Scielo RSS <![CDATA[Rem: Revista Escola de Minas]]> http://www.scielo.br/rss.php?pid=0370-446720140001&lang=pt vol. 67 num. 1 lang. pt <![CDATA[SciELO Logo]]> http://www.scielo.br/img/en/fbpelogp.gif http://www.scielo.br http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0370-44672014000100001&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt <![CDATA[<b>Avaliação da alteração de litotipos basálticos com base em ensaios de pH, de condutividade elétrica e de carga pontual</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0370-44672014000100002&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt This paper presents the results of an evaluation of the weathering of different basaltic lithotypes (dense basalts, vesicular-amygdaloidal basalts, and basaltic breccias) from four basaltic flows of the Serra Geral Formation of the Itaipu Dam region. Samples were classified according to their degree of weathering based on analysis with a 200X digital microscope and were subjected to pH, electrical conductivity, and point-load strength tests. The results show that pH and electrical conductivity values are effective for the evaluation of weathering, especially when tactile-visual classification does not provide an accurate evaluation of the rock's different degrees of weathering.<hr/>Apresentam-se, nesse artigo, os resultados da avaliação da alteração de diferentes litotipos basálticos (basaltos densos, basaltos vesículo-amigdaloidais e brecha basáltica). As amostras analisadas são oriundas de quatro derrames basálticos da Formação Serra Geral, da região das obras da barragem de Itaipu. Nesse trabalho, são apresentados a classificação do grau de alteração, análises em microscópio digital 200X e ensaios de pH, de condutividade elétrica e de compressão pontual. Os resultados mostraram que os valores de pH e de condutividade elétrica são significativos na avaliação do grau de alteração, especialmente quando as classificações tátil-visuais e de resistência não refletem com tanta precisão esse parâmetro. <![CDATA[<b>Simulação numérica de escoamentos sobre vertedores pelo MEC</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0370-44672014000100003&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt The study of gravity-free surface flows presents difficulties, such as the nonlinearity of the dynamic boundary condition in the free surface, and also the fact that the location of this surface is not known a priori. Traditionally, this phenomenon has been investigated by physical models, but the progress of computer science and numeric methods has allowed more and more the successful use of mathematical models to simulate this type of flow. This work presents a boundary element method (BEM) numerical simulation of spillway flows with discontinuous linear elements. The solution procedure involves an iterative process in the determination of the free surface. The Newton-Raphson method is adopted together with the use of pseudo-nodes on the free surface and an empiric step factor (or damping factor) which controls the stability and the rate of convergence. An example of WES standard spillway shape is presented. The obtained results are compared with experimental data and they check the efficiency and good precision of the adopted method.<hr/>O estudo de escoamentos com superfície livre, sujeitos à ação da gravidade, apresenta dificuldades como a não linearidade da condição de contorno dinâmica na superfície livre e, também, o fato da localização desta superfície não ser conhecida a priori. Tradicionalmente, esse fenômeno tem sido investigado por modelos físicos, mas os avanços da informática e dos métodos numéricos têm permitido cada vez mais o uso de modelos matemáticos com sucesso na simulação desse tipo de escoamento. Esse trabalho apresenta uma simulação numérica de escoamentos sobre vertedores pelo método dos elementos de contorno (MEC) com elementos lineares descontínuos. O procedimento de solução envolve um processo iterativo na determinação da superfície livre. É adotado o método de Newton-Raphson junto com o uso de pseudo-nós na superfície livre e de um parâmetro empírico de relaxação, que controla a estabilidade e a velocidade de convergência. Um exemplo de vertedor padrão tipo WES é apresentado. Os resultados obtidos são comparados com dados experimentais e comprovam a eficiência e a boa precisão do método adotado. <![CDATA[<b>Comportamento mecânico à flexão de concretos autoadensáveis reforçados com fibras híbridas de aço</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0370-44672014000100004&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt The simultaneous use of different types of fibers as reinforcement in concrete, mortar or pastes, can avoid the propagation and widening of cracks at different stages of their load-deflection or stress-strain behavior. The purpose of this article is to evaluate the flexural behavior in the material and structural scale of self-compacting concretes reinforced with meso and macro steel fibers. Two tests were used to mechanically characterize the concretes reinforced with volume fractions of 1 and 1.5% hybrid steel fibers: four point bending tests (material scale) and round panel tests (structural scale). The results indicated that hybridization of fiber reinforcement raised the serviceability limit state of concrete, contributing to increased toughness and load bearing capacity for small levels of displacement and crack openings. Such benefits were more evident in the structural tests considering the degree of hyperstaticity and multiple cracking potential of the panels. In the descending branch of the load-displacement curves, where macro-cracks were predominant, macro-fibers were more efficient in increasing the overall capacity for energy absorption of the composites.<hr/>O uso simultâneo de diferentes tipos de fibras como reforço em concretos, pastas ou argamassas, está diretamente associado ao combate da propagação de fissuras em diferentes estágios do seu comportamento carga-deflexão ou tensão-deformação. O objetivo do presente artigo é avaliar o comportamento à flexão, no nível material e estrutural, de concretos autoadensáveis reforçados com meso e macrofibras de aço. Dois ensaios foram utilizados, visando a caracterizar, mecanicamente, os concretos reforçados com frações volumétricas de 1 e 1,5% de fibras híbridas de aço: resistência à flexão em quatro pontos (nível material) e resistência à flexão em painéis circulares de concreto (nível estrutural). Os resultados obtidos indicaram que a hibridização do reforço fibroso elevou o estado-limite de utilização dos concretos, contribuindo para o aumento da tenacidade e da capacidade de carga para pequenos níveis de deslocamento e aberturas de fissura. Tais benefícios se mostraram mais evidentes nos ensaios estruturais, tendo em vista o grau de hiperestaticidade e o potencial de múltipla fissuração dos painéis. No ramo descendente das curvas carga-deslocamento, quando macrofissuras eram predominantes, as macrofibras mostraram-se mais eficientes, aumentando a capacidade global de absorção de energia dos compósitos. <![CDATA[<b>Influência das condições de queima nas características físico-químicas das cinzas de bagaço de cana-de-açúcar</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0370-44672014000100005&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt The effect of calcination temperature and air flow on the content of organic material, morphology of particles, degree of crystallinity and the reactivity with lime solution of the sugar cane bagasse ash is evaluated. The results show that the long fibers of the bagasse and organic material are retained when calcination occurs without sufficient air flow. Calcining with forced air-flow breaks the fibers, removes organic material and produces fine particles at a temperature of 600ºC. The non-organic material observed in the ash displays a high degree of crystallinity. Experiments show that the crystalline structure observed in the ashes is due to adhered sand which was not previously washed away. The reduction on the conductivity in lime solution and X-rays diffraction pattern suggest that amorphous silica is formed at temperatures lower than 600ºC and cristobalite is formed at higher temperatures.<hr/>Esse estudo avalia a influência das condições de queima do bagaço de cana-de-açúcar (BCA) nas características físico-química das cinzas geradas. A queima foi realizada nas temperaturas de 400, 600 e 800ºC com e sem circulação de ar no forno. As cinzas obtidas após a queima foram caracterizadas de acordo com o grau de cristalinidade, morfologia, análise granulométrica, ensaios de perda ao fogo e de reatividade em solução saturada de hidróxido de cálcio. Foi observado que a queima com circulação de ar desfaz as fibras, consome o material orgânico e produz partículas finas a uma temperatura de 600ºC. O material não orgânico observado nas cinzas apresenta alto grau de cristalinidade. Ensaios em material lavado em laboratório sugerem que a estrutura cristalina observada nas cinzas é areia proveniente da contaminação do solo. A redução na condutividade em uma solução de hidróxido de cálcio e a difração de raios X sugerem que a sílica amorfa é formada em temperaturas inferiores a 600ºC e a cristobalita é formada em temperaturas mais elevadas. <![CDATA[<b>Quantificação mineralógica de bauxita boehmítica por difração de raios X</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0370-44672014000100006&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt A quantificação de boehmita em bauxita é de fundamental importância para a determinação da temperatura de digestão no processo Bayer, mas não existe, na literatura, nenhum método rápido e confiável, para se realizar essa determinação. Portanto, nesse trabalho, utilizou-se a difração de raios X, para se realizar a quantificação de boehmita, gibbsita, hematita e goethita em bauxita. Uma amostra de bauxita, oriunda de Gana e contendo 45% de gibbsita e 43% de boehmita, foi submetida a uma lixiviação cáustica a 160ºC, para a remoção da gibbsita. O resíduo da lixiviação, completamente isento de gibbsita, foi tratado com o sistema ditionito-citrato-bicarbonato, para a remoção dos oxi-hidróxidos de ferro, resultando em uma amostra contendo cerca de 85%-89% de boehmita e 9% de TiO2. Curvas de calibração correlacionando as intensidades dos picos de difração com os teores das fases mineralógicas foram obtidas, para padrões preparados pela mistura de quantidades conhecidas de gibbsita, hematita e goethita com a amostra purificada de bauxita. Correlações significativas foram obtidas para os planos cristalográficos (020), (051), (002) e (251) da boehmita; (110), (200), (11-2) e (024) da gibbsita; (012), (024) e (110) da hematita; e (110) e (021) da goethita. Essas correlações podem ser utilizadas, para se quantificar o teor dessas fases em amostras semelhantes de bauxita.<hr/>The quantitative analysis of boehmite in bauxite is of fundamental importance to determine the digestion conditions in the Bayer process. However, no method is reported in literature to perform this analysis. Hence, X-ray diffraction was used in this work to quantify boehmita, gibbsite, hematite and goethite in bauxite. A sample from Ghana containing 45% of gibbsite and 43% of boehmite was subjected to a caustic leaching at 160oC for the removal of gibbsite. The residue, virtually exempt of gibbsite, was treated with the dithionite-citrate-bicarbonate system for the removal of the iron oxy-hydroxides. The final product contained about 85%-89% of boehmite and 9% of TiO2. Calibration curves correlating the intensities of the X-ray diffraction peaks with the amounts of the mineralogical phases were obtained after mixing known quantities of gibbsite, hematite and goethite to the purified bauxite sample. Highly significant correlations were obtained for the crystallographic planes (020), (051), (002) and (251) of boehmita; (110), (200), (11-2) and (024) of gibbsite; (012), (024) and (110) of hematite; e (110) and (021) of goethite. These correlations can be used to quantify the amounts of the above mentioned phases in a unknown bauxite sample. <![CDATA[<b>Comparação entre bentonita e serpentinito no processo de produção de pelotas de minério de ferro</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0370-44672014000100007&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Pelletizing iron ore fines is an agglomeration process that through a thermal treatment converts the ultra-fines fraction thereof into small balls ranging in size from 8mm (0.31 in.) to 18mm (0.71 in.), with adequate characteristics for feeding steel reduction works. The binder more used to make pellets is bentonite, which is an item of significant cost in the process. The present paper aims at evaluating the use of serpentinite instead of bentonite. The results obtained show that the full substitution of bentonite for serpentinite is unfeasible. However a potential does exist for using serpentinite and bentonite together in the iron ore palletizing process in the proportion of 1:1.<hr/>A pelotização dos finos de minério de ferro é um processo de aglomeração, que, através de um tratamento térmico, converte a fração ultrafina em esferas de tamanhos na faixa de 8mm (0,31 pol. ) a 18 mm (0,71 pol. ), possuindo características apropriadas para alimentação das unidades de redução das usinas siderúrgicas. O ligante mais utilizado para a produção de pelotas é a bentonita, que é um item de custo significativo para o processo. Esse trabalho propõe uma avaliação do emprego do serpentinito em substituição a bentonita. Os resultados obtidos indicam que à substituição total da bentonita pelo serpentinito é inviável. Mas existe potencial para a utilização do serpentinito combinado com a bentonita, na razão 1:1, no processo de pelotização de minério de ferro. <![CDATA[<b>Degradação granulométrica de um importante minério de manganês do Brasil</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0370-44672014000100008&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt The manganese lump ore from Morro da Mina mine is typically silicate carbonated and presents a great economic potential for the ferroalloy companies installed in Minas Gerais. However, its low manganese content, associated with the lack of knowledge about its metallurgical properties makes it difficult for large scale application. This pioneering study aimed to amply investigate this lump ore's particle disintegration. One ton of ore from the mine was homogenized and quartered. Representative samples were characterized by different techniques, such as ICP-AES, XRD, SEM, BET and OM. Aiming to characterize particle disintegration, three parameters were proposed: Cold Disintegration Index (CDI), Decrepitation Index (DI) and Heating Disintegration Index (HDI). By using these indexes, it was possible to conclude that this manganese lump ore did not present significant disintegration at room temperature. At medium temperature test, slight decrepitation occurred, and at high temperatures, intense disintegration was detected. The carbonate decomposition and porosity growth were the main responsible factors for the ore hot particle disintegration.<hr/>O Produto Granulado de Morro da Mina é um minério de manganês silicatado carbonatado que apresenta grande potencial econômico para as empresas de ferro ligas instaladas em Minas Gerais. Entretanto o baixo teor de manganês e o pouco conhecimento a respeito de suas propriedades metalúrgicas dificultam a sua aplicação. Esse trabalho, pioneiramente, propõe um estudo a respeito da degradação granulométrica das suas partículas a frio e a quente. Uma tonelada do material foi recebida, homogeneizada e quarteada. Amostras representativas foram caracterizadas pelas técnicas de ICP-AES, DRX, MEV-EDS, BET e MO. Foram propostos três parâmetros para a caracterização da degradação: índice de desintegração granulométrica a frio (DGF), o índice de crepitação (IC) e o índice de desintegração granulométrica a quente (DGQ). Por meio deles, foi possível observar que o Granulado de Morro da Mina não apresenta significativa degradação granulométrica por crepitação, entretanto apresenta uma intensa degradação após ser submetido a ciclos térmicos de calcinação e de pré-redução, não existindo significativas diferenças entre os dois. A decomposição térmica dos carbonatos de manganês e o consequente aumento da porosidade são os principais fatores responsáveis pela desintegração do minério. <![CDATA[<b>Estudo da cinética de austenitização isócrona em um aço de baixo carbono</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0370-44672014000100009&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt The austenite formation under isochronal conditions in Nb microalloyed low carbon steel was studied by means of dilatometric analysis and the data was adjusted to the Johnson-Mehl-Avrami-Kolmogorov (JMAK) equation, for different heating rates and for three initial microstructures. It was shown that the kinetics of austenitization of a pearlite+ferrite structure is faster than that of martensite (tempered martensite) at a heating rate of 0.1ºC/s. For heating rates higher than 0.1ºC/s, the kinetics of austenitization of a martensite structure is faster than of pearlite+ferrite one. The K parameter of the JMAK equation increases with the heating rate for the three previous microstructures and it is greater for the initial microstructure composed of ferrite+pearlite. At lower heating rates, the formation of austenite in this steel is controlled by carbon diffusion, independently of the initial microstructure. At higher heating rates, the formation of austenite from an initial microstructure composed of pearlite and ferrite is controlled by interface-controlled transformation.<hr/>Foi estudada a formação da austenita em condições isócronas em um aço de baixo carbono e microligado com Nb por meio de análise dilatométrica, com o ajuste dos dados à equação de Johnson-Mehl-Avrami-Kolmogorov (JMAK), para diferentes taxas de aquecimento e para três diferentes microestruturas iniciais. Foi mostrado que a cinética de austenitização da estrutura perlita+ferrita é mais rápida que a da martensita (martensita revenida) à taxa de aquecimento de 0,1ºC/s. Para taxas de aquecimento maiores que 0,1ºC/s, a cinética de austenitização da estrutura martensítica é maior que da estrutura perlita+ferrita. O parâmetro K da equação de JMAK aumenta com a taxa de aquecimento para as três microestruturas prévias e é maior para a microestrutura inicial composta de perlita+ferrita. A baixas taxas de aquecimento, a formação da austenita é controlada pela difusão de carbono, independentemente da microestrutura inicial. A altas taxas de aquecimento, a formação da austenita da microestrutura inicial composta de perlita+ferrita é uma transformação controlada pela interface. <![CDATA[<b>Remoção de matéria orgânica de emulsões óleo-água por eletrocoagulação</b>: <b>2 - modelo matemático</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0370-44672014000100010&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt A mathematical model of the organic matter (chemical oxygen demand - COD) removal from synthetic oil-water emulsions by the electrocoagulation process was developed to evaluate the COD abatement. The model comprises the three fundaments of electrocoagulation: electrochemistry, coagulation and flotation. By comparing the experimental and calculated values of COD, it was found that the model was able to adequately predict the concentrations of organic matter (COD) present in the emulsions and satisfactorily describe the electrocoagulation process.<hr/>Um modelo matemático da remoção de matéria orgânica (demanda química de oxigênio - DQO) de emulsões sintéticas água-óleo pelo processo de eletrocoagulação foi desenvolvido para avaliar a redução da DQO. O modelo compreende os três fundamentos da eletrocoagulação: coagulação, eletroquímica e flotação. Ao comparar os valores experimentais e calculados de DQO, verificou-se que o modelo foi capaz de predizer a concentração de matéria orgânica (DQO) presente nas emulsões e descrever satisfatoriamente o processo de eletrocoagulação. <![CDATA[<b>Uso de separação gravimétrica na concentração de metais provenientes de sucatas de placas de circuito impresso.</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0370-44672014000100011&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt The amount of solid waste generated by all segments of society has increased in past decades. Annually, in Brazil, 96,000 tonnes of electronic scrap are generated from computers. The incorrect disposal of this waste creates environmental damage, generating loss of materials that could be reused and / or recycled, reducing the extraction of recyclable materials to produce new materials. The printed circuit boards (PCB) represent approximately 30% of the electronic waste generated and its recycling is a complex process, but very important for the recovery of metals of high economic value. Industrial processes for the recovery of metals from PCB are based on pyrometallurgy and hydrometallurgy. In both cases, it is possible to carry out a pretreatment that involves the use of mechanical processes. Therefore, for this paper, the concentration of the metallic fraction of PCB through the use of a Mozley concentrator was enabled. The results show that it is possible to obtain significant quantities of metals such as copper (concentration 85%), tin (95%), and silver (98%) in the fractions of interest.<hr/>A quantidade de resíduos sólidos gerados por todos os segmentos da sociedade tem aumentado nas últimas décadas. Anualmente, no Brasil, são gerados 96 mil toneladas de sucata eletrônica proveniente de computadores. O descarte incorreto desses resíduos gera danos ao meio ambiente, bem como perda de materiais que poderiam ser reaproveitados e/ou reciclados, diminuindo, assim a extração de matérias-primas para a produção de novos materiais. As placas de circuito impresso (PCI) correspondem a, aproximadamente, 30% da sucata eletrônica gerada. Cabe ressaltar que realizar a reciclagem dessa sucata é um processo complexo, porém de extrema importância para a recuperação de metais de grande valor econômico. Os processos industriais, para a recuperação de metais provenientes de PCI, são baseados, em pirometalurgia e hidrometalugia. Em ambos os processos, é possível fazer um pré-tratamento, que consiste no uso de processos mecânicos. Desta forma, nesse trabalho, foi realizada a concentração da fração metálica das PCI através do uso de um concentrador Mozley. Os resultados mostram que é possível obter quantidades significativas de metais como cobre (concentração de 85%), estanho (95%) e prata (98%) nas frações de interesse. <![CDATA[<b>Modelagem numérica da ruptura por flambagem em um talude de mina</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0370-44672014000100012&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt In this work the failure mechanism of flexural buckling that occurred in Pau Branco Mine, of Vallourec & Mannesman Group, in 2002, was studied through the finite element method. The software Phase2, from Rocscience Inc. was employed in the analyses. Despite being a method applicable to continuous rock masses, discontinuities may be included in the model using joint elements. Modeling is simpler, avoiding the difficulties of using distinct element methods, due to the relative complexity of the geological section examined, where it was necessary to represent the variability of the foliation attitude, due to the pattern of the observed folds. The consideration of this variability was essential to reproduce buckling failure. Back analyses of failure mechanism were done, leading to representative values of the in situ stress state and the normal and shear stiffness modulus of the foliation discontinuities. The parameters generated by the analyses are extremely useful for further stability analyses in the phyllite slopes of Pau Branco Mine.<hr/>Nesse trabalho, o mecanismo de ruptura por flambagem flexural ocorrido na Mina Pau Branco, do Grupo Vallourec & Mannesman, em 2002, foi estudado a partir da aplicação de modelagem numérica por elementos finitos. O programa Phase2, da Rocscience Inc., foi empregado nas análises. Apesar de ser um método aplicável a maciços contínuos, as descontinuidades podem ser incluídas no modelo, utilizando-se elementos de juntas. A modelagem é mais simples, evitando-se as dificuldades de utilização de um modelo de elementos distintos, devido à relativa complexidade geológica da seção analisada, onde foi necessário representar a variabilidade da atitude da foliação, devido ao padrão de dobramentos observado. A consideração dessa variabilidade de atitude foi essencial para reproduzir a ruptura por flambagem. Foram feitas retroanálises do mecanismo de ruptura, obtendo-se valores representativos do estado de tensões in situ e dos módulos de rigidez normal e cisalhante das descontinuidades de foliação. Os parâmetros gerados pelas análises são extremamente úteis para futuras análises de estabilidade nos taludes de filito da Mina Pau Branco. Além disso, o trabalho também serve de referência para estudos futuros de flambagem flexural, já que são muito raros os trabalhos envolvendo a modelagem numérica desse mecanismo. <![CDATA[<b>Estudo comparativo dos principais espumantes com o uso de uma nova técnica HYDROMESS</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0370-44672014000100013&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Stability of bubble size in the pulp zone and froth control is an important parameter for a successful flotation process. The present study compares the action of the main frothers in terms of: mean bubble size in the pulp zone, froth stability, surface-tension-lowering ability and reagent participation in flotation of a naturally hydrophobic mineral. Bubble size was determined using a new technique adapted from HYDROMESS, a device designed to measure drop size. The remaining indicators were obtained by determining surface tension and conducting flotation tests with the addition of hydrophobic (graphite) and hydrophilic (calcite) particles. The results indicate that methyl isobutyl carbinol (MIBC) is the most efficient frother in controlling coalescence, with critical coalescence concentration (CCC) reached at 20 ppm. Moreover, this frother has greater potential for selective action, since it increased calcite entrainment by only 2.3% at a concentration of 30 ppm. In flotation tests with a sample of graphite, MIBC produced higher recoveries.<hr/>A estabilidade do tamanho das bolhas na zona de polpa e o controle da zona de espuma são passos importantes para o êxito de um processo de flotação. O estudo compara a ação dos principais espumantes com relação ao tamanho médio das bolhas na zona de polpa, à estabilidade da espuma, à capacidade de abaixamento da tensão superficial e à participação do reagente na flotação de um mineral naturalmente hidrofóbico. O tamanho das bolhas foi determinado com o uso de uma nova técnica adaptada com base no HYDROMESS, equipamento projetado para a medição do tamanho de gotas. Os demais indicadores foram obtidos por meio de determinação da tensão superficial e de testes de flotação com a adição de partículas hidrofóbicas (grafita) e hidrofílicas (calcita). Os resultados indicam que o metilisobutilcarbinol (MIBC) é o espumante mais eficiente no controle da coalescência, com a concentração crítica de coalescência (CCC) sendo atingida com 20 ppm. Além disso, possui maior potencial para uma ação seletiva, já que, numa concentração de 30 ppm, aumentou o arraste da calcita em apenas 2,3%. Nos testes de flotação com uma amostra de grafita, o MIBC proporcionou as maiores recuperações. <![CDATA[<b>Critérios e ferramentas de gestão das minas paralisadas de minério de Ferro</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0370-44672014000100014&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt This paper presents a tool for managing inoperative mines under the responsibility of the Mine Closure and Projects Management/Ferrous Planning and Development Department - Vale S.A., Brazil. Inoperative mines are defined as mines where mining operations are temporarily suspended and there is no definitive strategy regarding their closure. The main management challenges are to: (i) act in a variety of environments and conditions based on action priorities; (ii) identify the main company's image risks; (iii) plan for maintenance and monitoring; (iv) take care of environmental conditions of the sites and follow up audit recommendations; (v) coordinate the field operations and site rehabilitation; (vi) re-evaluate the rehabilitation performance of the site over time, (vii) support the mine closure team. The tool is based on the consolidation of field information through qualitative and quantitative analyses of the environmental risks and quality of each mine. These analyses support the decision-making process and the prioritisation of action to be taken. The tool provides a performance evaluation of the sites, allowing evaluation over time of the maintenance and rehabilitation actions carried out. The input for the tool consists of primary and secondary data (geotechnical and environmental) collected during fieldwork, which is then processed in spreadsheets. These assign prioritisation values based on two main themes: environmental risk and quality. Each of these themes has specific groups of subjects. The prioritization spreadsheet generates thematic maps that present the classification of the mine areas and the action priorities. The tool output is an action plan that guides management, considering all the structures of each site under its responsibility.<hr/>Esse trabalho apresenta uma ferramenta para gerenciamento de minas inoperantes sob a responsabilidade da Gerência de Fechamento de Mina e Projetos de Ferrosos/Departamento de Planejamento e Desenvolvimento de Ferrosos - Vale SA, Brasil. Minas inoperantes são definidas como minas nas quais as operações de lavra estão, temporariamente, suspensas e não há nenhuma estratégia definitiva de encerramento. Os principais desafios de gestão são: (i) atuar em uma variedade de ambientes e condições com base nas prioridades de ação, (ii) identificar riscos à imagem da empresa, (iii) planejar atividades de manutenção e monitoramento, (iv) cuidar das condições ambientais dos locais e seguir as recomendações de auditoria, (v) coordenar as operações de campo e de reabilitação local, (vi) reavaliar o desempenho de reabilitação do sítio ao longo do tempo, (vii) apoiar a equipe local de fechamento de mina. A ferramenta é baseada na consolidação das informações de campo através de análises qualitativas e quantitativas dos riscos ambientais e da qualidade de cada mina e suas diversas estruturas, por exemplo, cava, barragens de rejeitos e pilhas de estéril. Essas análises apoiam o processo de tomada de decisão e priorização de ações. A ferramenta fornece uma avaliação de desempenho das diversas estruturas, permitindo a avaliação, ao longo do tempo, das ações de manutenção e reabilitação realizadas. A ferramenta é alimentada por dados primários e secundários (geotécnicos e ambientais) coletados durante os trabalhos de campo, para posterior tratamento em planilhas. Nessas planilhas, são atribuídos valores de prioridades com base em dois temas principais: risco e qualidade ambiental. Cada um desses temas inclui grupos específicos como vegetação, influência humana e aspectos geotécnicos, entre outros - e cada grupo é subdividido em itens com classificação específica. A planilha de priorização gera mapas temáticos que apresentam a classificação das áreas das minas, bem como as prioridades de ação. Resulta dessa ferramenta um plano de ação que orienta a gestão, considerando-se todas as estruturas de cada local sob sua responsabilidade. O desenvolvimento e utilização da ferramenta têm tornado possível a criação de planos de ação mais pormenorizados e eficazes, proporcionando uma maior precisão no tratamento de irregularidades, possibilitando uma avaliação do desempenho de cada área, minimizando o risco de exposição da empresa e fornecendo uma base de dados confiável, para a concepção, a implementação e o monitoramento de planos de fechamento. <![CDATA[<b>Cálculo da carga circulante em circuitos de moagem</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0370-44672014000100015&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt A problem for solving mass balances in mineral processing plants is the calculation of circulating load in closed circuits. A family of possible methods for the resolution of these calculations is the iterative method, consisting of a finite loop where in each iteration the initial solution is refined in order to approach the exact solution. The present work presents a low-complexity iterative algorithm for circulating load calculation in mineral processing closed circuits, thus enabling the construction of reliable mass, metallurgical and water balances. The proposed equations on the algorithm were obtained through the analysis of many industrial systems, taking into account the process operational parameters. A validation was performed with real industrial data, in order to ensure a greater reliability of the obtained results. Two different types of closed circuits are presented, each one with different levels of complexity, to clarify the proposed algorithm. With the results, it is possible to affirm that the proposed iterative algorithm can be successfully applied to any kind of closed circuit in mineral processing. The results were satisfactory with respect to processing speed, convergence of the solution and the number of iterations required for the circulating load calculation.<hr/>Um problema para a resolução de balanços de massa, em usinas de processamento mineral, é o cálculo da carga circulante presente em circuitos fechados. Uma família de métodos possíveis de aplicação, para a resolução desse cálculo, diz respeito aos métodos iterativos, que consistem em um loop finito, no qual a cada iteração a solução inicial do sistema é refinada de modo a se aproximar da solução real. O presente trabalho apresenta um algoritmo iterativo de baixa complexidade, para o cálculo de carga circulante em circuitos fechados, possibilitando, assim, a construção de balanços de massa, metalúrgico e de água que seja confiável. As equações propostas, no algoritmo, foram obtidas através da análise de diversos sistemas industriais, levando-se em conta os parâmetros operacionais do processo. A validação do método foi realizada com dados industriais reais, visando a assegurar uma maior confiabilidade dos resultados obtidos. Dois diferentes tipos de circuitos fechados, com diferentes níveis de complexidade, são apresentados de modo a elucidar o algoritmo proposto, permitindo-se afirmar que tal algoritmo pode ser aplicado a qualquer circuito fechado, no processamento de minerais. Os resultados obtidos foram satisfatórios, no que tange à velocidade de processamento, à convergência da solução e ao número de iterações necessárias para o cálculo da carga circulante. <![CDATA[<b>Avaliação de duas metodologias de ensaios cinéticos para previsão de drenagem ácida de mina em amostras de estéril de mineração de urânio</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0370-44672014000100016&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Acid mine drainage is the result of the oxidation process of sulfide bearing rocks. This process occurs when the sulfide material is exposed to atmospheric conditions. Under these conditions, successive oxidation reactions yield sulfuric acid generating acidic waters. This problem becomes more serious when the surrounding rocks are not able to neutralize the acid. The low pH condition of the drained water accelerates the solubility process of solid materials (rocks, soils and sediments) and favors metal and metalloid leaching making them available to the environment, which impairs the hydric system quality. This is a quite common situation at abandoned mines where the material is exposed, as at theOsamu Utsumi Mine in Caldas, MG. The main goal of this work was to assess and compare two kinetic tests in an attempt to predict the acid generation from the waste rock of the Osamu Utsumi Mine. The tests were carried out using a Soxhlet extractor and a leaching column. The leachate from the two tests was analyzed for the physical-chemical parameters (pH, Eh and electric conductivity) and metals and metalloids.<hr/>A drenagem ácida de mina é o resultado do processo de oxidação de rochas que contêm minerais sulfetados. Esse processo ocorre quando o material sulfetado é exposto a condições atmosféricas. Nessas condições, sucessivas reações de oxidação dos sulfetos levam à formação de águas ácidas. Isto é agravado quando as rochas existentes no local não têm capacidade de neutralizar o ácido formado. A condição de baixo pH da água drenada acelera o processo de solubilização de materiais sólidos (rochas, solos e sedimentos) e favorece a lixiviação de metais e metaloides, tornando-os disponíveis no ambiente, fato que pode comprometer a qualidade dos cursos d'águas adjacentes. Esse quadro é muito comum em minas abandonadas, nas quais o material retirado fica exposto, como é o caso da Mina Osamu Utsumi, em Caldas-MG. O objetivo desse trabalho foi avaliar e comparar dois tipos de ensaios cinéticos, na tentativa de prever a geração ácida do estéril da Mina Osamu Utsumi. Os ensaios foram realizados em extrator Soxhlet e coluna de lixiviação. Os lixiviados obtidos nos ensaios foram analisados para parâmetros físico-químicos (pH, Eh e CE) e metais e metalóides.