Scielo RSS <![CDATA[Brazilian Journal of Veterinary Research and Animal Science]]> http://www.scielo.br/rss.php?pid=1413-959619990005&lang=pt vol. 36 num. 5 lang. pt <![CDATA[SciELO Logo]]> http://www.scielo.br/img/en/fbpelogp.gif http://www.scielo.br <![CDATA[<B>Fígado</B>: <B>vascularização colateral após isquemia induzida por clampeamento da aorta torácica</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-95961999000500001&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt A visibilização e a identificação dos vasos que irrigam os tecidos é facilitada quando são utilizadas substâncias com poder corante e de distensão vascular ou meios radiopacos. Nesta pesquisa, em 22 cães foi realizada toracotomia lateral intercostal esquerda no 8º espaço intercostal e clampeamento da aorta torácica a ± 1 cm cranial ao diafragma. Em 10 animais, foi perfundida solução de gelatina/anilina e, no restante, injetado contraste vascular positivo e acompanhamento radiográfico. Foram identificadas artérias que vascularizavam o diafragma, mas não o fígado quando é efetuado o clampeamento aórtico no tórax.<hr/>The visual observation and identification of the vessels that irrigate the corporal tissues is greatly facilitated by using special staining dyes and vessel distenders, or by using a positive vascular contrast solution. In this research, lateral intercostal thoracotomy was performed on the eighth intercostal space in the left side of 22 dogs followed by clamping of thoracic aorta ± 1 cm cranial to the diaphragm. Ten dogs were then injected with the gelatin/aniline mixture, and the other 12 dogs were given a positive vascular contrast solution. In summary, following clamping of the thoracic aorta, arteries that irrigate the diaphragm, but not the liver, were identified. <![CDATA[<B>Apresentação e distribuição do estro nas ovelhas tratadas com esponjas intravaginais impregnadas com acetato de medroxiprogesterona (MAP) em combinação com gonadotrofina de égua prenhe (PMSG)</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-95961999000500002&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt The objectives of this study were: 1) to determine estrus presentation and distribution following a conventional method of estrus synchronization (progestagen-PMSG treatment) in an ewe herd and 2) to analyze estrus presentation and distribution in adult ewes and ewe lambs. During spring a total of 300 cyclic Merino ewes, including 231 adult ewes and 69 ewe lambs were treated with intravaginal sponges impregnated with 60 mg medroxyprogesterone acetate (MAP). After 14 days sponges were removed and 375 IU pregnant mare serum gonadotropin (PMSG) were administered i.m. Estrus detection was performed with vasectomized rams. Ewes were inspected for the presence of marks at 4-hours intervals. Sponge losses, estrus synchronization and distribution were analyzed for adult ewes and ewe lambs. It was detected 1% (3/300) of sponge losses. Estrus synchronization rate was 92.93% (276/297) for the ewe herd, being 93.48% (215/230) for adults and 91.04% (61/67) for lambs (p>0.10). Estrus onset was detected from 28 to 68 hours following treatment in both classes of females. The interval between sponge removal and estrus onset was 46.88 ± 11.78 hours for the ewe herd, being 46.99 ± 12.22 hours for adult ewes and 47.31 ± 10.94 hours for ewe lambs (p>0.10). Statistical differences were found only for the intervals 34-38 (p<0.10) and 50-54 hours (p<0.05) between adult ewes and ewe lambs. It was concluded that the treatment used was effective for estrus synchronization in ewes.<hr/>Os objetivos deste trabalho foram: 1) determinar a apresentação e a distribuição do estro através do método convencional de sincronização do estro (tratamento progestágeno-PMSG) num rebanho de ovelhas; e 2) analisar a apresentação e a distribuição do estro em ovelhas adultas e borregas. Um total de 300 ovelhas Merino em período reprodutivo (primavera), incluindo-se 231 ovelhas adultas e 69 borregas, foram tratadas com esponjas intravaginais impregnadas com 60 mg de acetato de medroxiprogesterona (MAP). As esponjas foram retiradas após 14 dias e foram administradas 375 UI IM de gonadotrofina de égua prenhe (PMSG). Utilizaram-se carneiros vasectomizados para a detecção do cio. As ovelhas foram observadas para a presença das marcas a intervalos de 4 horas. Analisaram-se perdas das esponjas, sincronização e distribuição dos cios nas ovelhas adultas e borregas. Detectou-se 1% (3/300) de perda das esponjas. A taxa de sincronização do estro no rebanho de ovelhas foi de 92,93% (276/297), sendo 93,48% (215/230) nas adultas e 91,04% (61/67) nas borregas (p>0,10). Detectou-se a apresentação do cio desde 28 até 68 horas após o tratamento nas duas classes de fêmeas. O intervalo entre a extração das esponjas e a apresentação do cio foi de 46,88 ± 11,78 horas no rebanho de ovelhas, sendo 46,99 ± 12,22 nas adultas e 47,31 ± 10,94 nas borregas (p>0,10). Encontraram-se somente diferenças significativas entre adultas e borregas nos intervalos 34-38 (p<0,10) e 50-54 horas (p<0,05). Conclui-se que o tratamento utilizado foi efetivo na sincronização do estro nas ovelhas. <![CDATA[<B>Níveis residuais em esponjas impregnadas com acetato de medroxiprogesterona (MAP) após o tratamento de sincronização do estro nas ovelhas em período reprodutivo</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-95961999000500003&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt A pool of polyurethane sponges impregnated with medroxyprogesterone acetate (MAP) was prepared. Real level of progestagen on sponges was checked prior to sponge treatment insertion. During spring a total of 126 cyclic Merino ewes were intravaginally treated with MAP-impregnated pessaries for the synchronization of estrus. After 14 days treatment, sponges were removed. Estrus detection was performed with vasectomized rams. Ewes were inspected for the presence of marks twice a day. Ewes in estrus were artificially inseminated with fresh diluted semen containing a dose of 300x10(6) total sperm. Artificial insemination was performed 12 hours after estrus presentation. Residual levels of MAP (RMAP) on removed sponges were measured by spectrophotometry at 241 nM and examined in relation to their estrus response and fertility. Real dose of MAP was in average 54 mg. RMAP found on sponges following treatment were in average 25.00 ± 0.84 mg. Percentage of estrus synchronization was 92.86% and pregnancy rate was 50.43%. There were no significant differences for RMAP between ewes with (24.70 ± 0.86 mg) and without (28.89 ± 3.65 mg) estrus response (p>0.10). There were also no significant differences for RMAP between pregnant (25.56 ± 1.25 mg) and non-pregnant (23.83 ± 1.18 mg) ewes (p>0.10). It was concluded that the 60 mg MAP dose conventionally used for estrus synchronization in ewes is higher than the amount uptaken by the females.<hr/>Preparou-se um conjunto de esponjas de poliuretano impregnadas com acetato de medroxiprogesterona (MAP). O nível real do progestágeno nas esponjas foi checado com anterioridade à inserção das esponjas do tratamento. Um total de 126 ovelhas Merino em período reprodutivo (primavera) foram tratadas com esponjas intravaginais impregnadas com MAP para sincronização do estro. As esponjas foram retiradas após 14 dias de tratamento. Utilizaram-se carneiros vasectomizados para detecção do cio. As ovelhas foram observadas para a presença das marcas duas vezes ao dia. As ovelhas que apresentaram cio foram inseminadas artificialmente com sêmen fresco diluído, empregando-se uma dose de 300x10(6) espermatozóides totais. A inseminação artificial foi praticada 12 horas depois da apresentação do cio. Os níveis residuais de MAP (RMAP) nas esponjas retiradas foram medidos por espectrofotometria a 241 nM e examinados em relação à resposta estral e à fertilidade. A dose real de MAP foi como média 54 mg. RMAP encontrados em esponjas após o tratamento foram como média 25,00 ± 0,84 mg. A porcentagem de sincronização dos cios foi 92,86% e a taxa de prenhez, 50,43%. Não foram encontradas diferenças significativas entre RMAP das ovelhas com (24,70 ± 0,86 mg) e sem (28,89 ± 3,65 mg) resposta estral (p>0,10). Também não foram encontradas diferenças significativas entre RMAP das ovelhas prenhes (25,56 ± 1,25 mg) e não-prenhes (23,83 ± 1,18 mg) (p>0,10). Conclui-se que a dose de 60 mg MAP utilizada convencionalmente para sincronização do estro em ovelhas é superior à quantidade utilizada pelas fêmeas. <![CDATA[<B>Comparação entre cinco diluidores na congelação de sêmen de cães</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-95961999000500004&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Semen was collected from six stud dogs to compare five extenders in the semen freezing process. Each ejaculate was divided in five parts and added to tris-fructose-citric acid, glicine, lactose, skim milk and tris-fructose-citrate extenders. The semen was diluted at 37°C in extenders without glycerol, in the ratio 1:1 and cooled for 60 minutes to reach a 5°C temperature. Then, extenders with glycerol in the ratio of 2:1 were added to give the final prefreezing concentration of 4% of glycerol. The diluted semen with the cryoprotectant was maintained for a further 60 minutes in refrigeration to equilibrate the spermatozoa in the glycerol and packaged in 0.5 ml plastic straws. The straws were maintained for 30 minutes in vapor, plunged and stored in liquid nitrogen. Sperm morphology was evaluated before and after freezing, whereas progressive motility (%) and velocity of forward progression (0-5) were appraised in different periods of the freezing process. The extender tris-fructose-citric acid showed the best post thaw progressive motility and velocity of forward progression compared to the others extenders. Semen freezing increased major sperm morphological abnormalities, regardless of the extender.<hr/>Foram utilizados ejaculados de 6 cães para comparar cinco diluidores no processo de congelação de sêmen. Cada ejaculado foi dividido em 5 partes e adicionadas aos diluidores tris-fructose-ácido cítrico, glicina, lactose, leite desnatado e tris-fructose-ácido cítrico. O sêmen foi diluído a 37°C sem adição de glicerol na proporção 1:1 (fração A) e refrigerado durante 60 minutos até atingir a temperatura de 5ºC, quando foi adicionada a fração dos diluidores contendo glicerol (fração B) na proporção 2:1, atingindo a concentração final de 4% de glicerol. O sêmen diluído permaneceu por 60 minutos em refrigeração para equilíbrio no glicerol, sendo envasado em palhetas de 0,5 ml, mantido por 30 minutos no vapor de nitrogênio e imerso e armazenado em nitrogênio líquido. Foram avaliados a motilidade progressiva retilínea, o vigor e os defeitos espermáticos antes da congelação e após a descongelação do sêmen em água a 37°C. Os resultados mostraram que os diluidores tris-fructose-ácido cítrico e glicina apresentaram as melhores médias de motilidade progressiva retilínea e de vigor espermático após a descongelação. A congelação aumentou a freqüência dos defeitos espermáticos maiores independente do diluidor. <![CDATA[<b>Tumor de células da granulosa com metástases numa gata</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-95961999000500005&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt The clinical, gross and microscopical features of a granulosa cell tumour in the ovary of a 2-year-old cat are described. This is a rare tumour in cats, moreover because of the animal’s age. It was diagnosed clinically by ultrasound examination. The tumour, a cystic mass in the region of the left ovary, metastasized to the epiplon and lungs. Tumour cells expressed vimentin and were arranged in a diffuse sarcomatous pattern, supported by a fine fibrovascular stroma. The presence of hair loss and repeated oestrus as clinical signs are indicative of orthoendocrine paraneoplastic syndrome, due to excessive oestrogen stimulation. This tumour should be considered in the differential diagnosis of behavioural disturbances in female cats.<hr/>As características clínicas, macroscópicas e microscópicas de um tumor de células da granulosa no ovário de uma gata de 2 anos de idade são descritas neste trabalho. Essa neoplasia é rara em gatos, principalmente devido à idade apresentada pelo animal. O diagnóstico foi feito clinicamente através de exame ultra-sonográfico. O tumor, uma massa cística na região do ovário esquerdo, metastatizou para o epíploo e para os pulmões. As células tumorais expressaram vimentina e arranjavam-se num padrão sarcomatoso e difuso, sustentado por fino estroma fibrovascular. A presença de sinais clínicos, como perda de pêlos e repetição de estros, é indicativa de síndrome paraneoplásica ortoendócrina, devido à excessiva estimulação estrogênica. A existência desse tipo de tumor deve ser considerada no diagnóstico diferencial de distúrbios comportamentais em gatas. <![CDATA[<B>Ação central do naloxone sobre as ß-endorfinas e hormônio luteinizante (LH) em ovelhas ovariectomizadas e hipoglicêmicas</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-95961999000500006&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Com a finalidade de se investigar o efeito no Sistema Nervoso Central (SNC) do opióide antagonista naloxone hidrocloride sobre a liberação do hormônio luteinizante (LH) em ovelhas ovariectomizadas e hipoglicêmicas, utilizaram-se oito fêmeas mestiças oriundas das raças Mule e Suffolk, pesando 65,7 ± 3,6 kg. Duas semanas antes do início dos trabalhos, os animais foram canulados bilateralmente nos ventrículos. Foram feitos dois tratamentos (TI- animais não-estressados; TII- animais estressados), que foram subdivididos em três grupos (solução salina, 1 mg e 2 mg de naloxone). Os animais foram distribuídos, aleatoriamente, dentro das parcelas e foram feitas repetições com intervalo de uma semana, até que se alcançassem quatro observações por tratamento. No TI não se observou alteração nas concentrações de ß-endorfinas e LH, enquanto no TII, apesar de os animais não apresentarem alterações nos níveis de ß-endorfinas após injeção intracerebroventricular (i.c.v.) de 1 mg de naloxone, observou-se diminuição significativa (p<0,05) após injeção (i.c.v.) de 2 mg. No TII, as concentrações de LH aumentaram significativamente (p<0,05) após injeção (i.c.v.) de 1 e 2 mg de naloxone. Conclui-se, portanto, que mesmo na ausência dos esteróides gonadais, os opióides endógenos estão envolvidos no controle do LH em animais hipoglicêmicos.<hr/>Aiming to investigate the central effect of the opioid antagonist naloxone hydrochloride on the release of the luteinizing hormone (LH) and ß-endorphin in ovariectomized and hypoglycemic ewes, eight female (65.7 ± 3.6 kg), Mule x Suffolk cross, were used. Two weeks before the beginning of the experiment, the animals received guides directed towards to both sides of the lateral ventricle. There were two treatments (TI- non-stressed animals; TII- stressed animals), which were divided into three groups (saline solution, 1 mg and 2 mg of naloxone). The animals were randomly distributed and the experiments were repeated until getting four observations per treatment. It was not either observed significant alteration in the ß-endorphin concentrations or in the LH levels in the animals submitted to TI. The animals of the TII did not show significant alterations in the ß-endorphin levels after (i.c.v.) injection of 1 mg of naloxone, but showed a significant (p<0.05) decrease after naloxone injection (2 mg). The LH concentrations showed a significant (p<0.05) increase after naloxone injections in the TII. The results allow us to conclude that even in the absence of gonadal steroids, the endogenous opioids are involved in the control of the LH release in hypoglycemic animals. <![CDATA[<B>Ocorrência de dirofilariose canina na região da Grande Cuiabá, Estado de Mato Grosso - Brasil</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-95961999000500007&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt A fim de determinar a ocorrência de Dirofilaria immitis em cães da cidade de Cuiabá e adjacências, foram utilizadas 500 amostras de sangue de cães de qualquer raça e ambos os sexo e com idade superior a seis meses, as quais foram coletadas em domicílio ou durante campanhas de vacinação anti-rábica, realizadas pelo Centro de Controle de Zoonoses de Cuiabá, por equipe de professores e alunos da Faculdade de Agronomia e Medicina Veterinária da UFMT, no período de setembro de 1995 a janeiro de 1997. A técnica utilizada para a pesquisa das microfilárias circulantes foi a de KNOTT modificada (Newton; Wright, 1956). Dentre as 500 amostras examinadas, foram encontradas microfilárias de D. immitis em 29 (5,8%) e de Dipetalonema reconditum em três (0,6%). Estes relatos de dirofilariose canina na região da Grande Cuiabá constituíram-se em estudo preliminar para que, numa segunda fase, possa ser determinada a prevalência da doença, mediante imunodiagnóstico.<hr/>In order to determine the occurrence of Dirofilaria immitis in dogs in Greater Cuiabá and environs, 500 samples of blood of dogs of any breed and both sexes, with ages over six months, have been collected in houses or during anti-rabic vaccination campaigns carried out by the Centro de Controle de Zoonoses and by the team of professors and students of Faculdade de Agronomia e Medicina Veterinária da Universidade Federal de Mato Grosso, from September 1995 to January 1997. The technique used in the circulating microfilariae research was KNOTT modified (Newton; Wright, 1956). From the 500 samples examined, 29 (5.8%) presented D. immitis microfilariae and three (0.6%) of Dipetalonema reconditum. These accounts of the occurrence of canine dirofilariosis in greater Cuiabá show the results of a preliminary study, which will lead to further studies so as to determine the prevalence of canine heartworm disease, by means of immunediagnosis. <![CDATA[<B>Características reprodutivas de onças-pintadas (<I>Panthera onca</I>) machos, mantidos em cativeiro</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-95961999000500008&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Ejaculate traits, testicular volume and plasma testosterone levels were determined once every two months for one year in 4 adult male jaguars (Panthera onca) housed at the São Paulo Zoo, SP, Brazil. Semen samples was collected by electroejaculation and analyzed for pH, total volume, motility (0-100%), status (0-5), total spermatozoa count and morphology. Blood samples was obtained by cephalic venipuncture immediately before the onset of electroejaculation and stored at -20ºC until assay of testosterone by RIA. Using a calliper, the length and width of each testis was measured and the values were combined to determine the testicular volume. Semen analyses demonstrated a high percentage of structurally abnormal sperm (mean = 51%) and low rates of motility (50.6%) and status (2.2). No correlation was found between semen traits, plasma testosterone and testicular volume (Spearman’s test). No season variation was detected throughout the year for semen traits, plasma testosterone and testicular volume (p>0.05, Friedman’s test). The results of this study suggest that the captive jaguars in Brazil are not seasonal, and that semen collections can be performed throughout the year without a perturbation in overall ejaculate quality. However, underlying causes of high percentages of structurally abnormal sperm, found in captive jaguars, need to be investigated mainly to improve semen quality.<hr/>Quatro onças pintadas (Panthera onca), machos, adultos, mantidos no Zoológico de São Paulo (SP-Brasil), foram submetidos a avaliação seminal, quantificação hormonal e biometria testicular a cada dois meses pelo período de um ano. As amostras de sêmen foram obtidas por eletroejaculação e analisadas quanto ao pH, volume total, motilidade (0-100%), vigor (0-5), espermatozóides totais e morfologia. Amostras de sangue foram obtidas pela punção da veia cefálica imediatamente antes da eletroejaculação e o plasma foi estocado a -20ºC até a realização do radioimunoensaio para quantificação de testosterona. Comprimento e largura dos testículos direito e esquerdo foram obtidos com auxílio de paquímetro e os valores obtidos foram combinados para a obtenção de volume testicular. As amostras de sêmen mostraram elevado índice de espermatozóides morfologicamente anormais (média = 51%), baixos índice de motilidade (50,6%) e vigor (2,2). Não foi encontrada correlação entre as características seminais, níveis plasmáticos de testosterona e volume testicular (Teste de Correlação de Spearman). Não foi detectado efeito da estação durante o ano para qualidade espermática, testosterona sérica e volume testicular (p>0,05, Teste de Friedman). Os resultados sugerem que as onças pintadas mantidas em cativeiro não são sazonais e que a colheita e avaliação espermática podem ser realizadas em qualquer período do ano sem que haja perda na qualidade espermática. No entanto, as causas de elevado índice de espermatozóides morfologicamente anormais, encontrados neste estudo, devem ser investigadas. <![CDATA[<B>Superovulação de novilhas da raça Nelore com diferentes doses de FSH/LH e congelação de embriões pelo método <I>one-step</I> com etilenoglicol</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-95961999000500009&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Este trabalho teve como objetivo identificar a dose mais eficiente de FSH/LH (300, 400 e 500 UI) no tratamento superovulatório de novilhas da raça Nelore, assim como avaliar o método one-step no processo de congelação de embriões. A variação da resposta superovulatória tem sido muito grande, o que explica o interesse de diversos pesquisadores em encontrar novos hormônios, doses e momentos para realizar a estimulação ovariana. Foram empregadas doses de 300 (n = 20), 400 (n = 21) ou 500 UI (n = 21) de FSH/LH, iniciando-se no décimo dia do ciclo estral, em 8 aplicações decrescentes, durante quatro dias consecutivos. Foi aplicado PGF2alfa concomitante com a quinta subdose de FSH/LH e realizadas duas inseminações artificiais às 12 e às 24 horas após o início dos sintomas de estro. As colheitas dos embriões foram realizadas 6,5 dias após a primeira inseminação artificial. Pelo exame ultra-sonográfico, avaliaram-se os números de folículos no momento da inseminação artificial (15,12; 15,76; e 14,94) e de corpos lúteos (10,68; 11,55; e 10,81) no dia da colheita, encontrando 5,20; 1,81; e 2,76 embriões viáveis, respectivamente, para 300 UI, 400 UI e 500 UI de FSH/LH. O grupo de 300 UI de FSH/LH apresentou os melhores resultados em relação aos embriões viáveis. Dos 106 embriões congelados pelo método one-step em 1,5 M de etilenoglicol e transferidos pelo método não-cirúrgico, 8 resultaram em prenhez (7,5%). A dose de 300 UI de FSH/LH apresentou melhor resposta superovulatória em comparação com as de 400 e 500 UI para novilhas da raça Nelore. A transferência de embriões Bos taurus indicus congelados pelo método one-step em 1,5 M de etilenoglicol não foi eficiente.<hr/>The objetive of this study was to identify the better dose between 300 (n = 20), 400 (n = 21) and 500 IU (n = 21) of FSH/LH to stimulate Nelore heifers. The superovulation treatment started on day 10 (D0 = estrous) of the estrous cycle in 8 decreasing aplications for 4 days. The embryo recovery was achieved on day 6.5 after the first artificial insemination. The superovulatory response for 300, 400 and 500 IU FSH/LH was follicles (15.12, 15.76 and 14.94); corpus luteum (10.68, 11.55 and 10.81) and transferable embryos (5.20, 1.81 and 2.76). The 300 IU of FSH/LH group presented the best results in regard to transferable embryos. The transferable embryos were cryopreserved by one-step method with 1.5 M of ethylene-glycol, resulting in 8 pregnancies (7.5%) of 106 embryos transferred by non-curgical method. The 300 IU of FSH/LH presented better superovulatory response in comparison with 400 and 500 IU in Nelore heifers. The transfer of Bos taurus indicus embryos cryopreserved by one-step method in 1.5 M of ethilene glycol was not efficient. <![CDATA[<B>Sincronização do estro em fêmeas bovinas da raça Nelore (<I>Bos taurus indicus</I>) com o uso de acetato de melengestrol associado ou não à prostaglandina F<SUB>2</SUB><FONT FACE="Symbol">a</B></FONT>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-95961999000500010&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Este trabalho foi realizado para determinar a eficácia do acetato de melengestrol (MGA) associado ou não à prostaglandina F2alfa (PG), na sincronização do estro em fêmeas zebuínas da raça Nelore (Bos taurus indicus). Foram utilizadas 548 vacas e novilhas distribuídas, segundo idade, condição corporal, sexo do bezerro e dias pós-parto, em três grupos. Grupo controle (n = 119): os animais deste grupo receberam suplemento mineral protéico sem o MGA. Grupo MGA (n = 219): receberam 0,5 mg MGA/cabeça/dia durante 14 dias. Grupo MGA/PG (n = 210): receberam 0,5 mg MGA/cabeça/dia durante 14 dias e uma dose de 25 mg de PG (IM), no 17º dia após o último dia de ingestão do MGA. A inseminação artificial (IA) ocorreu 12 h após a detecção do estro. Ambos os tratamentos para sincronização do estro realizados, neste experimento, foram eficazes para se aumentarem as taxas de prenhez, nos dois primeiros períodos de avaliação da estação de monta, dos animais tratados em relação aos não-tratados (grupo MGA = 27,40%; MGA/PG = 31,90% vs controle = 17,65%). Quanto a este aspecto, a aplicação de PG proporcionou maior número de animais em estro, nos primeiros 5 dias de estação de monta, o que facilitou sobremaneira a utilização da IA.<hr/>This study was conducted to determine the efficacy of melengestrol acetate (MGA) with or without prostaglandin F2alpha (PG) in synchronizing estrus in Zebu females (Nelore - Bos taurus indicus). Five hundred and forty-eight cows and heifers were allotted to one of three groups by age, body condition score, sex of calf and days postpartum. Group 1 served as a nonsynchronized control (n = 119) and cows were fed a protein mineral salt carrier without MGA, animals in group 2 (n = 219) were fed 0.5 mg MGA/head/day, for 14 days, and group 3 (n = 210) animals were fed 0.5 mg MGA/head/day for 14 days and were injected i.m. with 25 mg PG, 17 days after the last day of MGA feeding. Cows and heifers were artificially inseminated 12 h after the detection of estrus. The MGA/PG and MGA systems induced synchronized estrus and enabled more cows to become pregnant early in the breeding season compared with nonsynchronized control cows that were inseminated during spontaneous estrus (group 1 = 17.65% vs group 2 = 27.40%; group 3 = 31.90%). In this respect, PG injection caused a larger number of 5 day estrus responses in the MGA/PG group, greatly facilitating the use of AI.