Scielo RSS <![CDATA[CERNE]]> http://www.scielo.br/rss.php?pid=0104-776020170001&lang=en vol. 23 num. 1 lang. en <![CDATA[SciELO Logo]]> http://www.scielo.br/img/en/fbpelogp.gif http://www.scielo.br <![CDATA[COMBUSTION OF BIOMASS AND CHARCOAL MADE FROM BABASSU NUTSHELL]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-77602017000100001&lng=en&nrm=iso&tlng=en ABSTRACT In recent years, studies have examined the use of lignocellulosic wastes for energy generation. However, there is a lack of information on the combustibility of the residual biomass, especially the bark and charcoal of babassu nut. In this study, thermogravimetric analysis (TGA), differential thermal analysis (DTA) and differential scanning calorimetry (DSC) were used to achieve the following objectives: to evaluate the combustion of the residual biomass from the babassu nut; to evaluate the combustion of charcoal produced from this biomass, considering different final carbonization temperatures; and to determine the effect of the final carbonization temperature on the thermal stability of charcoal and on its performance in combustion. Thermal analyses were performed in synthetic air. In order to evaluate the characteristics of charcoal combustion and fresh biomass, the ignition temperature (Ti), the burnout temperature (Tf), characteristic combustion index (S), ignition index (Di), time corresponding to the maximum combustion rate (tp), and ignition time (tig) were considered. The combustion of the babassu nutshell occurred in three phases and it was observed that this lignocellulosic material is suitable for the direct generation of heat. The increase in the final carbonization temperature caused an increase in the ignition temperature, as well as in the burnout temperature, the ignition time and the time corresponding to the maximum combustion rate. The results indicate that the increase in the carbonization temperature causes a decrease in combustion reactivity and, consequently, the charcoals produced at lower temperatures are easier to ignite and exhibit better performance in ignition.<hr/>RESUMO: Nos últimos anos, pesquisadores têm analisado o uso de resíduos lignocelulósicos para geração de energia. No entanto, há uma falta de informação sobre a combustibilidade da biomassa residual, especialmente a casca e o carvão vegetal do coco babaçu. Neste estudo foram utilizadas as análises termogravimétricas (TGA), térmica diferencial (DTA) e de calorimetria exploratória diferencial (DSC) para: avaliar a combustão da biomassa residual do coco babaçu; avaliar a combustão do carvão vegetal produzido a partir dessa biomassa, considerando diferentes temperaturas finais de carbonização; e verificar o efeito da temperatura final de carbonização na estabilidade térmica do carvão vegetal e no seu desempenho na combustão. As análises térmicas foram realizadas em atmosfera de ar sintético. Para avaliar as características da combustão do carvão vegetal e da biomassa in natura foi considerada a temperatura de ignição (Ti), a temperatura final da combustão (Tf), o índice característico da combustão (S), o índice de ignição (Di), o tempo correspondente à máxima taxa de combustão (tp) e o tempo de ignição (tig). A combustão da casca do coco babaçu ocorreu em três fases distintas e observou-se que esse material lignocelulósico apresenta aptidão para a produção direta de calor. O aumento da temperatura final de carbonização causou um aumento da temperatura de ignição, da temperatura final da combustão, do tempo de ignição e do tempo correspondente à máxima taxa de combustão. Os resultados indicam que o aumento da temperatura de carbonização causa uma diminuição da intensidade da combustão e, consequentemente, os carvões produzidos em temperaturas mais baixas são mais fáceis de inflamar e apresentam melhor desempenho na ignição. <![CDATA[SCREW AND NAIL HOLDING PROPERTIES OF PLYWOOD PANELS REINFORCED WITH GLASS FIBER FABRIC]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-77602017000100011&lng=en&nrm=iso&tlng=en ABSTRACT In this study, plywood and reinforced plywood with glass fiber fabric were produced with rotary peeled poplar veneers using phenol formaldehyde adhesive. Screw and nail holding tests were conducted to obtain the characteristics of the plywood and reinforced plywood boards. One control group and three different test groups were used. The effects of glass fiber fabric on the screw direct withdrawal, screw-head pull-through, and lateral nail resistance were determined. The results of the tests indicated that the reinforced plywood’s resistances to direct withdrawal of the screw, screw-head pull-through, and lateral nail resistance were significantly higher than those of the unreinforced plywood. In addition, reinforcement of the plywood boards provided longer displacement at maximum load.<hr/>RESUMO Neste estudo, painéis compensados e painéis compensados reforçados com tecido de fibra de vidro foram produzidos com lâminas do desenrolamento do álamo usando adesivo de fenol-formaldeído. Testes de fixação de parafusos e pregos foram realizados para obter as características dos painéis compensados e painéis compensados reforçados com tecido de fibra de vidro. Os efeitos do tecido de fibra de vidro sobre o arrancamento direto do parafuso, puxado pela sua cabeça, e resistência lateral do prego foram determinados. Os resultados dos testes indicaram que a resistência do painel reforçado ao arrancamento direto do parafuso, puxado pela sua cabeça, e resistência lateral do prego foram significativamente superiores em relação aos valores encontrados para compensados não reforçados. Além disso, o reforço em painéis compensados resultou em maior elongação na carga máxima. <![CDATA[CHEMICAL AND MICROBIOLOGICAL ATTRIBUTES UNDER DIFFERENT SOIL COVER]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-77602017000100019&lng=en&nrm=iso&tlng=en ABSTRACT A challenge for the environmental recovery of degraded areas is the search for soil data. In this process, the microbiological parameters and soil chemicals are potential indicators of soil quality. This study aimed to evaluate soil quality based on microbiological and chemical soil attributes in different areas involving environmental recovery, sugarcane cultivation and remnants of native vegetation located in a rural private property farm in State of Mato Grosso do Sul, Brazil, in Hapludox Eutrophic soil. The microbiological (microbial biomass carbon, basal respiration, microbial quotient and metabolic quotient) and chemical parameters (organic matter, carbon, pH, cationic exchange capacity, sum of bases, potassium, phosphorus, magnesium, calcium, saturation base and potential acidity) were assessed. Data were assessed by variance and multivariate analysis (Principal Component Analysis and cluster analysis). Overall, the results showed highest alteration in the chemical and microbiological characteristics of the soil in sugarcane cultivation area in comparison with other areas. Considering the studied recovery areas, REC1, REC5 and REC7 show chemical and microbiological conditions with most similarity to native vegetation. Despite the short period of the resilience enhancement of environmental recovery areas, the development of vegetation cover and establishment of the microbial community were determined to be important factors for improving soil quality and environmental recovery in several of the areas studied.<hr/>RESUMO Um desafio para a recuperação ambiental de áreas degradadas é a busca de dados de solo. Neste processo, os parâmetros microbiológicos e química do solo são potenciais indicadores de qualidade do solo. Este estudo objetivou avaliar a qualidade do solo com base em atributos microbiológicos e químicos do solo em diferentes áreas, em recuperação ambiental, cultivo de cana e remanescentes de vegetação nativa, localizada em uma fazenda de propriedade privada rural no estado de Mato Grosso do Sul, Brasil, em solo Háplico Eutrófico. Os parâmetros microbiológicos (carbono da biomassa microbiana, respiração basal, quociente microbiano e quociente metabólico) e químicos (matéria orgânica, carbono, pH, capacidade de troca de cátions, soma de bases, potássio, fósforo, magnésio, cálcio, saturação por bases e acidez potencial) foram acessados. Dados foram avaliados por meio de análises de variância e multivariada (análise de agrupamentos e Análise de Componentes Principais). Em geral, os resultados mostraram maior alteração das características químicas e microbiológicas do solo na área de cultivo de cana em comparação com outras áreas. Considerando as áreas em recuperação estudadas, REC1, REC5 e REC7 mostram condições químicas e microbiológicas com maior semelhança com a vegetação nativa. Apesar do curto período do realce de resiliência das áreas de recuperação ambiental, o desenvolvimento da cobertura vegetal e o estabelecimento da comunidade microbiana foram considerados fatores importantes para a melhoria da qualidade do solo e recuperação ambiental em várias das áreas estudadas. <![CDATA[CONTRASTING LEVELS OF GENETIC DIVERSITY AMONG POPULATIONS OF THE ENDANGERED TROPICAL PALM <em>EUTERPE EDULIS</em> MARTIUS]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-77602017000100031&lng=en&nrm=iso&tlng=en ABSTRACT Euterpe edulis is a tropical species that produces the heart of palm, an edible product of high economic importance. However, its natural populations have been severely threatened by unrestricted exploitation, along with the destruction of its natural biome, the Atlantic Rainforest in Brazil. In this work, we examined the genetic diversity status of five natural populations using isozyme markers. Despite their limitations and replacement by DNA-based markers, isozymes are codominant markers that reveal accurate estimates of genetic diversity and structure patterns, as do microsatellites. Six informative isozyme markers were used to analyze the genetic variability of populations located in different areas of the Atlantic Forest (Ombrophilous Dense Forest and Seasonal Forest), and with different degrees of perturbation. Mean genetic diversity for all populations (Ho = 0.172, for 13 loci) was considered low for a tropical species, even for the markers used. Populations from Ombrophilous Dense Forest at the very South limit of distribution of the heart of palm presented the lowest genetic variability (Ho = 0.141), which is clearly observed from the allele frequencies, and might implicate in less adaptive potential in a scenario of climate change. On the contrary, the Seasonal Forest population presented the highest diversity (Ho = 0.237). It comprises one of the largest remaining reservoirs of heart of palm and maybe of its genetic variability. The contrasting levels of genetic diversity encountered in this study rehash the constant need of monitoring and conserving the current genetic diversity of E. edulis populations, as well as exploring strategies for its breeding.<hr/>RESUMO Euterpe edulis é uma espécie tropical que produz o palmito, produto comestível de elevada importância econômica. No entanto, as populações naturais da espécie têm sido severamente ameaçadas devido à exploração indiscriminada, conjuntamente com a destruição de seu bioma natural, a Mata Atlântica. Apesar de suas limitações e substituição por marcadores de DNA, isoenzimas são marcadores codominantes que permitem obter estimativas acuradas dos padrões de diversidade e estrutura genética, assim como microssatélites. Seis marcadores isoenzimáticos foram utilizados para analisar a variabilidade de populações localizadas em diferentes áreas da Mata Atlântica (Floresta Ombrófila Densa e Floresta Estacional), e com diferentes níveis de perturbação. A diversidade genética média de todas as populações (Ho = 0,172, para 13 locos) foi considerada reduzida para uma espécie tropical, até mesmo para os marcadores empregados. Populações da Floresta Ombrófila Densa no limite sul de distribuição do palmiteiro apresentaram a diversidade genética mais reduzida (Ho = 0,141), o que é claramente observado a partir de perfis de peroxidase, e pode implicar em menor potencial adaptativo em um cenário de mudança climática. Contrariamente, a população da Floresta Estacional apresentou a diversidade mais elevada (Ho = 0.237). Esta população compreende um das maiores reservas de palmiteiro e, talvez, de sua diversidade genética. Os valores de diversidade encontrados neste estudo reforçam a necessidade contínua do monitoramento e conservação da diversidade genética atual das populações de E. edulis, assim como o desenvolvimento de estratégias para seu melhoramento. <![CDATA[SPATIAL AND VERTICAL DISTRIBUTION OF LITTER AND BELOWGROUND CARBON IN A BRAZILIAN CERRADO VEGETATION]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-77602017000100043&lng=en&nrm=iso&tlng=en ABSTRACT Forest ecosystems contribute significantly to store greenhouse gases. This paper aimed to investigate the spatial and vertical distribution of litter, roots, and soil carbon. We obtained biomass and carbon of compartments (litter, roots, and soil) in a vegetation from Cerrado biome, state of Minas Gerais, Brazil. The materials were collected in 7 0.5 m² sub-plots randomly allocated in the vegetation. Root and soil samples were taken from five soil layers across the 0-100 cm depth. Roots were classified into three diameter classes: fine (&lt;5 mm), medium (5-10 mm), and coarse (&gt;10 mm) roots. The carbon stock was mapped through geostatistical analysis. The results indicated averages of soil carbon stock of 208.5 Mg.ha-1 (94.6% of the total carbon), root carbon of 6.8 Mg.ha-1 (3.1%), and litter of 5 Mg.ha-1 (2.3%). The root carbon was majority stored in coarse roots (83%), followed by fine (10%), and medium roots (7%). The largest portion of fine roots concentrated in the 0-10 cm soil depth, whereas medium and coarse roots were majority in the 10-20 cm depth. The largest portion of soil (53%) and root (85%) carbon were stored in superficial soil layers (above 40 cm). As conclusion, the carbon spatial distribution follows a reasonable trend among the compartments. There is a vertical relation of which the deeper the soil layer, the lower the soil and root carbon stock. Excepting the shallowest layer, coarse roots held the largest portion of carbon across the evaluated soil layers.<hr/>RESUMO Ecossistemas florestais contribuem significativamente para estocar gases do efeito estufa. Objetivou-se investigar a distribuição espacial e vertical do carbono em serapilheira, raízes e solo. Foram obtidos biomassa e carbono de compartimentos (serapilheira, raiz e solo) em vegetação do bioma Cerrado, Minas Gerais, Brasil. O material foi coletado em 7 sub-parcelas de 0,5 m² aleatoriamente alocadas na vegetação. As amostras de raízes e solo foram tiradas de cinco camadas do solo na profundidade de 0-100 cm. Raízes foram classificadas em três classes: raízes finas (&lt;5 mm), médias (5-10 mm) e grossas (&gt;10 mm). Estoques de carbono foram mapeados usando análise geoestatística. Resultados indicaram médias do estoque de carbono no solo de 208,5 Mg.ha-1 (94,6% do carbono total), carbono nas raízes de 6,8 Mg.ha-1 (3,1%), e na serapilheira de 5 Mg.ha-1 (2,3%). Carbono de raízes foi majoritariamente estocado nas raízes grossas (83%), seguido das finas (10%) e médias (7%). A maior porção das raízes finas se concentrou na camada de 0-10 cm, enquanto que raízes médias e grossas majoritariamente entre 10-20 cm. A maior porção do carbono em solo (53%) e raízes (85%) estiveram estocados nas camadas superficiais do solo (acima de 40 cm). Como conclusão, a distribuição espacial do carbono segue razoável tendência entre os compartimentos. Há uma relação vertical de que quanto mais profunda a camada de solo, menor o estoque de carbono de solo e raízes. Com exceção da camada de solo mais superficial, raízes grossas estocaram a maior porção de carbono nas profundidades avaliadas. <![CDATA[MULTICRITERIA DECISION ANALYSIS FOR PRIORITIZING AREAS FOR FOREST RESTORATION]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-77602017000100053&lng=en&nrm=iso&tlng=en ABSTRACT Urbanization process transforms original landscapes into an anthropic mosaic, causing impacts on hydrologic cycles and on landscape structure and functions. Aiming at the maintenance of the water resources and biodiversity, in an urbanized watershed, the objective of this study was the definition of priority areas for forest restoration. We used a Multicriteria Evaluation (MCE) method, following the steps: criteria definition, identification of the criteria importance, and criteria aggregation through Weighted Linear Combination (WLC). According to the experts, consulted in the context of the Participatory Technique, only two criteria represented the studied landscape: proximity to drainage network and proximity to forest patches. The first criterion was considered twice more important than the second, and through the pairwise comparison matrix, it was obtained respectively the criterion weights of 0.83 and 0.17. The priority map was obtained through the criteria aggregation, using WLC, that considered the criterion weights. The result was a priority map, indicating 5.06% of the study area with very-high priority for forest restoration; 5.22% with high priority; 5.76% with medium priority; 5,42% with low and; 78.53% with very-low priority. We can say that the framework predefined for the study proposed a scenario for priority areas that allowed driving the actions in order to obtain a landscape restoration, beginning through a forest corridor in the riparian zone. Thus, we concluded that the definition of priority areas for forest restoration is possible in an urbanized landscape, using the traditional WLC Multicriteria method.<hr/>RESUMO O processo de urbanização transforma paisagens originais em um mosaico antropizado, causando impactos no ciclo hidrológico, na estrutura e função destas paisagens. Visando à manutenção dos recursos hídricos e da biodiversidade, em uma bacia hidrográfica urbanizada, o objetivo deste estudo foi a definição de áreas prioritárias à restauração florestal. Utilizou-se um método de Avaliação Multicriterial (AMC), seguindo as etapas: definição de critérios, identificação da importância dos critérios e, agregação de critérios por meio do método da Combinação Linear Ponderada (CLP). De acordo com os especialistas consultados, no contexto da Técnica Participatória, apenas dois critérios representavam a paisagem estudada: o proximidade à rede de drenagem e o proximidade aos fragmentos florestais. O primeiro critério foi considerado duas vezes mais importante do que o segundo e, por meio da matriz de comparação pareada, foram obtidos seus pesos de critério, respectivamente, de 0,83 e de 0,17. Estes pesos foram considerados na agregação dos critérios, por meio da CLP. O resultado foi um mapa de priorização de áreas, o qual apontou 5,06% da área de estudo com prioridade muito alta para restauração florestal; 5,22% com alta prioridade; 5,76% com prioridade média; 5,42% com baixa e; 78,53% com prioridade muito baixa. Pode-se assim dizer que a estrutura do processo decisório possibilitou a obtenção de um cenário à priorização de áreas, que direciona as ações de forma a se ter a restauração da paisagem, iniciando-se pela formação de um corredor florestal na zona ripária. Dessa forma, conclui-se que a definição de áreas prioritárias à restauração florestal é possível em uma paisagem urbanizada, utilizando o tradicional método da CLP de análise Multicriterial. <![CDATA[DOES CROWN CLASS CLASSIFICATION IMPROVE THE INITIATION AND DEVELOPMENT ANALYSIS OF POST-FIRE <em>PINUS BRUTIA</em> STANDS?]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-77602017000100061&lng=en&nrm=iso&tlng=en ABSTRACT The present study was conducted in Pinus brutia Ten. stands which were created after the forest fire of 1989, in the island of Thassos. In 2008, 45 plots of 5 x 5 m were randomly established in three site types. In each plot, the trees were counted, while the breast height diameter of trees was measured. All trees were classified as dominant, codominant, intermediate or suppressed. In each plot, one tree from each crown class was selected (a total of 160 trees) and were cut down. From each tree a cross-sectional disc was cut from the ground level and the number of annual growth rings was counted. A few years of age difference between trees in post fire establishment determined the crown class of a tree. The age difference and the number of trees were reduced from the less productive site type to the more productive site type. Codominant trees were (or will become) the crown class with the most numerous trees in the main canopy. Dominant trees were one of the most, if not the most, significant elements of stand structure and production regarding basal area. This was not the case in low productivity site type as a result of delayed dimension differentiation. Analysis of young P. brutia stands, through the classification of trees into crown classes, increased the amount of attained information, since it provided an improved insight in the competition regime.<hr/>RESUMO O presente estudo foi conduzido em talhões de Pinus brutia Ten. que foram criados após o incêndio florestal de 1989, na ilha de Thassos. Em 2008, 45 parcelas de 5 x 5 m foram estabelecidas aleatoriamente em três tipos de sítos. Em cada parcela, as árvores foram contadas e o diâmetro a altura do peito das árvores foi medido. Todas as árvores foram classificadas como dominantes, codominantes, intermediárias ou suprimidas. Em cada parcela, uma árvore de cada classe de copa foi selecionada (um total de 160 árvores) e cortada. De cada árvore foi cortado um disco transversal no nível do solo e contado o número de anéis de crescimento. Uma diferença de alguns anos de idade entre as árvores após o estabelecimento pós-fogo determinou a classe de copa da árvore. A diferença de idade e o número de árvores foram reduzidos do sítio menos produtivo para o mais produtivo. As árvores codominantes foram (ou se tornarão) a classe de copa com mais árvores no dossel principal. As árvores dominantes foram um dos elementos mais significativos, se não o mais significativo, da estrutura e produção do talhão em relação à área basal. Este não foi o caso no sítio de baixa produtividade devido ao atrazo da diferenciação do tamanho das árvores. A análise dos povoamentos jovens de P. brutia, através da classificação das árvores em classes de copa, aumentou a quantidade de informação obtida, uma vez que proporcionou uma melhor percepção do regime de competição. <![CDATA[CLONAL FORESTRY OF <em>Piptocarpha angustifolia</em>: SURVIVAL AND GROWTH VIGOR IN FIELD CONDITIONS]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-77602017000100069&lng=en&nrm=iso&tlng=en ABSTRACT Piptocarpha angustifolia is a potential native species for Brazilian forestry. However, a lot of challenges and technical constraints persist, hindering its expansion as a species for forest plantations, among them, the lack of evaluation of their survival and growth in field conditions. Thus, we evaluated the survival and growth vigor of Piptocarpha angustifolia according to two initial heights of mini-cuttings at planting. Plants from mini-cuttings with 20 ± 5 cm and 40 ± 5 cm were planted in field using 3 × 2 m spacing. In these, we evaluated the survival, base diameter and total height during 24 months. The experiment was implemented in a completely randomized design in a split plot model. Plants of 20 ± 5 cm are superior in survival to 40 ± 5 cm ones. The growth in height and diameter remained constant up to 24 months, reaching 64.1 cm and 13.5 mm, independently of the plants expedition time. In general, the establishment of clonal plantation of Piptocarpha angustifolia was limited by the attack of pests, mainly cutting ants. For this reason, plantation of this species must take into account the possibility of greater pest control.<hr/>RESUMO Piptocarpha angustifolia (vassourão-branco) é uma espécie nativa potencial para a silvicultura brasileira. No entanto, uma série de desafios e limitações técnicas ainda persistem, dificultando sua expansão como espécie para plantios florestais, dentre eles, a falta de avaliação de sua sobrevivência e crescimento em condições de plantio a campo. Assim, o presente estudo objetivou avaliar a sobrevivência e o vigor de crescimento em condições de pleno sol a campo de mudas clonais de Piptocarpha angustifolia em função da altura inicial das mudas, no momento do plantio. Mudas provenientes de miniestaquia com 20 ± 5 cm e 40 ± 5 cm de altura foram plantadas a campo em espaçamento 3 × 2 m. Nestas, foram avaliadas a sobrevivência, o diâmetro da base e a altura total ao longo de 24 meses. O experimento foi conduzido num delineamento inteiramente casualizado, em parcelas subdivididas no tempo. Mudas de 20 ± 5 cm mostraram-se superiores em sobrevivência às de 40 ± 5 cm. O crescimento em altura e diâmetro manteve-se constante até os 24 meses, alcançando 64,1 cm e 13,5 mm, independente da altura de expedição das mudas. De modo geral, o estabelecimento de plantios clonais de Piptocarpha angustifolia foi limitado pelo ataque de pragas, principalmente formigas cortadeiras. Por essa razão, a recomendação de plantios desta espécie precisa levar em conta a possibilidade de um maior controle de pragas. <![CDATA[FUNCTIONAL DIVERSITY AND ITS ATTRIBUTE FACTORS IN THE YUNMENG MOUNTAIN NATIONAL FOREST PARK IN BEIJING, CHINA]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-77602017000100075&lng=en&nrm=iso&tlng=en ABSTRACT The interaction of diversity with environmental gradients is an important topic in ecology. This study investigated the pattern of change in functional diversity in forest communities along an altitudinal gradient in Yunmeng Mountain National Forest Park, China. Forty-two quadrats measuring 10 x 10 m in the forest communities were set up along this altitudinal gradient; plant species, traits and environmental variables were measured and recorded. Six functional diversity indices, namely, Modified functional attribute diversity (MFAD), Functional diversity plot-based dendrogram index (FDp), Functional diversity community-based dendrogram index (FDc), Functional evenness (FEve), Functional divergence (FDiv) and Functional dispersion (FDis), were used to calculate functional diversity. The results showed that functional diversity varied greatly in forest communities in the Yunmeng Mountain Forest Park. Functional diversity was significantly correlated with elevation and slope position and somewhat correlated with soil depth. Functional diversity increased with an increase in the elevation and decreased as the slope position changed from valley bottom to hill ridge. Functional diversity was closely related to species richness. The six functional diversity indices were all applicable to functional diversity studies of forest communities.<hr/>RESUMO A interação da diversidade com gradientes ambientais é um tópico importante na ecologia. Este estudo investigou o padrão de mudança na diversidade funcional em comunidades florestais ao longo de um gradiente altitudinal no Parque Florestal Nacional da Montanha Yunmeng, China. Quarenta e dois quadrantes medindo 10 x 10 m foram alocados nas comunidades florestais ao longo deste gradiente altitudinal; espécies e características de plantas, bem como variáveis ambientais foram medidas e registradas. Seis índices de diversidade funcional, sendo eles, atributo funcional de diversidade modificado (MFAD), índice de diversidade funcional baseada no dendrograma da parcela (PDp), índice de diversidade funcional baseada no dendrograma da comunidade (FDc), regularidade funcional (FEve), divergência funcional (FDiv) e dispersão funcional (FDis), foram utilizados para calcular a diversidade funcional. Os resultados mostraram que a diversidade funcional variou muito nas comunidades florestais do Parque Florestal da Montanha Yunmeng. Diversidade funcional foi significativamente correlacionada com a elevação e a posição de inclinação do terreno e pouco correlacionada com profundidade de solo. Diversidade funcional aumentou com o aumento na elevação e diminuiu quando a posição de inclinação mudou de fundo de vale para o cume da colina. Diversidade funcional foi altamente relacionada com riqueza de espécies. Os seis índices de diversidade funcional são aplicáveis a estudos de diversidade funcional de comunidades florestais. <![CDATA[FORESTRY RESTORATION IN ABANDONED PASTURES OF <em>Urochloa</em> BY DIFFERENT SIZES OF BRUSHWOOD]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-77602017000100085&lng=en&nrm=iso&tlng=en ABSTRACT The brushwood is a technique of environmental complexation, which consists in the use of plant residues. This technique, when well established technically, can exert influence on seedbed quality, fostering native plant establishment and ecosystem restoration. In this way, we aimed to evaluate the efficiency of brushwood for the induction of natural regeneration of native species in an area covered by exotic inhibitory grasses of the genus Urochloa, as well as check the minimum size required to prevent the re-invasion of the forage. As a hypothesis, we adopted the minimum width of 4 m as sufficient for the establishment of natural regeneration prior to the reoccupation of grasses. The experiment was conducted between May 2014 and May 2016 in Morretes-PR in a lowland evergreen rain forest area. Seven different sizes of brushwood were compared: 6 x 1, 6 x 2, 6 x 3, 6 x 4, 6 x 5, 6 x 6 m and control treatment. Woody species were identified and counted and herbaceous cover percentage estimated after 4, 8, 12, 18 and 24 months. There was no resumption of natural succession of native species. At any size, brushwood alone was ineffective to prevent the growth by grasses from the edges of the plots, and, since it constitutes a residue pile, it further complicates the establishment of woody species. For the creation of safe sites and consequent restoration by natural regeneration, there is a need for local elimination of Urochloa forages, without which native species are unlikely to survive.<hr/>RESUMO A galharia é um método de complexação ambiental, que consiste no aproveitamento de resíduos vegetais. Esse método, quando bem estabelecido tecnicamente, pode exercer influência sobre a qualidade da cama de sementes, favorecendo o estabelecimento de plantas nativas e a restauração do ecossistema. Dessa forma, objetivou-se avaliar a eficiência de galharia para a indução da regeneração natural de espécies nativas em área coberta por gramíneas exóticas inibidoras do gênero Urochloa, bem como verificar o tamanho mínimo necessário para conter a reinvasão das forrageiras. Como hipótese, adotou-se a largura mínima de 4 m como suficiente para o estabelecimento da regeneração natural, antes da reocupação das forrageiras. O experimento foi conduzido entre maio 2014 e maio 2016 em Morretes-PR, na Floresta Ombrófila Densa de Terras Baixas. Foram implantados sete tamanhos de galharia: 6 x 1, 6 x 2, 6 x 3, 6 x 4, 6 x 5, 6 x 6 m e testemunha. As espécies lenhosas foram identificadas e contadas e a porcentagem de cobertura herbácea estimada após 4, 8, 12, 18 e 24 meses. Não se verificou retomada da sucessão natural por espécies nativas. Independentemente do tamanho, a galharia foi ineficiente para conter a reinvasão pelas gramíneas a partir das bordas das parcelas e, como pilha de resíduos, dificultou o estabelecimento de espécies lenhosas. Para a criação de safe sites e consequente restauração via regeneração natural, faz-se necessária a eliminação local das forrageiras Urochloa, sem a qual espécies nativas terão pouca probabilidade de sobreviver. <![CDATA[HYDROLOGIC IMPACTS DUE TO THE CHANGES IN RIPARIAN BUFFER IN A HEADWATER WATERSHED]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-77602017000100095&lng=en&nrm=iso&tlng=en ABSTRACT In recent years, concerns regarding the impacts of deforestation of riparian vegetation on water resources have created social and political tensions in Brazil. This research analyzed simulated hydrologic components of a 6.76 km2 headwater watershed with different widths of riparian vegetation. Lavrinha Watershed (LW) hydrological responses were simulated using the Distributed Hydrology Soil Vegetation Model (DHSVM), which was forced using meteorological data from one station (2005-2010). Land cover scenarios where the percent land cover of Atlantic Forest was increased from the control resulted in changes in hydrologic components in the watershed due to increased evapotranspiration and rainfall interception and reduced runoff and overland flow. The base flow/runoff relationship has increased, suggesting that riparian vegetation plays an important role in groundwater recharge. Modeling of hydrologic components linked to riparian buffer scenarios, such as the process used in this study, can be a useful tool for decision-making strategies regarding watershed management.<hr/>RESUMO Nos últimos anos, as preocupações quanto aos impactos do desmatamento da vegetação ripária nos recursos hídricos criaram tensões sociais e políticas no Brasil. Esta pesquisa analisou os componentes hidrológicos simulados de uma bacia hidrográfica de cabeceira de 6,76 km2 com diferentes larguras de vegetação ripária. As respostas hidrológicas da Bacia Hidrográfica Lavrinha (BHL) foram simuladas utilizando o Distributed Hydrology Soil Vegetation Model (DHSVM) que foi forçado usando dados meteorológicos de uma estação (2005-2010). Os cenários de cobertura do solo em que o percentual da Mata Atlântica foi aumentado do controle resultaram em mudanças nas componentes hidrológicas na bacia hidrográfica devido ao incremento da evapotranspiração e intercepção da precipitação e redução do escoamento total e escoamento superficial. A relação escoamento base/escoamento total aumentou, sugerindo que a vegetação ripária desempenha um papel importante na recarga de água subterrânea. A modelagem dos componentes hidrológicos, associada aos cenários de larguras ripárias, como o processo utilizado para este estudo, pode ser uma ferramenta útil para as estratégias de tomada de decisão referente à gestão de bacias hidrográficas. <![CDATA[<em>Mimosa scabrella</em> BENTH. (FABACEAE) ENHANCES THE RESTORATION IN COAL MINING AREAS IN THE ATLANTIC RAINFOREST]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-77602017000100103&lng=en&nrm=iso&tlng=en ABSTRACT A Pilot Reclamation Project (PRP) was developed in 1982 by the Environmental Protection Agency of the State of Santa Catarina-Brazil, with the objective to evaluating the adaptation of woody species to a land degraded by coal mining. After a full topographic reconstitution of the landscape, addition of nutrient load and sowing of herbaceous species, the area was split into 12 plots in which seedlings of 12 tree species were planted: three native trees [Bastardiopsis densiflora (Hook. &amp; Arn.) Hassl., Mimosa scabrella Benth., Schizolobium parahyba (Vell.) Blake] and nine exotic species [Eucalyptus saligna Sm., E. viminalis Labill., E. citriodora Hook., Grevillea hilliana F.Muell., Hovenia dulcis Thunb, Melia azedarach L., Pinus elliottii Engelm., P. taeda L., Syzygium cumini (L.) Skeels]. After 22 years, from the beginning of the PRP, the exotic species presented higher percentage of survival than native species; the plots which received either B. densiflora and S. parahyba or were covered only with herbaceous vegetation associated with solely a few shrubs. Conversely, the plots which received seedlings of M. scabrella displayed clear evidence of restoration in progress. The study conducted in plots that have received M. scabrella indicate an improvement of nutrient load (N, K, organic matter) in the substrate, a diversified composition of tree coverage (very similar to the nearby remnants of the Atlantic Rainforest) and other life forms, with prominent establishment of native trees with predominance of zoophilous and zoochorous species. Some characteristics of M. scabrella that could explain its outstanding capacity to enhance the restoration of the Atlantic Rainforest are also discussed along this paper.<hr/>RESUMO Um Projeto Piloto de Recuperação (PPR) foi desenvolvido em 1982 pela Fundação do Meio Ambiente do Estado de Santa Catarina - Brasil, objetivando avaliar a adaptação de espécies arbóreas em áreas degradadas pela mineração de carvão. Após uma completa reconstituição topográfica da paisagem, além da carga de nutrientes e sementes de espécies herbáceas, a área foi dividida em 12 pontos onde foram plantadas mudas de 12 espécies de árvores: três espécies nativas [Bastardiopsis densiflora (Hook. &amp; Arn.) Hassl., Mimosa scabrella Benth., Schizolobium parahyba (Vell.) Blake)] e nove espécies exóticas [Eucalyptus saligna Sm., E. viminalis Labill., C. citriodora Hook., Grevillea hilliana F.Muell., Hovenia dulcis Thunb., Melia azedarach L., Pinus elliottii Engelm., P. taeda L., Syzygium cumini (L.) Skeels]. Após 22 anos, as espécies exóticas apresentaram elevada taxa de sobrevivência em comparação com as espécies nativas; os pontos que receberem B. densiflora e S. parahyba foram cobertos apenas com espécies herbáceas associadas com alguns arbustos. Reciprocamente, os pontos que receberam mudas de M. scabrella demonstraram claras evidências no processo de restauração. O estudo conduzido em pontos que receberam M. scabrella indicaram uma melhoria na carga de nutrientes (N, K, matéria orgânica) no substrato, uma composição diversificada da cobertura arbórea (muito similar com os remanescentes próximos de Floresta Atlântica) e outras formas de vida, com proeminente estabelecimento de árvores nativas com predominância de espécies zoofílicas e zoocóricas. Algumas características de M. scabrella que podem explicar esta excepcional capacidade de melhorar a restauração da Floresta Atlântica também são discutidas ao longo desse artigo. <![CDATA[GEOSTATISTICAL MODELING OF TIMBER VOLUME SPATIAL VARIABILITY FOR <em>Tectona grandis</em> L. F. PRECISION FORESTRY]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-77602017000100115&lng=en&nrm=iso&tlng=en ABSTRACT Considering the hypothesis that the wood volumes present spatial dependence, whose knowledge contributes for the precision forestry, the aim of this work was to estimate the volume spatial variability for timber assortments and identify their spatial patterns on Tectona grandis stands. A dataset of 1,038 trees was used to fit taper models and estimate the total stem, sawlog, and firewood volumes in 273 plots allocated on T. grandis stands at eight years old, which represents the second thinning that enables commercial volumes. Semivariograms models was applied to fit the spatial dependence, and punctual kriging was used to compose volume maps. Geostatistical modeling allowed us to estimate the T. grandis spatial variability and develop timber volume maps. Thus, silvicultural treatments, such as thinning and pruning, as well as for planning spatial interventions, are possible to be recommended for aimed wood products.<hr/>RESUMO Considerando a hipótese de que os volumes de madeira apresentam dependência espacial, cujo conhecimento contribui para o manejo de precisão, o objetivo deste trabalho foi estimar a variabilidade espacial do volume de sortimentos de madeira e identificar seus padrões espaciais em povoamentos de Tectona grandis. Utilizou-se um conjunto de dados de 1.038 árvores para ajustar funções de afilamento e estimar os volumes para fuste total, serraria e lenha em 273 parcelas alocadas em povoamentos de T. grandis ao oitavo ano de idade, o qual representa o segundo desbaste que possibilita volumes comerciais. Modelos de semivariogramas foram aplicados para ajustar a dependência espacial e a krigagem pontual foi utilizada para compor mapas de volume. A modelagem geoestatística permitiu estimar a variabilidade espacial de T. grandis e desenvolver mapas de volume de madeira. Assim, tratamentos silviculturais, como desbaste e poda, bem como planejamento de intervenções espaciais, podem ser recomendados para produtos de madeira almejados. <![CDATA[DEVELOPMENT OF ACTIVATED CARBON FROM BAMBOO (<em>Bambusa vulgaris</em>) FOR PESTICIDE REMOVAL FROM AQUEOUS SOLUTIONS]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-77602017000100123&lng=en&nrm=iso&tlng=en ABSTRACT Considering the water scarcity problems facing many countries, the need for water reuse can make activated carbon (AC) an essential product for modern society. In this context, to contribute with better activated carbons that could be used to serve in water treatment, this article discusses these materials production, using bamboo as raw material, and analyses their application effectiveness. The bamboo was collected, transformed into activated carbon, by simultaneous chemical and physical activations, and named H3PO4/H2OAC. The obtained material was characterized by its yield, apparent density, ash content, thermogravimetric analysis, surface area, methylene blue and iodine indexes, pH and point of zero charge analysis, scanning electron microscopy and Boehm titration method. The AC was used as adsorbent for removing the metribuzin, 2,4-dichlorophenoxyacetic acid and furadan pesticides. The H3PO4/H2OAC had a surface area of 1196.30 m².g-1 and the obtained adsorption capacity was elevated for furadan (868.98 mg.g-1), metribuzin (756.47 mg.g-1) and 2,4-dichlorophenoxyacetic acid (274.70 mg.g-1).<hr/>RESUMO Considerando os problemas de escassez de água enfrentados por vários países, a necessidade de reuso das águas, pode fazer do carvão ativado (CA) um produto imprescindível à sociedade moderna. Neste contexto, para contribuir com a melhoria de carvões ativados que poderão servir ao tratamento de água, este artigo, discute a produção desses materiais, que teve o bambu, como matéria prima, e analisa a eficácia de sua aplicação. O bambu foi coletado, transformado em carvão ativado mediante ativação química e física simultânea e denominado CA H3PO4/H2O. O material obtido foi caracterizado pelo rendimento, densidade aparente, teor de cinzas, análise termogravimétrica, área superficial, índices de azul de metileno e de iodo, análise do pH e ponto de carga zero, microscopia eletrônica de varredura e método titulométrico de Boehm. O CA foi usado como adsorvente para a remoção dos pesticidas metribuzin, 2,4-diclorofenoxiacético e furadan. O CA H3PO4/H2O apresentou área superficial de 1196,30 m².g-1 e a capacidade de adsorção obtida foi elevada para o furadan (868,98 mg.g-1), metribuzin (756,47 mg.g-1) e 2,4-diclorofenoxiacético (274,70 mg.g-1). <![CDATA[BIOETHANOL POTENTIAL FROM HIGH DENSITY SHORT ROTATION WOODY CROPS ON MARGINAL LANDS IN CENTRAL CHILE]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-77602017000100133&lng=en&nrm=iso&tlng=en ABSTRACT Cellulosic ethanol is one of the most important biotechnological products to mitigate the consumption of fossil fuels and to increase the use of renewable resources for fuels and chemicals. Short rotation woody crops (SRWC) have been proposed as the most promising raw material for cellulosic ethanol production, as a result of its several advantages over traditional crops. In order to analyze the potential as crops for lignocellulosic bioethanol production in Chile, SRWC were established with the following species: Acacia melanoxylon, Eucalyptus camaldulensis, Eucalyptus globulus and Eucalyptus nitens. These crops were established in two contrasting environments and in three plantation densities. The average theoretical ethanol yield at 48 months reached 395.9 L.t-1 for A. melanoxylon, 348.7 L.t-1 for E. camaldulensis, and 363.9 L t-1 for E. nitens. It can be concluded that there are significant differences in polysaccharides yield between species and time. On the other hand, significant differences were found between environments. In conclusion, this study has shown that the choice of SRWC species used as a source of polysaccharides must take into account the percentage content in biomass and, crucially, the species, planting density, harvest cycle and site must be carefully selected to ensure a high biomass yield per unit area.<hr/>RESUMO Etanol celulósico é um dos mais importantes produtos biotecnológicos para reduzir o consumo de combustíveis fósseis e a aumentar a utilização de recursos renováveis para combustíveis e produtos químicos. Culturas lenhosas de curta rotação (CLCR) têm sido propostas como a mais promissora matéria prima para produção de etanol celulósico, devido às suas várias vantagens sobre culturas tradicionais. Para analisar o potencial de culturas para produção de bioetanol lignocelulósicos no Chile, CLCR foram estabelecidos com as seguintes espécies: Acacia melanoxylon, Eucalyptus camaldulensis, Eucalyptus globulus e Eucalyptus nitens. Estas culturas foram estabelecidas em dois ambientes contrastantes e em três densidades de plantio. O rendimento teórico médio de etanol em 48 meses atingiu 395,9 L.t-1 para A. melanoxylon, 348,7 L.t-1 para E. camaldulensis e 363,9 L.t-1 para E. nitens. Foi concluído que existem diferenças significativas no rendimento de polissacarídeos entre as espécies e o tempo. Por outro lado, foram encontradas diferenças significativas entre ambientes. Em conclusão, este estudo mostrou que a escolha da espécie usada na CLCR como fonte de polissacarídeos deve levar em conta sua percentagem na biomassa e, crucialmente, a espécie, densidade de plantio, ciclo de colheita e sítio devem ser cuidadosamente selecionados para garantir um rendimento elevado de biomassa por unidade de área.