Scielo RSS <![CDATA[Revista Brasileira de Epidemiologia]]> http://www.scielo.br/rss.php?pid=1415-790X20150002&lang=pt vol. 18 num. 2 lang. pt <![CDATA[SciELO Logo]]> http://www.scielo.br/img/en/fbpelogp.gif http://www.scielo.br <![CDATA[Determinantes da não adesão ao tratamento da tuberculose na Argentina: barreiras relacionadas com o acesso ao tratamento]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1415-790X2015000200287&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt OBJECTIVE: To identify the association between non-adherence to tuberculosis treatment and access to treatment. METHODS: A cross-sectional study was carried out in the Metropolitan Area of Buenos Aires, Argentina. One hundred twenty three patients notified in 2007 (38 non adherent and 85 adherents) were interviewed regarding the health care process and socio-demographic characteristics. Factors associated to non-adherence were assessed through logistic regression analysis. RESULTS: An increased risk of non-adherence with to treatment was found in male patients (OR = 2.8; 95%CI 1.2 - 6.7), patients who had medical check-ups at hospitals (OR = 3.4; 95%CI 1.1 - 10.0) and those who had difficulties with transportation costs (OR = 2.5; 95%CI 1.1 - 5.9). CONCLUSION: Risk of non-adherence increases as a result of economic barriers in accessing health care facilities. Decentralization of treatment to primary health care centers and social protection measures for patients should be considered as priorities for disease control strategies in order to lessen the impact of those barriers on adherence to treatment. <hr/> OBJETIVO: Identificar a associação entre a não adesão ao tratamento da tuberculose e as características de acesso ao tratamento. MÉTODOS: Um estudo transversal foi realizado na Região Metropolitana de Buenos Aires, Argentina. Cento e vinte e três pacientes notificados em 2007 (38 aderentes e 85 não aderentes) foram entrevistados sobre o processo de cuidados de saúde e características sócio-demográficas. Fatores associados a não adesão foram avaliados através da análise de regressão logística. RESULTADOS: Foi encontrado um aumento do risco de não adesão ao tratamento em pacientes do sexo masculino (OR = 2,8, IC95% 1,2 – 6,7), pacientes que tiveram controles médicos em hospitais (OR = 3,4, IC95% 1,1 – 10,0) e aqueles que tiveram dificuldades com os custos de transporte (OR = 2.5, IC95% 1,1 – 5,9). CONCLUSÃO: O risco de não adesão aumenta como resultado de barreiras econômicas no acesso aos serviços de saúde. A descentralização do tratamento para os centros de atenção primária à saúde e medidas de proteção social para os pacientes devem ser considerados como prioridades para as estratégias de controle da doença, a fim de diminuir o impacto dessas barreiras na adesão ao tratamento. <![CDATA[Urbanização da febre maculosa brasileira em município da região Sudeste: epidemiologia e distribuição espacial]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1415-790X2015000200299&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt INTRODUCTION: Brazilian spotted fever is an emerging zoonosis notified mainly in the Southeast of Brazil, especially due to its high level of lethality. OBJECTIVE: To analyze the epidemiological and spatial pattern of the disease in the municipality of Valinhos (106,793 inhabitants), São Paulo, Southeastern region of Brazil, in the period between 2001 and 2012. METHODS: All laboratory-confirmed cases with likely site of infection in the city (n = 49) notified in the Brazilian Case Registry Database were studied. Sites were geocoded using the cartographic base of the city and Google Earth (geographic coordinates) with correction according to the Brazilian Geodetic System. We used the Kernel estimator to analyze the density of the cases on the map. Land cover and distance to basins of all cases were analyzed. Information about tick species and primary hosts were obtained from reports of the Superintendence of Control of Endemic Diseases. RESULTS: Seasonality of the disease was observed with the highest incidence from June to November, and in 2005 and 2011. The most affected groups were men (79.6%) aged 20-49 years old (49%). Lethality was found to be 42.9%. Maps showed the progressive registration of cases in the urban area. Capybaras were reported as the main primary host, and Amblyomma cajennense was identified in probable sites of infection during field investigation. The likely sites of infection were mostly located near basins, dirty pastures, and bordering woods. CONCLUSIONS: The transmission pattern of Brazilian spotted fever in Valinhos is similar to that in other cities in the region, where capybara is the main primary host and an amplifier of R. rickettsii. Over the years, a higher occurrence of cases has been identified in the urban area of the city. <hr/> INTRODUÇÃO: A febre maculosa brasileira é uma zoonose de caráter reemergente notificada principalmente na região Sudeste do Brasil, destacando-se pela sua alta letalidade. OBJETIVO: Analisar o padrão epidemiológico e espacial dessa enfermidade no município de Valinhos, São Paulo (106.793 habitantes), no período de 2001 até 2012. MÉTODOS: Foram estudados todos os casos confirmados laboratorialmente (n = 49) com local provável de infecção no município, notificados no Sistema de Informação sobre Agravos Notificáveis. Os locais foram georreferenciados na base cartográfica usando o Google Earth (coordenadas geográficas) com correção de acordo com o Sistema Geodésico Brasileiro. Utilizou-se o estimador Kernel para a análise da densidade de casos no mapa. Cobertura do solo e distância a coleções hídricas foram analisados. A presença de espécies de carrapatos e hospedeiros primários foram obtidos de relatórios da Superintendência de Controles de Endemias. RESULTADOS: Observou-se sazonalidade da doença com maior incidência entre junho a novembro, sendo os anos de 2005 e 2011 os de maior ocorrência. Houve predomínio de casos no sexo masculino (79,6%) e na faixa etária 20 a 49 anos (49%). A letalidade foi de 42,9%. Os mapas mostram o registro progressivo de casos na zona urbana da cidade. As capivaras foram notificadas como principal hospedeiro primário de Amblyomma cajennense, espécie identificada nas pesquisas acarológicas no local de estudo. Os locais prováveis de infecção estão localizados, na maioria, próximos às coleções hídricas, pastos sujos e mata ciliar degradada. CONCLUSÕES: O padrão de transmissão da febre maculosa brasileira em Valinhos é semelhante ao descrito em outras cidades da região, onde a capivara é o principal hospedeiro primário do vetor e amplificador da bactéria R. rickettsii. Com o passar dos anos foi identificada uma maior ocorrência de casos na área urbana do município. <![CDATA[Ocorrência de casos de tuberculose em Crato, Ceará, no período de 2002 a 2011: uma análise espacial de padrões pontuais]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1415-790X2015000200313&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt OBJECTIVE: to analyze the spatial distribution of tuberculosis in Crato, Ceará, Brazil, from 2002 to 2011, aiming to check for a point pattern. METHODS: This is an ecological, temporal trend and hybrid design study, with a quantitative approach. A total of 261 cases of tuberculosis were geo-referenced and 20 (7.1%) were considered as losses due to the lack of address. The profile of patients in 10 years of study was in accordance with the following pattern: men aged between 20 and 59 years, with low schooling, affected by the pulmonary form of tuberculosis and who were cured from the disease. RESULTS: The analysis of the spatial distribution of tuberculosis points out that in the period of study, new cases of the disease were not distributed on a regular basis, indicating a clustered spatial pattern, confirmed by the L-function. The map with the density of new cases estimated by the Kernel method showed that the "hot" areas are more concentrated in the vicinity of the central urban area. CONCLUSION: The study allowed pointing out areas of higher and lower concentration of tuberculosis, identifying the spatial pattern, but it also recognized that the disease has not reached all of the population groups with the same intensity. Those who were most vulnerable were the ones who lived in regions with higher population densities, precarious living conditions, and with intense flow of people. <hr/> OBJETIVO: Estudar a distribuição espacial da tuberculose no município do Crato, Ceará, no período de 2002 a 2011, buscando verificar se há um padrão pontual. MÉTODO: Trata-se de um estudo com delineamento híbrido, ecológico, de tendência temporal com abordagem quantitativa. Foram georreferenciados 261 casos e 20 (7,1%) foram considerados perdas, devido à inexistência do endereço. O perfil dos doentes nos 10 anos de estudo obedeceu ao seguinte padrão: indivíduos do sexo masculino, na faixa etária de 20 a 59 anos, de baixa escolaridade, acometidos pela forma pulmonar da tuberculose e que alcançaram a cura da doença. RESULTADOS: A análise da distribuição espacial da tuberculose aponta que no período de estudo os casos novos da doença não estão distribuídos de forma regular, indicando um padrão espacial agrupado, confirmado pela função L. O mapa com a densidade dos casos novos por meio da estimava Kernel revelou que as áreas "quentes" se apresentam mais concentradas nas proximidades da região central da área urbana. CONCLUSÃO: O estudo permitiu apontar áreas de maior e menor concentração de casos de tuberculose, identificando o padrão espacial, como também reconhecer que a doença não atingiu todos os grupos populacionais com a mesma intensidade. Os mais vulneráveis habitavam regiões com maiores densidades populacionais, precárias condições de vida e por onde o fluxo de pessoas é intenso. <![CDATA[Fatores associados ao conhecimento sobre tuberculose e atitudes das famílias de pacientes com a doença em Ribeirão Preto, São Paulo]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1415-790X2015000200326&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt OBJECTIVE: To investigate the knowledge regarding tuberculosis among relatives of patients with tuberculosis and the possible factors associated with this event and also to conduct comparative analyses between groups of relatives with or with few knowledge regarding tuberculosis, considering their attitudes in both groups. METHODS: Cross-sectional study in which the sample was obtained through simple and randomized method. The data were collected by trained interviewers and validated tool. Logistic regression analyses were done using statistical software SPSS, version 22.0. RESULTS: Among the 110 subjects recruited for the study, 85 (87.5%) were women, and the mean age was 49 years. Regarding common symptoms of tuberculosis, 102 relatives (90.9%) pointed the chronic cough; regarding the knowledge about tuberculosis transmission modes, 100 (90.9%) of them pointed symptomatic respiratory as the probable infection source. The relatives also reported other tuberculosis transmission models: sharing of clothes (n = 87; 79.1%) and household utensils (n = 66; 60%); sexual relations (n = 50; 50%). Illiterate relatives (adjusted OR = 4.39; 95%CI 1.11 - 17.36), those who do not watch or watch little television (adjusted OR = 3.99; 95%CI 1.2 - 13.26), and also those who do not have the Internet access (adjusted OR = 5.01; 95%CI 1.29 - 19.38) were more likely to have low knowledge regarding tuberculosis. Regardless the group, with or without tuberculosis knowledge, the attitudes of both were satisfactory. CONCLUSION: There are evidences that social inequity is associated to the tuberculosis knowledge of patient relatives. <hr/> OBJETIVO: Investigar o conhecimento das famílias sobre tuberculose e os possíveis fatores associados a essa ocorrência, além de efetuar uma análise comparativa dos grupos de familiares com conhecimento ou com pouco conhecimento quanto às suas atitudes para com o paciente com tuberculose. MÉTODOS: Estudo de corte transversal de amostragem probabilística simples de familiares de pacientes com tuberculose diagnosticados entre 01 de janeiro de 2010 e 31 de julho de 2011 em Ribeirão Preto, São Paulo. Os dados foram coletados por meio de um instrumento validado e por entrevistadores treinados. A análise de regressão logística foi aplicada utilizando o SPSS versão 22.0. RESULTADOS: Foram recrutados 110 familiares, dos quais 85 (87,5%) eram do sexo feminino, com idade média de 49 anos. Acerca do conhecimento dos sintomas da tuberculose, a tosse crônica foi referida por 102 (90,9%) familiares. Quanto ao modo de transmissão, 100 (90,9%) sujeitos referiram o portador de tosse crônica como provável fonte de transmissão. Outros modos de transmissão foram referidos como compartilhamento de roupas (n = 87; 79,1%); utensílios domésticos (n = 66; 60%) e até relação sexual (n = 50; 50%). Pessoas sem escolaridade (OR ajustado = 4,39; IC95% 1,11 - 17,36), que não assistem ou assistem pouco televisão (OR ajustado = 3,99; IC95% 1,20 - 13,26) e não tem acesso à Internet (OR ajustado = 5,01; IC95% 1,29 - 19,38) apresentaram mais chances de possuírem pouco conhecimento sobre a tuberculose. Independente do grupo com ou sem conhecimento, as atitudes tenderam a ser satisfatórias em ambos os grupos. CONCLUSÃO: Há evidências de que as desigualdades sociais estão associadas ao nível de conhecimento das famílias. <![CDATA[Efeito da má classificação na estimativa de risco em estudo caso-controle]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1415-790X2015000200341&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt INTRODUCTION: In epidemiological studies, misclassification error, especially differential misclassification, has serious implications. OBJECTIVE: To illustrate how differential misclassification error (DME) and non-differential misclassification error (NDME) occur in a case-control design and to describe the trends in DME and NDME. METHODS: Different sensitivity levels, specificity levels, prevalence rates and odds ratios were simulated. Interaction graphics were constructed to study bias in the different settings, and the effect of the different factors on bias was described using linear models. RESULTS: One hundred per cent of the biases caused by NDME were negative. DME biased the association positively more often than it did negatively (70 versus 30%), increasing or decreasing the OR estimate towards the null hypothesis. CONCLUSIONS: The effect of the sensitivity and specificity in classifying exposure, the prevalence of exposure in controls and true OR differed between positive and negative biases. The use of valid exposure classification instruments with high sensitivity and high specificity is recommended to mitigate this type of bias. <hr/> INTRODUÇÃO: Em estudos epidemiológicos, o erro de classificação, especialmente o diferencial tem sérias implicações. OBJETIVO: Explicar como se expressa o erro de classificação diferencial (ECD) e não diferencial (ECND) em um estudo de caso-controle e descrever padrões de comportamento. MÉTODOS: Simularam-se diferentes níveis de sensibilidade, especificidade, prevalência e odds ratio (OR). Construíram-se gráficos de interação para estudar o comportamento do viés nos diferentes cenários e mediante modelos lineares se descreveu o efeito dos diferentes fatores sobre esse viés. RESULTADOS: O 100% dos vieses apresentados ante um ECND foram negativos, enquanto que no caso do ECD observou-se que este enviesa a associação positivamente em maior proporção que negativamente (30 versus 70%), aproximando ou afastando a estimação da OR para a hipótese nula. CONCLUSÕES: O efeito da sensibilidade e a especificidade na classificação da exposição, da prevalência da exposição nos controles e da OR verdadeira sobre o viés relativo difere entre os vieses negativos e positivos. O uso de instrumentos de classificação da exposição validados, com altos níveis de sensibilidade e especificidade, se recomendam para mitigar esse tipo de viés. <![CDATA[Determinantes socioeconômicos contextuais das perdas dentárias em adultos e idosos: uma revisão sistemática da literatura]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1415-790X2015000200357&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt OBJECTIVE: To perform a systematic review regarding studies that investigated the association between contextual socioeconomic factors and tooth loss. METHODS: MEDLINE, Embase, and LILACS databases were searched and no language or date restrictions were applied for this research. The search was also carried out at the Brazilian Library of Theses and Dissertations (BDTD), with the objective of seeking unpublished studies. We evaluated the bibliographical and methodological characteristics of the studies, as well as the findings. RESULTS: We found 348 articles, out of which only 6 were included in this study after revision by 2 independent researchers. We also identified an unpublished thesis. In general, these results show that the socioeconomic context interferes in tooth loss. We found an association between the highest number of missing teeth with less favorable contextual variables, despite the weak evidence, due to the fact that all selected studies had a cross-sectional design. CONCLUSION: We suggest the standardization of outcome formats and exposures in order to favor the comparison between studies and their quantitative analysis. <hr/> OBJETIVO: Realizar revisão sistemática de estudos que investigaram a associação entre os determinantes socioeconômicos contextuais e as perdas dentárias. MÉTODOS: Foram pesquisadas as bases MEDLINE, Embase e LILACS, sem restrição ao tempo de publicação e ao idioma. Também foi realizada busca na Biblioteca Brasileira de Teses e Dissertações (BDTD), com o objetivo de buscar estudos não publicados. Foram avaliadas as características bibliográficas e metodológicas dos estudos, além dos resultados encontrados. RESULTADOS: Foram identificados 348 artigos. Após avaliação por dois pesquisadores independentes restaram seis artigos incluídos na revisão, além de uma tese com resultados não publicados. Os resultados da revisão indicam que o contexto socioeconômico do local de moradia interfere nas perdas dentárias dos indivíduos, de maneira geral, associando-se ao maior número de dentes perdidos quando as variáveis contextuais são menos favoráveis aos moradores, apesar da fraca evidência, uma vez que todos os estudos selecionados tinham delineamento transversal. CONCLUSÃO: Sugere-se a padronização das formas de apresentação do desfecho e exposições, favorecendo a comparação entre os estudos e a análise quantitativa dos mesmos. <![CDATA[Tendência das internações por doenças cardiovasculares sensíveis à atenção primária]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1415-790X2015000200372&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt OBJECTIVE: To analyze the trend in hospitalizations for primary care-sensitive cardiovascular conditions for residents of the state of Paraná, Brazil, from 2000 to 2011. METHODS: Ecological, time series study of the rates of hospitalization for cardiovascular diseases in residents aged 35-74 years old by sex, age and main diagnosis for hospitalization. Data from the Hospital Information System of the Unified Health System (SIH-SUS) and polynomial regression models for trend analyses were used. RESULTS: Hospitalization rates for cardiovascular conditions decreased during the period (r2 = 0.96; p &lt; 0.001), with similar decreasing patterns for males and females, in all age ranges, although always higher for males. Although hospitalization trends for hypertension, heart failure and cerebrovascular disease decreased, angina remained stable for males and females. CONCLUSION: A downward trend in hospital admissions due to primary care-sensitive cardiovascular conditions in the state of Paraná between 2000 and 2011 may have resulted from the expansion of the health network of and the access to primary health attention, as well as other factors that influence this set of diseases, such as improved socioeconomic conditions of the population, organization of primary care services for higher age ranges and women and decrease in risk factors. <hr/> OBJETIVO: Analisar a tendência das internações por condições cardiovasculares sensíveis à atenção primária de residentes no Estado do Paraná de 2000 a 2011. MÉTODOS: Estudo ecológico de séries temporais das taxas de internação por doenças cardiovasculares de residentes de 35 a 74 anos de idade por sexo, idade e diagnóstico principal de internação. Foram utilizados os dados do Sistema de Informações Hospitalares do Sistema Único de Saúde (SIH-SUS). Para as análises de tendência foram utilizados modelos de regressão polinomial. RESULTADOS: As taxas de internação por condições cardiovasculares declinaram no período (r2= 0,96; p &lt; 0,001) e, embora sejam sempre maiores para os homens, foi observado decréscimo significativo em todas as faixas de idade para ambos os sexos. Enquanto a tendência das taxas de internação por hipertensão, insuficiência cardíaca e doenças cerebrovasculares foi de queda, observou-se estabilidade para a angina, tanto para homens como para mulheres. CONCLUSÕES: A redução nas taxas de internação por doenças cardiovasculares pode ser resultado da expansão da rede e do acesso à atenção primária à saúde, e de outros fatores que influenciam nesse conjunto de doenças como a melhoria das condições socioeconômicas da população e organização dos serviços primários para faixas etárias mais altas e mulheres e diminuição dos fatores de risco. <![CDATA[Fatores socioeconômicos e culturais associados à prevalência de tabagismo entre trabalhadores do Sistema Único de Saúde em Belo Horizonte]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1415-790X2015000200385&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt OBJECTIVE: To identify factors related to smoking among health workers of the National Health System in Belo Horizonte, Minas Gerais, Brazil. METHODS: A cross-sectional study based on a survey conducted between September 2008 and January 2009 with a stratified sample. Data on sociodemographic, health, employment, and work characteristics were analyzed. Poisson regression models with robust variance and estimation of unadjusted and adjusted prevalence ratios were used to establish associations at a 5% significance level for inclusion in the final model. RESULTS: In 1,759 questionnaires analyzed, in which the question related to smoking was answered, the overall prevalence of smoking was 15.7%. Reasonable relationship between requirements and available resources remained negatively correlated to smoking in the final model (PR = 0.75; 95%CI 0.58 - 0.96). The variables that remained positively associated with smoking were being male (PR = 1.75; 95%CI 1.36 - 2.25) and the following positions: community health workers (PR = 2.98; 95%CI 1.76 - 5.05), professionals involved in monitoring (PR = 3.86; 95%CI 1.63 - 5.01), administrative and other general services workers (PR = 2.47; 95%CI 1.51 - 4.05); technical mid-level workers (PR = 2.23; 95%CI 1.31 - 3.78), including nurses and practical nurses (PR = 2.07; 95%CI 1.18 - 3.64). CONCLUSION: Specific occupational subgroups were identified and should be prioritized in smoking cessation and prevention programs. <hr/> OBJETIVO: Analisar os fatores associados ao tabagismo em trabalhadores da saúde vinculados ao Sistema Único de Saúde de Belo Horizonte, Minas Gerais. MÉTODOS: Estudo transversal com base em inquérito realizado entre setembro de 2008 e janeiro de 2009 com amostra estratificada. Variáveis sociodemográficas, de condições de saúde, emprego e trabalho foram analisadas. Utilizou-se regressão de Poisson com variância robusta, com estimativa das razões de prevalência bruta e ajustada e o nível de significância para inclusão no modelo final foi 5%. RESULTADOS: Em 1.759 questionários analisados e para os quais houve resposta para a questão do tabagismo, a prevalência de tabagismo obtida foi de 15,7%. Na análise de associações permaneceu, no modelo final, negativamente associada ao tabagismo, a relação regular entre exigências e recursos disponíveis (RP = 0,75; IC95% 0,58 - 0,96). Permaneceram positivamente associados ao tabagismo sexo masculino (RP = 1,75; IC95% 1,36 - 2,25) e os seguintes cargos: agentes comunitários de saúde (RP = 2,98; IC95% 1,76 - 5,05); profissionais envolvidos com a vigilância (RP = 3,86; IC95% 1,63 - 5,01); administrativos, de serviços gerais e outros (RP = 2,47; IC95% 1,51 - 4,05); profissionais técnicos de nível médio (RP = 2,23; IC95% 1,31 - 3,78); com inclusão de enfermeiros e técnicos de enfermagem (RP = 2,07; IC95% 1,18 - 3,64). CONCLUSÃO: Foram identificados subgrupos ocupacionais específicos que devem ser priorizados em programas de prevenção e cessação de fumar. <![CDATA[O estudo do binômio mãe-filho: descrição e resultados gerais]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1415-790X2015000200398&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt OBJECTIVE: The present study investigated the characteristics of women during pregnancy/immediate postpartum cycles and the product of their pregnancy. METHOD: Data collection was conducted for a period of three months in 2011, in six maternity hospitals in the State of São Paulo. The data were obtained in an interview with the women after the end of the pregnancy and collected from hospital records. The sample included 7,058 women hospitalized for abortion or childbirth in five hospitals from SUS (Unified Health System) and from only one hospital for private health insurance patients and their 6,602 conceptuses (live births and stillborns). Statistical analysis was based on χ2 tests, with a significance level of α = 5%. RESULTS: It was observed that 6,530 women gave birth and 528 showed interruption of pregnancy. Regarding age, 1,448 were teenagers (20.5%). There were no deaths during hospitalization and 99.8% of women received a medical discharge. Maternal morbidity in the current pregnancy was analyzed, showing urinary tract infection, anemia and excessive vomiting as the main problems. The rate of cesarean sections accounted for 31.1% and complications in childbirth and postpartum were shown, respectively, by 834 (12.8%) and 265 (4.1%) women. The characteristics of the conceptuses were also studied: gestation length (9.3% of preterm among live births, and 68% among the stillborn); birth weight (underweight in 8.2% among live births, and 66% among the stillborn) and morbidity, measured by congenital anomalies and other diseases; these diseases were responsible for ICU stay, transfers to better-equipped hospitals (10 cases) and 37 deaths. Thirteen live births were still hospitalized at the end of the investigation. <hr/> OBJETIVO: A pesquisa estudou as características de mulheres no ciclo gravídico/puerperal imediato e do produto de sua gestação. MÉTODO: A coleta dos dados, relativos a três meses, em 2011, foi feita em seis maternidades do Estado de São Paulo. Os dados foram obtidos em entrevista com a mulher após o desfecho da gestação e coletados nos prontuários hospitalares. Participaram 7.058 mulheres internadas por aborto ou parto em cinco hospitais do SUS e um, somente, para pacientes de convênio privado, e seus 6.602 conceptos (nascidos vivos e nascidos mortos). A análise estatística baseou-se em testes χ2, com nível de significância α = 5%. RESULTADOS: Observou-se que 6.530 mulheres tiveram parto e 528 apresentaram interrupção da gestação. Quanto à idade, 1.448 eram adolescentes (20,5%). Não ocorreu óbito durante a internação e 99,8% das mulheres receberam alta médica. Morbidade materna na gestação atual foi analisada, aparecendo infecção urinária, anemia e vômitos exagerados como os principais problemas. A taxa de cesáreas correspondeu a 31,1% e intercorrências no parto e puerpério apresentaram-se, respectivamente, em 834 (12,8%) e 265 mulheres (4,1%). Estudaram-se características dos conceptos: duração de gestação (9,3% de pré-termo, entre os nascidos vivos, e 68%, entre os nascidos mortos); peso ao nascer (baixo peso em 8,2%, entre os nascidos vivos, e 66%, entre os nascidos mortos) e morbidade, medida pelas anomalias congênitas e outras patologias; esses agravos foram responsáveis por permanência em UTI, transferências para hospital de maior complexidade (10 casos) e 37 óbitos. Treze nascidos vivos ainda permaneciam internados ao término da investigação. <![CDATA[Análise do acesso ao tratamento medicamentoso para hipertensão e diabetes na Estratégia de Saúde da Família no Estado de Pernambuco, Brasil]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1415-790X2015000200413&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt OBJECTIVE: To evaluate the access to drugs for hypertension and diabetes and the direct cost of buying them among users of the Family Health Strategy (FHS) in the state of Pernambuco, Brazil. METHODS: Population-based, cross-sectional study of a systematic random sample of 785 patients with hypertension and 823 patients with diabetes mellitus who were registered in 208 randomly selected FHS teams in 35 municipalities of the state of Pernambuco. The selected municipalities were classified into three levels with probability proportional to municipality size (LS, large-sized; MS, medium-sized; SS, small-sized). To verify differences between the cities, we used the χ2 test. RESULTS: Pharmacological treatment was used by 91.2% patients with hypertension whereas 85.6% patients with diabetes mellitus used oral antidiabetic drugs (OADs), and 15.4% used insulin. The FHS team itself provided antihypertensive medications to 69.0% patients with hypertension, OADs to 75.0% patients with diabetes mellitus, and insulin treatment to 65.4%. The 36.9% patients with hypertension and 29.8% with diabetes mellitus that had to buy all or part of their medications reported median monthly cost of R$ 18.30, R$ 14.00, and R$ 27.61 for antihypertensive drugs, OADs, and insulin, respectively. CONCLUSION: It is necessary to increase efforts to ensure access to these drugs in the primary health care network. <hr/> OBJETIVO: Avaliar o acesso a medicamentos para hipertensão e diabetes e o gasto direto relacionado à aquisição destes insumos entre os usuários da Estratégia Saúde da Família (ESF), no estado de Pernambuco. MÉTODOS: Estudo transversal, de base populacional, numa amostra aleatória sistemática de 785 pacientes hipertensos e 823 diabéticos cadastrados em 208 equipes da ESF sorteadas em 35 municípios do estado de Pernambuco. Os municípios selecionados foram classificados em três estratos com probabilidade proporcional ao tamanho do município (GP: grande porte; MP: médio porte; PP: pequeno porte). A fim de verificar diferenças entre os municípios, foi utilizado o teste χ2. RESULTADOS: Dos 785 hipertensos, 91,2% referiram o uso de anti-hipertensivos e dos 823 diabéticos, 85,6% utilizavam antidiabéticos orais (ADO), e 15,4%, insulina. Os anti-hipertensivos eram fornecidos pelas equipes da ESF para 69,0% dos hipertensos, os ADO, para 75,0% dos diabéticos, e a insulina e insumos, para 65,4%. Os hipertensos (36,9%) e os diabéticos (29,8%) que precisavam comprar os medicamentos referiram um gasto mediano mensal de R$ 18,30, R$ 14,00 e R$ 27,61 para anti-hipertensivos, ADO e insulina, respectivamente. CONCLUSÃO: É necessário ampliar os esforços para assegurar o acesso aos medicamentos na rede de atenção primária de saúde. <![CDATA[Fatores de risco e proteção para doenças cardiovasculares em adultos de Cuiabá, Mato Grosso, Brasil]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1415-790X2015000200425&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt INTRODUCTION: Cardiovascular diseases are the leading cause of death and hospital expenses in the state of Mato Grosso, Brazil. OBJECTIVE: To describe the temporal variation on risk and protective factors for cardiovascular diseases in adults (≥18 years old). METHODS: Data were obtained from population-based telephone surveys carried out between 2006 and 2009 in Cuiabá, the capital of Mato Grosso, Brazil. The prevalence of smoking, alcohol abuse, markers of diet quality consumption, physical activities, leisure, domestic work, and commute was estimated. Statistical significance of temporal variations in these estimators was estimated by logistic regression models, whose dependent variables were the analyzed risk factors (absent = 0; present = 1) and independent variable was the year of the survey. RESULTS: There was an increase in the proportion of men who reported to never have smoked (from 53 to 61%, p = 0.04). The frequency of regular soft drink consumption was reduced by 23% (p &lt; 0.01). Overall, the reference to the consumption of fruits and vegetables increased by 19% (p = 0.02), and among men this increase was clearer (49%; p &lt; 0.01). There was a reduction in domestic work (p &lt; 0.01) and in leisure physical activity among women (from 14 to 10%; p = 0.02). Conversely, there was an increase in the proportion of women and individuals older than 40 years of age who make active commuting every day. CONCLUSION: Favorable changes in cardiovascular risk and protective factors were mostly observed among men, young adults, and those with more than eight schooling years. <hr/> INTRODUÇÃO: No Estado de Mato Grosso, as doenças cardiovasculares são causa importante de óbito e gastos com internações. OBJETIVO: Descrever a variação temporal dos fatores de risco e proteção para doenças cardiovasculares em adultos (≥ 18 anos de idade). MÉTODOS: Os dados foram obtidos em inquéritos telefônicos de base populacional desenvolvidos entre 2006 e 2009 em Cuiabá, Mato Grosso. Foi calculada a prevalência de tabagismo, uso abusivo de bebida alcoólica, consumo de marcadores da qualidade da dieta e atividade física, de lazer, doméstica e de deslocamento. Para dimensionar a significância da variação desses estimadores no período, foram desenvolvidos modelos de regressão logística, tendo como variáveis dependentes os fatores de risco analisados (ausente = 0; presente = 1) e como variável independente o ano do inquérito. RESULTADOS: Houve aumento na proporção de homens que relataram nunca ter fumado (de 53 para 61%; p = 0,04). A frequência de consumo regular de refrigerantes reduziu 23% (p &lt; 0,01). De modo geral, a referência ao consumo de frutas, legumes e verduras aumentou em 19% (p = 0,02), sendo esse incremento mais evidente em homens (49%; p &lt; 0,01). Foi observada redução do relato de atividade física no domicílio (p &lt; 0,01) e de atividade física de lazer em mulheres (de 14 para 10%; p = 0,02), porém, foi observado incremento na proporção de mulheres e de indivíduos com mais de 40 anos de idade que fazem deslocamento ativo diariamente. CONCLUSÃO: Variações favoráveis nos fatores de risco e proteção para doenças cardiovasculares foram observadas principalmente em homens, adultos jovens e indivíduos com mais de oito anos de escolaridade. <![CDATA[Readmissão e óbito de idosos com alta após internação por fratura proximal de fêmur, ocorrida nos hospitais do Sistema Único de Saúde entre os anos de 2008 e 2010, Rio de Janeiro]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1415-790X2015000200439&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt OBJECTIVES: To estimate the risk of death and readmission of a cohort of elderly patients discharged after hip fracture treatment from hospitals of the public health system; to describe the causes of these events; and to compare the rates of readmission and death observed with those of the elderly population hospitalized in public hospitals of Rio de Janeiro city. METHODS: Data on deaths and readmissions were obtained through the linkage of these two data sources: the Hospital Information System of the Sistema Único de Saúde and the Mortality Information System from the city of Rio de Janeiro. The time frame for the study was 2008 to 2011. The population consisted of 2,612 individuals aged 60 years or older with nonelective hospitalization for hip fracture who were followed for a year after discharge. RESULTS: The readmission rate in one year, excluding the deaths in this period, was 17.8%, and the death rate was 18.6%. The most common causes of death were circulatory system diseases (29.5%). Approximately 15% of the causes of readmissions were surgical complications. The state hospitals showed lower readmission risks and higher death risks compared with the federal and municipal hospitals. It was observed that there is an excess risk of readmission and hospitalization of the study population compared with the elderly population hospitalized in the public hospitals of the city. CONCLUSION: Hospitalization of elderly individuals for hip fracture causes adverse outcomes such as readmissions and deaths. Many of these outcomes can be prevented from actions recommended in the National Policy for the Elderly Health. <hr/> OBJETIVOS: Estimar os riscos de óbito e readmissão de idosos com alta por fratura proximal do fêmur nos hospitais do sistema público de saúde; conhecer as causas desses desfechos e comparar as taxas de mortalidade e readmissão com aquelas observadas na população de idosos atendidos pelo sistema público de saúde no município do Rio de Janeiro. MÉTODOS: Foram obtidos os óbitos e as readmissões por meio do linkage dos bancos de dados do Sistema de Informações Hospitalares do Sistema Único de Saúde (SIH-SUS) e do Sistema de Informações sobre Mortalidade (SIM) do município do Rio de Janeiro dos anos de 2008 a 2011. A população foi composta de 2.612 idosos com internação não eletiva por fratura proximal do fêmur, acompanhados por um ano após a alta. RESULTADOS: A taxa de readmissão em um ano, com a exclusão dos óbitos nesse período, foi de 17,8% e a taxa de mortalidade independente de readmissão foi de 18,6%. As causas mais frequentes de óbitos foram as doenças do aparelho circulatório (29,5%). Quase 15% das causas das readmissões foram complicações cirúrgicas. Os hospitais estaduais apresentaram menores riscos de readmissão e maiores riscos de mortalidade comparados com os hospitais de outras esferas. Foi observado excesso de risco de mortalidade e de internação da população de estudo quando comparada com a população idosa atendida nos hospitais do Sistema Único de Saúde do município. CONCLUSÃO: A internação por fratura proximal do fêmur causa desfechos indesejados para o idoso, como readmissões e óbitos. Boa parte desses desfechos poderia ser prevenida a partir de ações previstas na Política Nacional da Saúde do Idoso. <![CDATA[Perfil alimentar de usuários de serviços de promoção da saúde em vulnerabilidade social em uma metrópole brasileira]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1415-790X2015000200454&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt OBJECTIVES: To analyze the dietary profile of participants who used two health promotion services located in socially vulnerable areas in a Brazilian metropolis. METHODS: A cross-sectional comparative study was conducted with participants (n = 370) aged ≥ 20 years who joined two services of the Academias da Cidade program in Belo Horizonte, Minas Gerais, Brazil. The study participants engaged in physical activity and nutritional education actions directed by the services from 2009 to 2010. The sociodemographic and economic conditions and health and nutrition profiles of each individual were assessed. RESULTS: Participants from a high social-risk who used the service did not demonstrate adequate intake of vegetables (54.6 versus 43.6%; p = 0.038), sweets (33.5 versus 23.2%; p = 0.030), soft drinks (28.5 versus 11.9%; p &lt; 0.001), artificial juice (34.7 versus 22.6%; p = 0.011), and processed meat (48.8 versus 32.7; p = 0.002). However, in the other service, lower social vulnerability, a higher prevalence of abdominal adiposity (60.7 versus 43.0%; p = 0.004) and consumption of high-fat meat products (53.0 versus 36.5%; p = 0.002) was observed. CONCLUSION: Participants who used both services demonstrated inadequate food intake compatible with the development of chronic disease profiles. However, the participants in each service were distinct from each other. This suggests that promotion of healthy eating should to contemplate the territory and its interface with people health. <hr/> OBJETIVO: Analisar o perfil alimentar de usuários de dois serviços de promoção da saúde localizados em áreas de elevada vulnerabilidade social de uma metrópole brasileira. MÉTODOS: Estudo transversal realizado com todos os usuários (n = 370) com 20 anos ou mais de idade que ingressaram em duas Academias da Cidade de Belo Horizonte, Minas Gerais para prática regular de exercícios físicos e ações de educação nutricional, no período de 2009 a 2010. Avaliou-se condições sociodemográficas, econômicas, perfil nutricional e de saúde. RESULTADOS: Usuários do serviço com maior vulnerabilidade social apresentaram maior frequência de consumo inadequado de hortaliças (54,6 versus 43,6%; p = 0,038), doces (33,5 versus 23,2%; p = 0,030), refrigerantes (28,5 versus 11,9%; p &lt; 0,001), sucos artificiais (34,7 versus 22,6%; p = 0,011) e embutidos (48,8 versus 32,7%; p = 0,002). Contudo, no outro serviço, com menor vulnerabilidade social, observou-se maior prevalência de obesidade abdominal (60,7 versus 43,0%; p = 0,004) e consumo de carnes gordurosas (53,0 versus 36,5%; p = 0,002). CONCLUSÃO: Os usuários de ambos os serviços apresentaram perfil alimentar inadequado e compatível com o desenvolvimento de doenças crônicas não transmissíveis, mas distintos entre si. Este fato sugere que ações de promoção da alimentação saudável devem contemplar o território e sua interface com a saúde das pessoas. <![CDATA[Prevalência de baixo peso, sobrepeso e obesidade em crianças pobres do Mato Grosso do Sul]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1415-790X2015000200466&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt OBJECTIVE: To estimate the prevalence of underweight, overweight, and obesity among children who were beneficiaries of the Brazil's conditional cash transfer program Bolsa Família during 2010, according to gender and health in the state of Mato Grosso do Sul, Brazil. METHODS: Descriptive epidemiological study was conducted with a secondary database of Datasus/Sisvan. The data from 19,289 children (9,451 girls and 9,838 boys), aged 5 to 10 years, who benefited from the program Bolsa Família in the state of Mato Grosso do Sul in 2010 were collected. The variables were body weight and height. Body mass index was analyzed with Z-scores of normative tables from the World Health Organization. RESULTS: The prevalence of underweight was 4.8% among female and 5.6% among male participants. The prevalence of overweight and obesity was, respectively, 14.8 and 9.1% for female participants and 16.1 and 11.9% for male participants. The prevalence of underweight and obesity was lower in cities/towns with a lower Human Development Index, for female and male individuals. The prevalence of overweight in cities/towns with a lower Human Development Index was lower among female participants and higher among male participants. CONCLUSIONS: The higher prevalence of overweight among individuals of lower socioeconomic status indicates the need for understanding macro-factors that can influence the children's nutritional status. <hr/> OBJETIVO: Estimar a prevalência de baixo peso, sobrepeso e obesidade em crianças de cinco a dez anos de idade que vivem na condição de pobreza e extrema pobreza, de acordo com o sexo e com as mesorregiões geográficas, no estado de Mato Grosso do Sul. MÉTODOS: Estudo epidemiológico descritivo construído com base em banco de dados secundário, proveniente do Sisvan Bolsa Família/Datasus. A amostra consistiu de 19.289 crianças (9.451 do sexo feminino e 9.838 do masculino), de cinco a dez anos de idade, do estado de Mato Grosso do Sul, beneficiárias do Programa Bolsa Família no ano de 2010. Para classificar o estado nutricional das crianças, utilizou-se escore Z do Índice de Massa Corporal, e, como referência, os pontos de corte do World Health Organization. RESULTADOS: A prevalência de baixo peso foi presente em 4,8% do sexo feminino e 5,6% do sexo masculino. O sobrepeso e a obesidade tiveram prevalência, respectivamente, de 14,8 e 9,1% para o sexo feminino e de 16,1 e 11,9% para o sexo masculino. As prevalências de baixo peso e obesidade foram menores em municípios com menor desigualdade de distribuição de renda, para ambos os sexos. Quanto ao sobrepeso no sexo feminino, foi menor nos municípios de menor desigualdade, e no sexo masculino, a maior prevalência foi encontrada nos municípios de menor desigualdade em distribuição de renda. CONCLUSÃO: A alta prevalência de excesso de peso em indivíduos de baixo nível socioeconômico aponta para a necessidade da compreensão de fatores macroestruturais que podem influenciar o estado nutricional de crianças. <![CDATA[Correspondência entre excesso de peso e indicadores socioeconômicos e demográficos na população adulta brasileira]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1415-790X2015000200476&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt OBJECTIVE: To verify the correlation between overweight and socioeconomic and demographic indicators among Brazilian adults, using data from the Brazilian Household Budget Survey from 2008/2009. METHODS: We analyzed the joint relationships between overweight and socioeconomic and demographic indicators in the Brazilian adult population (99,532,672 individuals), through the multiple correspondence analysis technique. RESULTS: The featured profile of the Brazilian adult population with regard to overweight was correlated with ages from 30 years of the most developed and economically social geographic regions of Brazil; however between genders, the correlation was in the opposite direction in the variables income, education, and subjective issues about life conditions related to food and nutrition security. CONCLUSION: By the joint relationship between overweight and selected demographic and socioeconomic indicators, the urgency of the development of strategies and/or preventive public health programs of health problems with overweight in the Brazilian adult population is suggested. <hr/> OBJETIVO: Verificar a correspondência entre excesso de peso e indicadores socioeconômicos e demográficos em adultos no Brasil, por meio dos dados da Pesquisa de Orçamentos Familiares do período de 2008/2009. MÉTODOS: Foram investigadas as relações conjuntas entre excesso de peso e indicadores socioeconômicos e demográficos na população adulta brasileira (99.532.672 indivíduos), por meio da técnica de análise de correspondência múltipla. RESULTADOS: O perfil caracterizado da população adulta brasileira no que se refere ao excesso de peso foi correlacionado com idades a partir de 30 anos, das regiões geográficas mais desenvolvidas social e economicamente do Brasil, mas entre os sexos a correlação foi em direção oposta nas variáveis renda, escolaridade e das questões subjetivas sobre as condições de vida referentes à segurança alimentar e nutricional. CONCLUSÃO: Por meio das relações conjuntas entre excesso de peso e indicadores socioeconômicos e demográficos selecionadas, sugere-se a urgência do desenvolvimento de estratégias e/ou programas preventivos de saúde pública dos agravos à saúde ao excesso de peso à população de adultos brasileiros. <![CDATA[Estado nutricional de vitamina A e fatores associados em lactentes atendidos em Unidades Básicas de Saúde de Goiânia, Goiás, Brasil]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1415-790X2015000200490&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt OBJECTIVE: This study aimed to assess the nutritional status of vitamin A and associated factors in children assisted in Primary Care Health in Goiânia, Goiás, Brazil. METHODS: This is a cross-sectional study with a sample of 228 children 12 to 16 months of age. The nutritional status of vitamin A was assessed by serum retinol concentration, determined by high performance liquid chromatography. Multiple linear regression models with hierarchical selection of independent variables were used to evaluate the correlation with serum retinol as the dependent variable. RESULTS: The vitamin A deficiency (retinol &lt; 0,7 μmol/L) was observed in 14,0% of the children. Maternal schooling and hemoglobin concentration were positively correlated with serum retinol concentration, while C-reactive protein showed a negative correlation (R2 = 0,1648). CONCLUSION: The vitamin A deficiency in one-year-old children attended in Basic Health Units in Goiânia configures itself as a moderate public health problem. Actions to promote maternal education, morbidity control and prevention of other micronutrient deficiencies are important for prevention and control of the vitamin A deficiency in this population. <hr/> OBJETIVO: Este estudo teve por objetivo avaliar o estado nutricional de vitamina A e fatores associados em crianças atendidas em Unidades Básicas de Saúde de Goiânia, Goiás. MÉTODOS: Trata-se de estudo transversal com amostra composta por 228 crianças de 12 a 16 meses de idade. O estado nutricional de vitamina A foi avaliado pela concentração sérica de retinol, determinada por cromatografia líquida de alta resolução. Modelos de regressão linear múltiplos com seleção hierárquica de variáveis independentes foram utilizados para avaliar a correlação com a concentração sérica de retinol como variável dependente. RESULTADOS: A deficiência de vitamina A (retinol &lt; 0,7 μmol/L) foi observada em 14,0% das crianças. A escolaridade materna e a concentração de hemoglobina apresentaram correlação positiva com a concentração sérica de retinol, enquanto a proteína C-reativa apresentou correlação negativa (R2 = 0,1648). CONCLUSÃO: A deficiência de vitamina A em crianças de um ano atendidas em Unidades Básicas de Saúde de Goiânia configura-se como um problema de saúde pública moderado. Medidas de incentivo à maior escolaridade materna, controle de morbidades e prevenção de carências de outros micronutrientes são importantes para prevenção e controle da deficiência de vitamina A nessa população. <![CDATA[Fatores associados à depressão: diferenças por sexo em moradores de comunidades quilombolas]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1415-790X2015000200503&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt INTRODUCTION: The Quilombola population is subject to numerous sources of social vulnerability, but few studies investigate their physical or mental health conditions. OBJECTIVES: To investigate the factors associated with depression in men and women, separately. METHODOLOGY: Cross-sectional population-based study with 764 randomly selected participants from five quilombo communities in Vitória da Conquista, Bahia, Brazil. The cutoff point for depression was ≥ 10 points, assessed by the Patient Health Questionnaire score (PHQ-9), and the presence of five or more symptoms. We estimated the prevalence ratio with 95% confidence intervals using Poisson regression models with robust estimators stratified by gender. RESULTS: Among men, factors associated with depression were previous diagnosis of chronic illnesses, poor/very poor health self-assessment, and poor access to health services. Among women, the associated factors were previous diagnosis of psychiatric disorders, poor/very poor health self-perception, history of tobacco smoking, and self-declaration of race as not black. CONCLUSION: Factors associated with depression differ between men and women and must be considered in interventions to fight depression within this population. <hr/> INTRODUÇÃO: A população quilombola está sujeita a inúmeros fatores de vulnerabilidade social, mas poucos estudos investigam suas condições de saúde física ou mental. OBJETIVOS: Investigar os fatores associados à depressão para homens e mulheres. METODOLOGIA: Estudo populacional, transversal, com 764 participantes selecionados aleatoriamente em 5 comunidades quilombolas de Vitória da Conquista, Bahia, Brasil. A depressão foi definida por ≥ 10 pontos avaliados pela escala Patient Health Questionnaire (PHQ-9) e presença de 5 ou mais sintomas. Estimou-se a razão de prevalência, com intervalo confiança de 95% por meio de regressão de Poisson com estimadores robustos, estratificada por sexo. RESULTADOS: Para os homens, os fatores associados à depressão foram diagnóstico prévio de doença crônica, autoavaliação de saúde ruim/muito ruim e acesso ruim aos serviços de saúde. Para as mulheres, os fatores associados foram diagnóstico prévio de transtorno psiquiátrico, autoavaliação de saúde ruim/muito ruim, histórico de tabagismo e se autodeclarar como não negra. CONCLUSÃO: Os fatores associados à depressão diferem entre homens e mulheres e precisam ser considerados nas intervenções para combater a depressão nessa população. <![CDATA[Um estudo de coorte de base populacional de saúde bucal no sul do Brasil: Estudo de Porto Alegre]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1415-790X2015000200515&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Few population-based cohort studies have been established in Dentistry and this is especially true for Latin America. We conducted a population-based prospective study focusing on oral health in Porto Alegre, south Brazil, and herein we describe its methodology and discuss directions for further research. The cohort was established in 2001 using a multistage probability sample of 1,465 toothed and 121 edentulous subjects. A 5-year follow-up was performed in 2006 that included 755 individuals. The main aim of this study was to determine the pattern and risk factors for periodontal disease progression and tooth loss incidence. A full-mouth protocol was used including periodontal assessments at six sites per tooth. Primary outcomes were periodontal attachment loss and tooth loss. Oral mucosal lesions, dental plaque, gingivitis, supragingival calculus, probing depths, gingival recession, and dental caries were also assessed. This is the first population-based cohort study to focus on periodontal disease in Latin America. Findings will contribute to our understanding of the epidemiology of periodontal disease and provide valuable data for the planning and implementation of preventive and therapeutic strategies.<hr/>Poucos estudos de coorte de base populacional têm sido estabelecidos em Odontologia e isso é especialmente verdade para a América Latina. Nós conduzimos um estudo prospectivo de base populacional focando em saúde bucal em Porto Alegre, sul do Brasil, e aqui descrevemos a metodologia do estudo e discutimos direções futuras da pesquisa. A coorte foi estabelecida em 2001 utilizando uma amostra probabilística múltiplo-estágio de 1.465 dentados e 121 desdentados. Um acompanhamento de 5 anos foi realizado em 2006 e incluiu 755 indivíduos. Os objetivos principais do estudo foram determinar o padrão e os fatores de risco para progressão de doença periodontal e incidência de perda dentária. Um protocolo de exame de boca completa foi utilizado, incluindo registros periodontais em 6 sítios por dente. Os desfechos primários foram perda de inserção periodontal e perda dentária. Lesões de mucosa bucal, placa visível, gengivite, cálculo supragengival, profundidade de sondagem, recessão gengival e cárie dentária também foram acessados. Este é o primeiro estudo de coorte de base populacional a focar em doença periodontal na América Latina. Os achados deste estudo contribuirão para o entendimento da epidemiologia da doença periodontal e fornecerão dados valiosos para planejamento e implementação de estratégias preventivas e terapêuticas.