Scielo RSS <![CDATA[Economia Aplicada]]> http://www.scielo.br/rss.php?pid=1413-805020140004&lang=pt vol. 18 num. 4 lang. pt <![CDATA[SciELO Logo]]> http://www.scielo.br/img/en/fbpelogp.gif http://www.scielo.br <![CDATA[<b>Evidências empíricas de interação espacial das políticas habitacionais para os municípios brasileiros</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-80502014000400001&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Este trabalho investiga a eventual interação estratégica das políticas habitacionais existentes entre municípios brasileiros. Utilizando dados da Munic (2004, 2005 e 2008) aplicados a modelos espaciais com dados em painel, verificou-se que há evidências de um jogo estratégico entre municípios ao decidir a provisão de bens públicos na área da habitação. Em particular, as evidências indicam que municípios respondem positivamente à quantidade de políticas habitacionais de seus vizinhos. Um aumento médio de política habitacional entre os vizinhos provoca um aumento de uma fração de 0,12 política no município sob análise. Outros testes, de autocorrelação espacial local e de evolução do índice de políticas sugerem que, de fato, existe o fenômeno de race to the bottom entre os municípios brasileiros.<hr/>This paper aims to investigate the possible strategic behavior among municipalities using social housing policy data. Using data available in Munic (2004, 2005 and 2008) and panel data regression, the results confirmed that there is evidence of a strategic behavior between municipalities when deciding the provision of public goods in social housing. Particularly, we found evidence that municipalities respond positively to the amount of policy of its neighbors. With each additional policy of the neighbors, the municipality in question increases its own provision by about 0,12 policy. Further tests, one of local spatial auto-correlation, and another that measures the evolution of policies, suggest that there is indeed a race to the bottom between Brazilian municipalities in terms of housing provision. <![CDATA[<b>Previdências dos trabalhadores dos setores público e privado e desigualdade no Brasil</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-80502014000400002&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt O estudo examina um conjunto particular de determinantes institucionais da desigualdade, as políticas previdenciárias. Para isso, avalia a hipótese de que a diferenciação de regras quanto ao limite máximo para o valor dos benefícios nos Regimes Próprios de Previdência dos trabalhadores do setor público e o Regime Geral do setor privado responde por uma parte significativa da regressividade da previdência como um todo e contribui desproporcionalmente para a desigualdade no Brasil. A metodologia usada decompõe os fatores do coeficiente de Gini da distribuição de rendimentos familiares per capita observada na POF 2008/09. Conclui que o Estado reproduz desigualdades preexistentes por meio de direitos previdenciários diferenciados para trabalhadores dos setores público e privado. A diferenciação de regras faz com que a previdência de valores mais altos, recebida por menos de 1% da população, contribua com 4% da desigualdade total.<hr/>The study examines a particular set of institutional determinants of inequality, the public pensions. It tests the hypothesis that different rules regarding a maximum limit for the value of benefits in the pension subsystem of public and private sector workers make the system as a whole regressive and contribute disproportionately to inequality in Brazil. Using a factor decomposition of the Gini coefficient of the distribution of family per capita income, as measured by POF 2008/09 it concludes that the State reproduces pre-existing inequalities when it differentiates rules for public and private sector workers. Due to this differentiation of rules, the higher value of pensions of less than 1% of the population contributes to 4% of total inequality. <![CDATA[<b>Uma análise do efeito do programa bolsa família sobre o desempenho médio das escolas brasileiras</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-80502014000400003&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt O objetivo deste artigo é avaliar o efeito de um aumento na proporção de alunos beneficiados pelo Programa Bolsa Família nas escolas sobre o desempenho médio das mesmas. Utilizando dados do Censo Escolar de 2008, da pesquisa de Acompanhamento da Freqüência Escolar dos beneficiários do Programa Bolsa Família de 2008 e da Prova Brasil 2009, este artigo procura relacionar o desempenho médio por escola dos alunos de 4ª série observado em 2009 com a proporção de alunos participantes do programa Bolsa Família em 2008. Os resultados encontrados sugerem que um aumento na proporção de alunos beneficiados reduz, em média, a taxa de abandono. Entretanto, as evidências para a taxa de aprovação e exames de proficiência não foram estatisticamente robustas.<hr/>This text aims to evaluate the effect of an increase in the percentage of students treated by the Programa Bolsa Família in each school on the average performance of that same school. Using data from Censo Escolar 2008, "Freqüência Escolar dos beneficiários do Programa Bolsa Família" for 2008 and Prova Brasil 2009 this paper seeks to relate the average performance of each school in 2009 with the proportion of 4th grade students participating on the program on 2008. The results suggest that an increase in the percentage of students treated by the program, on average, reduces the abandon rate. However, the evidences on promote rate and proficiency tests not are statistically robust. <![CDATA[<b>Social interactions of migrants and trade outcomes</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-80502014000400004&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Esse artigo analisa o impacto das interações sociais desenvolvidas por imigrantes no comércio bilateral das regiões francesas. Utiliza-se dados da distribuição dos imigrantes nas 95 microrregiões francesas ("département" em francês) em cinco anos para a implementação de uma medida direta do impacto das interações sociais na economia. Comparações diretas confirmam que essa medida é mais completa e robusta do que as medidas usadas na literatura de comércio internacional.<hr/>This paper investigates the impact of social interactions with immigrants on bilateral trade in French regions. Applying data on the distribution of immigrants in 95 French counties ("départment" in French) during 5 years, a measure of formation of networks is proposed and its impact is tested on international trade, providing a direct measure of the impact of social interactions on the economy. Direct comparisons confirm this measure as more complete and robust than measures used in international trade literature. <![CDATA[<b>Efeitos da instabilidade da taxa de câmbio no comércio setorial entre Brasil e seus principais parceiros comerciais</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-80502014000400005&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Este trabalho teve por objetivo avaliar como a instabilidade cambial tem afetado os fluxos de exportações e importações setoriais do Brasil com seus principais parceiros (China, EUA, Argentina, Holanda, Japão, Alemanha e Chile), no período de 1989 a 2011. Foram realizadas estimações de uma equação gravitacional para as exportações e importações setoriais entre o Brasil e os parceiros considerados. Os resultados para os fluxos de importações e exportações revelaram que a instabilidade cambial e o efeito third country (instabilidade cambial de um terceiro país) são prejudiciais para todos os setores, evidenciando que os dois fluxos de comércio setorial entre o Brasil e seus principais parceiros comerciais são negativamente afetados não só pela própria incerteza cambial, mas também pela instabilidade da taxa de câmbio dos parceiros.<hr/>This study aimed to evaluate how the exchange rate instability has affected the flow of sectoral exports and imports of Brazil with its main partners (China, USA, Argentina, Netherlands, Japan, Germany and Chile), in the period 1989-2011. Estimations were carried by a gravity equation for exports and imports, per sectors, between Brazil and its trading partners considered. The results for the flow of imports and exports showed that the effect of exchange rate instability and the third country effect (exchange rate instability of a third country) are detrimental to all sectors, indicating that the two sectoral trade flows between Brazil and its main partners are negatively affected not only by their own exchange rate uncertainty, but also by the instability of the exchange rate of the partners. <![CDATA[<b>Análise do crescimento econômico dos municípios de minas gerais via modelo MRW (1992) com capital humano, condições de saúde e fatores espaciais, 1991-2000</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-80502014000400006&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Este artigo analisou o crescimento da renda per capita municipal de Minas Gerais, entre 1991-2000, utilizando o modelo MRW (1992) com controle para condições de saúde e robusto contra efeitos espaciais. Os resultados indicaram que a renda converge entre 1,03% e 1,70% ao ano. Contudo, os modelos sem controles espaciais tendem a supervalorizar esse resultado. Somente o modelo com transbordamentos e regimes espaciais eliminou efetivamente a autocorrelação espacial, revelando a existência de clubes de convergência e um impacto de maior magnitude do capital físico em relação ao capital humano e à saúde. Ademais, verificou-se um forte "efeito vizinhança" e uma relação positiva entre o estoque de capital físico e o impacto do capital humano sobre a renda.<hr/>This article analyzed the growth of per capita income in the counties of Minas Gerais, between 1991-2000, using the MRW (1992) model with control for health conditions and robust against spatial effects. The results indicated that income converges between 1.03% and 1.70% per annual. However, the models without spatial controls tend to overvalue this result. Only the model with spillovers and spatial regimes was able to eliminate the spatial autocorrelation, revealing the existence of convergence clubs and a greater impact of physical capital when compared to human capital and health conditions. Moreover, there was a strong "neighborhood effect" and a positive relationship between the stock of physical capital and the impact of human capital on income. <![CDATA[<b>Trajetória de modernização da agropecuária mineira no período de 1996 a 2006</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-80502014000400007&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt O presente trabalho analisou as trajetórias tecnológicas agropecuárias das microrregiões mineiras entre os anos de 1996 e 2006, identificando-as quanto a tamanho e escala, modernização, tecnologia, produtividade, adoção de práticas de conservação e as relações entre essas dimensões. Para isso, utilizou-se a Análise Fatorial Múltipla (AFM) e agrupamentos. Destacou-se a reduzida capacidade dos estabelecimentos em absorver e fazer uso efetivo dessas novas tecnologias, bem como a relação inversa entre a dimensão para o meio ambiente e para a adoção tecnológica, que pode ser explicada pelo custo de oportunidade do capital.<hr/>The aim of this study is to examine the agriculture technological trajectories of micro-regions of Minas Gerais state from 1996 to 2006. The study identified five dimensions and its interrelation: size and scale, modernization, technology, productivity and adoption of conservation practices. Multiple Factor Analysis (MFA) and clusters Analysis were applied. It was highlighted the reduced ability of farmers to absorb and use new technologies, as well as the inverse relationship between environment dimension and technological adoption, which can be explained by opportunity cost of capital.