Scielo RSS <![CDATA[Mana]]> http://www.scielo.br/rss.php?pid=0104-931320160001&lang=en vol. 22 num. 1 lang. en <![CDATA[SciELO Logo]]> http://www.scielo.br/img/en/fbpelogp.gif http://www.scielo.br <![CDATA[DINHEIRO, EMOÇÃO E AGÊNCIA - UMA ETNOGRAFIA NO MERCADO FUNERÁRIO DE PORTO ALEGRE]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-93132016000100007&lng=en&nrm=iso&tlng=en Resumo Conduzida na cidade de Porto Alegre, Brasil, a pesquisa etnográfica aqui apresentada descreve circuitos que performam o chamado mercado funerário. Composto principalmente por funerárias, cemitérios e crematórios, o mercado funerário integra um complexo mais amplo cujo intuito é a criação de um estatuto da pessoa morta. Fundamental a este mercado, as negociações entre profissionais do ramo e clientes acabam por performar a agência da pessoa morta, uma das especificidades desta dinâmica de precificação. A pessoa morta, não sendo um locus de passividade, mostra a sua vida ao impor padrões de comportamento nas negociações concernentes ao seu funeral, assim como ao influenciar escolhas e decisões. A pesquisa concentra seu foco em funerárias de Porto Alegre, a partir das quais analisa ideias de uma economia emocional e das singularidades, a agência dos envolvidos nas negociação de consumo - vivos e mortos - e lógicas de precificação.<hr/>Abstract Conducted in the city of Porto Alegre, Brazil, the ethnographic research presented by this work describes the dynamics within circuits that enact the so-called funerary markets. Composed mainly by funeral homes, cemeteries and crematories, the funerary market is part of a larger complex whose aim is the creation of a dead person's statute. Negotiations between professionals and customers end up enacting the dead person's agency, one of the specific characteristics of the price-making dynamics. The dead person, not being a locus of passivity, displays his/hers life by setting behavioral guidelines in dealings concerning his/hers funeral arrangements, as well as by influencing choices and decisions. The research focuses on funeral homes in Porto Alegre, from which an analysis about the economies of emotion and singularities, as well as the agency of those involved in negotiations - alive and dead - and the logics of price-making, becomes possible. <![CDATA[PROCESSOS IDENTITÁRIOS E RELAÇÕES PATRÃO-CLIENTE ENTRE OS KAIOWA]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-93132016000100037&lng=en&nrm=iso&tlng=en Resumo O presente trabalho pretende analisar como são delineados processos identitários a partir das interações entre indígenas kaiowa e não indígenas no Mato Grosso do Sul. Neste proceder será considerada a relação patrão (não indígena) / cliente (indígena), lançando-se mão de uma bibliografia sobre patronagem e compadrio, considerando seus alcances e limites explicativos. Entende-se que a compreensão das relações interétnicas na região (bem como dos conflitos destas decorrentes) é beneficiária justamente de tal reflexão, que porém, até o momento, tem tido pouca atenção. Perceber-se-á que as distinções étnicas - construídas ao longo do tempo - vêm sendo reforçadas e acentuadas por processos políticos, de modo que assim nos encontramos, em alguma medida, com reflexões que já haviam sido avançadas por Max Weber.<hr/>Abstract This paper aims to examine how the interactions between the Kaiowa indigenous people and non indigenous people in the state of Mato Grosso do Sul, Brazil, generate identity-building processes. In this exercise, the patron (non-indigenous) - client (indigenous) relationship is a fact that will be analysed, using a consolidated literature about patronage and compadrio, considering its explanatory scope and limits. It is understood that the comprehension of interethnic relations in this region (as well as conflicts arising from them) will benefit precisely from this reflection, which has so far been little explored. It will be perceived that ethnic distinctions - built over time - are being reinforced and exacerbated by political processes, so that we find ourselves with reflections that have already been advanced by Max Weber. <![CDATA[A CRÍTICA E OS MOMENTOS CRÍTICOS: <strong> <em>DE LA JUSTIFICATION</em></strong> E A GUINADA PRAGMÁTICA NA SOCIOLOGIA FRANCESA]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-93132016000100067&lng=en&nrm=iso&tlng=en Resumo: O objetivo do presente texto é apresentar a sociologia pragmática francesa a partir do livro De la justification de Luc Boltanski e Laurent Thévenot. Primeiro, fazemos uma introdução geral dos principais pontos de convergência do campo sociológico francês desde a década de 80. Em seguida, apresentamos a obra De la justification, considerada como um marco na guinada pragmática da sociologia francesa. Então, apresentamos dois de seus principais conceitos: o de prova e o de cité. Por fim, através de um apanhado das forças e das fraquezas do modelo, problematizamos alguns de seus limites e desafios, como o de integrar na intuição pragmatista questões como o engajamento crítico do sociólogo e a análise dos processos, das disposições e dos problemas de longa duração.<hr/>Abstract: The objective of this paper is to present the French pragmatic sociology as outlined in Luc Boltanski and Laurent Thévenot's De la justification. First, we make a general introduction of the main focal points of the French sociological field from the eighties. Then, we present De la justification, regarded as a landmark of the pragmatist turn of French sociology. Next, we present two of its key concepts: cité and proof. Finally, through an overview of the strengths and weaknesses of the model, we question some of its limits and challenges, such as integrating the pragmatist intuition with issues such as the sociologist's critical engagement, and the analysis of long-term processes, problems, and dispositions. <![CDATA[VIRANDO FUNAI: UMA TRANSFORMAÇÃO KANAMARI]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-93132016000100101&lng=en&nrm=iso&tlng=en Resumo: Os Kanamari (Katukina, Amazonas) dizem que estão "virando Funai". Virar Funai pode expressar aspirações práticas, como o desejo de trabalhar para a Fundação Nacional do Índio. Mais usualmente, no entanto, refere-se a um processo difuso e coletivo que leva os Kanamari a aceitarem com entusiasmo as regras que a Funai lhes impõe e a emularem ou exagerarem algumas de suas convenções. Isto inclui tatuar insígnias do Estado brasileiro em seus corpos, deixar de trabalhar aos domingos, usar roupas com logotipos da Fundação e dar a seus filhos os nomes de funcionários do órgão indigenista. Neste artigo proponho que, longe de ser a consequência sui generis da subsmissão dos Kanamari ao aparato do Estado brasileiro, "virar Funai" é um processo que deve ser compreendido em relação à história e à mitologia kanamari. À luz deste contexto, "virar Funai" surge como uma transformação lógica de ideias kanamari mais antigas sobre assimetria e submissão quando estas se defrontam com a política tutelar do Estado brasileiro.<hr/>Abstract: The Kanamari, a Katukina speaking people who inhabit the Western edge of Brazilian Amazonia, say that they are "becoming Funai". Funai is the acronym of the Fundação Nacional do Índio (National Indian Foundation), the Brazilian government agency responsible for the tutelage of Indigenous people in the country. Becoming Funai can reflect practical aspirations, such as employment in the agency, but it more habitually refers to a diffuse and collective process through which the Kanamari enthusiastically accept many of the laws enforced by Funai and emulate or exaggerate some of its conventions. This includes tattooing Brazilian states insignia on their bodies, suspending work on Sunday, dressing in the Foundation's uniform and naming children after Funai employees. In this article I argue that, far from being a sui generis consequence of Kanamari submission to the trappings of the Brazilian state, "becoming Funai" is a process that must be understood in relation to Kanamari history and mythology. When analyzed in this light, "becoming Funai" reveals itself to be a logical transformation of more ancient Kanamari ideas of asymmetry and submission to others as these ideas are confronted by the tutelary politics of the Brazilian state. <![CDATA[Dislocating the gene: DNA among other technologies for family identification]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-93132016000100133&lng=en&nrm=iso&tlng=en Resumo Neste artigo, inspirado nos estudos de ciência e tecnologia, revisitamos a hipótese de uma possível "genetização" da vida social causada pelo uso do teste de DNA em investigações judiciais de paternidade. Consideramos a produção e os efeitos do teste no contexto, primeiro, da evolução de provas científicas de paternidade, segundo, do aprimoramento de práticas de governo que facilitam a "legibilidade" da população e, finalmente, do quadro afetivo e material de algumas famílias contemporâneas. Esse percurso analítico nos leva a questionar as perspectivas que opõem o genético ao social e a valorizar as sutilezas contextuais dos mundos "locais". O mergulho nos detalhes etnográficos sugere que são em grande medida os elementos mundanos da experiência cotidiana que medeiam o impacto das tecnologias globalizadas.<hr/>Abstract This article, inspired in science and technology studies, revisits the hypothesis of a possible "geneticization" of social life, produced by the use of DNA tests in the judicial investigation of paternity. We consider the test's production and effects, first, in light of the evolution of scientific technologies providing proof of paternity, second, in the context of practices of government aimed at facilitating a population's "legibility" and, finally, as seen through impact on the material and affective ties within certain contemporary families. This analytical trajectory highlighting the contextual subtleties of local worlds leads us to question perspectives based on a social/biological divide. Focus on ethnographic detail suggests, rather, that it is largely the mundane elements of everyday existence that mediate the impact of globalized technologies. <![CDATA[PRIMITIVISMO E IMAGINÁRIO ETNOGRÁFICO NOS PRIMEIROS ESCRITOS DE MICHEL LEIRIS]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-93132016000100157&lng=en&nrm=iso&tlng=en Resumo Nos anos 20 e 30, pari passu com a formação da etnologia como disciplina academicamente postada, o primitivo surge como trunfo retórico das invectivas mais críticas contra os marasmos da civilização branca. Michel Leiris (1901-1990), nos primeiros tempos de sua formação de etnólogo, desperta para as possibilidades de desvio expressivo que ofereciam as artes ditas primitivas. Engajado em uma autorretratística literária afeita à deambulação imaginária pelos lugares da Cultura, da Mitologia e da História, o autor de L'Afrique fantôme (1934) sedimenta seus recursos estilísticos em artigos sulfurosos para a revista de vanguarda Documents (1929-1931), nos quais é possível observar a formação inicial de seu imaginário etnográfico e do que se convenciona chamar, a seu respeito, uma "etnografia de si". Este texto revisita alguns momentos da escrita leirisiana que ajudaram a impregnar de jogos de linguagem e de ficção uma nascente consciência antropológica e etnográfica, pouco propensa à objetividade imparcial e à neutra documentação científica do Outro.<hr/>Abstract In the '20s and '30s, pari passu with the formation of ethnology as an academic grounded discipline, the primitive is asserted as a rhetorical asset for the most critical invectives against the stagnation of Western civilization. Michel Leiris (1901-1990), formerly his training as an ethnologist, awakes to the huge capacity of expressive deviation offered by the so-called primitive arts. Engaged on a literary self-portraiture that appreciates imaginary walking through Culture, Mythology and History, the author of L'Afrique fantôme (1934) builds his expressive resources by means of sulfurous articles for the vanguard magazine Documents (1929-1931), where we can see the initial training of his ethnographic imagination and of his usually called "ethnography of the self". This article revisits some moments of early leirisian writings that impregnated with language games and fiction a nascent anthropological and ethnographic conscience, which is little prone to impartial objectivity and neutral scientific documentation of the Other. <![CDATA[O RUMOR E O TERROR NA CONSTRUÇÃO DE TERRITÓRIOS DE VULNERABILIDADE NA ZONA PORTUÁRIA DO RIO DE JANEIRO]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-93132016000100179&lng=en&nrm=iso&tlng=en Resumo O artigo aborda a existência de um discurso de esvaziamento que produz concomitantemente a urgência de um preenchimento, criando zonas com potencial de gentrificação. A partir de experiências vividas por moradoras ameaçadas de remoção na zona portuária do Rio de Janeiro - especificamente na favela da Providência e seus arredores - o artigo explora as orientações da governamentalidade na produção de deslocamentos forçados, destacando a resiliência como parte de um conjunto de resistências acionadas por essas moradoras para permanecerem na favela. Reconhecendo a produção de um processo de desabitação, o texto descreve as práticas de Estado, especialmente através do rumor e do terror, na construção de territórios de vulnerabilidade.<hr/>Abstract The article discusses the existence of an ullage discourse that simultaneously produces the urgency of a fill, creating zones with gentrification potential. From experiences of residents threatened with removal in the port area of Rio de Janeiro - specifically in the "favela da Providência" and its surroundings - the research explores the guidelines of the governmentality in the production of forced displacement highlighting the resilience as part of a set resistences actuated by these residents to remain in the favela. Recognizing the production of a "desabitação" process, the article describes the practices of governments, especially through rumor and terror, in the building of vulnerability territories. <![CDATA[Learning the art. Participant observation of industrial work]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-93132016000100211&lng=en&nrm=iso&tlng=en Resumo Este texto visa expor a lógica moral e sensual do universo fabril, tentando suplementar as leituras excessivamente técnicas do trabalho com um estudo contextualizado e encarnado das práticas operárias. Nesse sentido, o investigador procedeu a um trabalho de observação participante, trabalhando 14 semanas, em 2007, como operador de máquina numa fábrica de mobiliário do Noroeste português. Um ano mais tarde, em 2008, ele voltaria para estudar a comunidade envolvente por mais 16 semanas. A partir da objectivação sociológica da experiência visceral do trabalho, foi possível conhecer o processo de incorporação do senso prático dos trabalhadores, conhecido localmente como "aprender a arte". Dada a sua relevância, é concedida uma atenção particular às implicações que teve o recurso à observação participante para esta pesquisa sociológica.<hr/>Abstract This article explores the moral and sensual logic of work, trying to supplement the excessively technical interpretations of work through the study of the contextualized and embodied practices of workers. In this sense, the researcher conducted a participant observation inquiry in 2007, working as a machine operator during 14 weeks in a furniture plant in Portugal. One year later, he returned to study the surrounding community for more 16 weeks. Using the sociological objectivation on the visceral experiences of work, it was possible to know the embodiment process of a practical sense, locally known as "learning the art". Due to its methodological relevance, a special attention is given to the consequences that the participant observation brought to this research. <![CDATA[Memórias de uma aprendiz ingênua]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-93132016000100235&lng=en&nrm=iso&tlng=en Resumo Este texto visa expor a lógica moral e sensual do universo fabril, tentando suplementar as leituras excessivamente técnicas do trabalho com um estudo contextualizado e encarnado das práticas operárias. Nesse sentido, o investigador procedeu a um trabalho de observação participante, trabalhando 14 semanas, em 2007, como operador de máquina numa fábrica de mobiliário do Noroeste português. Um ano mais tarde, em 2008, ele voltaria para estudar a comunidade envolvente por mais 16 semanas. A partir da objectivação sociológica da experiência visceral do trabalho, foi possível conhecer o processo de incorporação do senso prático dos trabalhadores, conhecido localmente como "aprender a arte". Dada a sua relevância, é concedida uma atenção particular às implicações que teve o recurso à observação participante para esta pesquisa sociológica.<hr/>Abstract This article explores the moral and sensual logic of work, trying to supplement the excessively technical interpretations of work through the study of the contextualized and embodied practices of workers. In this sense, the researcher conducted a participant observation inquiry in 2007, working as a machine operator during 14 weeks in a furniture plant in Portugal. One year later, he returned to study the surrounding community for more 16 weeks. Using the sociological objectivation on the visceral experiences of work, it was possible to know the embodiment process of a practical sense, locally known as "learning the art". Due to its methodological relevance, a special attention is given to the consequences that the participant observation brought to this research. <![CDATA[DÉLÉAGE, Pierre. 2016. <strong><em>Répartir de zero</em></strong> . Paris: Mix. 91 pp.]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-93132016000100261&lng=en&nrm=iso&tlng=en Resumo Este texto visa expor a lógica moral e sensual do universo fabril, tentando suplementar as leituras excessivamente técnicas do trabalho com um estudo contextualizado e encarnado das práticas operárias. Nesse sentido, o investigador procedeu a um trabalho de observação participante, trabalhando 14 semanas, em 2007, como operador de máquina numa fábrica de mobiliário do Noroeste português. Um ano mais tarde, em 2008, ele voltaria para estudar a comunidade envolvente por mais 16 semanas. A partir da objectivação sociológica da experiência visceral do trabalho, foi possível conhecer o processo de incorporação do senso prático dos trabalhadores, conhecido localmente como "aprender a arte". Dada a sua relevância, é concedida uma atenção particular às implicações que teve o recurso à observação participante para esta pesquisa sociológica.<hr/>Abstract This article explores the moral and sensual logic of work, trying to supplement the excessively technical interpretations of work through the study of the contextualized and embodied practices of workers. In this sense, the researcher conducted a participant observation inquiry in 2007, working as a machine operator during 14 weeks in a furniture plant in Portugal. One year later, he returned to study the surrounding community for more 16 weeks. Using the sociological objectivation on the visceral experiences of work, it was possible to know the embodiment process of a practical sense, locally known as "learning the art". Due to its methodological relevance, a special attention is given to the consequences that the participant observation brought to this research. <![CDATA[MILANO, Laura. 2014. <strong> <em>Usina posporno</em></strong>: <strong> <em>disidencia sexual, arte y autogestión en la pospornografia.</em></strong> Buenos Aires: Título. 156 pp.]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-93132016000100264&lng=en&nrm=iso&tlng=en Resumo Este texto visa expor a lógica moral e sensual do universo fabril, tentando suplementar as leituras excessivamente técnicas do trabalho com um estudo contextualizado e encarnado das práticas operárias. Nesse sentido, o investigador procedeu a um trabalho de observação participante, trabalhando 14 semanas, em 2007, como operador de máquina numa fábrica de mobiliário do Noroeste português. Um ano mais tarde, em 2008, ele voltaria para estudar a comunidade envolvente por mais 16 semanas. A partir da objectivação sociológica da experiência visceral do trabalho, foi possível conhecer o processo de incorporação do senso prático dos trabalhadores, conhecido localmente como "aprender a arte". Dada a sua relevância, é concedida uma atenção particular às implicações que teve o recurso à observação participante para esta pesquisa sociológica.<hr/>Abstract This article explores the moral and sensual logic of work, trying to supplement the excessively technical interpretations of work through the study of the contextualized and embodied practices of workers. In this sense, the researcher conducted a participant observation inquiry in 2007, working as a machine operator during 14 weeks in a furniture plant in Portugal. One year later, he returned to study the surrounding community for more 16 weeks. Using the sociological objectivation on the visceral experiences of work, it was possible to know the embodiment process of a practical sense, locally known as "learning the art". Due to its methodological relevance, a special attention is given to the consequences that the participant observation brought to this research. <![CDATA[PUTNAM, Lara. 2013. <strong><em>Radical Moves</em></strong>: <strong><em>Caribbean Migrants and the Politics of Race in the Jazz Age.</em></strong> Chapel Hill, NC: The University of North Carolina Press. 322pp.]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-93132016000100266&lng=en&nrm=iso&tlng=en Resumo Este texto visa expor a lógica moral e sensual do universo fabril, tentando suplementar as leituras excessivamente técnicas do trabalho com um estudo contextualizado e encarnado das práticas operárias. Nesse sentido, o investigador procedeu a um trabalho de observação participante, trabalhando 14 semanas, em 2007, como operador de máquina numa fábrica de mobiliário do Noroeste português. Um ano mais tarde, em 2008, ele voltaria para estudar a comunidade envolvente por mais 16 semanas. A partir da objectivação sociológica da experiência visceral do trabalho, foi possível conhecer o processo de incorporação do senso prático dos trabalhadores, conhecido localmente como "aprender a arte". Dada a sua relevância, é concedida uma atenção particular às implicações que teve o recurso à observação participante para esta pesquisa sociológica.<hr/>Abstract This article explores the moral and sensual logic of work, trying to supplement the excessively technical interpretations of work through the study of the contextualized and embodied practices of workers. In this sense, the researcher conducted a participant observation inquiry in 2007, working as a machine operator during 14 weeks in a furniture plant in Portugal. One year later, he returned to study the surrounding community for more 16 weeks. Using the sociological objectivation on the visceral experiences of work, it was possible to know the embodiment process of a practical sense, locally known as "learning the art". Due to its methodological relevance, a special attention is given to the consequences that the participant observation brought to this research. <![CDATA[SOUSA, Cássio & ALMEIDA, Fábio (orgs.) 2015. <em>Gestão territorial em terras indígenas no Brasil.</em> Série Via dos Saberes n. 6. Brasília: Ministério da Educação, Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização, Diversidade e Inclusão/ Unesco. 268 pp.]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-93132016000100270&lng=en&nrm=iso&tlng=en Resumo Este texto visa expor a lógica moral e sensual do universo fabril, tentando suplementar as leituras excessivamente técnicas do trabalho com um estudo contextualizado e encarnado das práticas operárias. Nesse sentido, o investigador procedeu a um trabalho de observação participante, trabalhando 14 semanas, em 2007, como operador de máquina numa fábrica de mobiliário do Noroeste português. Um ano mais tarde, em 2008, ele voltaria para estudar a comunidade envolvente por mais 16 semanas. A partir da objectivação sociológica da experiência visceral do trabalho, foi possível conhecer o processo de incorporação do senso prático dos trabalhadores, conhecido localmente como "aprender a arte". Dada a sua relevância, é concedida uma atenção particular às implicações que teve o recurso à observação participante para esta pesquisa sociológica.<hr/>Abstract This article explores the moral and sensual logic of work, trying to supplement the excessively technical interpretations of work through the study of the contextualized and embodied practices of workers. In this sense, the researcher conducted a participant observation inquiry in 2007, working as a machine operator during 14 weeks in a furniture plant in Portugal. One year later, he returned to study the surrounding community for more 16 weeks. Using the sociological objectivation on the visceral experiences of work, it was possible to know the embodiment process of a practical sense, locally known as "learning the art". Due to its methodological relevance, a special attention is given to the consequences that the participant observation brought to this research.