Scielo RSS <![CDATA[Revista Brasileira de Educação Especial]]> http://www.scielo.br/rss.php?pid=1413-653820160003&lang=en vol. 22 num. 3 lang. en <![CDATA[SciELO Logo]]> http://www.scielo.br/img/en/fbpelogp.gif http://www.scielo.br <![CDATA[Editorial]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-65382016000300323&lng=en&nrm=iso&tlng=en <![CDATA[Social Communication Characteristics and Specificities in Autism Spectrum Disorder]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-65382016000300325&lng=en&nrm=iso&tlng=en RESUMO: este artigo descreve e problematiza as características da Comunicação Social na Perturbação do Espetro do Autismo (PEA), tendo por base os critérios de diagnóstico do Manual de Diagnóstico das Perturbações Mentais, DSM 5. Destaca, entre outros aspetos, a fusão da interação social com a comunicação relevando a sua importância para a definição do diagnóstico e da intervenção em crianças com PEA. Confronta ainda as diferentes perspectivas que sustentam argumentos e críticas à classificação proposta pelo DSM-5. Analisa a especificidade da linguagem, do discurso, da pragmática, da prosódia da sintaxe, da morfologia e da semântica na criança com PEA, bem como as suas implicações na adequação e desenvolvimento das suas competências comunicativas. A identificação destas competências reforça a importância de uma intervenção o mais precoce possível, realizada nos contextos naturais, da criança e da sua família, que objetive a potencialização de níveis de envolvimento e participação da criança, promotores de oportunidades de aprendizagem e de desenvolvimento das suas competências comunicativas e sociais.<hr/>ABSTRACT: This article describes and discusses the characteristics of Social Communication in Autism Spectrum Disorder (ASD) based on the diagnostic criteria of the Diagnostic and Statistical Manual of Mental Disorders, DSM 5. It highlights, among others, the merger of social interaction and communication and its importance for diagnosis and intervention of children with ASD. It also confronts the different perspectives that underpin arguments and criticisms to the classification proposed by DSM-5. It analyzes the specificity of language, discourse, pragmatics, syntax prosody, morphology and semantics in children with ASD as well as their implications for adaptation and development of their communicative skills. Identifying these skills reinforces the importance of the earliest intervention possible, conducted in the child and family's natural contexts aiming to enhance involvement levels and participation of the child, promoters of learning opportunities and development of their communicative and social skills. <![CDATA[AIDED Communicators Strategies to Instruct Communication Partners when Constructing Physical Models]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-65382016000300337&lng=en&nrm=iso&tlng=en RESUMO: este estudo teve como objetivo analisar as estratégias utilizadas pelos comunicadores auxiliados e comunicadores naturalmente falantes ao instruir um parceiro de comunicação para a construção de modelos físicos. Os participantes foram 18 comunicadores auxiliados e 18 comunicadores naturalmente falantes de um grupo de comparação, com idade entre 5-15 anos, do Brasil e da Noruega. Além disso, três diferentes grupos de parceiros de comunicação naturalmente falantes participaram da pesquisa: pais, colegas e profissional. Em um primeiro momento, as crianças comunicadores auxiliados foram avaliadas. Em seguida, as tarefas de construção foram administradas. Nessa tarefa, os comunicadores auxiliados e as crianças do grupo de comparação tiveram que instruir o parceiro de comunicação para construir modelos físicos. Os participantes foram filmados ao fazer a construção e as gravações foram transcritas. Foi realizada a análise de conteúdo, de que resultou no delineamento de categorias, e os resultados foram analisados qualitativa e quantitativamente. Este estudo sugere que existem diferenças entre as estratégias utilizadas nas construções. Comunicadores auxiliados e seu parceiro de comunicação usam mais tempo para concluir as construções. No entanto, ambos os grupos usaram a linguagem para instruir o parceiro de comunicação e finalizar as construções.<hr/>ABSTRACT: This study aimed to analyze the strategies used by aided communicators and of naturally speaking communicators to instruct a communication partner for the construction of physical models. Participants were 18 aided communicators and 18 naturally speaking communicators of a comparison group, aged 5-15 years, from Brazil and Norway. In addition, three different groups of naturally speaking communication partners participated in the research: parents, peers and one professional. At first, the aided communicator children were evaluated. Next, the construction tasks were administered. In this task, aided communicators and comparison group had to instruct the communication partner to build physical models. Participants were filmed during the building and the recordings were transcribed. Content analysis was performed, which resulted in the delineation of categories, and the results were qualitatively and quantitatively analyzed. This study suggests that there are differences between the strategies used in the constructions. Aided communicators and their communication partners spent more time to complete the construction. However, both groups used the language to instruct the communication partners and finish the constructions. <![CDATA[Contributions of Alternative Communication in the Process of School Inclusion of a Student with Autism Spectrum Disorder]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-65382016000300351&lng=en&nrm=iso&tlng=en RESUMO: o presente estudo é a continuidade de uma pesquisa maior, cujo objetivo foi implementar um programa de capacitação oferecido a professores da rede municipal do RJ, atuando no Atendimento Educacional Especializado (AEE) para introduzir o uso do sistema PECS-Adaptado junto aos alunos com Transtorno do Espectro do Autismo (TEA). Ao término da pesquisa, surgiram questionamentos, dando origem a esta investigação, que foi dividida em dois estudos: primeiro foi o follow-up da pesquisa maior e teve como objetivo verificar a eficácia e continuidade do uso do PECS-Adaptado pela professora do AEE com seu aluno com TEA. Foi realizado em uma sala de recursos no município do RJ e participaram da pesquisa a professora e o aluno com TEA. Ocorreram sete sessões, que foram analisadas a partir de um protocolo de registro dos níveis de apoio oferecido nas fases do PECS-Adaptado. Os resultados sinalizaram continuidade no uso do sistema pela professora. O Estudo II objetivou analisar as interações comunicativas do mesmo aluno do estudo I com uma professora e uma estagiária em ambiente de sala de aula regular. Foram realizadas 10 sessões de observação e intervenção quanto aos atos comunicativos e estes foram categorizados e dispostos em quadros para melhor visualização. Os resultados mostraram maior interação comunicativa do aluno com a estagiária na fase de intervenção, além de generalizar o uso do PECS-Adaptado na sala de aula regular. Concluiu-se que a comunicação é um dos fatores fundamentais para que a inclusão escolar de um aluno com TEA ocorra de forma mais efetiva.<hr/>ABSTRACT: This study is the continuation of a larger research aimed to implement a training program offered to the teachers of Rio de Janeiro, working in the Specialized Education Service to introduce the use of Adapted-PECS system to the students with Autism Spectrum Disorder (ASD). At the end of the study, questions were raised, which originated this research, and were divided into two studies: the first one was the follow-up of the major research and aimed to verify the effectiveness and continued use of Adapted-PECS by the teacher with the student with ASD. It was conducted in a Multifuncional Resources classroom in RJ with the participation of the teacher and the student with ASD as study subjects. Data was collected in seven sections, which were analyzed from a record protocol of support levels offered in the phases of Adapted-PECS. The results showed continuity in the use of the system by the teacher. Study II aimed to analyze communicative interactions of the same student in Study I with a teacher and a trainee in the regular classroom environment. A series of 10 observation sessions and intervention were conducted to verify the communicative acts, which were categorized and arranged in tables. The results showed higher communicative interaction with the student and the trainee in the intervention phase, in addition to generalize the use of adapted-PECS in the regular classroom. It was concluded that communication is one of the key factors for effective school inclusion of a student with ASD. <![CDATA[Being the Sibling of a Deaf Person: Reports from Childhood to Adulthood]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-65382016000300367&lng=en&nrm=iso&tlng=en RESUMO: o objetivo do presente estudo foi analisar a experiência de irmãos de pessoas surdas acerca de sua história de vida e das implicações da deficiência nos relacionamentos fraternos. Tratou-se de um estudo exploratório, de abordagem qualitativa, que contou com a participação de cinco irmãos de pessoas surdas com idade entre 31 a 44 anos. Para a coleta de dados foram utilizados os seguintes instrumentos: questionário de identificação e roteiro de entrevista em profundidade. Os dados obtidos foram analisados a partir do modelo de produções de sentido das práticas discursivas. Os principais resultados apontaram que a dificuldade de comunicação entre os participantes e seus irmãos surdos repercutiu em questões nos relacionamentos desde a infância até a fase adulta. Considera-se que as questões inerentes à deficiência trouxeram consequências a todos os membros da família, em especial nos quesitos relacionamentos e comunicação e que disponibilizar atenção especializada aos pais e irmãos destas pessoas auxiliaria no manejo das situações vinculadas à deficiência e fortalecimento dos vínculos familiares.<hr/>ABSTRACT: The aim of this study was to analyze the experience of deaf persons' siblings about their life stories and the implications of the disability in fraternal relationships. This was an exploratory study of qualitative approach, which included the participation of five siblings of deaf persons aged 31-44 years. The following instruments for data collection were used: identification questionnaire and in-depth interview guide. Data were analyzed from Social Representation Analysis. The main results showed that the difficulty in communicating with their deaf siblings reflected in difficulties in relationships that persisted from childhood to adulthood. It is considered that the issues relating to the disability brought repercussions to all family members, especially in the communication and relationship categories and that providing specialized care to the parents and siblings of deaf persons would help in coping with situations related to the disability and in strengthening family ties. <![CDATA[Development of Metaphonological and Reading and Writing Skills in Students with Down Syndrome]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-65382016000300381&lng=en&nrm=iso&tlng=en RESUMO: este artigo teve como objetivo investigar os resultados produzidos pela aplicação de um programa de intervenção pedagógica que englobou o ensino do alfabeto associado ao treinamento de habilidades metafonológicas com vistas à aprendizagem da leitura e escrita. Participaram da pesquisa cinco crianças e adolescentes com Síndrome de Down, com idades entre 9 e 15 anos que estavam iniciando o processo de alfabetização. A pesquisa contou com a aplicação de pré-teste, intervenção, pós-teste 1 e pós-teste 2. No pré-teste e nos pós-testes 1 e 2 foram aplicados testes de vocabulário, consciência fonológica, prova de conhecimento de letras, e prova de leitura e de escrita de palavras e pseudopalavras. Durante a intervenção foi implementado um programa de ensino dos nomes e sons das letras, associado ao treinamento de habilidades metafonológicas com ênfase no processamento fonológico. Os resultados mostram que o ensino explícito dos nomes e sons das letras, associado ao treinamento de habilidades metafonológicas e das conexões entre fonemas e grafemas possibilitou aos alunos com Síndrome de Down a compreensão do princípio alfabético e aprendizagem da leitura e da escrita. Conclui-se que as habilidades desenvolvidas na intervenção possibilitaram, por meio da mediação fonológica, aos participantes a aprendizagem inicial da linguagem escrita.<hr/>ABSTRACT: The objective of this study was to investigate the results from the application of a pedagogical intervention program that included alphabet teaching associated with metaphonological skills aiming to promote reading and writing learning. Five children and adolescents with Down Syndrome aged 9-15 years starting the alphabetization process were included. The study included the application of a pre-test, intervention, a post-test1, and a post-test2. In the pre-test, post-test1 and post-test2, vocabulary, phonological awareness, knowledge of letters, reading and writing of words and pseudo words were evaluated. During the intervention, a program was implemented to teach the names and sounds of letters associated with the metaphonological skills training emphasizing the phonological processing. Results show that the explicit teaching of names and sounds of letters, associated with metaphological skills and connections between phonemes and graphemes enabled the students with Down Syndrome to understand the alphabetic principle and acquire initial reading and writing skills. It is concluded that the skills developed during the intervention, through phonological mediation, enabled the participants to acquire initial learning of written language. <![CDATA[Motor Actions Frequency in Children with Low and Normal Vision when Exploring Cubes with and Without Visual Stimulation]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-65382016000300399&lng=en&nrm=iso&tlng=en RESUMO: o objetivo foi comparar a frequência das ações motoras em cubos com estímulos visuais (luminoso e alto-contraste) e sem estímulos visuais (transparente e preto) em crianças com baixa visão e visão normal. Seis crianças com baixa visão (43 meses; ±2) e sete crianças com visão normal (42,3 meses; ±2,9) participaram. Os materiais utilizados foram quatro cubos (luminoso, alto- contraste, transparente e preto) e duas câmeras filmadoras. Todas as avaliações foram filmadas e analisadas para aferir a frequência das ações motoras. Cada cubo foi apresentado à criança por um minuto, com intervalo de 15 segundos entre eles e a sequencia de entrega dos cubos foi randomizada. Ocorreram diferenças significativas na frequência das ações motoras entre as crianças com baixa visão e visão normal para o cubo de alto-contraste (p=0,036), sendo que as com baixa visão apresentaram maior frequência em relação as com visão normal. No cubo de alto-contraste também foram encontradas diferenças significativas na frequência de alcance bimanual (p=0,027) e o girar o cubo (p=0,006), sendo maior no grupo baixa visão. O cubo com alto contraste estimulou as crianças com baixa visão a realizarem mais ações motoras, em especial o alcance bimanual e o girar o cubo.<hr/>ABSTRACT: This study aimed to compare the motor action frequency in cubes with visual stimulation (light and high contrast) and without visual stimulation (transparent and black) in children with low vision and normal vision. Six children with low vision (43 months; ±2) and seven children with normal vision (42,3 months; ±2.9) participated in the study. Four types of cubes (luminous, high contrast, transparent and black) and two video cameras were used to measure the motor action frequency. All assessments were recorded and analyzed. Each child received a cube for one minute, with 15 seconds interval between cubes, the sequence for handing the cubes was randomized. There were significant differences of motor action frequency between children with low vision and normal vision for the high contrast cube (p=0,036), and children with low vision presented higher frequency than those with normal vision. In addition, for the high contrast cube, significant differences were found in the frequency of bimanual reaching (p=0,027) and rotating the cube (p=0,006), higher for the group with low vision. The high contrast cube stimulated the children with low vision to perform higher frequency of motor actions, especially in bimanual reach and rotating the cube. <![CDATA[Actions Taken by Accessibility Centers in Brazilian Federal Universities]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-65382016000300413&lng=en&nrm=iso&tlng=en RESUMO: a inclusão de pessoas com deficiência no ensino superior é uma realidade cada vez mais presente em nosso país, recebendo atenção dos pesquisadores da área. O Programa Incluir - Acessibilidade na Educação Superior, criado em 2005, tem o objetivo de promover o desenvolvimento de políticas institucionais de acessibilidade nas IFES (Instituições Federais de Ensino Superior), buscando o pleno desenvolvimento acadêmico de estudantes com deficiência e/ou mobilidade reduzida. Esta pesquisa objetivou traçar um panorama das ações exercidas pelos núcleos de acessibilidade em favor da participação das pessoas com deficiência nas IFES. Participaram os coordenadores envolvidos com os núcleos das IFES beneficiadas pelo Programa Incluir no ano de 2013, os quais foram convidados a responderem um questionário, via formulário eletrônico, pelo recurso do Google Docs. As respostas foram categorizadas essencialmente nos tópicos temáticos de análise: estrutura física; estrutura humana; ajuda técnica. Foram levantadas as condições de acessibilidade nos âmbitos arquitetônicos, comunicacionais, instrumentais, metodológicos e programáticos. Identificaram-se as ações que estão sendo realizadas pelos núcleos e/ou comitês de acessibilidade e, em igual medida, quais barreiras ainda precisam ser superadas para que estudantes com deficiência possam participar mais ativamente do contexto acadêmico com vistas à conclusão dos seus estudos.<hr/>ABSTRACT: Access to Higher Education is an ever growing reality in our country, attracting attention from researchers of the field. Programa Incluir - Acessibilidade na Educação Superior [Program Inclusion - Accessibility in Higher Education], created in 2005, aims at promoting the development of institutional accessibility measures in Federal Institutions of Higher Education (FIHE) in order to achieve full academic development of students with disabilities and/or with reduced mobility. The objective of this research is to present an overview of the actions carried out by accessibility centers to ensure the participation of disabled people at FIHE. The coordinators involved with the accessibility centers of FIHE which received benefits from the Programa Incluir in 2013 participated in this research, and were asked to respond to an online questionnaire, using Google Docs. The answers were categorized essentially in the analysis topics: physical structure; human structure; technical help. The accessibility conditions in the architectural, communicational, programmatic, instrumental, methodological, and attitudinal aspects were identified. It was possible to determine which measures are being taken by those accessibility centers and/or committees and, also, the barriers to be overcome so that disabled students are able to participate more actively in the academic context and successfully conclude their studies. <![CDATA[Special Education Reconfiguration: Analysis of the Constitution of a Special Education Service Center]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-65382016000300429&lng=en&nrm=iso&tlng=en RESUMO: o presente estudo teve como objetivo compreender o processo de reconfiguração das proposições que vinculam a educação especial e a educação regular dos alunos com deficiência, considerando o investimento em espaços alternativos - centros de atendimento - como possibilidade de apoio complementar à escolarização. A pesquisa, de caráter qualitativo, no plano da ação metodológica, investiu prioritariamente na análise documental, no contexto de uma rede pública municipal na região metropolitana de Porto Alegre/RS. O estudo investiu na reflexão baseada em pesquisas que abordam a temática das políticas públicas educacionais, tendo como referencial prioritário a abordagem do ciclo de políticas segundo as proposições de Stephen Ball. Conclui-se que a reconfiguração da educação especial nessa rede municipal de ensino tenha se reestruturado com base na obrigatoriedade da dupla matrícula como argumento legal que impulsionou as práticas no sentido de tornar a escolarização dos alunos com deficiência obrigatória nas escolas regulares, nas classes comuns. Essa reconfiguração teve como eixo a transformação da escola especial pública municipal, que atendia alunos com deficiência, em centro de atendimento educacional especializado.<hr/>ABSTRACT: This study aimed to understand the reconfiguration process of the propositions that bind special education and the regular education of students with disabilities, considering the investment on alternative spaces - such as specialized service centers - as a possibility to complement support to schooling. As a qualitative research study in the methodological action plan, the study based on the analysis of documents in the context of a municipal public education system in Porto Alegre/RS metropolitan area. The study was based on research that approach public policies of education topics, having as main reference the works of Stephen Ball on policy cycle. It is concluded that the special education reconfiguration in this municipal system has been restructured based on the double mandatory enrollment as a legal argument that boosted the practices to make the schooling of students with disabilities mandatory in regular schools, in regular classes. This reconfiguration had as its axis the transformation of the municipal public special schools that served students with disabilities in special education service centers. <![CDATA[The School as a Place to Effectively Exercise Humam Rigths for Disabled People]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-65382016000300443&lng=en&nrm=iso&tlng=en RESUMO: este artigo tem como objeto de estudo a educação em direitos humanos como estratégia para o respeito aos direitos das pessoas com deficiência. Faz referência à construção histórica dos direitos humanos e a contribuição da escola para a efetivação desses direitos hoje assegurados em legislação. A escola é local para propagar uma cultura dos direitos, espaço privilegiado para a convivência em direitos humanos, espaço para compreender e vivenciar a diversidade. Considerando a implementação da política nacional de educação em direitos humanos, foi realizada uma pesquisa junto a 18 professores e gestores de educação básica, que atuam em escolas que possuem alunos incluídos, sobre a percepção existente a respeito da efetividade da legislação vigente que trata dos direitos das pessoas com deficiência. Os resultados evidenciam um discurso que contempla a defesa dos direitos ao mesmo tempo em que demonstra a fragilidade da prática quando relacionada à legislação vigente. Para uma mudança, a escola necessita educar-se para os direitos humanos e todos os envolvidos no processo educativo devem construir coletivamente projetos que possibilitem a vivência dos direitos humanos. Educação inclusiva como garantia de direitos é muito mais do que estar na escola, é contribuir para a igualdade das condições de vida.<hr/>ABSTRACT: This article has as object of study the education of human rights as a strategy to respect the rights of persons with disabilities. It refers to the historical construction of human rights, and the school's contribution to the realization of these rights now guaranteed by law. The school is a place to disseminate rights and to exercise a culture of rights, a privileged place for living together the human rights, a place to understand and experience diversity. Considering the implementation of the national education policy on human rights, a survey was carried out with 18 teachers and managers of basic education who work in schools that have included students, and questioned on their perception about the effectiveness of the current legislation that rules on the rights of persons with disabilities. The results evidences a discourse that includes the defense of the rights while demonstrating the frailty of the practice when related to the current legislation. To promote a change, the school needs to be educated on human rights and all the people involved in the educational process must collectively build projects that make the experience of human rights possible. Inclusive education as a guarantee of rights goes beyond being in school, it means contributing to equality of living conditions. <![CDATA[Parental Care for Children with Cerebral Palsy: a Systematic Literature Review]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-65382016000300455&lng=en&nrm=iso&tlng=en RESUMO: o objetivo da presente revisão foi refletir sobre estudos empíricos acerca da percepção dos pais sobre os cuidados dirigidos ao filho com paralisia cerebral. A busca eletrônica se deu nas bases de dados Psynet APA e utilizou protocolo adaptado a partir das diretrizes da Cochrane Collaboration. A amostra inicial foi composta por 279 estudos, a partir da qual foram realizados dois testes de relevância: o teste de relevância I - aplicado aos resumos dos artigos por um pesquisador e o teste de relevância II- aplicado por dois juízes externos que realizaram a leitura dos artigos na íntegra. Vinte e dois artigos foram selecionados. Os objetivos relatados foram submetidos ao Nvivo 10 software para análise de cluster por decodificação e aplicação de análise de conteúdo. Tais análises revelaram cinco grandes categorias analíticas: reabilitação (serviços centrados na família, percepção dos pais e qualidade de vida das mães durante a reabilitação); experiência nos cuidados diários (dificuldades das mães, a experiência dos pais, sobrecarga e tempo de cuidado); apoio (sofrimento dos pais, apoio do parceiro, estresse, necessidades dos pais, percepção do suporte recebido, problemas comportamentais da criança e serviço de cuidado formal); satisfação dos pais (práticas de serviços centrados na família e a experiência dos pais durante os procedimentos cirúrgicos experimentados pelas crianças) e experiência na alimentação. Concluiu-se que a satisfação dos pais em relação ao apoio recebido e aos serviços especializados se mostrou baixa.<hr/>ABSTRACT: The present systematic review aimed to reflect on empirical studies of parents' perceptions about the care directed to children with cerebral palsy. The electronic search was made on Psynet APA database and used an adapted protocol from Cochrane Collaboration guidelines. The initial sample consisted of 279 studies. Two relevance tests were conducted: test of relevance I - applied by one researcher on the abstracts, and test of relevance II- applied by two external judges that read the articles in full. Twenty-two articles were selected. The objectives of the selected articles underwent Nvivo 10 software for decoding cluster (attribute value) and applying content analysis. The analysis resulted in 5 major analytical categories: rehabilitation (portrayed issues such as family-centered service - FCS, perception of parents and quality of life of mothers during rehabilitation); experience in daily care (highlighting issues as difficulties of mothers of children with CP, parental experience, burden and care time); support (issues that described suffering of parents, spousal support, parental stress, parents' needs, perception of received support, child behavior problems and formal service care); parental satisfaction (FCS practices and the parental experience during surgical procedures experienced by children) and experiences with food. It is concluded that parents were dissatisfied with the provision of services in rehabilitation, and care practices underscored the emotional wear and tear which involved mainly mothers facing reported difficulties, which in most reports were without support and resources.