Scielo RSS <![CDATA[Revista da Associação Médica Brasileira]]> http://www.scielo.br/rss.php?pid=0104-423020140006&lang=pt vol. 60 num. 6 lang. pt <![CDATA[SciELO Logo]]> http://www.scielo.br/img/en/fbpelogp.gif http://www.scielo.br <![CDATA[Ramb: novos caminhos]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-42302014000600501&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt <![CDATA[Adib Jatene, an immense legacy to Brazilian medicine]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-42302014000600502&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt <![CDATA[Atualização em espondilolistese degenerativa: tratamento cirúrgico]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-42302014000600505&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt <![CDATA[Atualização em hipogonadismo masculino tardio (HMT) ou DAEM: tratamento]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-42302014000600506&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt <![CDATA[Tratamento com radioterapia de intensidade modulada (IMRT) para câncer de mama]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-42302014000600508&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt <![CDATA[Fratura por estresse no pé e tornozelo de atletas]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-42302014000600512&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt <![CDATA[Papiloma esclerosante gigante mimetizando carcinoma de mama localmente avançado]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-42302014000600518&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt <![CDATA[Conflitos bioéticos da terapia gênica: uma breve opinião crítica]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-42302014000600520&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Methods and techniques employed in gene therapy are reviewed in parallel with pertinent ethical conflicts. Clinical interventions based on gene therapy techniques preferentially use vectors for the transportation of therapeutic genes, however little is known about the potential risks and damages to the patient. Thus, attending carefully to the clinical complications arising as well as to security is essential. Despite the scientific and technological advances, there are still many uncertainties about the side effects of gene therapy. Moreover, there is a need, above all, to understand the principles of bioethics as both science and ethics, in accordance with its socioecological responsibility, in order to prioritize the health and welfare of man and nature, using properly natural resources and technology. Therefore, it is hard to determine objective results and to which extent the insertion of genes can affect the organism, as well as the ethical implication<hr/>Métodos e técnicas empregadas na terapia gênica são revisados em paralelo a conflitos éticos pertinentes. Intervenções clínicas com base em técnicas de terapia gênica são usadas preferencialmente em vetores para o transporte de genes terapêuticos; porém, pouco se sabe sobre os possíveis riscos e danos para o paciente, sendo necessário atender cuidadosamente às complicações clínicas resultantes, bem como à segurança. Apesar dos avanços científicos e tecnológicos relacionados à terapia gênica, ainda há muitas incertezas sobre os efeitos colaterais do uso dessa terapia. Além disso, é necessário, acima de tudo, compreender os princípios da bioética como uma ética da ciência para com a responsabilidade socioecológica, a fim de priorizar a saúde e o bem-estar do homem e da natureza, utilizando adequadamente recursos naturais e tecnologia. Portanto, é difícil afirmar qual é o rendimento real, bem como os resultados do aumento da genética inserida no organismo e as implicações éticas. <![CDATA[Transtornos mentais comuns e fatores associados entre estudantes de saúde do último ano]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-42302014000600525&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Objective: to assess the prevalence of common mental disorder (CMD) and to identify potential associated factors among medical, dental and nursing students. Methods: a cross-sectional study conducted in a public university in Northeast Brazil with 172 undergraduate students of the last three semesters of the medicine, dentistry and nursing courses, in February 2010, using the Self Reporting Questionnaire (SRQ-20) and a structured questionnaire developed by the authors. Logistic regression was performed for data analysis. Results: the prevalence of CMD was 33.7%. The courses presented no differences in CMD prevalence. The logistic regression analysis showed a strong association of the following variables with CMD: female (OR=4.34), lack of good expectations regarding the future (OR=5.83), course as not a source of pleasure (OR=7.52) and feeling emotionally tense (OR=11.23). Conclusion: the high prevalence suggests that immediate preventive measures should be implemented, such as the setting up of psycho-pedagogic support services for students, and teacher development programs. <hr/> Objetivo: determinar a prevalência de transtorno mental comum (TMC) e identificar potenciais fatores associados entre estudantes de medicina, odontologia e enfermagem. Métodos: estudo transversal realizado em uma universidade pública no Nordeste do Brasil com 172 alunos de graduação dos últimos três semestres de Medicina, Odontologia e Enfermagem, em fevereiro de 2010, utilizando o Self Reporting Questionnaire (SRQ-20) e um questionário estruturado desenvolvido pelos autores. A análise dos dados foi realizada por regressão logística. Resultados: a prevalência de TMC foi de 33,7%. Os cursos não apresentaram diferenças na prevalência de TMC. A regressão logística mostrou uma forte associação entre as seguintes variáveis com TMC: sexo feminino (OR=4,34), não ter boas expectativas em relação ao futuro (OR=5,83), curso não ser uma fonte de prazer (OR=7,52) e sentir-se emocionalmente tenso (OR=11,23). Conclusão: a alta prevalência de TMC sugere que medidas preventivas imediatas devam ser implementadas, como: a criação de serviços de apoio psicopedagógico para alunos e programas de desenvolvimento docente. <![CDATA[Estimativa da taxa de filtração glomerular em pacientes com diabetes mellitus tipo 2]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-42302014000600531&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Objective: to estimate the glomerular filtration using the Cockcroft-Gault (CG), Modification of Diet in Renal Disease (MDRD), and Chronic Kidney Disease Epidemiology Collaboration (CKD-EPI) equations, and serum creatinine in the screening of reduced renal function in patients with type two diabetes (T2DM) enrolled in the Family Health Strategy (ESF, Brazilian federal health-care program). Methods: a cross-sectional descriptive and analytical study was conducted. The protocol consisted of sociodemographics, physical examination and biochemical tests. Renal function was analyzed through serum creatinine and glomerular filtration rate (GFR) estimated according to the CG, MDRD and CKD-EPI equations, available on the websites of the Brazilian Nephrology Society (SBN) and the (NKF). Results: 146 patients aged 60.9±8.9 years were evaluated; 64.4% were women. The prevalence of serum creatinine &gt;1.2 mg/dL was 18.5% and GFR &lt;60 mL/min/1.73m2 totaled 25.3, 36.3 and 34.2% when evaluated by the equations CG, MDRD and CKD-EPI, respectively. Diabetic patients with reduced renal function were older, had long-term T2DM diagnosis, higher systolic blood pressure and higher levels of fasting glucose, compared to diabetics with normal renal function. Creatinine showed strong negative correlation with the glomerular filtration rate estimated using CG, MDRD and CKD-EPI (-0.64, -0.87, -0.89) equations, respectively. Conclusion: the prevalence of individuals with reduced renal function based on serum creatinine was lower, reinforcing the need to follow the recommendations of the SBN and the National Kidney Disease Education Program (NKDEP) in estimating the value of the glomerular filtration rate as a complement to the results of serum creatinine to better assess the renal function of patients. <hr/> Objetivo: estimar a taxa de filtração glomerular por meio das equações Cockcroft e Gault (CG), Modification of Diet in Renal Disease (MDRD), Chronic Kidney Disease Epidemiology Collaboration (CKD-EPI) e da creatinina sérica na triagem da função renal reduzida em pacientes com diabetes mellitus tipo 2 (DM2), adscritos em estratégia de saúde da família (ESF). Métodos: foi realizado um estudo transversal, descritivo e analítico. O protocolo foi constituído de dados sociodemográficos, exame físico e dosagens bioquímicas. A função renal foi analisada pela creatinina sérica e pela taxa de filtração glomerular (TFG) estimada segundo as equações CG, MDRD e CKD-EPI, disponibilizadas nos websites da Sociedade Brasileira de Nefrologia (SBN) e da National Kidney Foundation (NKF). Resultados: foram avaliados 146 pacientes com média de idade de 60,9±8,9 anos; 64,4% eram mulheres. A prevalência de creatinina sérica &gt;1,2 mg/dL foi de 18,5%, e a TFG &lt; 60 mL/min/1,73 m2 foi de 25,3%, 36,3% e 34,2% quando avaliadas pelas equações CG, MDRD e CKD-EPI, respectivamente. Os pacientes diabéticos com função renal reduzida eram idosos, apresentavam maior tempo de diagnóstico de DM2, pressão arterial sistólica mais elevada e níveis superiores de glicemia de jejum, quando comparados a diabéticos com função renal normal. A creatinina apresentou correlação negativa e forte com a taxa de filtração glomerular estimada pelas equações CG, MDRD e CKD-EPI (-0,64; -0,87; -0,89, respectivamente). Conclusão: a prevalência de indivíduos com função renal reduzida a partir dos valores de creatinina sérica foi inferior, reforçando a necessidade de seguir as recomendações da SBN e do National Kidney Disease Education Program (NKDEP) em estimar o valor do ritmo de filtração glomerular como complemento ao resultado da creatinina sérica para melhor avaliar a função renal dos pacientes. <![CDATA[Dopplerfluxometria de artérias oftálmicas para predição de pré-eclâmpsia]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-42302014000600538&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Background: central nervous system (CNS) hyperperfusion is one of the events that constitute the pathophysiological basis for the clinical manifestations and complications of pre-eclampsia (PE). Detecting the increased flow in the CNS through Doppler flowmetry of the ophthalmic artery might precede the clinical onset of PE and could be used as a marker for subsequent development of PE. Objective: to evaluate the ophthalmic artery resistive index (OARI) values in the second trimester of pregnancy for prediction of the clinical manifestations of PE. Objective: to evaluate the ophthalmic artery resistive index (OARI) values in the second trimester of pregnancy for prediction of the clinical manifestations of PE. Methods: a total of 73 patients with risk factors for the development of PE were selected from the prenatal service at the HC-UFMG. They were submitted to ophthalmic artery Doppler flowmetry between 24 and 28 weeks of pregnancy and monitored until the end of the pregnancy to verify the occurrence of PE. ROC curves were created to determine the predictive characteristics of the OARI. Results: fourteen of the patients selected developed PE and 59 remained normotensive until the postpartum period. Patients with subsequent development of PE presented OARI values lower than patients that remained normotensive (0.682±0.028 X 0.700±0.029, p=0.044). Considering the development of PE as an outcome, the area under the OARI curve was 0.694 (CI 0.543 to 0.845), with no points obtaining good values of sensitivity or specificity. Conclusion: Doppler flowmetry of ophthalmic arteries between 24 and 28 weeks of pregnancy did not present itself as a good exam for predicting PE. <hr/> Introdução: a hiperperfusão do sistema nervoso central (SNC) é um dos eventos que constitui substrato fisiopatológico para as manifestações clínicas e complicações da pré-eclâmpsia (PE). O fluxo aumentado no SNC, detectado por meio da dopplerfluxometria de artérias oftálmicas, poderia anteceder as manifestações clínicas da PE e, consequentemente, ser utilizado como marcador de subsequente desenvolvimento de PE. Objectivo: avaliar os valores do índice de resistência das artérias oftálmicas (Irao) no segundo trimestre gestacional para a predição das manifestações clínicas da PE. Métodos: pacientes com fatores de risco para desenvolvimento de PE foram selecionadas no serviço de pré-natal do Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Minas Gerais (HC-UFMG). Elas foram submetidas à dopplerfluxometria de artérias oftálmicas entre 24 e 28 semanas de gestação e acompanhadas até o final da gestação para averiguar a ocorrência de PE. Curvas ROC foram criadas para determinar as características preditivas do Irao. Resultados: das pacientes selecionadas, 14 desenvolveram PE e 59 mantiveram-se normotensas até o puerpério. Pacientes com subsequente desenvolvimento de PE apresentaram valores de Irao menores do que pacientes que se mantiveram normotensas (0,682±0,028 vs. 0,700±0,029, p=0,044). Ao considerar o desenvolvimento de PE como desfecho, a área sobre a curva do Irao foi de 0,694 (IC 0,543-0,845), sem pontos com bons valores de sensibilidade ou especificidade. Conclusão: a dopplerfluxometria de artérias oftálmicas entre 24 e 28 semanas de gestação não se demonstrou um bom exame para a predição de PE. <![CDATA[Perfil e produção científica dos pesquisadores do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico na área de Hematologia-Oncologia]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-42302014000600542&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Objective: several studies have examined the academic production of the researchers at the CNPq, in several areas of knowledge. The aim of this study was to evaluate the scientific production of researchers in Hematology/Oncology who hold scientific productivity grants from the Brazilian Council for Scientific and Technological Development. Methods: the Academic CVs of 28 researchers in Hematology/Oncology with active grants in the three-year period from 2006 to 2008 were included in the analysis. The variables of interest were: institution, researchers’ time after doctorate, tutoring of undergraduate students, masters and PhD degree, scientific production and its impact. Results: from a total of 411 researchers in Medicine, 28 (7%) were identified as being in the area of Hematology/Oncology. There was a slight predominance of males (53.6%) and grant holders in category 1. Three Brazilian states are responsible for approximately 90% of the researchers: São Paulo (21,75%), Rio de Janeiro (3,11%), and Minas Gerais (2, 7%). During their academic careers, the researchers published 2,655 articles, with a median of 87 articles per researcher (IQR = 52 to 122). 65 and 78% of this total were indexed on the Web of Science and Scopus databases, respectively. The researchers received 14,247 citations on the WoS database with a median of 385 citations per researcher. The average number of citations per article was 8.2. Conclusion: in this investigation, it was noted that researchers in the field of Hematology/Oncology have a relevant scientific output from the point of view of quantity and quality compared to other medical specialties. <hr/> Objectivo: vários estudos têm analisado a produção acadêmica dos pesquisadores do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), em diversas áreas do conhecimento. O objetivo deste estudo foi avaliar a produção científica de pesquisadores de Hematologia- Oncologia, cadastrados como bolsistas de produtividade científica do CNPq. Métodos: os currículos Lattes de 28 pesquisadores em Hematologia-Oncologia, com bolsas ativas no triênio 2006 a 2008, foram incluídos na análise. As variáveis de interesse foram: instituição, tempo de doutoramento, orientação de alunos de graduação, mestres e doutores, artigos publicados e seu impacto. Resultados: de um total de 411 pesquisadores em Medicina, 28 (7%) foram identificados como da área da Hematologia- Oncologia. Houve uma discreta predominância do gênero masculino (53,6%) e de bolsistas na categoria 1 (53,6%). Três Estados da Federação são responsáveis por 90% dos pesquisadores: São Paulo (21; 75%), Rio de Janeiro (3; 11%) e Minas Gerais (2; 7%). No total da carreira acadêmica, os pesquisadores publicaram 2.655 artigos em periódicos, sendo a mediana de 87 artigos por pesquisador (intervalo interquartil [IQ] = 52-122). Desse total, 65% e 78% foram artigos indexados nas bases de dados Web of Science (WoS) e Scopus, respectivamente. Os pesquisadores receberam 14.247 citações na base de dados WoS, sendo a mediana por pesquisador de 385 citações. A média de citações por artigo foi de 8,2. Conclusão: na presente investigação, observou-se que os pesquisadores na área de Hematologia-Oncologia apresentam uma produção científica relevante do ponto de vista qualitativo quando comparada a das demais especialidades médicas. <![CDATA[Laparoscopia por portal único em ginecologia: estudo preliminar de uma série de 50 casos]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-42302014000600548&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Objective: to describe the initial experience of a gynecology team, at a tertiary care center, when performing single-port laparoscopic surgery. Methods: this is a retrospective study reviewing the medical records of 50 patients treated at the outpatient gynecology clinic of our institution between June 2012 and July 2013 who underwent single-port laparoscopic surgery. This study was approved by the institution’s Ethics in Research Committee. Results: the mean age of patients is 37.8 years, ranging from 18 to 70 years, and the most frequent surgical indications were adnexal mass (72%) and chronic pelvic pain (24%). The mean operative time was 94.4 minutes with a mean hospital stay of 25.8 hours. There were no perioperative complications. We recorded two conversions to laparotomy due to technical difficulties during the procedure. All cases of conversion had pelvic adhesions. All operative complications were successfully treated and none were considered severe. Conclusion: this is one of the largest case series in the literature regarding surgical treatment by single-port laparoscopy in gynecology and presents evidence on reduction of surgical morbidity and satisfactory cosmetic results. We conclude that single-port laparoscopy is a viable minimally invasive technique, and that it contributes to the construction of a new scenario in modern gynecological surgery. <hr/> Objetivo: descrever a experiência inicial da equipe de ginecologia, em um centro de referência, na realização de cirurgia laparoscópica por portal único. Métodos: trata-se de estudo retrospectivo, com a revisão dos prontuários de 50 pacientes atendidas no ambulatório de ginecologia do Hospital da Baleia – Fundação Benjamin Guimarães, entre junho de 2012 e julho de 2013, e que foram submetidas a tratamento cirúrgico laparoscópico por portal único. Este trabalho foi aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa da instituição. Resultados: a idade média das pacientes incluídas no estudo é de 37,8 anos, variando entre 18 e 70 anos, e as indicações cirúrgicas mais frequentes foram massa anexial (72%) e dor pélvica crônica (24%). O tempo médio cirúrgico foi de 94,4 minutos, com tempo de internação médio de 25,8 horas. Em nenhum caso ocorreu qualquer tipo de complicação perioperatória. Registraram-se duas conversões para laparotomia por dificuldade técnica durante o procedimento. Todos os casos de conversão apresentavam aderências pélvicas. Todas as complicações operatórias foram tratadas com sucesso e nenhuma delas foi considerada grave. Conclusão: esta é uma das maiores séries de casos da literatura em relação ao tratamento cirúrgico por laparoscopia de portal único em ginecologia e apresenta resultados que sugerem a redução da morbidade cirúrgica e resultados estéticos satisfatórios. Concluímos que a laparoscopia por portal único é uma técnica minimamente invasiva viável e que traz importante contribuição à construção de um novo cenário na cirurgia ginecológica moderna. <![CDATA[Consumo de antioxidantes em portadores de artrite reumatoide]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-42302014000600555&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Objective: to investigate dietary intake of antioxidants in patients with rheumatoid arthritis. Methods: this is a cross-sectional case series study with 53 women accompanied at the Rheumatology Outpatient Clinic, Hospital das Clínicas/UFPE, from January to October 2012. Demographic and anthropometric parameters (weight, height, body mass index, weight change) were collected by means of a form. The assessment of food consumption was conducted using a semi-quantitative food frequency survey, analyzed according to a food composition table. Database construction and statistical analysis were performed using Excel and SPSS version 18.0, using chi-squared test, Anova, and Student’s t-test, at a confidence level of 5%. Results: the sample was composed of 53 women with a mean age of 54.51 ± 4.24 years and BMI of 25.97 ± 5.94 kg/m². In the sociodemographic variables, statistically significant differences in origin, occupation, and income were observed. Daily consumption showed significance for vitamins A, C, and zinc. In adults, vitamins A and C were in accordance with recommendations, while in the elderly a low intake of vitamin E and selenium was observed. The relation between vitamin E and origin was significant. Conclusion: the sample was composed of 53 women with a mean age of 54.51 ± 4.24 years and BMI of 25.97 ± 5.94 kg/m². In the sociodemographic variables, statistically significant differences in origin, occupation, and income were observed. Daily consumption showed significance for vitamins A, C, and zinc. In adults, vitamins A and C were in accordance with recommendations, while in the elderly a low intake of vitamin E and selenium was observed. The relation between vitamin E and origin was significant. <hr/> Objectivo: investigar o consumo alimentar de antioxidantes em pacientes portadores de artrite reumatoide. Métodos: estudo transversal do tipo série de casos com 53 mulheres acompanhadas no Ambulatório de Reumatologia do Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Pernambuco (HC-UFPE), de janeiro a outubro de 2012. Por meio de formulário, foram coletados parâmetros sociodemográficos e antropométricos (peso, estatura, índice de massa corpórea [IMC], alteração ponderal). A avaliação do consumo alimentar foi realizada por questionário de frequência alimentar semiquantitativo, analisado por tabela de composição de alimentos. A construção do banco de dados e a análise estatística foram realizadas por Excel e SPSS versão 18.0, com aplicação de testes Qui-quadrado, Anova e t-Student, com nível de confiança de 5%. Resultados: demonstrou-se que os pacientes apresentaram baixo consumo de vitaminas A, C e zinco. Portanto, ressalta-se a importância de maior consumo de alimentos fontes em antioxidantes, a fim de contribuir para a prevenção da lesão articular e a perda da função reumática, melhorando a qualidade de vida do paciente. Conclusão: demonstrou-se que os pacientes apresentaram baixo consumo de vitaminas A, C e zinco. Portanto, ressalta-se a importância de maior consumo de alimentos fontes em antioxidantes, a fim de contribuir para a prevenção da lesão articular e a perda da função reumática, melhorando a qualidade de vida do paciente. <![CDATA[Endometriose é causa importante de dor pélvica na adolescência]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-42302014000600560&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Objective: despite endometriosis being a common disease, where early detection is key to preventing its progression, it is a condition often overlooked in adolescents. The aim of this study was to report the clinical characteristics of adolescent patients with endometriosis monitored in a tertiary hospital. Methods: a retrospective study of 394 patients undergoing surgery with a histological diagnosis of endometriosis at the Endometriosis Division of the Gynecology Department at the Hospital das Clínicas of the University of São Paulo Medical School from 2008 to 2013. 21 adolescents were included (aged under 21 years). Results: the age ranged from 17.95 ± 1.48 years, the average time for diagnostic confirmation was 2.96 ± 2.93 years, and the age at the onset of symptoms was 15.28 ± 3.03 years on average. The sites affected were ovarian (38%), peritoneal (47.6%) and retrocervical (23.8%). Dysmenorrhea was found in 80.9 % of adolescents (severe in 33.3% of cases) and chronic pelvic pain in 66.6%. Conclusion: endometriosis in adolescents is an important differential diagnosis from pelvic pain and ovarian cysts, mainly among those with no response to conventional treatment. The main forms of involvement are peritoneal and ovarian. Despite the onset of symptoms in adolescence and advances in imaging methods, the diagnosis of this disease is still delayed. <hr/> Objectivo: embora a endometriose seja uma doença prevalente, cujo diagnóstico precoce é fundamental para a prevenção de sua progressão, é uma condição frequentemente negligenciada em adolescentes. O objetivo deste estudo é levantar as características clínicas das pacientes adolescentes com endometriose acompanhadas em um hospital terciário. Métodos: levantamento retrospectivo de 394 pacientes submetidas à cirurgia com diagnóstico histológico de endometriose no Setor de Endometriose da Divisão de Clínica de Ginecologia do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, de 2008 a 2013. Foram incluídas 21 adolescentes (idade menor de 21 anos). Resulados: a idade média foi de 17,95±1,48 anos, a média de tempo para a confirmação diagnóstica foi de 2,96±2,93 anos e a idade do início dos sintomas foi em média de 15,28±3,03 anos. Os locais de acometimento foram ovariano (38%), peritoneal (47,6%) e retrocervical (23,8%). Dismenorreia esteve presente em 80,9% das adolescentes (sendo severa em 33,3% dos casos) e dor pélvica crônica em 66,6%. Conclusão: endometriose em adolescentes é um importante diagnóstico diferencial de dor pélvica e cistos anexiais, principalmente entre aquelas sem resposta ao tratamento convencional. As principais formas de acometimento são peritoneais e ovarianas. Apesar do início dos sintomas na adolescência e dos avanços nos métodos de imagem, ainda se observa demora no diagnóstico dessa doença. <![CDATA[Descrição espaço-temporal das epidemias de dengue em Cruzeiro, SP, em 2006 e 2011]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-42302014000600565&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Objective: to identify patterns in the spatial and temporal distribution of cases of dengue fever occurring in the city of Cruzeiro, state of São Paulo (SP). Methods: an ecological and exploratory study was undertaken using spatial analysis tools and data from dengue cases obtained on the SinanNet. The analysis was carried out by area, using the IBGE census sector as a unit. The months of March to June 2006 and 2011 were assessed, revealing progress of the disease. TerraView 3.3.1 was used to calculate the Global Moran’s I, month to month, and the Kernel estimator. Results: in the year 2006, 691 cases of dengue fever (rate of 864.2 cases/100,000 inhabitants) were georeferenced; and the Moran’s I and p-values were significant in the months of April and May (IM = 0.28; p = 0.01; IM = 0.20; p = 0.01) with higher densities in the central, north, northeast and south regions. In the year 2011, 654 cases of dengue fever (rate of 886.8 cases/100,000 inhabitants) were georeferenced; and the Moran’s I and p-values were significant in the months of April and May (IM = 0.28; p = 0.01; IM = 0.16; p = 0.05) with densities in the same regions as 2006. The Global Moran’s I is a global measure of spatial autocorrelation, which indicates the degree of spatial association in the set of information from the product in relation to the average. The I varies between -1 and +1 and can be attributed to a level of significance (p-value). The positive value points to a positive or direct spatial autocorrelation. Conclusion: we were able to identify patterns in the spatial and temporal distribution of dengue cases occurring in the city of Cruzeiro, SP, and locate the census sectors where the outbreak began and how it evolved. <hr/> Objetivo: identificar padrões na distribuição espaço-temporal dos casos de dengue ocorridos no município de Cruzeiro, SP. Métodos: foi desenvolvido um estudo ecológico e exploratório utilizando ferramentas de análise espacial e com dados de casos de dengue obtidos do SinanNet. Foi feita uma análise por área, tomando-se como unidade o setor censitário do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Foram analisados os meses de março a junho de 2006 e 2011, que mostraram o avanço da doença. Utilizou-se o programa TerraView 3.3.1; foram calculados os índices de Moran global, mês a mês, e o estimador de Kernel. Resultados: no ano de 2006, foram georreferenciados 691 casos de dengue (taxa de 864,2 casos/100 mil hab.); os índices de Moran e p-valores foram significativos nos meses de abril e maio (IM = 0,28, p=0,01; IM = 0,20, p=0,01) com densidades maiores nas regiões central, norte, nordeste e sul. Em 2011, foram geocodificados 654 casos (886,8 casos/100 mil hab.); os índices de Moran e p-valores foram significativos nos meses de março e abril (IM = 0,28, p=0,01; IM = 0,16, p=0,05) com densidades nas mesmas regiões de 2006. O índice de Moran global (IM) é uma medida global de autocorrelação espacial, que indica o grau de associação espacial no conjunto de informações a partir do produto em relação à média. O IM varia entre -1 e +1, e a ele pode ser atribuído um nível de significância (p-valor). O valor positivo aponta para uma autocorrelação espacial positiva ou direta. Conclusão: foi possível identificar padrões na distribuição espaço-temporal dos casos de dengue ocorridos no município de Cruzeiro, SP, e localizar os setores censitários onde a epidemia teve início e como evoluiu. <![CDATA[Tratamento cirúrgico do câncer de endométrio em estágio clínico precoce sem linfadenectomia radical.]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-42302014000600571&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Objective: the main aim of this study was to describe the authors’ experience with the surgical treatment of endometrial cancer without systematic lymphadenectomy. Methods: a retrospective cohort study was carried out on a subset of patients suffering of clinically early-stage endometrial carcinoma who underwent hysterectomy and salpingo-oophorectomy without systematic (radical) lymph nodes dissection at our centers from June, 2002, to November, 2011. Descriptive statistics were explored as medians (interquartile range) or frequencies (percentages), as appropriated, and the Kaplan–Meier method was applied for survival estimation. Results: eighty-three patients who underwent surgical treatment with no lymph node dissection (n = 20; 24.1%) or with only a sampling procedure (n=63; 75.98%) were selected for analysis. Among these patients, 27 (32.53%) underwent surgery alone and 56 (67.46%) received some adjuvant treatment. Postoperative complications occurred in five patients (6.02%). Over a median follow-up of 27.4 months (Q25 = 13.7 – Q75 = 46.5), 15 (18.07%) patients suffered from relapses and 11 deaths occurred as result of disease recurrence. Cumulative 1, 2 and 3-year disease- free survivals were 97.32, 91.18 and 78.02%, respectively. Conclusion: on a case-by-case basis, the surgical treatment of clinically early-stage endometrial carcinoma without systematic lymphadenectomy did not seem to decrease survival outcomes and presented low rates of surgical morbidity in our experience, but was also related to a high rate use of adjuvant therapy. <hr/> Objetivo: descrever a experiência dos autores com o tratamento cirúrgico do câncer de endométrio em estádio precoce sem linfadenectomia radical. Métodos: realizou-se estudo de coorte retrospectivo envolvendo um subgrupo de pacientes com câncer de endométrio em estágio clínico precoce tratadas com histerectomia e salpingo-ooforectomia sem linfadenectomia radical, em dois centros pernambucanos, de junho de 2002 a novembro de 2011. As variáveis foram descritas como mediana (intervalo interquartílico) ou frequências (percentuais), utilizando- se o método de Kaplan-Meier para a estimativa das taxas de sobrevivência. Resultados: oitenta e três pacientes submetidas a tratamento cirúrgico sem dissecção linfonodal (n = 20, 24,1%) ou com dissecção apenas por amostragem (n = 63; 75,98%) foram selecionadas para análise. Entre essas pacientes, 27 (32,53%) foram tratadas somente com cirurgia e 56 (67,46%) receberam tratamento adjuvante. Cinco pacientes apresentaram complicações pós-operatórias (6,02%). Durante o acompanhamento mediano de 27,4 meses (Q25 = 13,7 - Q75 = 46,5), 15 (18,07%) pacientes apresentaram recorrência, dentre as quais 11 faleceram em decorrência da recidiva neoplásica. Observou-se sobrevivência cumulativa proporcional livre de doença em um, dois e três anos de 97,32, 91,18 e 78,02%, respectivamente. Conclusão: em um contexto de indicação caso-a-caso, o tratamento cirúrgico do câncer de endométrio em estádio precoce sem linfadenectomia radical parece não ter prejudicado a sobrevivência e apresentou baixas taxas de morbidade cirúrgica em nossa experiência, mas também foi acompanhado de elevada utilização de terapia adjuvante. <![CDATA[Crises não epilépticas psicogênicas e tratamento psicanalítico: resultados.]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-42302014000600577&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Background: the occurrence of psychogenic non-epileptic seizures (PNES) is estimated to be between 2 to 33 cases in every 100,000 inhabitants. The number of patients with PNES reaches 19% of those treated as epileptics. Patients with PNES are treated as if they had intractable epilepsy, with unsatisfactory results even after medication treatment is used to its maximum. The aim of this study is to present the effects of individual psychoanalytical treatment in patients with PNES, assessing its impact in the evolution of the clinical picture and its association with sex, time of disease, social, psychological and professional harm, as well as going through with treatment. Methods: The case base was composed of 37 patients with PNES. The diagnosis was reached with video-EEG monitoring. Psychoanalytical treatment was carried out through 12 months of weekly sessions timed for around 50-minutes each, in a total of 48 individual sessions. Results: This study found a high rate of success in the treatment of PNES patients. 29.7% (n=11) of patients had cessation or cure of symptoms and 51.4% (n=19) had a decrease in the number of episodes. There is an association between cessation or decrease in the number of episodes and sex (p&lt;0.01), religion (p&lt;0.01) and concluding treatment (p&lt;0.01). Conclusion: Individual psychoanalytical treatment applied to patients with PNES is considered effective and can be an essential form of assistance for the reduction or cessation of episodes. <hr/> Introdução: estima-se que o número de casos de pacientes com crises não epilépticas psicogênicas (CNEP) seja de 2 a 33 por 100 mil habitantes. O índice de CNEP corresponde ainda a, aproximadamente, 19% dos pacientes tratados como epilépticos. Os pacientes com CNEP são tratados como portadores de epilepsia refratária, chegando ao limite máximo do tratamento medicamentoso e sem a obtenção de resultados satisfatórios. Objetivo: relatar os efeitos do tratamento psicanalítico individual em pacientes com CNEP de forma a avaliar a evolução do quadro clínico de CNEP e verificar sua associação com gênero, tempo de crise, prejuízos sociais, afetivos e profissionais, bem como término do tratamento. Métodos: a casuística foi composta por 37 pacientes com diagnóstico de CNEP feito por meio da monitoração por vídeo-EEG. Foram realizadas sessões de tratamento psicanalítico: atendimento clínico individual com frequência semanal, com duração aproximada de 50 minutos e duração total de 48 sessões em 12 meses. Resultados: este estudo constatou elevado índice de sucesso no tratamento dos pacientes com CNEP: 29,7% (n = 11) de cessação/cura dos sintomas e 51,4% (n = 19) de redução das crises convulsivas. Foi constatada associação entre cessar ou reduzir as crises e gênero (p&lt;0,01), religião (p&lt;0,01) e término do tratamento (p&lt;0,01). Conclusão: este estudo apontou eficácia do tratamento psicanalítico individual realizado com pacientes com CNEP, podendo ser considerada uma forma de assistência essencial para que haja decréscimo ou cessação das crises. <![CDATA[Restrição de crescimento intrauterino em gêmeos monocoriônicos diamnióticos.]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-42302014000600585&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Objective: to evaluate neonatal morbidity and mortality in monochorionic- -diamniotic (MCDA) twin pregnancies complicated by selective intrauterine growth restriction (sIUGR) and non-selective intrauterine growth resctriction (nsIUGR). Methods: neonatal morbidity parameters and mortality were analyzed in 34 twins with IUGR (&lt; 10th percentile on twins’ growth charts): 18 with sIUGR and 16 with nsIUGR. The sIUGR group was made up of 18 pregnancies in which growth was restricted in only one fetus (n = 18). The nsIUGR group was composed of 8 pregnancies in which both fetuses presented restricted growth (n = 16). Cases of twin-to-twin transfusion syndrome and fetal malformation were not included in the study. Results: the MCDA twin pregnancies with sIUGR had a higher rate of orotracheal intubation (p = 0.001) and mechanical ventilation (p = 0.0006), as well as longer than average fasting time (p = 0.014) compared to those in which the fetuses had nsIUGR. A higher incidence was also observed of types II and III umbilical artery Doppler velocimetry patterns in the sIUGR cases (p = 0.002). There was no significant difference between the two groups as to mortality during pregnancy and the neonatal period (p = 0.09). Conclusion: in MCDA twin pregnancies, sIUGR presents more severe umbilical artery Doppler velocimetry abnormalities and worse morbidity than nsIUGR. <hr/> Objetivo: avaliar a morbidade e mortalidade neonatal em gestações monocoriônicas e diamnióticas (MCDA) acometidas pela restrição de crescimento fetal seletiva (RCFS) e não seletiva (RCFNS). Métodos: os parâmetros de morbidade e mortalidade neonatais foram avaliados em 34 gêmeos com RCF (abaixo do percentil 10 de uma curva de crescimento para gêgêmeos): 18 com RCFS e 16 com RCFNS. O grupo com RCFS teve origem em 18 gestações, em que somente um feto apresentava RCF. O grupo com RCFNS teve origem em 8 gestações em que ambos os fetos apresentavam RCF. Foram excluídos deste estudo casos da síndrome da transfusão feto-fetal e malformações fetais. Resultados: os gêmeos de gestações MCDA com RCFS apresentaram maior frequência de entubação orotraqueal (p=0,001), ventilação mecânica (p=0,0006) e maior tempo em jejum durante internação (p=0,014), quando comparados aos gêmeos de gestações MCDA com RCFNS. No grupo com RCFS, também foram observados maior frequência de tipos II e III de dopplervelocimetria de artéria umbilical (p=0,002). Não houve diferença significativa entre os grupos quanto à mortalidade neonatal (p=0,09). Conclusão: em gestações gemelares MCDA, a RCFS representa maior frequência de alterações severas na velocimetria Doppler da artéria umbilical e piores resultados na morbidade neonatal. <![CDATA[Curva de crescimento das emissões otoacústicas produto de distorção em neonatos.]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-42302014000600591&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Background: The recording of otoacoustic emissions (OAE) enabled us to prove that the cochlea is able not only to receive sounds but also to produce acoustic energy. Through the use of distortion-product otoacoustic emission measurements, the growth of the response was seen according to the intensity of the sound stimulus presented (growth curve). Objective: to determine the thresholds for the emergence of distortion-product otoacoustic emissions (DPOAE) on frequencies of 2000 and 4000 Hz with a stimulus varying from 20 to 65dB SPL, and to establish the slope values obtained in the growth curves. Methods: 39 neonates aged 5 to 28 days without risk indicators of hearing loss were studied. The DPOAE growth curves were obtained on the frequencies from 2000 Hz and 4000 Hz with a level of intensity ranging from 20 to 65dB SPL divided into two paradigms (20 to 40dB SPL and 40-65dB SPL). Results: there was a statistically significant difference in the thresholds for the emergence of DPOAE depending on the criteria used. The thresholds were on average higher at 4000 Hz than 2000 Hz and the slope was higher on average at 2000 Hz than 4000 Hz, although not statistically significant in either case. Conclusion: the thresholds were on average 30dB SPL at 2000Hz and 35dB SPL at 4000Hz. The slope values varied between 3 and 4 on average, reaching 15 in some cases. <hr/> Introdução: o registro das emissões otoacústicas permitiu comprovar que a cóclea, além de receber os sons, produz energia acústica. Com a medida das emissões otoacústicas – produto de distorção (EOAPD), verifica-se o crescimento da resposta de acordo com a intensidade do estímulo sonoro apresentado (curva de crescimento). Objetivo: determinar os limiares de surgimento das EOAPD nas frequências de 2.000 e 4.000 Hz com estímulo de 20 a 65 dB NPS e estabelecer os valores de slope obtidos nas curvas de crescimento. Métodos: foram estudados 39 neonatos com 5 a 28 dias de vida sem indicadores de risco para perda auditiva. A captação das curvas de crescimento das EOAPD foi realizada em 2.000 e 4.000 Hz com nível de intensidade variando de 20 a 65 dB em dois paradigmas (20 a 40 dB NPS e 40 a 65 dB NPS). Resultados: houve diferença estatística significante dos limiares de surgimento das EOAPD dependendo do critério utilizado. Os limiares foram, em média, mais elevados em 4.000 Hz do que em 2.000 Hz, e o slope foi, em média, maior em 2.000 Hz do que em 4.000 Hz; porém, com diferença não significante em ambos os casos. Conclusão: os limiares de surgimento foram, em média, 30 dB NPS em 2.000 Hz e 35 dB NPS em 4.000 Hz. Os valores do slope variaram, em média, entre 3 e 4, chegando a 15 em alguns casos. <![CDATA[Precisão diagnóstica de doenças respiratórias em unidades primárias de saúde.]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-42302014000600599&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Respiratory diseases are responsible for about a fifth of all deaths worldwide and its prevalence reaches 15% of the world population. Primary health care (PHC) is the gateway to the health system, and is expected to resolve up to 85% of health problems in general. Moreover, little is known about the diagnostic ability of general practitioners (GPs) in relation to respiratory diseases in PHC. This review aims to evaluate the diagnostic ability of GPs working in PHC in relation to more prevalent respiratory diseases, such as acute respiratory infections (ARI), tuberculosis, asthma and chronic obstructive pulmonary disease (COPD). 3,913 articles were selected, totaling 30 after application of the inclusion and exclusion criteria. They demonstrated the lack of consistent evidence on the accuracy of diagnoses of respiratory diseases by general practitioners. In relation to asthma and COPD, studies have shown diagnostic errors leading to overdiagnosis or underdiagnosis depending on the methodology used. The lack of precision for the diagnosis of asthma varied from 54% underdiagnosis to 34% overdiagnosis, whereas for COPD this ranged from 81% for underdiagnosis to 86.1% for overdiagnosis. For ARI, it was found that the inclusion of a complementary test for diagnosis led to an improvement in diagnostic accuracy. Studies show a low level of knowledge about tuberculosis on the part of general practitioners. According to this review, PHC represented by the GP needs to improve its ability for the diagnosis and management of this group of patients constituting one of its main demands.<hr/>As doenças respiratórias acometem 15% da população do planeta e respondem por 1/5 dos óbitos no mundo. Espera-se que a atenção primária à saúde (APS), primeira instância da assistência médica, solucione até 85% dos problemas de saúde em geral. Pouco se sabe a respeito da habilidade de médicos generalistas da APS em relação ao diagnóstico das doenças respiratórias. Esta revisão refere-se à habilidade diagnóstica de médicos generalistas que atuam na APS em relação às doenças respiratórias mais prevalentes, como doenças respiratórias agudas (IRA), tuberculose, asma e doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC). Dentre 3.913 artigos, 30 foram selecionados após aplicação dos critérios de inclusão e exclusão. Ficou demonstrada a carência de dados consistentes sobre a acurácia dos diagnósticos de doenças respiratórias elaborados por generalistas. Em relação à asma e à DPOC, os estudos demonstram erros diagnósticos que levam ao sobrediagnóstico ou ao subdiagnóstico, dependendo da metodologia usada. A imprecisão do diagnóstico de asma variou de 54% de subdiagnóstico a 34% de sobrediagnóstico; para DPOC, houve variação de 81% de subdiagnóstico a 86,1% de sobrediagnóstico; para IRA, verificou-se que a inclusão de exame complementar de auxílio diagnóstico melhora sua acurácia. Os estudos demonstram um baixo nível de conhecimento sobre tuberculose por parte dos generalistas. De acordo com esta revisão, a APS, na figura do médico generalista, necessita aprimorar sua capacidade de diagnóstico e o manejo desse grupo de pacientes, que constitui uma de suas principais demandas.