Scielo RSS <![CDATA[Revista de Administração Contemporânea]]> http://www.scielo.br/rss.php?pid=1415-655520140002&lang=pt vol. 18 num. 2 lang. pt <![CDATA[SciELO Logo]]> http://www.scielo.br/img/en/fbpelogp.gif http://www.scielo.br http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1415-65552014000200001&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt <![CDATA[<b>Percepção dos funcionários sobre mudanças transacionais e transformacionais em uma organização pública</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1415-65552014000200002&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Mudanças Transacionais alteram apenas alguns aspectos da organização. As Transformacionais são mais radicais, envolvendo a organização como um todo. A existência na organização de fatores de capacidade organizacional para mudanças pode exercer influência na ocorrência desses tipos de mudanças. Este trabalho avalia se a existência desses fatores influencia a percepção dos indivíduos sobre as mudanças transacionais e as transformacionais ocorridas num órgão público. A organização pesquisada é responsável pelas infraestruturas rodoviária, ferroviária e aquaviária, se passou por reestruturação, fusão e outras mudanças. Os dados (N=340) foram coletados na sede em Brasília, onde trabalham cerca de 450 indivíduos. Foram aplicados o Instrumento de Capacidade Organizacional para Mudanças - visando identificar a existência de fatores que facilitam a ocorrência de mudanças nas organizações -, e o Instrumento de Percepção de Mudanças Organizacionais, como medida para as mudanças organizacionais. Os resultados indicam que a estratégia de atuação, a dinâmica de coalizões e o fluxo de comunicação (R² = 0,35; p = 0, 011) são preditores de percepção de mudanças Transformacionais. O trabalho em grupo (R² = 0,16; p = 0, 001) aparece fracamente como preditor de mudanças do tipo Transacionais. A relevância da pesquisa está direcionada para aqueles que são responsáveis pela gestão administrativa de instituições públicas em processo de mudança.<hr/>Transactional changes alter only certain aspects of the organization. Transformational changes are more radical, involving the organization as a whole. The existence of capacity factors for organizational change in an organization can influence the occurrence of these types of changes. Change occurrences can be hindered or enhanced due to some organizational capacity factors, including information flow, organizational strategy, coalition dynamics, turbulence in the external environment, group autonomy, bureaucracy and managerial practices. The present paper aims to appraise whether these factors influence or not the way individuals perceive transformational and transactional changes in an organization. The data (N=340) have been gathered from a number of questionnaires applied in a public organization that has undergone management changes and had some of its areas restructured. The Organizational Capacity Assessment Scales for Changes and the Change Perception Scale have also been used. The results point out that organizational strategy, coalition dynamics and communication flow (R2 = 0.35; p = 0.011) are predictors for Transformational Changes perception. As for Transactional Changes, group work (R = 0.16; p = 0.001) is barely considered a predictive factor. The relevance of this research is directed toward those who are responsible for the management process in public institutions. <![CDATA[<b>Antecedentes à resistência a sistemas empresariais</b>: <b>a perspectiva de gestores brasileiros</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1415-65552014000200003&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt O objetivo deste estudo é determinar os antecedentes à resistência a sistemas empresariais (ERP). Assim, por meio de levantamento bibliográfico relacionado às causas de resistência a sistemas de informação, elaborou-se um modelo teórico contendo os fatores que influenciam o comportamento de resistência a sistemas ERP. A partir daí, por meio de survey, foram obtidos 169 questionários válidos, preenchidos por gestores de tecnologia da informação brasileiros que já haviam implantado sistemas empresariais. A pesquisa valeu-se, então, de técnicas de análise fatorial e equações estruturais para refinar e testar o modelo proposto. Verificou-se que os fatores, sistemas e inclinação pessoal explicaram cerca de 49% da variância do comportamento de resistência a sistemas empresariais. Assim, conclui-se que sistemas ERP pouco flexíveis, tecnicamente mal projetados, cuja utilização seja de difícil compreensão e que não atendam às necessidades dos profissionais, geram resistência relacionada aos mesmos. Semelhantemente, conclui-se que há uma predisposição intrínseca de alguns usuários a resistir à implantação de sistemas empresariais, indicando que o estudo da resistência a sistemas de informação necessita explorar, cada vez mais, dimensões que contemplem aspectos eminentemente comportamentais dos profissionais.<hr/>The aim of this study is to determine the antecedents of resistance to enterprise systems. As such, by reviewing the extant literature regarding resistance behavior to information systems, a theoretical model containing the factors that influence resistance behavior to enterprise systems was developed. Then, via a survey, 169 valid questionnaires answered by Brazilian IT managers who had already implemented enterprise systems (ERP) were obtained. From there, the research drew on factor analysis and structural equation modeling techniques to refine and test the proposed model. Results show that systems and personal inclination factors explain about 49% of the variance related to resistance behavior to enterprise systems. The conclusion is that resistance is generated against ERP systems that are not flexible, well designed, user-friendly, and useful for professionals. Likewise, some users have an intrinsic predisposition to resist enterprise system implementation; which points out that systems resistance research must increasingly explore professionals' behavioral characteristics. <![CDATA[<b>Relações entre resistência a mudança e comprometimento organizacional em servidores públicos de Minas Gerais</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1415-65552014000200004&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt O objetivo desta pesquisa é identificar as possíveis relações entre resistência à mudança e comprometimento organizacional. Neste estudo, foram avaliados servidores públicos do estado de Minas Gerais submetidos à Avaliação de Desempenho Individual (ADI), ferramenta implantada pelo governo mineiro junto a diversas mudanças que fazem parte do projeto Choque de Gestão. Para testar a hipótese da pesquisa, foi realizado um survey em três Secretarias do Estado de Minas Gerais, cuja amostra obtida foi de 679 respondentes. Utilizou-se a análise fatorial para avaliar o instrumento utilizado, empregou-se a análise de variância para identificar a diferença entre as secretarias de Estado e a regressão linear para testar a hipótese proposta. Os resultados indicam que uma variação positiva da aceitação e da cooperação com a implantação da ADI resulta em aumento do comprometimento percebido, ou seja, o servidor que coopera com as mudanças implantadas tende a apresentar um alto comprometimento com a organização. A principal contribuição da pesquisa é, portanto, relacionar o comprometimento com a percepção que os servidores têm sobre as mudanças organizacionais implantadas pelo governo de Minas Gerais.<hr/>The objective of this research is to analyze the relationship between resistance to change and organizational commitment of public employees from the state of Minas Gerais in Brazil. This study includes only public employees who participated in the individual performance appraisal program (ADI), which was developed by the state government along with other changes integrating the "Management Shock" project. A survey method was employed to test the hypothesis. The sample size is 679 respondents from three State Secretary offices of Minas Gerais. Factorial analysis was preferred to estimate the measurement model, linear regression was employed to test the hypothesis, and variance analysis was run to test the differences between the Secretaries of State. The results indicate that a positive variation in the acceptance of and cooperation with the individual performance appraisal program leads to an increase in organizational commitment level. In other words, employees who collaborate with the changes are more likely to be highly committed to the organization. The main contribution of this research is to relate commitment to the perception of organizational changes employees experience as result of the management shock program. <![CDATA[<b>Um ensaio teórico sobre <em>placement</em> televisivo e seus efeitos sobre o consumidor</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1415-65552014000200005&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Atualmente, inovações tecnológicas, como os Digital Video Recorders, têm aumentado o poder do consumidor sobre sua exposição aos comerciais exibidos na programação televisiva. Sendo assim, os anunciantes agora inserem seus produtos e marcas nos próprios shows televisivos, o chamado placement, não permitindo, portanto, que o consumidor evite a exposição às mensagens persuasivas exibidas na TV. Tal vantagem faz com que investimentos em placement aumentem exponencialmente em todo o mundo e, com isso, estudos acadêmicos também proliferam, principalmente ao se abordar as dimensões do placement e seus efeitos sobre o comportamento do consumidor. Todavia, estudos sobre os pop-up ads - um novo tipo de placement em formato de banner - são ainda escassos, apesar de também serem cada vez mais utilizados pela mídia televisiva. É nesse sentido, portanto, que se insere o presente artigo, um ensaio teórico sobre os potenciais efeitos das dimensões da proeminência e da congruência do placement do tipo pop-up sobre o processamento de informação realizado pelo consumidor, desde a atenção do telespectador, passando pela memória e atitudes até o seu comportamento de compra. Finaliza-se o estudo com a apresentação do modelo teórico e de sugestões para futuras pesquisas.<hr/>Nowadays, technological innovations, such as Digital Video Recorders, have increased consumers' power over their exposure to commercials shown on television. Thus advertisers now insert their own products and brands directly into television shows, called placement. This advantage has exponentially increased worldwide investments in placement, as well as proliferated academic studies about the subject, especially on placement dimensions and its effects on consumer behavior. But studies of pop-up ads - a new type of placement delivered in a banner format - are still scarce, despite their increasing use by television media. Therefore, this article is a theoretical essay about the potential effects of pop-up ads on consumer behavior, from the viewer's attention to advertising, through memory and attitudes, ending in the viewer's buying behavior. Finally, this study presents a theoretical model and suggestions for future research. <![CDATA[<b>Alerta Empreendedor e as abordagens <i>causation</i> e <i>effectuation</i> sobre empreendedorismo</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1415-65552014000200006&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Segundo Gartner (1985), entender as dimensões e as variáveis acerca do empreendedorismo e como essas se relacionam contribui para a compreensão do fenômeno de criação de novos empreendimentos. O alerta empreendedor (Kirzner, 1997) explica como oportunidades de negócios são identificadas, e contribui para a criação de novas empresas. Este trabalho objetivou relacionar o grau de alerta empreendedor com as abordagens empreendedoras causation, embasada no planejamento e na análise, e effectuation, referente à exploração de oportunidades emergentes de forma não preditiva, ambas apresentadas por Sarasvathy (2001). Como objetivo específico, pretendeu validar a escala de alerta empreendedor desenvolvida por Tang, Kacmar e Busenitz (2012), e as escalas das abordagens mencionadas anteriormente e desenvolvidas por Chandler, Detienne, Mckelvie e Mumford (2011). A pesquisa foi realizada junto a uma amostra de 123 empresários de diversos setores, participantes de associações comerciais. As escalas foram validadas em termos de confiabilidade e multidimensionalidade. Ademais, os resultados demonstram uma relação positiva entre alerta empreendedor e as abordagens empreendedoras, especialmente para a abordagem causation. Identificou-se também uma relação não linear quadrática entre o nível de alerta e a abordagem causation, indicando um ponto médio em que a relação positiva se inverte.<hr/>According to Gartner (1985), to understand the dimensions and variables of entrepreneurship and how they relate to each other contributes to understanding the phenomenon of new venturing creation. Entrepreneurial alertness (Kirzner, 1997) explains how business opportunities are identified and contributes to the creation of new business. This study aimed to relate the level of entrepreneurial alertness to entrepreneurial approaches causation, consistent with the concept of planning and analysis, and effectuation, consistent with the exploitation of emerging opportunities in a non-predictive way, both presented by Sarasvathy (2001). As a specific objective, it intended to validate the entrepreneurial alertness scales developed by Tang, Kacmar and Busenitz (2012), and entrepreneurial approaches scales, developed by Chandler, Detienne, Mckelvie and Mumford (2011). The survey was realized with a sample of 123 entrepreneurs from various sectors who were participants of business associations. The scales were validated in terms of reliability and multidimensionality. The results present a positive relationship between entrepreneurial alertness and entrepreneurial approaches, especially in terms of causation. A quadratic nonlinear model was also identified in this relationship, indicating a middle point in which the relationship becomes reversed. <![CDATA[<b>Information technology investments and supply chain governance</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1415-65552014000200007&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt The aim of this research is to propose a model that relates information technology (IT) investments, supply chain governance (SCG) and performance together. For this purpose, a pilot study involving both a qualitative and a quantitative stage was conducted. The qualitative analysis, consisting of an extensive literature review and two case studies conducted in six major, globally-relevant Brazilian companies, led to the development of an initial model. This model was refined during the quantitative stage that involved 38 executives from large national companies. IT was found to be one of the main drivers of SCG influencing companies' supply chain performance. The final model consists of 5 constructs and 26 elements. Regarding the SCG constructs: (a) a new element 'formal contracts', emerged in the 'contractual SCG' construct; (b) the element 'cooperation' was not confirmed in the 'relational SCG' construct; (c) the element 'transparency' was considered an important element in the 'transactional SCG' construct. Five new elements emerged in the 'IT investment' construct. Market aspects were highlighted as being relevant in the 'supply chain performance' construct. Thus, the model includes elements that can be analyzed in order to shed light on how IT investments influence SCG and supply chain performance.<hr/>O objetivo dessa pesquisa é propor um modelo relacionando os investimentos em tecnologia da informação (TI), a governança da cadeia de suprimentos (GCS) e o seu desempenho. Foi realizado um estudo piloto com uma etapa qualitativa e outra quantitativa para a elaboração e o refinamento do instrumento. Na etapa qualitativa, foi elaborado um modelo baseado numa extensa revisão da literatura e em dois estudos de caso realizados em 6 grandes empresas brasileiras com relevância mundial. A partir dessa etapa, foi proposto um modelo que foi refinado através de uma etapa quantitativa com 38 executivos de grandes empresas. Foi identificado que a TI é um dos principais direcionadores da GCS, influenciando o desempenho das empresas na cadeia. O modelo final é composto por 5 constructos e 26 elementos. Nos constructos: (a) governança contratual, o elemento contrato formal emergiu das análises; (b) governança relacional, o elemento cooperação não foi confirmado; e (c) governança transacional: a transparência nas transações foi considerada como sendo um elemento importante. No constructo investimento em TI relacionado à GCS, emergiram cinco novos elementos. No constructo desempenho da cadeia relacionado com a GCS, foram destacados os aspectos de mercado como sendo relevantes. Assim, o modelo contempla elementos a serem analisados para entender como os investimentos em TI influenciam a GCS e seu desempenho. <![CDATA[<b>The social media strategist</b>: <b>building a successful program from the inside out</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1415-65552014000200008&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt The aim of this research is to propose a model that relates information technology (IT) investments, supply chain governance (SCG) and performance together. For this purpose, a pilot study involving both a qualitative and a quantitative stage was conducted. The qualitative analysis, consisting of an extensive literature review and two case studies conducted in six major, globally-relevant Brazilian companies, led to the development of an initial model. This model was refined during the quantitative stage that involved 38 executives from large national companies. IT was found to be one of the main drivers of SCG influencing companies' supply chain performance. The final model consists of 5 constructs and 26 elements. Regarding the SCG constructs: (a) a new element 'formal contracts', emerged in the 'contractual SCG' construct; (b) the element 'cooperation' was not confirmed in the 'relational SCG' construct; (c) the element 'transparency' was considered an important element in the 'transactional SCG' construct. Five new elements emerged in the 'IT investment' construct. Market aspects were highlighted as being relevant in the 'supply chain performance' construct. Thus, the model includes elements that can be analyzed in order to shed light on how IT investments influence SCG and supply chain performance.<hr/>O objetivo dessa pesquisa é propor um modelo relacionando os investimentos em tecnologia da informação (TI), a governança da cadeia de suprimentos (GCS) e o seu desempenho. Foi realizado um estudo piloto com uma etapa qualitativa e outra quantitativa para a elaboração e o refinamento do instrumento. Na etapa qualitativa, foi elaborado um modelo baseado numa extensa revisão da literatura e em dois estudos de caso realizados em 6 grandes empresas brasileiras com relevância mundial. A partir dessa etapa, foi proposto um modelo que foi refinado através de uma etapa quantitativa com 38 executivos de grandes empresas. Foi identificado que a TI é um dos principais direcionadores da GCS, influenciando o desempenho das empresas na cadeia. O modelo final é composto por 5 constructos e 26 elementos. Nos constructos: (a) governança contratual, o elemento contrato formal emergiu das análises; (b) governança relacional, o elemento cooperação não foi confirmado; e (c) governança transacional: a transparência nas transações foi considerada como sendo um elemento importante. No constructo investimento em TI relacionado à GCS, emergiram cinco novos elementos. No constructo desempenho da cadeia relacionado com a GCS, foram destacados os aspectos de mercado como sendo relevantes. Assim, o modelo contempla elementos a serem analisados para entender como os investimentos em TI influenciam a GCS e seu desempenho. <![CDATA[<b>Coletânea em administração pública</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1415-65552014000200009&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt The aim of this research is to propose a model that relates information technology (IT) investments, supply chain governance (SCG) and performance together. For this purpose, a pilot study involving both a qualitative and a quantitative stage was conducted. The qualitative analysis, consisting of an extensive literature review and two case studies conducted in six major, globally-relevant Brazilian companies, led to the development of an initial model. This model was refined during the quantitative stage that involved 38 executives from large national companies. IT was found to be one of the main drivers of SCG influencing companies' supply chain performance. The final model consists of 5 constructs and 26 elements. Regarding the SCG constructs: (a) a new element 'formal contracts', emerged in the 'contractual SCG' construct; (b) the element 'cooperation' was not confirmed in the 'relational SCG' construct; (c) the element 'transparency' was considered an important element in the 'transactional SCG' construct. Five new elements emerged in the 'IT investment' construct. Market aspects were highlighted as being relevant in the 'supply chain performance' construct. Thus, the model includes elements that can be analyzed in order to shed light on how IT investments influence SCG and supply chain performance.<hr/>O objetivo dessa pesquisa é propor um modelo relacionando os investimentos em tecnologia da informação (TI), a governança da cadeia de suprimentos (GCS) e o seu desempenho. Foi realizado um estudo piloto com uma etapa qualitativa e outra quantitativa para a elaboração e o refinamento do instrumento. Na etapa qualitativa, foi elaborado um modelo baseado numa extensa revisão da literatura e em dois estudos de caso realizados em 6 grandes empresas brasileiras com relevância mundial. A partir dessa etapa, foi proposto um modelo que foi refinado através de uma etapa quantitativa com 38 executivos de grandes empresas. Foi identificado que a TI é um dos principais direcionadores da GCS, influenciando o desempenho das empresas na cadeia. O modelo final é composto por 5 constructos e 26 elementos. Nos constructos: (a) governança contratual, o elemento contrato formal emergiu das análises; (b) governança relacional, o elemento cooperação não foi confirmado; e (c) governança transacional: a transparência nas transações foi considerada como sendo um elemento importante. No constructo investimento em TI relacionado à GCS, emergiram cinco novos elementos. No constructo desempenho da cadeia relacionado com a GCS, foram destacados os aspectos de mercado como sendo relevantes. Assim, o modelo contempla elementos a serem analisados para entender como os investimentos em TI influenciam a GCS e seu desempenho.