coordenativos das crianças PT com a idade gestacional (IG) e o peso ao nascimento (PN); e comparar os resultados da CM entre crianças PT e a termo (AT). Materiais e métodos 57 crianças (5-6 anos) – 20 PT, que participaram do PIP, e 37 AT. Para análise da CM, utilizou-se o Teste de Coordenação Corporal para Crianças – Körperkoordination für Kinder (KTK). Para as comparações, utilizaram-se o Teste t de Student para amostras independentes e o Teste de Mann-Whitney (α = 0,05), além da correlação de Pearson para verificar influência da IG e do PN nos resultados coordenativos. Resultados 80% das crianças PT demonstraram CM normal; as meninas apresentaram melhor desempenho nas tarefas trave de equilíbrio e saltos laterais e no resultado da CM correspondente ao somatório dos escores brutos das tarefas; a IG e o PN não influenciaram na CM e não houve diferença entre as CM das crianças PT e AT. Conclusão As crianças PT apresentaram, em sua maioria, níveis satisfatórios de CM, e as meninas apresentaram melhores resultados. Além disso, a IG e o PN não interferiram nos resultados coordenativos. Por fim, não houve diferença de desempenho coordenativo entre as crianças PT e AT. <![CDATA[Utilização de material audiovisual para educação e automanejo de pacientes com Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica – DPOC]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-51502015000100097&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Introduction Chronic Obstructive Pulmonary Disease (COPD) is considered a disease with high morbidity and mortality, even though it is a preventable and treatable disease. Objective To assess the effectiveness of an audiovisual educational material about the knowledge and self-management in COPD. Methods Quasi-experimental design and convenience sample was composed of COPD patients of Pulmonary Rehabilitation (PR) (n = 42), in advanced stage of the disease, adults of both genders, and with low education. All subjects answered a specific questionnaire before and post-education audiovisual session, to assess their acquired knowledge about COPD. Results Positive results were obtained in the topics: COPD and its consequences, first symptom identified when the disease is aggravated and physical exercise practice. Regarding the second and third symptoms, it was observed that the education session did not improve this learning, as well as the decision facing the worsening of COPD. Conclusion COPD patients showed reasonable knowledge about the disease, its implications and symptomatology. Important aspects should be emphasized, such as identification of exacerbations of COPD and decision facing this exacerbation. <hr/> Introdução A Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica (DPOC) é considerada uma doença de alta morbidade e mortalidade, mesmo sendo tratável e havendo a possibilidade de prevenção. Objetivo O objetivo foi avaliar a efetividade de um material educativo audiovisual sobre conhecimento e automanejo da doença em portadores de Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica (DPOC). Métodos Estudo de delineamento quase-experimental e amostragem de conveniência, composto por 42 portadores de DPOC do programa de Reabilitação Pulmonar (RP), com doença em estágio avançado, em idade adulta, de ambos os sexos e baixa escolaridade. Todos os sujeitos foram submetidos à aplicação de um questionário específico pré e pós-sessões de educação com material audiovisual, para avaliar o conhecimento adquirido sobre o DPOC. Resultados Foram obtidos resultados positivos nos temas: doenças que compreendem a DPOC e suas consequências, primeiro sintoma identificado quando a doença está agravada e prática de exercício físico. Quanto ao segundo e terceiro sintomas, observou-se que a sessão de educação não aperfeiçoou esse aprendizado, assim como a tomada de decisão diante do agravamento da DPOC. Conclusão Os portadores de DPOC têm razoável conhecimento da doença, de suas implicações e sintomatologia. Aspectos importantes devem ser enfatizados, como identificação da exacerbação da DPOC e tomadas de decisão diante dessa exacerbação. <![CDATA[Efeito da via de parto e paridades sobre a ocorrência de incontinência urinária no período gestacional]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-51502015000100107&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Introduction The urinary incontinence (UI) is a common pathology among women. In the gestation period, it is even more predominant, affecting between 20% and 67%. Objective To evaluate the relation between modes of delivery and parity on the occurrence of urinary incontinence during pregnancy. Methodology 80 pregnant and postpartum women, treated at the Hospital da Mulher, in Campo Grande, MS, Brazil, were selected during September and October 2011, following the inclusion and exclusion criteria of the research. The evaluation protocol consisted of a questionnaire on the clinical history of the patients, gynecological complications, urogynecologic and obstetric information. Results For independent samples, the comparison between the main values observed for the UI was given by the Mann-Whitney test and correlations between urinary incontinence and other variables were given by the Spearman's rank correlation coefficient. The studied group consisted of 40 (50%) primiparous and 40 (50%) multiparous women. The correlation between the following variables was not significant: parity and UI (r = 0.04, p = 0.7); parity and SUI (r = -0.81, p = 0.5); and parity and urge incontinence (r = 0.14, p = 0.19). In addition, the correlation obtained between vaginal delivery and the presence of urinary incontinence in primiparous (r = 0.08, p = 0.61) and in multiparous (r = -0.05, p = 0.76) was also not significant. The same occurs when cesarean delivery is correlated to urinary incontinence in primiparous (r = -0.08, p = 0.61) and multiparous women (r = -0.10, p = 0.5). Conclusion Parity and mode of delivery were not significantly associated with the occurrence of urinary incontinence during pregnancy. <hr/> Introdução A incontinência urinária (IU) é uma patologia comum entre as mulheres. No período gestacional, é ainda mais prevalente, acometendo entre 20% e 67% das gestantes. Objetivo Avaliar a relação entre via de parto e paridade na ocorrência de incontinência urinária no período gestacional. Metodologia Foram selecionadas 80 (oitenta) gestantes e puérperas atendidas no Hospital da Mulher, em Campo Grande, MS, no período compreendido entre setembro e outubro de 2011, obedecendo aos critérios de inclusão e exclusão da pesquisa. O protocolo de avaliação constituiu-se de um questionário contendo dados referentes a história clínica da paciente, complicações ginecológicas, informações uroginecológicas e obstétricas. Resultados A comparação entre as médias dos valores observados em relação à IU foram realizadas pelo teste Mann-Whitney para amostras independentes e correlações entre a incontinência urinária e as demais variáveis foram realizadas pelo teste de correlação linear de Spearman. O grupo de mulheres estudadas consistiu-se de 40 primíparas (50%) e 40 multíparas (50%). Não se mostraram significativas as relações entre paridade e IU (r = 0,04; p = 0,7), paridade e IUE (r = -0,81; p = 0,5) e paridade e UI (r = 0,14; p = 0,19). Também não se obteve significância de correlação entre parto vaginal e presença de incontinência urinária em primíparas (r = 0,08; p = 0,61) e multíparas (r = -0,05; p = 0,76), assim como quando correlacionado o parto cesariano com a incontinência urinária em primíparas (r = -0,08; p = 0,61) e multíparas (r = -0,10; p = 0,5). Conclusão A paridade e a via de parto não estiveram relacionadas de forma significativa com a ocorrência de incontinência urinária no período gestacional. <![CDATA[Eficácia do método Santhiflex® de reeducação postural psicomotora (RPP) no tratamento da lombalgia crônica]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-51502015000100117&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Introduction Chronic low back pain is conceived of as a multifactorial syndrome that results in the loss of functional capacity. It affects the quality of life of an individual and its treatment requires a comprehensive therapeutic approach. Objective The aim of this study is to assess the efficacy of the Santhiflex™ Method in the treatment of chronic low back pain, as well as its effects on functional capacity, health-related quality of life and body posture. Materials and methods 20 patients with chronic low back pain were randomly distributed into two groups of 10: an experimental group, which was treated with the Santhiflex™ Method of psychomotor postural re-education; and a control group, which was given a lecture on postural orientation after the first evaluation. Results The obtained data were analyzed using standard statistical software, SPSS-17 for Windows (SPSS, Chicago, IL, USA) and the results were expressed as absolute and relative frequencies, and median with first and third quartiles. The nonparametric Wilcoxon test was used for within-group samples. Intergroup comparison was performed using the Mann-Whitney test. A value of p &lt; 0.05 was considered statistically significant. There were significant differences in the main factors assessed. Discussion The findings demonstrated a significant total improvement in low back pain scores in the EG, whereas there was no significant change in the CG. Conclusion The Santhiflex™ Method is effective in the treatment of low back pain and has positive effects on functional capacity and health-related quality of life. <hr/> Introdução A dor lombar crônica como síndrome multifatorial resulta na perda da capacidade funcional com repercussão na qualidade de vida, sendo necessária uma abordagem terapêutica integral. Objetivo Verificar a eficácia do método Santhiflex® no tratamento da dor lombar crônica e de sua repercussão na capacidade funcional, na qualidade de vida e na postura corporal. Materiais e métodos 20 pacientes portadores de lombalgia crônica foram distribuídos aleatoriamente em dois grupos de 10 indivíduos cada: o grupo experimental, que foi submetido ao tratamento com o Método Santhiflex® de reeducação postural psicomotora, e o grupo controle, que recebeu uma aula de orientação postural após a primeira avaliação. Resultados Os dados obtidos foram trabalhados no programa estatístico SPSS 17, sendo verificados a frequência absoluta e relativa, o valor mediana, o primeiro e o terceiro quartis. Foi utilizado o teste não paramétrico de Wilcoxon para amostras intragrupo e realizada a comparação intergrupo por meio do teste de Mann-Whitney, estabelecido o valor de p ≤ 0,05. Foram encontradas diferenças significativas entre os principais fatores avaliados. Discussão Os dados demonstram que houve melhora de significância total do nível de dor lombar no GE; já no GC, o nível de dor não sofreu alteração significativa. Conclusão O método Santhiflex® é eficaz no tratamento da dor lombar e em suas repercussões na capacidade funcional e na qualidade de vida, avaliadas neste estudo. <![CDATA[Intersecções curriculares da extensão universitária com o ensino nos cursos de Fisioterapia]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-51502015000100127&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Introduction University extension can be a vehicle for social change and aid in the education of university students; however, it is important to study how it is inserted in university programs so that educational actions and policies can be planned more adequately. Objectives To study the insertion of extension activities in undergraduate physical therapy curricula in Brazilian federal universities. Method Documentary research conducted by accessing files available on the Internet. Data were analyzed quantitatively in the form of numbers and percentages. We examined documents from 22 of the 29 federal universities that offered physical therapy programs. Results University extension takes the form of complementary academic activities together with other options such as participating in conferences, specific training courses and working as a teaching assistant. Undergraduate physical therapy courses have a 4,000h to 4,925h course load, of which 0.72% to 8.9% are dedicated to extension activities. Conclusion The data indicate that the insertion of extension activities in undergraduate physical therapy programs offered by Brazilian federal universities needs to be reassessed according to recommended policies and guidelines. <hr/> Introdução A Extensão Universitária pode ser um veículo de modificação social e de aprendizado para os acadêmicos; portanto, o estudo de sua inserção nos cursos pode contribuir para o planejamento de ações e políticas educacionais. Objetivo Estudar a inserção de atividades de Extensão Universitária nos currículos dos cursos de graduação em Fisioterapia das universidades federais brasileiras. Método Foi realizada uma pesquisa documental, buscando arquivos disponibilizados na internet. Os dados foram analisados quantitativamente por meio de números brutos e porcentagens. Estudou-se documentos de 22 das 29 universidades federais que oferecem cursos de Fisioterapia. Resultados Verificou-se que as atividades de extensão são inseridas na forma de atividades acadêmicas complementares, em conjunto com atividades como participação em congressos, monitorias e cursos de aperfeiçoamento. A carga horária total dos cursos de graduação em Fisioterapia varia de 4.000h a 4.925h, e a porcentagem aproveitada para a extensão varia de 0,72% a 8,98%. Conclusão Os dados mostram que a inserção da extensão nos cursos federais de Fisioterapia necessita ser repensada segundo as políticas e diretrizes preconizadas. <![CDATA[Avaliação da percepção de pilotos de acrobacias sobre sua atividade de voo]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-51502015000100141&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Introduction In order for an ergonomic assessment to be comprehensive, it must include the workers’ perception in the process of identifying and eliminating risks, aimed at improving their health, and living and working conditions. Objective To assess the perception of pilots from the Brazilian Air Demonstration Squadron (EDA) regarding their own work. Materials and methods This was a qualitative cross-sectional study of descriptive nature. A semi-structured interview was conducted with all EDA pilots, whose answers were recorded and later transcribed and categorized according to the method of content analysis proposed by Bardin. Results Mean age was 34 ± 4 years and mean time at EDA, 24 ± 21 months. Response categorization demonstrated that heat was the most commonly cited external factor, followed by Gz force. Regarding physical overload, the most common complaint regarded the upper right limb during flight. Considering physical overload during flight, rotating the control stick laterally was the most commonly mentioned maneuver. Communication among group members during work (both administrative and in flight) was perceived by most as open and direct. Conclusion The pilots’ perception allowed a broad assessment of their working conditions, which can help direct specific future assessments (i.e. biomechanical) and interventions that can ensure health gains and maintenance for this population. The current study provided great insight into the working conditions of Brazilian Air Force demonstration pilots, leading to the possibility of providing them with better health care. <hr/> Introdução Uma análise ergonômica completa deve envolver os trabalhadores nos processos de identificação e eliminação dos riscos para o alcance de melhorias em suas condições de saúde, vida e trabalho. Objetivo Avaliar a percepção de pilotos do Esquadrão de Demonstração Aérea (EDA) sobre seu trabalho. Materiais e métodos Estudo qualitativo, transversal e de caráter descritivo. Foi aplicada uma entrevista semiestruturada para todos os pilotos do EDA, com gravação e posterior transcrição das respostas, que foram categorizadas segundo o método proposto por Bardin. Resultados A idade média foi de 34 ± 4 anos e o tempo no EDA, 24 ± 21 meses. A categorização das respostas demonstrou que o calor foi o fator externo mais citado como fonte de desconforto, seguido da força Gz. Quanto à sobrecarga física, a maior frequência de queixas foi no membro superior direito e durante o voo. O movimento relatado como o que mais sobrecarregava o corpo durante o voo foi o giro lateral do manche. A comunicação entre os membros do grupo durante o trabalho (tanto administrativo quanto em voo) foi percebida pela maioria como sendo aberta e direta. Conclusão A percepção dos pilotos permitiu uma visão ampla de suas condições de trabalho, direcionando as avaliações específicas futuras (entre elas, a biomecânica) e as intervenções que assegurem o ganho e a manutenção da saúde deles. Este estudo abre caminho para um maior conhecimento e uma consequente assistência mais adequada dos militares da Força Aérea Brasileira. <![CDATA[Avaliação do equilíbrio em portadores de doença pulmonar obstrutiva crônica]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-51502015000100149&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Introduction Body balance is one of the most important functions of the organism and is directly associated with quality of life. Thus, given that chronic obstructive pulmonary disease (COPD) causes pulmorary alterations as well as several systemic complications, it is extremely important to make a careful investigation of its implications for body stability. Objective To assess the balance of individuals with COPD by using Foam-Laser Dynamic Posturography. Materials and methods 29 patients (19 men and 10 women; mean age 64.72 ± 7.67 years) who were former smokers and had COPD GOLD II and III were selected to participate in the study group. The control group was composed of 24 individuals (12 women and 12 men; mean age 63.58 ± 8.17 years) who did not have COPD. To assess the balance of participants, we used Foam-Laser Dynamic Posturography. Results With regard to the Foam-Laser Dynamic Posturography test, we found no significant differences (p &lt; 0.05) between the experimental and the control group when compared to the variables of the SOT tests (SOT I to VI) or to the variables of the sensory analysis, i.e., somatosensory, visual and vestibular functions, and visual preference. Conclusion This study demonstrated that subjects with and without COPD showed a similar performance in the Foam-Laser Dynamic Posturography test. <hr/> Introdução O equilíbrio corporal é uma das funções mais importantes do organismo e está diretamente associado à qualidade de vida. Assim, o fato de a Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica (DPOC) ser uma enfermidade que, além das alterações pulmonares, acarreta inúmeros comprometimentos sistêmicos, torna-se de extrema importância a identificação criteriosa das implicações dessa doença relativas à estabilidade corporal. Objetivos Avaliar o equilíbrio de indivíduos portadores de DPOC por meio da Posturografia Dinâmica Foam Laser. Materiais e métodos Foram selecionados para a formação do grupo de estudo 29 pacientes (19 homens e 10 mulheres), com média de idade de 64,72 ± 7,67 anos, ex-tabagistas portadores da DPOC com graus de estadiamento da doença GOLD II e III. O grupo controle foi composto por 24 indivíduos (12 homens e 12 mulheres), com média de idade de 63,58 ± 8,17 anos, não portadores da doença. Os indivíduos foram submetidos à avaliação do equilíbrio por meio da Posturografia Dinâmica Foam Laser. Resultados Na realização da Posturografia Dinâmica, quando comparados o grupo de portadores de DPOC e o grupo controle, não foram observadas diferenças significativas (p &lt; 0,05) ao serem avaliados os sistemas visual, vestibular e proprioceptivo, por meio dos Testes de Organização Sensorial (I a VI). Além disso, quando comparados, esses grupos não apresentaram diferença significante (p &lt; 0,05) nas variáveis de análise sensorial, isto é, funções somatossensorial, visual, vestibular e preferência visual. Conclusão Este estudo demonstrou que pacientes portadores e não portadores de DPOC apresentaram desempenhos similares nos achados do equilíbrio quando submetidos à Posturografia Dinâmica Foam Laser. <![CDATA[Efeitos da estimulação transcraniana por corrente contínua no aprendizado motor: uma revisão sistemática]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-51502015000100159&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Introduction Transcranial direct current stimulation (tDCS) has been used to modify cortical excitability and promote motor learning. Objective To systematically review published data to investigate the effects of transcranial direct current stimulation on motor learning in healthy individuals. Methods Randomized or quasi-randomized studies that evaluated the tDCS effects on motor learning were included and the risk of bias was examined by Cochrane Collaboration’s tool. The following electronic databases were used: PubMed, Scopus, Web of Science, LILACS, CINAHL with no language restriction. Results It was found 160 studies; after reading the title and abstract, 17 of those were selected, but just 4 were included. All studies involved healthy, right-handed adults. All studies assessed motor learning by the Jebsen Taylor Test or by the Serial Finger Tapping Task (SFTT). Almost all studies were randomized and all were blinding for participants. Some studies presented differences at SFTT protocol. Conclusion The result is insufficient to draw conclusions if tDCS influences the motor learning. Furthermore, there was significant heterogeneity of the stimulation parameters used. Further researches are needed to investigate the parameters that are more important for motor learning improvement and measure whether the effects are long-lasting or limited in time. <hr/> Introdução A estimulação transcraniana por corrente contínua (ETCC) tem sido usada para modificar a excitabilidade cortical e promover o aprendizado motor. Objetivo Revisar sistematicamente os dados publicados para investigar os efeitos da estimulação transcraniana por corrente contínua sobre o aprendizado motor em indivíduos saudáveis. Métodos Foram incluídos estudos randomizados ou quase randomizados que avaliaram os efeitos da ETCC sobre o aprendizado motor. O risco de viés foi avaliado por meio da ferramenta Cochrane Collaboration. As seguintes bases de dados eletrônicas foram utilizadas: PubMed, Scopus, Web of Science, LILACS, CINAHL, sem restrição de idioma. Resultados Foram encontrados 160 estudos. Depois de ler o título e o resumo, 17 deles foram selecionados, mas apenas 4 foram incluídos. Todos os estudos envolveram adultos saudáveis e destros e avaliaram o aprendizado motor por meio do Jebsen Taylor Test ou do Serial Finger Tapping Task (SFTT). Quase todos os estudos foram randomizados e todos foram cegos para os participantes. Alguns estudos apresentaram diferenças no protocolo do SFTT. Conclusão O resultado é insuficiente para tirar conclusões se a ETCC influencia o aprendizado motor. Além disso, houve uma significativa heterogeneidade dos parâmetros de estimulação utilizados nos estudos. Futuras pesquisas são necessárias para investigar quais são os parâmetros mais importantes para a melhoria do aprendizado motor e medir se os efeitos são duradouros ou limitados ao longo do tempo. <![CDATA[Avaliação da força muscular pós-AVE pela dinamometria portátil: uma revisão da literatura]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-51502015000100169&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Introduction Clinical measurements of strength in stroke subjects are usually performed and portable dynamometers are one of the most employed instruments. Objective To verify the standardization procedures of the methods used to assess the strength of the trunk and upper limb muscles with portable dynamometers in stroke subjects, as well as to assess the psychometric properties which were already investigated. Materials and methods An extensive search was performed on the MEDLINE, SciELO, LILACS, and PEDro databases, by combining specific key words, followed by active manual searches by two independent researchers. Results and discussion Fifty-eight studies were included: three related to the trunk and 55 to the upper limb muscles, including handgrip and pinch strength assessments. The most investigated muscular groups were handgrip, elbow flexors/extensors, wrist extensors, and lateral pinch. Nine studies reported adequate reliability levels and the seated position was employed in the majority of the studies which assessed trunk, handgrip, and pinch strength, while the supine position was used for the other muscular groups. The number of trials most used was three, while the reported contractions and rest times were variable. Final considerations Most studies reported the positioning and/or the data collection protocols; however, there was no consensus on the standardization procedures. The only investigated psychometric property was reliability. Few studies evaluated the trunk muscles and other psychometric properties. <hr/> Introdução A mensuração da força muscular em indivíduos acometidos pelo Acidente Vascular Encefálico (AVE) é comumente realizada na clínica, sendo os dinamômetros portáteis os instrumentos mais utilizados para tanto. Objetivo Verificar se há uma padronização dos métodos utilizados para avaliação da força muscular de tronco e membros superiores (MMSS) com o uso de dinamômetros portáteis em indivíduos pós-AVE, bem como verificar quais propriedades de medida já foram investigadas. Materiais e métodos As buscas foram realizadas nas bases de dados MEDLINE, SciELO, LILACS e PEDro com combinação de termos específicos, seguidas de busca manual ativa. A seleção dos estudos e a extração das informações foram realizadas por dois examinadores independentes. Resultados e discussão Foram incluídos 58 estudos (três de tronco e 55 de MMSS, incluindo preensão manual e pinça). Os grupos musculares mais avaliados foram preensão manual, flexores de cotovelo, extensores de punho, extensores de cotovelo e pinça lateral. Nove estudos reportaram confiabilidade adequada do método. A maioria dos estudos que avaliaram os músculos de tronco, de preensão manual e de pinça utilizou a postura sentada, enquanto o decúbito dorsal foi mais utilizado na avaliação dos demais músculos. O número de repetições mais utilizado foi três, já o tempo de contração e o período de repouso variaram entre os estudos. Considerações finais A maioria dos estudos relatou o posicionamento e/ou o protocolo de coleta, porém não houve uma padronização. A única propriedade de medida investigada foi a confiabilidade. Poucos estudos avaliaram os músculos de tronco e as outras propriedades de medida. <![CDATA[Avaliação clínica do equilíbrio em adultos hemiparéticos: uma revisão sistemática]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-51502015000100187&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Introduction Hemiparesis is a common post-stroke impairment often associated with balance deficits. Standardized instruments for balance assessment may be useful in identifying individuals at risk of falling and evaluating intervention outcomes. Objectives To identify instruments with adequate psychometric properties and clinical application to assess balance in hemiparetic cases within the scope of physiotherapy and to verify tools most frequently used in studies that evaluated the effects of therapeutic interventions in order to improve the balance of hemiparetic patients. Methods A search was conducted in the Medline, Lilacs, PEDro, and Web of Science databases by two independent researchers, who selected and analyzed studies that evaluated the reliability and validity of balance assessment instruments and intervention results. Results and discussion The Berg Balance Scale was the most frequently used instrument in the intervention studies. Nine single-task tests (timed up and go, functional reach test, step test, four-square step test, side step test, supported standing balance, standing arm raise, static tandem standing, and weight shifting) and six multiple-task tests (Berg balance scale, Brunel balance assessment, Fugl-Meyer Assessment/balance section, mini balance evaluation systems test, and postural assessment scale for stroke patients) demonstrated adequate psychometric properties and clinical applications to assess balance in hemiparetic individuals. Conclusions The Berg Balance Scale had the most widely studied psychometric properties and was the most frequently used scale in the intervention studies. Further studies are required to validate and adapt other instruments for the Brazilian population. <hr/> Introdução A hemiparesia é um quadro comum após acidente vascular encefálico e pode levar a alterações do equilíbrio. A avaliação do equilíbrio com instrumentos padronizados pode identificar indivíduos com risco de queda e verificar resultados de intervenções. Objetivos Identificar instrumentos com propriedades psicométricas adequadas e a aplicabilidade clínica para avaliação do equilíbrio do indivíduo com hemiparesia na prática fisioterápica além de verificar quais os instrumentos mais utilizados em estudos que avaliaram o efeito de exercícios terapêuticos para a melhora do equilíbrio nessa população. Materiais e métodos Pesquisadores independentes realizaram busca nas bases de dados Medline, Lilacs, PEDro e Web of Science, selecionaram e analisaram estudos de confiabilidade e validade dos instrumentos e dos estudos de intervenção. Resultados e discussão A Escala de Equilíbrio de Berg foi o instrumento mais utilizado nos estudos de intervenção. Foram identificados nove testes de tarefa única (Timed up &amp; GO, Functional Reach, Step Test, Four Square Step Test, Side Step Test, Suported Standing Balance, Standing arm raise, Static Tandem Standing e wheight shift) e seis instrumentos com múltiplas tarefas (Escala de Avaliação do Equilíbrio de Berg, Brunel Balance Assessment, Escala de Fugl-Meyer/seção equilíbrio, Mini Balance Evaluation Systems Test e Escala de Avaliação Postural para pacientes após Acidente vascular encefálico) com propriedades psicométricas adequadas e aplicabilidade para avaliação do equilíbrio na hemiparesia. Considerações finais Destacou-se a Escala de Equilíbrio de Berg, por ter propriedades psicométricas amplamente estudadas e ter sido utilizada na maioria dos estudos de intervenção encontrados. São necessários novos estudos para adaptação dos instrumentos ainda não validados no Brasil.