Scielo RSS <![CDATA[Physis: Revista de Saúde Coletiva]]> http://www.scielo.br/rss.php?pid=0103-733120130004&lang=en vol. 23 num. 4 lang. en <![CDATA[SciELO Logo]]> http://www.scielo.br/img/en/fbpelogp.gif http://www.scielo.br <![CDATA[<b>A pesquisa sobre políticas de saúde</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-73312013000400001&lng=en&nrm=iso&tlng=en <![CDATA[<b>Regional Management Boards (CGR)</b>: <b>actors, strategies and intergovernmental negotiations</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-73312013000400002&lng=en&nrm=iso&tlng=en O estudo analisou a conformação dos Colegiados de Gestão Regional (CGRs) no estado do Rio de Janeiro, no contexto do Pacto pela Saúde, a partir de quatro dimensões principais: indução e implantação inicial, institucionalidade, processo político e padrões de relacionamento (intergovernamental e entre organismos de gestão compartilhada) e capacidade de atuação dos CGRs. Foram identificados os principais atores envolvidos e as estratégias utilizadas no processo de implantação, bem como a dinâmica de funcionamento e o conteúdo das negociações nessas instâncias regionais. A implantação dos CGRs no Rio de Janeiro ocorreu tardiamente se comparado a outros estados do Brasil, acompanhando, no entanto, o padrão de desenvolvimento das políticas de regionalização no estado. Percebeu-se que o funcionamento dessas instâncias de negociação e pactuação intergovernamental apresentou variações entre as regiões, relacionadas, principalmente, à preexistência de práticas de planejamento, estruturas e mecanismos de cogestão regional. Em relação às potencialidades e desafios dos CGRs, observou-se que, embora constituídas recentemente, essas instâncias lograram promover maior integração entre os entes governamentais nos espaços regionais. Além disso, favoreceram a troca de experiência e o aprendizado entre os gestores, particularmente em relação às políticas públicas de saúde. No entanto, o trabalho empírico sugere que ainda é preciso avançar no que diz respeito ao desenvolvimento de uma cultura de planejamento regional, que possibilite maior autonomia das regiões no desenvolvimento de políticas ajustadas a suas próprias realidades. Nesse processo, a função indutora e coordenadora atribuída à esfera estadual será de extrema importância.<hr/>The study analyzed the conformation of the Regional Management Boards (CGRs) in the state of Rio de Janeiro, in the context of the Health Pact, based on four key dimensions: induction and initial deployment, institution, political process and relationship patterns (intergovernmental and between joint management organisms) and capacity for action of CGRs. The main actors involved and the strategies used in the deployment process and the dynamics of the operation and content of negotiations in these regional bodies were identified. The deployment of CGRs was late in Rio de Janeiro as compared with other Brazilian states, following, however, the pattern of development of regionalization policies in the state. It was noticed that the functioning of these bodies and intergovernmental negotiation pact showed variations between regions, mainly related to preexisting planning practices, structures and mechanisms for regional co-management. Regarding the potential and challenges of CGRs, it was observed that although recently established, these instances succeeded in promoting greater integration between government agencies in regional areas. Moreover, they favored the exchange of experience and learning among managers, particularly in relation to public health policies. However, empirical work suggests that it is still necessary to move forward with regard to the development of a culture of regional planning, which allows greater autonomy for regions in developing policies adjusted to their own realities. In this process, the inducing and coordinating function assigned to the state level will be of utmost importance. <![CDATA[<b>Analysis of the insertion of the issue of violence in Brazilian Mental Health Policies based on its legal frameworks (2001-2011)</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-73312013000400003&lng=en&nrm=iso&tlng=en O artigo tem por objetivo descrever e analisar o processo de inserção do tema da violência nos marcos legais da política pública brasileira de saúde mental, com vistas a contribuir para a identificação dos principais desafios e impasses presentes nessa área. Realizou-se análise documental das leis, decretos e portarias publicadas pelo Ministério da Saúde e publicações oficiais da Coordenação de Saúde Mental do ministério emitidas no período de janeiro de 2001 a dezembro de 2011. Observa-se a consolidação de três tendências nesses documentos, denominadas: a violência e a instituição psiquiátrica (2001-2003), marcada pela consolidação dos parâmetros norteadores da política na perspectiva da desinstitucionalização e garantia dos direitos dos indivíduos com transtornos mentais; a violência, o território e suas demandas (2004-2008), onde são identificadas a atenção às vulnerabilidades sociais e a integralidade dos cuidados em saúde; a violência e o desafio do uso prejudicial de álcool e outras drogas (2009-2011), evidenciando situações de risco e violência associadas a esse uso, e acirrando tensões entre forças políticas conservadoras no campo das políticas sociais. Conclui-se que a política de saúde mental adequou-se aos problemas sociais emergentes no país com vistas à promoção da qualidade de vida e a prevenção das violências.<hr/>The paper aims to describe and analyze the process of inserting the issue of violence in the legal frameworks of the Brazilian public politics on mental health, with a view to contribute to the identification of challenges and dilemmas in this area. We conducted a documental analysis of laws, decrees and orders issued by the Health Ministry and official publications of this Coordination of Mental Health Ministry issued from January 2001 to December 2011. We observed the consolidation of three trends in these documents: Violence and psychiatric institution (2001-2003), marked by the consolidation of parameters guiding deinstitutionalization policies and ensuring the rights of individuals with mental disorders; violence, the territory and its demands (2004-2008), where attention to social vulnerabilities and integral health care are identified; violence and the challenge of harmful use of alcohol and other drugs (2009-2011), showing that risk situations and violence associated with this use sharpen tensions between conservative political forces in the field of social policies. We conclude that mental health policies were adapted to the emerging social problems in the country, with a view to enhancing the quality of life and prevention of violence. <![CDATA[<b>Participation of actors in the formulation of health policies for the black population in the city of Salvador, Brazil</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-73312013000400004&lng=en&nrm=iso&tlng=en Este artigo tem por objetivo caracterizar os atores e analisar sua participação no processo de formulação da Política de Saúde da População Negra (PSPN) em Salvador-BA, Brasil, no anos 2005-2006. Foram realizadas revisão documental e entrevistas com informantes-chave e representantes de organizações governamentais e não governamentais envolvidos no processo. Os resultados descrevem as características dos atores e analisam suas vinculações a organizações e trajetórias no Movimento Negro. Em seguida, discutem-se as formas de participação dos atores na pré-decisão e na decisão com respeito à PSPN, no processo de elaboração do Plano Municipal de Saúde 2006-2009. Conclui-se que o contexto político institucional no período estudado configurou uma "janela de oportunidade" para que um conjunto heterogêneo de atores, que tinham em comum a mobilização em torno da problemática da saúde da população negra, se articulasse no âmbito da Secretaria Municipal de Saúde e incluísse a problemática na agenda política de saúde do município, o que delineou em boa medida as características desse processo e de seus produtos.<hr/>This paper aims to characterize the actors and analyze their participation in the formulation of Health Policies for the Black Population (PSPN) in the city of Salvador, Brazil, between 2005 and 2006. Document review and interviews with key informants and representatives of governmental and non-governmental organizations involved in the process were performed. The results describe the characteristics of the actors and analyze their ties to organizations and trajectories in the Black Movement. Then it discusses the forms of actors' participation in the pre-decision and the decision regarding the PSPN, preparing the Municipal Health Plan 2006-2009 process. We conclude that the institutional political context during the study period set a "window of opportunity" for a heterogeneous set of actors, who shared the mobilization around the issue of health of the black population, articulated within the municipal health secretariat and included the issue on the political agenda in any municipality which largely delineated the characteristics of this process and its products. <![CDATA[<b>Perception of managers of the Unified Health System about the challenges in the formation of Health Care Networks in Brazil</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-73312013000400005&lng=en&nrm=iso&tlng=en O estudo teve como objetivo analisar as percepções de gestores sobre os desafios da formação de Redes de Atenção à Saúde no Brasil. Foram realizadas entrevistas semiestruturadas com sete gestores envolvidos com a formulação de políticas públicas de saúde. As falas foram analisadas com auxílio do software Analyse Lexicale par Contexte d´un Ensemble de Segments de Texte (ALCESTE). Identificaram-se três eixos temáticos. O primeiro foi denominado "A fragmentação do SUS dificulta o direito à saúde", e constituiu-se pela classe um, que trata dos fatores que contribuem para a fragmentação do sistema de saúde, e pela classe cinco, que aborda a saúde como direito social. O segundo eixo temático, denominado "O Estado na conformação das redes SUS", é composto pelas classes dois, que demonstra as dificuldades na regionalização da saúde, três, que trata da governança regional, e quatro, que versa sobre a contratualização das redes regionais. O terceiro eixo, "Redes e a integralidade", é formado apenas pela classe seis, que aborda os desafios da formação de redes que garantam a integralidade da atenção. O estágio do desenvolvimento das redes regionais de atenção é considerado incipiente; todavia, a regulamentação da Lei Orgânica da Saúde, contendo diretrizes para a organização da regionalização, é considerada estratégica para organização das Redes de Atenção à Saúde.<hr/>The study aimed to analyze the perceptions of managers about the challenges in the formation of Health Care Networks in Brazil. Semistructured interviews with seven managers involved with the formulation of public health policies were carried out. The speeches were analyzed with the aid of software Analyse Lexicale par Contexte d´un Ensemble de Segments de Texte (ALCESTE). We identified three main themes. The first was called "Fragmentation of SUS hinders the right to health", and was constituted by class one, which addresses factors that contribute to the fragmentation of the health system, and class five, which addresses health as a social right. The second main theme, called "The State of SUS in shaping networks", is composed of class two, which shows the difficulties in the regionalization of health; three, which deals with regional governance; and four, which deals with the contracting of regional networks. The third axis, "Networks and completeness", is formed only by class six, which addresses the challenges of networking to ensure comprehensive care. The stage of development of regional networks of care is considered incipient, yet the regulation of Health Law containing guidelines for the organization of regionalization is considered strategic for the organization of Health Care Networks. <![CDATA[<b>Characterization and costs of motorcycle accidents with victims treated under hospitalization in the city of Paranavai in 2007</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-73312013000400006&lng=en&nrm=iso&tlng=en O objetivo deste estudo foi caracterizar os acidentes de motocicletas ocorridos no município de Paranavaí-PR, em 2007, com enfoque nos custos decorrentes das vítimas que necessitaram de internação, na perspectiva do Sistema Único de Saúde e para o seguro obrigatório que cobre danos pessoais causados por veículos automotores de via terrestre, o DPVAT. Compôs-se de um estudo baseado em buscas e análises das bases de dados do Serviço Integrado de Atendimento ao Trauma e Emergência, do DPVAT e do Sistema de Informações sobre Internações do SUS. A população constou de 655 vítimas (440 homens e 215 mulheres), média de 29,5 anos, sendo que 598 (91,3%) saíram lesionadas e 11 (1,7%) morreram. A frequência da internação hospitalar foi, em média, de 27%. As internações pelo DPVAT corresponderam a 82% dos custos, sendo que o custo médio foi de R$ 1.608,60 e as internações do SUS, 18%, com custo médio de R$ 450,44 por AIH e de R$ 596,37 por paciente. O custo médio da internação dos acidentes analisados foi de R$ 1.321,00, sendo que o custo é maior quanto mais grave é o acidente. Estes são indicativos claros da necessidade de adotar políticas públicas que priorizem a aplicação dos recursos financeiros e humanos na redução dos acidentes e da sua gravidade.<hr/>This study aimed to characterize motorcycle accidents in the city Paranavaí, state of Parana, Brazil, in 2007, focusing in hospital costs, in the perspective of the Brazilian National Health System (the so-called SUS) and for the compulsory insurance that covers personal damages caused by road vehicles (DPVAT). It was based on research and analyses of databases of the Trauma and Emergency Integrated Care (SIATE), of DPVAT and SUS Admissions Information System (SIH-SUS). Population consisted of 655 victims (440 men and 215 women), 29.5 years old on average, 598 (91.3%) got injured and 11 (1.7%) died. The frequency of the hospital admission was, on average, 27%. The admissions by DPVAT corresponded to 82% of costs, and the medium cost was of R$ 1,608.60 and SUS admissions, 18%, with medium cost of R$ 450.44 by AIH and R$ 596.37 by patient. Mean cost of all admissions was R$ 1,321.00, and the cost is higher when the accident is more serious. These clearly indicate the need of adopting public policies that prioritize the application of financial and human resources in the reduction of accidents. <![CDATA[<b>Regulation of medical labor in Brazil</b>: <b>impacts on Family Health Care Strategy</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-73312013000400007&lng=en&nrm=iso&tlng=en O artigo apresenta uma revisão da regulação do trabalho dos médicos de família no Brasil e em outros países, com o objetivo de discutir medidas recentes do Ministério da Saúde que flexibilizaram a carga horária de trabalho dos médicos na Estratégia Saúde da Família. A abordagem é feita a partir de uma revisão bibliográfica e da legislação brasileira sobre o tema, numa perspectiva comparada com experiências de outros países. A pesquisa revelou a existência de um padrão de baixa regulação estatal tanto do trabalho médico, quanto de sua formação no Brasil, especialmente no que diz respeito à medicina da família, quando comparada com experiências internacionais. Esta situação resulta numa baixa oferta de profissionais para a Estratégia Saúde da Família e contribuiu para a recente flexibilização da carga horária dos médicos e para a criação do Programa Mais Médicos pelo Ministério da Saúde. A opção pela flexibilização no lugar de maior regulação sobre a profissão pode afetar a integração das equipes de saúde da família, que constitui elemento central da estratégia e aparentemente contradiz a ênfase no papel prioritário da mesma reiteradamente declarada pelo ministério.<hr/>The article reviews labor regulation of family doctors in Brazil and other countries, aiming to discuss recent measures of the Ministry of Health that regulated the workload of physicians in the Family Health Care Strategy. The approach is taken from literature and Brazilian legislation on the subject, in a comparative perspective with experiences from other countries. The research revealed the existence of a pattern of poor state regulation of both medical labor and training in Brazil, especially with regard to family medicine, as compared with international experiences. This resulted in low supply of professionals for the Family Health Care Strategy and contributed to the recent flexibilization of workload of physicians and the creation of the Mais Médicos Program by the Ministry of Health. The option for flexibilization in place of more regulation on the profession can affect the integration of family health teams, which is a central element of the strategy and seemingly contradicts the emphasis on the priority of their role as repeatedly stated by the ministry. <![CDATA[<b>The integration of Psychology in units of support for the Family Health Program</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-73312013000400008&lng=en&nrm=iso&tlng=en O lugar da Psicologia no âmbito da atenção básica à saúde, mais especificamente no Núcleo de Apoio à Saúde da Família (NASF), aufere visibilidade em decorrência do alto índice de demanda em saúde mental nas comunidades em vulnerabilidade psicossocial, exigindo uma compreensão mais aprofundada acerca de suas novas atribuições. Destarte, este estudo objetivou analisar a inserção da Psicologia no NASF, identificando os desafios e potencialidades da sua atuação na atenção básica com base nas percepções de psicólogos que atuam nos NASF de Juazeiro do Norte-Ceará. Esta pesquisa fundamentou-se na metodologia qualitativa. As técnicas selecionadas para obtenção de material empírico foram a entrevista semiestruturada e a observação estruturada. O processamento e a interpretação do material obtido orientaram-se pela Análise do Discurso. Os resultados possibilitaram a discussão de três temáticas: 1) o papel da Psicologia no NASF; 2) a implantação do NASF na rede de atenção à saúde; e 3) os desafios da interdisciplinaridade na atenção básica. Os achados evidenciaram que a Psicologia ainda encontra entraves para uma atuação intersetorial e interdisciplinar na atenção básica; não obstante, percebe-se que ela está buscando novas formas de atuação para responder às demandas de saúde no território analisado.<hr/>The place of Psychology in the context of primary health care, specifically, in units of support for the Family Health Program (NASF) gains visibility due to the high level of demand on mental health in communities with psychosocial vulnerability, requiring deeper understanding about their new assignments. Thus, this research aimed to analyze the insertion of Psychology at NASF, identifying challenges and potentials of their performance in primary care based on perceptions of psychologists working at NASF in the city of Juazeiro do Norte-CE, Brazil. This is grounded in qualitative research methodology, and the techniques selected for obtaining empirical material were the semi-structured interviews and systematic observation. For the processing and interpretation of material obtained, we used the Discourse Analysis. The results allowed the discussion of three themes: 1) the role of psychology in NASF; 2) the implementation of NASF in the health network, and 3) the challenges of interdisciplinarity in primary care. The findings showed that Psychology still faces difficulties for an inter-sectoral and interdisciplinary work in primary care. However, it is clear that Psychology is seeking new ways of working to meet new health care demands in the city of Juazeiro do Norte. <![CDATA[<b>Models of health care for the elderly</b>: <b>rethinking the meaning of prevention</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-73312013000400009&lng=en&nrm=iso&tlng=en A partir de uma análise crítica sobre os atuais modelos de atenção à saúde para idosos, este artigo de opinião apresenta uma proposta de linha de cuidados para este segmento etário tendo como foco a promoção e prevenção da saúde. A alternativa para evitar a sobrecarga desse sistema é investir em políticas de prevenção de doenças, estabilização das enfermidades crônicas e manutenção da capacidade funcional. O conhecimento científico já identificou corretamente os fatores de risco para a população idosa, mas isso não basta. É prioritário utilizar esse conhecimento para efetuar a necessária transição do modelo assistencial clínico para o modelo com ênfase na prevenção. O modelo precisa configurar-se como um fluxo de ações de educação, promoção da saúde, prevenção de doenças evitáveis, postergação de moléstias, cuidado precoce e reabilitação de agravos. Ou seja, uma linha de cuidado para o idoso que seja um percurso assistencial por dentro de uma rede articulada, referenciada e com um sistema de informação desenhado em sintonia com essa lógica.<hr/>From a critical analysis of the current models of health care for the elderly, this opinion article presents a proposal for a line of care for this age group with a focus on health promotion and prevention. The alternative to avoid the overhead of this system is to invest in policies for disease prevention, stabilization of chronic diseases and maintenance of functional capacity. Scientific knowledge has correctly identified the risk factors for the elderly, but this is not enough. It is a priority to use this knowledge to make the necessary transition from clinical care model for the model with emphasis on prevention. The model needs to configure itself as a stream of education initiatives, health promotion, prevention of preventable diseases, delay of diseases, early care and rehabilitation of injuries. That is, a line of care for the elderly as a healthcare course within an articulated network and referenced with an information system designed in line with this logic. <![CDATA[<b>Profile and costs of dyslipidemic patients treated by the pharmaceutical specialized care by the Brazilian Unified Health Care System</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-73312013000400010&lng=en&nrm=iso&tlng=en As dislipidemias são um importante problema de saúde pública, e as terapias medicamentosas para seu controle são consideradas de alto custo, em razão de seu uso contínuo. Este artigo descreve os gastos e o perfil demográfico e epidemiológico dos pacientes atendidos pelo Componente Especializado da Assistência Farmacêutica do Sistema Único de Saúde, no período de 2003 a 2006, bem como identifica as características relacionadas ao gasto individual médio mensal com medicamentos. Foram incluídos 67.142 indivíduos na coorte histórica, e os resultados das análises descritivas e multivariada indicaram alta frequência de hipercolesterolemia pura em mulheres adultas e idosas residentes na região Sudeste, predominância de utilização de Sinvastatina e Atorvastatina e gasto médio mensal individual de aproximadamente R$88,00. Observou-se que o aumento da idade levou a um menor gasto, pacientes do sexo masculino tenderam a gastar mais e a Atorvastatina foi a que mais impactou no gasto. O perfil epidemiológico mostra-se coerente com a literatura, e o gasto individual foi elevado.<hr/>Lipid disorders are a major public health problem and drug therapies to control them have high cost, due to the continued use. This paper describes the costs and demographic and epidemiological profiles of the patients treated by the Pharmaceutical Specialized Care of the Brazilian Unified Health Care System, from 2003 to 2006, and identifies the characteristics related to the individual average monthly expenses on drugs. We included in the historical cohort 67,142 individuals, and the results of descriptive and multivariate analyses indicated a high frequency of pure hypercholesterolemia in adult women and elderly residents in the Southeast, of higher use of simvastatin and atorvastatin and individual average monthly expenditure of approximately R$ 88,00. It was observed that increasing age led to lower spending; male patients were more likely to have higher expenditure; and atorvastatin was the drug that most increased expenditures. The epidemiological profile was consistent with the literature and individual spending was high. <![CDATA[<b>Brazil without Misery Plan</b>: <b>the fragile revenue available in the municipalities of Minas Gerais state for the proposed funding of Primary Care</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-73312013000400011&lng=en&nrm=iso&tlng=en O artigo analisa a sustentabilidade econômico-financeira requerida para a cobertura da Atenção Básica (AB) nos municípios de Minas Gerais selecionados pelo Governo Federal para atuação em saúde no âmbito do Plano Brasil sem Miséria (BSM). Para desenvolver o estudo, foram pesquisadas as bases de dados do Sistema de Informações sobre Orçamentos Públicos em Saúde (Siops/MS), Sala de Apoio à Gestão Estratégica (Sage/MS) e Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Os dados pesquisados foram tratados por métodos estatísticos de forma a conduzir aos resultados. Para caracterizar o problema, foram adotados portes populacionais. Os indicadores utilizados foram criados por Pereira et al. (2006). Utilizaram-se também indicadores testados por Mendes (2010). A pesquisa foi estruturada em três dimensões: recursos originários das receitas disponíveis (RD) e das transferências do SUS; despesas municipais com saúde, respectiva alocação municipal; e transferências federais para AB, com a cobertura das linhas de atuação estruturantes. Os resultados permitem concluir que para os municípios com até 50 mil habitantes, 95,2% do total, ampliarem suas metas ou linhas de atuação nas propostas do BSM necessitarão aprimorar sua capacidade tributária ou recorrerem a recursos suplementares das demais esferas, dados a exígua margem de RD em que operam e os elevados níveis de cobertura em AB que já atingiram utilizando, principalmente, suas transferências constitucionais e legais.<hr/>This paper analyzes the economic and financial sustainability required to cover the goals of Primary Care in the municipalities of Minas Gerais state selected by the Federal Government to work in health under Brazil without Misery Plan (BSM). To develop the study, we investigated the databases of Siops/MS, Sage/MS and IBGE. Data were processed by statistical methods in order to deliver the results. To characterize the problem, population sizes were adopted. The indicators used were created by Pereira et al. (2006). Others indicators used were tested by Mendes (2010). The research was structured in three dimensions: resources originating from available revenues and SUS transfers; municipal health expenditure, with respective allocation; and federal transfers to Primary Care, with coverage of structural action lines. Results show that for municipalities with up to 50,000 inhabitants, 95.2% of total, to broaden their targets or lines of action proposed in the plan, they will need to enhance their capacity to tax or raise additional resources in other spheres, given the meager margin of available revenues in which they operate and the high levels of coverage in Primary Care already reached using mainly their constitutional and legal shipments. <![CDATA[<b>A case about mental health and human rights</b>: <b>its versions and its victim</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-73312013000400012&lng=en&nrm=iso&tlng=en No contexto da primeira condenação do Brasil por violação de direitos humanos, o "Caso Damião Ximenes", procura-se compreender suas condições de possibilidade, destacando a diversidade de versões sobre o caso e a construção social de um de seus elementos: a vítima. Uma abordagem antropológica que põe em relevo as formas sociais de classificação é adotada, e documentos midiáticos, governamentais e científicos são objeto de descrição e análise. Saberes jurídicos e médicos são mobilizados para gerar versões divergentes acerca da morte da vítima, a "apuração dos fatos" sobrepondo-se à "vistoria do corpo", gerando consenso sobre a causa da morte por maus-tratos. A classificação da vítima como uma pessoa com "deficiência", e não "transtorno mental", contribui para a condenação, a perícia tornando-se fundamental para o desfecho do caso.<hr/>In the context of Brazil's first conviction for violation of human rights, the "Damiao Ximenes Case", we seek to understand its conditions of possibility, highlighting the several versions about the case and the social construction of one of its elements: the victim. An anthropological approach that emphasizes the social forms of classification is adopted, and media, government and scientific documents are the object of description and analysis. Legal and medical knowledge are mobilized to generate different versions about the death of the victim, the "fact-finding" overriding the " body inspection ", generating consensus on the cause of death by maltreatment. The classification of the victim as a person with "disability", and not "mental disorder", contributes to the condemnation, and the expertise becomes crucial to the outcome of the case. <![CDATA[<b>Opportunities to drink on board</b>: <b>characteristics of naval labor</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-73312013000400013&lng=en&nrm=iso&tlng=en Uma pesquisa qualitativa foi realizada por meio de um estudo de casos múltiplos e explanatório de modo a investigar o papel da Marinha do Brasil na construção do alcoolismo dos pacientes de um ambulatório especializado em dependência química e examinar como ocorreu o adoecimento desses pacientes no ambiente laboral. Portanto, foram realizadas entrevistas individuais com 13 pacientes de dois grupos terapêuticos do Centro de Dependência Química (CEDEQ). A amostragem, a coleta, análise e interpretação dos dados foram feitas de forma circular. Os resultados apontaram que existem características do trabalho e oportunidades de beber relacionadas à produção do alcoolismo. Em conclusão, modos de consumir bebidas, geralmente em grupo, estão associados à execução das tarefas, facilitando a instalação da dependência do álcool.<hr/>A qualitative research was conducted through a multiple case study and an explanatory research in order to investigate the role of Brazilian Navy in the construction of the patients' alcoholism treated in an outpatient chemical dependency and examine how their illnesses occurred in the workplace. Therefore, individual interviews were conducted with 13 patients who belonged to two treatment groups of the Center for Chemical Dependency (CEDEQ). Sampling, data collection, analysis and interpretation of data were conducted in a circular manner. The results showed that there are features of the labor and drinking opportunities related to the production of alcoholism. In conclusion, ways of consuming beverages, usually in groups, are associated with the execution of tasks, facilitating the installation of alcohol addiction. <![CDATA[<b>A logical model of the Rede Cegonha network</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-73312013000400014&lng=en&nrm=iso&tlng=en O objetivo deste artigo foi construir um Modelo Lógico (ML) da "Rede Cegonha" (RC), lançada pelo Ministério da Saúde em 2011, visando garantir o atendimento qualificado a gestantes e crianças com até dois anos de idade. A RC parte do diagnóstico de que as morbimortalidades materna e infantil permanecem elevadas, com prevalência da medicalização do nascimento e uso de tecnologias sem evidências científicas e que não consideram a gestante como protagonista do processo de gestação e parto. Foi realizada pesquisa em documentos oficiais do ministério e em outras fontes documentais, entre fevereiro e outubro de 2011. A elaboração do ML deu-se em três etapas: resposta a 12 "perguntas-chave" para modelagem de programas; explicação do problema e referências básicas; e construção do ML da RC com base em duas referências em modelagem de programas: Bezerra, Cazarin e Alves (2010) e Cassiolato e Gueresi (2010). Observaram-se lacunas na lógica da RC, o que aponta para a necessidade de rever a teoria dessa estratégia com vistas a aumentar suas chances de sucesso. O ML mostra-se útil como uma ferramenta de gestão, com papel de explicitar a RC de forma prática e clara e auxiliar o processo de comunicação e divulgação, e pode ser utilizado na organização dos trabalhos de avaliação.<hr/>This paper aimed to build a Logic Model (LM) of the "Rede Cegonha Network", which was launched by the Health Ministry in 2011, to ensure qualified care for pregnant women and children up to two years old. The network points out that both maternal and child morbidity and mortality remains high, with prevalence of the medicalization of birth and use of technologies without scientific evidence and does not consider pregnant women as protagonists of their pregnancy and birthing process. A documentary research was carried out on official documents and other sources within the Health Ministry, between February and October 2011. The preparation of the LM was divided in three stages: answer twelve "key questions" for modeling programs; explanation of the problem and basic references, and construction of the LM of the network based on Bezerra, Cazarin and Alves (2010) and Cassiolato and Gueresi (2010) modeling programs. "Gaps" were observed in the network's logic, pointing to the need to revise the theory of this strategy in order to increase the chances of success. The LM has proven useful as a management tool, to clarify the role of the network practice and to assist both the dissemination and the communication process, and can also be used to organize assessment studies. <![CDATA[<b>Infertile sperm collection in hospital laboratories</b>: <b>sexual or medical practice?</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-73312013000400015&lng=en&nrm=iso&tlng=en Os protocolos de assistência médica à procriação comportam um exame biológico do esperma, realizado graças à masturbação praticada em locais inadequados para uma prática geralmente considerada erótica. Realizou-se investigação etnográfica em dois grandes hospitais parisienses. Os homens e as mulheres que participaram manifestaram reações subjetivas, associando constrangimento, vergonha, desagrado e nojo diante da prática da masturbação nesse contexto. A confusão entre os registros médico e sexual, as dificuldades para des-sexualizar uma prática que permanece como tabu e a natureza estéril do esperma produzido nessas circunstâncias seriam a causa das reações emocionais experimentadas em relação ao esperma, quando este é produzido no contexto médico.<hr/>The protocols of medical assistance to procreation involve a biological examination of sperm, conducted through masturbation practiced in inappropriate places for a practice generally considered erotic. We conducted ethnographic research in two major Parisian hospitals. The men and women who participated expressed subjective reactions, involving embarrassment, shame, disgust and disgust on the practice of masturbation in this context. The confusion between the medical and sexual records, difficulty in de-sexualize a practice that remains taboo, and the sterile nature of sperm produced in such circumstances would be the cause of emotional reactions experienced in relation to sperm when it is produced in the medical context. <![CDATA[<b>The complexity inside the simplicity of the care</b>: <b>the role of a healer in child healthcare</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-73312013000400016&lng=en&nrm=iso&tlng=en Falar em cultura e saúde é adentrar questões como religião e espiritualidade, terapias não oficializadas que perpassam o misticismo dessas questões, e que, apesar de não possuírem a comprovação técnico-científica exigida pelo atual modelo em saúde hegemônico, são um saber que se mantém vivo durante toda a história da humanidade e que se perpetua até os dias de hoje. O trabalho objetivou analisar a percepção das benzedeiras sobre o cuidado à saúde da criança, enfocando a prática da benzeção no município de Caraúbas. Trata-se de estudo qualitativo de caráter exploratório, realizado por meio de entrevista semiestruturada, com amostra composta por 16 benzedeiras residentes no setor urbano do município de Caraúbas-RN. Evidencia-se um cuidado baseado em aspectos que envolvem a afetividade, observando-se que as benzedeiras seguem um perfil muito semelhante no tocante às crenças e na utilização do ritual de cura. As benzedeiras apresentam disposição em articular arte e ciência, visualizado pelo encaminhamento e reconhecimento da importância do sistema oficial em saúde. Configura-se um espaço para a Estratégia Saúde da Família realizar parcerias que incentivem o uso concomitante entre essa modalidade terapêutica e o sistema oficial, contribuindo assim para melhoria da assistência.<hr/>Speaking about culture and health issues is also speaking of matters of religion and spirituality, therapies that were not yet made official and cross the mysticism of these issues. Moreover, despite lacking the technical-scientific proof demanded by the current hegemonic model in healthcare, they are knowledge kept alive throughout the history of mankind and perpetuate until the present day. The study aimed to analyze the perceptions of traditional healers about the child healthcare in the city of Caraúbas-RN, Brazil, focusing on the practice of blessing. It was a qualitative and exploratory study, conducted through semi-structured interviews and with a sample of 16 traditional healers who live in the urban area of the city. It was clear that the care delivered is based on aspects that involve affection, and it was noticeable that the healers are very similar among themselves when regard their rituals. The healers show that they are willing to put together art and science, since their acceptance of the importance of the official healthcare system. This set up a place for the Family Health Strategy to create partnerships that promote the concomitant use of this therapeutic modality and the official system, thereby contributing to the improvement of the care itself. <![CDATA[<b>Uma análise original da fadiga no trabalho</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-73312013000400017&lng=en&nrm=iso&tlng=en Falar em cultura e saúde é adentrar questões como religião e espiritualidade, terapias não oficializadas que perpassam o misticismo dessas questões, e que, apesar de não possuírem a comprovação técnico-científica exigida pelo atual modelo em saúde hegemônico, são um saber que se mantém vivo durante toda a história da humanidade e que se perpetua até os dias de hoje. O trabalho objetivou analisar a percepção das benzedeiras sobre o cuidado à saúde da criança, enfocando a prática da benzeção no município de Caraúbas. Trata-se de estudo qualitativo de caráter exploratório, realizado por meio de entrevista semiestruturada, com amostra composta por 16 benzedeiras residentes no setor urbano do município de Caraúbas-RN. Evidencia-se um cuidado baseado em aspectos que envolvem a afetividade, observando-se que as benzedeiras seguem um perfil muito semelhante no tocante às crenças e na utilização do ritual de cura. As benzedeiras apresentam disposição em articular arte e ciência, visualizado pelo encaminhamento e reconhecimento da importância do sistema oficial em saúde. Configura-se um espaço para a Estratégia Saúde da Família realizar parcerias que incentivem o uso concomitante entre essa modalidade terapêutica e o sistema oficial, contribuindo assim para melhoria da assistência.<hr/>Speaking about culture and health issues is also speaking of matters of religion and spirituality, therapies that were not yet made official and cross the mysticism of these issues. Moreover, despite lacking the technical-scientific proof demanded by the current hegemonic model in healthcare, they are knowledge kept alive throughout the history of mankind and perpetuate until the present day. The study aimed to analyze the perceptions of traditional healers about the child healthcare in the city of Caraúbas-RN, Brazil, focusing on the practice of blessing. It was a qualitative and exploratory study, conducted through semi-structured interviews and with a sample of 16 traditional healers who live in the urban area of the city. It was clear that the care delivered is based on aspects that involve affection, and it was noticeable that the healers are very similar among themselves when regard their rituals. The healers show that they are willing to put together art and science, since their acceptance of the importance of the official healthcare system. This set up a place for the Family Health Strategy to create partnerships that promote the concomitant use of this therapeutic modality and the official system, thereby contributing to the improvement of the care itself.