Scielo RSS <![CDATA[Ciência & Saúde Coletiva]]> http://www.scielo.br/rss.php?pid=1413-812320150008&lang=es vol. 20 num. 8 lang. es <![CDATA[SciELO Logo]]> http://www.scielo.br/img/en/fbpelogp.gif http://www.scielo.br <![CDATA[Tackling the double burden of malnutrition across the life course: a global imperative]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232015000802300&lng=es&nrm=iso&tlng=es <![CDATA[Nutrition-sensitive agriculture and the promotion of food and nutrition sovereignty and security in Brazil]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232015000802303&lng=es&nrm=iso&tlng=es Abstract This paper explores the possibilities of the nutrition-sensitive agriculture approach in the context of the programs and actions towards promoting food and nutrition sovereignty and security in Brazil. To analyze the links between nutrition and agriculture, this paper presents the conceptual framework related to food and nutrition security, and stresses the correlations among concepts, institutional structures and program design in Brazil. Dominant models of food production and consumption are scrutinized in the light of these relationships. This paper also highlights differences amongst different ways to promote nutrition-sensitive agriculture through food-acquisition programs from family farmers, experiences in agro-ecology and bio-fortification programs. In the closing remarks, the paper draws some lessons learned from the Brazilian experience that highlight the advantages of family farming and rapid food production, distribution and consumption cycles in order to promote access to an affordable, diversified and more adequate diet in nutritional terms.<hr/>Resumo O artigo explora as possibilidades da abordagem sobre agricultura sensível à nutrição no contexto dos programas e ações de promoção da soberania e segurança alimentar e nutricional no Brasil. A análise dos elos entre agricultura e nutrição tem em conta o marco conceitual esuas correlações com as estruturas institucionais e o desenho dos programas nessa área no Brasil, especialmente com respeito aos modelos dominantes de produção e consumo de alimentos. O texto destaca também as diferenças entre os modos de promover uma agricultura sensível à nutrição por meio dos programas de aquisição de alimentos dos agricultores familiares, experiências de agroecologia e programas de biofortificação. As considerações finais extraem lições da experiência brasileira quanto às vantagens da agricultura familiar, dos circuitos curtos de produção, distribuição e consumo e na promoção do acesso a uma dieta não custosa, diversificada e adequada em termos nutricionais. <![CDATA[Consumption of fruit and vegetables and the health conditions of men and women attended in the primary healthcare network]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232015000802313&lng=es&nrm=iso&tlng=es Resumo Estudo transversal com o objetivo de analisar as associações entre as condições de saúde e a inadequação do consumo de frutas e hortaliças (FH) de 1.255 homens e mulheres atendidos em Unidades Básicas de Saúde de Belo Horizonte (MG). A coleta de dados contemplou o consumo de FH, a situação socioeconômica e as condições de saúde. Os resultados foram apresentados em razão de prevalência (RP) e intervalo de confiança de 95% (IC 95%). Verificou-se 77,5% (IC 95%: 75,1%-79,8%) de inadequação do consumo de FH (&lt; 5 porções diárias) e esta foi superior entre os homens (83,8%, IC 95%: 79,0%-88,5% vs. mulheres: 76%, IC 95%: 73,4%-78,6%). Para as mulheres, o consumo inadequado de FH foi maior entre aquelas com percepção muito ruim da qualidade de sua saúde (RP: 1,37; IC 95%: 1,19-1,59) e entre as que consideraram a sua alimentação não saudável (RP: 1,15; IC 95%: 1,07-1,24). Para os homens, o consumo inadequado de FH foi superior entre os que referiram de 2 a 4 visitas ao médico no ano anterior à entrevista (RP: 1,21; IC 95%: 1,06-1,37). Concluiu-se que o consumo de FH na amostra encontra-se aquém das recomendações e que as condições de saúde se associaram de maneira distinta entre os sexos.<hr/>ABSTRACT This cross-sectional study sought to analyze the associations between health conditions and the inadequate consumption of fruit and vegetables (FV) of 1,255 men and women attended in Primary Healthcare Units in Belo Horizonte (State of Minas Gerais). Data collection included FV consumption, socioeconomic status and health conditions. Results are presented by prevalence ratio (PR) with a confidence interval of 95% (CI 95%). A 77.5% (CI 95%: 75.1%-79.8%) of inadequacy of consumption (&lt; 5 daily servings) was found and it was more prevalent among men (83.8%, CI 95%: 79.0%-88.5% than among women: 76.0%, CI 95%: 73.4%-78.6%). For women, the inadequate consumption of FV was higher among those with poor perception of health quality (PR: 1.37; CI 95%: 1.19-1.59) and among those who consider their dietary habits as being unhealthy (PR: 1.15; CI 95%: 1.07-1.24). For men, the inadequate consumption was higher between individuals that reported 2 to 4 visits to the doctor in the year prior to the interview (PR: 1.21; CI 95%: 1.06-1.21). The conclusions showed that the consumption of FV among the population under study is below the recommendations and the health conditions are associated differently for each gender. <![CDATA[The nutritional status of Kaingang and Guarani indigenous peoples in the State of Paraná, Brazil]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232015000802323&lng=es&nrm=iso&tlng=es Resumo Este estudo surgiu da necessidade em conhecer aspectos epidemiológicos que orientassem uma política de atividade física junto às etnias indígenas. Embora as doenças infecciosas ainda sejam as principais causadoras de padecimento nessas populações, as doenças crônicas já se tornaram evidentes graças ao processo de mudança epidemiológica/nutricional nos grupos indígenas sujeitos à política de reservas. O objetivo deste estudo foi avaliar o estado nutricional de indígenas de duas etnias do Paraná. Dados antropométricos foram coletados em 178 indígenas adultos pertencentes às etnias Kaingang (n = 117) e Guarani (n = 61). A prevalência de sobrepeso em Guarani e Kaingang adultos foi de 32,3 e 41,0%, respectivamente, detectando-se prevalência de obesidade da ordem de 3,2% entre os indígenas Guarani e 12,8% para os da etnia Kaingang. As alterações antropométricas observadas entre os indígenas Guarani e Kaingang do Paraná são cada vez mais preocupantes segundo algumas pesquisas. Sendo assim, os resultados deste estudo reforçam a necessidade de ações integradas a exemplo da orientação nutricional e à atividade física no lazer em prol da promoção da saúde dessas populações.<hr/>Abstract This study arose from the need to comprehend epidemiological aspects to establish a policy for physical activity for indigenous peoples. Although infectious diseases are still the main causes of suffering in these ethnic groups, chronic diseases have emerged due to the process of epidemiological/nutritional change in indigenous peoples subject to the policy of life on reservations. The scope of this study was to evaluate the nutritional status of indigenous peoples belonging to two ethnic groups in the State of Paraná. Anthropometric data were collected on 178 adults belonging to the Kaingang (n = 117) and Guarani (n = 61) indigenous ethnic groups. The prevalence of being overweight in Guarani and Kaingang adults was 32.3% and 41%, respectively, detecting a prevalence of obesity in the order of 3.2% among the Guarani indigenous people and 12.8% among the Kaingang ethnic group. Anthropometric changes observed among the Guarani and Kaingang indigenous peoples of Paraná are of increasing concern according to some studies. Thus, the results of this study reinforce the need for integrated actions such as nutritional guidance and physical activity during leisure time for the promotion of the health of these populations. <![CDATA[Street food: analysis of hygienic and sanitary conditions of food handlers]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232015000802329&lng=es&nrm=iso&tlng=es Resumo O consumo de alimentos de rua é uma alternativa econômica e prática para a população. No entanto, as preocupações sobre a segurança destes alimentos são cada vez maiores. Assim, este estudo teve como objetivo analisar as condições higiênico-sanitárias do comércio ambulante de alimentos em Uberaba-MG. Para isso, além da aplicação de um questionário em 30 pontos de comércio ambulante, foram realizadas também análises microbiológicas nas mãos dos manipuladores e nas superfícies dos recipientes que acondicionam os alimentos. Os achados mostraram baixa adequação dos ambulantes em relação às condições de higiene de mãos e superfícies em contato com os alimentos. Nas superfícies, os resultados para microrganismos aeróbios mesófilos mostraram que apenas 23,3% apresentavam condições satisfatórias de limpeza. O nível de contaminação das mãos por coliformes termotolerantes e/ou Staphylococcus coagulase positiva foi insatisfatório em aproximadamente 47% dos manipuladores. Conclui-se que as condições higiênico-sanitárias de vendedores ambulantes de alimentos em Uberaba são deficientes. Portanto, é urgentemente necessária a adoção de programas eficazes e permanentes de treinamento em segurança alimentar para os manipuladores de alimentos.<hr/>Abstract The consumption of street food is an economical and practical alternative for the population. However, concerns regarding the safety of these foods are increasing. Thus, this study aimed to analyze the hygienic and sanitary conditions of the street food trade in Uberaba in the State of Minas Gerais. For this purpose, 30 street vending sites were evaluated using a structured questionnaire and microbiological analysis of food handlers’ hands and food contact recipients and surfaces. The findings showed low adequacy of street food regarding hand hygiene and food contact surfaces. With respect to surfaces, the results for mesophilic aerobic microorganisms revealed that only 23.3% had satisfactory sanitary conditions. The level of contamination of hands by fecal thermotolerant coliforms and/or Coagulase positive Staphylococci was unsatisfactory in approximately 47% of food handlers. The conclusion drawn is that the hygienic and sanitary conditions of food handlers in Uberaba are poor. It is therefore necessary to adopt effective and permanent training programs on food safety for food handlers urgently. <![CDATA[Translation and cultural adaptation of the questionnaire on the reason for food choices (Food Choice Questionnaire - FCQ) into Portuguese]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232015000802339&lng=es&nrm=iso&tlng=es Resumo O Food Choice Questionnaire (FCQ) avalia a importância atribuída pelos indivíduos a nove fatores relacionados às escolhas alimentares: saúde, humor, conveniência, apelo sensorial, conteúdo natural, preço, controle de peso, familiaridade e preocupação ética. O estudo objetivou descrever o processo de tradução e adaptação cultural do FCQ para a língua portuguesa e avaliar sua aplicabilidade com as seguintes etapas: traduções independentes, obtenção do consenso em português, retrotradução, avaliação por um comitê de especialistas, validação semântica e pré-teste. Este foi aplicado em uma amostra aleatória de 86 estudantes universitários, de ambos os sexos, mediana de 19 anos de idade. Pequenas diferenças entre as versões foram observadas e poucas adaptações realizadas. Após discretas modificações nos processos de tradução, o comitê de especialistas considerou que a versão para o português apresentou equivalências semântica e conceitual. A validação semântica demonstrou fácil compreensão. O instrumento apresentou alto grau de consistência interna. O estudo foi a primeira etapa do processo de validação de um instrumento, que é a validade de face e de conteúdo. Novas etapas, que já se encontram em andamento, são necessárias antes de sua utilização por outros pesquisadores.<hr/>Abstract The Food Choice Questionnaire (FCQ) assesses the importance that subjects attribute to nine factors related to food choices: health, mood, convenience, sensory appeal, natural content, price, weight control, familiarity and ethical concern. This study sought to assess the applicability of the FCQ in Brazil; it describes the translation and cultural adaptation from English into Portuguese of the FCQ via the following steps: independent translations, consensus, back-translation, evaluation by a committee of experts, semantic validation and pre-test. The pre-test was run with a randomly sampled group of 86 male and female college students from different courses with a median age of 19. Slight differences between the versions were observed and adjustments were made. After minor changes in the translation process, the committee of experts considered that the Brazilian Portuguese version was semantically and conceptually equivalent to the English original. Semantic validation showed that the questionnaire is easily understood. The instrument presented a high degree of internal consistency. The study is the first stage in the process of validating an instrument, which consists of face and content validity. Further stages, already underway, are needed before other researchers can use it. <![CDATA[The influence of breastfeeding in the hospitalization of children under two years of age in the State of Pernambuco, Brazil, in 1997 and 2006]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232015000802347&lng=es&nrm=iso&tlng=es Resumo Objetivou-se avaliar a influência do aleitamento materno e de outros fatores na ocorrência de hospitalizações, bem como a frequência e principais causas de internações em menores de dois anos, no estado de Pernambuco, Brasil. Estudo transversal, descritivo-analítico, utilizando dados secundários obtidos dos bancos das II e III Pesquisas Estaduais de Saúde e Nutrição (PESN), realizadas nos anos de 1997 e 2006, respectivamente, totalizando uma amostra de 1503 menores de dois anos. Utilizou-se o teste chi-quadrado de Pearson, para analisar associações bivariadas, o Exato de Fisher, para comparação de risco de hospitalização nos dois anos observados, e a regressão de Poisson, para o ajustamento de modelo multivariado dos fatores condicionantes da internação no último inquérito. Nos dois anos analisados, não houve diferença estatisticamente significante no percentual de hospitalizações das crianças. O menor risco de internação permaneceu para os que mamaram exclusivamente. No que se refere às características ambientais, socioeconômicas, demográficas e de assistência à saúde, vários fatores evoluíram favoravelmente no período avaliado. No modelo final, apenas o índice peso/comprimento (categoria baixo peso) permaneceu associado aos fatores de risco de hospitalização de menores de dois anos.<hr/>Abstract The scope of this paper was to evaluate the influence of breastfeeding and other factors on the incidence of hospitalization and the frequency and main causes of hospitalization in children under two years of age in the State of Pernambuco. It is a cross-sectional, descriptive-analytical study using secondary data obtained from the II and III State Health and Nutrition Surveys (PESN) carried out in 1997 and 2006, respectively. A sample of 1503 infants under two years of age was studied. Pearson's Chi-square test was used to analyze bivariate associations and Fisher's exact test for comparison of risk of hospitalization in the two years of observation and Poisson regression for the adjustment of the multivariate model of hospitalizations in the last survey. In the two years analyzed, there was no statistically significant difference in the percentage of hospitalizations of children. The lower risk of hospitalization remained for those who were breastfed exclusively. Regarding to environmental, socioeconomic, demographic characteristics and health assistance, several factors have evolved favorably in the period assessed. In the final model, only the weight/length ratio (low weight category) remained associated with the risk of hospitalization in children under two years of age factors. <![CDATA[Evaluation of the Food and Nutrition Surveillance System (SISVAN) in food and nutritional management services in the State of Minas Gerais, Brazil]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232015000802359&lng=es&nrm=iso&tlng=es Resumo O objetivo deste artigo é avaliar o SISVAN como instrumento para o planejamento, gestão e avaliação de ações de alimentação e nutrição na atenção básica do SUS. Estudo transversal composto por uma amostra aleatória estratificada dos municípios do estado de Minas Gerais. Os sujeitos da pesquisa foram os responsáveis municipais pelo SISVAN, que responderam a um questionário estruturado. A análise descritiva dos dados foi realizada com a construção de tabelas simples e bivariadas. Observou-se que os responsáveis pelo SISVAN coletam (50%) e digitam (55%) dados de peso, altura e consumo alimentar, enquanto que 53%, 59% e 71% não os analisam, não recomendam e nem executam ações de nutrição, respectivamente. Sendo assim, a maior parte dos responsáveis não utiliza as informações para o planejamento, a gestão e a avaliação da alimentação e nutrição. Os achados evidenciam que o SISVAN não é utilizado em seu potencial; as informações geradas não têm sido empregadas para o planejamento, a gestão e a avaliação dos serviços de nutrição na atenção básica no SUS.<hr/>Abstract The scope of this article is to evaluate the SISVAN as a tool for planning, management and evaluation of food and nutrition actions in primary healthcare in the Unified Health System (SUS). It involved a cross-sectional study composed of a stratified random sample of the municipalities in the State of Minas Gerais. The subjects of the research were municipal officials of SISVAN who filled out a structured questionnaire. Descriptive analysis of the data was performed with the construction of simple and bivariate tables. It was observed that those responsible for SISVAN, collect (50%) and input (55%) weight, height, and food consumption data; whereas 53%, 59% and 71% do not analyze and do not recommend or perform nutrition actions, respectively. This being the case, most of those responsible do not use the information for planning, management and evaluation of food and nutrition traits. The findings show that the SISVAN is not used to its full potential; the data generated have not been used for planning, management and evaluation of nutrition services in primary healthcare in the SUS. <![CDATA[Factors associated with the consumption of soft drinks among Brazilian preschool children: national survey of 2006]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232015000802371&lng=es&nrm=iso&tlng=es Resumo O crescente consumo de bebidas açucaradas como os refrigerantes ou sucos artificiais está associado à prevalência de obesidade no Brasil e no mundo. Este estudo se propõe a conhecer a frequência de consumo destas bebidas entre crianças brasileiras de 24 a 59 meses e investigar associações com variáveis demográficas, socioeconômicas e nutricionais. Utilizando dados da Pesquisa Nacional de Demografia e Saúde da Criança e da Mulher − 2006, o padrão alimentar foi obtido com o questionário de frequência de alimentos e bebidas nos sete dias anteriores à data da entrevista e a antropometria usou medidas de peso e de estatura das crianças. Entre os pré-escolares, 37,3% consumiram refrigerantes e sucos artificiais 4 dias ou mais por semana. Os fatores que apresentaram associação estatisticamente significante com consumo frequente de BA foram residir em regiões de maior desenvolvimento econômico do país, em áreas urbanas, pertencer ao estrato de maior poder aquisitivo, mães que assistiam TV regularmente e excesso de peso da criança, estavam associados ao consumo de refrigerantes e sucos artificiais em 4 ou mais dias por semana. Novos estudos são necessários para a compreensão da real contribuição das bebidas açucaradas na epidemia de obesidade infantil.<hr/>Abstract The rising consumption of sweetened beverages such as soft drinks or artificial juices is associated with the prevalence of obesity in Brazil and around the world. This study seeks to verify the frequency of consumption of these beverages among Brazilian children aged 24-59 months and to investigate the association of soft drinks with demographic, socioeconomic and nutritional variables. Using data from the National Survey on Demography and Health of Women and Children − 2006, the eating habits were obtained using the food and drink frequency questionnaire for the seven days preceding the interview, and anthropometry recorded the weight and height of children. Among preschoolers, 37.3% consumed soft drinks and artificial juices 4 or more days per week. The factors significantly associated with frequent consumption of soft drinks were living in regions of higher economic development of the country, in urban areas, belonging to the higher income bracket, with mothers watching TV regularly and excess weight of the child, were associated with consumption of soft drinks and artificial juices 4 or more days per week. Further studies are needed to understand the effective contribution of soft drinks on the epidemic of childhood obesity. <![CDATA[Obesity parameters as predictors of early development of cardiometabolic risk factors]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232015000802381&lng=es&nrm=iso&tlng=es Abstract The scope of this study was to verify the association between different overweight and obesity parameters and the metabolic risk profile among school-age students. The randomized cross-sectional study included 1254 children and adolescents, aged 7 to 17, from a city in southern Brazil. Body mass index (BMI), waist circumference (WC) and percentage of fat (PF), measured at the triceps and based on subscapular skinfold thickness, were used as the parameters to evaluate overweight/obesity status. Systolic blood pressure (SBP), total cholesterol, high-density lipoprotein cholesterol (HDL), low-density protein cholesterol (LDL) and triglycerides were also measured. The metabolic risk profile was calculated based on the sum of the z score of the metabolic variables adjusted by age. A three-model Poisson analysis was used to verify the association between BMI, WC and PF with metabolic risk profile. BMI showed the highest probability for developing metabolic risk compared with WC (overweight - PR: 1.63 and obesity – PR: 3.87) and PF (overweight – PR: 1.62 and obesity – PR: 2.92). In conclusion, BMI seems to be a better parameter of overweight/obesity than WC and PF in the assessment of metabolic risk among youths.<hr/>Resumo O objetivo deste estudo foi verificar associação entre diferentes parâmetros de sobrepeso e obesidade com o perfil de risco metabólico em escolares. O estudo transversal randomizado incluiu 1.254 crianças e adolescentes, com idades entre 7 e 17 anos, de uma cidade do sul do Brasil. O índice de massa corporal (IMC), a circunferência da cintura (CC) e o percentual de gordura (PG), avaliado através das medidas das dobras cutâneas tricipital e subescapular, foram usados como parâmetros para avaliar sobrepeso/obesidade. Pressão arterial sistólica (PAS), colesterol total, lipoproteína de alta densidade (HDL), lipoproteína de baixa densidade (LDL) e triglicerídeos também foram mensurados. O perfil de risco metabólico foi calculado com base no somatório do escore z das variáveis metabólicas ajustadas por idade. Três modelos de regressão de Poisson foram utlizados para verificar a associação entre IMC, CC e PG com o perfil de risco metabólico. Os dados demostram que o IMC foi o parâmetro que apresentou a maior associação com o desenvolvimento de risco metabólico, em comparação com CC (sobrepeso - RP: 1,63 e obesidade - RP: 3,87) e PG (sobrepeso - RP: 1,62 e obesidade - RP: 2,92). Conclui-se que o IMC parece ser um melhor parâmetro de sobrepeso/obesidade do que CC e PG, na avaliação do risco metabólico em escolares. <![CDATA[Healthy eating and the difficulties faced in making it a reality: perceptions of parents/guardians of pre-school children in Belo Horizonte/MG, Brazil]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232015000802389&lng=es&nrm=iso&tlng=es Resumo Trata-se de um estudo transversal de abordagem qualitativa para conhecer as percepções de 77 responsáveis por pré-escolares matriculados em uma Creche em Belo Horizonte/MG, acerca do que entendem por alimentação saudável e suas dificuldades para se alimentarem de maneira adequada. O instrumento utilizado foi um questionário semiestruturado, previamente testado, contendo perguntas norteadoras obtidas por meio de entrevista face a face. Para a análise dos dados, utilizou-se a técnica do Discurso do Sujeito Coletivo, que permitiu organização de dados de natureza verbal. Observou-se que os responsáveis têm uma noção do que é uma alimentação saudável, a qual não é refletida em seus discursos que evidenciam uma prática alimentar inadequada. Apontaram como principais dificuldades para obter uma alimentação saudável os recursos financeiros, falta de tempo e hábito alimentar. Conclui-se que estes responsáveis precisam melhorar a sua alimentação, pois suas práticas alimentares influenciam as de seus filhos. Estes achados revelaram a necessidade de estratégias de educação alimentar e nutricional que possibilitem aos responsáveis reconhecer e ter uma alimentação saudável.<hr/>Abstract A cross-sectional qualitative study was conducted to establish the perceptions of 77 guardians of preschool children enrolled in a Child Day Care Center in Belo Horizonte/Minas Gerais State, regarding what is a healthy diet and the difficulties faced in having a healthy diet. The instrument used was a pretested semi-structured questionnaire containing leading questions obtained in face-to-face interviews. For data analysis, the Collective Subject Discourse technique was used, which elicited data organization of a verbal nature. It was revealed that the guardians have a notion of what healthy diet is, however their answers implied inadequate eating habits. They attributed insufficient financial resources, lack of time and ingrained eating habits as being the main difficulties in having a healthy diet. These three difficulties are the reasons given by some guardians who do not believe they have a healthy diet. The conclusion drawn is that the guardians need to have a better diet, because their eating habits influence their children's eating habits. These findings revealed the need for food and nutrition education strategies to enable the guardians to recognize and have a healthy diet. <![CDATA[Alteration in eating habits among shift workers of a poultry processing plant in southern Brazil]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232015000802401&lng=es&nrm=iso&tlng=es Resumo Investigou-se a relação entre trabalho em turnos e o comportamento alimentar dos trabalhadores de um frigorífico do sul do Brasil. Estudo transversal com 1.206 trabalhadores, entre 18 e 50 anos, de ambos os sexos. Um questionário padronizado foi utilizado para as informações demográficas, socioeconômicas, turno de trabalho e hábitos alimentares. O turno de trabalho foi categorizado em diurno e noturno, com base nos horários de início e fim do turno. O comportamento alimentar dos trabalhadores foi avaliado da seguinte forma: número e tipo de refeições realizadas nas 24 horas de um dia habitual, inadequação dos horários dessas refeições e escore alimentar de risco. Este foi construído com base na classificação de risco do consumo semanal de 13 itens alimentares. Após o ajuste para possíveis fatores de confusão, os trabalhadores do sexo masculino, de cor de pele não branca e mais jovens tiveram maior probabilidade de apresentar comportamento alimentar de risco. Trabalhadores noturnos realizavam maior número de refeições/dia e apresentaram maior inadequação nos horários das refeições do que os diurnos. O turno de trabalho noturno pode influenciar negativamente no comportamento alimentar de trabalhadores desse período.<hr/>Abstract The relationship between shift work and the eatinghabits of workers was investigated in a slaughterhouse in southern Brazil. It involved a cross-sectional study with 1,206 workers of both sexes between 18 and 50 years of age. A standardized questionnaire was used to gather demographic, socioeconomic, work shift and eating habit information. The shift of work was categorized into daytime and nighttime, based on the starting and ending times of the shift. The eating habits of workers were evaluated as follows: number and type of meals eaten during the 24 hours of a normal day, the inappropriateness of the hoursof these meals and the dietaryrisk score. This was built on the risk score of the weekly consumption of 13 food items. After adjusting for potential confounders, non-Caucasian and younger male workers were more likely to manifest eating risk habits. Nighttimeshift workers consumed ahigher number of meals/day with greater inappropriateness of meal times than daytimeshift workers. The night shift can negatively influence the eating habits of workers of that shift. <![CDATA[Overweight and associated variables in schoolchildren in Itajaí in the State of Santa Catarina, Brazil]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232015000802411&lng=es&nrm=iso&tlng=es Resumo Objetivou-se avaliar a associação das variáveis socioeconômicas, demográficas, dos comportamentos relacionados à saúde e características do ambiente familiar com a prevalência de excesso de peso em alunos do 1º ao 5º ano de escolas do município de Itajaí, Santa Catarina. As variáveis socioeconômicas, demográficas e referentes aos comportamentos e características do ambiente familiar foram identificadas por meio de questionário aplicado aos pais/responsáveis. Foi aferido e determinado o estado nutricional pelo Índice de Massa Corporal e circunferência da cintura. A associação entre o excesso de peso e as demais variáveis foi investigada por meio do teste do Qui-Quadrado de Pearson e de Tendência Linear. A população constituía-se de 417 escolares, 95,2% da amostra. Os dados indicaram que 44,0% apresentaram excesso de peso, que esteve associado à melhor qualidade da dieta (49,4%, p = 0,051), menor frequência de consumo de biscoitos e salgadinhos, hábito de realizar refeições em frente à televisão, ao excesso de peso dos pais (51%, p = 0,002), ao escore da atuação da família na alimentação (51,9%, p = 0,029) e atividade física das crianças. Sugere-se que as ações em saúde devem considerar o entorno familiar e o contexto social das crianças para fomentar estilos de vida mais saudáveis.<hr/>Abstract The research objective was to evaluate the association between socioeconomic and demographic variables of health-related behaviors and characteristics of the home environment and the prevalence of overweight among students from 1st to 5th grade in the city of Itajaí in the State of Santa Catarina, brazil. Socioeconomic and demographic variables were identified through a questionnaire administered to parents/guardians. Nutritional status was determined by body mass index and waist circumference. The association between excess weight and other variables was investigated using Pearson's Chi-Square and the Linear Trend test. The population consisted of 417 children, which represented 95.2% of the sample. The data suggest that 44% of children were overweight, which was associated with: a better quality diet (49.4%, p = 0.051), lower frequency of consumption of snack foods, habit of eating meals while watching the television, overweight parents (51%, p = 0,002), the score of family nutrition (51.9%, p = 0.029**) and physical activity in children. It is suggested that health actions must consider the family environment and the social context of children to promote healthier lifestyles. <![CDATA[The main characteristics of qualitative studies carried out by doctors in Brazil: a literature review]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232015000802423&lng=es&nrm=iso&tlng=es Resumo O método qualitativo de pesquisa é pouco utilizado por médicos, apesar de estes serem atores privilegiados na condução de estudos compreensivos na saúde devido à proximidade com o campo. Objetivamos conhecer e analisar as características da produção científica brasileira de médicos com método qualitativo. Realizamos busca bibliográfica de estudos qualitativos publicados em periódicos indexados no SciELO de 2004 a 2103, através de palavras-chave e por autores reconhecidos no uso deste método. Classificamos os artigos de acordo com: formação e atuação profissional do médico, tema da pesquisa, periódico publicado e características do percurso metodológico empreendido. Encontramos 135 artigos, os classificamos em sete principais temas, sendo Políticas Públicas, Medicina Clínica e Cirúrgica e Saúde Mental os mais frequentes. Os periódicos de Saúde Pública concentram mais de 50% das publicações. Entrevista é o instrumento de uso mais frequente e a análise de conteúdo a técnica mais utilizada. Concluímos que a produção científica de médicos com o método qualitativo é diversificada, contudo, muito reduzida. Para ampliá-la é necessário que se criem estratégias, como, por exemplo, a disponibilização de linhas de financiamento específicas para estudos desta natureza pelas agências de fomento.<hr/>Abstract This paper explores the possibilities of the nutrition-sensitive agriculture approach in the context of the programs and actions towards promoting food and nutrition sovereignty and security in Brazil. To analyze the links between nutrition and agriculture, this paper presents the conceptual framework related to food and nutrition security, and stresses the correlations among concepts, institutional structures and program design in Brazil. Dominant models of food production and consumption are scrutinized in the light of these relationships. This paper also highlights differences amongst different ways to promote nutrition-sensitive agriculture through food-acquisition programs from family farmers, experiences in agro-ecology and bio-fortification programs. In the closing remarks, the paper draws some lessons learned from the Brazilian experience that highlight the advantages of family farming and rapid food production, distribution and consumption cycles in order to promote access to an affordable, diversified and more adequate diet in nutritional terms. <![CDATA[The Polisemy of Clinical Governance: a review of literature]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232015000802431&lng=es&nrm=iso&tlng=es Resumo O artigo objetiva explorar a conceituação da gestão da clínica visando à compreensão dos diversos sentidos que poderão ser atribuídos a essa expressão. Essa discussão tanto pode contribuir para o planejamento e a organização dos serviços de saúde voltados para a gestão da clínica, quanto no estabelecimento de princípios para a elaboração de ações nessa área. Metodologicamente, o estudo consiste numa revisão bibliográfica de cunho qualitativo, com descritores da Biblioteca Virtual em Saúde (BVS). Em termos de resultados, destacam-se sete temas que sintetizam a análise das fontes: gestão, promoção da qualidade, monitoramento ou auditoria clínica, educação, responsabilidade, segurança no cuidado e dimensão sistêmica. Conclui-se que a variação de sentidos relaciona-se à forma como os autores dos estudos revisados expressam ou desdobram os componentes conceituais estruturantes amplamente aceitos como governança clínica. Observase que falta um maior foco em discussões sobre o planejamento e as políticas relacionadas à governança clínica.<hr/>Abstract The article aims to explore the concept of clinical management, with a view towards understanding the diverse meanings that could be attributed to that expression. This discussion can contribute to the planning and organization of health services geared to the management of clinical practices, as well as to set forth principles to draft actions in that field. Methodologically, the study consists of a qualitative literature review, using keywords of the Virtual Health Library (VHL). In terms of results, seven topics stand out that synthesize the analysis of sources: management, quality promotion, clinical monitoring or auditing, education, responsibility or accountability, safety in care and a systemic dimension. The conclusion is that the variation of meanings relates to the way in which the authors of the studies reviewed express or unfold the structuring conceptual components broadly accepted as clinical governance. What we observe is a lack of a greater focus on discussions regarding planning and policies relating to clinical governance. <![CDATA[Construction of a scale to assess the methodological quality of systematic reviews]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232015000802441&lng=es&nrm=iso&tlng=es Resumo O objetivo deste estudo foi descrever o processo de construção e de validação de uma metodologia para avaliação da qualidade de escalas de revisões sistemáticas. A partir da ampliação do escopo e de acréscimos de novos itens ao instrumento Assessment of Multiple Systematic Reviews (AMSTAR), buscaram-se evidências de validade e confiabilidade da nova metodologia. Em um primeiro momento, a escala original foi traduzida, adaptada, ampliada e avaliada por um painel de cinco especialistas. Em seguida, foi utilizada para avaliar uma amostra aleatória de cinco revisões sistemáticas por três juízes sem treinamento formal na escala. Por fim, a escala consolidada foi avaliada em uma nova rodada por 2 juízes. O painel de especialistas entrou em consenso em relação à validade das alterações propostas. Em relação à escala consolidada, a concordância média entre os juízes por itens e no escore total foi considerada satisfatória. A partir dos processos de adaptação e validação realizados, a metodologia em sua versão final foi composta por 14 itens que conjuntamente indicam a qualidade metodológica de revisões sistemáticas de campos do conhecimento diversos.<hr/>Abstract The aim of this study was to describe the process of creation and validation of methodology to assess the methodological quality of systematic reviews. From the expansion of the scope and addition of new items to the Assessment of Multiple Systematic Reviews (AMSTAR) instrument evidence of validity and reliability of the new methodology was sought. Firstly, the original scale was translated, adapted, expanded and evaluated by a panel of five experts. Then it was tested by evaluating a random sample of five systematic reviews by three judges with no formal training in the scale. Finally, the consolidated scale was assessed in a new panel by two judges. The panel of experts reached a consensus regarding the validity of the proposed changes. With respect to the scale total and per item score, the average agreement between judges was considered satisfactory in the consolidated scale. From the processes of adaptation and validation performed, the methodology in its final version consisted of 14 items that taken together indicate the methodological quality of systematic reviews from different areas of knowledge. <![CDATA[Mário Magalhães: Development is Health]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232015000802453&lng=es&nrm=iso&tlng=es Resumo Mário Magalhães da Silveira (1905-1986) foi o principal mentor da corrente de pensamento conhecida como ‘sanitarismo desenvolvimentista’ que atinge seu momento de maior influência na III Conferência Nacional de Saúde. Critico da adoção de modelos norte-americanos da organização sanitária, do centralismo e do verticalismo das campanhas sanitárias e da interferência dos organismos internacionais, o médico sanitarista defendia que por ser a saúde um problema de superestrutura dependia do desenvolvimento econômico industrial, além da necessidade imperiosa de municipalizar a saúde pública para atender as reais necessidades da população brasileira. Pioneiro do cruzamento de variáveis econômicas e demográficas, pode ser considerado como o precursor da economia da saúde. O artigo descreve a trajetória profissional de Mário Magalhães tendo como pano de fundo seu pensamento crítico sobre as conjunturas nacionais e as políticas de saúde adotadas.<hr/>Abstract Mário Magalhães da Silveira (1905-1986) was the main mentor of the school of thought known as “developmental public health” whose influence peaked at the III National Health Assembly. A critic of the adoption of North American models of public health organization, of the centralism and vertical organization of public health campaigns and the interference of international bodies, the public health doctor held the view that as health is a problem of superstructure, it depends on industrial economic development. He also defended the urgent need to municipalize public health in order to attend to the real needs of the Brazilian population. A pioneer of the intermingling of economic and demographic variables, he may be seen as a predecessor of the health economy discipline. The article describes the professional path of Mário Magalhães as a backdrop to his critical thinking on specific national situations and the health policies adopted. <![CDATA[Attributes of primary health care provided to children/adolescents with and without disabilities]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232015000802461&lng=es&nrm=iso&tlng=es Abstract This study sought to compare the attributes of the Primary Health Care (PHC) provided by caregivers of the Family Health Strategy (FHS) to children and adolescents with and without physical disabilities in Palmas (State of Tocantins, Brazil). This is a cross-sectional, descriptive study with a quantitative approach. For data collection, the PCA Tool-Brazil (child version) was applied to caregivers of children and adolescents residing and registered in family health teams. The attributes of primary care were evaluated through scores measured according to the criteria of the instrument. The results indicated that three attributes had scores above the cutoff point for the physically disabled population and two attributes for the population without disabilities. Overall, the data showed no significant differences between children with and without disabilities from the standpoint of caregivers. The general score also showed a below satisfactory score in both groups. The evaluation of the attributes of the PHC was characterized as low-quality care to children and adolescents, be they physically challenged or not, which highlights the fact that the biggest challenges lie in ensuring health care to children and adolescents.<hr/>Resumo Este estudo objetivou comparar os atributos da Atenção Primária à Saúde (APS) prestada pelas equipes da Estratégia Saúde da Família (ESF) às crianças e adolescentes com e sem deficiência física em Palmas (TO). Trata-se de um estudo transversal, descritivo de abordagem quantitativa. Para coleta de dados utilizou-se o instrumento PCATool-Brasil (versão criança), aplicado aos cuidadores das crianças e adolescentes residentes e cadastradas em equipes de saúde da família. Os atributos da atenção primária foram avaliados através dos escores aferidos de acordo com critérios do instrumento. Os resultados registraram que três atributos apresentaram escores acima do ponto de corte para a população deficiente e dois para a população sem deficiência. Em geral os dados não apresentam diferenças significativas entre crianças com e sem deficiência segundo a visão dos cuidadores. O escore geral também mostrou valor abaixo do satisfatório nos dois grupos. A avaliação dos atributos da APS caracterizou-se como um atendimento de baixa qualidade à população infanto-juvenil, independente de ter ou não deficiência física, ressaltando que os desafios maiores são a garantia da atenção à saúde para crianças e adolescentes. <![CDATA[Prevalence of neck and upper limb musculoskeletal disorders in artisan fisherwomen/shellfish gatherers in saubara, Bahia, Brazil]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232015000802469&lng=es&nrm=iso&tlng=es Resumo Em uma pesquisa, realizada em uma comunidade de pescadores artesanais, verificouse que dentre as principais queixas de saúde encontravam-se aquelas relacionadas aos distúrbios musculoesqueléticos atribuídos às condições do trabalho. O presente artigo identificou a prevalência dos distúrbios musculoesqueléticos (DME) em pescoço/ombro e membros superiores distais em pescadoras artesanais/marisqueiras em Saubara, Bahia, Brasil. Trata-se de um estudo epidemiológico de corte transversal realizado com 209 pescadoras artesanais/marisqueiras. Foram utilizados para este estudo a versão brasileira do Job Content Questionnaire (JCQ) e do Nordic Musculoskeletal Questionnaire (NMQ) e um questionário contendo as demandas físicas adaptadas para o trabalho da marisqueira. Os valores encontrados para DME em algum segmento do corpo, pescoço ou ombro e membros superiores distais foram 94,7%, 71,3% e 70,3%, respectivamente. Foi observado que as marisqueiras realizam longas jornadas de trabalho, mesmo com altas prevalências de DME. Verificou-se que dentre os fatores determinantes da permanência destas pessoas nesta atividade está a necessidade de obtenção do sustento e da segurança alimentar da suas famílias com a venda e o consumo do marisco.<hr/>Abstract This study was conducted in an artisanal fishing community. The main health complaints included musculoskeletal disorders (MSD) attributable to working conditions. The present work found a prevalence of neck and distal upper limb MSD among the artisan fisherwomen/shellfish gatherers in Saubara, Bahia, Brazil. This was a cross-sectional cohort epidemiological study involving 209 artisanal fisherwomen/shellfish gatherers. The Brazilian version of the Job Content Questionnaire (JCQ), the Nordic Musculoskeletal Questionnaire (NMQ) and a survey listing physical demands adapted to shellfish gathering were used for the study. The MSD values obtained in some part of the body, neck or shoulder, and distal upper limb were 94.7%, 71.3% and 70.3%, respectively. The shellfish gatherers were found to work long shifts despite the high prevalence of MSD. The factors that cause these women to keep performing such activities include the need to make a living and provide food for their families through the sale and consumption of seafood. <![CDATA[Mental disorders among health workers in Brazil]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232015000802481&lng=es&nrm=iso&tlng=es Abstract The scope of this article is to deter mine the prevalence of common mental disorders (CMD) and Depression among Community Health Agents (CHA) and employees of Psychosocial Care Centers (CAPS). It is a cross-sectional descriptive study involving the target population of Community Health Workers and Psychosocial Care Center workers, linked to the Municipal Health Department of Pelotas in the Brazilian State of Rio Grande do Sul. The presence of common mental disorders was considered when the Self Report Questionnaire (SRQ) was &gt; 7 and the occurrence of depression when BDI &gt; 12. In total, 257 professionals participated in the study. Among mental health professionals (n = 119), the prevalence of CMDs was 25.2% and depression was 23.5%, while the prevalence of CMDs was 48.6% and depression was 29% among CHA (n = 138). The ratio of CMDs between the two groups of professionals was statistically different (p &lt; 0.001). In this study, it was observed that the CAPS professionals are more adapted to work issues, with less perceived health problems arising from work and with a lower prevalence of mental disorders compared to CHA.<hr/>Resumo Este artigo tem por objetivo verificar a prevalência de transtornos mentais comuns (TMC) e Depressão entre Agentes Comunitários de Saúde (ACS) e trabalhadores dos Centros de Atenção Psicossocial (CAPS). Estudo descritivo transversal, tendo como população alvo os Agentes Comunitários de Saúde e os trabalhadores dos Centros de Atenção Psicossocial, vinculados à Secretaria Municipal de Saúde de Pelotas, RS, Brasil. A presença de transtornos mentais comuns foi considerada quando o Self Report Questionnaire (SRQ) &gt; 7 e a ocorrência de depressão quando Beck Depression Inventory II (BDI II) &gt; 12. No total, 257 profissionais participaram do estudo. Dentre os profissionais da saúde mental (n = 119), a prevalência de TMC foi de 25,2% e de depressão de 23,5%. Já a prevalência de TMC foi de 48,6% e de depressão de 29,0% entre os ACS (n = 138). A proporção de TMC entre os dois grupos de profissionais foi estatisticamente diferente (p &lt; 0.001). Neste estudo, pode-se observar que os profissionais dos CAPS estão mais adaptados às questões laborais, percebem-se com menor prejuízo para a saúde decorrente do trabalho e também apresentaram menor prevalência de transtornos mentais quando comparados aos ACS. <![CDATA[Factors associated with chronic diseases among the elderly receiving treatment under the Family Health Strategy]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232015000802489&lng=es&nrm=iso&tlng=es Resumo Descreve-se no estudo o perfil da população idosa e urbana assistida pela Estratégia de Saúde da Família em Teófilo Otoni, MG, e investiga-se fatores associados à prevalência de doenças. Em amostragem aleatória simples, 385 idosos foram entrevistados com base na Ficha A e Ficha do Idoso do Sistema de Informação de Atenção Básica. Dentre os idosos, 83,1% reportaram ter pelo menos uma doença, 69,9% eram hipertensos e 17,7% diabéticos. Análises de regressão de Poisson detectaram que os principais fatores associados à hipertensão e outras doenças foram cor de pele não branca, baixa escolaridade, consumo de medicamentos, uso de prótese dentária e necessidade do serviço público de saúde; já a diabetes foi associada ao sexo feminino e dependência de terceiros. Conclui-se que os idosos da comunidade estudada que apresentam características indicadoras de baixo nível socioeconômico e cultural são mais susceptíveis ao desenvolvimento de doenças, particularmente hipertensão. Embora o índice de diabetes tenha sido mais baixo, essa doença requer controle. Sugere-se investimentos na estruturação da rede de serviços de saúde ofertados para a população de idosos e preparação de profissionais da saúde para que possam atuar efetivamente na melhoria da qualidade de vida do idoso brasileiro.<hr/>Abstract The profile of a sample population of elderly receiving treatment under the Family Health Strategy in the municipality of Teófilo Otoni, State of Minas Gerais, Brazil, is described, and the factors associated with diseases prevalence examined. Using simple random sampling, 385 elderly were interviewed using Form A and Elderly Form from the Primary Health Care Information System. The majority of the sample (83.1%) self-reported at least one disease, 69.9% had hypertension, and 17.7% had diabetes. Poisson regression analysis showed that the main factors associated with hypertension and other diseases were being non-white, having a low level of education, medication use, dental prosthesis use, and lack of a private health plan. The prevalence of diabetes was greater among women and individuals who depended on other people to live. It can be concluded that this sample population of elderly has a generally low socioeconomic status and are more susceptible to developing diseases, particularly hypertension. Diabetes should be controlled although had relatively low prevalence. It is suggested investments in structuring the health system network to provide adequate care for the elderly and in training health professionals to play an effective role in improving the quality of life of the elderly in Brazil. <![CDATA[Evaluation of different school-based preventive interventions for reducing the use of psychotropic substances among students: a randomized study]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232015000802499&lng=es&nrm=iso&tlng=es Resumo Embora algumas escolas realizem ações preventivas do uso de drogas, pouco se sabe sobre o seu processo de implementação e os resultados. Assim, o presente estudo buscou avaliar, no contexto escolar, o impacto de três diferentes modalidades preventivas na redução do consumo de substâncias entre os estudantes. Fizeram parte deste estudo 1316 estudantes entre o 9° ano do ensino fundamental e 3° ano do ensino médio de 8 escolas da rede pública estadual do Município de Guarulhos-SP. Os estudantes foram aleatoriamente alocados nos grupos de intervenções e controle, e avaliados em dois momentos quanto ao consumo de sustâncias. Os resultados indicaram a efetividade das intervenções feitas pelos educadores, tanto na redução do consumo como na intensidade de problemas. As intervenções feitas por especialistas apresentaram efetividade parcial, pois reduziram o consumo apenas dos usuários experimentais. O resultado da modalidade ‘Palestra única’ indicaram-na contraproducente. Em suma, ações preventivas contextualizadas à realidade do estudante e do ambiente escolar, e que incluam o envolvimento ativo do educador e do aluno, apresentam melhor impacto na redução da prevalência de uso de substâncias e intensidade de problemas.<hr/>Abstract Although many schools perform preventive interventions for reducing drug use, little is known about their implementation processes and results. Accordingly, this study aimed to evaluate the effectiveness of three different types of preventive intervention performed in the school setting for reducing substance use among students. The study comprised 1316 students from the 9th year of elementary school to the 3rd year of secondary school in 8 public schools in the city of Guarulhos, São Paulo state, Brazil. Students were randomly assigned to the intervention groups or a control group and were evaluated at two different time-points regarding substance use. The results indicated that interventions performed by teachers were most effective in reducing both substance use and the severity of substance-associated problems. Interventions performed by experts were partially effective, although they only reduced use among experimental users. The results of “Single lecture” interventions revealed that such approaches are counterproductive. In summary, preventive actions that were contextualized to the student's reality and the school environment and that included the active involvement of both teacher and student were most effective at reducing the prevalence of substance use and the severity of associated problems in students. <![CDATA[Interprofessional collaboration in the Family Health Strategy: implications for the provision of care and work management]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232015000802511&lng=es&nrm=iso&tlng=es Resumo A colaboração interprofissional vem sendo apontada como um recurso para o enfrentamento dos problemas do modelo de atenção e da força de trabalho. O objetivo do estudo foi captar a percepção de profissionais que atuam na atenção primária à saúde sobre o trabalho compartilhado e a colaboração interprofissional. Uma pesquisa qualitativa foi conduzida no município de São Paulo, mediante a realização de entrevistas em profundidade com profissionais de distintas categorias que atuam na Estratégia Saúde da Família e no Núcleo de Apoio à Saúde da Família. Os resultados permitiram evidenciar as categorias: ‘interação profissional’ e ‘metas de produção’. As formas de interação, o papel do apoio especializado matricial e o modo como as metas de produção são percebidas apontaram para tensões entre a lógica profissional tradicional e a da colaboração; e entre um modelo centrado em procedimentos especializados e outro mais colaborativo, focado nas necessidades de saúde das famílias e da comunidade. O compartilhamento de responsabilidades e práticas, a alteração da lógica dos encaminhamentos e a insuficiência de dispositivos organizacionais permanecem como importantes desafios para a inserção da colaboração interprofissional no desenvolvimento de novas práticas de produção do cuidado.<hr/>Abstract Interprofessional collaboration is seen as a resource for tackling model of care and workforce problems. The scope of this study was to understand the perception about the shared work and interprofessional collaboration of professionals who work in primary health care. A qualitative study was conducted in São Paulo city. In-depth interviews were performed with professionals from distinct categories who worked in the Family Health Strategy and Support Center for Family Health. The results highlighted the empirical ‘professional interaction’ and ‘production goals’ categories. The forms of interaction, the role of specialized matrix support and the perspective in which production goals are perceived by the professionals pointed to tensions between traditional professional logic and collaboration logic. It also revealed the tensions between a model based on specialized procedures and a more collaborative model centered on health needs of families and of the community. The sharing of responsibilities and practices, changes in the logic of patient referral to specialized services and inadequate organizational arrangements remain major challenges to the integration of interprofessional collaboration for the development of new care practices. <![CDATA[Sexual and reproductive rights during adolescence: UN-Brazil interactions]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232015000802523&lng=es&nrm=iso&tlng=es Resumo O objetivo deste artigo é descrever os documentos internacionais da ONU e as legislações produzidas no Brasil a partir de 1950 com foco nos direitos sexuais e reprodutivos na adolescência. Estudo descritivo com consulta ao site oficial da Comisión Económica para América Latina y el Caribe, órgão das Nações Unidas e em sites da Presidência da República, Ministério da Saúde e Educação e na Biblioteca Virtual em Saúde. Os documentos foram organizados de 1950 a 2010 com recorte sobre direitos sexuais e reprodutivos e a adolescência. No âmbito da ONU encontraram-se dez conferências: seis sobre População e Desenvolvimento, duas sobre Direitos Humanos, uma Convenção dos Direitos da Criança e as Metas do Milênio. No campo da legislação nacional encontraram-se trinta e dois documentos (quatro decretos, treze leis federais, três normas técnicas, duas portarias, três resoluções, uma nota técnica e seis programas). A atuação da ONU e do Brasil em consolidar um conceito amplo de direitos sexuais e reprodutivos obteve avanços significativos, no entanto, ainda prevalecem maiores conquistas na área dos direitos reprodutivos.<hr/>Abstract The scope of this article is to describe the international documents of the UN and laws passed in Brazil from 1950 onwards focusing on sexual and reproductive rights during adolescence. It involved a descriptive study by consulting the official website of the UN organ entitled the Economic Commission for Latin America and the Caribbean and sites of the President of the Republic, Ministry of Health and Education and the Virtual Health Library. The documents were organized from 1950 to 2010 with an emphasis on sexual and reproductive rights and adolescence. Ten conferences were found within the scope of the UN: six conferences on Population and Development, two on Human Rights, one on the Rights of the Child and another on the Millennium Development Goals. Thirty-two documents were found in the field of national legislation (four decrees, thirteen federal laws, three technical norms, two ordinances, three resolutions, a technical note and six programs). The role of the UN and Brazil in consolidating the broad concept of sexual and reproductive rights has made significant progress, however greater achievements in the area of reproductive rights still prevail. <![CDATA[Patterns of access to information on protection against UV during the Brazilian summer: is there such a thing as the “summer effect”?]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232015000802533&lng=es&nrm=iso&tlng=es Resumo Padrões de buscas na internet (queries) vinculados a “janelas” de interesses coletivos têm sido objeto de crescente investigação no campo da saúde pública. O presente artigo pretende identificar padrões de queries acerca de informações sobre a proteção da pele perante a exposição excessiva à radiação UV – o que aqui chamamos de “efeito verão”. Para estimar os acessos ao site do Instituto Nacional de Câncer – notória fonte de recursos informativos sobre prevenção – foi usado um software (Log analyzer) que mensura o volume de acessos a conteúdos específicos. Durante 48 meses foram acompanhadas as páginas sobre proteção da pele e autoexame (páginas de interesse). Observou-se que, embora a média de acessos tenha crescido significativamente, os resultados da análise de variância não mostraram diferenças significativas entre os realizados no verão e os feitos nos demais meses (p = 0,7491). A percepção da intensa exposição ao sol de verão não incentivou interesse suplementar por buscas sobre prevenção. Discute-se se a dissonância entre o conhecimento individual acerca do próprio estado de saúde em relação às medidas ligadas à sua preservação, pois talvez exerçam “influências antiprevenção” sobre o interesse coletivo a respeito da proteção da saúde.<hr/>Abstract Internet search patterns associated with “windows” of collective interest have been increasingly investigated in the field of public health. This article sets out to identify search patterns relating to the quest for information on skin protection after the perception of excessive exposure to UV radiation – the so-called “summer effect” as it is commonly referred to in Brazil. To calculate the number of hits on the Brazilian National Cancer Institute website – a renowned source of information resources on prevention – log analyzer software was used to measure the volume of hits on specific content pages. The pages on skin protection and self-examination (pages of interest) were monitored over a 48-month period. It was seen that, although the monthly average of hits on pages of interest revealed statistically significant annual growth, the results for the analysis of variance showed no significant differences between the number of hits in the summer compared with other months (p = 0.7491). In short, the perception of intense exposure to the summer sun did not encourage further interest to search for information on prevention. <![CDATA[Social Inequalities and the Oral health in Brazilian Capitals]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232015000802539&lng=es&nrm=iso&tlng=es Resumo Apesar da melhoria das condições de vida dos brasileiros, ainda persiste um panorama de iniquidades em saúde bucal. Este estudo ecológico avaliou a relação das condições socioeconômicas e de política de saúde pública com as de saúde bucal nas capitais brasileiras. Foi realizada análise fatorial com os indicadores de condições socioeconômicas, revelando dois fatores comuns: deprivação econômica e condição sociossanitária. Em seguida, executou-se análise de regressão linear múltipla para os indicadores de saúde bucal (média CPO-D 12 anos, média de dentes perdidos e taxa de população livre de cárie) com os dois fatores em comum e a fluoretação da água de abastecimento. A análise de regressão linear múltipla para o CPO-D das capitais foi estimado pelas condições sociossanitárias e fluoretação, ajustado pela deprivação econômica; enquanto que o modelo para a média de dentes perdidos foi estimado apenas pela fluoretação e deprivação econômica, e, por fim, o modelo para a taxa da população livre de cárie nas capitais brasileiras foi estimado pela condição econômica e sociossanitária ajustadas pelo abastecimento de água fluoretada. Portanto, os resultados apontam a necessidade de ações sociais que impactem nas condições de vida da população para redução da cárie dentária.<hr/>Abstract Despite the improvement of the lives of Brazilians, still persists a panorama of iniquities in health in Brazil. This ecological study evaluated the relationship of socioeconomic conditions and public health policy with oral health conditions in Brazilian capitals. Factor analysis was performed with the socioeconomic indicators, revealing two common factors: economic deprivation and socio-sanitary condition. Then, was executed multiple linear regression analysis for the oral health indicators (average DMFT 12 years, mean missing teeth and rate of decay of free population) with two factors in common and fluoridation of water supply. Multiple linear regression analysis to the DMFT of the capitals was estimated by the socio-sanitary conditions and fluoridation, adjusted by economic deprivation; whereas the model for the average missing teeth was estimated only for flu-oridation and economic deprivation, and finally, the model for the rate of caries-free population in the Brazilian capitals was estimated by economic and sociosanitary condition set by fluoridated water supplies. Therefore, the results indicate the need for social actions that impact on people's living conditions to reduce tooth decay. <![CDATA[The inclusion of disabled persons in the labor market in Belo horizonte, Brazil: scenario and perspective]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232015000802549&lng=es&nrm=iso&tlng=es Resumo Mesmo após a publicação da Lei 8213, em 1991, que institui cotas para contratação de pessoas com deficiência, a inclusão delas no trabalho ainda é um desafio para a sociedade brasileira. Para tentar entender as principais barreiras que impedem este processo foi realizada uma pesquisa qualitativa no município de Belo Horizonte. Este estudo contou com entrevistas com atores importantes no processo de inclusão; e grupos focais com pessoas com deficiência e seus familiares. As principais barreiras encontradas foram: preconceito e discriminação; a relação familiar; o Benefício da Prestação Continuada; a baixa qualificação das pessoas com deficiência; a falta de acessibilidade; e o despreparo das empresas. Conclui-se que a elaboração de leis não é suficiente para a inclusão no mercado de trabalho e que os governos devem implementar políticas públicas que auxiliem este processo.<hr/>Abstract Even after the publication of Law 8213 in 1991, which established quotas for employing disabled persons, their inclusion in the workplace still presents a challenge for Brazilian society. In order to understand the main barriers that hamper this process a qualitative research study was conducted in the municipality of Belo Horizon-te. This study included interviews with important actors involved in the process of inclusion; and focus groups including disabled persons and members of their families. The main barriers encountered were: preconceived ideas and discrimination; family relationships; the Continuous Cash Benefit (BPC) program; the low level of qualifi-cation among disabled person; lack of access; and the unpreparedness of companies. It was concluded that drafting laws is not sufficient to guarantee inclusion in the labor market and that governments should implement public policies to assist in this process. <![CDATA[Social representations of municipal health counselors on health surveillance]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232015000802559&lng=es&nrm=iso&tlng=es Resumo O objetivo do estudo é descrever e analisar as representações sociais dos Conselheiros de Saúde de Belo Horizonte sobre suas experiências com a vigilância sanitária. A pesquisa utilizou a técnica de entrevista baseada em roteiro semiestruturado. Os dados obtidos foram analisados pela técnica do Discurso do Sujeito Coletivo. Verificou-se que o distanciamento existente entre a vigilância sanitária e o Conselho Municipal de Saúde é compensado pela riqueza das experiências “vividas” dos conselheiros. Essas experiências foram ressignificadas em saber prático, influenciando diretamente o pensamento e o conhecimento desses sujeitos sobre o tema. Por fim, a comprovação da apropriação social sobre a importância da vigilância sanitária como ação de saúde a qualifica como eficaz modelo de atenção à saúde, intervindo sobre os fatores determinantes e condicionantes do processo saúde doença, ao mesmo tempo em que promove ações educativas que contribuem para elevar a consciência sanitária.<hr/>Abstract The objective of this study is to describe and analyze the social representations of the Health Counselors of the city of Belo Horizonte regarding their experiences with health surveillance. The research used the interview technique based on a semi-structured script. The data obtained were analyzed using the Collective Subject Discourse technique. It was found that the existing gap between health surveillance and the Municipal Health Council is offset by the broad spectrum of “hands-on” experience acquired by the counselors. This experience assumes greater significance in terms of practical knowledge, directly influencing the thinking and know-how of these individuals on the topic. In practice, proof of the social appropriation of the importance of health surveillance as health action qualifies as an effective model of health care. It effectively influences the determinants and conditioning factors of the health/sickness process, while simultaneously promoting educational initiatives that contribute to raising health awareness. <![CDATA[Brand names of Portuguese medication: understanding the importance of their linguistic structure and regulatory issues]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232015000802569&lng=es&nrm=iso&tlng=es Abstract Among other regulatory requirements, medicine brands should be composed of single names without abbreviations to prevent errors in prescription of medication. The purposes of the study were to investigate the compliance of a sam ple of Portuguese medicine brand names with Portuguese pharmaceutical regulations. This includes identifying their basic linguistic characteristics and comparing these features and their frequency of occurrence with benchmark values of the colloquial or informal language. A sample of 474 brand names was selected. Names were analyzed using manual (visual analyses) and computer methods (FreP - Frequency Patterns of Phonological Objects in Portuguese and MS word). A significant number of names (61.3%) failed to comply with the Portuguese phonologic system (related to the sound of words) and/or the spelling system (related to the written form of words) contained more than one word, comprised a high proportion of infrequent syllable types or stress patterns and included abbreviations. The results suggest that some of the brand names of Portuguese medication should be reevaluated, and that regulation on this issue should be enforced and updated, taking into consideration specific linguistic and spelling codes.<hr/>Resumo Entre outros requisitos regulatórios, o nome dos medicamentos de marca deve ser composto por um único nome e não integrar abreviaturas para evitar erros de medicação. Os objetivos do estudo foram: investigar a adequação de um grupo de nomes de medicamentos de marca portugueses à regulação farmacêutica do mesmo País; identificar as suas características linguísticas básicas e comparar essas características e a sua frequência com valores de referência da língua corrente ou informal. Foi selecionada uma amostra de 474 nomes. Os nomes foram analisados com recurso a métodos manuais (análise visual) e automáticos (FreP - Frequency Patterns of Phonological Objects in Portuguese e o MS word). Um número significativo de nomes (61,3%) não estava em conformidade com o sistema fonológico (relacionado com a forma sonora das palavras) e ortográfico do Português (relacionado com a forma de escrita das palavras), tinha mais de uma palavra, continha uma alta proporção padrões silábicos e acentuais raros, e incluía abreviaturas. Os resultados sugerem que alguns dos nomes das marcas medicamentos portugueses devem ser reavaliadas e os aspetos regulatórios atualizados, tendo em consideração as características específicas do sistema linguístico e ortográfico português. <![CDATA[Fuzzy model approach for estimating time of hospitalization due to cardiovascular diseases]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232015000802585&lng=es&nrm=iso&tlng=es Resumo Para prever o tempo médio de internações por doenças cardiovasculares relacionadas à exposição de poluentes do ar em São José dos Campos (SP), em 2009, foi construído um modelo linguístico fuzzy, baseado no método de Mamdani, com variáveis de entrada: material particulado, dióxido de enxofre, temperatura e vento, obtidos da CETESB, com duas funções de pertinência cada. A variável de saída é o tempo médio de internações, obtido do Datasus, com seis funções de pertinência. O tempo médio fornecido pelo modelo foi comparado aos dados reais segundo defasagens de 0 a 4 dias. Este modelo foi construído no toolbox fuzzy do Matlab v. 7.5. Sua acurácia foi avaliada pela curva ROC. Foram registradas 1119 internações com o tempo médio de 7,9 dias (dp = 4,9). Os dados fornecidos mostraram significativa correlação com os dados reais, segundo as defasagens de 0 a 4 dias. O poluente que mostrou melhor acurácia foi o dióxido de enxofre. Este modelo pode ser utilizado como base de sistema especialista, que pode auxiliar o gestor municipal na avaliação do risco de internações em função dos poluentes do ar.<hr/>Abstract A fuzzy linguistic model based on the Mamdani method with input variables, particulate matter, sulfur dioxide, temperature and wind obtained from CETESB with two membership functions each was built to predict the average hospitalization time due to cardiovascular diseases related to exposure to air pollutants in São José dos Campos in the State of São Paulo in 2009. The output variable is the average length of hospitalization obtained from DATASUS with six membership functions. The average time given by the model was compared to actual data using lags of 0 to 4 days. This model was built using the Matlab v. 7.5 fuzzy toolbox. Its accuracy was assessed with the ROC curve. Hospitalizations with a mean time of 7.9 days (SD = 4.9) were recorded in 1119 cases. The data provided revealed a significant correlation with the actual data according to the lags of 0 to 4 days. The pollutant that showed the greatest accuracy was sulfur dioxide. This model can be used as the basis of a specialized system to assist the city health authority in assessing the risk of hospitalizations due to air pollutants. <![CDATA[Subjectivity, ethics and productivity in post-productive health restructuring]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232015000802591&lng=es&nrm=iso&tlng=es Resumo O objetivo deste artigo é analisar os problemas éticos gerados pelo padrão moderno-estressor de produtividade pós-transformações da reestruturação produtiva em saúde. Pesquisa qualitativa do tipo exploratório descritivo, em que foram entrevistados 30 profissionais [enfermeiros, médicos e cirurgiões-dentistas] de uma região metropolitana do sul do Brasil, com experiência de trabalho na área pública e privada. Os resultados seguiram a Análise Textual Discursiva. A capitalização é desvelada como importante problema ético na cadeia de novas questões advindas do imperativo produtividade-lucratividade em saúde, pela incorporação acrítica de uma ética restrita aos interesses da empresa ou corporativo-individuais. O problema ético do baixo comprometimento profissional às necessidades do paciente e coletivo social indica a necessidade de construção de uma nova solidariedade engajada para aumento da qualidade no atendimento público. Uma produtividade voltada ao cuidado às necessidades/interesses individuais e sociais em saúde solicita um novo engajamento autogestor e coletivo dos sujeitos, apoiado num esforço institucional e ético-político de grupalidade, cooperação e solidariedade.<hr/>Abstract The scope of this paper is to analyze the ethical problems generated by the modern stressor pattern of post-transformation productivity in productive restructuring in the health area. It is a qualitative study of the descriptive and exploratory type in which 30 professionals (nurses, doctors and dental surgeons) from a metropolitan region in the South of Brazil were interviewed, all of whom had prior experience in the public and private sectors. The results were analyzed through Discursive Textual Analysis. Capitalization is revealed as a major ethical problem in the series of new issues derived from the productivity-profitability imperative in health, due to the acritical incorporation of ethics that is restricted to the company's interests or to corporate-individual interests. The ethical problem of low professional commitment to the needs of the patient and of the social collective indicates the need to build a new engaged solidarity in order to increase the quality of public healthcare. Productivity targeted at individual and social needs/interests in the area of health requires a new self-managing and collective engagement of the subjects, supported by an institutional and ethical-political effort of group action, cooperation and solidarity. <![CDATA[Plágio: palavras escondidas]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232015000802601&lng=es&nrm=iso&tlng=es Resumo O objetivo deste artigo é analisar os problemas éticos gerados pelo padrão moderno-estressor de produtividade pós-transformações da reestruturação produtiva em saúde. Pesquisa qualitativa do tipo exploratório descritivo, em que foram entrevistados 30 profissionais [enfermeiros, médicos e cirurgiões-dentistas] de uma região metropolitana do sul do Brasil, com experiência de trabalho na área pública e privada. Os resultados seguiram a Análise Textual Discursiva. A capitalização é desvelada como importante problema ético na cadeia de novas questões advindas do imperativo produtividade-lucratividade em saúde, pela incorporação acrítica de uma ética restrita aos interesses da empresa ou corporativo-individuais. O problema ético do baixo comprometimento profissional às necessidades do paciente e coletivo social indica a necessidade de construção de uma nova solidariedade engajada para aumento da qualidade no atendimento público. Uma produtividade voltada ao cuidado às necessidades/interesses individuais e sociais em saúde solicita um novo engajamento autogestor e coletivo dos sujeitos, apoiado num esforço institucional e ético-político de grupalidade, cooperação e solidariedade.<hr/>Abstract The scope of this paper is to analyze the ethical problems generated by the modern stressor pattern of post-transformation productivity in productive restructuring in the health area. It is a qualitative study of the descriptive and exploratory type in which 30 professionals (nurses, doctors and dental surgeons) from a metropolitan region in the South of Brazil were interviewed, all of whom had prior experience in the public and private sectors. The results were analyzed through Discursive Textual Analysis. Capitalization is revealed as a major ethical problem in the series of new issues derived from the productivity-profitability imperative in health, due to the acritical incorporation of ethics that is restricted to the company's interests or to corporate-individual interests. The ethical problem of low professional commitment to the needs of the patient and of the social collective indicates the need to build a new engaged solidarity in order to increase the quality of public healthcare. Productivity targeted at individual and social needs/interests in the area of health requires a new self-managing and collective engagement of the subjects, supported by an institutional and ethical-political effort of group action, cooperation and solidarity. <![CDATA[Errata]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232015000802603&lng=es&nrm=iso&tlng=es Resumo O objetivo deste artigo é analisar os problemas éticos gerados pelo padrão moderno-estressor de produtividade pós-transformações da reestruturação produtiva em saúde. Pesquisa qualitativa do tipo exploratório descritivo, em que foram entrevistados 30 profissionais [enfermeiros, médicos e cirurgiões-dentistas] de uma região metropolitana do sul do Brasil, com experiência de trabalho na área pública e privada. Os resultados seguiram a Análise Textual Discursiva. A capitalização é desvelada como importante problema ético na cadeia de novas questões advindas do imperativo produtividade-lucratividade em saúde, pela incorporação acrítica de uma ética restrita aos interesses da empresa ou corporativo-individuais. O problema ético do baixo comprometimento profissional às necessidades do paciente e coletivo social indica a necessidade de construção de uma nova solidariedade engajada para aumento da qualidade no atendimento público. Uma produtividade voltada ao cuidado às necessidades/interesses individuais e sociais em saúde solicita um novo engajamento autogestor e coletivo dos sujeitos, apoiado num esforço institucional e ético-político de grupalidade, cooperação e solidariedade.<hr/>Abstract The scope of this paper is to analyze the ethical problems generated by the modern stressor pattern of post-transformation productivity in productive restructuring in the health area. It is a qualitative study of the descriptive and exploratory type in which 30 professionals (nurses, doctors and dental surgeons) from a metropolitan region in the South of Brazil were interviewed, all of whom had prior experience in the public and private sectors. The results were analyzed through Discursive Textual Analysis. Capitalization is revealed as a major ethical problem in the series of new issues derived from the productivity-profitability imperative in health, due to the acritical incorporation of ethics that is restricted to the company's interests or to corporate-individual interests. The ethical problem of low professional commitment to the needs of the patient and of the social collective indicates the need to build a new engaged solidarity in order to increase the quality of public healthcare. Productivity targeted at individual and social needs/interests in the area of health requires a new self-managing and collective engagement of the subjects, supported by an institutional and ethical-political effort of group action, cooperation and solidarity.