Scielo RSS <![CDATA[Physis: Revista de Saúde Coletiva]]> http://www.scielo.br/rss.php?pid=0103-733120160002&lang=es vol. 26 num. 2 lang. es <![CDATA[SciELO Logo]]> http://www.scielo.br/img/en/fbpelogp.gif http://www.scielo.br <![CDATA[Difícil conjuntura]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-73312016000200387&lng=es&nrm=iso&tlng=es <![CDATA[O IMS e os desafios de hoje]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-73312016000200389&lng=es&nrm=iso&tlng=es <![CDATA[Agressão sexual entre jovens universitários: questão de saúde pública?]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-73312016000200393&lng=es&nrm=iso&tlng=es <![CDATA[The abstraction of risk and the concreteness of the subject: a reflection of risk behaviors in the context of adolescence]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-73312016000200399&lng=es&nrm=iso&tlng=es Resumo Em tempos em que se multiplicam as enfermidades decorrentes de hábitos de vida poucos saudáveis, característicos do estilo de vida moderno, a noção de comportamento de risco faz-se cada vez mais presente no discurso e nas práticas em saúde. No contexto da adolescência, esse tema vem sendo estudado através de investigações relacionadas ao consumo de álcool e outras drogas, ao tabagismo, à alimentação inadequada, ao sedentarismo, à atividade sexual desprotegida, entre outros comportamentos que, observados entre os adolescentes, somam-se ao risco atribuído a essa fase do desenvolvimento. Este artigo objetiva discutir criticamente a construção do risco e da adolescência enquanto objetos de investigação e intervenção na área da saúde, a partir de um estudo qualitativo realizado por meio de entrevistas em profundidade com 12 adolescentes de Lagoa Santa, Minas Gerais. Os resultados apontam para diferentes aspectos pessoais e emocionais geralmente não contemplados nas pesquisas na área, que, no entanto, influenciam sobremaneira as condutas dos adolescentes. Conclui-se que, para o aprimoramento e a resolutividade das políticas públicas e ações voltadas para a temática dos comportamentos de risco, torna-se necessário ampliar o escopo de investigações sobre os riscos e as perspectivas teóricas que lhes dão sustentação.<hr/>Abstract In times when a diversity of conditions resulting from unhealthy lifestyles and habits, characteristic of modern lifestyle, the notion of risk behavior becomes more and more present in the discourse and in health practices. In the context of adolescence studies, this issue has been analyzes by a series of investigations related to alcohol and other drugs use, smoking, inadequate diet, sedentary lifestyle, unprotected sexual activity and other behaviors that, when observed among young people, increase the risk to this particular phase of development. This article aims to critically discuss the construction of risk and adolescence as a concept and as an object of investigation in intervention and health care. It is structured as a qualitative study with individual and in depth interviews with 12 adolescents from Lagoa Santa city in Minas Gerais state, Brazil. The results point to different personal and emotional aspects raised by the youth usually not included in the research in the area, which nevertheless greatly influences the behavior of adolescents. We conclude that for the improvement and the resolution of public policies and actions towards the theme of risk behaviors, it is necessary to expand the scope of research on the concept of risks and theoretical perspectives that give them support. <![CDATA[Analysis of qualitative studies conducted by physicians and published in Brazilian scientific journals between 2004 and 2013]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-73312016000200417&lng=es&nrm=iso&tlng=es Resumo Analisamos artigos de pesquisas realizadas por médicos que utilizaram método qualitativo. A busca bibliográfica foi feita na base SciELO do Brasil no período de 2004 a 2013 com as palavras-chave: pesquisa qualitativa, entrevista, grupo focal, observação participante, análise de conteúdo, análise de discurso, representação social, hermenêutica-dialética. Abordamos os textos por meio de constructo teórico baseado nas diretrizes RATS para revisão de estudos qualitativos. Classificamos o material nas categorias: consistente, pouco consistente e inconsistente. Selecionamos 135 artigos de 28 periódicos. Consideramos a maioria consistente (64,4%). Os principais problemas encontrados foram: ausência de informações sobre percurso metodológico; análise parcial e descritiva, sem diálogo com a literatura; conclusões que não avançam além do senso comum; resultados descontextualizados e limitações do estudo não consideradas. Concluímos que a maior parte dos artigos analisados tem validade científica e sugerimos a inclusão de normas para esse tipo de publicação nos periódicos da área de saúde.<hr/>Abstract We analyze articles resulting from research by physicians using qualitative methods. The bibliographic search was conducted in the SciELO Brazil from 2004 to 2013 with the keywords: qualitative study, interview, focus group, participant observation, content and speech analysis, social representation, hermeneutic-dialectic. We approach the texts through a theoretical construct based on RATS guidelines for review qualitative studies. We classified the material as: consistent, somewhat consistent and inconsistent. A total of 135 articles in 28 periodicals were selected. We evaluated most articles as consistent (64.4%). The main problems found were: lack of information of the methodological approach; partial descriptive analysis of data without dialogue with literature; conclusions that go no further than common sense; results lacking context and no consideration of limitations on the study. We concluded that the most articles are scientifically valid and we suggest that journals of the health area include specific guidelines in their editorial standards for this type of publication. <![CDATA["Between lives and deaths, between masks and escapes": a study on hospital medical practice]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-73312016000200435&lng=es&nrm=iso&tlng=es Resumo Nas sociedades complexas, confere-se aos médicos um saber sobre-humano que desafia a morte e a contesta como parte da vida. Nos serviços de urgência e emergência, diversos profissionais atuam diuturnamente e de modo muito próximo com a vida e com a morte. Este artigo analisa a prática médica ocidental a partir de um trabalho etnográfico realizado junto a médicos que trabalham num serviço de urgência e emergência de uma grande cidade. Buscou-se compreender a forma como esses médicos, enquanto indivíduos, sujeitos e profissionais lidam com a vida e com a morte em sua práxis. A análise dos dados apontou para relações éticas, institucionais, culturais e idiossincráticas na atuação médica diante da(s) vida(s) e da(s) morte(s) das pessoas assistidas.<hr/>Abstract The complex societies attribute to the physicians a superhuman knowledge that defies death and refuse to recognize death as part of life. In urgency and emergency services, several professionals work daily and nightly close to life and death. This article analyzes the Western medical practice, based on an ethnographic study conducted with medical professionals who work in a big city emergency and urgency health service. We aimed to understand how these doctors, as individuals, subjects and professionals, deal with life and death in professional praxis. Data analysis pointed to ethical, institutional, cultural and idiosyncratic relations in medical action facing the life(ves) and death(s) of the assisted people. <![CDATA[Matrix Support as an articulator of interbranch relations between specialized services and primary health care]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-73312016000200455&lng=es&nrm=iso&tlng=es Resumo Este artigo buscou realizar uma revisão integrativa da produção nacional sobre a metodologia de Apoio Matricial, abrangendo tanto estudos empíricos sobre sua efetividade quanto artigos de revisão teórico-metodológica. Foram utilizados artigos indexados nas bases PubMed, NLM e BVS, no período de 1999 a 2013, em português, inglês e espanhol. Foram incluídos 28 artigos, cuja análise permitiu a identificação de três categorias: 1) Artigos de fundação e consolidação do conceito de Apoio Matricial; 2) Artigos de revisão sobre o Apoio Matricial; 3) Artigos decorrentes de pesquisas empíricas envolvendo o conceito de Apoio Matricial. As publicações evidenciaram que o Apoio Matricial traz uma proposta inovadora e importante para transformação do modelo assistencial. Entretanto, para atingir seus objetivos é necessária a superação de alguns impasses, vários ligados diretamente à implementação de suas diretrizes e outros à superação de problemas estruturais do SUS.<hr/>Abstract This paper sought to carry out an integrative review of the national production on Matrix Support methodology, whilst encompassing empirical studies on effectiveness and theoretical-methodological review papers on Matrix Support. The used material is comprised of papers that are indexed in the PubMed database, the NLM and the BVS (Virtual Library of Health), between 1999 and 2013, in Portuguese, English and Spanish. We included 28 articles, and its analysis allowed the identification of three categories: 1) foundation goods and consolidation of the concept of matrix support; 2) Review articles on the matrix support; 3) Items arising from empirical research involving the concept of matrix support. The publications showed that the matrix support brings an innovative proposal and powerful to transform the health care model. However, to achieve their goals is necessary to overcome some impasses, several interconnected directly with the implementation of their directives and to overcoming structural problems of the National Health System (SUS). <![CDATA[The competence for Permanent Education in Health: perceptions of coordinators of health undergraduate courses]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-73312016000200483&lng=es&nrm=iso&tlng=es Resumo Estudo descritivo, exploratório, de abordagem qualitativa. Teve como objetivo compreender a percepção dos coordenadores de cursos da saúde - Nutrição, Enfermagem, Medicina e Psicologia - sobre Educação Permanente em Saúde (EPS) e identificar quais habilidades, conhecimentos e atitudes compõem essa competência. Abordamos nossos resultados em dois momentos, a saber: 1) Concepções acerca da EPS, e 2) A composição da competência para EPS. Entendemos que os desafios para a incorporação dos princípios da EPS são os mesmos encontrados para a ruptura dos processos tradicionais de ensino-aprendizagem.<hr/>Abstract Descriptive, exploratory qualitative study. It aimed to understand the perception of coordinators of health courses - Nutrition, Nursing, Medicine and Psychology - about Permanent Education in Health and identify which skills, knowledge and attitudes make up this competence. We discuss our results in two stages, namely: 1) conceptions about the Permanent Education in Health, and 2) The composition of the Permanent Education in Health. We understand that the challenges for the incorporation of the principles of Permanent Education in Health are the same found for the disruption of the traditional teaching /learning processes. <![CDATA[Oral health in primary care users: qualitative analysis of self-perceived associated to use and need of dental prosthesis]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-73312016000200503&lng=es&nrm=iso&tlng=es Resumo Este estudo de caso de abordagem qualitativa propôs-se a analisar a autopercepção da saúde bucal em usuários da Atenção Primária de Porto Alegre que usam e/ou necessitam de prótese dentária. A coleta de dados aconteceu por meio da análise de prontuários odontológicos, diários de campo e entrevistas domiciliares semiestruturadas com 70 usuários do serviço de saúde nas faixas etárias de 15 a 19, 35 a 44 e 65 a 74 anos, que usam e/ou necessitam de prótese dentária (amostra intencional por saturação). Os relatos das entrevistas foram interpretados pela análise de conteúdo de Bardin com o apoio do software ATLAS.ti. A autopercepção positiva de saúde bucal foi percebida por adultos e idosos usuários de próteses bem adaptadas, que não machucavam a boca e não interferiam na mastigação, na fala e na comunicação. Houve grande valorização do uso de próteses pela possibilidade da reabilitação bucal. O desejo do uso de próteses esbarrou em seu alto custo e no acesso limitado a tal procedimento no serviço público do município. Essas informações permitem a análise do significado da saúde bucal para os usuários do Sistema Único de Saúde, podendo ser utilizadas como uma ferramenta de avaliação complementar da necessidade de tratamento odontológico.<hr/>Abstract This qualitative study aimed to perceive the self-perception of oral health in users of Primary Care in Porto Alegre who use and/or need dental prosthesis. Data collection performed by odontology records analysis, field diaries and semi-structured home interviews with 70 health service users in age groups 15-19, 35-44 and 65-74 years who use and/or need dental prosthesis (intentional sample saturation). The reports of interviews were interpreted by Bardin thematic content analysis and ATLAS.ti software to support. The positive self-perception of oral health was perceived by adults and elderly who use well-fitting dental prosthesis that do not hurt the mouth and did not interfere in chewing, speech and communication. There was great appreciation of the use dental prosthesis for the possibility of oral rehabilitation. The desire of using dental prosthesis bumped in their high cost and limited access in the public service of the municipality. This information allows the analysis of the significance of oral health to Unified Health System users and can be used as a tool assessment need for dental treatment. <![CDATA[Satisfaction of the beneficiary of supplemental health in the perspective of quality and integral care]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-73312016000200525&lng=es&nrm=iso&tlng=es Resumo Este estudo teve como objetivo analisar o conceito de qualidade a partir da demanda dos beneficiários da Saúde Suplementar, na perspectiva da integralidade, considerando as relações entre satisfação, assimetria de informação e cuidado em saúde. Foi realizada a análise de uma amostragem de 1.013 e-mails enviados para a Central de Relacionamento da Agência Nacional de Saúde Suplementar de beneficiários da região sudeste, o que resultou na categorização Acesso aos Serviços e Continuidade do Cuidado, com as seguintes subcategorias: Negação; Dificuldade e/ou Imposição de Condicionantes; e Rede de Prestadores Restrita. Os beneficiários enfatizaram aspectos relacionados ao acesso aos serviços e à continuidade do cuidado que explicitam que as estratégias de redução de custos das operadoras têm afetado a qualidade e a integralidade do cuidado. Os relatos apontam que, para além da negação do acesso aos serviços e procedimentos, os beneficiários se vêem diante da restrição da continuidade do cuidado. Os resultados nos colocam o desafio de questionar a estruturação desse setor, cujos contratos se baseiam na definição de um rol de procedimentos e as estratégias de redução de custos se configuram como instrumento de restrição ao próprio direito à saúde, para além do respeito necessário ao direito do consumidor.<hr/>Abstract This study aimed to analyze the concept of quality from the beneficiaries demands of the Supplementary Health, whose main bias the issue of integral care, considering the relationship between satisfaction, information asymmetry and health care. We analyzed a sample of 1,013 emails of 19,969 that were sent to the Supplemental Health National Agency Relationship Center, between March 18, 2014 and March 19, 2015, relating to complaints of beneficiaries who reside in Southeastern Brazil, resulting in the following categorization: Access to Health Services and Continuity of Care, with the following subcategories: Denial; Difficulty and / or Conditioning Constraints; and Restricted Providers Network. Beneficiaries emphasized aspects related to access to services and continuity of care, noting that in addition to the denial of access to services and procedures, they are faced with the restriction of continuity of care. The results place us the challenge to question the structure of the supplemental health sector, whose contracts are based on the definition of a list of procedures and cost reduction strategies are configured as a restraint instrument to the right to health itself, in addition to the necessary respect to consumer's right. <![CDATA[Una lectura socio-antropológica sobre las sobredosis y los cortes en la piel]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-73312016000200549&lng=es&nrm=iso&tlng=es Resumen Este artículo busca aportar a la problematización de las interpretaciones biomédicas y psi clásicas acerca de las sobredosis y los cortes en la piel que, en ocasiones, afectan a los/as jóvenes y adultos/as que usan intensivamente drogas. Mientras que los cortes en la piel han sido prioritariamente enunciados como parte de la sintomatología que definiría a los trastornos "borderline", las sobredosis han sido explicadas como un exceso de sustancias ingeridas de las que el cuerpo puede metabolizar. Partiendo de una aproximación etnográfica sobre los tratamientos ambulatorios a los/as usuarios/as intensivos/as de drogas en el Área Metropolitana de Buenos Aires, se busca colaborar al cuestionamiento de los saberes expertos clásicos, exponiendo diversas dimensiones que se enlazan en ambas prácticas: deterioro corporal, saturación en los modos de sentir dolor, barreras de acceso al sistema de salud y estrategias de supervivencia en contextos hostiles.<hr/>Resumo Este artigo procura contribuir para a problematização das clássicas interpretações biomédicas e psi de overdoses e cortes na pele que às vezes afetam jovens e adultos que usam drogas intensivamente. Enquanto os cortes na pele têm sido principalmente considerados parte dos sintomas que definem as desordens "borderline", as overdoses têm sido explicadas como o excesso de substâncias ingeridas que o corpo pode metabolizar. A partir de uma abordagem etnográfica em tratamentos ambulatoriais aos usuários intensivos de drogas na região metropolitana de Buenos Aires, busca-se colaborar com o questionamento do conhecimento especializado clássico, expondo várias dimensões que se entrelaçam em ambas as práticas: decadência do corpo, saturação dos modos de sentir dor, barreiras ao acesso aos cuidados de saúde e estratégias de sobrevivência em ambientes hostis.<hr/>Abstract This article seeks to contribute to the questioning of the classic biomedical and psi interpretations on overdoses and skin cuts that sometimes affect young people and adults who use drugs intensively. While skin cuts have mainly been considered part of the symptoms defining "borderline" disorders, overdoses have been explained as the excess of ingested substances that the body can metabolize. From an ethnographic approach in outpatient treatment to intensive drug users in metropolitan Buenos Aires, we seek to collaborate with the questioning of the classical expertise, exposing various dimensions that intertwine in both practices: body decay, saturation ways of feeling pain, barriers to access to health care and survival strategies in hostile environments. <![CDATA[El derecho a una muerte digna en Argentina: la judicialización de la toma de decisiones médicas en el final de la vida]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-73312016000200569&lng=es&nrm=iso&tlng=es Resumen El artículo discute desde una perspectiva socio-histórica el contexto y las implicancias de los procesos de judicialización en torno a la gestión médica de la muerte y el morir. El objetivo del artículo es describir y analizar la judicialización de la toma de decisiones médicas en el final de la vida en Argentina, a partir de fallos judiciales producidos entre 1975 y 2015. Se examina el contexto y las principales características de la litigación respecto a estas decisiones, así como los cambios producidos en el periodo: los casos que son objeto de disputa (desde el rechazo de transfusiones al pedido de retiro de medidas de soporte vital), los argumentos y leguajes utilizados (de la objeción de conciencia a la autonomía) y la emergencia de nuevos derechos. Por último se discuten las consecuencias y las perspectivas futuras de la judicialización en este campo.<hr/>Resumo O artigo discute, a partir de uma perspectiva sócio-histórica, o contexto e implicações sociais da judicialização da gestão médica da morte e o morrer. O objetivo do artigo é descrever e analisar a judicialização da tomada de decisões médicas no final da vida na Argentina, a partir de julgamentos produzidos entre 1975 e 2015. O artigo examina o contexto e as principais características da litigação em torno a essas decisões, assim como as mudanças no período: nos casos disputados (de rejeitar transfusões a pedidos de retirada de suporte vital), em os argumentos e linguajem usados (de objeção de consciência à autonomia) e o surgimento de novos direitos. Por fim, são discutidas as consequências e perspectivas futuras da judicialização neste campo.<hr/>Abstract The paper discusses, from a socio-historical perspective, the context and implications of judicialization processes regarding medical decisions making on death and dying. This paper aims to describe and analyze the judicialization of end-of-life care decisions at the end of life in Argentina, considering courts decisions produced between 1975 and 2015. The context and the main features of litigation regarding those decisions are examined, as well as the changes within the period: the cases disputed (from rejecting blood transfusions to withdrawal of life support), the arguments and languages that frame the legal cases (form conscientious objection to autonomy) and the emergence of new rights. Finally, the social consequences and the future prospects of judicialization in this field are discussed. <![CDATA[Oral and palate cleft policy: the emergence of the Centrinho of Salvador, Bahia, Brazil]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-73312016000200591&lng=es&nrm=iso&tlng=es Resumo Analisou-se a emergência do enfrentamento das fissuras labiopalatinas na Bahia entre 1990 e 2000, em estudo exploratório da emergência do Centro de Reabilitação de Anomalias Craniofaciais da Bahia, utilizando a análise do espaço social, dos agentes e seus capitais, segundo Bourdieu (2014). Foram conduzidas entrevistas semiestruturadas, análises de relatórios e de documentos oficiais. O estudo revelou que a criação do "Centrinho" em Salvador-BA, resultou de condições de possibilidade de financiamento de alta complexidade, associado à conjunção de disposições distintas dos diferentes agentes fundadores. Nesse espaço, coexistem especialistas na reabilitação e disputas sobre a definição do que é a atenção integral à pessoa com fissura labiopalatina.<hr/>Abstract The emergence of coping with cleft lip and palate in Bahia between 1990 and 2000 was analyzed through an emergency exploratory study of the Rehabilitation Center of Cleft Lip and Palate of Bahia, Brazil (known as Centrinho), using the analysis of social space, agents and their capital, according to Bourdieu (2014). Semi-structured interviews, and analyzes of reports and official documents were conducted. The study revealed that the creation of the Centrinho allowed high-complexity financing associated with the combination of different provisions of different founders agents. In this space, experts in rehabilitation and disputes over the definition of what is a comprehensive care to people with cleft lip and palate coexist. <![CDATA[Critical notes for the development of Health Civil Surveillance]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-73312016000200611&lng=es&nrm=iso&tlng=es Resumo Apresentam-se, em um ensaio crítico, a ideia e os fundamentos da vigilância civil da saúde. Trata-se de proposta elaborada por Victor Valla na década de 1990, que incorpora à vigilância em saúde a participação da população por meio da educação popular de Paulo Freire. Com o aporte de recursos da Antropologia Interpretativa e da História Nova, faz-se um contraponto entre a vigilância em saúde tradicional, modelada pela vigilância epidemiológica, e a vigilância civil da saúde. Evidenciam-se, então, permanências culturais marcantes na prática da vigilância em saúde desenvolvida hegemonicamente no Brasil. A prerrogativa de cientificidade, que leva à subordinação ao modelo clínico biomédico, a vinculação política à ideia de segurança social e o critério imperativo de urgência, características da vigilância em saúde tradicional, bloqueiam ou dificultam a participação popular. Ao final, vincula-se a vigilância civil da saúde à epistemologia do sul de Boaventura de Sousa Santos. O desenvolvimento da vigilância civil da saúde, que incorpora a participação popular à vigilância em saúde, vem ao encontro das propostas historicamente inscritas na concepção e na evolução da saúde coletiva e do SUS.<hr/>Abstract The idea and the grounds for health civil surveillance are presented here in a critical essay. This is a proposal developed by Victor Valla in the 1990s, which incorporates the participation of the population into health surveillance through Paulo Freire's popular education. With the resources input from both interpretative anthropology and the new history, a counterpoint is made between the traditional health surveillance, modelled by the epidemiological surveillance, and the health civil surveillance. Remarkable cultural permanencies in the health surveillance practice hegemonically developed in Brazil are then made clear. The prerogative of scientificity, which brings about the subordination to the biomedical clinical model, the political entailment to the idea of social security and the imperative criterion of urgency, characteristics of the traditional health surveillance, block off or raise difficulties to the popular participation. At the end, the health civil surveillance joins the Southern Epistemology by Boaventura de Sousa Santos. The development of health civil surveillance, which incorporates popular participation into health surveillance, meets the proposals historically inscribed in the collective health and conception and evolution of the SUS. <![CDATA[Specialists training regulation: interrelationships with the Mais Médicos Program]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-73312016000200633&lng=es&nrm=iso&tlng=es Resumo Até recentemente, inexistiam políticas indutoras da formação de especialistas voltadas ao SUS. Um marco foi o Programa Nacional de Apoio à Formação de Médicos Especialistas em Áreas Estratégicas - Pró-Residência, criado em 2009. Com o lançamento do Programa Mais Médicos pela Lei nº12.871/2013, novas estratégias se configuraram para aprimorar a regulação da formação de especialistas. Este artigo pretende discutir as políticas de regulação da abertura de vagas de residência médica a partir do Pró-Residência e abordar mudanças apontadas pela Lei nº 12.871/2013, como a universalização das vagas com ênfase para Medicina de Família e Comunidade. Foi realizada pesquisa bibliográfica com análise documental, além de estudo quantitativo. Os resultados evidenciam efeitos positivos de políticas públicas no número e distribuição de vagas de residência médica com a duplicação destas entre 2009 e 2014, aumento mais expressivo nas regiões Norte e Nordeste, além do surgimento de especialidades antes inexistentes nessas regiões. Novos desafios se colocam para expandir a residência com velocidade e qualidade necessárias, como a melhoria de ferramentas para a gestão de recursos humanos em saúde, com expansão e qualificação da preceptoria e campos de prática para formação.<hr/>Abstract Until recently, there were no policies that induce the formation of specialists geared to the Unified Heath System (SUS). A milestone was the National Program to Support Training of Medical Specialists in Strategic Areas - Pro-Residência, created in 2009. With the launch of the Mais Médicos Program by Law n. 12.871/2013, new strategies were shaped to enhance the regulation of training specialists. This article discusses the regulatory policies of the opening of medical residency positions from the Pro-Residência and addresses changes suggested by Law n. 12.871/2013 such as universal vacancies with emphasis on Family Medicine. This is a quantitative and qualitative study that uses bibliographic and documentary research. The results show the positive effects of public policies in the number and distribution of medical residency positions. The number of professionals has been doubled between 2009 and 2014 with more significant increase in the North and Northeast regions. Furthermore, there is also the emergence of specialties previously nonexistent in these regions. New challenges arise to expand residency with necessary quality and speed, such as improved tools for the management of health human resources, with expansion and qualification of preceptorship and practice fields for training. <![CDATA[From information's assimilation to men's therapeutic itineraries of men with or suspect of sexually transmitted diseases. The internet in focus]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-73312016000200669&lng=es&nrm=iso&tlng=es Resumo Explora-se como os homens, diante de suspeita ou diagnóstico de doenças sexualmente transmissíveis (DSTs), apreendem as informações sobre elas e como tal apreensão se articula com seus itinerários terapêuticos. O estudo é parte de pesquisa sobre acesso de homens a diagnóstico e tratamento de DSTs (exceto HIV/aids) e envolveu 18 entrevistas individuais em profundidade, com pacientes em seguimento em serviços de saúde, e quatro grupos focais, com trabalhadores do ramo de serviços. Todos acessaram informações sobre DSTs por meio de palestras e campanhas, sobretudo sobre aids. As informações assumem significados distintos, na ausência de sinais/sintomas e na vigência da DST: o sentimento de invulnerabilidade cede espaço para dúvidas, temores e vergonha. O sigilo propiciado pela internet a torna importante fonte de informações quando da suspeita/diagnóstico de DST, mas seu conteúdo reproduz o discurso biomédico, não fornecendo respostas que aplaquem julgamentos morais e o estigma das DSTs. Os homens elegem o médico como principal referência de cuidado, justificando a persistência na peregrinação que fizeram para obter atendimento. Aliada à oferta de serviços, parece oportuno que as informações transitem para uma comunicação em saúde que dialogue com as necessidades da população e que a inclusão digital seja sinônimo de cidadania digital.<hr/>Abstract This paper aims to explore how men, in the presence of suspect or diagnosis, can assimilate information about sexually transmitted diseases (STD) and how this comprehension can integrate with their therapeutic itineraries. This study is part of a larger research about the access to diagnosis and treatment of STD (excluding HIV/Aids). It involved 18 individual in-depth interviews with men attending in health services, and four focus groups with service workers. All participants have access to information on STD by lectures and campaigns, especially about Aids. Information has different meanings when there is lack of signs/symptoms or when there is the presence of STD's: feeling of invulnerability or doubts, fears and shame, respectively. The secrecy that internet can provide became a prime source of information when there is a suspicion/diagnosis of STD, but this information can reproduce the biomedical discourses, and do not give answers able to mitigate moral judgments and STD's stigma. Men choose the doctor as the mainly way of treatment and care, which justifies the persistence to look for health care services. Besides the range of services, it seems seasonable that information follows health communication, according to the population's needs, and digital inclusion can be synonymous with digital citizenship. <![CDATA[From the system's organization to the fragmentation of care: perception of users, doctors and pharmacists about the Specialized Component of Pharmaceutical Care]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-73312016000200691&lng=es&nrm=iso&tlng=es Resumo O Componente Especializado da Assistência Farmacêutica (CEAF) do Sistema Único de Saúde tem como objetivo garantir a integralidade do tratamento medicamentoso em nível ambulatorial. Visando analisar a percepção dos atores envolvidos sobre o Componente, foi realizada pesquisa qualitativa (grupo focal e entrevistas semiestruturadas). Observou-se que há forte dependência do CEAF em relação às outras ações estruturantes na política de saúde. Segundo os atores, a forma de organização e gestão dos serviços não propicia a continuidade da atenção, o que resulta em um cuidado fragmentado. Destacaram-se fatores como falta de articulação entre serviços e profissionais, problemas na organização dos fluxos e oferta insuficiente de serviços. Ainda o foco dos serviços farmacêuticos no medicamento, ou seja, visão minimalista da assistência farmacêutica, tem impactado de diferentes formas no cuidado ao usuário. É necessária a coordenação dos serviços adequados às necessidades em saúde, que deve se traduzir na percepção de continuidade dos cuidados na perspectiva do usuário. Desta forma, o entendimento é: o medicamento tem sido garantido, mas a integralidade do atendimento preconizada nas linhas de cuidado se vê comprometida.<hr/>Abstract The Specialized Pharmaceutical Care Component (CEAF) of the Unified Health System (SUS) aims to ensure the comprehensiveness of drug treatment in the outpatient care. In order to analyze the perceptions of the actors involved with the CEAF about this Component, a qualitative research (focus group and semi-structured interviews) was conducted. A strong dependence of CEAF in relation to other structural actions in health policy was observed. According to the actors, the current organization and management of health services do not promote continuity of care, which results in fragmented care. Factors such as lack of coordination among healthcare services and professionals, problems in the organization of flows and insufficient provision of services were highlighted. Furthermore, the focus of pharmaceutical services on medication, that means, a minimalist view, has impacted in different ways the healthcare provided for the people. Coordination of services, appropriate to health needs, should result in the perception of continuity of care from the perspective of the user is necessary In this way, it is understood that the access to medication has been ensured, but the comprehensiveness of healthcare, preconized by the "healthcare lines", is compromised. <![CDATA[Radiografia das políticas e do sistema de saúde no Brasil]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-73312016000200713&lng=es&nrm=iso&tlng=es Resumo O Componente Especializado da Assistência Farmacêutica (CEAF) do Sistema Único de Saúde tem como objetivo garantir a integralidade do tratamento medicamentoso em nível ambulatorial. Visando analisar a percepção dos atores envolvidos sobre o Componente, foi realizada pesquisa qualitativa (grupo focal e entrevistas semiestruturadas). Observou-se que há forte dependência do CEAF em relação às outras ações estruturantes na política de saúde. Segundo os atores, a forma de organização e gestão dos serviços não propicia a continuidade da atenção, o que resulta em um cuidado fragmentado. Destacaram-se fatores como falta de articulação entre serviços e profissionais, problemas na organização dos fluxos e oferta insuficiente de serviços. Ainda o foco dos serviços farmacêuticos no medicamento, ou seja, visão minimalista da assistência farmacêutica, tem impactado de diferentes formas no cuidado ao usuário. É necessária a coordenação dos serviços adequados às necessidades em saúde, que deve se traduzir na percepção de continuidade dos cuidados na perspectiva do usuário. Desta forma, o entendimento é: o medicamento tem sido garantido, mas a integralidade do atendimento preconizada nas linhas de cuidado se vê comprometida.<hr/>Abstract The Specialized Pharmaceutical Care Component (CEAF) of the Unified Health System (SUS) aims to ensure the comprehensiveness of drug treatment in the outpatient care. In order to analyze the perceptions of the actors involved with the CEAF about this Component, a qualitative research (focus group and semi-structured interviews) was conducted. A strong dependence of CEAF in relation to other structural actions in health policy was observed. According to the actors, the current organization and management of health services do not promote continuity of care, which results in fragmented care. Factors such as lack of coordination among healthcare services and professionals, problems in the organization of flows and insufficient provision of services were highlighted. Furthermore, the focus of pharmaceutical services on medication, that means, a minimalist view, has impacted in different ways the healthcare provided for the people. Coordination of services, appropriate to health needs, should result in the perception of continuity of care from the perspective of the user is necessary In this way, it is understood that the access to medication has been ensured, but the comprehensiveness of healthcare, preconized by the "healthcare lines", is compromised. <![CDATA[Saúde coletiva: um campo plural 717 de saberes e práticas]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-73312016000200717&lng=es&nrm=iso&tlng=es Resumo O Componente Especializado da Assistência Farmacêutica (CEAF) do Sistema Único de Saúde tem como objetivo garantir a integralidade do tratamento medicamentoso em nível ambulatorial. Visando analisar a percepção dos atores envolvidos sobre o Componente, foi realizada pesquisa qualitativa (grupo focal e entrevistas semiestruturadas). Observou-se que há forte dependência do CEAF em relação às outras ações estruturantes na política de saúde. Segundo os atores, a forma de organização e gestão dos serviços não propicia a continuidade da atenção, o que resulta em um cuidado fragmentado. Destacaram-se fatores como falta de articulação entre serviços e profissionais, problemas na organização dos fluxos e oferta insuficiente de serviços. Ainda o foco dos serviços farmacêuticos no medicamento, ou seja, visão minimalista da assistência farmacêutica, tem impactado de diferentes formas no cuidado ao usuário. É necessária a coordenação dos serviços adequados às necessidades em saúde, que deve se traduzir na percepção de continuidade dos cuidados na perspectiva do usuário. Desta forma, o entendimento é: o medicamento tem sido garantido, mas a integralidade do atendimento preconizada nas linhas de cuidado se vê comprometida.<hr/>Abstract The Specialized Pharmaceutical Care Component (CEAF) of the Unified Health System (SUS) aims to ensure the comprehensiveness of drug treatment in the outpatient care. In order to analyze the perceptions of the actors involved with the CEAF about this Component, a qualitative research (focus group and semi-structured interviews) was conducted. A strong dependence of CEAF in relation to other structural actions in health policy was observed. According to the actors, the current organization and management of health services do not promote continuity of care, which results in fragmented care. Factors such as lack of coordination among healthcare services and professionals, problems in the organization of flows and insufficient provision of services were highlighted. Furthermore, the focus of pharmaceutical services on medication, that means, a minimalist view, has impacted in different ways the healthcare provided for the people. Coordination of services, appropriate to health needs, should result in the perception of continuity of care from the perspective of the user is necessary In this way, it is understood that the access to medication has been ensured, but the comprehensiveness of healthcare, preconized by the "healthcare lines", is compromised.