Scielo RSS <![CDATA[Educar em Revista]]> http://www.scielo.br/rss.php?pid=0104-406020170005&lang=pt vol. num. SPE.1 lang. pt <![CDATA[SciELO Logo]]> http://www.scielo.br/img/en/fbpelogp.gif http://www.scielo.br <![CDATA[Editorial]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-40602017000500005&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt <![CDATA[Apresentação]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-40602017000500011&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt <![CDATA[Pedagogos construindo suas identidades: entre adscrição e escolhas]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-40602017000500019&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt RESUMO O artigo discute sobre as configurações das identidades dos pedagogos, tendo como referência principal as múltiplas dimensões que são oferecidas e as atividades que esses profissionais assumem no campo de trabalho. As análises realizadas nesse texto partem principalmente das contribuições de Stuart Hall, Zygmunt Bauman e Norbert Elias. Por meio de uma pesquisa realizada com coordenadores pedagógicos de escolas públicas da cidade de Curitiba, podemos compreender que no processo de construção da identidade do pedagogo, coexistem duas disposições: uma escolhida e estruturada na formação acadêmica, e outra urdida no dia a dia através das reais condições estruturais e conjunturais encontradas nas escolas. Concluímos que a concepção acadêmica sobre a identidade do pedagogo foi transformada, mas as estruturas administrativas escolares permaneceram quase intactas. O resultado disso é uma precarização do trabalho do pedagogo, que passa a assumir praticamente todas as demandas que envolvem alunos e professores nas escolas.<hr/>ABSTRACT This article discusses the configurations of educationalist identities, having the multiple offered dimensions and the activities which are taken over by these professionals in their working area as a primary point of reference. The analyses made in this text owe a lot to the contributions of Stuart Hall, Zygmunt Bauman and Norbert Elias. Through a research done with pedagogical coordinators in public schools in Curitiba, we could see that two dispositions co-exist in the process of educationalist identity construction: one of them is chosen and structured during higher education, and the other one is produced in everyday situations through the real structural and conjunctural conditions present at schools. We concluded that the academic conception about educationalist identity was modified, yet the school administrative structures remain almost intact. It results in precarious conditions at the work of educationalists, who have to answer to almost all the demands that involve students and teachers at school. <![CDATA[Entre a interrupção e a criação de práticas pedagógicas: a tarefa filosófica do pedagogo na escola para educação a distância]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-40602017000500039&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt RESUMO Nosso propósito neste texto é apresentar alguns aspectos de uma experiência desenvolvida em educação na modalidade EaD, tendo em vista a figura do coordenador pedagógico. A partir de uma perspectiva filosófica, procuramos incidir nossa análise para além do aspecto formal do relato de experiência, buscando significação para as práticas pedagógicas através da incorporação de elementos que elaboram a dialética entre a interrupção e a criação, presentes nessas práticas. Com o aporte filosófico de Jorge Larrosa, em diálogo com a tradição, adentramos mais fundo na própria ideia de experiência formativa. Nosso intento é o de conferir à experiência sentidos de incompletude, de desvio, de incerteza, como sendo elementos aparentemente débeis de formação, mas que ampliam a significação do humano e de sua atuação na educação. Diante dessa possível radicalidade que nos dá a filosofia, como pensar a tarefa do pedagogo na escola?<hr/>ABSTRACT Our purpose in this paper is to present some aspects of an experience developed in education in Distance Education mode, having the pedagogical coordinator’s figure as focus. Based on a philosophical perspective, we tried to focus our analysis beyond the formal aspect of the experience narrative, seeking significance for pedagogical practices by incorporating elements that elaborate on the dialectic between interruption and creation in these practices. With the philosophical contribution of Jorge Larrosa, in dialogue with tradition, we tried to go deeper into the very idea of ​​formative experience. Our intent is to give the experience the sense of incompleteness, deviation, uncertainty, as elements of formation which are apparently weak, but at the same time enlarge the significance of the human being and their activities in education. Given this possible radicalism that philosophy brings to us, how should we think about the coordinator's task in school? <![CDATA[A formação profissional nos cursos de licenciatura e o exercício do magistério na educação básica: intenções, realizações e ambiguidades]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-40602017000500051&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt RESUMO É realizada a análise de dois dos documentos produzidos, visando regular e orientar a formação inicial de profissionais da educação básica (Resolução CNE/CP Nº 1/06 e o Parecer CNE/CP Nº 2/15). Toma-se as noções de racionalidade tecnológica e de pseudoformação, formuladas por Marcuse e Adorno, para examinar o modelo de formação docente estabelecido pelos membros do Conselho Nacional de Educação (CNE). Também são cotejadas informações de ambas as fontes tendo em vista a reflexão sobre as principais tendências presentes na formação de professores no Brasil. Se a racionalidade tecnológica produz disposições que exprimem a maneira como a dominação se consubstancia na sociedade administrada e se a pseudoformação é a forma de socialização predominante, refletindo a alienação que caracteriza a relação dos indivíduos com homens, coisas e natureza, a análise permite afirmar que as contradições, características de sociedades marcadas pela desigualdade e opressão, o que, por sua vez, produz incertezas sobre a função da escola, estão presentes nos dilemas implicados na docência. O modelo de formação inicial para o magistério prioriza a formação técnica em detrimento da articulação entre educação, formação docente e política; e os recursos mobilizados para isso estão estreitamente ligados ao caráter instrumental conferido à profissionalização dos professores, com a redução do ato de ensinar à técnica didática e da teoria a um conjunto de conhecimentos a serem aplicados no processo pedagógico, contanto que certos princípios sejam corretamente observados.<hr/>ABSTRACT This is an analysis of two documents produced to regulate and guide the initial formation of basic education professionals (CNE/CP No. 1/06 and the CNE/CP No. 2/15). Based on Notions of technological rationality and semi-formation, formulated by Marcuse and Adorno, are used to examine the teacher education model established by members of the National Education Council. Both sources are considered in order to reflect on major trends that characterize the teacher formation in Brazil. If technological rationality produces layouts which express how domination takes place in the administered society, if semi-formation is the predominant form of socialization, reflecting the alienation that characterizes the relationship of individuals with people, things and nature, the analysis allows us to claim that the typical contradictions of societies marked by inequality and oppression, that in turn create uncertainties about the function of the schools, are present in the dilemmas implicated in teaching. The initial formation model prioritizes technical education at the expense of articulation between instruction, teacher formation and political education, and the resources called into play for this are closely linked to the instrumental character conferred on the professionalization of teachers, by reducing the act of teaching to didactic technique and theory to a knowledge set to be applied in the educational process in accordance with certain principles that must be properly observed. <![CDATA[O papel do coordenador pedagógico nas escolas públicas paulistanas: entre as questões pedagógicas e o gerencialismo]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-40602017000500069&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt RESUMO Trata-se neste artigo do papel atribuído ao coordenador pedagógico nas escolas municipais paulistanas. O objetivo é identificar tendências na função desse profissional, tendo as Diretrizes Curriculares do Curso de Pedagogia (BRASIL, 2006) e a Política Nacional de Formação de Professores (BRASIL, 2009) como principais marcos regulatórios. Para o desenvolvimento da pesquisa, foi feito levantamento de editais de concurso de ingresso e acesso para o cargo de coordenador pedagógico publicados entre 2006 e 2015, a fim de mapear as principais atribuições a ele designadas. Recorreu-se, também, à entrevista semiestruturada com coordenadoras da rede, com o intuito de compreender o que pensam e como realizam suas atribuições. Nas análises, são mobilizados os conceitos de gerencialismo e performatividade (BALL, 2002, 2005) referidos à utilização calculada de técnicas e artefatos para organizar as relações entre os seres humanos a partir de novos valores e sistema ético, baseados na competição, eficiência, produtividade e cumprimento de metas, exigidos pela reconfiguração do capitalismo. Nas entrevistas e nos editais, foi possível evidenciar que tais valores estão presentes em suas atribuições, mas variam em intensidade e controle com as mudanças de governo municipal a cada quatro anos. Destacou-se, por fim, a centralidade da ação do coordenador pedagógico na articulação das relações internas e externas à escola e como indutora das políticas estabelecidas no período analisado, tanto nos editais quanto nas falas das entrevistadas.<hr/>ABSTRACT This article concerns the role attributed to pedagogical coordinators in public schools in São Paulo. The goal is to identify trends in the tasks of such professionals, having the Curricular Guidelines of the Pedagogy Course (BRASIL, 2006) and National Policy of Teacher Education (BRASIL 2009) as main regulatory marks. In order to develop the research, public admission notice and access to the position of pedagogical coordenators published between 2006 and 2015 were surveyed, to map the attributions that were appointed to them. Semi-structured interviews were also used with the coordenators of the school system, aiming at understanding what they think and how they do their attributions. In the analysis, there was an arrangement of concepts of managerialism and performativity (BALL, 2002, 2005) that refer to the use of techniques and artifacts to organize the relations between human beings centered on new values and ethical systems, based on competition, efficiency, productivity and achievement of targets, demanded by capitalism reconfiguration. In the interviews and the public notices, it was possible to highlight that those values were present in the coordinators’ attributions, but they change in intensity and control according to municipal government changes every four years. Finally, the central role of the pedagogical coordenator in external and internal actions to the school and as inducer of policies established during the period analysed became evident, not only in the public notices but also in the interviews. <![CDATA[<strong>Coordenadoras pedagógicas e diversidade: entre percursos formativos e práticas na escola básica</strong>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-40602017000500087&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt RESUMO O artigo apresenta práticas que conformam a formação e a atuação de coordenadoras pedagógicas de cinco escolas da periferia do município de Belém, estado do Pará, tendo por base as novas diretrizes curriculares nacionais para a formação inicial e continuada dos profissionais do magistério da Educação Básica, de 1 de julho de 2015. Nossa intenção é analisar como o percurso formativo desses profissionais (des)favorece práticas pedagógicas atentas aos “sentidos de diversidade e desigualdade”. Analisaremos os processos formativos e as práticas pedagógicas das coordenadoras atuantes em escolas públicas de Ensino Fundamental e Médio, tendo a compreensão de que a interferência de técnicos pedagógicos sobre os procedimentos teóricos e metodológicos é decisiva para a condução do trabalho pedagógico de uma instituição escolar, uma vez que estes profissionais figuram entre os que atuam na definição de políticas educacionais internas. Entre as conclusões realizadas, constatamos, por meio de documentos escritos e orais, o descompasso entre a formação para uma escola ideal e o parco conhecimento das relações contextuais de desigualdades, afetando estruturalmente as práticas pedagógicas.<hr/>ABSTRACT This article presents practices that form the base of pedagogical coordinators’ formation and activities. The subjects work in five schools in the outskirts of Belém (Pará, Brazil), and try to imbed their methods on the new national curriculum guidelines for elementary teachers’ initial and ongoing formation, of July 1st, 2015. We intend to analyze how these professionals’ formation favors (or does not) teaching practices attentive to “the meanings of diversity and inequality”. We will analyze educational processes and teaching praxes of pedagogical coordinators who work at public primary and secondary schools, because we understand that pedagogical technicians grounded in theoretical and methodological procedures are crucial to the conduction of educational labor at school, since those professionals are among the ones who deal with the definition of internal educational policies. Through written and oral documents, conclusions suggest that the mismatch between formation for an ideal school and the meager knowledge of contextual relations of inequality structurally affects pedagogical practices. <![CDATA[A coordenação pedagógica, a formação continuada e a diversidade étnico-racial: um desafio]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-40602017000500103&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt RESUMO Este artigo almeja discutir os desafios colocados ao trabalho do(a) coordenador(a) pedagógico(a) como responsável pela formação continuada nas instituições escolares e a necessária inclusão nessas atividades da educação para as relações étnico-raciais, conforme determina as Diretrizes Curriculares para a Formação Inicial e Continuada de Professores. A nós nos interessa compreender o que se espera desse(a) profissional na articulação do papel formador com as normativas que assegurem o direito a todos (as) de acessarem uma educação que contemple a diversidade étnico-racial. Nossa conclusão é que, se não for acompanhada de apoio institucional, a carga de responsabilidade atribuída à formação realizada no lócus da escola pelo(a) coordenador(a) dificilmente levará a uma educação que promova a igualdade racial tal qual prevista nas normativas.<hr/>ABSTRACT This article looks at the challenges of the work of the pedagogical coordinator during the implementation of activities related to racial and ethnic relations, such as provided for in the Curriculum Guidelines for Teacher Education. The goal is to understand the expectations around these education workers when it comes to articulating their role in a way that guarantees the rights to all regarding the access to an education that encompasses ethnic and racial diversity. Upon examination of this process, it becomes clear that the coordinator’s responsibility lacks institutional support and accountability necessary to produce sound educational public policies. Thus, one will hardly have an education that promotes racial equality as envisaged by the regulations. <![CDATA[A inserção laboral de pedagogos no marco das políticas ativas de emprego]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-40602017000500115&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt RESUMEN Las actuales políticas activas de empleo constituyen uno de los pilares fundamentales del funcionamiento del mercado de trabajo, contribuyendo a la creación de trabajo y facilitando la inserción de los desempleados, entre ellos, los graduados universitarios, uno de los colectivos de atención prioritaria. Por ello, nos hemos propuesto realizar una revisión del impacto que las actuales políticas activas tienen en su inserción laboral, a través de un estudio realizado en la Universidad de Santiago de Compostela (España) con el alumnado próximo a graduarse en pedagogía. Hemos usado una metodología básicamente descriptiva a partir de un cuestionario sobre la inserción laboral de estos graduados (muestra de 169 sujetos). Concluimos afirmando la necesidad de impulsar estas políticas en el escenario de la educación superior, en tanto que se han demostrado las más adecuadas en términos de empleabilidad. Igualmente, defendemos la realización de evaluaciones de impacto, sobre todo, centradas en los resultados de tales políticas y posibles vías de mejora.<hr/>RESUMO As atuais políticas ativas de emprego constituem um dos pilares fundamentais do funcionamento do mercado de trabalho, contribuindo para a criação de empregos e facilitando a inserção dos desempregados, entre eles, os graduados universitários, um dos coletivos de atenção prioritária. Portanto nos propusemos a realizar uma revisão do impacto que as atuais políticas ativas de emprego têm em sua inserção laboral por meio de um estudo realizado na Universidade de Santiago de Compostela (Espanha) com o alunado próximo a se graduar na titulação de Pedagogia. Usamos uma metodologia basicamente descritiva por meio de um questionário sobre o tema da inserção laboral destes graduados (amostra de 169 sujeitos). Concluímos ao afirmar a necessidade de impulsionar essas políticas no cenário da educação superior, uma vez que elas têm demostrado serem as mais adequadas em termos de empregabilidade. Igualmente, defendemos a realização de avaliações de impacto, sobretudo, centradas nos resultados de tais políticas e possíveis vias de melhora.<hr/>ABSTRACT The current labour policies are one of the essential pillars in the operation of the job market, contributing to job creation and facilitating the insertion of the unemployed, including graduates as a group that merits priority attention. Thus, the aim of this study is to conduct a review of the impact that current active labour policies have on the graduate’s employability, through a research with students in the last year of their degree in Pedagogy, implemented at the University of Santiago de Compostela (Spain). We used descriptive methodology, applying a questionnaire on the topic of the graduate’s insertion into the job market (sample of 169 subjects). We conclude stating the necessity to promote these policies in the scenario of higher education, as they are the most appropriate in terms of employability. Similarly, we support the carrying out of impact assessments mainly focused on the results of such policies and on the possible ways to improve them. <![CDATA[A equipe pedagógica responsável e o papel formativo do coordenador pedagógico]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-40602017000500133&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt SOMMARIO Con riferimento, in particolare, ai servizi educativi per l’infanzia, la capacità di riflettere sulla pratica in modo partecipato viene presentata come la caratteristica peculiare di un’équipe educativa responsabile. Le dinamiche che caratterizzano un’équipe educativa responsabile vengono approfondite facendo riferimento ai concetti di “gruppo di lavoro razionale” (Bion, 1961) e di “identità educativa di gruppo” (Savio, 2011). Vengono quindi delineate le condizioni che favoriscono il funzionamento pedagogicamente responsabile di un'équipe educativa, riprendendo la teoria dei livelli sistemici di Bronfenbrenner (1979) e mettendo in primo piano, per ogni livello sistemico (macro, meso, eso, micro) il ruolo del coordinatore pedagogico. Questa precisazione permetterà di mettere in evidenza il ruolo formativo del coordinatore pedagogico nella misura in cui, sostenendo le dinamiche che attraversano un’équipe educativa responsabile, promuove anche la costruzione di sapere pedagogico, la crescita di consapevolezzacirca l’identità educativa ed il potenziamento dell’intenzionalità professionale, a livello sia individuale che di gruppo.<hr/>RESUMO Especialmente no que diz respeito aos serviços educativos para a infância, a capacidade de refletir sobre a prática de forma participativa é apresentada como uma característica peculiar de uma equipe pedagógica responsável. As dinâmicas que caracterizam uma equipe pedagógica responsável são aprofundadas com base nos conceitos de "grupo de trabalho racional" (Bion, 1961) e "identidade educativa do grupo" (Savio, 2011). São então delineadas as condições que favorecem o funcionamento pedagogicamente responsável de uma equipe educativa, recuperando a teoria dos níveis sistêmicos de Bronfenbrenner (1979) e colocando em primeiro plano, em cada nível do sistema (macro, meso, exo, micro), o papel do coordenador pedagógico. Essa explicação permitirá destacar o papel formativo do coordenador pedagógico, uma vez que, apoiando a dinâmica que atravessa uma equipe pedagógica responsável, sustenta também a construção do saber pedagógico, o crescimento da consciência sobre a identidade educativa e o fortalecimento da intencionalidade profissional, tanto no âmbito individual quanto em grupo.<hr/>ABSTRACT With particular reference to educational services for children, the ability to reflect on practice in a participatory way is presented as the peculiar characteristic of a responsible educational team. The dynamics that characterize a responsible educational team are detailed with reference to the concepts of "rational working group" (Bion, 1961) and "educational group identity" (Savio, 2011). The conditions that foster the pedagogically responsible operation of an educational team are therefore defined, taking up the systemic levels of Bronfenbrenner (1979) theory and putting the role of pedagogical coordinator in the foreground, for each system level (macro, meso, eso, micro). This clarification will highlight the training role of the pedagogical coordinator to the extent that, by supporting the dynamics that characterize responsible educational team, it also supports the construction of pedagogical knowledge, the growing awareness about the educational identity and the strengthening of professional intentionality in both individual and group levels. <![CDATA[<strong>A educação permanente e as impermanências na educação</strong>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-40602017000500153&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt RESUMO Neste trabalho discutimos as conexões entre as transformações socioculturais advindas com a condição pós-moderna e a concepção de educação permanente. O corpus de análise é o livro Aprender a ser, de Faure et al. (1972), resultante de relatório da Comissão Internacional para o Desenvolvimento da Educação, presidida por Edgar Faure, e estabelecida pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO). A partir da noção de “aprender a ser”, delineamos e problematizamos as condições históricas que tornaram possível a emergência da educação permanente e sua formulação como um imperativo contemporâneo. Nosso objetivo foi questionar a rede de poder-saber que tem tracejado, mantido e disseminado as políticas de educação permanente e suas relações com o “aprender a ser”. Procuramos mostrar que tais políticas estimulam os sujeitos a se remodelarem constantemente frente à diversificação constante de demandas não apenas socioculturais, mas também políticas e econômicas. Argumentamos que a educação permanente surge como uma resposta às impermanências da vida contemporânea, como uma forma de monitorar e administrar seus efeitos. Ressaltamos o jogo de permanências-impermanências que abre espaços de administração e, ao mesmo tempo, de invenção.<hr/>ABSTRACT In this paper we discuss the relation between socio-cultural changes pertaining to the postmodern condition and the conception of continuing education. The corpus of analysis is the book Learning to be, edited by Faure et al. (1972) as a result from the report of the International Commission on the Development of Education held by Edgar Faure and established by the United Nations Educational, Scientific and Cultural Organization (UNESCO). Starting from the notion of ‘learning to be’, we shape and problematize historical conditions that made the emergence of continuing education and its formulation as a contemporary imperative possible. Our goal is to question the web of power-knowledge that has formed, maintained and disseminated policies of continuing education and its relations with ‘learning to be’. We have sought to show that these policies stimulate subjects to reshape themselves constantly in the face of the continual diversification of socio-cultural, political and economic demands. We argue that continuing education appears as a response to inconstancies of contemporary life, as a way of monitoring and managing its effects. We also highlight that this game of constancies-inconstancies opens spaces of managing and inventing at the same time. <![CDATA[<strong>Autorregulação da aprendizagem em contexto escolar: uma abordagem baseada em Ateliês Biográficos de Projetos</strong>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-40602017000500171&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt RESUMO Este artigo teve o objetivo de compreender, por meio das narrativas autobiográficas, como os sujeitos percebem-se e constituem-se como agentes da própria formação no cotidiano de experiências escolares, através do processo da aprendizagem autorregulada. A pesquisa foi realizada em duas escolas da Rede Estadual de Ensino Fundamental, localizadas no município de Porto Alegre-RS. Participaram desse estudo 30 alunos do 9º ano do Ensino Fundamental. A abordagem metodológica foi baseada nos ateliês biográficos de projetos. Foram organizadas sete sessões em grupos de 5 a 10 alunos, com duração de 45 minutos cada uma. Todas as etapas foram realizadas no ambiente escolar. A análise dos resultados foi realizada por meio de um ângulo diferenciado e inovador, inspirado na compreensão cênica. Os resultados evidenciaram três cenas que revelaram as relações dos múltiplos sujeitos envolvidos, a compreensão de si por meio da escuta do outro e as cenas esquecidas ou reprimidas. As etapas vivenciadas nos ateliês ajudaram os alunos participantes a compreenderem como eles se constroem enquanto alunos e como se auto-organizam para regular suas aprendizagens, para superar obstáculos e para se adaptarem ao mundo escolar. Concluiu-se que a abordagem inspirada nos ateliês biográficos de projetos pode auxiliar na reflexão dos processos de autorregulação da aprendizagem, inserindo-se adequadamente numa dinâmica evolutiva do percurso educativo.<hr/>ABSTRACT This goal of this article is to understand, using autobiographical narratives, how the subjects perceive and constitute themselves as agents of their own development in the daily life of school experiences, through the process of self-regulated learning. This research was carried out in two public elementary schools, located in the city of Porto Alegre-RS. Thirty students from the 9th grade participated in these studies. The methodological approach was based on the project biographical workshops. The students were organized in groups of five to ten, in seven sessions, each lasting 45 minutes. All steps were taken in the school environment. The analysis of the results was carried out through a differentiated and innovative angle inspired by scenic comprehension. The results demonstrate three scenes that revealed the relationships of the multiple subjects involved, the understanding of themselves through the listening of the other and scenes that were forgotten or repressed. The steps in the workshops helped the participating students to understand how they are built as students and how to organize themselves to regulate their learning, to overcome obstacles and to adapt to the school world. We concluded that the approach inspired by the project biographical workshops could help in reflecting about the processes of learning self-regulation, inserting itself appropriately in an evolutionary dynamic of the educational path. <![CDATA[Educação, diversidade e diferenças: olhares (des)colonizados e territorialidades múltiplas]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-40602017000500193&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt RESUMO Este artigo teve o objetivo de compreender, por meio das narrativas autobiográficas, como os sujeitos percebem-se e constituem-se como agentes da própria formação no cotidiano de experiências escolares, através do processo da aprendizagem autorregulada. A pesquisa foi realizada em duas escolas da Rede Estadual de Ensino Fundamental, localizadas no município de Porto Alegre-RS. Participaram desse estudo 30 alunos do 9º ano do Ensino Fundamental. A abordagem metodológica foi baseada nos ateliês biográficos de projetos. Foram organizadas sete sessões em grupos de 5 a 10 alunos, com duração de 45 minutos cada uma. Todas as etapas foram realizadas no ambiente escolar. A análise dos resultados foi realizada por meio de um ângulo diferenciado e inovador, inspirado na compreensão cênica. Os resultados evidenciaram três cenas que revelaram as relações dos múltiplos sujeitos envolvidos, a compreensão de si por meio da escuta do outro e as cenas esquecidas ou reprimidas. As etapas vivenciadas nos ateliês ajudaram os alunos participantes a compreenderem como eles se constroem enquanto alunos e como se auto-organizam para regular suas aprendizagens, para superar obstáculos e para se adaptarem ao mundo escolar. Concluiu-se que a abordagem inspirada nos ateliês biográficos de projetos pode auxiliar na reflexão dos processos de autorregulação da aprendizagem, inserindo-se adequadamente numa dinâmica evolutiva do percurso educativo.<hr/>ABSTRACT This goal of this article is to understand, using autobiographical narratives, how the subjects perceive and constitute themselves as agents of their own development in the daily life of school experiences, through the process of self-regulated learning. This research was carried out in two public elementary schools, located in the city of Porto Alegre-RS. Thirty students from the 9th grade participated in these studies. The methodological approach was based on the project biographical workshops. The students were organized in groups of five to ten, in seven sessions, each lasting 45 minutes. All steps were taken in the school environment. The analysis of the results was carried out through a differentiated and innovative angle inspired by scenic comprehension. The results demonstrate three scenes that revealed the relationships of the multiple subjects involved, the understanding of themselves through the listening of the other and scenes that were forgotten or repressed. The steps in the workshops helped the participating students to understand how they are built as students and how to organize themselves to regulate their learning, to overcome obstacles and to adapt to the school world. We concluded that the approach inspired by the project biographical workshops could help in reflecting about the processes of learning self-regulation, inserting itself appropriately in an evolutionary dynamic of the educational path.