Scielo RSS <![CDATA[Economia Aplicada]]> http://www.scielo.br/rss.php?pid=1413-805020140002&lang=en vol. 18 num. 2 lang. en <![CDATA[SciELO Logo]]> http://www.scielo.br/img/en/fbpelogp.gif http://www.scielo.br <![CDATA[<b>New volatility models under a Bayesian perspective: a case study</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-80502014000200001&lng=en&nrm=iso&tlng=en In this paper, we present a brief description of ARCH, GARCH and EGARCH models. Usually, their parameter estimates are obtained using maximum likelihood methods. Considering new methodological processes to model the volatilities of time series, we need to use other inference approach to get estimates for the parameters of the models, since we can encouter great difficulties in obtaining the maximum likelihood estimates due to the complexity of the likelihood function. In this way, we obtain the inferences for the volatilities of time series under a Bayesian approach, especially using popular simulation algorithms such as the Markov Chain Monte Carlo (MCMC) methods. As an application to illustrate the proposed methodology, we analyze a financial time series of the Gillette Company ranging from January, 1999 to May, 2003.<hr/>Neste artigo, apresentamos uma breve descrição dos modelos ARCH, GARCH e EGARCH. Normalmente, as estimativas dos parâmetros desses modelos são obtidos através de métodos de máxima verossimilhança. Considerando-se novos processos metodológicos para modelar as volatilidades das séries temporais, precisamos usar outra abordagem de inferência para obter estimativas para os parâmetros dos modelos, uma vez que podemos ter grandes dificuldades para obter as estimativas de máxima verossimilhança, devido à complexidade da função de verossimilhança. Desta forma, obtemos as inferências para as volatilidades das séries temporais sob uma abordagem bayesiana, especialmente com o uso de algoritmos populares de simulação como o método de Monte Carlo em Cadeias de Markov (MCCM). Como uma aplicação para ilustrar a metodologia proposta, analisamos uma série temporal financeira da empresa Gillette variando de janeiro de 1999 à maio de 2003. <![CDATA[<b>O regime de ciclos de aprendizagem e a heterogeneidade de seus efeitos sobre a proficiência dos alunos</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-80502014000200002&lng=en&nrm=iso&tlng=en Neste artigo avaliamos o impacto da adoção do regime de ciclos ao longo da distribuição intra-classe de proficiência em matemática e português. Investigamos crianças matriculadas nas 4ª e 8ª séries. Os resultados indicam que há fraca relação entre a mudança de um regime seriado para o de ciclos sobre o desempenho, mesmo ao longo da distribuição. Contudo, no sentido inverso, a readoção das séries gerou impactos positivos no desempenho de matemática na 4ª série para todos os pontos da distribuição. Pode-se concluir que, em geral, a reprovação não parece gerar aumentos de esforço dos alunos, sobretudo entre alunos mais velhos.<hr/>We evaluate the impact of non-retention policies over the distribution of academic achievement of elementary Brazilian public schools students. Results suggest a weak correlation between the adoption of non-retention policies and the academic achievement. However, in the opposite direction, readopting grade repetition showed a positive impact on 4th grade math students over the entire distribution. In general, we may say that grade repetition does not seem to increase students' efforts, especially in older students. <![CDATA[<b>Efeitos do crescimento econômico sobre os estados brasileiros (1992-2006)</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-80502014000200003&lng=en&nrm=iso&tlng=en A economia brasileira foi marcada por importantes mudanças ao longo da década de 1990 e início dos anos 2000. O objetivo deste artigo é analisar o processo de crescimento econômico dos 27 estados brasileiros no período sob análise. Para tanto, utiliza-se a metodologia da Análise Exploratória de Dados Espaciais (AEDE) e modelos de regressão espacial com dados em painel. Os resultados mostram que alguns efeitos para o crescimento econômico brasileiro foram importantes como os anos de estudo e, em menor grau, os gastos do governo e a taxa de fecundidade. Ademais, a principal conclusão do trabalho foi que a taxa de crescimento dos estados brasileiros não é significativamente afetada pelo crescimento dos seus estados vizinhos.<hr/>The Brazilian economy were marked by deep changes during 1990's and early 2000's. The objective of this paper is analyze the economic growth process of the 27 Brazilian states in the period under analysis. In this regard, we use the Exploratory Spatial Data Analysis (ESDA) and spatial regression models with panel data. The results shows that some effects for the Brazilian economic growth were important such as years of study and, with less intensity, government expenditures and fertility rate. Furthermore, the main conclusion was that the Brazilian states' economic growth rate is not significantly affected by the growth of its neighboring states. <![CDATA[<b>Dinâmica intrarregional do Brasil</b>: <b>quem dirige o crescimento industrial das regiões brasileiras?</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-80502014000200004&lng=en&nrm=iso&tlng=en Analisa-se a dinâmica intrarregional da indústria brasileira identificando os estados que conduzem o crescimento de suas regiões e as repercussões de choques no crescimento das exportações sobre a atividade industrial. Utilizam-se informações sobre produção industrial, inflação, exportações e taxa de câmbio e modelos vetoriais dinâmicos restritos. O estado da Bahia apresentou as maiores repercussões na atividade industrial sobre os demais estados do Nordeste. No Sudeste, destaque para São Paulo. A região Sul apresentou a maior integração intrarregional. Considerando os choques no crescimento das exportações, apenas Bahia, São Paulo, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul e Paraná responderam positivamente.<hr/>This paper analyzes the Brazilian intraregional industry dynamics in order to identify which states lead the industrial growth and to quantify the effects of export shocks in growth and its transmission processes on the state's industrial activity. To this end, an autoregressive vector with parameter constraints was used. The results show that Bahia state has the highest and most permanent effects on the other Northeastern states, while in the Southeast region this is assigned by the state of São Paulo. Furthermore, the Southern region had the greatest regional integration and export shocks had positive effects only in the states of Bahia, São Paulo, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul and Paraná. <![CDATA[<b>Custos de bem-estar da inflação no Brasil pós-real</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-80502014000200005&lng=en&nrm=iso&tlng=en Este trabalho investiga o comportamento da demanda por moeda no Brasil de forma a derivar os custos de bem-estar da inflação pós-Plano Real. Os resultados, para um período de dezessete anos, corroboram a forma funcional log-log que mostra significativos ganhos de bem-estar relativos aos custos sociais anteriores ao Plano Real. Para uma inflação de aproximadamente 4,5% a.a., tem-se custo de bem-estar entre 0,15 e 0,20% da renda. Conclui-se, como esperado, que o país deve direcionar suas políticas para alcançar tanto um patamar de inflação menor quanto para obter um nível de taxa de juros real de estado estacionário de países desenvolvidos.<hr/>This work investigates the behavior of money demand in Brazil in order to derive the welfare costs of inflation after the Real Plan. The results, for a period of about seventeen years, corroborated the log-log specification that shows significant gains in welfare cost of inflation. Still, for an inflation of around 4.5% per year, there is a welfare cost between 0,15 and 0,20% of income. But, we suggest that the country directs its policies to achieve a much lower level of inflation and to a level of steady state real interest rate of developed countries. <![CDATA[<b>Previsões para o crescimento do PIB trimestral brasileiro com séries financeiras e econômicas mensais</b>: <b>uma aplicação de MIDAS</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-80502014000200006&lng=en&nrm=iso&tlng=en A previsão do PIB é um dos principais balizadores para as decisões produtivas de agentes econômicos. Com o objetivo de realizar previsões para o crescimento do PIB trimestral brasileiro, são utilizadas 16 séries mensais financeiras e econômicas como potenciais preditores, abrangendo o período do segundo trimestre de 1996 ao quarto trimestre de 2012. Para isso, aplicaram-se as abordagens MIDAS (Mixed Data Sampling) e UMIDAS (Unrestricted Mixed Data Sampling), confrontando seus resultados de previsão fora da amostra com o benchmark ARMA. Foram encontrados erros de previsão menores nessas abordagens, principalmente quando utilizadas informações dentro do trimestre de previsão. Os resultados foram ainda melhores quando empregados múltiplos regressores.<hr/>The GDP forecast is an important indicator for production decisions taken by economic agents. In order to make forecasts for the Brazilian quarterly GDP growth, we used 16 monthly financial and economic series as potential predictors, covering the period from the second quarter of 1996 to the fourth quarter of 2012. For this purpose, we applied MIDAS (Mixed Data Sampling) and UMIDAS (Unrestricted Mixed Data Sampling) approaches and compared the out of sample forecasts with the benchmark ones provided by ARMA. MIDAS and UMIDAS showed smaller prediction errors, especially when information inside the quarter forecast is used. The results were even better when multiple regressors were employed. <![CDATA[<b>Mudanças no mercado de serviços domésticos</b>: <b>uma análise da evolução dos salários no período 2006-2011</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-80502014000200007&lng=en&nrm=iso&tlng=en Os trabalhadores domésticos estão entre as categorias mais beneficiadas com os aumentos reais de renda no Brasil, embora sua remuneração média continue muito distante do restante da economia. Nesse contexto, este artigo buscou investigar as consequências econômicas das mudanças no mercado de serviços domésticos, utilizando um modelo de equilíbrio geral computável (BRIDGE). Em termos gerais, os resultados mostram que 0,58% do crescimento econômico acumulado entre 2006 e 2011 (ou cerca de R$ 19 bilhões de reais) podem ser atribuídos ao aumento da renda do trabalho doméstico e ao correspondente crescimento nos custos desses serviços.<hr/>Domestic workers are among the most benefited groups from the increases in real income in Brazil although the average earnings are still far from the rest of the economy. In this context, this paper investigates the economic consequences of changes in the market for domestic services, using a computable general equilibrium model (BRIDGE). Overall, the findings shows that 0.58% (or about R$ 19 billion Reais) of cumulative economic growth between 2006 and 2011, can be attributed to domestic labor income increases and the corresponding growth in the costs of these services.