Scielo RSS <![CDATA[Gestão & Produção]]> http://www.scielo.br/rss.php?pid=0104-530X20180002&lang=en vol. 25 num. 2 lang. en <![CDATA[SciELO Logo]]> http://www.scielo.br/img/en/fbpelogp.gif http://www.scielo.br <![CDATA[Vertical and horizontal relationships in the process of innovation and learning by interacting: study in an industry cluster]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-530X2018000200205&lng=en&nrm=iso&tlng=en Resumo Este estudo buscou analisar as relações verticais e horizontais e o impacto delas no processo de inovação e aprendizagem interativa, mediante um estudo de caso realizado em um aglomerado produtivo atuante no Brasil. Em termos de procedimento metodológico, foi realizada uma pesquisa de campo, contemplando um universo de 36 empresas que atuam no setor madeireiro. Os resultados da pesquisa ajudaram a identificar os fatores que limitam as empresas de um aglomerado a aderirem a relacionamentos de cooperação mais sólidos, capazes de incrementarem a competitividade. Constatou-se que no ambiente das empresas do aglomerado produtivo prevalecem os mecanismos do tipo learning by doing, obtidos pelas experiências acumuladas e habilidades adquiridas localmente, possibilitando a definição de adaptações e melhorias tecnológicas. Foi possível constatar a necessidade da construção de espaços que permitam a aprendizagem interativa no ambiente interno das empresas, com o desenvolvimento de novas habilidades e competências necessárias à inovação.<hr/> Abstract This study sought to examine the vertical and horizontal relationships and the impact of these relationships on the process of innovation and learning by interacting, using a case study in an active industry cluster in Brazil. The methodology procedure was field research with a universe of 36 companies of the lumber industry. The research results helped identify the factors that prevent companies of a cluster from establishing more solid collaboration relationships capable of enhancing competitiveness. It was found that the prevailing mechanism in the business environment of the cluster was learning by doing, obtained from accumulated experiences and skills acquired locally, which allow the definition of adaptations and technological improvements. These findings reveal the need to create spaces inside the companies for learning by interacting and the development of new skills and competencies required for innovation. <![CDATA[Coordination mechanisms in humanitarian operations management: a conceptual model of a simulator and a proposal for a humanitarian logistics game]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-530X2018000200219&lng=en&nrm=iso&tlng=en Resumo A gestão da cadeia de suprimentos humanitária envolve que decisões sejam tomadas antes, durante e depois que um desastre acontece, e esta tomada de decisões trata-se de um dos grandes desafios que agentes humanitários devem encarar. O presente estudo desenvolve um modelo conceitual de simulador organizacional para análise de decisões logísticas e, a partir deste modelo conceitual, propõe um jogo logístico humanitário direcionado a permitir que gestores e estudantes de operações humanitárias observem e vivenciem a tomada de decisão nos contextos de desastres. Como metodologia, a pesquisa bibliográfica foi utilizada como base para desenvolvimento do modelo conceitual e para a proposta de jogo humanitário. O modelo conceitual e a proposta de jogo foram aplicados, para validação, a dois estudos de caso relacionados ao combate a fome. A viabilidade e uso do modelo conceitual e do jogo em treinamentos foram validados, assim como sua utilização no suporte a tomada de decisão em gerenciamento de operações humanitárias.<hr/> Abstract Humanitarian supply chain management mainly involves logistics decisions that must be made before, during and after a disaster and is one of the standard challenges that relief agents must address. This study developed a conceptual model of an organizational simulator to analyse logistics decisions and proposed a humanitarian logistics game using this model that allows humanitarian relief managers and students to observe disaster scenarios and to experience in context decision making. Methodologically, bibliographic research served as the basis for developing the conceptual model and for proposing the game. Both the model and the proposed game were applied to two case studies involving relief efforts against hunger to validate their usage. The model’s viability and usefulness in training were validated, and its support for decision-making management in humanitarian operations was confirmed. <![CDATA[An evaluation of the competences and abilities of the production engineer in the industrial environment]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-530X2018000200233&lng=en&nrm=iso&tlng=en Resumo Objetivou-se neste trabalho investigar como as empresas avaliam as competências e habilidades do engenheiro de produção para o desempenho de suas atividades no ambiente industrial. A metodologia envolveu uma revisão bibliográfica e uma pesquisa survey em 46 empresas de grande porte da indústria de transformação do Estado de São Paulo. Os resultados mostraram que as empresas reconhecem a importância das competências e habilidades do engenheiro de produção para o ambiente industrial, mas, ao mesmo tempo, elas apontam deficiências do profissional. A partir dos resultados desta pesquisa, conclui-se que esforços devem ser realizados para suprir tais deficiências na formação profissional do engenheiro de produção. Entende-se, portanto, que nos cenários de competitividade existe a necessidade de as instituições de ensino integrarem-se com as empresas para que juntas gerem mais treinamento e experiência, que, consequentemente, melhoram as habilidades que, por sua vez, melhoram as competências e resultam em profissionais mais qualificados para criar soluções e resolver os problemas da indústria.<hr/> Abstract The objective of this work is to investigate how companies assess the competences and abilities of the production engineer to carry out their activities in the industrial environment. The methodology involved a literature review and survey research in 46 large-sized companies, in the manufacturing industry of the state of São Paulo. The results showed that companies recognize the importance of competences and abilities of the production engineer for the industrial environment, but at the same time, they point to deficiencies of the professional regarding them. The results of this survey conclude that efforts should be made to address these deficiencies in the professional qualification of the production engineers. It is understood, therefore, that in competitive scenarios it is necessary a stronger integration between educational institutions and companies so that in this way they can generate together more training and experience, which in turn improve the competences that, in turn, improve abilities, and result in more qualified professionals to create solutions and solve industry problems. <![CDATA[Reinventing the Management organizational field: from the social construction of Shareholder Value to the emergence of the Celebrity CEO]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-530X2018000200251&lng=en&nrm=iso&tlng=en Resumo Este artigo visa explorar a ideologia do Shareholder Value (SHV) como uma construção social marcada pela reorientação do discurso do management americano após a institucionalização das formulações da Teoria da Agência, a partir da segunda década de 1970. Tal construção social pode ser explicada segunda a noção bourdiesiana de um campo organizacional descrito em termos de um subsistema social estruturado segundo a manipulação de diversas formas de capital, por diferentes atores formadores do mercado, aqui identificados. O engajamento desses atores na construção social do SHV legitimou um conjunto de valores e crenças compartilhados e reproduzidos no interior do campo que culminou na materialização da Gestão Baseada em Valor (GBV), a partir da década de 1990, ensejando um novo modo de perceber e medir as corporações sob essa ideologia. Porém, apesar do impulso antigerencial da ideologia do SHV, a partir de 2000, um novo rearranjo social interno à construção do campo expõe a emergência de um ator cuja performatividade das ações gerenciais o alça à condição de CEO celebridade, ao mesmo tempo em que revela o potencial de reinvenção do campo do management e o simbolismo associado à ideologia do SHV.<hr/>Abstract This paper explores the Shareholder Value (SHV) ideology as a social construction process marked by a reorganization of the business Management discourse as of the 1970s, after the institutionalization of the Agency Theory formulations. Such social construction can be explained according to the Bourdieusian notion of an organizational field portrayed in terms of a social subsystem, structured under diverse forms of capital, handled by each actor present in the organizational field construction here identified. These actors’ engagement to the SHV field construction legitimized a new set of shared values and beliefs, materialized within Value Based Management (VBM) as of the 1990s, celebrating a new way of perception, experience, and acting in firms under such an ideology. Therefore, despite the anti-managerial impulse of the SHV ideology, as of the 2000s, a new social arrangement within the organizational field revealed the emergence of the Celebrity CEO, whose performativity of managerial actions simultaneously unveils the potential of the Management field to reinvent, as well as the symbolism associated with the SHV ideology. <![CDATA[Comparative analysis of the main business processes of building companies in civil construction]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-530X2018000200269&lng=en&nrm=iso&tlng=en Resumo O presente trabalho teve como objetivo principal apresentar o estudo dos processos de negócio de empresas de pequeno porte do subsetor de edificações. A partir do estudo dos processos desenvolveu-se um modelo básico de processos de negócio. Para tanto, utilizou-se o método de estudo de casos múltiplos como técnica principal para identificar os processos comuns entre as empresas estudadas. Participaram deste trabalho cinco empresas do subsetor de edificações da cidade de Curitiba, Paraná, Brasil. Para coletar os dados realizaram-se entrevistas semiestruturadas, análises de documentos e observações diretas in loco. Com base nas informações obtidas desenvolveu-se a modelagem dos processos de negócio utilizando a notação BPMN (Business Process Modeling Notation). Assim, o estudo possibilitou elaborar um modelo básico que apresenta as melhores práticas pautado no modelo PCF (Process Classification Framework), porquanto adequado e compatível com a realidade das organizações que atuam no subsetor de edificações. O framework obtém uma visão única dos processos, apresentando as principais atividades de cada processo de negócio com o intuito de transmitir um único linguajar dentro da empresa.<hr/> Abstract The work aims to present the study of the business processes of small building companies. The study led to the development of a basic model of business processes. For this, we applied the multiple case study method as main technique to identify the common processes among the companies studied. The study included five building companies of the city of Curitiba, Paraná, Brazil. Data were collected through semi-structured interviews, document analysis and direct observations in loco. Based on the information obtained, the business process modeling was developed using BPMN notation (Business Process Modeling Notation). Thus, the study allowed the development of a basic model that presents the best practices based on the PCF model (Process Classification Framework), in view of, adequate and compatible with the reality of the organizations that work in the subsector of buildings. The framework obtains a unique view of the processes, presenting the main activities of each business process, with the intention of transmitting a single language within the company. <![CDATA[Systematic review of the literature on corporate sustainability performance measurement: a discussion of contributions and gaps]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-530X2018000200284&lng=en&nrm=iso&tlng=en Resumo O presente estudo discute a incorporação do conceito de sustentabilidade corporativa à literatura de sistemas de mensuração de desempenho (SMD), resultando na investigação de publicações sobre SMD de sustentabilidade (SMDS). Este estudo apresenta uma visão geral da literatura sobre SMDS, sintetizando as principais contribuições e apontando as principais tendências e lacunas nessa área de conhecimento. O método de pesquisa baseou-se em uma revisão sistemática da literatura, combinando bibliometria e análise de conteúdo. A amostra é composta por 406 artigos científicos. Essa amostra foi analisada quantitativamente, com apoio de estatística descritiva, redes de cocitação e palavras-chave. O estudo mostra que o número de publicações sobre o tópico pesquisado tem crescido nos últimos anos, mas ainda permanece disperso, com baixa conexão entre “tribos”. O estudo apresenta também que, apesar de ser relativamente consolidada, a literatura sobre SMD ainda não foi utilizada em sua totalidade para abordar os desafios dos SMDS. Um dos resultados da pesquisa mostra que a literatura de SMDS pode ser dividida em três categorias, de acordo com o seu foco principal: (1) os indicadores de sustentabilidade em si e sua aplicação na tomada de decisão; (2) o conjunto de indicadores como sistema; e (3) o contexto organizacional do SMDS. Analisando essas categorias, verifica-se que há poucas evidências sobre as consequências da implantação de SMD, bem como que a literatura ainda não é clara sobre como gestores devem considerar contingências dos SMDS tais como setor, tamanho da empresa, tipo de produto ou modelo de negócio.<hr/>Abstract The present study discusses the incorporation of the concept of corporate sustainability into the literature of performance measurement systems (PMS), resulting in the investigation of publications on sustainability PMS (SPMS). This study presents an overview of the literature on SPMS, synthesizing the main contributions and pointing out the main trends and gaps in this area of ​​knowledge. The research method is based on a systematic review of the literature, combining bibliometrics and content analysis. The sample is composed of 406 scientific articles. This sample was analyzed quantitatively, with support of descriptive statistics, co-citation network and keywords network. The study shows that the number of publications on the topic surveyed has grown in recent years, but still remains scattered, with low connection between tribes. The study also shows that, despite being relatively consolidated, the literature on SPMS has not yet been exhausted towards addressing the challenges of SPMS. One of the research results shows that the SPMS literature can be divided into three categories according to its main focus: (1) the sustainability indicators themselves and their application in decision making; (2) the set of indicators as a system; and (3) the organizational context of the SPMS. Analyzing these categories, there is little evidence on the consequences of the SPMS implementation, as well as the fact that the literature is still unclear on how managers should consider the contingencies of SPMS, such as industry, company size, type of product or business model. <![CDATA[Impact of product certification in the Brazilian automotive batteries industry: a case study]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-530X2018000200304&lng=en&nrm=iso&tlng=en Resumo A certificação de produto, quando compulsória, é a adoção, por um segmento industrial, de um conjunto de procedimentos exigidos por um órgão de regulação de um setor, que atesta que o produto, objeto da regulamentação, atende aos requisitos mínimos de qualidade. O objetivo desta pesquisa foi estudar o impacto da certificação de produto em uma indústria de médio porte, fabricante de baterias automotivas, cujo segmento foi recentemente submetido a certificação compulsória. Pretendeu-se estudar esses impactos na cadeia interna de valor da organização, bem como na sua interação com o seu ambiente competitivo, a partir de variáveis qualitativas retiradas de dois modelos encontrados na literatura para avaliação dos impactos da certificação. O método de pesquisa adotado foi o estudo de caso. Como contribuições do trabalho foram identificados impactos significativos na produtividade, nas estratégias mercadológicas, no relacionamento com a sua cadeia de suprimentos e nas exigências de qualificação da mão de obra, entre outros aspectos, da empresa pesquisada.<hr/> Abstract Product certification, when compulsory, is the adoption by an industrial segment of a set of procedures required by a sector regulatory body, proving that the product that is the object of regulation meets the minimum quality requirements. The objective of this research was to study the impact of product certification in a medium-sized industry of automotive batteries manufacturer. which has recently been subjected to compulsory certification. We aimed to study the impacts on the organization internal value chain, as well as its interaction with its competitive environment, from qualitative variables taken from two models in the literature. We performed a case study and identified impacts in productivity, marketing strategies, relationship with its supply chain and in the labor force qualification requirements, among other factors of the studied company. <![CDATA[Flexibility and orientation for two supply chains fashion industry markets: analysis and model for future research]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-530X2018000200319&lng=en&nrm=iso&tlng=en Resumo O objetivo deste artigo foi entender como a flexibilidade pode auxiliar grandes empresas focais da indústria calçadista compradoras de materiais que serão usados em produtos de moda a atender a demandas de mercado, principalmente de mercados internacionais. Foram estudadas duas cadeias de suprimentos da indústria da moda, uma localizada no Brasil, outra na China. O método de pesquisa foi o estudo de caso múltiplo. Foi construída uma estrutura de construtos e dimensões que descreveu os vários níveis de flexibilidade que podem ser observados em cadeias de suprimento. Quatro construtos de flexibilidade foram considerados: flexibilidade operacional, tática, estratégica e de cadeia. Uma variável dicotômica dependente, de saída da estrutura, foi alocada: a orientação de mercado, que pode ser por diferenciação ou por redução de preço. Vinte e quatro empresas dos dois países participaram do estudo. Os achados sugerem que a flexibilidade operacional pode ser influenciada pelos custos de mão de obra e de equipamentos e pelo nível de tecnologia empregado e que a flexibilidade operacional influencia os demais níveis de flexibilidade. Também sugerem que flexibilidade de cadeia pode influenciar o tipo de competição. Um modelo para futuras pesquisas sobre flexibilidade foi apresentado.<hr/> Abstract This paper aimed to understand how flexibility can help large purchasing focal companies from fashion footwear industry to meet market demands, especially in international markets. We studied two supply chains of the fashion industry, one in Brazil, one in China using the multiple case studies method. We built a hierarchical structure describing the various levels of flexibility observed in supply chains. The following four constructs of flexibility were considered: operational flexibility, tactical, strategic and supply chain. We allocated a dichotomous dependent output variable, market orientation, which may be by value or price reduction. Twenty-four companies from both countries participated. The findings suggest that operational flexibility may be influenced by labor and equipment costs and by the level of applied technology, and that operational flexibility influences other levels. Results also suggest that chain flexibility can influence the entire supply chain competitivity. We present a model for further research on flexibility. <![CDATA[Characterization of complexity in engineering projects]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-530X2018000200331&lng=en&nrm=iso&tlng=en Resumo A complexidade dos projetos tem aumentado, impulsionando a demanda, no gerenciamento moderno de projetos, por novos conhecimentos, ferramentas, técnicas e modelos de trabalho. No entanto, a comunidade científica ainda busca uma definição para o constructo projeto complexo e os fatores que o caracterizam. Assim, o objetivo deste estudo qualitativo e descritivo foi identificar os fatores que caracterizam a complexidade na visão dos profissionais de gerenciamento de projetos de engenharia e a partir deles propor uma definição para projeto complexo. Essa caracterização se baseou na percepção de 132 respondentes, capturada por meio da técnica de evocação de palavras, tratada e analisada pela técnica de Vèrges, com apoio da Teoria da Representação Social e da Teoria da Complexidade. Como resultado, o núcleo central da representação social que caracteriza um projeto complexo na visão dos profissionais da área de engenharia se constituiu, em ordem decrescente, de: stakeholders, dificuldade, riscos, tecnologia, grande, escopo, multidisciplinar e longo. Constata-se que os projetos complexos são vistos como um sistema superlativo, em termos de quantidade e qualidade de constituintes, sendo que o gerenciamento de stakeholders ganha protagonismo.<hr/>Abstract The complexity of the projects has increased, boosting the demand in modern project management for new knowledge, tools, techniques and work models. However, the scientific community still seeks a definition for the complex project construct and the factors that characterize it. Therefore, the objective of this qualitative and descriptive study was to identify the factors that characterize the complexity in the vision of engineering project management professionals and from that, to propose a definition for a complex project. This characterization was based on the perception of 132 respondents, captured through the word evocation technique; treated and analyzed by the Vèrges technique with the support of Social Representation Theory and Complexity Theory. As a result, the central nucleus of the social representation that characterizes a complex project in the view of the professionals of the engineering area was constituted in descending order by: stakeholders, difficulty, risks, technology, large, scope, multidisciplinary and long. It is observed that complex projects are seen as a superlative system, in terms of quantity and quality of constituents, and stakeholders management gains protagonism. <![CDATA[Comparison between Cold and Hot Test procedures in a company manufacturer of diesel engines]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-530X2018000200343&lng=en&nrm=iso&tlng=en Resumo O teste a frio (Cold Test) é um processo inovador no Brasil com relação aos testes em motores diesel. Esse processo foi implementado em uma empresa fabricante de motores diesel, com o intuito de ser o principal teste de validação antes de os motores serem enviados ao cliente. Partindo-se dessa hipótese, surgiu o principal motivo desta investigação: é possível a substituição plena do teste a quente (Hot Test) pelo teste a frio (Cold Test)? Essa foi uma pergunta impactante, visto que o Hot Test é um processo confiável e consagrado há mais de 18 anos. O método utilizado nesta pesquisa foi o estudo de caso. A investigação detalhada identificou vários critérios de comparação dos dois processos, tais como: fluxogramas, eficácia, eficiência, complexidade, níveis de aprovação, planilhas de bordo e documentos FMEA da empresa. Os resultados mostraram que o processo Cold Test é mais vantajoso e sustentável, entretanto os dois processos são complementares. O estudo comprovou que não foi possível a plena substituição do Hot Test pelo Cold Test, principalmente pelo fato da não detecção de vazamentos no processo Cold Test.<hr/>Abstract The Cold Test is an innovative process in Brazil regarding the tests in diesel engines. This process was implemented in a diesel engine company with the intention of becoming the main validation test before engines are sent to customers. Based on this hypothesis, the main reason of this investigation is to test whether it is possible to replace the Hot Test with the Cold Test. This was a shocking question, since the Hot Test is a reliable and established process for over 18 years. This research used a case study method. The detailed research has identified several criteria for comparing the two processes, such as: flowcharts, effectiveness, efficiency, complexity, approval levels, on-board worksheets and company FMEA documents. The results showed that the Cold Test process is more advantageous and sustainable, however the two processes are complementary. The study proved that the fully replacement of the Hot Test by the Cold Test is not possible, mainly the Cold Test process fails in detecting leaks. <![CDATA[The evolution of the relationship between project management and knowledge management: a bibliometric study]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-530X2018000200354&lng=en&nrm=iso&tlng=en Resumo O presente estudo teve como objetivo investigar a relação entre gestão de projetos e gestão do conhecimento. Para compreender a intersecção entre esses dois campos de pesquisa, a abordagem metodológica selecionada foi a de revisão sistemática da literatura. A abordagem multiestágios foi adotada, iniciando-se por análises bibliométricas, com análise estatística descritiva da população de artigos estudados, seguida de uma análise de cocitação e, por fim, por uma análise de conteúdo, buscando-se identificar tendências e lacunas de pesquisa. Os resultados apontam que a gestão de projetos e a gestão do conhecimento estão relacionadas com questões que envolvem as competências de gestores de projetos e da organização, a governança do conhecimento entre projetos por meio da área de Project Management Office, e com aspectos relacionados a fatores críticos de sucesso e sucesso de um projeto. Como tendência, destacam-se estudos voltados para a formação de times virtuais em ambientes formados por organizações distribuídas e, como um gap, a importância do conhecimento para projetos que envolvem questões de sustentabilidade, visto que foram identificados poucos estudos sobre esse assunto. Foi possível notar que esses construtos são essenciais para o desempenho organizacional e que, juntos, possuem uma sinergia que pode contribuir para que as empresas possam se diferenciar de seus concorrentes e alcançar vantagem competitiva.<hr/>Abstract The objective of this work is to investigate the relationship between project management and knowledge management. To understand the intersection between these two fields of research, the methodological approach selected was a systematic literature review. The multi-stages approach was adopted, starting with bibliometric analysis with descriptive statistical analysis of the population of papers studied, followed by a co-citation and network analysis, and finally a content analysis in order to identify trends and research gaps. The results show that the project management and knowledge management are related to issues involving the skills of project managers and of the organization, governance of knowledge between projects through the area of Project Management Office, and aspects related to factors critical to success and success itself of a project. As a trend, studies aimed at the formation of virtual teams formed by distributed organizations stand out, and as a gap, the importance of knowledge for projects involving sustainability issues, as few studies were identified about this subject. It was possible to notice that these constructs are essential to organizational performance, and that together they have a synergy that may contribute to enable companies to differentiate themselves from their competitors and achieve competitive advantage. <![CDATA[Assessment of the implementation of a Warehouse Management System in a multinational company of industrial gears and drives]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-530X2018000200370&lng=en&nrm=iso&tlng=en Resumo A eficiência nas operações logísticas torna as empresas mais competitivas. Nesse aspecto, o uso de ferramentas para o gerenciamento e controle dessas operações é essencial para uma logística ágil e eficiente. O Sistema de Gestão de Armazém (Warehouse Management System , WMS) é uma das alternativas disponíveis no mercado capaz de automatizar as operações logísticas, buscando maior eficiência. A partir desse contexto, este estudo tem como objetivo central observar o processo de implantação de um Sistema de Gestão de Armazém em uma empresa de componentes mecânicos e analisar os impactos nas operações logísticas em termos de eficiência e qualidade de trabalho. Os resultados deste estudo estão focados na satisfação dos envolvidos, avaliada por meio de entrevistas, e nos resultados operacionais, fazendo-se um comparativo dos indicadores de desempenho logísticos em dois momentos distintos: o período anterior e o posterior à implantação do WMS. A partir da análise dos indicadores, foi possível observar um ganho de agilidade nas operações logísticas que, consequentemente, reflete-se em ganhos financeiros. Além disso, os relatos dos colaboradores envolvidos na mudança revelaram diminuição de atritos e aumento expressivo da confiabilidade e da credibilidade depositada nas informações por parte de clientes internos e externos.<hr/>Abstract The companies may gain competitive advantage when they have an efficient logistics. In this aspect, the use of tools for the management and control of material handling and storage are essential for a fast and efficient logistics. The Warehouse Management System (WMS) is one available alternative for the automation of the logistic operations. In this context, this study has the central objective of analyzing the results of the implementation of a WMS system in a manufacturer of mechanical parts, in terms of operational efficiency and quality. The results of this study are focused on the satisfaction of the workers involved with the logistic operations, evaluated by means of interviews, and on the operational results, evaluated by means of a comparative analysis of the logistic performance indicators at two different times, the time before and the time after the implementation of the WMS. The analysis of the performance indicators demonstrated that the logistic operations have become more agile, what has reflected on financial gains. In addition, the workers involved with the change have reported a decrease in the functional conflicts and an increase in the reliability and credibility of information available to internal and external customers. <![CDATA[Destruction of measurement scale through exploratory factor analysis in production and operations research]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-530X2018000200384&lng=en&nrm=iso&tlng=en Resumo O presente artigo teve como objetivo avaliar o uso da análise fatorial exploratória (AFE) nas pesquisas da área de Produção e Operações, discutindo a adequação de sua utilização. Foram analisados 97 artigos (61 internacionais e 36 nacionais), totalizando 140 aplicações da análise fatorial (AF), no período de 2010 a 2015. Verificou-se que, nos artigos internacionais, predomina o uso de técnicas confirmatórias e a aplicação da AFE para se avaliar o common method bias, ao passo que, nos artigos nacionais, a técnica foi utilizada com funções mais tradicionais, como, por exemplo, a avaliação da unidimensionalidade ou ainda a geração escores, para uso em outras técnicas. Apesar de os livros didáticos para o ensino de AFE focarem, exclusivamente, no uso da AFE de modo exploratório (identificar a quantidade e o significado dos fatores comuns), este uso tem sido o menos frequente nos artigos publicados, tanto nacionais como internacionais. Apurou-se, ainda, que, em quatro artigos nacionais, houve “destruição de teoria” ao se usar AFE, quando deveria ter sido utilizada a AF confirmatória. Estes resultados indicam que as pesquisas nacionais têm feito uso questionável da técnica, o que sugere a necessidade de discussão desse tema entre os acadêmicos, de forma a se difundirem as boas práticas.<hr/>Abstract This paper aims to assess the use of Exploratory Factor Analysis by Production and Operations researchers, discussing the adequacy of its application. We analyzed 97 papers published between 2010 and 2015 in the Production and Operations area -- of which 61 and 36 were published in international and Brazilian journals, respectively. These papers contain 140 different applications of Factor Analysis. The research shows that confirmatory techniques are prevalent in international papers, as well as exploratory techniques to evaluate the problem of common method bias. Conversely, the papers in Brazilian journals typically use the exploratory technique in more traditional ways, such as to confirm the unidimensionality of the construct, or still to generate scores for use in other statistical techniques. Despite the textbooks for the AFE teaching focus exclusively on the use of AFE in the exploratory mode (to identify the number and meaning of the common factors), this use has been less frequent in published articles, both national and international. Moreover, the research shows that the inappropriate use of exploratory (rather than confirmatory) factor analysis in four Brazilian papers resulted in the “destruction of theory”. These findings suggest that national research have been using exploratory factor analysis in a questionable way; in this sense we propose scholars discuss this topic in order to disseminate the good practices. <![CDATA[Ergonomic practices in a group of industries in the Metropolitan Region of Campinas: nature, management, and actors involved]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-530X2018000200398&lng=en&nrm=iso&tlng=en Resumo: O presente estudo procurou identificar e compreender as práticas ergonômicas adotadas nas indústrias da Região Metropolitana de Campinas (RMC) de acordo com a sua natureza, gestão e os atores sociais envolvidos. Foram aplicados questionários para identificar quais as indústrias que possuíam análises e práticas ergonômicas e posteriormente foram escolhidas quatro indústrias de grande porte que realizavam análises e práticas ergonômicas definidas pela matriz ou pela própria filial e com disponibilidade para a realização de estudo de caso. Os principais resultados encontrados na pesquisa demonstraram que os profissionais responsáveis pela ergonomia em grande parte estão alocados nas áreas da saúde e engenharia de segurança do trabalho. A fiscalização e o cumprimento das normas são motivadores relevantes para a realização das ações ergonômicas nas indústrias. Evidenciou-se o reconhecimento da participação do ergonomista na concepção do trabalho. As melhorias ergonômicas implementadas estão muito ligadas aos aspectos físicos do trabalho, muitas vezes por serem os mais fáceis de serem reconhecidos pelos atores envolvidos. Os atores envolvidos entendem que as práticas ergonômicas nas indústrias melhoram questões ligadas à saúde, segurança, produtividade e qualidade no trabalho. Convencer os gestores a realizarem melhorias ergonômicas é difícil, sendo necessário provar o custo/benefício dessas ações. Conclui-se que o especialista em ergonomia utiliza-se de diferentes métodos, ferramentas e estratégias à sua disposição para o entendimento do trabalho, com a responsabilidade de desenvolver as ações ergonômicas de acordo com as características da organização, de suas atividades e de seus trabalhadores. As práticas ergonômicas promovem a compreensão da atividade, estabelecem uma interlocução entre os atores envolvidos nos diferentes níveis hierárquicos e contribuem para transformações e melhorias no sentido de preservar a saúde e a segurança dos trabalhadores. Essas transformações e melhorias promovem um melhor desempenho da organização.<hr/>Abstract: This study aimed to identify and understand the ergonomic practices adopted in the industries in the Metropolitan Region of Campinas (RMC), according to their nature, management, and social actors involved. We applied questionnaires in order to find which industries conducted ergonomic practices and analyses. Following this, we selected four large sized industries that conducted ergonomic practices and analyses as defined by their main offices or individual branches, which were available for taking part in a case study. The main findings in this study demonstrated that many of the professionals in charge of ergonomics work in health and occupational safety engineering fields. Inspection and regulation compliance are relevant drivers in the conduction of ergonomic initiatives in industries. The study showed the acknowledgment of the contribution from ergonomists in the conception of work. The ergonomic improvements that were implemented are closely related to the physical aspects of work, often because these are easier to be identified by the actors involved. The actors involved consider that the ergonomic practices in the industries improve the affairs related to health, safety, productivity, and quality at the workplace. There are some difficulties in convincing managers to undertake ergonomic improvements, with the need of justifying the economic value in these initiatives. Ergonomics experts are understood to use different methods, tools, and strategies, which they can resort to in order to understand work, with the responsibility of carrying out ergonomic initiatives according to the specific characteristics of an organization, its activities, and its workers. Ergonomic practices allow understanding a certain activity, establishing a dialog between the actors involved in the various hierarchical levels, and contributing to changes and improvements that aim to preserve the health and safety of workers. These changes and improvements enrich the performance of organizations. <![CDATA[Strategy, People and Operations as influencing agents of the Project Management Office performance: an analysis through Structural Equation Modeling]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-530X2018000200410&lng=en&nrm=iso&tlng=en Resumo O ambiente no qual operam as organizações se mostra cada vez mais complexo e competitivo, por isso, as empresas têm sido levadas a se estruturar para dar respostas rápidas, flexíveis e inovadoras. Projetos são importantes instrumentos para promover mudanças e desenvolvimento. Desde a década de 1990 intensificou-se nas organizações a criação de Escritórios de Gerenciamento de Projetos que, aceitos pelo executivo, são o ponto central de apoio dentro da organização para que o trabalho orientado por projetos seja concluído dentro das restrições do negócio. As pesquisas internacionais apontam o Escritório de Gerenciamento de Projetos como foco de interesse, pois os resultados encontrados ainda não chegaram às respostas necessárias para ajudar os profissionais a resolverem seus problemas. Este artigo tem por propósito avaliar o desempenho do Escritório de Gerenciamento de Projetos a partir dos construtos: “estratégias de implantação”, ”capacitação e treinamento de pessoal” e “controle do ambiente de operações em projetos”. A abordagem foi a de pesquisa quantitativa em um estudo transversal único e o modelo conceitual foi examinado com a Modelagem de Equações Estruturais. Os resultados apontaram o grau de influência dos construtos no desempenho do Escritório de Gerenciamento de Projetos, sendo as pessoas o preditor mais significativo, seguido pelas estratégias e, finalmente, pelas operações.<hr/>Abstract The environment in which organizations operate is shown increasingly complex and competitive, leading companies to structure themselves in order to get quick, flexible and innovative responses. Projects are important instruments for promoting change and development. Since the 1990s, it’s been intensified in organizations the creation of the Projects Managements Offices, accepted by executive, which is the central point of support within the organization, so that work oriented by projects will be completed within the constraints of the business. The international research indicates the Project Management Office as a focus of interest, since the results found have not yet reached the answers needed to help professionals to solve their problems. This paper aims to evaluate the performance of the Project Management Office, from the constructs: “implementation strategies”, “capacitation and personnel training” and “control of the operations environment in projects”. The approach was a quantitative research in a single cross-sectional study and the conceptual model was examined with Structural Equation Modeling. The results indicate the degree of influence of constructs on Project Management Office performance, and people, is the most significant predictor, followed by strategies and finally operations.