Scielo RSS <![CDATA[Ciência & Saúde Coletiva]]> http://www.scielo.br/rss.php?pid=1413-812320120010&lang=en vol. 17 num. 10 lang. en <![CDATA[SciELO Logo]]> http://www.scielo.br/img/en/fbpelogp.gif http://www.scielo.br <![CDATA[<b>Men, health and policies</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232012001000001&lng=en&nrm=iso&tlng=en <![CDATA[<b>Men, health and public policies</b>: <b>gender equality in question</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232012001000002&lng=en&nrm=iso&tlng=en The scope of this article is to pose questions on the theme of Men, Health and Public Policies to render debate on the subject viable, based on theoretical and empirical references related to these issues. Initially, some historical landmarks on the theme are presented to provide guidelines for debate. An overview of the gender agenda in public policies is then presented to introduce the discussion about the inclusion of a gender perspective in healthcare policies. After this discussion, queries are raised about whether or not policies geared to men's health promote gender equality. In the closing remarks, the complexity involved in the development, implementation and evaluation of health policies aimed at gender equality is highlighted. The need for the Brazilian policy geared towards men's health to be implemented with other policies such that the gender matrix is transversal in the healthcare field is also stressed.<hr/>O artigo tem por objetivo estabelecer questões acerca do tema Homens, Saúde e Políticas Públicas para a viabilização do debate sobre o assunto, com base em referências teóricas e empíricas relacionadas a essas questões. Inicialmente, alguns marcos históricos de temática são apresentados para que melhor se situe o debate. Em seguida, apresenta-se panorama da agenda de gênero nas políticas públicas para se introduzir a discussão acerca da inserção dessa perspectiva no âmbito das políticas de saúde. Após essa discussão, aborda-se o questionamento sobre o fato de as políticas de saúde dos homens promoverem ou não a equidade de gênero. Nas considerações finais, aponta-se para a complexidade que envolve a elaboração, a implementação e a avaliação das políticas de saúde que visam à equidade de gênero, bem como se destaca a necessidade de a política brasileira voltada para a saúde dos homens articular-se com outras políticas para que a matriz de gênero seja transversal no campo da saúde. <![CDATA[<b>Gender of/in men</b>: <b>strands of a proto-genealogy</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232012001000003&lng=en&nrm=iso&tlng=en The scope of this article is to pose questions on the theme of Men, Health and Public Policies to render debate on the subject viable, based on theoretical and empirical references related to these issues. Initially, some historical landmarks on the theme are presented to provide guidelines for debate. An overview of the gender agenda in public policies is then presented to introduce the discussion about the inclusion of a gender perspective in healthcare policies. After this discussion, queries are raised about whether or not policies geared to men's health promote gender equality. In the closing remarks, the complexity involved in the development, implementation and evaluation of health policies aimed at gender equality is highlighted. The need for the Brazilian policy geared towards men's health to be implemented with other policies such that the gender matrix is transversal in the healthcare field is also stressed.<hr/>O artigo tem por objetivo estabelecer questões acerca do tema Homens, Saúde e Políticas Públicas para a viabilização do debate sobre o assunto, com base em referências teóricas e empíricas relacionadas a essas questões. Inicialmente, alguns marcos históricos de temática são apresentados para que melhor se situe o debate. Em seguida, apresenta-se panorama da agenda de gênero nas políticas públicas para se introduzir a discussão acerca da inserção dessa perspectiva no âmbito das políticas de saúde. Após essa discussão, aborda-se o questionamento sobre o fato de as políticas de saúde dos homens promoverem ou não a equidade de gênero. Nas considerações finais, aponta-se para a complexidade que envolve a elaboração, a implementação e a avaliação das políticas de saúde que visam à equidade de gênero, bem como se destaca a necessidade de a política brasileira voltada para a saúde dos homens articular-se com outras políticas para que a matriz de gênero seja transversal no campo da saúde. <![CDATA[<b>Reflections on gender and the Brazilian Comprehensive Healthcare Policy for Men</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232012001000004&lng=en&nrm=iso&tlng=en The scope of this article is to pose questions on the theme of Men, Health and Public Policies to render debate on the subject viable, based on theoretical and empirical references related to these issues. Initially, some historical landmarks on the theme are presented to provide guidelines for debate. An overview of the gender agenda in public policies is then presented to introduce the discussion about the inclusion of a gender perspective in healthcare policies. After this discussion, queries are raised about whether or not policies geared to men's health promote gender equality. In the closing remarks, the complexity involved in the development, implementation and evaluation of health policies aimed at gender equality is highlighted. The need for the Brazilian policy geared towards men's health to be implemented with other policies such that the gender matrix is transversal in the healthcare field is also stressed.<hr/>O artigo tem por objetivo estabelecer questões acerca do tema Homens, Saúde e Políticas Públicas para a viabilização do debate sobre o assunto, com base em referências teóricas e empíricas relacionadas a essas questões. Inicialmente, alguns marcos históricos de temática são apresentados para que melhor se situe o debate. Em seguida, apresenta-se panorama da agenda de gênero nas políticas públicas para se introduzir a discussão acerca da inserção dessa perspectiva no âmbito das políticas de saúde. Após essa discussão, aborda-se o questionamento sobre o fato de as políticas de saúde dos homens promoverem ou não a equidade de gênero. Nas considerações finais, aponta-se para a complexidade que envolve a elaboração, a implementação e a avaliação das políticas de saúde que visam à equidade de gênero, bem como se destaca a necessidade de a política brasileira voltada para a saúde dos homens articular-se com outras políticas para que a matriz de gênero seja transversal no campo da saúde. <![CDATA[<b>On "Men, health and public policies</b>: <b>gender equality in question"</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232012001000005&lng=en&nrm=iso&tlng=en The scope of this article is to pose questions on the theme of Men, Health and Public Policies to render debate on the subject viable, based on theoretical and empirical references related to these issues. Initially, some historical landmarks on the theme are presented to provide guidelines for debate. An overview of the gender agenda in public policies is then presented to introduce the discussion about the inclusion of a gender perspective in healthcare policies. After this discussion, queries are raised about whether or not policies geared to men's health promote gender equality. In the closing remarks, the complexity involved in the development, implementation and evaluation of health policies aimed at gender equality is highlighted. The need for the Brazilian policy geared towards men's health to be implemented with other policies such that the gender matrix is transversal in the healthcare field is also stressed.<hr/>O artigo tem por objetivo estabelecer questões acerca do tema Homens, Saúde e Políticas Públicas para a viabilização do debate sobre o assunto, com base em referências teóricas e empíricas relacionadas a essas questões. Inicialmente, alguns marcos históricos de temática são apresentados para que melhor se situe o debate. Em seguida, apresenta-se panorama da agenda de gênero nas políticas públicas para se introduzir a discussão acerca da inserção dessa perspectiva no âmbito das políticas de saúde. Após essa discussão, aborda-se o questionamento sobre o fato de as políticas de saúde dos homens promoverem ou não a equidade de gênero. Nas considerações finais, aponta-se para a complexidade que envolve a elaboração, a implementação e a avaliação das políticas de saúde que visam à equidade de gênero, bem como se destaca a necessidade de a política brasileira voltada para a saúde dos homens articular-se com outras políticas para que a matriz de gênero seja transversal no campo da saúde. <![CDATA[<b>Gender, a useful category (to guide policies)?</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232012001000006&lng=en&nrm=iso&tlng=en The scope of this article is to pose questions on the theme of Men, Health and Public Policies to render debate on the subject viable, based on theoretical and empirical references related to these issues. Initially, some historical landmarks on the theme are presented to provide guidelines for debate. An overview of the gender agenda in public policies is then presented to introduce the discussion about the inclusion of a gender perspective in healthcare policies. After this discussion, queries are raised about whether or not policies geared to men's health promote gender equality. In the closing remarks, the complexity involved in the development, implementation and evaluation of health policies aimed at gender equality is highlighted. The need for the Brazilian policy geared towards men's health to be implemented with other policies such that the gender matrix is transversal in the healthcare field is also stressed.<hr/>O artigo tem por objetivo estabelecer questões acerca do tema Homens, Saúde e Políticas Públicas para a viabilização do debate sobre o assunto, com base em referências teóricas e empíricas relacionadas a essas questões. Inicialmente, alguns marcos históricos de temática são apresentados para que melhor se situe o debate. Em seguida, apresenta-se panorama da agenda de gênero nas políticas públicas para se introduzir a discussão acerca da inserção dessa perspectiva no âmbito das políticas de saúde. Após essa discussão, aborda-se o questionamento sobre o fato de as políticas de saúde dos homens promoverem ou não a equidade de gênero. Nas considerações finais, aponta-se para a complexidade que envolve a elaboração, a implementação e a avaliação das políticas de saúde que visam à equidade de gênero, bem como se destaca a necessidade de a política brasileira voltada para a saúde dos homens articular-se com outras políticas para que a matriz de gênero seja transversal no campo da saúde. <![CDATA[<b>The authors reply</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232012001000007&lng=en&nrm=iso&tlng=en The scope of this article is to pose questions on the theme of Men, Health and Public Policies to render debate on the subject viable, based on theoretical and empirical references related to these issues. Initially, some historical landmarks on the theme are presented to provide guidelines for debate. An overview of the gender agenda in public policies is then presented to introduce the discussion about the inclusion of a gender perspective in healthcare policies. After this discussion, queries are raised about whether or not policies geared to men's health promote gender equality. In the closing remarks, the complexity involved in the development, implementation and evaluation of health policies aimed at gender equality is highlighted. The need for the Brazilian policy geared towards men's health to be implemented with other policies such that the gender matrix is transversal in the healthcare field is also stressed.<hr/>O artigo tem por objetivo estabelecer questões acerca do tema Homens, Saúde e Políticas Públicas para a viabilização do debate sobre o assunto, com base em referências teóricas e empíricas relacionadas a essas questões. Inicialmente, alguns marcos históricos de temática são apresentados para que melhor se situe o debate. Em seguida, apresenta-se panorama da agenda de gênero nas políticas públicas para se introduzir a discussão acerca da inserção dessa perspectiva no âmbito das políticas de saúde. Após essa discussão, aborda-se o questionamento sobre o fato de as políticas de saúde dos homens promoverem ou não a equidade de gênero. Nas considerações finais, aponta-se para a complexidade que envolve a elaboração, a implementação e a avaliação das políticas de saúde que visam à equidade de gênero, bem como se destaca a necessidade de a política brasileira voltada para a saúde dos homens articular-se com outras políticas para que a matriz de gênero seja transversal no campo da saúde. <![CDATA[<b>Meanings attributed to policy directed to Men's Health</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232012001000008&lng=en&nrm=iso&tlng=en Analisou-se os sentidos atribuídos à Política Nacional de Atenção Integral à Saúde do Homem (PNAISH) pelos envolvidos na sua implementação, buscando identificar como uma política formulada em nível nacional é significada nos contextos locais. Em cinco municípios, de cada macrorregião do país, realizaram-se 6 narrativas e 21 entrevistas semiestruturadas, com gestores e profissionais de saúde; as informações sobre a Política foram trabalhadas a partir do Método de Interpretação de Sentidos. A Política é percebida em geral com positividade. Dentre os sentidos atribuídos, destacamos que a Política é vista, por alguns, como uma atenção integral que norteia ações para abordar os homens como um todo na Atenção Primária; ao contrário, por outros, foi percebida como uma redução a problemas urológicos. Também foi vista como algo vago, não detalhando como proceder para trazer os homens aos serviços e melhor atendê-los, ou algo episódico, sendo a política reduzida à realização de eventos pontuais e não a ações continuadas, incorporadas no cotidiano dos serviços. Os diferentes sentidos orientam práticas e ações, podendo sinalizar o engajamento efetivo e continuado do profissional com a Política, sendo um elemento fundamental para seu monitoramento e avaliação.<hr/>This study analyzed the meanings given to the Brazilian National Men's Health Policy (PNAISH) by those involved in its implementation to find out how a policy formulated at national level is reflected in local contexts. In five cities, from each macro region of the country, a set of 6 narratives and 21 semi-structured interviews were held with health managers and professionals; the information on the Policy was developed according to the Meaning Interpretation Method. The Policy is generally perceived as positive. Among the meanings given, it is emphasized that the policy is seen, by some, as a comprehensive care that guides actions to address men as a whole in Primary Care; then again, others perceived it as a reduction to urological problems. The policy was also perceived as something vague, which does not detail how to proceed to take men to the services and to better assist them, or something episodic, being the policy reduced to the accomplishment of specific events rather than ongoing actions in everyday services. The different meanings guide practices and actions, which may signal the effective and continued engagement of the professional with the policy, being a key element for its monitoring and evaluation. <![CDATA[<b>Brazilian Men's Integral Health Attention: using indicators for monitoring health's promotion and attention</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232012001000009&lng=en&nrm=iso&tlng=en O presente artigo tem por finalidade apresentar e discutir os resultados da avaliação das ações iniciais da Política Nacional de Atenção Integral à Saúde do Homem (PNAISH) quanto ao uso de indicadores de monitoramento das ações de promoção e atenção à saúde do homem. Estudo de caso múltiplo foi realizado em cinco municípios brasileiros que implantaram a PNAISH: Goiânia (GO), Joinville (SC), Petrolina (PE), Rio Branco (AC) e Rio de Janeiro (RJ). Foi utilizado um questionário para verificação do uso de dados e informações necessárias para a construção dos indicadores propostos na PNAISH, referentes à promoção da Saúde, implantação e expansão do Sistema de Atenção à Saúde do homem, previstas nos planos de ação dos municípios. Os resultados apontam para uma situação critica no que diz respeito ao componente de monitoramento das ações por meio dos indicadores propostos tendo em vista a falta de padronização na sua construção e limitações inerentes à disponibilização/acesso de dados, desagregados por faixa etária e sexo, dos atuais sistemas de informação em saúde. A ausência de informações, necessárias para definição de uma linha de base, compromete o monitoramento sistemático e futuras avaliações de efetividade das ações.<hr/>This article presents and discusses the initial actions of Brazilian National Men's Health Policy (PNAISH) concerning indicators used for monitoring promotion and assistance actions of men's health. This multiple case study was developed among five Brazilian cities which had implanted the PNAISH: (Goiânia (GO), Joinville (SC), Petrolina (PE), Rio Branco (AC) and Rio de Janeiro (RJ). A questionnaire was applied to verify the use of data and information required to calculate the indicators recommended by the PNAISH, concerning health's promotion, implementation and expansion of the men's health assistance system, according to the planned goals contained in the cities' local action plans. The results revealed a critical situation concerning monitoring of the activities through the proposed indicators taking into account the lack of standardized procedures to calculate them. Another specific limitation encountered was the limited access to or availability of data by age and sex in the health information systems. These results point out a lack of necessary indicators to define a base line situation, which weakens the systematic monitoring and future evaluation of the actions. <![CDATA[<b>Charting the Brazilian Comprehensive Healthcare Policy for Men (PNAISH), from its formulation through to its implementation in local public health services</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232012001000010&lng=en&nrm=iso&tlng=en O artigo tem como objetivo compreender como a Política Nacional de Atenção Integral à Saúde dos Homens (PNAISH) chega aos serviços da Atenção Básica do Sistema Único de Saúde, a partir do ponto de vista dos seus profissionais. Acompanhamos o caminho trilhado pela PNAISH com um estudo, etnográfico, de cinco casos (de cada Macro Região do país). A análise está ancorada no referencial da Antropologia e emprega a ideia de street-level bureaucreacy, de Lipsky. A formulação da PNAISH é contextualizada em termos históricos e da produção de documentos internacionais e nacionais. Reconhecendo a distância entre formulação e implementação de qualquer política, buscamos compreender como tal distância foi se construindo, na tradução da PNAISH para Planos de Ação (PA) municipais. Observou-se desconhecimento dos agentes implementadores sobre a PNAISH, a rede local de atenção à saúde do homem, as técnicas para atender às especificidades dos homens e o conceito de gênero. A implementação esbarrou na ausência de condições institucionais, como uma estrutura organizacional, uma rede consolidada de atenção - em que o usuário seja atendido por serviços com diferentes graus de complexidade dentro do sistema - e recursos em geral, especialmente humanos.<hr/>The scope of this article is to see how the Brazilian Comprehensive Healthcare Policy for Men (PNAISH) has been implemented in the Unified Health System, from the standpoint of health professionals. A case study, involving five cases (each from a different macro region of Brazil) conducted using ethnographic techniques of data collection charted the progress of PNAISH implementation based on an anthropological approach using Lipsky's idea of street-level bureaucracy. PNAISH is contextualized in historical terms with national and international documents. Acknowledging the inevitable gap between the formulation and the implementation of any policy, an attempt is made to see how this gap has evolved by analyzing the transition of PNAISH into city Action Plans (PAs). It was revealed that the implementing agents had little knowledge of PNAISH, of the local health care network for men, of the techniques required to meet men's specific needs and of the concept of gender. It faced institutional obstacles, such as lack of an organizational structure, of a consolidated healthcare network - where the user receives services with different degrees of complexity within the system - and resources in general, especially human resources. <![CDATA[<b>The standpoint of professionals on the presence and demands of men on the healthcare services</b>: <b>perspectives for the analysis of the implementation of the Comprehensive Healthcare Policy for Men</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232012001000011&lng=en&nrm=iso&tlng=en Em 2009 é lançada, no Brasil, a Política Nacional de Atenção Integral à Saúde do Homem (PNAISH), que tem por objetivo reduzir a morbimortalidade deste grupo populacional. O presente artigo tem por objetivo analisar as concepções que os profissionais da saúde possuem sobre as demandas e os comportamentos específicos da população masculina atendida nos serviços de saúde. Os dados analisados são parte de uma pesquisa maior, cujo objetivo foi avaliar as ações iniciais da implantação da PNAISH. Foram realizadas observações etnográficas em 11 serviços de saúde e entrevistas semiestruturadas com 21 profissionais de saúde. Na perspectiva destes, a presença dos homens nos serviços de saúde é ainda bastante limitada, sendo constituída, por dois tipos de clientela: trabalhadores e idosos. As características do comportamento masculino - a pressa, objetividade, medo e resistência -, e a dificuldade dos serviços em acolher esta população, são os principais fatores que afastam os homens dos serviços de saúde. Apesar do conceito de gênero se encontrar no centro da PNAISH, este é acionado pelos profissionais de saúde apenas no sentido de justificar os padrões socialmente esperados em termos do comportamento dos homens. A atribuição do comportamento dos homens a fatores culturais acaba por ocultar as relações de poder que permeiam as relações de gênero.<hr/>In 2009, the Brazilian Comprehensive Healthcare Policy for Men (PNAISH) was launched in Brazil, seeking to reduce morbidity and mortality in this population group. This article strives to analyze the conceptions that health professionals have about the specific demands and behaviors of the male population served by the healthcare services. The data analyzed are part of a larger research project, the objective of which was to evaluate the initial actions of the implementation of PNAISH. Ethnographic observations in 11 health services and semi-structured interviews were conducted with 21 health professionals. From the perspective of health professionals, the presence of men in the healthcare services is still limited. According to them, it is comprised of two types of clients: workers and the elderly. The male behavior characteristics - haste, objectivity, fear and resistance - and the difficulty faced by health services in receiving this population are the main factors that drive men away from health services. Although the concept of gender is central to PNAISH, it is only triggered by healthcare professionals in order to justify the social standards expected in terms of men's behavior. The attribution of men's behavior to cultural factors ultimately obscures the relations of power that underlie gender relations. <![CDATA[<b>Gender inequalities in non communicable disease mortality in Brazil</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232012001000012&lng=en&nrm=iso&tlng=en A carga de doença atribuída às doenças crônicas não transmissíveis (DCNT) está aumentando globalmente, sendo em geral maior em homens. O objetivo deste artigo é descrever os diferenciais por gênero na mortalidade e tendências por DCNT no Brasil. Taxas padronizadas de mortalidade foram calculadas para os anos 1991-2010 após correção por subregistro e causas mal definidas, empregando faixas etárias de cinco anos específicas para homens e mulheres. As tendências foram analisadas com modelos de regressão joinpoint. Em 2010 as taxas para todas as DCNTs (homens: 479/100000; mulheres: 333/100000) e para os principais grupos de DCNTs (doenças cardiovasculares, câncer, doenças crônicas respiratórias e outra doenças crônicas) eram mais altas em homens. Entre 1991-2010, observou-se um declínio nas taxas padronizadas de mortalidade, em homens e mulheres, iniciando em 1993, e tornado-se menos intenso em anos recentes. A probabilidade incondicional de morrer entre as idades de 30 e 70 devido a um dos quatro principais grupos de DCNTs baixou de 1993 até 2010 de 32,3% para 22,8% em homens, e de 23,5% para 15,4% em mulheres. Concluindo, apesar do notável declínio nas taxas padronizadas de mortalidade por DCNT nas últimas duas décadas, o predomínio em homens persiste e, a se manter essa tendência, em termos relativos, irá aumentar.<hr/>The relative burden due to non communicable diseases (NCD) is increasing worldwide and has been shown to be generally greater for men than women. The objective of this paper is to describe gender differences in NCD mortality rates and trends in Brazil. Standardized mortality rates for the years 1991-2010 were corrected for sub notification and ill defined causes of death and calculated using sex specific five year age grades. Trends in standardized mortality were studied using joinpoint regression models. In 2010, rates for NCDs (men: 479/100000; women: 333/100000) and for most major NCD categories (cardiovascular diseases, cancer, chronic respiratory diseases and other chronic diseases) were higher for men than women. Age standardized mortality rates declined for both sexes over the period, beginning in 1993 and attenuating in more recent years. From its peak in 1993 to 2010, the unconditional probability of dying between the ages of 30 and 70 due to one of the four principal NCD groupings decreased for men from 32.3% to 22.8%; for women, from 23.5% to 15.4%. In conclusion, age standardized NCD mortality, though decreasing dramatically over the past two decades in Brazil, remains notably greater in men than in women and, this difference, in relative terms, will increase if these trends continue. <![CDATA[<b>Healthcare needs, public policies and gender</b>: <b>the perspective of professional practices</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232012001000013&lng=en&nrm=iso&tlng=en Examina-se a relação entre políticas públicas e práticas dos profissionais, relativamente às necessidades de saúde. Em abordagem teórico-conceitual, as práticas são definidas como desempenhos permeados por determinantes técnico-cien­tíficos e sócio-históricos para a produção social de um trabalho, analisando-se suas possibilidades de mudanças culturais, éticas e políticas, para um agir crítico das desigualdades de gênero. Tomando-se a atenção integral à saúde dos homens, examina-se a relevância da distinção entre necessidades masculinas e femininas, enquanto realidades parciais não necessariamente convergentes na (re)produção daquelas desigualdades. Igualmente se examinam as práticas profissionais, como realidade parcial e distinta das políticas, estabelecendo relações não imediatas. Desenvolve-se que são obstáculos simbólicos e práticos para mudanças: a normalização biomédica redutora das necessidades, a cultura do trabalho autônomo e da abordagem individualizante das necessidades, a cultura tradicional de gênero conservando práticas desiguais para homens e mulheres e a ausência de inscrição dos direitos como parte do agir profissio­nal. Isto exige propostas específicas às práticas de saúde e às necessidades masculinas para maior convergência com as reformas das políticas.<hr/>This paper examines the relationship between public policies and professional practices with respect to healthcare needs. Taking a theoretical-conceptual approach, practices are defined as acts that are permeated by technical-scientific and socio-historical determinants for the social production of work, and the possibilities for cultural, ethical and political changes were analyzed in order to take critical action regarding gender inequalities. With comprehensive healthcare for men as the reference point, the relevance of a distinction between male and female needs, as partial and not necessarily convergent realities in (re)producing these inequalities, is examined. Likewise, professional practices are examined as partial and distinct realities of policies that establish non-immediate relationships. It is considered that the following are symbolic and practical obstacles to change: the reduction of needs through biomedical normalization; the culture of self-employment and approaches that individualize needs; the traditional gender-based culture that conserves unequal practices for men and women; and the lack of registration of rights as part of professional action. This requires proposals specifically geared to healthcare practices and male needs, in order to achieve greater convergence with policy reforms. <![CDATA[<b>Accessed through sex</b>: <b>the medicalization of male sexuality at two different moments</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232012001000014&lng=en&nrm=iso&tlng=en O objetivo deste artigo é refletir sobre a medicalização da sexualidade masculina a partir do contraponto entre dois processos históricos distintos. O primeiro deles se refere ao grande movimento de intervenção na sexualidade masculina ocorrido no início do século XX no Brasil em torno da sífilis e do combate mais geral das doenças venéreas. O segundo diz respeito à medicalização da sexualidade via o foco na disfunção erétil e na chamada andropausa e a criação de uma nova farmacologia do sexo que se torna incontornável na passagem para o século XXI. Esse contraste permite perceber certas diferenças importantes. Destaca-se a nova ênfase na noção de saúde sexual baseada no aprimoramento individual e uso de medicamentos além da promoção do interesse masculino no desempenho sexual como porta de entrada para se chegar ao tratamento da saúde do homem.<hr/>The scope of this article is to reflect upon the medicalization of male sexuality based on the counterpoint between two distinct historical processes. The first of these is the major trend towards intervention in male sexuality which occurred in the early twentieth century in Brazil as a result of syphilis and the broader campaign against venereal disease. The second concerns the medicalization of sexuality through the focus on erectile dysfunction and the creation of a new pharmacology of sex which has become inevitable with the transition to the twenty-first century. This contrast enables us to see some important differences. The study highlights the new emphasis on the notion of sexual health based on individual improvement and use of medications. It also demonstrates that the promotion of male interest in sexual performance serves as a gateway to approach the treatment of male health. <![CDATA[<b>Sexuality and trans experiences</b>: <b>from the hospital to the bedroom</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232012001000015&lng=en&nrm=iso&tlng=en Depois dos estudos das masculinidades, não é possível pensar a produção das identidades de gênero sem referenciá-las ao caráter relacional. Esta mudança deveu-se à incorporação da perspectiva relacional nesse campo de estudos e à crítica ao conceito de gênero assentado em uma suposta natureza feminina e masculina para construir as interpretações sobre o lugar dos corpos da ordem de gênero. Os objetivos desse artigo são: 1) apontar como um determinado conceito de gênero pode visibilizar múltiplas expressões de gênero, a exemplo das identidades trans (transexuais, travestis, cross dress, drag queen, drag king, transgêneros) ou invisibilizá-las e contribuir para sua patologização. O segundo objetivo será apresentar narrativas de homens trans e de mulheres trans, que nos contarão suas vivências sexuais. Os saberes médicos-psi advogam a inexistência de sexualidade em seus corpos, sendo este um dos indicadores para produção do diagnóstico de transexua­lidade. Tentarei argumentar que a base teórica que sustenta a patologização das identidades trans e a afirmação que as pessoas trans são assexuadas tem como fundamento uma concepção que atrela e condiciona as identidades de gênero às estruturas biológicas.<hr/>In the aftermath of studies on masculinity, it is impossible to consider the production of gender identities without linking them to the relationship aspect. This change was due to the incorporation of the relationship perspective in this field of study and criticism of the concept of gender founded upon an alleged concept of femininity and masculinity to create interpretations of the place of bodies in the gender order. The objectives of this paper are: 1) to show how a given concept of gender can render multiple expressions of gender visible, like the trans identities (transsexuals, transvestites, cross dressers, drag queens, drag kings, transgenders) or sublimate them and contribute to their pathologization. The second objective will be to present narratives of trans men and trans women, who will tell us about their sexual experiences. Psycho-physicians contend the non-existence of sexuality in their bodies as being one of the indicators to lead to a diagnosis of transsexualism. I will attempt to argue that the theoretical basis that supports the pathologization of trans identities and the assertion that trans people are asexual is based on a conception that links and renders gender identities conditional upon biological structures. <![CDATA[<b>Suicide of elderly men in Brazil</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232012001000016&lng=en&nrm=iso&tlng=en Discute-se o suicídio de homens idosos no Brasil. O texto se fundamenta em estudos de gênero e masculinidades e dá ênfase ao sentido de "masculinidade hegemônica" dentro da lógica do patriarcalismo que, no caso dos suicídios, se expressa na perda do trabalho como referência existencial e no sentido de honra como escudo. O estudo contempla casos de 40 homens que faleceram por suicídio no período entre 2006 a 2009 em dez municípios do país e tinham idade acima de 60 anos. Pela técnica de autópsia psicossocial foram coletados e analisados dados da história e modo de vida; avaliação dos antecedentes; impacto na família; letalidade do método; proximidade de fontes de apoio; tentativas anteriores; estado mental que antecedeu o ato; reações da família e da comunidade. Embora sejam vários os fatores que se associam à morte autoinfligida nesse grupo social, é inegável a importância da cultura masculina hegemônica na preeminência do número de suicídios de homens idosos em relação com as mulheres idosas. É fundamental dar atenção especial aos homens nos momentos de passagem da vida laboral para a aposentadoria, nas situações de perdas de familiares referenciais e quando são diagnosticados com enfermidades crônicas degenerativas que provoquem deficiências, perda de autonomia ou impotência sexual.<hr/>This paper assesses the suicide of elderly men in Brazil. The text is based on studies of gender and masculinity and emphasizes the sense of "hegemonic masculinity" within the logic of patriarchalism that, in the case of suicide, is expressed in the loss of employment as an existential reference and as a loss of honor. The study includes 40 cases of men over 60 who committed suicide between 2007 and 2010 in ten districts of the country. Using the psychosocial autopsy technique, data were collected and analyzed from their history and lifestyle; evaluation of the background to the act; the impact on their families; lethality of the method; proximity to sources of support; previous attempts; mental status which preceded the act; reaction of families and communities. Although many factors are associated with self-inflicted death in this social group, the influence of a hegemonic masculinity culture in the predominance of suicides among elderly men compared with elderly women is undeniable. It is essential to give special attention to men at the moment of transition from working life to retirement, loss or important family members, and when they are diagnosed with chronic and degenerative diseases that cause disabilities, loss of autonomy or sexual impotence. <![CDATA[<b>The use of phytotherapy and medicinal plants in primary healthcare units in the cities of Cascavel and Foz do Iguaçu - Paraná</b>: <b>the viewpoint of health professionals</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232012001000017&lng=en&nrm=iso&tlng=en A fitoterapia e o uso de plantas medicinais fazem parte da prática da medicina popular, que complementa o tratamento usualmente empregado para a população de menor renda. O trabalho analisou o conhecimento de gestores e profissionais de saúde que atuam na atenção primária (APS), sobre fitoterapia, nos municípios de Cascavel e Foz do Iguaçu, Paraná. Entre fevereiro e julho de 2009, realizou-se estudo exploratório, descritivo, qualitativo, empregando entrevistas e questionário estruturado. Um gestor relatou interesse na implantação do programa, os demais profissionais entrevistados não receberam formação sobre o tema durante a graduação ou nas Unidades Básicas de Saúde (UBS) onde trabalham. Seis profissionais (60%) relataram ter acesso às informações sobre fitoterapia através do conhecimento popular, uma (10%) formação na UBS, dois (20%) através de periódicos, quatro (40%) através de meio de comunicação e quatro citaram mais que uma das opções. Em Foz do Iguaçu, nas UBS onde a terapêutica foi introduzida, os profissionais não foram consultados antes de sua implantação. Para instituir a fitoterapia nas UBS desses dois municípios é necessário capacitar os profissionais quanto ao tema, desde o cultivo até a prescrição, melhorando o uso racional desses medicamentos.<hr/>Phytotherapy and the use of medicinal plants are part of the practice of folk medicine, which complements treatment traditionally employed for the lower income population. This work analyzed the knowledge of health managers and professionals who work in primary health care (PHC) about phytotherapy in the cities of Cascavel and Foz do Iguaçu in the State of Paraná. An exploratory, descriptive, and qualitative study using a structured questionnaire was conducted between February and July 2009. A health manager manifested interest in introducing the program. The other professionals interviewed did not receive training during undergraduate studies or within the Basic Health Units (BHU) where they work. Six professionals (60%) reported having access to information on phytoterapy through folk wisdom, one (10%) via training in a BHU, two (20%) from journals, four (40%) from the media and four mentioned more than one source. In Foz do Iguaçu, in the BHU where the therapy is deployed, the professionals were not consulted before its implementation. To include phytotherapy in the BHUs of these two cities, it is necessary to train the professionals on the topic, including cultivation and prescription, thereby enhancing the rational use of these medicines. <![CDATA[<b>Healthcare practices of Family Health Teams in four major cities</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232012001000018&lng=en&nrm=iso&tlng=en This paper examines reports on how care is administered by Family Health Teams (FHT) doctors and nurses in four state capitals. It identifies issues relating to priority actions, routine activities and the association between the professional profile and how selected activities are performed, in an attempt to ascertain how far these approximate to the comprehensive approach to primary health care. The cross-section reflects results from data collected via self-applied questionnaires. Cross-analyses were made using the Pearson chi-square (÷²) test for categorical variables. A and B variables are, or are not, associated, at a 5% level of significance. The analyses point to a tendency to strike a balance in meeting programmed and spontaneous demand, corroborating the person-centered approach. Action to address chronic infectious disorders is not a priority for all FHTs, which impairs health surveillance actions and comprehensive care. Home visits are not yet a weekly activity for all personnel. Lack of involvement in community activities restricts care to conventional practices and undermines the logic of change of model. Contradictions identified between training and practice indicate a need to review policies for ongoing professional development.<hr/>O artigo analisa as práticas assistenciais dos médicos e enfermeiros de Equipes de Saúde da Família (EqSF) em quatro capitais a partir de inquéritos. Identifica aspectos relacionados às ações prioritárias, atividades rotineiras e a associação entre o perfil profissional e a realização de atividades selecionadas, buscando evidenciar o quanto se aproximam de práticas integrais. O recorte referese a resultados com dados coletados por questionários autoaplicados. O teste usado na análise dos cruzamentos foi o qui-quadrado de Pearson (χ²) para variáveis categóricas. As variáveis A e B são associadas ou não, ao nível de significância de 5%. As análises indicam tendência a um balanço entre atendimento à demanda programada e espontânea, corroborando práticas centradas nas pessoas. Ações a agravos infecciosos de curso longo não são prioridades para todas as EqSF, comprometendo as ações de vigilância à saúde e as práticas integrais. A atenção domiciliar, ainda, não é uma prática semanal para todos os profissionais. Insuficiente envolvimento com atividades na comunidade restringe a produção do cuidado às práticas convencionais e comprometem a lógica de mudança de modelo. Contradições identificadas entre formação e práticas sugerem necessidade de rever as políticas de educação permanente. <![CDATA[<b>Female urinary incontinence</b>: <b>a systematic review of qualitative studies</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232012001000019&lng=en&nrm=iso&tlng=en A Incontinência Urinária repercute amplamente no viver feminino. O objetivo deste estudo foi realizar uma revisão sistemática envolvendo os resultados das pesquisas com abordagem qualitativa publicadas sobre incontinência urinária feminina, até o ano de 2009. Após busca eletrônica, 53 relatos de pesquisa foram identificados e 30 atenderam aos critérios de inclusão e exclusão. Estes estudos foram avaliados e classificados segundo o Critical Appraisal Skills Programme, sendo que 13 constituíram o corpus analítico da revisão. Os dados foram sintetizados pela abordagem metaetnográfica, através do processo de interpretação denominado "reciprocal translation". Duas categorias emergiram dos estudos: experiências de vida de mulheres incontinentes e proposta de modelos para assistência a mulheres incontinentes. A metacategoria reestruturação da vida pessoal aponta para os ajustes individuais necessários para lidar com o problema. Em síntese, os resultados demonstram a opção da maioria das mulheres em enfrentar a perda de urina "silenciosamente" e apontam para a necessidade de conhecermos as percepções da família e profissionais envolvidos, para melhor compreensão das implicações pessoais, familiares e sociais da incontinência urinária feminina.<hr/>Urinary incontinence has broad repercussions on female daily life. The objective of this study was to conduct a systematic review seeking to analyze results of qualitative research concerning female urinary incontinence published prior to 2009. After an electronic search, 53 research reports were identified with 30 fulfilling the exclusion and inclusion criteria. After classification according to the Critical Appraisal Skills Program, 13 constituted the analytical body for review. The data were synthesized according to the meta-ethnographical approach through reciprocal translation. Two categories emerged: life experiences among incontinent women; and proposals for care models for incontinent women. The restructuring of one's personal life metacategory points to individual adjustments necessary for dealing with the problem. In essence, the results reveal the option of the majority of women facing the loss of urine "silently" and point to the need for professionals to understand family perceptions in order to better comprehend the personal, family, and social implications involved in female urinary incontinence. <![CDATA[<b>Court-ordered access to treatment of rare genetic diseases</b>: <b>Fabry Disease in the state of Rio Grande do Sul, Brazil</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232012001000020&lng=en&nrm=iso&tlng=en A judicialização do acesso a medicamentos de alto custo para doenças genéticas raras, como a doença de Fabry (deficiência de alfa-galactosidase A), é um fenômeno crescente e pouco estudado de forma sistemática. Realizou-se um estudo observacional, transversal e retrospectivo para caracterizar as ações judiciais relativas ao acesso ao tratamento da doença de Fabry por terapia de reposição enzimática no estado do Rio Grande do Sul até 2007. Foram identificadas 13 ações e 17 demandantes. Onze solicitaram alfa e 6 betagalsidase. Figuraram como réus o estado do RS, a União e 5 municípios, em litisconsórcio ou não. Houve 13 pedidos de antecipação da tutela, 12 concedidos, e 2 sentenças, ambas procedentes. "Risco de morte" foi alegado, por médicos, em 4 prescrições e, por advogados, nas 13 ações. Os dados sugerem a ausência de discussões que envolvam conjuntamente aspectos de eficácia e segurança médicas, custo-efetividade, impacto econômico e argumentos jurídico-constitucionais, sendo necessária uma política específica para doenças genéticas raras que padronize o acesso aos tratamentos.<hr/>Court-ordered access to high-cost drugs for rare genetic diseases, such as Fabry Disease (alpha-galactosidase-A deficiency), is a growing phenomenon as yet lacking systematic study. An observational, cross-sectional and retrospective study was conducted to characterize the lawsuits related to access to treatment for Fabry Disease by Enzyme Replacement Therapy in the State of Rio Grande do Sul prior to 2007. The study identified 13 lawsuits and 17 plaintiffs, 11 requesting alfa and 6 betagalsidase. The State of RS, the Federal Government, and 5 municipalities figured as defendants, in the form of joinder of parties or otherwise. There were 13 requests for interlocutory relief of which 12 were granted, and 2 sentences were handed down, both favorable. "Risk of death" was alleged by doctors in 4 prescriptions and by lawyers in the 13 lawsuits. The data suggest the lack of discussions combining aspects of medical efficacy and safety, cost-effectiveness, economic impact, and legal and constitutional arguments, which requires a specific policy for rare genetic diseases to standardize access to treatment. <![CDATA[<b>Quality of the Information System on Live Births /SINASC</b>: <b>a critical analysis of published studies </b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232012001000021&lng=en&nrm=iso&tlng=en OBJETIVO: Realizar uma revisão da literatura sobre os estudos de avaliação da qualidade dos dados do Sistema de Informações sobre Nascidos Vivos (Sinasc). MÉTODOS: As bases de dados Medline, Lilacs e SciELO foram pesquisadas. Os artigos foram caracterizados segundo revista escolhida para publicação, local e período de estudo, parâmetros de avaliação, metodologia e principais resultados. RESULTADOS: Um total de 13 artigos foi revisado. A avaliação da cobertura foi tema de análise em oito estudos, a completitude em quatro e a confiabilidade em sete. A maioria deles apresentou resultados de cobertura superior a 90%, indicando sua viabilidade para o cálculo de indicadores. Entretanto, prevaleceu o sub-registro dos nascimentos no Sinasc com variação entre 75,8% e 99,5%. As variáveis instrução materna, paridade e número de consultas de pré-natal foram as que mostraram maior inconsistência. Por sua vez, a variável paridade foi a que mostrou maior incompletitude. CONCLUSÕES: O desenvolvimento de estudos para encontrar novas formas de avaliar o Sinasc é destacado como estratégia privilegiada para a melhoria da qualidade do sistema.<hr/>The scope of this study was to carry out a review of scientific literature about the quality of data from the Information System on Live Births (SINASC). Studies in the Medline, Lilacs and SciELO databases were then reviewed. The articles were characterized according to journal of publication, location and period of the study, evaluation parameters, methodology and main results. A total of thirteen articles were reviewed. Eight studies analyzed coverage, four assessed completeness and seven evaluated reliability. Coverage higher than 90% was presented in the majority of the studies, indicating its viability for the calculation of indicators. However, the under-reporting of births in SINASC prevailed with variation between 75.8% and 99.5%. The mother's educational level, number of prior childbirths and frequency of prenatal visits were the variables that led to greater inconsistency. For its part, the parity variable was the one that led to greater incompleteness. In conclusion, the development of studies to find new ways of assessing SINASC is highlighted as a privileged strategy for the enhancement of the quality of the system. <![CDATA[<b>Interviews with family members</b>: <b>a fundamental tool for planning the disclosure of a diagnosis of HIV/aids for children and adolescents</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232012001000022&lng=en&nrm=iso&tlng=en O estudo teve como objetivo apresentar a participação dos cuidadores na construção de estratégias para a comunicação do HIV às crianças soropositivas, assim como, discutir as intervenções que contribuiriam para a superação das dificuldades que comumente impedem os familiares a aceitarem esse processo. Participaram 23 cuidadores de 18 pacientes com indicação para revelação diagnóstica, acompanhados em dois serviços de Aids pediátrica no município de São Paulo, Brasil. Trata-se de pesquisa qualitativa e os dados foram coletados através de entrevistas semidirigidas. Os resultados demonstraram que legitimar os motivos pelos quais os cuidadores relutam em divulgar o diagnóstico às suas crianças, assim como suas motivações, são intervenções que contribuem para diluir resistências, facilitando a aceitação da revelação. A colaboração dos responsáveis forneceu subsídios valiosos para o direcionamento do processo de revelação diagnóstica, além de ter possibilitado o estabelecimento de um vínculo receptivo e favorável, capaz de minimizar inibições que poderiam ser prejudiciais à continuidade do processo.<hr/>The scope of this study was to present the participation of caregivers in creating strategies for disclosure of their condition to HIV-positive children, as well as discussing the interventions that might contribute to overcoming the difficulties that commonly prevent family members from accepting this process. The participants included 23 caregivers of 18 patients referred for diagnosis disclosure, monitored at two pediatric AIDS units in the municipality of São Paulo, Brazil. This is a qualitative study and data were collected through semi-structured interviews. The results showed that legitimating reasons why caregivers are reluctant to disclose the diagnosis to the children, as well as their motivations, are interventions that contribute to reduce resistance, facilitating the acceptance of disclosure. The collaboration of caregivers has provided valuable insights for conducting the work, and has enabled the establishment of a receptive and supportive relationship minimizing inhibitions that could be harmful to the continuity of the process. <![CDATA[<b>The evolution of maternal and child healthcare and birth weight in the State of Pernambuco in 1997 and 2006</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232012001000023&lng=en&nrm=iso&tlng=en Avaliar a evolução e a influência da assistência materno-infantil na variação do peso ao nascer no estado de Pernambuco. Os dados analisados provêm de duas pesquisas transversais da população de crianças menores de cinco anos, estudadas por inquéritos domiciliares em 1997 (n = 1906) e 2006 (n = 1555). A amostra foi calculada para assegurar a representatividade de dois estratos geoeconômicos: setores urbano e rural. Estudou-se a assistência ao pré-natal e parto e o peso ao nascer. Utilizou-se o teste do qui-quadrado para comparar as variáveis categóricas e calculou-se a diferença da média de peso ao nascer nos anos pesquisados, e os respectivos intervalos de confiança de 95%. Verificou-se importante melhora na assistência ao pré-natal e aumento do parto cesáreo. Houve uma redução significante de 112g na diferença da média de peso ao nascer no meio rural. Em 2006 o acesso a pelo menos 1 consulta de pré-natal ocorreu independente da escolaridade materna, no entanto, o acesso ao pré-natal mais adequado foi maior entre as mães de maior escolaridade, tanto em 1997, como em 2006. Apesar da expansão da assistência no pré-natal e no parto, o acesso iníquo, o excesso de intervenções médicas e o aumento da sobrevida de recém nascidos podem estar contribuindo para as variações da média de peso ao nascer no estado de Pernambuco.<hr/>The scope of this paper was to assess the evolution and influence of maternal and child care on birth weight variation in the state of Pernambuco. The study used data from two cross-sectional population-based household surveys conducted with under-five children in the state of Pernambuco in 1997 (n = 1906) and 2006 (n = 1555). The sample was calculated to ensure the representativeness of two geo-economic strata: urban and rural areas. The variables studied were prenatal, delivery care and birth weight. The x² test was used to compare the categorical variables and mean difference in birth weight was calculated between the years studied with the respective 95% confidence interval. A marked improvement was seen in prenatal care and an increase in the frequency of caesarean section. In the rural area there was a significant 112g decrease in mean birth weight. In 2006, access to at least one prenatal care appointment occurred irrespective of maternal schooling, however, in 1997 and 2006 access to adequate prenatal care was higher among mothers with better schooling. In spite of the improvement in prenatal and delivery care, poor access, excess of medical interventions and the increase in newborn survival may be influencing the variations in mean birth weight in the State of Pernambuco. <![CDATA[<b>Healthcare value chain</b>: <b>a model for the Brazilian healthcare system</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232012001000024&lng=en&nrm=iso&tlng=en Este artigo apresenta um modelo de cadeia de valor da saúde que representa, de maneira esquemática, o sistema de saúde do Brasil. O modelo proposto tem como intuito apresentar uma adequação à realidade brasileira, bem como abrangência e flexibilidade para utilização em atividades acadêmicas e análises do setor de saúde do Brasil. O modelo coloca ênfase em três componentes: principais atividades dessa cadeia, agrupadas em elos verticais e horizontais; missão de cada um desses elos; e principais fluxos da cadeia. A cadeia proposta é formada por seis elos verticais e três horizontais, perfazendo um total de nove: desenvolvimento de conhecimento em saúde; fornecimento de produtos e tecnologias; serviços de saúde; intermediação financeira; financiamento da saúde; consumo de saúde; regulação; distribuição de produtos de saúde; e serviços de apoio e complementares. A análise da cadeia proposta pode ser realizada por meio de quatro fluxos: inovação e conhecimento; produtos e serviços; financeiro; e de informação.<hr/>This article presents a model of the healthcare value chain which consists of a schematic representation of the Brazilian healthcare system. The proposed model is adapted for the Brazilian reality and has the scope and flexibility for use in academic activities and analysis of the healthcare sector in Brazil. It places emphasis on three components: the main activities of the value chain, grouped in vertical and horizontal links; the mission of each link and the main value chain flows. The proposed model consists of six vertical and three horizontal links, amounting to nine. These are: knowledge development; supply of products and technologies; healthcare services; financial intermediation; healthcare financing; healthcare consumption; regulation; distribution of healthcare products; and complementary and support services. Four flows can be used to analyze the value chain: knowledge and innovation; products and services; financial; and information. <![CDATA[<b>Psychogical autopsies into suicide among the elderly in Rio de Janeiro </b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232012001000025&lng=en&nrm=iso&tlng=en Esse estudo analisa autópsias psicológicas e contextualiza problemas e fatores que levaram algumas pessoas idosas a acabar com a própria vida na cidade do Rio de Janeiro, entre 2004 e 2007. O estudo parte de 26 laudos periciais de homens e mulheres que cometeram suicídios no centro, na zona norte e na zona sul da cidade. As famílias desses idosos foram contatadas por carta e telefone e depois, pessoalmente. Foram oito autópsias psicológicas, por meio das quais foram coletados dados de identificação, genograma da família e uma entrevista que reconstituiu o modo de vida e as razões da violência autoinfligida. Os entrevistados foram familiares, amigos e conhecidos das vítimas. Os suicídios estão associados a depressão, a enfermidades físicas e mentais graves e a fatores socioculturais como decadência profissional e socioeconômica. Esses eventos ocorreram com e sem apoio familiar, com e sem acompanhamento médico. A fragilização cumulativa de recursos pessoais e sociais no ciclo vital revela que o risco do suicídio em idosos exige cuidados permanentes de saúde pública.<hr/>This study analyses psychological autopsies and contextualizes problems and issues that led to elderly people taking their own lives in the city of Rio de Janeiro between 2004 and 2007. The study began with an analysis of 26 expert findings of elderly men and women who committed suicide in the central, northern and southern areas of Rio de Janeiro. The sample was contacted by letter and telephone and after that, by a one-on-one conversation. Eight psychological autopsies were conducted, in which identification data and family genograms were collected followed by an interview to profile the life style and the reasons for the self-inflicted violence. The interviewees were family members, friends and acquaintances of the victims. The suicides are associated with depression, serious physical and mental illness, as well as socio-cultural factors related to professional and socio-economic decline. The suicides occurred with and without family support, with and without medical care. The cumulative fragility of personal and social resources within the life cycle reveals that the risk of suicide among the elderly demands permanent care from the public health authorities. <![CDATA[<b>Qualitative evidence of monitoring by doulas during labor and childbirth</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232012001000026&lng=en&nrm=iso&tlng=en Objetivou-se elaborar uma metassíntese com as evidências sobre o trabalho das doulas no acompanhamento às mulheres em trabalho de parto e de parto. Realizou-se um levantamento nas bases de dados Medline, PubMed, SciELO, Lilacs, usando os descritores doulas, gestação, trabalho de parto, parto e terapia alternativa, no período de 2000 a 2009. Foram selecionados sete artigos e destes emergiram quatro categorias: suporte proporcionado por doulas; experiências das parturientes; relacionamento profissional; e opiniões e experiências dos profissionais. Os principais suportes estavam relacionados aos aspectos físico, emocional, espiritual e social. As experiências evidenciaram que as doulas estimulam a relação mãe e filho, orientam para uma amamentação bem-sucedida e contribuem para prevenir a depressão pós-parto. Observou-se controvérsia entre os profissionais quanto à aceitação deste novo membro na equipe obstétrica, e destacou-se o cuidado como inovador, que acalma, encoraja e supre as necessidades da gestante. Concluiu-se que os estudos qualitativos sobre este tema são recentes, incipientes, mas reveladores de uma importante possibilidade para a humanização do trabalho de parte e parto.<hr/>The objective of this study was to conduct a metasynthesis of evidence of the work of doulas assisting women in labor and during childbirth. Articles between 2000 and 2009 were located in the Medline, PubMed, SciELO, and Lilacs databases using the key search words: doulas, gestation, labor, and alternative therapy. Seven articles were selected for the study and four categories were created: the support provided by doulas; the birth mother's experiences; professional relationship: and opinions and experiences of professionals. The doulas offered physical, emotional, spiritual and social support. Experiments showed that the professionals stimulated the mother/child relationship, oriented towards successful breastfeeding, and contributed to the prevention of post-partum depression. Controversy was observed among professionals regarding acceptance of the role of the doula as a member of the obstetrics team. The doula's care was considered innovative, calming, encouraging, and attended all the needs of the pregnant woman. The conclusion is that qualitative studies on the work of doulas are recent, incipient, but revealing as to the important possibility of humanizing labor and childbirth. <![CDATA[<b>Knowledge of physicians and obstetric nurses about the prevention of neural tube defects</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232012001000027&lng=en&nrm=iso&tlng=en Foi avaliado o nível de conhecimento de médicos e enfermeiros obstetras sobre a utilização de ácido fólico (AF) para a prevenção dos defeitos do fechamento do tubo neural (DFTN). Estudo descritivo transversal no qual 118 voluntários (95 médicos e 23 enfermeiros), responderam um questionário com 21 perguntas sobre a prevenção dos DFTN. Os dados foram analisados em função do conhecimento relatado, das recomendações preconizadas pelo Ministério da Saúde (MS) e das evidências científicas (EC) disponíveis sobre o assunto investigado. O nível de conhecimento baseado nas EC e nas recomendações do MS foi diferente (4,64 ± 0,20 vs 5,55 ± 0,15; p < 0,001; Média ± EPM). Não houve diferença entre o nível de conhecimento quando comparado à formação dos mesmos, ao tempo que realizam atendimento pré-natal e entre as duas classes de profissionais avalia­dos. Houve diferença entre o nível de conhecimento relatado e o baseado nas EC (6,76 ± 0,18 vs 4,64 ± 0,15; p < 0,001) e o baseado nas recomendações do MS (6,76 ± 0,18 vs 5,55 ± 0,20; p < 0,001), 94,1% dos profissionais conhecem o papel do ácido fólico, contudo, 64,2% relataram não saber quando iniciar a suplementação no pré-natal. Frente ao exposto foi verificado que a grande maioria dos avaliados relatou conhecer a importância do AF na prevenção do DFTN, porém, existe ainda desconhecimento sobre o assunto investigado.<hr/>The scope of this study was to evaluate the knowledge of obstetricians and obstetric nurses about folic acid in the prevention of neural tube defects (NTD). A cross-sectional study was conducted in which 118 volunteers (95 physicians and 23 nurses) answered a questionnaire with 21 questions about prevention of NTD. The data were analyzed according to the reported knowledge, the recommendations made by the Brazilian Ministry of Health (MOH) and the scientific evidence (SE) available in the literature on the topic. The knowledge based on the SE and recommendations of MOH was different (4.64 ± 0.20 vs. 5.55 ± 0.15, p <0.001, Mean ± SEM). There was no difference between the knowledge of respondents compared to their training, the time spent in prenatal care and between the two classes of professionals evaluated. There were differences between the reported knowledge and that based on SE (6.76 ± 0.18 vs. 4.64 ± 0.15, p <0.001) and based on the MOH recommendations (6.76 ± 0.18 vs. 5.55 ± 0.20, p <0.001). Thus, the conclusion reached was that 94.1% of those evaluated reported knowing the importance of folic acid in preventing NTD, though 64.2% reported that they did not know when to begin administration of the supplement. <![CDATA[<b>Evaluation of the prenatal nutritional care process in seven family health units in the city of Rio de Janeiro</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232012001000028&lng=en&nrm=iso&tlng=en A assistência nutricional tem grande relevância no pré-natal e as equipes de saúde da família têm papel importante na ampliação da cobertura do cuidado pré-natal. Desta forma, este estudo teve o objetivo de avaliar o processo da assistência nutricional no pré-natal em sete unidades de saúde da família do Município do Rio de Janeiro. Um estudo transversal foi conduzido em 2008 e foram entrevistadas 230 gestantes e obtidas as cópias dos cartões de pré-natal. Avaliou-se a conformidade do processo com critérios e normas pré-determinados pelo Ministério da Saúde. Os resultados indicaram que a aferição e o registro no cartão de pré-natal da pressão arterial e do peso, bem como a prescrição de suplementos e exames de sangue estão estabelecidos como rotinas do pré-natal. Também indicaram que, no cartão, há sub-registro de: estatura, peso inicial, edema, IMC por semana gestacional e resultados de exames. Verificou-se a carência de orientações específicas sobre utilização do sulfato ferroso, consumo de alimentos e ganho de peso. Os resultados revelaram uma grande necessidade de assistência nutricional e deficiências no seu processo, o que aponta para a importância do treinamento da equipe mínima e da implantação dos Núcleos de Apoio à Saúde da Família.<hr/>Nutritional care is of great importance in the prenatal period and the family health teams play a significant role in expanding the coverage of prenatal care. In this manner, the scope of this study was to evaluate the prenatal nutritional care process in seven family health units in the city of Rio de Janeiro. In 2008, a cross-sectional study was conducted and 230 pregnant women were interviewed and copies of their prenatal cards were obtained. The compliance of the process with the pre-established norms and criteria of the Ministry of Health was evaluated. Measurement and recording of blood pressure and weight and prescription of supplements and blood tests on the prenatal card are established steps in routine prenatal care. However, the results indicated that there was under-recording of stature, initial weight, edema, BMI by gestational age and laboratory tests results on the prenatal card. A lack of specific instruction on adequate use of the iron supplement, food consumption and weight gain was observed. The results indicated a pressing need for prenatal nutritional care and revealed deficiencies in this process, stressing the importance of minimum training for the health teams and the implementation of Family Health Support Centers. <![CDATA[<b>From surveillance to work-related accident prevention</b>: <b>the contribution of the ergonomics of the activity</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232012001000029&lng=en&nrm=iso&tlng=en Os acidentes são fenômenos complexos, cuja determinação situa-se na organização do trabalho, dimensão invisível aos agentes de vigilância. O objetivo deste artigo é analisar e comparar o alcance das intervenções realizadas em uma empresa frigorífica, em 1997, baseada na checagem de normas de saúde e segurança, e em 2008, quando se incorpora a ergonomia da atividade. Foi realizado estudo de caso com análise documental referente à intervenção de 1997 e análise ergonômica do trabalho adotada em 2008. Em 1997 as ações de vigilância incidiram principalmente sobre os fatores de risco visíveis. Mesmo cumprindo as exigências, a empresa continuava, em 2008, com proporção de incidência anual de 26% de acidentes, o que motivou a busca da nova abordagem. Verificou-se, em 2008, que a gênese dos acidentes era provocada por um circulo vicioso: trabalho intenso; inadequação de meios técnicos; absenteísmo e rotatividade (84% ao ano) com recrutamento de inexperientes. Esse quadro é agravado por práticas autoritárias. A ergonomia da atividade contribuiu para compreender as causas organizacionais ultrapassando os aspectos normativos da vigilância tradicional, o que indica sua importância para tornar mais efetivas as ações de vigilância para a prevenção.<hr/>Work-related accidents are complex phenomena determined by the work organization process, the dimensions of which are usually invisible to surveillance agents. The scope of this paper was a case study based on documentary evidence to analyze and compare the success of an intervention conducted at a meat processing and packaging factory, by focusing on checking health and safety norms in 1997, and incorporating ergonomic concepts in 2008. In 1997, surveillance actions focused primarily on visible risk factors. Despite fulfilling sanitation requirements, the company still had an annual accident rate of 26% in 2008, which motivated the search for a new approach. In 2008, it was seen that accidents were caused by a vicious cycle involving intense work, technical inadequacy, absenteeism and high turnover (84%) that led the company to recruit inexperienced workers. This scenario was aggravated by authoritarian management practices. The ergonomics of the activity contributed to the understanding of organizational causes -thus superseding the normative aspects of traditional surveillance - which revealed the importance of ensuring that surveillance actions for prevention are more effective. <![CDATA[<b>Migrant labor and wear-out in manual sugarcane harvesting in São Paulo, Brazil</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232012001000030&lng=en&nrm=iso&tlng=en The scope of this paper is to describe the work of manual sugarcane harvesters, assessing the nutritional behavior and body composition between the beginning and the end of the harvest. A descriptive longitudinal study was made of harvesters in Piracicaba, São Paulo, Brazil, who answered a socio-demographic questionnaire and authorized measurement of Body Mass Index, Body Fat Percentage and Arm Muscle Circumference at three stages. Creatine kinase on the skeletal isoform, C-reactive protein and plasma urea were measured at the end of the harvest. Thirty male migrant harvesters with ages ranging from 18 to 44 from the Northeast (Ceará) were assessed over a nine-month period. The workers suffered significant body fat and weight loss in the first half of the harvest. Eighteen workers had abnormal levels of creatine kinase and four - out of 24 who had donated blood - had altered urea levels. Sugarcane harvesting work causes weight and body fat loss and gains in the lean body mass index, which suffers wear-out when working on consecutive harvests. It can also cause changes in biochemical markers of chronic systemic inflammation. Further studies will make it possible to comprehend the relationships between stress, wear-out, labor longevity and health in sugarcane harvesting.<hr/>Descrever o trabalho de cortadores manuais de cana de açúcar avaliando o comportamento nutricional e a composição corporal do início ao final da safra. Estudo descritivo longitudinal de cortadores na região de Piracicaba, São Paulo, Brasil, por meio de um questionário sociodemográfico e antropométrico que permitiu medir Índice de Massa Corporal, Percentual de Gordura Corporal e Circunferência Muscular do Braço em três momentos. Ao final da safra foi dosada a Creatina Quinase na isoforma esquelética, proteína C reativa e ureia plasmática. Durante nove meses, 30 homens safristas migrantes nordestinos (Ceará), com idade de 18 a 44 anos foram estudados. Os trabalhadores tiveram perda significativa de gordura corporal e peso na primeira metade da safra. A maioria ganhou massa magra e os mais velhos na atividade ganharam menos. Dezoito trabalhadores apresentaram valores alterados de Creatina Quinase e quatro tiveram uréia alterada dentre os 24 que cederam sangue. O trabalho no corte de cana gera perda de peso e gordura corporal e aumento de massa magra que se desgasta com a história de trabalho em safras sucessivas. Pode ainda causar alteração de marcadores bioquímicos de inflamação crônica sistêmica. Novos estudos permitirão entender a relação esforço, desgaste, longevidade laboral e saúde no corte de cana. <![CDATA[<b>Evolution of worker's health in the social security medical examination in Brazil</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232012001000031&lng=en&nrm=iso&tlng=en Com o objetivo de analisar a prática da Perícia Médica Previdenciária a partir da introdução dos paradigmas da Saúde do Trabalhador, coletaram-se informações sobre a concessão de benefícios por incapacidade, avaliando o adoecimento pela geração da Comunicação de Acidente de Trabalho no Polo Cimenteiro do Rio de Janeiro. Entre 2007 e 2009 foi encontrada apenas uma notificação envolvendo o manuseio de resíduos tóxicos utilizados como substitutos de matriz energética embora a análise mostrasse fontes e mecanismos de adoecimento não considerados pela Perícia Médica, ainda centrada na lógica unicausal da Medicina do Trabalho. Para alcançar os paradigmas da Saúde do Trabalhador são necessárias mudanças na atuação da Perícia Médica, com o restabelecimento de parcerias, formação de recursos humanos, adoção de indicadores epidemiológicos, estabelecendo e avaliando metas que avancem para além da simples concessão de benefícios por incapacidade.<hr/>In order to analyze the practice of the social security medical examination starting from the introduction of the worker's health paradigms, data was gathered on the granting of social security disability benefits to assess worker illness based on notification of work-related accidents in the cement industries of Rio de Janeiro. From 2007 to 2009 there was only one notification, which involved a worker handling toxic waste instead of the energy matrix. However, the analysis revealed sources and mechanisms of illness overlooked in the social security medical examination, which is still focused on the one-cause-only logic of occupational medicine. To achieve the worker's health paradigms, changes are required to alter the way of conducting the social security medical examination, by re-establishing partnerships, training human resources, adopting epidemiological indicators, as well as setting and assessing social security goals that transcend the mere granting of disability benefits. <![CDATA[<b></b>Saúde do homem em debate<b></b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232012001000032&lng=en&nrm=iso&tlng=en Com o objetivo de analisar a prática da Perícia Médica Previdenciária a partir da introdução dos paradigmas da Saúde do Trabalhador, coletaram-se informações sobre a concessão de benefícios por incapacidade, avaliando o adoecimento pela geração da Comunicação de Acidente de Trabalho no Polo Cimenteiro do Rio de Janeiro. Entre 2007 e 2009 foi encontrada apenas uma notificação envolvendo o manuseio de resíduos tóxicos utilizados como substitutos de matriz energética embora a análise mostrasse fontes e mecanismos de adoecimento não considerados pela Perícia Médica, ainda centrada na lógica unicausal da Medicina do Trabalho. Para alcançar os paradigmas da Saúde do Trabalhador são necessárias mudanças na atuação da Perícia Médica, com o restabelecimento de parcerias, formação de recursos humanos, adoção de indicadores epidemiológicos, estabelecendo e avaliando metas que avancem para além da simples concessão de benefícios por incapacidade.<hr/>In order to analyze the practice of the social security medical examination starting from the introduction of the worker's health paradigms, data was gathered on the granting of social security disability benefits to assess worker illness based on notification of work-related accidents in the cement industries of Rio de Janeiro. From 2007 to 2009 there was only one notification, which involved a worker handling toxic waste instead of the energy matrix. However, the analysis revealed sources and mechanisms of illness overlooked in the social security medical examination, which is still focused on the one-cause-only logic of occupational medicine. To achieve the worker's health paradigms, changes are required to alter the way of conducting the social security medical examination, by re-establishing partnerships, training human resources, adopting epidemiological indicators, as well as setting and assessing social security goals that transcend the mere granting of disability benefits. <![CDATA[<b>Students knowledge as a contribution to dengue control programs with a great interest</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232012001000033&lng=en&nrm=iso&tlng=en Com o objetivo de analisar a prática da Perícia Médica Previdenciária a partir da introdução dos paradigmas da Saúde do Trabalhador, coletaram-se informações sobre a concessão de benefícios por incapacidade, avaliando o adoecimento pela geração da Comunicação de Acidente de Trabalho no Polo Cimenteiro do Rio de Janeiro. Entre 2007 e 2009 foi encontrada apenas uma notificação envolvendo o manuseio de resíduos tóxicos utilizados como substitutos de matriz energética embora a análise mostrasse fontes e mecanismos de adoecimento não considerados pela Perícia Médica, ainda centrada na lógica unicausal da Medicina do Trabalho. Para alcançar os paradigmas da Saúde do Trabalhador são necessárias mudanças na atuação da Perícia Médica, com o restabelecimento de parcerias, formação de recursos humanos, adoção de indicadores epidemiológicos, estabelecendo e avaliando metas que avancem para além da simples concessão de benefícios por incapacidade.<hr/>In order to analyze the practice of the social security medical examination starting from the introduction of the worker's health paradigms, data was gathered on the granting of social security disability benefits to assess worker illness based on notification of work-related accidents in the cement industries of Rio de Janeiro. From 2007 to 2009 there was only one notification, which involved a worker handling toxic waste instead of the energy matrix. However, the analysis revealed sources and mechanisms of illness overlooked in the social security medical examination, which is still focused on the one-cause-only logic of occupational medicine. To achieve the worker's health paradigms, changes are required to alter the way of conducting the social security medical examination, by re-establishing partnerships, training human resources, adopting epidemiological indicators, as well as setting and assessing social security goals that transcend the mere granting of disability benefits. <![CDATA[<b>Brazilian scientific production indexed on MEDLINE</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232012001000034&lng=en&nrm=iso&tlng=en Com o objetivo de analisar a prática da Perícia Médica Previdenciária a partir da introdução dos paradigmas da Saúde do Trabalhador, coletaram-se informações sobre a concessão de benefícios por incapacidade, avaliando o adoecimento pela geração da Comunicação de Acidente de Trabalho no Polo Cimenteiro do Rio de Janeiro. Entre 2007 e 2009 foi encontrada apenas uma notificação envolvendo o manuseio de resíduos tóxicos utilizados como substitutos de matriz energética embora a análise mostrasse fontes e mecanismos de adoecimento não considerados pela Perícia Médica, ainda centrada na lógica unicausal da Medicina do Trabalho. Para alcançar os paradigmas da Saúde do Trabalhador são necessárias mudanças na atuação da Perícia Médica, com o restabelecimento de parcerias, formação de recursos humanos, adoção de indicadores epidemiológicos, estabelecendo e avaliando metas que avancem para além da simples concessão de benefícios por incapacidade.<hr/>In order to analyze the practice of the social security medical examination starting from the introduction of the worker's health paradigms, data was gathered on the granting of social security disability benefits to assess worker illness based on notification of work-related accidents in the cement industries of Rio de Janeiro. From 2007 to 2009 there was only one notification, which involved a worker handling toxic waste instead of the energy matrix. However, the analysis revealed sources and mechanisms of illness overlooked in the social security medical examination, which is still focused on the one-cause-only logic of occupational medicine. To achieve the worker's health paradigms, changes are required to alter the way of conducting the social security medical examination, by re-establishing partnerships, training human resources, adopting epidemiological indicators, as well as setting and assessing social security goals that transcend the mere granting of disability benefits. <![CDATA[<b>Response to comments on</b> <b><i>Profile of Brazilian scientific production on A/H1N1 pandemic influenza"</i></b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232012001000035&lng=en&nrm=iso&tlng=en Com o objetivo de analisar a prática da Perícia Médica Previdenciária a partir da introdução dos paradigmas da Saúde do Trabalhador, coletaram-se informações sobre a concessão de benefícios por incapacidade, avaliando o adoecimento pela geração da Comunicação de Acidente de Trabalho no Polo Cimenteiro do Rio de Janeiro. Entre 2007 e 2009 foi encontrada apenas uma notificação envolvendo o manuseio de resíduos tóxicos utilizados como substitutos de matriz energética embora a análise mostrasse fontes e mecanismos de adoecimento não considerados pela Perícia Médica, ainda centrada na lógica unicausal da Medicina do Trabalho. Para alcançar os paradigmas da Saúde do Trabalhador são necessárias mudanças na atuação da Perícia Médica, com o restabelecimento de parcerias, formação de recursos humanos, adoção de indicadores epidemiológicos, estabelecendo e avaliando metas que avancem para além da simples concessão de benefícios por incapacidade.<hr/>In order to analyze the practice of the social security medical examination starting from the introduction of the worker's health paradigms, data was gathered on the granting of social security disability benefits to assess worker illness based on notification of work-related accidents in the cement industries of Rio de Janeiro. From 2007 to 2009 there was only one notification, which involved a worker handling toxic waste instead of the energy matrix. However, the analysis revealed sources and mechanisms of illness overlooked in the social security medical examination, which is still focused on the one-cause-only logic of occupational medicine. To achieve the worker's health paradigms, changes are required to alter the way of conducting the social security medical examination, by re-establishing partnerships, training human resources, adopting epidemiological indicators, as well as setting and assessing social security goals that transcend the mere granting of disability benefits.