Scielo RSS <![CDATA[Revista de Administração Contemporânea]]> http://www.scielo.br/rss.php?pid=1415-655520170007&lang=en vol. 21 num. SPE lang. en <![CDATA[SciELO Logo]]> http://www.scielo.br/img/en/fbpelogp.gif http://www.scielo.br <![CDATA[Editorial]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1415-65552017000700000&lng=en&nrm=iso&tlng=en <![CDATA[Performance Evaluation in the Minas Government: Analysis of Changes of Indicators and Targets]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1415-65552017000700001&lng=en&nrm=iso&tlng=en Resumo O modelo de gestão pública adotado pelo Estado de Minas Gerais, conhecido como Choque de Gestão, foi implementado utilizando-se de um instrumento de pactuação de resultados, denominado Acordo de Resultados, que prevê possíveis recompensas para o alcance das metas pactuadas. Considerando o Acordo de Resultados e a premissa de que os agentes fazem ajustes ou mudanças nos indicadores de desempenho nele contidos para adequar interesses distintos daqueles inicialmente almejados, esta pesquisa buscou identificar os fatores organizacionais e ambientais que influenciam as alterações dos indicadores de desempenho na estrutura gerencial do governo mineiro, à luz da teoria de agência e da teoria da contingência. Para alcançar o objetivo proposto, realizou-se um estudo de caso contendo abordagem qualitativa, utilizando-se de análise documental, questionário e entrevistas semiestruturadas para a coleta de dados. As entrevistas realizadas foram analisadas por meio de análise de conteúdo. Os resultados encontrados evidenciam que as ferramentas gerenciais aportadas no Choque de Gestão apresentam-se insuficientes para blindar a estrutura gerencial do modelo de gestão diante de algumas pressões identificadas com base nas teorias citadas, desvirtuando o modelo inicialmente proposto e promovendo alterações nos indicadores.<hr/>Abstract The government of the Brazilian state of Minas Gerais adopted a management model, known as Management Shock, by way of covenants called Agreement on Results, which foresee possible rewards for the achievement of agreed upon targets. Considering such covenants and the assumption that agents can promote adjustments or changes in performance indicators contained therein in order to pursue interests different than those initially agreed upon, this research sought to identify the organizational and environmental factors influencing changes of performance indicators in the government's management structure. This research was conducted in light of the Agency and Contingency Theories. To this end, we conducted a qualitative case study, collecting data through documentary analysis, questionnaires and semi-structured interviews. The interviews were subsequently submitted to content analysis. The results show that the tools provided are not sufficient to shield the model's managerial structure from pressures identified using Agency and Contingency Theories. As a consequence the model as originally proposed was undermined, allowing for changes to indicators. <![CDATA[Profitability in Multiple Brazilian Banks and Credit Unions]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1415-65552017000700022&lng=en&nrm=iso&tlng=en Resumo O sistema financeiro desempenha papel crucial em qualquer economia. Fatores como forte regulamentação do setor bancário, mensuração e avaliação em termos de desempenho e eficiência vêm sendo fundamentais para as instituições financeiras. A sustentabilidade de longo prazo de cooperativas e bancos demanda a identificação e a comparação das variáveis que influenciam sua rentabilidade. Este estudo realizou a análise de um painel de instituições com características similares, compreendendo o período de 2009 a 2013. Os resultados indicaram que o retorno sobre o ativo dessas instituições mostrou-se afetado por: empréstimos, eficiência (mensurada por meio de análise envoltória de dados), despesas totais, depósitos totais, outras receitas e taxa Selic. Já o retorno sobre o patrimônio líquido mostrou-se influenciado por: depósitos totais, empréstimos, taxa Selic, PIB, inflação, outras receitas e despesas totais. Na amostra estudada, os resultados indicaram que não há diferença estatística se a instituição financeira for classificada como banco múltiplo ou como cooperativa de crédito quando considerado o ROE como medida de desempenho.<hr/>Abstract The financial system plays a crucial role in any economy. Factors such as strong regulation of the banking sector, measurement and evaluation in terms of performance and efficiency has been important for financial institutions. The long-term sustainability of cooperatives and banks demand the identification and comparison of variables that influence their profitability. The present study carried out an analysis of a panel of institutions between 2009 and 2013 with similar characteristics. The results indicate that the return on assets of these institutions was affected by loans, efficiency (measured using data envelopment analysis), total expenses, total deposits, other income and the Selic rate. However, return on equity was influenced by total deposits, loans, Selic rate, GDP, inflation, other income and total expenses. In the sample studied, the results indicated that there is no statistical difference if the financial institution is classified as a multiple bank or credit union, when considering ROE as a performance measure. <![CDATA[Stock Fund Selection and the Individual Investor]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1415-65552017000700041&lng=en&nrm=iso&tlng=en Resumo Este artigo propõe um modelo de pontuação para a escolha de fundos de investimento em ações (FIAs) brasileiros de gestão ativa com alfa de Jensen positivo e significativo. Duas medidas de desempenho e oito características dos FIAs foram obtidas entre 2004 e 2014. O conjunto de características é amplo e foi codificado como variáveis binárias. A amostra conta com 1.417 fundos e minimiza o viés de sobrevivência porque inclui FIAs iniciados e encerrados. A pontuação foi estimada por regressão logística binária. Menos de dez por cento dos FIAs apresentaram alfa positivo e significativo. O modelo aponta o desempenho passado como a característica mais importante para selecionar um FIA com alfa significativamente positivo. A gestão independente, o investimento em cotas de outros FIAs e fundos iniciantes ou menos longevos também são importantes nessa seleção. Testes fora da amostra indicam que os FIAs de maior pontuação exibiram alfas significativamente positivos frequentemente e negativos raramente. Os FIAs de maior pontuação superam amiúde carteiras igualmente ponderadas, particularmente quanto ao retorno ajustado ao risco. Há várias indicações de que os gestores profissionais procuram limitar a volatilidade, mesmo que com o sacrifício do retorno. Há implicações relevantes para o investidor individual.<hr/>Abstract This article proposes a scoring model for the selection of actively managed Brazilian stock funds with positive and significant Jensen's alpha. Two performance measures and eight fund characteristics were obtained between 2004 and 2014. The characteristics set is broad and was coded as binary variables. The sample consists of 1,417 funds and minimizes survivorship bias because it includes new and discontinued funds. The scoring was estimated through a binary logistic regression. Less than ten percent of stock funds displayed significant positive alphas. The model denotes past performance as the most important characteristic to select a stock fund with a significant positive alpha. Independent management, investment in other FIA funds and new or younger funds also relate to this selection. Out of sample tests indicate that high scoring stock funds frequently exhibit significant positive and rarely significant negative alphas. High scoring stock funds frequently beat equally weighed portfolios, especially as to risk adjusted returns. There are several indications that professional managers seek to limit volatility, even if it means sacrificing returns. These are important implications for individual investors. <![CDATA[Determinants of the Roles Boards of Directors Have in Brazilian Companies]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1415-65552017000700063&lng=en&nrm=iso&tlng=en Resumo O presente estudo analisa a relação entre os papéis gerencial e supervisório dos Conselhos de Administração de 108 empresas listadas no Novo Mercado da BM&amp;FBovespa e as variáveis de governança corporativa reportadas pela literatura acadêmica que, potencialmente, possam interferir na dominância de cada função nas reuniões dos Conselhos. A determinação do papel foi realizada por análise de conteúdo, adaptando o modelo de Schwartz-Ziv e Weisbach (2013), enquanto a avaliação das determinantes foi realizada por meio de Regressões Beta e Logística, utilizando-se, respectivamente, a proporção de tópicos gerenciais em relação ao total, e uma classificação binária de acordo com a dominância. Foram avaliadas as Atas e os Formulários de Referências divulgados para os anos-base de 2010 a 2013, sendo analisadas apenas empresas que apresentassem os dados referentes a todo o período. Detectou-se que os Conselhos exercem papéis gerenciais com maior frequência que o supervisório, e que as variáveis mais importantes para a determinação do papel são a presença de um ex-CEO no Conselho de Administração e a existência de um Conselho Fiscal instalado, ambos contribuindo positivamente para a predominância do Gerencial sobre o Supervisório.<hr/>Abstract This paper analyses the relationship between the managerial and supervisory roles played by the boards of directors of 108 companies listed on BM&amp;FBovespa's (Brazilian stock market) Novo Mercado and corporate governance variables reported by academic literature that could potentially interfere with the dominance of this role in board meetings. The dominant role was verified through a content analysis based on Schwartz-Ziv and Weisbach's model (2013), while logistic and beta regressions were used to evaluate the determinants, respectively using the ratio of management topics over the total and a binary classification according to this dominance. Board minutes and tax forms from 2010-2013 were analyzed for companies with data for the entire period. Boards were found to play a managerial role more often than a supervisory one, with the most important variables for determining the role are the presence of an ex-CEO on the board and the existence of a fiscal council, with both contributing positively to the predominance for managerial over supervisory. <![CDATA[Economic Crisis Effect on Asset Choices for Personal Investments]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1415-65552017000700084&lng=en&nrm=iso&tlng=en Resumo A literatura econômica documenta que eventos extremos podem induzir alterações na propensão ao risco. Este estudo investiga se a crise 2008/2009 afetou o comportamento de investimento em diversos ativos, financeiros e reais, por parte de dezenas de milhares de cidadãos residentes em diversas regiões dos Estados Unidos. Os resultados obtidos por meio de modelos logit sugerem que a crise de 2008/2009 pode ter induzido significativa mudança na preferência por diferentes ativos, tais como trusts, títulos de dívida, imóveis, e planejamento da aposentadoria. Os resultados deste estudo podem ser contributivos para políticas públicas acerca do comportamento de investimento das famílias, especialmente mediante contexto de crise, além de orientar a proposição de novos produtos financeiros por parte da indústria financeira.<hr/>Abstract The economic literature documents that extreme events can induce changes in risk propensity. This study investigates if the 2008/2009 crisis affected the investment behavior of tens of thousands of citizens living in different regions of the United States for different assets. The results obtained by means of logit models suggest that the crisis of 2008/2009 may have induced significant changes in investment preferences for different assets such as trust, bonds, real estate, and retirement planning. This study's results may contribute to public policies concerning household investment behavior, especially during times of crisis, in addition to guiding the proposal of new financial products by the finance industry. <![CDATA[Assessing Linear Models of Value Relevance: Do They Capture What They Should?]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1415-65552017000700110&lng=en&nrm=iso&tlng=en Resumo Este trabalho teve como objetivo investigar a qualidade e o impacto dos modelos de value relevance das informações financeiras através da regressão quantílica (QR) em comparação com o método de estimação ordinary least squares (OLS). Seguindo os princípios e fundamentos de Ohlson (1995), Feltham e Ohlson (1995) e Ohlson e Kim (2015), foi possível utilizar um parâmetro de comparação entre os modelos de avaliação da relevância da informação contábil. Para tanto, foram aplicados dois testes (A e B), com dois modelos cada, assim como em Ohlson e Kim (2015), um com a variável dependente lucro líquido no período seguinte e, o segundo, com o valor de mercado da firma no período atual. Diante dessa temática, a regressão quantílica se mostra mais eficiente e com menos possibilidades de erros de estimação do que o método OLS, pelo menos sob as condições restritas deste trabalho. Portanto, é recomendável o emprego da estimação por meio de regressão quantílica nos modelos que utilizam informações contábeis e financeiras, uma vez que heterocedasticidade e outliers são comumente encontrados nesses tipos de dados, pois esse método de estimação é menos sensível e mais robusto às tais condições normalmente apresentadas pelos dados deste campo de pesquisa.<hr/>Abstract This study aimed to investigate the quality and impact of value relevance models of financial information using quantile regression (QR) compared to the ordinary least squares (OLS) methods. Following the principles and foundations of Ohlson (1995), Feltham and Ohlson (1995) and Ohlson and Kim (2015), it was possible to use a comparison parameter between models for evaluating the relevance of accounting information. Therefore, we applied two tests (A and B), with two models each as in Ohlson and Kim (2015), one with the dependent variable as net income in the following period and, second, as company market value in the current period. Given this theme, quantile regression showed to be more efficient and have less possibilities for estimation errors than OLS, at least under the strict conditions of this work. Therefore, we recommend the estimation of quantile regression in models that use accounting and financial information, since heteroscedasticity and outliers are commonly found in these types of data, and because this estimation method is less sensitive and more robust to such conditions typically displayed by the data of this research field.