Scielo RSS <![CDATA[Revista Estudos Feministas]]> http://www.scielo.br/rss.php?pid=0104-026X20110002&lang=en vol. 19 num. 2 lang. en <![CDATA[SciELO Logo]]> http://www.scielo.br/img/en/fbpelogp.gif http://www.scielo.br <link>http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-026X2011000200001&lng=en&nrm=iso&tlng=en</link> <description/> </item> <item> <title><![CDATA[<b>From Greece to Cronenberg or why women exist</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-026X2011000200002&lng=en&nrm=iso&tlng=en Propomos uma leitura do filme de D. Cronenberg Irmãos Inseparáveis (Dead Ringers), à luz de um referencial proveniente do universo simbólico da Grécia Antiga. Embora o filme trate temáticas emblemáticas da tardo-modernidade - identidades estilhaçadas, relações problemáticas do eu com o corpo ou as representações dos géneros cada vez mais marcadas pela ambivalência e conflito - é possível encontrar na produção mítico-poética e na ciência gregas áreas de significado que replicam as mesmas inquietações exploradas no filme. Adicionam-se, ainda, alguns exemplos provenientes das sociedades ágrafas que sublinham o alcance universal dos conteúdos explorados no filme.<hr/>We propose an interpretation of D. Cronenberg's movie Dead Ringers which seeks a referential ground in Ancient Greek symbolism. Even though the movie explores subjects that are emblematic of late modernity - the problem of shattered identities, the problematic relations between self and body or the increasing ambiguity of gender representations - we argue that the same issues can be found in some fields of Greek culture. We claim the similarities are not coincidental but reveal, instead, the existence of universals in symbolic representation. We add ethnographic examples to support this claim. <![CDATA[<b>Them to know</b>: <b>body and sexuality in the social zoom. About XXY</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-026X2011000200003&lng=en&nrm=iso&tlng=en El presente trabajo toma como excusa narrativa la película argentina XXY para discutir algunos aspectos que se plantean en la misma en torno a la construcción socio cultural del cuerpo sexuado y cómo ello incide en las maneras personales de experimentar el cuerpo y la sexualidad teniendo como eje de análisis el concepto de "estigma". La existencia de largometrajes como el citado pone en el horizonte social un debate que desde una perspectiva feminista se vuelve trascendente si consideramos que las producciones cinematográficas son una manera del decir social, de imponer normas en relación a lo posible y lo imposible, en este caso sobre la constitución del sujeto sexuado.<hr/>This work takes as a narrative excuse the Argentinean film XXY to discuss some aspects the film brings to the fore about the social and cultural construction of the sexual body, and how this construction has implications in the particular ways to experience the body and sexuality. The pivot of this analysis will be the concept of "stigma". The existence of this kind of film raises debate which, from a feminist perspective, has a vital meaning if we consider that filmic productions impose norms about what is possible and what is not, in this case about the constitution of a sexed subject. <![CDATA[<b>Adam's rib</b>: <b>sexual differences from Levinas</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-026X2011000200004&lng=en&nrm=iso&tlng=en Este artigo apresenta o pensamento de Emmanuel Lévinas sobre o feminino e sobre as diferenças sexuais para explorar o que Jacques Derrida chama de duas possibilidades de leitura de Lévinas. A primeira, androcêntrica, identifica a tradicional separação hierárquica entre masculino e feminino. Na segunda possibilidade de leitura, Derrida enxerga em Lévinas a ampliação do feminino para além da mulher, amplificando as proposições levinasianas do feminino como abertura à alteridade. Lévinas faz do feminino uma figura privilegiada da ética e da alteridade. Derrida partirá desse pensamento levinasiano do feminino para pensar em hospitalidade incondicional, radicalizando essa ideia de abertura ao outro.<hr/>This paper presents the thought of Emmanuel Lévinas about women and about sex differences to explore what Jacques Derrida calls the two possibilities of reading Lévinas. The first, androcentric, identifies the traditional hierarchical separation between male and female. The second possibility of reading Lévinas, according to Derrida, sees the expansion of the meaning of women into the feminine, amplifying Levinas's propositions of feminity as an opening to otherness. Lévinas turns the feminine into a privileged figure of ethics and otherness. Derrida will depart from this idea of Lévinas about the feminine to think of unconditional hospitality, radicalizing his view of openness to others. <![CDATA[<b>Artistic activism</b>: <b>political awareness and gender issues in Barbara Kruger's work</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-026X2011000200005&lng=en&nrm=iso&tlng=en O presente artigo introduz e contextualiza as primeiras manifestações feministas que compuseram o panorama artístico do final da década de 1960 até 1980. São analisadas as circunstâncias históricas (incluindo a história da arte) que facilitaram a ponte entre as esferas da arte e da política, bem como os problemas formais e estéticos que a prática artística ativista apresentou e sua recepção como movimento. Para tanto, nos basearemos no trabalho da artista norte-americana Barbara Kruger, que produziu obras fundamentais para a consolidação da arte feminista, abordando criticamente uma ampla variedade de temas relacionados à mulher (violência, aborto, identidade, papel social, estética). O conteúdo das obras de Kruger está em sintonia com importantes circunstâncias políticas e temas sociais contemporâneos à sua produção e estabelece relação direta com teorias feministas da época, permitindo uma análise do contexto artístico e sócio-político do período.<hr/>The present article introduces and contextualizes early feminist artworks which emerged in the late 1960's up to the 1980's. It analyzes the historical circumstances which linked the artistic and social spheres, as well as the aesthetic and formal problems that came along with the artistic activist practice and its reception as a movement. The analysis will be based on the work of the North-American artist Barbara Kruger, who has produced fundamental pieces which consolidate feminist art. Kruger's work has a critical approach towards a large variety of subjects regarding women (violence, abortion, identity, social roles, aesthetics). The content of her work is engaged with important social matters and with the political scene at the period of its production, and it also bears a direct relation with the feminist theories of that period, reasons which allow for an analysis of both the artistic and the social-political contexts. <![CDATA[<b>Body, image, colonial signs in Astrid Hadad's Corazón Sangrante</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-026X2011000200006&lng=en&nrm=iso&tlng=en Apresentaremos uma discussão acerca da apropriação do coração como um elemento alegórico de reconhecimento de uma identidade coletiva na América Latina. Através do cabaré contemporâneo da performer mexicana Astrid Hadad, de origem maya-libanesa, apontaremos uma crítica a uma política de controle e organização dos parâmetros de gênero. A experiência de colonização na América Latina foi pautada pelas estratégias de um discurso encaminhado pela utilização do coração como uma importante alegoria de apassivamento e subalternização, sobretudo da mulher. Em seu videoclipe Corazón Sangrante, assumindo as estratégias articuladas em torno do melodrama, Hadad se arma da ambiguidade própria da ironia para problematizar a discussão, apontando a permanência de um registro colonial no interior da cultura mexicana contemporânea.<hr/>In this article, we present a discussion about the use of the heart as an important allegorical element of recognition of a collective identity in Latin America. The work of Astrid Hadad, a Mexican performer-cabaretera, of Maya-Lebanese origin, points to the criticism of a control policy that organizes gender models in Mexico. The experience of colonization in Latin America was guided by discursive strategies which employed the heart as an important allegory of subordination, especially that of women. In her video clip Corazón Sangrante, using the linguistic strategies of the melodrama, Hadad uses the ambiguity of irony to approach this issue, pointing to colonial marks in the contemporary Mexican culture. <![CDATA[<b>Gender, epistemology and performativity</b>: <b>pedagogical strategies of subversion</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-026X2011000200007&lng=en&nrm=iso&tlng=en Neste artigo, o conceito de gênero é apresentado e discutido em suas relações com a noção de performatividade, advinda da filosofia da linguagem, na esteira das reflexões de Judith Butler. Se o gênero for considerado como uma ferramenta analítica no campo dos estudos pedagógicos, é possível discutir o conceito dando atenção às maneiras pelas quais o gênero é construído pelas pedagogias culturais. Esta discussão pretende problematizar ideias naturalizadas com relação ao gênero e à sexualidade, sublinhando a importância dos processos performativos que constituem gênero, corpo e heterossexualidade como constructos culturais marcados pela historicidade.<hr/>In this paper, the concept of gender is presented and discussed in its relations with the idea of performativity, according the reflexions made by Judith Butler. If gender is considered as an analytical tool in the field of pedagogical studies, we can discuss this concept giving attention to the ways in which gender is constructed by cultural pedagogies. This discussion intends to contribute to the discussion of naturalized ideas of gender and sexuality, underlining the importance of the performative process that constitutes gender, body and heterossexuality as cultural constructs marked by historicity. <![CDATA[<b>Estereótipos de gênero nas cortes internacionais</b><b> - </b><b>um desafio à igualdade: entrevista com Rebecca Cook</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-026X2011000200008&lng=en&nrm=iso&tlng=en Neste artigo, o conceito de gênero é apresentado e discutido em suas relações com a noção de performatividade, advinda da filosofia da linguagem, na esteira das reflexões de Judith Butler. Se o gênero for considerado como uma ferramenta analítica no campo dos estudos pedagógicos, é possível discutir o conceito dando atenção às maneiras pelas quais o gênero é construído pelas pedagogias culturais. Esta discussão pretende problematizar ideias naturalizadas com relação ao gênero e à sexualidade, sublinhando a importância dos processos performativos que constituem gênero, corpo e heterossexualidade como constructos culturais marcados pela historicidade.<hr/>In this paper, the concept of gender is presented and discussed in its relations with the idea of performativity, according the reflexions made by Judith Butler. If gender is considered as an analytical tool in the field of pedagogical studies, we can discuss this concept giving attention to the ways in which gender is constructed by cultural pedagogies. This discussion intends to contribute to the discussion of naturalized ideas of gender and sexuality, underlining the importance of the performative process that constitutes gender, body and heterossexuality as cultural constructs marked by historicity. <![CDATA[<b>Apresentação</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-026X2011000200009&lng=en&nrm=iso&tlng=en Neste artigo, o conceito de gênero é apresentado e discutido em suas relações com a noção de performatividade, advinda da filosofia da linguagem, na esteira das reflexões de Judith Butler. Se o gênero for considerado como uma ferramenta analítica no campo dos estudos pedagógicos, é possível discutir o conceito dando atenção às maneiras pelas quais o gênero é construído pelas pedagogias culturais. Esta discussão pretende problematizar ideias naturalizadas com relação ao gênero e à sexualidade, sublinhando a importância dos processos performativos que constituem gênero, corpo e heterossexualidade como constructos culturais marcados pela historicidade.<hr/>In this paper, the concept of gender is presented and discussed in its relations with the idea of performativity, according the reflexions made by Judith Butler. If gender is considered as an analytical tool in the field of pedagogical studies, we can discuss this concept giving attention to the ways in which gender is constructed by cultural pedagogies. This discussion intends to contribute to the discussion of naturalized ideas of gender and sexuality, underlining the importance of the performative process that constitutes gender, body and heterossexuality as cultural constructs marked by historicity. <![CDATA[<b>Mixed and normal schools</b>: <b>coeducation and the feminization of teaching in Brazil in the 19th century</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-026X2011000200010&lng=en&nrm=iso&tlng=en A presente discussão objetiva explorar aspectos históricos sobre o lugar da coeducação no momento em que o magistério primário passou da ocupação majoritariamente masculina, em meados do século XIX, para a ocupação feminina, no século XX. A educação de meninas e a feminização do magistério, ocorridas ainda no século XIX, são analisadas no fluxo das reformas que aconteceram no final do século XIX e só podem ser entendidas a partir da ideia de modernização instaurada no país, na transição do século XIX para o século XX.<hr/>The discussion here presented aims at exploring historical aspects of the place of coeducation at the moment that elementary school teaching changed from a predominantly male occupation, in mid-nineteenth-century, to a feminine career in the 20th century. The education of girls and the feminization of teaching are analyzed as part of the reforms which took place at the end of the 19th century and which can be understood in the context of the spirit of modernization which characterized Brazil at the turn of the last century. <![CDATA[<b>Teachers or women</b>: <b>an analysis of the concepts of gender and sexuality among a group of pedagogy students</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-026X2011000200011&lng=en&nrm=iso&tlng=en Este trabalho tem por objetivo investigar as concepções de relações de gênero de um grupo de alunas do curso de Pedagogia que já atuam na educação escolar como professoras. Para a realização desta pesquisa qualitativa, de tipologia analítico-descritiva, foi utilizada uma entrevista semiestruturada com as universitárias escolhidas. A construção e a análise do objeto têm como fundamentação teórica os estudos de Michel Foucault, Joan Scott e Guacira Lopes Louro. Constatamos que, em um processo de "acomodação" e "resistência", as categorias "mulher" e "professora" se fundem, o que obscurece, em certa medida, a atuação da professora como profissional da educação.<hr/>This study aims to investigate the concepts of gender of a group of students from the Faculty of Education, who already work as teachers in schools. For this research, a qualitative and analytic-descriptive typology, we used a semi-structured interview with the students. The construction and analysis of the object were based on theoretical studies of Michel Foucault, Joan Scott and Guacira Lopes Louro. We found that these teachers lack a training in theories and discussions focusing on sexuality and gender issues. <![CDATA[<b>Gender in physical education teaching practice</b>: <b>"girls don't like to sweat, boys are skilled in games?"</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-026X2011000200012&lng=en&nrm=iso&tlng=en Este artigo analisa como o gênero perpassa a prática docente em Educação Física, através da análise de questionários abertos, respondidos por professores/as de Educação Física de escolas públicas da Região Metropolitana de Campinas, São Paulo, em 2009. Os resultados foram problematizados a partir de dois eixos: planejamento e seleção de conteúdos; e conflitos aparentes e velados. As questões de gênero não são consensuais entre os/as docentes e foram consideradas por alguns/as no planejamento das aulas. Diferenças de desempenho de meninos e meninas nas práticas corporais aparecem como a principal fonte de conflitos e o aspecto mais considerado durante o planejamento. As aulas mistas podem problematizar concepções estereotipadas de feminino e de masculino, mostrando que nem todos os meninos se identificam com esportes e jogos coletivos e que meninas também sabem e gostam de jogar.<hr/>This paper aims to analyze the way in which gender is related with physical educations class. This analysis was based on answers to open-ended questions by state school teachers from the metropolitan area of Campinas, São Paulo in 2009. The analysis contemplated two main points: the curriculum design and class content selected by the teachers; open and hidden conflicts. The teacher's views about gender showed to be varied and only some of them consider sex difference in curriculum design. Differences in the performance of boys and girls appear as the main source of conflicts. Mixed classes were seen to contribute for eliminating stereotypical views of femininity and masculinity and for showing that not all boys prefer team sports and that girls enjoy playing them as well. <![CDATA[<b>Educational practices leading to the reproduction of inequality</b>: <b>the underrepresentation of girls among gifted students</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-026X2011000200013&lng=en&nrm=iso&tlng=en Muitos indicadores do Brasil e da América Latina mostram que ambos estão muito próximos da meta de paridade de gêneros da Educação para Todos. Entretanto, esmiuçando as estatísticas, encontram-se nichos nos quais as meninas são tratadas diferentemente, com base em preconceitos e estereótipos. Esse é o caso de um sistema de ensino em que as alunas são sub-representadas no seu Programa de Atendimento ao Aluno com Altas Habilidades/Superdotação. A presente pesquisa investigou os critérios para identificar e encaminhar esses alunos. Com base em dados especialmente tabulados, foi selecionada a área geográfica com a menor representação de alunas, onde se realizaram entrevistas semiestruturadas com os profissionais do ensino regular, responsáveis pela indicação dos alunos, e com os profissionais do Programa. Após cada entrevista, foi entregue um formulário, em forma de check-list, com as características e/ou comportamentos que podem ser evidenciados nos alunos e nas alunas identificados como superdotados. A análise revelou que a subestimativa dos talentos femininos ocorre na seleção e na indicação de discentes pelos professores do ensino regular, quando as meninas são vistas pelas lentes de estereótipos, com a internalização de imagens de inferioridade pelas/os próprias/os professoras/es, em ampla maioria mulheres. Entretanto, os professores e os psicólogos do Programa evidenciaram ter compreensão da paridade de gênero e do conceito de altas habilidades/superdotados, esse coerente com a literatura. Assim, a sub-representação de meninas surge antes da porta de entrada, devendo os professores do ensino regular ser adequadamente preparados para realizar as indicações.<hr/>According to numerous indicators, Brazil and Latin America are very close to reaching the gender equality goal of Education for All. However, a more careful analysis of statistics finds some niches which are unfavourable to girls, since they are perceived by means of prejudice and stereotypes. This is the case of a state educational system in Brazil, where we detected a clear underrepresentation of girls in a program for gifted pupils. The research project aimed to analyze the criteria used for identifying and recommending pupils to enroll in such a program. Based on specifically processed statistics, the researchers selected the geographical area where underrepresentation reached its highest level. Then they conducted semi-structured interviews with schoolteachers as well as with teachers and psychologists of the Program. After that, each participant filled out a checklist of "typical" features and/or behaviours found in gifted girls and boys. Results revealed that schoolteachers underestimated girls' abilities and skills in the process of selection and recommendation for the program. According to interviews, their own negative image of woman partially affects this bias against female pupils. Nevertheless, the Program's teachers and psychologists had a much better understanding on gender inequalities and giftedness, compatible with specialized literature. Therefore, the underrepresentation of girls was a result of a largely biased, subjective selection process and recommendation at schools. As a consequence, teachers need adequate preparation if the educational system maintains the program. <![CDATA[<b>Sexuality in the classroom</b>: <b>weaving learning experiences from a pedagogical artifact</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-026X2011000200014&lng=en&nrm=iso&tlng=en Neste artigo, discutimos a seção Sexo da revista Capricho como um artefato cultural. Em nossas discussões, compreendemos que esse artefato constitui-se em uma pedagogia cultural que produz e divulga significados acerca da temática sexualidade, operando não apenas como fonte de informação ou entretenimento. Esse artefato, além de possibilitar a discussão de questões como sistemas genitais, métodos contraceptivos, Aids e DST, que já estão presentes nos currículos escolares e nos Parâmetros Curriculares Nacionais (PCN), promove a inclusão de temas acerca de anseios, medos, prazeres, comportamento, gênero e corpo que nem sempre são abordados nos currículos, problematizando, assim, diferentes representações e significados atribuídos à sexualidade e que circulam em nossa sociedade.<hr/>In this article, we discuss the section Sexo of Capricho magazine as a cultural artifact. We understand that this artifact consists in a cultural pedagogy which produces and disseminates meanings on the theme of sexuality, operating it not only as a source of information or entertainment , but as a teaching tool that, besides allowing the discussion of issues such as genital systems, contraceptive methods, AIDS and STD, that are already present in the school curriculum and the National Curriculum Parameters (PCN), promotes the inclusion of yearnings, fears, pleasures, behavior, gender, that are not always approached in the curriculum, thereby problematizing different representations and meanings attributed to sexuality in our society. <![CDATA[<b>Cyborg youth and gender-border transgression</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-026X2011000200015&lng=en&nrm=iso&tlng=en Pessoas e máquinas estão cada vez mais conectadas por meio de um processo de intensa simbiose. As/os jovens são o alvo primordial desse processo, constituindo a subjetividade ciborgue. Este artigo analisa o processo de ciborguização da juventude na interface entre currículo escolar e currículo do Orkut (site de relacionamentos). A pesquisa que subsidia este artigo investigou a interface entre o currículo de uma escola pública de ensino médio e as comunidades e os perfis no Orkut das/os alunas/os dessa escola. O referencial teórico é constituído pelos estudos de gênero e de currículo, em uma perspectiva pós-crítica. O argumento desenvolvido é o de que as estratégias utilizadas em um currículo podem ser traduzidas no outro, por meio da interface entre eles, tendo como efeito ora a transgressão, ora o fortalecimento das fronteiras de gênero.<hr/>People and machines are increasingly connected, by an intensely symbiotic process. Youth are especially affected by this procedure, developing a cyborg subjectivity. This article analyses the cyborging process in the interface between the school curriculum and the Orkut curriculum. The research that subsidizes this article investigated the interface between the public high school curriculum, and the communities and profiles of students from this school in Orkut. The theoretical basis is constituted by gender and curriculum studies, and the perspective is post-critical. The argument developed is that the strategies used in one curriculum can be translated into the other by the interface between them, resulting both in the transgression and the strengthening of gender borders. <![CDATA[<b>In school we learn that the difference makes a difference</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-026X2011000200016&lng=en&nrm=iso&tlng=en Neste artigo, problematizo os limites das instituições sociais em lidar com os sujeitos que fogem às normas de gênero. Deter-me-ei principalmente nas respostas que a escola tem dado aos/às estudantes que apresentam performances de gênero que fogem ao considerado normal.<hr/>This article explores the limits of social institutions in dealing with the subjects fleeing gender norms. I will focus mainly on the responses given by schools to students whose gender performance departs from what is considered normal. <![CDATA[<b>A lot of sex, a little chalk, almost no eraser and many tests</b>: <b>school scenes involving gender and sexuality</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-026X2011000200017&lng=en&nrm=iso&tlng=en O texto está centrado no relato e na análise de cenas escolares, fruto de etnografia em salas de aula do ensino fundamental e do ensino médio na cidade de Porto Alegre, onde questões de gênero e sexualidade estão implicadas. O roteiro de cenas selecionadas permite transitar entre temas que envolvem autonomia pedagógica da escola; aprendizagem científica e processos de socialização no ambiente escolar; educação pública laica; valorização da diversidade; estratégias de inclusão; políticas de equidade de gênero; qualidade das aprendizagens escolares; papel do professor como um adulto de referência; e especificidades da educação pública. Privilegiam-se atravessamentos de gênero e sexualidade com raça, classe social, pertencimento religioso, moralidades familiares e geração. Ao final, estabelecemos alguns princípios gerais para o trabalho com gênero e sexualidade na escola.<hr/>The text focuses on reporting and analyzing school scenes, as a result of ethnography in elementary and middle school classrooms in Porto Alegre, Brazil. In these scenes questions of gender and sexuality are involved. The scenes selected deal with issues involving the school's educational autonomy; scientific learning and socialization processes in the school environment; secular public education; appreciation of diversity; inclusion strategies; policies of gender equity; quality of school learning; role of the teacher as an adult reference; specificities of public education. Preference is given to intersections of gender and sexuality with race, social class, religion, morals and family generation. In the end, we establish some general principles for working with gender and sexuality in school. <![CDATA[<b>Analysis of young writers' literary texts</b>: <b>towards the de-construction of patriarchal codes in Chile</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-026X2011000200018&lng=en&nrm=iso&tlng=en Este artículo presenta una reflexión realizada desde la perspectiva del feminismo como teoría crítica que intenta visibilizar distorsiones en la perspectiva de género. Para ello se analizaron los textos ganadores del primer concurso infantil de literatura con enfoque de género, realizado y coordinado por el Ministerio de Educación de Chile en el año 2008. Las preguntas que orientaron nuestro trabajo fueron: ¿Qué dicen niños y niñas sobre las relaciones de géneros en sus creaciones literarias? Así como ¿porqué fueron seleccionados los textos ganadores? Entre los hallazgos más significativos encontramos que a pesar del contexto global los textos ganadores encajan en el sistema patriarcal, notándose la ausencia de otras prácticas discursivas presentes en el contexto nacional e internacional.<hr/>This article presents a reflection from the perspective of feminism as a critical theory, attempting to make visible distortions in the perspective of gender. The analysis is based on the winning texts of the first contest of children's literature from a gender perspective, implemented and coordinated by the Ministry of Education of Chile in 2008. The questions which guided this study were: What do girls and boys say about gender relations in their literary creations? Why were the 4 texts selected as winners? Among the most significant findings is the fact that, despite considerable changes in the global context, the winning texts reassert the patriarchal system, not incorporating other discursive practices which are present in the national and international contexts. <![CDATA[<b>Once upon a time, there were a princess and a prince...</b>: <b>gender representations in children's narratives</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-026X2011000200019&lng=en&nrm=iso&tlng=en As representações de gênero sobre o universo dos contos de fadas foram apreendidas em momentos de pesquisa-ação com crianças em uma escola pública em Campo Grande, capital do Mato Grosso do Sul. A pesquisa faz parte de estudo mais amplo, com apoio do CNPq, que apresenta dois eixos teórico-metodológicos: a pesquisa bibliográfica com a coleta, a seleção e a análise de livros infantis com as temáticas da sexualidade, gênero e diversidades; e a pesquisa-ação com crianças e adolescentes. Nesta segunda perspectiva, priorizaram-se discussões a partir de produção textual (escrita e ilustrativa) aliada à leitura e à discussão de livros para a infância coletados no primeiro eixo da investigação. No presente texto, apresento alguns dados do segundo eixo. Nele, buscamos entender como as crianças constroem representações de gênero a partir da descrição física e comportamental de princesas e príncipes dos contos de fadas clássicos. Observamos que suas representações são ligadas ao que socialmente e em termos hegemônicos é considerado ideal de masculinidade e feminilidade. Algumas resistências são observadas na produção textual dos meninos. As meninas parecem mais conformadas aos ditames de gênero, considerados como a possibilidade ideal e desejável para a sua constituição identitária.<hr/>Gender representations in fairy tales were the focus of an action research with public school children in Campo Grande, Brazil. This paper is part of a larger study, funded by CNPq, which involves two moments: bibliographical reasearch for the selectio and analysis of children's books dealing with sexuality, gender and diversity, and the action research with children and adolescents. In this second moment, the emphasis is on the discussion of narrative and pictorial texts produced by the children and on the reading of the books selected. This paper presents some of the data collected in the second moment of the project. We seek to understand how they construct gender representations based on the physical and behavioral descriptions of princesses and princes in classical fairy tales. We have observed that the representations are connected to socially hegemonic ideals of masculinity and femininity. Some resistance appears in the textual productions of the boys. The girls seem to conform to gender norms as ideal and desirable for their personal identities. <![CDATA[<b>Children, gender and sexuality</b>: <b>reality and fantasy enable problematizations</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-026X2011000200020&lng=en&nrm=iso&tlng=en Na dinâmica da intertextualidade, numa escrita rizomática, entreteci o roteiro de três filmes - A ostra e o vento, A teta e a lua e Inocente malícia - que trazem personagens crianças vivenciando, diferentemente, as descobertas da sexualidade e das relações de gênero. Teci esses roteiros com uma das ações do Projeto intitulado Tecendo Gênero e Diversidade Sexual nas Redes de Proteção, aprovado pela Secad/MEC em 2007, especialmente as ações do Subprojeto Direitos da Criança. Muitas crianças - personagens dessa gincana - possibilitaram a escrita de roteiros do cotidiano de processos educativos. Assim, o texto discute que o adulto, muitas vezes, exercita a violência de um olhar poderoso diante do desejo da criança - que pode driblar esse poder -, constituindo suas linhas de fuga. Mas, também, discute que o adulto pode, intencionalmente, possibilitar à criança encharcar-se das temáticas de sexualidade e gênero.<hr/>In the dinamicy of intertextuality, in rhizomatic writing, I have woven three films - The oyster and the wind, The breast and the moon, The Sacred Mound - that depict children's different personal experiences of the discovery of sexuality and of gender relations. This is part of a larger project entitled "Weaving gender and sexual diversity in a protection network", funded by Secad/MEC in 2007. This text is part of the subproject "The rights of the child". Many children who are protagonists of this play have made it possible to write this script. The text argues that the adult often applies the violent power of his/her look onto the child's desire - which can dodge such power - building an escape. But it also acknowledges that the adult can, intentionally, enable a child to saturate him/herself in the subject of sexuality and gender. <![CDATA[<b>Educação no campo, mulheres e movimentos sociais: espaços de vida, ensinamentos para a transformação social brasileira</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-026X2011000200021&lng=en&nrm=iso&tlng=en Na dinâmica da intertextualidade, numa escrita rizomática, entreteci o roteiro de três filmes - A ostra e o vento, A teta e a lua e Inocente malícia - que trazem personagens crianças vivenciando, diferentemente, as descobertas da sexualidade e das relações de gênero. Teci esses roteiros com uma das ações do Projeto intitulado Tecendo Gênero e Diversidade Sexual nas Redes de Proteção, aprovado pela Secad/MEC em 2007, especialmente as ações do Subprojeto Direitos da Criança. Muitas crianças - personagens dessa gincana - possibilitaram a escrita de roteiros do cotidiano de processos educativos. Assim, o texto discute que o adulto, muitas vezes, exercita a violência de um olhar poderoso diante do desejo da criança - que pode driblar esse poder -, constituindo suas linhas de fuga. Mas, também, discute que o adulto pode, intencionalmente, possibilitar à criança encharcar-se das temáticas de sexualidade e gênero.<hr/>In the dinamicy of intertextuality, in rhizomatic writing, I have woven three films - The oyster and the wind, The breast and the moon, The Sacred Mound - that depict children's different personal experiences of the discovery of sexuality and of gender relations. This is part of a larger project entitled "Weaving gender and sexual diversity in a protection network", funded by Secad/MEC in 2007. This text is part of the subproject "The rights of the child". Many children who are protagonists of this play have made it possible to write this script. The text argues that the adult often applies the violent power of his/her look onto the child's desire - which can dodge such power - building an escape. But it also acknowledges that the adult can, intentionally, enable a child to saturate him/herself in the subject of sexuality and gender. <![CDATA[<b>O olhar feminino italiano de cinco gerações: da unificação da Itália à queda do Muro de Berlim</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-026X2011000200022&lng=en&nrm=iso&tlng=en Na dinâmica da intertextualidade, numa escrita rizomática, entreteci o roteiro de três filmes - A ostra e o vento, A teta e a lua e Inocente malícia - que trazem personagens crianças vivenciando, diferentemente, as descobertas da sexualidade e das relações de gênero. Teci esses roteiros com uma das ações do Projeto intitulado Tecendo Gênero e Diversidade Sexual nas Redes de Proteção, aprovado pela Secad/MEC em 2007, especialmente as ações do Subprojeto Direitos da Criança. Muitas crianças - personagens dessa gincana - possibilitaram a escrita de roteiros do cotidiano de processos educativos. Assim, o texto discute que o adulto, muitas vezes, exercita a violência de um olhar poderoso diante do desejo da criança - que pode driblar esse poder -, constituindo suas linhas de fuga. Mas, também, discute que o adulto pode, intencionalmente, possibilitar à criança encharcar-se das temáticas de sexualidade e gênero.<hr/>In the dinamicy of intertextuality, in rhizomatic writing, I have woven three films - The oyster and the wind, The breast and the moon, The Sacred Mound - that depict children's different personal experiences of the discovery of sexuality and of gender relations. This is part of a larger project entitled "Weaving gender and sexual diversity in a protection network", funded by Secad/MEC in 2007. This text is part of the subproject "The rights of the child". Many children who are protagonists of this play have made it possible to write this script. The text argues that the adult often applies the violent power of his/her look onto the child's desire - which can dodge such power - building an escape. But it also acknowledges that the adult can, intentionally, enable a child to saturate him/herself in the subject of sexuality and gender. <![CDATA[<b>De teimosias e resistências</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-026X2011000200023&lng=en&nrm=iso&tlng=en Na dinâmica da intertextualidade, numa escrita rizomática, entreteci o roteiro de três filmes - A ostra e o vento, A teta e a lua e Inocente malícia - que trazem personagens crianças vivenciando, diferentemente, as descobertas da sexualidade e das relações de gênero. Teci esses roteiros com uma das ações do Projeto intitulado Tecendo Gênero e Diversidade Sexual nas Redes de Proteção, aprovado pela Secad/MEC em 2007, especialmente as ações do Subprojeto Direitos da Criança. Muitas crianças - personagens dessa gincana - possibilitaram a escrita de roteiros do cotidiano de processos educativos. Assim, o texto discute que o adulto, muitas vezes, exercita a violência de um olhar poderoso diante do desejo da criança - que pode driblar esse poder -, constituindo suas linhas de fuga. Mas, também, discute que o adulto pode, intencionalmente, possibilitar à criança encharcar-se das temáticas de sexualidade e gênero.<hr/>In the dinamicy of intertextuality, in rhizomatic writing, I have woven three films - The oyster and the wind, The breast and the moon, The Sacred Mound - that depict children's different personal experiences of the discovery of sexuality and of gender relations. This is part of a larger project entitled "Weaving gender and sexual diversity in a protection network", funded by Secad/MEC in 2007. This text is part of the subproject "The rights of the child". Many children who are protagonists of this play have made it possible to write this script. The text argues that the adult often applies the violent power of his/her look onto the child's desire - which can dodge such power - building an escape. But it also acknowledges that the adult can, intentionally, enable a child to saturate him/herself in the subject of sexuality and gender. <![CDATA[<b>A favor da insubordinação</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-026X2011000200024&lng=en&nrm=iso&tlng=en Na dinâmica da intertextualidade, numa escrita rizomática, entreteci o roteiro de três filmes - A ostra e o vento, A teta e a lua e Inocente malícia - que trazem personagens crianças vivenciando, diferentemente, as descobertas da sexualidade e das relações de gênero. Teci esses roteiros com uma das ações do Projeto intitulado Tecendo Gênero e Diversidade Sexual nas Redes de Proteção, aprovado pela Secad/MEC em 2007, especialmente as ações do Subprojeto Direitos da Criança. Muitas crianças - personagens dessa gincana - possibilitaram a escrita de roteiros do cotidiano de processos educativos. Assim, o texto discute que o adulto, muitas vezes, exercita a violência de um olhar poderoso diante do desejo da criança - que pode driblar esse poder -, constituindo suas linhas de fuga. Mas, também, discute que o adulto pode, intencionalmente, possibilitar à criança encharcar-se das temáticas de sexualidade e gênero.<hr/>In the dinamicy of intertextuality, in rhizomatic writing, I have woven three films - The oyster and the wind, The breast and the moon, The Sacred Mound - that depict children's different personal experiences of the discovery of sexuality and of gender relations. This is part of a larger project entitled "Weaving gender and sexual diversity in a protection network", funded by Secad/MEC in 2007. This text is part of the subproject "The rights of the child". Many children who are protagonists of this play have made it possible to write this script. The text argues that the adult often applies the violent power of his/her look onto the child's desire - which can dodge such power - building an escape. But it also acknowledges that the adult can, intentionally, enable a child to saturate him/herself in the subject of sexuality and gender. <![CDATA[<b>O dinheiro no casamento: questões de gênero</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-026X2011000200025&lng=en&nrm=iso&tlng=en Na dinâmica da intertextualidade, numa escrita rizomática, entreteci o roteiro de três filmes - A ostra e o vento, A teta e a lua e Inocente malícia - que trazem personagens crianças vivenciando, diferentemente, as descobertas da sexualidade e das relações de gênero. Teci esses roteiros com uma das ações do Projeto intitulado Tecendo Gênero e Diversidade Sexual nas Redes de Proteção, aprovado pela Secad/MEC em 2007, especialmente as ações do Subprojeto Direitos da Criança. Muitas crianças - personagens dessa gincana - possibilitaram a escrita de roteiros do cotidiano de processos educativos. Assim, o texto discute que o adulto, muitas vezes, exercita a violência de um olhar poderoso diante do desejo da criança - que pode driblar esse poder -, constituindo suas linhas de fuga. Mas, também, discute que o adulto pode, intencionalmente, possibilitar à criança encharcar-se das temáticas de sexualidade e gênero.<hr/>In the dinamicy of intertextuality, in rhizomatic writing, I have woven three films - The oyster and the wind, The breast and the moon, The Sacred Mound - that depict children's different personal experiences of the discovery of sexuality and of gender relations. This is part of a larger project entitled "Weaving gender and sexual diversity in a protection network", funded by Secad/MEC in 2007. This text is part of the subproject "The rights of the child". Many children who are protagonists of this play have made it possible to write this script. The text argues that the adult often applies the violent power of his/her look onto the child's desire - which can dodge such power - building an escape. But it also acknowledges that the adult can, intentionally, enable a child to saturate him/herself in the subject of sexuality and gender. <![CDATA[<b>Um espaço todo nosso</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-026X2011000200026&lng=en&nrm=iso&tlng=en Na dinâmica da intertextualidade, numa escrita rizomática, entreteci o roteiro de três filmes - A ostra e o vento, A teta e a lua e Inocente malícia - que trazem personagens crianças vivenciando, diferentemente, as descobertas da sexualidade e das relações de gênero. Teci esses roteiros com uma das ações do Projeto intitulado Tecendo Gênero e Diversidade Sexual nas Redes de Proteção, aprovado pela Secad/MEC em 2007, especialmente as ações do Subprojeto Direitos da Criança. Muitas crianças - personagens dessa gincana - possibilitaram a escrita de roteiros do cotidiano de processos educativos. Assim, o texto discute que o adulto, muitas vezes, exercita a violência de um olhar poderoso diante do desejo da criança - que pode driblar esse poder -, constituindo suas linhas de fuga. Mas, também, discute que o adulto pode, intencionalmente, possibilitar à criança encharcar-se das temáticas de sexualidade e gênero.<hr/>In the dinamicy of intertextuality, in rhizomatic writing, I have woven three films - The oyster and the wind, The breast and the moon, The Sacred Mound - that depict children's different personal experiences of the discovery of sexuality and of gender relations. This is part of a larger project entitled "Weaving gender and sexual diversity in a protection network", funded by Secad/MEC in 2007. This text is part of the subproject "The rights of the child". Many children who are protagonists of this play have made it possible to write this script. The text argues that the adult often applies the violent power of his/her look onto the child's desire - which can dodge such power - building an escape. But it also acknowledges that the adult can, intentionally, enable a child to saturate him/herself in the subject of sexuality and gender. <![CDATA[<b>O informal mas efetivo "racismo brasileiro": aparência, raça e classe na São Paulo da década de 1940</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-026X2011000200027&lng=en&nrm=iso&tlng=en Na dinâmica da intertextualidade, numa escrita rizomática, entreteci o roteiro de três filmes - A ostra e o vento, A teta e a lua e Inocente malícia - que trazem personagens crianças vivenciando, diferentemente, as descobertas da sexualidade e das relações de gênero. Teci esses roteiros com uma das ações do Projeto intitulado Tecendo Gênero e Diversidade Sexual nas Redes de Proteção, aprovado pela Secad/MEC em 2007, especialmente as ações do Subprojeto Direitos da Criança. Muitas crianças - personagens dessa gincana - possibilitaram a escrita de roteiros do cotidiano de processos educativos. Assim, o texto discute que o adulto, muitas vezes, exercita a violência de um olhar poderoso diante do desejo da criança - que pode driblar esse poder -, constituindo suas linhas de fuga. Mas, também, discute que o adulto pode, intencionalmente, possibilitar à criança encharcar-se das temáticas de sexualidade e gênero.<hr/>In the dinamicy of intertextuality, in rhizomatic writing, I have woven three films - The oyster and the wind, The breast and the moon, The Sacred Mound - that depict children's different personal experiences of the discovery of sexuality and of gender relations. This is part of a larger project entitled "Weaving gender and sexual diversity in a protection network", funded by Secad/MEC in 2007. This text is part of the subproject "The rights of the child". Many children who are protagonists of this play have made it possible to write this script. The text argues that the adult often applies the violent power of his/her look onto the child's desire - which can dodge such power - building an escape. But it also acknowledges that the adult can, intentionally, enable a child to saturate him/herself in the subject of sexuality and gender. <![CDATA[<b>Pessoas (transexuais): dimensões sociais de vidas (in)determinadas pela ciência</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-026X2011000200028&lng=en&nrm=iso&tlng=en Na dinâmica da intertextualidade, numa escrita rizomática, entreteci o roteiro de três filmes - A ostra e o vento, A teta e a lua e Inocente malícia - que trazem personagens crianças vivenciando, diferentemente, as descobertas da sexualidade e das relações de gênero. Teci esses roteiros com uma das ações do Projeto intitulado Tecendo Gênero e Diversidade Sexual nas Redes de Proteção, aprovado pela Secad/MEC em 2007, especialmente as ações do Subprojeto Direitos da Criança. Muitas crianças - personagens dessa gincana - possibilitaram a escrita de roteiros do cotidiano de processos educativos. Assim, o texto discute que o adulto, muitas vezes, exercita a violência de um olhar poderoso diante do desejo da criança - que pode driblar esse poder -, constituindo suas linhas de fuga. Mas, também, discute que o adulto pode, intencionalmente, possibilitar à criança encharcar-se das temáticas de sexualidade e gênero.<hr/>In the dinamicy of intertextuality, in rhizomatic writing, I have woven three films - The oyster and the wind, The breast and the moon, The Sacred Mound - that depict children's different personal experiences of the discovery of sexuality and of gender relations. This is part of a larger project entitled "Weaving gender and sexual diversity in a protection network", funded by Secad/MEC in 2007. This text is part of the subproject "The rights of the child". Many children who are protagonists of this play have made it possible to write this script. The text argues that the adult often applies the violent power of his/her look onto the child's desire - which can dodge such power - building an escape. But it also acknowledges that the adult can, intentionally, enable a child to saturate him/herself in the subject of sexuality and gender. <link>http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-026X2011000200029&lng=en&nrm=iso&tlng=en</link> <description/> </item> </channel> </rss> <!--transformed by PHP 09:12:19 20-12-2014-->