Scielo RSS <![CDATA[Psicologia Escolar e Educacional]]> http://www.scielo.br/rss.php?pid=1413-855720000002&lang=en vol. 4 num. 2 lang. en <![CDATA[SciELO Logo]]> http://www.scielo.br/img/en/fbpelogp.gif http://www.scielo.br <![CDATA[<B>E a história continua...</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-85572000000200001&lng=en&nrm=iso&tlng=en <![CDATA[<B>Creativity in the formation of psychologists</B>: <B>perception of students</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-85572000000200002&lng=en&nrm=iso&tlng=en Este trabalho teve por objetivo avaliar a percepção dos alunos de 5&deg; ano de Psicologia sobre o conceito criatividade e sua importância na formação e no exercício profissional em Psicologia. Foram sujeitos 20 alunos de uma universidade privada, que responderam a um questionário contendo dados pessoais e quatro questões semi-abertas, versando sobre conceito de criatividade; percepção sobre sua própria criatividade; importância desta no trabalho do psicólogo; e o espaço propiciado no curso de Psicologia. Os resultados demonstraram que o conceito de criatividade para os sujeitos está ligado à busca de novas soluções, à inovação e a ser original, sendo que 85% dos sujeitos consideraram-se criativos. A cri atividade foi avaliada como importante para atuação do psicólogo (95%), embora sua presença não seja sistemática na formação do psicólogo.<hr/>The aim of the study was to evaluate the student's perception about the concept of creativity and its importance in the formation and in the professional actuation of the psychologist of the students. They are students of the last year of undergraduate course of Psychology. The subjects were 20 students of a private university, that answered to a questionnaire concerning to personal data and four questions, about creativity concept; perception about its own creativity; importance of this in the psychologist' s work and the space propitiated to that issues in the course of Psychology. The results showed that the creativity concept for the subjects is tied up with the search of new solutions, the innovation and originality, and 85% considered their own as creative persons. The creativity was evaluated as important for performance of the psychologist (95%), although its presence in the psychologist' s formation is not systematic. <![CDATA[<b>Motor development in handedness in the reproduction of the cursive handwriting</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-85572000000200003&lng=en&nrm=iso&tlng=en O presente trabalho é um estudo do desenvolvimento motor da mão dominante, nos 16 movimentos identificados como responsáveis pela reprodução da escrita manuscrita. Utilizou-se uma amostra de 256 crianças, de ambos os sexos, de duas categorias socioeconômicas, de três anos e meio a sete anos. As crianças foram distribuídas em 8 faixas etárias, em intervalos de seis meses, de modo que, em cada faixa etária, ficasse assegurado o mesmo número de meninos e meninas, das duas categorias socioeconômicas estudadas. Os resultados indicam que 50% das crianças da categoria socioeconômica alta foram capazes de reproduzir todos os movimentos e que, para as da categoria baixa, o índice de reprodução foi de 40%. Quatro movimentos foram responsáveis pelas dificuldades de reprodução das crianças das duas categorias, o que permite identificá-los como movimentos críticos para esta faixa etária. As meninas, tal como em estudo piloto anterior, apresentaram maior freqüência de reprodução que os meninos, especialmente as da categoria socioeconômica alta. Estudos são sugeridos no propósito de acompanhar, em faixas etárias anteriores e iguais, o processo inicial de reprodução dos mesmos, mediante o estudo de casos exemplares.<hr/>This is a study of the hand's development - left or right depending on handedness - in 16 movements identified as prior to and basic for the reproduction of cursive handwriting. It is based on a sample of 256 male and female children, between the ages of 3 and 7, from lower or upper midd1e to upper socio-economic backgrounds. The children were divided into 8 age groups, an interval of 6 months between each. In each age group there was the same number of boys and girls and of each socio-economic group studied. Results showed that 50% of the upper socio-econonúc groups were able to reproduce alI the movements against 40% of the other group. 4 movements were found as responsible for the difficulties of the children' s from both socioeconomics categories and these result allow to identify them as the most critical for these ages groups. The girls, as in an other pilot study, reproduce more frequently the movements than the boys, especially the girls of the upper socio-economic leveI. Several suggestions are made in given more attention to these aspects in children' s of the ages groups studied and in lower ages groups. <![CDATA[<B>Development of concepts</B>: <B>tre discovery paradigm</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-85572000000200004&lng=en&nrm=iso&tlng=en Keil investigou se a descoberta de essências internas ou princípios causais subjacentes alterariam as categorizações de crianças sobre conceitos de espécies naturais e artefatos. Esse trabalho replica parte do experimento de Keil (1989), buscando validar seus resultados em nosso meio. Participaram 30 crianças, subdivididas em três grupos de 617, 8/9 e 10/11 anos. Foram narradas a cada criança quatro estórias elaboradas por Keil, previamente traduzidas, duas referentes a espécies naturais e duas a artefatos. Eram relatadas situações em que cientistas "descobriam" que, debaixo dos aspectos superficiais de uma coisa, escondiam-se propriedades definidoras de uma outra coisa. Ao final de cada estória, o experimentador perguntava à criança: "Você acha que são X ou Y?", em que X referia-se à aparência do objeto e Y aos atributos definidores. No tocante a artefatos, os sujeitos não se influenciaram pelos aspectos superficiais, avaliando corretamente a identidade dos artefatos. Todavia, em relação às espécies naturais, somente com o aumento da idade os atributos definidores passaram a ser considerados. Tais achados confirmam os de Keil.<hr/>Keil aimed at investigating whether the discovery of internal essences, or underlying causal principies, would affeet the way children categorize concepts of natural species and artifacts. The present paper replicates part of Keil' s (1989) experiment. The purpose was to ascertain whether the results were applicable to the Brazilian culture. Thirty children were assigned to three groups of 617, 8/9, and 10/11 years of age. Each was told four stories elaborated by Keil, previously translated, two of them were about natural species and the other two were about artifacts. They depicted situations in which scientists "discovered" that the properties that defined something were hidden under the surface aspects of something else. At the end of each one, the experimenter asked the child whether it was a case of X (i.e., the appearance of an objeet), or Y (i.e., the defining attributes of the object). With respect to artifacts, subjects were not misled by surface aspects, but rather were able to correctly assess the identity of the artifacts. However, with regard to natural species, the defining attributes were effective only for the older children. These findings give support to Keil's ones. <![CDATA[<B>Cognitive styles of psychology college students</B>: <B>impact of scientific initiation</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-85572000000200005&lng=en&nrm=iso&tlng=en Esta pesquisa pretendeu verificar se há impacto das experiências em Iniciação Científica nos Estilos Cognitivos, segundo universitárias. A coleta de dados foi realizada com oito alunas de Psicologia, aplicandose uma escala e entrevistas. Os dados foram analisados quantitativa e qualitativamente. Constatou-se que: não há predominância dos Estilos quanto à área e modalidade de pesquisa; todos apresentaram Divergência de Pensamento e predomínio de Reflexividade de Resposta; a maioria concordou com os Estilos avaliados e considerou como positivos aqueles que se modificaram. As principais variáveis responsáveis pelas alterações foram: orientador, atividades e trabalho em grupo. Pode-se concluir que a Iniciação Científica é um dos fatores que interfere no desenvolvimento cognitivo dos estudantes.<hr/>This study intended to veriry if Scientific lnitiation experience can cause impact in the Cognitive Styles of undergraduates. The subjects were eight female psychology students, who were submitted to a scale and interviews. The data was analysed qualitative and quantitatively. The results were: there is not a Cognitive Style predominance depending on the area and types of research, everybody presented Divergence Thinking and the majority is Reflexive, most subjects agree with the Style showed, and considering positives the ones that were modified. The variables detached as responsible for the changes were: own teacher, activities and work group. It is possible to say that Scientific lnitiation is one factor that can affect Cognitive developrnent of students. <![CDATA[<B>The school psychologist formation and the 3rd milennium education</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-85572000000200006&lng=en&nrm=iso&tlng=en Faz-se necessário caracterizar a atuação do Psicólogo Escolar frente às demandas socioeducacionais do próximo milênio; portanto, esse artigo visa analisar a formação desse profissional numa perspectiva histórica buscando repensar seu papel e compromisso social. Identificam-se grandes áreas de trabalho possíveis na Psicologia Escolar, não somente em instituições formais de ensino desde a Educação Infantil até a Universidade, mas também em diferentes espaços educacionais que visem promover o desenvolvimento e aprendizagem dos indivíduos. Focalizam-se, também, as Universidades, as Associações e Entidades de Classe enquanto segmentos profissionais formadores desses profissionais, responsáveis por sua constante atualização e pelo exercício crítico e ético da profissão.<hr/>It has been necessary to define the School Psychologist action in front of the social educational demands to the next millennium, and this article will analyze this professional formation in a historical perspective trying to think about its identity and social compromise. We can identify major possible work areas in the School Psychology, not only in Schools since the child education through the University, but also in any educational space to promote the people developmerít 'and learning. We are focusing also on the professional associations responsible for the formation, constant actualization and professional ethics. <![CDATA[<B>Tecnologia e leitura</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-85572000000200007&lng=en&nrm=iso&tlng=en Faz-se necessário caracterizar a atuação do Psicólogo Escolar frente às demandas socioeducacionais do próximo milênio; portanto, esse artigo visa analisar a formação desse profissional numa perspectiva histórica buscando repensar seu papel e compromisso social. Identificam-se grandes áreas de trabalho possíveis na Psicologia Escolar, não somente em instituições formais de ensino desde a Educação Infantil até a Universidade, mas também em diferentes espaços educacionais que visem promover o desenvolvimento e aprendizagem dos indivíduos. Focalizam-se, também, as Universidades, as Associações e Entidades de Classe enquanto segmentos profissionais formadores desses profissionais, responsáveis por sua constante atualização e pelo exercício crítico e ético da profissão.<hr/>It has been necessary to define the School Psychologist action in front of the social educational demands to the next millennium, and this article will analyze this professional formation in a historical perspective trying to think about its identity and social compromise. We can identify major possible work areas in the School Psychology, not only in Schools since the child education through the University, but also in any educational space to promote the people developmerít 'and learning. We are focusing also on the professional associations responsible for the formation, constant actualization and professional ethics. <![CDATA[<B>Habildiades sociais</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-85572000000200008&lng=en&nrm=iso&tlng=en Faz-se necessário caracterizar a atuação do Psicólogo Escolar frente às demandas socioeducacionais do próximo milênio; portanto, esse artigo visa analisar a formação desse profissional numa perspectiva histórica buscando repensar seu papel e compromisso social. Identificam-se grandes áreas de trabalho possíveis na Psicologia Escolar, não somente em instituições formais de ensino desde a Educação Infantil até a Universidade, mas também em diferentes espaços educacionais que visem promover o desenvolvimento e aprendizagem dos indivíduos. Focalizam-se, também, as Universidades, as Associações e Entidades de Classe enquanto segmentos profissionais formadores desses profissionais, responsáveis por sua constante atualização e pelo exercício crítico e ético da profissão.<hr/>It has been necessary to define the School Psychologist action in front of the social educational demands to the next millennium, and this article will analyze this professional formation in a historical perspective trying to think about its identity and social compromise. We can identify major possible work areas in the School Psychology, not only in Schools since the child education through the University, but also in any educational space to promote the people developmerít 'and learning. We are focusing also on the professional associations responsible for the formation, constant actualization and professional ethics. <![CDATA[<B>Ler e escrever</B>: <B>o começar</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-85572000000200009&lng=en&nrm=iso&tlng=en Faz-se necessário caracterizar a atuação do Psicólogo Escolar frente às demandas socioeducacionais do próximo milênio; portanto, esse artigo visa analisar a formação desse profissional numa perspectiva histórica buscando repensar seu papel e compromisso social. Identificam-se grandes áreas de trabalho possíveis na Psicologia Escolar, não somente em instituições formais de ensino desde a Educação Infantil até a Universidade, mas também em diferentes espaços educacionais que visem promover o desenvolvimento e aprendizagem dos indivíduos. Focalizam-se, também, as Universidades, as Associações e Entidades de Classe enquanto segmentos profissionais formadores desses profissionais, responsáveis por sua constante atualização e pelo exercício crítico e ético da profissão.<hr/>It has been necessary to define the School Psychologist action in front of the social educational demands to the next millennium, and this article will analyze this professional formation in a historical perspective trying to think about its identity and social compromise. We can identify major possible work areas in the School Psychology, not only in Schools since the child education through the University, but also in any educational space to promote the people developmerít 'and learning. We are focusing also on the professional associations responsible for the formation, constant actualization and professional ethics. <![CDATA[<B>Entrevista com Dra. Ácácia Aparecida Angeli dos Santos</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-85572000000200010&lng=en&nrm=iso&tlng=en Faz-se necessário caracterizar a atuação do Psicólogo Escolar frente às demandas socioeducacionais do próximo milênio; portanto, esse artigo visa analisar a formação desse profissional numa perspectiva histórica buscando repensar seu papel e compromisso social. Identificam-se grandes áreas de trabalho possíveis na Psicologia Escolar, não somente em instituições formais de ensino desde a Educação Infantil até a Universidade, mas também em diferentes espaços educacionais que visem promover o desenvolvimento e aprendizagem dos indivíduos. Focalizam-se, também, as Universidades, as Associações e Entidades de Classe enquanto segmentos profissionais formadores desses profissionais, responsáveis por sua constante atualização e pelo exercício crítico e ético da profissão.<hr/>It has been necessary to define the School Psychologist action in front of the social educational demands to the next millennium, and this article will analyze this professional formation in a historical perspective trying to think about its identity and social compromise. We can identify major possible work areas in the School Psychology, not only in Schools since the child education through the University, but also in any educational space to promote the people developmerít 'and learning. We are focusing also on the professional associations responsible for the formation, constant actualization and professional ethics. <![CDATA[<B>A psicologia e a "crise" da educação</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-85572000000200011&lng=en&nrm=iso&tlng=en Faz-se necessário caracterizar a atuação do Psicólogo Escolar frente às demandas socioeducacionais do próximo milênio; portanto, esse artigo visa analisar a formação desse profissional numa perspectiva histórica buscando repensar seu papel e compromisso social. Identificam-se grandes áreas de trabalho possíveis na Psicologia Escolar, não somente em instituições formais de ensino desde a Educação Infantil até a Universidade, mas também em diferentes espaços educacionais que visem promover o desenvolvimento e aprendizagem dos indivíduos. Focalizam-se, também, as Universidades, as Associações e Entidades de Classe enquanto segmentos profissionais formadores desses profissionais, responsáveis por sua constante atualização e pelo exercício crítico e ético da profissão.<hr/>It has been necessary to define the School Psychologist action in front of the social educational demands to the next millennium, and this article will analyze this professional formation in a historical perspective trying to think about its identity and social compromise. We can identify major possible work areas in the School Psychology, not only in Schools since the child education through the University, but also in any educational space to promote the people developmerít 'and learning. We are focusing also on the professional associations responsible for the formation, constant actualization and professional ethics. <![CDATA[<B>Como ajudar a criança com a escrita e a leitura</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-85572000000200012&lng=en&nrm=iso&tlng=en Faz-se necessário caracterizar a atuação do Psicólogo Escolar frente às demandas socioeducacionais do próximo milênio; portanto, esse artigo visa analisar a formação desse profissional numa perspectiva histórica buscando repensar seu papel e compromisso social. Identificam-se grandes áreas de trabalho possíveis na Psicologia Escolar, não somente em instituições formais de ensino desde a Educação Infantil até a Universidade, mas também em diferentes espaços educacionais que visem promover o desenvolvimento e aprendizagem dos indivíduos. Focalizam-se, também, as Universidades, as Associações e Entidades de Classe enquanto segmentos profissionais formadores desses profissionais, responsáveis por sua constante atualização e pelo exercício crítico e ético da profissão.<hr/>It has been necessary to define the School Psychologist action in front of the social educational demands to the next millennium, and this article will analyze this professional formation in a historical perspective trying to think about its identity and social compromise. We can identify major possible work areas in the School Psychology, not only in Schools since the child education through the University, but also in any educational space to promote the people developmerít 'and learning. We are focusing also on the professional associations responsible for the formation, constant actualization and professional ethics.