Scielo RSS <![CDATA[Fisioterapia em Movimento]]> http://www.scielo.br/rss.php?pid=0103-515020120002&lang=pt vol. 25 num. 2 lang. pt <![CDATA[SciELO Logo]]> http://www.scielo.br/img/en/fbpelogp.gif http://www.scielo.br <![CDATA[<b>Editorial</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-51502012000200001&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt <![CDATA[<b>Força muscular respiratória e perfil postural e nutricional em crianças com doenças neuromusculares</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-51502012000200002&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt INTRODUÇÃO: As doenças neuromusculares infantis são crônicas, degenerativas e determinam alterações funcionais, musculares e nutricionais. OBJETIVOS: Avaliar sistematicamente a força muscular respiratória e o perfil postural e nutricional de crianças com doenças neuromusculares em seguimento multidisciplinar institucional. MATERIAIS E MÉTODOS: Foram estudados pacientes com diferentes doenças neuromusculares por meio da verificação da força muscular respiratória, da avaliação nutricional de massa muscular, do índice de massa corpórea e da porcentagem (%) de gordura corporal, além de avaliação postural e dos padrões de movimento. RESULTADOS: Foram avaliados 41 sujeitos. As crianças do sexo masculino predominaram na população em estudo, sendo 82,9% dela (n = 34), e os outros 17,1% (n = 7) eram do sexo feminino. A média de idade encontrada foi de 9,65 ± 3,11 anos. O principal diagnóstico encontrado foi Distrofia Muscular de Duchenne, 43,9% (n = 18), seguido de Atrofia Muscular Espinhal, 9,75% (n = 4), Distrofia Congênita, 7,31% (n = 3), Distrofia Muscular de Cinturas, Polineuropatia e Miopatia Congênita, todos com 4,9% (n = 2), além de Distrofia Muscular Progressiva, Miastenia Grávis, Charcoot Marie Toot, Emery Dreifuss, encontrados em 2,43% (n = 1). Foi verificada uma diminuição da força muscular respiratória (PImáx = 81 ± 24,3 cmH2O, 91% predito e PEmáx = 70 ± 29,6 cmH2O, 72% predito), mais evidente nos músculos expiratórios. A Hiperlordose lombar foi encontrada em 26 pacientes (64%) e 9 pacientes (22%) já haviam perdido a capacidade de deambular. Em relação ao perfil nutricional, 90% dos pacientes (n = 30) mostraram uma alta incidência de perda de reserva muscular e 52% deles (n = 13) apresentaram a porcentagem de gordura corporal abaixo do aceitável. CONCLUSÃO: A avaliação multidisciplinar das doenças neuromusculares pediátricas podem auxiliar no estabelecimento de tratamento precoce da Fisioterapia para melhorar a qualidade de vida dos pacientes e cuidadores.<hr/>INTRODUCTION: Neuromuscular diseases that affect childrens are degenerative and chronic disorders that lead to functional, muscular and nutritional impairments. OBJECTIVE: Assess respiratory strength, postural and nutritional profile in childrens with neuromuscular disorder followed in on ambulatory outpatients clinics. MATERIALS AND METHODS: Patients with neuromuscular diseases were assessed in relation to respiratory muscle strength (PImax and PEmax), postural profile, walk capacity and nutrition assessment that includes body mass index, muscular mass and body fat percentage. RESULTS: Forty-one patients were included in the study. Male children's were predominant in the group, 82,9% (n = 34) of them, while female were 17,1% (n = 7). The mean age was 9,65 ± 3,11 years. The most common disorder was Duchenne Miotonic Dystrophy, found in 43.9% (n = 18) of the children, followed by Spinal Muscular Atrophy, 9,75% (n = 4), Congenital muscular dystrophy, 7,31% (n = 3), Erb's scapulohumeral Dystrophy, Polyneuropathy and Congenital Myopathy, all in 4,9% (n = 2), while Progressive Muscular Dystrophy, Myasthenia Gravis, Charcoot Marie Toot, Emery Dreifuss was found in 2,43% (n = 1) of them. We found a decrease in respiratory muscle strength (PImax = 81 ± 24,3 cmH2O, 91% predict and PEmax = 70 ± 29,6 cmH2O, 72% predict), more evident in expiratory muscles. Lumbar hyperlordosis were found in 26 (64%) of the patients, 9 patients (22%) lost their ability to walk. In relation to nutritional profile, 90% (n = 30) showed one high incidence of muscular reserve loss and 52% (n = 13) of the patient's body fat was bellow acceptable range. CONCLUSION: Multidisciplinary evaluation of children neuromuscular diseases may assist in establishing early Physical Therapy intervention to improve the quality of life of both patients and caregivers. <![CDATA[<b>Lombalgia crônica</b>: <b>comparação entre duas intervenções na força inspiratória e capacidade funcional</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-51502012000200003&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt INTRODUÇÃO: A dor lombar crônica apresenta alta incidência, grandes custos sociais e pessoais e esforços terapêuticos muitas vezes frustrantes. Faz-se necessário, então, avaliar os recursos fisioterapêuticos para entendê-los melhor e fundamentá-los cientificamente. OBJETIVOS: Comparar os efeitos entre duas intervenções fisioterapêuticas sobre a força muscular respiratória (FMR) e a capacidade funcional (CF) em pacientes com lombalgia crônica. MATERIAIS E MÉTODOS: Série de casos cuja amostra (n = 10), composta por portadores de dor lombar crônica, foi dividida aleatoriamente em grupo controle, que recebeu fisioterapia convencional (eletroanalgesia, massoterapia e flexibilização), e grupo experimental, que recebeu a cinesioterapia combinada (composta por técnicas de isostretching + treinamento sensório-motor aquático). A mensuração da CF, realizada pelo teste de caminhada de seis minutos (TC6), e da FMR, pelas pressões máximas inspiratória (Pimáx) e expiratórias (Pemáx) por meio de manuvacuometria, aconteceu antes (ΔINI) e após (ΔFIN) as intervenções, que duraram sete semanas, com três sessões semanais. As comparações foram feitas pelo Mann-Whitney e Wilcoxon (α = 0,05). RESULTADOS: No GE, observou-se melhora, intragrupo, na Pimáx (p = 0,0164), Pemáx (p = 0,0227) e TC6 (p = 0,0092), e, no GC, apenas no TC6 (p = 0,018). Nas comparações intergrupo, obteve-se Pimáx e Pemáx semelhantes na ΔINI, mas diferentes na ΔFIN (p = 0,0166; p = 0,0045); e no TC6, observou-se diferença significativa apenas na ΔINI (p = 0,0484). CONCLUSÃO: O isostretching e treinamento sensório-motor aquático foram eficazes na melhora da FMR e da CF, e o tratamento fisioterapêutico convencional foi efetivo apenas na melhora da CF.<hr/>INTRODUCTION: Chronic low back pain has a high incidence, large social and personal costs and therapeutic efforts are often frustrating. Is necessary evaluated the physical therapy resources to understand better and substantiating scientifically then. OBJECTIVES: To compare the effects of two physical therapy interventions on respiratory muscle strength (RMS) and functional capacity (FC) in patients with chronic low back pain. MATERIALS AND METHODS: The sample (n = 10) was comprised of patients with chronic low back pain randomly divided into the control group (CG), which received conventional physical therapy (electroanalgesia, massage and stretching), and the experimental group (EG), which received the combined kinesiotherapy (composed of isostretching and aquatic sensoriomotor training). The measurement of the CF test performed by the six minute walk test (6MWT) and the RMS for inspiratory maximal pressure (IMP) and expiratory (MEP) by manovacuometry, which happened before (ΔINI) and after (ΔFIN) interventions, with the duration of seven weeks, three times a week. Comparisons were made by Mann-Whitney and Wilcoxon tests (α = 0.05). RESULTS: The EG showed improvements intra-group in IMP (p = 0.0164), EMP (p = 0.0227) and 6MWT (p = 0.0092), and in the CG, only on the 6MWT (p = 0.018). In inter-group comparisons, it was obtained similar IMP and EMP in ΔINI, but different in ΔFIN (p = 0.0166, p = 0.0045) and in the 6MWT, there was significant difference only in ΔINI (p = 0.0484). CONCLUSION: Isostretching and sensoriomotor aquatic training were effective at improving the FMR and the CF, and conventional physical therapy was effective only in the improvement of CF. <![CDATA[<b>Prevalência e fatores associados à dor musculoesquelética em profissionais de atividades sedentárias</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-51502012000200004&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt OBJETIVOS: Verificar a prevalência dos sintomas musculoesqueléticos e investigar fatores associados, em funcionários de uma empresa de prestação de serviço de fornecimento de água e tratamento de esgoto da cidade de Bauru, São Paulo. MATERIAIS E MÉTODOS: Trata-se de um estudo transversal, com 176 profissionais que exerciam atividades sedentárias e que responderam a questionários para coleta de dados das variáveis demográficas, ocupacionais e hábitos de vida, o Índice de Capacidade para o Trabalho e o Questionário Nórdico de Sintomas Osteomusculares. Foram realizadas análises descritiva, bivariada e multivariada por regressão logística binária. RESULTADOS: Os trabalhadores relataram algum tipo de sintoma osteomuscular nos últimos 12 meses, principalmente na região lombar (40,3%), na coluna cervical (27,2%) e nos ombros (23,8%). Observou-se associação entre os sintomas osteomusculares e as seguintes variáveis: tipo de movimento, postura no trabalho e problemas de saúde. CONCLUSÃO: Conclui-se que a prevalência de sintomas osteomusculares nos trabalhadores é alta e que houve uma associação significativa com os movimentos repetitivos, postura sentada e problemas de saúde, sendo, portanto, necessária uma atuação interdisciplinar, multiprofissional e intersetorial, de forma a interferir positivamente no processo de trabalho e na saúde do trabalhador.<hr/>OBJECTIVES: To determine the prevalence of musculoskeletal symptoms and to investigate factors associated with employees of a company that provides service of water supply and sewage treatment in the city of Bauru, São Paulo. MATERIALS AND METHODS: This is a cross-sectional study with 176 professionals who perform sedentary activities and answered questionnaires for data collection of demographic, occupational and lifestyle variables, the Index of the Work Ability and the Nordic Musculoskeletal Questionnaire. Descriptive analysis, bivariate and multivariate binary logistic regression were made. RESULTS: The workers reported some type of musculoskeletal symptoms in the last 12 months, mainly in the lumbar region (40.3%), cervical spine (27.2%) and shoulders (23.8%). There was an association between musculoskeletal symptoms and the variables type of movement, posture at work and health problems. CONCLUSION: The prevalence of musculoskeletal symptoms in workers is high and there was a significant association with repetitive movements, sitting posture and health problems, being therefore, needed an interdisciplinary, intersectoral and multidisciplinary presence, in order to positively affect the process of work and occupational health. <![CDATA[<b>Facilitação neuromuscular proprioceptiva na doença de Parkinson</b>: <b>relato de eficácia terapêutica</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-51502012000200005&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt INTRODUÇÃO: A Facilitação Neuromuscular Proprioceptiva (FNP) está entre as várias opções de tratamento fisioterapêutico para que o paciente com doença de Parkinson (DP) possa atingir uma função motora eficiente, porém poucos estudos exploram os efeitos dessa abordagem nessa população. OBJETIVOS: Com base no exposto, o presente estudo teve como objetivo explorar os efeitos de uma intervenção fisioterapêutica baseada na FNP em sujeitos DP. MATERIAIS E MÉTODOS: Foram estudados quatro sujeitos com DP, com idade média de 65,25 ± 10,11 anos, nos quais foram aplicadas as avaliações antes do início do tratamento baseado na FNP e após dois meses de sua aplicação. Foram utilizadas a Classificação Internacional de Funcionalidade, Incapacidade e Saúde (CIF), a Escala Unificada de Avaliação da Doença de Parkinson (Unified Parkinson's Disease Rating Scale - UPDRS), o questionário de qualidade de vida SF36 e o software de avaliação postural (SAPO). RESULTADOS: Os resultados revelam que o tratamento baseado na FNP proporcionou melhora nos quatro sujeitos investigados, especialmente nos aspectos cinéticos funcionais e na execução das atividades de vida diária. CONCLUSÃO: Todos os ganhos observados podem ser relacionados à terapia baseada na FNP, que englobou atividades corporais totais facilmente incorporadas às atividades cotidianas.<hr/>INTRODUCTION: The Proprioceptive Neuromuscular Facilitation (PNF) can be a choice between the several existing physiotherapeutic treatments to the Parkinson's disease (PD) patient. The PNF can help the PD patient to achieve an efficiently motor function, but a small number of studies investigated the effects of such treatment's approach in this population. OBJECTIVES: The aim of the present study was to explore the effects of a physiotherapeutic intervention based on PNF in subjects with PD. MATERIALS AND METHODS: Four subjects aged 65,25 ± 10,11 years old and PD diagnostic were evaluated and treated. The evaluations were conducted before and after the treatment period, which took two months. It was used the International Classification of Functioning, Disability and Health (ICF), the Unified Parkinson's Disease Rating Scale (UPDRS, the life quality questionnaire (SF36) and a software of postural analysis (SAPO). RESULTS: The results revealed that the treatment based on PNF promoted improvement in all individuals studied, mainly in the kinetic-functional aspects and execution of daily life activities. CONCLUSIONS: All these improvements can be related to the therapy based on PNF, once it included total corporal activities that can be easily incorporated in the daily activities. <![CDATA[<b>Cadeia cinética aberta <i>versus</i> cadeia cinética fechada na reabilitação avançada do manguito rotador</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-51502012000200006&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt INTRODUÇÃO: Síndrome do impacto do ombro é uma alteração osteomuscular prevalente que leva a uma redução significativa da saúde e à incapacidade funcional. Esta lesão é causada pelo uso repetitivo dos braços acima da linha do ombro ou condição patológica em que ocorre irritação do tendão supraespinhoso secundária a uma abrasão em sua superfície pelo terço anterior do acrômio. Fisioterapia é, muitas vezes, a primeira opção de tratamento, embora sua eficácia ainda esteja em debate. Clinicamente, a reabilitação em cadeia cinética tem sido eficaz na restauração da função do ombro com bons resultados terapêuticos. OBJETIVOS: Avaliar a efetividade de um protocolo de reabilitação do ombro em cadeia cinética fechada para síndrome de impacto do manguito rotador. MATERIAIS E MÉTODOS: Ensaio clínico randomizado de equivalência com 20 pacientes que apresentam lesão grau I e II de manguito rotador na classificação de Neer. Pacientes foram divididos em dois grupos: grupo I, com protocolo de exercícios em Cadeia Cinética Fechada (CCF), e grupo II, com exercícios em Cadeia Cinética Aberta (CCA). Os pacientes foram submetidos a 20 sessões, três vezes por semana, e foram avaliados quanto à dor, mobilidade ativa, passiva, força muscular, atividade elétrica muscular e funcionalidade. Essa avaliação ocorreu em três momentos: inicialmente, com 10 sessões e ao fim do tratamento. Para a análise estatística, foram utilizadas medidas paramétricas, como o teste t-Student (comparação entre os grupos) e ANOVA para medidas repetidas (comparação dentro de cada grupo), e medidas não paramétricas (Kruskal Wallis e teste de Friedman). RESULTADOS: Ambos os grupos apresentaram resultados significativos quanto aos escores obtidos na escala UCLA e Constant. A mobilidade ativa do ombro lesado aumentou no grupo CCF nos movimentos de flexão (p = 0,01), rotação externa (p = 0,000) e rotação interna (p = 0,000). O movimento de abdução melhorou nos dois grupos (p = 0,02 no grupo CCF e 0,04 no grupo CCA). A força muscular de flexão e abdução mostrou um aumento apenas no grupo CCF, enquanto que nos movimentos de rotação externa e interna esses aspectos foram significativos em ambos os grupos. CONCLUSÃO: Constatou-se que exercícios em CCF apresentam melhoras importantes na mobilidade, funcionalidade e força para os pacientes com síndrome de impacto de ombro.<hr/>INTRODUCTION: Shoulder impingement syndrome is a prevalent musculoskeletal alteration that leads to a significant reduction of health and to functional disability. This injury is caused by repetitive use of arms above the shoulder line or pathological condition to which the supraspinatus tendon irritation occurs secondary to an abrasion on its surface by the anterior third of the acromion. Physiotherapy is often the first choice of treatment, although its effectiveness is still under debate. Clinically, the kinetic chain rehabilitation has been effective in restoring shoulder function with good therapeutic results. OBJECTIVES: To evaluate the effectiveness of a protocol for rehabilitation of the shoulder in a closed kinetic chain for impact syndrome rotator cuff. MATERIALS AND METHODS: Randomized clinical trial of equivalence with 20 patients with grade I and II lesions of the rotator cuff in the classification of Neer. Patients were divided into two groups: group I, with the exercise protocol in closed kinetic chain (CKC), and group II, with exercises in open kinetic chain (OKC). Patients underwent 20 sessions, three times a week, and were evaluated on pain, mobility, active, passive, muscular strength, muscular activity and functionality. This evaluation occurred three times: initially, with 10 sessions and at the end of treatment. Statistical analysis used parametric measures such as the t-Student test (comparison between groups) and ANOVA for repeated measures (comparison within each group), and nonparametric measures (Kruskal Wallis and Friedman test). RESULTS: Both groups showed significant results regarding the scores obtained in the UCLA and Constant scale. The active mobility of the shoulder increased in the injured group CCF in flexion (p = 0.01), external rotation (p = 0.000) and internal rotation (p = 0.000). The movement of abduction improved in both groups (p = 0.02 in CCF group and 0.04 in CCA group). Muscle strength of flexion and abduction showed an increase only in the CCF group, while in the rotation movements were external and internal significant in both groups. CONCLUSION: It was concluded that CKC exercises have major improvements in mobility, functionality and strength for patients with shoulder impact syndrome. <![CDATA[<b>Análise da confiabilidade do teste clínico de queda do navicular</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-51502012000200007&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt INTRODUÇÃO: A utilização de medidas confiáveis e práticas são necessárias para a tomada de decisões clínicas. O Teste da Queda do Navicular (TQN) fornece informações importantes na avaliação dos membros inferiores. Assim, os objetivos do presente estudo foram verificar a confiabilidade do TQN, conforme realizado na clínica, e analisar uma forma de minimizar a interferência do avaliador. MATERIAIS E MÉTODOS: Participaram do estudo 15 indivíduos (30 pés), selecionados por conveniência. O TQN foi aplicado de forma independente por dois examinadores experientes na realização do teste, o qual foi realizado apenas uma vez em cada pé, utilizando-se um paquímetro de plástico. Foi realizada uma análise descritiva dos dados. Para avaliação da confiabilidade interexaminadores, foi utilizado o índice de correlação intraclasse (ICC2,1) e a discrepância das medidas entre avaliadores foi analisada pelo erro típico da medição. RESULTADOS: A média e o desvio padrão para o primeiro e segundo examinador foram 8,7 ± 5,3 e 9,7 ± 4,7 milímetros. O teste apresentou excelente confiabilidade interexaminador (ICC = 0,93). O erro típico da medição foi 2,16 milímetros. CONCLUSÃO: Os procedimentos para minimizar a interferência do avaliador resultaram, contraditoriamente, em uma piora dos índices de confiabilidade. O TQN pode ser simplificado por meio do uso de instrumentos comuns na clínica e registrado a partir de uma única medida. Mesmo apresentando boa confiabilidade, o TQN apresenta um erro típico da medida, que deve ser levado em consideração para a tomada de decisão. Mudanças no teste, por vezes necessárias em um ambiente clínico, deverão ser analisadas quanto à conservação de suas propriedades.<hr/>INTRODUCTION: Reliable and practical measures are necessary for making clinical decisions. The Navicular Drop Test (NDT) provides important information during evaluation of lower limbs. The purpose of the present article was to assess the psychometric properties of NDT as usually done in clinical environment, and to analyze a way to minimize the evaluator interference. MATERIALS AND METHODS: Fifteen people (30 feet), selected by convenience, participated. The NDT was performed independently by two investigators experienced in the test realization. The test was performed once in each foot, using a plastic caliper. Descriptive analysis of data was done. In order to evaluate the inter-examiner reliability, intraclass correlation index (ICC2,1) was used. The divergence between the measures was examined by the typical error measurement. RESULTS: The mean and standard deviation for the first and second examiner was 8.7 ± 5.3 and 9.7 ± 4.7 mm. The test showed excellent inter-examiner reliability (ICC = 0.93). The typical error of measurement was 2.16 mm. CONCLUSION: The procedures to minimize the interference of evaluator, paradoxically, showed worse indices of reliability. The NDT can be simplified by using common clinical tools and recorded from a single measure. Even though it showed a good reliability, the NDT contains a typical error of measurement which has to be considered for decision making. Changes in the test, sometimes required in a dynamic clinical environment, should be analyzed for maintenance of test properties. <![CDATA[<b>Análise do equilíbrio estático em crianças com paralisia cerebral do tipo diparesia espástica com e sem o uso de órteses</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-51502012000200008&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt INTRODUÇÃO: Crianças com paralisia cerebral (PC) do tipo diparesia espástica são frequentes usuárias de órteses para membros inferiores, com a finalidade de proporcionar melhora funcional da postura ortostática e durante a marcha. OBJETIVO: Analisar o equilíbrio estático de crianças diparéticas espasticas com PC, com e sem uso de órteses, por meio de parâmetros estabilométricos. MATERIAIS E MÉTODOS: A amostra foi composta por 15 indivíduos com idades entre 4 e 14 anos (médias de 8,33 ± 2,74), sete do sexo masculino e oito do sexo feminino, divididos em dois grupos: o grupo controle (GC) com seis participantes e o grupo estudado (GE) com nove crianças com PC diparesia espástica. Para a análise do equilíbrio estático utilizou-se uma plataforma de pressão (Medicapteurs Fusyo) e a coleta foi realizada com a criança em pé, em duas condições: com órteses e sem órteses. RESULTADOS: O GE sem órtese apresentou maiores oscilações, estatisticamente significantes, no sentido médio-lateral e na área total de oscilação quando comparado ao desempenho do GC. CONCLUSÃO: Os resultados apresentados sugerem que a utilização de órteses para membros inferiores possa influenciar no equilíbrio estático, diminuindo a oscilação durante a postura ortostática estática.<hr/>INTRODUCTION: Children with spastic diparetic cerebral palsy (CP) are frequent users of orthoses for lower limbs, in order to provide functional improvement of posture during walking and standing. OBJECTIVES: To analyze the static balance of spastic diparetic children with CP, with and without the use of orthoses, through stabilometric parameters. MATERIALS AND METHODS: The sample comprised 15 individuals aged between 4 and 14 years old (8.33 ± 2.74), seven males and eight females, divided into two groups: the control group (CG), with six participants, and the study group (SG), with nine spastic diparetic children with CP. For static balance analysis it was used a pressure platform (Medicapteurs Fusyo) and the collection was performed with the child standing on two conditions: with orthoses and without orthosis. RESULTS: The EG with orthesis showed higher oscilation, statistically significant, mediolateral and the total area of oscillation compared to the GC. CONCLUSION: The results suggest that the use of orthoses for lower limbs can influence the static balance, reducing the oscillation during static standing position. <![CDATA[<b>Avaliação dos efeitos de um programa sensório-motor no padrão da marcha de idosas</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-51502012000200009&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt INTRODUÇÃO: Muitas alterações que ocorrem com o envelhecimento têm impacto de natureza funcional e acarretam, como uma das consequências mais importantes, distúrbios na marcha de pessoas idosas. OBJETIVOS:: Avaliar a eficácia de um programa de treinamento sensório-motor, no padrão da marcha de mulheres idosas. MATERIAIS E MÉTODOS: Atendendo-se aos critérios de exclusão e inclusão, formou-se um grupo de voluntários constituído por 15 idosas, que foram submetidas à análise do padrão da marcha por meio da videometria, cujas imagens foram processadas pelo software DgeeMe, versão 1.0. Em seguida, elas foram submetidas a um treinamento sensório-motor, por meio de um circuito que incluiu oito estações de exercícios com estímulos proprioceptivos e de equilíbrio. A frequência do treinamento foi de três sessões semanais com duração de 30 minutos, durante dois meses. Depois disso, foi realizada nova análise da marcha, considerando-se os componentes temporais e espaciais. RESULTADOS: Apesar de melhora nos componentes temporais e espaciais da marcha, só foi verificada significância estatística para o resultado observado na variável comprimento da passada (p = 0,02). CONCLUSÃO: Concluiu-se que o treinamento sensório-motor, muito embora possa melhorar o equilíbrio do indivíduo idoso, trazendo-lhe segurança para desenvolver a marcha, pode não afetar diretamente essa função nos seus aspectos biomecânicos.<hr/>INTRODUCTION: Many changes that take place with aging have an impact of a functional nature and result, as one of the most important consequences, in disorders in the gait pattern of the elderly. OBJECTIVES: To evaluate the effectiveness of a sensorial-motor program on the gait pattern of elderly females. MATERIALS AND METHODS: Fulfilling the exclusion and inclusion criteria, a group of volunteers was formed comprised of 15 elderly females who were submitted to analysis of the marching pattern by videometry, whose images were processed by the software DgeeMe 1.0. After that, they were submitted to a sensorial-motor training, by means of a circuit which included eight exercise stations with proprioceptive and balance stimuli. The frequency of training was three weekly sessions with duration of 30 minutes, for two months. Then, a new analysis of the gait was carried out, considering the temporal and spatial components. RESULTS: In spite of the improvement in the temporal and spatial components of the gait, a statistical significance was verified only for the result observed in the variable of length of step (p = 0.02). CONCLUSION: It was concluded that the sensorial-motor training, even though it is able to improve the balance of the elderly subject, bringing her safety to develop the gait, can not affect this function directly in its biomechanical aspects. <![CDATA[<b>Efeito de quatro semanas de treinamento proprioceptivo no equilíbrio postural de idosos</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-51502012000200010&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt INTRODUÇÃO: Com o aumento da idade cronológica, o corpo humano passa por um período de transformações que geram declínio de algumas capacidades físicas. Um dos principais fatores que limitam a vida do idoso hoje é a alteração no equilíbrio postural. Diante do exposto, o objetivo desta pesquisa foi analisar o efeito de quatro semanas de treinamento proprioceptivo nas medidas do equilíbrio postural de idosos a fim de determinar a efetividade de uma estratégia simples de intervenção. MATERIAIS E MÉTODOS: Participaram deste estudo nove idosos, de ambos os gêneros, cadastrados na Unidade de Atenção ao Idoso da cidade de Uberaba, MG, Brasil, com média de idade de 72,87 (± 5,38) anos, os quais foram submetidos a um treinamento proprioceptivo que consistiu em treino de marcha em pista com aproximadamente oito metros, composta por quatro tipos de solo com dificuldades progressivas. A frequência de treinamento foi de duas vezes por semana, com duração de 20 minutos por sessão, durante quatro semanas. RESULTADOS: Após quatro semanas de treinamento, houve diminuição significativa nas oscilações durante a realização do Romberg com olhos abertos em solo estável (p = 0,001), com olhos fechados em solo estável (p = 0,02) e com olhos fechados em solo instável (p = 0,002); evolução no escore da escala de equilíbrio de Berg (p = 0,001) e um aumento na velocidade da marcha na pista (p = 0,00001). CONCLUSÃO: A partir dos resultados encontrados, concluiu-se que o treinamento proprioceptivo proposto foi eficaz para o equilíbrio postural de idosos.<hr/>INTRODUCTION: With the increase of chronological age, the human body goes through a period of transformations that generate decline of some physical capacities. One of the factors that limit the life of elderly nowadays is the postural balance. Thus, the objective of this research was to analyze the effect of four weeks of a proprioceptive training program in the measures of the postural balance of aged people, in order to determine the effectiveness of a simple strategy of intervention. MATERIALS AND METHODS: Nine aged people of both genders registered in the unit of attention to the third aged in the city of Uberaba, MG - Brazil, with the average age of 72,8 (± 5,38) years, who were submitted to a proprioceptive training that consisted approximately of trainings through a march in a track with eight meters, approximately, composed of four types of ground with gradual difficulties. The training frequency was twice a week, 20 minutes each session, during four weeks. RESULTS: After four weeks of training, there was significant decrease in the variation during the Romberg's application with eyes closed in stable ground (p = 0.001), with eyes closed on stable ground (p = 0.02) and with eyes closed in unstable ground (p = 0.002); evolution of the score in Berg's scale of balance (p = 0.001) and an increase in the speed of the march in the track (p = 0.00001). CONCLUSION: It is concluded that the proprioceptive training proposed was efficient for the postural balance of aged ones. <![CDATA[<b>Independência funcional de indivíduos hemiparéticos crônicos e sua relação com a fisioterapia</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-51502012000200011&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt INTRODUÇÃO: O Acidente Vascular Encefálico (AVE) constitui uma das principais causas de internações e mortalidade, causando, em cerca de 90% dos sobreviventes, algum tipo de deficiência, seja ela parcial ou total. Os comprometimentos funcionais variam de um indivíduo para o outro e o desempenho das habilidades de atividades de vida diária (AVD) são fortemente prejudicados. OBJETIVOS: Avaliar a independência funcional de indivíduos na fase crônica após AVE e verificar a sua relação com a realização de tratamento fisioterapêutico. MATERIAIS E MÉTODOS: A amostra constou de 69 hemiparéticos crônicos com média de idade de 64-65 anos. Para avaliar a funcionalidade, utilizou-se a Medida de Independência Funcional (MIF) e foram determinados os efeitos "chão" e "teto". A análise estatística incluiu o teste de normalidade de Kolmogorov-Smirnov, média e desvio-padrão, e o teste de Mann-Whitney. RESULTADOS: Segundo o domínio motor da MIF, o item "controle de esfíncteres (fezes)" apresentou o maior número de indivíduos realizando de forma totalmente independente (88,4%) e o item "subir e descer escadas" foi o que obteve menor escore. Todos os itens do domínio cognitivo obtiveram médias superiores a 6,4 pontos. Foi encontrado elevado efeito teto para ambos os domínios, motor e cognitivo. Apenas a dimensão transferências diferiu significativamente entre os que faziam e os que não faziam fisioterapia (p = 0,01). CONCLUSÃO De modo geral, não houve relação entre a independência funcional e a realização da fisioterapia. Entretanto, o elevado efeito teto pode ter interferido nos resultados, sugerindo limitação da MIF em discriminar os indivíduos avaliados.<hr/>INTRODUCTION: Stroke is a leading cause of hospitalization and mortality, causing some type of disability in approximately 90% of survivors, whether partial or total. The functional impairment varies from one individual to the other and the performance skills of activities of daily living (ADLs) are strongly affected. OBJECTIVES: To assess the functional independence of individuals in the chronic phase after stroke and to determine its relation with the treatment by physiotherapy. MATERIALS AND METHODS: The sample consisted of 69 chronic hemiparetic individuals with a mean age of 64-65 years old. In order to evaluate the functionality, the Functional Independence Measure (FIM) was used and the floor and ceiling effects were determined. Statistical analysis included the normality test of Kolmogorov-Smirnov, mean and standard deviation and the Mann-Whitney test. RESULTS: According to the FIM motor domain, the item "sphincter control (feces)" had the highest number of individuals performing totally independently (88.4%) and the item "going up and down the stairs" showed the lowest scores. All items in the cognitive domain had means higher than 6.4 points. Ceiling effect for both motor and cognitive areas was found. Only the transfer dimension differed significantly between those who did and those who did not do physical therapy (p = 0.01). CONCLUSION: Overall, there was no relation between functional independence and physical therapy. However, the ceiling effect may have influenced the results, suggesting MIF restriction in discriminating the evaluated individuals. <![CDATA[<b>Efeito de um programa de exercícios direcionados à mobilidade torácica na DPOC</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-51502012000200012&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt INTRODUÇÃO: A Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica produz alterações mecânicas na caixa torácica que desencadeiam disfunções físicas limitantes das atividades de vida diária e da qualidade de vida. OBJETIVOS: Avaliar os efeitos de um programa de exercícios para readequação do complexo toracopulmonar na mobilidade da caixa torácica, capacidade de exercício e qualidade de vida em pacientes com DPOC. MATERIAIS E MÉTODOS: Este estudo avaliou 13 pacientes com DPOC por meio de Espirometria, Teste da Caminhada dos Seis Minutos (TC6min), Cirtometria e Questionário de Qualidade de Vida Saint George (SGRQ). O programa foi elaborado com base em exercícios que objetivam o aumento da mobilidade de caixa torácica, tolerância ao exercício e melhora na resposta subjetiva em relação à qualidade de vida. RESULTADOS: Após 12 semanas de tratamento, verificou-se um aumento significativo na mobilidade da região inferior da caixa torácica (expansibilidade da região xifoide: de 3 ± 2 cm para 7 ± 4 cm, p = 0,01), na região abdominal (expansibilidade umbilical: de 2 ± 1 cm para 6 ± 4 cm, p = 0,01) e melhora na distância percorrida no TC6min (391 ± 117 m inicial para final de 442 ± 124 m, p = 0,04). Na avaliação pelo SGRQ, houve uma tendência sem significância estatística de melhora nos três domínios (sintomas: 37 ± 22 para 26 ± 21; atividades: 64 ± 15 para 62 ± 19; e impacto: 42 ± 16 para 38 ± 16). CONCLUSÃO O programa de exercícios respiratórios direcionados ao aumento da mobilidade da caixa torácica melhorou a expansibilidade torácica e abdominal e a capacidade de exercício.<hr/>BACKGROUND: Chronic Obstructive Pulmonary Disease produces mechanical changes in chest wall and this physical disability reduces the daily life activities and quality of life levels. OBJECTIVES: To assess the effects of an exercise program for Thoracopulmonary Complex Re-Adaptation in the chest wall mobility, exercise capacity and quality of life in COPD patients. MATERIALS AND METHODS: Thirteen COPD patients were studied. Spirometry, Six Minutes Walk Test, Thoracic Mobility and Quality of Life by Saint George Respiratory Questionnaire (SGRQ) were the variables. The exercise program was created based on physical exercises that aim at increasing the thoracic mobility and a better exercise tolerance, as well as improving the subjective response related to quality of life. RESULTS: After a 12-week program, it was observed a significant improvement in chest wall mobility in lower chest region (xiphoid level mobility: from 3 ± 2 cm to 7 ± 4 cm; p = 0.01) and in the abdominal region (umbilical level mobility: from 2 ± 1 cm to 6 ± 4 cm; p = 0.01). There was a statistically significant improvement of exercise capacity (walk distance: from 391 ± 117 m to 442 ± 124 m; p = 0.04). In quality of life assessment by SGRQ, there was a tendency of improving in three domains (symptom: from 37 ± 22 to 26 ± 21; activity: from 64 ± 15 to 62 ± 19; and impacts: from 42 ± 16 to 38 ± 16), but with no statistic significances. CONCLUSION: Respiratory exercises aimed at increasing the chest wall mobility improve abdominal and lower chest expansibility and exercise tolerance. <![CDATA[<b>Efeitos do treinamento de dupla tarefa no controle do equilíbrio dinâmico e estático de idosas pré-frágeis</b>: <b>um estudo piloto</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-51502012000200013&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt INTRODUCTION: This quasi-experimental study is justified by the need to determine the effects of an intervention strategy aimed at improving the static and dynamic balance in pre-frail elderly women. We hypothesized that dual-task training on a treadmill, compared to simple training on a treadmill,may promote statistical difference in postural control of this group. OBJECTIVES: This study aimed to verify the measures of postural control in a group of pre-frail elderly after a physical therapy intervention program based on dual-task treadmill training. MATERIALS AND METHODS: We selected six female pre-frail elderly subjects living in the community. The research was conducted twice a week for 45 minutes, for four weeks. The simple task training consisted only in the use of a treadmill and the dual-task training consisted on the use of a treadmill associated with visual stimuli. Only the intervention group was submitted to the dual-task training. RESULTS: Groups showed improvements in the variables of balance in different tasks, especially on static balance. Both groups showed the most notable changes in the variables related to gait. The BBS scores and the baropodometric variables showed that the experimental group could keep all values similar or better even one month after completion of training, unlike the control group. CONCLUSION: The dual-task performance had no additional value in relation to the improvement of balance in general, but we observed that the effectiveness of visual stimulation seems to occur in the maintenance of short-term balance variables.<hr/>INTRODUÇÃO: Este estudo quase-experimental justificou-se pela necessidade de determinar os efeitos de uma estratégia de intervenção que vise melhorar o equilíbrio em idosas pré-frágeis. A hipótese era que o treinamento em esteira tipo dupla tarefa, comparado a um treinamento simples em esteira, pudesse promover diferença no controle postural do grupo. OBJETIVOS: Este estudo teve como objetivo verificar as medidas de controle postural em um grupo de idosos pré-frágeis após um programa de intervenção fisioterapêutica com base no treinamento em esteira tipo dupla tarefa. MATERIAIS E MÉTODOS: Foram selecionados seis idosos pré-frágeis, do sexo feminino, residentes em comunidade. A pesquisa foi realizada duas vezes por semana por 45 minutos, durante quatro semanas. A intervenção na condição de tarefa simples consistiu no treino em esteira, enquanto a condição de dupla tarefa consistiu em treino em esteira associado a estímulos visuais. Apenas o grupo de intervenção foi submetido ao treino tipo de dupla tarefa. RESULTADOS: Os grupos apresentaram melhoras nas variáveis de equilíbrio em diferentes tarefas, especialmente naquelas do equilíbrio estático. Ambos os grupos apresentaram as mudanças mais notáveis nas variáveis relacionadas à marcha. As variáveis de Berg e as baropodométrica mostraram que o grupo experimental manteve todos os valores similares ou melhores, mesmo um mês após a conclusão do treinamento, ao contrário do grupo controle. CONCLUSÕES: O desempenho da dupla tarefa não teve nenhum valor adicional em relação à melhora do equilíbrio em geral, porém observamos que a eficácia da estimulação visual tende a ocorrer na manutenção do equilíbrio das variáveis de curto prazo. <![CDATA[<b>Influência do peso adicional nos chutes de lactentes pré-termo e de termo</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-51502012000200014&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt INTRODUÇÃO: O objetivo do estudo foi analisar e comparar padrões de chutes com e sem peso adicional em lactentes pré-termo e de termo aos 3 e 4 meses de idade. MATERIAIS E MÉTODOS: Foram filmados 26 lactentes aos 3 e 4 meses de idade, divididos em Grupo Experimental, 12 lactentes pré-termo sem idade corrigida; e Grupo Controle, 14 lactentes de termo. O experimento foi subdividido em quatro condições, a saber: 1) Treinamento (T): o pesquisador tocava os pés dos lactentes no painel, elevando-o; 2) Linha de Base (LB): movimentos livres de chutes, podendo o lactente elevar ou não o painel com os pés; 3) Peso (P): acréscimo de tornozeleira pesando 1/3 da massa do membro inferior; 4) Pós-Peso (PP): idêntica à LB. RESULTADOS: Na variável frequência de chutes, constatou-se diferença entre as idades [F(5,72) = 5,620; p = 0,0035] e entre as condições LB-P (p = 0,023) e P-PP (p < 0,001). Na variável frequência de contato, obteve-se diferença entre as condições LB-P (p = 0,002) e P-PP (p < 0,001). Na variável sucesso ao elevar o painel, constatou-se diferença entre os grupos (x²(1) = 4,341; p = 0,0013) e as condições LB-P (p = 0,003), LB-PP (p = 0,002) e P-PP (p = 0,002) aos 3 meses de idade. Na variável duração de chute, constatou-se diferença entre as condições LB-P (p = 0,023) e P-PP (p = 0,010). CONCLUSÃO Os chutes de lactentes pré-termo se diferenciam dos termos dependendo das características intrínsecas e extrínsecas.<hr/>INTRODUCTION: The aim of this study was to analyze and compare patterns of kicks with and without additional weight in preterm and full-term infants of 3 and 4 months old. MATERIALS AND METHODS: Twenty-six infants were filmed at 3 and 4 months of age, divided into experimental group, 12 preterm infants without corrected age, and control group, 14 infants full-term. The experiment was subdivided into four conditions, namely: 1) Training (T): the investigator touched the infants' feet on the panel, raising it; 2) Baseline (B): free movements of kicks, the infant may raise or not the panel with feet, 3) Weight (W): addition of anklet weighing 1/3 the mass of lower limb, 4) Post-weight (PW): identical to B. RESULTS: Difference was found in the variable frequency of kicks, considering ages [F (5,72) = 5.620, p = 0.0035] and conditions B-W (p = 0.023) and W-PW (p < 0.001). In the variable frequency of contact difference was obtained considering conditions B-W (p = 0.002) and W-PW (p < 0.001). In the variable success in raising the panel, difference was found between groups (x²(1) = 4.341, p = 0.0013) and conditions B-W (p = 0.003), B-W (p = 0.002) and W-PW (p = 0.002) at 3 months of age. The variable length of the kick presented a difference between conditions B-W (p = 0.023) and W-PW (p = 0.010). CONCLUSION: The kicks of preterm infants differ depending on the intrinsic and extrinsic characteristics. <![CDATA[<b>Avaliação da prevalência de osteoporose e fraturas vertebrais em pacientes portadores de doença pulmonar obstrutiva crônica</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-51502012000200015&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt INTRODUÇÃO: A osteoporose é uma doença progressiva que contribui para o surgimento de fraturas vertebrais. OBJETIVOS: Avaliar a prevalência da osteoporose, fraturas vertebrais e intensidade da dor nas regiões da coluna vertebral em pacientes com DPOC moderada e grave, além de verificar se há relação entre tais variáveis e a gravidade da obstrução pulmonar. MATERIAIS E MÉTODOS: Foram avaliados 34 indivíduos portadores de DPOC (GDPOC) e 33 indivíduos saudáveis (GC), por meio da densitometria óssea e radiografias da coluna torácica e lombar. RESULTADOS: Não houve diferenças significativas intergrupos nos dados antropométricos. O GDPOC apresentou valores menores nas variáveis espirométricas, na densidade mineral óssea (DMO) e no escore-T, quando comparado com o GC (p < 0,05; Teste t Student); além disso, não se observou correlação entre VEF1 e DMO e escore-T (Correlação de Pearson, p &gt; 0,05). Verificou-se uma alta prevalência de osteoporose, sendo que 20 indivíduos (59%) com obstrução moderada apresentaram na coluna lombar, l (3%) no colo do fêmur e l (3%) no trocânter; 4 (12%) com obstrução pulmonar grave na coluna lombar, l (3%) no colo do fêmur e l (3%) no trocânter. Vinte indivíduos (59%) do GDPOC com osteoporose apresentaram fraturas de graus I e II, 4 (12%) grau III (k = 0,90; IC: 95%) e 3 indivíduos do GDPOC relataram presença de dor com intensidade "leve" na região toracolombar, enquanto 21 apresentaram fraturas vertebrais osteoporóticas assintomáticas. CONCLUSÃO Concluímos que os indivíduos com DPOC de moderada a grave apresentaram, além do comprometimento pulmonar, diminuição da DMO e fraturas vertebrais osteoporóticas, o que indica a necessidade de se adotar medidas de prevenção da osteoporose nesses pacientes.<hr/>INTRODUCTION: Osteoporosis is a progressive disease that contributes to the emergence of vertebral fractures. OBJECTIVES: To evaluate the prevalence of osteoporosis, vertebral fractures and pain intensity in the regions of the spine in patients with moderate or severe COPD and to check whether there is a connection between these variables and gravity of pulmonary obstruction. MATERIALS AND METHODS: We evaluated 34 subjects with COPD (COPDG) and 33 healthy subjects (CG), using bone densitometry and radiographs of the thoracic and lumbar spine. RESULTS: There were no significant differences between groups in demographics. The COPDG values were lower in spirometric variables in bone mineral density (BMD) and T-score compared to the CG (p < 0.05, Student's t test) and, moreover, no correlation was observed between BMD and FEV1 and T-score (Pearson correlation, p &gt; 0.05). There was a high prevalence of osteoporosis, and 20 individuals (59%) presented with moderate obstruction in the lumbar spine, l (3%) in the femoral neck and l (3%) trochanter; 4 (12%) with severe pulmonary obstruction in the lumbar spine, l (3%) in the femoral neck and l (3%) in the trochanter. Twenty subjects (59%) of COPDG osteoporotic fractures had grade I and II, 4 (12%) grade III (k = 0.90, CI: 95%) and three individuals COPDG reported presence of "light" pain intensity in the thoracolumbar region, while 21 had asymptomatic osteoporotic vertebral fractures. CONCLUSION: We conclude that individuals with moderate to severe COPD showed beyond the pulmonary obstruction, decreased BMD and osteoporotic vertebral fractures, which indicates the need to adopt measures to prevent osteoporosis in these patients. <![CDATA[<b>Associação entre as alterações posturais e a respiração bucal em crianças</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-51502012000200016&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt INTRODUÇÃO: Durante o período de crescimento e desenvolvimento corporal, é possível que surjam alterações posturais que podem decorrer de uma respiração incorreta, por via bucal. OBJETIVOS: Verificar se a presença de alterações posturais tem relação com a presença da respiração bucal em crianças de segunda a quarta série do Ensino Fundamental. MATERIAIS E MÉTODOS: Participaram do estudo 117 crianças com idade média de 9,017 ± 0,851 anos, sendo 54 meninos e 63 meninas. A avaliação foi constituída por um questionário sobre sinais e sintomas da respiração bucal e uma avaliação postural fotogramétrica com software para Avaliação Postural (SAPO®). Para a análise da comparação entre os grupos, foram utilizados os testes t-student e Mann Whitney; e para a análise da associação, o teste Exato de Fisher. Foi considerado p < 0,05 como nível de significância. RESULTADOS: Em relação ao tipo de respiração, prevaleceu, de forma significativa, a respiração bucal em relação à nasal (p < 0,001). Quanto ao alinhamento vertical da cabeça, predominou a anteriorização em ambas as vistas. No que diz respeito à assimetria horizontal da escápula, houve predomínio da assimetria à esquerda e, para o alinhamento horizontal da pelve, predominou a anteroversão em ambas as vistas. Na medida do ângulo perna/retropé, prevaleceu o calcâneo valgo direito e esquerdo. As diferenças observadas entre os grupos, respirador bucal e nasal, não se mostraram significativas (p &gt; 0,05). CONCLUSÃO: Foi encontrado um alto percentual de crianças com sinais e sintomas da respiração bucal e alterações posturais, porém sem relação entre os achados.<hr/>INTRODUCTION: During the period of growth and body development, it is possible to occur changes in posture that may result from wrong breathing, through the mouth. OBJECTIVES: To determine whether the presence of postural changes is related to the presence of mouth breathing in children from second to fourth grade of elementary school. MATERIALS AND METHODS: The study included 117 children with mean age of 9.017 ± 0.851 years, 54 males and 63 females. The evaluation consisted of a questionnaire about signs and symptoms of mouth breathing and a photogrammetric postural assessment with the software SAPO®. The analysis of the comparison between groups was made by student's t-test and Mann-Whitney; and for association analysis it was used the Fisher Exact test. It was considered p < 0.05 as significance level. RESULTS: Regarding the type of breathing, prevailed, significantly, mouth breathing compared to nasal breathing (p < 0.001). For the vertical alignment of head, anteriorization predominated in both views. For the horizontal asymmetry of scapula, there was a predominance of asymmetry to the left. For the horizontal alignment of the pelvis, anteversion predominated in both views. In measuring the angle leg/hindfoot, prevailed calcaneal valgus right and left. The differences observed between groups of mouth breathing and nasal breathing were not significant (p &gt; 0.05). CONCLUSION: It was found a high percentage of children with signs and symptoms of mouth breathing and postural changes, but it was not found relationship between this findings. <![CDATA[<b>Diástase dos retos abdominais em puérperas e sua relação com variáveis obstétricas</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-51502012000200017&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt INTRODUÇÃO: Durante a gravidez, ocorrem intensas modificações no organismo materno, desencadeadas por alterações hormonais. À medida que a gestação progride, a ação hormonal em tecidos conjuntivos, associada a alterações biomecânicas para crescimento uterino podem causar o afastamento da musculatura abdominal (diástase dos músculos retos abdominais), que se estende no período pós-parto, sendo considerada diástase a separação maior que 3 cm. OBJETIVOS: O objetivo deste estudo foi confrontar a relação entre o valor das medidas da diástase dos abdominais com variáveis obstétricas em puérperas de maternidades públicas de João Pessoa. MATERIAIS E MÉTODOS: Foram selecionadas 100 puérperas de acordo com os critérios de inclusão: idade fértil, em puerpério imediato e que durante a internação não tenham recebido atendimento fisioterapêutico para correção da diástase. Fez-se o levantamento dos antecedentes obstétricos e clínicos por meio de um questionário. Posteriormente, avaliou-se a diástase com um paquímetro digital. Para analisar a correlação significativa entre o evento e as variáveis, foi aplicado o teste do qui-quadrado. RESULTADOS: As puérperas que apresentaram a diástase eram multíparas, multigestas, com idade entre 19 e 30 anos, tendo seus filhos por meio de partos normais, com intervalos curtos entre as gestações. Quanto à localização, houve maior incidência da diástase supraumbilical associada à separação umbilical. CONCLUSÃO: A diástase é uma condição expressiva, visto que 56 apresentaram-na. Assim, observa-se a necessidade de uma avaliação mais criteriosa das gestantes pelos profissionais de saúde para que haja intervenção precoce, por meio de um protocolo de atendimento, durante o pré-natal, já que traz risco para a mãe e para a futura gestação.<hr/>INTRODUCTION: During pregnancy, enormous changes occur in the mother, triggered by hormonal alterations. As the pregnancy progresses, the hormones action in tissues to biomechanical changes associated with intrauterine growth, may cause the separation of the abdominal muscles (diastasis of the rectus abdominis muscles), which extends into the postpartum period, being considered diastasis the separation greater than 3 cm. OBJECTIVES: The aim of this study was to compare the relationship between the value of measurements of diastasis of abdominal and obstetric variables among women in public maternity hospitals in João Pessoa. MATERIALS AND METHODS: 100 postpartum women were selected according to the following inclusion criteria: fertile age, being in early puerperium and not having received physical therapy to correct the diastasis during hospitalization. There was a survey of obstetric and clinic background via a questionnaire. Subsequently, we evaluated the diastasis with a caliper. To analyze the correlation between the event and the variables, we used the chi-quadrado. RESULTS: The women who had diastasis were multiparous, aged between 19 and 30 years old, and had their children through normal deliveries, with short intervals between pregnancies. Regarding the location, there was a higher incidence of diastasis associated with supra-umbilical cord separation. CONCLUSION: The diastasis is an expressive condition, since 56 women had it. Thus, there is a need for a more detailed assessment of pregnant women by health professionals so that there is an early intervention, through a protocol of care during the prenatal period, since it brings risk to the mother and future pregnancy. <![CDATA[<b>Efeito do treinamento combinado e aeróbio no controle glicêmico no diabetes tipo 2</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-51502012000200018&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt INTRODUÇÃO: O diabetes tipo 2 é um grupo heterogêneo de doença metabólica causada por uma disfunção na secreção da insulina e/ou ação desta. OBJETIVOS: Comparar o efeito de duas modalidades de treinamento, o combinado (aeróbio e resistido) e o aeróbio, no controle glicêmico no diabetes tipo 2. MATERIAIS E MÉTODOS: A pesquisa caracteriza-se por ser um estudo quase-experimental. Após aprovação do CEP, com registro 09.071.4.08. III, deu-se início ao programa de treinamento combinado e aeróbio. Foram selecionados 24 participantes, de ambos os gêneros, sedentários, com média de idade de 60,41 ± 7,87. Os participantes foram divididos aleatoriamente em dois grupos: treinamento combinado (n = 12) e treinamento aeróbio (n = 12); ambos foram avaliados no início e final do estudo. A concentração sérica de glicose foi determinada pelo sistema Vitros e a hemoglobina glicosilada foi determinada pelo método Cromatografia Líquida de Alta Performance. O treinamento foi realizado três vezes por semana, com duração total de 20 semanas. Os dados são expressos em média e desvio-padrão. Foi aplicado o teste t pareado (p < 0,05) para comparar a média basal e após 20 semanas de treinamento. RESULTADOS: A média da glicose em jejum do treinamento combinado reduziu significativamente, de 167,41 ± 38,13 para 119,83 ± 20,91, sendo que o mesmo ocorreu com o treinamento aeróbio de 189,83 ± 63,57 para 139,91 ± 34,04. Os valores da hemoglobina glicosilada no treinamento combinado e treinamento aeróbio reduziram significativamente, de 8,61 ± 1,17 para 7,25 ± 1,24 e de 9,52 ± 2,46 para 8,37 ± 1,50, respectivamente. CONCLUSÃO: O treinamento combinado foi mais eficaz em relação à hemoglobina glicosilada e o treinamento aeróbio, na glicose plasmática.<hr/>INTRODUCTION: Type 2 diabetes is a heterogeneous group of metabolic disease caused by a dysfunction in insulin secretion and/or its action. OBJECTIVES: To compare the effect of two types of training, combined (aerobic and resistance) and aerobic exercise training, on glycemic control of type 2 diabetes. MATERIALS AND METHODS: The research is characterized by a quasi-experimental study. After approval of the research ethics commitee with record 09.071.4.08. III, it was started a program of combined and aerobic training. We selected 24 participants from both genders, sedentary, with a mean age of 60,41 ± 7,87. Participants were randomly divided into two groups: combined training (n = 12) and aerobic training (n = 12). They were both evaluated at baseline and study end. Serum glucose was determined by the Vitros and glycosylated hemoglobin was determined by High Performance Liquid Chromatography. Training was carried out three times a week, in a total of 20 weeks. Data are expressed as mean and standard deviation. We used the paired t test (p < 0.05) to compare the mean baseline and after 20 weeks of training. RESULTS: The mean fasting glucose in combined training significantly reduced, from 167.41 ± 38.13 to 119.83 ± 20.91, and the same occurred with aerobic training, from 189.83 ± 63.57 to 139.91 ± 34.04. The values of glycosylated hemoglobin in combined and aerobic training significantly reduced ,from 8.61 ± 1.17 to 7.25 ± 1.24 and from 9.52 ± 2.46 to 8.37 ± 1.50, respectively. CONCLUSION: The combined training was more effective for glycosylated hemoglobin and aerobic training, on plasma glucose. <![CDATA[<b>Exercícios de alongamento muscular e aeróbico no tratamento da fibromialgia</b>: <b>estudo piloto</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-51502012000200019&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt INTRODUÇÃO: Os exercícios físicos têm sido benéficos para o controle dos sintomas da fibromialgia (FM). OBJETIVOS: Comparar os efeitos de exercícios de alongamento muscular com os exercícios aeróbicos na dor, número de tender points, sono, ansiedade e depressão de pacientes com FM. MATERIAIS E MÉTODOS: Participaram do estudo 19 pacientes com diagnóstico de FM, segundo critérios do Colégio Americano de Reumatologia, divididos em dois grupos: grupo alongamento, com 12 pacientes, que realizou um programa de 8 sessões de 45 minutos de exercícios de alongamento, uma vez a cada semana; grupo aeróbico com 7 pacientes, que realizou caminhada em esteira ergométrica por 30 minutos. Ambos foram orientados a realizarem exercícios em casa nos demais dias. A dor foi avaliada pela escala analógica visual; o limiar de dor dos tender points com o dolorímetro; sono pelo Post Sleep Inventory; ansiedade pelo Inventário de Ansiedade Traço-Estado e depressão pela Escala de Depressão de Beck. RESULTADOS: Os dados mostram que o ganho clínico foi maior no grupo alongamento em relação à dor (25%), número de tender points (15%), sono (38%) e depressão (22%) ao se comparar com o grupo aeróbico (ganho clínico de 2% na dor e 4% no sono; piora de 3% no número de tender points e 18% na depressão). O ganho clínico da ansiedade foi mais importante no grupo aeróbico (8% no traço de ansiedade e 10% no estado de ansiedade) em comparação ao grupo alongamento (piora de 3% no traço de ansiedade e melhora de 2% no estado de ansiedade). CONCLUSÃO: Este estudo sugere que os exercícios de alongamento são mais eficazes que os exercícios aeróbicos na dor, número de tender points, sono e depressão da FM. Os exercícios aeróbicos parecem produzir um efeito mais importante na diminuição da ansiedade em comparação aos exercícios de alongamento.<hr/>INTRODUCTION: The physical exercises have been beneficial for the control of the fibromyalgia (FM) symptoms. OBJECTIVES: To compare the effects of stretching exercises to aerobic exercises on pain, number of tender points, sleep, anxiety and depression of patients with FM. MATERIALS AND METHODS: Nineteen patients with diagnosis of FM according to the American College of Rheumatology criteria were divided into two groups: the stretching group, with 12 patients, performed a program composed by 45 minutes eight sessions of stretching exercises once a week, and the aerobic group, with seven patients, carried out walking on a treadmill for 30 minutes. Both groups received orientation to exercise at home on the other days. Pain intensity, tenderness threshold at the tender points, sleep, anxiety and depression were evaluated by, respectively, visual analogic scale, dolorimeter, Post Sleep Inventory (PSI), Trait-State Anxiety Inventory (IDATE) and Beck Depression Scale (BDS). RESULTS: The data show that the clinical improvement was higher in the stretching group in relation to pain (25%), number of tender points (15%), sleep (38%) and depression (22%), compared to aerobic group (clinical improvement in pain was 2% and in sleep, 4%; the number of tender points and depression became worse, respectively 3% and 18%). The anxiety clinical improvement was more important in the aerobic group (8% in the trait anxiety and 10% in the state anxiety) compared to stretching group (the trait anxiety become worse at 3% and the state anxiety clinical improvement was 2%). CONCLUSION: This study suggests that the stretching exercises are more effective than the aerobic exercises on pain, number of tender points, sleep and depression in FM. On the other hand, the aerobic exercises seem to produce a more important effect on anxiety reduction compared to stretching exercises. <![CDATA[<b>Subsídios reunidos junto à equipe de saúde para a inserção da fisioterapia na estratégia Saúde da Família</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-51502012000200020&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Esta pesquisa visou obter subsídios para a inserção do fisioterapeuta na Estratégia Saúde da Família em Rio Grande/RS. Estudo quantitativo, delineamento transversal com 196 trabalhadores. Utilizou-se instrumento semiestruturado com os temas: princípios norteadores do SUS/ESF, identificação de situações com potencialidade para a atuação fisioterápica, percepção sobre preparo da equipe para enfrentá-las e infraestrutura das unidades. Foi realizada a distribuição de frequências das variáveis, a comparação das médias (ANOVA) e o teste de Tukey. As médias das notas atribuídas aos princípios integralidade, equidade e universalidade diferiram entre si (p = 0,00), sendo 6,3 ± 2,4, 7,0 ± 2,4 e 7,8 ± 2,2, respectivamente. As situações mais prevalentes foram: hipertensão (90,8%), diabete (89,8%), doenças osteomusculares (88,2%), DPOC (84,7%), pessoas acamadas (83,7%), dificuldade para caminhar (83,7%) e deficientes físicos (82,7%). Quanto ao preparo da equipe, a maioria dos trabalhadores afirmou se sentir despreparado para: atraso do desenvolvimento neuropsicomotor (51,7%), treino de marcha (51,8%), atenção a deficientes físicos (68,1%) e amputados (57,0%). Na avaliação da infraestrutura das unidades, a maioria acusou bom estado do prédio e unidades, com salas para atendimento especializado (31,6%). Os dados evidenciam as possibilidades de ação do fisioterapeuta na ESF, visando aumentar a resolubilidade da mesma.<hr/>This study aimed to subsidize Physical Therapists (PT) in the Family Health Strategy (FHS) in Rio Grande, Rio Grande do Sul. It is a quantitative study with cross-cut delimitation with 196 workers in the FHS. A semi-structured instrument approached the subjects: guideline criteria of FHS, identification of existing situations for the physiotherapy performance, staff's perception about the readiness to face those situations and the infrasctructure. A frequency distribution of the variables, averages comparison (ANOVA) and the Tuckey test were made. The means of the grades assigned to integrality, equity and universality differed among each other (p = 0.00): 6.3 ± 2.4, 7,0 ± 2.4 and 7.8 ± 2.2, respectively. The most prevailing pathologies identified were: hypertension (90.8%), diabetes (89.8%), musculoskeletal diseases (88.2%), chronic obstructive pulmonary disease (84.7%), bedridden (83.7%), walking difficulties (83.7%) and physically handicapped (82.7%). It was noticed that in five situations, most of the workers stated as unprepared to face them: developmental delay (51.7%), gait training (51.8%), disabled (68.1%) and amputees (57.0%). In the evaluation of the infrastructure of the units, most of the workers reported the building as in good and specialized treatment room (31.6%). Our data aids the possibility of the PT placement in the ESF city staff, increasing its solvability. <![CDATA[<b>Exercício resistido em idosos frágeis</b>: <b>uma revisão da literatura</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-51502012000200021&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt INTRODUÇÃO: A síndrome da fragilidade, bastante comum em pessoas de idade avançada, consiste em um conjunto de sinais e sintomas no qual estão presentes critérios como perda de peso corporal não intencional em um ano (aproximadamente 5%), diminuição na velocidade da marcha, níveis baixos de atividade física, exaustão subjetiva e diminuição de força muscular. Os consequentes efeitos dessas mudanças relacionadas à idade, que incluem sarcopenia, disfunção imunológica e desregulação neuroendócrina, aumentam a vulnerabilidade do organismo ao estresse, reduzindo a habilidade de adaptar, compensar ou modular esses estímulos. Diferentes intervenções têm sido propostas para atenuar esse processo, sendo o exercício resistido (ER) uma das opções estudadas. OBJETIVO: Realizar uma revisão bibliográfica averiguando os efeitos dos ER na fisiopatologia da síndrome da fragilidade. MATERIAIS E MÉTODOS: Foi realizada uma revisão bibliográfica do período de 2004 a 2010, por meio das bases de dados LILACS, MEDLINE e PubMed. RESULTADOS: Por meio das análises dos estudos, foram observadas alterações nos sistemas hormonal e imune, atuando de forma sistêmica na reversão ou minimização dos efeitos da sarcopenia exercendo influência positiva na síndrome da fragilidade. CONCLUSÃO: O ER deve ser indicado como opção terapêutica para idosos frágeis ou pré-frágeis que não apresentem contraindicações para realização desta modalidade de exercício.<hr/>INTRODUCTION: Fragility syndrome, very common in elderly people, consists of a set of signals and symptoms in which is present criteria such as not intentional weight loss (approximately 5%) in a year, reduction in the walking speed, low physical activity levels, subjective exhaustion and muscular strength reduction. The increasing effect of these changes related to age, which include sarcopenia, immunity functional disorder and neuroendocrinous misconduct, increase the vulnerability of the organism to stress, reducing the ability to adapt, compensate or modulate these stimuli. Several intervention proposals have been made to attenuate this process, and resistance exercises (RE) was one of the options studied. OBJECTIVES: To evaluate the effects of RE on the physiopathology of fragility syndrome. MATERIALS AND METHODS: A bibliographic review of the period 2004-2010 was made based on the data of LILACS, MEDLINE and PubMed. Results: Changes in the hormonal and immune systems were observed acting in a systemic way by reverting or minimizing the effects of sarcopenia. CONCLUSION: Resistance exercises should serve as therapy to those elderly who are fragile and do not present any health problems. <![CDATA[<b>A importância da estabilização central no método Pilates</b>: <b>uma revisão sistemática</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-51502012000200022&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt INTRODUÇÃO: Joseph Humbertus Pilates criou uma série de exercícios baseados nos movimentos progressivos que o corpo é capaz de executar, os quais envolvem contrações isotônicas e, principalmente, isométricas, no que denominou power house (ou centro de força). OBJETIVOS: Este estudo tem como objetivo geral analisar os aspectos relacionados à importância da estabilização central no método Pilates. MATERIAIS E MÉTODOS: Foi realizada uma revisão sistemática sobre o assunto na biblioteca central e virtual da Pontifícia Universidade Católica do Paraná, e também por meio do site de busca BIREME acessando as bases de dados LILACS, PUB MED, CAPES e MEDLINE. A pesquisa abrangeu livros, revistas, periódicos publicados entre 2000 e 2010, e os descritores utilizados para a busca foram pilates e core. RESULTADOS: Concluiu-se que a estabilização central ajuda o indivíduo a obter ganhos de força, controle neuromuscular, potência e resistência muscular, facilitando um equilibrado funcionamento muscular. CONCLUSÃO: Embora seja necessária uma bibliografia mais extensa, pode-se verificar que a estabilização central no Pilates é importante para o equilíbrio de carga apropriado dentro da coluna vertebral, pélvis.<hr/>INTRODUCTION: Humbertus Joseph Pilates created a series of exercises based on the progressive movements that the body is able to perform, which involve isotonic contractions and mainly isometric, in what he called power house (or center of force). OBJECTIVES: This study aims at analyzing the aspects related to the central importance of stabilizing in the Pilates method. MATERIALS AND METHODS: We performed a systematic review in the central and virtual library of Pontifical Catholic University of Parana, and also through the research website BIREME, by accessing the following databases: LILACS, PUB MED, CAPES, MEDLINE and LILACS. The research covered books, magazines and journals published between 2000 and 2010, and the descriptors used for the search were Pilates and core. RESULTS: The central stabilization helps the individual to gain strength, neuromuscular control, power and muscular endurance, which facilitates a balanced muscle function. CONCLUSION: Although we need a greater number of references, one can verify that the Pilates core stabilization is important for the proper load balance within the spine, pelvis. <![CDATA[<b>O uso do laser na reabilitação das desordens temporomandibulares</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-51502012000200023&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt INTRODUÇÃO: Entende-se disfunção temporomandibular comoum termo coletivo que envolve um grande número de problemas clínicos que afetam os músculos mastigatórios, a articulação temporomandibular (ATM) e estruturas associadas. Dentre os principais sinais e sintomas, incluem-se dores nos músculos da mastigação ou na ATM, ruídos articulares, limitação de abertura, retração gengival, oclusão inadequada, distúrbios auditivos, cefaleias, sensibilidade em toda a musculatura do sistema estomatognático e cervical. OBJETIVOS: Estudar a influência da laserterapia de baixa intensidade (diodo) no tratamento das desordens temporomandibulares. MATERIAIS E MÉTODOS: Trata-se de uma revisão sistemática. Foram consultadas as seguintes bases de dados: BIREME, MEDLINE, PubMed, Science Direct e LILACS. Os termos de busca utilizados foram "temporomandibular laser therapy" e "ATM laser treatment", em inglês e português. Não foram estabelecidos limites de busca. Após a busca independente de dois revisores, foram encontrados 1.344 artigos e, após a aplicação dos critérios de exclusão, 12 artigos foram selecionados para a análise. RESULTADOS: Dos 12 artigos selecionados, apenas em 1 (um) deles não foi verificada qualquer melhora do quadro doloroso na ATM em virtude dos diversos tipos de DTM. CONCLUSÃO: Apesar dos resultados satisfatórios do uso do laser na redução sintomática da dor nos DTM, ainda é controversa a utilização dos seus parâmetros para cada caso. Por isso, sugerimos a realização de outros estudos para que essas lacunas sejam preenchidas com o objetivo maior de promover uma melhor qualidade de vida para as pessoas que sofrem quaisquer transtornos na região da ATM.<hr/>INTRODUCTION: It is understood by temporomandibular dysfunction as a collective term that involves a large number of clinical problems affecting the masticatory muscles, the temporomandibular joint (TMJ) and associated structures. Among the major signs and symptoms there are pain in the masticatory muscles or TMJ, joint sounds, limitation of opening, gingival recession, inadequate occlusion, hearing disorders, headache, tenderness in the whole musculature of the stomatognathic system and cervical cancer. OBJECTIVES: To study the influence of low intensity laser therapy (LLI) in the treatment of temporomandibular disorders. MATERIALS AND METHODS: This is a systematic review. We consulted the following databases: BIREME, MEDLINE, PubMed, Science Direct and LILACS. The search terms used were "temporomandibular laser therapy" and "ATM laser treatment", in English and Portuguese. No search limits were established. During the search conducted by two independent reviewers, 1.344 articles were found, and after application of the exclusion criteria, 12 articles were selected for analysis. RESULTS: Out of the 12 selected articles, only in one of them it was not observed any improvement in the painful TMJ because of the different types of TMJ. CONCLUSION: Despite the satisfactory results of laser use in reducing symptomatic pain in TMJ, the use of its parameters for each case is controversial, so we suggest that the foundation for other studies that these gaps may be filled with the larger goal of promoting a better quality of life for people who suffer any inconvenience in the TMJ region.