Scielo RSS <![CDATA[Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental]]> http://www.scielo.br/rss.php?pid=1415-436620170007&lang=pt vol. 21 num. 7 lang. pt <![CDATA[SciELO Logo]]> http://www.scielo.br/img/en/fbpelogp.gif http://www.scielo.br <![CDATA[Adubação nitrogenada na produção de mudas de <em>Talisia esculenta</em> (A. St. Hil) Radlk]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1415-43662017000700443&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt ABSTRACT ‘Pitombeira’ does not have organized cultivation, thus requiring information related to the production of seedlings, particularly in relation to chemical fertilizer. In this context, an experiment was conducted in order to define the best dose of nitrogen (N), using urea as N source, to be applied in ‘pitombeira’ seedlings. The experimental design was complete randomized blocks with four replicates and ten plants per plot, testing five N doses (0, 400, 800, 1.600 and 3.200 mg dm-3). Data were submitted to analysis of variance and regression. The non-destructive measurements (number of leaves, stem diameter, shoot length and the ratio between shoot length and stem diameter) were evaluated at 30, 60, 90 and 120 days after transplanting (DAT). In addition, shoot, root and total dry matter and Dickson quality index were determined at 120 DAT. Nitrogen fertilizations, from the dose of 500 mg N dm-3 as top-dressing, were those that led to the most vigorous ‘pitombeira’ plants, while plants developed with dose above 1.600 mg of N dm-3 showed a reduction in their vigor.<hr/>RESUMO A pitombeira possui exploração extrativista, sendo uma cultura carente em informações relacionadas à produção principalmente quanto à relação à adubação química. Neste sentido foi conduzido um trabalho com o objetivo de testar a melhor dose de nitrogênio, tendo como fonte a ureia a ser aplicada em mudas de pitombeira. O delineamento experimental utilizado foi o de blocos completos ao acaso com quatro repetições e dez plantas por parcela sendo testadas cinco doses nitrogênio (0; 400; 800; 1.600 e 3.200 mg dm-3). Os dados foram submetidos à análise de variância e regressão. As mensurações não destrutivas (número de folhas, diâmetro do colo, comprimento da parte aérea e a relação entre o comprimento da parte aérea e o diâmetro do colo) foram avaliadas aos 30, 60, 90 e 120 dias após o transplantio; já a massa seca da parte aérea, das raízes e total e o índice de qualidade de Dickson foram determinados aos 120 dias. As adubações nitrogenadas foram, a partir da dose de 500 mg N dm-3 em cobertura, as que proporcionaram formação das mudas de pitombeira mais vigorosas enquanto as plantas desenvolvidas com dose acima de 1.600 mg de N dm-3 apresentaram redução no seu vigor. <![CDATA[Procedência das sementes e temperatura na germinação de picão-preto]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1415-43662017000700448&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt ABSTRACT The invasive behavior of beggarticks (Bidens pilosa L.) in cropped areas is due to its ecological adaptation and aggressive regeneration, which is dependent on seed germination. The objective of this research was to verify the effects of B. pilosa seed origin and temperature on seed germination. The seeds were collected in Entre Rios do Oeste, PR, Botucatu, SP, Capão Bonito, SP, São Joaquim da Barra, SP, Sertãozinho, SP, Selvíria, MS, Barra do Garças, MT, Areia, PB and Manaus, AM. The seeds were evaluated regarding moisture content, 1000-seed weight, germination speed index and germination at 60 days (normal seedlings, dormant seeds and dead seeds) at the temperatures of 10, 15, 20, 25, 30, 35, 40, and 45 ºC. The replicates were distributed according to a completely randomized design in a 9 x 8 factorial arrangement (seed origin x temperature) with four replicates. The means were compared by the Scott-Knott test. B. pilosa seeds germination depends on seed origin. Temperatures higher than 35 ºC are lethal to the seeds. The temperature of 15 ºC allows maximum germination in the shortest time whichever the seed origin.<hr/>RESUMO O comportamento invasivo do picão-preto (Bidens pilosa L.) em áreas de cultivo se deve à sua adaptação ecológica e regeneração agressiva, alicerçada na germinação das sementes. Objetivou-se, com a presente pesquisa, conhecer o efeito de diferentes procedências e temperaturas na germinação de sementes de B. pilosa. As sementes foram coletadas em Entre Rios do Oeste, PR, Botucatu, SP, Capão Bonito, SP, São Joaquim da Barra, SP, Sertãozinho, SP, Selvíria, MS, Barra do Garças, MT, Areia, PB e Manaus, AM e avaliadas quanto ao teor de água, massa de 1000 sementes, índice de velocidade de germinação e germinação conduzida a 10, 15, 20, 25, 30, 35, 40 e 45 ºC e avaliada aos 60 dias. O delineamento experimental adotado foi o inteiramente casualizado em esquema fatorial 9 x 8 (procedências x temperaturas) com quatro repetições e as médias foram comparadas pelo teste de Scott-Knott. A germinação, o vigor e a massa de sementes de B. pilosa dependem do local de procedência. Temperaturas superiores a 35 °C são letais às sementes. A temperatura de 15 ºC permite a máxima germinação das sementes em menor tempo da quase totalidade das procedências. <![CDATA[Crescimento e produção do coqueiro anão em solo salino-sódico sob doses de sulfato de potássio]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1415-43662017000700454&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt ABSTRACT The objective was to study the influence of potassium sulfate doses applied to the soil on the growth and production of green dwarf coconut (Cocos nucifera L.) grown in saline-sodic soil. The experiment was conducted from January 2013 to January 2016, in a commercial plantation in the Sector 7 of the ‘Várzeas de Sousa’ Irrigation District, PB, Brazil, in saline-sodic Ebanic Vertisol. The experiment used coconut plants belonging to green dwarf variety, arranged in a 7.0 x 7.0 m rectangular shape, starting the third year in the production stabilization stage. The adopted experimental design was randomized blocks, evaluating five doses of potassium sulfate (K2SO4) (0, 0.52, 1.04, 2.08 and 4.16 kg plant-1 year-1), with four replicates of four plants each, totaling 20 experimental units. The K2SO4 doses positively influenced the growth and production of green dwarf coconut trees in saline-sodic soil. The highest growth in height and diameter of this coconut variety was obtained at the K2SO4 dose of 4.16 kg plant-1 year-1. The largest fruits and water volume in the first year of production were obtained with K2SO4 doses from 2.08 to 2.81 kg plant-1 year-1.<hr/>RESUMO Objetivou-se, com este trabalho, avaliar a influência de doses de sulfato de potássio aplicado via solo no crescimento e produção do coqueiro anão verde (Cocos nucifera L.) cultivado em solo salino-sódico. O experimento foi conduzido durante os meses de janeiro de 2013 a janeiro de 2016, em pomar comercial, no Setor 7 das Várzeas de Sousa, PB, em Vertissolo Ebânico. Utilizaram-se plantas de coqueiro pertencentes à variedade anã verde, espaçadas em formato retangular 7,0 x 7,0 m, iniciando o terceiro ano em fase de estabilização de produção. Adotou-se o delineamento experimental em blocos casualizados avaliando cinco doses de sulfato de potássio (K2SO4) (0; 0,52; 1,04; 2,08 e 4,16 kg planta-1 ano-1), com quatro repetições, sendo quatro plantas úteis por repetição totalizando 20 unidades experimentais. As doses de K2SO4 influenciaram positivamente o crescimento e a produção do coqueiro anão verde em solo salino-sódico. O maior crescimento em altura e diâmetro da estirpe do coqueiro foi obtido sob a dose de 4,16 kg planta-1 ano-1 de K2SO4. Os maiores frutos e volume de água no primeiro ano de produção foram obtidos com as quantidades aplicadas de 2,08 a 2,81 kg planta-1 ano-1 de K2SO4. <![CDATA[Biodisponibilidade do fósforo em compostos e struvite aplicados em solos ácidos]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1415-43662017000700459&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt ABSTRACT The objective of this study was to assess the type and fractions of phosphorus (P) forms in composts and struvite and how these P forms affect the bioavailability of P in the soil. P fertilization was performed with compost from sewage sludge (CSS), compost from poultry litter (CPL) and struvite (SV) and compared with single superphosphate (SSP). P forms were quantified through a sequential fractionation scheme. The first extraction was performed with H2O, the second with 0.5 M NaHCO3, the third with 0.1 M NaOH and the fourth with 1 M HCl. The release of P over time, after soil P fertilization, was assessed by incubating the fertilizers with a low-P acid soil. P bioavailability was assessed through a micro-pot experiment with the incubated soils in a growth chamber using rye plants (Secale cereale L.). Inorganic P forms in the first two fractions represented ~50% (composts), 32% (SV) and 86% (SSP) of the total P; and in the HCl fraction, ~40% (composts), 26% (SV) and 13% (SSP) of the total P. Despite the variability of the P form fractions in the composts and struvite, the P release and bioavailability were similar among the fertilized treatments. The acidic nature of the soil, which improve solubility of Ca-P forms, and the high efficiency of rye, which favors P uptake, were factors that contributed to these results.<hr/>RESUMO O trabalho teve como objetivo caracterizar as formas de fósforo (P) presentes em compostos e em struvite e avaliar a influência dessas formas na biodisponibilidade do P. A fertilização fosfatada efetuou-se com composto obtido de lodos de tratamento de águas residuais (CSS), composto a partir de estrume de galinha (CP) ou struvite (SV) utilizando-se o adubo comercial superfosfato simples (SSP) como controle. Realizou-se um fracionamento sequencial das formas de P dos fertilizantes: a primeira extração efetuou-se com H2O, a segunda com NaHCO3 0,5 M, a terceira com NaOH 0,1 M e a quarta com HCl 1 M. Realizou-se um ensaio de incubação após aplicação de cada fertilizante a um solo ácido e pobre em P para avaliação do efeito do tempo na libertação do P. A biodisponibilidade de P foi avaliada num ensaio em vasos com os solos incubados usando como planta teste o centeio (Secale cereale L.). Os compostos apresentaram ~50% do P inorgânico nas duas primeiras frações, a SV 32% e o SSP 86%. A fração de P inorgânico em HCl representou ~40% nos compostos, 26% na SV e 13% no SSP. Apesar da variabilidade nas formas de P todos os fertilizantes mostraram semelhante taxa de libertação e biodisponibilidade em P. A acidez do solo, favorecendo a solubilização de formas de P, em conjunto com a elevada eficiência do centeio em absorver o P, foram fatores que contribuíram para este resultado. <![CDATA[Crescimento, tolerância e acúmulo de zinco em mudas de <em>Senna multijuga</em> e <em>Erythrina crista-galli</em>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1415-43662017000700465&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt ABSTRACT Zinc (Zn) is a micronutrient that is reaching toxic levels in the soil, with the intensification of agricultural and industrial activities. The objective of this study was to evaluate the growth, accumulation and tolerance of Erythrina crista-galli and Senna multijuga seedlings in soil with addition of increasing Zn levels. The study was conducted in a greenhouse for 120 days, using a completely randomized design in a 2 x 6 factorial arrangement, corresponding to two tree species (S. multijuga and E. crista-galli) and six doses of zinc in the soil (0, 200, 400, 600, 800 and 1000 mg kg-1) with six replicates. E. crista-galli and S. multijuga seedlings decreased root and shoot dry weight with increasing Zn doses. E. crista-galli and S. multijuga have low Zn translocation index and are capable to phytostabilize Zn in the roots. E. crista-galli had greater tolerance to Zn compared with S. multijuga. The species have potential for Zn phytostabilization programs in contaminated soil.<hr/>RESUMO O zinco é um micronutriente que está atingindo níveis tóxicos no solo, com a intensificação das atividades agrícolas e industriais. O objetivo deste trabalho foi avaliar o crescimento, o acúmulo e a tolerância de mudas de Erythrina crista-galli e Senna multijuga em solo com adição de níveis crescentes de zinco. O trabalho foi conduzido em casa de vegetação por 120 dias, utilizando delineamento experimental inteiramente casualizado em arranjo fatorial 2 x 6 sendo duas espécies arbóreas (S. multijuga e E. crista-galli) e seis doses de zinco no solo (0, 200, 400, 600, 800 e 1000 mg kg-1), com seis repetições. Houve redução na massa seca radicular e aérea com o aumento das doses de zinco nas mudas de E. crista-galli e a S. multijuga. As espécies apresentaram baixa translocação de zinco e têm capacidade de fitoestabilizar o metal no sistema radicular. A espécie E. crista-galli apresenta maior tolerância às doses de zinco que a S. multijuga. As espécies apresentam potencial de utilização em programas de fitoestabilização de Zn em solo contaminado. <![CDATA[Análise econômica da irrigação do meloeiro Gália em ambiente protegido com e sem mulching]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1415-43662017000700471&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt ABSTRACT The objective of this study was to analyze technically and economically the irrigated ‘Gália’ melon (Hybrid Nectar), cultivated in greenhouse with and without using plastic mulch covering on the soil. Simultaneously, two experiments were conducted using a completely randomized design (CRD), in which melon plants were submitted to five water availability levels, defined by 50, 75, 100, 125, and 150% of crop evapotranspiration, with four replicates. The difference between experiments were only about the soil covering with plastic mulch: with (CC) or without (SC) plastic mulch. The economically optimal irrigation depths were 208.83 and 186.88 mm, resulting in yields of 50.85 and 44.51 t ha-1 for the experiments with and without mulching, respectively. The results showing the economically optimal irrigation depths were very close to those that produced the highest yield.<hr/>RESUMO O objetivo do trabalho foi analisar, técnica e economicamente, a cultura do meloeiro rendilhado cultivado em ambiente protegido. Foram realizados simultaneamente dois experimentos utilizando-se delineamento inteiramente casualizado (DIC) cujas plantas do melão tipo Gália foram submetidas a cinco lâminas de irrigação definidas por 50, 75, 100, 125 e 150%, da evapotranspiração da cultura, com quatro repetições. Os experimentos se diferenciaram apenas pelo não uso (SC) ou uso (CC) de cobertura plástica do solo (mulching). As lâminas de água ótimas economicamente foram 208,83 e 186,88 mm, que resultaram nas produtividades de 50,85 e 44,51 t ha-1 para os experimentos SC e CC, respectivamente. Os resultados permitiram concluir que as lâminas ótimas econômicas ficaram bastante próximas daquelas que produziram as maiores produções físicas, para ambos os experimentos. <![CDATA[Zoneamento do índice de satisfação de necessidade hídrica do feijoeiro comum no Mato Grosso]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1415-43662017000700476&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt ABSTRACT The aim of this study was the agroclimatic zoning of common bean in the Mato Grosso state in the second harvest. Data from 38 meteorological stations in the state and in neighboring regions were used. The zoning was based on water requirement satisfaction index (WRSI) for the common bean crop, for the three levels of available water capacity of the soils of the state (30, 50 and 75 mm) in 12 sowing periods. After generating the indexes for the municipalities, the variograms of the data were fitted in order to enable interpolation of the data for the state. Data were entered into ArcGISTM 10.0 and the ordinary kriging interpolation method was used. After generating the maps, they were clipped to the Mato Grosso State and classified as the following WRSI classes: suitable (WRSI ≥ 0.65); restricted (0.55 &lt; WRSI &lt; 0.65) and unsuitable (WRSI ≤ 0.55) for the stage of flowering and grain filling. It was possible to interpolate only the ten-day periods 8 to 12, because from 1 to 7 all regions of the state are suitable for cultivation. The trend of the aptitude of sowing dates is similar to the movement of the air masses active in the state, with a northwest-southeast direction of displacement.<hr/>RESUMO O objetivo deste trabalho foi realizar o zoneamento do Índice de Satisfação de Necessidade de Água (ISNA) da cultura do feijoeiro para o Estado de Mato Grosso em segunda safra. Utilizaram-se dados de temperatura e precipitação provenientes de 38 estações meteorológicas distribuídas no Estado e em regiões vizinhas. O zoneamento foi realizado com base no ISNA para a cultura do feijoeiro, para três classes de Capacidade de Água Disponível (CAD) dos solos do Estado (30, 50 e 75 mm), para 12 épocas de semeadura. Gerados os índices para as estações procedeu-se ao ajuste de variogramas para possibilitar a interpolação dos dados para o Estado. Os dados foram inseridos no ArcGISTM 10.0 e o método interpolador krigagem ordinária foi o utilizado. Gerados os mapas foram recortadas e classificadas, para o Estado de Mato Grosso, as seguintes classes: Apta (ISNA ≥ 0,65); Restrita (0,55 &lt; ISNA &lt; 0,65) e Inapta (≤ 0,55) para a fase de florescimento e enchimento de grãos. Foi possível a interpolação apenas do decêndio 8 ao 12, pois do 1 ao 7 todas as regiões do Estado são aptas ao cultivo. O comportamento da aptidão das épocas de semeadura é semelhante ao deslocamento das massas de ar atuantes no Estado, com sentido de deslocamento noroeste-sudeste. <![CDATA[Umidade do solo em lavouras de palma forrageira com práticas de melhoria da sua resiliência]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1415-43662017000700481&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt ABSTRACT The present study evaluated soil moisture (θ) in forage cactus plantations under resilience practices such as irrigation, mulching and intercropping with sorghum. The experiment was arranged in a randomized block design with five water availability conditions (0, 8.75, 17.5, 26.25 and 35% of the reference evapotranspiration), and three planting systems: forage cactus exclusive system (PE), forage cactus with mulch (PC) and intercropping between forage cactus and sorghum (PS). Water content was measured until a depth of 0.60 m. Meteorological data were recorded between June 2012 and June 2013. Water content was not affected by different resilience practices and the variation coefficient was low to medium (4.0 to 22.1%). The temporal variation of soil moisture was more affected by the changes in rainfall, while the physical properties (soil density, porosity and grain size) were decisive in the vertical variation. It was concluded that periods with rainfall events favor the alternation of practices to improve forage cactus resilience (irrigation, mulch and intercropping).<hr/>RESUMO No presente estudo a umidade do solo (θ) foi avaliada em lavouras de palma forrageira sob práticas resilientes, tais como irrigação, cobertura morta e consórcio com a cultura do sorgo. O experimento foi disposto em blocos ao acaso com parcelas de cinco condições de disponibilidade hídrica (0, 8,75, 17,5, 26,25 e 35% da evapotranspiração de referência) e subparcelas de três sistemas de cultivo: palma exclusiva (PE), palma com cobertura morta (PC) e consórcio palma-sorgo (PS). O monitoramento da umidade do solo foi feito até a profundidade de 0,60 m. Dados meteorológicos foram registrados entre junho de 2012 e junho de 2013. A umidade do solo não foi afetada pelas diferentes práticas para melhoria da resiliência e o coeficiente de variação foi de baixo a médio (4,0 a 22,1%). O aumento das lâminas de água, cobertura morta e as camadas mais profundas do solo promoveram menores variabilidades da θ. A variação temporal da umidade foi mais afetada pelas alterações da precipitação enquanto as propriedades físicas (densidade do solo, porosidade e frações granulométricas) foram decisivas na variação vertical. Conclui-se que períodos com ocorrência de eventos de chuva favorecem a alternância de práticas de melhoria da resiliência da palma forrageira (irrigação, cobertura morta e consórcio). <![CDATA[Bioconversão do hidrolisado do bagaço do pedúnculo do caju para produção de etanol e xilitol]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1415-43662017000700488&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt ABSTRACT The agro-industrial waste deposited in the environment causes problems in nature that can be solved with the use and generation of bioproducts. Thus, the objective was to study the lignocellulosic fraction of cashew (Anacardium occidentale L.) peduncle bagasse and fermentation on large scale (8-16 times) using the strain Candida guilliermondii CCT-3544 as production agent. According to the obtained results, it can be noted that the dry cashew peduncle bagasse has 21.45% of cellulose, 10.96% of hemicellulose and 35.39% of lignin. During fermentation, C. guilliermondii 3544-CAT was able to grow on medium containing hydrolysate, with maximum cell growth concentration of 3.5 g L-1. The behavior of the sugars in the fermentation process was similar in the different variables, with maximum production of ethanol and xylitol at 48 h of fermentation.<hr/>RESUMO Os resíduos agroindustriais depositados no meio ambiente favorecem problemas na natureza, passíveis de serem solucionados com o aproveitamento e geração de bioprodutos. Assim, objetivou-se estudar a fração lignocelulósica do bagaço do pedúnculo do caju (Anacardium occidentale L.) e a fermentação em escala ampliada (8 a 16 vezes) utilizando a estirpe Candida guilliermondii CCT-3544 como agente de produção. De acordo com os resultados obtidos pode-se ressaltar que o bagaço do pedúnculo do caju seco possui 21,45% de celulose, 10,96% de hemicelulose e 35,39% de lignina. Durante a fermentação, a C. guilliermondii CCT-3544 foi capaz de crescer no meio com hidrolisado sendo sua concentração máxima de crescimento celular (3,5 g L-1). O comportamento dos açúcares no processo fermentativo foi similar nas diferentes variáveis com produção máxima de etanol e xilitol em 48 h de fermentação. <![CDATA[Modelagem matemática da secagem da polpa de pequi e determinação da difusividade efetiva]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1415-43662017000700493&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt ABSTRACT The aim of this work was to study the drying kinetics of pequi pulp by convective drying at different conditions of temperature (50, 60, 70 and 80 °C) and thickness (0.5, 1.0 and 1.5 cm) at the air speed of 1.0 m s-1, with no addition of adjuvant. The experimental data of pequi pulp drying kinetics were used to plot drying curves and fitted to the models: Midilli, Page, Henderson &amp; Pabis and Newton. Effective diffusivity was calculated using the Fick’s diffusion model for a flat plate. It was found that, with increasing thickness, the drying time increased and, with increasing temperature, the drying time was reduced. The Midilli model showed the best fit to the experimental data of pequi pulp drying at all temperatures and thicknesses, presenting higher coefficients of determination (R2), indicating that this model satisfactorily represents the pequi pulp drying phenomenon. There was a trend of increase in the effective diffusivity with the increase in pulp layer thickness and temperature.<hr/>RESUMO Objetivou-se, neste trabalho, estudar a cinética de secagem da polpa de pequi por meio da secagem convectiva em diferentes condições de temperatura (50, 60, 70 e 80 ºC) e espessura (0,5; 1,0 e 1,5 cm) na velocidade do ar 1,0 m s-1, sem adição de adjuvante de secagem. Com os dados experimentais da cinética de secagem da polpa de pequi foram traçadas curvas de secagem cujos modelos ajustados aos dados experimentais, foram: Midilli, Page, Henderson e Pabis e Newton. Calculou-se a difusividade efetiva utilizando o modelo difusivo de Fick para uma placa plana. Constatou-se que, com o aumento da espessura, o tempo de secagem aumentou e com o aumento da temperatura o tempo de secagem foi reduzido. O modelo de Midilli foi o que melhor se ajustou aos dados experimentais da secagem da polpa de pequi, em todas as temperaturas e espessuras, por apresentar maior coeficiente de determinação (R2), indicando que este modelo representa satisfatoriamente o fenômeno de secagem da polpa de pequi. Foi evidenciado que houve tendência de aumento da difusividade efetiva com o aumento da espessura da camada da polpa e com o aumento da temperatura. <![CDATA[Sazonalidade hídrica na concessão de outorga e impacto da irrigação na Bacia do Rio Dourados, MS, Brasil]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1415-43662017000700499&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt ABSTRACT The objective of this study was to evaluate water seasonality in the process of granting permits and the impact of irrigation in the Dourados River basin. For that, the hydrological behavior of the basin was analyzed. The minimal streamflows (Q7,10 and Q95), irrigation withdrawal flow (Qr) and the percent variation of the grant flows relative to monthly seasonal period in relation to the monthly withdrawal flow were obtained. The results allowed to verify that using criteria based on the monthly streamflow allows for better management of water use, because it allows for greater utilization of this resource in times with high water availability and imposes a realistic restriction during critical periods. The average annual water withdrawal for irrigation in the basin during the studied period was on the order of 2.99 m3 s-1, and the withdrawal flow in the month of highest demand (August) was 5.95 m3 s-1.<hr/>RESUMO O objetivo deste trabalho foi avaliar a sazonalidade hídrica no processo de concessão de outorga e o impacto da irrigação na Bacia do Rio Dourados. Para tanto, procedeu-se à análise do comportamento hidrológico na bacia. Foram obtidas as vazões mínimas de referência (Q7,10 e Q95), vazões de retirada pela irrigação (Qr), e variação percentual das vazões de outorga relativo ao período sazonal mensal em relação à vazão de retirada mensal. Os resultados permitiram constatar que a concessão de outorga de uso dos recursos hídricos quando adotada a escala mensal garante um plano melhor de utilização da água, à medida que permite seu uso no período em que há disponibilidade hídrica e restringe no período de escassez hídrica. A vazão média anual de retirada pela irrigação na bacia no período em estudo, foi da ordem de 2,99 m3 s-1, sendo a vazão de retirada no mês de maior demanda (agosto) de 5,95 m3 s-1. <![CDATA[Construção e calibração de lisímetros de pesagem com sistema automático de drenagem]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1415-43662017000700505&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt ABSTRACT Quantification of the drained volume is one of the difficulties involved in using weighing lysimeters. Typically, this volume is measured by accessing a moat at the base of a lysimeter. However, it is not feasible to install the moat in small devices. Thus, the aim of this study involves developing, installing, calibrating, and checking the efficiency of small weighing lysimeters with automated drainage systems to test their functionality in field conditions. Each lysimeter is composed of a round PVC water tank with a diameter of 1.22 m and a depth of 0.58 m that is placed over a metal frame with three electronic load cells with the nominal capacity of each cell corresponding to 500 kg. The drainage system is composed of a small reservoir with a volume of 10 L, a weighing structure composed of a load cell with a nominal capacity of 30 kg, and an automatic solenoid valve driven by a device coupled to a data logger that records the data from the lysimeter and from the drainage system. Two calibrations are performed for the lysimeter as well as the drainage system to obtain equations with significant correlations (R2 &gt; 0.9999). The drainage system was activated several times during the tests after receiving approximately 63.4 L of water from rainfall, and this in turn indicated a good performance.<hr/>RESUMO Uma das dificuldades na utilização de lisímetros de pesagem é a quantificação do volume drenado. Usualmente, tal volume é medido por meio de um fosso de acesso em sua base, cuja instalação é inviável em lisímetros de pequenas dimensões. Assim, este trabalho objetivou desenvolver, instalar, calibrar e verificar a eficiência de lisímetros de pesagem com sistemas de drenagem automatizados testando sua funcionalidade no campo. Cada lisímetro foi composto de uma caixa d’água circular de PVC, com 1,22 m de diâmetro e profundidade de 0,58 m, montada sobre uma estrutura metálica com 3 células de carga cada uma com capacidade nominal de 500 kg. O sistema de drenagem foi formado por um pequeno reservatório com capacidade de 10 L, uma estrutura de pesagem composta por uma célula de carga com capacidade nominal de 30 kg e uma válvula solenoide acionada automaticamente por um dispositivo eletrônico acoplado a um datalogger, que registrou os dados de ambos, do lisímetro e do sistema de drenagem. Foram realizadas calibrações de dois lisímetros e sistema de drenagem, cujos resultados foram equações ajustadas com correlação significativa (R2 &gt; 0,9999) para ambos. Durante os testes, o sistema de drenagem foi acionado várias vezes após receber aproximadamente 63,4 L de água por precipitação, apresentando bom desempenho.