Scielo RSS <![CDATA[Genetics and Molecular Biology]]> http://www.scielo.br/rss.php?pid=1415-475719990003&lang=en vol. 22 num. 3 lang. en <![CDATA[SciELO Logo]]> http://www.scielo.br/img/en/fbpelogp.gif http://www.scielo.br <![CDATA[<B>Analyses of DNA from ancient bones of a pre-Columbian Cuban woman and a child</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1415-47571999000300001&lng=en&nrm=iso&tlng=en Molecular anthropology has brought new possibilities into the study of ancient human populations. Amplification of chromosomal short tandem repeat (STR) loci and mitochondrial DNA (mtDNA) has been successfully employed in analyses of ancient bone material. Although several studies have reported on continental Amerindian populations, none have addressed the ancient populations inhabiting the Caribbean islands. We used STR and mtDNA analyses to study the skeletal remains of a Cuban Ciboney female adult holding an infant. Results showed that for the STR analyzed the skeletal remains shared common alleles, suggesting a relationship. Mitochondrial DNA analysis showed sequence identity, thus corroborating a possible mother-child relationship. The mtDNA sequence grouped these remains into haplogroup A, commonly found in Amerindian populations. Based on these results, we speculated on a South American origin of pre-Columbian Antilles populations and possible infanticide practices in these populations. This constitutes the first report on DNA analysis of ancient pre-Columbian Cuban populations.<hr/>A antropologia molecular trouxe novas possibilidades para o estudo de populações humanas antigas. A amplificação de loci em pequenos segmentos cromossômicos repetidos (short tandem repeat, STR) e de DNA mitocondrial (mtDNA) tem sido empregada com sucesso em análises de material ósseo antigo. Embora vários estudos tenham sido publicados a respeito de populações ameríndias continentais, nenhum estudou as populações antigas que habitavam as ilhas do Caribe. Nós usamos análise de STR e mtDNA para estudar os restos de ossos de uma mulher adulta da tribo Ciboney cubana carregando uma criança. Os resultados mostraram que para o STR analisado os restos ósseos compartilhavam alelos comuns, sugerindo um parentesco. A análise de mtDNA mostrou identidade de seqüência, corroborando assim uma possível relação mãe-filho. A seqüência de mtDNA alocou esses restos no haplogrupo A, comumente encontrado em populações ameríndias. Baseado nesses resultados, nós especulamos a respeito de uma origem sul-americana para as populações pré-colombianas das Antilhas e possíveis práticas infanticidas nessas populações. Este constitui o primeiro relato de análise de DNA em populações cubanas pré-colombianas antigas. <![CDATA[<B>Cystic fibrosis mutations R1162X and 2183AA<FONT FACE="Symbol">®</FONT>G in two southern Brasilian states</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1415-47571999000300002&lng=en&nrm=iso&tlng=en We screened 79 southern Brazilian patients with cystic fibrosis for the rare cystic fibrosis mutations R1162X and 2183AA<FONT FACE="Symbol">&reg;</FONT>G. Forty-nine patients were born in the State of Paraná (PR) and 30 in the State of Santa Catarina (SC). Two 2183AA<FONT FACE="Symbol">&reg;</FONT>G alleles were found among the SC patients and one among the PR patients. Six R1162X alleles were found among the SC patients and one among the PR patients. Fourteen percent of the alleles found among patients of Italian origin were R1162X, and 7% were 2183AA<FONT FACE="Symbol">&reg;</FONT>G mutations. These mutations, together with <FONT FACE="Symbol">D</FONT>F508, were also studied in a sample of 270 normal non-related subjects of Italian origin who have been born in PR. In this sample we found two <FONT FACE="Symbol">D</FONT>F508 alleles and one 2183AA<FONT FACE="Symbol">&reg;</FONT>G allele. <FONT FACE="Symbol">D</FONT>F508, R1162X and 2183AA<FONT FACE="Symbol">&reg;</FONT>G frequencies were not statistically different from those observed in Italy. Our results demonstrate that it is important to include these mutations in southern Brazilian surveys of cystic fibrosis patients, especially when they are of Italian descent.<hr/>Realizou-se a análise de 79 pacientes provenientes do Sul do Brasil para duas mutações raras da fibrose cística (CF), R1162X e 2183AA<FONT FACE="Symbol">&reg;</FONT>G; dentre estes pacientes, 49 eram nascidos no Estado do Paraná (PR) e 30 eram nascidos no Estado de Santa Catarina (SC). Para a mutação 2183AA<FONT FACE="Symbol">&reg;</FONT>G, dois alelos foram detectados entre os pacientes de SC e um alelo nos pacientes de PR. Para a mutação R1162X, seis alelos foram detectados entre os pacientes de SC e um alelo entre os pacientes do PR. Quando estes pacientes foram classificados de acordo com a origem étnica, 14% dos alelos detectados entre os pacientes de origem italiana eram portadores da mutação R1162X e 7% da mutação 2183AA<FONT FACE="Symbol">&reg;</FONT>G. Estas mutações, juntamente com a mutação <FONT FACE="Symbol">D</FONT>F508, também foram analisadas em uma amostra de 270 indivíduos normais de origem italiana não-consangüíneos, os quais eram nascidos no Estado do PR. Nessa amostra foram detectados dois alelos <FONT FACE="Symbol">D</FONT>F508 e um alelo 2183AA<FONT FACE="Symbol">&reg;</FONT>G. As freqüências das mutações <FONT FACE="Symbol">D</FONT>F508, R1162X e 2183AA<FONT FACE="Symbol">&reg;</FONT>G não mostraram desvio estatístico significativo daquelas freqüências observadas no norte da Itália. Nossos resultados demonstram que é importante incluir estas mutações no conjunto de mutações a serem pesquisadas nos pacientes com FC do sul do Brasil, especialmente quando estes pacientes tiverem origem italiana. <![CDATA[<B>Genetic counseling follow-up - a retrospective study with a quantitative approach</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1415-47571999000300003&lng=en&nrm=iso&tlng=en The impact of genetic counseling (GC) was evaluated in families, who were interviewed at least two and half years and at most seven years after GC at the Genetics Service of the University Hospital, Faculty of Medicine of Ribeirão Preto, University of São Paulo (HC, FMRP, USP). The 113 families interviewed in this study were asked 48 questions and all children born after GC were studied clinically. We evaluated the families for spontaneous motivation for GC and understanding of GC information, their reproductive decisions, changes in the family after GC and the health status of new children. The majority of families seen at the Hospital das Clínicas de Ribeirão Preto were not spontaneously motivated to undergo GC. They had a low level of understanding about the information they received during GC. Generally families were using contraceptive methods (even when at low genetic risk) with a consequent low rate of pregnancies and children born after GC. These families also had a very low rate of child adoption and divorces when compared to other studies.<hr/>Neste trabalho tivemos por objetivo geral a avaliação do impacto do aconselhamento genético (GC) nas famílias atendidas no ambulatório de Genética do HC, FMRP, USP. Foram estudadas 113 famílias atendidas há no mínimo 2 anos e meio e no máximo há 7 anos no Serviço. O método utilizado foi o de entrevista ambulatorial através de formulário constituído por 48 perguntas; as crianças nascidas após o GC foram avaliadas clinicamente. As famílias foram avaliadas em relação à motivação espontânea para o processo de GC, quanto ao entendimento das informações do GC, às suas decisões reprodutivas, modificações na constituição da família após o GC, e, também, quanto à saúde das crianças nascidas após o GC. Foi observado que a maioria das famílias atendidas no HCRP não são motivadas espontaneamente para o GC, que apresentam um baixo nível de entendimento (e/ou verbalização) das informações recebidas, que as famílias estão na maioria evitando filhos (mesmo as em baixo risco genético), tendo conseqüentemente uma baixa taxa de gravidez e de crianças nascidas após o GC. Estas famílias apresentaram, também, baixas taxas de adoção de crianças e separação de casais, quando comparadas a trabalhos semelhantes. <![CDATA[<B>The nucleation of microtubules in <I>Aspergillus nidulans </I>germlings </B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1415-47571999000300004&lng=en&nrm=iso&tlng=en Microtubules are filaments composed of dimers of alpha- and beta-tubulins, which have a variety of functions in living cells. In fungi, the spindle pole bodies usually have been considered to be microtubule-organizing centers. We used the antimicrotubule drug Benomyl in block/release experiments to depolymerize and repolymerize microtubules in Aspergillus nidulans germlings to learn more about the microtubule nucleation process in this filamentous fungus. Twenty seconds after release from Benomyl short microtubules were formed from several bright (immunofluorescent) dots distributed along the germlings, suggesting that microtubule nucleation is randomly distributed in A. nidulans germlings. Since nuclear movement is dependent on microtubules in A. nidulans we analyzed whether mutants defective in nuclear distribution along the growing hyphae (nud mutants) have some obvious microtubule defect. Cytoplasmic, astral and spindle microtubules were present and appeared to be normal in all nud mutants. However, significant changes in the percentage of short versus long mitotic spindles were observed in nud mutants. This suggests that some of the nuclei of nud mutants do not reach the late stage of cell division at normal temperatures.<hr/>Microtúbulos são filamentos compostos por dímeros das tubulinas <FONT FACE="Symbol">a</FONT> e <FONT FACE="Symbol">b</FONT> e têm uma variedade de funções nas células vivas. Em fungos, os corpúsculos polares dos fusos são geralmente considerados os centros organizadores dos microtúbulos. Com o objetivo de contribuir para uma melhor compreensão dos processos de nucleação dos microtúbulos no fungo filamentoso A. nidulans, nós utilizamos a droga antimicrotúbulo Benomil em experimentos de bloqueio e liberação para depolimerizar e repolimerizar os microtúbulos. Após 20 segundos de reincubação em meio sem Benomil, pequenos microtúbulos foram formados a partir de pontos distribuídos pela célula, sugerindo que os pontos de nucleação de microtúbulos são aleatoriamente distribuídos pelas hifas de A. nidulans. Como em A. nidulans o movimento nuclear é dependente de microtúbulos foi analisado se mutantes defectivos na distribuição de núcleos ao longo das hifas (mutantes nud) possuíam algum defeito evidente nos microtúbulos. Os microtúbulos citoplasmáticos, dos fusos e astrais estão presentes e aparentam-se normais em todos os mutantes nud, mas foi observada uma pequena distorção na proporção de fusos mitóticos longos e curtos nestes mutantes, comparados com o controle. Isto sugere que alguns núcleos de mutantes nud não alcançam a fase tardia da divisão celular, em temperatura não restritiva. <![CDATA[<B>RAPD-PCR typing of  <I>Yersinia enterocolitica</I> (Enterobacteriaceae) O:3 serotype strains isolated from pigs and humans</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1415-47571999000300005&lng=en&nrm=iso&tlng=en Sixteen strains of Yersinia enterocolitica serotype O:3, isolated from apparently healthy pigs collected in Rio de Janeiro, and four human strains of serotypes O:4, O:5, O:6 and O:13 were analyzed by RAPD-PCR. The strains were grouped into five genotypic profiles according to the amplification patterns obtained with three random primers. Fifteen of the 16 pig strains had identical amplification patterns, which was named genotypic profile 1. The one different profile was named genotypic profile 2. Genotypic profile 1 was also exhibited by the O:6 human serotype strain. The O:4 and O:13 human serotype strains showed similar amplification profiles with two primers. However, the third primer induced a distinct profile in each strain. Therefore, these two strains were placed into genotypic profile 3 and 4, respectively. Each primer produced a completely different amplification profile in the O:5 human serotype strain; therefore, it was named genotypic profile 5. The presence or absence of plasmids in the strains studied did not affect the amplification results. These results show that genetic variations can exist within a serotype, and strains of different serotypes can exhibit the same amplification profile when compared using other primers.<hr/>Foram utilizados três "primers" aleatórios para caracterizar pela técnica RAPD-PCR 16 cepas de Yersinia enterocolitica do sorotipo O:3, isoladas de suínos sadios do Rio de Janeiro. Pelos resultados dos padrões de amplificação, as 16 cepas dos suínos e as 4 cepas humanas usadas como referência (sorotipos O:4, O:5, O:6 e O:13) foram agrupadas em 5 perfis genotípicos. Quinze cepas de suínos apresentaram um padrão de amplificação idêntico (perfil genotípico 1) e somente uma apresentou um perfil de amplificação diferente (perfil genotípico 2). O mesmo padrão de amplificação do perfil genotípico 1 foi também observado em uma cepa humana do sorotipo O:6. As cepas humanas dos sorotipos O:4 e O:13 exibiram perfis de amplificação semelhantes com 2 "primers", porém com o terceiro "primer" cada uma apresentou um perfil próprio. Essas duas cepas foram enquadradas, cada uma, em um tipo de perfil (perfis genotípicos 3 e 4, respectivamente). A cepa humana do sorotipo O:5 apresentou um perfil de amplificação com cada "primer" completamente diferente dos observados nas outras cepas (perfil genotípico 5). A presença ou ausência de plasmídios nas cepas estudadas não interferiu nos resultados das amplificações. Esses resultados mostram que dentro de um mesmo sorotipo podem existir modificações genéticas e que cepas de sorotipos diferentes apresentam o mesmo perfil de amplificação com alguns "primers", comprovando que o RAPD-PCR é uma ferramenta eficaz para reagrupamento de cepas e poderá ser útil em estudos epidemiológicos para rastreamento de uma cepa e assim acompanhar a disseminação de Y. enterocolitica. <![CDATA[<B><I>Varroa jacobsoni</I> infestation of adult Africanized and Italian honey bees (<I>Apis mellifera</I>) in mixed colonies in Brazil</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1415-47571999000300006&lng=en&nrm=iso&tlng=en Different levels of infestation with the mite Varroa jacobsoni have been observed in the various Apis mellifera races. In general, bees of European races are more susceptible to the mite than African honey bees and their hybrids. In Brazil honey bee colonies are not treated against the mite, though apparently both climate and bee race influence the mite infestation. Six mixed colonies were made with Italian and Africanized honey bees. The percentage infestation by this parasite was found to be significantly lower in adult Africanized (1.69 ± 0.44) than Italian bees (2.79 ± 0.65). This ratio was similar to that found in Mexico, even though the Africanized bees tested there had not been in contact with varroa, compared to more than 20 years of the coexistence in Brazil. However, mean mite infestation in Brazil on both kinds of bees was only about a third of that found in Mexico.<hr/>Desde o contato inicial entre o ácaro Varroa jacobsoni e a abelha Apis mellifera, diferentes níveis de infestação foram verificados entre as diversas raças dessa espécie de abelhas. O presente trabalho teve como objetivo verificar o grau de infestação determinado pelo acaro Varroa jacobsoni em abelhas Apis mellifera, africanizadas e italianas puras, quando criadas numa mesma colméia. Para isso, o grau de infestação foi obtido em seis colônias de abelhas constituídas de operárias de ambas as raças. O resultado de dezesseis repetições mostrou que as abelhas africanizadas foram menos infestadas que as abelhas italianas. Esse resultado sugere que, nas condições naturais de infestação, as abelhas africanizadas são mais defensivas ao parasita Varroa jacobsoni, garantindo a essa raça de abelhas a resistência à praga varroosis. <![CDATA[<B>Intrapopulational genetic differentiation in <I>Anopheles (N.) darlingi </I>Root, 1926 (Diptera: Culicidae) in the amazon region </B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1415-47571999000300007&lng=en&nrm=iso&tlng=en Four natural Amazonian Anopheles darlingi populations were analyzed for 19 loci, 12 of which showed variation, i.e., 68.4% of polymorphic loci. The Ariquemes, Rondônia, population was the most variable, with a large number of alleles per locus (2.26 ± 0.27) and high polymorphism (P = 63.15). The highest values of observed and expected intralocus heterozygosity were observed in the Manaus, Amazonas, population (Ho = 0.432 ± 0.11; He = 0.375 ± 0.08), and the lowest in the Cachoeira Porteira, Pará, population (Ho = 0.236 ± 0.09; He = 0.290 ± 0.11). Wright's F-statistic revealed disequilibrium caused by an excess of homozygotes, as shown by the Fis &gt; Fst values (Fis = 0.083 &gt; 0.026) reflecting intrapopulational differentiation. The four populations studied were genetically similar, as indicated by distance and similarity values. Chromosomal variation of Amazon population also did not indicate geographical differentiation, and populations in the central region of the Amazon Basin showed high polymorphism in relation to the marginal populations, which were mainly monomorphic.<hr/>Amostras de populações naturais de Anopheles darlingi foram analisadas para 19 locos, dos quais 12 apresentaram variação, com uma proporção de locos polimórficos de 68,40%. A população de Ariquemes mostrou maior variabilidade, com maior número de alelos por loco (2,26 ± 0,08) e maior polimorfismo (P = 63,15). Levando-se em conta os níveis de heterozigosidade intraloco observados e esperados, os maiores valores foram observados na população de Manaus (Ho = 0,432 ± 0,11; He = 0,375 ± 0,08) e os menores na população de Cachoeira Porteira (Ho = 0,236 ± 0,09; He = 0,290 ± 0,11). Quando analisados pelas estatísticas F de Wright, os resultados mostraram desequilíbrio decorrente de excesso de homozigotos, conforme mostram os valores de Fis &gt; Fst (0,083 &gt; 0,026), denotando uma certa diferenciação intrapopulacional. As quatro populações estudadas foram semelhantes geneticamente, conforme indicam os valores de distância e similaridade. As variações cromossômicas de populações da Amazônia não indicaram diferenciação geográfica, e na região central da bacia amazônica, estas foram altamente polimórficas em relação às marginais, que foram predominantemente monomórficas. <![CDATA[<B>Autosomal rearrangement in <I>Gryllus assimilis </I>Fabricius, 1775 (Orthoptera, Gryllidae)</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1415-47571999000300008&lng=en&nrm=iso&tlng=en Gryllus assimilis L. has a karyotype of 2n = 29 (X0, male) and 30 (XX, female). The above karyotype was encountered along with another in which 2n = 28 (X0, male) and 2n = 29 (XX, female) in a population from the outskirts of Rio Claro city (São Paulo State, Brazil). Of eight specimens studied, five had the heterozygous karyotype involving a translocation and three had the basic karyotype. There were no individuals homozygous for the rearrangement. The heterozygous karyotype was the result of a chromosomal rearrangement between chromosome pairs 6 and 10, both of which were initially submetacentric. The members of the sixth pair normally have two constrictions in the small arm, with a satellite at the chromosome tip. The chromosome of the tenth pair involved in the translocation was generally submetacentric and probably underwent a pericentric inversion which transported the centromere to a subterminal position before being translocated. In this case, the long arm of the inverted chromosome of the tenth pair was translocated with the satellite of a member of the sixth pair.<hr/>A espécie Gryllus assimilis L. apresenta 2n = 29, X0 (macho) e 2n = 30, XX (fêmea), porém em alguns indivíduos coletados na cidade de Rio Claro, São Paulo, Brasil, foram encontrados dois cariótipos distintos: o cariótipo básico e outro rearranjado, com 2n = 28, X0 e 2n = 29, XX. O rearranjo foi interpretado como sendo autossômico e heterozigoto, caracterizado pela translocação envolvendo dois pares de homólogos submetacêntricos: o par 10, que possivelmente tem um dos elementos com uma inversão pericêntrica, e o par 6, que possui em seu braço curto duas constrições secundárias, diferenciando satélites em suas extremidades. <![CDATA[<B>Phylogenetic relationships among Brazilian howler monkeys, genus <I>Alouatta</I> (Platyrrhini, Atelidae), based on <FONT FACE="Symbol">g</FONT><SUP>1</SUP>-globin pseudogene sequences</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1415-47571999000300009&lng=en&nrm=iso&tlng=en The genus Alouatta (howler monkeys) is the most widely distributed of New World primates, and has been arranged in three species groups: the Central American Alouatta palliata group and the South American Alouatta seniculus and Alouatta caraya groups. While the latter is monotypic, the A. seniculus group encompasses at least three species (A. seniculus, A. belzebul and A. fusca). In the present study, approximately 600 base pairs of the g1-globin pseudogene were sequenced in the four Brazilian species (A. seniculus, A. belzebul, A. fusca and A. caraya). Maximum parsimony and maximum likelihood methods yielded phylogenetic trees with the same arrangement: {A. caraya [A. seniculus (A. fusca, A. belzebul)]}. The most parsimonious tree had bootstrap values greater than 82% for all groupings, and strength of grouping values of at least 2, supporting the sister clade of A. fusca and A. belzebul. The study also confirmed the presence of a 150-base pair Alu insertion element and a 1.8-kb deletion in the g1-globin pseudogene in A. fusca, features found previously in the remaining three species. The cladistic classification based on molecular data agrees with those of morphological studies, with the monospecific A. caraya group being clearly differentiated from the A. seniculus group.<hr/>Os guaribas, do gênero Alouatta, que são os primatas do Novo Mundo com maior distribuição geográfica, têm sido colocados em três grupos de espécies: o grupo Alouatta palliata da América central, e os grupos sulamericanos Alouatta seniculus e Alouatta caraya. Este último é monotípico, mas o grupo A. seniculus inclui pelo menos três espécies (A. seniculus, A. belzebul e A. fusca). Neste estudo, foram seqüenciados aproximadamente 600 pares de base do pseudogene globina g1 nas quatro espécies brasileiras (A. seniculus, A. belzebul, A. fusca e A. caraya). Os métodos de máxima parcimônia e máxima verossimilhança produziram árvores filogenéticas com o mesmo arranjo: {A. caraya [A. seniculus (A. fusca, A. belzebul)]}. A árvore mais parcimoniosa apresentou valores de bootstrap maiores de 82% para todos os agrupamentos, e valores de força de ligação de pelo menos 2, apoiando o agrupamento irmão de A. fusca e A. belzebul. O estudo também confirmou a presença em A. fusca do elemento de inserção Alu, com 150 pares de base, e uma deleção de 1,8 kb no pseudogene globina g1 já conhecidos nas demais espécies de guaribas. A classificação cladística baseada em dados moleculares é congruente com as de estudos morfológicos, com um isolamento claro do grupo monoespecífico A. caraya em relação ao grupo A. seniculus. <![CDATA[<B>New cases of supernumerary chromosomes in characiform fishes</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1415-47571999000300010&lng=en&nrm=iso&tlng=en Supernumerary chromosomes were described for five species of Neotropical characiform fishes. These extra chromosomes were small, acrocentric and fully heterochromatic in Leporinus friderici from two different localities as well as in Leporinus sp., but metacentric and fully heterochromatic in Cyphocharax modesta and Prochilodus nigricans. In Characidium cf. zebra, this element was small, acrocentric and euchromatic. GC-rich DNA blocks were observed in the supernumerary chromosome of Leporinus sp. using chromomycin A3. The widespread occurrence of these extra chromosomal elements suggests their independent origins.<hr/>São descritos os cromossomos supranumerários observados em cinco espécies de peixes pertencentes a quatro famílias distintas de caraciformes neotropicais. Esses cromossomos mostraram-se pequenos, totalmente heterocromáticos e acrocêntricos em Leporinus friderici e Leporinus sp. e metacêntricos e totalmente heterocromáticos em Cyphocharax modesta e Prochilodus nigricans. Em Characidium cf. zebra um pequeno extra acrocêntrico é visto totalmente eucromático. Um pequeno segmento rico em pares de bases GC pôde ser observado no cromossomo extra de Leporinus sp. após a coloração com cromomicina A3. Alguns aspectos relacionados à origem desses cromossomos extras entre os caraciformes são discutidos. <![CDATA[<B>Cytogenetic studies of two freshwater sciaenids of the genus <I>Plagioscion</I> (Perciformes, Sciaenidae) from the central Amazon</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1415-47571999000300011&lng=en&nrm=iso&tlng=en Cytogenetic characterization of two freshwater sciaenid species from the genus Plagioscion (P. squamosissimus and Plagioscion sp.) was obtained for the first time. Giemsa staining, Ag-NOR and C-banding revealed that both species presented 2n = 48 chromosomes (almost all acrocentric). Single NORs and heterochromatin were found mainly at the pericentromeric position. Karyotypic formulae and NOR location proved to be valuable in showing both interspecific and intraspecific differences. All chromosomes were acrocentric in P. squamosissimus. NORs were located at proximal positions on the long arms of the last chromosome pair of the complement, and were heteromorphic due to size differences. Such heteromorphic NORs seem to be associated with each population sampled. Plagioscion sp. presented two cytotypes: cytotype a (2M + 46A) and cytotype b (48A). In both cytotypes, NOR-bearing chromosomes were located at the proximal position on the long arms of the first chromosome pair of the complement. However, NOR-bearing chromosomes were metacentric in cytotype a and acrocentric in cytotype b.<hr/>Foram estudados, pela primeira vez, os cariótipos de duas espécies de sciaenídeos de água doce, pertencentes ao gênero Plagioscion (P. squamosissimus e Plagioscion sp.), através de técnicas de coloração convencional (Giemsa), NOR e banda C. Todos os indivíduos apresentaram 2n = 48, NOR simples e banda C preferencialmente pericentromérica. Porém, a fórmula cariotípica e a localização das NORs permitiram-nos evidenciar diferenças inter- e intra-específicas. Em P. squamosissimus, as NORs estão localizadas em posição proximal nos braços longos do último par do complemento e são heteromórficas em relação ao tamanho das marcações. Aparentemente, esse heteromorfismo de NOR está associado com diferenças populacionais. Por outro lado, Plagioscion sp. apresentou dois citótipos. O citótipo a é caracterizado por 2 cromossomos metacêntricos e 46 acrocêntricos, enquanto o citótipo b é caracterizado por 48 cromossomos acrocêntricos. Em ambos citótipos, as NORs estão localizadas em posição proximal nos braços longos do primeiro par de cromossomos do complemento. Porém, no citótipo a essas marcações localizam-se em um par de cromossomos metacêntricos, enquanto no citótipo b em um acrocêntrico. <![CDATA[<B>Heterochromatin patterns and karyotype relationships within and between the genera <I>Brycon</I> and <I>Salminus</I> (Pisces, Characidae)</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1415-47571999000300012&lng=en&nrm=iso&tlng=en Chromosomes of two Brycon species (B. lundii and B. microlepis) and Salminus hilarii were analyzed. Based on constitutive heterochromatin distribution patterns, karyotypic relationships within and between Bryconinae and Salmininae were examined. A monophyletic origin for the genus Brycon, comprising at least two chromosome synapomorphies (presence of two large submetacentric bearing paracentromeric and telomeric heterochromatin), is suggested. Moreover, Bryconinae and Salmininae may represent a monophyletic unit among Characidae, as they share several chromosome features.<hr/>Foram analisados os cromossomos de duas espécies de peixes do gênero Brycon (B. lundii e B. microlepis) e de Salminus hilarii. Principalmente baseado no padrão de distribuição da heterocromatina constitutiva, foram discutidas as relações cariotípicas dentro e entre os grupos Bryconinae e Salmininae. É sugerida uma origem monofilética para o gênero Brycon, com pelo menos duas sinapomorfias cromossômicas (presença de dois grandes submetacêntricos apresentando blocos pericentromérico e telomérico de heterocromatina constitutiva). Ainda, Bryconinae e Salmininae, compartilhando vários caracteres cromossômicos, podem formar uma unidade monofilética entre os Characidae, na qual outros caracídeos não estão incluídos. <![CDATA[<B>Estimates of direct, maternal and grandmaternal genetic effects for growth traits in Gobra cattle</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1415-47571999000300013&lng=en&nrm=iso&tlng=en Estimates of genetic parameters for birth (N = 3909), weaning (N = 3425), yearling (N = 2764) and final (N = 2144) weights were obtained from the records of Gobra cattle collected at the Centre de Recherches Zootechniques de Dahra, Senegal. Three animal models were fitted to obtain estimates by REML using an average information (AI) approach. Model 1 considered random direct, maternal genetic and maternal permanent environmental effects. In model 2, a general grandmaternal effect was added to the random effects considered in model 1, and in model 3, the general grandmaternal effect was divided into grandmaternal genetic and grandmaternal permanent environmental effects. All models allowed covariances among genetic effects. The inclusion of grandmaternal effects in models 2 and 3 did not change the estimates of the genetic parameters compared to model 1. Variances attributable to grandmaternal effects became negative and were set close to zero, except for yearling weight for which grandmaternal heritability was 0.03 ± 0.03. The estimates for direct and maternal heritabilities were, respectively, 0.08 ± 0.03 and 0.03 ± 0.02 for birth, 0.20 ± 0.05 and 0.21 ± 0.05 for weaning, 0.26 ± 0.07 and 0.16 ± 0.07 for yearling and 0.14 ± 0.06 and 0.16 ± 0.06 for final weights. The estimates of the genetic correlation between direct and maternal effects for birth, weaning, yearling and final weights were -0.17 ± 0.40, -0.58 ± 0.32, -0.52 ± 0.34 and -0.34 ± 0.37, respectively. For yearling weight with grandmaternal heritability estimated to be only 0.03, model 3 gave estimates of the genetic correlation between direct and grandmaternal effects and between maternal and grandmaternal effects of 0.28 ± 0.48 and -0.33 ± 0.67, respectively. Estimates of direct and maternal heritabilities were unchanged when grandmaternal effects were not included in the model.<hr/>Foram obtidas as estimativas dos pesos ao nascimento (N = 3909), ao desmame (N = 3425), com 1 ano de idade (N = 2764) e final (N = 2144) a partir dos registros de gado Gobra coletados no Centro de Pesquisas em Zootecnia de Dahra, Senegal. Três modelos animais foram adaptados para obter estimativas por REML usando uma abordagem de informação média (AI). O modelo 1 considerou os efeitos ambientais aleatórios direto, genético maternal e maternal permanente. No modelo 2, um efeito geral relativo às avós foi adicionado aos efeitos aleatórios considerados no modelo 1, e no modelo 3 o efeito geral relativo às avós foi dividido em efeitos ambientais genético e permanente. Todos os modelos admitiram covariâncias entre os efeitos genéticos. A inclusão dos efeitos relativos às avós nos modelos 2 e 3 não alterou as estimativas dos parâmetros genéticos comparados com o modelo 1. As variâncias atribuíveis aos efeitos relativos às avós tornaram-se negativas e foram posicionadas próximas a zero, exceto para o peso com 1 ano, para o qual a herdabilidade relativa à avo foi 0,03 ± 0,03. As estimativas para as herdabilidades direta e maternal foram, respectivamente, 0,08 ± 0,03 e 0,03 ± 0,02 para peso ao nascimento, 0,20 ± 0,05 e 0,21 ± 0,05 para peso ao desmame, 0,26 ± 0,07 e 0,16 ± 0,07 para peso com 1 ano e 0,14 ± 0,06 e 0,16 ± 0,06 para o peso final. As estimativas da correlação genética entre os efeitos direto e maternal para os pesos ao nascimento, ao desmame, com 1 ano e final foram -0,17 ± 0,40, -0,58 ± 0,32, -0,52 ± 0,34 e -0,34 ± 0,37, respectivamente. Para o peso com 1 ano com herdabilidade relativa à avó estimada como sendo apenas 0,03, o modelo 3 deu estimativas da correlação genética entre os efeitos direto e relativo à avó e entre os efeitos maternal e relativo à avó de 0,28 ± 0,48 e -0,33 ± 0,67, respectivamente. As estimativas de herdabilidade direta e maternal não se alteraram quando os efeitos relativos à avó não foram incluídos no modelo. <![CDATA[<B>Morphological dimorphism in the Y chromosome of "pé-duro" cattle in the Brazilian State of Piauí</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1415-47571999000300014&lng=en&nrm=iso&tlng=en "Pé-duro" (hard foot) is a rare breed of beef cattle of European (Bos taurus taurus) origin, originated in northern and northeastern Brazil. Y chromosome morphology, outer genital elements and other phenotypic characteristics were examined in 75 "pé-duro" bulls from the Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) herd in the Brazilian State of Piauí. The purpose was to investigate possible racial contamination with Zebu animals (Bos taurus indicus) in a cattle that has been considered closest to its European origin (B. t. taurus). The presence of both submetacentric and acrocentric Y chromosomes, typical of B. t. taurus and B. t. indicus, respectively, and the larger preputial sheath in bulls with an acrocentric Y chromosome indicated racial contamination of the "pé-duro" herd with Zebu cattle. Phenotypic parameters involving horn, dewlap, ear, chamfer, and coat color characteristics, indicative of apparent racial contamination, were not associated with acrocentric Y chromosome.<hr/>Um plantel de touros "pé-duro", consistindo de 75 animais do núcleo da Embrapa envolvido com a preservação desse gado no Estado do Piauí, foi examinado quanto à morfologia do seu cromossomo Y, bem como em relação a elementos da genitália externa e outras características fenotípicas dos machos. O objetivo era investigar a contaminação racial por animais zebuínos (Bos taurus indicus) num gado bovino que tem sido considerado mais próximo de sua origem européia (Bos taurus taurus). Tanto a forma submetacêntrica quanto a forma acrocêntrica do cromossomo Y, típicas das sub-espécies B. t. taurus e B. t. indicus, respectivamente, bem como maior bainha prepucial nos espécimes portadores do cromossomo Y acrocêntrico, indicativa de contaminação racial por gado zebuíno, foram detectadas no rebanho "pé-duro" mantido no núcleo da Embrapa. Outras características fenotípicas analisadas que podem informar sobre a contaminação racial aparente não foram associadas ao tipo de cromossomo Y. A detecção de contaminação racial no estoque de touros "pé-duro" aqui analisado não invalida os esforços da Embrapa em preservar este gado de importância regional para o Nordeste do Brasil, porém quase extinto. <![CDATA[<B>An investigation into heterogeneity of variance for milk and fat yields of Holstein cows in Brazilian herd environments</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1415-47571999000300015&lng=en&nrm=iso&tlng=en Heterogeneity of variance in Brazilian herd environments was studied using first-lactation 305-day mature equivalent (ME) milk and fat records of Holstein cows. Herds were divided into two categories, according to low or high herd-year phenotypic standard deviation for ME milk (HYSD). There were 330 sires with daughter records in both HYSD categories. Components of (co)variance, heritability, and genetic correlations for milk and fat yields were estimated using a sire model from bivariate analyses with a restricted maximum likelihood (REML) derivative-free algorithm. Sire and residual variances for milk yield in low HYSD herds were 79 and 57% of those obtained in high HYSD herd. For fat yield they were 67 and 60%, respectively. Heritabilities for milk and fat yields in low HYSD herds were larger (0.30 and 0.22) than in high HYSD herds (0.23 and 0.20). Genetic correlation between expression in low and high HYSD herds was 0.997 for milk yield and 0.985 for fat yield. Expected correlated response in low HYSD herds based on sires selected on half-sister information from high HYSD was 0.89 kg/kg for milk and 0.80 kg/kg for fat yield. Genetic evaluations in Brazil need to account for heterogeneity of variances to increase the accuracy of evaluations and the selection efficiency for milk and fat yields of Holstein cows. Selection response will be lower in low variance herds than in high variance herds because of reduced differences in daughter response and among breeding values of sires in low HYSD herds. Genetic investments in sire selection to improve production are more likely to be successful in high HYSD herds than in low HYSD Brazilian herds.<hr/>Registros de produção de leite e de gordura de primeira lactação de vacas da raça Holandesa foram utilizados para estudar a heterogeneidade de variância entre rebanhos, os quais foram classificados em dois grupos (baixo e alto) com base no desvio padrão fenotípico da produção de leite por rebanho-ano (HYSD). Componentes de (co)variância dos efeitos de reprodutor e resíduo, heritabilidade e correlação genética entre grupos de baixo e alto HYSD foram estimados através de análises bivariadas, usando-se um modelo reprodutor e o método da máxima verossimilhança restrita com um algoritmo livre de derivações. Os componentes de variância de reprodutor e de resíduo para a produção de leite (produção de gordura) nos rebanhos de baixo HYSD foram respectivamente 79% e 57% (67% e 60%) dos valores estimados para os rebanhos de alto HYSD. As estimativas de heritabilidade para a produção de leite e de gordura foram maiores (0,30 e 0,22) nos rebanhos de baixo HYSD que nos rebanhos de alto HYSD (0,23 e 0,20). As correlações genéticas para a produção de leite e de gordura entre os dois grupos de rebanhos foram respectivamente 0,997 e 0,985. A resposta correlacionada esperada nos rebanhos de baixo HYSD, usando-se informações dos rebanhos de alto HYSD, foram 0.89 kg/kg para a produção de leite e 0,80 kg/kg para a produção de gordura. As avaliações genéticas no Brasil devem considerar a heterogeneidade de variância para aumentar a precisão das avaliações e a eficiência da seleção para a produção de leite e de gordura na raça Holandesa. A resposta à seleção é menor nos rebanhos de baixo HYSD do que nos rebanhos de alto HYSD devido à redução das diferenças na resposta da progênie e nos valores genéticos dos reprodutores nos rebanhos de baixo HYSD. Os investimentos na seleção de reprodutores para aumento da produção têm maior probabilidade de sucesso nos rebanhos de alto HYSD do que nos rebanhos de baixo HYSD. <![CDATA[<B>Genetic parameters of test day milk yields of Holstein cows</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1415-47571999000300016&lng=en&nrm=iso&tlng=en Data were obtained from 17,968 records from 2,130 first lactations of Holstein cows calving between 1988 and 1991. The subjects were daughters of 136 sires monitored by Brazilian Breeders Association, Animal Science Institute, Department of Agriculture, a branch of the State of São Paulo. Data were divided into 10 subsets based on the number of days in milk yield. Test day milk yields (M1 to M10) and 305-day milk yield (M305) were the traits studied. These traits were adjusted for several environmental effects: class of cow age at calving, interval from calving to first test day, and herd-year-season. Restricted maximum likelihood estimates of (co)variance components were obtained from one and two-traits analysis under a sire model. Estimates of heritabilities for M ranged from 0.04 to 0.32. The highest values were found in the second half of lactation (M5 to M7). Heritability estimate for M305 was 0.32. Genetic correlations between individual test days and M305 ranged from 0.78 to 1.00. Results suggested that test day milk yields, mainly in mid-lactation, can be used instead of 305-day milk yield in genetic evaluations, because estimates of these two-trait heritabilities are nearly alike. Moreover, early selection can reduce generation intervals.<hr/>No presente estudo foram utilizados 17.968 registros de produção de leite, referentes a 2130 primeiras lactações de vacas da raça Holandesa, paridas nos anos de 1988 a 1991, filhas de 136 touros e controladas pela Associação Brasileira de Criadores (ABC). Os dados foram distribuídos em dez sub-arquivos de acordo com o número do controle (M1 a M10). As características estudadas foram: produção de leite no dia do controle (M) e produção aos 305 dias de lactação (M305), as quais foram ajustadas para os seguintes fatores de variação: idade da vaca ao parto em classes, intervalo parto-primeiro controle e subclasses de rebanho-ano-estação de parto. Os componentes de (co)variância foram obtidos a partir de análises com duas características utilizando-se o método REML, sob um modelo de touro. As estimativas de herdabilidade para as M variaram de 0,04 a 0,32 sendo os maiores valores encontrados na segunda fase da lactação (M5 a M7), enquanto que para a M305 este valor foi 0,32. As correlações genéticas entre as M e a M305 variaram de 0,78 a 1,00. Os resultados sugerem que as M podem ser utilizadas em substituição à M305 nas avaliações genéticas dos animais, visto que as herdabilidades no meio da lactação foram semelhantes à encontrada para a M305. Além disso, a seleção antecipada pode levar a uma redução no intervalo de gerações. <![CDATA[<B>Conservation genetics of an endangered Catalonian cattle breed ("<I>Alberes</I>")</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1415-47571999000300017&lng=en&nrm=iso&tlng=en We biochemically analyzed and characterized the genetic structure of a population in danger of extinction ,"Alberes", a local cattle breed of the Catalonian Pyrenees (Spain and France). Ninety-two individuals were analyzed for five polymorphic genetic loci (Hb, Alb, Tf, Gc and Ptf2). The animals were grouped according to coat color: Fagina Alberes variety (N = 39) and Black Alberes variety (N = 53). The genetic structures and relationships between these subpopulations and one "outgroup" breed ("Bruna dels Pirineus") were analyzed and compared by using F-statistics. We determined that inbreeding in the Alberes breed is not significant, since negative and nonsignificant FIT and FIS values were obtained. The average genetic differentiation between subpopulations within the Alberes breed was 1.5% (FST = 0.015; P &lt; 0.05), with an effective number of 4.1 individuals exchanged between subpopulations per generation (gene flow). The results obtained in this study corroborate the potential danger of extinction of the breed. The Black Alberes variety is proposed as the principal nucleus of genetic conservation for this breed, as it seems to show a higher degree of genetic isolation from other foreign populations.<hr/>A estrutura génetica de uma população de Alberes, uma raça de gado dos Pirineus catalônicos (Espanha e França) em risco de extinção, foi analisada e caracterizada bioquimicamente. Noventa e dois indivíduos foram analisados para 5 loci genéticos polimórficos (Hb, Alb, Tf, Gc e Ptf2). Os animais foram agrupados de acordo com a cor do pêlo: variedade Fagina Alberes (N = 39) e Black Alberes (N = 53). As estruturas genéticas e as relações entre estas subpopulações e uma raça extra ("Bruna dels Pirineus") foram analisadas e comparadas pela estatística F. A endogamia na raça Alberes não foi significante, pois foram obtidos valores FIT e FIS negativos e não significantes. A diferenciação genética média entre as subpopulações dentro da raça Alberes foi 1,5% (FST = 0,015; P &lt; 0,05), com um número efetivo de 4,1 indivíduos trocados entre as subpopulações por geração (fluxo de gene). Os resultados obtidos neste estudo confirmaram o perigo potencial de extinção da raça. A variedade Black Alberes é sugerida como o principal núcleo de conservação genética para esta raça, pois parece mostrar maior grau de isolamento genético em relação a outras populações estrangeiras. <![CDATA[<b>Genetic variability and population structure in loci related to milk production traits in native Argentine Creole and commercial Argentine Holstein cattle</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1415-47571999000300018&lng=en&nrm=iso&tlng=en Many cattle breeds have been subjected to high selection pressure for production traits. Consequently, population genetic structure and allelic distribution could differ in breeds under high selection pressure compared to unselected breeds. Analysis of <FONT FACE="Symbol">k</font>-casein, <FONT FACE="Symbol">a</font>S1-casein and prolactin gene frequencies was made for Argentine Creole (AC) and Argentine Holstein (AH) cattle herds. The calculated FST values measured the degree of genetic differentiation of subpopulations, depending on the variances of gene frequencies.The AC breed had considerably more variation among herds at the <FONT FACE="Symbol">a</font>S1-casein and <FONT FACE="Symbol">k</font>-casein loci. Conservation strategies should consider the entire AC population in order to maintain the genetic variability found in this native breed.<hr/>Muitas raças de gado foram submetidas a alta pressão de seleção para caracteres de produção. Conseqüentemente, a estrutura genética e a distribuição alélica da população poderiam diferir em raças sob alta pressão de seleção, quando comparadas a raças não selecionadas. Foi feita a análise das freqüências dos genes de k-caseína, aS1-caseína e prolactina em rebanhos de gado Creole argentino (AC) e Hosltein argentino (AH). Os valores de FST calculados mediram o grau de diferenciação genética de subpopulações, dependendo de variações na freqüência dos genes. A raça AC apresentou variação consideravelmente maior entre os rebanhos nos loci de aS1-caseína e k-caseína. Estratégias de conservação devem considerar a população inteira de AC de forma a manter a variabilidade genética encontrada nesta raça nativa. <![CDATA[<B>A leukocyte cryopreservation technique for cytogenetic studies </B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1415-47571999000300019&lng=en&nrm=iso&tlng=en Several culture, cryopreservation, freezing and thawing methods were tested to develop an efficient technique for storing cervid and ovine leukocytes. The best results were obtained with McCoy or Vega y Martinez (VYM) solution with dimethyl sulfoxide (DMSO), horse serum and polyvinylpyrrolidone (PVP) as cryopreservatives. The best protocol for freezing was 4°C for 30 min followed by 15 min in liquid nitrogen vapor. To thaw, the still frozen material was placed onto cultivation medium for propagation.<hr/>O presente estudo teve como objetivo desenvolver uma técnica eficiente de estocagem de leucócitos de cervídeos e ovinos para posterior cultivo e obtenção de preparações citogenéticas. Vários meios de cultura, crioprotetores e protocolos de congelação e descongelação foram utilizados. Foram obtidos os melhores resultados utilizando-se meio de cultura McCoy ou VYM, acrescidos de DMSO, soro equino e PVP como crioprotetores. O melhor protocolo de congelação foi submeter as células a 30 minutos em 4°C e 15 minutos em vapor de nitrogênio líquido, e para descongelação, o lançamento do material ainda congelado no meio de cultivo para propagação. <![CDATA[<B>Genotoxic action of the sesquiterpene lactone glaucolide B on mammalian cells <I>in vitro</I> and <I>in vivo</B></I>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1415-47571999000300020&lng=en&nrm=iso&tlng=en Glaucolide B is a sesquiterpene lactone isolated from Vernonia eremophila Mart. (Vernonieae, Asteraceae) and has schistosomicidal, antimicrobial and analgesic activities. This study examined the cytotoxic and clastogenic activities of glaucolide B in human cultured lymphocytes and in bone marrow cells from BALB/c mice. The mitotic index (MI) and chromosomal aberrations were analyzed in both of the above systems, whereas sister chromatid exchanges (SCE) and the proliferation index (PI) were determined only in vitro. In human cultured lymphocytes, glaucolide B concentrations greater than 15 µg/ml of culture medium completely inhibited cell growth. At 4 µg/ml and 8 µg/ml of culture medium, glaucolide B significantly increased the frequency of chromosomal aberrations in lymphocytes and was also cytotoxic at concentrations ³8 µg/ml; there was no increase in the frequency of SCE. Glaucolide B (160-640 mg/kg) did not significantly increase the frequency of chromosomal aberrations in mouse bone marrow cells nor did it affect cell division. Since glaucolide B showed no clastogenic action on mammalian cells in vivo but was cytotoxic and clastogenic in vitro, caution is needed in its medicinal use.<hr/>O glaucolido B é uma lactona sesquiterpênica, g-lactona a,b-insaturada, isolada da Vernonia eremophila Mart. (Vernonieae, Asteraceae); apresenta atividade esquistossomicida e antimicrobiana, além de atividade analgésica. A aceitação de uma substância para uso medicinal também depende de dados sobre sua toxicidade, além de sua eficiência medicinal. Assim, o objetivo deste trabalho foi testar a atividade clastogênica e citotóxica do composto glaucolido B in vitro e in vivo, utilizando linfócitos em cultura temporária e células da medula óssea de camundongos BALB/c, respectivamente. Analisaram-se o índice mitótico (MI) e as aberrações cromossômicas nos sistemas in vitro e in vivo, e trocas entre cromátides irmãs (SCE) e índice proliferativo (PI) somente no ensaio in vitro. Nas culturas de linfócitos humanos as concentrações superiores a 15 µg/ml de meio de cultura inibiram totalmente o crescimento celular. Os testes realizados com as concentrações 2, 4 e 8 µg/ml de meio de cultura demonstraram que o glaucolido B induziu aumento significativo na freqüência de aberrações cromossômicas nas culturas tratadas com as duas maiores concentrações, e mostrou-se citotóxico em concentrações iguais ou superiores a 8 µg/ml de meio de cultura, mas não aumentou a freqüência basal de SCE. A análise das células de medula óssea de camundongos não revelou aumento significativo na freqüência de aberrações cromossômicas com a administração de diferentes concentrações de glaucolido B (160, 320 e 640 mg/kg de peso corpóreo), e também não interferiu na divisão celular. Assim, este composto não apresentou ação clastogênica sobre células de mamíferos in vivo, no entanto teve efeito citotóxico e clastogênico in vitro, sendo necessário cautela no seu possível uso como medicamento. <![CDATA[<B>Effects of turmeric and its active principle, curcumin, on bleomycin-induced chromosome aberrations in Chinese hamster ovary cells</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1415-47571999000300021&lng=en&nrm=iso&tlng=en Naturally occurring antioxidants have been extensively studied for their capacity to protect organisms and cells from oxidative damage. Many plant constituents including turmeric and curcumin appear to be potent antimutagens and antioxidants. The effects of turmeric and curcumin on chromosomal aberration frequencies induced by the radiomimetic agent bleomycin (BLM) were investigated in Chinese hamster ovary (CHO) cells. Three concentrations of each drug, turmeric (100, 250 and 500 <FONT FACE="Symbol">m</FONT>g/ml) and curcumin (2.5, 5 and 10 <FONT FACE="Symbol">m</FONT>g/ml), were combined with BLM (10 <FONT FACE="Symbol">m</FONT>g/ml) in CHO cells treated during the G1/S, S or G2/S phases of the cell cycle. Neither turmeric nor curcumin prevented BLM-induced chromosomal damage in any phases of the cell cycle. Conversely, a potentiation of the clastogenicity of BLM by curcumin was clearly observed in cells treated during the S and G2/S phases. Curcumin was also clastogenic by itself at 10 µg/ml in two protocols used. However, the exact mechanism by which curcumin produced clastogenic and potentiating effects remains unknown.<hr/>Antioxidantes de ocorrência natural têm sido exaustivamente estudados quanto a sua capacidade de proteger organimos e células contra danos oxidativos. Muitos constituintes das plantas, incluindo cúrcuma e curcumina, parecem ser potentes antimutágenos e antioxidantes. Os efeitos de cúrcuma e curcumina na freqüência de aberrações cromossômicas induzidas pelo agente radiomimético bleomicina (BLM) foram investigados em células do ovário de hamster chinês (CHO). Três concentrações de cada droga, cúrcuma (100, 250 e 500 <FONT FACE="Symbol">m</FONT>g/ml) e curcumina (2,5, 5,0 e 10 <FONT FACE="Symbol">m</FONT>g/ml), foram combinadas com BLM (10 <FONT FACE="Symbol">m</FONT>g/ml) em células CHO tratadas durante as fases G1/S, S ou G2/S do ciclo celular. Nem cúrcuma nem curcumina evitaram o dano cromossômico induzido pela BLM em fase alguma do ciclo celular. Ao contrário, a potenciação da clastogenicidade da BLM pelo curcumina foi nitidamente observada em células tratadas durante as fases S e G2/S. A curcumina também se mostrou clastogênica na dose de 10 <FONT FACE="Symbol">m</FONT>g/ml nos protocolos de tratamento de 9 e 13 h. Contudo, o mecanismo exato pelo qual a curcumina produziu efeitos potenciadores e clastogênicos permanece desconhecido. <![CDATA[<B>Anticlastogenic effect of vitamin C on cisplatin <I>in vivo</B></I>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1415-47571999000300022&lng=en&nrm=iso&tlng=en The ability of vitamin C (VC) to protect against the clastogenic action of the chemotherapeutic agent cisplatin (DDP, cis-diamminedichloroplatinun II) in rat bone marrow cells was evaluated. DDP was administered to Wistar rats either alone or after treatment with VC. The rats were treated with VC (50, 100 or 200 mg/kg body weight) by gavage 10 min before the administration of DDP (5 mg/kg body weight, ip) and then sacrificed 24 h after treatment. VC significantly reduced (by about 70%) the clastogenicity of DDP in rat bone marrow cells. The antioxidant action of VC presumably modulates the clastogenic action of DDP.<hr/>Neste estudo foi avaliado o efeito protetor da vitamina C (VC) sobre a ação clastogênica da cisplatina (DDP) em células da medula óssea de ratos. A DDP, um agente quimioterápico, foi injetada em ratos Wistar sozinha ou após o tratamento com a VC. Os animais foram tratados com VC (50, 100 or 200 mg/kg de peso corporal) por gavagem 10 min antes da administração intraperitoneal de DDP (5 mg/kg de peso corporal). Os resultados obtidos mostraram que a VC foi efetiva na redução estatisticamente significativa da clastogenicidade da DDP em ratos Wistar (aproximadamente 70%). O efeito antioxidante da VC foi proposto para explicar a modulação da ação clastogênica da DDP. <![CDATA[<B>Genetic divergence among common bean cultivars from different races based on RAPD markers</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1415-47571999000300023&lng=en&nrm=iso&tlng=en The genetic divergence of 27 common bean (Phaseolus vulgaris L.) cultivars from different races was evaluated using RAPD markers. The association of this divergence with some indirect variability estimates obtained in field experiments was also assessed. Genetic distances were calculated using Sorensen-Dice's similarity coefficient, displayed in a dendrogram (UPGMA method), and by projection in two-dimensional space. Analysis of molecular variance (AMOVA) was used to evaluate the distribution of variance between and within domestication centers. RAPD marker genetic diversity within these centers was also calculated. The correlations between estimates of genetic distances obtained with RAPD markers and estimates of Mahalanobis' generalized distances, specific combination ability, and midparent heterosis obtained from morpho-agronomical traits were also determined. RAPD markers were efficient in separating cultivars according to domestication centers. However, only for Middle American domestication center was there good agreement between the grouping obtained and the proposed classification of races. The genetic divergence obtained with these markers was similar to that provided by morpho-agronomical traits. RAPD markers, however, were not efficient in predicting the specific combination ability and midparent heterosis expressed in crosses.<hr/>Avaliou-se a divergência genética de 27 cultivares de feijão (Phaseolus vulgaris L.) de diferentes raças, verificando-se ainda o grau de associação desta divergência com algumas estimativas indiretas de variabilidade obtidas em experimentos no campo. As distâncias genéticas foram obtidas pelo complemento do coeficiente de similaridade de Sorensen-Dice e a representação simplificada destas distâncias realizada a partir de um dendrograma (método UPGMA) e pela projeção no espaço bidimensional. Foi realizada uma análise de variância molecular para partição da variância entre e dentro dos centros de domesticação, e calculada a diversidade genética do marcador RAPD dentro destes centros. Também foram estimadas correlações entre as estimativas de distâncias genéticas obtidas a partir destes marcadores com estimativas de distâncias generalizadas de Mahalanobis, capacidade específica de combinação e heterose média, obtidas a partir de características morfo-agronômicas. Verificou-se que os marcadores RAPD foram eficientes na separação dos cultivares, de acordo com os centros de domesticação. Considerando as raças, no entanto, apenas para o centro de domesticação mesoamericano houve uma boa correspondência entre o agrupamento obtido e a classificação proposta. A avaliação da divergência genética por meio destes marcadores forneceu resultados similares aos obtidos, a partir de características morfo-agronômicas, mas estes não foram eficientes na predição da capacidade específica de combinação e da heterose dos cruzamentos. <![CDATA[<B>Comparison of similarity coefficients based on RAPD markers in the common bean</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1415-47571999000300024&lng=en&nrm=iso&tlng=en The alterations caused by eight different similarity coefficients were evaluated in the clustering and ordination of 27 common bean (Phaseolus vulgaris L.) cultivars analyzed by RAPD markers. The Anderberg, simple matching, Rogers and Tanimoto, Russel and Rao, Ochiai, Jaccard, Sorensen-Dice, and Ochiai II's coefficients were tested. Comparisons among the coefficients were made through correlation analysis of genetic distances obtained by the complement of these coefficients, dendrogram evaluation (visual inspection and consensus fork index - CIC), projection efficiency in a two-dimensional space, and groups formed by Tocher's optimization procedure. The employment of different similarity coefficients caused few alterations in cultivar classification, since correlations among genetic distances were larger than 0.86. Nevertheless, the different similarity coefficients altered the projection efficiency in a two-dimensional space and formed different numbers of groups by Tocher's optimization procedure. Among these coefficients, Russel and Rao's was the most discordant and the Sorensen-Dice was considered the most adequate due to a higher projection efficiency in a two-dimensional space. Even though few structural changes were suggested in the most different groups, these coefficients altered some relationships between cultivars with high genetic similarity.<hr/>Foram avaliadas as alterações provocadas por oito diferentes coeficientes de similaridade no agrupamento de 27 cultivares de feijão analisados por marcadores RAPD. Foram testados os coeficientes de Anderberg, simple matching, Rogers e Tanimoto, Russel e Rao, Ochiai, Jaccard, Sorensen-Dice e Ochiai II, sendo as comparações entre eles realizadas pelas correlações entre as distâncias genéticas obtidas pelo complemento destes coeficientes, e também pela avaliação dos dendrogramas (inspeção visual e índice CIC), eficiência da projeção no espaço bidimensional e grupos formados pelo método de otimização de Tocher. Os resultados evidenciaram que a utilização de diferentes coeficientes de similaridade provocou poucas alterações na classificação dos cultivares em grupos, sendo as correlações obtidas entre as distâncias genéticas maiores que 0,86. Apesar disso, foi observado que diferentes coeficientes alteraram a eficiência da projeção no espaço bidimensional e formaram número diferenciado de grupos pelo método de otimização de Tocher. Dentre estes, o de Russel e Rao apresentou resultados mais discordantes em relação aos demais e o de Sorensen-Dice foi considerado o mais adequado devido a uma maior eficiência de projeção no espaço bidimensional. Mesmo provocando poucas mudanças na estrutura dos grupos mais diferenciados, estes coeficientes alteraram alguns relacionamentos entre cultivares com alta similaridade genética. <![CDATA[<B>Chromosomal polymorphism in 12 populations of <I>Mikania</I> <I>micrantha</I> (Compositae)</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1415-47571999000300025&lng=en&nrm=iso&tlng=en Mikania micrantha is a climbing perennial weed of the family Asteraceae, with a vast distribution from South America to south of the United States. This species is widely distributed throughout Brazil, where it shows little morphological variation. Mitotic chromosomes of 12 populations of M. micrantha derived from several Brazilian sites were studied using Feulgen staining and C-banding. The populations included eight diploid (2n = 36 and 42) and four tetraploid (2n = 72) cytotypes. Chromosome numbers of 2n = 36 and 2n = 42 are reported for the first time for M. micrantha. These populations had a secondary constriction in the middle of the larger arm of chromosome pair 1, following the same pattern described for all Mikania species analyzed so far. Numerical and structural variation of the chromosomes was quite common among the karyotypes and nearly all cytotypes differed from each other in some aspect. Most of the chromosomal differentiation may be attributed to inversions and addition or deletion of DNA fragments. C-banding, applied to three of the 12 populations, also revealed polymorphism in the distribution of heterochromatin. Additionally, one to 14 supernumerary or B-chromosomes were observed. The Bs were detected in six of the 12 populations and varied in size, number, and structure among karyotypes and also among cells of the same root meristem. The B chromosomes were also heterochromatic, showing a C-banding pattern similar to the A chromosomes, and suggesting that they may be derived from the chromosomes of the A complement.<hr/>Mikania micrantha é uma planta herbácea perene, da família Asteraceae, amplamente distribuída através de todo o continente americano. No Brasil, M. micrantha tem distribuição irrestrita, ocupando os mais variados ambientes, sem no entanto apresentar variação morfológica. Neste trabalho, usando o método de coloração de Feulgen e bandamento C, foram analisados os cromossomos mitóticos de 12 populações de M. micrantha, obtidos de diferentes localidades do Brasil. Citótipos numéricos e estruturais foram identificados, incluindo oito diplóides (2n = 36 e 42) e quatro tetraplóides (2n = 72). Os números cromossômicos de 2n = 36 e 2n = 42 são mostrados pela primeira vez para M. micrantha. Todos os cariótipos apresentaram o primeiro par de cromossomos com uma constrição secundária na região mediana do braço maior, seguindo o mesmo padrão observado em todas as espécies de Mikania já estudadas. A análise cromossômica revelou que todos os citótipos variam em algum aspecto. A origem desta variação é atribuída principalmente a ocorrência de inversões e deleção ou adição de fragmentos de DNA. Análise de banda C em três das 12 populações investigadas revelou polimorfismo na distribuição de heterocromatina. Cromossomos extranumerários, variando em número e morfologia, foram também identificados em seis citótipos de M. micrantha. O bandamento C mostrou que os cromossomos Bs apresentaram-se com o mesmo padrão heterocromático dos cromossomos do complemento normal, sugerindo uma possível origem a partir dos cromossomos A. <![CDATA[<B>Expression of a methionine-rich storage albumin from the Brazil nut (<I>Bertholletia excelsa</I> H.B.K., Lecythidaceae) in transgenic bean plants (<I>Phaseolus vulgaris</I> L., Fabaceae)</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1415-47571999000300026&lng=en&nrm=iso&tlng=en Bean (Phaseolus vulgaris), an important component in the diet of people in developing countries, has low levels of the essential amino acid, methionine. We have attempted to correct this deficiency by introducing a transgene coding for a methionine-rich storage albumin from the Brazil nut via biolistic methods. The transgene's coding sequence was driven by a doubled 35S CaMV promoter and AMV enhancer sequences. The transgene was stable and correctly expressed in homozygous R2 to R5 seeds. In two of the five transgenic lines the methionine content was significantly increased (14 and 23%) over the values found in untransformed plants.<hr/>O feijão (Phaseolus vulgaris L.) é um componente importante na dieta da população de países em desenvolvimento. Entretanto, possui um baixo nível de aminoácidos essenciais, como a metionina. Numa tentativa de corrigir esta deficiência, plantas transgênicas de feijão foram produzidas contendo o gene de uma proteína rica em metionina, a albumina 2S da castanha do Brasil. O gene desta albumina (be2s2), clonado sob o controle do promotor 35S dobrado do vírus do mosaico da couve-flor e uma seqüência "enhancer" do vírus do mosaico da alfafa, foi introduzido em feijão através do processo biobalístico. O gene foi expressado corretamente em sementes homozigotas desde a segunda até a quinta geração. Em duas linhagens transgênicas o nível de metionina foi incrementado em 14 e 23% nas sementes. <![CDATA[<B>Association between Griffing's diallel and the adaptability and  stability of Eberhart and Russel</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1415-47571999000300027&lng=en&nrm=iso&tlng=en The objective of the present work was to provide a methodology to study the inheritance of adaptability and stability through the breakdown of Eberhart and Russell regression coefficients and regression deviations in effects due to the mean and additive genetic effects (gi's and gj's) as well as dominance effects (sij's) of Griffing´s methodology, when the diallel is conducted in several environments. It was concluded that the adaptability and stability parameters are determined in the same manner as are genetic effects. So an F1 cross inherits half the general combining ability (GCA) mean effect from each parent, while the effects due to specific combining ability (SCA) are subjected to the same considerations relative to sij's, i.e., they are dependent on specific combinations.<hr/>Este trabalho teve por objetivo estudar a herança da adaptabilidade e estabilidade através do desdobramento dos coeficientes de regressão e dos desvios da regressão de Eberhart e Russell em efeitos devidos à média e aos efeitos genéticos aditivos (gi's e gj's) e devidos à dominância (sij's) da metodologia de Griffing, quando um dialelo é conduzido numa série de ambientes. Concluiu-se que os parâmetros de adaptabilidade e estabilidade são determinados da mesma maneira que os efeitos genéticos, de modo que um F1 recebe metade do efeito médio da capacidade geral de combinação (CGA) de cada um de seus pais, permanecendo as partes devidas à capacidade específica de combinação (SCA) sujeitas às mesmas considerações pertinentes aos sij's, ou seja, são dependentes das combinações específicas médias. <link>http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1415-47571999000300028&lng=en&nrm=iso&tlng=en</link> <description/> </item> </channel> </rss> <!--transformed by PHP 09:09:23 01-09-2014-->