Scielo RSS <![CDATA[Economia e Sociedade]]> http://www.scielo.br/rss.php?pid=0104-061820140002&lang=pt vol. 23 num. 2 lang. pt <![CDATA[SciELO Logo]]> http://www.scielo.br/img/en/fbpelogp.gif http://www.scielo.br <![CDATA[Estado, crédito e planejamento no desempenho da indústria da construção naval brasileira 1990-2010]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-06182014000200287&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt O objetivo deste artigo é discutir a história econômica recente da indústria da construção naval brasileira no período de 1990 a 2010, destacando a atuação do Estado, por meio de políticas públicas voltadas para a indústria nacional e do crédito vinculado ao Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). Nesse período de 20 anos, o setor naval brasileiro passou por dois momentos bem distintos: desmonte parcial e retomada das atividades. Além da introdução e das considerações finais, o artigo está dividido em três tópicos. No primeiro, será apresentada uma breve caracterização da indústria da construção naval, destacando seus aspectos produtivos, organizacionais e a participação mundial. Em seguida, será detalhado o processo de desmonte parcial da indústria naval, focando o processo de desnacionalização e a ausência de políticas públicas. E, por último, será destacada a retomada das atividades navais ancoradas nas encomendas da Petrobras em embarcações e offshore.<hr/>The aim of this paper is discuss the recent economic history of the Brazilian shipbuilding industry from 1990 to 2010, highlighting the role of the state, through public policies for the domestic industry and credit linked to the Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). During the period last 20 years, the Brazilian shipbuilding sector has undergone two distinct phases: partial dismantling and recovery activities. In addition to the introduction and final considerations, the article is divided into three topics. In the first, we will present a brief characterization of the shipbuilding industry highlighting its productive aspects, organizational and global participation. Will be detailed the process of dismantling part of the shipbuilding industry, focusing on the process of denationalization and in the absence of public policies more intensive. And, finally, will be feature the resumption of activities anchored in the naval orders from Petrobras and offshore vessels. <![CDATA[Um modelo kaleckiano com gasto público em educação]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-06182014000200319&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt O artigo discute como a política fiscal, através dos gastos em educação, afeta a acumulação de capacidades e o nível de emprego. Desse modo, o gasto público pode afetar a produtividade e ter efeitos que vão além daqueles diretos sobre a demanda efetiva. O efeito sobre a produtividade deriva do fato de que parte do gasto público se destina à educação e ao treinamento dos trabalhadores. São discutidos os efeitos da política fiscal sobre o emprego, a produtividade e o crescimento, e as implicações de política do modelo. Neste artigo pretende-se analisar como a política fiscal, via gastos em educação, pode afetar a acumulação de capital humano e o nível de produtividade de um país e, consequentemente, alterar o nível de emprego e catalisar o crescimento econômico. A contribuição teórica proposta advém do fato de que a questão central é incluir uma nova dimensão, ou seja, a possibilidade de que o gasto público possa contribuir para os aumentos da produtividade. Isto é, o gasto do governo tem um efeito que vai além da demanda efetiva; ele pode afetar também a produtividade do trabalho, agora não mais constante. Neste modelo admitiremos que certa parcela do gasto público seja investida em educação. Dessa forma, se estabelece um vínculo entre política fiscal, educação e produtividade. A partir daí, serão obtidos novos resultados em termos dos níveis de emprego, salário e produto, e suas implicações de política poderão ser analisadas.<hr/>This article discusses how fiscal policy, through the spending on education, affects the accumulation of capabilities and the levels of productivity. It is suggested the possibility that public spending may contribute to productivity increases, therefore having an effect that goes beyond its direct effect on effective demand. The effect on productivity comes from the investment of a share of total public spending in education and the training of workers. As a result, public spending gives rise to changes in employment levels, wages, productivity and growth, whose policy implications are analyzed. <![CDATA[A hierarquia monetária e suas implicações para as taxas de câmbio e de juros e a política econômica dos países periféricos]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-06182014000200341&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Países periféricos apresentam especificidades na dinâmica de suas taxas de câmbio e juros e na condução de sua política econômica que nem sempre são consideradas pela teoria econômica convencional. As distintas moedas nacionais têm usos e status diferenciados na economia mundial, gerando padrões igualmente diferenciados na demanda por essas moedas e nos fluxos de capitais que entram e saem dos paísesemissores. Este artigo baseia-se na hipótese de que essa diferença no posicionamento das moedas no Sistema Monetário Internacional (SMI) - que caracteriza a "hierarquia monetária" - constitui o elemento central de explicação das peculiaridades verificadas no comportamento das taxas de câmbio e juros e, ao fim, na condução da política econômica dos diversos países, tendo influência, portanto, sobre as possibilidades de desenvolvimento econômico desses países. O objetivo deste artigo, portanto, é entender o comportamento diferenciado das taxas de câmbio e juros dos países periféricos, relacionando-o às características do SMI.<hr/>Peripheral countries have a specific dynamics on their exchange and interest rates and on the conduction of their economic policy that is rarely considered by conventional economic theory. National currencies have different status and usages in world economy, engendering different standards for these currencies demand and for the capital that flows to or from the issuer countries. This paper is based on the hypothesis that these different places currencies occupy on the International Monetary System (IMS) - that characterizes the "hierarchy of currencies" - constitute the central element to explain the peculiarities of the exchange and interest rates paths and, finally, on the conduction of the economic policies, influencing therefore the countries' possibilities of development. Hence, this paper aims to analyze countries' exchange and interest rates differentiated dynamics, relating them to IMS features. <![CDATA[Fatores associados à segurança alimentar nos domicílios brasileiros em 2009]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-06182014000200373&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Este estudo pretende identificar os fatores associados à segurança alimentar nos domicílios brasileiros, por meio de um modelo de escolha binária (logit). Considera-se como medida desse fenômeno a ingestão calórica domiciliar, com base nos dados da Pesquisa de Orçamentos Familiares (POF/IBGE) de 2008-2009. Embora apenas 12,4% dos domicílios ainda não apresentem um nível de segurança alimentar adequado, os resultados deste trabalho mostram que fatores como situação de pobreza e carência de itens básicos de infraestrutura e tamanho do domicílio contribuem para a incidência de segurança alimentar nesses domicílios. Além disso, residir em áreas rurais apresenta-se mais favorável à segurança alimentar. Ressalta-se a não existência de diferenças entre o consumo calórico domiciliar das regiões Nordeste e Sudeste, embora residir na região Sul ainda seja favorável para os domicílios estarem seguros quanto ao aspecto alimentar. Ademais, reforça-se a importância da educação, que contribui para o consumo alimentar.<hr/>This study aims to identify the factors associated with food security in households, using a binary choice model (logit). It is considered as a measure of this phenomenon household caloric intake, based on data from the Household Budget Survey (POF/IBGE) from 2008-2009. Although only 12.4% of households still do not have an adequate level of food security, the results of this study show that factors such as poverty and lack of basic infrastructure and household size contribute to its incidence in these households. Moreover, living in rural areas has become more favorable to food security. It is noteworthy that there is no difference between the caloric intake in the Northeast and Southeast, while residing in the South is still favorable for food security. Furthermore, it reinforces the importance of education, which contributes to food intake. <![CDATA[Trajetórias tecnológicas da indústria de telefonia móvel: um exame prospectivo de tecnologias emergentes]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-06182014000200395&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt A indústria de telequipamentos, em especial a de telefonia móvel, passou por transformações importantes nos últimos anos. A estrutura e as fronteiras do mercado foram modificadas pela introdução de inovações de produtos por empresas que há pouco atuavam em outros setores do complexo das Tecnologias de Informação e Comunicação (TICs). Este estudo procura descrever este processo, analisando três aspectos da indústria: (i) as trajetórias tecnológicas, (ii) o surgimento de novas tecnologias e (iii) a inserção de novos atores na produção internacional de conhecimento. Para fazê-lo, o trabalho revisa a literatura sobre inovações nesta indústria para, a seguir, identificar, descrever e avaliar os atores e as tecnologias promissoras. Definida uma amostra de novas tecnologias, o trabalho sistematiza suas características e procede à análise bibliométrica de três delas - protocolo de internet (IPv6), rede sem fio (802.11n) e transmissão de dados a curta distância (NFC). Além de estabelecer a metodologia adotada como um interessante instrumento de prospecção tecnológica, os resultados encontrados permitem duas conclusões principais. A primeira aponta que as oportunidades abertas pelo surgimento de novas trajetórias desencadearam um processo que está permitindo a entrada de novos atores, especialmente de empresas vindas de outras atividades no campo das TICs e que tornam imprecisas as fronteiras dos mercados e alteram o desempenho e a estratégia de empresas já consolidadas e líderes do setor. A segunda sugere que os EUA buscam recuperar a hegemonia perdida e que a Ásia está definitivamente inserida na produção de conhecimento científico-tecnológico relevante nesta indústria.<hr/>The mobile phone industry has undergone important changes in recent years. Its market structure and boundaries have been affected by the introduction of innovations of new entrants to the industry, who have come from other sectors of the Information and Communication Technologies (ICT) complex. This paper aims to describe this process, by analyzing three features of this industry: (i) its technological trajectory; (ii) the development and introduction of new technologies; and (iii) the positioning of new players in the international production of knowledge. In doing so, the literature on innovations in the telecommunications industry will be drawn upon to identify, describe and evaluate relevant players and promising technologies. Having designed the sample of firms and technologies, some aspects of the new technologies selected are presented, followed by a bibliometric analysis of three of them - internet protocol (IPv6), wireless connection (802.11n) and near field communications (NFC). Besides claiming our proposed methodology as a valuable tool for technological foresight, the findings point to two main conclusions. First, the opportunities created by the introduction of new trajectories unleashed a process of digital convergence within the mobile phone industry, and allowed the entry of new firms into it. This process is changing the market structure of the industry, changing strategies and performance of its incumbents and leaders and blurring the boundaries of markets within the ICT complex. Secondly, it seems that these developments are making it possible for American corporations to regain their lost technological hegemony over the industry and Asia appears to be emerging as a definitive player in the production of relevant scientific and technological knowledge in these fields. <![CDATA[Papel do Estado para o desenvolvimento do SNI: lições das economias avançadas e de industrialização recente]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-06182014000200433&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt O presente trabalho visa apresentar empiricamente a atuação do Estado para a promoção do Sistema Nacional de Inovação (SNI) em países desenvolvidos e países de industrialização recente. Para tanto, analisa algumas de suas ações na Alemanha, Japão, EUA, Taiwan e Coreia do Sul tanto nos estágios iniciais de seu processo de mudança técnica quanto para a manutenção da posição alcançada, procurando fornecer um painel resumido do papel do Estado para o desenvolvimento tecnológico. Em linhas gerais observou-se que a atuação desse agente, longe de ser neutra, mostra-se de fundamental importância para o alcance de uma trajetória tecnológica nacional superior nestas economias.<hr/>The aim of this paper is to empirically present the operation of the state in the promotion of the National System of Innovation (NSI) in developed and recently industrialized countries. In order to do so, some of its main activities in Germany, Japan, USA, Taiwan and South Korea in the early stages of the process of technical change are examined, in order to provide a summarized framework of the role of the state regarding technological development. In general, it was observed that the activity of this agent is not neutral, but is fundamentally important in achieving a higher national technological trajectory in these economies. <![CDATA[O padrão de demanda por mão de obra na lavoura paulista e a questão do trabalhador nacional: nem vadio, nem escasso, nem instável (1890-1915)]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-06182014000200465&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Este artigo analisa a relação entre o padrão de demanda por mão de obra na agricultura paulista entre 1890 e 1915 e as formas de engajamento do trabalhador na atividade produtiva defendendo a ideia de que estas últimas propiciavam a formação de estereótipos sobre o chamado trabalhador nacional, tais como os da sua escassez e sua instabilidade e ociosidade. Nas interpretações mais gerais sobre a formação econômica e social brasileira, um dado prepondera: a quase "exclusão" do brasileiro pobre do processo de produção, sendo elemento marginal e acessório na estrutura produtiva central brasileira e paulista. Mostramos que a demanda por trabalho era marcadamente sazonal e incerta gerando, com isso, necessidade de oferta elástica de trabalhadores temporários e explicando, em parte, a contradição de uma sociedade que tinha, segundo o discurso da época, ora falta de trabalhadores, ora abundância; ora trabalho, ora ociosidade.<hr/>The article examines the relationship between the demand for manpower in agriculture in the São Paulo state between 1890 and 1915, and the forms of worker involvement in productive activity. It defends the idea that it was these forms of worker involvement that formed the stereotypes about a national worker, such as the shortage of these workers, and their instability and idleness. In the most general interpretations about the economic and social formation in Brazil, a predominant factor prevails: the "almost exclusion" of the poor Brazilian in the production process, as a marginal and accessory element in the productive structure of the export economy. This article analyzes the demand for labor in the tillage industry in São Paulo, showing that it was seasonal and uncertain. It shows that this pattern of intermittent work explains in part the contradiction of a society that had, according to the discourse of the time: either a lack of workers, or an abundance; and at times hard workers, and at other times idle workers. <![CDATA[Imposto de Renda da Pessoa Física - Uma análise comparativa do Brasil em relação à América Latina]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-06182014000200489&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Este artigo irá se concentrar no estudo comparativo do imposto de renda da pessoa física (IRPF) em países da América Latina, com foco sobre a evolução da estrutura do imposto na região e dos seus níveis de arrecadação. Constatou-se que um típico país latino-americano arrecada muito menos com o IRPF do que a média dos países desenvolvidos, apresentando alíquotas máximas menores e faixas de isenção maiores. Verificou-se que trabalhadores latino-americanos com rendimento entre 67% e 167% do salário médio de cada país apresentam alíquotas médias bastante inferiores às de um país da OCDE. Quanto ao Brasil, a tributação da renda da pessoa física está completamente dentro do esperado para um país da região, com alíquotas e faixas de isenção compatíveis com a sua arrecadação. Conclui-se que há amplo espaço para o reforço do IRPF na América Latina.<hr/>This article will focus on the comparative study of personal income tax (PIT) in Latin America, with an analysis of the evolution of the tax structure in the region and the revenue collected. It was found that a typical Latin American country collects much less PIT than the average for developed countries, with smaller maximum rates and larger exemption limits. It was also found that the tax rates for Latin American workers with incomes between 67% and 167% of the average wage in each country are well below the average for an OECD country. Regarding Brazil, the taxation of personal income in the country is as expected for a country in the region, with rates and exemption limits consistent with the revenue collected. We conclude that there is ample room for strengthening PIT in Latin America. <![CDATA[Sobre as teorias do imperialismo contemporâneo: uma leitura crítica]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-06182014000200507&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt A teoria marxista, através do imperialismo, tem um instrumento de caracterização e interpretação do capitalismo contemporâneo. Atualmente, diversas vertentes do campo marxista (e que se assumem enquanto tal) utilizam o imperialismo em suas análises, seja através do termo neoimperialismo, novo imperialismo, imperialismo tardio, Império, globalização, neoliberalismo, ou, simplesmente, imperialismo. Desta forma, o objetivo deste artigo é analisar as interpretações marxistas do imperialismo contemporâneo e responder à questão: existe uma teoria contemporânea do imperialismo?<hr/>Marxist theory, through imperialism, has an analytical framework for the interpretation of contemporary capitalism. Currently, various aspects of the Marxist camp (and those who identify themselves as such) use imperialism in their analysis, either through the term neo-imperialism, new-imperialism, late imperialism, Empire, globalization, neoliberalism, or simply imperialism. Thus, the aim of this paper is to analyze the Marxist interpretations of contemporary imperialism and answer the question: is there one contemporary theory of imperialism? <![CDATA[Crise financeira internacional e economia brasileira sob um olhar pós-keynesiano]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-06182014000200535&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt A teoria marxista, através do imperialismo, tem um instrumento de caracterização e interpretação do capitalismo contemporâneo. Atualmente, diversas vertentes do campo marxista (e que se assumem enquanto tal) utilizam o imperialismo em suas análises, seja através do termo neoimperialismo, novo imperialismo, imperialismo tardio, Império, globalização, neoliberalismo, ou, simplesmente, imperialismo. Desta forma, o objetivo deste artigo é analisar as interpretações marxistas do imperialismo contemporâneo e responder à questão: existe uma teoria contemporânea do imperialismo?<hr/>Marxist theory, through imperialism, has an analytical framework for the interpretation of contemporary capitalism. Currently, various aspects of the Marxist camp (and those who identify themselves as such) use imperialism in their analysis, either through the term neo-imperialism, new-imperialism, late imperialism, Empire, globalization, neoliberalism, or simply imperialism. Thus, the aim of this paper is to analyze the Marxist interpretations of contemporary imperialism and answer the question: is there one contemporary theory of imperialism?