Scielo RSS <![CDATA[Nova Economia]]> http://www.scielo.br/rss.php?pid=0103-635120140003&lang=es vol. 24 num. 3 lang. es <![CDATA[SciELO Logo]]> http://www.scielo.br/img/en/fbpelogp.gif http://www.scielo.br <![CDATA[Mudanças no consumo de bens culturais no Brasil após a estabilização da moeda]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-63512014000300469&lng=es&nrm=iso&tlng=es O objetivo do presente artigo é sugerir explicações para a clara assimetria existente entre, de um lado, a evolução global do consumo das famílias brasileiras após a estabilização da moeda e, de outro, a performance que aí têm três dos chamados "bens culturais": o cinema, a música e o livro. Os dados mostram que, enquanto no primeiro caso temos uma trajetória claramente ascendente, nos três mercados citados, a trajetória é, no melhor dos casos, estável, e na maior parte dos casos, descendente. A explicação sugerida combina três elementos: uma mudança no padrão de consumo de bens duráveis em paralelo com o crescimento e a melhora distributiva, a mudança no tipo de sociabilidade que o novo padrão implicou e fenômenos específicos desses três mercados que elevaram o número de bens substitutos.<hr/>The main goal of this paper is to explain the clear asymmetry that exists between the global evolution of Brazilian families' consumption after monetary stability and the performance of three particular cultural goods: movie, music and books. The data show that there is a clear ascendant trajectory in the first case while in the second the movement is in the best case stable and descendent in the most cases. The suggested explanation combines three different elements: a change in the pattern of consumption of durable goods together with a change in income distribution, a change in the type of sociability that the new consumption pattern has provoked, and specific events of these three markets, which raised the number of substituted goods. <![CDATA[Indústria cinematográfica brasileira de 1995 a 2012: estrutura de mercado e políticas públicas]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-63512014000300491&lng=es&nrm=iso&tlng=es O objetivo do trabalho é analisar a estrutura da indústria cinematográfica brasileira e o papel das políticas públicas dirigidas ao setor no período de 1995 a 2012. O estudo identifica as empresas atuantes nos diferentes elos da cadeia produtiva - produção, distribuição e exibição - e utiliza os índices de concentração CR(4), CR(8) e o índice Hirschman-Herfindahl (HHI) para caracterizar a estrutura de mercado em cada uma das etapas do processo produtivo. Entre os resultados encontrados, destaca-se que: i) a estrutura do setor é fortemente concentrada nos três elos da cadeia produtiva; ii) a dinâmica setorial, especificamente o elo da produção, esteve fortemente relacionada às políticas públicas de apoio. Assim, o estudo conclui que, para desenvolvimento mais expressivo da indústria cinematográfica no Brasil, essas políticas devem atuar simultaneamente nas três etapas da cadeia produtiva, promovendo maior competitividade ao cinema nacional.<hr/>The aim of this paper is to analyze the dynamics and structure of the Brazilian film industry and the public policies applied in the period 1995-2012. The study identifies the different firms operating in the sector - production, distribution and exhibition - and uses the concentration index CR(4), CR(8) and the Herfindahl-Hirschman Index (HHI) to characterize the market structure in each of this productive process. Among the results highlight that: i) the structure of the industry is concentrated, ii) the dynamic sector, specifically the step of the production, was strongly related public policy. Thus, the study concludes that for development of the film industry in Brazil, these policies should facilitate dialogue between the three steps of the production, promoting the competitiveness of the Brazilian cinema. <![CDATA[Superávit e déficit fiscal dos municípios brasileiros: uma aplicação do modelo de viés de seleção em painel]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-63512014000300517&lng=es&nrm=iso&tlng=es O objetivo deste artigo é analisar o resultado primário fiscal dos municípios brasileiros entre 1999 e 2007, aplicando a metodologia de viés de seleção para dados em painel proposto por Wooldridge (1995). Mais especificamente, assume-se que a ocorrência de superávits e déficits fiscais não deve ser tomada como um evento puramente aleatório e, alternativamente, assume-se a existência de um primeiro estágio que determina a ocorrência de um superávit ou de um déficit fiscal. Os resultados corrigidos para a presença do viés amostral indicam que saldos fiscais positivos e negativos são parcialmente influenciados pelas características fiscais dos municípios, bem como pela estrutura demográfica da população. Contudo, suas características políticas pouco influenciam o resultado fiscal.<hr/>This paper aims at investigating the primary fiscal balance of Brazilian municipalities from 1999-2007 by employing the bias selection methodology for in-panel data proposed by Wooldridge (1995). More specifically, the study assumes that fiscal surpluses and deficits should not be taken as purely random events; alternatively, it assumes the existence of a first stage that determines the existence of a fiscal surplus or deficit. The results, controlled for the presence of sampling bias, show that fiscal surpluses and deficits are partially influenced by the fiscal characteristics and demographic structure of the population. However, political traits do not exert any significant influence on the fiscal balances of Brazilian municipalities. <![CDATA[Simples Nacional no Brasil: o difícil balanço entre estímulos às pequenas empresas e aos gastos tributários]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-63512014000300541&lng=es&nrm=iso&tlng=es As microempresas e as pequenas empresas (MPEs) brasileiras possuem alta representatividade na economia, principalmente no tocante à oferta de empregos. Trata-se de um grupo expressivo e que apresenta uma série de singularidades no que diz respeito à tributação. Em razão de serem pequenas, elas podem incorrer em custos econômicos superiores ao das maiores empresas. Nesse sentido, muitos países têm buscado criar mecanismos específicos de apoio às MPEs. Com o Simples Nacional, o Brasil concedeu uma série de benefícios fiscais e simplificações administrativas para as microempresas e as pequenas empresas. A arrecadação do Simples Nacional cresceu a taxas muito superiores a de todos os demais tributos, tendo sido três vezes maior do que a taxa real de crescimento de toda a arrecadação. O valor arrecadado por estabelecimento cresceu expressivamente durante a vigência do Simples Nacional, corroborando a evidência de que houve forte crescimento das empresas optantes pelo novo regime. O crescimento da arrecadação trouxe como contrapartida o incremento das renúncias fiscais, que cresceram a taxas ainda maiores do que o aumento da arrecadação.<hr/>Brazilian small- and micro-enterprises (SMEs) have high representation in the Brazilian economy, especially in regard to providing employment. This is a significant group with a number of singularities with respect to taxation. Due to the fact that they are small, they may incur greater economic costs than larger companies. Accordingly, many countries have sought to establish specific mechanisms to support SMEs. Brazil's Simples Nacional granted a series of tax benefits and administrative simplifications to small- and micro- enterprises. The revenues collected from the Simples Nacional grew at rates well above that of all other taxes, and was three times higher than the real growth rate of the entire revenue collection. The amount collected per SME increased significantly during the period of the Simples Nacional, corroborating the evidence that there was strong growth among companies opting for the new regime. The growth in revenue collection brought an offsetting increase in tax expenditures, which grew at even higher rates than the increase in revenues. <![CDATA[O Programa de Incentivo à Inovação como mecanismo de fomento ao empreendedorismo acadêmico: a experiência da UFJF]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-63512014000300555&lng=es&nrm=iso&tlng=es Esse artigo aborda a experiência do Programa de Incentivo à Inovação Tecnológica (PII) como mecanismo de aceleração do empreendedorismo acadêmico, por meio do estudo de caso da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF). Enfatizam-se os vínculos entre oferta científica e tecnológica da Universidade, medida por artigos publicados e depósitos de patentes, e potencial de empreendedorismo acadêmico. Destaca-se a necessidade de aprimorar os mecanismos de geração de inovações e empresas de base tecnológica de origem acadêmica e transferência tecnológica com base em experiências pioneiras como a do PII de Minas Gerais.<hr/>This article addresses the experience in the Technological Innovation Program (TIP) as a mechanism for promoting academic entrepreneurship by means of a case study of the Federal University of Juiz de Fora (UFJF). The links between scientific and technological developments of the university, as measured by published articles and patent applications, and the potential of academic entrepreneurship are emphasized. Moreover, the paper highlights the need to improve the mechanisms of generating technological innovations and technology-based small businesses from universities and technology transfer, based on pioneering experiences such as PII in the state of Minas Gerais. <![CDATA[A competitividade das exportações do Brasil e da China para o Mercosul: evidências para o período 1995-2009]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-63512014000300587&lng=es&nrm=iso&tlng=es O objetivo central do presente trabalho é analisar a competitividade das exportações do Brasil e da China para o Mercosul no período compreendido entre 1995 e 2009. Para tanto, calcula-se o índice de similaridade das exportações do Brasil e da China para esse bloco econômico, e, em seguida, desagrega-se esse índice, conforme o critério de similaridade dos produtos. Os principais resultados mostraram que a similaridade das exportações do Brasil e da China para o Mercosul vem aumentando ao longo do tempo. No entanto, quando se desagregou o índice de Finger e Kreinin (1979), verificou-se que a similaridade das exportações ocorre, majoritariamente, em produtos verticalmente diferenciados, em que a qualidade do produto exportado pelo Brasil é superior à qualidade do produto exportado pela China. Os resultados sugerem que a competição entre o Brasil e a China no Mercosul tem sido suavizada, tendo em vista que os produtos exportados pelos países são direcionados para distintos segmentos de mercado.<hr/>The main goal of this paper is to investigate the competitiveness of Brazilian and Chinese exports to MERCOSUL for the period from 1995 to 2009. In order to do this, the Finger and Kreinin (1979) export similarity index (ESI) is calculated for the Brazilian and Chinese exports to MERCOSUL , which is disaggregated according to the similarities of the goods. The main results showed that the similarity between Brazilian and Chinese exports to MERCOSUL has increased over time, possibly due to an increase in the competition between these countries. However, when disaggregated from the Finger and Kreinin (1979) index, it is shown that the similarities between the exports occur, mainly, with vertically differentiated goods, where the quality of the goods exported by Brazil was superior to that of the goods exported by China. The results suggest that the competition between Brazil and China in the MERCOSUL is smooth, since the goods exported by these countries aim at different market segments. <![CDATA[O momento, os desafios e as possibilidades da análise econômica territorial para o planejamento do desenvolvimento nacional]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-63512014000300613&lng=es&nrm=iso&tlng=es O artigo pretende contribuir para a superação dos desafios relativos à capacidade de análise e de atuação para o desenvolvimento regional e territorial. Para tanto, discute a relação entre conhecimento e planejamento - entre ciência e ação baseada em ciência. Após uma análise dessa relação, no período anterior à prevalência da tese da New Public Management, na qual deverão ser investigadas as condições que levaram ao fracasso das estratégias do planejamento do desenvolvimento no pós-guerra, pergunta-se se se observa, desde então, evolução nas ciências da sociedade que possa oferecer base ao planejamento de um desenvolvimento fundamentado em crescimento, equidade e sustentabilidade. A partir daí, explora-se a possibilidade de as teorias do desenvolvimento endógeno e sustentável (TDES) subsidiarem novos processos de planejamento. Nessa tarefa, o foco principal é posto nas noções de clustering, de trajetórias tecnológicas, de cadeias de valor, de economias locais e regional.<hr/>The article aims to contribute to overcoming the challenges regarding the capacity of analysis and action for regional and territorial development. In order to do so, it discusses the relationship between knowledge and planning - between science and science-based action. Following an analysis of this relationship, during the period prior to the prevalence of the New Public Management theories in which the conditions leading to the failure of the postwar development planning strategies are investigated, we ask ourselves if any developments in the sciences of society that may offer grounds for planning a development based on growth, equity and sustainability have been seen. From there, this article explores the possibility that theories of endogenous and sustainable development (TESD) can support new planning processes. The main focus, in this task, is placed on the concepts of clustering, technological trajectories, value chains, and local and regional economies. <![CDATA[As abordagens teóricas da competição interjurisdicional e os percalços analíticos da dinâmica federativa: por uma perspectiva totalizante]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-63512014000300645&lng=es&nrm=iso&tlng=es O presente trabalho se dedica a investigar os pressupostos analíticos utilizados pelas teorias hegemônicas da economia do setor público (a Welfare Economics, a Public Choice Theory e a New Institutional Economics) no estudo da competição interjurisdicional, identificando suas limitações e sugerindo, posteriormente, uma nova forma de concepção desse objeto, mediante sua abordagem histórico-concreta. A dinâmica federativa é concebida por essas teorias hegemônicas como produto de um "jogo", composto de agentes racionais maximizadores, desconsiderando-se a influência exercida pelas macroestruturas sociais na composição dos seus movimentos. Em face disso, propõe-se aqui a abordagem dos contornos assumidos pelo arranjo federativo com base nas contradições expressas na própria materialidade institucional, concebendo-o enquanto fenômeno constitutivamente interdependente à conformação das matrizes espaço-temporais do padrão de acumulação.<hr/>The following research investigates the analytical assumptions used in the hegemonic theories of the economy of the public sector (Welfare Economics, Public Choice Theory and New Institutional Economics) in the study of interjurisdictional competition, by identifying its limitations. It suggests, subsequently, a new conceptual form of the subject using a historical-concrete approach. The federative dynamic is conceived from this hegemonic theories as the product of a "game", composed of maximizing rational agents. It disregards, however, the influence exerted by social macro-structures in the composition of its movements. In light of this, the approach to the outlines assumed by the federative arrangement, from the contradictions expressed in its own institutional existence, is proposed here, while conceiving this as a constitutionally interdependent phenomenon to the conformance of the of space-time matrices of the standard of accumulation. <![CDATA[Robert Torrens e a teoria clássica do lucro]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-63512014000300671&lng=es&nrm=iso&tlng=es O artigo reconstitui a evolução da teoria dos lucros do coronel Robert Torrens com base em sua crítica à doutrina ricardiana do valor. Inicialmente, revisa-se a investida que promoveu contra a noção do tempo de trabalho como elemento exclusivo de regulação das trocas mercantis. Após, apresenta-se a defesa desse princípio por McCulloch e pelo próprio Ricardo. Prossegue-se com o exame das origens da abordagem sistêmica dos lucros de Torrens, baseada na interdependência recíproca dos setores produtivos. Contemplam-se, na sequência, as aplicações dessa teoria realizadas pelo coronel, notadamente na defesa do livre comércio. Ao final, destaca-se o caráter pioneiro de seu tratamento dos lucros no contexto da economia clássica.<hr/>This paper reconstructs the evolution of Colonel Robert Torrens' theory of profits based on its critique of the Ricardian theory of value. Initially, it describes the attack conducted by him on the idea of the amount of labor being the sole factor to regulate mercantile exchanges. After that, McCulloch's and Ricardo's arguments in defense of this principle are presented. It continues by examining the origins of Torren's systemic approach to profits, based on the reciprocal interdependence of the productive sectors. Next, the applications of such theory carried out by the Colonel are considered, especially the support for free trade. Finally, it highlights the pioneer character of his approach to profits within the overall setting of classical economics. <![CDATA[A evolução da indústria de máquinas e equipamentos no Brasil: Dedini e Romi, entre 1920 e 1960]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-63512014000300685&lng=es&nrm=iso&tlng=es O objetivo do artigo é examinar a evolução do mercado da indústria de máquinas e equipamentos no Brasil e em São Paulo, entre 1920 e 1960, tendo como objeto de estudo duas empresas importantes para o fortalecimento dessa indústria no país, a Dedini e a Romi. A escolha dessas empresas deve-se à existência de estudos específicos e acervos históricos com documentos econômico-financeiros. Serão destacadas as semelhanças e as diferenças no desempenho dessas duas empresas no contexto da evolução do mercado da indústria de máquinas e equipamentos. Essas surgiram como pequenas oficinas nas primeiras décadas do século XX e evoluíram com o mercado específico em que atuavam, com grandes mudanças nas décadas de 1920 e 1930, e se fortaleceram no setor após a década de 1940. Na década de 1960, eram as principais empresas da indústria em que atuavam.<hr/>The aim of this paper is to examine the evolution of the market machinery industry in Brazil and Sao Paulo between 1920 and 1960, with the object study of two major companies for consolidation in this industry country, Dedini and Romi. The choice of these companies due to the existence of specific studies and historical collections with economic and financial documents. Will highlight the similarities and differences in the performance of these two companies in context of market developments machinery industry. Companies emerged as a small workshop in the first decades of the twentieth century, evolved with the specific market where it operated with great changes in the 1920 and 1930 and signed in the sector after a decade 1940. In the 1960's were the main companies in the sector in which they operated. <![CDATA[Lista de Pareceristas]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-63512014000300711&lng=es&nrm=iso&tlng=es O objetivo do artigo é examinar a evolução do mercado da indústria de máquinas e equipamentos no Brasil e em São Paulo, entre 1920 e 1960, tendo como objeto de estudo duas empresas importantes para o fortalecimento dessa indústria no país, a Dedini e a Romi. A escolha dessas empresas deve-se à existência de estudos específicos e acervos históricos com documentos econômico-financeiros. Serão destacadas as semelhanças e as diferenças no desempenho dessas duas empresas no contexto da evolução do mercado da indústria de máquinas e equipamentos. Essas surgiram como pequenas oficinas nas primeiras décadas do século XX e evoluíram com o mercado específico em que atuavam, com grandes mudanças nas décadas de 1920 e 1930, e se fortaleceram no setor após a década de 1940. Na década de 1960, eram as principais empresas da indústria em que atuavam.<hr/>The aim of this paper is to examine the evolution of the market machinery industry in Brazil and Sao Paulo between 1920 and 1960, with the object study of two major companies for consolidation in this industry country, Dedini and Romi. The choice of these companies due to the existence of specific studies and historical collections with economic and financial documents. Will highlight the similarities and differences in the performance of these two companies in context of market developments machinery industry. Companies emerged as a small workshop in the first decades of the twentieth century, evolved with the specific market where it operated with great changes in the 1920 and 1930 and signed in the sector after a decade 1940. In the 1960's were the main companies in the sector in which they operated.