Scielo RSS <![CDATA[Scientia Agricola]]> http://www.scielo.br/rss.php?pid=0103-901620050005&lang=en vol. 62 num. 5 lang. en <![CDATA[SciELO Logo]]> http://www.scielo.br/img/en/fbpelogp.gif http://www.scielo.br <![CDATA[<B>Water relations and photosynthesis as criteria for adequate irrigation management in 'Tahiti' lime trees</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-90162005000500001&lng=en&nrm=iso&tlng=en Irrigation scheduling based on soil moisture status is one of the most useful methods because of its practicality and low cost. The effects of available soil water depletion on evapotranspiration (ETc), transpiration (E), leaf water potential at predawn (psiP) and midday (psiM), stomatal conductance (gs) and net CO2 assimilation (A) in lime 'Tahiti' trees (Citrus latifolia) were evaluated to improve irrigation schedule and minimize water use without causing water stress. The trees were spaced 7 <FONT FACE=Symbol>&acute;</FONT> 4 m and drip-irrigated by four drippers with the available soil water content (AWC) depleted by suspension of irrigation (40 days). Leaf water potential was measured on a pressure chamber (psiP and psiM) and leaf gas exchange was measured by infrared gas analyzer (E, gs and A). Evapotranspiration was determined with the aid of weighing lysimeter. Water soil content and potential (psiS) were monitored with TDR probes and tensiometers, respectively, installed at 0.3, 0.6 and 0.9 m depths. Meteorological variables were monitored with an automatic weather station in the experimental area. The threshold AWC level for the onset of ETc decline was 43%, and 60% for gs, A, E and Y P. Also, psiP was more sensitive to AWC than psiM, and is therefore a better tool for irrigation. When AWC was around 60%, values of psiP and psis were -0.62 MPa and -48.8 kPa, respectively.<hr/>Programar práticas de irrigação com base na umidade do solo é um dos métodos mais usuais devido sua praticidade e baixo custo. O efeito do esgotamento da água disponível do solo sobre a evapotranspiração (ETc), transpiração (E), potencial de água na folha ao amanhecer (psiP) e ao meio-dia (psiM), condutância estomática (gs) e assimilação líquida de CO2 (A) em plantas de limeira 'Tahiti' (Citrus latifolia) foi avaliado para melhorar o manejo da irrigação, minimizando água e evitando o estresse hídrico. As plantas foram espaçadas de 7 <FONT FACE=Symbol>&acute;</FONT> 4 m e irrigadas por quatro gotejadores com a diminuição da água disponível no solo (AD) provocada pela suspensão da irrigação (40 dias). Para as medidas do potencial da água na folha foi utilizado uma câmara de pressão (psiP e psiM) e para as medidas de trocas gasosas um analisador de gases por infravermelho (A, E e gs). Foi utilizado um lisímetro de pesagem para a determinação da ETc. A umidade e potencial de água no solo (psiS) foram monitoradas por sondas de TDR e tensiômetros, respectivamente, instalados a 0,3, 0,6 e 0,9 m de profundidade. As variáveis meteorológicas foram monitorados por uma estação agrometeorológica automática na área. O limite de AD na qual a ETc começou a diminuir foi de 43%, ao passo que para gs, A, E e Y P foi de 60%. Ainda, o Y P foi mais sensível a AD do que as medidas de psiM podendo ser recomendado como ferramenta para manejo de irrigação. Quando AD estava próximo de 60%, os valores de psiP e psiS eram -0,62 MPa e -48,8 kPa, respectivamente. <![CDATA[<B>Days on feed and sex effects on live weight and carcass traits measured by ultrasound</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-90162005000500002&lng=en&nrm=iso&tlng=en There is a paucity of information in the literature on body composition changes in Nellore cattle and its crosses, mainly on heifers and intact males. Ultrasound is a useful, low cost tool to easily obtain this information, with minimal animal stress. Effects of sex and days on feed on live weight (LW) and ultrasound Longissimus muscle area (ULMA) and subcutaneous fat thickness (UFAT) measurements were evaluated in F1 Piedmont <FONT FACE=Symbol>&acute;</FONT> Nelore, 27 heifers (HF) and 27 intact males (IM). HF and IM had an initial LW of 256 &plusmn; 5.6 and 265 &plusmn; 5.6 kg, respectively, and were fed a diet containing 77% TDN for 131 days. LW, ULMA, and UFAT were evaluated at 28-d intervals. Interactions between sex and days on feed were found for all traits studied. LW increased linearly with days on feed, and IM had greater LW than HF throughout the trial. Mean initial ULMA was 55.8 and 55.5 cm² for HF and IM, respectively, and increased linearly until the end of the experiment (78.7 and 82.8 cm², respectively). IM showed higher ULMA than HF only in the last measurement. Initial UFAT averaged 0.04 and 0.4 mm for IM and HF, respectively, and increased linearly during the feeding period (2.4 and 4.3 mm, respectively). UFAT was higher n HF than in IM during the entire experimental period. IM showed faster growth rates and protein accretion than HF in the Longissimus muscle. HF showed faster subcutaneous fat accretion.<hr/>Existem poucos dados na literatura sobre as alterações na composição corporal de bovinos Nelore e seus cruzamentos, especialmente em relação a novilhas (NOV) e machos inteiros (MI). A ultra-sonografia é uma ferramenta útil para obter essa informação de forma fácil, com mínimo distúrbio ao animal e a baixo custo. Efeitos do sexo e dias de confinamento sobre o peso vivo (PV) e a área do músculo Longissimus dorsi (AOLU) e a espessura de gordura subcutânea (EGSU) medidas por ultra-som, foram avaliadas em 27 novilhas e 27 machos inteiros, F1 Piemontês <FONT FACE=Symbol>&acute;</FONT> Nelore. NOV e MI com PV inicial de 256 &plusmn; 5,6 e 265 &plusmn; 5,6 kg, respectivamente, foram confinados com uma dieta contendo 77% de NDT, durante 131 dias. O PV, a AOLU e a EGSU foram avaliadas a cada 28 dias aproximadamente. Foi observada uma interação entre sexo e dias de confinamento para todas as características avaliadas. O PV aumentou linearmente com os dias de confinamento e MI apresentaram maior PV que as NOV desde o início do experimento. A AOLU média inicial foi 55,8 e 55,5 cm² nas NOV e MI, respectivamente, aumentando linearmente até o final do confinamento (78,7 e 82,8 cm², respectivamente). Em relação ao efeito do sexo, MI tiveram maior AOLU que NOV somente na última medida. A EGSU inicial foi 0,04 e 0,4 mm para MI e NOV, respectivamente e aumentaram linearmente durante e período de confinamento (2,4 e 4,3 mm, respectivamente). NOV tiveram maior EGSU desde o início até o final do período experimental. MI tiveram maiores taxas de crescimento do PV e AOLU que NOV, no entanto, estas tiveram maior taxa de crescimento da EGSU. <![CDATA[<B>Fermentation and epiphytic microflora dynamics in sugar cane silage</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-90162005000500003&lng=en&nrm=iso&tlng=en Sugar cane silages are characterized by extensive yeast activity, alcohol production and great dry matter - DM - losses. Better knowledge of the fermentation process is fundamental to the development of efficient ensilage techniques for this forage. This study evaluates temporal changes in chemical composition, DM losses and epiphytic microflora in sugar cane silage. Mature sugar cane, variety RB835486 (12 months of vegetative growth), was hand harvested, processed in a stationary chopper and ensiled in 20-L plastic buckets provided with valves for gas release and a device for effluent collection. Laboratory silos were kept at ambient temperature and sampled after &frac12;, 1, 2, 3, 7, 15, 45, 90, 120 and 180 days. Ethanol concentration reached 6.4% in DM after 15 days of ensilage, followed by 71% water soluble carbohydrates - WSCs - disappearance. Gas and total DM losses reached a plateau on day 45 (16% and 29% of DM, respectively). Yeast count was higher on the second day (5.05 log cfu g-1). Silage pH declined to below 4.0 on the third day. Effluent yield was negligible (20 kg t-1). DM content in the forage decreased (35% to 26%) from day 0 to day 45. The increase in ethanol concentration showed an opposite trend to WSCs and true in vitro dry matter digestibility reductions in the silage. Developing methods to control yeasts, most probably through the use of additives, will enable more efficient production of sugar cane silage by farmers.<hr/>Silagens de cana-de-açúcar caracterizam-se pela extensa atividade de leveduras, alto teor de álcool e grandes perdas de matéria seca - MS. Conhecer melhor o processo fermentativo é fundamental para o desenvolvimento de técnicas eficientes de ensilagem da cana. Este trabalho avalia a mudança temporal na composição química, nas perdas de MS e na microflora epífita nestas silagens. Cana-de-açúcar (RB835486) foi colhida manualmente (12 meses de crescimento), picada em picadora estacionária e ensilada em baldes de plástico de 20 L com válvulas para gases e aparato para colheita de efluentes. Os silos laboratoriais foram mantidos sob temperatura ambiente e amostrados após &frac12;, 1, 2, 3, 7, 15, 45, 90, 120 e 180 dias. Etanol atingiu 6,4% na MS no 15º dia após ensilagem, seguido pelo desaparecimento de 71% dos carboidratos solúveis - CHOs. As perdas gasosas e a perda total de MS estabilizaram-se após 45 dias (16% e 29% da MS). A contagem de leveduras foi máxima no segundo dia (5,05 log ufc g-1). O pH atingiu nível abaixo de 4,0 no terceiro dia. A produção de efluentes foi insignificante (20,1 kg t-1). O teor de MS da forragem decresceu (35% para 26%) do dia 0 ao 45º dia. O padrão de variação na concentração de etanol foi inverso à concentração de CHOs e à redução da digestibilidade da silagem. O desenvolvimento de métodos de controle das leveduras, provavelmente com o uso de aditivos, melhorará a eficiência no uso de silagens de cana-de-açúcar pelos pecuaristas. <![CDATA[<B>Forage yield and grazing efficiency on rotationally stocked pastures of 'Tanzania-1' guineagrass and 'Guaçu' elephantgrass</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-90162005000500004&lng=en&nrm=iso&tlng=en The potential carrying capacity of tropical pastures depends not only on the productivity of the forage species and the amount of forage on offer, but also on the efficiency with which the produced herbage is harvested by the grazing animal. This study was conducted to assess the yield and grazing efficiency on 'Guaçu' elephantgrass (Pennisetum purpureum Schum.) and 'Tanzania-1' guineagrass (Panicum maximum Jacq.) pastures under rotational stocking. Forage accumulation, daily accumulation rates, grazing losses, bulk density, and utilization efficiency were measured. Treatments (forages) were replicated four times in a completely randomized design. Total forage dry matter (DM) yield over 214 days of grazing were 23850 and 15000 kg ha-1, for the elephantgrass and the guineagrass, respectively, using 250 kg N ha-1 in split applications after each grazing. Mean forage accumulation per grazing cycle was 7950 and 5010 kg ha-1 and mean daily accumulation rates were 137 and 86 kg-1 ha-1 d-1 for P. purpureum and P. maximum, respectively. Grazing losses per cycle averaged 1040 and 880 kg ha-1, for grazing efficiencies of 52 and 37% for the Pennisetum and the Panicum, respectively. Mean seasonal stocking rate was 5.1 AU (animal unit = 500 kg LW) per ha on P. purpureum and 3 AU ha-1 on P. maximum pastures. For both species, productivity potential resides on the high pasture carrying capacity, particularly when there are no soil fertility limitations during the warm/rainy season. Based on growth potential and stem elongation characteristics, 'Guaçu' requires better management skills and 'Tanzania-1' has a more pronounced seasonal growth, as expressed by seasonal yields, apparently due to their contrasting responses to temperature and daylength.<hr/>A capacidade de suporte potencial das pastagens tropicais depende não apenas da produtividade e da quantidade de forragem em oferta, mas também da eficiência com a qual a forragem produzida é colhida pelo animal em pastejo. O presente estudo foi conduzido com o objetivo de quantificar a produtividade e a eficiência de pastejo em pastagens de capim-Guaçu (Pennisetum purpureum Schum.) e de capim Tanzânia-1 (Panicum maximum Jacq.) sob lotação rotacionada. Acúmulo de forragem, taxas médias diárias de acúmulo, perdas por pastejo, densidade volumétrica da forragem e a eficiência de pastejo foram medidas. O delineamento foi completamente casualizado com dois tratamentos e quatro repetições. A produção total de matéria seca (MS) durante 214 dias de pastejo foi 23850 e 15000 kg ha-1 para os capins Guaçu e Tanzânia-1, respectivamente, com 250 kg N ha-1 aplicados parceladamente após cada pastejo. O acúmulo médio de forragem por ciclo de pastejo foi 7950 e 5010 kg MS ha-1 e a taxa média diária de acúmulo foi 137 e 86 kg MS ha-1 dia-1 para o Guaçu e para o Tanzânia, respectivamente. As perdas de forragem médias por ciclo de pastejo foram 1040 e 880 kg MS ha-1, resultando em eficiências de pastejo de 52 e 37% para o P. purpureum e para o P. maximum, respectivamente. A taxa de lotação média da estação de pastejo foi 5,1 UA (unidade animal = 500 kg PV) no Guaçu e 3 UA ha-1 no Tanzânia-1. Em ambas as espécies o potencial produtivo reside na alta capacidade de suporte, particularmente quando não houver limitações de fertilidade do solo durante o verão. O Guaçu, devido às características de potencial produtivo e de alongamento de hastes, requer maior habilidade por parte do manejador, enquanto que o Tanzânia-1 apresenta produção mais estacional, conforme indicado pelas produções de cada estação, o que aparentemente está relacionado com as respostas à temperatura e ao fotoperíodo, contrastantes entre as duas espécies. <![CDATA[<B>Choice of tracers for the evaluation of spray deposits</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-90162005000500005&lng=en&nrm=iso&tlng=en Tracer substances, used to evaluate spraying effectiveness, ordinarily modify the surface tension of aqueous solutions. This study aimed to establish a method of using tracers to evaluate distribution and amount of spray deposits, adjusted to the surface tension of the spraying solution. The following products were tested: 0.15% Brilliant Blue, 0.15% Saturn Yellow in 0.015% Vixilperse lignosulfonate, and 0.005% sodium fluorescein, and mixtures of Brilliant Blue plus Saturn Yellow and Brilliant Blue plus sodium fluorescein at the same concentrations. Solutions were deposited on citrus leaves and stability was determined by measuring fluorescence and optical density of solutions without drying, dried in the dark and exposed to sunlight for 2, 4 and 8 h. These values were compared to those obtained directly in water. The static surface tension of the tracer solution was determined by weighing droplets formed during a period of 20 to 40 seconds. The Brilliant Blue and Saturn Yellow mixture at 0.15% was stable under all conditions tested. It was not absorbed by the leaves and maintained the same surface tension as that of water, thus permitting concentration adjustment to the same levels used for agrochemical products, and allowing the development of a qualitative method based on visual evaluation of the distribution of the pigment under ultraviolet light and of a quantitative method based on the determination of the amount of the dye deposited in the same solution. Spray deposition could be evaluated at different surface tensions of the spraying solution, simulating the effect of agrochemical formulations.<hr/>As substâncias traçadoras são usadas para avaliar a eficácia de pulverizações mas, normalmente, elas modificam a tensão superficial de soluções aquosas. O trabalho objetivou definir um método para avaliar a distribuição e a quantidade de produto depositada em pulverizações, utilizando-se substâncias traçadoras, com a possibilidade de ajustar a tensão superficial da calda. Foram testados os produtos Azul Brilhante a 0,15%, Saturn Yellow a 0,15% suspenso em lignosulfonato Vixilperse a 0,015% e a Fluoresceína Sódica a 0,005%, e as misturas de Azul Brilhante mais Saturn Yellow e Azul Brilhante mais Fluoresceína, nas mesmas concentrações. Para avaliar a degradação as soluções com os produtos foram depositados sobre folhas de citros e avaliados as quantidades através da leitura de unidade de fluorescência e densidade óptica, das soluções sem secar, secas no escuro, exposta ao sol por 2, 4 e 8 horas e comparadas com as leituras obtidas com os depósitos direto em água. A tensão superficial da solução traçadora foi determinada pela passagem de gotas formadas no período entre 20 e 40 segundos. A mistura do Azul Brilhante mais o Saturn Yellow a 0,15%, não apresentou degradação em todas as condições de avaliação, não foi absorvida pelas folhas e manteve a solução na mesma tensão superficial da água, possibilitando ajustá-la aos mesmos níveis das concentrações dos produtos fitossanitários. Isto proporcionou o estabelecimento de um método qualitativo pela avaliação visual sobre luz ultravioleta da distribuição do pigmento e quantitativo com a determinação da quantidade depositada do corante numa mesma solução, em diferentes tensões superficiais na calda de pulverização. <![CDATA[<B>Post-harvest quality of fresh-marketed tomatoes as a function of harvest periods</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-90162005000500006&lng=en&nrm=iso&tlng=en Losses on tomato business chain start at harvest, a two-months period. At the beginning of the harvest, fruits concentrate at the basal part of the plant, then in the middle, and finally at the top, and undergo changes in diameter and maturity indexes as harvest progresses. The aim of this work was to evaluate the impact of handling at three different periods: (I) 15 days, (II) 30 days, and (III) 45 days after the beginning of harvest. Tomatoes were ordinarily grown and harvested in to bamboo baskets, and transferred to plastics boxes. Fruits were classified according to ripening stage and diameter, and evaluated for mechanical damage and external defects caused by harvesting procedures. The time required for the harvest operation was measured; damage to fruits (%) and weight loss (%), caused either in the field and/or during the harvesting process, were taken into consideration and related to the final quality of fruit after storage for 21 days. The same methodology was used all through the production and harvest cycle. The highest % fruit damage occurred during period II, a longer harvest time than the other two periods. Fruits not submitted to handling showed lower weight loss than handled fruits. Fruits harvested in period II and stored for 21 days showed higher losses due to mechanical injury.<hr/>As perdas na cadeia produtiva do tomate de mesa iniciam-se no campo durante a colheita, a qual ocorre por cerca de dois meses. No inicio da colheita frutos concentram-se na parte basal da planta, posteriormente na região mediana e finalizam na parte superior. Frutos durante o período de colheita apresentam alterações quanto ao diâmetro e estádio de maturidade. O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito do manuseio durante a colheita na qualidade do tomate de mesa, cultivar 'Fanny' após 15, 30 e 45 dias, depois de iniciada a colheita. Tomates foram colhidos no sistema tradicional, utilizando-se de uma cesta de bambu e transferidos para caixas plásticas. Foi realizada uma classificação para o estádio de maturação e diâmetro e avaliação para danos físicos e defeitos externos nos frutos colhidos. O tempo necessário para colheita foi mensurado. Para avaliação da qualidade dos frutos foram considerados: perda de peso (%), incidência de danos físicos (%) originados no processo de colheita e originados em campo. Estes resultados foram relacionados à qualidade final dos frutos após armazenagem por 21 dias. A mesma metodologia foi utilizada nas três diferentes épocas. Os maiores valores em danos físicos (%) obtidos na etapa de colheita foram na segunda época, juntamente com um maior tempo para realização desta colheita. Nas três épocas, frutos não submetidos ao manuseio apresentaram menor perda de peso. Após armazenamento por 21 dias, frutos obtidos na segunda época demonstram maiores perdas devido a danos físicos do que as demais épocas. <![CDATA[<B>Resistence of <I>Euphorbia Heterophylla</I> L. to ALS-inhibiting herbicides in soybean</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-90162005000500007&lng=en&nrm=iso&tlng=en Herbicides are widely used in soybean for weed control, and the selection pressure attributed to the repeated use of herbicides with similar modes of action on the same site has caused selection for resistant biotypes within and among previously susceptible species, such as Euphorbia heterophylla L., in relation to ALS enzyme inhibitors, in the states of Paraná, Rio Grande do Sul, and São Paulo, Brazil. Seeds of E. heterophylla were collected to examine possible new cases of resistant populations and to test alternative herbicide treatments to manage these populations, in the Caarapó region, State of Mato Grosso do Sul, Brazil, in areas where plants of this species have survived continuous herbicide applications. The experiment was carried out under greenhouse conditions, where biotypes with a history of suspected resistance were compared with a known susceptible biotype. Several post-emergence herbicides were sprayed at zero, one, two, four, and eight times the recommended field application rates. Twenty days after application, plants were harvested, and control percentage and fresh weight were determined to establish dose-response curves, in the aim to obtain the resistance factor using CD50 and RD50 data. The chlorimuron-ethyl resistance factor values for the control percentage and fresh weight parameters were higher than 16.5 and 16.9, respectively, while imazethapyr showed resistance factors higher than 25.0 and 23.5, respectively. The resistant biotype showed different resistance levels to chlorimuron-ethyl and imazethapyr, showing cross-resistance to the sulfonylurea and imidazolinone groups. Nevertheless, this biotype was effectively controlled by fomesafen (250 g ha-1), lactofen (120 g ha-1), flumiclorac-pentyl (40 g ha-1), glufosinate-ammonium (150 g ha-1), and glyphosate (360 g ha-1).<hr/>Os herbicidas constituem a principal medida de controle de plantas daninhas na cultura da soja, mas através da pressão de seleção, o uso contínuo e prolongado de produtos com o mesmo mecanismo de ação pode provocar a manifestação de biótipos resistentes, como ocorreu com Euphorbia heterophylla L. aos inibidores da ALS nos Estados do Paraná, Rio Grande do Sul e São Paulo. Para verificar possíveis novos casos, bem como alternativas para prevenção e manejo, foram coletadas sementes dessa espécie daninha na região de Caarapó (MS), em plantas que sobreviveram a tratamentos onde esses herbicidas foram sistematicamente aplicados nos últimos anos. Em casa-de-vegetação, comparou-se o efeito dos principais herbicidas usados em pós-emergência na cultura da soja sobre o biótipo com histórico de resistência e sobre um suscetível sendo instalado, um experimento em blocos ao acaso para cada produto (n = 4). Os herbicidas foram aplicados quando as plantas apresentavam de duas a quatro folhas verdadeiras nas doses zero, uma, duas, quatro e oito vezes a recomendação do fabricante. Aos vinte dias após a aplicação, foram avaliados parâmetros relativos ao controle e produção de fitomassa epígea com base nos valores de DC50 e GR50. Foi determinado também o fator de resistência (FR), que representa o número de vezes em que a dose necessária para proporcionar 50% de controle ou de redução na produção de fitomassa epígea do biótipo suscetível deve ser aumentada, para que possa ocorrer o mesmo efeito sobre o resistente. O biótipo resistente apresentou diferentes níveis de resistência aos herbicidas chlorimuron-ethyl e imazethapyr, demonstrando ser portador de resistência cruzada aos inibidores da ALS dos grupos das sulfoniluréias e imidazolinonas. O fator de resistência para chlorimuron-ethyl foi superior a 16,5 para a porcentagem de controle e a 16,9 para a produção de fitomassa epígea, enquanto que para imazethapyr, o fator de resistência foi superior a 25,0 e a 23,5, respectivamente. O biótipo resistente foi eficientemente controlado nos tratamentos com os herbicidas fomesafen (250 g ha-1), lactofen (120 g ha-1), flumiclorac-pentil (40 g ha-1), glufosinato de amônio (150 g ha-1) e glyphosate (360 g ha-1). <![CDATA[<B>Temperature-related changes in respiration and Q<SUB>10</SUB> coefficient of Guava</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-90162005000500008&lng=en&nrm=iso&tlng=en Guava (Psidium guajava L.) is a tropical fruit that presents fast post-harvest ripening; therefore it is a very perishable product. Inappropriate storage temperature and retail practices can accelerate fruit quality loss. The objective of this study was to evaluate the respiratory activity (RA), the ethylene production (EP) and Q10 of guava fruit at different storage temperatures. 'Paluma' guava fruits were harvested at maturity stage 1 (dark-green skin) and stored at either 1, 11, 21, 31 or 41ºC; RA and EP were determined after 12, 36, 84 and 156 h of storage. RA and EP rates at 1 and 11ºC were the lowest - 0.16 and 0.43 mmol CO2 kg-1 h-1 and 0.003 and 0.019 µmol C2H4 kg-1 h-1, respectively. When guavas were stored at 21ºC, a gradual increase occurred in RA and EP, reaching 2.24 mmol CO2 kg-1 h-1 and 0.20 µmol C2H4 kg-1 h-1, after 156 h of storage. The highest RA and EP were recorded for guavas stored at 31ºC. In spite of high RA, guavas stored at 41ºC presented EP similar to guavas stored at 11ºC, an indicator of heat-stress injury. Considering the 1-11ºC range, the mean Q10 value was around 3.0; the Q10 value almost duplicated at 11-21ºC range (5.9). At 21-31ºC and 31-41ºC, Q10 was 1.5 and 0.8, respectively. Knowing Q10, respiratory variation and ripening behavior in response to different temperatures, fruit storage and retail conditions can be optimized to reduce quality losses.<hr/>A goiaba (Psidium guajava L.) é um fruto tropical que apresenta rápido amadurecimento, o que a torna um produto muito perecível. Temperaturas inapropriadas durante o armazenamento e comercialização podem acelerar a perda da qualidade dos frutos. O objetivo desse trabalho foi avaliar a atividade respiratória (AR), a produção de etileno (PE) e o coeficiente Q10 de goiabas em diferentes temperaturas de armazenamento. Goiabas do cultivar Paluma foram colhidas no estádio 1 de maturação (casca verde escura) e armazenadas a 1, 11, 21, 31 e 41ºC. A AR e a PE foram determinadas com 12, 36, 84 e 156 h de armazenamento. As taxas de AR e PE a 1 e 11ºC foram as menores, atingindo valores ao redor de 0,16 e 0,43 mmol CO2 kg-1 h-1 e 0,003 e 0,019 µmol C2H4 kg-1 h-1, respectivamente. Quando as goiabas foram armazenadas a 21ºC, observou-se aumento gradual em AR e PE, as quais alcançaram valores de 2,24 mmol CO2 kg-1 h-1 e 0,20 µmol C2H4 kg-1 h-1 após 156 h de armazenamento. As maiores AR e PE foram observadas em goiabas armazenadas a 31ºC. Apesar de alta AR, goiabas armazenadas a 41ºC tiveram baixa PE, similarmente àquelas armazenadas a 11ºC, indicando dano por alta temperatura. Na faixa de 1-11ºC, o valor médio de Q10 foi de 3,0, enquanto esse valor quase duplicou na faixa de 11-21ºC, atingindo 5,9. O Q10 decresceu nas faixas de 21-31ºC e 31-41ºC, apresentando valores de 1,5 e 0,8, respectivamente. Conhecendo-se a variação do Q10, da taxa respiratória e do comportamento do amadurecimento em resposta a diferentes temperaturas, as condições de armazenamento e comercialização dos frutos podem ser otimizadas para reduzir as perdas na qualidade. <![CDATA[<b>Biological parameters of <i>Spodoptera</i><i> frugiperda</i> (J.E. Smith) (Lepidoptera: Noctuidae) assayed with <i>Bacillus thuringiensis</i> berliner</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-90162005000500009&lng=en&nrm=iso&tlng=en The bacterium Bacillus thuringiensis (Bt) is a promising control agent of Spodoptera frugiperda (J.E. Smith). Besides the lethal effect on hosts, the entomopathogen may cause physiological alterations that hinder insects' feeding intake and reproduction. Larval and female pupa weight, oviposition and egg fecundity were determined in second instar S. frugiperda larvae infected with 39 Bt isolates in four bioassays. Sublethal effects were observed in the follow isolates: ESALQ 1.1, ESALQ 1.4, ESALQ 1.6, ESALQ 3.7, ESALQ 4.2 and ESALQ 5.2 (larval and female pupae weight); ESALQ 5.1 (larval weight); ESALQ 1.2 and ESALQ 3.7 (egg fecundity); ESALQ 3.7 (oviposition and egg fecundity); ESALQ 3.7 and ESALQ 5.2 (oviposition). Significant correlations were observed when parameters were analyzed together, except in the second bioassay (female pupal weight ´ oviposition, female pupal weight ´ egg fecundity and oviposition ´ egg fecundity). Some Bt isolates affected the biological parameters of S. frugiperda, mainly larval and female pupae weight, and in some instances these effects were passed on to further life cycle stages affecting oviposition and egg fecundity. Although sublethal effects are difficult to evaluate, mainly under field conditions, they should be considered when the activity of an entomopathogen is measured.<hr/>A bactéria Bacillus thuringiensis (Bt) é um promissor agente de controle de Spodoptera frugiperda (J.E. Smith). Além do efeito letal sobre os hospedeiros, os entomopatógenos podem causar alterações fisiológicas que comprometem o desenvolvimento dos insetos, podendo chegar a ponto de prejudicar a alimentação e/ou reprodução. No presente estudo, quatro bioensaios em laboratório foram realizados para verificar os efeitos subletais de isolados de Bt sobre os parâmetros biológicos de lagartas de segundo ínstar de S. frugiperda. A atividade de 39 isolados foi avaliada pelo peso de lagartas e de pupas fêmeas, oviposição e fecundidade de ovos de insetos sobreviventes. Foram observados efeitos subletais sobre as lagartas nos seguintes isolados: ESALQ 1.1, ESALQ 1.4, ESALQ 1.6, ESALQ 3.7, ESALQ 4.2 e ESALQ 5.2 (peso de lagartas e pupas fêmeas); ESALQ 5.1 (peso de lagartas); ESALQ 1.2 e ESALQ 3.7 (fecundidade dos ovos); ESALQ 3.7 (oviposição e fecundidade dos ovos) e ESALQ 3.7 e ESALQ 5.2 (oviposição). Quando os parâmetros foram analisados juntos, foram observadas correlações significativas entre eles, exceto no segundo bioensaio (peso de pupas fêmeas ´ oviposição, peso de pupas fêmeas ´ fecundidade dos ovos e oviposição ´ fecundidade dos ovos). Alguns isolados de Bt afetaram os parâmetros biológicos, principalmente peso de larvas e pupas fêmeas e, em alguns casos esses efeitos passaram para estágios posteriores do ciclo do inseto, afetando a oviposição e a viabilidade dos ovos. Embora, esses efeitos sejam difíceis de avaliar, especialmente em campo, eles deveriam ser considerados quando a atividade de um entomopatógeno é avaliada. <![CDATA[<b>Infestation by <i>Enneothrips flavens</i> Moulton and yield of peanut cultivars</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-90162005000500010&lng=en&nrm=iso&tlng=en Because of damages caused, general occurrence in crops, and high population levels, the most important peanut pest in Brazil is the thrips Enneothrips flavens Moulton (Thysanoptera: Thripidae). A field experiment was carried out during the 2001/2002 growing season, in Campinas and Pindorama, State of São Paulo, Brazil, to evaluate the influence of E. flavens on yield of six peanut cultivars. Treatments comprised three cultivars of the upright type and three of the runner type, with and without chemical control of the insect. Thrips infestation was evaluated by insect countings on young leaflets. Yield and yield reduction percentage due to the lack of thrips control were estimated. The lack of insect control resulted in yield reductions varying from 19.5 to 62.7%, depending on the level of infestation, cultivars, and location. Runner cultivar IAC Caiapo, presented the lowest yield reductions in both locations (19.5 and 28.7%), even when exposed to thrips infestation for a longer period because of its longer cycle. This fact characterizes 'IAC Caiapo' as resistant to E. flavens.<hr/>Em função dos danos causados e ocorrência generalizada na cultura, a praga mais importante do amendoim no Brasil é Enneothrips flavens Moulton (Thysanoptera: Thripidae). Com o objetivo de avaliar a influência do ataque de E. flavens na produtividade de seis cultivares de amendoim, foi implantado um experimento em campo, no ano agrícola 2001/2002, em duas localidades do Estado de São Paulo: Campinas e Pindorama. As cultivares de amendoim avaliadas foram três de porte vegetativo ereto e três rasteiros, com controle e ausência total de controle químico da praga. Para a avaliação da infestação de tripes, foram realizadas amostragens a partir dos 29 dias após o plantio, a cada duas semanas, quando foram coletados 10 folíolos fechados por subparcela. Ao final do ciclo, avaliou-se o peso em casca das parcelas e determinou-se o índice de redução na produção provocado pela ausência de controle do tripes nessas cultivares. A ausência de controle do tripes provocou reduções de produção entre 19,5 a 62,7%, dependendo do nível de infestação, da cultivar utilizada e do local de plantio. Embora exposto a um maior período de infestação devido a seu ciclo mais longo, 'IAC Caiapó' apresentou a menor perda produtiva quando não houve controle da praga (19,5 a 28,7%, dependendo da localidade plantada), demonstrando possuir resistência a esse inseto. <![CDATA[<b>Population dynamics of <i>Cyrtomon</i><i> luridus</i> Boheman (Coloptera: Curculionidae) on <i>Duboisia</i> sp. (Solanaceae) in </b><b>Brazil</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-90162005000500011&lng=en&nrm=iso&tlng=en Cyrtomon luridus (Boheman) has adapted to the medicinal plant Duboisia sp., introduced from Australia. Its larvae feed on roots, causing up to 100% mortality damages. The population dynamics and biological cycle were studied to determine future control methods in Duboisia sp., in Arapongas, Paraná State, Brazil, from 1993 to 1996. C. luridus presented annual life cycle in Duboisia sp. under natural conditions. The larval development period was 120 to 150 days, from January to May, reaching an average size of 19.0 ± 2.0 mm in soil depth ranging on 24.9 ± 8.6 cm to 45.0 ± 10.0 cm. The beginning of the pupal phase happened in April. The larval-adult viability ranged on 7.5% to 19.6%. The typical symptoms of attack appeared in an infestation level of 60 larvae per plant. The first adults came out in July, six months after larvae hatching. However, adults came out from soil only in September, at the beginning of the rainy season, reaching the peak of emergency in October, outspreading until January. In laboratory (25ºC, 70% R.H.), females longevity averaged 113.7 ± 15.2 days. In this period, laying capacity was 42.7 ± 7.9 egg masses, with 9.4 ± 0.61 eggs each, totaling 402 ± 72.9 eggs per female. Adults C. luridus were found parasitized by Microctonus sp. (Loan) (Hymenoptera: Braconidae). Solanaceae species Solanum mauritianum Scopoli and Cestrum intermedium Sendt. were identified as host plants of C. luridus.<hr/>Cyrtomon luridus (Boheman) adaptou-se à planta medicinal Duboisia sp., introduzida da Austrália, na qual causa danos de até 100%. A dinâmica populacional e o ciclo biológico foram estudados de 1993 a 1996, em Arapongas, PR, Brasil, com o objetivo de determinar futuros métodos de controle em Duboisia sp.. C. luridus apresentou ciclo anual em Duboisia sp. em condições naturais. O período de desenvolvimento larval ocorreu em 120 a 150 dias, de janeiro a maio, atingindo o tamanho médio de 19.0 ± 2.0 mm a uma profundidade média no solo de 24.9 ± 8.6 cm a 45.0 ± 10.0 cm. Em abril, foi observado o início da fase pupal. A viabilidade do período larval-adulto variou de 7.5% a 19.6%. Os sintomas típicos de ataque apareceram com o nível de infestação de 60 larvas por planta. Os primeiros adultos surgiram em julho, seis meses após a eclosão das larvas. Entretanto, o início da emergência de adultos do solo foi em setembro, no início da estação chuvosa, atingindo o pico de emergência em outubro, estendendo-se até janeiro. Em laboratório (25ºC, 70% UR), a longevidade média das fêmeas foi de 113.7 ± 15.2 dias. Neste período, cada fêmea colocou 42.7 ± 7.9 massas de ovos com 9.4 ± 0.61 ovos cada, totalizando uma média de 402 ± 72.9 ovos por fêmea. Adultos de C. luridus foram encontrados parasitados por Microctonus sp. (Loan) (Hymenoptera: Braconidae). As espécies de Solanaceae Solanum mauritianum Scopoli e Cestrum intermedium Sendt. foram encontradas como plantas hospedeiras de C. luridus. <![CDATA[<b>Susceptibility of <i>Podisus nigrispinus</i> (</b><b>Dallas</b><b>) (Heteroptera: Pentatomidea) to gamma-cyhalothrin under laboratory conditions</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-90162005000500012&lng=en&nrm=iso&tlng=en Podisus nigrispinus (Dallas) (Heteroptera: Pentatomidae) is an important biological control agent of the cotton leafworm [Alabama argillacea (Hübner)] in the cotton crops in Brazil. The use of selective products such as pyrethroids has been emphasized in this agroecosystem. Then, the susceptibility of the predatory stinkbug P. nigrispinus to the pyrethroid insecticide gamma-cyhalothrin was studied in the laboratory. Nymphs and adults of the predator were exposed to seven concentrations of the gamma-cyhalothrin via topical contact and ingestion through treated water. The concentrations studied of this insecticide via topical application were relatively harmless for adults of P. nigrispinus (females: LC50 = 143.5 ppm a.i., and males: LC50 = 145.1 ppm a.i.) and 5th-instar nymphs (LC50 = 103.9 ppm) as compared to via ingestion (females: LC50 = 1.98 ppm a.i., males: LC50 = 1.91 ppm a.i., and 5th-instar nymphs: LC50 = 2.05 ppm a.i.). The use of pyrethroids and beneficial insects in IPM programs should be better evaluated.<hr/>Podisus nigrispinus (Dallas) (Heteroptera: Pentatomidae) é um importante agente de controle biológico do curuquerê [Alabama argillacea (Hübner)] na cultura do algodão no Brasil. O uso de produtos seletivos tais como piretróides tem sido enfatizado no agroecosistema do algodoeiro. Portanto, estudou-se em laboratório a suscetibilidade do percevejo predador Podisus nigrispinus (Dallas) ao inseticida piretróide gamma-cyhalothrin. As exposições via ingestão e aplicação tópica de ninfas de 5º ínstar, fêmeas e machos de P. nigrispinus a gamma-cyhalothrin foram feitas, usando-se sete concentrações do inseticida. Gamma-cyhalothrin via aplicação tópica foi relativamente menos tóxico às formas adultas de P. nigrispinus (fêmeas: CL50 = 143,5 ppm i.a. e machos: CL50 = 145,1 ppm i.a.) e às ninfas de 5º ínstar (CL50 = 103,9 ppm) desse predador, quando comparado a sua utilização por ingestão (fêmeas: LC50 = 1,98 ppm i.a., machos: LC50 = 1,91 ppm i.a. e ninfas de para ninfas de 5º instar: LC50 = 2,05 ppm i.a.). Os resultados dessa pesquisa sugerem que o uso de piretróides em programas de MIP deve ser avaliado com bastante cautela. <![CDATA[<b>Hanging the beef carcass by the forequarter to improve tenderness of the <i>Longissimus dorsi</i> and <i>Biceps femoris</i> muscles</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-90162005000500013&lng=en&nrm=iso&tlng=en Hanging beef carcasses in different configurations in the cooler affect some carcass muscle tenderness. Forty Nellore steer carcasses (ten per day) were chosen at random in a federally inspected slaughter plant and hanged alternate left and right sides either in the traditional way by the hindquarter (HQ) or by the forequarter (FQ) also called "tenderbife". Carcasses were selected from steers up to 30 months old and had an average hot carcass weight of 244.1 kg. These carcasses were chilled for 48 hours, when samples from the Longissimus dorsi (LD) at the 12th rib and the Biceps femoris (BF) at the P8 site were removed, kept under refrigeration (0-2ºC) for five days and frozen for future analysis. The temperature of the LD after 24 hours taken at the 12th rib was not different for HQ (1.0ºC) and FQ (0.9ºC). Fat thickness measured at the 12th rib was lower (P < 0.05) for HQ (3.8 mm) than FQ (4.3 mm). All samples were thawed during 48 hours under refrigeration for tenderness evaluation. Warner Bratzler Shear force from the LD was lower (P < 0.001) for FQ (3.53 kg) than HQ (4.78 kg) and was not different for BF. Total cooking losses were not different between HQ (19.7%) and FQ (18.9%). Hanging beef carcass by the forequarter caused an improvement in tenderness of the LD without any detrimental effect on the BF (cap of rump).<hr/>A suspensão da carcaça em diferentes formas na câmara fria influencia a maciez de alguns músculos da carcaça. As carcaças de 40 novilhos Nelore (dez por dia) com no máximo 30 meses de idade foram selecionadas ao acaso em frigorífico (SIF 2543) e lados alternados de suas carcaças foram resfriados e pendurados pelo Tendão de Aquiles do traseiro especial (TA) ou pelo músculo carpo radial dianteiro (DA), também chamado "tenderbife". Todas as carcaças eram de classificação B no Sistema Brasileiro de Tipificação de Carcaças, com média de peso de carcaça quente de 244,1 kg. O pH 24 horas não diferiu para os tratamentos, (TA = 5,69 e DA = 5,70). As carcaças foram resfriadas por 48 horas e a seguir, amostras do Longissimus dorsi (LD) na altura da 12ª costela e Biceps femoris (BF) na altura do sítio P8 foram removidas, mantidas sob refrigeração (0-2ºC) por mais 5 dias e a seguir congeladas para posterior análises. A espessura de gordura medida na altura da 12ª costela foi menor (P < 0,05) para TA (3,8 mm) do que DA (4,3 mm). A força de cisalhamento do músculo LD foi menor (P < 0,01) para o DA (3,53 kg) do que para o TA (4,78 kg) e não foi estatisticamente diferente para o músculo BF. As perdas totais ao cozimento também não foram estatisticamente diferentes (TA = 19,7% e DA = 18,9%). O resfriamento da carcaça pendurada pelo dianteiro ocasionou uma melhoria significativa na maciez do músculo LD (contra-filé) sem causar um efeito indesejável no músculo BF (picanha). <![CDATA[<b>Grain yield and kernel crude protein content increases of maize hybrids with late nitrogen side-dressing</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-90162005000500014&lng=en&nrm=iso&tlng=en Physiological changes incorporated into current maize hybrids suggest the occurrence of modifications in the nitrogen uptake dynamics, improving plant ability to uptake N during grain filling. This may justify late N side-dressing whenever environmental constraints prevent adequate nitrogen supply during crops vegetative development. This study evaluates effects of nitrogen fertilization at booting and silking on grain yield and kernel crude protein contents of commercial maize hybrids. Two experiments were set up in Eldorado do Sul, RS, during the 2001/2002 and 2002/2003 growing seasons. In 2001/2002, treatments were composed of two hybrids (Agroceres 303 and Pioneer 32R21), three nitrogen rates applied during maize vegetative development (30, 80 and 130 kg ha-1) and three nitrogen rates applied at silking (0, 50 and 100 kg ha-1). In 2002/2003, four hybrids (Agroceres 303, Pioneer 32R21, Dekalb 215 and Syngenta Penta) and four nitrogen rates side-dressed at booting (0, 50, 100 and 150 kg.ha-1) were assessed. There were significant increments in grain yield and kernel crude protein content with nitrogen fertilization at booting and silking. Grain yield response to late N side-dressing differed among cultivars. The impact of nitrogen fertilization at silking was higher at the smallest rate of N during the plant vegetative development. Enhancements in grain yield with late N side-dressing resulted from increases in grain weight. Modern hybrids can uptake nitrogen during silking, contradicting the hypothesis that late N side-dressing is not efficient to improve maize grain yield.<hr/>Alterações morfo-fisiológicas introduzidas nos híbridos modernos de milho sugerem mudanças na dinâmica de absorção do nitrogênio, aumentando a habilidade da planta de absorvê-lo durante o enchimento de grãos. Isto pode justificar a utilização de coberturas nitrogenadas tardias sempre que restrições climáticas impedirem o suprimento adequado de nitrogênio durante o desenvolvimento vegetativo da cultura. Este estudo foi conduzido objetivando avaliar os efeitos da fertilização nitrogenada no emborrachamento e espigamento no rendimento e teor de proteína nos grãos de híbridos de milho. Dois experimentos foram instalados em Eldorado do Sul, RS, nos anos agrícolas de 2001/2002 e 2002/2003. Em 2001/2002, os tratamentos foram compostos por dois híbridos (Agroceres 303 e Pioneer 32R21), três doses de N aplicadas durante o desenvolvimento vegetativo (30, 80 e 130 kg ha-1) e três doses de N aplicadas no espigamento (0, 50 e 100 kg ha-1). Em 2002/2003, quatro híbridos (Agroceres 303, Pioneer 32R21, Dekalb 215 e Syngenta Penta) e quatro doses de N aplicadas no espigamento (0, 50, 100 e 150 kg ha-1) foram testadas. A fertilização nitrogenada no emborrachamento e espigamento promoveu incrementos significativos no rendimento e teor de proteína bruta dos grãos. A resposta do rendimento de grãos à cobertura nitrogenada tardia diferiu entre as cultivares. O impacto da fertilização nitrogenada no espigamento foi maior quando se aplicou baixas doses de N na fase de desenvolvimento vegetativo. Os aumentos no rendimento de grãos obtidos com coberturas tardias deveram-se principalmente ao maior peso de grãos. Os híbridos contemporâneos são capazes de absorver N depois do espigamento, contradizendo a hipótese de que coberturas nitrogenadas tardias não são eficientes para aumentar o rendimento de grãos do milho. <![CDATA[<b>Alternative method for volumetric core removal in hardsetting soils</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-90162005000500015&lng=en&nrm=iso&tlng=en Due to the narrow window of ideal moisture conditions required for collecting undisturbed soil samples from hardsetting horizons in the field, this study compared the efficiency of an alternative method of soil core removal in the laboratory with that of the traditional field method by using measurements of soil bulk density data (Db). In a first sampling, cylinders were removed with a soil sampler in the field. In a second sampling, large soil blocks were removed with Kubiena-type zinc (brass) boxes in the field. Volumetric core cylinder samples were removed from these blocks in the laboratory with a manual hydraulic pump. There were no differences between the Db values determined from the laboratory and the field coring method. The laboratory method was considered more efficient than the field method because it allowed reductions in the errors made by operators in the field, and those caused by differences in soil water content. The laboratory method allows sampling in hardsetting horizons throughout the year, and collecting soil core samples under conditions of controlled moisture and applied force.<hr/>Devido à grande dificuldade em se determinar à umidade ideal para a coleta de amostras com estrutura indeformada nos solos com horizontes coesos, este trabalho testou a hipótese que a utilização de um método alternativo para retirada de anéis volumétricos em laboratório não influenciaria a qualidade das amostras e, portanto, os resultados obtidos a partir delas. O objetivo deste trabalho foi comparar a eficiência de um método alternativo de retirada de anéis volumétricos no laboratório com o método tradicional de retirada no campo utilizando, para isso, os dados de densidade do solo (Ds). Foram feitas duas amostragens de solo: (i) na primeira foram retirados anéis com amostrador de solo e, (ii) na segunda foram retirados blocos de solo com caixas de zinco (latão) do tipo Kubiena. Esses blocos foram utilizados para retirar anéis volumétricos em laboratório com ajuda de uma bomba hidráulica manual. Não houve diferenças significativas entre os valores de Db obtidos com ambos os métodos: de laboratório e de campo. O método alternativo de laboratório é mais eficiente que o de campo, já que permite minimizar os erros provenientes do operador na amostragem de campo e aqueles causados por diferenças do conteúdo de água no solo. O método proposto permite coletar amostras nos horizontes coesos em qualquer época do ano e obter os anéis volumétricos em condições controladas de umidade e força aplicada. <![CDATA[<B>Heavy metals in a degraded soil treated with sludge from water treatment plant</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-90162005000500016&lng=en&nrm=iso&tlng=en The application of water treatment sludge (WTS) to degraded soil is an alternative for both residue disposal and degraded soil reclaim. This study evaluated effects of the application of water treatment sludge to a Typic Hapludox soil degraded by tin mining in the National Forest of Jamari, State of Rondonia, Brazil, on the content of heavy metals. A completely randomized experimental design with five treatments was used: control (n = 4); chemical control, which received only liming (n = 4); and rates D100, D150 and D200, which corresponded to 100, 150 and 200 mg of N-sludge kg-1 soil (n = 20), respectively. Thirty days after liming, period in which soil moisture was kept at 70% of the retention capacity, soil samples were taken and analyzed for total and extractable Fe, Cu, Mn, Zn, Cd, Pb, Ni, and Cr. The application of WTS increased heavy-metal contents in the degraded soil. Although heavy metals were below their respective critical limits, sludge application onto degraded areas may cause hazardous environmental impact and thus must be monitored.<hr/>A aplicação do lodo de estação de tratamento de água (LETA) em solos degradados é uma alternativa tanto para disposição desse resíduo como para a recuperação do solo. Neste trabalho avaliaram-se os efeitos do LETA nos teores de metais pesados em um Latossolo degradado por mineração de cassiterita na Floresta Nacional do Jamari, RO, Brasil. Utilizou-se delineamento experimental inteiramente casualizado com cinco tratamentos: testemunha (n = 4); testemunha química, que recebeu apenas calagem (n = 4) e doses D100, D150 e D200 (respectivamente 100, 150 e 200 mg de N kg-1 solo na forma de LETA), aplicadas antes da calagem (n = 20). Após 30 dias da calagem, período em que o solo contido nos vasos foi mantido com teor de umidade próximo à capacidade de retenção, coletaram-se amostras de solo, que foram analisadas com relação aos teores totais e extraíveis de Fe, Cu, Mn, Zn, Cd, Pb, Ni e Cr. A aplicação de LETA aumentou os teores dos metais pesados do solo. A aplicação deste tipo de lodo em áreas degradadas pode causar impacto ambiental e, portanto, deve ser monitorada. <![CDATA[<B>Dissolved organic carbon and bioavailability of N and P as indicators of soil quality</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-90162005000500017&lng=en&nrm=iso&tlng=en Soil quality has become an important issue in soil science. Considerable attempts have been made to define soil quality, but a general concept has not yet been accepted by the scientific community. The selection of quantitative indices for soil quality is extremely difficult, and a considerable number of chemical, physical, and biochemical properties have been suggested as potential indicators of soil quality. Because soil organic matter (SOM) can be associated with different soil chemical, physical and biological processes, it has been widely considered as one of the best soil quality indicator. Land use can significantly influence dynamics of organic carbon and N, P, and S cycle. However, changes in total soil organic carbon (SOC) contents in response to land use may be difficult to detect because of the natural soil variability. In the short to medium term, biological properties and readily decomposable fractions of SOC, such as dissolved organic carbon (DOC), are much more sensitive to soil management than is SOM as a whole, and can be used as a key indicator of soil natural functions. Despite the fact that labile C accounts for a small portion of the total organic matter in the soils, DOC is the most mobile and important C-source for microorganisms, and can easily reflect the effects of land use on soil quality. Although several methods are used to characterize DOC, the factors influencing mineralization and bioavailability of elements associated with organic matter (N, P, and S) remains unclear. Future research should focus on the processes that govern DOC and nutrient dynamics and how they affect soil quality.<hr/>Nas últimas décadas, qualidade do solo tem se tornado um tópico importante na ciência do solo. Embora esforços consideráveis tenham sido dedicados com o intuito de definir "qualidade do solo", ainda não há um conceito amplamente aceito pela comunidade cientifica. A seleção de índices qualitativos para definir qualidade do solo é uma tarefa extremamente difícil, e diversas propriedades químicas, físicas e biológicas tem sido sugeridas como potenciais indicadores. A matéria orgânica do solo está associada com processos químicos, físicos e biológicos no solo, e, portanto, é considerada um dos melhores indicadores de qualidade do solo. O manejo do solo pode influenciar significativamente a dinâmica do carbono orgânico e o ciclo de N, P, e S. Entretanto, mudanças na concentração total da matéria organica em resposta ao manejo pode ser dificil de ser detectada devido à variabilidade natural do solo. Quando comparada com a matéria orgânica total do solo, a fração mais prontamente disponível, como o carbono orgânico dissolvido (COD), é mais sensível às mudanças no manejo do solo a curto e médio prazo e, portanto, pode ser utilizada como indicador fundamental de qualidade do solo ou das alterações das condições naturais. Embora a fração dissolvida represente apenas uma pequena porção da matéria orgânica total do solo, o COD é móvel no solo e constitui uma importante fonte de C para os microorganismos, podendo facilmente refletir os efeitos de diferentes sistemas de manejo. Inúmeros métodos são utilizados para caracterizar o COD, mas os processos que influenciam sua mineralização e a disponibilidade dos elementos associado com a matéria orgânica (N, P, e S) ainda não são completamente entendidos. Pesquisas futuras devem buscar entender os processos que governam a dinâmica de nutrientes e do COD e como os mesmos afetam a qualidade do solo. <![CDATA[<B>Erratum</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-90162005000500018&lng=en&nrm=iso&tlng=en Soil quality has become an important issue in soil science. Considerable attempts have been made to define soil quality, but a general concept has not yet been accepted by the scientific community. The selection of quantitative indices for soil quality is extremely difficult, and a considerable number of chemical, physical, and biochemical properties have been suggested as potential indicators of soil quality. Because soil organic matter (SOM) can be associated with different soil chemical, physical and biological processes, it has been widely considered as one of the best soil quality indicator. Land use can significantly influence dynamics of organic carbon and N, P, and S cycle. However, changes in total soil organic carbon (SOC) contents in response to land use may be difficult to detect because of the natural soil variability. In the short to medium term, biological properties and readily decomposable fractions of SOC, such as dissolved organic carbon (DOC), are much more sensitive to soil management than is SOM as a whole, and can be used as a key indicator of soil natural functions. Despite the fact that labile C accounts for a small portion of the total organic matter in the soils, DOC is the most mobile and important C-source for microorganisms, and can easily reflect the effects of land use on soil quality. Although several methods are used to characterize DOC, the factors influencing mineralization and bioavailability of elements associated with organic matter (N, P, and S) remains unclear. Future research should focus on the processes that govern DOC and nutrient dynamics and how they affect soil quality.<hr/>Nas últimas décadas, qualidade do solo tem se tornado um tópico importante na ciência do solo. Embora esforços consideráveis tenham sido dedicados com o intuito de definir "qualidade do solo", ainda não há um conceito amplamente aceito pela comunidade cientifica. A seleção de índices qualitativos para definir qualidade do solo é uma tarefa extremamente difícil, e diversas propriedades químicas, físicas e biológicas tem sido sugeridas como potenciais indicadores. A matéria orgânica do solo está associada com processos químicos, físicos e biológicos no solo, e, portanto, é considerada um dos melhores indicadores de qualidade do solo. O manejo do solo pode influenciar significativamente a dinâmica do carbono orgânico e o ciclo de N, P, e S. Entretanto, mudanças na concentração total da matéria organica em resposta ao manejo pode ser dificil de ser detectada devido à variabilidade natural do solo. Quando comparada com a matéria orgânica total do solo, a fração mais prontamente disponível, como o carbono orgânico dissolvido (COD), é mais sensível às mudanças no manejo do solo a curto e médio prazo e, portanto, pode ser utilizada como indicador fundamental de qualidade do solo ou das alterações das condições naturais. Embora a fração dissolvida represente apenas uma pequena porção da matéria orgânica total do solo, o COD é móvel no solo e constitui uma importante fonte de C para os microorganismos, podendo facilmente refletir os efeitos de diferentes sistemas de manejo. Inúmeros métodos são utilizados para caracterizar o COD, mas os processos que influenciam sua mineralização e a disponibilidade dos elementos associado com a matéria orgânica (N, P, e S) ainda não são completamente entendidos. Pesquisas futuras devem buscar entender os processos que governam a dinâmica de nutrientes e do COD e como os mesmos afetam a qualidade do solo.