Scielo RSS <![CDATA[Opinião Pública]]> http://www.scielo.br/rss.php?pid=0104-627620130002&lang=pt vol. 19 num. 2 lang. pt <![CDATA[SciELO Logo]]> http://www.scielo.br/img/en/fbpelogp.gif http://www.scielo.br <![CDATA[<b>Continuidad y cambios en una vieja democracia de partidos</b>: <b>Uruguay (1910-2010)</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-62762013000200001&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Este artículo revisita la vieja democracia de partidos uruguaya - la más antigua y una de las pocas de América Latina retomando críticamente aportes señeros y propuestas propias, para señalar cambios y continuidades en el correr de cien años. Tratando de no caer en el excepcionalismo, el texto hilvana referencias comparativas, que encuadran la originalidad del caso uruguayo y permiten resaltar el potencial que su análisis tiene para la Política Comparada. La primera parte repasa el modelo genético y los rasgos típicos del régimen, que explican sus ventajas comparativas: los factores originarios, la matriz poliárquica, el presidencialismo pluralista, una democracia consociational sui generis, hecha de partidos políticos y no de clivajes sociales. La segunda parte aborda la gran transformación que sigue a la transición democrática de los 1980, mostrando un sistema de partidos que cambia sin desarticularse, recomponiendo su estructura plural y competitiva. El texto evoca la transición liberal de los 1990 y la reforma constitucional de 1996, el fin del bipartidismo tradicional, el perfil de predominante que alcanza el Frente Amplio y su debut con un gobierno de tipo social democrático, comparable a las social democracias "tardías" de Europa Meridional. En todos estos lances, la centenaria democracia de partidos uruguaya - que en su momento no pudo evitar la dictadura 1973-1984 - vuelve a hacer la diferencia y al cabo de un proceso histórico largo y gradual, termina acuñando una nueva norma política.<hr/>This article "revisits" the old Uruguayan party democracy - the eldest and one of the few in Latin America-reviewing wellknown contributions as well as my own proposals, to point out persistence and changes during the last century. Trying to avoid "exceptionalism", the text interweaves comparative references, which provide a framework for the originality of the Uruguayan case and make it possible to further highlight its potential for Comparative Politics. The first part reviews the genetic model and the typical features of the Uruguayan regime, explaining its comparative advantages: the historical background and the polyarchy origins, pluralist presidentialism, and a sui generis consociational democracy, made up by political parties and not of social cleavages. The second part deals with the great transformation following the democratic transition of the 1980, arising from the changes in the party system, which do not prompt its breakdown but instead reshape its plural and competitive structure. This section reviews the liberal transition of the 1990 and the 1996 constitutional reform, the decline of the traditional two-party system and the Frente Amplio's development into a predominant party, including its debut with a social democratic government, which echoes the "late" social democracies in Southern Europe. Through all this, the renewed Uruguayan party democracy which at the time could not avoid the dictatorship 1973-1984 - continues to make a difference and at the end of a long and gradual process, forges a new political norm. <![CDATA[<b>A dimensão geográfica das eleições brasileiras</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-62762013000200002&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Por que municípios próximos tendem a ter resultados eleitorais semelhantes? Testam-se aqui três possíveis explicações: as interações sociais entre residentes de municípios próximos; a concentração das campanhas eleitorais em determinadas regiões em detrimento de outras; e as similaridades socioeconômicas observadas entre municípios próximos. Com dados das eleições de 2010 e ferramentas de econometria espacial, a primeira hipótese foi rejeitada; a segunda hipótese foi corroborada preliminarmente; e a terceira hipótese foi corroborada inequivocamente. Os dados mostram ainda que Dilma Rousseff "herdou" a base geográfica de Lula e que essa base é bastante diferente da do PT, que continua sobretudo um partido urbano.<hr/>Why do nearby towns tend to have similar electoral results? We test here three possible explanations: social interactions between inhabitants of nearby towns; the concentration of campaign strategies in some areas to the detriment of other areas; and the socioeconomic similarities of nearby towns. Using data from the 2010 elections and spatial econometrics, we rejected the first hypothesis; we found some preliminary support for the second hypothesis; and we found unequivocal support for the third hypothesis. The data also show that Dilma Rousseff "inherited" Lula's electoral basis of support and that this is quite different from that of the PT, which remains an urban-based party. <![CDATA[<b>Sofisticação política e opinião pública no Brasil</b>: <b>revisitando hipóteses clássicas</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-62762013000200003&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt O artigo analisa o impacto da desigualdade de sofisticação política sobre as preferências políticas dos cidadãos. Após uma discussão sobre o conceito e a mensuração da sofisticação política, examina-se seus principais determinantes utilizando dados de uma pesquisa de painel realizada em Caxias do Sul e Juiz de Fora ao longo de 2002. Em seguida, o artigo examina quatro hipóteses da literatura acerca do efeito da sofisticação política sobre a maneira como os eleitores processam informações e opinam: 1) eleitores mais sofisticados apresentam maior estruturação ideológica em suas opiniões do que eleitores menos sofisticados; 2) eleitores mais sofisticados possuem opiniões políticas mais estáveis ao longo do tempo do que os politicamente menos sofisticados; 3) eleitores mais sofisticados adquirem mais informações políticas ao longo do tempo do que eleitores menos sofisticados, e; 4) eleitores mais sofisticados emitem opiniões com maior frequência do que eleitores menos sofisticados. As análises no artigo dão amplo suporte a essas hipóteses. Por fim, discute-se as implicações dos achados para os estudos de opinião pública e voto no Brasil.<hr/>This article analyzes the impact of political sophistication on citizens' political preferences. After defining the concept and measurement of political sophistication, panel survey data from Caxias do Sul and Juiz de Fora in 2002 are used to assess its main determinants in the Brazilian context. Next, the article tests four hypotheses derived from existing scholarship about the effects of political sophistication on individual preferences and information processing. The four hypotheses tested are: 1) more politically sophisticated citizens are more ideologically constrained in their political attitudes then less sophisticated individuals; 2) more sophisticated citizens present more stable attitudes over time than less sophisticated individuals; 3) more sophisticated citizens acquire more political information over time than less sophisticated individuals, and; 4) more sophisticated citizens tend to express opinions more frequently than less sophisticated individuals. The analyses in the paper provide strong support for all four hypotheses. Finally, the article discusses some implications of the results for the study of public opinion and elections in Brazil. <![CDATA[<b>A afeição dos cidadãos pelos políticos mal-afamados</b>: <b>identificando os perfis associados à aceitação do 'rouba, mas faz' no Brasil</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-62762013000200004&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt O artigo investiga os perfis de cidadãos associados favoravelmente à ideia do "rouba, mas faz", que significa concordância com a conduta de políticos que incorrem em atos de corrupção, mas que realizam um governo entendido como satisfatório. Utiliza-se como material empírico dois surveys de abrangência nacional, realizados em 2002 e 2006, e os principais resultados obtidos com as análises dos dados apontam para o forte rechaçamento da ideia de "rouba, mas faz" e para a importância explicativa de variáveis que indicam avaliação e desconfiança institucional.<hr/>The paper analyses the citizen's profiles positively associated with the idea of "he steals, but get things done" that means agreement with the conduct of politicians who incur acts of corruption, but that performs a government perceived as satisfactory. It is used as empirical data two nationwide surveys, conducted in 2002 and 2006, and the main results of data´s analysis are the strong rejection of "he steals, but get things done" idea and distrust of representative actors and institutions. <![CDATA[<b>O que pensa quem "bate à porta" de uma Casa que só "apanha"?</b>: <b>percepções e orientações dos visitantes sobre o Congresso Nacional</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-62762013000200005&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Há uma crise mundial de credibilidade do Poder Legislativo. Para a literatura culturalista, ela decorre principalmente da reprovação ao desempenho dos representantes e da ausência de "responsividade" das instituições às demandas de cidadãos cada vez mais escolarizados, exigentes e críticos. Nesta perspectiva, o conhecimento do papel institucional é determinante para a cidadania ativa e para a qualidade do regime e as ações de educomunicação podem aumentar o conhecimento, a familiaridade e a confiabilidade das instituições. O artigo analisa as orientações dos visitantes ao Congresso Nacional para avaliar o impacto de programas de visitação na percepção institucional e, por esta via, na qualidade do regime. As conclusões abrem novas perspectivas sobre o papel do Legislativo como educador para a cidadania pela análise das percepções sobre o desempenho dos parlamentares, a adesão à democracia e a confiança política, em amostras antes e depois da visita.<hr/>Confidence in legislatures is at low ebb. For literature, it derives from Congressional job disapproval due to lack of responsiveness to the demands of citizens more educated, thus, more critical. In this perspective, knowledge of the institution's role is important to active citizenship and actions of edu-communication may be relevant to increase familiarity. The article examines the perceptions and orientations among visitors to the Brazilian National Congress to assess familiarization visits as tools for improving legislatures' reputation, therefore enhancing the quality of democracy. It reveals new perspectives to the legislatures' role on civic education through the analyses of visitor' orientations on specific congressmen's performance assessment and diffuse political support. <![CDATA[<b>Impacto da educação cívica sobre o conhecimento político</b>: <b>a experiência do programa Parlamento Jovem de Minas Gerais</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-62762013000200006&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Nas últimas três décadas, programas de educação cívica tornaram-se recorrentes em várias partes do mundo. Tais programas possuem como princípio formulador o compromisso de imbuir nos envolvidos valores democráticos, desmistificar o mundo da política e fomentar o interesse sobre a atuação do Legislativo. Este artigo analisa o processo cognitivo de aprendizagem dos participantes do principal programa de educação cívica desenvolvido em Minas Gerais, o Parlamento Jovem (PJ), e também discorre sobre os motivos que levam programas de educação cívica como o PJ a obterem resultados opostos aos esperados. Além disso, apresenta os meandros da construção do conhecimento político nos participantes e o impacto do PJ. A análise parte de dados obtidos na pesquisa quase-experimental "O Parlamento Jovem como espaço de socialização política?".<hr/>In the last three decades, civic education programs have become recurring in many parts of the world. Such programs have as principle formulator the commitment to instill democratic values, demystify the world of politics and foster interest in the work of the legislative. This article examines the cognitive process of learning of the participants of the main civic education program developed in Minas Gerais, the Parlamento Jovem (PJ). As also discusses the reasons why civic education programs such as the PJ to obtain opposite results than expected. Moreover, this paper presents the intricacies of the construction of political knowledge among the participants and the impact of the PJ. The analysis is based on data obtained in the quasiexperimental study "The young Parliament as locus of political socilaization?". <![CDATA[<b>Uma avaliação <b>empírica</b> da competição eleitoral para a Câmara Federal no Brasil</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-62762013000200007&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt O objetivo deste artigo é avaliar empiricamente a competição eleitoral para o cargo de deputado federal no Brasil e a sua dimensão regional, que se apoia nos conceitos de distritos eleitorais informais (AMES, 2001; 2003) ou grotões políticos (HUNTER E POWER, 2007; ZUCCO, 2008). Este artigo considera as eleições entre 1994 e 2010 e utiliza um indicador de desequilíbrio (TAAGEPERA, 1979) em análise temporal como critério básico da avaliação do controle regional do voto, já que o Número Efetivo de Partidos (NEP) não capta a descentralização da disputa eleitoral. Os resultados indicam que a ausência de competição não é regra da disputa política no país, que a tese dos distritos eleitorais carece de evidência empírica e que os políticos que evitam a competição nem sempre se elegem e não são os mesmos em uma mesma localidade ao longo do tempo.<hr/>The aim of this paper is to empirically evaluate the electoral competition in the Brazilian election for Congress. The evaluation focused on the regional dimension of electoral competition, what is sustained by concepts such as informal electoral districts (AMES, 2001; 2003) or political hamlets (HUNTER AND POWER, 2007; ZUCCO, 2008). This paper considers electoral results from 1994 to 2010 and uses the imbalance index (TAAGEPERA, 1979) in a timing frame perspective as basic criteria because the Effective Number of Parties does not capture the decentralization of electoral competition. Results suggests that the personal and regional political control is not the rule of political competition in Brazil; the informal district theory lacks of empirical support and, the politicians that are successful in avoiding competition do not always get elected and vary in their power over electorate through time. <![CDATA[<b>Determinantes dos padrões de carreira política dos deputados federais paulistas entre as legislaturas 49ª (1991-1995) e 53ª (2007-2011)</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-62762013000200008&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt O objetivo deste artigo é analisar os fatores determinantes dos padrões de carreira política adotados pelos deputados federais paulistas no período das legislaturas 49ª (1991-1995) à 53ª (2007-2011). Com uso de técnicas estatísticas tais como teste qui-quadrado, teste exato de Fisher e regressão logística, o artigo conclui que: i) a opção de saída da vida política está associada aos níveis de concentração eleitoral e competitividade local bem como ao perfil de atuação parlamentar; ii) o êxito em campanhas de reeleição está associado ao acúmulo de capital político, ao perfil de atuação parlamentar e à fidelidade partidária; e iii) o êxito na disputa pela chefia de executivos municipais está associado ao nível de competitividade eleitoral local.<hr/>This article aims to analyze the determinants of political career patterns among federal deputies elected by the State of São Paulo (Brazil) for the 49th (1991-1995) -53rd (2007-2011) legislatures. By using statistical techniques such as chi-squared test, Fisher's exact test and logistic regression, this article concludes that: i) exit of political life is associated with the levels of electoral concentration and local competitiveness, as well as with the parliamentary behavior; ii) success in re-election campaigns is associated with the accumulation of political capital, with the parliamentary behavior and with partisan loyalty; and iii) success in mayoral campaigns is associated with the level of local electoral competitiveness. <![CDATA[<b>O poder no Executivo</b>: <b>uma análise do papel da Presidência e dos Ministérios no presidencialismo de coalizão brasileiro (1995-2010)</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-62762013000200009&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Qual o papel da Presidência e dos Ministérios na produção legislativa do Poder Executivo? Com base em uma abordagem transacional sobre a relação entre o Presidente e os ministros, busca-se, a partir da identificação da autoria das iniciativas legislativas do Executivo, elencar os fatores que influenciam o Presidente a delegar decisões legislativas para os ministérios ou centralizar as decisões na Presidência. As hipóteses, testadas através de um modelo logístico para eventos raros, são que o aumento da distância ideológica, do número de ministros envolvidos na decisão e da institucionalização da Presidência aumenta a chance de centralização, enquanto o aumento na força legislativa dos partidos dos ministros envolvidos diminui a chance de centralização. Os resultados indicam que tais fatores importam para entender o processo de formulação legislativa dentro do Executivo e a escolha que o Presidente faz.<hr/>What is the role of the presidency and ministries in the legislative production of the Executive Branch? From a transactional approach to the relationship between the president and ministers we seek, through the identification of the authorship of the legislative initiatives of the Executive, evaluate the factors that influence the president to delegate legislative decisions to the ministries or centralize decisions in the presidency. The hypotheses tested using a logistic model for rare events is that the increase in ideological distance, the number of ministers involved in the decision and the institutionalization of the presidency increases the probability of centralization, while the increase in the legislative strength of the parties of the ministers involved decreases the probability of centralization. The results indicate that these factors matter to understand the process of legislative formulation within the Executive and the choice that the president does. <![CDATA[<b>Os efeitos das manifestações, segundo a população em geral</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-62762013000200010&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Qual o papel da Presidência e dos Ministérios na produção legislativa do Poder Executivo? Com base em uma abordagem transacional sobre a relação entre o Presidente e os ministros, busca-se, a partir da identificação da autoria das iniciativas legislativas do Executivo, elencar os fatores que influenciam o Presidente a delegar decisões legislativas para os ministérios ou centralizar as decisões na Presidência. As hipóteses, testadas através de um modelo logístico para eventos raros, são que o aumento da distância ideológica, do número de ministros envolvidos na decisão e da institucionalização da Presidência aumenta a chance de centralização, enquanto o aumento na força legislativa dos partidos dos ministros envolvidos diminui a chance de centralização. Os resultados indicam que tais fatores importam para entender o processo de formulação legislativa dentro do Executivo e a escolha que o Presidente faz.<hr/>What is the role of the presidency and ministries in the legislative production of the Executive Branch? From a transactional approach to the relationship between the president and ministers we seek, through the identification of the authorship of the legislative initiatives of the Executive, evaluate the factors that influence the president to delegate legislative decisions to the ministries or centralize decisions in the presidency. The hypotheses tested using a logistic model for rare events is that the increase in ideological distance, the number of ministers involved in the decision and the institutionalization of the presidency increases the probability of centralization, while the increase in the legislative strength of the parties of the ministers involved decreases the probability of centralization. The results indicate that these factors matter to understand the process of legislative formulation within the Executive and the choice that the president does.